políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Gim Argello: a desmoralização completa do TCU

Posted by Pax em 09/04/2014

O senador Gim Argello (PTB-DF) quer ser ministro do TCU – Tribunal de Contas da União. A Constituição de 1988 define as seguintes missões para este trinubal:

Finalmente, com a Constituição de 1988, o Tribunal de Contas da União teve a sua jurisdição e competência substancialmente ampliadas. Recebeu poderes para, no auxílio ao Congresso Nacional, exercer a fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial da União e das entidades da administração direta e indireta, quanto à legalidade, à legitimidade e à economicidade e a fiscalização da aplicação das subvenções e da renúncia de receitas. Qualquer pessoa física ou jurídica, pública ou privada, que utilize, arrecade, guarde, gerencie ou administre dinheiros, bens e valores públicos ou pelos quais a União responda, ou que, em nome desta, assuma obrigações de natureza pecuniária tem o dever de prestar contas ao TCU.

Só que o senador Gim Argello responde a seis processos no STF por crimes como corrupção passiva, lavagem de dinheiro, apropriação indébita e dispensa ilegal de licitação.

Os servidores do TCU protestam contra essa indicação que cabe ao Senado. E aí chegamos em Renan Calheiros, o mago das anomalias que hoje preside esta questionável casa do nosso Congresso. Ontem Calheiros tentou aplicar um golpe que apressaria a indicação de Argello. Por pouco o artifício regimental foi impedido.

Colocar o senador Gim Argello no TCU, indicado pelo presidente do Senado é um enorme estímulo para que os brasileiros questionem a existência dessas duas entidades nacionais. Simples assim.

Raposas não costumam ser boas vigias de galinheiros. Apesar de, no dito popular, talvez devêssemos procurar algo mais ligado a chiqueiros mesmo.

Senado rejeita pedido de urgência para votar indicação de Argello ao TCU – Agência Brasil

Mariana Jungmann – Repórter da Agência Brasil * Edição: Nádia Franco

O plenário do Senado rejeitou hoje (8) requerimento de urgência para que fosse votada a indicação do senador Gim Argello (PTB-DF) para o Tribunal de Contas da União (TCU). O pedido de urgência chegou a ser aprovado em votação simbólica, mas senadores oposicionistas pediram verificação de quórum e, por 25 votos a 24, o requerimento foi rejeitado.

A votação foi acompanhada por cerca de 50 auditores do TCU, que pedem a rejeição de Gim para o cargo de ministro. Na opinião do procurador Júlio Marcelo de Oliveira, que é representante do Ministério Público no TCU, a indicação do senador petebista para atuar no julgamento de gestores públicos é, “no mínimo, inadequada”, uma vez que ele responde a seis processos por crimes contra a administração pública.

“Não é admissível sequer cogitar que o senador Gim Argello possa ser [ministro do TCU], neste momento em que pesam contra ele acusações criminais graves, como desvio de dinheiro público, lavagem de dinheiro, peculato e crimes contra licitações. Não há a menor possibilidade de ele ser ministro do Tribunal de Contas da União. Isso afronta a Constituição da República e afronta a sociedade brasileira”, disse Oliveira.

Ele informou que mais auditores do TCU deverão comparecer ao Senado quando o plenário votar o mérito, ou seja, a indicação, em si, do senador. Oliveira cobrou que, caso o nome de Gim seja aprovado, a presidenta Dilma Rousseff não faça a nomeação. “Pedimos à presidenta Dilma que não faça a nomeação, caso ele seja aprovado pela Câmara [dos Deputados] e pelo Senado, porque ela [Dilma] também tem obrigação de verificar se o indicado atende ao requisito de reputação ilibada.”

Para senadores independentes e de oposição, o constrangimento da rejeição sobre o pedido de urgência poderia ter sido evitado se o rito normal de análise da indicação tivesse sido cumprido. “O procedimento existe justamente para evitar expor a pessoa a constrangimento. Agora, o procedimento será cumprido e ele vai ser sabatinado pela Comissão de Assuntos Econômicos [CAE]”, disse Pedro Taques (PDT-MT). No entanto, Taques reconhece que a rejeição da urgência não significa que Gim não será aprovado quando a indicação for votada no plenário. “Aqui eu acredito em tudo, até em boi voar”, concluiu o senador.

Evitando tratar diretamente do mérito da indicação de Gim, colegas da bancada do Distrito Federal também se posicionaram contra a precipitação da votação. Para Cristovam Buarque (PDT-DF), “Gim é um empresário de sucesso e um articulador político de primeira”, o que depõe contra a indicação dele para o tribunal, que “zela pelas contas da República”. “Creio que não temos mais gordura de credibilidade para gastar. Não fazer um debate sobre isso, neste momento, é querer tripudiar com a opinião pública, é querer sair da falta de gordura para o nanismo de credibilidade”, disse Cristovam, solicitando que o indicado passe por sabatina na CAE.

Ao final, o senador Gim Argello preferiu sair sem dar entrevistas. Ainda não há data marcada para que ele seja sabatinado na CAE e, em seguida, ter sua indicação submetida a votação. Antes disso, os senadores receberão o currículo de Argello que, se for aprovado na comissão e no plenário, terá o nome apreciado, em seguida, na Câmara dos Deputados.

*Colaborou André Richter

About these ads

43 Respostas to “Gim Argello: a desmoralização completa do TCU”

  1. Patriarca da Paciência said

    Minha opinião é que as reformas brasileiras deveriam começar por:

    Formar uma equipe de pessoas, REALMENTE ILIBADAS E DE GRANDE SABER JURÍDICO, para enxugar, dar coerência e extinguir todas as leis supérfluas do aparato legal brasileiro, elaborando um texto legal enxuto, coerente, claro, acessível a todos os cidadãos e com possibilidade de ter longa vida e que só poderia ser modificado por uma nova constituinte.

    Copiar dos países realmente civilizados e, que tiveram êxito na empreitada, o modelo de escolha dos ministros dos diversos tribunais.

    Proibir empresas, principalmente empreiteiras e seguradoras, de financiar campanhas políticas.

    Para mim são as três reformas básicas e urgentes que o Brasil precisa fazer .

  2. Patriarca da Paciência said

    Lavagem em público de roupas sujas é o que não vai faltar nas eleições de 2014:

    “247 – Apontado como líder da quadrilha do Imposto sobre Serviços (ISS), o auditor fiscal Ronilson Bezerra Rodrigues deu um Mercedes-Benz S500, avaliado em R$ 150 mil, para o empresário Marco Aurélio Garcia, segundo o Ministério Público Estadual (MPE).

    Marco Aurélio é irmão de Rodrigo Garcia, pré-candidato a deputado federal pelo DEM e ex-secretário de Desenvolvimento Econômico de Geraldo Alckmin (PSDB).

    A máfia é acusada de ter causado prejuízos de até R$ 500 milhões aos cofres municipais.

    “Se um empresário compra um carro de luxo e dá para um funcionário da prefeitura isso tem ares de corrução. O funcionário público dando um presente para o empresário, quando isso acontece, geralmente é lavagem de dinheiro”, disse o promotor Roberto Bodini, que investiga o caso.

    Contra Marco Aurélio também pesa investigação sobre a venda de quatro imóveis em um flat na região central para três dos seis principais servidores investigados por participação na máfia.”

  3. Pax said

    Caro Patriarca,

    Se for pra fazer reforma, parece um tanto evidente, que seria preciso trocar de governo. Este que está, já lá se vão 12 anos, fez zero.

    O atual paradigma foi adotado e jamais questionado.

    Infelizmente, caro Patriarca, há que se questionar os porquês do PT, com 12 anos de poder, mexeu em absolutamente nada. Muito ao contrário, adotou o modelo vigente como se fosse um antigo participante.

    Verdade seja dita.

    É essa a maior questão que os ex-petistas fazem aos governos PT.

    Chafurdar, como todos, já temos de sobra. Quem seria capaz de promover mudanças de paradigmas?

    Hoje o que temos é um triste quadro: dentro do paradigma atual, quem é o melhor ladrão?

    O que seria, então, um ladrão melhor que o outro?

    Quando a gente olha para um André Vargas “esse é o esquema pra gente ter nossa independência financeira…” (ou algo que o valha), coordenador de campanha de um Paulo Bernardo, casado com uma Gleisi e por aí afora, percebemos que a cúpula do poder de hoje, essa que promove um Renan Calheiros a presidência do Senado Federal, essa casa que virou um estrupício geral, há que se questionar o governo, sim.

    Independente de resultados.

    Uma coisa independe, sim, da outra.

    — o que temos é a seguinte encruzilhada: mais quatro anos do mesmíssimo paradigma ou há alguma chance de qualquer das opções querer e realmente promover as reformas que a sociedade quer que sejam feitas.

    (Dizer que a sociedade não quer mudanças é uma bela desculpa. Bela e bem esfarrapada)

    Agora vamos nos noves fora. Essa aspiração de Gim Argello ao tal cargo vitalício – e muitíssimo bem remunerado – de ministro do TCU não existiria sem um acordo prévio com as forças do poder. Quem quiser negar vai quebrar a cara em mais um ou dois dias.

    Ou seja, o PTB faz parte do tal paradigma. E o governo precisa agradar quem quer que seja, o bandido que for, para assumir o galinheiro que for, para que tenha apoio para… permanecer no poder.

    Errado? A priori não.

    O errado, o erro fundamental, é que um tal de programa, uma tal de ideologia, foram jogados a escanteio em nome de um poder a qualquer custo.

    E aí pagamos o que estamos pagando, uma carga tributária excepcionalmente alta para tanta falta de retorno em serviços públicos que tanto precisamos, como a trinca fundamental de Saúde, Educação e Segurança. Quer incluir transportes? Ok, então vamos falar de uma quadra.

    Mas acho que a trinca já é suficiente para percebermos que temos governo e impostos demais para um lixo de retorno.

    E aí o governo, com 12 anos de atuação, devolveu muito pouco.

    — podemos falar de tirar 20, 30, 40 milhões da miséria, de pleno emprego, de tudo que quisermos, mas o paradigma continua o mesmo, exatamente igual.

    O modelo, o paradigma, não se mexeu um milímetro.

    André Vargas está aí para não nos deixar mentir, né não? Renan Calheiros idem. Paulo Bernardo idem ibidem.

    Tudo farinha do mesmíssimo saco. Ou úbere.

  4. Patriarca da Paciência said

    Caro Pax,

    quem cria leis é o Parlamento, Executivo e Judiciário apenas executam, apesar de que o Judiciário, principalmente os tribunais superiores, andam inovando bastante “nesse segmento”.

    As reformas que apontei acima, nenhuma, depende do Executivo. Minha opinião é que dependem mais da sociedade e seus representantes mais ilustres.

    Li muitos comentários em blogs de gente dizendo que queria eleger o Joaquim Barbosa Presidente da República para que ele “prendesse todos os ladrões do Brasil?”.

    É impressionante que alguém pense assim. Qualquer pessoa esclarecida sabe que prender é função de juiz, presidente cuida de administração, economia, relações com outros países, acordos comerciais, etc.etc.etc.

    Além do mais, qual foi o ladrão que Joaquim Barbosa prendeu ? José Genoíno, José Dirceu, Delúbio Soares ?

    Não há uma única acusação de roubo contra os três !

    Acho que as reformas devem começar pela organização da sociedade, universidades, empresas, representações classistas, igrejas etc.etc.etc..

    E educar o povo. Mas como educar uma criança que, ao assistir aulas, pensa apenas num prato de comida, pois está sentindo uma grande fome !

    E como dar saúde e bons alimentos e moradia para o povo ? Reduzindo custos e provocando desemprego, como na famosa receita neoliberal ?

    Então o governo do PT tem agido certo. Primeiro é necessário pelo menos fornecer o básico de uma alimentação saudável, depois boas moradias e boa educação !

    É uma tarefa gigantesca e complexa. Com canetadas e rompantes nada se resolverá !

  5. Chesterton said

    O parlamento foi cooptado pelo executivo, vide mensalão, que ainda corre solto. Já eraq, Lula f.u.d.e.u com o país para sempre.

  6. Guatambu said

    Patriarca,

    O que vc quer dizer com canetadas e rompantes?

    Por canetadas podemos entender a assinatura da candidatura do Brasil para a Copa do Mundo, sem termos sequer parado para pensar se isso seria possível?

    Por rompantes podemos entender a redução da taxa de juros real para 2% no início do governo da Dilma?

    Vc fala em planejamento, ao que parece a única coisa que o governo não fez foi se planejar… a maior evidência disso é que o que se planejou, não se cumpriu, e se cumpriu, saiu 2 vezes o valor do que era previsto.

  7. Pax said

    Bem, não tinha lido até agora, mas o Josias de Souza escreveu e descreveu bem melhor que eu a questão de Gim Argello, Renan e….. infelizmente, Dilma.

    Foi trama do Planalto usando seu “fiel” escudeiro, Renan, segundo Josias.

    Triste.

    Que paguem o preço desta bagaça.

    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2014/04/09/por-gim-dilma-e-renan-querem-brasil-de-cegos/

  8. Patriarca da Paciência said

    Guatambu,

    quanto à Copa do Mundo, é puro desconhecimento de causa, dizer que está dando ou vai dar prejuízo ! O Brasil já sediou uma copa em 1950 e o PIB daquela época talvez fosse 10% do PIB de hoje. A Copa dará lucro e bastante ! É um dos fatores responsáveis pelo bom nível de emprego que o Brasil tem apresentado ! Todos os gastos tem retorno garantido !

    Agora, baixar os juros a canetada, realmente, foi um rompante ! E é a prova real e concreta que canetada nada resolve. A intenção foi boa mas os resultados foram ruins.

    Quanto ao planejamento, o PT tem cumprido suas metas muito bem: redução da pobreza extrema, 97% das crianças frequentando as escolas, milhões de casas populares entregues, atendimento médicos às populações mais carentes, etc.etc.etc. tudo isso são bases para um progresso duradouro.

  9. Joana said

    Pax

    Advinha quem vai pagar a conta?

    Entenda porque:

    Treze bancos irão emprestar R$ 11,2 bi às distribuidoras de energia

    http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-geral,treze-bancos-irao-emprestar-r-11-2-bi-as-distribuidoras-de-energia,181624,0.htm

    Todas as suas contas vão subir…meu caro!

    MEUS PÊSAMES!

  10. Patriarca da Paciência said

    “Hoje, se disser que sou de esquerda, as pessoas não vão acreditar. Embora seja verdade. É verdade!”, (Fernando Henrique Cardoso)

    Muito boa esta. Ótima mesmo !

  11. Eric said

    #8

    Enxergar acertos onde a realidade comprova que são erros ,
    na minha opinião, é sinal de senilidade.
    Com todo o respeito eu sugiro consultar um médico…

    Dilma está avacalhando o governo do PT!

    Volta lula! JÁ

  12. Pax said

    Caro Patriarca,

    Vou recorrer, de novo, ao Idelber, sobre a questão da Copa dar lucro. Dá sim. Mas, pra quem?


    Idelber Avelar
    há 15 horas · Editado
    “Copa das Confederações já pagou estádios, diz estudo”. Não vou oferecer link porque esta manchete está em qualquer um dos seus veículos governistas de preferência: no 247, nos bloggovs, nos tuiteiros oficialistas. A notícia certamente teria que ser causa de júbilo, não é mesmo?

    Se ela fosse verdadeira.

    A conta é de uma desonestidade espantosa. Ela se baseia numa pesquisa da FIPE (http://bit.ly/1eao1ij) que concluiu que a Copa das Confederações rendeu R$ 9,7 bilhões ao PIB do país. Os estádios custaram aproximadamente R$ 8 bilhões, dos quais R$ 5 bilhões vieram do erário público (http://abr.ai/1k4DQXA). Conclusão governista? A Copa das Confederações pagou os estádios. Dá até vergonha explicar a mentira contida nessa afirmação.

    O evento rendeu R$9,7 bilhões ao PIB do país, não ao erário público. Como disse o Vinicius Duarte, a vizinha aqui ao lado mandou avisar que o churrasco dela de sábado rendeu R$ 2.000,00 ao PIB do país. R$ 1.000,00 foram para o açougueiro, R$ 600,00 para a Ambev e R$ 400,00 para a empresa que alugou o som. Se a viúva tivesse contribuído R$ 1.000,00 com esse churrasco, ela continuaria no vermelho em R$ 1.000,00 do mesmo jeito, tirando a mixaria que entra de impostos.

    Quem ganhou não foi quem pagou os estádios, ou seja, você, através do BNDES. Quem pagou os estádios, ou seja, você, ainda não viu a esmagadora maioria desse lucro que entrou. Se a Copa das Confederações “já pagou” os estádios, quem recebeu o pagamento não foi quem tinha arcado com os custos. Nada de novo aqui: dinheiro público financiando lucro privado.

  13. Pax said

    Cara Joana,

    Sim, teremos um ano em que torear a inflação vai ser agarrar o bicho à unha.

    São Pedro resolveu dar um troco legal pra quem se mete a brincar com ele. No Brasil inteiro. No Norte estados inteiros ilhados, no SE o potencial hidrelétrico com 34 ou 35% de capacidade, 1,5 pontos acima do quadro de 2001 quando houve os apagões, em SP já falta água.

    São Pedro tá fazendo o papel de cabo eleitoral inverso pra todos.

  14. Pax said

    Caro Eric,

    Você e uma boa parte dos simpatizantes torcem pela volta do Lula.

    Eleitoralmente, pelas pesquisas, seria devastador, sem chance para a oposição. Com Dilma, mesmo caindo nas últimas pesquisas, ainda temos reeleição em primeiro turno, haja vista a fraqueza da oposição. Com Lula seria covardia.

    A pergunta que fica é: seria mesmo melhor para o PT? Para o Brasil? E seus necessários porquês.

  15. Zbigniew said

    A conta do Idelber é bem ideológica.
    Se foi pro PIB, foi ou não pra sociedade?
    Ora, todo investimento vai pra sociedade e o retorno desses investimentos se espalham por todo o sistema.
    Tá parecendo aquela história da compra dos caças nos sites de armamentos.
    Se adquirem o melhor é porque foram as forças armadas que acertaram.
    Mas se fosse o contrário, o erro era do governo.
    Que se torça por outro time, mas pelo “quanto pior, melhor”, aí já tá ficando chato.

  16. Pax said

    Prezados,

    Hoje meu link acordou André Vargas, João Rezende, Paulo Bernardo e Dilma Rousseff… consegui responder os comentários, mas está impossível faazer um novo post que se faz necessário, sobre a pizza três sabores que nosso Congresso nos brindará com a tal CPI Ampliada.

    Assim que der, faço.

    Infelizmente uso a cadeia acima, de André a Dilma — gostaria muito de não fazê-lo, não vejo Dilma envolvida diretamente em maracutaias, em enriquecimento ilícito etc. Mas não há como apartá-la de tudo que está sob seu comando. Se Dilma não tem como dialogar com o PT como é que funciona? Pergunto mesmo, aos mais inteirados. Se Dilma não consegue dizer ao PT para não colocar um malaco como o André Vargas na vice-presidência (acabou de renunciar) da Câmara, a vida se torna difícil, se Dilma não consegue impedir, ou mesmo participa da indicação de um Gim Argello para o TCU, a vida se torna realmente difícil.

    O PT não tem ajudado em nada a vida da Dilma.

    E Dilma parece não ajudar muito a vida do PT.

    Só entendo o desejo do caro Eric, do “volta Lula”, neste aspecto. Lula é o PT e o PT é Lula, sim. Não consigo apartar esse pensamento.

    E aí fica a questão subsequente: Lula não tem consciência que este caminho é um triste fim para seu partido?

  17. Pax said

    Caro Zbigniew,

    Tirando a ideologia do raciocínio do Idelber (que é, sim, de esquerda), analise quem leva mesmo o lucro.

    O lucro da empresa durante a copa vai mesmo para a sociedade ou, como lucro, como definição, vai para os acionistas da tal empresa?

    Lucro, que eu saiba, não vai para o povo, não.

  18. Zbigniew said

    Não é lucro, Pax.
    É PIB.
    Se são acrescidos valores ao sistema, o capitalista ganha mais, emprega mais, contrata mais, empreende mais, gera mais empregos e impostos.
    O Estado arrecada mais, aplica mais, investe mais. O Tesouro agradece. O Tesouro que aplicou no BNDES que andou “dando” dinheiro para as empreiteiras, não foi assim?
    A população é empregada, aufere salário, consome, e a lusitana roda.
    Ou ter-se-ia que dar um determinado valor na mão de cada pessoa no Brasil para justificar-se o retomo?

    Em época de eleições ao que parece a classe média resolveu assumir de vez a postura anti-PT a todo custo, ainda que o que venha por aí possa ser pior. Tudo bem, cada um com sua consciência e vontade. Mas venhamos e convenhamos, tá cada vez mais na cara o porquê dos nossos político serem como são.

  19. Pax said

    Caríssimo Zbigniew, acabo de voltar da rua e vi que não coloquei o texto do Idelber, que contrapõe esta tua visão. Vamos lá, corrigindo meu post acima. Aqui está o que Idelber escreveu ontem:

    Idelber Avelar
    há 20 horas · Editado
    “Copa das Confederações já pagou estádios, diz estudo”. Não vou oferecer link porque esta manchete está em qualquer um dos seus veículos governistas de preferência: no 247, nos bloggovs, nos tuiteiros oficialistas. A notícia certamente teria que ser causa de júbilo, não é mesmo?

    Se ela fosse verdadeira.

    A conta é de uma desonestidade espantosa. Ela se baseia numa pesquisa da FIPE (http://bit.ly/1eao1ij) que concluiu que a Copa das Confederações rendeu R$ 9,7 bilhões ao PIB do país. Os estádios custaram aproximadamente R$ 8 bilhões, dos quais R$ 5 bilhões vieram do erário público (http://abr.ai/1k4DQXA). Conclusão governista? A Copa das Confederações pagou os estádios. Dá até vergonha explicar a mentira contida nessa afirmação.

    O evento rendeu R$9,7 bilhões ao PIB do país, não ao erário público. Como disse o Vinicius Duarte, a vizinha aqui ao lado mandou avisar que o churrasco dela de sábado rendeu R$ 2.000,00 ao PIB do país. R$ 1.000,00 foram para o açougueiro, R$ 600,00 para a Ambev e R$ 400,00 para a empresa que alugou o som. Se a viúva tivesse contribuído R$ 1.000,00 com esse churrasco, ela continuaria no vermelho em R$ 1.000,00 do mesmo jeito, tirando a mixaria que entra de impostos.

    Quem ganhou não foi quem pagou os estádios, ou seja, você, através do BNDES. Quem pagou os estádios, ou seja, você, ainda não viu a esmagadora maioria desse lucro que entrou. Se a Copa das Confederações “já pagou” os estádios, quem recebeu o pagamento não foi quem tinha arcado com os custos. Nada de novo aqui: dinheiro público financiando lucro privado.

  20. Zbigniew said

    Bom,
    então, só entra dinheiro no Erário de forma direta? Não é ao contrário, não? Tudo bem, o Idelber quer dizer que estão ROUBANDO no varejo e no atacado. Pelamordedeus.
    Desculpe, Pax. Com todo o respeito, o Idelber perdeu-se na causa ecológica.

    Aí me vem a Dilma reclamar de um dos Marinhos que o tal do JN está “carregando” nos pontos negativos do seu governo, dispensando metade do programa, todos os dias, pra detoná-la.

    Queria o quê? Achava que indo à Ana Maria Braga e ao aniversário da Folha de São Paulo iria ter vida fácil? Uma mulher com a história que ela tem cair numa esparrela dessas? É muita inocência.

    Tem próceres dentro do PT que acham que podem ser admitidos no clube. Esqueçam! Pra entrar, ou vira a casaca (como fizeram alguns bem conhecidos ex-comunistas ou ditos esquerdistas) ou já traz do berço. Não tem essa de meio termo.

    Aliás, o PT fia-se demais na ideia de que a percepção popular da realidade sobrepõe-se à campanha política orquestrada pelas grandes empresas de comunicação. Não sabem que elas são as pontas-de-lança do mercado financeiro e que, no Brasil, ainda têm um grande apelo, principalmente junto à classe média conservadora? E que, estando o Brasil transformando-se num país de classe média, tende a acompanhar o conservadorismo apresentado por tais empresas?

    Pode até ser que isso não aconteça agora porque parte dessa nova classe média é recém chegada a esse novo patamar, mas isso não vai se manter nesta regra para sempre.

    Chorar as pitangas pro lado dos Marinhos é o fim da picada.

  21. Pax said

    Ou seja, o dinheiro público financia o lucro privado. Isto é fato.

    Gera emprego, faz a Luzitana rodar?

    Sim. Não discordo de você neste ponto.

    Mas, o lucro, a bufunfa mesmo, o que sai limpinho, não é pro povo.

    Cá no meu desconforto, que não é eleitoral nem entra na histeria generalizada da oposição por oposição, eu preferia que a Luzitana rodasse construindo escolas, hospitais etc.

    Tudo rodadia igual, empregos, indústria de ferro, cimento, material de construção em geral, enfim, rodaria tal e qual.

    Só que, no final deste outro campeonato, nós, a sociedade, ficaríamos não com estádios, não entregaríamos uma boa parte desse lucro para a FIFA e teríamos equipamentos públicos que me parecem muito mais adequados às necessidades que temos agora.

    É isso.

    Não me inclua entre os que adoram as histerias alheias. Permito-me, somente, pensar um pouco fora do bordão de apoio ao governo.

    Já disse e vou repetir: eu não faria uma Copa e umas Olimpíadas agora. E vou desenvolver um pouco mais esse raciocínio para tentar te convencer, como na boa dialética, ou no método da ironia/maiêutica do nosso Sócrates.

    Meu ponto: Vamos investir em Educação primeiro. Tudo neste investimento. Vamos desenvolver uma sociedade educada, capaz, que provavelmente vai facilitar que tenhamos melhores escolhas políticas, que provavelmente vai aprender outras línguas, vai sujar menos as cidades, vai exigir saneamento básico, praias mais limpas, parques nacionais melhores preparados para turismo, ao mesmo tempo que vai desenvolver um turismo interno muito melhor equipado, tanto com pontos, hotéis, e pessoas preparadas etc etc.

    Aí sim. Acredito que uma Copa e umas Eleições, são como uma Rio 2020, ou uma Portugal 98, se não me engano. É uma área inteira de Lisboa, linda. E tem a de Barcelona também, duas que tive o privilégio de conhecer.

    Só que estes países já tem (independente das crises que hoje vivem) uma estrutura turística super preparada.

    Copa, Olimpíadas, reuniões internacionais, feiras etc, são vitrines dos países, neste meu raciocínio. Algo como o marketing para turismo e não só isso, para investimentos estrangeiros. Aí é onde entendo ser o grande lucro destes megaeventos.

    Mas nós não temos um capital humano preparado para isso. Se investidor estrangeiro vier é pra ter mão de obra barata, entre outras coisas, claro. E para turismo somos um zero à esquerda, sim. Por mais que tenhamos, hoje representa, salvo engano, menos de 5% do nosso PIB. Enquanto uma França, também salvo engano, tem no turismo bem mais que 30% (olha, estou colocando números de cabeça, por favor desconfie).

    E aí volto ao meu ponto: não seria melhor prepararmos o país antes de desenvolvermos estes megaeventos?

    Isso tudo, caro Zbigniew, sem mesmo adentrar no ponto do blog, no caminhão de corrupção que estamos vendo acontecer, obras atrasadas são o paraíso do superfaturamento, do bypass das boas licitações etc etc.

    Sacou meu ponto?

  22. Zbigniew said

    Saquei, caro Pax.

    Entretanto as coisas não acontecem por encanto. Não estamos num mundo virtual. Não estamos numa novela da Globo.

    As próprias arenas demoraram para ser construídas. São investimentos com retorno (no projeto em si) de longo prazo. Os valores que entram pelo PIB voltam para a sociedade em investimentos de diversas naturezas, sendo que em educação, saúde, etc., são de longo prazo.

    Discordo dessa de que temos que esperar o Brasil se tornar pelo menos uma Espanha pra gente fazer uma Copa. Ou qualquer outro tipo de evento ou investimento. Por esta lógica guardaríamos o pré-sal lá no fundo do oceano até estarmos moralmente amadurecidos ou entregaríamos a povos mais evoluídos, e capazes de explorar sem roubar (existem esses?).

    Bom, inclusive, que esses erros apareçam, que se bata no governo (que é pra aprender a ser governo e poder) e se corram atrás dos responsáveis pelos desmandos.

    Mas que não tenhamos medo de enfrentar nossas limitações para, inclusive, extirpá-las e melhorarmos o nosso país.

  23. Elias said

    Zbigniew,

    A análise do Idelber é absurda.

    Seguindo o raciocínio dele, nenhum governo tem qualquer razão para construir uma ponte sobre um rio.

    Afinal, o Estado vai gastar milhões construindo essa ponte, que, no máximo, vai render uns trocados no pedágio, que não cobrem nem o custo de manutenção da ponte, quanto mais a devolução do que foi investido.

    E isso quando o governo cobra pedágio na ponte. Na maioria dos casos, as pontes são usadas gratuitamente pela população. Não geram um centavo de receita direta para o Estado.

    Logo, seguindo o raciocínio do Idelber, o Estado não deve construir pontes…

    O que mais irrita não é o cara desenvolver um raciocínio tolo e rasteiro como esse. O que mais irrita é o tom que ele usa. A arrogância com que diz besteiras como essa, assumindo uma pose de quem está apresentando um raciocínio genial…

    O Brasil é um deserto…

  24. Patriarca da Paciência said

    “Os advogados do ex-ministro José Dirceu, em petição ao ministro Joaquim Barbosa, relator da ação penal do mensalão, datada desta quarta-feira (9/4), em que pedem “a pronta análise” do pleito do condenado ao regime semiaberto de trabalho externo, acusam o Ministério Público do Distrito Federal de ter solicitado a quebra do sigilo das ligações telefônicas de celulares feitas e recebidas por usuários que trabalham no Palácio do Planalto – baseando-se em coordenadas erradas – com o propósito de apurar se político usou o celular no complexo penitenciário da Papuda, em Brasília, para fazer uma ligação para a Bahia..

    Recentemente, o MP solicitou ao STF que determinasse a quebra do sigilo telefônico para identificar as ligações para a Bahia geradas de coordenadas geográficas que, conforme o órgão, coincidiriam com a penitenciária da Papuda. O objetivo seria apurar se, mesmo preso, o ex-ministro teria falado ao telefone em janeiro com o secretário da Indústria, Comércio e Mineração da Bahia, James Correia. A suposta conversa foi publicada em nota de um jornal.

    Na petição ao ministro Joaquim Barbosa, o advogado José Luís Oliveira Lima ressalta que “o mais grave é que um dos pontos físicos estabelecidos no pedido de quebra de sigilo, ao indicar coordenadas fornecidas pelo MPF-DF corresponde ao Palácio do Planalto, sede do Governo brasileiro”. E acrescenta: “Ou seja, para investigar uma nota de jornal, o MPF-DF pede que cinco operadoras de telefonia enviem todas as ligações celulares, efetuadas e recebidas, envolvendo todos os usuários que trabalham no Palácio do Planalto, no intervalo de 16 dias”.

    http://www.jb.com.br/pais/noticias/2014/04/09/advogado-quebra-de-sigilo-de-dirceu-pelo-mpf-baseia-se-em-dados-errados/

    Estranhíssimo mesmo !

  25. Elias said

    Zbigniew,

    Pra mim foi uma decepção a Dilma ter comparecido ao aniversário da FSP.

    Pouco antes de lançar sua campanha de 2002, Lula cometeu a besteira de ser recebido pelo “capo” da FSP. Foi humilhado. O cara ficou perguntando se o Lula tinha algum título universitário (sabendo qual seria a resposta), se o Lula sabia falar inglês, etc. No fim, disse que o Lula não tinha condições de ser Presidente da República.

    Enquanto foi presidente, o Lula jamais concedeu audiência ao big boss da FSP, nem jamais compareceu a qualquer evento promovido pela dita cuja.

    No máximo, ele se fez representar pelo sub do sub do sub…

    Agora, em 2014, é claro que, para vencer as eleições, o PT terá que entrar em guerra com toda a grande mídia. Ainda mais agora, com a queda da taxa de aprovação da Dilma (a grande mídia já fala como se a derrota de Dilma fosse favas contadas, escamoteando o fato de que a queda da taxa de aprovação não está fazendo nada pela intenção de voto aos candidatos da oposição…).

    Mas o fato é que o PT terá que mover guerra à grande mídia, como em 2002, 2006 e 2010…

    Nesse contexto, o pior que a Dilma pode fazer é endereçar um único sorriso em direção ao inimigo.

  26. Pax said

    Caro Zbigniew,

    Não tenho menor problema em respeitar tua opinião sem abandonar, ou sem ser convencido, que a minha esteja errada.

    Eu prefiro que se construam pontes para o futuro (usando a analogia do caro Elias), e elas, para mim, são Escolas de primeira qualidade.

    Mas, como disse, respeito teu ponto.

    Só não concordo muito com o argumento do pré-sal. A sua exploração nos leva para uma independência nessa necessidade nacional e, mais que isso, o povo brasileiro é sócio, dono, de boa parte da empresa.

    Os estádios estão concedidos, ou nem são do povo, salvo engano. As concessões, salvo engano, não são lá motivos de alegria no lucro do povo. Mas, enfim, como disse, respeito tua opinião e fico com a minha.

    E gosto um bocado que minhas opiniões sejam contestadas. Claro que sim. Me obriga a pensar mais, a me informar mais etc.

    PS.: independente de termos uma imprensa assim, ou assado, Gim Argello, o malaco com 6 processos no STF por corrupção, desistiu de se candidatar a ministro do TCU. E o outro malaco, André Vargas, primeiro de uma fiada de siri que gera enorme desconforto (ao Paulo Bernardo não tenho menor dúvida que precisa se explicar nas campanhas que o cara coordenou pra ele em Londrina), renunciou a vice-presidência da Câmara.

    Mesmo que, e não estou julgando neste momento, a imprensa seja marrom, preta, azul ou nojenta, as notícias vieram a público, quase que Renan Calheiros arma mais um golpe canalha, mas o Argello fora do TCU é motivo de comemoração. E o André Vargas fora dessa vice-presidência, também. O Congresso, já na quinta categoria de respeito nacional, fica pior com um cara desses ocupando uma posição dessas. (sem esquecer do presidente, outro enrolado, o tal que tem bode como funcionário de sua empresa que recebe dinheiro público, salvo engano).

    Enfim, a gritaria geral, com imprensa assim ou assado, acabou ajudando.

    Cá, comemoro.

    Se André Vargas, segundo informações que o caro Chesterton, velho, rabugento e leitor de porcarias, cair atirando, vai sobrar coisa nesses projéteis lançados no tal ventilador.

    Mas, como disse, fonte do Chesterton é bom esperar pra confirmar.

  27. Elias said

    Quanto à Copa, o que interessa é que ela tenha um saldo financeiro positivo para o país, não para o governo.

    E é flatulência intelectual, demagogia da mais baixa extração, ficar dizendo que, em vez de promover a copa, o Brasil deveria “investir em educação”.

    Isso denota um total desconhecimento da natureza do problema da educação no Brasil. É só uma maneira fácil de montar um discurso oposicionista, achando que todo mundo é burro e vai engolir essa bobagem (á fácil pensar que ninguém será contra “investir em educação”).

    Esse dilema — investir na copa ou na educação — não existe em nosso país. O Brasil bem pode investir na copa e na educação.

    O problema da educação no Brasil, hoje, não é de falta de recursos. Recursos tem de sobra! Tanto que, a cada ano, os fundos de recursos para educação apenas aumentam de tamanho, já que a cada ano, não se consegue gastar toda a dinheirama disponibilizada para a educação.

    Quem realmente se preocupa com o problema da educação, e não se limita a recitar mantras, já deu uma olhada na evolução dos fundos de recursos para a educação. E, se fez isso, há de ter notado que, todos os anos, sobram recursos. Como se trata de fundos (e não apenas de dotações orçamentárias), os recursos que sobram passam para o ano seguinte, e vão se acumulando…

    Por que sobra dinheiro? Por falta de projetos. Por falta de capacidade gerencial.

    E onde faltam projetos e capacidade gerencial? Nos Estados e nos Municípios.

    A responsabilidade da União é restrita às universidades federais, e estas têm se expandido e se modernizado muito mais que nos governos anteriores.

    Onde a coisa não está andando é nos Estados e Municípios. Tem Estado e Município que é até mesmo contra o piso salarial dos professores.

    Ora, sem uma remuneração decente para os professores, o sistema nunca vai atrair bons profissionais para a educação. E, sem bons profissionais na educação, não dá nem pra sonhar com uma educação de melhor qualidade.

    Aí está a grande questão. Na maioria das escolas públicas brasileiras, também está sobrando vagas. Em boa parte das capitais brasileiras, já tem escola pública fazendo campanha pra conseguir aluno.

    O problema educacional brasileiro não é mais de “construir escolas”. Não é mais de quantidade.

    O problema educacional brasileiro é de QUALIDADE, pombas! Quem realmente se interessa pelo assunto sabe disso.

    Ou, então, é aquele tipo que olha e não vê…

    Putz!

  28. Patriarca da Paciência said

    “Se André Vargas, segundo informações que o caro Chesterton, velho, rabugento e leitor de porcarias, cair atirando, vai sobrar coisa nesses projéteis lançados no tal ventilador.”

    É a mesma cantilena, “O Valério vai falar”.

    O Valério, o Vargas e quantos mais ?

    Se ninguém fala, é porque não tem nada a dizer .

    Faz pouco era os tais diretores demitidos da Petrobrás que iriam falar. O que ficou provado é que os caras estavam mentindo descaradamente !

  29. Pax said

    mas, caro Patriarca,

    Se o André Vargas tem processo junto com o doleiro por desvios de grana pública em Londrina, se ele coordenou campanha para o Paulo Bernardo, que é de Londrina, se…

    pra mim já é bastante “se” pra ficar curioso pacas.

    A mim basta.

    Quanto ao caro Elias, que acha que

    E é flatulência intelectual, demagogia da mais baixa extração, ficar dizendo que, em vez de promover a copa, o Brasil deveria “investir em educação”.

    eu nem vou responder

    pode ser que meus peidos incomodem demais.

  30. Zbigniew said

    Elias,
    o governo tá demorando muito na sua articulação política, na sua estratégia para as eleições. A oposição já saiu na frente com os institutos de pesquisa induzindo as respostas com base nos fatos desabonadores ao governo e nas CPIs instaladas, e o sistema de divulgação, via revistas e telejornais está a todo vapor. Eles estão indo para cima e não estão para brincadeira. O sistema financeiro internacional prefere o Brasil livre de um governo popular.

    Dá no que dá. Interessante que os grupos que não estão satisfeitos com o governo, como os homossexuais, os ecologistas e outros, passam a reverberar com firmeza com base nos seus centros de interesses, mas cientes de que estão adotando o discurso da oposição, colocando-se num ponto parecido com o que o PSOL está, hoje, em relação ao PT. A posição política é a mesma. Daí o Randolfe ao lado dos oposicionistas à direita caminhando ao STF pela CPI exclusiva da Petrobrás. Detalhe: o Randolfe não saiu na foto do Estadão. Esses caras não aprendem mesmo que nunca serão aceitos no clube. Bilderberg é para os capitalistas, meus caros!

    E a Dilma de mimimi pra cima do Marinho? Sem noção!

    Pax,
    respeito sua posição. Não concordo com ela mas, lutaria até a morte pelo direito de você expressá-la. Esse é um dos princípios que deve reger uma democracia e, graças a Deus vivemos numa. E, repito, só posso agradecer pelo teu espaço. Também aprendo muito com tuas ponderações e, acredite, elas tem me servido bastante.

  31. Pax said

    E sem precisarmos nos ofender mutuamente, não é mesmo, caríssimo Zbigniew? Uma pena que o caro Elias tenha adentrado por outro caminho, mas tenho que respeitar isso também. É direito dele, afinal.

    e…

    Sim, a articulação política do governo é fraca mesmo, e aí, infelizmente, há uma grande parte de culpa pelo que parece (estou supondo) ser o perfil da presidente. Afora a equipe que tinha, com Gleisi Hoffmann e Ideli Salvati, duas, no meu entender, fracas para posições extremamente importantes, em qualquer governo, em qualquer país.

    Ainda mais considerando que a tal governabilidade que o governo adotou implica em “acalmar” ou “molhar” tantas mãos. Basta ver esse Eduardo Cunha do PMDB, só pra citar um caso recente.

    E, um pouco mais, esse papo de participar da indicação do Gim Argello pro TCU, esse papo do PT ter colocado o André Vargas na vice da Câmara e tantas outras varadas que dá pra se dizer: a articulação política não parece nem um pouco boa.

    Este ano é ano de eleição, só tem jararaca no quintal. Ou se entra com bota de cano alto ou se joga um monte de rato pra deixar as bichinhas empanturradas, ou sei lá o quê. E não me parece que foram tomadas quaisquer previdências necessárias.

    Agora achar que não vai sofrer crítica, ou, ainda pior, entrar nesse jogo que qualquer crítica faz parte de uma conspiração de direita que vejo de vários governistas, acaba-se caindo num ridículo e numa antipatia que só piora a situação, no meu entender.

    Sim, caro Zbigniew, também me considero um privilegiado por tê-lo por aqui. Assim como todos os outros. Um bom exemplo é o Patriarca, que conheço faz tantos anos, talvez seja o mais antigo de todos, lá dos idos do PD. Não me lembro dele ter partido para ofensas desnecessárias e muitas vezes, muitas mesmo, discordamos em nossos pontos de vista.

    Enfim, gosto desse blog. Tem espaço pra direita, pra esquerda, pra grego, pra troiano, pra fariseu e pra filisteu.

    Só não tem pra troll. Esses não dá pra encarar, não ajudam em nada para boas discussões que é a proposta disso aqui que é nosso, sim.

  32. Elias said

    Pax,
    A flatulência intelectual a que me refiro não é tua.

    Não foste tu o inventor do mantra “em vez de investir na copa, o governo federal deveria construir mais escolas…”.

    Isso é mantra da direita, Pax.

    Tu apenas repetes a flatul…, digo, o mantra… (Enquanto criticas e denuncias os mantras alheios…).

    Agora, se quiseres assumir a paternidade disso… Fica à vontade. Neste caso, sim, podes te considerar destinatário da minha crítica. Inclusive da referência à flatulência intelectual.

    Zbigniew,
    É aquela coisa do “já ganhou”…

    A oposição é medíocre. Não tem proposta, não tem discurso, nem contra discurso, nem candidato que preste.

    Isso não significa que a Dilma já ganhou, né? A conduta que está sendo adotada é um verdadeiro caldo de cultura pra engordar aventureiro…

    Por outro lado…

    A “extrema esquerda” brasileira não me surpreende mais. Há muito ela vem se contentando em representar o papel de cavaleiro da triste figura de ópera bufa. Uma espécie de rabo postiço da direita… (Daí porque nunca abandonei minha tese: os grupos que se auto intitulam de “extrema esquerda” no Brasil, são, na realidade, grupos fascistas, ou, na melhor das hipóteses, parafascistas ou protofascistas. Não é à toa que tanta gente que inicia sua militância política nesses grupos, com o passar do tempo se torne direitopata empedernido…).

    Pra mim, a surpresa são os homossexuais…

  33. Elias said

    “pode ser que meus peidos incomodem demais.” (Pax)

    Peido sempre incomoda, rapaz!

    E é falta de educação submeter os circunstantes a tais emanações de tuas entranhas revoltas.

    Pior, ainda, é quando o peidão nem é tão peidão assim…

    Pior é quando ele está, apenas, propagando o aroma infecto, fétido e nauseante, emanado por outras entranhas…

  34. Chesterton said

    http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/joaquim-barbosa-e-hostilizado-por-simpatizantes-de-dirceu-veja-o-video/

  35. Joana said

    Pax

    Até o Josias resolveu fazer humor com a situação “politica” atual.

    >A conjuntura exige muita atenção. Não se deve tomar alhos por bugalhos. Nem Carolina de Sá Leitão por caçarolinha de assar leitão. Nesta quinta-feira (10), foi à mesa da ministra Rosa Weber, do STF, um mandado de segurança do PT contra a CPI da Petrobras. Há dois dias, ela já havia recebido uma petição da oposição sobre o mesmo tema, só que a favor da CPI. A ministra tenta agora não confundir comissão parlamentar com confusão pra lamentar.

    Em jogo, o destino de todas as CPIs, não apenas da comissão da Petrobras. Pela Constituição, a abertura de uma investigação no Congresso é direito da minoria, desde que atendidas três condições: apoio de um terço da Casa Legislativa, definição do fato a ser esquadrinhado e fixação de prazo para o término da investigação. Porém…

    O PT, ex-defensor das CPIs na época em que o PSDB estava no poder e era contra, alega que, em ano eleitoral, fato determinado é um conceito turvo. O Supremo precisa botar ordem na Casa. Do contrário, se amanhã a minoria apresentar requerimento para apurar o sentido de um verso de Augusto Frederico Schmidt (‘Se chegasse à tua casa, o tímido olharia’), a maioria logo sugerirá investigar o time do Olaria.

    já existe blogueiro bem informado (Noblat) dizendo “Em matéria de escândalo, o do mensalão não passa de um mensalinho se comparado ao que começa a jorrar da Petrobras.”

    Chiiii …será? Se for para o bem do Brasil, que assim seja.
    Odeio corruptos.

  36. Pax said

    O caro Elias quer me convencer que construir estádio pra uma copa do mundo é melhor que investir em escola.

    E seu argumento é que isso é flatulência intelectual da direita.

    Era só o que me faltava.

    Pra piorar agora resolvem atacar os LGBT porque o PT resolveu adotar os evangélicos que lhes dão 20% do congresso e uns minutinhos de tv na campanha.

    Esse é o PT “de esquerda”. Pois sim.

    Caro Joana,

    Se tiver caldo nesse imbroglio, quero saber tudo, tim tim por tim tim. Claro que uma CPI neste congresso (em minúscula mesmo), comprado da forma que é, vai dar em pizza geral. Romero Jucá, Vital do Rego, essa turma é campeã, deixa qualquer pizzaiolo no chinelo.

    Assim como quero, e muito, saber tim tim por tim tim dessas maracutais do metrô e dos trens de SP. E também daquela enorme máfia dos fiscais de ISS.

    Mas, pera aí, a máfia pode pegar o Kassab, que era do DEM e agora é do PSD que se aliou ao PT pra mamar umas tetas grandes. Ah, então a turma petista vai achar que quem fala mal da máfia do ISS paulista tá com “flatulência intelectual”.

    É assim, cara Joana, que essa turma passou a pensar. Infelizmente.

  37. Chesterton said

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/o-playboy-fascista-de-dirceu-em-acao-assessor-de-deputada-do-pt-pago-com-dinheiro-publico-hostiliza-joaquim-barbosa/

  38. Chesterton said

    O Elias saiu de giro depois que comprou Petrobras a 23 reais porque a Forster mandou. Talvez se recupere se a ação chegar nuns 18 reais.

  39. Zbigniew said

    E aí vc se pergunta por que o PT é tão frouxo na luta política. Não naquela travada no parlamento, mas naquela travada nos bastidores da República. Já não existem elementos suficiente, capazes de dar guarida a iniciativas mais ousadas, inclusive aquelas que principiassem uma mudança de paradigma no Presidencialismo de Coalizão?
    Eis pois o q temos em relação ao PT e o tratamento dispensado pelas instituições do país. O PT porta-se como a Geni do Zepelin.

    Da Istoé

    1 PIMENTA DA VEIGA = 6 JOÃO PAULO CUNHA

    Tratamento desigual para ex-ministro tucano e ex-deputado petista é mais escandaloso do que se imagina

    Onze anos depois de receber R$ 300 000 de Marcos Valério, o tucano Pimenta da Veiga, candidato ao governo de Minas Gerais, foi chamado pela Polícia Federal para explicar-se.

    Ex-ministro das Comunicações no governo de Fernando Henrique Cardoso, Pimenta recebeu uma quanta seis vezes maior do que os R$ 50 000 que a mulher do deputado João Paulo Cunha foi buscar no Banco Rural.

    A quantia recebida por João Paulo foi considerada uma prova de que ele havia sido corrompido pelo esquema, elemento essencial para demonstrar sua culpa num caso em que foi condenado, incialmente, a 9 anos e quatro meses de prisão.

    Mas o ex-deputado recorreu de uma das condenações, aquela tese absurda de que a própria mulher fora usada para lavar dinheiro – a denuncia da AP 470 foi bastante criativa, nós sabemos – e conseguiu diminuir sua pena.

    Hoje, em regime semiaberto, João Paulo trabalha num escritório de advocacia de Brasília.

    A condenação de João Paulo só foi possível porque o STF desconsiderou as provas que apresentou em sua defesa.
    (…)

  40. Chesterton said

    Duas coisas muito chatas: mulher e petista chorando….

  41. Margarida said

    Boa noite meus caros

    O comentarista Z ….esqueceu de mencionar o companheiro Pimentel…conforme lembrado pelo Noblat :

    http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2014/04/10/memoria-pimenta-pimentel-por-ricardo-noblat-530304.asp

    e

    http://oglobo.globo.com/pais/fernando-pimentel-recebeu-2-milhoes-por-consultorias-3378813

    …………..

    jpcunha é bagrinho! Se contentou com 50 barões na boca do caixa…hehehe

  42. Margarida said

    Nada como musica country…pra escutar tomando bourbon

  43. Pax said

    Não deixa de ser engraçado, cara Margarida #42

    Estão gastando uma grana preta, pra todos os lados. Quem bancou essa música? Ou foi de “livre e espontânea” militância?

    =)

    Bem-vinda ao blog.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 36 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: