políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Jucazinho simboliza o que há de pior no PMDB

Posted by Pax em 04/08/2011

Reportagem de Letícia Lins, do O GLobo, conta a história de Jucazinho, irmão de Romero Jucá, líder do governo no Senado.

O líder, segundo o noticiário, é agricultor disfarçado, planta laranjas em seus negócios. O irmão, Oscar, já havia causado enorme desconforto na Infraero, num processo de moralização em que foi convidado a se retirar durante o governo Lula.

Mas o senador é muito carinhoso com a família. Os cofres públicos sofrem com este carinho. E o enorme coração de Romero não se limita a cuidar da família, mas de amigos também. Segundo notícia da Agência Senado, colecionada aqui no blog, a Funasa foi alvo destas ações fraternais.

Se o problema de Dilma fosse somente o PR e o Ministério dos Transportes a vida seria bem mais fácil. A questão é mais embaixo, ou bem maior: o PMDB do nosso eterno José Sarney.

A sinuca deste modelo de democracia participativa, com políticos tão bondosos com dinheiro público, é maior que se imagina. Impossível se esquivar do pensamento que o governo poderia ter nome melhor para liderar suas alianças no Senado. O que impede sua troca?

Somente muito apoio popular para Dilma fazer o que tem que ser feito. Quando os maiores inimigos de um bom governo são da própria base a tarefa é à além de hercúlea.

About these ads

33 Respostas to “Jucazinho simboliza o que há de pior no PMDB”

  1. Patriarca da Paciência said

    São essas coisas que nos faz acreditar no PIG. Lembro que durante a campanha presidencial, apareceu um suposto “empresário” dizendo que tivera seu bilionário empréstimo recusado pelo governo porque não quis pagar propina. (o empréstimo era mesmo coisa de alguns bilhões !)
    Depois foi constatado que o tal “empresário” já estivera envolvido inclusive com cargas roubadas.
    Mas Globo, Folha e Veja continuaram a martelar em cima do tal empréstimo e continuando a chamar o dito cujo de “empresário”.
    Quando da denúncia do tal Juquinha, a “grande imprensa” já tomou a coisa toda como “verdade”, exigindo demissões, CPIs, etc.
    Agora está aparecendo a verdadeira cara do Juquinha.
    Gente, temos que aprender a viver numa democracia!

  2. Pax said

    Caro Patriarca,

    Entre acreditar na tal existência de um Partido da Imprensa Golpista e na realidade da pouca defensabilidade de um Romero Jucá, fico com a segunda opção.

    E tenho certeza que você não convidaria o atual líder do governo no Senado para uma boa mesa à sua casa.

    Aliás, opinião minha que parece compartilhada por outros

    Ilimar Franco, O Globo

    Os senadores petistas ficaram apreensivos com a tentativa frustrada da oposição de criar uma CPI. A Comissão foi inviabilizada, mas integrantes da bancada consideram que ela apenas não virou realidade porque ninguém quer transformar o PR num alvo.

    Entre os petistas há uma avaliação de que os aliados vão criar uma CPI na primeira denúncia que envolver um ministério comandado pelo PT. Um deles chega a dizer: “a crise foi adiada”.

    Os petistas desconfiam do PMDB, que acusam estar interessado em acuar o partido e a presidente Dilma. Com a fragilidade da oposição, o embate político principal se dá na base aliada.

    A vontade de fazer um bom governo será maior que a capacidade de desmontar os esquemas estabelecidos?

    Confesso que não sei. Adoraria que sim. Mas acho que não.

  3. Zbigniew said

    Entendo a imprensa como golpista nao pela situacao referente ao PT, que ela quer porque quer que seja o partido mais corrupto da historia. Alias, a Veja, no final do governo Lula, colocou isto na sua capa. Mas e golpista enquanto parte de todo o sistema de poder que envolve as brigas politicas. Ha tambem o problema do proprio governo, que se coloca numa situacao passiva em relacao a onda de denuncismos. Aqui tem um texto interessante que descreve bem o modus operandi do PIG:

    “(…)
    É evidente que denúncias fundamentadas precisam ser apuradas e as distorções resolvidas. Mas há maneiras e maneiras. Há informações de investigações em curso na Polícia Federal que justificariam a razia ocorrida no Ministério dos Transportes. Em vez de uma ação objetiva, discreta e fulminante – que carcaterizaria uma vitória do governo – permitiu-se um show midiático que vai estimular a volta do denuncismo.

    A lógica é simples. As denúncias fazem as primeiras vítimas – mas num alarido que pega gregos e troianos nas mesmas acusações. Depois, abre espaço para o festival de mágoas dos demitidos. O ápice de uma denúncia midiática é a demissão do acusado. O jornalismo brasiliense vive em função de dois sonhos: derrubar autoridades (primeiro secretários, depois ministros até o auge de presidentes) e pacotes econômicos.

    Ontem o Jornal Nacional dedicou maior tempo ao desabafo do ex-Ministro Alfredo Nascimento do que ao Plano Brasil Maior. Na sua última edição, Veja abriu amplo espaço a um sujeito demitido da Conab por corrupção explícita, para que pudesse “denunciar” seus colegas que o demitiram, sem a necessidade de apresentar provas. Época enceta uma campanha contra a Agência Nacional de Petróleo em cima de informações que lhe foram passadas pela própria ANP dois anos atrás.

    A comunicação do governo está restrita ao mundo das sucursais brasilienses; os contatos de Dilma com o mundo das associações empresariais – que tem e devem ser consultadas, mas não com exclusividade.

    O que parecia um movimento tático – de se aproximar dos adversários e diminuir a fervura – a cada dia que passa ganha contorno de mudança estrutural do leque de alianças. Correta ou não, é essa a percepção cada vez mais forte em setores sindicais e do leque de aliados da campanha de 2010.

    Lula costumava caçoar da ingenuidade do “Palocinho” (como o chamava), que sempre acreditava que ganharia o título de sócio remido do clube principal.

    No final do ano passado, Palocci garantiu a Lula que Veja estaria preparando uma edição finalmente reconhecendo os méritos de seu governo. Na semana anunciada, a capa em todas as bancas: “O governo mais corrupto da história”.”

    http://www.viomundo.com.br/politica/luis-nassif-dilma-retrocesso-inedito.html

  4. Zbigniew said

    E pra nao se dizer que se estar a soltar palavras ao vento, vejam que coisa interessante:

    “(…)
    No fim de semana, a Folha acusou uma neta de Lula de se beneficiar da influência do avô e, nesta quarta-feira, O Globo acusa um filho do ex-presidente da mesma coisa. Ou melhor, não são acusações, são insinuações, porque, como não há um fato determinado a acusar, levanta-se suspeita sem dizer exatamente sobre o quê.

    No último sábado, este blog noticiou que o filho legítimo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Paulo Henrique Cardoso, o PHC, acaba de se associar ao maior grupo de mídia do planeta, a Walt Disney Company, em um empreendimento inusitado, uma grande rádio em São Paulo que pretende atingir cobertura nacional.

    A mídia, porém, apesar de FHC ser o maior líder da oposição demo-tucana e de um partido que controla o segundo maior orçamento da República, o do Estado de São Paulo, não noticiou nada, não investigou nada, não insinuou nada. Ignorou solenemente. Ou melhor: escondeu, porque isso é notícia, sim. E “quente”.

    Por que, com tantos empreendedores tradicionais de mídia neste país, o maior grupo de mídia do mundo foi procurar justamente o filho de um político que durante o governo do pai se beneficiou de dinheiro público sem que a mídia, então, fizesse barulho sequer parecido com o que faz hoje quando Lula ou sua família ganham dinheiro privado?
    (…)”

    Por que?

    http://www.blogcidadania.com.br/2011/08/nao-espere-que-o-governo-lute-em-seu-lugar/

  5. Zbigniew said

    Desculpem, esta e a ultima:

    “(…)
    Esse é só um exemplo da seletividade ética da mídia. Num momento em que o DNIT, órgão de um governo petista, não sai da mídia um só dia, a Dersa, órgão do governo tucano de São Paulo, tem o mesmo tipo de problema que seu congênere federal e a mídia não cobre, não denuncia, não pressiona, não fiscaliza. Por quê?
    (…)”

    Por que?

    http://www.blogcidadania.com.br/2011/08/nao-espere-que-o-governo-lute-em-seu-lugar/

  6. Sinceramente essa coisa da neta do Lula é realmente ridículo.

    Igualmente ridículo é achar que a imprensa não deve noticiar os escândalos do governo PT ou fazer isso apenas se colar automaticamente a algum escândalo em governo do PSDB.

    Até porque a imensa maioria dos escândalos do governo PT nascem de dentro do PT e não da imprensa.

    Desculpe Zbigniew mas esses blogs chapa branca, que aposto, participaram daquela reunião em Brasília onde pediram dinheiro de imposto para continuar a defender o governo, só fazem partidarismo pago.

    Papel da imprensa é denunciar. Chamar imprensa de “denuncismo” é elogio. Ou é em qualquer parte do mundo. Menos para os petistas e seu sentido “ético” bastante distorcido e corrupto.

  7. Zbigneiw said

    Desculpe, mas nao respondeu. Ninguem afirmou que nao se deve apurar corrupcao seja em que nivel for, de que partido for. O que se pergunta e: por que so denuncia contra o PT? Sera que tem algo a ver com a sucessao municipal do proximo ano?

  8. Pax said

    Já eu acredito que a mídia, por pior que seja, acaba fazendo enormes favores ao denunciar todas as corrupções que aparecem por aí.

    Mesmo que sendo parcial, como querem os blogs mais parciais que conheço.

  9. Patriarca da Paciência said

    Meu caro Pax,

    como venho dizendo faz muito tempo, democracia é o governo pela vontade da maioria.
    Não adiante idealizarmos um governo ideal quando a realidade de fato é outra.

    PMDB representa muitos brasileiros.

    “A vontade de fazer um bom governo será maior que a capacidade de desmontar os esquemas estabelecidos?”

    Acho que é aí que se trava a grande luta.

    Luta que só será vencida com a ajuda de toda a sociedade e pela prática da verdadeira democracia.

  10. Patriarca da Paciência said

    Vilarnovo,

    você poderia me apresentar uma prova real e concreta de que uma neta do ex-presidente Lula não possa ser uma boa atriz?

    Você poderia me apresentar uma lei que impede a uma empresa privada de patrocinar uma neta do ex-presidente Lula?

  11. Pax said

    Pois então, caro Patriarca, a grande luta está, no que me parece se referir ao pequeno espaço deste blog, em demonstrar para a sociedade que o governo tem que fazer alianças políticas, de governabilidade, mas não alianças em roubabilidade.

    Dilma disse isto de outra forma, mas disse a mesma coisa, que não tinha alianças com os malfeitos.

    Torço que o apoio a Dilma neste processo seja de toda a sociedade.

  12. Zbigniew said

    Caro Pax.
    Ouso discordar da tua colocacao. No meu sentir e equivocado achar que o denuncismo, ou mais precisamente a etica seletiva, trara beneficios no combate a corrupcao no pais. Sabes porque? Porque a etica seletiva traz em si o germe da conivencia com a corrupcao.
    Porque a midia focaliza no momento. Se chegar la na frente e o grupo que ela defende estiver no poder (veja o exemplo de Sao Paulo) e ocorrerem casos de corrupcao, tenha certeza que eles nao reverberarao o caso. Ou se o fizerem, farao de forma superficial, a deixar esquecer ou esfriar a manchete. Os exemplos estao ai, principalmente no Estado de Sao Paulo. A Bahia de ACM, o Maranhao do Sarney, entre outros, sao exemplos acabados do afirmado.
    Digo que ha uma crise no jornalismo, o verdadeiro, porque impregnado de influencias externas (alopoieticas) mais poderosas do que a vontade de fazer o bom e velho jornalismo. E que jornalismo e esse? Aquele que, mesmo consciente de sua inclinacao politica, nao se furta a abordar TODAS as mazelas que lhe sao afeitas ou apresentadas.
    O teu blog e um exemplo disto. Vc nao se furta a abordar todos os temas, embora tuas fontes sejam, em sua maioria, da grande midia.
    Repito: nao que nao se deva denunciar. Deve-se! Seja que partido for. Mas ja que a imprensa esta numa cruzada contra a corrupcao, e quer ajudar a sociedade neste sentido(?!), que ela seja inequivoca, abrangente e irrestrita.

  13. Pax said

    Mas, caro Zbigniew,

    O barato do blog é a boa discussão. Por favor continue “ousando” discordar que as discussões educadas são o que há de melhor por aqui, assim entendo.

    Veja, em momento algum defendo que a mídia possa ser safada de só mostrar a corrupção de um lado. O que tenho insistido é que alguns situacionistas estão vendo fantasmas demais.

    A rede Globo sempre foi a rede Globo, a Folha sempre foi a Folha, o Estadão sempre foi o Estadão. Seus acionistas não mudaram. Houve uma ou outra alteração mas nada fundamental. Continuam os mesmos.

    Claro que a imprensa ataca quem está no poder, principalmente porque:

    a – é quem tem a chave do cofre, que traz, também, a tentação
    b – porque é notícia que vende

    Concordo que há que se separar o joio do trigo. Mas vamos pegar o assunto do post, como exemplo. São notícias que me parecem absurdas, o líder do governo fazendo favores familiares com o dinheiro do povo, colocando um irmão que, ao que o noticiário indica, não tem habilidade para gerir a coisa pública. Muito menos para ter chave de cofres ou influências em quem tenha.

    Mas tá lá, o Jucazão colocando o mano aqui e acolá e a gente pagando a conta.

    Insisto neste tema do post: Romero Jucá faz algum bem ao governo? Qual?

  14. Zbigniew said

    Caro Pax,
    falando so do governo,
    o Juca nao faz bem algum com esta pratica, e esta certo em se denunciar. Que se denuncie! E que o governo tome as redeas da situacao. A Dilma tem que escolher em fazer a faxina necessaria, no alto dos seus 71% de aprovacao (segundo a ultima da Vox). Capital eleitoral ela tem, e tem que aproveitar. Neste sentido concordo contigo, mas a grande midia – e ai, com licenca da palavra, o PIG – estao mais interessados na situacao politica do governo, e nao na etica em si. Esse negocio de falar bem da Dilma, dizer que ela e diferenciada em relacao ao Lula, isso e pro forma e as intencoes sao bem claras embora sutis. Falemos de politica: se baguncar muito o coreto, se o governo se pautar pela midia, e bem possivel que a Presidenta se perca, titubeie, porque, queira ou nao queira, ha arranjos de governabilidade importantes que nao podem ser descartados com um absoluto “governar com o povo” e “todos sao corruptos”.
    E ai eu pergunto: como conciliar a equacao da faxina necessaria com uma base solida que de capital politico para uma reforma politica seria e profunda e nao comprometa a governabilidade? Acho muito dificil, mas a midia, se bem intencionada, seria um instrumento importante neste desiderato. Mas isto e sonho de poliana em qualquer lugar do planeta. Alem de outros temas importantes ou situacoes que nao deixem os ministerios paralisados com investigacoes e CPIs que tomem todo o governo, de modo que o PIG daqui a pouco comece a levantar a bola pro Alvaro Dias la no Senado: olha! as obras do PAC nao avancam! E muita corrupcao! A Dilma, infelizmente esta perdida! Entendeu?
    O que digo e, nao existe isto de descarte politico. Nao se governa sem base, e so com o povo (em canto nenhum do mundo). Por isso o governo precisa tomar as redeas do jogo, colocar as instituicoes responsaveis para apurar e estar a frente da grande midia, inclusive para peita-la se for necessario. Acredito que haja o momento certo e o desafio e acha-lo.
    Nao estou aqui nem descartando a onda de denuncismo do PIG. Mas o ideal era que as instituicoes e proprio governo promovessem essa limpa, pautando a grande midia.

  15. Pax said

    Não quero o descarte político per si, caro Zbigniew, mas confesso que gosto do descarte das alianças que se monstram canalhas.

    O que me incomoda é que os governos fiquem reféns de ladrões dos cofres públicos. E é assim que estamos vivendo.

    Esta dinheirama faz uma falta danada às escolas, aos hospitais, aos salários dos policiais etc.

    Não é um privilégio do governo atual, era assim antes, tal e qual. Só que não se pode jogar este jogo eternamente sem que as consequências não sejam o agravamento da situação, em mais e mais sinucas e o aniquilamento de um futuro que pode ser brilhante.

    Se for limpando aos poucos, com PIG ou sem PIG, vejo com bons olhos, sim.

    A imprensa, meu caro, é outra que deve satisfações. Mas é melhor tê-la livre, mesmo que ruim, no pior dos casos. Sem imprensa livre a coisa só tende a piorar.

    E foi com PIG, como queira, que quem venceu as eleições e está no comando é DIlma. Então é ela, o PT e suas alianças, que devem satisfações no governo federal.

    Achei ótimo que Dilma tenha os tais 71% de aprovação. É um sinal muito positivo e acredito muito que tenha relação com este processo de faxina. O que isto significa? Que a sociedade está realmente cansada de tanta corrupção. Seja ela do lado azul, vermelho ou verde. Ano passado já houve a sinalização com o projeto Ficha Limpa, mesmo que ruim, foi, sim, um grito da sociedade que chegou a forçar o Congresso como um todo a aprovar a lei.

    Aos poucos entendo que andamos à frente e há ainda muito por fazer. Democracia é um processo lento, mas deve andar em marcha adiante e não em marcha a ré.

    Romero Jucá, para mim, é marcha à ré.

  16. Zbigniew said

    Perfeito, Pax. Mas como descartar aquilo que vc chama de “aliancas canalhas” se nao for pela iniciativa tenaz de se varrer a sujeira que impregna a res publica e promover uma reforma politica seria?

    Concordamos que e um processo lento e que, no meio desta guerra de intencoes, vai sobrando um pouquinho aqui, outro ali, para que, na soma das iniciativas, sejam elas de que natureza for, prevaleca o amadurecimento das instituicoes e da sociedade para um controle efetivo e permanente da corrupcao. Um dia nao serao sobras, mas regras efetivas, pulando do mundo do “dever ser” das leis para a realidade.

    Sim, concordo contigo. E um processo lento que nao deve abrir mao de uma imprensa livre. E nem de um governo forte, no sentido de ser capaz de iniciativas importantes e eficazes para o bem da sociedade brasileira.

    Acho emblematico este caso da demissao do Jobim. Quem a Dilma chamou? O Celso Amorim. Odiado pelo stablishment midiatico, porque totalmente independente da doutrina dos diplomatas da era FHC, hoje consultores da Globo News; e porque nao dizer, elemento que mudou em muito a linha de atuacao do Itamaray. Alguns acham que para pior, outros para melhor.

    Jobim era como o Meireles, elemento mais afeito a oposicao do que ao proprio governo. Foi uma atitude importante do governo Dilma, mostrando sua independencia e poder de iniciativa. E assim que deve ser, tambem no que se refere a corrupcao.

    Claro que a imprensa nao deve esperar a boa vontade do governo em apurar irregularidades tendo informacoes nas maos. Obvio. Neste ponto e que o governo deve se antecipar e se impor para que nao corra o risco de cair na esparrela do denuncismo de suposicoes e das armadilhas politicas que estao por tras da etica seletiva da grande midia.

  17. Pax said

    O Nelson Jobim forçou sua saída. Qual a causa é que não sei.

    E concordo com você, caro Zbigniew, o principal a se ter em mente é o fortalecimento das instituições. Nosso Legislativo e nosso Judiciário merecem muito foco com este pensamento.

    De um lado temos um Congresso a cabresto de um Executivo, que não é bom, e um Judiciário não só lento como cheio de suspeições aqui e acolá.

    Mas, de novo, acredito que o governo merece um líder melhor no Senado. Este que está não me parece nada bom neste sentido institucional. Segundo todo o farto noticiário o Romero Jucá joga um jogo que não consigo entender como bom para Dilma.

  18. Zbigniew said

    Caro Pax, num sistema politico minimamente maduro o PMDB deveria afastar o Juca para que fossem apuradas as irregularidades que porventura ligam seu nome ao do irmao na FUNASA. Mas isto e uma questao puramente politica. E no nosso sistema, em que as “aliancas canalhas” se institucionalizaram, o governo que vc afirma encabrestar o parlamento fica encabrestado pela necessidade de nao implodir sua base de sustentacao. E nao se diga que isto nao tem importancia, porque um governo pode ser paralisado em suas iniciativas ate que se recomponha uma alianca, e sabemos que isto e quase impossivel apos a quebra de “confianca”, nesse nosso sistema.eminentemente fisiologico.

    Neste ponto, neste caso do PMDB – e sei que e dificil de engolir -, no balanco de perdas e danos, e melhor para o governo manter o seu lider, a nao ser que o partido de origem o destitua ou sua situacao fique insustentavel politicamente, como no caso do ministro do PR. A Dilma tem que ir com muito cuidado nesta campo minado, sem abrir mao de sua linha de conduta pautada no respeito e na honestidade no trato da coisa publica, mas com a consciencia que governar e a arte do possivel e que nao da para tomar atitudes sem que sejam politicamente bem pensadas e pesadas. E isto inclui (digo, so inclui) o interesse da populacao.

    Ok. Isto e um ponto. Ponto este que nao exclui uma apuracao profunda e inexoravel a nivel de FUNASA ou qualquer outra instituicao que tenha apadrinhados politicos mamando nas tetas da viuva. O Brasil nao admite mais situacoes absurdas como a do ministro do PR que se sentiu traido por ter sido pego com a boca na botija.

  19. Pax said

    Essa foi boa, caro Zbigniew, do Alfredo Nascimento ter se sentido traído por ter sido pego com as calças às mãos.

    =)

    e concordo, Dilma está andando sobre o fio da navalha, qualquer mão mais pesada aqui ou acolá causará um enorme transtorno neste equilíbrio de forças complicadas.

    mas que siga, e torcendo que sua aprovação cresça ainda mais, dessa forma fica cada vez mais difícil impedir que ela consiga fazer sua faxina onde possível.

  20. Zbigniew said

    Vamos torcer, caro Pax. Quanto ao Jobim, parece que ele forcou mesmo, embora tenha um que de falastrao e arrogante. Nao se pode descartar a incontinencia verbal e os interesses por tras do projeto FX. Mas acho que isto so vamos saber aos poucos.

    O bom e que a Presidenta esta chamando o feito a ordem e, na minha opiniao, notando que a tatica da “mao estendida” ja deu, ate porque as ultimas eleicoes ja passaram, as arestas que tinham que ser aparadas ja foram e nao podemos esquecer da natureza do escorpiao.

    Tem que afinar bem a equipe porque tempos dificeis estao chegando, as bolsas derretendo e o Brasil precisa cada vez mais dos desenvolvimentistas do que dos mercadistas.

  21. Olá!

    Hehehehehe. . . A galera petista e simpatizantes estão em polvorosa por causa dos recentes escândalos que surgiram no atual governo do PT.

    Em vez de condenarem a corrupção do atual governo petista, essa galera coloca a culpa na imprensa pelo fato desta não ter em mãos escândalos da mesma magnitude e profundidade no campo oposicionista.

    Essa ladainha da tal “imprensa golpista” é um saco. Não é a imprensa que está roubando o dinheiro do cidadão. Não é a imprensa que desvia recursos da educação, da saúde e da segurança públicas. E é a imprensa que quer dar golpe? Mas vá. . .

    E outra: Não foi a imprensa que estruturou, implementou e executou o mais sério e grave esquema de corrupção da história recente do nosso país, o Mensalão, e que representou realmente um golpe de verdade, um golpe de natureza institucional, no qual um dos poderes da república (o Legislativo) foi subornado e corrompido por outro poder (o Executivo) com o objetivo deste último ter as suas ambições de poder satisfeitas, destruindo, assim, um dos pilares fundamentais no qual uma república democrática se sustenta (a separação e independência entre os poderes). O responsável por tal esquema de corrupção foi o Partido dos Trabalhadores, o PT.

    E a imprensa é que é golpista. Sei. . .

    Uma notícia para o pessoal que adora chamar a imprensa de golpista: Brasil é o 2º em mortes de jornalistas na América Latina.

    Excerto:

    O Brasil está em segundo lugar, empatado com Honduras, no ranking de jornalistas assassinados na América Latina neste ano, divulgado pela SIP (Sociedade Interamericana de Imprensa).

    A cinco meses do fim do ano, 2011 tem mais mortes de jornalistas no continente em duas décadas, diz a SIP. Foram 19 nesse período.

    Os quatro jornalistas brasileiros citados no relatório são Luciano Leitão Pedrosa (morto em Pernambuco, em abril), Valério Nascimento (interior do Rio, em maio), Edinaldo Filgueira (Rio Grande do Norte, em junho) e Auro Ida (Mato Grosso, no mês passado). [. . .]

    Seria interessante e bastante salutar levar ao velório desses jornalistas o pessoal que repete a cantilena do tal PIG e coisas tais. Mas não apenas isso, seria ainda mais interessante ver esse pessoal tocar pela enésima vez a faixa do tal PIG diante das viúvas, filhos e demais familiares desses jornalistas assassinados.

    O Fernando Gabeira escreveu uma breve nota a respeito.

    A esquerda brasileira precisa entender uma coisa: Em uma democracia liberal, certos valores são inegociáveis. Liberdade de imprensa e liberdade de expressão são dois desses valores inegociáveis e é melhor tê-los, ainda que com todas as suas imperfeições e limitações, do que não tê-los. É tudo uma questão de trade-offs.

    Até!

    Marcelo

  22. Olá!

    Vilarnovo, você tem razão, um dos links dado pelo Zbigniew é do blog de um daqueles blogueiros “progressistas” que se encontraram com o presidente Lula no ano passado para falar mal da imprensa e dos valores que tornam possível a existência de uma imprensa livre. Eis o link.

    Aliás, notem, aos 20 segundos do vídeo, que até o Lula parece sentir vergonha alheia quando ouve o termo “PIG — Partido da Imprensa Golpista”.

    O outro link é do blog do Azenha, ex-funcionário da Rede Globo. Lembro que, há um tempo atrás, o Azenha e outros blogueiros progressistas viviam torrando a paciência para que algum dos grandes jornais fizesse uma extensa matéria jornalística sobre o filho que o FHC teve fora do casamento. Essa galera chegou a comparar a atenção que imprensa deu a esse caso do filho do FHC e ao caso da filha do Lula, a Lurian, dando a entender, logicamente, que havia dois pesos e duas medidas para avaliar uma e outra situação.

    Pois bem, passados alguns anos, o FHC resolveu ele próprio trazer ao público esse caso e reconheceu o menino como seu filho. Tempos depois, um exame de DNA mostra que FHC não era o pai biológico do garoto.

    Mas vocês pensam o quê? Pensam que a galera progressista fez um mea culpa e reconheceu o seu erro de juízo? Que nada! Essa galera progressista não se desculpou coisa nenhuma. Eles xingaram FHC de corno para baixo.

    Foi o filho que a esquerda deu para o FHC.

    É a velha história: No fundo, no fundo, esse pessoal progressista e que vive qualificando a imprensa de “golpista” não tem interesse nenhum na composição de uma imprensa realmente livre, independente e ponderada. O que eles gostariam é que houvesse uma imprensa pelega, controlada e chapa-branca, a exemplo aí da galera progressista que vive pedindo dinheiro público para financiar os seus blogs.

    Até!

    Marcelo

  23. Olá!

    Zbigniew,

    “Tem que afinar bem a equipe porque tempos dificeis estao chegando, as bolsas derretendo e o Brasil precisa cada vez mais dos desenvolvimentistas do que dos mercadistas.”

    Resumindo: Vamos fazer o Estado se agigantar ainda mais perante a sociedade; vamos drenar mais recursos dos cidadãos via impostos; vamos colocar tais recursos sob a tutela de grupos políticos que fazem parte do governo (como PR e PMDB); vamos dar em troca serviços públicos básicos (educação, saúde e segurança) de péssima qualidade; e vamos criar ainda mais entraves para que haja um funcionamento razoavelmente bom do sistema de livre iniciativa, isto é, vamos prejudicar a vida do empreendedor — que já não é fácil por estas bandas (abrir uma empresa em 4 ou 5 meses, por exemplo).

    A esquerda brasileira é estranha: Adora colocar dinheiro sob a tutela dos políticos e depois reclama da corrupção.

    Até!

    Marcelo

  24. Zbigniew said

    Essa turma do reinaldinho… sei nao…

    Gostam de um conceito absoluto. “Valores Inegociaveis”! Vai la na cabeca do art. 5 da CF que voce vai ve o que sao valores inegociaveis. Dos ali enumerados so a “vida” nao sofre ponderacao, o resto esta sujeito a limitacoes em face do direito alheio.

    Blogueiros proguessistas, ou sujos, como diria o Serra e caterva. O Lula recebe os caras no Planalto e eles sao chapa branca. Coloca banner da Petrobras no blog e eles sao chapa branca.

    O Lula vai a encontro com os baroes da midia, a Dilma vai no aniversario da Folha, no programa da Globo, e eles sao chapa branca? Coloca anuncio nos jornaloes e revistoes e blogoes, e eles sao chapa branca? Dificil!

    A Veja tem contratos milionarios com diversas secretarias de educacao, incluindo, logicamente, o Estado de Sao Paulo, e e chapa branca.

    Sim, em sua grande maioria eles sao afinados com o governo. Diferentemente do PIG eles assumem suas posicoes e, gracas a Deus criticam essa turma. Se o Brasil e tao democratico que nao tem um orgao regulador da imprensa, eles fazem as vezes da maneira deles. Nos sistemas democraticos tambem existem os que apoiam o governo. Ou nao?! Por que so a Veja, a Globo, o Estadao, a Folha, a RBS, etc., merecem a propraganda? Oi, nao e democracia? Nao sao valores inegociaveis a livre expressao do pensamento? Qual o problema se o Eduardo Guimaraes, o Luiz Carlos Azenha, o Paulo Henrique Amorim, o Luis Nassif quiserem aderir ao governo? Quem le e que vai fazer juizo de valor. E a maioria desses blogs tem um share tao grande quanto os hospedados nos grandes portais.

    Sim, existem excessos. Esse caso do filho do FHC e um deles. Mas o PIG tambem se excede, como no caso, agora, da neta do Lula, ou o do possivel relacionamente homossexual do ex-Presidente quando na prisao, ou o da tentativa de aborto em relacao a Lurian. Mas, lembre-se: sao valores inegociaveis! Que o FHC va as barras da Justica! Que o Lula va tambem! Principalmente se for na vara de Pinheiros.

    Agora, o que tem se o cara e ex-funcionario da Globo? Vai la no conteudo e critica o que ele escreveu. Esse expediente de desqualificar ficou como um cacoete vazio: ha! o cara e isso, ha! o cara e aquilo. Critique, velho! Va nas ideias, na posicao politica!

    Ainda morrem jornalistas no Brasil, infelizmente. Mas, com o caso do Rio de Janeiro voce da a entender que so morrem os que criticam o GOVERNO. Tudo bem, o reinaldinho fez escola. Por ele o PT ta mandando matar todo mundo, afinal, como disse o Gabeira, no alto de sua honestidade intelectual, a PF nao quer apurar. Como, se o crime esta na esfera estadual? Por sinal o Protogenes, lembra dele (tremei direitistas!), e, aquele mesmo que enganou todo mundo, quer federalizar o crime contra jornalistas.

  25. Zbigniew said

    Bicho, tu confundes tudo…

    Olha la pro norte (vcs sao acostumados a isto). Ve o que aconteceu nos EUA. Mercado desregulado, menos impostos para os ricos, cortes em gastos sociais, divida em alta, economia patinando. Tu achas que isto vai dar certo? Tu achas que aquele ouro todo em Fort Knox vai sustentar essa equacao?

    Tem que se proteger, senao tu ja sabes…

    E claro que os mercadistas a la CBN vao criticar o agigantamento do Estado. Tao perdendo status. Mas tem que ser assim, senao eles enchem os burros e a populacao e quem paga o pato.

  26. “Vilarnovo,

    você poderia me apresentar uma prova real e concreta de que uma neta do ex-presidente Lula não possa ser uma boa atriz?

    Você poderia me apresentar uma lei que impede a uma empresa privada de patrocinar uma neta do ex-presidente Lula?”

    Patriarca – É o contrário. Acho que ficar colocando essa história da neta do Lula é ridículo. E sinceramente, prefiro mil vezes que o Estado banque a cultura de pessoas que são desconhecidas do que ficar bancando milhões para medalhões milhonários como Chico Buarque, Gilberto Gil e outros que não precisam do dinheiro do Estado para trabalhar.

    Ela tem todo o direito como qualquer um.

  27. “Blogueiros proguessistas, ou sujos, como diria o Serra e caterva. O Lula recebe os caras no Planalto e eles sao chapa branca. Coloca banner da Petrobras no blog e eles sao chapa branca.

    O Lula vai a encontro com os baroes da midia, a Dilma vai no aniversario da Folha, no programa da Globo, e eles sao chapa branca? Coloca anuncio nos jornaloes e revistoes e blogoes, e eles sao chapa branca? Dificil!

    Não é nada difícil. É só perguntar: onde há lógica de mercado?

    Se você achar que anunciar na maior revista semanal do país (e uma das maiores do mundo) tem a mesma lógica que anunciar em um blog obscuro que quem só lê são partidários do governo, tudo bem.

    Não dá meu caro. Pode fazer o malabarismo que quiser… chapa branca sim.

  28. Olá!

    Zbigniew,

    “Essa turma do reinaldinho… sei nao…”

    É a velha cantilena esquerdista: Se uma pessoa não é de esquerda e não concorda com uma parte dos valores desse lado do espectro ideológico, então, só pode ser um discípulo do Olavo de Carvalho, do Reinaldo Azevedo e afins.

    Tosco isso.

    “Gostam de um conceito absoluto. ‘Valores Inegociaveis’! Vai la na cabeca do art. 5 da CF que voce vai ve o que sao valores inegociaveis. Dos ali enumerados so a “vida” nao sofre ponderacao, o resto esta sujeito a limitacoes em face do direito alheio.”

    O grande risco de se relativizar e/ou limitar determinados valores é que isso pode levar a situações de violência estatal contra os cidadãos. Limitar e/ou relativizar a liberdade de expressão e de imprensa pode gerar situações desse tipo.

    Pelos meus valores, a liberdade de imprensa é, sim, um valor inegociável. Limitar e/ou relativizar tal valor pode acarretar na geração de violência contra os jornalistas e contra os próprios cidadãos.

    “Blogueiros proguessistas, ou sujos, como diria o Serra e caterva. O Lula recebe os caras no Planalto e eles sao chapa branca. Coloca banner da Petrobras no blog e eles sao chapa branca.

    O Lula vai a encontro com os baroes da midia, a Dilma vai no aniversario da Folha, no programa da Globo, e eles sao chapa branca? Coloca anuncio nos jornaloes e revistoes e blogoes, e eles sao chapa branca? Dificil!”

    Que tal se o presidente Lula fizesse um encontro com os seguintes blogueiros: Augusto Nunes, Alon Feuerwerker, Fernando Rodrigues e Roberto de Toledo? Ou será que o Lula só gosta de responder perguntas agradáveis e que apenas vangloriem o seu governo?

    “Sim, em sua grande maioria eles sao afinados com o governo. Diferentemente do PIG eles assumem suas posicoes e, gracas a Deus criticam essa turma. [. . .]”

    Não há problema nenhum no fato de esses blogueiros progressistas serem alinhados ao governo do PT. O detalhe é que eu não esperaria uma análise ponderada dessa gente sobre a corrupção no atual governo petista e muito menos que essa galera contribuísse com alguma coisa para trazer à tona as maracutaias da base aliada do governo.

    Se dependesse da galera progressista alinhada ao governo atual, os 22 bandidos que roubavam o dinheiro do cidadão ainda estariam por lá.

    “[. . .] Se o Brasil e tao democratico que nao tem um orgao regulador da imprensa, eles fazem as vezes da maneira deles. [. . .]”

    Ah, é? E quem deu a eles o poder de decidir sobre o que é ou não é válido dentro da liberdade de imprensa e de expressão? E quem vai fazer o papel de órgão regulador dos blogueiros progressistas?

    Se houvesse esse tal órgão regulador da imprensa, você, Zbigniew, pararia de qualificar a imprensa como golpista?

    “[. . .] Nos sistemas democraticos tambem existem os que apoiam o governo. Ou nao?! [. . .]”

    De fato! No entanto, há uma enorme diferença entre apoiar um governo e fazer militância partidária via dinheiro público. Nem preciso dizer qual das duas opções a galera progressista iria escolher.

    “[. . .] Por que so a Veja, a Globo, o Estadao, a Folha, a RBS, etc., merecem a propraganda? [. . .]”

    Quem decide os critérios de distribuição da verba publicitária estatal é o governo. E sem esse papo tosco de que só esses veículos citados recebem verba de propaganda do governo. Carta Capital, Revista Fórum, Agência Carta Maior e até mesmo o jornalzinho do MR-8 recebem também verba estatal de publicidade.

    “[. . .] Qual o problema se o Eduardo Guimaraes, o Luiz Carlos Azenha, o Paulo Henrique Amorim, o Luis Nassif quiserem aderir ao governo? Quem le e que vai fazer juizo de valor. [. . .]”

    Se eles quiserem aderir ao governo, não há problema nenhum. Todos são cidadãos livres. A única coisa que considero errada é que eles peçam financiamento estatal (isto é, dinheiro do cidadão) para bancar essa adesão.

    “[. . .] E a maioria desses blogs tem um share tao grande quanto os hospedados nos grandes portais.”

    Isso não é verdade. O volume de acessos e de busca pelos grandes portais brasileiros de notícias é bem maior do que o dos blogueiros progressistas. Dá uma olhada no Alexa.com ou no Google Trends para você ter idéia disso.

    “Sim, existem excessos. Esse caso do filho do FHC e um deles. Mas o PIG tambem se excede, como no caso, agora, da neta do Lula, ou o do possivel relacionamente homossexual do ex-Presidente quando na prisao, ou o da tentativa de aborto em relacao a Lurian. Mas, lembre-se: sao valores inegociaveis! [. . .]”

    Esse é o seu problema: Você acha normal justificar um erro usando para isso um outro erro. Para mim, ambos os casos são igualmente toscos e deveriam servir de exemplo de jornalismo ruim.

    “Agora, o que tem se o cara e ex-funcionario da Globo? Vai la no conteudo e critica o que ele escreveu. [. . .]”

    Mas, Zbigniew, eu não desqualifiquei o Azenha pelo fato de ele ser ex-funcionário da Globo. Aliás, eu nem mesmo sequer o desqualifiquei. Apenas lembrei que ele era um dos blogueiros progressistas que há algum tempo vinham pedindo aos grandes veículos de comunicação uma matéria jornalística mais aprofundada sobre o filho do FHC fora do casamento.

    Mas quando essa mesma galera progressista soube que o filho do FHC não era biologicamente dele, esse povo não fez um mea culpa. Muito pelo contrário! Xingaram o FHC de corno para baixo.

    Sobre o seu último parágrafo, não fui eu que afirmou o que está no artigo do Gabeira, mas, sim, o próprio Gabeira. Manda um e-mail para ele e reclame com ele.

    Até!

    Marcelo

  29. Zbigniew said

    Logica de mercado? Ui!

    Va la. O banner no “blog sujo” tem o mesmo valor do da Veja? Duvido.

    Outra: voce tem certeza que quem le so e partidario do governo? Como voce pode apurar isto? Pelos comentarios? E os que nao comentam?

    Outra: o que e blog obscuro? E o que prega a destruicao do outro? E o que assassina reputacoes? Levanta falsos ou impede criticas?

    Voce sabe quantos acessos unicos tem um blog deste? Quantos tem o do reinaldinho que esta hospedado no site da Veja, e quantos tem o do Eduardo Guimaraes? Que, inclusive, nao tem propaganda de empresas do governo.

    Alias, quanto foi mesmo que o governo colocou nas maos destes blogueiros?
    Tu tens os valores? Foi em forma de que? Credito em conta? Transferencia para as Ilhas Virgens? “Presentinhos” por fora?

    Olha, foi com este pensamento que o Murdoch achou que tudo podia. E deu no que deu.

  30. Zbigniew said

    Eita, Marcelo. Tu cansas.

    Vou fazer a mesma pegunta que fiz pro Vilarnovo: foram pedir dinheiro? Que dinheiro?

    Fora os banners que alguns tem, voce pode me dizer se eles sao remunerados pelo governo para falar bem do proprio governo? E possivel provar isto?

    Quanto ao Azenha, acho que vc esta equivocado: http://www.viomundo.com.br/politica/filho-de-fhc-que-a-globo-escondeu-nao-era-dele.html.

    Ao contrario do PIG que costuma, quanto muito, dar um direito de resposta bem pequenininho, la na sessao cartas (e olhe la).

  31. Olá!

    Zbigniew, não vi o Azenha pedindo desculpas pelas colocações dele de uns 3 ou 4 anos atrás. E nem mesmo vi a galera progressista fazendo o mesmo. O que o Azenha fez foi copiar e colar uma notícias da Folha de São Paulo. Só isso.

    Houve algum pedido de desculpas claro da parte dos blogueiros progressistas? Enquanto essa galera não se desculpar com o FHC, eles, sim, é que estarão agindo como o tal do PIG.

    Veja lá na caixa de comentários quantas vezes o FHC é chamado de corno.

    “Vou fazer a mesma pegunta que fiz pro Vilarnovo: foram pedir dinheiro? Que dinheiro?”

    Veja aqui. Excerto:

    Democratizar a distribuição de verbas públicas de publicidade, que deve ser baseada não apenas em critérios mercadológicos, mas também em mecanismos que garantam a pluralidade e a diversidade. Estabelecer uma política pública de verbas para blogs.

    Até!

    Marcelo

  32. Zbigniew said

    Sim, e dai?! O Azenha mostrou o outro lado da moeda.

    Outra coisa: a liberdade de expressao nao e inegociavel? Se os comentaristas chamaram o FHC de corno, paciencia. Pelo teu argumento nao tem o que se fazer. Nem o blogueiro pode apagar os comentarios. Que sao acidos, desrespeitosos, e o reinaldinho e mestre nisto.

    No ultimo argumento teu continuo sem entender onde esta a prova que o Eduardo Guimaraes, o Azenha, o PHA, o Nassif, e outros recebem verbas exclusivamente para falar bem do governo.

    Claro. Sao suposicoes tuas, que estao muito em voga ultimamente na grande midia. Ate porque democracia para esses meios nao tem nada a ver com pluralidade e diversidade. So com mercado. Sei!

  33. […] acessados recentemente Presidente do PT: "um partido que defende a ética na política"Jucazinho simboliza o que há de pior no PMDBDnit apodreceu ExércitoMPF/DF processa servidores do Senado por improbidade administrativaA mídia […]

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 37 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: