políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

CPI da Petrobras

Posted by Pax em 11/11/2009

A oposição abandonou a CPI da Petrobrás que ela própria criou com motivos políticos. Os governistas são maioria na comissão, além de terem os cargos de presidência e relatoria.

A CPI nasceu errada, as motivações absolutamente políticas não ajudam a investigar os interesses do Brasil, ainda mais que nem o próprio presidente da Petrobrás não nega que descobriram quadrilhas atuando na reforma de plataformas, como apontou a Operação Águas Profundas.

O que mais deixa de ser apurado com o fracasso da CPI?

Leia a notícia abaixo, da Agência Brasil.

Gabrielli diz que Petrobras desbancou “quadrilha” que atuava em seus projetos

Luciana Lima – Repórter da Agência Brasil

Brasília – O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, afirmou, há pouco, que a empresa identificou uma verdadeira “quadrilha” atuando em seu projeto de reforma das plataformas de exploração de águas profundas.

De acordo com o presidente da estatal, medidas enérgicas foram tomadas, com o afastamento de várias pessoas.

“Houve uma identificação clara de uma quadrilha. Uma vez identificado o problema e tornado público, punimos várias pessoas e tomamos todas as providência para desmantelar essa quadrilha que atuou em nossos projetos. Incorporamos experiência para que novas quadrilhas não atuem ou que, pelo menos não possam usar os mesmo artifícios que essa usou”, disse Gabrielli em depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras que funciona no Senado.

envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito
José Cruz/ABr

Brasília - Em CPI no Senado, o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli de Azevedo, diz que empresa desarticulou quadrilha que atuava em seus projetos Brasília – Em CPI no Senado, o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli de Azevedo, diz que empresa desarticulou quadrilha que atuava em seus projetos

Grabrielli foi chamado pela CPI para prestar esclarecimentos sobre irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) nas obras da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, obra que integra o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O investimento entre 2007 e 2010 foi fixado em R$ 1,6 bilhão. Um relatório do TCU aponta indícios de superfaturamento de R$ 79 milhões, sobrepreço em contratos, problemas técnicos em editais e falta de licenciamento ambiental.

O presidente da estatal destacou o mecanismo de controle interno da empresa que, segundo ele, realizou 2.486 auditorias em dez anos. “Isso significa quase 250 auditorias por ano. Uma empresa como a Petrobras precisa de um mecanismo interno como esse e fortalecer ainda mais”, disse Gabrielli. Segundo ele, toda a investigação foi realizada de forma integrada com os órgãos externos, como a Polícia Federal e o Ministério Público.

O depoimento de Gabrielli foi solicitado pelo representante do DEM na CPI, deputado Cláudio Cajado (BA), em abril, depois de um acordo com a liderança do governo. Como a audiência nunca foi agendada, na semana passada, Cajado ameaçou obstruir as votações na comissão caso o presidente da Petrobras não comparecesse ainda neste ano. Na terça-feira (3), o presidente da comissão, senador Almeida Lima (PMDB-SE), recebeu correspondência da companhia confirmando a vinda de Gabrielli.

Anúncios

2 Respostas to “CPI da Petrobras”

  1. HRP SOFT! said

    Acabou de tanta falta do que investigar!
    Foi tarde!

  2. Pax said

    Não só há o que investigar como o próprio Gabrielli diz

    ““Houve uma identificação clara de uma quadrilha. Uma vez identificado o problema e tornado público, punimos várias pessoas e tomamos todas as providência para desmantelar essa quadrilha que atuou em nossos projetos….”

    Auditoria não é ruim. Ainda mais onde há muito dinheiro público envolvido e num país onde a corrupção tomou de assalto boa parte da coisa pública.

    Uma coisa não significa a outra. A motivação política da CPI, no meu entender, não quer dizer que não sejam necessários controles de toda ordem na Petrobras ou onde quer que seja necessário.

    A oposição é que, de tão fraca que é, foi esmagada. O que também não é lá grandes sinais.

    Se tivéssemos um bom Senado, estaríamos bem melhor.

    Não acredito que temos um… ou você acha que um senado dominado por Sarney, Renan, etc é bom?

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: