políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Planos de Saúde: um crime em construção

Posted by Pax em 08/04/2014

É inacreditável o crime em andamento no Congresso. Os Planos de Saúde ficarão “aliviados” em suas multas por descumprimento de suas obrigações. Tudo na calada do esquema das emendas nas Medidas Provisórias.

Por detrás desse ardil, Eduardo Cunha (PMDB), o deputado que tem a relatoria e o maior índice de gol nas atuais chantagens aplicadas ao governo federal.

Elio Gaspari alertou no domingo, dia 06, hoje a notícia sai em site do Bom Dia Brasil da Globo, veja abaixo.

Medida provisória aprovada pode anistiar multas de planos de saúde – Site Bom Dia Brasil

Proposta que anula punição às operadoras foi aprovada quando deputados discutiam tributação de empresas brasileiras no exterior.

Todos os dias mais de cem reclamações são registradas contra os planos de saúde só na capital federal. Pacientes deixam de ser atendidos em cirurgias, exames.

Hoje as operadoras são multadas, mas uma medida provisória aprovada na Câmara dos Deputados pode anistiar a maior parte das multas.

A proposta anula a punição às operadoras e foi aprovada quando os deputados discutiam outro assunto: a tributação de empresas brasileiras no exterior. A medida provisória reduz, na prática, o valor das multas, em caso de infração. Por exemplo, se o plano cometer de duas a 50 infrações, só vai pagar por apenas duas.

Mais de 50 exames prontos e autorização para as três cirurgia da face, mas o plano de saúde do Cássio Castro Almeida não autorizou os materiais pedidos pelo médico. Resultado: três meses de espera. “Depois que o médico me falou que ia mudar minha vida é uma ansiedade muito grande”, conta o estudante.

Ele recorreu à Defensoria Pública e à Agência Nacional de Saúde Suplementar. O caso virou um processo administrativo. Se comprovado o descumprimento de contrato, a operadora será multada.

Mas os planos de saúde podem ser beneficiados, com a redução dos valores das multas. Isso porque a Câmara aprovou uma mudança no cálculo das punições. O assunto foi incluído em uma medida provisória que tratava de outro assunto completamente diferente: a tributação de empresas brasileiras no exterior.

O texto aprovado cria uma tabela. Se o plano de saúde cometer de duas a 50 infrações, como negativa para uma cirurgia ou exame, por exemplo, pagará por apenas duas. Se a operadora se negar a fazer mil procedimentos será punida por apenas 20. Serão cobradas as de maior valor.

Hoje as multas variam de R$ 5 mil a R$ 1 milhão por infração cometida, e o valor é multiplicado pela quantidade de ocorrências.
Segundo o Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa de Relações do Consumo são muitos os casos de descumprimento de obrigações por parte das operadoras. Só em Brasília são em média 100 por dia. (continua no site do Bom Dia Brasil…)

About these ads

24 Respostas to “Planos de Saúde: um crime em construção”

  1. Patriarca da Paciência said

    Fora do tema:


    “Consta que Barbosa vai deixar o tribunal ainda neste ano. Não sei o que vai fazer. De qualquer modo, ele tem o direito de defender o que quiser, mas certas posturas ficam melhor no Palácio do Congresso do que no da Justiça. Ele que se candidate, então, a algum cargo eletivo, atravesse a Praça dos Três Poderes e participe do debate político.

    Este comentarista é assim esquisito: quando gosta de alguma coisa diz: “gosto”; quando não, então “não gosto”. Não elogio nem critico pessoas, mas ideias. E as de Joaquim Barbosa sobre meios de comunicação são tão primitivas como as da esquerda mais rombuda.
    Por Reinaldo Azevedo ”

    É crível ? Então o reinaldo-rola bosta já está também descartando o Barbosão ? Depois que o “Batman dos ricos” processou o Noblat, , não vi mais uma linha na Globo sobre os grandes feitos do homem !

    É caro Sr. Barbosão, aquilo que todos o alertavam já está se concretizando. Laranja chupada não tem serventia !

  2. Joana said

    Pax

    8 de Abril: DIA MUNDIAL DA SAÚDE

    http://oglobo.globo.com/blogs/arquivos_upload/2014/04/129_823-amarildo%2008.04.14.jpg

    Nem é necessário comentar

  3. Edu said

    Ta tao bonitinho ver a incompetenta cair feito balão murcho!!!

    Pax, vc tinha razao: a Dilma eh nesmo um animal politico!!!

  4. Patriarca da Paciência said

    Para quem acha que o Brasil está acabando ou, no máximo, acabará em 2014 (esse pessoal que acredita nas fanfarronadas da “grande mídia”:

    “Outro tema abordado foi o mensalão. Lula destacou que é preciso que a verdade venha à tona. “A história do mensalão vai ser recontada nesse País, e se eu puder, vou ajudar a fazer ela ser recontada. Não vou julgar ninguém, mas não é possível que em mãos de 500 deputados não tenha aparecido nenhuma que recebeu mensalidade”, disse Lula. “Como é que uma CPI que começou por conta de R$ 3 mil nos Correios terminou no mensalão?”, questionou. “Acho que nós vamos ter de contar essa história sem pressa.”

    O ex-presidente comentou ainda o crescimento do país. “Faz onze anos que esse governo gera empregos e aumenta a massa salarial. Em que lugar do mundo isso está acontecendo?”, questionou. Ele recordou seu tempo de sindicalista, “quando a inflação era de 80% ao mês, não era ao ano não”, frisou. “Mas agora vejo o mesmo ministro daquele tempo reclamando que a inflação está indo para o topo da meta. Ora, gostaria que a inflação ficasse em 2%, mas prefiro que se crie empregos do que, como pediram alguns, haja desemprego para combater a inflação”.

    Lula foi além. “Hoje dizem que falta mão de obra qualificada. Que ótimo, porque vinte anos atrás engenheiro tinha de trabalhar fora do país, não tinha o que fazer aqui dentro. Agora, precisamos formar engenheiros”. Ainda falando sobre a economia brasileira, o petista disse que “a imprensa não sabe o que está acontecendo no País”. Ele ressaltou que a economia está aquém do que ele gostaria, e do que Dilma gostaria, e questionou: “Mas quem está na frente do Brasil? O que nós fizemos em 11 anos, algumas revoluções não fizeram em 20″, declarou”

    http://www.jb.com.br/pais/noticias/2014/04/08/lula-dispara-candidatura-de-lindbergh-e-irreversivel-e-ele-vai-ganhar/

  5. Eric said

    #4

    Ninguém acha que “o Brasil está acabando ou, no máximo, acabará em 2014 (esse pessoal que acredita nas fanfarronadas da “grande mídia””.

    O problema meu caro é que a Dilma é uma tremenda incompetente, na minha opinião.
    Até a eleição a tendência da eleição é declinante.
    A mulher tá todo dia na TV e sua popularidade só diminui.

    Se vc ainda acha que não. Que Dilma é competente , me explique por que?

    Eu quero que a Dilma renuncie por motivo de doença e deixe o caminho ivre pro Lula ..entendeu agora meu siimplório companheiro?

    Volta lulal! URGENTE

  6. Patriarca da Paciência said

    “Eu quero que a Dilma renuncie por motivo de doença e deixe o caminho ivre pro Lula ..entendeu agora meu siimplório companheiro?”

    O problema, meu esperto, muito esperto, espertíssimo companheiro, é que o mundo é muito mais complexo do que sonha a nossa vã filosofia e também o mundo não está preocupado com as nossas simplórias fantasias !

    Dilma renunciar e, Lula se candidatar, seria disponibilizar um arsenal pavoroso para o PIG, o qual é a verdadeira oposição do Brasil !

    Os telejornais e as revistas “mais vendidas” do Brasil teriam munição para uma guerra total !

    E o Lula sabe disso e não vai fornecer tamanha vantagem ao adversário !

  7. Guatambu said

    A situação brasileira está interessante:

    Para quem é da direita: para resolver o problema de inflação e das contas públicas, a Dilma terá que adotar medidas mais conservadoras.

    Para quem é da esquerda: o Lula vai continuar cantando as maravilhas do que fez e os militantes continuarão felizes.

    Assim o governo vai acabar agradando a todos mesmo…

  8. Zbigniew said

    Bom,
    a Dilma, como técnica, não é incompetente. Aliás, ela é uma excelente técnica.
    O que a Dilma não é, é política. Esse é o seu grande problema.
    O governo não reage às investidas da oposição. Quer deixar que a coisa esfrie sem dar qualquer informação que faça o contraponto à escandalização a qualquer custo, tática empregada pelos oposicionistas e a mídia sócia do poder.

    Nisso ela se distancia muito do mentor, o Lula. Este sim sabia fazer o contraponto com maestria e muitas vezes deixava os oposicionistas na defensiva, inclusive a mídia sócia do poder (o GAFE).

    Há muito que a Dilma deveria exigir do seu ministro dos esportes uma posição firme que defendesse a copa e seus investimentos, posicionando o governo não como sócio da corrupção (que é a impressão que está passando para a população), mas como incentivador do torneio e de suas vantagens para o país (principalmente com relação à criação de empregos) e o primeiro a querer que os desvios fossem apurados. Simples assim. Mas não, fica aceitando todo tipo de ilação e acusações, deboches e insinuações sem qualquer tipo de coordenação de resposta efetiva.

    O mesmo deveria ter ocorrido com o caso Pasadena. Se fizeram um mau negócio, paciência. Vai a público e explica, depois coloca no centro da discussão as vantagens dos investimentos feitos pela Petrobrás, além de Pasadena, diminui a importância do “escândalo” e assume que irregularidades e casos de corrupção existem, mas que devem ser apurados até às últimas consequências. Era assim que o Lula fazia.

    Na questão elétrica a oposição, junto com a mídia, conseguiram antecipar uma crise no setor que se projeta para o futuro, como possibilidade, mas não como certeza. Como é que o governo aceita isso passivamente? Cadê a capacidade de ir à público e tomar as rédeas da discussão? Quem é o estrategista dessa equipe, pelamordedeus?!

    Sabe o que está parecendo? Que a Dilma está a todo momento de salto alto. Caramba! Para ataques coordenados, defesas e ataques coordenados, também! Governo tem poder, tem estrutura, não pode nem deve se deixar pautar dessa forma. Nesse ponto sim, a Dilma (e sua equipe) estão se mostrando incompetentes.

  9. Pax said

    Caríssimo Zbigniew,

    Mas uma vez vamos discordar, o que é sempre saudável, respeitoso e produtivo, senão vejamos:

    1 – Copa – ministro dos esportes, o tal do Aldo Rebelo: a cada dia que passa ficamos sabendo da incompetência generalizada e, pior, da roubalheira desenfreada. Não fosse suficiente vemos ameaças às liberdades conquistadas para que o povo se cale e não reclame que quer investimentos da mesma monta para suas necessidades básicas (saúde, educação, segurança, transporte). Aldo Rebelo já faz tempo que mostrou a que veio. Aliás, sumiu. Reparou? Lula arrotou em discurso passado que o Brasil daria um show de organização desta copa, que mostraríamos ser competentíssimos na realização das obras necessárias, que quem estivesse falando ao contrário era quem torcia contra o Brasil. Pois bem, foram 7 anos. E agora estamos nessa correria, estádios inacabados, obras pulando licitações, aeroportos sem qualquer condição e tudo mais que o noticiário nos informa, mesmo sabendo que devemos dar os devidos descontos. Afora o próprio PCdoB, partido do ministro Aldo Rebelo, repleto de acusações de corrupção e troca de ministros. Aldo Rebelo é um símbolo de um acordo para a tal “governabilidade” que deu no que deu. E na hora do vamos ver, o cara desaparece. A batata quente cai no colo da Dilma e não há como ser diferente. Nem vou entrar nas questões das leis Joseph Blatter, essas que nos ameçam de 30 anos de cadeia se quisermos falar mal ou nos manifestarmos contra o quadro apodrecido.

    2 – Caso Pasadena e outros quetais da Petrobras – já faz tempo que há enormes indícios de irregularidades na BR. Pesquise aqui mesmo no blog e vais achar um monte de notícias. Em momento algum este blog adotou a histeria da mídia. Só registrou o item, sim, como a proposta do blog obriga. Mas, entre nós, há uma miríade de indícios que devemos colocar holofotes nesta empresa de tal porte e tal importância para o Brasil. Que tem podre, tem, isso não resta dúvida. O que precisamos saber é quem está envolvido. Se o governo não tem culpa, que prove. Se tem, que expie. Mas tapar sol com peneira nunca dá muito certo. Em ano eleitoral um dirigente da BR preso por envolvimento com doleiro é um prato cheio. Ponha-se nos sapatos da oposição e se imagine não usando estes fatos como trampolim de críticas. Impossível.

    3 – Questão elétrica: aqui, caro amigo, posso te falar com um pouco mais de conhecimento simplesmente pelo fato de ter estudado o PNE – Plano Nacional de Energia – da EPE – Empresa de Pequisa Energética, durante alguns anos. Fiz por curiosidade e interesses que acabaram dando em nada. O que posso dizer: É um plano bom. Muito bom. Elaborado por profissionais competentes pra caramba. E muito completo. Te mostra tudo, a demanda, a oferta, os caminhos, tudo. Basta procurar que está disponível on-line. Mas… mas aí entrega-se, por conta da tal governabilidade, o ministério para o José Sarney, que coloca no topo da cadeia alimentar um cara como o Edson Lobão, um estrupício político. E não podia ser diferente se considerarmos seu padrinho. Deu no que deu. Afora a questão das surpresas climáticas, este Lobão gere a coisa como se fosse um quintal de coronel. Ou você espera que seja diferente?

    A questão não é Dilma. Assim me parece. A questão é o tal do paradigma. Se enrolaram tanto nele que agora pagam o preço.

    Quem anda com bandido, como pode acabar? Dilma, independente de meu juízo de valor, se boa ou se ruim, está presa nas armadilhas que nem Lula nem ela quiseram ou tiveram coragem de mexer.

    Pagam o preço por isso.

    Mesmo que Dilma fosse extremamente competente politicamente, num quadro como esse, não sei como conseguiria se safar de ter todas as críticas que o governo merece receber.

    Em ano eleitoral, então, faz a festa. Ainda mais de uma oposição que não tem nada mais para mostrar. Associado a uma mídia que gosta de notícia e tem compromissos que também devemos questionar.

    Mas não é a mídia, nem a oposição, nem as intempéries que criaram o pano de fundo. Caiamos na real.

  10. Mona said

    A Dilma é uma técnica competente ou tem apenas aquela mania de falar alto e grosso, para passar a idéia de competência? Quer um sujeito competente, que fala manso e que deu conta de toda a tarefa que lhe foi confiada? O tal de Pedro Parente, que foi Chefe da Casa Civil, que gerenciou a crise de energia de 2001 e que, atualmente, é CEO da Bunge do Brasil. Compare um com a outra. Alguns decibéis, aqui, significam toda a diferença…

  11. Zbigniew said

    Pax,
    falo de estratégia de comunicação e de governo, mesmo!
    Neste ponto a Dilma está sendo incompetente.

    Veja o caso do Gim Argello. A indicação de um cidadão deste para o TCU é de lascar! É abrir espaço para que a oposição faça a festa. Se o cara é honesto, sai em defesa, se não, passa pra outro. O que não pode é indicar uma maçã podre sem qualquer análise criteriosa, ainda que seja praxe indicações para esses cargos que passam ao largo da questão puramente técnica e muito menos ética. Essas armadilhas, como você muito apropriadamente apontou, devem ser desfeitas onde podem, e, não é possível que tal indicação não pudesse ser refutada.

    Falta transparência, falta maior seriedade no “fazer política”. Tá parecendo aquele time de futebol que entra em campo na base do “já ganhou”, sem tesão, sem vontade.

    A Dilma tinha que cobrar, tinha que chamar a equipe junto, o fujão, seja lá quem for, e determinar a estratégia de governo para a situação. É assim que se governa, porque porrada vai se levar sempre (e tem mesmo), mas também tem que saber se impor.

  12. Pax said

    Talvez, cara Mona, tua provocação saia pela culatra.

    Se houve crise de energia em 2001 quem foi o culpado? Quem não planejou suficientemente bem para que o país chegasse numa crise?

    Pedro Valente foi bom naquele momento? É bom? Pode ser que sim. Mas, e a crise, os apagões de 2001? Não necessariamente mostram competência.

    Só pra fazer o contraponto.

    Agora estamos às vésperas de uma nova crise em energia, e de falta de água em SP…

    Não adiantam, pelo que está parecendo, grandes técnicos.

    Como afirmei acima, quer que leia o PNE da EPE vai perceber que há excelente equipe técnica no ambiente em questão. Chefiados pelo ministro das Minas e Energia chamado.. Edson Lobão, afilhado de José Sarney, o verdadeiro imperador do Brasil.

    O que nos falta, tá me parecendo cada vez mais, é mudar o paradigma da nossa política.

    E aí, nem FHC, nem Lula, nem Dilma, nem Aécio, nem Campos parecem ser suficientes para a tarefa hercúlia.

    Todos, segundo forte histórico e indícios, praticam o mesmo esporte.

  13. Guatambu said

    Zbigniew,

    A Dilma não era responsável pelo PAC?

    E pela Copa?

    E pelo trem-bala?

    E o Brasil?

    E a inflação?

    Ela manda nisso aqui ou não?

    Cara… ela não entregou nem metade do que se propôs, isso torna bem clara a distância entre o previsto versus o realizado que era de responsabilidade da equipe dela.

    Se isso não for sinal de incompetência técnica, é sinal de incompetência gerencial… no nível que ela está, tanto faz.

    Só não vamos esquecer de quem está pagando a conta.

    Sobre o jeito político dela, eu acho bom que ela não tenha a lábia que tem o Lula para ficar se justificando.

    Isso não é privilégio do Lula, qualquer político que se preze tem que saber fazer isso.

    Mas vc diz bem: o Lula era mestre nisso: em justificar seus erros; por a culpa nos outros; dizer que corrupção era feio e que tinha que ser investigada, etc etc… a única coisa que ele nunca fez foi assumir erros.

    Mas isso, para mim é um dos males dos políticos: a atenção do povo sobre o que realmente acontece é desviada pela retórica do governante.

    A Dilma, nesse quesito é mais “transparente”.

    Se é por falta de noção ou por ingenuidade, não sabemos.

    Minha opinião é que mais políticos deveriam ser assim: “transparentes”.

    Assim o povo não precisaria tentar enxergar através das mentiras deles (dos políticos).

  14. Zbigniew said

    Guatambu,
    vê bem.

    Ser gerente é diferente de governar.
    Ela não gerencia nada. Ela tem que atuar politicamente e coordenar a atuação de sua equipe.

    A parte técnica não é da sua(dela) alçada, logicamente. Mas a de coordenar, é. Só que ela coordena os coordenadores, ou seja, os ministros. E quando isso precisa ser feito levando em conta os problemas de ordem política, os entraves de todo o sistema, fica o grande desafio: conseguir que os projetos saiam do papel e efetivamente tornem-se realidade.

    Neste ponto o Pax foi extremamente feliz quando afirmou que a Dilma está enrolada no paradigma que é o sistema político brasileiro. A mim fica a impressão de que ela colocou-se na posição de refém, uma posição mais passiva. Pra mim ela está cansada de tudo isso.

    E por quê? Porque ela não é política. Não na sua essência, na sua vocação. Isso é pra quem tem estômago e paciência. Isso o Lula tinha de sobra. Ela não tem.

    Mas tem visão estratégica. Ela é daquelas que são extremamente produtivas um degrau a baixo. Por isso foi uma excelente ministra e Secretária de Estado (no caso o RS).

    Você tem razão. Há diversos atrasos, como no caso da transposição e de diversas obras do PAC. Mas aí o governo precisa mostrar o que andou, o que está melhorando a vida do povo, o que está dando certo porque fica parecendo que nada do que a Dilma fez prestou e isso, definitivamente, não corresponde à verdade.

    Como disse, falta comunicação. Ao que parece o governo tá deixando tudo pro horário eleitoral e aí pode ser tarde demais.

  15. Mona said

    Pax,
    a competência do Pedro Parente apareceu justamente aí: em coordenar um racionamento causado pela tucanada, que se fiou demais em São Pedro e se fu…
    Estávamos falando em competência técnica, lembra? Só dei um exemplo de como alguém, um burocrata no melhor sentido do termo e que ocupava o mesmo posto que a Dilma ocupou, teve a expetise para gerenciar uma crise. Nossa sorte, enquanto país, foi termos nessa crise de energia um Pedro Parente para sustentar a barra. Imagine a equipe petista com um abacaxi desses? Com seus”excelentes” quadros técnicos? A Petrobrás e o sistema Eletrobrás têm nos dado um ótimo exemplo do que eles entendem por competência…

  16. Guatambu said

    Zbigniew,

    Estou chamando a atenção para o gerenciamento, porque foi essa o “argumento de candidatura” dela: que o Lula tinha aplainado o terreno, e que ela seria a “gerente” que iria fazer as coisas acontecerem.

    Acho que o povo tem o dever de cobrar o cumprimento do “argumento de candidatura” dela, que foi sobre o a competência gerencial dela.

    Para mim o papel do líder não é diferente, seja numa organização, seja no governo; as competências necessárias para isso talvez sejam diferentes. A diferença é sutil, mas existe:

    Um líder em uma organização tem que saber cumprir com as regras da organização em que trabalha, tanto quanto convencer que certas regras devem ser mudadas para que ele cumpra com seu objetivo. E isso inclui o papel político de qualquer líder.

    Mas um líder nunca pode desviar o seu olhar do objetivo a que se quer chegar, e ser capaz, mais do que cobrar resultados, atuar propiciando os meios para que os seus executores cumpram com suas metas.

    Muito se ouviu sobre a rispidez com que a Dilma cobrava seus ministros, como se isso fosse uma qualidade. Eu não encaro como tal, ainda mais se ela teve toda a liberdade para escolher a quem delegava funções: o líder deve entender qual é a dificuldade que seu executivo está encarando e ajudá-lo a pensar em soluções, e não simplesmente cobrar resultados a todo custo, batendo na mesa e esbravejando.

    Com certeza no ambiente de governo, a capacidade que se deve ter de fazer alianças, de aceitar derrotas, de coordenar costuras políticas, de saber quem é quem, quem representa quem, o que dar e o que cobrar em troca é muito mais delicado.

    No entanto, nesse ponto também: o PT se aliou ao que há de pior na política brasileira; a Dilma cedeu ministérios; cedeu espaço na votação de leis; cedeu na economia; tudo em nome da governabilidade.

    Ora, era esperado que com tanta cessão, a Dilma conseguisse sem dificuldade política (justamente essa competência que lhe carecia), governar com o estilo próprio de gerente – que foi a proposta original.

    O que ocorreu é que não aconteceu nem uma e nem outra coisa.

    A Dilma avançou pouco: foi pouco política e má gerente.

    Eu não sei bem os números, mas o PAC andou pouco.

    A educação andou pouco.

    A economia andou pouco.

    A Copa está aí, no fio da navalha.

    E pra piorar: o dólar subiu; a inflação subiu; o índice de confiança do comércio caiu e está havendo uma retração do consumo.

    Não sei se a Dilma tem muita coisa a ser comunicada… e nem justificada…

  17. Zbigniew said

    Mas a geração de empregos mantém-se em níveis satisfatórios, ainda vivemos o pleno emprego (onde na história “dessepaiz”, tu tivesses o período tão longo e sustentável de criação e geração de empregos? Dos competentes gerentes tucanos?!); a Copa vai sim sair e com certeza vamos fazer um bom espetáculo, observando que a Copa das Confederações trouxe para a economia brasileira mais de R$ 20 bilhões (http://www.gazetaesportiva.net/noticia/2014/04/selecao-brasileira/copa-das-confederacoes-movimentou-r-207-bilhoes-na-economia-brasileira.html); a economia cresceu pouco, é verdade, mas cresceu mais do que muitas economias do mundo, inclusive as ditas e reconhecidas mais desenvolvidas, num período de recessão mundial e do desaceleramento dos valores das commodities…. onde está mesmo o desastre? Desculpe, não consigo enxergar.

    Concordo que nosso sistema político é sim bem complicado e é um fator de atraso do nosso desenvolvimento, mas o Brasil vai muito bem, obrigado. Aliás, uma pessoa que conheço, funcionária pública, que reclama bastante do governo (não sem razão) pelo achatamento do salário acaba de voltar de Aruba.

  18. Elias said

    Mona,

    Pra teu governo, o governo federal já ativou duas hidrelétricas no Rio Madeira (pra quem não sabe, o maior e mais caudaloso afluente do Rio Amazonas). São as hidrelétricas de Sto. Antônio e Jirau (uma delas privada, a outra, estatal), que, até o final do ano, deverão estar com todas as turbinas em funcionamento.

    Nos 8 anos petistas, foram duas hidrelétricas de grande porte concluídas, mais uma iniciada (Belo Monte).

    Comparar a quantidade de MW incorporados ao sistema durante o governo petista, com a quantidade de KW (é Kilo, mesmo, e não Mega) incorporados durante os governos Sarney, Collor, Itamar e FHC, SOMADOS, é até sacanagem…

    Não entra nessa, Mona… É papel micado…! Cuspir pro alto…! Tiro no pé…!

  19. Elias said

    É… A inflação subiu…

    O PT pegou o governo com inflação de 12%.

    Agora, ela vai subir pra mais de 6%.

    Realmente… Um desastre!

    Até porque, como se sabe, no mundo todo está havendo um super espetáculo de crescimento econômico. Os EUA, a Europa de modo geral, o Japão…. Todos os países industrializados, enfim, estão apresentando taxas estratosféricas de crescimento.

  20. Mona said

    De fato, Elias, “Comparar a quantidade de MW incorporados ao sistema durante o governo petista, com a quantidade de KW (é Kilo, mesmo, e não Mega) incorporados durante os governos Sarney, Collor, Itamar e FHC, SOMADOS, é até sacanagem…” E quem foi que fez isso, querido? Estávamos comparando comeptências gerenciais de pessoas, e de pessoas em meio às crises. No que se refere a isso o que vc citou, eu poderia até dizer: as hidrelétricas citadas (uma privada – e de quem? da Tec-alguma coisa cujo um dos seus acionistas é o belga vendendor de refinaria para a Petrobrás…) foram ocncluídas apesar da “competência” pestista.

  21. Zbigniew said

    Êita! Os liberais estão enlouquecendo????

    “O economista americano Joseph Stiglitz, ganhador do Prêmio Nobel em 2001, afirmou ontem, terça-feira, durante uma palestra no 7º Fórum Mundial de Cidades, que os Estados devem desempenhar o papel que lhes corresponde no planejamento das cidades ao considerar que o sonho americano, modelo que deixa as urbes nas mãos dos mercados, é um mito.

    “O Estado tem que desempenhar um papel importante. O que me preocupa é que nos últimos 20 anos perdemos esse equilíbrio entre o papel do Estado e o do mercado”, disse Stiglitz durante a palestra no fórum que acontece na cidade de Medellín, na Colômbia.

    Para o economista, as cidades americanas de Detroit e Gary – lugar onde nasceu – são urbes “que fracassaram porque os governos não fizeram o que tinham que fazer” e as consequências da desindustrialização, de automóveis e aço respectivamente, as condenaram. “Os mercados não tratam bem a reestruturação urbanística”, disse.
    (…)”

    http://noticias.terra.com.br/mundo/nobel-de-economia-diz-que-sonho-americano-e-um-mito,6719c66f55445410VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html

  22. Pax said

    off topic…. só pra não esquecermos.

    Sabe o André Vargas, aquele que tem processo junto com o doleiro Youssef, dono de empresa de fachada pra mamar dinheiro do Min da Saúde?

    Pois bem, coordenava as campanhas de Paulo Bernardo.

    Tudo patota de Londrina.

    É que se a gente não fica lembrando, acaba esquecendo, saca?

    — E a minha internet? Ora bolas, uma porcaria.

    Mas é feio ficar reclamando do #LINK_PADRÃO_DILMA.

    Alguém aí acha o Paulo Bernardo um tremendo competente?

    Só a guisa de curiosidade…

  23. Chesterton said

    Guilherme A. Fritsch-Nunes
    Como muitos sabem, sou médico residente de último ano de Cirurgia Plástica, mas faço plantões extras como cirurgião do trauma. Segue um breve relato do cotidiano de um médico plantonista.
    Baixada fluminense, garota de 16 anos, lesão craniana por arma de fogo, com perda de massa encefálica. Atendimento em sala de trauma, via aérea assegurada por intubação orotraqueal, reanimação volêmica. Parada cardiorespiratório por 3x revertida c massagem cardíaca e drogas vasopressoras. Paciente estabiliza hemodinamicamente. Verifico pupilas dilatadas não reagentes ao estímulo, assim como os demais reflexos tronco encefálicos ausentes. Hospital onde estou não há exames complementares para falência encefálica, não suporta procedimento de retirada de orgãos. Ligo para central de transplantes do estado do Rio de Janeiro. Todos os números possíveis, sem sucesso. Sequer uma gravação. Família em desespero n entendendo a situação, porém demonstrando desejo de doação de orgãos. Sigo tentando contato para iniciar protocolo de captação dos orgãos.
    4h depois do primeiro contato, sim Quatro horas, sou atendido por uma reguladora, felizmente muito solicita. A mesma pede que eu entre em contato com o hospital referência para captação e solicite vaga, pois através da central não teriamos sucesso. Então 3h após o primeiro contato com o tal hospital, após mandar fax e praticamente implorar, tenho vaga negada.
    Pcte evolui com instabilidade hemodinâmica mesmo em bomba de infusão de vasopressores. Nova parada cardíaca. Reanimamos pela 4ª vez, mantemos o coração batendo, estabilidade hemodinâmica. Após 5h consigo leito para transferência, animação da equipe, seria a primeira vez que a equipe do hospital veria um processo de sucesso de captação de orgãos, vencemos o sistema … acende uma centelha de esperança na equipe.
    Porém, não há no município em questão ambulância equipada para transporte avançado. O tempo corre. Perdemos a vaga. Paciente pára pela 5ª vez. Procedimento de reanimação desta vez sem sucesso.
    Frustração generalizada da equipe.
    Converso com familiares, todos inconsoláveis. A falta de tudo. O sistema, a desorganização generalizada da saúde pública, o descaso dos gestores privaram nos do sucesso. Privaram a família de perpetuar a memória da menina, disseminando vida a outros doentes em fila de espera. Uma ambulância. Uma vaga. Um sistema que não te ajuda. Dramático, não?
    Realidade cotidiana.
    Sistema público de saúde colapsado. Estado colapsado. Me bastava uma ambulância igual as da Arena Pantanal, ou do Estádio Itaquerão. Me bastava a vontade de fazer dos hospitais algo tão funcional quanto um estádio da Copa. Uma refinaria no valor de 48 milhoes comprada pela Petrobras, estatal, por 1bi. Um bilhão menos quarenta e oito milhões. A diferença igual ao valor roubado dos contribuintes brasileiros. O lucro dos envolvidos igual ao rombo nos cofres públicos. Falta tudo ao povo da baixada fluminense, do agreste, da vila Areia em Porto Alegre. Falta ambulância, falta vaga em hospital. Falta discernimento para compreender o que representa o caso Passadena na vida deles. Sobra discernimento aos políticos em como ludibriar o povo. Vide o pequeno “engano” do Instituto de Pesquisa Econômica Avançada, eclodiram passeatas feministas (com razão) contra o estupro. Pena que a pesquisa estava errada, pena que aparecem fatos como este para abafar os escandalos da Petrobras. Pena que eu vejo esses descasos aos meus pacientes sozinho. Pena que boa parte do eleitorado brasileiro não entende tudo isso.
    Neymar, desculpa, mas vou torcer pro Messi. Ronaldo desculpa, mas eu quero hospitais. Dilma, desculpa, mas vou lutar dia a dia para tirar votos do seu governo, no metro, no hospital, no elevador, no facebook.
    Chato é não tentar.

  24. Chesterton said

    Detroit e Gary – lugar onde nasceu – são urbes “que fracassaram porque os governos não fizeram o que tinham que fazer” e as consequências da desindustrialização, de automóveis e aço respectivamente, as condenaram.

    chest- essas cidades faliram por causa das pensões absurdas pagas a seus funcionarios que ao verem que não tinha dinheiro pressionavam para aumentar impostos. As pessoas em vez de pagar impostos mais absurdos ainda foram embora. Votaram com os pés.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 36 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: