políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Metrô-SP: Ministério Público quer multar cartel em R$ 2,5 bilhões

Posted by Pax em 27/05/2014

Segundo o Ministério Público, as empresas Alstom, Bombardier, Siemens e TTrans formaram cartel e superfaturaram a reforma de 98 trens. Acusa o ex-presidente da empresa, José Jorge Fagali, e outros dois ex-diretores de terem fraudado a companhia para obter vantagens.

Todos os dias esses trens falham. Em um só dia um deles apresentou 700 falhas. Outro quebrou o eixo. Roubalheira grossa.

Mas o Ministério Público não acusa os governadores de participar do butim. Só os chama de incompetentes mesmo, por permitir tamanho rombo e prejuízo à população paulista e paulistana que não só teve seus cofres arrombados como sofre diuturnamente com péssimos serviços.

MP quer que empresas paguem R$ 2,5 bilhões por cartel no Metrô de SP – G1 – O Globo

Elas são acusadas de superfaturamento para reforma de 98 trens.
Ex-presidente do Metrô e dois ex-diretores também foram denunciados.

O Ministério Público de São Paulo quer que 11 empresas paguem uma indenização de quase R$ 2,5 bilhões ao Estado, informou o SPTV nesta segunda-feira (26). Elas são acusadas de formação de cartel e superfaturamento de contratos para reforma de 98 trens das linhas 1-Azul e 3-Vermelha do Metrô de São Paulo, em junho de 2009.

De acordo com a Promotoria, as empresas acertaram o preço, formaram quatro consórcios e dividiram entre elas os contratos de reforma.

O MP também acusa o ex-presidente do Metrô José Jorge Fagali e outros dois ex-diretores de terem fraudado a companhia para obter vantagens. A produção do SPTV não conseguiu encontrar Fagali para comentar a acusação. A denúncia não aponta responsabilidades de José Serra (PSDB), governador de São Paulo na época.

A Promotoria também acusa os ex-diretores Sérgio Correa Brasil e Conrado Grava Souza de serem “omissos” e “de agirem com intenção de fraudar o Metrô e obter vantagens ilegais”. Ambos não ocupam mais cargos de direção, mas continuam no Metrô. procurada, a empresa declarou que não vai se manifestar sobre a atuação deles até tomar conhecimento da ação do MP.

O promotor Marcelo Milani também pede a dissolução das empresas que teriam participado do suposto cartel, a quebra dos sigilos fiscal e bancário das empresas e dos ex-diretores do Metrô, e uma indenização de R$ 2.498.168.317,76.

Entre as empresas, estão a Alstom, a Bombardier, a Siemens e a TTrans. A Siemens reafirmou que foi a autora das denúncias de cartel e que pediu a apuração das responsabilidades com transparência. A Alstom afirmou que, durante a licitação, apresentou a proposta de acordo com a lei e com as regras do cliente. A Ttrans e a Bombardier declararam que não foram notificadas sobre o assunto – e que, por isso, não se manifestarão. (continua em O Globo…)

About these ads

396 Respostas to “Metrô-SP: Ministério Público quer multar cartel em R$ 2,5 bilhões”

  1. Patriarca da Paciência said

    Volto a comentar, caro Pax,

    tudo isso é bem anterior ao suposto “mensalão”, aquele, cuja única prova concreta é o recebimento, por parte de um preposto do Roberto Jefferson, de 3 mil reais.

    Dois blhões e meio de reais !

    Considerando-se que o caixa dois do PT não chegou a 80 milhões, ou seja, 30 (trinta) “mensalões” !

    Eu sempre tive a suspeita de que os herdeiros das capitanias hereditárias mantém o poder através da colocação de “pessoas de confiança” nos postos chave do país. Parece uma idéia maluca, mas acho que tem algum fundamento.

    Como explicar que um escândalo dessa proporção se manteve longe da “grande” imprensa por tanto tempo ?

  2. Patriarca da Paciência said

  3. Patriarca da Paciência said

    “Ausentes, oposicionistas levam drible; CPI da Petrobras no Senado aponta baterias para período do governo de Fernando Henrique Cardoso (1995-2002); pedido formal sobre documentos sigilosos de troca de ativos entre a Petrobras e a multinacional espanhola Repsol é formalizado ao STJ; para ficar com refinaria de Bahía Blanca, na Argentina, companhia brasileira cedeu, em 2001, participação em duas refinarias nacionais e mais 750 postos de combustíveis; prejuízo estimado em US$ 2,5 bilhões; presidente Graça Foster falou hoje à CPI, na terceira ida dela ao Congresso; “Nas condições do momento em que foi feita, compra de Pasadena foi um bom negócio. Depois, não”, repetiu ela; sem novidades, foco muda”

    (blog 247)

    E agora ?

    Governo FHC deu prejuízo de 2 bilhões e meio à Petrobrás.

    Governos do PSDB deram prejuízo de 2 bilhões e meio ao estado de São Paulo.

    Caramba !

    Isso apenas em duas pernadas.

    Imagina só o que ainda não vai aparecer.

  4. Daise said

    Já começou a aparecer…

    Empresário liga Dirceu a negócios da Petrobras

    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2014/05/27/empresario-liga-dirceu-a-negocios-da-petrobras/

  5. Pax said

    Caro Patriarca,

    Não demorou muito. Já vejo gente de esquerda reclamando um bocado desse 247. Muito triste. Deveria vir para contrapor um jornalismo cada vez mais fraco e desinformante e passou a cometer os mesmos erros pelo seu desequilíbrio.

    Já nem leio. Não lia, vocês traziam e me “obrigavam” a ler haja vista que faço desse espaço uma ponto de discussão onde dou valor a todas argumentações trazidas, na medida que o tempo assim permite.

    Mas, sinceramente, o 247 não me convence muito. Sinto dizer.

    O vídeo em #2, não consegui ver com meu link padrão Paulo Bernardo, amigo e cupincha do André Vargas. Sinto também, gostaria de saber do que se trata.

    Essa história que a Daise traz, do blog do Josias, merece apuração.

  6. Chesterton said

    http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/direto-ao-ponto/no-dia-em-que-a-herdeira-dos-gigolos-da-bola-anunciou-a-consumacao-do-roubo-o-confronto-entre-o-exercito-da-selva-e-a-pm-piorou-o-que-ja-era-um-programa-de-indio/?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+augustonunes+%28Augusto+Nunes%29

  7. Chesterton said

    http://otambosi.blogspot.com.br/2014/05/burrice-nacionalista-deputado-do-pt.html

  8. Chesterton said

    http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2014/05/dilma-anuncia-que-em-seu-eventual.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+BlogDoAluizioAmorim+(BLOG+DO+ALUIZIO+AMORIM)

  9. Chesterton said

    http://coturnonoturno.blogspot.com.br/2014/05/dilma-e-pt-combinam-o-atalho-para.html

  10. Guatambu said

    Tudo em nome da “governabilidade”:

    http://www.valor.com.br/politica/3565592/maluf-cobra-protecao-do-governo-dilma-contra-promotoria-americana

    Com certeza, esse foi o governo que foi contra a corrupção.

  11. Patriarca da Paciência said

    “Essa história que a Daise traz, do blog do Josias, merece apuração.”

    Caro Pax,

    acho que a coisa merece ser mesmo apurada a fundo. A mim parece mais aquela história de que “a ex-mulher do José Dirceu conseguiu financiar um apartamento.

    Quanto ao “negócio” do FHC, surgiu na CPI do Senado, não foi o blog 247 que inventou, foi a famigerada CPI , aquela que a oposição lutou tanto para estabelecer.

    É claro que esse empresário está jogando verde para colher maduro.

    Mas a mais leve insinuação contra o José Dirceu já se torna “prova robusta”.

    Prova robusta é o processo da Justiça Suiça, julgando em duas instâncias, comprovando que o Robson Marinho depositou U$ 2,7 milhões, provenientes de propinas.

  12. Patriarca da Paciência said

    Um empresário que, visivelmente se sente “prejudicado”, fala um monte de coisas sobre José Dirceu. Se ele tem alguma prova, que apresente, abra um processo, agora, ficar aí com essa papagaiada, é altamente suspeito !

  13. Patriarca da Paciência said

    Além do mais, se o cara guardou por tantos anos um “segredo” desses, é também cúmplice !

    Todo cidadão que tem conhecimento de um ato ilícito, tem a obrigação de denunciar !

  14. Zbigniew said

    E esse aqui? Será que também será contra a corrupção?

    Foi numa mesa no conceituado restaurante Vecchio Sogno, de Belo Horizonte, que um quarteto do PMDB ouviu a proposta de R$ 20 milhões para que o ex-ministro Antonio Andrade se candidatasse ao Senado pela chapa de Pimenta da Veiga (PSDB).

    O presidente do diretório tucano e deputado federal Marcus Pestana (PSDB-MG) jura que é mentira. Além do ex-ministro, estavam à mesa os deputados estaduais Cabo Júlio e Adalclever Lopes, além de João Alberto Lages, ex-presidente da Ceasa-MG e homem de confiança de Andrade.(…)

    http://colunaesplanada.blogosfera.uol.com.br/2014/05/28/reuniao-dos-r-20-milhoes-contou-com-participacao-de-quatro-deputados/

    Pois é. Há reuniões e reuniões…

  15. Daise said

    OS CORONEIS DO PT NÃO QUEREM AVANÇOS NO BOLSA FAMÍLIA

    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2014/05/28/avanca-o-projeto-de-aecio-sobre-o-bolsa-familia/

  16. Daise said

    PT ESTÁ CONTRATANDO FANTASMAS
    http://1.bp.blogspot.com/-bLCj6ImaM6s/U4SvRwwXgZI/AAAAAAAAXWo/9rIXc3DQvJo/s1600/ca%25C3%25A7a+fantasmas.jpg

  17. Zbigniew said

    O EMPREGO E A URNA

    O avanço da extrema-direita numa Europa afogada em 26 milhões de desempregados mostra o quanto é perigosa a agenda que pretende replicar aqui o arrocho praticado lá. A OIT avisa: o Brasil precisa gerar mais 6,7 milhões de empregos nos próximos cinco anos. Em oito anos do governo do PSDB foram criados 800 mil postos de trabalho. AO MÊS, DESDE 2003, O PT GEROU MAIS VAGAS DO QUE CADA ANO DE MANDATO TUCANO.

    http://www.cartamaior.com.br/?/Editorial/O-emprego-e-a-urna/31028

    Eis o exemplo de como ideologias influenciam decisivamente no desenvolvimento e bem-estar de uma sociedade.

  18. Chesterton said

    Eu pessoalmente não gosto do arrocho, porque gerando deficits as taxas de juros aumentam para caramba e eu viro rentista, vivendo as custas dos impostos do povo trabalhador.

  19. Guatambu said

    Pqp!

    O que será que o Aécio cheirou agora!?

    Mudando de assunto, vcs assistiram o Eduardo Campos na Roda Viva?

    Sabem, gostei de uma coisa, embora seja óbvio: ele diz que a política está polarizada, e que há falta de humildade do PT em reconhecer benefícios do FHC na presidência; assim como há falta de humildade do PSDB em reconhecer a melhoria da qualidade de vida da classe baixa no período do Lula.

    Isso é uma maneira diferente de dizer que falta maturidade política, até mesmo dos partidos, de discutir aquilo que é realmente para o Brasil como país, e não para determinada classe social ou grupo de pessoas.

    Infelizmente o Eduardo Campos não se posiciona nos assuntos populares mais cabeludos: drogas, aborto, casamento gay.

    E também mistura tudo defendendo tanto a reforma agrária ao mesmo tempo que defende os agricultores…

    Além disso, um partido socialista que diz que quer cortar pela metade o número de ministérios é muito estranho…

    Enfim, o que vcs acharam?

  20. Chesterton said

    Deu no Estadão: Governo paga quase 30% dos salários do pessoal ocupado no Brasil, diz IBGE

    http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-brasil,governo-paga-quase-30-dos-salarios-do-pessoal-ocupado-no-brasil-diz-ibge,186198,0.htm

  21. Chesterton said

    O governo também pagou os salários médios mensais mais elevados, R$ 2.723,29, contra uma média de R$ 1.842,09 das entidades sem fins lucrativos e R$ 1.722,71 das entidades empresariais.

    chest- continuando aí de cima: fica óbvio que parte do pagamento que iria para quem produz vai para o salario de empregados publicos.

  22. Chesterton said

    governo Obama: (ai, ai, ai)

    http://www.forbes.com/sites/theapothecary/2014/02/05/white-house-its-a-good-thing-that-obamacare-will-drive-2-5-million-americans-out-of-the-workforce/

    Press Secretary Jay Carney claimed that 2.5 million Americans leaving the workforce was a good thing, because they would no longer be “trapped in a job.”

    chest- Secretario de imprensa do Obama afirma que 2 milhoes e meio de americanos perdendo emprego por causa do oba-obamacare é uma coisa boa, pois assim sairiam da armadilha do emprego….mas dá para ser mais boçal que isto?

  23. Daise said

    Guatambu em #19

    Em linhas gerais achei o mesmo que você.
    Nem fede nem cheira. Aparentemente.

    Na minha opinião não cheira, mas fede.
    Eduardo Campos irá, no 1o turno, atrapalhar a performance da Dilma no curral eleitoral do Nordeste.E resolveu feder.
    Fedendo chamou várias vezes a “mãe do Pac” de “madrinha da inflação”.Chamou Dilma de incompetente desde sempre, até quando ainda era ministra da minas e energia de lula.Inclusive na gestão desastrosa da Petrobrás e da Eletrobras (teoricamente as áreas de especialidade da dita cuja).

    Por outro lado mostrou extrema fraqueza ao “enrolar” nas respostas envolvendo lula e acabou perdendo o respeito dos entrevistadores.

    Acho que ele vai feder, mas não cheirar.

    E por falar em cheirar o que você acha que o Aécio anda cheirando?

  24. Daise said

    Caros comentaristas

    Padilha começa bem a candidatura ao Governo do Estado de S.Paulo.
    Dilma afirma que Skaf é a “formula” para haver 2.o turno em SP.

    Padilha deve se conformar com a derrota.
    E ainda fazer o papel de “corno contente”.

  25. chesterton said

    Aecio esta caretão, a paternidade é a causa.

  26. chesterton said

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/antoniodelfim/2014/05/1461023-desigualdade.shtml

    Sobre cienticismo

  27. Daise said

    O PT NÃO TEM GENTE QUALIFICADA PARA LEGISLAR NEM PARA GOVERNAR S. PAULO>

    Em S.Paulo, a coisa fica cada dia mais evidente:

    http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,camara-municipal-de-sao-paulo-aprova-fim-do-rodizio-municipal-de-veiculos,1172986,0.htm

    Vereador do PT, presidindo a Câmara Municipal aprova lei em segundos contra o Prefeito, que terá que vetar.
    SP com rodízio é uma caos…e o PT aprova o fim do rodízio.
    Haddad deveria renunciar.Ser prefeito de SP não é para incompetentes.

    Isto sem falar no bandido deputado Moura …o perueiro cúmplice do Tatto na “cosa nostra” do PCC.
    O negócio deles é queimar ônibus. Eliminar a concorrência.
    Tatto doou 200 mil pra eleger o assaltante deputado “redimido” que saindo da prisão acumulou 5 milhões em 5 anos.

    Acho que o Pax não estava acompanhando…estava fazendo pesquisas de campo informais com seus “personagens inesquecíveis” que sempre corroboram o que ele mesmo pensa e diz diz.

  28. Patriarca da Paciência said

    “Joaquim Barbosa consegue feito inédito para um presidente do Supremo: está completamente isolado; da Procuradoria Geral da República à Ordem dos Advogados do Brasil, passando pelo STJ e as maiores associações de magistrados, ele é visto como elemento de “insegurança jurídica”, “vingativo”, “desrespeitoso” e “premeditadamente agressivo”; ministro violou entendimento do STJ de 2009 para derrubar direito ao trabalho externo de presos em regime semiaberto; a cinco meses do final de seu mandato, Barbosa pode, a qualquer momento, sair fazendo barulho; porta dos fundos da história da Justiça está aberta para ele ”
    (blog 247)

  29. Patriarca da Paciência said

    “OS CORONEIS DO PT NÃO QUEREM AVANÇOS NO BOLSA FAMÍLIA”

    Quer dizer que os psdbistas aderiram de vez ao bolsa vagabundagem ?

    Agora estão até acusando o PT de ser “tímido” em relação ao assunto ?

    Nada como um dia atrás do outro, como já dizia minha mãe.

    Mas o povo não é bobo, como pensa a rede globo.

    O AH é sim, asim como o Traíra Campos, vão levar a maior surra !

    É só uma questão de tempo.

  30. Patriarca da Paciência said

    Por falar em Traíra Campos, o candidato do dito cujo não passa dos 10%. Enquanto isso o candidato do Lula ultrapassa 55%.

    Também em pernambuco o Traíra Campos vai levar a maior surra. Se houver uma coisa que o povo não perdoa é traição !

  31. Patriarca da Paciência said

    E o Ronaldo continua com o maior prestígio entre os travecos.

    O fã club traveco pede a volta de Ronaldo !

    http://esquerdopata.blogspot.com.br/2014/05/ronaldo-o-com-vergonha-e-o-sem-vergonha.html

  32. Daise said

    Companheiro Patriarca

    Em qual dos lulas você acredita?

  33. Chesterton said

    mas esses idiotas vão acabar pagando com a própria vida!

    http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/filha-e-ex-mulher-de-jose-eduardo-cardozo-sao-cercadas-por-bandidos-armados-no-morumbi

  34. Daise said

    Hiii Patriarca #31

    HISTÓRIAS SEM GRAÇA

    Fazendo uma pesquisa de campo não planejada encontrei um eletricista bebum que matou a pau ao ler seu comentário acima.

    O bebum, tomando umas e outras no botequim, disse sem pestanejar:
    “- O companheiro ficou com ciúmes, se sentiu traído e resolveu chutar o pau da barraca? Recorreu ao instinto?
    Deixa pra lá meu companheiro.Antes de casar sara.
    Outros homens virão”.

    Como não quero rolo, eu saí de fininho.
    Depois no cabeleireiro da cidade pude ouvir a fofocada:

    Matilde
    Homens são traiçoeiros mesmo. Você tem razão.
    O PT adora ser traido : ZD, Delúbio, Genoino, Cunha,Palocci, Rosemeire,etc.
    Sem falar no Vargas e no Vacarezza, ultimamente.
    O que acontecerá em S. Paulo?
    Suely
    Dilma fará propaganda e subirá altaneira no palanque do Skaf …
    Clotilde
    Padilha chiou…mas pelo jeito o palanque do Skaf é irresistível e o Padilha ficou com vontade de subir no “palanque” do Skaf no 2. turno. (cuckold)
    Homens são traiçoeiros…

    Ainda bem que sou casada com um!

  35. Daise said

    Companheiro Patriarca

    Pelo jeito o companheiro Padilha gosta de sentar no palanque dos outros e comemorar. Agora é com o facínora Maluf e ainda promete fotos da festa:

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/05/1461576-vai-ter-uma-foto-muito-bonita-com-o-pp-diz-padilha-sobre-alianca.shtml

  36. Daise said

    Companheiro Patriarca

    No Rio, Dilma promete sentar no palanque do Pezão que dizem ser maior do que o do Cabral.

    Lindinho chateado procura outro palanque pra sentar.

    PT GONE WILD!

  37. Daise said

    SENTEI MAS NÃO GOZEI

    http://oglobo.globo.com/pais/vargas-pede-que-conselho-de-etica-ouca-doleiro-youssef-para-sua-defesa-12641042

    O palanque do Youssef é conhecido faz tempo no governo federal.
    O cara nomeu até o Presidente da EBTU, compradora dos trens da Alston , da Siemens etc, também fornecedoras da Eletrobrás e da Petrobras.

    Youssef é o maior palanque disponível, mas quem já provou disse:

    SENTEI MAS NÃO GOZEI

  38. Daise said

    Enfim meu nobre companheiro Patriarca

    MINHA OPINIÃO

    O PT é um partido que senta em qualquer “palanque”, sem camisinha, em troca de votos no Legislativo e minutos de TV de propaganda,E como promíscuo se contaminou e passou a contaminar a política brasileira. Nada visto anteriormente.

    O PT se auto proclama o cafetão do povo através de medidas populistas e eleitoreiras que acabam atrasando a real prosperidade do nação brasileira.Mas tem medo da mudança.Virou um partido reacionário.

    Convivemos ha anos com promessas assistidas através da TV e que na prática nunca aconteceram. Ninguém está satisfeito.
    Dilma é a presidente mais incompetente de toda a República.
    (Collor foi saído,rapidamente)

    Concluindo: O PT e você não tem o direito moral de cobrar a atitude do Ronaldo – criticar a organização e declarar apoio ao candidato da Oposição.

    Ronaldo, menino pobre e esforçado , venceu na vida por méritos próprios como artista do futebol e é amado pelo povo. No mundo.

    Ele não se vendeu a Sarneys, Barbalhos, Malufs e Calheiros.
    O PT faz isso todo dia. Na TV.

    O PT diz que senta mas não goza! Sem querer querendo.

    PS. Patriarca eu nunca pensei que vc faria comentário de tão baixo nível. Um nojo.Eu lamento.

  39. Zbigniew said

    Será que vem mesmo a regulação dos meios de comunicação no Brasil?

    “Como disse um grande político brasileiro, em seminário no dia 15 de maior de 2012: “Os meios de comunicação no Brasil não trazem o outro lado. Isso não se dá por pressão de governo, mas por uma complexidade de nossa cultura institucional. Nós temos toda a arquitetura democrática, menos a alma”. É preciso lutar pelos mecanismos de regulação que permitam a diversidade. “Não há como regular adequadamente a democracia sem regular adequadamente os meios de comunicação”.

    O autor dessas palavras não é Lula nem Franklin Martins: é o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.”

    http://jornalggn.com.br/noticia/quem-mais-teria-a-ganhar-com-a-regulacao-seria-a-midia

  40. Zbigniew said

    E aqui um pouquinho do porquê do ódio visceral ao José Dirceu e a perseguição do Joaquim Barbosa ao mesmo:

    “O memos BV que a Globo, a DNA do Marcos Valério recebeu, tudo dentro das mesmas regras, refiro-me ao dinheiro do Visanet, fundo privado, que foi usado pelo aparato midiático-penal para condenar de forma injusta os petistas e, de forma especial o Zé Dirceu que, como sabemos, diversificou a verba publicitária, o que o tornou inimigo público numero 1 das Organizações Globo e de boa parte da população que se permitiu e permitiu cair no conto do vigário, uns por ignorância, e outros por malandragem mesmo, pois sabem que se trata de uma farsa montada por esse império para condenar quem não se submeteu às regras dos irmãos Marinho que, do alto de seus mais de 60 bilhões de reais no bolso, não param de tramar contra a nação, contra os interesses do povo brasileiro, contra todos nós. Chega!”

    Comentário de IA ao post http://jornalggn.com.br/noticia/quem-mais-teria-a-ganhar-com-a-regulacao-seria-a-midia

  41. Otto said

    O xoqui de jestão tucano é um sucesso:

    “O que aconteceria ao país se ante uma grave crise de abastecimento, um Ministro, Secretário ou Office-Boy da Dilma, após 20 anos no poder, dissesse essas 5 palavrinhas “Não podemos fazer mais nada” ?????????

    Na melhor das hipóteses a oposição em rede nacional, unida e cantando o hino nacional, pediria o impeachement da Presidenta e a prisão de todos os responsáveis por este descalabro.

    Pois isso foi dito. Na fuça de toda a imprensa e dos vereadores de SP. Não pelo governo da Dilma, mas sim pelos tucanos de SP.

    Pouco mais de 1 década depois de deixar o país inteiro sem luz elétrica, agora São Paulo morrerá de sede após o mês de Novembro, graças a mais um desastre administrativo e executivo de um governo tucano.

    Que São Pedro tenha piedade dos paulistas. Se bem que, para quem reelege tucano por 2 décadas, não existe merecimento de piedade alguma. Nem dos céus.

    E olha que sou paulistano. Mas nunca votei em tucanos. Graças a Deus.”

    http://jornalggn.com.br/noticia/clipping-do-dia-209#comments

  42. Patriarca da Paciência said

    Caro Zbigniew,

    eu também penso assim. A única maneira de fazer Justiça no famigerado “caso mensalão” é anular totalmente a famigerada ação e, logo em seguida, processar todos aqueles que contribuíram para que houvesse a famigerada ação, fosse processado por danos morais e materiais.

  43. Patriarca da Paciência said

    Comentário 32,

    Lula está certíssimo. Quem está com a barriga vazia, não pensa em nada a não ser em conseguir um pouco de alimento. A partir do momento em que a pessoa tem, pelo menos, o básico alimentar assegurado, Passa a ter um pouco de liberdade de ação e de pensamento.

    Somente pessoas totalmente obtusas conseguem distorcer um pensamento tão lógico e cristalino !

  44. Patriarca da Paciência said

    É também muito obtuso quem acredita que o PT considera que todas as pessoas que recebem Bolsa Família votam no PT.

    . Por incrível que pareça, como dizia o Tim Maia, “no Brasil puta goza e há pobres de extrema direita”. E parece que esse mal é maior ainda nas oropas. Por lá, sempre que há uma grave crise econômica, com enorme desemprego, a extrema direita ressurge. É o que está acontecendo agora. O Lula já diz ao contrário, quem sobe um degrau, quer sempre subir mais um, ou seja, quem tem o alimento básico assegurado, vai querer melhorar sua casa, comprar uma geladeira etc.etc.etc.

    Felizmente, no Brasil, os pobres de extrema direita são minoria e não chegam a fazer os estragos que conseguem lá pelas oropas.

    Eu mesmo conheço dois parentes da minha esposa que estudam às custas do governo, com financiamentos a juros baixíssimos e a longuíssimos prazo e, mesmo assim, não param de postar, na internet, boçalidades contra a Dilma e o Lula. Que sigam suas cabeças obtusas. Quem sabe algum dia eles compreendam alguma coisa.

  45. Patriarca da Paciência said

    Caro Zbigniew,

    eu também penso assim. A única maneira de fazer Justiça no famigerado “caso mensalão” é anular totalmente a famigerada ação e, logo em seguida, processar todos aqueles que contribuíram para que houvesse a famigerada ação, fossem processados por danos morais e materiais.

  46. Patriarca da Paciência said

    Pois não é ?

    O Ah é sim já era o candidato do arroxo, agora é também o candidato neopreocupado com os pobres !

    Durma-se com um barulho desses !

  47. Patriarca da Paciência said

    “Corno contente” mesmo é o FHC, o cara que conseguiu ser traído pela amante e assumiu totalmente a paternidade da “falha” da amada.

  48. Patriarca da Paciência said

    Boa charge do Bessinha – Campos ? Ou traíra ?

    http://www.conversaafiada.com.br/wp-content/uploads/2014/05/traira.jpg

  49. Chesterton said

    11 da manhã e esse funcionario publico relapso que é o Patriarca na internet….assim não anda para frente este país.

  50. Patriarca da Paciência said

    Chesterton, eu trabalho em turno único, como aliás é usual em grandes indústrias. Eu trabalho a tarde inteiro, até as 8:00 horas da noite.

  51. Patriarca da Paciência said

    “Presidente do Senado confirma: Joaquim Barbosa foi até ele para informar que está deixando a presidência do Supremo Tribunal Federal; vai se aposentar em junho; antes, Barbosa esteve com a presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto, para informá-la pessoalmente de sua decisão; depois, esteve com Renan e Henrique Alves, da Câmara (foto acima); ilhado nos meios jurídicos e a cinco meses do final de seu mandato na presidência do Supremo, ele antecipou suas despedidas do cargo; acabou a era Barbosa ”
    (blog 247)

    Será verdade uma notícia tão boa nesta manha.

    Será que o pesadelo acabou mesmo ?

    Será que os meios jurídicos voltarão à normalidade ?

    Ainda estou em dúvida. Barbosão é sempre imprevisível. A última dele é de que estava extremamente preocupado … com os presos paraguaios !

    Já pensou ? Um presidente do STF que não dá a mínima para os presos brasileiros, retornando para regime fechado quase cem mil apenados que estavam trabalhando em regime semiaberto e … vai se preocupar com os presos paraguaios ?

    Espero que se confirme mesmo tão boa notícia.

  52. Chesterton said

    e há pobres de extrema direita.

    chest- a pobreza não determina o caráter de uma pessoa.

  53. Otto said

    “Como cessou o opressor! Como acabou a tirania! Quebrou o SENHOR a vara dos perversos e o cetro dos dominadores, que feriam os povos com furor, com golpes incessantes, e com ira dominavam as nações, com perseguição irreprimível. Já agora descansa e está sossegada toda a terra. Todos exultam de júbilo” (Isaías 14:4-7).

  54. Otto said

    “Se for confirmada a aposentadoria de Joaquim Barbosa para junho, chegará ao fim uma das mais trágicas biografias do sistema jurídico brasileiro.

    O legado de Barbosa resume-se em duas palavras absolutamente incompatíveis com a posição de juiz e, mais ainda, de presidente da mais alta corte nacional: ódio e vingança. Foi a negação do brasileiro, um tipo cordial, compassivo e tolerante por natureza.

    A posteridade dará a ele o merecido espaço, ao lado de personalidades nocivas ao país como Carlos Lacerda e Jânio Quadros.

    Barbosa acabou virando herói da classe média mais reacionária do Brasil e do chamado 1%. Ao mesmo tempo, se tornou uma abominação para as parcelas mais progressistas da sociedade.

    É uma excelente notícia para a Justiça. Que os jovens juízes olhem para JB e reflitam: eis o que nós não devemos fazer.

    O que será dele?

    Dificuldades materiais Joaquim Barbosa não haverá de ter. O 1% não falha aos seus.

    Você pode imaginá-lo facilmente como um palestrante altamente requisitado, com cachês na casa de 30 000 reais por uma hora, talvez até mais. Com isso poderá passar longas temporadas em Miami.

    Na política, seus passos serão necessariamente limitados. Ambições presidenciais só mediante uma descomunal dose de delírio.

    Joaquim Barbosa é adorado por aquele tipo de eleitor ultraconservador que não elege presidente nenhum.

    Ele foi, na vida pública brasileira, mais um caso de falso novo, de esperanças de renovação destruída, de expectativas miseravelmente frustradas.

    Que o STF se refaça depois do trabalho de profunda desagregação de Joaquim Barbosa em sua curta presidência.

    Nunca, desde Lacerda, alguém trouxe tamanha carga de raiva insana à sociedade a serviço do reacionarismo mais petrificado.

    Que se vá – e não volte a assombrar os brasileiros.”

    Paulo Nogueira

    http://www.diariodocentrodomundo.com.br/o-legado-de-joaquim-barbosa/

  55. Chesterton said

    http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,mudanca-de-regime-por-decreto,1173217,0.htm

    golpe da Dilma

    A presidente Dilma Rousseff quer modificar o sistema brasileiro de governo. Desistiu da Assembleia Constituinte para a reforma política – ideia nascida de supetão ante as manifestações de junho passado e que felizmente nem chegou a sair do casulo – e agora tenta por decreto mudar a ordem constitucional. O Decreto 8.243, de 23 de maio de 2014, que cria a Política Nacional de Participação Social (PNPS) e o Sistema Nacional de Participação Social (SNPS), é um conjunto de barbaridades jurídicas, ainda que possa soar, numa leitura desatenta, como uma resposta aos difusos anseios das ruas. Na realidade é o mais puro oportunismo, aproveitando os ventos do momento para impor velhas pretensões do PT, sempre rejeitadas pela Nação, a respeito do que membros desse partido entendem que deva ser uma democracia.
    A fórmula não é muito original. O decreto cria um sistema para que a “sociedade civil” participe diretamente em “todos os órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta”, e também nas agências reguladoras, através de conselhos, comissões, conferências, ouvidorias, mesas de diálogo, etc. Tudo isso tem, segundo o decreto, o objetivo de “consolidar a participação social como método de governo”. Ora, a participação social numa democracia representativa se dá através dos seus representantes no Congresso, legitimamente eleitos. O que se vê é que a companheira Dilma não concorda com o sistema representativo brasileiro, definido pela Assembleia Constituinte de 1988, e quer, por decreto, instituir outra fonte de poder: a “participação direta”.
    Não se trata de um ato ingênuo, como se a Presidência da República tivesse descoberto uma nova forma de fazer democracia, mais aberta e menos “burocrática”. O Decreto 8.243, apesar das suas palavras de efeito, tem – isso sim – um efeito profundamente antidemocrático. Ele fere o princípio básico da igualdade democrática (“uma pessoa, um voto”) ao propiciar que alguns determinados cidadãos, aqueles que são politicamente alinhados a uma ideia, sejam mais ouvidos.
    A participação em movimentos sociais, em si legítima, não pode significar um aumento do poder político institucional, que é o que em outras palavras estabelece o tal decreto. Institucionaliza-se assim a desigualdade, especialmente quando o Partido (leia-se, o Governo) subvenciona e controla esses “movimentos sociais”.
    O grande desafio da democracia – e, ao mesmo tempo, o grande mérito da democracia representativa – é dar voz a todos os cidadãos, com independência da sua atuação e do seu grau de conscientização. Não há cidadãos de primeira e de segunda categoria, discriminação que por decreto a presidente Dilma Rousseff pretende instituir, ao criar canais específicos para que uns sejam mais ouvidos do que outros. Ou ela acha que a maioria dos brasileiros, que trabalha a semana inteira, terá tempo para participar de todas essas audiências, comissões, conselhos e mesas de diálogo?
    Ao longo do decreto fica explícito o sofisma que o sustenta: a ideia de que os “movimentos sociais” são a mais pura manifestação da democracia. A História mostra o contrário. Onde não há a institucionalização do poder, há a institucionalização da lei do mais forte. Por isso, o Estado Democrático de Direito significou um enorme passo civilizatório, ao institucionalizar no voto individual e secreto a origem do poder estatal. Quando se criam canais paralelos de poder, não legitimados pelas urnas, inverte-se a lógica do sistema. No mínimo, a companheira Dilma e os seus amigos precisariam para esse novo arranjo de uma nova Constituição, que já não seria democrática. No entanto, tiveram o descaramento de fazê-lo por decreto.
    Querem reprisar o engodo totalitário, vendendo um mundo romântico, mas entregando o mais frio e cinzento dos mundos, onde uns poucos pretendem dominar muitos. Em resumo: é mais um ato inconstitucional da presidente Dilma. Que o Congresso esteja atento – não apenas o STF, para declarar a inconstitucionalidade do decreto -, já que a mensagem subliminar em toda essa história é a de que o Poder Legislativo é dispensável.

  56. Daise said

    PADRÃO BRASIL OU PADRÃO PT? ou A BURRICE É CONTAGIOSA; O TALENTO, NÃO.

    Padrão Brasil
    MERVAL PEREIRA
    29.5.2014 10h12m
    Ao tentar rebater as críticas aos aeroportos brasileiros afirmando que eles não são “padrão Fifa” mas sim “padrão Brasil”, a presidente Dilma mais uma vez escorregou no improviso (dando de barato que não foi uma “sacada genial” de seus marqueteiros) e, sem querer, chancelou o “padrão Brasil” como definição de produto de má qualidade.

    Até hoje produtos “made in China” carregam consigo a desconfiança do consumidor, enquanto os “made in Japan” já conseguiram ser um atestado de qualidade. Os aeroportos “made in Brasil” definitivamente não são sinônimo de coisa boa, pelo menos enquanto não entram em funcionamento os novos terminais que deveriam estar prontos para a Copa do Mundo de futebol.

    O Brasil, como Nação, perdeu uma grande oportunidade de se mostrar ao mundo como capacitado a realizar grandes eventos como uma Copa do Mundo ou as Olimpíadas. Só havia uma razão para o governo brasileiro batalhar por essa realização, e por isso a China realizou as Olimpíadas de 2008, a África do Sul realizou a Copa do Mundo de futebol em 2010 e a Rússia vai ser a sede da Copa de 2018.

    se quiser leia mais…http://oglobo.globo.com/blogs/blogdomerval/

    Eis o PADRÃO PT:

    PAC do Saneamento: 54% das obras estão atrasadas ou paradas
    Estudo destaca que há 119 empreendimentos em ritmo inadequado
    Leia mais http://oglobo.globo.com/pais/pac-do-saneamento-54-das-obras-estao-atrasadas-ou-paradas-12641907#ixzz338nOlFnH

    Ou em linguagem popular e chula.
    O PADRÃO PT é :

    CONVERSA MOLE PARA BOI DORMIR.
    DE BOAS INTENÇÕES O INFERNO ESTÁ CHEIO.

    Come mortadela e arrota peru.
    Muito peido é sinal de pouca merda.
    Calça de veludo, bunda de fora.
    etc.

    O PROBLEMA É QUE O PT DETÊM O HARDWARE (GOVERNO FEDERAL) MAS NÃO TEM O SOFTWARE

  57. Daise said

    E O QUADRILHA, DIGO PADILHA?

    Procuradoria pede multa de R$ 750 mil por caravanas de Padilha em São Paulo
    Pré-candidato ao governo de São Paulo e Partido dos Trabalhadores são alvo de representação do Ministério Público Federal que pede o fim das viagens do ex-ministro pelo Estado

    http://blogs.estadao.com.br/fausto-macedo/procuradoria-pede-multa-de-r-750-mil-por-caravanas-de-padilha-em-sao-paulo/
    ……………..

    Do jeito que vai a campanha, logo logo Dilma irá sentar no palanque do Zé Maria Eymael
    Hey,Hey,Hey Mael…um democrata cristão.
    ( Suplicy fazendo o vocal)

  58. Daise said

    Prezado Chesterton em #55

    O assunto é gravíssimo.
    Reproduzo a análise do Rômulo Arantes para os outros comentaristas entenderem o que o PT deseja para o Brasil.

    Dilma decidiu extinguir a democracia por decreto. É golpe!
    Postado:Thu, 29 May 2014 19:45:02 +0000
    Atenção, leitores!

    Seus direitos, neste exato momento, estão sendo roubados, solapados, diminuídos. A menos que você seja um membro do MTST, do MST, de uma dessas siglas que optaram pela truculência como forma de expressão política.

    De mansinho, o PT e a presidente Dilma Rousseff resolveram instalar no país a ditadura petista por decreto. Leiam o conteúdo do decreto 8.243, de 23 de maio deste ano, que cria uma tal “Política Nacional de Participação Social” e um certo “Sistema Nacional de Participação Social”. O Estadão escreve nesta quinta um excelente editorial a respeito. Trata-se de um texto escandalosamente inconstitucional, que afronta o fundamento da igualdade perante a lei, que fere o princípio da representação democrática e cria uma categoria de aristocratas com poderes acima dos outros cidadãos: a dos membros de “movimentos sociais”.

    O que faz o decreto da digníssima presidente? Em primeiro lugar, define o que é “sociedade civil” em vários incisos do Artigo 2º. Logo o inciso I é uma graça, a saber: “I – sociedade civil – o cidadão, os coletivos, os movimentos sociais institucionalizados ou não institucionalizados, suas redes e suas organizações”.

    Pronto! Cabe qualquer coisa aí. Afinal, convenham: tudo aquilo que não é institucional é, por natureza, não institucional. Em seguida, o texto da Soberana estabelece que “todos os órgãos da administração pública direta ou indireta” contarão, em seus conselhos, com representantes dessa tal sociedade civil — que, como já vimos, será tudo aquilo que o governo de turno decidir que é… sociedade civil

    Todos os órgãos da gestão pública, incluindo agências reguladoras, por exemplo, estariam submetidos aos tais movimentos sociais — que, de resto, sabemos, são controlados pelo PT. Ao estabelecer em lei a sua participação na administração pública, os petistas querem se eternizar no poder, ganhem ou percam as eleições.

    Isso que a presidente está chamando de “sistema de participação” é, na verdade, um sistema de tutela. Parte do princípio antidemocrático de que aqueles que participam dos ditos movimentos sociais são mais cidadãos do que os que não participam. Criam-se, com esse texto, duas categorias de brasileiros: os que têm direito de participar da vida púbica e os que não têm. Alguém dirá: “Ora, basta integrar um movimento social”. Mas isso implicará, necessariamente, ter de se vincular a um partido político.

    A Constituição brasileira assegura o direito à livre manifestação e consagra a forma da democracia representativa: por meio de eleições livres, que escolhem o Parlamento. O que Dilma está fazendo, por decreto, é criar uma outra categoria de representação, que não passa pelo processo eletivo. Trata-se de uma iniciativa que busca corroer por dentro o regime democrático.

    O PT está tentando consolidar um comissariado à moda soviética. Trata-se de um golpe institucional. Será um escândalo se a Ordem dos Advogados do Brasil não recorrer ao Supremo contra essa excrescência. Com esse decreto, os petistas querem, finalmente, tornar obsoletas as eleições. O texto segue o melhor padrão da ditadura venezuelana e das protoditaduras de Bolívia, Equador e Nicarágua. Afinal, na América Latina, hoje em dia, os golpes são dados pelas esquerdas, pela via aparentemente legal.

    Inconformado com a democracia, o PT quer agora extingui-la por decreto.

    ESTE É O PADRÃO PT

  59. Daise said

    Cara Daise, em #54,

    Há quem lide com a verdade, há que lide com meias verdades e há quem lide com nenhuma verdade.

    Desses três tipos, quem lida com meias verdades ou com nenhuma verdade acaba achando que os outros são iguais.

    Não são.

    =)

    ESTE É PADRÃO PT

  60. Daise said

    Depois daquela nota
    29 de maio de 2014 | 2h 11
    E a nota redigida pela presidente da Petrobrás, Graça Foster, rasgada pela presidente Dilma Rousseff e substituída por uma resposta escrita de próprio punho ao Estado sobre a compra da refinaria de Pasadena, no Texas? Nunca mais se falou nela. Ficou esquecida na lata de lixo em que foi jogada num rompante, cujo custo revelou-se altíssimo.

    Na perspectiva das consequências geradas pelo gesto nesses últimos mais de dois meses, seria interessante revisitar o texto original. Segundo consta, dizia que o assunto estava sendo examinado pelas instâncias competentes (Tribunal de Contas da União, Polícia Federal e Ministério Público, além da própria Petrobrás) e que a posição do governo já havia sido explicitada por ela e pelo antecessor, Sergio Gabrielli, em audiências no Congresso.

    De fato, ambos haviam ido ao Parlamento para tratar do tema e dito, em suma, que à época a compra tinha sido considerada um bom negócio. Nenhum dos dois fez qualquer referência a decisões tomadas com base de informações incompletas e era nessa moldura que se enquadrava o texto sugerido por Graça Foster e rejeitado por Dilma. Se aceito, a coisa provavelmente teria ficado por aí.

    Agora, todo o esforço do governo na CPI de faz de conta montada no Senado tem sido para reparar o dano político causado pela equivocada avaliação da presidente de que, transferindo a responsabilidade para um “parecer técnica e juridicamente falho”, estaria matando o mal pela raiz e se precavendo de prejuízo maior durante a campanha eleitoral.

    Com aquela atitude a presidente não pretendia – como sugeriram alguns aliados para tentar salvar a situação – enfrentar a questão na base da firmeza e da transparência. Essa foi a versão escolhida para tentar reduzir o tamanho da ferida produzida pelo tiro no pé.

    E como é possível afirmar que a intenção da presidente não era a melhor? Pela reação da própria presidente. Se o motor do impulso fosse o desvendar da verdade, Dilma não estaria hoje dedicando-se à tarefa de fazer o diabo para impedir o Congresso de mostrar à nação o que vai pela Petrobrás.

    ESTE É PADRÃO DILMA DO PT

  61. Daise said

    Dizem por ai (o famoso “eles” de lula) que o PT ficou feliz “como pinto no lixo” com a saida JB do Supremo.
    Concordo, principalmente com o pinto e o lixo.

    ESTE É PADRÃO LIXO E PINTO FELIZ DO PT

  62. Daise said

    Sem esclarecer quem são “eles” nem explicar as razões do nervosismo, decola rumo a 1500. “Ficam dizendo que o Lula pensa que é ele que descobriu o Brasil. Se eu existisse na época eu teria descoberto mesmo. É que eu não existia”, delira o recordista mundial de bravata & bazófia sob risos e aplausos da plateia amestrada.

    Sorte dele. Se Lula estivesse no lugar de Cabral, não haveria uma Primeira Missa, mas um Primeiro Comício de curtíssima duração. Mesmo sem saber o que dizia aquela figura estranha, os donos da terra logo entenderiam que era tudo vigarice. A troca de espelhinhos por pedras preciosas comprova que eram tão ingênuos quanto os milhões de modernos primitivos que mantêm o PT no poder. Mas não sofriam de abulia paralisante que grassa no Brasil do século 21. E achavam que tapeação tem limite.

    Depois de cinco minutos de discurseira insuportável, até uma tribo de vegetarianos estaria transformada num bando de antropófagos ansiosos pelo começo do banquete. E já no dia 22 de abril de 1500 o descobridor do Brasil viraria comida de índio.

    ESTE É PADRÃO LULA DO PT

  63. Patriarca da Paciência said

    Desde criança eu ouço as pessoas comentarem sobre papos longos, chatos e vazios de conteúdo.

    São os comentários da Daise.

    Ô Daise, acho que com esses comentários você talvez consiga fazer com que alguns bois durmam.

  64. Patriarca da Paciência said

    http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/141739/Barbosa-deixa-STF-pela-porta-dos-fundos.htm

    Boa charge do Latuff

  65. Patriarca da Paciência said

    Daise,

    papos longos, chatos, vazios de conteúdo e repetitivos, são aquilo popularmente denominado de “conversa para boi dormir”

  66. Chesterton said

    “Me fiz comunista dos 16 aos 50 anos. Transitei por PCBR, MR8, e Partidão. Nos dois últimos, inclusive, integrei as respectivas direções em Pernambuco. Vivi em dupla militância durante aquele tempo, clandestinamente sob tais catervas, e legalmente no MDB/PMDB. Em defesa da revolução comunista, cometi atentado contra a Santíssima Trindade, contra mim próprio, contra minha família, e contra o próximo. Naquelas condições cheguei a ser prefeito de Olinda entre 1983 e 1989. Deus, em sua infinita misericórdia, impediu que eu roubasse o povo olindense. Reneguei a ilusão diabólica há treze anos. Agora busco dar o mais firme combate a esquerdalha do PT e comandita que vêm desgovernando o País.

    José Arnaldo Amaral

  67. Daise said

    PAU E CIRCO Nelson Motta
    Após sete anos, das 167 intervenções urbanas prometidas, só 68 estão prontas e 88 atrasadas, e Lula explicou: ‘Vai levar alguns séculos para a gente virar uma Alemanha’

    ‘Macaco que muito mexe quer chumbo” é um velho e sábio ditado mineiro sobre os perigos da superexposição e do exibicionismo, mas certamente nem passou pela cabeça de Lula e Ricardo Teixeira quando fizeram o diabo para trazer a Copa do Mundo para o Brasil, imaginando os benefícios políticos e comerciais e esquecendo os riscos e consequências de se colocar no centro das atenções do mundo como sede de um evento dessa grandeza. E veio chumbo grosso.

    Recebidas como ofensas ao país, as críticas internacionais foram respondidas com bravatas grandiosas e apelos ao patriotismo paranoico, como se os estrangeiros só revelassem as mazelas e precariedades que estamos cansados de conhecer por maldade, inveja e má-fé, ou talvez por tenebrosas conspirações para atrapalhar a nossa Copa. É reserva de mercado: só nós podemos nos esculachar.
    Mas, depois de sete anos, das 167 intervenções urbanas prometidas, só 68 estão prontas e 88 atrasadas, e Lula explicou tudo: “Vai levar alguns séculos para a gente virar uma Alemanha.”

    O complexo de vira-latas também se caracteriza pela incapacidade de reconhecer erros, de responder a críticas e de tentar disfarçar o sentimento de inveja e inferioridade com a força bruta de hipérboles, bravatas e rosnados. Quando Nelson Rodrigues disse que a vitória na Copa de 1958 nos livrou do complexo de vira-latas, ao contrário de Dilma, não entendi que havíamos nos tornado cão de raça ou mesmo cachorro grande, mas que nos livrávamos do complexo porque nos assumíamos como vira-latas bons de bola.
    Sim, a vira-latice étnica e cultural é uma de nossas características mais fortes, para o bem e para o mal, e isso não há Copa nem metáfora genial que mude. Nesse sentido, ninguém é mais vira-latas do que os americanos, que também são os cachorros grandes do mundo.

    Outra expressão atual da vira-latice é a ostentação, como o novo estilo de funk que celebra a riqueza e o exibicionismo, com orgulho e sem vergonha. É a trilha sonora perfeita para o Brasil ostentação da propaganda oficial que nos mostra no melhor dos mundos e fazendo a Copa das Copas.
    Macaco que muito mexe…

    BRASIL: COPA PADRÃO PT

  68. Daise said

    Enquanto isso nas eleições:

    http://3.bp.blogspot.com/-ydtrPOxcvys/UhTc8CSLdjI/AAAAAAAAUbA/hrf2nHdscx4/s1600/a-estrela-desce.jpg

    Dilma vai sentar no palanque do Barbalho!

    ESTE É PADRÃO PT

  69. Daise said

    O Partido do Crime

    Não se trata de um evento trivial. Luiz Moura (PT-SP), deputado estadual, foi surpreendido numa reunião na sede da Transcooper, uma cooperativa de vans e micro-ônibus, de que ele é presidente de honra, em companhia de 13 pessoas que, segundo a polícia, são ligadas ao PCC. Um assaltante de banco foragido participava do convescote. Segundo a polícia, o encontro tinha o objetivo de planejar novos incêndios contra ônibus na capital. Os veículos atacados pertencem invariavelmente a empresas privadas, nunca às tais cooperativas.

    Moura integra o grupo político de Jilmar Tatto, deputado federal licenciado (PT-SP) e secretário de Transportes da gestão Fernando Haddad. O próprio Tatto é muito influente nisso que já foi chamado “transporte clandestino”, tornou-se “alternativo” e acabou sendo oficializado. Hoje, as cooperativas celebram contratos bilionários com a prefeitura.

    Não há um só jornalista ou um só político de São Paulo que ignorem o fato de que o PCC se imiscuiu na área de transportes por meio de cooperativas. Em 2006, foi preso um sujeito chamado Luiz Carlos Efigênio Pacheco, então presidente da Cooper-Pam. Conhecido como “Pandora”, o homem foi acusado de financiar uma tentativa de resgate de presos de uma cadeia de Santo André. Ele negou ligação com o crime organizado, mas disse que, por ordem de Tatto, então secretário de Transportes da gestão Marta Suplicy, levou para a sua cooperativa integrantes do PCC. O chefão petista repeliu as acusações. Só não pode repelir a sua óbvia proximidade com as ditas cooperativas e o incentivo que deu, ao longo de sua carreira, a essa, vá lá, “modalidade de transporte”.

    Há muito tempo a PF já deveria ter se interessado por esse assunto –e não só em São Paulo. Seja o deputado Luiz Moura culpado ou não –já volto a seu caso–, o transporte público tem sido uma das portas de entrada do crime organizado no Estado brasileiro. O setor está se transformando numa lavanderia do dinheiro sujo, com tentáculos no Executivo e no Legislativo. Para saltar para o Judiciário, se é que já não ocorreu, é questão de tempo.

    Agora volto a Moura. Na quarta-feira, o deputado discursou na Assembleia Legislativa. Ele se disse inocente e afirmou que está sendo perseguido pela imprensa. Entenda-se por “imprensa”, leitor amigo, aquela gente que decide noticiar o que é notícia, o que costuma incomodar os companheiros, daí que eles tenham convencido a presidente Dilma a abraçar a tese da “regulação da mídia”. Li, na quinta, nesta Folha, a seguinte declaração de Moura: “Hoje, a imprensa, indiscriminadamente, noticia que fui um ladrão, que fui um assaltante, sempre relembrando o passado. E a Constituição é muito clara: diz que todo o cidadão tem o direito de se recuperar”.

    Bem, em primeiro lugar, ele realmente foi “ladrão e assaltante”. E não cumpriu os 12 anos de pena a que foi condenado porque fugiu. No dia 5 de janeiro de 2005, ao obter o perdão judicial –e isso também foi noticiado–, assinou uma declaração de pobreza em juízo, afirmando “ser pobre na acepção legal do termo, não tendo, portanto, condições de prover as custas e demais despesas processuais e o ressarcimento da vítima, sem prejuízo do sustento próprio e de sua família”. Tadinho!

    Quatro anos depois, ele já era dono de um posto de gasolina onde funcionava um caça-níqueis. Ao concorrer a deputado federal, em 2010, declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$ 5.125.587,92 (mais de R$ 1 milhão por ano, desde aquela sua pobreza fabulosa). Pergunta: agora que é milionário, fez alguma coisa para “ressarcir a vítima”?

    No PT, Moura já não é um qualquer. Na sua festança de aniversário, a figura de destaque foi Alexandre Padilha, ex-ministro e pré-candidato do PT ao governo de São Paulo. Discursou com entusiasmo. Se Padilha vencer, Moura poderá ajudá-lo a cuidar da área de transportes, como ajudou Marta Suplicy e Fernando Haddad. Está em sua honrada biografia.

    Romulo Arantes

    ESTE É PADRÃO PT

  70. Daise said

    O Partido do Crime: Marta sentou no palanque do Luiz Moura

    ESTE É PADRÃO PT

  71. Daise said

    RELAXA E GOZA!

    ESTE É PADRÃO PT

  72. Patriarca da Paciência said

    A Daise conseguiu um grande feito ! Aperfeiçoou a “conversa para boi dormir” transformando-a em “conversa para elefante dormir”

  73. Pax said

    O que impressiona na Daise é a semelhança com a tinta da Michelle que seguiu o Carlão.

    Curioso.

    Parece que a turma fez o mesmo curso.

    =)

    Enviada do meu iPhone

    >

  74. Patriarca da Paciência said

    Daise,

    não sei se você percebeu, mas o reinaldo rola-bosta vem classificando o Lula, faz décadas, de “apedeuta” “cachaceiro”, “chefe de quadrilha” etc.etc.etc. e, até hoje, em nada o afetou.

    O reinaldo rola-bosta continuou com sua tradicional claque de 1% e o prestígio do Lula só aumenta, inclusive a nível internacional. Hoje o Lula tem bem mais diplomas universitários que o Fernando Henrique Cardoso.

    Como você mesmo escreveu, “uma mentira repetida mil vez, tornar-se apenas uma mentira recorrente”.

    Para com essas conversas para “elefante dormir” e tenta desenvolver um diálogo, em lugar de um monólogo vazio de conteúdo, chato, cansativo e inútil !

  75. Chesterton said

    Hoje o Lula tem bem mais diplomas universitários que o Fernando Henrique Cardoso.

    chest- e não tem curso secundário completo, é um espanto!

  76. Patriarca da Paciência said

    “Fica a esperança de que o mais grosseiro e despreparado de todos os juízes que já passaram pelo STF seja um dia lembrado nos bancos escolares de direito como um exemplo a não ser seguido”

    http://www.brasil247.com/pt/247/artigos/141771/A-melhor-not%C3%ADcia-do-ano.htm

    Hoje o Lula tem bem mais diplomas universitários que o Fernando Henrique Cardoso, concedidos pelas melhores universidades, nacionais e internacionais.

  77. Patriarca da Paciência said

    A Melhor Notícia do Ano

    BEPE DAMASCO
    30 DE MAIO DE 2014 ÀS 07:26
    Fica a esperança de que o mais grosseiro e despreparado de todos os juízes que já passaram pelo STF seja um dia lembrado nos bancos escolares de direito como um exemplo a não ser seguido
    No final da manhã fria para os padrões cariocas desta quinta-feira, 29 de maio, entro na internet em busca de notícias com a certeza de topar pela milésima vez com mais manchetes sobre greves e manifestações ou problemas nos estádios e em outras obras para a Copa. Coisas de uma mídia conservadora e partidarizada que, mais uma vez, vai perdendo a queda de braço com a realidade, já que os estádios estão prontos e grande parte das obras também. Mas não. Desta vez o destaque absoluto é para o périplo de Joaquim Barbosa pelo Congresso Nacional e Palácio do Planalto para anunciar sua aposentadoria em junho. Comemorei como pretendo comemorar um gol do Neymar na final da Copa. Afinal, não é toda hora que se recebe um notícia capaz de tornar o Brasil um país melhor.

    Ao longo do seu protagonismo midiático, que teve início em 2007 quando o Supremo aceitou a denúncia contra os réus da Ação Penal 470, Barbosa disseminou ódio e intolerância, violou o Código Penal e o Código de Processo Penal, desprezou jurisprudências, afrontou a Constituição brasileira, cerceou o direito dos réus à ampla defesa, aplicou teorias jurídicas estapafúrdias para condenar sem provas, desprezou o depoimento de mais de 600 pessoas que negaram o mensalão (para dar crédito apenas ao denunciante), fatiou o processo da forma mais oportunista, sustentou toda a acusação sob o falso pilar do desvio de dinheiro público, aplicou penas absurdas ( Marcos Valério cumpre pena de mais de 37 anos, enquanto o jovem que tirou a vida de 67 militantes trabalhistas, na Noruega, pegou 17 anos), enfim, é responsável pela maior farsa da história do Judiciário brasileiro. Sua falta de espírito democrático, de respeito a ideias divergentes e de um mínimo de civilidade no trato com os outros ministros proporcionaram cenas constrangedoras difíceis de esquecer.

    Não satisfeito, inovou ao se transformar no primeiro presidente de Suprema Corte dublê de chefe de carceragem. No exercício dessa função canhestra e bizarra, perseguiu de maneira implacável os presos petistas. Sofrendo de cardiopatia grave, Genoíno é mandado de volta para a Papuda, enquanto José Dirceu, que cumpre pena de forma ilegal há seis meses, já que foi condenado pelo regime semiaberto e cumpre pena no regime fechado, vê negados todos os seus pedidos para trabalhar fora, sob as justificativas mais torpes e mentirosas. Acabou por suspender o direito ao trabalho de todos os outros presos da AP 470, trancafiando todo mundo de volta na Papuda. Na tentativa de dar algum verniz de legalidade a esses atos apelou para a exigência do cumprimento de pelo menos 1/6 da pena para se ter direito ao trabalho externo.

    Com essa medida insana, que se choca com decisões de tribunais superiores e com toda jurisprudência, ele não só se lixou para a situação dos quase 100 mil apenados que cumprem pena no semiaberto e trabalham, como deu a derradeira demonstração de que pratica uma espécie medieval de direito, na qual não há espaço para um pingo de humanismo, mas sobram impulsos mesquinhos e vingativos. Os recursos da defesa dos presos, pedindo que o plenário do STF se posicionasse sobre o direito ao trabalho, jamais foram pautados por Barbosa na ordem do dia do Supremo. Por temer a derrota entre seus pares, ele não hesita em lançar mão de uma prerrogativa execrável e antidemocrática do regimento do STF, que permite ao presidente da Corte a definição da pauta de votações.

    O fato é que, pelo conjunto da obra, Barbosa hoje é praticamente uma unanimidade negativa no mundo jurídico, diante do qual vive um isolamento irreversível. Todas as associações de magistrados já se manifestaram contra sua conduta, bem como juristas progressistas e conservadores, OAB, instâncias da Igreja Católica, movimentos sociais, intelectuais e artistas e centrais sindicais. Apenas reacionários até a medula de setores da classe média e da elite ainda aplaudem as atrocidades cometidas por Barbosa, além é claro da velha mídia monopolista, mas com defecções vindas de um ou outro articulista mais independente ou notadas através de algumas matérias críticas a Barbosa, publicadas principalmente no Estadão.

    Nem vou perder muito tempo aqui com considerações sobre episódios como a compra do apartamento de Miami, o emprego do filho por Luciano Hulck, na Globo, as diárias recebidas em viagens de férias, o convite para uma jornalista de O Globo acompanhá-lo em viagem autopromocional ao exterior, etc. Afinal, esses acontecimentos falam por si em relação ao falso moralismo de Barbosa,

    Joaquim Barbosa parte sem deixar saudade em todos aqueles que têm apreço pela tolerância e pelo debate democrático, pela afabilidade e serenidade, pela generosidade e pelo respeito à dor alheia. Fica a esperança de que o mais grosseiro e despreparado de todos os juízes que já passaram pelo STF seja um dia lembrado nos bancos escolares de direito como um exemplo a não ser seguido.

  78. Pax said

    Independente da origem da tinta, essa história do deputado do PT de SP que passou de ladrão de supermercados a milionário é um prato cheio pra oposição.

    Tem André Vargas a dar com pau na agremiação.

    No PSDB os caras são mais chiques, andam de helicópteros e “cheiram” talco fino.

    =)

    Enviada do meu iPhone

    >

  79. Guatambu said

    Pax,

    Vc ainda não me respondeu: definição de consumo desenfreado.

  80. Guatambu said

    Nossa!

    hahahahhaha

    Abro o Valor hoje e leio: “Ex-ministra de Comunicação de Dilma vai trabalhar na campanha de Skaf”

    Pobre coitado, tá fodido!

    hahahahahahaha

    Será que essa ministra vai ensiná-lo a fazer os discursos inflamados a la Dilma?!

  81. Chesterton said

    Patriarca, diplomas recebidos sem frequentar o curso, sejam eles de Lulla ou FHC, são enfeite.

    ————————-

    O economista da Escola Austríaca, F. A. Hayek, escreveu um livro onde expõe aquele que seria o erro fatal do socialismo, seu grande equívoco intelectual. Em The Fatal Conceit, ele mostra que a arrogante idéia de que os homens podem moldar o mundo de acordo com suas vontades levou a experimentos sociais catastróficos. Hayek sustenta que nossa civilização depende de uma extensa ordem de cooperação humana voluntária para seu avanço ou mesmo preservação. Abandonar esta ordem de mercado para adotar a moral socialista seria destruir a civilização e empobrecer a humanidade.

    Hayek é um defensor da razão, e justamente por isso entende que mesmo a razão humana tem seus limites. Através da nossa própria razão, podemos entender que a ordem gerada sem um design arquitetado pode superar e muito os planos elaborados conscientemente pelos homens. O socialismo, com a idéia de planejamento central, parte da ingênua visão de que a “racionalidade” humana pode desenhar a sociedade “perfeita”, aquilo que Hayek chamou de “racionalismo construtivista”. O ponto de partida de Hayek é o insight do filósofo David Hume, de que as regras da moralidade não são conclusões da nossa razão. Para Hayek, há um processo evolutivo da moralidade, e ela não seria nem instintiva, nem criação da razão, mas algo entre ambos. Em nome da razão, os socialistas acabam a destruindo!

    Roberto carlos

  82. Pax said

    Caro Guatambu,

    Nem vi a pergunta. Perdoe-me. Qual comentário?

    Enviada do meu iPhone

    >

  83. Patriarca da Paciência said

    Chesterton,

    essa visão de socialismo com “planejamento central” faz muito tempo que está morta e sepultada. Aliás o PT nunca a defendeu e os países escandinavos faz muito tempo que a abandonaram.

    Socialismo hoje em dia significa bem estar físico e psicológico das pessoas.

    Cada um estar consciente de que precisa e, tem a obrigação, de contribuir com sua cota de sacrifício para promover o bem estar geral. Entre as cotas de sacrifício estão: pagar impostos e respeitar as leis.

    Na base da lei da selva, cada um procurando apenas o que lhe é vantajoso, a vida torna-se um verdadeiro inferno.

    As empresas devem ter responsabilidade social, como grande parte dos empresários já estão praticando. As pessoas devem respeitar e tratar bem a todos. A visão de pessoas famintas e maltrapilhas, sempre que se sai às ruas, acho que só faz bem aos sádicos.

    Então é isso aí. O que menos preocupa o PT são os grande teóricos.

  84. Pax said

    O caro Patriarca mandou muito bem acima. Aprende Chesterton, velho e bom Chesterton.

    =)

    Enviada do meu iPhone

    >

  85. Chesterton said

    Socialismo hoje em dia significa bem estar físico e psicológico das pessoas.

    chest- com um primarismo conceitual cono esse não dá nem para começar. Mas, enfim, de novo socialismo é a promessa do céu paradisíaco na Terra. Essa religião é de fanáticos.

  86. Patriarca da Paciência said

    “chest- com um primarismo conceitual cono esse não dá nem para começar. Mas, enfim, de novo socialismo é a promessa do céu paradisíaco na Terra. Essa religião é de fanáticos.”

    Ou seja, os países escandinavos, aqueles que estão no topo da civilização, são todos primários !

    É claro que apenas na visão estapafúrdia do Chesterton .

  87. Zbigniew said

    Excelente, Patriarca. É por aí mesmo.

  88. Chesterton said

    Hoje é um dia histórico, Pax et caterva decidiram que em 30 de maio de 2014 o significado da palavra socialismo mudou!!! Alvíssaras .

    Não que o socialismo onde foi implantado de verdade (URSS, CUBA e Coreia do Norte) não tenha trazido o oposto do desejo do Patriarca, mas que a burrice de vocês é tamanha que confundem o meio com o objetivo. Quem não acha desejável a harmonia entre os homens e a paz na Terra? Patriarca, agora você é São Francisco?

    Não, mas Patriarca se julga pio, puro e por isso, superior. Seus desejos o autorizam a desfilar um monte de besteiras e ele sai de cabeça erguida. É uma comédia.

    Mas eu já previa a resposta do Patriarca e vim no metrô pensando como se diria nórdico em latim. Antes de ler as respostas dei uma googlada e descobri: borealis.

    O dia então será duplamente histórico, vocês testemunham a criação de um neologismo chestertoniano (que honra para vocês, cabecinhas de bagre), uma falácia nova que breve estará oficializado, podem apostar:

    ARGUMENTUM AD BOREALIS

    Quando um mentecapto esquerdista não sabe como justificar as merdas do socialismo, manda esta: “porque os países escandinavos…bla,bla, bla.

    Hoje me vez de me entediar, vocês me divertem.

  89. Pedro said

    Sem querer me meter, mas já metendo:

    “Entre as cotas de sacrifício estão: pagar impostos e respeitar as leis.”

    Ué, no capitalismo também não é assim?

  90. Pedro said

    Como é o marxismo, na prática, em 42 segundos:

    :-)

  91. Chesterton said

    …e obedecer lei é sacrifício só para criminosos. Bem PT.

    O partido do crime (Hoje na FSP)

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/111294/

  92. Pax said

    Mas, Chesterton,

    1 – quem disse que a minha social democracia é igual ao teu socialismo?

    2 – Titio Rei? Mas.. não era o amiguinho de bonecas do Demóstenes Torres? Logo ele vem falar de respeitar leis?

  93. Chesterton said

    Eu digo que a social democracia (capitalismo + welfare state) é diferente de socialismo (ausencia de capitlismo, ausencia de direito a propriedade privada e tirania).

    E não existe “teu” socialismo , a “tua” social democracia. Elas são o que são independente da sua opinião, se você está dormindo ou acordado, etc…

    Tio Rei cometeu crime? Me conta.

  94. Guatambu said

    Chesterton,

    O socialismo hoje é o capitalismo, só que social, entende? (Patriarca)

    Porque o capitalismo está na proposta do governo, temos verba pra isso. (Dilma)

    yeyyyyyyyyy!!!!!!!! (Torcida)

  95. Guatambu said

    Pax,

    Vc disse, em um comentário ao final do post passado, que o mundo precisa parar com esse consumismo desenfreado.

    Coisa parecida.

    Estou pedindo que vc me defina o que é, então, esse consumismo desenfreado. Quem foi o cara que definiu a lei que diz que o consumismo é comprar X e não poder comprar Y.

    Se possível, de exemplos, do tipo:

    - a pessoa A tem um cama, uma mesa, um computador – essa aqui não é consumista desenfreada segundo a lei que o fulano X criou sobre consumismo desenfreado

    - a pessoa B tem uma cama, uma mesa, um computador e um iphone – essa pessoa é uma consumista desenfreada e merece ouvir todos os discursos de sustentabilidade da Al Gore e da Marina Silva e queimar ao sol sem camada de ozônio provocada por ele mesmo para ele servir de exemplo aos outros da mesma espécie

    hehe

    exagerei de propósito. Mas vc entendeu a ideia.

    É sexta, to feliz, vai ter copa.

  96. Chesterton said

    94, cuidado, esta idiota contagia :)

  97. Chesterton said

    30/05/2014 às 9:08 \ Filosofia política, Socialismo
    A arrogância fatal: quando o intelectual pensa que pode moldar o mundo à sua maneira

    “A maior parte das vantagens da vida social, especialmente em suas formas mais avançadas que chamamos ‘civilização’, depende do fato de que o indivíduo se beneficia de maior conhecimento do que ele está ciente.” (Hayek)

    O economista da Escola Austríaca, F. A. Hayek, escreveu um livro onde expõe aquele que seria o erro fatal do socialismo, seu grande equívoco intelectual. Em The Fatal Conceit, ele mostra que a arrogante idéia de que os homens podem moldar o mundo de acordo com suas vontades levou a experimentos sociais catastróficos. Hayek sustenta que nossa civilização depende de uma extensa ordem de cooperação humana voluntária para seu avanço ou mesmo preservação. Abandonar esta ordem de mercado para adotar a moral socialista seria destruir a civilização e empobrecer a humanidade.

    Roberto Carlos

  98. Pax said

    Caro Guatambu,

    Sei lá de lei que defina o ponto que uma pessoa passa de um consumo razoável para um desenfreado. Nem mesmo sei que discurso tem Marina ou Al Gore sobre o tema.

    Sei de mim.

    Hoje gasto um décimo, exatamente, que gastava. Tinha sobrando, vivia na cidade, comia fora 6 vezes por semana, trocava de sapatos todos os meses, comprava roupa nova quase toda semana etc etc.

    Essa semana comprei uma botina. A ultima que tinha comprado era uma Timberland que deve custar uns R$ 500 na loja.

    A que comprei, depois de uns 10 anos, custou R$ 84 na loja de ração. Isso que escolhi e não tinha meu número. Esperei 2 meses pra chegar. É linda a botina. E creio que mais durável que a Timberland.

    Claro que comprei botinas de roça.

    De novo sei lá de lei. Tenho absoluta certeza, sim, que vivia um consumismo desenfreado e agora não.

    O último carro zero que comprei foi em 1998.

    Moto não, comprei a que fui pra Ushuaia peguei zero em fev de 2012. E foi luxo, sim.

    Qq coisa por favor me inquira. E desculpa por não ter visto a pergunta. Esses dias foram um pouco corridos.

    O blog está devendo alguns posts.

    Enviada do meu iPhone

    >

  99. Guatambu said

    Pax,

    Relaxa!

    Mas permita-me discordar quando você diz que “o mundo tem que parar com esse consumismo desenfreado”….

    Por que?

    Essa linha que separa o que é adequado do que é desenfreado é individual! Não podemos julgar isso.

    E isso não tem a ver com política, talvez, no máximo, se for pra definir alguns limites

  100. Pax said

    Mais ou menos, caro Guatambu. Com certeza não estou querendo invadir qualquer espaço do livre arbítrio, que também considero sagrado.

    Mas o consumo desenfreado traz em seu bojo uma série de questões que não podem ficar sem reflexão.

    Energia é um dos pontos, água, o quantidade de terra agrícula disponível, o lixo produzido, enfim, tem assunto pra muitas teses aqui.

    Tanto que essa é uma discussão atual, real, presente.

    O planeta é finito, sim.

    Pretendo voltar ao assunto. Agora é que não consigo, tenho uma manobras pra fazer aqui. Volto depois.

  101. Chesterton said

    98, que pobrismo, tem ideia de quanta gente pobre depende de teu consumo para comer?
    E quanto imposto deixou de arrecadar? (essa é gozação).

  102. Chesterton said

    Sempre que príncipes do pensamento — e da gramática! — como Emir Sader saúdam o caráter “progressista” do PT, eu e ele pomos a mão na carteira, por motivos diferentes.

    O petismo, obviamente, não é e nunca foi, digamos, “progressista”. A turma é autoritária, aí sim, e isso, obviamente, é outra coisa. O petismo é hoje um meio de vida. A turma se apoderou do estado e não quer largar o osso de jeito nenhum. E aí vale tudo.

    E, se vale tudo, vale também uma aliança com Paulo Maluf não apenas por motivos pragmáticos. Ao contrário. Eles têm é orgulho mesmo. O petismo é a profissionalização do malufismo. O petismo é malufismo transformado num sistema. O petismo é o malufismo pós-romântico, entendem? O malufismo ainda era aquela coisa que dependia do talento individual para certas práticas, como Butch Cassidy e Sundance Kid. Notem: há uma certa inocência perversa em Maluf, como alguém que não consegue fugir à sua natureza. O PT é a racionalização da voracidade malufista.

    A foto em que Lula e Fernando Haddad posam — Emir Sader escreveria “pousam” — ao lado de Paulo Maluf nos Jardins da Babilônia da mansão do notório político já fez história. Alexandre Padilha deve achar que o chefão do PP em São Paulo é uma espécie de talismã. E foi também ele em busca da sorte. Vejam as duas imagens, publicadas pela Folha.

    PT E MALUF

    É isso aí. Em 2010, Marilena Chaui tentou explicar a aliança do PT com Maluf. Segundo essa grande pensadora, Maluf não é de direita porque “sempre se apresentou como engenheiro”. Para Marilena, quando o sujeito é engenheiro, não é de direita; quando é de direita, não é engenheiro.

    Entenderam onde foi parar o petismo? Dá pra descer mais? Sempre dá.

    Por Renato Amorim

  103. Daise said

    As-Salaam-Alaikum, companheiro Pax

    O que impressiona na Daise é a semelhança com a tinta da Michelle que seguiu o Carlão.Curioso.

    Pausa para interpretar o comentário do companheiro Pax

    Pax: O carlão eu não conheci.Mas a Michelle foi a minha inspiradora para criar a personagem “Daise”.

    Ela é feroz anti-asneiras petistas e muito combativa.
    Paulista e paulistana com muito orgulho.. Nasceu a 1 quarteirão da Av. Paulista. Gosto muito dela.
    Pelo visto você não.
    Está tentando intimidar a personagem Daise só por ser mulher?
    Mulheres não podem ser mais inteligentes e ou ter opinião contrária às suas?
    Abra o jogo, meu caro.

    PS. Ficar imitando a dilma bolada sobre helicópteros e talco fino, meu caro Pax apenas …repercute a dilma bolada.

  104. Chesterton said

    ” PLAYBOY INGRATO”?
    Seus pais pagam impostos a vida toda e se mataram para pagar uma boa escola, já que a escola pública é fraquíssima!
    Você é bom aluno a vida toda, para valorizar o que seus pais gastam com você.
    Você se mata de estudar para poder entrar em medicina na universidade federal, pois não tem dinheiro para bancar uma faculdade particular.
    É federal ou rua!
    Tenta, por anos, entrar no curso que você quer. Sem cursinho ou fazendo um preparatório pago no sufoco.Engorda, deixa de se divertir, se estressa, estuda feito um cavalo… e enfim passa no vestibular.
    Descobre que a faculdade está podre, sem iluminação, com professores faltando, paredes rachadas e mofadas, cadeiras lascadas, sem material para aulas práticas..
    Depois de um ano, passa por uma greve. Fica meses parado para, depois da greve, ter aulas de manhã, de tarde e à noite, pois precisa ”recuperar o tempo perdido”. Sua vida vira um lixo…
    Você tem que comprar tudo que vai usar. Livros, materiais de aula, etc. Como você não tinha dinheiro para pagar faculdade particular, você vive de tirar xerox de livro e de gambiarras…
    Você tem que imaginar como seriam aulas práticas, pois a universidade não tem material.
    Algumas matérias ficam mais de 6 meses sem professor.
    Você é usado como mão de obra barata…
    Atende nos ambulatórios do SUS, faz plantões onde o responsável dorme e te deixa sozinho atendendo, e ainda ouve que ”é assim mesmo”. Estudante tem que ralar…Ralou, ralou… se formou!
    Descanso?
    Perdeu, mané…
    Estuda mais ainda que no vestibular, para conseguir passar numa residência médica para especialização, contra uma concorrência feroz.
    Passa na prova…
    Jornada de trabalho de mais de 60 horas semanais, por uma bolsa de R$1.100,00 ao mês.
    Atende no SUS em ritmo industrial, com pouca supervisão e tem que tocar tanto serviço que mal estuda. É usado como um médico barato, quebrando galho e tendo que improvisar tudo, sozinho na maioria das vezes.
    O povo ameaça te matar, processar, bater quando não há vagas para internação, e você sofre ao ver pessoas morrendo por falta de coisas básicas, como antibióticos…Famílias abandonam doentes no hospital e você tem que brincar de detetive, bombeiros.
    Trazem pessoas em macas e somem, juízes te mandam seguir ordens estúpidas que vão contra as normas do hospital e da saúde pública… Você vê suicídios, pedofilia, pais de família baleados. Convive com o pior que o ser humano pode fazer…
    Passa o tempo, você é um especialista!
    Vai trabalhar no SUS, pois quer ser útil e ajudar pessoas.
    O salário é uma bosta e você vive fazendo gambiarra para poder ajudar as pessoas. O governo te dá o ”privilégio” de atender uma multidão de pessoas numa sala mofada, por vezes sem nem papel para prescrever medicamento.
    Vendo que não dá mais, você pensa em ser livre e sai. Não aceita mais ser cúmplice da farsa que é o SUS, e se sente mal por viver no aperto e tratar pessoas como gado.
    Tem que entrar em planos de saúde que te ferram, aceitando ganhar pouco para ser conhecido e é proibido de fazer milhares de coisas… mas dever, este têm de montão.
    Vai se tornando conhecido, se destacando… consegue montar um consultório, e no aperto, um passo por vez, vai melhorando de vida.
    Quando está bem, querido pelos pacientes, feliz com seu trabalho, sentindo que seu esforço valeu a pena, TEM QUE ESCUTAR DE UNS MERDAS SOCIALISTAS DE ARAQUE QUE VOCÊ É UM”DEVEDOR DA SOCIEDADE”!!!
    Que você é um playboy mimado, dinheirista, corporativista… que não gosta de pobre, que não luta pela saúde, que usou recursos do povo para se formar…
    Tem que ler a opinião de imbecis parasitas, que tomam chimarrão o dia inteiro e vivem de benefício do governo.
    Pessoas que nunca sentaram a bunda numa cadeira para estudar acham que você ganha muito pelo que faz, e que tem mais é que ”aprender uma lição”.
    É criticado, chamado de ”coxinha”, elite, reacionário, por pessoas que vivem de cargo comissionado do PT e ganham muito mais que você (e como bons socialistas hipócritas, NÃO dividem sua riqueza com o povo…).
    Todo fracassado vira um blogueiro ”formador de opinião” contra você.
    É usado como bode expiatório de um ministro da saúde estúpido, que só pensa em como agradar seu partido.
    Passa a ser culpado pelo SUS não ter leitos, por não ter material, por não ter vagas, por ter filas de espera.
    Criam uma campanha difamatória dos médicos, para poderem concretizar um esquema corrupto e bilionário com Cuba.
    Médico brasileiro vira o pior bandido que existe, e cubanos são santos…
    Abrem 200 universidades de medicina, médicos ganham menos de 1/4 do piso salarial da categoria, e o PT inventa que falta médicos!
    Dizem que ”deve haver debate”, mas no final o PT só faz o que queria fazer.
    Você tem escolha e sua opinião importa… apenas se for a mesma do PT, sair barato e ajudar na reeleição da quadrilha…
    Só não falam que os prefeitos não pagam em dia, que o médico do interior perde o emprego quando outro partido assume o governo, que no interior falta TUDO e TODO TIPO DE PROFISSIONAL, que não há hospitais e nem infraestrutura.
    Pregam para o povo que é só botar 5 médicos numa salinha, ”armados de boa vontade e humanismo” que tudo se resolve.
    Pois é, Dona Dilma e seu chefe Lula…, seu câncer não foi operado com uma faca de pão, vocês não ficaram 3 dias numa maca mijada de corredor, não tiveram que esperar 3 meses por uma tomografia e não foram suturados com fio errado porque não havia o tipo certo… Infraestrutura não importa, não é?
    No Sírio e Libanês só tem médico descalço, que olha no seu olho, pega na sua mão e, com a força do seu humanismo, dá um jeito!
    Médico não parece, mas é gente!
    Todo ser humano quer viver bem e evoluir!
    Um mendigo muda de ponto se ganhar mais esmola, um petista larga o emprego para virar assessor com salário de R$ 25.000,00, um motorista compra um caminhão melhor quando consegue… só médico tem que viver de brisa…
    Porque tanto ódio?
    Médico quer ser rico? Claro! assim como você adoraria ganhar na mega-sena.
    Te atenderam mal? Mude de médico, bolas… existe advogado ruim, mecânico trambiqueiro, professor chato..
    Sofre com o SUS? O médico também… salário de SUS e ambiente de trabalho são péssimos!
    VOTE DIREITO, pois a saúde é obrigação do ESTADO!
    Médicos não mandam no SUS e não tem poder nenhum sobre ele.
    São usados como operários assalariados de um governo podre e corrupto, que deixou de investir mais de 17 bilhões no SUS enquanto acusa médicos de serem gananciosos.
    O PT enriquece e nós somos os ”gananciosos”…Felizmente nem tudo está perdido…
    As pessoas decentes, com cérebro e moral percebem quem é o vilão da história, e nos são gratas pelo nosso esforço.
    Meus pacientes me dão mais carinho e gratidão que o ódio que recebo de fracassados ”revolucionários da justiça social” ..
    Por isso mesmo me esforço por eles e vivo sem culpa!
    Faço o bem, ganho a vida com isso e não devo nada à ninguém, exceto meus pais e mestres…
    Quer me cobrar “dívida social”?
    Eu pago… desde que cada beneficiário do bolsa família devolva o que recebeu, que cada petista devolva seu cargo comissionado e que cada bandido pague pelos seus crimes.
    Muita gente deve muito mais que eu à sociedade, mas eu sou o alvo apenas por ter me esforçado…
    Socialismo é lindo…quando você é o vadio que recebe o lucro do esforçado!
    A quadrilha criminosa no poder pode manipular as mentes fracas e podres, mas nunca vai dominar as pessoas de bem, que são rotuladas de ”elite reacionária”, mas que levam esse país para frente, mesmo levando a culpa por tudo…
    Eu não obedeço bandido, e por isso o PT nunca vai ter poder sobre mim!
    A única opinião me importa vem da velhinha que me abraça, do homem que me dá um peixe de presente por ter sido curado, da menina que desistiu do suicídio e me acena sorrindo na rua…
    PT e Cia.? Que se explodam! Num país decente, já estariam fora do poder ou presos…
    “Anísio B. Paduanni. (médico psiquiatra no estado do Mato Grosso do Sul)

  105. Chesterton said

    O líder do DEM na Câmara, deputado Mendonça Filho (PE), está apresentando nesta sexta-feira um Projeto de Decreto Legislativo pedindo a revogação do decreto da presidente Dilma Rousseff, que obriga os órgãos do governo a promover consultas populares sobre grandes temas, antes de definir a política a ser adotada e anunciada pelo governo. O decreto 8243/2014 cria a Política Nacional de Participação Social (PNPS) e diz que o objetivo é “consolidar a participação social como método de governo”.

    O governo Lula conseguiu conter os movimentos sociais, iniciando práticas como as grandes Conferências Nacionais, como a Conferência Nacional das Cidades. Indignado, Mendonça Filho disse que Dilma e o PT querem enfraquecer o Legislativo – responsável por discutir as propostas de governo – e criar cidadãos de “primeira e segunda classe”, alegando que apenas aqueles que integram movimentos sociais e sindicatos seriam ouvidos nos conselhos criados por Dilma.

    Mendonça Filho disse que a oposição poderá entrar em obstrução e não votar medidas provisórias, na próxima semana, caso Dilma não revogue o decreto, ou caso o Congresso não o aprove. Ele discutirá a questão na reunião dos líderes partidários da próxima terça-feira e pedirá que o projeto tenha urgência, para ser votado ainda na próxima semana.

    - Esse decreto é uma aberração. É uma desfaçatez o PT e a presidente Dilma chegarem ao nível de passar por cima do Legislativo, caixa de discussão e ressonância da sociedade. Dilma quer criar um poder paralelo – disse Mendonça Filho. Para ele, os integrantes das novas estruturas serão escolhidos pelo governo, o que já vicia todo o processo. – Serão os Conselhos dos Amigos do Poder. Quer criar um poder paralelo e ainda cidadãos de primeira e segunda classe. Para ser ouvido, o cidadão comum tem que estar associado a uma ONG ou a um sindicato – disse ele.

    O líder do DEM acredita que não se trata de governo e oposição e sim uma discussão que envolve o Parlamento. – O presidente da Câmara, Henrique Alves, tem sido um guardião das prerrogativas do Poder Legislativo e não vai aceitar isso – disse ele.

    Na prática, a proposta obriga órgãos da administração direta e indireta a criar estruturas de participação social. O decreto lista nove tipos de estruturas que devem ser utilizadas: conselho de políticas públicas; comissão de políticas públicas; conferência nacional; ouvidoria pública federal; mesa de diálogo; fórum interconselhos; audiência pública; consulta pública; e ambiente virtual de participação social.

    Além de criar nove tipos de formas de participação popular, o decreto ainda institui a Mesa de Monitoramento das Demandas Sociais, uma estrutura interministerial responsável pelas “pautas dos movimentos sociais e pelo monitoramento de suas respostas”. É uma forma de o Planalto tentar dar uma resposta rápida a reivindicações, o que poderia reduzir as grandes manifestações. O novo modelo já está sendo adotado, com o governo encaminhado um “Caderno de Respostas” às entidades.

    O texto diz estabelece que os órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta deverão, considerar as instâncias e os mecanismos de participação social previstos no Decreto para “a formulação, a execução, o monitoramento e a avaliação de seus programas e políticas públicas”. Na prática, ministérios e demais órgãos serão obrigados a criar conselhos, realizar conferências ou mesmo promover mesas de diálogo. (O Globo)

  106. Daise said

    CARPE DIEM!

    A SOCIEDADE DO PETISMO MORTO

    Sarney, Barbalho, Calheiros, Jucá, ZD, Genoíno,Delubio, Cunha, Vargas, Dilma, Mercadante, Mantega, Paulo Bernardo, etc.

    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2014/05/30/maluf-tornou-se-simbolo-da-reabsolvicao-eterna/

    e não perca ao final o video do Maluf “ensinando” padilha, digo Quadrilha, a se comportar em público. Discursar etc. Maluf sabe tudo de sacanagem política. Ë procurado pela Interpol. Se viajar será preso.

    BRASIL: PADRÃO PT:
    OS BANHEIROS DE AEROPORTOS BRASILEIROS FEDEM !

  107. Patriarca da Paciência said

  108. Patriarca da Paciência said

    “Roberto Freire e a virtude da gratidão
    freire
    Depois de parar de comer criancinhas, a virtude brotou na alma de Freire.
    O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, gosta muito de seu menino de recados, o sr. Bob Freire. O ex-devorador de criancinhas é um homem de virtudes cristãs muito caras ao pres. Zezinho.

    Além de ter renegado o comunismo ateu, o homem que fechou a lojinha do PCB e o transformou em partido-ordenança do Presidente Zezinho também ostenta a virtude da gratidão.

    Contemplado com uma modesta sinecura de 12 mil reais por mês pelo o Maior dos Brasileiros de Toda a História, quando de sua fugaz estadia na prefeitura de São Paulo, o bravo ex-procurador do INCRA no tempo da ditadura mostra agora sua gratidão àquele que lhe estendeu sua mão firme em um momento de desemprego por vontade popular.

    Roberto Freire liderou seu partido de fantoches em representação contra o presidente Lula na Justiça Eleitoral. Para que o Grande Economista de Ocidente e Oriente não sujasse as mãos que um dia lhe ajudaram, o coveiro da herança nefasta de Prestes prontificou-se a fazer o serviço, com a habitual competência do partidão e o charme da sua correligionária e subprefeita da Lapa, sra. Soninha Copélia.

    Comentário da Tia Carmela: Isso de gratidão o Zezinho sempre gostou. Não tinha um favor que ele fizesse que ele depois não cobrasse, de alguma maneira. No tempo do grupo escolar, lá na Móoca, ele às vezes dividia uma guaraná com o Roberto, filho do seu Nicanor. No dia seguinte ele fazia o Roberto fazer a lição de Educação Moral e Cívica pra ele. E foi assim o ano todo… Acho que ele nunca gostou muito dessa matéria.”
    (Tia Carmela e o Zezinho, 11/2010)

  109. Patriarca da Paciência said

    “Quando Gilmar Mendes pede vista, pode contar com vista grossa”

    Taí, caro Pax,

    Eu proponho um post com o famigerado “pedido de vistas” do ministro Gilmar Mendes.

    Eu gostaria que o tema fosse desenvolvido para ver se a gente entende alguma coisa sobre o assunto !

  110. Patriarca da Paciência said

    A frase entre aspas é do Maurício Dias.

  111. Pax said

    Caro Chesterton, velho, bom e rabugento Chesterton, em #101,

    Pobrismo? Ah, meu caro, estás redondamente enganado.

    Atualmente vivo um riquismo que poucos conseguem conquistar, meu caro. Bebo água das minha casa, puríssima, como a comida que planto, boa parte do que necessito, orgânica, não vivo preso em engarrafamentos, não sofro estresse, respiro um ar puríssimo, ouço uma barulheira danada, sim, da passarinhada que vive por aqui.

    Os shows que perdi? Ah, isso é duro. Acontece que os amigos vem à minha casa e tocam por aqui. Os cursos? Os amigos fotógrafos passam dias aqui e aprendo um bocado com eles. Os filmes? Só esperar dois ou três anos e passam na Sky. Juro que sinto falta de um link melhor pra poder baixar filmes que gostaria de ver, mas isso fica pra depois da era do incompetente (só isso?) Paulo Bernardo.

    Pobrismo, caro Chesterton?

    Cada dia que passa me acho rico. Muito. Cada vez mais.

    Volta e meia viajo, vou de carro, de moto, cada vez mais raro pego avião, gosto de ver a estrada, gosto de pegar minha moto e sentir o vento no rosto, parar onde me dá na telha, conhecer gente, comunidades, lugares bonitos, enfim.

    Pobrismo, caro Chesterton?

    Se liga.

    Não estou dizendo que os prazeres de uma vida remediada numa cidade grande não existam. Claro que tem. Só que eu vivi o que quis dessa vida, tive o privilégio de me dar bem nas empresas que trabalhei, fui bem remunerado, vivi a cidade de todas as formas, sem dinheiro, com dinheiro, sem casa própria, com casa própria, fui do zero no bolso até uma razoável situação.

    Não, caro Chesterton, não me sinto nem um pouco pobre.

  112. Chesterton said

    Pobrismo para quem trabalha nas fábricas que constroem os produtos que você antes consumia e não consome mais. Você basicamente sonega o direito deles se sustentarem, diminui a sua contribuição a sociedade em geral e depois quer posar de bonzinho e “socialista”.Hoje é quase um aristocrata.

    tenter ouvir o diálogo da mãe da moça com o convidado.

  113. Chesterton said

    Dilma promete “chamar o Exército”. A força militar aparece, hoje, como a única mola capaz de conciliar o “padrão Fifa” com o “padrão Brasil” de ordem pública. Um estado de sítio não declarado instaurará um efêmero parêntesis no tormento cristalizado pela política da “baderna” nas principais cidades do país. Nos 30 dias da competição, a “imagem do Brasil” brilhará sobre um pano de fundo verde-oliva. Depois, tudo volta ao “normal”.

    demetrio, FSP

  114. Patriarca da Paciência said

    http://www.conversaafiada.com.br/wp-content/uploads/2014/05/dom%C3%ADnio.jpg

    Charge do Bessinha – Barbosão x Barroso

  115. Patriarca da Paciência said

    A coerência de Lula. Vídeo, a partir do 13:50 m

    O problema do menor abandonado é o problema da família abandonada. A não ser que sejam pais muito diabólicos, ninguém vai abandonar seus filhos. Se o Estado não abandonar as famílias, os menores não ficarão abandonados !

  116. Patriarca da Paciência said

    A fala do menor abandonado, em verdade, começa a partir de 12:35 m

  117. Patriarca da Paciência said

    Caro Pax, 111

    muito bom. Acho que você está certíssimo.

    Como já dizia o bom e velho Epicuro, tão mal compreendido e tão difamado injustamente, “aquele que não se contenta com o que tem, ainda que possua o mundo todo, ainda assim, estará insatisfeito”.

  118. Patriarca da Paciência said

    Complementando e respondendo ao Guatambu,

    “consumismo desenfreado” é apenas um problema mental, o qual pode ser “tratado” pela verdadeira sabedoria.

  119. Chesterton said

    GOLPE DA DILMA

    Publicado no Estadão

    A presidente Dilma Rousseff quer modificar o sistema brasileiro de governo. Desistiu da Assembleia Constituinte para a reforma política — ideia nascida de supetão ante as manifestações de junho passado e que felizmente nem chegou a sair do casulo — e agora tenta por decreto mudar a ordem constitucional. O Decreto 8.243, de 23 de maio de 2014, que cria a Política Nacional de Participação Social (PNPS) e o Sistema Nacional de Participação Social (SNPS), é um conjunto de barbaridades jurídicas, ainda que possa soar, numa leitura desatenta, como uma resposta aos difusos anseios das ruas. Na realidade é o mais puro oportunismo, aproveitando os ventos do momento para impor velhas pretensões do PT, sempre rejeitadas pela Nação, a respeito do que membros desse partido entendem que deva ser uma democracia.

    A fórmula não é muito original. O decreto cria um sistema para que a “sociedade civil” participe diretamente em “todos os órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta”, e também nas agências reguladoras, através de conselhos, comissões, conferências, ouvidorias, mesas de diálogo, etc. Tudo isso tem, segundo o decreto, o objetivo de “consolidar a participação social como método de governo”. Ora, a participação social numa democracia representativa se dá através dos seus representantes no Congresso, legitimamente eleitos. O que se vê é que a companheira Dilma não concorda com o sistema representativo brasileiro, definido pela Assembleia Constituinte de 1988, e quer, por decreto, instituir outra fonte de poder: a “participação direta”.

    » Clique para continuar lendo

  120. Chesterton said

    PIBINHO DA DILMA

    Motor do PIB na última década, o consumo das famílias demonstrou seu esgotamento no resultado do primeiro trimestre, anunciado nesta sexta-feira (30): caiu 0,1% em relação a igual período de 2013, pior resultado desde o terceiro trimestre de 2011. Tolhido por inflação em alta e menor vigor no mercado de trabalho, o consumo foi afetado ainda pelo crédito mais caro e restrito.

    Os juros mais altos, que ajudaram a retrair as compras, também afetaram os investimentos das empresas. A queda foi de 2,1% tanto na comparação com o quarto trimestre quanto em relação aos três primeiros meses de 2013 –resultado mais fraco em dois anos.

    Como resultado, o PIB –uma medida de crescimento da economia nacional– se expandiu 0,2% de janeiro a março –em linha com as previsões médias do mercado. Sobre o primeiro trimestre de 2013, o avanço foi de 1,9%. O cenário à frente não é animador: a confiança de empresários e consumidores está nos níveis mais baixos desde a crise global de 2009.

    Após o resultado, analistas revisaram projeções para baixo. Creem agora numa expansão mais perto de 1% do que de 2%.

    A FGV estima algo próximo de 1,5%. “O PIB neste ano manterá o padrão de voo de galinha, mas numa decolagem ainda mais baixa”, diz Vinícius Botelho, da FGV. Trata-se de um baixo crescimento para um país ainda em desenvolvimento, que precisa aumentar a renda per capita de sua população. No primeiro trimestre, dentre 29 países que já divulgaram dados, o Brasil ficou em 21º. Até o Japão, estagnado há mais de uma década, cresceu mais.

    INVESTIMENTOS

    A queda dos investimentos é um dos fatores que indicam um vigor menor da economia nos próximos trimestres, porque é por meio deles que as empresas ampliam sua capacidade produtiva e que o país expande sua infraestrutura. A deterioração revelada no primeiro trimestre deste ano decorre do tombo da construção civil –o setor apresentou a maior retração desde o primeiro trimestre de 2009, auge da crise global.

    Inserido na indústria, o segmento ajudou o desempenho do setor a descer ladeira abaixo e acumular três trimestres de contração, o que pode ser considerado uma recessão. “A indústria vive um momento trágico, e as expectativas são ainda piores”, disse o economista Sérgio Vale, da consultoria MB Associados.

    Para Rebecca Palis, gerente do IBGE, a queda da construção veio em resposta à perda de ritmo de obras de infraestrutura, que caíram apesar das novas concessões públicas (rodovias, portos, aeroportos) e da Copa –cujo pico dos projetos de estádios e melhorias no entorno ficou para trás, em 2013.

    Além da construção, a compra de máquinas e equipamentos pela indústria (que integra também o investimento) se enfraqueceu –um sinal de que empresários não esperam mais consumo para seus produtos nem uma retomada breve da produção. (Folha de São Paulo)

  121. Chesterton said

    resumindo, acabou o consumo “desenfreado” todo mundo fica pobre. Em maior (governo Dilma) ou menor grau, é o consumo que mantem o parwue produtivo aberto. Mas o exagero da Dilma acabou por endividar todo mundo sem investir no futuro.
    Viva a Selic agora. Se fosse ddar um conselho ao Pax, um rentista (abandonou o sistema produtivo tem muito tempo), venda o que tem e aplique no banco.

    (calma, é só uma piada)

  122. Patriarca da Paciência said

    POR IVES GANDRA DA SILVA MARTINS
    O Estado deve indenizar por danos morais todo criminoso que não tiver direito a cumprir sua pena nos estritos limites da condenação
    Todo criminoso deve ser punido. Cabe ao Poder Judiciário condená-lo, após o devido processo legal e respeitada a ampla defesa. É o que determina a lei suprema (artigo 5º, incisos LIV e LV).
    Nas democracias, o processo penal objetiva defender o acusado, e não a sociedade, que, do contrário, faria a justiça com as próprias mãos.
    O condenado deve cumprir a sua pena nos estabelecimentos penais instituídos pelo Estado, em que o respeito à dignidade humana necessita ser assegurado.
    Quando isso não ocorre, o Estado nivela-se ao criminoso. Age como tal, equiparando-se ao delinquente, da mesma forma que este agiu contra sua vítima.
    A função dos estabelecimentos penais é a reeducação do condenado, para que, tendo pago sua pena perante a comunidade, retorne à sociedade preparado para ser-lhe útil.
    Os cárceres privados constituem crime. Quem encarcera pessoas, tirando-lhes a liberdade, deve ser punido e sofrer pena que o levará a experimentar o mesmo mal que impôs a outrem.
    E o cárcere público? Quando um criminoso já cumpriu o prazo de sua pena e tem direito à liberdade, mas o Estado o mantém encarcerado, torna-se o ente estatal um delinquente como qualquer facínora.
    Todo condenado deve cumprir sua pena, mas nunca além daquela para a qual foi condenado. Se o Estado o mantém no cárcere além do prazo, torna-se responsável e deve ser punido por seu ato. Como não se pode encarcerar o Estado, deve-se pelo menos pagar indenizações à vítima pelos danos morais causados.
    A tese vale também para aqueles que forem condenados a regimes abertos ou semiabertos e acabarem por cumprir a pena em regimes fechados, por falta de estrutura estatal, pois estarão pagando à sociedade algo que lhes não foi exigido, com violência a seu direito de não permanecerem atrás das grades. Nesses casos, devem também receber indenização por danos morais.
    A tese de que todos são iguais e não deve haver privilégio seria correta se o Estado mantivesse estabelecimentos que permitissem um tratamento pelo menos com um mínimo de respeito à dignidade humana. Como isso não ocorre, a tese de que todos devem ser iguais e, portanto, devem “gozar” das péssimas condições que o Estado oferece é simplesmente aética, para não dizer algo pior. Em vez de o Estado dar exemplo de reeducação dos detentos, a tese da igualdade passa a ser garantir a todos tratamento com “igual indignidade”.
    Enquanto a Anistia Internacional esteve no Brasil, pertenci à entidade. Lutávamos, então, não só contra a tortura, mas contra todo o tratamento indigno aos encarcerados, pois não cabe à sociedade nivelar-se a eles, mas dar-lhes o exemplo e tentar recuperá-los.
    Por isso, ocorreu-me uma ideia que sugiro aos advogados penalistas e civilistas –não atuo em nenhuma das duas áreas–, qual seja, a criação de uma associação, semelhante àquela que Marilena Lazzarini criou em defesa dos consumidores, para apresentar ações de indenização por danos morais em nome das pessoas que: a) cumpram penas superiores àquelas para as quais foram condenadas; b) cumpram penas em regimes fechados, quando deveriam cumpri-las em regime aberto ou semiaberto; c) cumpram penas em condições inadequadas.
    Talvez assim o Estado aprendesse a não nivelar-se aos delinquentes. Sofrendo o impacto de tais ações, quem sabe poderia esforçar-se por melhorar as condições dos estabelecimentos penais, respeitar prazos e ofertar dignidade no cumprimento das penas.
    Todo criminoso deve cumprir sua pena, mas nos estritos limites da condenação e em condições que não se assemelhem às dos campos de concentração do nacional-socialismo.
    IVES GANDRA DA SILVA MARTINS, 78, advogado, é professor emérito da Universidade Mackenzie, da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército e da Escola Superior de Guerra

  123. Daise said

    UMA IMAGEM DO BRASIL DO PT

    O ponto G da Economia

    http://2.bp.blogspot.com/-cO20EVN-_Ks/Up8xM8YTqBI/AAAAAAAAVtk/wp7dZblWtVM/s1600/PIB.jpg

    VALE MAIS QUE MIL PALAVRAS

  124. Chesterton said

    Depois de quarenta anos instalada na CIC, Cidade Industrial de Curitiba, a Bosch vai encerrar as suas atividades, transferindo esta unidade para a Índia, por absoluta falta de competitividade no mercado nacional e internacional.
    A Volvo desenvolveu um novo motor diesel em sua fabrica na CIC. Desistiu de fabrica-lo aqui e transferiu a sua produção para a sua unidade norte-americana na Carolina do Norte, fica muito mais barato.
    Para não ter que fechar as portas a Ubner, – http://www.grupohubner.com.br/ – tradicional fabricante paranaense de auto peças esta transferindo suas unidades industriais de Ponta Grossa e Araucária para o Paraguai.
    Vou parar por aqui ..

  125. Daise said

    UMA IMAGEM DO BRASIL DO PT

    O ponto G da Economia

    http://3.bp.blogspot.com/-dQf_a1Logkg/UAWLvWK3GoI/AAAAAAAALs0/RjE2Gvu-bSY/s1600/dilma-pib.jpg

    VALE MAIS QUE MIL PALAVRAS

  126. Daise said

    UMA IMAGEM DO BRASIL DO PT

    O ponto G da Economia

    http://2.bp.blogspot.com/-cO20EVN-_Ks/Up8xM8YTqBI/AAAAAAAAVtk/wp7dZblWtVM/s1600/PIB.jpg

    VALE MAIS QUE MIL PALAVRAS

  127. Patriarca da Paciência said

    “BBC – As Nações Unidas precisam do Brasil em mais missões internacionais de paz em outros países. A afirmação é do secretário-geral assistente de Operações de Paz da ONU, Edmond Mulet, em entrevista exclusiva à BBC Brasil no Rio de Janeiro durante as comemorações dos dez anos da Minustah, missão de paz no Haiti liderada pelas forças brasileiras.”

    É impressionante !

    O Brasil ganha cada vez mais prestígio internacional, a jovem democracia brasileira ganha solidez, as condições sociais do Brasil melhoram, saltando aos olhos e… o pessoal da direita delirando que o Brasil vai acabar !

    Isso é que é um religião fanática, o viralatismo da direita brasileira. A direita brasileira não se conforma que o Brasil seja um país importante ! Quer continuar a tirar os sapatos para entrar em solo norte-americano e … continuar a acreditar que todos os norte-americanos são super-homens.

    Haja fanatismo !

  128. Patriarca da Paciência said

    BBC Brasil – O Brasil já participou de várias missões internacionais de paz nas últimas décadas e enviou tropas em quatro ocasiões. Agora que a Minustah completa dez anos, como o senhor avalia esta participação?
    Edmond Mulet – Eu posso dizer, com toda certeza, que as tropas brasileiras atuam com profissionalismo, qualidade, e com um nível de comprometimento excepcional e admirável. Tendo servido duas vezes como chefe da missão no Haiti, fui testemunha deste trabalho, e posso dizer que a atuação deles faz uma grande diferença.
    E sabendo que eventualmente a Minustah vai começar a ser reduzida e um dia será encerrada, a ONU está tentando motivar o Brasil a olhar além do Haiti, e analisar outras possibilidades em outras partes do mundo.
    Em nome do Departamento de Operações de Missões de Paz, posso dizer que as Nações Unidas precisam do Brasil. Eu espero que os líderes políticos e militares do Brasil levem em consideração esta atuação além do Haiti, para que contribuam levando a paz e a estabilidade a outros lugares.
    BBC Brasil – O que ainda é necessário fazer no Haiti antes que a Minustah possa ser encerrada e a ONU deixe o país?
    Mulet – A ONU sempre terá uma presença no Haiti. Não necessariamente com uma missão de paz, com componentes militares e policiais, mas os programas de desenvolvimento e ajuda internacional continuarão lá, com certeza.
    É preciso lembrar que uma missão de paz deveria ter curta duração e que os objetivos são atuar em situações de instabilidade e insegurança. E podemos dizer que no Haiti estas metas foram alcançadas. A capacidade da polícia nacional haitiana é excelente e dentro de dois anos eles devem atingir o número de 15 mil homens.
    Sobre o que está pendente, acho que os haitianos precisam começar, sozinhos, a lidar com assuntos como o cumprimento da lei, do Estado de Direito, e o combate à impunidade. É necessário investir em infraestrutura, em desenvolvimento.
    O Estado precisa ser reestruturado, as instituições ainda são muito frágeis. É necessário instaurar sistemas de registro civil, registro de propriedades de terra. É preciso convidar investidores internacionais a analisarem oportunidades para gerar renda e empregos.
    O país tem um potencial de turismo enorme, com praias lindas e 1.700 quilômetros de costa, a uma hora apenas de distância dos Estados Unidos.

    http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/05/140531_onu_brasil_missoes_paz_jp_an.shtml

  129. Patriarca da Paciência said

    Do mesmo link:

    Mulet – Se você comparar os níveis de violência, em termos de sequestros, homicídios e outros crimes, com outros países do Caribe e América Central, o Haiti é provavelmente neste momento uma das nações mais seguras da região. Acho que os níveis de segurança e estabilidade no Haiti são aceitáveis agora.

  130. Daise said

    A jovem democracia brasileira discutindo a relação com o governo do PT

    http://i2.wp.com/www.humorpolitico.com.br/wp-content/uploads/2013/12/PIB-que-n%C3%A3o-sobe.jpg?resize=420%2C462

  131. Chesterton said

    Gestão do PT alimentou o maior esquema de corrupção da história do Brasil na Petrobras, revela revista.

    O imenso acervo das investigações da Lava Jato contém as provas inéditas que demonstram essa dimensão. A Polícia Federal encontrou as principais evidências quando fez apreensões num dos escritórios de Youssef e, especialmente, na casa de Arianna Bachmann, uma das filhas de Paulo Roberto. No caso dela, as provas estavam num notebook escondido no porta-malas do carro. Arianna era a principal funcionária de Paulo Roberto. Registrava em detalhes os negócios da família. Num dos escritórios de Youssef em São Paulo, a PF encontrou um arquivo com milhares de papéis. Eles trazem indícios de dezenas de episódios de corrupção, em muitos Estados e órgãos públicos. Eles se espelham perfeitamente com os registros sobre a Petrobras encontrados no computador de Arianna. Esses arquivos secretos revelam, entre outras coisas, que:

    • Paulo Roberto chegou a ter 81 contratos, todos com fornecedores da Petrobras, quando saiu da estatal e montou sua empresa de consultoria. Há provas de que ele recebeu milhões de 23 empreiteiras, na maior parte das vezes sem prestar, segundo sugerem os documentos, qualquer serviço;

    • o principal cliente de Paulo Roberto, segundo as provas da PF, era a empreiteira Camargo Corrêa. Ela liderava o principal consórcio das obras de R$ 20 bilhões da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. Paulo Roberto comandara essas obras e presidia o Conselho de Abreu e Lima. Grande parte dos clientes que repassaram dinheiro à empresa dele trabalhava nessas obras;

    • Paulo Roberto recebeu, em dinheiro vivo segundo a PF, o equivalente a R$ 6,4 milhões de Youssef e R$ 2,4 milhões do lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, em reais, dólares e euros. Baiano o ajudava a fechar negócios com as empreiteiras e a manter boas relações com parlamentares do consórcio que o mantinha na Petrobras; e

    • Youssef, o sócio de Paulo Roberto, mantinha uma subconta na Suíça em nome da principal subcontratada pela Camargo Corrêa para serviços na Abreu e Lima, a Sanko. Outra subconta de Youssef na Suíça recebia milhões de subsidiárias internacionais de empreiteiras brasileiras, entre elas a OAS.

    Todas essas provas foram enviadas ao Supremo Tribunal Federal há dez dias, logo após o ministro Teori Zavascki suspender as investigações da Lava Jato e mandar soltar Paulo Roberto. Não se sabe quando os ministros do Supremo decidirão o que fazer com o caso. Quanto mais tempo demorar, menores as chances de que delegados e procuradores avancem nas investigações. Paulo Roberto, é bom lembrar, foi preso porque sua família foi flagrada tentando destruir provas. Antes que os processos, que corriam no Paraná, fossem suspensos, Youssef e ele já eram réus, acusados de lavar dinheiro desviado, segundo denúncia do MPF, do contrato do consórcio da Camargo Corrêa em Abreu e Lima. Nesta semana, o Congresso finalmente criou uma CPI mista para investigar a Petrobras. As provas da Lava Jato oferecem aos parlamentares um bom roteiro de trabalho.

    Num dos arquivos do computador de Arianna, a PF encontrou notas fiscais da Costa Global, empresa de consultoria da família, emitidas entre outubro de 2012 e fevereiro deste ano. Somam R$ 7,5 milhões, divididos entre duas dezenas de empresas – quase todas empreiteiras. A maior parte do dinheiro foi paga pela Camargo Corrêa: R$ 3,1 milhões. A Camargo fazia pagamentos mensais de R$ 100 mil. Em dezembro de 2013, fez o último e maior depósito: R$ 2,2 milhões. A Camargo diz que contratava a Costa Global para “fazer estudos”.

    Arianna mantinha planilhas atualizadas com os contratos da Costa Global. Continham nomes de contatos e valores a receber. Se a Costa Global chegou a ter 81 clientes, por que há notas fiscais de apenas 23? Como Paulo Roberto recebia pelos demais? Era o que a PF tentava descobrir. A investigação traz evidências de que Paulo Roberto, como qualquer lobista, recebia um percentual do negócio obtido para seus clientes, conhecido como “taxa de sucesso”, do inglês “success fee”, um eufemismo para aquilo que todos conhecemos como propina. O caso da Camargo, segundo os registros da filha de Paulo Roberto, resume bem a situação: “O success fee será negociado separadamente para cada negócio”.

    O estranho, segundo os investigadores, é a existência de contratos que não previam taxa de sucesso. Sem essa cláusula, o trabalho de lobby não faz sentido. Cruzando os nomes das empreiteiras que fizeram contratos nesses moldes com as anotações de Paulo Roberto, a PF chegou à suspeita de que eles se referiam, na verdade, à propina dos tempos em que ele ainda era diretor da Petrobras. Há indícios de que se referiam a acertos de contas. É o caso de contratos com empreiteiras como Engevix, Iesa, Queiroz Galvão e, num dos casos, também da Camargo. No caso da Queiroz, uma anotação da agenda de Paulo Roberto menciona o pagamento de R$ 600 mil. Metade para ele; a outra metade para o “partido”. Em março de 2013, meses depois dessa anotação, a Queiroz Galvão fechou um contrato de seis meses com a Costa Global para pagar R$ 100 mil mensalmente – mesmo valor anotado à mão na agenda de Paulo Roberto.

    Num dos escritórios de Youssef em São Paulo, a PF apreendeu extratos de uma conta controlada por ele no banco PKB, na Suíça. O PKB é um banco conhecido por aceitar qualquer tipo de cliente – de traficantes a políticos condenados por corrupção. Entre outras transações consideradas suspeitas pela PF, os extratos revelam que, em 2013, a OAS African Investments, empresa internacional do grupo OAS, sediada no paraíso fiscal das Ilhas Virgens Britânicas, transferiu US$ 4,8 milhões para a conta de Youssef no PKB. Foram três depósitos de US$ 1,6 milhão, entre maio e julho.

    Os documentos revelam que Youssef abrira, por meio de laranjas, uma subconta no mesmo PKB em nome da Sanko, empresa que mais recebera da Camargo por serviços nas obras da Abreu e Lima. Essa subconta tinha limite de US$ 1,4 milhão. Entre janeiro e fevereiro de 2014, ela recebeu cerca de US$ 1,1 milhão. Não há informação sobre quem depositou o dinheiro. Em seguida, Youssef transferiu grande parte dos recursos para contas em Hong Kong, também controladas por laranjas. Foram tantos os documentos da Sanko apreendidos com Youssef que os investigadores suspeitam que ele seja o dono da empresa. Entre 2009 e 2013, a Sanko recebeu R$ 113 milhões do Consórcio CNCC, liderado pela Camargo, por “serviços” em Abreu e Lima. E repassou R$ 32 milhões a uma empresa de Youssef.

    As contabilidades de Youssef e Paulo Roberto são siamesas. Se Youssef registrava um pagamento a Paulo Roberto, Paulo Roberto registrava um depósito de Youssef. Em 8 de agosto de 2012, as planilhas dos dois trazem um pagamento de R$ 450 mil a Paulo Roberto. Dez dias depois, Paulo Roberto depositou R$ 120 mil, em espécie, na conta do advogado Eduardo Gouvêa. Gouvêa, dizem os papéis, é parceiro de negócios de Paulo Roberto.

    No mesmo período, em 13 de agosto de 2012, Youssef anotou ter recebido R$ 1 milhão associado ao nome “Refap”, correspondente à décima e à décima primeira prestação de um total de 20 parcelas de R$ 500 mil – ou R$ 10 milhões. Duas semanas antes, a Petrobras oficializara a compra da Refinaria Alberto Pasqualini, no Rio Grande do Sul, conhecida como Refap. Até então, a Refap era uma sociedade entre a Petrobras e a espanhola Repsol. Em dezembro de 2010, quando Paulo Roberto ainda era diretor de Abastecimento, a Petrobras comprara a parte da Repsol por US$ 850 milhões. “Para a Petrobras, isso é importante porque não tínhamos possibilidade de ter uma sinergia completa entre a Refap e o sistema Petrobras, porque, sendo um consórcio, tinha uma posição diferente dentro da estrutura gerencial da empresa. Voltando a ser 100% da Petrobras, isso se refletirá em benefícios grandes para nós, em termos de atendimento do mercado e de colocação de petróleo nacional”, disse Paulo Roberto na ocasião. As duas parcelas de R$ 500 mil da “Refap” foram registradas como “entradas” de Youssef na planilha de Paulo Roberto. A PF suspeita que se trate de propina.

    O advogado Gouvêa afirmou que recebeu o depósito de R$ 120 mil em dinheiro porque vendeu um barco, “por acaso”, a Paulo Roberto Costa. “Ele me confirmou o depósito na conta, e emiti o documento de venda dessa embarcação. Nem imaginava que tinha sido feito em dinheiro”, diz Gouvêa. Reuniões com Gouvêa são mencionadas na agenda de Paulo Roberto. Ele afirma que é amigo de Humberto Mesquita, ou Beto, genro que cuida da contabilidade de Paulo Roberto. “Conheço eles desde 1997, fui ao casamento dele (Humberto) com a filha do Paulo Roberto”, diz Gouvêa. “A gente fazia muita reunião, e às vezes Paulo Roberto estava presente. Humberto me pedia auxílio na área da advocacia. Mas era um auxílio assim, vamos dizer, de amigo. Porque nunca efetivamente cobrei nada pelos serviços que prestei a ele. Nunca tive uma relação contratual.” Gouvêa afirma não ter “relação próxima” com o lobista Fernando Baiano: “Fernando Baiano… Conheço de nome”.

    As negativas das empreiteiras são abundantes. Muitas admitem ter firmado contratos com Paulo Roberto. Dentre elas, todas afirmam que nada deu certo, e o respectivo contrato foi logo desfeito. A acreditar no que dizem, Paulo Roberto era um fracasso como lobista, embora recebesse milhões pelos contratos.

    Em nota, a Camargo Corrêa afirma que a Costa Global foi contratada para “desenvolver estudos nas áreas de óleo e gás, dentro da mais absoluta legalidade”. Não quis informar valores nem datas de pagamentos. O consórcio CNCC, controlado pela Camargo e responsável pelas obras em Abreu e Lima, afirma que “não tem e jamais teve qualquer relação com essas pessoas ou empresas citadas”.

    A Sanko-Sider diz, também em nota, que “não tem nem nunca teve conta no exterior”. Admite ter contratado a Costa Global “para a prestação de serviços de consultoria relacionados à venda de projetos”, embora não informe quanto pagou a Paulo Roberto. “O contrato foi rompido de forma amigável após curto período, tendo em vista a inexistência de resultados”, diz a Sanko. “Os contratos das empresas do grupo Sanko são estritamente legais e comerciais.”

    A Iesa admite ter pagado R$ 300 mil à Costa Global. “Foram realizadas diversas reuniões com a Costa Global e com empresa de engenharia conceitual, e identificados potenciais parceiros fornecedores de tecnologia para o fornecimento de minirrefinarias modulares”, diz a Iesa, sem mencionar se os negócios deram certo. A GDK é a única empreiteira que confirma ter contratado Paulo Roberto para obter negócios e ter se disposto a pagar taxas de sucesso. Forneceu detalhes dos pagamentos à Costa Global. Diz que nenhum negócio prosperou e, diante disso, resolveu cancelar o contrato. “A GDK solicita que seja mencionada sua perplexidade com a associação do seu nome à referida Operação Lava Jato”, afirma. E nega qualquer irregularidade.

    A Engevix afirma apenas que teve contrato com a Costa Global, sem dar maiores explicações. O lobista Fernando Baiano e as empreiteiras Andrade Gutierrez e Queiroz Galvão – as duas cujos diretores, segundo os papéis da PF, mantinham relações próximas com Baiano – preferiram não se manifestar. O advogado de Youssef, Antonio Figueiredo, afirma que seu cliente não tem qualquer vínculo com empreiteiras, não recebeu dinheiro delas e não tem contas no exterior. O advogado de Paulo Roberto não respondeu ao pedido de entrevista de ÉPOCA até a publicação desta reportagem.

  132. Chesterton said

    A direita brasileira não se conforma que o Brasil seja um país importante !

    chest- mas tem que ser muito tapado.

  133. Patriarca da Paciência said

    O “pibinho” brasileiro passou do 16º, no governo FHC para o 7º no governo PT.

    Todos os bons analistas consideram que, no máximo em dez anos, o Brasil será o quinto PIB, perdendo apenas para China, que será o primeiro, Estados Unidos, que será o segundo, Índia, que será o terceiro, e Japão, que será o quarto.

    Chora, direita, chora !

    O Brasil já está definitivamente entre os dez maiores PIBs e, logo, estará entre os cinco.

    Como sofrem esses fanáticos !

  134. Patriarca da Paciência said

    http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/141943/Filho-de-Pel%C3%A9-%C3%A9-condenado-a-33-anos-de-pris%C3%A3o.htm

    “A Justiça paulista condenou o ex-goleiro do Santos Futebol Clube Edson Cholbi do Nascimento, mais conhecido como Edinho, filho do ex-jogador Pelé, a cumprir pena de 33 anos de reclusão; Edinho foi acusado pelo crime de lavagem de dinheiro, proveniente do tráfico de drogas; além dele, outras quatro pessoas foram condenas pelo mesmo crime; a sentença foi expedida pela juíza Suzana Pereira da Silva, auxiliar da 1ª Vara Criminal de Praia Grande, no litoral de São Paulo; Edinho, que integra a comissão técnica o Santos, pode recorrer da decisão”

    Vejam só, será que o Pelé vai ser preso também com base na “teoria do domínio do fato ?”

    Onde já se viu um pai não saber o que o filho anda fazendo ?

    O Lula tem toda a obrigação de saber a vida particular das suas secretárias. O José Genoino é responsabilizado pelo que o assessor do seu irmão pratica.

    José Dirceu por todas as pessoas que lhe foram subordinadas.

    Não sei não, mas acho que o Pelé está numa enrascada e tanto !

  135. Daise said

    HISTÓRIAS SEM GRAÇA

    Todos os bons analistas consideram que, no máximo em dez anos, o Brasil será o quinto PIB, perdendo apenas para China, que será o primeiro, Estados Unidos, que será o segundo, Índia, que será o terceiro, e Japão, que será o quarto.

    Um dia um rei poderoso lidando com o casamento de sua filha, disse:

    - Casará com minha filha aquele que fizer meu burro falar! Quem se candidatar e falhar será executado.

    Após 13 candidatos executados, o nosso herói, o companheiro Patriarca se apresentou ao rei e disse:
    - Eu farei o burro falar…mas isto levará 10 anos.

    Mas por que 10 anos? perguntou o rei.
    Ao que Patriarca respondeu:
    - Por causa do FHC!
    O rei, preguiçoso e cansado de tantos fracassos resolveu concordar e casar a sua filha com o companheiro Patriarca.
    Concedeu-lhe 10 anos para fazer o tal burro falar.

    Saindo do castelo do rei, um companheiro questionou o companheiro Patriraca:
    - Por que vc mentiu? Todos sabem que burro não fala!
    Rapidamente o companheiro Patriarca respondeu:
    - Daqui a 10 anos…ou morreu o rei, ou morreu o burro ou eu e você já teremos morrido.

  136. Daise said

    Contribuição para a campanha do prezado Chesterton:

    - O capitalismo é a exploração do homem pelo homem!

    e a tal de Social Democracia?

    A Social Democracia é exatamente o contrário! mas com motivos generosos

  137. Chesterton said

    o longo prazo chegou

    Uma rebelião eleitoral cruzou a Europa, pondo em xeque as bases da construção política e econômica do pós-guerra. De neonazistas a ultraesquerdistas, partidos extremistas tiveram votações expressivas ao Parlamento Europeu, catapultados pela rejeição ao euro e pelo sentimento anti-imigração –bandeiras estimuladas pelo alto desemprego em alguns países.

    O desemprego causado pela crise econômica é acentuado pelo processo de união monetária europeia. O euro teve consequências positivas por muito tempo, mas agora vários países pagam o preço dos excessos do período de bonança e de decisões econômicas que buscam maximizar benefícios imediatos e desconsideram consequências negativas no longo prazo, como vemos também na América Latina.

    A grande atração inicial do euro, principalmente nos países mais fracos, foi o aumento da confiança com a adoção de moeda forte, o que trouxe juros menores, grande entrada de crédito, estabilidade cambial e aportes financeiros da União Europeia.

    Durante um bom tempo, países como Espanha e Portugal cresceram a taxas aceleradas, com capital barato e farto, já que bancos e investidores partiram do pressuposto de que, com o euro, a qualidade do crédito seria comparável à de países estáveis e rigorosos na gestão macroeconômica, como a Alemanha. Isso criou desequilíbrios estruturais.

    De um lado, países que mantiveram políticas macroeconômicas que justificavam juros baixos, como contenção fiscal e alta competitividade; do outro, países com políticas fiscais e creditícias frouxas, que tiveram alta exagerada de consumo e endividamento.

    Em economia, tudo se equilibra ao longo do tempo. Políticas governamentais sustentam desequilíbrios temporariamente. A procrastinação de ajustes inevitáveis pode durar anos. Mas o problema do longo prazo é que um dia ele chega. Foi o que aconteceu na Europa, com a exaustão do modelo de consumo baseado em juros artificialmente baratos e aumento de deficits. É preciso agora enfrentar o ajuste.

    Mas esses países não podem contar com a desvalorização cambial, o mecanismo natural de ajuste de produtividade, que torna a economia mais competitiva no curto prazo e permite fazer as reformas gradualmente. Sobram apenas mecanismos duros, que geram recessões pesadas, com recuo de salários e custos. A Europa vive essa ressaca, refletida nas eleições. A cura virá com reformas fundamentais na área fiscal e trabalhista, redução da burocracia e aumento da produtividade.

    A outra opção é a saída do euro, uma das propostas da rebelião europeia, com todas as suas graves consequências econômicas e políticas.

    Mais uma vez, acontecimentos externos oferecem lições importantes ao Brasil.

    HENRIQUE MEIRELLES escreve aos domingos nesta coluna.

  138. Patriarca da Paciência said

    Acontece que o Brasil está já definitivamente consolidado entre os os dez maiores PIBs, oscilando entre os 6º e 7º.

    Então, essa história de chamar o PIB brasileiro de “pibinho”, é uma arrematada bobagem !

  139. Chesterton said

  140. Patriarca da Paciência said

    “Pela primeira vez eu vou ser honesto”

    Então o cara foi desonesto a vida inteiro e quer que a gente acredite que “pela primeira vez está sendo honesto”.?

    Eu acho mais é que este cara está sendo duplamente desonesto e, inclusive comprado !

    Tenho quase certeza que esse cara é apenas mais um comprado .

  141. Chesterton said

    Esses babacas do metrô

    PUBLICADO EM 23.05.2014
    Houve um tempo em que esperávamos a Lua entrar na sétima casa, Júpiter se alinhar com Marte e a paz reinar no planeta. Era a aurora da era de Aquarius. Aquarius, Aquarius. As mulheres arrancando os sutiãs, os homens com calça boca de sino, cavalos da polícia dançando, tudo porque a Lua tinha, finalmente, entrado na sétima casa.

    Nossas esperanças hoje são mais prosaicas. Em vez de Júpiter se alinhar com Marte, contemplamos o alinhamento da Copa do Mundo com as eleições no Brasil. E os nervos estão mais sensíveis. Na cúpula, governo e Fifa se estranham. Para Jérôme Valcke, o contato com as autoridades brasileiras foi um inferno. Para Dilma Rousseff, Valcke e Joseph Blatter são um peso.

    É o tipo de divórcio que não se resolve com as cartomantes que trazem de volta a pessoa amada em três dias. Eles se distanciam num mero movimento defensivo. Quem será o culpado se as coisas não derem certo?

    Dilma, com a Copa das Copas, quer enfrentar a eleição das eleições e põe toda a sua esperança nos pés dos atletas. A Fifa não gostaria de entrar numa gelada no Brasil, mesmo porque o Qatar a espera com calor de 52 graus. Seriam dois fracassos seguidos, pois Blatter já admitiu que o Qatar foi um erro.

    Essa conjunção histórica está levando a uma certa irritação da cúpula conosco, que não inventamos essa história. Blatter declarou que os brasileiros precisavam trabalhar mais porque as promessas de Lula não foram cumpridas. Nada mais equivocado do que essa visão colonial. Se Blatter caísse no Brasil e vivesse nossa vida cotidiana, constataria que trabalhamos muito mais que ele mesmo, um cartola internacional. Desde quando o objetivo do nosso trabalho é cumprir as promessas de Lula?

    A tática de Lula é diferente da de Blatter. Lula não critica nossa insuficiência no trabalho, mas nossas aspirações de Primeiro Mundo. Ele, que vive espantando o complexo de vira-latas, apossando-se politicamente de uma frase de Nelson Rodrigues, nos convida agora a reviver o espírito que tanto condena: “Querer vir de metrô ao estádio é uma babaquice. Viremos a pé, de jumento…”. Para Blatter, precisamos trabalhar mais; para Lula, desejar menos. Só assim nos transfiguramos na plateia perfeita para o espetáculo milionário.

    Lula começou sua carreira falando em aspirações dos mais pobres, hoje prega o conformismo. Não é por acaso que o PT faz anúncios inspirados no medo de o adversário vencer as eleições. Não há mais esperança, apenas um apego desesperado aos carguinhos, à estrutura do Estado, aos grandes negócios.

    No passado exibi um filme em que Lula e Sérgio Cabral dialogam com um garoto do Complexo da Maré. Eles entram em discussão, Cabral ofende o jovem e Lula diz ao garoto que gostava de jogar tênis: “Tênis é um esporte de burguês”. Na cabeça de Lula, o menino tinha de se dedicar ao futebol. Outras modalidades seriam reservadas aos ricos. Se pudesse livrar-se de seus aspones e andar um pouco até a Baixada Fluminense, veria um campo de golfe em Japeri onde atuam dezenas de garotos pobres da região. Dali saem alguns dos melhores jogadores de golfe do Brasil.

    Lá por cima, pela cúpula, muito nervosismo, uma certa impaciência com um povo que não se ajusta ao espetáculo. Estão mais ansiosos que os próprios jogadores para que o juiz dê o apito inicial. Nesse momento, acreditam, o Brasil cai num clima de festa. Com a vitória da seleção o Brasil entraria num alto-astral e os carguinhos, os grandes negócios, tudo ficaria como antes.

    Li nos jornais algumas alusões à Copa de 70, a que assisti na Argélia. De fato, o PT vai se agarrar à seleção como o governo Médici o fez naquela época.

    Mas já se passaram tantos anos, o Brasil mudou tanto, e o alinhamento das eleições com a Copa, organizada pelo País, tudo isso traz novidades que a experiência de 1970 não abarca.

    Estamos entrando num momento inédito. Dilma é vaiada em quase todo lugar por onde passa. Lula está visivelmente ressentido com o povo, que não o celebra pela realização da Copa; que é babaca a ponto de desejar ir de metrô ao estádio.

    Não importa qual deles venha. “Que vengan los toros”, como dizem os espanhóis. Não importa quantos gols nosso ataque faça – e espero que sejam muitos -, a glória do futebol não obscurece mais nossas misérias políticas e sociais. Se os idealizadores da Copa no Brasil fizessem uma rápida pesquisa, veriam que o sonho de projetar a imagem de um país pujante e pacífico está ardendo nas fogueiras das ruas, na violência das torcidas, no caos cotidiano nas metrópoles, nos relatos sobre a sujeira da Baía de Guanabara.

    O governo do PT e aliados não poderá esconder-se atrás do futebol, porque eles já foram descobertos antes de a Copa começar. A Copa do Mundo não sufoca as denúncias de corrupção porque a própria Copa está imersa nela. A Fifa, com Jérôme Valcke sendo acusado de venda irregular de jogadores, não ajuda. Até o técnico Felipão caiu nas redes do fisco português.

    O sonho de uma plateia ideal para a Copa, milhares de pessoas com bandeirinhas, de um eleitorado ideal que vota sempre nos mesmos picaretas, de torcedores ideais que vão a pé ou de jumento para estádios bilionários, esse sonho entra em jogo também. Assim como aquele de projetar a imagem positiva do Brasil, o sonho de uma plateia ideal para a Copa foi por terra. Nem todos cantam abraçados diante das câmeras.

    Começou um jogo delicado em que a Copa do Mundo é apenas uma etapa. Valcke vai viver o inferno nos 52 graus do Qatar e Dilma enfrentará a eleição das eleições, a qual precisa vencer, mas não para de cair.

    A Lua entrou na sétima casa e não veio o paraíso. As eleições se alinham com a Copa, como Júpiter e Marte, e o Brasil, num desses momentos de verdade decisivos para sair dessa maré. Se estão nervosos agora, imagino quando as coisas esquentarem.

    Os babacas que querem ir ao estádio do metrô podem querer também um governo limpo, um combate real à corrupção, serviços públicos que funcionem.

    Babacas, felizmente, são imprevisíveis.

    Artigo publicado no jornal O Estado de São Paulo em 23/05/2014

  142. Patriarca da Paciência said

    Estimativa do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional é de que os chineses ultrapassem os norte-americanos como maior economia do mundo em 2019, quando o PIB da China deve alcançar US$ 22,4 trilhões, valor que será US$ 300 bilhões maior do que o americano

    http://www.brasil247.com/pt/247/economia/141987/PIB-da-China-passar%C3%A1-o-dos-EUA-em-cinco-anos.htm

  143. Chesterton said

    Reescrevendo a História

    Novos empregos serão abertos, para enfrentar a tarefa hercúlea de atualizar nossa literatura

    Não sei se vocês lembram, ou que fim levou, aquela história de censurarem, expurgarem ou proibirem um livro infantil de Monteiro Lobato, por aspectos considerados racistas. De vez em quando, fico um pouco impaciente e pergunto por que não proíbem logo “Os Sertões”, com tanto racismo contido na parte que todo mundo diz que leu, mas não leu, a referente ao homem. Deve ser porque de fato não leram, senão a grita ia poder começar até mesmo por Itaparica, onde somos todos, de acordo com a visão dele, mestiços neurastênicos do litoral. A antropologia da época tinha convicções que podem hoje ser qualificadas de racistas, mas era a ciência de então e no mesmo barco estão outros cuja obra haverá de merecer ser reescrita ou banida, como Oliveira Vianna ou Sílvio Romero. Imagino que devemos até nos surpreender por ainda não terem começado uma reavaliação da figura de Machado de Assis, sob a acusação de ele ter sido um mulato alienado metido a branco, ou uma condenação da crítica, por não o haver qualificado de maior escritor negro do Brasil.

    Mas, no caso de Machado, dizem as novidades, não se trata de racismo, trata-se da elaboração, com a chancela e o apoio do Estado, de versões populares, ou acessíveis à maioria, de obras dele. Segundo o que saiu nos jornais, concluíram que os jovens e pessoas menos cultas não leem Machado porque não entendem as palavras e não percebem o que querem dizer certos arranjos sintáticos. Ou seja, o problema é com Machado, cujos textos obsoletos são preservados supersticiosamente e já não têm serventia para as gerações presentes. Urge, portanto, que nos livremos dessa tralha inútil e elitista, corrigindo o muito que clama por atualização.

    A observação inicial que se pode fazer sobre tal premissa é que ela se fundamenta na crença, comum entre pessoas semiletradas e analfabetos funcionais, de que, na obra literária, existe uma diferença, ou separação, entre forma e conteúdo. O conteúdo seria a “história”, o “enredo”. A forma seriam as palavras usadas pelo escritor e seu jeito de narrar. O que interessa aos que reescrevem Machado é esse “conteúdo”, que pode ser contado de diversas maneiras. Assim, “Dom Casmurro” seria basicamente o mesmo, quer tendo sido escrito por Machado, quer por Dostoiévski, Balzac ou Jorge Amado. Isto, realmente, é de uma estupidez inexcedível e contribui para que ganhe corpo a noção primária de que é possível conhecer a literatura de um país, simplesmente ouvindo, da boca dos que já as leram, as histórias contadas pelos grandes escritores, não vindo ao caso suas palavras, seu estilo, suas sutilezas, suas referências.

    É curioso como iniciativas desse tipo se veem como antielitistas. As elites, o que lá seja isso por aqui, querem preservar para si mesmas a fruição da grande arte. Só quem tem vocabulário e fez esforços para ser um bom leitor é que pode desfrutar de Machado de Assis? Não, senhor, agora qualquer um, mesmo com vocabulário restrito e praticamente inculto em todas as áreas, vai poder ter esse privilégio. Para isso, vamos rebaixar, vamos reduzir os textos a uma voz tatibitate, modernosa e linguisticamente irresponsável, vamos limitar o vocabulário e tomar outras medidas simplificadoras. Não se nota como essa posição — ela, sim — é presunçosa, arrogante e elitista. Não se pensa em estender a todos o que hoje é visto como das elites, pensa-se em baixar o nível e assim ser democrático, quando o que ocorre é o contrário.

    Os laços lógicos desse paternalismo condescendente desafiam a imaginação e, num contexto em que cada vez mais o Estado (ou seja, no nosso caso, o governo) mete o bedelho na vida individual de seus súditos, podemos temer qualquer coisa. Quanto a Machado de Assis, não se pode fazer mais nada, além de reescrever seus textos. Mas, quanto aos autores vivos, pode-se incentivá-los (ou obrigá-los, conforme o momento) a ater seus escritos ao Vocabulário Popular Brasileiro, que um dia destes pipoca por aí, tem muita gente no governo sem ter o que fazer. Constará ele das 1.200 palavras compreensíveis pela melhor parte da juventude e do povo brasileiros e, para não ser elitista, quem publicar livro ou matéria de jornal não deve passar delas e quem usar uma palavra considerada difícil não apenas será sempre vaiado quando em público, como pagará uma multa por vocábulo metido a sebo.

    Novos empregos serão abertos, para enfrentar a tarefa hercúlea de atualizar nossa literatura. Para que os poetas precisam de tantas palavras, quando as do Vocabulário seriam suficientes para exprimir qualquer sentimento ou percepção? Ou o elitista diria o contrário, menosprezando preconceituosamente a sensibilidade e a criatividade do povão? E rima, meu Deus do céu, para que se usou tanto rima, uma coisa hoje em dia completamente superada? E ordens inversas, palavras postas fora do lugar, que só podem confundir o leitor comum? Por essas e outras é que os jovens também não leem poesia.

    E a lição se estende da literatura às outras artes. O povo não gosta de música erudita porque são aquelas peças vagarosas e demoradas demais. De novo, a solução virá ao adaptarmos Bach a ritmos funk, fazermos arranjos de sinfonias de Beethoven em compasso de pagode e trechos de no máximo cinco minutos cada e organizarmos uma coleção axé das obras de Villa-Lobos. Tudo para distribuição gratuita, como acontecerá com os livros de Machado reescritos, pois continuamos a ser um dos poucos povos do mundo que acreditam na existência de alguma coisa gratuita. E talvez o único em que o governo chancela, com dinheiro do cidadão, o aviltamento de marcos essenciais ao autorrespeito cultural e à identidade da nação, ao tempo em que incentiva o empobrecimento da língua e a manutenção do atraso e do privilégio.

    João Ubaldo Ribeiro é escritor

    http://oglobo.globo.com/opiniao/reescrevendo-historia-12671527

  144. Daise said

    Lula, ex-presidente, falando a verdade:
    “Vai demorar alguns séculos para a gente virar uma Alemanha”
    Para desassossego do companheiro Patriarca.
    Lula traíra?

  145. Daise said

    Prezado Chesterton e companheiro Patriota da Paciência

    #139 e #140

    No vídeo a partir do 1 min. …~ 40 mil jovens brasileiros foram comprados para gritar

    “(Ei?) DILMA VAI TOMAR NO CU!”.

    O companheiro Patriota da Paciência tem quase certeza

  146. Daise said

    O Senador Cristovam Buarque discorda do companheiro Patriota da Paciência

    BASTA DE FINGIR
    Cristovam Buarque

    Fingimos ser um país com ambição de grandeza, mas nos contentamos com tão pouco que os governantes se recusam a ouvir críticas sobre a ineficiência dos serviços públicos. Preferem um
    otimismo ufanista, comparando com o passado que já foi pior, e denunciam como antipatriotas aqueles que ambicionam mais e criticam as prioridades definidas e a incompetência como elas são
    executadas. Antipatriota é achar que o Brasil não tem como ir além, é acreditar nos fingimentos.

    O Brasil comemora sua posição de sétimo maior PIB do mundo, mas o PIB per capita rebaixa o país para a 54ª posição no cenário mundial; no IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) ficamos em 85º lugar. Fingimos ser ricos, apesar da pobreza.

    Nos últimos 20 anos, passamos de 1,66 milhão para 7,04 milhões de matrículas nos cursos superiores, mas quase 40% de nossos universitários sabem ler e escrever mediocremente, poucos sabem a matemática necessária para um bom curso nas áreas de ciências ou engenharia, raros são capazes de ler e falar outro idioma além do português. Fingimos ser possível dar um salto à universidade sem passar pela educação de base.

    Comemoramos ter passado de 36 milhões, em 1994, para 50 milhões de matriculados na educação básica, em 2014, sem dar atenção ao fato de termos 13 milhões de adultos prisioneiros do analfabetismo; 54,5 milhões de brasileiros com mais de 25 anos não terminaram o Ensino

    Fundamental e 70 milhões não terminaram o Ensino Médio. Fingimos que os matriculados estão estudando, quando sabemos que passam meses sem aulas por causa de paralisações ou falta de professores.

    A partir de 1995, no Distrito Federal e em Campinas, iniciamos um programa que serve de exemplo ao mundo inteiro, atualmente chamado de Bolsa Família e que transfere por mês, em média, R$ 167 por pessoa pobre, o que lhe assegura R$ 5,67 por dia, valor insuficiente para aliviar suas necessidades mais essenciais.

    E fingimos que, com esta transferência, estamos erradicando a pobreza que é caracterizada efetivamente pela falta de acesso aos bens e serviços essenciais que não estamos oferecendo.

    Fingimos ter 94,9 milhões na classe média, sabendo que a renda média mensal per capita dessas pessoas está entre R$ 291 e R$ 1.019, quantia insuficiente para uma vida cômoda, especialmente em um país que não oferece educação e saúde públicas de qualidade.

    Comemoramos o aumento da frota de automóveis de, aproximadamente, 18 milhões, em 1994, para 64,8 milhões, em 2014, fingindo que isto é progresso, mesmo que signifique engarrafamentos monumentais.

    Comemoramos, corretamente, termos desfeito uma ditadura, esquecendo que a democracia está sem partidos e a política se transformou em sinônimo de corrupção. Fingimos ter uma democracia com liberdade de imprensa escrita em um país onde poucos são capazes de ler um texto de jornal.

    Assistimos a 56 mil mortos pela violência ao ano, e fingimos ser um país pacífico, sem uma guerra civil em marcha.

    Fingimos ser um país com ambição de grandeza, mas nos contentamos com tão pouco que os governantes se recusam a ouvir críticas sobre a ineficiência dos serviços públicos. Preferem um
    otimismo ufanista, comparando com o passado que já foi pior, e denunciam como antipatriotas aqueles que ambicionam mais e criticam as prioridades definidas e a incompetência como elas são
    executadas.
    Antipatriota é achar que o Brasil não tem como ir além, é acreditar nos fingimentos.

    BRASIL: GOVERNO PADRÃO PT

  147. Daise said

    EMPREITEIRAS COMPRAM PLATÉIA PARA DILMA

    Durante o evento de inauguração do BRT Transcarioca (corredor exclusivo de ônibus), só puderam acompanhar o discurso da presidente Dilma Rousseff convidados e trabalhadores da obra, munidos de bandeiras do Brasil nas mãos.

    OPERÁRIOS DIZEM TER GANHO R$140 PARA FICAR NA PLATÉIA EM EVENTO DE DILMA
    FSP

    01/06/2014 14h17
    Durante o evento de inauguração do BRT Transcarioca (corredor exclusivo de ônibus), só puderam acompanhar o discurso da presidente Dilma Rousseff convidados e trabalhadores da obra, munidos de bandeiras do Brasil nas mãos.

    Eram cerca de 150 trabalhadores, contados pela reportagem. À Folha, eles contaram que receberam uma diária para ir ao evento: R$ 140. O valor é maior do que em um dia normal de trabalho, já que, por ser um domingo, está embutido o adicional de 50% de hora extra.

    Nenhum deles quis se identificar. Tampouco reclamaram de estar lá. Receberam café da manhã e teriam direito ao almoço. Segundo os trabalhadores, a despesa correu por conta das empreiteiras (Andrade Gutierrez, Carioca e OAS). Procurados, representantes das empresas não foram localizados no local nem nos telefones dos escritórios.

    As bandeiras que figuravam no evento também eram vistas ao longo de todo o trajeto da presidente Dilma que fez, de ônibus, o percurso entre o aeroporto do Galeão (Ilha do Governador) até Madureira, ambos na zona norte do Rio.

    O caminho da presidente na obra do BRT Transcarioca, inaugurada por ela, foi tranquilo, rápido e embalado por muito samba. Às vésperas de Copa, Dilma não viu manifestantes e a segurança foi reforçada por muitos militares. Um reforço especial foi montado no morro da Serrinha, próximo à estação onde a presidente fez seu discurso.

    Transcarioca

    Ao longo do caminho, houve também um certo clima pró-copa. O colorido verde-e-amarelo do trajeto teve bandeirinhas do Brasil, nas mãos de algumas pessoas em esquinas do trajeto.

    No percurso, Dilma, sempre dentro do ônibus, foi recebida em cruzamentos e viadutos, desde a Ilha, com muito samba, tocado ora pela bateria da União da Ilha do Governador, na ponte estaiada próxima ao aeroporto do Galeão, ora pelas velhas guardas de outras escolas de samba ou rodas tradicionais do ritmo. Entre elas, os partideiros do tradicional bloco “Cacique de Ramos”, no bairro homônimo (zona norte, por onde passa a via do BRT), e membros da Portela e do Império Serrano, em Madureira, bairro que é berço dessas duas agremiações cariocas.

    Suas origens e sedes estão no bairro -o morro, policiado, da Serrinha é a “casa” do Império.

    Pelo trajeto, a visão também não era alentadora: Dilma passou perto da “poluída” baía da Guanabara e de homens do Exército, que patrulhavam becos e vielas de entradas das favelas do complexo da Maré, ocupado por forças de segurança. Havia, ainda, algumas estações da obra ainda à espera de finalização, como a instalação de catracas, bancos e monitores. Faltava também recolher o entulho de fim de obra e fazer a limpeza do local.

    A obra, que faz parte do programa federal PAC 2 de mobilidade urbana, foi inaugurada em clima festivo, graças, em boa medida, aos sambistas presentes ao evento. Entre eles estavam Monarco, da Portela, e a imperiana Dona Ivone Lara, uma das maiores compositoras de samba do país.

    Os sambistas têm uma forte ligação com o prefeito Eduardo Paes. Além de ser responsável pelo Carnaval, a prefeitura reformou as quadras de escolas tradicionais, como Portela, Imperatriz Leopoldinense, Império Serrano e União da Ilha. Todas mandaram representantes à inauguração.

  148. Patriarca da Paciência said

    Oráculos da Pilantragem:

    Mauro Santayanna

    “Até mesmo porque a credibilidade das principais agências de qualificação que existem hoje está tão baixa, no exterior, quanto a dos bancos, aos quais tantas vezes se aliam e protegem, para enganar e pilhar países e correntistas.

    É preciso que aprendamos a não dar ouvidos aos enganosos oráculos da pilantragem.

    Assim como no Brasil, na China os maiores bancos são estatais, e a dependência de capital externo no mercado financeiro é – até por uma questão estratégica – marginal e quase irrelevante.

    A diferença que existe entre nós e eles – prestes a se transformar na maior economia do planeta – é que, no Brasil, a opinião de instituições externas, acusadas de envolvimento em duvidosos episódios e nas últimas crises internacionais, orienta e pauta as ações do governo, e vai para a primeira página dos jornais.

    Em lugares como Pequim e Xangai, o país, os empreendedores e os consumidores, estão se lixando, redondamente, para a opinião dos bancos ocidentais.”

    http://www.brasil247.com/pt/247/artigos/141971/Os-or%C3%A1culos-da-pilantragem.htm

  149. Patriarca da Paciência said

    Ricardo Melo

    Já vai tarde (Barbosão)

    http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/168992-ja-vai-tarde.shtml

  150. Elias said

    “A partir de 1995, no Distrito Federal e em Campinas, iniciamos um programa que serve de exemplo ao mundo inteiro, atualmente chamado de Bolsa Família…” (Cristóvão Buarque)

    Até nisso o carinha mente.

    A Bolsa Família apareceu pela primeira vez na Prefeitura de Porto Alegre, gestão Olívio Dutra.

    Mas o Cristóvão Buarque também fingiu que foi Ministro de Educação, quando fingiu que fez o… Fingiu que fez a… Tá certo, nem fingiu! Simplesmente não fez nada. Foi demitido por incompetência. E por telefone, enquanto fazia turismo com dinheiro público, fingindo que estava trabalhando…

    Ah, sim! Quando fingia que era Ministro da Educação, Cristóvão Buarque começou a divulgar um “estudo”, segundo o qual a maioria dos estudantes das universidades autárquicas federais era formada por pessoas originárias de famílias de renda alta. Acontece que pesquisa realizada pelo próprio ministério demonstrava o exato oposto. Cristóvão começou a ser questionado inclusive nas entrevistas que concedia. Em mais de uma oportunidade ficou “boca de abiu”. Ficou puto da vida!

    Aí ele tomou uma atitude: exonerou o coordenador da pesquisa (Luiz Araújo, hoje no PSOL, ex-deputado estadual no Pará, pelo PT, e ex-Secretário Municipal de Belém, na gestão do então petista Edmilson Rodrigues, também hoje no PSOL), proibiu que a dita cuja continuasse a ser divulgada e se recusou a comentar o assunto, daí por diante, em entrevistas, pronunciamentos, etc.

  151. Guatambu said

    Pax,

    Novamente, vc traz o termo consumo desenfreado, que vc não consegue definir como ponto de partida para uma discussão.

    Isso não faz sentido.

    Podemos questionar o consumo. Todos nós consumimos.

    Eu tiro o chapéu para o estilo de vida que escolheu, e que bom que você e as pessoas que vivem contigo vivem felizes desse modo.

    Do meu ponto de vista, o homem é por natureza um bicho ambicioso. Não adianta queremos catequizar os homens a serem todos humildes, viverem do que plantam, etc.

    Para mim a resposta sobre a finitude dos recursos do planeta está na tecnologia.

    Mudança de hábitos podem contribuir? Sim, contribuir, mas nem de longe resolvem o problema.

  152. Elias said

    Patriarca,

    Aos costumes, o Barbosão só deveria sair do STF em 2015. Ele sairia da presidência e, até a aposentadoria, continuaria ministro.

    Acontece que o próximo presidente do tribunal será o Levandowski, que deve estar trazendovitsky um saco de malvadezas para obsequiar o JB. Vai daí que o rapaz sai da raia, refuga a refrega, diz que vai soltar um barro e cai fora.

    De qualquer modo, o cidadão deixa uma posta restante cujas faturas deverão começar a ser emitidas tão logo ele vista o pijama.

    Ou seja: se correr o bicho pega, se ficar… Sei lá!

    O PT considera 2 opções de estratégia: uma, a de tentar desmontar, dentro do próprio STF, as irregularidades que o Barbosão cometeu, na tramitação do mensalão. Outra, a de pegar os próprios conceitos exóticos de que Barbosão se serviu, e usá-los pra detonar adversários políticos, a começar pelo próprio FHC.

    Acontece que FHC está matusalêmico. Já cruzou a barreira etária do xilindró. Seria chutar cachorro morto. Provavelmente o partido vai optar pela primeira alternativa.

    Pessoalmente, não me inclino por nenhuma das duas alternativas. Em vez disso, o Brasil (e não apenas o PT) deveria debater seriamente sobre o Poder Judiciário, que deve ser totalmente reestruturado. Métodos e processos de escolha de juízes, controle externo, Corte de Apelação, julgamento de magistrado por instância diversa daquela em que atua o respondente, reenquadramento do MP (hoje, na prática um “4º poder”), seriam alguns temas que valem a pena debater, para melhorar o desempenho do mais corrupto dos poderes da nossa República.

    No Judiciário brasileiro acontecem coisas de estarrecer.

    Por exemplo: uma juíza saca, em proveito próprio, dinheiro dos depósitos judiciais sob sua guarda. Denunciada e respondendo Processo Administrativo Disciplinar, ela confessa o cometimento do delito, alegando “insanidade mental”. Declarada culpada, ela é “punida” com uma promoção ao desembargo e, em seguida, aposentada compulsoriamente (invalidez permanente). Na esfera penal, ela continua alegando insanidade. Seus pares tremem nas bases. Se a alegação for aceita, terão que ser canceladas todas as sentenças que ele proferiu durante o período em que cometeu o delito, e, aí, barata voa. Se a alegação de insanidade não for aceita, ela terá que ser condenada à prisão, e a promoção ao desembargo, assim como a aposentadoria, terão que ser canceladas. Eles não querem nenhuma das duas coisas. O que fazer? Simples. Cada juiz para o qual o processo é sorteado recusa o “feito”, alegando razões “de foro íntimo”, não especificadas. E o tempo vai passando… Vai passando… Até chegar o dia em que o processo será extinto por decurso de prazo…

    Aliás… É aceitável que um processo na área penal seja extinto por decurso de prazo? Uma pessoa assassinada, p.ex., estará menos morta, só porque o assassino conseguiu adiar seguidamente seu julgamento?

  153. Elias said

    “A Bolsa Família apareceu pela primeira vez na Prefeitura de Porto Alegre, gestão Olívio Dutra.”

    À época, o programa se chamava “Bolsa Escola”, porque a manutenção do benefício era condicionada à frequência à escola, por parte dos filhos e/ou dependentes menores do titular. Ao copiar o programa, levando-o para a esfera federal, FHC passou a chamá-lo “Bolsa Família”.

    Aliás, a gestão Olívio Dutra em Porto Alegre foi, também, a pioneira na implantação de um programa de microcrédito (popularmente conhecido como “Banco do Povo”), especializado na concessão de empréstimos e financiamentos para a instalação ou expansão de micro, pequenos e médios empreendimentos, a juros bem mais baixos que os de mercado.

    Hoje, os programas de microcrédito existem em praticamente todos os Estados brasileiros, independentemente do partido que esteja no governo.

    E tanto o Bolsa Escola quanto o Banco do Povo foram propostas criadas dentro do PT (no caso do Banco do Povo, copiando um programa existente na Índia), muito antes do partido vencer qualquer eleição para cargos executivos, e, decididamente, absolutamente, definitivamente, inequivocamente, sem nenhuma — mas nenhuma mesmo — participação do boquirroto gabola Cristóvão Buarque.

  154. Patriarca da Paciência said

    “Pessoalmente, não me inclino por nenhuma das duas alternativas. Em vez disso, o Brasil (e não apenas o PT) deveria debater seriamente sobre o Poder Judiciário, que deve ser totalmente reestruturado. Métodos e processos de escolha de juízes, controle externo, Corte de Apelação, julgamento de magistrado por instância diversa daquela em que atua o respondente, reenquadramento do MP (hoje, na prática um “4º poder”), seriam alguns temas que valem a pena debater, para melhorar o desempenho do mais corrupto dos poderes da nossa República.”

    Caro Elias,

    Minha inclinação é também, sem sombra de dúvidas, por esta opção, apesar de crer e querer que a famigerada ação penal 470 seja totalmente anulada.

    Só assim essa famigerada ação estará sepultada.

    Já disse algumas vezes e e volto a repetir.

    O grande legado do Collor foi escancarar para todas as pessoas o modo de como são feitas as salsichas e as campanhas políticas brasileiras.

    O legado do Brabosão foi escancarar, para todas as pessoas, o modo de como age uma certa parcela do Judiciário que, repito, não é maioria.

    Mas é uma boa parcela que se destaca pela ousadia e age acreditando de “que a lei existe somente para os outros” e “quem tem coragem de mandar com convicção, é obedecido”.

    Vide ministro Gilmar Mendes.

    Alguém poderia explicar o seu “pedido de vistas” do processo que regulamenta as campanhas políticas ?

    Espero que o Barbosão e Gilmar sejam os últimos representantes dessa corrente jurídica do atraso.

  155. Guatambu said

    Elias,

    Para fazer esse tipo de alteração no judiciário, só mexendo na constituição, né?

    Isso está na proposta de governo do PT?

  156. Pedro said

    Falando em como funciona a justiça:

    A injustiça é cega
    Sarna-ey

    Sarney, assim do nada, decidiu ir no Banco Santos e retirou R$ 2 milhões que tinha lá aplicado. Por uma coincidência incrível, a instituição foi liquidada pelo Banco Central no dia seguinte deixando todos seus aplicadores na pior.

    Foi iniciada uma injusta investigação para apurar a suspeita de Sarney ser detentor de informação privilegiada.

    Felizmente, a injustiça foi percebida a tempo e o caso ficou engavetado.

    Para resolver de vez mais esse caso de nítida intriga de oposição, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao STF o arquivamento, com duas argumentações extremamente pertinentes:

    1º) O caso já prescreveu, pois ocorreu há mais de seis anos (a liquidação ocorreu em 2004). O delito estaria prescrito desde 2010. A prescrição ocorre em doze anos, mas cai para seis anos devido aos 84 anos de idade de Sarney.

    2º) A inexistência de “elementos suficientes para configuração integral da adequação típica” da conduta de Sarney.

    O relator do caso é Dias Toffoli. Mais uma certeza que a injustiça será arquivada.

    fonte: Radar on-line

  157. Pax said

    Caro Guatambu,

    1 – não prego meu estilo de vida, não sou evangelista. O que prego é um pouco mais de cuidado com o meio ambiente e com os desequilíbrios sociais. Ambas áreas, no meu entender, se descuidadas, acabam dando merda grossa, sim. Temos tantos exemplos que creio não ser necessário listar. Você, pelo que diz, está bebendo (ou comprando pra não beber) água com metais pesados. Um pequeno exemplo. Que, pra mim, é sinal de uma estrago ferrado.

    2 – é bobinho… será?

    .https://www.youtube.com/watch?v=WfGMYdalClU

    3 – Tem inúmeros trabalhos na área, aqui trago uma dissertação de mestrado de um cara da UFRGS, de 2006. Se procurar acha quilos.

    http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/8214/000571046.pdf?sequence=1

    –> não é que não consiga definir, é que o tema já foi tão estudado que me parece desnecessário que eu te exponha o que tem aos quilos ao alcance do teu Google. Ok?

  158. Pax said

    ## se Dilma soubesse o quanto de estrago esse infeliz incompetente (só isso? o cheiro é que não!) do Paulo Bernardo faz na sua imagem…

  159. Pax said

    a contraposição ao vídeo do item 2 em #157 é esse aqui (que, claro, o velho, bom e rabugento Chesterton vomitará ao ver)

    .https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=0mUoJIwj8Us

  160. Pax said

    a república… como funciona no modelo nacional do Império da Corrupção.

    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2014/06/02/operacao-lava-jato-esta-paralisada-ha-14-dias/

    claro que não vou ter um link decente tão cedo.

  161. Guatambu said

    Pax,

    Não quis ser agressivo. Mas consumo é diferente de consumo desenfreado.

    Gostei do artigo acadêmico. Os videos, não vou conseguir ver agora.

    Sobre esse ponto, de conscientização, concordamos.

    Sobre a conscientização ser a solução, não sei.

    Eu acho que funciona assim:

    Se o cientista que está lá, no meio acadêmico, desenvolvendo um protótipo de um carro novo, ou uma nova forma de propulsão, não for consciente, ele vai continuar desenvolvendo motores dependentes de combustíveis fósseis.

    Se ele for consciente, ele tentará buscar alternativas a esse tipo de motor.

    A indústria só vai mudar de tecnologia, quando isso se tornar lucrativo.

    Conscientização pode contribuir?

    Eu acho que sim.

    Mas pense: teria que haver uma conscientização um nível profundo demais para impactar as curvas de oferta e demanda de determinado produto.

    Nesse ponto eu sou cético: podemos ser conscientes o tanto que quisermos, mas continuamos comendo gordura, e olha que nem faz mal ao meio-ambiente, faz mal a nós mesmos!

    Da mesma forma, podemos estar conscientes de que comprar um chevete 82 com carburador desregulado pode ser ambientalmente irresponsável. Mas pô! É a chance de alguém humilde, que mora na periferia de um grande centro, de diminuir em 2 horas o tempo entre a casa ele e o trabalho.

    Não adianta!

    Assim, acho que a conscientização contribui, mas há uma boa quantidade de outras variáveis para serem discutidas em conjunto.

  162. Pax said

    Caro Guatambu,

    1 – Não achei agressivo teu questionamento.

    2 – A questão da conscientização pode e vai levar a um consumo mais responsável. A Alemanha é um dos melhores exemplos de hoje em dia. E, pasme, Berlim está entre as cidades mais baratas do mundo para se viver.

    3 – Aqui temos essa mentalidade americanizada, do desperdício, do consumo desenfreado e irresponsável. Como disse, uma das áreas mais afetadas é o Meio Ambiente. As consequências? Bem, volto ao exemplo da água que usas em SP.

    Aqui tem um bom artigo sobre isso, aconselho: http://revistapesquisa.fapesp.br/2014/05/15/sem-florestas-gasta-se-mais/

    4 – Tanto o carinha que mora na periferia quanto o rico que tem uma BMW, ambos, passam horas nos trânsitos das grandes cidades brasileiras. SP e Rio são dois exemplos de vários. E a solução é o tal Chevete antigo ou uma BMW de 3.000 HP quando não se consegue passar a terceira marcha nesse trânsito caótico? Não, claro que não. A solução está aí, a grana também, essa que foi desviada dos trens e metrô de SP pelo tucanato, do metrô de Salvador desviado pelos democratas e, depois, pelos petistas. A solução é um mix entre transporte de massa (trens e metrôs) integrados com transporte coletivo eficiente (ônibus, bondes etc), ciclovias etc etc. Claro que não exclui o transporte individual de carros e motos, mas este não é a solução para o carinha do Chevete. Ele deve ter carro, claro, tem direito de ter. Mas tanto o menos quanto o mai favorecido deveriam usar estes privilégios não para seus dia-a-dia. Mesmo para grandes deslocamentos deveríamos investir numa malha ferroviária muito mais capilarizada que reduz o custo da ton/km abusurdamente e, na mesma via, transportam-se bens e pessoas.

    Só que isso não se dá num país onde Camargo Correa, OAS, Odebrecht, operadoras de telefonia e os velhos coronéis, afora vários outros exemplos de oligopólios, mandam e desmandam no país visando somente o lucro imediato.

    E aqui você não vê diferença alguma nas propostas de quem tem alguma chance de ganhar 2014. PSDB e PT são entreguistas de marca. Nem falo do PSB que se aliou com Marina querendo dar uma cara do que não é.

    No Brasil nada disso vai acontecer enquanto vivermos no século XX ou XIX enquanto o mundo mais evoluído já planeja e executa o XXI. No Brasil o nível educacional e de conhecimento é uma vergonha.

    E dê-lhe McDonalds, Coca-Cola pra molecada que os gringos precisam de lucro…

  163. Chesterton said

    Você quer morar no National Geographic Channel?

  164. Pax said

    adoraria, caro Chesterton… =)

    mas não estou longe disso, não.

  165. Chesterton said

    Pax, você nasceu aposentado ou nasceu para ser um aposentado…

    A China , que cresceu e cresce sem dar proteção alguma a trabalhadores…

    “Há dias, uma estatal chinesa no setor de óleo e gás determinou uma mudança surpreendente na política de recrutamento: os filhos de seus funcionários não mais terão emprego automático na empresa, a menos que se graduem numa universidade de primeira linha. Aqueles formados em instituições de menor reputação passarão por um exame e competirão com outros candidatos.

    A medida foi, evidentemente, aplaudida. Afinal, as estatais pertencem ao país, e não aos seus empregados, e o sistema do emprego hereditário tende a ser um entrave à eficiência.

    Os funcionários, no entanto, revoltaram-se. Na essência do regime comunista está a proteção do trabalhador e de suas famílias. Por que proteger menos?

    O episódio dá uma ideia de como é difícil transformar a China. O país moderno convive com práticas herdadas dos tempos de fechamento. Alterá-las ainda requer uma mudança profunda de cultura. Os que acreditam que a existência de um partido único soluciona qualquer problema estão longe da realidade. Novas ideias encontram um movimento natural de resistência.

    Por isso, é preciso primeiro inseri-las numa grande moldura política e depois aprofundá-las em decisões práticas para que sejam absorvidas pela burocracia estatal. É um processo lento e gradual, que contrasta vivamente com o ritmo rápido das obras de construção e de infraestrutura.

    Além disso, muitas medidas tomadas em âmbito partidário ou federal passam pela interpretação das autoridades locais, e ela nem sempre é uniforme.

    Recentemente, o Partido Comunista decidiu que a melhor forma de mudar as estatais e suas práticas é abrir o seu capital. Empresas de capital aberto teoricamente são cobradas, têm que exibir contas, dar satisfação aos acionistas.

    O problema é que a implementação dependerá dos governos provinciais e municipais. E, a julgar pelas diretrizes já anunciadas por três deles, o da província de Sichuan e o das cidades de Chongqing e Xangai, o critério será diferenciado.

    Na verdade, as próprias empresas estatais também têm uma parcela de autonomia sobre as decisões. Algumas saem à frente, operando mudanças; outras adiam a ação o quanto podem.

    As estatais federais são reguladas. Os reguladores determinam, por exemplo, o lucro mínimo esperado a cada ano. É uma forma de forçar ajustes, baixar custos e aumentar a produtividade. Mas as locais não estão cobertas.

    O misto da China antiga com a nova mostra um saldo considerável para a nova. Mas isso acaba sendo um entrave a mudanças. Muitos no partido parecem acreditar que basta repetir a experiência dos últimos 30 anos, sem fazer grandes emendas, para levar o país ao sucesso.

    A alta cúpula, no entanto, sabe que isso não é possível. A China ainda crescerá com alguma força porque é pobre. Mas sem reformas, sobretudo nas suas estatais, pode perder o gás.

    Marcos Caramuru de Paiva, diplomata, é sócio e gestor da KEMU Consultoria, com sede em Xangai, e vive há oito anos no Leste Asiático. Foi cônsul-geral do Brasil em Xangai, embaixador na Malásia, secretário de Assuntos Internacionais do Ministério da Fazenda e diretor-executivo do Banco Mundial, em Washington. Escreve a cada duas semanas.”

  166. Guatambu said

    Pax,

    Acho que chegamos a um consenso.

    Berlim foi a melhor cidade que eu visitei na Europa: multicultural, limpa, de pessoas extremamente simpáticas e educadas. Você sente a preocupação com o ambiente, sem colocar de lado a comodidade das pessoas.

    Conscientização contribui.

    E chegamos ao seu ponto número 4, em que era justamente o que eu disse: conscientização sem o apoio público, não funciona. E não é criando mais uma faixa de ônibus que vai resolver… ou colocando uma draga no rio Tietê para tirar parte do esgoto jogado lá.

    Mais meia dúzia de linhas de metrô na cidade de SP não resolveria ainda nem 1/3 do problema de transporte. Aliás, eu acho que o paulistano e um dos motoristas mais mal educados do mundo.

    A CET não consegue ajudar em quase nada.

    Voltamos à questão da eficiência do Estado… que, por algum motivo, não melhora.

  167. Pax said

    Caro Guatambu,

    Momento descontração. Creio que este vídeo se aplica a aproximadamente 90% dos caras que hoje estão em posições públicas. Juro que acho isso. Principalmente se estivermos falando dessa turma encabidada que tem pra todo lado.

    .https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=JOXE5o0XURo

    Claro, a turma do PT vai estrilar. Na verdade nem sei se um dia o Porta dos Fundos falou mal de alguma coisa do PT. Se sim, acredite, passaram a ser objeto de ataques do neopetismo.

    Idem ibidem para o neotucanato.

    Essa turma do Fla X Flu…

  168. Pax said

    Uma suspensão, tirar o foco. Daqui uns dias volta à ativa….

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/06/1463780-deputado-e-suspenso-do-pt-por-60-dias-e-nao-concorrera-a-eleicao.shtml

  169. Daise said

    Afinal quem mudou foi o PT ou foi o Lula?

  170. Pax said

    Tattolândia? Bob Fernandes não pode ser chamado de PIG.

    https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=800960336590122&id=100000284899576

    Enviada do meu iPhone

    >

  171. Daise said

    PADRÃO DO GOVERNO PT: O BRASIL BATENDO NA MADEIRA

    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2014/06/02/dilma-recebe-a-taca-da-copa-e-bate-na-madeira/

    Acho e torço para o Brasil ser campeão dentro do campo. Salvo catástrofe deverá ser.

    Deus queira que nada de grave aconteça nas ruas ou nas obras inacabadas que continuam a ser inauguradas.Sem vergonha e eleitoralmante.

    Estou peocupada é com a Arena Corinthians.Falhar na abertura da Copa com 4,5 bilhões de pessoas assistindo pela TV mundial é barra.

    O pior dessa copa é ficar ansiosa pelo time e também pelo fracasso da organização.
    Sofrimento duplo. Na verdade é triplo…sou brasileira e corinthiana doente.

  172. Patriarca da Paciência said

    Eu falei que tinha quase certeza que o tal Falcão e a claque tinham sido comprados. Agora tenho completa certeza.

    “Em Ribeirão Preto, depois de chamar legado da Copa do Mundo de “muito escroto”, cantor Falcão, do grupo O Rappa, ouve público xingar presidente Dilma Rousseff; “O desabafo é de vocês, é nosso, é de todo mundo”, apoiou ele; dois dias depois, a empresa de cosméticos Natura, do empresário Guilherme Leal, anuncia os mesmos Falcão e O Rappa sob contrato para show de lançamento de perfumes; Leal, como se sabe, foi o principal doador financeiro e vice na chapa de Marina Silva à Presidência, em 2010, contra Dilma; oposicionismo turbinado; ”

    Isso não é sequer jogo sujo, é jogo imundo mesmo !

    E a Marina das pererecas verdes apoiando tudo.

    http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/142126/Rappa-puxa-vaia-a-Dilma-e-ganha-contrato-da-Natura-de-Leal.htm

  173. chesterton said

    http://coturnonoturno.blogspot.com/2014/06/pt-velha-e-conhecida-sofisticada.html

    Chest como sempre disse…

  174. Daise said

    Companheiro Pax #170

    O DESVENTRAR DOS PETiSTAS

    Duvidas:

    Como o PCC, que foi criado no governo de 20 anos do PSDB (sic), acabou indo parar no ventre/ barriga de aluguel do PT?
    Relação carnal ou inseminação in vitro?
    Foi sem querer querendo?

    O que sei é que o PT só toma no rabo em São Paulo….faz 20 anos.
    Eu não sabia que tomar no rabo engravidava.
    Genoino e Mercadante estão aí para confirmar.
    Foram derrotados no 1o. turno.
    O rabo doeu mas o ventre continuou preso.

    PT desventrar-se do PCC?

    Não seria mais fácil o Brasil desventrar-se do PT?

    Sairia muito mais barato e o Bob Fernandes passaria a escrever no 247

  175. chesterton said

    Ai patriarca, não é culpa do fhc?

  176. Daise said

    Companheiro Patriota da Paciencia

    Quer dizer que você acha que o cara da natura comprou ~40 mil pessoas pra gritar :

    Ei Dilma vai tomar no cú!
    Ei Dilma vai tomar no cú!
    Ei Dilma vai tomar no cú!

    Em São Paulo, o povo quer o mesmo.
    Genoino e Mercadante já aprenderam sendo derrotados seguidamente.
    Marta Suplicy nem chega a concorrer por que Lula não quer.Total fracasso.
    Padilha, digo Quadrilha, está indo para o mesmo caminho.

  177. Daise said

    Desculpe caro Patriota da Independência em #176

    o “cu” da Dilma é sem acento! rsrsrsrs

  178. Pax said

    Daise disse que se mira em Michelle que usava a baixaria do Carlão.

    Tem muitos blogs para esse nível, Daise.

    Aqui solicito evitar.

    Enviada do meu iPhone

    >

  179. Patriarca da Paciência said

    “Quer dizer que você acha que o cara da natura comprou ~40 mil pessoas pra gritar ”

    Está mais que claro que comprou o tal de Rappa. A claque do Rappa veio de troco.

    Além do mais eu não acredito que houvesse sequer mil babacas gritando boçalidades, quanto mais 40 mil !

    É muto fácil espalhar uma claque pelo meio de uma multidão e, a um sinal combinado, encenar que toda a multidão está gritando, é coisa muito simples.

    Isso sim, é técnica fascista.

  180. Patriarca da Paciência said

    É caro Pax,

    o encosto veio meia disfarçado, mas terminou se traindo !

    Eu, sinceramente, desconfiei desde o começo !

  181. Patriarca da Paciência said

    De minha parte, acho que a Polícia Federal tem obrigação de investigar tamanha falta de respeito com a Presidente da República, por parte do Rappa e sua claque..

    Além de ser coisas de mercenários, pode conter banditismo por trás também.

  182. Daise said

    Companheiro Pax

    Por que me censurar sub-repticiamente?

    Eu não menti. Isto é verdade ou mentira?

    Está documentado. Nenhum candidato do PT o governo de São Paulo acaba eleito.
    Nem Lula conseguiu.

    Quanto ao video…na verdade meu companheiro , a platéia gritou bem mais de 3 vezes.

    e a palavra “cu”não tem acento.Nova ortografia.Eu não sabia.

    Parece que que vc não tolera o contraditório feminino.

    Desventre-se meu caro! como disse o Bob.

    Policiar a boca dos outros, não condiz com a seu estilo de vida.
    Estamos no século XXi ou não?

    Alias por que vc briga tanto quando eu azaro com as opiniões do Patriorca copiadas do 247 ????
    Estou me divertindo. Vc não?

    Vc acha que ele não sabe se defender? Diga a verdade.

  183. Chesterton said

    http://exame.abril.com.br/mercados/noticias/jbs-friboi-faz-mudanca-relampago-no-controle-acionario

    Blessed acionista do Friboi com 15%…… sócio oculto (hahahahahahahahahahahahahaha)

  184. Chesterton said

    Este é mais um caso de “não vi, não sei quem é, não sei de nada” — mais uma vez, de proporções épicas. A JBS, uma das maiores empresas brasileiras em faturamento, dona da marca Friboi e responsável por aquisições bilionárias nos últimos anos, diz que não sabe quem é o detentor de 13% de seu capital.

    A Blessed Holding, uma sociedade incorporada em Delaware, nos EUA, onde há menos exigências legais para a abertura de empresas, aparecia até semana passada como dona de 13% do capital da JBS… até que o jornal O Estado de São Paulo começou a fazer perguntas à CVM.

    ccn

  185. Chesterton said

    eu sei que vocês assistiram, eu vou assistir agora.

  186. Chesterton said

    Uma remessa de US$ 3 milhões do Brasil para o presidente de Cuba, Raul Castro, chamou a atenção de agentes do Drug Enforcement Administration (a agência anti-drogas dos EUA) que acompanham o desenrolar da Operação Lava Jato no Brasil. A DEA suspeita que o dinheiro possa ter a ver com alguma operação de tráfico de drogas, supostamente tolerada pelo governo cubano. Agentes admitem que as verdinhas também podem ser um mero investimento de integrantes do governo brasileiro em parceria com a família Castro.

    O dinheiro foi repassado ao mandatário cubano através do esquema do doleiro Alberto Youssef, investigado pela Polícia Federal e processado pela Justiça Federal, no Paraná. O caso de remessa de dólares aos cubanos pode ganhar contornos politicamente explosivos. Segundo as investigações, a ordem para o envio dos recursos teria partido de Gilberto Carvalho, Secretário Geral da Presidência da República – e um dos ilustres membros da chamada “República de Londrina” – cidade paranaense onde Youssef tinha uma de suas bases. A grana para Raul teria vindo das Ilhas Seychelles.

    Alerta Total

  187. Chesterton said

    Durante um jantar sábado à noite, na residência de um executivo de transnacional no Rio de Janeiro, o affair cubano foi revelado por um deputado federal filiado a um dos principais partidos da base aliada do governo. Descontente com o governo Dilma, e praticamente pronto para saltar fora da coalizão com o PT, o parlamentar cometeu outra “inconfidência empresarial” que pode abalar a cúpula petista. Os EUA monitoram uma atípica troca milionária do volume de ações de uma megaempresa do ramo alimentar. A operação foi feita por um bilionário brasileiro em favor da família de um ilustre político petista.

    O assunto é acompanhado por uma força-tarefa de 150 funcionários norte-americanos do FBI, SEC (Securities and Exchange Comission) e do Departamento de Justiça. Desde final de abril, eles investigam como membros da cúpula do governo brasileiro interferem na gestão de grandes empresas brasileiras cotadas na Bolsa de Nova York. O alvo dos americanos é entender a atuação de apadrinhados políticos (principalmente petistas e peemedebistas) nos maiores fundos de pensão de estatais, que gerenciam mais de US$ 600 bilhões em ativos de várias companhias listadas na Nyse. A atuação do BNDES, seu braço de investimentos BNDESpar, Banco do Brasil e Caixa é monitorada pelos “pesquisadores” do Tio Sam.

    Depois da Copa do Mundo, com a Seleção Brasileira ganhando ou perdendo, bem no meio da campanha reeleitoral, o governo Dilma pode ter uma surpresa muito desagradável com o resultado dessa “pesquisa” feita pelos norte-americanos. A confusão promete ser impactante política e economicamente, porque um dos alvos analisados é a BM&F Bovespa, onde os negócios se consolidam. Oficialmente, os auditores norte-americanos tentam obter mais informações para embasar pelo menos três processos sancionadores abertos na SEC, um outro aberto na Nyse, além de inquéritos tocados pelo FBI – a Polícia Federal dos EUA.

    idem

  188. Daise said

    E por falar em piada…

    INTRIGA DA OPOSIÇÃO

    Lula nega que vá abdicar ao trono em favor do filho:
    -“Devem ter me confundido com o rei da Espanha!”

    TUTTY VASQUES

  189. Daise said

    Patriarca Da Paciência disse

    02/06/2014 às 23:17
    De minha parte, acho que a Polícia Federal tem obrigação de investigar tamanha falta de respeito com a Presidente da República, por parte do Rappa e sua claque.

    o companheiro Patriota deve ter esquecido que a PF está ocupada investigando petistas envolvidos na LavaJato- : Vargas, Gleisi, Vacarezza e o Paulo Bernardo, o queridinho do Pax (1,2G)

    Além de ser coisas de mercenários, pode conter banditismo por trás também.

    alem do Paulo Moura, o ladrão deputado, cúmplice do PCC, em São Paulo eu sugiro uma chegada a Alagoas onde Collor e Renan Filho deverão ser eleitos)

    Por que o companheiro Patriota da Independência não chama a companheira Dilma de “PresidentA da República” como manda o protocolo do PT?
    atrevo-me a responder: por que é ridículo!

    Patriota eu vou ficar triste se o companheiro Pax resolver impedir meus comentários de serem publicados. Você não aprenderá nada e eu vou perder horas de humor diário.

  190. Daise said

    Afinal caros companheiros Pax e Patriota da Inconfidência.

    as mulheres podem dar palpites contrários, inclusive jocosos ou se quisermos participar ativamente da discussão ou teremos que nos comportar “adequadamente”. Sem palavras de baixo calão.
    Senão serão advertidas e talvez punidas.

    Por que tanto medo da opinião desta mulher?
    Um “encosto” segundo o Patriorca ?
    Medo de mulheres bocudas e que chamam
    a merda de merda? São encostos!
    Dilma é uma merda de presidente!

    Alguém discorda?
    Pax você discorda que Dilma só atrasou o Brasil?
    Fugir da pergunta … e por a culpa no Paulo Bernardo resolve a sua consciência?

    E os outros 38 ministros? e a chefa?

  191. Pax said

    que triste, pior ainda as circunstâncias, vai-se um grande fotógrafo

    http://m.oglobo.globo.com/rio/homem-que-morreu-apos-sentir-dores-no-peito-era-fotografo-especialista-em-natureza-12699366

    Enviada do meu iPhone

    >

  192. Pax said

    Daise, não é o fato de você ser mulher. O fato é você ser troll.

    Simples assim.

    Get lost.

    Se continuar a vir aqui pra encher meu saco será moderada sem dúvida alguma.

    Faz tempo que não tenho tempo para troll.

    Enviada do meu iPhone

    >

  193. Patriarca da Paciência said

    “Por que o companheiro Patriota da Independência não chama a companheira Dilma de “PresidentA da República” como manda o protocolo do PT?
    atrevo-me a responder: por que é ridículo!”

    Para quem só entende desenhando, eu vou desenhar. Eu me refiro ao cargo de Presidente da República.. Todo cidadão tem obrigação de respeitar as autoridades da Republica e, mais ainda, à autoridade máxima.

    Observe se o tal Aníbal ainda voltou a falar obscenidades ao referir-se ao ministro da justiça.

    Nos meus tempos de bancos escolares, aprendia-se que se deve respeito aos Símbolos da República e às autoridades da República.

    E uma pessoa que sequer aprendeu o básico, ensinado nos antigos grupos escolares, acha que pode me “ensinar a viver”. !

    É muito estranho.

    Quanto à Presidenta Dilma, vou continuar a tratá-la como tal, visto que é um boa referência às conquistas das mulheres.

  194. Patriarca da Paciência said

    comentário 190,

    Essa deve ter sido uma reunião do Paulo Octávio, do DEM, aliado do PSDB, com o subprefeito de Taguatinga, DF.,

    O Paulo Octávio, do DEM, aliado do PSB, foi preso ontem e e foi mostrado um vídeo, no telejornal da Globo, de hoje, das oito horas, mostrando uma conversa entre o dito cujo e o prefeito de Taguatinga, no Distrito Federal, que tem tudo a ver.

    Paulo Octávio já foi de tudo no DEM, partido aliado do PSDB. Foi deputado, governador, senador e é também um rico empresário da construção civil, proprietário de muitos empreendimentos.

  195. Chesterton said

    Patriarca, cana para ele, por um bom tempo.

  196. Patriarca da Paciência said

  197. Patriarca da Paciência said

    Como que o Ah é sim respondeu ?

    Simplesmente tentando desviar o assunto .

    Ficou dizendo que o tal “ataque procede do submundo da internet”.

    Aí o jornalista cita o Serra, o qual foi o responsável por trazer o debate sobre o consumo de cocaína no Brasil, para a campanha política de 2014.

    Aí o que foi o Ah é sim ?

    Fica desviando o assunto novamente.

    Fala novamente em “submundo da internet”.

    Então o Serra faz parte do submundo da internet ?

  198. Chesterton said

    Escrevi há pouco sobre a intenção do PT de instalar sovietes no país. Espantosamente, nenhum jornalista percebeu as semelhanças da PNPS com os sovietes russos. Que, na revolução abortada de 1905, até tinham um certo sentido. Não existindo representação parlamentar sob o czarismo, se alguém pretendia uma revolução tinha necessariamente de organizar um poder paralelo.

    Não é o caso do Brasil. Temos um parlamento, que bem ou mal foi eleito em eleições livres. Se o povo não sabe escolher, isto são outros quinhentos. De qualquer forma, a eleição pelo sistema um homem/um voto sempre será mais sensata que a nomeação pelo PT de baderneiros como consultores dos poderes constituídos do país.

    Comentando minha crônica sobre os sovietes que o PT quer instalar, um bom amigo me reproduz este comentário de um de seus interlocutores:

    “O Cristaldo não entendeu nada, ou de propósito diz ter entendido uma coisa quando é outra. Vem com uma história antiga, de rebeldia do povo contra o governo como se fosse essa a proposição; bem ao contrário, a proposta, como se possa ter lido, é de atividade de apoio, como era de apoio o Orçamento Participativo, um modelo democrático de ouvir as aspirações da comunidade. Dirás que um governo que não sabe governar estaria solicitando apoio à comunidade, é isso? Ou, não seria o contrário, o governo municipal, (estadual, federal, por associação) não estaria agindo em conformidade aos desejos da população?

    “Não te parece que o Cristaldo anda querendo assunto, quer apresentar uma crônica, precisa apresentar uma crônica e utiliza justamente aquilo que o faz ser contraditório. Não entrasse melhor seria, assim perde credibilidade”.

    Começo pelo final. Não preciso apresentar crônica alguma e nada recebo por elas, como é o caso dos agitprops da Internet cujos blogs são financiados pelo PT. Faço porque quero, gosto e posso.

    Continuando: este senhor parece ser daqueles que acreditam no imenso e desprendido amor do PT pelo país e pelo povo brasileiro. Ora, uma corja de egressos do marxismo e da igreja, que nem sequer aceitam o óbvio – o mensalão – e incensam criminosos julgados e encarcerados como heróis, se pensa em algo é na manutenção do poder e privilégios.

    Até se entende a existência de marxistas honestos até meados do século passado. Acreditavam na utopia e desconheciam os crimes de Lênin e Stalin, cujas notícias mal chegaram no Brasil. Os crimes do Paizinho do Povo só foram desvelados em 35, 36 e a affaire Kravchenko só ocorreu em 49. O livro de Kravchenko, Eu escolhi a liberdade – que desmascara definitivamente a tirania stalinista – até que foi publicado no Brasil, mas os comunistas conseguiram transformar o título em motivo de troça. Se alguém condenava o regime soviético, respondiam com um sorrisinho de superioridade: “sei, você escolheu a liberdade”.

    O PT não tem esse atenuante, a ignorância de seus “malfeitos”, como diz Dona Dilma. Soube e sabe das falcatruas de seus líderes, mas não as reconhece. Mais fácil encontrar um comunista íntegro que um petista honesto. Seus deputados roubam, são julgados e presos e o PT os defende, reservando suas críticas ao presidente do Supremo, aliás nomeado pelo capo de tutti i capi. Almas candorosas ainda acham que o PT está preocupado com o bem-estar da nação. Ou alguém já teve notícias, ao longo de toda a história do país, de partido mais corrupto? Se alguém tiver, favor informar-me.

    O comentário do senhor que acha não entendi nada, curiosamente coincide com o coordenador dos ditos movimentos sociais, o secretário-geral da Presidência da República, ministro Gilberto Carvalho, que classifica de hipocrisia, ignorância e má-fé a tentativa da oposição de derrubar o decreto que instituiu a PNPS. No fundo, está dizendo que discordar de qualquer proposição do governo só pode partir de hipócritas, ignorantes ou gente demá-fé. Pois só tais indivíduos podem opor-se ao partido que porta a verdade. A argumentação é brilhante e denuncia a filiação ideológica do ministro: antes de discutir o mérito de uma questão, desmoralize o oponente.

    Segundo editorial do Estado de São Paulo – certamente hipócrita e de má fé – a fórmula não é muito original. “O decreto cria um sistema para que a “sociedade civil” participe diretamente em “todos os órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta”, e também nas agências reguladoras, através de conselhos, comissões, conferências, ouvidorias, mesas de diálogo, etc. Tudo isso tem, segundo o decreto, o objetivo de “consolidar a participação social como método de governo”. Ora, a participação social numa democracia representativa se dá através dos seus representantes no Congresso, legitimamente eleitos. O que se vê é que a companheira Dilma não concorda com o sistema representativo brasileiro, definido pela Assembleia Constituinte de 1988, e quer, por decreto, instituir outra fonte de poder: a “participação direta”.

    “Não se trata de um ato ingênuo, como se a Presidência da República tivesse descoberto uma nova forma de fazer democracia, mais aberta e menos “burocrática”. O Decreto 8.243, apesar das suas palavras de efeito, tem – isso sim – um efeito profundamente antidemocrático. Ele fere o princípio básico da igualdade democrática (“uma pessoa, um voto”) ao propiciar que alguns determinados cidadãos, aqueles que são politicamente alinhados a uma ideia, sejam mais ouvidos”.

    Estamos ante a tentativa de um golpe branco. De um canetaço, uma mudança de regime. Provavelmente não vai colar. Mas quem não arrisca, não petisca. Se colar, colou. A poucos meses das eleições, o PT tira uma carta da manga e escancara sua verdadeira face.

    E se você, leitor, assim pensa, não passa de um hipócrita e ignorante de má-fé. Como este que vos escreve.

    - Enviado por Janer

  199. Patriarca da Paciência said

    “Segundo editorial do Estado de São Paulo – certamente hipócrita e de má fé – a fórmula não é muito original. “O decreto cria um sistema para que a “sociedade civil” participe diretamente em “todos os órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta”, e também nas agências reguladoras, através de conselhos, comissões, conferências, ouvidorias, mesas de diálogo, etc. Tudo isso tem, segundo o decreto, o objetivo de “consolidar a participação social como método de governo”. Ora, a participação social numa democracia representativa se dá através dos seus representantes no Congresso, legitimamente eleitos. O que se vê é que a companheira Dilma não concorda com o sistema representativo brasileiro, definido pela Assembleia Constituinte de 1988, e quer, por decreto, instituir outra fonte de poder: a “participação direta”.

    Então os Estados Unidos Maravilha são um Estado profundamente comunista ? !

    O governo brasileiro está apenas tentando criar no Brasil mecanismos de ampliação da participação popular, os quais existem em muitos países, principalmente os ditos países de primeiro mundo.

    Que mal haveria em consultar a população sobre assuntos que lhe afetarão diretamente ?

    Só pessoas de pensamento fascista podem pensar que isso é ruim.

  200. Patriarca da Paciência said

    Será que esse pessoal tão admirador e, deslumbrado, com as Maravilhas dos Estados Unidos Maravilha, nunca ouviram falar nos famosos “Conselhos de Cidadãos” que existem por lá?

  201. Guatambu said

    Esses políticos…

    É tudo farinha (hehehe) do mesmo saco.

  202. Chesterton said

    Agora Patriarca é fã do Tio Sam….

  203. Chesterton said

    Jorge Serrao

    O Presidentro Lula da Silva vai convocar uma reunião de seu “gabinete de crise” (os amigos e sócios que o cercam no Instituto Lula) para avaliar que medidas milagrosas podem ser tomadas, urgentemente, para conter a avalanche de ações psicológicas contra o governo Dilma Rousseff. O inferno despenca sobre o PT. O processo de desmoronamento político parece irreversível. O volume tsunâmico dos ataques tende a aumentar quando a campanha reeleitoral começar oficialmente.

    A apavorada cúpula petista avalia, reservadamente e muito a contragosto, que nunca Dilma esteve com sua reeleição tão ameaçada como agora. A previsão é de que tudo pode ficar pior na véspera do que promete ser uma desastrosa “Copa do Jegue” – marcada por desorganização e protestos que podem descambar para a baderna e violência, com negativa repercussão internacional. Tecnicamente, com a carestia, os juros altos, o pibinho e o crescente endividamento das pessoas e do setor público, o governo petista acabou.

    A lista de problemas parece não ter fim – e muito menos solução no curto prazo. O pavor petralha é real. Familiares e aliados próximos de Lula têm seu patrimônio investigado por um refinado esquema de espionagem transnacional. Já foram detectadas operações atípicas de transferência de controle acionário de empresas. A jogada pode se transformar em processos na Corte de Nova York, em cuja bolsa de valores as companhias negociam ações.

    Ao mesmo tempo, a banda sindical petista começa a sofrer derrotas em áreas financeiramente estratégicas, como nas eleições para os conselhos dos mais importantes fundos de pensão, como a Previ (Banco do Brasil) e Funcef (Caixa). O tempo também fecha para eles na Petros (Petrobras) que é alvo de ações judiciais por suspeitas de má gestão.

    A Operação Lava Jato, que apura lavagens ilegais de mais de R$ 10 bilhões, parece ter descoberto esquemas que fazem o velho Mensalão parecer roubo de galinha do vizinho. Petralhas são suspeitos de ligação direta com facções criminosas, para lavagem de dinheiro público desviado, que acaba financiando o tráfico de drogas e o comércio de armas.

    Os mensaleiros são fonte permanente de desgaste. Os reeducandos na Ação Penal 470 continuam reunidos na Penitenciária da Papuda para formar o novo PT (Partido dos Trancafiados). Pelo menos até que o novo arranjo político no Supremo Tribunal Federal, após a aposentadoria de Joaquim Barbosa, mande soltá-los, agravando ainda mais a crise imagética sofrida pelo partido que desmoralizou a honradez.

    Os escândalos na Petrobras, que pareciam em fase de banho Maria, voltam ao fogo alto do inferno com a desesperada entrevista de Paulo Roberto Costa à Folha de São Paulo. O ex-diretor de abastecimento da estatal, réu na Operação Lava Jato, avacalhou com o corpo técnico da empresa e desenhou a imagem de incompetência de Dilma Rousseff, como ex-presidente do Conselho de Administração da estatal de economia mista. Paulo Costa e seus parceiros Alberto Youssef (o doleiro) e André Vargas (o deputado) são fontes de problemas inimagináveis para o PT.

  204. Chesterton said

    Quando o cenário parece ruim consegue ficar ainda pior. Em São Paulo, o PT foi obrigado a encenar a detonação do deputado estadual Luiz Moura. O parlamentar foi suspenso do partido por 60 dias e ficará sem legenda para a eleição. Moura pode até ser expulso pela Comissão de Ética petista se for confirmada a informação policial de que ele teria participado de um encontro com integrantes da facção criminosa PCC para discutir ataques a ônibus na Zona Leste de São Paulo, no último mês de março. O engraçado foi os dirigentes petistas alegarem que não sabiam do passado de Moura: ex-presidiário na década de 90, por assaltos a supermercados no Paraná e Santa Catarina.

    Além dos problemas gerados por investigações, o desespero petista produz a autodestruição do governo. Todos os partidos de oposição – e muitos parlamentares da situação – exigem que seja suspenso o soviético Decreto 8243/2014. O excremento legal consolida o aparelhamento da máquina estatal e torna dispensável a ação parlamentar. Ninguém em sã consciência democrática engole a tal Política Nacional de Participação Social (PNPS), bolada pelos radicalóides petistas que sonham com a aceleração de um processo revolucionário socialista-comunista, instituindo a “democracia direta” pela via das consultas populares manipuladas por eles.

    Dilma Rousseff já era. Não só por culpa dela. Mas porque deixou o PTitanic ser pilotado por Lula e sua turma. Outras broncas pesadas vão estourar em breve contra a petralhada. Na defensiva contra escândalos, e na tradicional ofensiva contra seus “inimigos”, o PT tende a cometer novos erros capitais. A tendência é ser traído por aliados. O chamado grande capital – que até lucrou muito na era Lula-Dilma – não quer a continuidade do poder petista no Brasil. Motivo simples: não há segurança para negócios bilionários. A incompetência política e gerencial, junto com a corrupção descontrolada, desgastarem irremediavelmente o partido que tem cara de seita fanática.
    A derrocada petralha vai se consolidar nas inseguras urnas eletrônicas com a onda de pessimismo que afeta a maioria dos brasileiros de todas as classes sociais. Diferentes pesquisas indicam o mesmo resultado: mais de 70% do eleitorado quer, claramente, mudança de governo. A substituição do PT já está programada no imaginário do cidadão-eleitor-contribuinte – vítima da carestia, dos impostos absurdos, dos juros escorchantes, da dificuldade em quitar o crédito que tomou sem ter condições e pelo cansaço com tudo feito na base da corrupção – patrocinadora de outros males, como a violência mafiosa fora de controle.

    O petismo se locupletou com a governança do crime organizado no Brasil Capimunista. Agora, provará do próprio veneno e sentirá os efeitos danosos da autofagia que costuma desintegrar as máfias compostas por amadores. Quando efetivamente perderem o poder, muitos dos dirigentes terão de acertar contas com a Justiça, por causa de seu mágico enriquecimento – incompatível com os ganhos legais possíveis na carreira de político profissional. Muitos correm o risco de migrar do parlamento para o parlatório das penitenciárias.

    O processo de limpeza pode demorar um pouco, porque o Brasil é o País da Impunidade e da Injustiça. Mas o desfecho contra a petralhada é inevitável. Ainda não dá para ter certeza absoluta se, no processo de queda, os marginais da política responderão com violência ou se a covardia falará mais alto. O certo é que o tempo do PT se esgotou historicamente.

    cont.

  205. Chesterton said

    Sindicalistas ligados ao PT tomaram uma surra na estratégica eleição da Previ – o bilionário fundo de pensão dos empregados do Banco do Brasil.

    A Chapa 4, que reunia os petistas-sindicalistas, obteve apenas 22,7% dos votos.

    A vencedora, chapa 3, obteve 31% – sendo que a soma das chapas de oposição (1, com 9,6%, e 2, com 18,4%) representou 59% de esmagadora derrota para os aparelhadores petistas.

    cont.

  206. Chesterton said

    http://www1.folha.uol.com.br/seminariosfolha/2014/06/1464294-homem-nao-controla-o-clima-global-e-mundo-esta-esfriando-diz-professor.shtml

    chest- nessa é para o Pax, que acha que o mundo vai torrar e que o Lulinha dele não é o “chefe” (eu não sabia….)

  207. Pedro said

    “Do G1

    Ministro arquiva investigação sobre suposto favorecimento a Sarney

    O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o arquivamento de investigação pedida pelo Ministério Público de São Paulo sobre o senador José Sarney (PMDB-AP), ex-presidente da República. A suspeita é de que ele teria recebido informação privilegiada ao resgatar R$ 2 milhões aplicados em fundos do Banco Santos um dia antes de o Banco Central decretar intervenção na instituição financeira, em novembro de 2004.”

    Tudo tão previsível, e desanimador………É este tipo de ministro que o Patriarca adora?

  208. Chesterton said

    Cadê a petralhada do PAX?

  209. Patriarca da Paciência said

    Pedro,

    e sobre o fato do ministro Gilmar Mendes está sentado em cima do processo que decide sobre a doação de empresas a campanhas eleitorais, você tem alguma coisa a dizer?

    De onze votos possíveis, o processo recebeu 6 votos favoráveis à proibição de doação de empresas para campanhas eleitorais, no entanto o ministro “pediu vistas” e, até agora, não devolveu o processo.

    Alguém acredita que empresas façam doações a candidatos por simples altruísmo ?

    Até as pedras sabem que grandes empreiteiras e grandes seguradoras, as maiores financiadores de candidatos, fazem “investimento” não doação.

    Qual a justificativa do Ministro Gilmar Mendes ?

  210. Chesterton said

    WEDNESDAY, JUNE 4, 2014

    A Civilização Brasileira Sob o PT
    A que pontos chegamos. Um dos grandes desserviços prestados pelo PT ao Brasil é a deterioração dos padrões de comportamento. O PT defende explicitamente a bandidagem, desrespeita sistematicamente as leis, argumenta persistentemente contra a família, os costumes e as normas tradicionais do povo brasileiro. Seu objetivo é destruir a pouca cultura e os mínimos resquícios de civilidade que temos. Daí quando lemos uma manchete como esta não nos horrorizamos pois estamos habituados ao padrão petista de selvageria: Corinthians elogia torcedores por não depredar o Itaquerão.
    POSTED BY SELVA BRASILIS A

  211. Patriarca da Paciência said

    “Um dos grandes desserviços prestados pelo PT ao Brasil é a deterioração dos padrões de comportamento. O PT defende explicitamente a bandidagem, desrespeita sistematicamente as leis, argumenta persistentemente contra a família, os costumes e as normas tradicionais do povo brasileiro. Seu objetivo é destruir a pouca cultura e os mínimos resquícios de civilidade que temos.”

    A que ponto chegamos !

    Alguém tem a coragem de escrever e colocar na internet uma boçalidade dessa !

    Como diz o Pax, o Chesterton só lê lixo !

    Então a sociedade brasileira é uma massa morta que o PT modela e remodela conforme a sua veneta ?

    Só mesmo um analfabeto funcional para escrever uma bobagem assim.

    É uma total falta de respeito, não ao PT, mas aos milhões de homens e mulheres, cultos e trabalhadores, que fazem parte da sociedade brasileira.

  212. Patriarca da Paciência said

    E o PT respeita tanto as leis a ponto que, mesmo não concordando com a pena, José Dirceu, José Genoino e Delubio Soares estão preso, aceitando o castigo injusto mas, ainda assim, não tomarão medidas que não sejam legais.

    Já Daniel Dantas, Robson Marinho, Carlinhos Cachoeira, Policarpo Caneta, etc.etc.etc. estão todos livres, leves e soltos, apesar das provas concretas e abundantes.

    Assim é, mas o PT, mesmo não concordando com o modo como a lei é aplicada, só age dentro da lei.

  213. Pax said

    Caro Patriarca,

    Com todo respeito, não consigo concordar com essa tua última afirmação:

    Assim é, mas o PT, mesmo não concordando com o modo como a lei é aplicada, só age dentro da lei.

    Não condiz com a realidade, caro Patriarca.

    O PT se igualou a todos os partidos brasileiros. Se está pior é que é a dúvida.

    O próprio Lula tem dito isso.

  214. Pedro said

    #209, Pois agora.

    Vai ver, ele está a serviço da JBS Foods, popular friboi, maior doadora de grana para campanhas eleitorais, e que por coincidência, conseguiu cerca de 35 bilhões do BNDES.

    Talvez esteja a serviço das prestadoras de serviço da Petrobras, também grandes doadoras para campanhas eleitorais.

    Ou quem sabe, seja um pedido do Emílio, também conhecido como Odebrecht. Grande doador para campanhas eleitorais e maior tocador de obras federais do país. Fez obra até em Cuba, patrocinado pelo nosso suado dinheirinho.

    São tantas possibilidades. Nunca sabemos direito como funciona os subterrâneos do poder, não é mesmo?

  215. Zbigniew said

    O Lula é um mestre na política. Sabe que o PT precisa mudar, se reinventar.
    E quando diz isso mira muito mais numa estratégia de poder do que numa mudança de comportamento das instituições.
    Isso porque comportamentos políticos só mudam por pressão da sociedade. Ainda que não devamos descartar a atuação de um partido ou de um líder partidário na condução de um movimento de moralização. Mas, num país como o nosso, isso simplesmente não vai acontecer. E sabem por que? Porque todos nós defendemos a nossa desonestidade de cada dia. Por pequena que seja. Quer um exemplo? Fale de ética com um conhecido seu e você ganhará um inimigo.

    Ontem, em frente a um colégio, presenciei uma cena comum a qualquer cidade brasileira. Na rua de frente para o portão de saída, com carros estacionados no acostamento em ambos os sentidos, chega o cara no seu “Chryslerzão” (tipo aquele dos happers estadunindenses), para no meio da rua, espera o funcionário da colégio levar o filho pra dentro do carro, ao tempo que compra um saquinho de pipocas. Tudo na maior naturalidade. Afinal ele paga impostos e a rua também é dele, ora pois! Danem-se os que ficaram na fila formada pela conduta “civilizada” do cidadão. E por aí vai, caminhando a nossa tão sofrida civilização. O interessante é que essa não é a primeira vez que presencio tal fato, e o cara não é o único que faz isso. Mas temos desculpas para tudo, não? Até porque quem quebrou o pacto social foi o Estado ao não me dar condições de estacionar meu carrão de forma confortável e segura.

    Daí porque entende que esta eleição será muito interessante. Há um sentimento de quebra do pacto social (muito bem explicado pelo Hélio Pelegrino, lá atrás, nos idos dos anos 80 quando criou o texto “Pacto Edípico e Pacto Social” – http://www.sppsic.org.br/blog/?p=354 -, um ensaio psicanalítico e social sobre o incremento da violência na sociedade brasileira) e de desmoralização das instituições que deveriam velar pela harmonia na sociedade. No vácuo de poder podemos explicar a força que os meios de comunicação de massa têm nas mentes dos brasileiros, muito embora o advento da internet tenha diminuído em muito a capacidade de construir consensos, haja vista os últimos resultados eleitorais, contrários aos interesses dos financistas e rentistas, bem como do mercado financeiro internacional.

    Mas entendo que sim, a crise das instituições só tem se aprofundado, e um dia, a permanecer esse estado de coisas, os que hoje se sentem acima da lei, numa posição de invisibilidade em relação ao todo, serão alcançados pelo sentimento de insatisfação que cada vez mais cresce no seio da sociedade, e daí, ou descambamos para um confronto perigoso ou mudamos radicalmente. Como mudar de uma hora para outra é muito difícil é provável que o confronto seja a única opção.

  216. Chesterton said

    não tomarão medidas que não sejam legais.

    chest- vai fazer o quê, sequestrar um avião?

  217. Guatambu said

    Zbigniew,

    Eu não entendi o que você quis dizer…

    Explique melhor

  218. Guatambu said

    Patriarca da Paciência,

    “Então a sociedade brasileira é uma massa morta que o PT modela e remodela conforme a sua veneta ?”

    Essa frase que vc traz diz muito sobre o seu próprio comportamento.

    Eu nunca vi uma única crítica sua ao PT.

    Afinal, se vc se considera uma parte da sociedade brasileira que não é uma massa morta, deveria ser capaz de criticá-lo.

  219. Guatambu said

    Pax,

    Depende do que você considera pior: se for em valor, talvez aparentemente o PSDB ainda esteja ganhando; se for em corrupção, talvez o DEM esteja ganhando, se for em chupinhagem de cargos públicos, talvez o PMDB esteja ganhando.

    Minha opinião: sabe onde eu acho que o PT está pior?

    Na eficiência pública: ele aumentou a escala do que os outros partidos fizeram ao mesmo tempo em que a eficiência estatal diminuiu…

    Governo por coalizão: surgiu no PSDB com os ACMs da vida como parceiros; e hoje temos Calheiros, Sarneys, Paulos Malufs, etc…

    Privatizações: surgiram no PSDB; no PT isso se intensificou, com o detalhe de que parte dos modelos de concessões ainda não estão resolvidos (como o do pré-sal, se não me engano), parte dos modelos de concessões só são rentáveis aos concessionários se estes puderem usar e abusar de aditivos contratuais que terminam por quase dobrar o valor de financiamentos públicos.

    Agências reguladoras: surgiu no PSDB; o PT abusou disso, diminuindo a qualidade técnica da gestão e tornando a gestão mais política.

    Ministérios: o PT aumentou o número de ministérios… e ainda assim o acompanhamento das obras e resultados das ações são ruins.

    Empresas públicas: o PT interferiu no funcionamento de empresas como a CEF, BB e Petrobras, resultando em, no mínimo, escândalos.

  220. Daise said

    Guatambu

    Eu concordo.
    Quando se junta incompetência com ideologia bolivariana, dá nisso!

    Agora percebe-se que o governo Dilma já acabou:

    http://3.bp.blogspot.com/-f7zPOuFEnc4/U43l7J0CY0I/AAAAAAAAXag/0-XoG9ksIqg/s1600/governo+paralisado.jpg

    IMAGINA DEPOIS DA COPA!

  221. Daise said

    ESQUELETO NO ARMÁRIO

    Nota publicada na seção “Holofote” de edição impressa de VEJA

    O ex-ministro Alexandre Padilha, pré-candidato do PT ao Palácio dos Bandeirantes, deve ser instado a explicar suas relações com a turma de Rosemary Noronha, a ex-chefe do escritório presidencial em São Paulo.

    Documentos em poder da Polícia Federal mostram que Paulo Vieira, o líder da quadrilha que usava Rosemary para vender facilidades no governo, contou com uma ajuda do ex-ministro para ser nomeado diretor da Agência Nacional de Águas (ANA).

    Na época, Padilha era ministro de Relações Institucionais do governo Lula.

    Pelo visto o ex-ministro cuidava também das relações não institucionais do governo.

  222. Daise said

    VAI TER ABERTURA DA COPA SE O MTST DEIXAR

    “Se o governo quiser pagar para ver, ele vai ver”, disse o coordenador nacional do MTST, Guilherme Boulos, que se reuniu com Dilma no início de maio. “Se até sexta (amanhã) não tiver uma resposta para nossas reivindicações, não sei se a torcida vai conseguir chegar a esse jogo, não”, completou.

    Segundo Boulos, o ato desta quarta reuniu 25 mil pessoas na frente do estádio que receberá a abertura da Copa, no dia 12. Em discurso com críticas a governantes, empreiteiros e à Fifa, ele disse que se nenhuma solução for apresentada, um novo grande protesto será feito na partida de estreia do Brasil contra a Croácia, no dia 12.

    “Não adianta falar na TV que vai colocar a polícia e Exército na rua. Eles não são nada perto do povo organizado. Hoje a gente mostrou para o governo que a gente sabe o caminho (do Itaquerão). No dia do jogo, vai ter mais gente de vermelho aqui fora do que de verde e amarelo dentro do estádio”, disse o líder do MTST, que distribuiu senha para que manifestantes depois comprovem a presença no ato.

    …..
    Afinal além do povo, que deseja sossego e mobilidade, quem este cara está pressionando?
    E a ex-presidente Dilma, se reuniu em maio com essa gente de vermelho pra negociar o que?

  223. Pax said

    O PSDB “limpinho”

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/06/1465196-prefeito-cassado-do-psdb-e-nomeado-secretario-no-interior-de-sp.shtml

  224. Chesterton said

    Pax e sua luta anti FHC. Vem cá, e o Padilha, que monta uma quadrilha? Ja tem Maluf agora. Pax se alinhará a Maluf?

  225. Patriarca da Paciência said

    Guatambu,

    “Essa frase que vc traz diz muito sobre o seu próprio comportamento.”

    quando começaram a aparecer denúncias contra o Vargas, minha atitude foi, ” não vamos fazer julgamentos precipitados”.

    A partir do momento que as apareceram provas reais contra o Vargas, eu fui um dos primeiros a comentar, “acho que o Vargas é culpado mesmo”.

    Nunca neguei que o PT fez uso de caixa 2, assim como todos os partidos o fazem, que isso é errado e que o PT estava disposto a pagar pelos erros mas… nunca ser bode expiatório.

    Mantenho-me coerente até hoje.

    Nunca vi ou li uma única prova concreta contra o José Dirceu ou contra o José Genoino.

    A acusação de que “a ex-mulher do José Dirceu conseguiu financiar um apartamento junto a um banco”, para mim é uma “prova” profundamente ridícula, indigna de figurar num processo judicial, menos ainda num processo que tramita no STF.

    Sinceramente, na vejo nada do que me retratar.

    Se houver uma coisa que nunca permiti, foi me deixar moldar, por quem quer que seja.

  226. Guatambu said

    Patriarca da Paciência,

    Tá bom! Já é um começo! Parabéns!

  227. Guatambu said

    Só uma observação:

    Pra mim é o mesmo que dizer que nunca aprovou a poluição que os humanos causam… mas como todos os humanos causam poluição…

    Gostaria que vc se esforçasse mais um pouco e me trouxesse uma crítica de algo que apenas o PT fez. Não precisa ser em termos de roubo não, pode ser qualquer desalinhamento com os seus valores como cidadão.

  228. Daise said

    O Ricardo Kostcho concorda comigo

    http://noticias.r7.com/blogs/ricardo-kotscho/2014/06/05/o-filosofo-dos-sem-teto-faz-ameacas-contra-copa/#comments

    Até documentou o encontro do “filósofo”com Dilma e Haddad

  229. Daise said

    A SECRETÁRIA ELETRÔNICA DA EX-PRESIDENTE

    Não sabe
    Merval Pereira, O Globo

    Ao ser perguntada por jornalistas estrangeiros recentemente por que o país cresce tão pouco em seu governo, a presidente Dilma deu uma resposta espantosa, mas coerente com a atual situação: “Não sei”.

    É preocupante que ela não saiba, mas a resposta confirma a impressão generalizada de que temos à frente do governo uma pessoa incapaz de dar resposta à crise em que o país está instalado.

    http://3.bp.blogspot.com/-nMI7qw_O4Wo/U5CPBMLyvYI/AAAAAAAAXbw/gkprL8dHusE/s1600/a+secretaria+eletronica+de+dilma.jpg

  230. Chesterton said

  231. Daise said

    É muito provável que, antes da abertura da Copa na semana que vem, haverá um pronunciamento em cadeia nacional do Governo Federal, sobre a necessidade de aproveitarmos o show e esquecermos dos mal gerenciados problemas nacionais ou dos rotineiros malfeitos petistas.

    Tema do discurso: “Relaxa e goza” da Marta “Caixirola” Suplicy, enquanto ministra do turismo (em 2007) sobre problemas nos aeroportos brasileiros.Ou como ministra da cultura quando ela se apaixonou pela “caixirola” do Carlinhos Brown. Até Dilma chacoalhou a caixirola do Brown em público ( vide youtube do Palacio do Planalto)

    A única dúvida é quem falará:

    A ex-presidente Dilma ou Joseph Blatter ?

  232. Patriarca da Paciência said

    Reinaldo rola-bosta atinge o cúmulo do besteirol !

    Diz que a favor da educação pela chibata e ainda diz que a Lei que não permite a educação pelo chibata é um lixo autoritário !

    Só mesmo a claque do reinaldo rola-bosta para entender tal “filosofia”.

  233. Patriarca da Paciência said

    http://esquerdopata.blogspot.com.br/2014/06/as-ameacas-que-precipitaram-saida-de.html

  234. Patriarca da Paciência said

    “O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), determinou que a estatal SABESP distribua forquilhas de goiabeira à população da capital paulista. A medida integra o pacote antiestiagem do governo tucano, que prevê, também, cursos intensivos de radiestesia, que serão ministrados por rabdomantes trazidos da Suíça.”

    http://cloacanews.blogspot.com.br/2014/04/tucanos-encontram-solucao-para-falta.html

  235. Daise said

    BINGO ! Conforme antecipei ontem:

    EX-PRESIDENTE DILMA FARÁ PRONUNCIAMENTO EM REDE DE TV

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/06/1465863-presidente-fara-pronunciamento-exaltando-a-copa-do-mundo.shtml

    O teleprompter vai falar Vamos agitar a nossa caxirola de contentamento, relaxar e gozar..

  236. Daise said

    EX PRESIDENTE DILMA TEM MEDO DE VAIAS

  237. Daise said

    DATAFOLHA

    http://prosaepolitica.files.wordpress.com/2014/06/000-roque-luz-vermelha.jpg?w=550&h=374

  238. Patriarca da Paciência said

    A grande “obra” de Fernando Henrique Cardoso, a total compra da “grande” imprensa:

    http://www.conversaafiada.com.br/wp-content/uploads/2014/06/sisu.jpg

  239. Elias said

    Do JusBrasil de anteontem:

    “Brasília. A noite desta terça-feira (3) foi histórica para a advocacia brasileira. Por 341 votos a 9, com somente duas abstenções, os deputados federais decidiram pela aprovação do Supersimples aos advogados e pela inclusão das atividades advocatícias na Tabela IV do regime simplificado de tributação. Desta forma, os advogados que ganham até R$ 180 mil por ano pagarão uma tributação da ordem de 4,5%, e não mais 17%.”

    Claro! Só deve pagar impostos quem trabalha e produz alguma coisa… Quem ganha a vida só com blá-blá-blá tem mais é que ter imunidade tributária.

    Os dePUTAdos bem que poderiam ter aproveitado a oportunidade para aprovar (mais) um aumento de remuneração pra eles mesmos, 500% de correção monetária para as verbas de gabinete (afinal, a inflação tá aí mesmo…), e a dispensa de prestação de contas e de relatório para as despesas de viagem com recursos da Câmara… Assim, se e quando o Gabeira voltar a se eleger, ele não precisará mais se preocupar com a sua (dele) doença predileta: a “ilusão patrimonialista”, sob cujo efeito ele usava dinheiro público do Congresso Nacional pra bancar as viagens ao exterior de sua (dele) Gabeira Baby Surf…

  240. Chesterton said

  241. Chesterton said

    será verdade que é isto mesmo?

    VOTE NA DILMA – Arnaldo Jabor

    Vote na Dilma e ganhe, inteiramente gratis, um José Sarney de presente agregado ao Michel Temmer. Mas não é só isso, votando na Dilma você também leva, inteiramente grátis (GRÁTIS???) um Fernando Collor de presente. Não pense que a promoção termina aqui. Votando na Dilma você também ganha, inteiramente grátis, um Renan Calheiros e um Jader Barbalho. Mas atenção: se você votar na Dilma, também ganhará uma Roseana Sarney no Maranhão, uma Ideli Salvati em Santa Catarina e uma Martha Suplicy em S.Paulo. Ligue já para a Dirceu-Shop, e ganhe este maravilhoso pacote de presente: Dilma, Collor, Sarney pai, Sarney filho, Roseana Sarney, Renan Calheiros, Jáder Barbalho, José Dirceu, DelúbioSoares, José Genoíno, e muito, muito mais, com um único voto. E tem mais, você também leva inteiramente grátis, bonequinhos do Chavez, do Evo Morales, do Fidel Castro ao lado do Raul Castro, do Ahmadinejad, do Hammas e uma foto autografada das FARC´s da Colombia. Isso sem falar no poster inteiramente grátis dos líderes dos bandidos “Sem Terra”, Pedro Stedile e José Rainha, além do Carlos Minc com uniforme de guerrilheiro e sequestrador. Ganhe, ainda, sem concurso, uma leva de deputados especialistas em mensalinhos e mensalões. E mais: ganhe curso intensivo de como esconder dinheiro na cueca, na meia, na bolsa …, ministrado por Marcos Valério e José Adalberto Vieira da Silva e José Nobre Guimarães. Tudo isto e muito mais.. TSE retira comentário do Arnaldo Jabor do Site da CBN ESSE TEXTO PRECISA E DEVE SE TRANSFORMAR NA MAIOR CORRENTE QUE A INTERNET JÁ VIU !!! Não deixe de repassar é o mínimo que podemos fazer diante de tanta corrupção!

  242. Elias said

    ONTEM:
    INDÚSTRIAS J.B. DUARTE S.A.
    CNPJ Nº 60.637.238/0001‐54
    FATO RELEVANTE
    Em cumprimento ao disposto na Instrução CVM nº 358/02, e em complemento a Fato Relevante divulgado no dia 20 de março de 2014, a INDÚSTRIAS J.B. DUARTE S.A. (JBDUARTE) comunica aos seus acionistas e ao mercado que a GOLDEN EAGLE Investments Inc. (GOLDEN), empresa de investimentos com sede em Miami, nos Estados Unidos, concluiu a análise das informações disponibilizadas no âmbito do Termo de Confidencialidade celebrado com a J. B. DUARTE na data acima. Com base na referida análise, a GOLDEN manifestou a disposição de assumir uma participação acionária minoritária na nossa Companhia, mediante o aporte de investimentos de até US$ 5.268.000,00. A J. B. DUARTE esclarece que está iniciando as negociações relacionadas a este investimento e que tão logo tenha novas definições informará aos nossos acionistas e ao mercado.
    São Paulo, 05 de junho de 2014.
    Edison Cordaro
    DRI – Diretoria de Relações Com Investidores

    HOJE (ADVFN):
    As ações da J B DUARTE (JBDU4) registraram alta de 100% apenas no pregão de ontem, saindo dos R$ 0,15 para R$ 0,30 por ação, com volume de negociação dez vezes superior à média.

    A coisa promete…

  243. Guatambu said

    Alguém leu o Kotscho hoje?

    O que aconteceu com ele? De repente ele é contra o MTST porque os 3 mil barracos estacionados a 4km do Itaquerão atrapalham o direito de ir e vir de 12 milhões de habitantes!

    Bem vindo ao discurso da elite burguesa paulistana que você tanto odiava há menos de 1 ano arás.

    Que ridículo.

  244. Pax said

    Texto da internet. Chega a dar pena do Rio de Janeiro.

    Conhecendo nossos candidatos:

    *Anthony Garotinho: Condenado por formação de quadrilha, corrupção e lavagem de dinheiro foi considerado culpado de utilizar a Polícia Civil do Rio para cometer crimes de corrupção.

    *Marcelo Crivela: Acusado de usar dinheiro público para beneficiar projeto social da Igreja Universal, é investigado por fraude no Bolsa Pesca, o Senador Marcelo Crivella é um dos criadores do projeto que consideram terrorismo os protestos durante a Copa de 2014, com penas de 15 a 30 anos.

    *Lindbergh: Responde no Supremo Tribunal Federal, com acusações de corrupção, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro – relativas ao período em que foi prefeito de Nova Iguaçu, entre 2005 e 2010. Suposta fraude no fundo de previdência de Nova Iguaçu.

    * Luiz Fernando Pezão (Ex Vice de Sérgio Cabral e Atual Governador do Rio): já teve seus bens bloqueados pela justiça federal responde à oito ações públicas, cinco delas vinculadas à máfia das sanguessugas. As supostas irregularidades, apontadas pela procuradoria, ocorreram em 2004, quando Pezão era prefeito de Piraí. Superfaturamento e irregularidades em licitação também estão na sua “lista”.

  245. Daise said

    Guatambu

    A gente leu ontem no #228.

    E isto vc leu? Saiu no Globo

    Ninho com ovos de PTerossauros é encontrado na China

    http://og.infg.com.br/in/12740847-39d-2c8/FT1260A/Pterossauro.jpg

  246. Chesterton said

    socialismo faz mal para a bolsa….

    “O Ibovespa dispara nesta abertura, movido pela pesquisa Datafolha de hoje. Apesar de mostrar queda dos adversários da presidente da República, Dilma Rousseff, o levantamento mostra Dilma com queda de 37% para 34% e, segundo operadores, amplia as chances de segundo turno.

    Às 10h30, o índice da Bolsa paulista avançava 2,78%, para 52.992 pontos. Petrobras PN ganhava 5,7% e Vale PNA tinha elevação de 1,3%.

    Um profissional de um grande banco estrangeiro diz que sua visão sobre os próximos passos do Ibovespa mudou após a pesquisa. Segundo ele, o que poderia ser um mês de lado, sem grandes sobressaltos, pode se mostrar mais movimentado do que o esperado, em função dessa queda. “O número surpreendeu. O mercado esperava que Dilma se estabilizasse num patamar mais próximo dos 40%”, afirma esse analista. (Valor Econômico)”

  247. Chesterton said

    Dilma (diuma) aprendeu uma coisa com Lulla: ” Eu não sei de nada”.

    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2014/06/1464707-dilma-diz-nao-saber-explicar-o-motivo-de-economia-nao-crescer-mais-rapido.shtml

  248. Chesterton said

    Profecia de Lulla se cumpre:

    http://otambosi.blogspot.com.br/2014/06/desejo-do-tiranete-se-cumpre-sem-metro.html

  249. Guatambu said

    Copa pode até ter…

    O que não tem é apoio… e, claro, em evidência, a organização do evento.

    .http://www1.folha.uol.com.br/esporte/folhanacopa/2014/06/1466185-sao-paulo-cancela-3-festas-da-copa-e-reduz-publico-em-quase-40.shtml

  250. Daise said

    O GOVERNO DILMA É TÃO RUIM QUE ATÉ LULA COMEÇA A CRITICAR EM PÚBLICO

    http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,lula-faz-nova-critica-a-politica-economica-do-governo-dilma,1506842

    DILMA: VADA A BORDO, CAZZO !

  251. Daise said

    O PIOR DOS 2 MUNDOS

    Acabo de assistir o jogo Brasil e Servia na SportV online e tenho a dizer que o time do Brasil também não está pronto pra Copa.

    Vai ser um sofrimento!

  252. Daise said

    SP; A MENTIRA TEM PERNA CURTA

    Desconto de água em SP ajuda a conter inflação e compensa alta da energia
    PEDRO SOARES
    DO RIO

    06/06/2014 12h03

    Graças ao desconto dado pelo governo de São Paulo nas contas de água e esgoto para quem economizar, o IPCA, a inflação oficial do país, subiu menos em maio.

    No mês passado, a inflação ficou em 0,46%, informou o IBGE nesta sexta-feira (6). Em 12 meses, o índice acumula alta de 6,37%.

    O item água e esgoto, na média de todas as regiões pesquisadas pelo IBGE, caiu 5,25% em maio.

    O recuo correspondeu a 0,8 ponto percentual dos 0,46% registrados em maio. Foi o segundo maior impacto do mês, atrás apenas de passagens aéreas (queda de 21,11% e impacto negativo de 0,11 ponto).

    Em São Paulo, o desconto de 30% para consumidores que cortarem o gasto em 20% resultou em uma forte queda de 21,98% no custo da água e esgoto, em média.

    “Foi uma queda expressiva e ajudou a conter a inflação”, disse Eulina Nunes dos Santos, técnica do IBGE.

    A redução, diz, “equilibrou” ainda os aumentos da energia elétrica em várias cidades regiões, como Rio, Recife, Fortaleza, Salvador, Belo Horizonte e Belém.

    No IPCA nacional, a energia ficou 3,71% mais cara em maio, com um peso de 0,10 ponto percentual no índice oficial.

    Segundo Nunes dos Santos, a concessionária paulista (a Sabesp) informou ao IBGE que quase 40% dos consumidores reduziu o uso de água em 20% e tiveram direito ao benefício. “Foi uma redução importante. Quem conseguiu economizar, teve quase 50% de desconto na conta.”

    Segundo a LCA, a “recente incorporação da redução nos preços promovida pela Sabesp promoveu desaceleração do grupo habitação entre abril e maio, que somente não foi mais intensa por conta da alta de energia elétrica residencial”.

  253. Daise said

    Preocupados ou desesperados

    A fragilidade da candidatura de Alexandre Padilha está preocupando o PT. Não há ninguém na cúpula do partido que não esteja entre o preocupado e o desesperado. O Datafolha de amanhã, com os números da sucessão paulista, não trará nada que o PT já não saiba.

    Como ganhar em São Paulo sem ter candidatos competentes?

    Eis a questão que os petistas não sabem responder.

  254. Daise said

    PETROBRÁS: A MENTIRA TEM PERNA CURTA

    É incrível (ou não…): o PT conta mentiras até a seus próprios militantes

    Publicado no site do PT …“tudo o que você precisa saber sobre a Petrobras, mas não vai ler na mídia”

    3) Mas é verdade que o Fernando Henrique quis privatizar a Petrobras?
    O presidente da Petrobras,José Sergio Gabrielli, disse à Folha que o modelo de gestão da empresa no governo tucano (1995-2002) reduzia a exploração petrolífera, desmembrava a área de refino, inibia investimentos e deixava o custo para a empresa e o lucro para o setor privado.

    Há inclusive documento no Fundo Monetário Internacional que comprova a tentativa do governo tucano de privatizar a estatal:

    “The government intends to accelerate and further broaden the scope of its privatization program–already one of the most ambitious in the world. In 1999 it intends to complete the privatization of federal electricity generation companies, and in 2000 it will begin the privatization of the electricity transmission network. At the state level, most remaining state-owned electricity distribution companies are expected to be privatized in 1999. The government has also announced the intention to sell in 1999 its remaining shares of previously privatized companies (notably Light and CVRD), as well as the remaining portion of the noncontrolling share of Petrobrás. The legislative framework for the privatization or leasing of water and sewage utilities is being prepared. The government also intends to accelerate the privatization of toll roads and the sale of its redundant real estate properties. Total receipts from privatization are projected at around R$27.8 billion (nearly 2.8 percent of GDP) (of which R$24.2 billion at the federal level) in 1999 and at R$22.5 billion over the period 2000-2001.”

    O governo também anunciou a intenção de vender em 1999 a parte remanescente nas participações de empresas previamente privatizadas (ressalta-se Light e Vale), assim como a participação remanescente das ações da Petrobras. (Tradução livre do trecho sublinhado:http://www.imf.org/external/np/loi/1999/030899.htm)

    Voltei
    1) Recorrer a uma fala toda enviesada de José Sérgio Gabrielli como prova de que FHC queria privatizar a Petrobras é como convidar Satanás para fazer uma leitura independente das Santas Escrituras.

    2) Reparem que os petistas falam em “tradução livre” do trecho sublinhado. Ô!!! Nem diga! Como diria Castro Alves, trata-se de uma tradução “libérrima e audaz”. E mentirosa também! Escancaradamente mentirosa. O documento do FMI prova justamente o contrário. O partido engana até os seus militantes, coitadinhos!, que não conseguem ler o que vai no texto do Fundo.

    Vejam lá. O PT esqueceu de traduzir “noncontrolling share of Petrobrás”. As ações, então, a serem vendidas jamais dariam ao comprador o controle da companhia. O texto diz exatamente o contrário do que anuncia o partido.

    O PT, nesse caso e como de hábito, faz é uma tradução livre da verdade, que também atende pelo nome de “mentira”.

    Romulo Amorim

    E tem mais, digo eu …para educar petistas desinformados.

    Um dos maiores lideres que lutou pela fundação da Petrobras e entusiasta do lema “O petróleo é nosso”, alcunhado de o General do Petróleo”, foi o General Felicíssimo Cardoso.
    Que vem a ser o tio de FHC.

    Os petistas deveriam ter mais respeito pela verdade.
    Mentir é feio.

  255. Daise said

    PETROBRÁS: A MENTIRA TEM PERNA CURTA

    Confira a mentira deslavada no próprio site:

    http://www.pt.org.br/tudo-que-voce-precisa-saber-sobre-a-petrobras-mas-nunca-vai-ler-na-midia/

  256. Daise said

    O analfabetismo econômico de Lula. Ou:
    O PT quer insistir no erro e dobrar a aposta

    Arno Augustin: esse é o tamanho do Pibinho…
    É um espanto! Ou não. O mesmo Lula que disse ontem que é preciso endurecer o combate à inflação, pois o governo não pode ser tolerante com este patamar elevado, afirmou que é preciso expandir o crédito ao consumo, justamente uma das causas da elevada inflação. Esquizofrenia ou analfabetismo econômico?

    O ex-presidente, em evento em Porto Alegre, cobrou da equipe econômica mais crédito ao consumo, e se dirigiu diretamente ao secretário do Tesouro, Arno Augustin, o mesmo que causa calafrios nos investidores justamente porque não demonstra nenhuma responsabilidade fiscal. Disse Lula:

    Arno, um dia você vai ter que me explicar por que, se a gente não tem inflação de demanda, por que a gente está barrando crédito. Porque com o crédito todo mundo vai à luta, o comércio vai à fábrica, a fábrica vai produzir, melhora a vida de todo mundo. Sem crédito ninguém vai a lugar nenhum.

    Não satisfeito, o ex-presidente comparou o Brasil com os países quebrados da Europa, como se aqueles fossem uma boa meta para nós:

    Nós podemos chegar a 80% do PIB de crédito, a 90%, não tem nenhuma importância. Tem país com 120%. Nós não temos problema de dinheiro para investimento. Mas por que não tem investimento? Não tem porque o país não quer vender nada. Se está diminuindo a demanda, por que eu vou investir? Se tem dinheiro à vontade para investir mas não tem gente para comprar, eu não vou fazer. Não temos que ter medo. Temos que ficar um pouco mais afoitos agora. Apenas seguir a rotina técnica não dá mais certo. Tem que colocar um pouco do charme do compromisso social para a gente melhorar a situação.

    Entende-se o desespero de Lula, pois o discurso absurdo foi feito no mesmo dia em que saíram as novas pesquisas do Datafolha, mostrando a continuidade na tendência de queda de seu “poste”, a presidente Dilma. Mas é, ainda assim, chocante ver como os petistas conseguem ignorar toda a lógica e experiência econômica acumuladas ao longo de séculos.

    Para Lula, é o crédito artificial, criado “ab ovo”, “ex-nihilo”, do nada, pela simples vontade política, sem lastro na poupança doméstica, que estimula o consumo. Este, por sua vez, puxa mais investimentos para expandir a oferta e atender a nova demanda. Lula descobriu o moto perpétuo do crescimento, a máquina de fazer riqueza, em que basta apertar um botãozinho e “bum”, faz-se prosperidade!

    Não passa pela cabeça de Lula que foi exatamente o aumento de crédito sem lastro, principalmente voltado ao consumo, que trouxe a volta da alta inflação. Sem aumento de poupança e sem investimentos que aumentem a produtividade, decorrentes da maior poupança, esse crédito acaba apenas produzindo inflação e mais importação, derrubando a balança comercial também.

    Lula acha que o rabo balança o cachorro, não o contrário. O Zimbábue seria o país mais rico do mundo se isso fosse verdade. Aliás, não haveria mais miséria no planeta se bastasse usar bancos públicos e governo para expandir crédito sem lastro e, com isso, criar mais demanda que criaria sua própria oferta em seguida. É um equívoco tão primário que ruborizaria um aluno do primeiro ano de qualquer faculdade de economia, menos da Unicamp.

    O ex-presidente ainda pintou Augustin como um sujeito ortodoxo, que exerce com firmeza o papel de tesoureiro, protegendo o cofre dos anseios políticos:

    Se depender só do pensamento do Arno, você não faz nada. Não é por maldade dele não, é que um tesoureiro de um sindicato é assim. A nossa tesoureira dentro de casa, que é a nossa mulher, também é assim. Elas não querem gastar, só querem guardar. Mas tem que gastar um pouco também.

    Gastar um pouco? Esse governo só faz gastar! É muito escárnio, muita inversão. Qualquer investidor, qualquer analista de mercado sabe que Arno Augustin não goza de nenhuma credibilidade justamente porque é gastador, não “muquirana”. Mas Lula quer mais veneno ainda. Quer repetir 2010, com aumento irresponsável de gastos para eleger Dilma, sendo que o cenário hoje mudou completamente.

    Não satisfeito com o resultado catastrófico da “nova matriz econômica”, o PT quer dobrar a aposta. Sai de baixo se essa gente continuar no poder!

    Roberto Carlos

  257. Patriarca da Paciência said

    Eduardo Guimarães

    … ” É um terremoto, essa notícia. Simplesmente porque 57% dizem que não votam de jeito nenhum em um candidato apoiado por FHC. Ou seja, os planos largamente anunciados por Aécio de incluir o ex-presidente em sua campanha, resgatando seu “legado”, foram para o ralo. E, pela quarta vez desde 2002, FHC terá que ser escondido do eleitorado.

    Afinal, 57% é a maioria do eleitorado e, se não votam em quem é apoiado por FHC e se este apoia Aécio, em teoria a candidatura tucana está inviabilizada.

    E mesmo para esconder FHC haverá que combinar com os russos. Não basta Aécio escondê-lo se os seus adversários o trouxerem à luz, lembrando ainda mais aos brasileiros daquele período que faz com que o eleitor nem queira ouvir falar do ex-presidente tucano, de triste memória.”..

  258. Patriarca da Paciência said

    Arthur Dapieve

    … Lewandowski foi quem mais sofreu com as grosserias de Barbosa na Ação Penal 470. Nos frequentes, longos e constrangedores bate-bocas entre os dois, o ministro em vias de se aposentar mostrou uma faceta assustadora, intolerante, até mesmo antidemocrática.”

  259. Chesterton said

    o vexame está só começando

    http://esportes.estadao.com.br/noticias/futebol,para-blatter-fifa-nao-e-responsavel-pelos-problemas-brasileiros,1507046

  260. Patriarca da Paciência said

    Arthur Dapieve, por incrível que pareça, é jornalista da Globo !

    “o vexame está só começando”

    Em verdade, o agouro das aves agourentas e da torcida contra já começou faz muito tempo !

    A Copa simplesmente vai abafar ! Vai ser a maior copa de todos os tempos ! E a torcida do contra vai se decepcionar mais uma vez !

  261. Patriarca da Paciência said

    Infelizmente o Pax não vai poder assistir, não pela incompetência do Paulo Bernardes e sim pela “competência” das teles privatizadas, as quais não investem onde o lucro não é fabuloso !

    Um maestro que realmente rege e, mais que isso, incorpora a música que está regendo !

  262. Chesterton said

    Sei, em Cuba já estão assistindo ao vivo.

  263. Chesterton said

    http://selvabrasilis.blogspot.com.br/2014/06/governo-sem-ideias-cria-secretaria-do.html

  264. Chesterton said

  265. Daise said

    MARQUETEIRO DO PT PLANEJA OVERDOSE DE LULA NA TV (247)

    Vamos ajudar:


  266. Daise said

    PT O PARTIDO INSUPERÁVEL

    http://4.bp.blogspot.com/-wiVMzgw1I0c/U5MYP8SEjnI/AAAAAAAAIqI/k2cl7lsX4pk/s1600/PT+insuper%C3%A1vel.jpg

  267. Daise said

    MARQUETEIRO DO PT PLANEJA OVERDOSE DE LULA NA TV (247)

    http://2.bp.blogspot.com/-M1sIiBmYXJQ/UkmcZtkgebI/AAAAAAAAU8w/7_feywMDTcQ/s1600/Lula-a-emuls%25C3%25A3o-scott-na-campanha-de-dilma.jpg

  268. Daise said

    MARQUETEIRO DO PT PLANEJA OVERDOSE DE LULA NA TV (247)

    http://3.bp.blogspot.com/-tirp4gxF0l4/Ul1gfCKnKsI/AAAAAAAAVLA/DtvaY-VAuW0/s1600/s%25C3%25A9rie-pt-no-poder.jpg

  269. Pax said

    Caro Patriarca,

    Desculpe-me. Mas se o Paulo Bernardo não for o maior incompetente entre todos, o caso é pra polícia.

    E, segundo os links que a Operação Lava Jato apurou, suas relações com André Vargas no PR, a coisa mais parece para a segunda hipótese.

    É triste, sim. Mas é verdade, também.

    O que os brasileiros sofrem com uma internet de quinta categoria, afora propaganda enganosa, cobranças indevidas, faturamentos obscuros, não é boato. É fato.

  270. Chesterton said

    http://www.implicante.org/noticias/justica-manda-haddad-demitir-secretario-das-subprefeituras/

    chest- mas só tem ladrão….

  271. Daise said

    A EX- PRESIDENTE DILMA TEM MEDO DE VAIAS!
    disse o governador petista da Bahia

    Dilma-Merkel: o encontro cancelado
    Vitor Hugo Soares

    Foi cancelada pelo Palácio do Planalto, no começo da semana, a visita que a presidente da República, Dilma Rousseff faria a Salvador, no começo da segunda quinzena deste mês, para recepcionar a colega Ângela Merkel e assistir junto com a chanceler alemã o jogo Alemanha x Portugal, na Fonte Nova, na primeira fase da disputa da Copa do Mundo no Brasil.

    O convite especial para a vinda de Merkel à Bahia fora feito, pessoalmente, pela presidente brasileira, e aceito de pronto pela primeira-ministra alemã. O cancelamento da vinda de Dilma para o evento esportivo, sem maiores explicações, foi confirmado pelo governador Jaques Wagner, indicado pelo Planalto para “cicerone” de Merkel (a expressão é da coluna política Raio Laser, da Tribuna da Bahia) em sua estada baiana.

    Foi confirmada, porém, a presença da presidente da República em Salvador, uma semana antes do encontro cancelado para o jogo na Fonte Nova. Ela vem para o “comício eleitoral com vestimentas de ato administrativo”, que marcará o primeiro teste de “operação assistida” do Metrô de Salvador.

    Obra que se arrasta há 12 anos, consumiu mais de R$ 1 bilhão, atravessou várias campanhas eleitorais e agora, com a Copa e outra campanha nas ruas, terá teste festivo dos primeiros sete quilômetros de trilhos.

    Amaldiçoado seja quem pensar mal dessas coisas, diriam os franceses.

    No ranking mais recente das mulheres mais poderosas do mundo, da revista Forbes, a chanceler da Alemanha, Ângela Merkel, é a primeira colocada. Segue assim no lugar mais elevado do pódio das mandatárias do gênero no planeta, posto que ela mantém já há um bom tempo, com pequenas e breves oscilações.

    Sem favor nenhum, a primeira-ministra tem feito por merecer o destaque: por menos que se goste do seu jeito de liderar, de dizer ou fazer as coisas na política e administração de seu país, ou no conflagrado ambiente da União Europeia (UE), cada dia mais tenso e explosivo.

    Mais abaixo, mas não tanto, está a presidente da República Federativa do Brasil, Dilma Rousseff. A brasileira ocupa o quarto lugar na lista atual das mulheres de poder e mando em escala planetária. Internamente, porém, atravessa situação bem diferente da colega alemã.

    Merkel, não faz muito tempo, saiu vitoriosa das urnas e segue recebendo aprovação e elogios quase gerais no front interno, política e administrativamente falando. Tem ainda o acatamento dos maiorais da UE, externamente.

    Dilma derrapa. Sem muita eficiência e sucesso até aqui (a julgar pelos resultados concretos das recentes pesquisas de avaliação pessoal e de seu governo, além dos rumores cavernosos que de vez em quando vazam ao sigilo das portas fechadas das salas de reuniões no Palácio do Planalto). Tenta segurar o leme como pode e suas forças, em maré vazante, permitem.

    Os solavancos políticos, financeiros e administrativos balançam a nau chamada Brasil, que ela tenta conduzir em mar turbulento e coalhado de tubarões, que parece ficar mais bravo e agitado à medida em que junho avança e se aproxima a abertura da Copa do Mundo.

    Logo um evento que atrairá os olhos do mundo e que os donos do poder brigaram para sediar por estas bandas de baixo da linha do Equador, em ano de eleições quase gerais. Incluindo a sucessão presidencial, em cuja campanha para manter-se no cargo a atual ocupante do Palácio do Planalto está metida até os dentes.

    É isso, ao que tudo indica, que está na origem da decisão de cancelar a visita da presidente à Bahia, para recepcionar e assistir, ao lado de Ângela Merkel, a partida entre Alemanha x Portugal, na Fonte Nova, dia 16 de junho, um clássico do futebol que promete estremecer a primeira fase da Copa do Mundo no Brasil.

    O encontro na capital baiana das poderosas Dilma e Merkel era cantado e aguardado como instigante atração, à parte, para olhos mundiais, atentos ao grande jogo (o português Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia, também estará no estádio baiano), principalmente de alemães, portugueses, gregos e baianos que vão encher a Fonte Nova na data do confronto.

    Dilma “fez forfait”, como assinalou o jornalista Luis Augusto Gomes. Optou pela festa eleitoral do “teste do metrô”, programada pelo governador Jaques Wagner para o dia 11, para tentar dar um empurrão na campanha do candidato petista à sua sucessão, Rui Costa, que segue empacado no terceiro lugar nas pesquisas, com escassos 9 pontos percentuais. Atrás de Paulo Souto (DEM) com 40% e Lídice da Mata (PSB) com 11%.

    No jogo Alemanha e Portugal o anfitrião de Ângela Merkel será o petista Wagner, por escolha de Dilma. “Não temo vaias”, disse o governador da Bahia, que não é candidato a nada nestas eleições de 2014. A Fonte Nova é de Merkel.

  272. Daise said

    MARQUETEIRO DO PT PLANEJA OVERDOSE DE LULA NA TV (247)

    Vamos ajudar:


  273. Daise said

    EM S.PAULO, O PT VOTA CONTRA O PT,

    Quadrilha, digo Padilha não tem votos nem dos petistas!
    (3% de votos com margem de erro de +- 2% é revelador.)

    Parece que o PT vai votar no presidente da Fiesp.
    Cansado de ser “trabalhador” o PT paulista agora quer ser “capitalista”.

    Que vergonha!
    Nunca antes neste pais!

    http://imguol.com/blogs/58/files/2014/06/DatafolhaSPJunho.png

  274. Daise said

    MARQUETEIRO DO PT PLANEJA OVERDOSE DE LULA NA TV (247)

    Vamos ajudar:

    Lula criticando a política econômica da ex-presidente Dilma:

    https://www.youtube.com/watch?v=kAGkuPaatdc

  275. Patriarca da Paciência said

    Caro Pax,

    aqui onde moro, em Santa Catarina, em minha casa, tenho uma internet que, arrisco-me a dizer, não deve nada a qualquer país dito do “primeiro mundo”.

    Coloquei umas boas caixas de som em meu pc e, sempre que posso, ouço as melhores músicas, regidas pelos melhores maestros. Para saber as últimas notícias, curiosidades, assuntos da ciência, política, etc.etc. etc. é tudo rápido e fácil o Paulo Bernardo pode até ter alguma culpa, mas ele não tem meios legais de obrigar as empresas a investirem em lugares onde o lucro não é abundante, como é regra geral do capitalismo, em qualquer parte do mundo. Como já comentei antes, já pensou se a Petrobrás, Correios, Companhias de água e energia, bancos etc.etc.etc. tivessem sido privatizados ? É o que está acontecendo com a internet hoje.
    Acredito que a única solução para a internet é o governo criar uma estatal para atender aos lugares mais distantes ou pouco interessantes para as grandes companhias.

  276. Daise said

    ALIEN – O OITAVO PASSAGEIRO

    http://img.estadao.com.br/fotos3/511×287/Dilma_RobertoStuckert_div_07062014_511.jpg

  277. Daise said

    A PETROBRAS DE DILMA

    https://scontent-b.xx.fbcdn.net/hphotos-xpf1/t31.0-8/10256519_4183667328012_3244708772802885502_o.jpg

  278. Daise said

    CONTRATO CUICA

    O PT, se reeleito, compromete-se a entregar o que não conseguiu entregar em ~12. Culpa da midia e do FHC.

    E nestes 4 anos de contrato adicionais, o povo entrará com o “c&” e o PT entra com a “p*” .

    P.S. O companheiro Pax deve estar adorando aguentar + 4 anos! reclamando do companheiro P. Bernardo.
    Pode até estar pensando em se mudar pra casa do Patriarca em Santa Catarina. Sei lá?
    Desista companheiro Pax…eu recomendo.
    A lesma lerda continuará a mesma.

  279. Chesterton said

    agora com tradução

  280. Patriarca da Paciência said

    De vez em quando o Chesterton aparece com alguma coisa boa, ao contrário da Daise, cujos comentários são simples torcida vazia.

    Por incrível que possa parecer, uma vez eu fiz uma pesquisa, é claro que com muitas limitações e bem reduzida, mas a minha conclusão foi exatamente igual, ou seja, tanto a biologia quanto a educação tem influência na personalidade de cada um.

    As mulheres tem uma forte tendência para o lado social e os homens mais tendência para as coisa técnicas.

    Ótimo vídeo mesmo Assisti todo e recomendo.

  281. Pax said

    Gostei de ver o Sérgio Fausto, superintendente do iFHC, ontem no Painel da GloboNews.

    Disse claramente que esse jornalismo histérico não leva a nada. De um lado qualquer proposta de participação social na administração pública os histéricos da direita chamam imediatamente de bolivarismo ou chavismo e de outro lado, os histéricos da “dita” esquerda (não são) chamam qualquer proposta ou crítica ao governo de direitismo, entreguismo, neoliberalismo.

    Tem horas que é bom colocar os pingos nos is.

    Por mais que o William Waack seja conservador, com todo e absoluto direito de ser o que bem quiser, tem feito os melhores debates políticos da TV brasileira.

    Com um mote: a discussão que realmente importa e que você não verá nas campanhas.

    Exatamente isso que vai acontecer. Esses marketeiros políticos viraram uma classe “dominante”. Uma pena que nem Aécio, nem Campos, nem mesmo Dilma tenham coragem de abordar os temas que estão em discussão nesta série da GloboNews Painel.

  282. Pax said

    Da Wikipédia:

    Há várias sistemáticas desenvolvidas por trolls para actuar num fórum de Internet, entre elas:

    Jogar a isca e sair correndo: consiste em postar uma mensagem de polêmica muito grande já esperando uma grande reação de cadeia e flame war. Porém o troll não se envolve mais na discussão ele some após a mensagem post original e se diverte com a repercussão. Uma forma mais branda é postar noticias polêmicas só para observar a reação da comunidade.

    Induzir a baixar o nível: alguns trolls testam a paciência dos interlocutores, induzem e persuadem a pessoa a perder o bom senso na discussão e apelar para baixaria e xingamentos. Com isso, o troll “queima o filme”, consegue que a pessoa se auto-difame na comunidade por ter descido a um nível tão baixo.

    Repetência de falácias: outro método usado que induz ao cansaço, aqui o troll repete seu conjunto de falácias até que leve seu interlocutor à exaustão, vencendo a discussão por abandono do oponente.

    Desfile intelectual: um troll pode ter bom nível intelectual, vocabulário sofisticado diante dos outros discursantes, desfilar referências e contradizer os argumentos dos rivais por conhecimento e pesquisa, muitas vezes os expondo ao ridículo e questionando sua formação educacional.

    Transpor autoria: é muito comum também um troll acusar sua vítima de ser um troll para tirar de si a identificação como tal, abrindo caminho para alternativas anteriores.

    Ludibriar o leitor: é usado principalmente por postagens de blogs ou em comentários dos mesmos, onde normalmente o material enviado é de procedência duvidosa, ou falta com a verdade.

    Migrar o tema: o troll levanta questões aparentemente pertinentes ao tema, inserindo aspectos onde esteja melhor preparado para se pronunciar mesmo que isso custe o desfoque do cerne da questão, objetivando um ponto onde possa desestabilizar o oponente do debate.

    EU incluiria

    1 – Há também o troll carente, que não tem interlocução na vida real, deve ser um bicho esquisito, chato a ponto de não ter amigos e precisa de atenção, como criança mimada.

    2 – Há, claro, o troll pago, tinta paga. Esse são salafrários mesmo.

  283. Chesterton said

    pra você, Pax:

    BOCA MALDITA
    Nelson Bocaranda, o blogueiro do jornal El Universal (Venezuela), que primeiro anunciou o câncer de Hugo Chávez, diz que a doença de Lula voltou, obrigando visitas de madrugada ao hospital Sírio Libanês.

  284. Chesterton said

    Pax, tem uma maneira de ver se esse negócio de sovietes no Brasil é coisa que presta:

    - Quem propõe?

  285. Chesterton said

    Patriarca, que bom que você gostou. Saiba que nesta área, então, você é um tremendo reacionário.

  286. Patriarca da Paciência said

    “Pax, tem uma maneira de ver se esse negócio de sovietes no Brasil é coisa que presta:”

    Chesterton, sovietes no Brasil ? A união Soviética sequer existe mais. É claro que isso não é coisa que preste.

    Quanto ao câncer do Lula. Faz uns dois anos, uma amiga nossa, médica, foi participar de um congresso de medicina em São Paulo e voltou com a notícia de que o Lula estava em estado terminal.

    Quando me contaram eu simplesmente dei uma risada.

    A torcida para que o Lula seja “eliminado” é grande, mas o Lula é ainda maior que tudo isso !

  287. Patriarca da Paciência said

    “Patriarca, que bom que você gostou. Saiba que nesta área, então, você é um tremendo reacionário.”

    Reacionário, Chesterton,?

    Muito pelo contrário, eu me julgo profundamente racional. Tenho uma imensa admiração por Chales Darwin. O fato científico, comprovado de forma honesta e correta, é irrefutável, até prova em contrário.

    Tudo que aparece nesse vídeo bate perfeitamente com o que eu penso da vida, desde criancinha !

  288. Patriarca da Paciência said

    Conclusões que tiro do vídeo do comentário 279:

    O cérebro feminino pode representar até um “aperfeiçoamento” do cérebro masculina, visto que, em menor tamanho, tem o mesmo desempenho em questões de inteligência e aprendizagem.

    Mas é claro que, assim como o corpo do homem é diferente do corpo da mulher, é impossível que os dois cérebros sejam absolutamente iguais em tudo.

    É perfeitamente natural que homens e mulheres apresentem comportamentos diferentes.

    As preferências não são fatores que comprovem igualdade ou inferioridade.

    A educação influencia o caráter das pessoas tanto quanto a herança biológica.

    Uma pessoa que está ao nível da sobrevivência, não pode ser considerada padrão para pesquisa.

    Ou seja, ainda bem que homens e mulheres são diferentes.

  289. Chesterton said

    as feminstas peto anarquistas vão comer seu rabo por causa disso :)

    Vem cá, o que que você entende de Darwin?

  290. Chesterton said

    bem xomiski aguenta mais…

    http://dailycaller.com/2014/06/04/chomsky-obama-determined-to-demolish-the-foundations-of-our-civil-liberties/

    (outro que vai acabar apedrejado como o Pariarca)

  291. Patriarca da Paciência said

    Darwin foi um cientista profundamente honesto, cauteloso, minucioso e que colocava sempre a prova acima de qualquer teoria.

    Um grande e verdadeiro cientista, em todos os sentidos, assim como Galileu, Newton, Kepler , Pasteur, Freud e tantos outros.

  292. Chesterton said

    chest- mais uma Patriarca

    (qual a explicaçãod e Darwin para a origem da vida?)

  293. Patriarca da Paciência said

    Origem da vida?

    Acho que Darwin nunca se preocupou com esse tema. O Cientista coleta provas por anos e anos, faz experimentos, testa e retesta as experiências, ou seja, trabalha com coisas concretas, ou que tenham explicação matemática, ou que não agridam o bom senso..

    Qualquer pessoa de bom senso conclui que, a ciência apenas leva as pessoas a enxergarem cada vez mais longe, com mais precisão, de modo mais vasto e a criar aparelhos e meios que facilitem a vida das pessoas. A origem da matéria ou a finitude ou infinitude do universo, estão totalmente além da capacidade de raciocínio do ser humano.

  294. Chesterton said

    http://www.dissentfromdarwin.org/

    muitos problemas com sua teoria não comprovada.

  295. Chesterton said

    http://www.dissentfromdarwin.org/faq.php

    aceita tradução do google

  296. Chesterton said

    http://www.nytimes.com/2009/02/10/science/10essa.html?pagewanted=all&_r=0

    muito bom, explica porque Darwinismo não é ciência e conta ainda que seu proprio avô falava em evolução ( e muitos outros). E que seleção natural não quer dizer nada.

  297. Patriarca da Paciência said

    “A equipe de comunicação social de Eduardo Campos vem se especializando em trapalhadas, enquanto a candidatura do ex-governador segue patinando na casa dos 7% das intenções de voto.

    Depois de publicar no Instagram uma foto de Campos rindo dentro de um jatinho no dia em que a greve da polícia convulsionava o Recife, hoje a turma desceu ao último nível da baixaria.

    O coordenador de mídias sociais da campanha de Campos, Marco Bahé, publicou há pouco no Facebook uma frase insinuando que Aécio Neves é usuário de cocaína.

    Diz Bahé no desastroso post:

    - “Vai ter Coca”, Aécio Neves.”

    Por Lauro Jardim

    Carácolas ! O “acordo de cavalheiros” do Ah é sim com o Campos Traíra foi pro brejo.

    É aquela velha história, “quem trai uma vez….”

    Acho que agora até o Ah é sim vai começar a chamar o Campos de Traíra !

  298. Patriarca da Paciência said

    Chesterton, eu não sou muito bom em inglês, mas esses textos que você colocou apenas expressam opiniões de algumas pessoas sobre Darwin e suas descobertas. Meu entendimento é que “A Teoria da Evolução” não é uma teoria e sim uma descoberta científica, comprovada por inúmeras, pacientes, minuciosas e honestas experiências de Darwin e cientistas posteriores..

    Asim como algumas pessoas tentam contestar Darwin, um número incalculavelmente maior apoia as descobertas do grande cientista. Acho, inclusive, que em todas as universidades da Terra os estudos de Darwin continuam perfeitamente válidos.

  299. Patriarca da Paciência said

    Quanto a dizer que Darwin não é o “criador” da teoria da evolução, é claro que não é.

    Mas é o cientista que fez a melhor demonstração e coletou as melhores provas.

    Aliás, como já dizia outro inglês, Bertrand Russel, “ninguém é criador de nada, filósofo é apenas alguém que consegue expressar o “espírito do seu tempo”. Ou seja, todas as invenções e descobertos são fruto de trabalho coletivo. A teoria da evolução pode ser encontrada nos filósofos pré-socráticos.

  300. Daise said

    >>>>> FASE CULTURAL control freak

    Agora que já fomos laboriosamente ensinados sobre o que é “troll”, vamos aprender o que é “control freak”:

    In psychology-related slang, control freak is a derogatory term for a person who attempts to dictate how everything around them is done. The phrase was first used in the late 1960s[1] — an era when great stress was laid on the principle of ‘doing one’s own thing’ and letting others do the same.[2]

    Vulnerability
    Control freaks are often perfectionists[3] defending themselves against their own inner vulnerabilities in the belief that if they are not in total control they risk exposing themselves once more to childhood angst.[4]

    Such persons manipulate and pressure others to change so as to avoid having to change themselves,[5] and use power over others to escape an inner emptiness.[6] When a control freak’s pattern is broken, “the Controller is left with a terrible feeling of powerlessness … But feeling their pain and fear brings them back to
    themselves”.[7] Paradoxically, the ultimate form of control is actually letting go.[8]

    Control freaks appear to have some similarities to codependents, in the sense that the latters’ fear of abandonment leads to attempts to control those they are dependent on.[9] Recovery for them entails recognising that being a control freak helped paradoxically preserve codependency itself.[10]

    In terms of personality-type theory, control freaks are very much the Type A personality, driven by the need to dominate and control.[11] An obsessive need to control others is also associated with antisocial personality disorder.[12]

    In management
    In the corporate world, control freaks tend to publicly admonish their inferiors, especially during meetings.[13] More positively, the term can also refer to someone with a limited number of things that they want done a specific way; professor of clinical psychology Les Parrott wrote that “Control Freaks are people who care more than you do about something and won’t stop at being pushy to get their way”.[14] There may be a fine line between being a detail-oriented manager, who likes to have things done ‘right’, and being a (destructive) control freak.[15]

    Control freaks are usually a cause of micromanagement.In some cases, the control freak sees their constant intervention as beneficial or even necessary; this can be caused by feelings of separation or departure from one whom loved, believing that others are incapable of handling matters properly, or the fear that things will go wrong if they do not attend to every detail.
    In other cases, they may simply enjoy the feeling of power it gives them so much that they automatically try to gain control of everything and everyone around them.

    http://en.wikipedia.org/wiki/Control_freak

    Quem tiver dificuldades com Inglês eu sugiro usar o Google Translate.

  301. Chesterton said

    Na verdade Darwin foi mais um canalizador da ideia pre-existente.
    A evolução precisa “matar” Darwin para evoluir.
    O acaso, a seleção natural ao acaso, não são suficientes para explicar a evolução.
    A ciência biológica já sabe disso.
    Tem mais coisa no caldo, enquanto o acaso permanecer hegemônico, a ciência persistirá ignorante.

  302. Chesterton said

    Sim, Patriarca, no Chrome basta apertar o botão direito do mouse e pedir para traduzir.

  303. Chesterton said

    08/06/2014 às 17:41
    Metroviários: Linha Amarela, que é privada, funciona e serve ao público; as linhas azul, vermelha e verde, que são públicas, servem aos interesses privados do PSTU e do PT

    ricardo andre

  304. Daise said

    Prezado Chesterton

    Sobre o assunto anterior -Darwin- seria bom também dar uma olhada em R. Dawkins (criador dos conceitos “gene egoista” de “meme”)
    Embora o assunto resvele um pouco para uma discussão pró e anti reliosa, Criacioniasmo x Darwinismo ou a teoria do Desenho Inteligente.
    Dawkins é um dos grandes pensadores da atualidade.
    Recomendo.
    (Depois de lula, é claro)

    http://en.wikipedia.org/wiki/Richard_Dawkins

  305. Daise said

    Companheiro Pax

    Reduzir toda a riqueza do debate no Painel # 281 a um problema de “jornalismo histérico” é na minha opinião, “empobrecer” o que todos os presentes falaram, com mais ou menos brilho.
    Foi consenso que o lançamento do tal decreto nessa época é questionável e muitas dúvidas sobre “movimentos sociais”de fachada. Nesse complexo ano eleitoral misturado com Copa tudo vira gregos x troianos.
    O PMDB ( Temer e o presidente da Câmara já sinalizaram ao Planalto que o momento é inapropriado).

    Outro grande momento foi quando o cara do iFHC fala sobre a necessidade dos grandes líderes políticos lula e fhc trabalharem em conjunto pelo PENSAR COLETIVO, Pensar Brasil.

    FHC está ai e sempre esteve disponível.
    Lula ? Onde anda?
    Dar entrevistas chulas para blogueiros “afins”?
    Incitar sempre o nós x eles. Os pobres contra os ricos?
    Os bons contra os maus?

    Reafirmo, Lula hoje só representa a vanguarda do atraso, como protagonista.
    Esconder Rosemery, esconder malfeitos na Petrobrás, criticar o STF, corromper a verdade e por a culpa nos outros…etc.

    O grande lider Lula, que inegavelmente é, se transformou numa figura grotesca, um “cheer- leader” da campanha para reeleger uma incompetente. Que sozinha, após 3 1/2 anos mal sabe se expressar corretamente sem o auxílio de um teleprompter e através promessas maravilhosas na TV, porem fictícias. Tipo “Made in China” bonito, barato e de qualidade duvidosa.

    Deus nos livre se o time do Brasil na Copa tropeçar no meio do caminho. Imagine toda a energia presente hoje para o Brasil ser campeão tiver que se contentar assistindo sorridente às semi-finais e a final enter seleções estrangeiras. A represa provavelmente irá se romper.
    Deus nos salve.
    O Brasil há de ser campeão!

  306. Pax said

    Justiça declara greve dos metroviários de SP ilegal. Mas não prendeu ninguém do tal cartel que desviou bilhões… que beleza.

    Quem, afinal, causa maior prejuízo ao povo de SP?

    Acabo de ver uma foto publicada no Facebook de um amigo de uma fotógrafa das minhas relações. Cor de merda.

    Água da Vila Madalena, coração da zona oeste.

    E o governo de SP diz que está tudo sob controle.

    Sei.

    Mas Alckmin, segundo as intenções de voto da última pesquisa, leva no primeiro turno. Skaf é o segundão. Dizem que o PT já se arrepende de escalar Padilha pra concorrer. A Operação Lava Jato fez, segundo análises, um estrago na aposta de Lula.

    Na real, na real, a situação é essa, no momento. Dá Alckmin e o cartel, disparado. Sem água, sem metrô, sem trem, mas dá Alckmin, sim.

  307. Chesterton said

    Dawkins é um grande cientista na área da biologia. O problema é que ele crê que isto é currículo suficiente para discutir filosofia. É um militante ateista.

  308. Guatambu said

    Pax,

    SP para mim está na mesma situação que o Gov. Federal.

    Tem que mudar.

    Não tem problema que seja o Skaf. Mas o PSDB tem que ter concorrência. Assim como o PT tem que ter concorrênca.

    Não podemos dar moleza pra eles senão o duro chega vc sabe onde.

  309. Guatambu said

    Pax,

    O único problema é mudar como a cidade de SP fez… mudar pra pior.

    O PSDB vai voltar à cidade… e vai voltar mais forte…

  310. Guatambu said

    Patriarca,

    Essa do “vai ter coca”, foi excelente!

    Ri alto!

  311. Patriarca da Paciência said

    Guatambu,

    Por falar em “não vai ter copa” mas vai ter coca”, um ato de coragem de um jornalista da Globo. Ultimamente, parece que estão surgindo alguns “rebeldes” dentro da Globo:

    http://www.dailymotion.com/video/x1yy70u_tino-marcos-um-grande-momento-do-jornalismo-de-carater_sport

  312. Guatambu said

    Patriarca,

    Para mim o futebol reproduz um efeito parecido com o de religião… ou de droga no brasileiro:

    Do lado positivo leva o esporte, a beleza do entretenimento e a esperança a todos os brasileiros, principalmente os mais sofridos.

    Do lado negativo, faz com que pessoas pacíficas percam completamente a razão: xingando, brigando, e muitas vezes levando um espetáculo esportivo, que deveria ser sinônimo de confraternização e competição saudável, a uma exibição grotesca de violência, além de ofuscar a capacidade de tantos outros atletas de outras modalidades.

    Sabendo disso, eu não vejo a Copa como uma grande realização, mesmo que fosse a maior e mais bonita até hoje.

    Para mim é só mais uma realização.

    Assim como o ufanismo do “ninguém segura esse país” da ditadura passou, essa Copa vai passar. Seja o Brasil vitorioso ou não.

    Apesar disso, eu espero me divertir muito com a Copa, e espero que todos os brasileiros se divirtam, assim como espero que os turistas sejam bem tratados e saiam daqui felizes.

    Quanto ao Tino Marcos e o Faustão. Com todo o respeito: to me cagando pra eles. Não significa que o Tino, só pq se aproxima mais do meu ponto de vista, merece mais respeito.

    O Tino Marcos nada mais fez do que defender o ganha-pão dele. Assim como o Faustão nada mais fez do que defender o ganha-pão dele.

    Todos vendidos.

    Nenhum merece respeito.

  313. Chesterton said

    Artista, jornalista, jogador de futebol, esse pessoal que chamam de “celebridade”, …não tem “valor em si”. Tem que provar todo santo dia se valem alguma coisa ou não.

  314. Daise said

    S. PAULO NÃO QUER O PT NO GOVERNO

    Entenda poque Quadrilha, digo Padilha não empolga nem os petistas mais radicais no estado de origem do próprio PT:

    Ex Ministro da Saúde, responsável pela contratação de milhares de “médicos cubanos”( sem Revalida), entrevistado no Roda Viva:

    Não sei se Alckimin irá ser reeleito mas Quadriha, digo Padilha vai comer poeira.

  315. Pax said

    Muito bom esse texto

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/gregorioduvivier/2014/06/1466925-pardon-anything.shtml

    Enviada do meu iPhone

    >

  316. Pax said

    Outro bom texto

    https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=804640296222126&id=100000284899576

    Enviada do meu iPhone

    >

  317. Patriarca da Paciência said

    O ministro Gilmar Mendes justificou o seu pedido de vista do processo que decide sobre a doação de empresas para campanhas eleitorais, dizendo que “está preocupado com a entrada de bandidos em financiamento de campanhas eleitorais”.

    Pois é, e as relações íntimas da “óia”, principalmente do editor chefe Policarpo, com o mafioso Carlinhos Cachoeira, não preocupam o ministro ?

    Consta também que o mafioso Cachoeira financiava vários políticos, de vereador, deputado, prefeito e.. até senador, sendo o “mosqueteiro da ética” , Demóstenes Torres, o mais famoso.

    Conta outra, ministro, essa não vai convencer ninguém !

    Além do mais, o processo já está decidido faz muito tempo !

  318. Patriarca da Paciência said

    Aliás, “Os Mosqueteiros da Ética” foi capa da “óia”, com destaque para Demóstenes Torres, brandindo sua espada.

  319. Patriarca da Paciência said

    Demóstenes Torres foi também interlocutor do ministro Gilmar Mendes em conversa gravada ilegalmente por suposta “arapongagem” e que resultou na queda o chefe da Polícia Federal, sendo que, até hoje, nunca apareceu o áudio de tal conversa, tampouco a mínima prova de que realmente existiu.

  320. Daise said

    S. PAULO NÃO QUER O PT NO GOVERNO

    A última pesquisa Datafolha mostra que em São Paulo a rejeição a Dilma supera, de longe, a rejeição a ela em qualquer outro lugar do país.

    E os paulistas são os que enxergam o futuro com mais realismo. Entre eles, 69% acham que a inflação vai subir, 52% contam com o aumento do desemprego e 48% com a redução do poder de compra.
    E culpam o PT por esse atraso.E principalmente Dilma que já havia sido rejeitada antes em 2010 Dilma, 45,95% X Serra, 54,05% (2º turno).

    Hoje 61% dos eleitores de São Paulo dizem que não votariam em Dilma de jeito nenhum. Lá, 83% da população quer um presidente no todo ou em parte diferente de Dilma. E só 23% dos eleitores do PT afirmam apoiar o seu governo.

    Em um eventual segundo turno, Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) venceriam Dilma.

    São Paulo é o Estado líder e com o maior número de eleitores do país.

    Feilpe Scihff

  321. Daise said

    DILMA NO CONTROLE,/b>

    http://4.bp.blogspot.com/-ciGWPXPb0JE/U5XR1rOz8KI/AAAAAAAAXdw/IxF5eUjNi5I/s1600/dilma+no+controle.jpg

  322. Pax said

    Para o Chesterton, velho e bom Chesterton, ter sua consciência pesada mesmo… =)

    .http://www.youtube.com/watch?v=v2eUR5EyX9w

    Esse ano vou plantar uma quadrinha com sementes de milho não transgênico. Um pouco pras galinhas, um pouco pra nós, e um banco de sementes que não sejam da MonDiablo.

  323. Chesterton said

    Então, Pax, ganhando um dinheirinho das organizações mundiais que fazem campanhas contra o agronegócio brasileiro de modo que fiquemos para sempre na dependência de importação de comida?

    Entenda, a natureza foi dada ao homem, ela não tem valor em si. Quem dá valor a natureza é o homem. Na ausência do homem ela é entediante…passarinho para lá, passarinho para cá. O homem deve cuidar da natureza para dela se servir para sempre, deve cuidar da natureza para poder admirá-la, não para idolatrá-la, endeusá-la.

  324. Pax said

    Caro Chesterton, velho e teimoso Chesterton, rabugento, vou te contar uma história real, vivida aqui comigo. Leia sem pedras nos óculos…

    Meu vizinho é da área. Eu não. Ele é do governo do estado, secretaria de agricultura. Sei lá bem o que faz por lá. Além disso é do sindicato rural da cidade, algo como um cartório, lá emprega filho e sei lá mais quem.

    Quando cheguei aqui produzia leite. Mudou.

    Hoje produz na metade de suas terras, cana de açucar que faz cachaça. Na outra metade cria ovelhas para abate. Não é essa atividade que o sustenta. É o emprego no governo e o cartório, digamos assim, do tal sindicato.

    E dê-lhe agrotóxico esses anos. Não tenho relações com ele exceto as necessárias, sem brigas, mas sem maiores amizades. Conheço bem e gosto dos seus funcionários, dois irmãos e um padrasto já de idade. Com eles converso, troco os favores necessários do dia-a-dia, trocamos ideias.

    Pois bem, esses dias me pediram adubo. Como tenho estrumeira dos beiçudos, disse que podiam pegar o quanto quisessem. Vieram com trator e carreta e levaram algumas viagens.

    Semana passada fui comprar 2 litros de pinga. Faz sete anos que eles produzem. As primeiras não dava pra tomar. Agora tá uma delícia. Um litro pra mim, que dura uns 2 meses, um litro pra um amigo. Conversa vai, conversa vem, me disseram que esse ano vão plantar 200 pés de uvas para consumo, algum vinho e vinagre. Vou plantar uns 10 pés também, pra consumo.

    No meio do bate papo perguntei como estava o uso de RoundUp, o desfoleante que você deve conhecer muito bem. Me disseram que pararam de usar. Usaram pra caramba e pararam. Perguntei porque e me disseram que a plantação de cana não estava mais dando nada de tão seca e improdutiva que a terra ficou com o agrotóxico.

    De novo disse pra eles que poderiam pegar quanto de adubo quisessem. Prefiro dar que cobrar, mas que meu vizinho pare de usar esse pesticida.

    Outro ponto, outra história verdadeira. Comprei esse sítio aqui, super pequeno, que era de um parente desse tal meu vizinho. Quando a fazenda foi loteada em sítios o vizinho comprou 5 lotes e o primo, o ex-proprietário daqui, 2 lotes. Todos fizeram suas casas e jogaram o esgoto no riacho que passa pela terra do vizinho. Aqui não passa o tal riacho. Passava mas o parente vendeu uma parte para o meu vizinho porque a estrada dividia o sítio que hoje é meu. Fiquei sem água corrente, só tenho a que pego do subsolo.

    Aí um vizinho debaixo do debaixo do meu vizinho, novo proprietário, super caprichoso, comprou um sítio menor ainda e resolveu dar um trato geral. Conheço o cara, conhecia o filho dele que também tem um sítio aqui por perto. Depois que esse tal novo proprietário passou um ano e meio limpando e arrumando seu sítio reclamou com o vizinho de cima – lindeiro do meu vizinho – que o riacho estava com cheiro forte de esgoto, se ele podia providenciar uma fossa com sumidouro, como deve ser feito. Os dois se desentenderam e o quiprocó chegou no meu vizinho.

    O que o cara fez? Disse que o esgoto vinha do meu sítio.

    A conversa nem andou, um ex-funcionário meu, conhecido e respeitado que agora voltou a trabalhar como mestre de obras, disse pra todos os envolvidos: “Vocês querem que eu os leve lá no sítio do Pax pra mostrar o esgoto, fossa, filtro, sumidouro? Posso fazer isso, é meu amigo e essa obra foi eu quem fiz”.

    É que logo que cheguei aqui fui saber onde meu esgoto era depositado e descobri que era realmente no riacho. A primeira obra que fiz foi desse esgoto que um amigo, engenheiro sanitário, me instruiu como fazer absolutamente correto. Pois bem…

    Meu vizinho, que havia me acusado, acabou recebendo uma vizitinha da Polícia Militar Ambiental. Tomou uma lambada de uma multa nas costas e acabou fazendo um sistema ainda melhor que o meu, além de ficar com cara de tacho pela mentira que tentou aplicar para se safar de gastar uns trocados e resolver seu esgoto.

    É isso, caro Chesterton, uma historinha real, de como acho que a Natureza merece ser tratada, para que dela se possa usufruir seja por contemplação ou produção. Com uma palavrinha chave: Respeito. Que implica num elemento básico: Inteligência.

    E nem precisa de muito.

    Antoine Lavoisier nunca foi desmentido. Na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.

    O modelo agroquímico é um modelo troncho. Metade do que produzimos é desperdiçado. Afora o que é jogado fora mesmo, na inexistência de uma logística reversa que poderia suprir todo o necessário na adubação.

    Mas isso você não vai entender nunca. Direito teu.

    Como é o meu ter as minhas convicções.

    Do meu vizinho até onde esse riacho encontra outro maior, todos os sítios despejam o esgoto nessas águas. Tenho certeza que nunca vou nadar e me banhar nelas. Mas sei que já tem 4 sítios que não fazem mais isso. O meu, do meu vizinho e seus dois subsequentes.

    Ainda faltam uns 10.

    =)

  325. Patriarca da Paciência said

    “Então, Pax, ganhando um dinheirinho das organizações mundiais que fazem campanhas contra o agronegócio brasileiro de modo que fiquemos para sempre na dependência de importação de comida?”

    É, caro Pax, o Chesterton nunca vai entender nada mesmo, sequer atualiza seus conhecimentos !

    O Brasil dependente de importação de comida ?

    Somos o maior exportador de soja, frango, carne de boi, café, açúcar, etc.etc.etc.

    Ô Chesterton, a Guerra Fria já acabou !

  326. Pax said

    Independe se Dilma, Aécio ou Campos, quem realmente manda é…

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/06/1467769-pmdb-deve-manter-hoje-seu-apoio-a-dilma-mas-com-criticas-ao-pt.shtml

  327. Patriarca da Paciência said

    Relembrando um pouco as “importantíssimas e fundamentais reportagens da óia” e suas retumbantes contribuições ao aperfeiçoamento ético do Brasil e, também, é claro que não vai chegar lá, mas eu gostaria, refrescar um pouco a memória do ministro Gilmar Mendes sobre a importantíssima contribuição do Carlinhos Cachoeira como co-editor, junto com o Policarpo, da “óia”

    “Da esquerda para a direita: Gabeira, Simon, Jarbas, DEMOSTENES e Jefferson Peres
    O caso Renangate só não é um desalento completo porque existem alguns poucos batalhadores da ética no Congresso Nacional. Na Câmara, a figura que sobressai sempre que aparece um escândalo é a do deputado Fernando Gabeira, do PV do Rio de Janeiro. No caso que envolve o senador Renan Calheiros, acusado de ter suas despesas pagas por um lobista de empreiteira, Gabeira cruzou os corredores do Congresso para dizer a Renan Calheiros que ele não tem mais condições de presidir a Casa. Renan, claro, não lhe deu ouvidos. No Senado, Pedro Simon, do PMDB gaúcho, e Jefferson Peres, do PDT do Amazonas, são referências constantes de um comportamento correto e íntegro, chama que se reacendeu na atual provação à qual o senador Calheiros submete seus pares e a instituição.

    Outros dois senadores têm aparecido como sentinelas avançadas da sociedade brasileira no caso Renangate. Um deles é Jarbas Vasconcelos, do PMDB de Pernambuco, que na semana passada pediu a palavra durante sessão presidida pelo próprio Renan Calheiros, denunciou o clima de desconforto que tomava conta do plenário e explicou por que pediu o afastamento de Renan numa entrevista: “Para não nos causar o constrangimento que causa hoje presidindo a sessão”. E completou: “O que não pode é o Senado ficar sangrando e, mais do que isso, fedendo”. O outro é o incansável senador Demostenes Torres, do DEM de Goiás. No Conselho de, digamos assim, Ética do Senado, ele é uma das únicas vozes a exigir investigações sérias e denunciar as manobras para absolver sem apurar. Demostenes Torres entende o que muitos senadores fazem questão de não ver: o Senado está se desmoralizando numa velocidade avassaladora. A esperança que resta é que esse pequeno conselho de mosqueteiros da ética consiga derrotar as malandragens do grande Conselho de, digamos assim, Ética do Senado.

    Na primeira reação à denúncia de que um lobista bancava suas despesas, Renan tentou jogar o assunto para o terreno pessoal, apresentando-se como vítima de invasão de privacidade. Diante da evidência de que suas relações com o lobista não eram assunto particular, a abordagem deu errado. Na estratégia seguinte, ele pressionou seus colegas com baixarias diversas e ameaças de dossiês. Do seu círculo mais próximo partiram boatos sobre a vida íntima e a honestidade pessoal de alguns senadores. Como ninguém se intimidou, a estratégia também não deu certo. Na semana passada, Renan encontrou mais uma alternativa – a chantagem política sobre o Palácio do Planalto. Até a sexta-feira passada, a nova estratégia vinha apresentando bons resultados. Depois de falar por quarenta minutos com Lula, Renan virou o jogo. Ganhou apoio explícito do presidente, reaglutinou os governistas pela sua absolvição e recuperou o controle sobre o Conselho de, tá bem, vá lá, Ética do Senado.”

  328. Patriarca da Paciência said

    Destaque:

    “O outro é o incansável senador Demostenes Torres, do DEM de Goiás. No Conselho de, digamos assim, Ética do Senado, ele é uma das únicas vozes a exigir investigações sérias e denunciar as manobras para absolver sem apurar. Demostenes Torres entende o que muitos senadores fazem questão de não ver: o Senado está se desmoralizando numa velocidade avassaladora. A esperança que resta é que esse pequeno conselho de mosqueteiros da ética consiga derrotar as malandragens do grande Conselho de, digamos assim, Ética do Senado.”.

  329. Patriarca da Paciência said

    O link da preciosíssima e fundamental reportagem para resgate da ética na política brasileira:

    http://veja.abril.com.br/040707/p_054.shtml

  330. Chesterton said

    324, Pax acredito na preservação da natureza PARA QUE POSSAMOS TIRAR MAIS DELA. A obra que você fez, as melhorias que seus vizinhos estão fazendo são obra do engenho humano, não da “mãe natureza”. Aqui Chesterton ( o GK) ensina bem como o cristianismo difere das religiões neo-pagãs que tratam a terra (gaia) como mãe natureza quando ela é nossa irmã. Quanto ao exemplo da cachaça teria que ver em detalhe, pois não é simples fabricar de qualidade e não se pode dizer assim que o agrotóxico seja o culpado. Lembre-se , a diferença do remédio para o veneno é a dose.

    Mas vou ilustrar com outra história. Meu avô, alemão nascido no Brasil em 1906, resolveu se mudar para uma fazenda que comprou com o pai e o irmão. Só tinha junco. Rendimento zero. Pioneiro nas técnicas de plantação de arroz em grande escala no RS tinha que fazer uma criação consorciada ao arroz. Como pessoa de estudo, viajada, diferentemente dos proprietários vizinhos, vacinava e tratava os animais para ter lucro. Um coronel da banda foi vizitá-lo, e notou a diferença do gado dele para o gado de meu avô:

    - “Ah”, diz ele, “carne boa é de gado encarangado”…

  331. Chesterton said

    Somos o maior exportador de soja, frango, carne de boi, café, açúcar, etc.etc.etc..

    chest- tua burrice é notória, e por isso mesmo me surpreendo quando ela excede.

    SOMOS ISSO TUDO GRAÇAS A AGROINDUSTRIA (carvalho!). Muito adubo, muita tecnologia, muita ração, muita farmacia, muita maquina que gasta óleo diesel, muita irrigação.

    Exatamente tudo que Pax critica.

  332. Guatambu said

    Pax,

    Estava lendo ontem sobre o desenvolvimento na África subsaariana. A Microsoft está investindo por lá, se antecipando. Muito interessante.

    Acredite ou não, a principal fonte de evolução política na região é justamente a transparência.

    Mas enfim, dada a introdução, pergunto:

    Como o mundo fará par alimentar 8 bilhões de pessoas com agricultura sustentável?

  333. Pax said

    Caro Guatambu,

    Mudando a cabeça, a priori.

    Quer começar a mudar a cabeça?

    http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/export/sites/default/bndes_pt/Galerias/Arquivos/conhecimento/bnset/set1501.pdf

    Tem aos quilos.

  334. Patriarca da Paciência said

    Analfabeto funcional Chesterton,

    o gado brasileiro é aceito no mundo todo, justamente, porque come capim e não ração sintética, ou cama de frango, ou ração feita com restos de animais, como o gado europeu.

    80% da produção de alimentos do Brasil vem da agricultura familiar, a qual usa de pouquíssimos adubos ou rações de produção sintética.

    O Frango brasileiro também come milho e soja, é criado por pequenos agricultores que o vende para as grandes agro-indústrias.

    Enfim, caro analfabeto funcional, você nunca vai entender nada mesmo !

  335. Guatambu said

    Pax,

    Vou olhar com bastante cuidado.

    Mas, uma coisa que eu sou cético: preço.

    A pesquisa parte do princípio que produtos orgânicos possuem um apelo de consumo por serem orgânicos e por isso podem custar mais aos consumidores.

    Minha crítica: o modelo é microeconomicamente insustentável.

    Por que?

    1. O mundo não tem renda suficiente para pagar pelos produtos orgânicos (com 30% a mais no preço, como querem os estudiosos). Na Europa, EUA, Japão, e outros países desenvolvidos, talvez. Mas e na África, China, Índia, Oriente Médio?

    2. A produção orgânica depende de mão-de-obra intensiva, com pouco ganho de escala, no entanto, commodities, sem ganho de escala, não existe (demonstro mais pra frente).

    Pense, Pax:

    Se um dia revertermos todo o processo agroindustrial para ficarmos somente na produção orgânica, esse diferencial não vai existir mais e nesse caso, Pax, vc sabe bem, o mercado tem 2 saídas:

    1. O mundo pagará mais caro na comida (e não conseguiremos alimentar 8 bilhões de pessoas porque o mundo África, China, Índia, Oriente Médio e boa parte da América Latina não tem dinheiro para pagar caro nos alimentos)

    2. Com preços mais altos, o número de empreendedores cresce, já que as barreiras de entrada serão baixas (menos mecanização, adubo orgânico, sem defensivos agrícolas. Em tese é o paraíso para o pequeno produtor. E qualquer um, nesses termos pode ser pequeno produtor)

    3. Com a concorrência maior, o preço tende a ser pressionado (pois estamos falando de commodities).

    4. Preço baixo e mão-de-obra intensiva não combinam:

    - ou você começa a escravizar a mão-de-obra
    - ou você quebra
    - ou você mecaniza (o que seria retornar ao padrão produtivo atual)

    Repare que teremos problemas sociais decorrentes de qualquer jeito:

    1. Pessoas não serão alimentadas
    2. Escravização de mão-de-obra
    3. Fazendeiros quebrando

    Podemos continuar a história assumindo uma nova premissa:

    - Escravizar a mão-de-obra seria impossível (apesar disso ainda acontecer, tenho fé na humanidade de que isso vai acabar)

    Daí teríamos:

    5. Alguns produtores quebrarão…. e serão comprado por novos produtores maiores (retornaremos ao latifúndio, como é hoje)

    6. A necessidade de ganho de escala levará, naturalmente, a uma maior mecanização…

    7. Com mais área, e menos gente, fica mais difícil controlar o que cresce nas plantações… retomando a demanda por defensivos agrícolas.

    Percebe, Pax, porque eu sou cético?

  336. Patriarca da Paciência said

    “de modo que fiquemos para sempre na dependência de importação de comida?”

    Olha aí a frase que você escreveu, analfabeto funcional Chesterton !

    Você usou o verbo no presente, ou seja, você afirmou, com todas as letras, que nós somos dependentes de importação de comida.

    Você não consegue entender nem mesmo aquilo que você escreve !

  337. Guatambu said

    Mas incrivelmente, a solução que eu imagino, é progressista: tecnologia.

    Progressista = progresso, não?

    Estamos tentando cortar o desenvolvimento tecnológico pela raiz.

    Do meu ponto de vista, isso não faz sentido.

    Hoje há fundos e mais fundos de pesquisa para melhoria de sementes. Temos que lembrar que produtos trangênicos são apenas um galho das iniciativas de pesquisa sendo realizadas.

    Defensivos agrícolas evoluiram muito: houve um período que eram feitos à base de solventes, que poluíam mesmo. Agora são feitos à base de água. Podem ainda não ser ecologicamente sustentáveis, mas está claro para qualquer indústria que se preze, que para ser sustentável ao longo do tempo, tem que pensar no meio-ambiente.

    Com todo o respeito, Pax, eu acho que você está tomando a parte pelo todo.

  338. Patriarca da Paciência said

    Metendo o bedelho,

    caro Guatambu,

    você está considerando que não existe tecnologia para a grande agro-indústria sustentável.

    É claro que existe e, em grande abundância.

    Vacina, ao contrário do que pensa o Chesterton, é uma tecnologia totalmente sustentável.

    Produção de máquinas cada vez mais eficientes também é totalmente sustentável.

    Tecnologia para armazenamento de alimentos, seja a frio ou silos, de modo que o excesso de produção não se perca, também é totalmente natural.

    Melhoramento genético, inimigos naturais das pragas, revitalização do solo, etc.etc.etc . Há uma tecnologia imensa a ser explorada.

    Ao contrário do que pensa o Chesterton, ninguém está querendo voltar ao estado primitivo de coleta e caça.

    O problema do Chesterton é que ele não consegue sair da Guerra Fria.

  339. Guatambu said

    Patriarca,

    Se há tecnologia suficiente e sustentável para que hajam grandes produtores agrícolas, eu não entendo a crítica que o Pax está fazendo.

    Ele está falando como viver uma vida tranquila, no campo, produzindo o suficiente para consumo próprio e para vender um pouco da produção, até onde eu entendi, em oposição ao modelo de produção agrícola em larga escala atual.

    Se não for isso, o que estamos debatendo não tem pé nem cabeça.

  340. Guatambu said

    Patriarca,

    Mas eu concordo contigo.

    Há muito dinheiro envolvido em pesquisa, que vai desde modelos produtivos alternativos até melhoramentos genéticos.

    Tudo isso passando sim por defensivos agrícolas, consumíveis não-biodegradáveis, etc.

    Estes últimos, basta tomar qualquer relatório anual de uma empresa como a que o Pax disse (a Monsanto) e ver que há uma preocupação enorme em romper a barreira desses materiais não biodegradáveis.

    A concorrência é a mãe da evolução (Darwinismo aplicado à economia).

    E essas empresas concorrem ferrenhamente.

    O mercado agrícola não é igual à indústria do petróleo, que todo mundo finge que concorre, mas quem manda é o Estado por trás desses negócios.

  341. Chesterton said

    Presente do subjuntivo, Patriarca analfabeto!

  342. Patriarca da Paciência said

    Guatambu,

    Entendo que o caso do Pax é uma opção de vida. Eu também penso muito em aposentar-me numa pequena chácara, totalmente auto-sustentável.

    Acho que milhões de pessoas pensam assim. Os poucos que conseguem são privilegiados.

    Talvez, daqui a alguns séculos, essa pode ser uma escolha totalmente possível para qualquer pessoa.

    No mundo atual e, por um bom tempo, a produção em larga escala ainda é absolutamente necessária.

  343. Guatambu said

    Patriarca,

    Mas é isso que eu e o Chesterton estamos chamando a atenção:

    Não podemos confundir o estilo de vida de cada um com a necessidade de consumo da população.

    Concordo contigo, que no futuro, se tudo der certo, as pessoas poderão escolher fazer um retiro para uma vida mais simples e tranquila… e não só poderão, mas irão fazer.

    Em algum momento, todos nós queremos sossego.

  344. Chesterton said

    Só quem não precisa trabalhar pode se dar ao luxo de levar a vida que o Pax leva. Isso me lembra o video onde o HH janta na casa da Rita .

    Vem cá, esses metroviários de SP querem sacanear o Padilha?

  345. Chesterton said

    :http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,esguelha-ideologica-imp-,1509117

    O teatro separatista, mais uma vez, repetiu-se no campo. Na primeira cena, o governo anuncia o Plano Agrícola e Pecuário para a “agricultura empresarial”. Passado alguns dias, divulga o Plano Safra da “agricultura familiar”. Belos discursos, amoldados para cada evento, animam uma trama típica do maniqueísmo político. Um país, duas agriculturas.

    O Brasil é a única nação importante do mundo que separa a sua agropecuária em dois lados: o do “agronegócio” e o “familiar”. Uma política que deveria reforçar a ação pública em favor dos pequenos produtores no campo, desgraçadamente, serve ao modo de governar que distingue a sociedade entre “nós” e “eles”. Ou, pior, entre os “bons” e os “maus”. Dividir para reinar, ensinava Maquiavel.

    Quem, em 1996, criou o programa de apoio e fortalecimento da agricultura familiar (Pronaf) foi o então presidente Fernando Henrique Cardoso. A ideia inicial era, na prática, resguardar uma fatia dos recursos do crédito rural – sempre abocanhado pelos poderosos do agro -, obrigando sua alocação compulsória aos pequenos produtores rurais. Estes foram definidos como os de área máxima com até quatro módulos fiscais. Havia ainda a destinação de recursos públicos, a fundo perdido, para investimentos na infraestrutura de produção e comercialização de núcleos associativos e cooperativados. Funcionou muito bem.

    Essa estratégia de desenvolvimento rural considerava que, pequenos ou grandes, todos os agricultores, independentemente das características da produção, precisam e merecem progredir na vida, incorporando as modernas tecnologias para elevar a produtividade, conquistar qualidade, conseguindo, assim, competir na economia de mercado. Sob esse prisma, qualquer política voltada para o meio rural deve ser integradora. Jamais divisionista.

    Ao mudar o governo, de Fernando Henrique Cardoso para Lula, a gestão da agricultura brasileira acabou separada em dois ministérios. A partir de então, o conceito de “agricultura familiar” começou a ser totalmente deformado, passando a significar os “pobres” no campo, em oposição aos “ricos”, aglutinados no “agronegócio”. Jamais, em tempo algum, se produziu tamanha bobagem no pensamento agrário. Mera, e retrógrada, ideologia.

    Sabem os estudiosos da economia e da administração, mesmo os iniciantes, que por “familiar” se considera a gestão de um negócio, independentemente do tamanho do empreendimento. Ao contrário das corporações, uma empresa familiar se rege pelas decisões de seus próprios donos. Na agricultura significa que os proprietários tocam com seu trabalho a fazenda, havendo apenas auxílio eventual de mão de obra assalariada. Familiar, sempre, refere-se ao comando da atividade produtiva.

    Nos EUA, as estatísticas mostram que cerca de 90% dos agricultores se classificam como familiares. Graças ao avanço da mecanização, um pai com dois filhos, por exemplo, mostra-se capaz de conduzir áreas de terra cada vez maiores, submetidas à elevada tecnologia. Essa tendência da agricultura norte-americana se assemelha aqui, no Brasil, especialmente à das fronteiras do Centro-Oeste. Grandes fazendas, com soja ou milho, exploram-se espetacularmente com mão de obra familiar, não raro a mulher participando dos trabalhos de campo, sentada no banco do trator, ao lado do marido e dos filhos. Agronegócio familiar.

    Inexiste contradição nos termos. Mas, por aquelas razões difíceis de explicar, talvez por causa da histórica ojeriza ao sistema latifundiário, aqui somente se considera familiar quem é pequeno produtor rural. Passou a ser o tamanho, e não a gestão, o critério fundamental. Remetido ao jogo da política, o conceito de agricultor familiar desvirtuou-se completamente, acabando associado à pobreza rural, ao atraso, à subsistência na terra. Nele se incluíram os assentamentos da reforma agrária.

    A esguelha ideológica cresce quando se limita o agricultor familiar à produção de comida popular. O discurso enviesado diz assim: “O agronegócio serve à exportação, quem alimenta o povo é a agricultura familiar”. Besteira pura. No Paraná, por exemplo, que é grande produtor nacional de soja, quem domina o campo são os sitiantes enquadrados no Pronaf. Seu sucesso depende do cooperativismo. Na famosa Cocamar, situada em Maringá, entre 12 mil associados, 80% cultivam até 50 hectares. Conduzem suas lavouras familiarmente, participam diretamente do agronegócio, remuneram-se pela receita da exportação dos grãos. Modestos, mas capitalistas, numa boa.

    Sim, é verdade que a maioria dos alimentos básicos (arroz, feijão, mandioca, leite, batata) advém de pequenas propriedades. Fato estatístico. Quando, porém, se analisam as condições da produção e o fluxo de comércio, verifica-se que, majoritariamente, o abastecimento nas grandes cidades se garante pelo trabalho de agricultores que, embora pequenos, utilizam elevada tecnologia, ligados no mercado. Pequenos, e bons, empresários rurais.

    Essa complexidade da economia agrária submerge no palco da encenação política. Quando a presidente Dilma Rousseff anunciou, primeiramente, um crédito de R$ 156,1 bilhões para o agronegócio e, depois, de R$ 24,1 bilhões para a agricultura familiar, cavou artificialmente um fosso que, na realidade, inexiste na roça. As cerimônias turvam a realidade agrária.

    A agricultura sustentável de que o Brasil carece não se construirá apartando os agricultores entre patronais e familiares, como se existissem os de primeira e os de segunda classe. Ao contrário. Ao favorecer os mais fracos, incluindo os assentados da reforma agrária, uma política agrícola inteligente buscará integrá-los, juntos, ao ciclo do progresso tecnológico no campo.

    Sem segregação.

    *Xico Graziano é agrônomo, foi secretário de Agricultura e secretário do Meio Ambiente do Estado de São Paulo. E-mail: xicograziano@terra.com.br.

  346. Pax said

    Vocês fazem um juízo errado.

    Ontem estava em Sampa, correndo atrás de dinheiro. Como faço sempre.

    Não estou aposentado. Só não vivo mais o dia-a-dia nove-às-onze, que era o meu caso.

    Agora mesmo estava fazendo serviços. Muitos deles troco, faço escambo.

    Mas que minha vida mudou radicalmente, mudou, sim. Muito menos dinheiro. E muito, muitíssimo melhor.

    Pra começar não começo mais o dia às 9. Começo às 5.

    E não termino mais o dia às 11. Termino às 6. Tem dias que nem Jornal Nacional eu consigo assistir. Capoto.

    Hoje foi um recorde. Acordei às 3. Sonhei que uma jararaca tinha mordido meu sovaco. Juro. Acordei, aproveitei e olhei uma série de assunto, institutos, projetos, de um novo trabalho que pode ser que dê certo.

    Como vivo num link porcaria, essa parte me atrapalha um bocado.

  347. Pax said

    Conheço o Xico Graziano.

    Volte e meia ele fala umas asneiras fenomenais.

    Caro Guatambu,

    No link que te mandei fala muito de custos. Leia.

  348. Chesterton said

    simpatico esse Xico escrever um artigo no estadão para nos auxiliar aqui, né?

  349. Chesterton said

    quais asneiras, por exemplo?

  350. Chesterton said

    ah, e esqueci, é segredo. Pax não conta, só desqualifica.

  351. Pax said

    Por exemplo dizer que o grande produtor de soja nacional é o PR, caro Chesterton, quando todos sabem que é o Mato Groso.

    É só um dos exemplos.

  352. Pax said

    E agora meus amigos petistas que esperneiem, mas claro que o dinheiro do povo foi para os estádios da copa.

    E sabe onde foi mais, disparadamente? Claro que num dos governos do … PT. O DF.

    http://apublica.org/2014/06/tem-dinheiro-publico-sim-senhor/

  353. Chesterton said

    o PR não produz soja?

  354. Guatambu said

    Pax,

    Acho que esse artigo responde à minha pergunta melhor que o seu artigo.

    http://www.scientificamerican.com/article/organic-farming-yields-and-feeding-the-world-under-climate-change/

    que pode ser complementado por isso

    http://www.fao.org/organicag/oa-faq/oa-faq7/pt/

    Vale a pena ler.

    Em resumo: hoje a agricultura convencional produz o equivalente a 3.000 calorias por dia por ser humano na terra. Mais que suficiente para alimentar todo mundo.

    O grande problema é a distribuição.

    A produção de alimentos orgânicos tem menos produtividade que a convencional, variando de 5% (ex: hortaliças) a 20% (ex: soja). A variação aumenta quando se fala de clima e solo, e ainda mais considerando o habitat local.

    Inclusive, variações no clima podem resultar em risco alimentar para a população (foi dito bastante de relance, já que todos hoje são defensores da produção orgânica)

    Mesmo assim, se a produção mudasse de convencional para orgânica, teríamos condições de alimentar todos na Terra.

    Os custos:

    O que eu disse acima está correto: o custo de produção é significativamente maior que o custo da produção convencional.

    A regulação:

    Hoje é necessário cumprir um monte de regras para ter o selo orgânico estampado no que se vende.

    A França foi pioneira na criação desse selo.

    Conclusão minha:

    OK – poderemos ser alimentados pela produção orgânica
    OK – a produção orgânica é o futuro e sustentável do ponto de vista ecológico

    Problema 1:

    Dependência de poucas regiões produtoras (para certos alimentos):

    Em tese, se a agricultura tradicional mudar para a orgânica, por conta da diferença de solo e clima de região pra região, o suprimento de alimentos vai sofrer uma realocação, tornando regiões do mundo com terras pouco férteis mais dependentes de certos alimentos, vitaminas e proteínas de outras regiões.

    Problema 2:

    Os preços serão altos.

    Problema 3:

    Sem um sistema de auto-regulação, todos os produtores de produtos orgânicos dependerão da França para obterem selos de produtos orgânicos.

    É o Estado interferindo, novamente, no livre mercado e na honestidade das relações: a França ganha um dinheirinho sem fazer nada.

  355. Chesterton said

    “um problema de distribuição”…

    chest- Guatambu, sorry, mas aqui há um problema de interpretação. Quando se vê o mapa da produção de alimento (e ou tra riqueza qualquer) devemos pensar não em distribuir mas sim em analisar que tipo de gente, que tipo de prática econômica existe nesse lugar. Sei que você pode ter usado força de expressão, mas é importante não cair nesta armadilha, tão comum nessa terra aculturada.

  356. Chesterton said

    Como os conselhos e as comissões serão eleitos pelo “povo”, mas a eleição não é obrigatória e o “povo” dificilmente terá condições de dedicar-se em tempo integral, deixando trabalho ou ocupações diversas, para estar presente nessas “eleições”, serão os “amigos do rei” os beneficiados pelas indicações, que lá estarão presentes, num verdadeiro aparelhamento do Executivo e redução do Congresso Nacional à sua expressão nenhuma.

    Por pior que seja, o Legislativo é eleito pelo povo. Nele está contida 100% da representação popular (situação e oposição). No atual Executivo, nem 50% do povo brasileiro está representado, pois a atual presidente teve que ir ao 2º turno para ganhar as eleições.

    Em outras palavras, pretende o decreto que a autêntica representação popular de 140 milhões de brasileiros seja substituída por um punhado de pessoas, que passará a DEFINIR A POLÍTICA SOCIAL DE TODOS OS MINISTÉRIOS, INDICANDO AO EXECUTIVO COMO DEVE AGIR!

    http://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2014/06/1467665-ives-gandra-da-silva-martins-por-um-congresso-inexpressivo.shtml

  357. Guatambu said

    Chesterton,

    Se eu entendi o que vc quis dizer: sim, os alimentos não chegam onde devem não exatamente por um problema de distribuição, mas sim, por um problema que depende da abertura econômica dos países, etc.

    Apelei para uma simplificação, somente para dizer que se todos os países fossem minimamente abertos ao comércio, etc etc, sim, todos os humanos poderiam ser alimentados.

  358. Chesterton said

    Pois é, abertos principalmente ao comercio de idéias liberais, aí a comida abundaria.

  359. Pax said

    Ou seja, caro Guatambu,

    Os orgânicos são, hoje, 20% em média, mais caros que o agronegócio químico. Só que…

    Hoje Monsanto e quetais detém 3 qualidades de milho, das centanas que havia. E só elas podem vender as sementes. Que precisam de um monte de agrotóxicos para serem produtivas, para dar os tais 20% a mais de resultado financeiro.

    Esquecendo, claro, de todos os danos colaterais, toda a indústria de planos de saúde, indústria farmacêutica etc que vem a reboque.

    Essa discussão é muito longa e muito complicada pro Chesterton, nosso velho e bom Chesterton, rabugento e teimoso Chesterton, entender.

    Ele prefere que tudo seja “aberto” para que esses oligopólios “fechem” ao seu bel prazer e lucro.

    Penso um cadinho diferente.

    Mas o Chesterton, velho e bom Chesterton, não só tem direito de pensar o que pensa, como direito de tentar me convencer de suas convicções. Já lá se vão anos que ele tenta.

    Idem ibidem do inverso.

    E dessa discussão é que se chega numa evolução do pensamento. Não acho que tudo deva ser absolutamente assim ou assado, acho que o que tem faltado é exatamente a tal da discussão, de estudos, argumentos, provas empíricas etc etc.

    Mas os lados se fecham. Não querem discutir. E daí você se vê impelido a tomar partido, que nem sempre tem exclusividade da razão.

    Mas, voltando, se a diferença é só 20% no preço final, e não conta os benefícios em saúde, tem mais conta a fazer, não achas? Sem falar do tratamento de água potável para o que está a jusante das plantações e várias outras coisas que não estão valoradas na questão.

    Pensa um pouco…

    (deixa o Chesterton espernear…)

  360. Guatambu said

    Pax,

    O Chesterton tem razão na parcela que cabe à distribuição.

    Ele só não pode alegar inviabilidade do modelo somente por esse aspecto, porque o mercado é fluidor “: onde há demanda a produção encontra um meio.

    Sobre preço:

    “Mas, voltando, se a diferença é só 20% no preço final, e não conta os benefícios em saúde, tem mais conta a fazer, não achas? Sem falar do tratamento de água potável para o que está a jusante das plantações e várias outras coisas que não estão valoradas na questão.”

    Se você teve oportunidade de olhar o link da FAO, verá que na realidade é um pouco o contrário: há uma preocupação com a saúde em se tratando de orgânico!

    De início eu também fiquei meio chocado com a afirmação: a de que doenças relacionadas a fungos e bactérias poderiam se desenvolver mais livremente pelas plantações, já que não haveria presença de defensivos.

    No entanto, não há correlação significativa entre a presença dessas doenças e o consumo de orgânicos.

    Assim como o oposto também é verdadeiro: não há correlação significativa entre doenças que possam ser ocasionadas por defensivos e o consumo desses alimentos.

    Ao que parece, isso tem muito mais a ver com os hábitos alimentares e estilo de vida (alimentação balanceada, etc).

    Ou seja, a princípio, os 20% a mais não seriam compensados com remédios a menos.

    Para mim, o melhor “argumento de venda” de alimentos orgânicos é a sustentabilidade ambiental (estou restringindo à ecológica sabendo que, de acordo com o princípio de triple bottom line, temos a parcela ambiental, social e econômica, e como estamos falando, a ambiental é clara, já a social e a econômica estão em discussão).

  361. Pax said

    Caro Guatambu,

    Nem tangenciei as questões sociais. Se você ainda questiona as questões relacionadas à saúde acho que podemos explorar esse ponto antesbdas questões sociais.

    Aproveita que o Chesterton, velho e bom Chesterton é médico oncologista.

    Um fato: fiz várias visitas na Epamig – a Embrapa de MG – em Maria da Fé e em diversas CATI – a Embrapa de SP – em algumas cidades ( lembro de 4 no mínimo).

    Em várias dessas cidades que visitei o índice de câncer nos trabalhadores rurais é diversas vezes maior que o normal. Fato. E?

    Chesterton, velho e bom Chesterton desafia essa afirmação?

    Quanto custa um paciente com câncer?

    Pergunta ao Chesterton, velho e bom Chesterton.

    E o tratamento da água potável pras cidades a jusante?

    Pergunta pro Alckmin e pro Blairo Maggi.

    Enviada do meu iPhone

    >

  362. Chesterton said

    1. o dia em que o custo de mercado de produtos orgânicos for 20% maior eu passo para os orgânicos.

    2. sem defensivos agrícolas tem FOME no mundo em curto prazo.

    3. o dia em que Pax descobrir a causa do câncer eu viro seguidor do Buda.

    Vamos começar.

  363. Chesterton said

    Em várias dessas cidades que visitei o índice de câncer nos trabalhadores rurais é diversas vezes maior que o normal. Fato. E?

    chest- tem que provar

  364. Daise said

    Prezados comentaristas

    Quando o assunto em pauta – produção de alimentos e nutrição adequado dos povos – se esgotar …
    sugiro assistir o Roda Viva com o Juca Kfoury, sobre a Copa que está começando.
    Imperdível!

    Para quem está interessado:

    .https://www.youtube.com/watch?v=4CKIyFNiBXI

  365. Chesterton said

    http://wiki.cancer.org.au/prevention/Position_statement_-_Pesticides_and_cancer

    There is no evidence that pesticide residues on food consumed in Australia cause cancer. (Coincidentally, consumption of foods most commonly associated with pesticide use – fresh vegetables and fruit – can help to prevent cancer.)
    The level of pesticide residue on foods sold in Australia is regularly monitored by government agencies to help ensure levels stay well within agreed safety limits.
    Overall, there is no conclusive evidence linking cancer incidence or mortality with pesticides currently used in Australia. However, the evidence is limited due to the reasons outlined above, so it is impossible to also conclude there is no link between pesticide exposure and cancer.

    chest- agora que o aquecimento global esfriou Pax dirigirá suas baterias contra o agro-negócio.

  366. Chesterton said

    e sim, Pax, o Xico tem razão, o Paraná é um grande produtor de soja no Brasil

    Mato Grosso (maior produtor brasileiro de soja)
    Produção: 23,5 milhões de toneladas
    Área plantada: 7,8 milhões de hectares
    Produtividade: 3.348 Kg/ha

    Paraná (segundo produtor brasileiro de soja)
    Produção: 15,9 milhões de toneladas
    Área plantada: 4,8 milhões de ha
    Produtividade: 3.348 kg/ha
    Fonte: CONAB

    http://www.cnpso.embrapa.br/index.php?cod_pai=2&op_page=294

  367. Daise said

    Prezado Chesterton

    Como sou nova no pedaço…pergunto: Você tem alguma ideia por que o companheiro Pax tem tanta ojeriza da Oposição?
    Estou curiosa.

  368. Daise said

    Enquanto isso ficamos sabendo que Dilma em nova pesquisa do IBOPE continua caindo e com medo de ir à abertura da Copa.

    Veja o pronunciamento do povo paulsta ( sempre os mesmos) no Morumbi de sexta passada.
    O refrão continua o mesmo: pra desespero dos petistas.

  369. Pax said

    Caro Chesterton,

    Eu é que tenho que provar? Ah, procura aí, fiz uma pesquisa simples no Google com o seguinte argumento: “Agrotóxico índice câncer”.

    Voltaram 170,000 registros.

    Faz aí.

    =)

    Estive em Maria da Fé que foi a capital brasileira da batata, pertinho de Itajubá, MG. Antes a batata não era bem batata, era pesticida revestido de um troço que chamavam de batata.

    Houve tanto caso de câncer lá e em outras regiões produtoras que obrigou os pesquisadores a mudar o manejo, substituiram os agrotóxicos utilizados.

    Esse é um de vários exemplos.

    Não vou provar nada. Tem gente no Congresso fazendo isso. E há um movimento para que os Agrotoxicos da Classe 1 sejam banidos do Brasil. Já foram em vários países, aqui como é o paraíso do tudo pode, despejam a merda que sobra.

    Fora o que entra pelas fronteiras.

  370. Chesterton said

    Atitude histérica.

    Deise, Pax era aquele cara que chamava FHC de neo liberal e traidor dos movimentos sociais.

  371. Pax said

    Nunca chamei o FHC disso. Não minta, caro Chesterton. É feio.

  372. Chesterton said

    é uma piadinha.

  373. Patriarca da Paciência said

    …” FHC de neo liberal e traidor dos movimentos sociais.”

    Neoliberal e traidor eu também nunca o chamei, agora, hipócrita, já deu demonstrações e mais demonstrações de que é mesmo !.

    Basta constatar sua declarações sobre políticos do PT, quando, comprovadamente, ele foi o única Presidente da República que, “comprou” parlamentares.

    Inclusive os valores pagos na negociação apareceram, ou seja, em 1987, cada cabeça custou 200 mil reais, segundo declarações dos próprios.

  374. Guatambu said

    Pax,

    Com todo o respeito, você fala sobre analisarmos dados e informações.

    Eu trouxe um link da FAO, o Chesterton trouxe outro link.

    Ambos demonstravam que não há evidência de correlação entre câncer e agrotóxicos.

    Agora vamos analisar o método:

    O método que eu e o Chesterton trazemos é estatístico, envolve análises profundas.

    O método que você traz é empírico, envolve a visita de uma cidade; o outro método é o número de registros que saem do google.

    Desculpe Pax.

    Vamos encerrar a discussão por aqui antes que vc se sinta religiosamente ofendido.

  375. Guatambu said

    Pax,

    Além do mais: aos vencedores, as batatas orgânicas.

  376. Chesterton said

    Guatambu, Pax adora um neo-fascismo. Primeiro era o controle climatico. Na ideia dele de Dr Strangelove, a humanidade poderia controlar o clima da terra (ambicioso, não?). Assim que o fascismo climatica deu com os burros nágua, Pax perdeu para os termometros, Agora retoma com vigor a luta contra o câncer (mas a favor da maconha).

  377. Pax said

    Pelo nível do discurso do Chesterton, velho e bom Chesterton a gente tira como ele pensa.

    =)

    É diversão garantida todos os dias.

    Enviada do meu iPhone

    >

  378. Chesterton said

    Ridendo Castigat Mores

  379. Pax said

    Texto muito bom. Não conheço o blogueiro. Dica do Idelber. Muito bom. Emparelha com muito que penso.

    http://moysespintoneto.wordpress.com/2014/06/11/por-que-o-pt-nao-e-mais-relevante/

    Enviada do meu iPhone

    >

  380. Chesterton said

    vamos ler

  381. Guatambu said

    Pax,

    Bacana, vamos ver os próximos posts dele.

    Eu discordo de alguns pontos específicos, mas no geral, gostei da leitura dele.

  382. Daise said

    A MENTIRA TEM PERNA CURTA

    Carta Capital e Vox Populi publica pesquisa obsoleta para enganar seus leitores. A pesquisa foi realizada entre 30/05 e 01/06.

    Confiram na imagem da própria revista.Leia o asterisco em letras miúdas abaixo do gráfico

    http://www.cartacapital.com.br/politica/vox-populi-aecio-sobe-mas-dilma-ainda-venceria-no-1o-turno-122.html/vox-populi-junho/@@images/fd475613-6310-40bb-920d-96156dfe3dc2.jpeg

    Datafolha e Ibope deixaram os petistas apavorados

  383. Pax said

    Que pontos, caro Guatambu? Fiquei curioso.

  384. Chesterton said

    / Blogs e Colunistas
    Blog
    Reinaldo Azevedo
    Análises políticas em um dos blogs mais acessados do Brasil
    Assine o Feed RSS | Saiba o que é

    Se em meu ofício, ou arte severa,/ Vou labutando, na quietude/ Da noite, enquanto, à luz cantante/ De encapelada lua jazem/ Tantos amantes que entre os braços/ As próprias dores vão estreitando —/ Não é por pão, nem por ambição,/ Nem para em palcos de marfim/ Pavonear-me, trocando encantos,/ Mas pelo simples salário pago/ Pelo secreto coração deles. (Dylan Thomas — Tradução de Mário Faustino)
    11/06/2014 às 17:06
    Ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa é preso novamente

    Por Daniel Haidar, na VEJA.com:

    O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, apontado como um dos pivôs do esquema de lavagem de 10 bilhões de reais descoberto pela operação Lava-Jato, foi preso por volta das 16h desta quarta-feira, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pelo procurador Carlos Fernando Santos Lima.

    O mandado de prisão contra Costa foi expedido pela Justiça a partir da descoberta de 23 milhões de dólares – ou cerca de 51 milhões de reais – em bancos suíços, em conta atribuídas ao ex-diretor pelo Ministério Público Federal. Autoridades brasileiras receberam, do Ministério Público da Suíça, a informação de que houve bloqueio das contas, determinado administrativamente. Autoridades suíças também descobriram no país cerca de 5 milhões de dólares depositados em contas atribuídas a parentes do ex-diretor.

  385. Pax said

    Merece post, Chesterton, velho e bom Chesterton. A caminho.

    Enviada do meu iPhone

    >

  386. Chesterton said

    agora que o juiz petista deu tempo para ele destruir as provas já era.

  387. Pax said

    Não parece ser bem o caso, Chesterton, velho e bom Chesterton.

    Descobriram um passaporte português e US$ 23 milhões em contas suíças pelo que ouvi no noticiário.

    Enviada do meu iPhone

    >

  388. Pax said

    Vai comer uma saladinha orgânica pra melhorar o raciocínio, Chesterton, velho e bom Chesterton.

    =)

    Enviada do meu iPhone

    >

  389. Patriarca da Paciência said

    Parece que o ministro Barbosão não se cansa de fazer trapalhadas:

    NOTA DE REPÚDIO

    A diretoria do Conselho Federal da OAB repudia de forma veemente a atitude do presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, que expulsou da tribuna do tribunal e pôs para fora da sessão mediante coação por segurança o advogado Luiz Fernando Pacheco, que apresentava uma questão de ordem, no limite da sua atuação profissional, nos termos da Lei 8.906. O advogado é inviolável no exercício da profissão. O presidente do STF, que jurou cumprir a Carta Federal, traiu seu compromisso ao desrespeitar o advogado na tribuna da Suprema Corte. Sequer a ditadura militar chegou tão longe no que se refere ao exercício da advocacia. A OAB Nacional estudará as diversas formas de obter a reparação por essa agressão ao Estado de Direito e ao livre exercício profissional. O presidente do STF não é intocável e deve dar as devidas explicações à advocacia brasileira.

    Diretoria do Conselho Federal da OAB

    Brasília, 11 de junho de 2014

  390. Daise said

    E pra animar a rapaziada… VOTE NO ESPÍRITO SANTO !!!

    Parece que o único petista, que não está arrependido de ter eleito Lula/Dilma por aqui, é o nobre companheiro P. da Paciência.
    Posso estar errada.

    Todos os demais já estão fazendo campanha para um novo nome. Sim ele mesmo, o ESPIRITO SANTO, que saberá mediar as pendengas não resolvidas entre o Pai e o Filho, entre o céu e a terra e fazer o Brasil se civilizar mais rapidamente.

    Não hesite. Na próxima eleição vote no ESPIRITO SANTO!

  391. Patriarca da Paciência said

    NOTA DE REPÚDIO

    O Instituto dos Advogados Brasileiros, por aclamação, na sessão plenária realizada nesta data, adere integralmente à manifestação do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e, igualmente, repudia o comportamento atrabiliário do Senhor Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministro Joaquim Barbosa, pela forma desrespeitosa com que cassou a palavra de um advogado no pleno exercício de sua atividade profissional, retirando-o a força do Plenário da Suprema Corte.

    Este lamentável episódio, sem precedentes nem mesmo nos períodos mais obscuros da história de nosso país, macula a magistratura nacional e merece a devida reparação à advocacia e a toda sociedade brasileira.

    Rio de Janeiro, 11 de junho de 2014.

    Técio Lins e Silva
    Presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros

    Abaixo matéria da Conjur:

  392. Patriarca da Paciência said

    NOTA DE REPÚDIO

    O Instituto dos Advogados Brasileiros, por aclamação, na sessão plenária realizada nesta data, adere integralmente à manifestação do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e, igualmente, repudia o comportamento atrabiliário do Senhor Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministro Joaquim Barbosa, pela forma desrespeitosa com que cassou a palavra de um advogado no pleno exercício de sua atividade profissional, retirando-o a força do Plenário da Suprema Corte.

    Este lamentável episódio, sem precedentes nem mesmo nos períodos mais obscuros da história de nosso país, macula a magistratura nacional e merece a devida reparação à advocacia e a toda sociedade brasileira.

    Rio de Janeiro, 11 de junho de 2014.

    Técio Lins e Silva
    Presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros

  393. Patriarca da Paciência said

    O PIG anda dizendo que o advogado de Genoino estava bêbado. Mas não tem o menor fundamento. O advogado estava bem lúcido e coerente. Seus argumentos são irretocáveis:

    “Ele temem uma posição, no sentido de que José Genoino tem de cumprir a prisão em regime semiaberto. Mas, na verdade, tem sido um regime fechado. Tendo em vista o agravamento do quadro de saúde do Genoino, pedimos, com base em laudos médicos, que ele retornasse à prisão domiciliar. O procurador-geral da República foi favorável. Ou seja, o órgão de acusação foi favorável a esse nosso pedido, que ele voltasse à prisão domiciliar.

    Mas a grande questão é que o ministro Joaquim, que está com o agravo nosso em suas mãos há mais de dez dias, não pauta o processo. Ele sonega aos seus pares a jurisdição. Sonega ao réu a jurisdição. Não traz para a pauta o processo porque sabe que será vencido. Então a nossa manifestação hoje foi nesse sentido. No sentido de que ele traga ao plenário o agravo para que o STF – e não só a sua figura nefasta – julgue se José Genoino deve morrer na cadeia ou se pode cumprir prisão domiciliar.

    Ele, com toda a sua truculência, mandou me retirar do Supremo. Recebo isso com honra. Cada pedra lançada a mim por esse homem eu recebo como uma medalha. Eu sou um advogado defensor dos direitos legais do meu cliente, e serei defensor seja onde for, no STF também, contra o presidente do Supremo. Mais ainda porque o que estamos vendo nessa quadra da vida nacional é algo realmente intolerável. O autoritarismo deste Torquemada (referência ao célebre frade inquisidor espanhol do século XV) que é o ministro Joaquim Barbosa, e que em boa hora pediu aposentadoria no meio do seu mandato presidencial não sei porque, não me cabe especular porque, mas algo aí me cheira mal”.

    Marco Aurélio diz que “achou péssimo” e que “nada surge sem uma causa”

    “Achei péssimo. Mas nada surge sem uma causa. E deve haver uma causa. E a causa eu aponto como não haver ainda o relator, o presidente (o ministro Joaquim Barbosa), trazido os agravo à Mesa” – comentou Marco Aurélio ao se referir ao incidente provocado quando o advogado de José Genoino, no início da sessão, subiu à tribuna para solicitar que fosse julgado com urgência recurso de seu cliente para que lhe fosse dado o benefício da prisão domiciliar, por motivo de saúde.

    Numa crítica indireta ao atual presidente do STF e relator (ainda) da ação penal do mensalão, Marco Aurélio prosseguiu:

    “Nós estamos a cuidar de assunto que diz respeito a réus presos. E aí o processo tem preferencia maior. A atitude (do advogado) chegou ao extremo. Não é uma atitude louvável. Mas qual seria o instrumental que ele teria para trazer a matéria ao pleno? Eu diria: habeas corpus. Estou convencido disso. Que seria distribuído a um dos integrantes (do STF) e o integrante traria (ao plenário). Mas o Supremo tem batido o martelo, apontando que não cabe habeas corpus nem mesmo para o plenário, que está acima de cada qual de nós”.

    O ministro Marco Aurélio disse mais que tem de “reconhecer que o constituído deve contas ao constituinte. E ele, ao atuar, deve atuar com desassombro, sem receito de desagradar a quem quer que seja. Achei péssimo, mas nada surge sem uma causa. E deve haver uma causa. E a causa eu aponto como não haver ainda o relator , o presidente, trazido os agravos à Mesa”.

    http://www.jb.com.br/pais/noticias/2014/06/11/barbosa-manda-segurancas-retirarem-advogado-de-genoino-do-plenario-do-stf/

  394. Zbigniew said

    A frase que reflete bem o que foi esse julgamento saiu da boca do próprio Barbosa: “A República não pertence à sua grei (partido)”.

    Aliás, em outro momento o Ministro deixou escapar o mesmo tom, quando foi derrotado no julgamento dos Infringentes, ao dirigir-se ao ministro Barroso.

    Por essas e outras é que não dá para contemplar a justiça no caso da AP 470: a uma, porque o Ministro tratou um julgamento como uma causa pessoal, subjetiva, em especial nas condenações do José Dirceu e José Genoíno; a outra, porque transformou-se, convenientemente, num instrumento, muito mais de vingança e de interesse político-eleitoral do que propriamente de pacificação social.

    Estamos vivenciando uma página negra do STF e do processo político brasileiro.

  395. Chesterton said

    Barbosa tenta livrar o país de uma quadrilha de ladrões que se instalou no poder. Condenados cumprindo pena tentam ditar os rumos .

  396. Chesterton said

    388 , Pax, e você acha que é só isso? Nunca ouviu dizer que se vão os anéis para ficarem os dedos? Perde a grana e tenta salvar o PT.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 36 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: