políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Archive for 18 novembro, 2010

Yeda Crusius de novo no banco dos réus

Posted by Pax em 18/11/2010

Segundo notícia do jornal Zero Hora, Yeda Crusius deve voltar a ser indiciada no caso da Operação Rodin, de fraudes no Detran-RS.

Caso Detran: Yeda volta a ser ré em ação de improbidade administrativa
STJ derrubou a decisão do TRF, que havia excluído a governadora do processo

Uma reviravolta no caso da fraude no Detran deve colocar a governadora Yeda Crusius (PSDB) novamente como ré no processo de improbidade administrativa que tramita na Justiça Federal.

Na quarta-feira, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) derrubou a decisão do Tribunal Regional Federal (TRF) em Porto Alegre, que havia excluído Yeda do processo ao entender que a governadora era imune à Lei de Improbidade Administrativa, que não se aplicaria a agentes políticos.

O Ministério Público Federal (MPF) havia recorrido da decisão do TRF e o relator do processo, ministro Humberto Martins, decidiu que a lei é aplicada a agentes políticos, o que inclui a governadora. Para o ministro, a decisão do Tribunal Regional “foi proferida em claro confronto com a jurisprudência do STJ”.

Os advogados de Yeda ainda podem entrar com um agravo regimental, pedindo ao colegiado que analise a decisão do relator. Em nota, o advogado de Yeda, Fábio Medina Osório, classificou a decisão como “monocrática”. Segundo o jurista, a matéria deve ser resolvida novamente no STF após o exame de agravo da Segunda Turma do STJ.

A suposta fraude, revelada pela Operação Rodin, da Polícia Federal, teve início quando o Detran contratou sem licitação, em julho de 2003, a Fatec, fundação ligada à Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) para realizar as provas de aptidão dos candidatos a obter ou renovar a carteira de habilitação. (continua no Zero Hora…)

Posted in DETRAN - RS, Operação Rodin, Yeda Crusius | 122 Comments »

Celso Daniel e a acusação do promotor

Posted by Pax em 18/11/2010

O promotor Francisco Cembranelli defendeu a tese de que dinheiro da administração pública de Santo André estava sendo desviado para os cofres do Partido dos Trabalhadores (PT), com a finalidade de financiar o caixa dois da campanha eleitoral e de pessoas físicas. “Isso acabou incomodando a vítima, Celso Daniel, que prometeu tomar providências”.

Um dos acusados de matar o prefeito Celso Daniel é condenado a 18 anos de prisão

Bruno Bocchini – Repórter da Agência Brasil

São Paulo – Marcos Bispo dos Santos, um dos sete acusado de participar do assassinato do prefeito de Santo André Celso Daniel, foi condenado hoje (18) a 18 anos de prisão. A condenação se deu à revelia, pois o acusado não compareceu ao julgamento no Fórum de Itapecerica da Serra, cidade onde ocorreu o homicídio, em janeiro de 2002. Marcos Bispo dos Santos foi preso logo após o crime, cumpriu oito anos de cadeia e, atualmente, está foragido.

O promotor Francisco Cembranelli se mostrou satisfeito com a condenação de Santos por homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e mediante recompensa. De acordo com o promotor, o réu foi o responsável por levar Celso Daniel de carro para o cativeiro, onde o político foi morto. “A versão do Ministério Público apresentada hoje à sociedade, o seu acolhimento pelo júri e a consequente condenação mostram que o caminho é esse e a versão é admissível”.

Cembranelli defendeu a tese de que dinheiro da administração pública de Santo André estava sendo desviado para os cofres do Partido dos Trabalhadores (PT), com a finalidade de financiar o caixa dois da campanha eleitoral e de pessoas físicas. “Isso acabou incomodando a vítima, Celso Daniel, que prometeu tomar providências. [A decisão de investigar] foi vista como obstáculo para o grupo criminoso que se aproveitava [do esquema]”, afirmou o promotor.

O advogado de defesa de Santos, Adriano Marreiro, informou que irá recorrer da sentença porque, para ele, o cliente foi condenado sem nenhuma prova, baseado apenas na própria confissão que teria sido obtida sob tortura. “A gente desafiou o promotor a apresentar provas concretas e elas não foram apresentadas. Ele foi condenado sem nenhuma prova senão sua confissão, que foi obtida mediante tortura”, declarou.

Posted in Celso Daniel - caso do assassinato, Marcos Bispo dos Santos | 1 Comment »

Mensalão do DEM: máfia tupiniquim

Posted by Pax em 18/11/2010

Segundo notícia do Estadão promotores do DF envolvidos no mensalão do DEM tinham comportamentos mafiosos.

Era só o que nos faltava.

Ministério Público vê códigos da máfia em ação do ex-chefe
O ex-procurador-geral Bandarra e Deborah Guerner usavam codinomes e títulos religiosos no esquema que incluía Arruda

Leandro Colon e Felipe Recondo/BRASÍLIA – O Estado de S.Paulo
Seus nomes não são de famílias tradicionais italianas, eles não andam armados, não se valem da tortura ou de assassinatos para obter dinheiro ou vantagens indevidas. Mas os comportamentos de Leonardo Bandarra, que era o procurador-geral de Justiça do Distrito Federal, e da promotora Deborah Guerner, descritos em denúncia do Ministério Público Federal (MPF), fazem lembrar traços da máfia italiana.

Neste caso, quem deveria trabalhar pela aplicação da lei e por coibir a prática de crimes, valeu-se dos conhecimentos adquiridos como investigadores para despistar a Justiça.

Uma das primeiras decisões do grupo integrado por Bandarra e Guerner, para “aumentar o grau de segurança” do esquema, foi a escolha de codinomes para os parceiros. Leonardo Bandarra seria Fernando; Deborah Guerner, a Rapunzel; Durval Barbosa, delator de todo o esquema, era Gabriel; e o então governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, era Ricardo. Num segundo momento, conforme o esquema se desenvolvia, os codinomes foram aprimorados. (continua no Estadão…)

Leia também: Grupo usava 60 telefones para dificultar apuração – Estadão

Posted in Deborah Guerner, Durval Barbosa, José Roberto Arruda, Leonardo Bandarra, Mensalão DEM | Leave a Comment »

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 37 outros seguidores