políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Um senador à altura do cargo

Posted by Pax em 06/11/2009

O estreante senador Acir Gurgacz (PDT-RO) parece à altura do cargo e da maioria de seus pares. Sua empresa de transportes têm mais de 200 processos em andamento. Sonegação de impostos, danos morais e outros tipos.

 

 

Brasília - O senador Acir Gurgacz durante posse no plenário do Senado Foto: José Cruz/ABr Brasília – O senador Acir Gurgacz durante posse no plenário do Senado Foto: José Cruz/ABr

 

 

Empresário com 200 ações assume vaga de senador

Sarney dá posse a senador com 200 ações

Autor(es): Leandro Cólon e Mariângela Gallucci O Estado de S. Paulo – 06/11/2009- via clipping do Ministério do Planejamento

 

A queda de braço entre a Mesa Diretora do Senado e o Supremo Tribunal Federal (STF) foi encerrada ontem. No início da tarde, o senador Expedito Júnior (PSDB-RO), o pivô da disputa que teve seu mandato cassado pela Justiça Eleitoral, informou que abrira mão da vaga. Em seguida, o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP) deu posse a Acir Gurgacz (PDT-RO), o segundo colocado na eleição em 2006.

 

Conhecido no norte do País como “tubarão do transporte, o pedetista comanda a empresa Eucatur, que responde a cerca de 200 processos na Justiça de Rondônia, Paraná e Amazonas. São ações por danos morais, sonegação de impostos, entre várias outras acusações.

 

SOB INVESTIGAÇÃO

Poderosa no ramo de transporte e turismo, a Eucatur é da família do novo senador. Ontem, ele contou que deixou o comando da empresa. “Fiz isso para não haver incompatibilidade com o mandato de senador”, disse ao Estado.

No ano passado, uma operação da Polícia Federal apurou suspeitas de irregularidades em financiamento para a Eucatur, no valor de R$ 19 milhões, feito pelo Banco da Amazônia. Segundo a investigação, a empresa teria alterado os chassis dos ônibus comprados.

Antes da posse, ele tentou justificar os processos a que responde na Justiça. “São demandas judiciais normais para qualquer empresa. Não há nenhuma condenação de pessoa física”.

O Estado perguntou ao senador o nome de todas as empresas que pertencem à sua família, mas ele não soube informar. Apenas declarou que, a partir de agora, sua mulher é quem vai tocar os negócios, incluindo um jornal em Rondônia.

A posse de Gurgacz contou com a presença do ministro do Trabalho, Carlos Lupi, que é presidente licenciado do PDT.

continua…

Anúncios

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: