políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Construindo um Novo Brasil

Posted by Pax em 26/11/2009

Este é o nome da composição hegemônica que dirigirá o PT a partir do ano que vem. Ganhou as eleições internas do partido com larga vantagem. Apesar do presidente eleito ser o ex-senador de Sergipe e ex-presidente da Petrobrás, José Eduardo Dutra, a comando estratégico é do Zé Dirceu com foco em torear as disputas estaduais entre o PT e o PMDB para que não atrapalhem o apoio nacional para Dilma.

Leia notícia no jornal Estadão, via clipping do Ministério do Planejamento, no link abaixo.

A eleição no PT e a de 2010

Anúncios

10 Respostas to “Construindo um Novo Brasil”

  1. Velha Novidade said

    A única coisa nova no PT e na sua política é…a falta de compromisso com a ética e moral pública.
    Dirceu na estratégia, já vimos este filme.
    Presidente da Petrobrás como presidente do partido…humm.
    Depois de assumir o poder os discursos do PT parecem respostas as cobranças que o próprio partido fazia à Sarney, Collor e FHC.
    O que mudou no PT é que a realidade mostrou que a face do partido não difere dos demais em nada.

  2. Jorge said

    primeiro, parabéns aos cerca de 500 mil petistas que votaram. Quem dera todos os partidos brasileiros procedessem assim para eleger sua direção. Mas o PT é o único a praticar democracia. Nos outros, prevalece a decisão na mão de poucos. O PT continua onde sempre esteve, o que não é ruim, tendo em vista o bom governo que vem fazendo na presidência. A crise de 2005 foi benéfica ao partido, no fim das contas, ao livrá-lo de ambições desmedidas de algumas de suas lideranças.

  3. Carlão said

    Isso mesmo, Jorge.O PT escolhe tudo democraticamente, menos o candidato do Partido à Presidência da República. Aí já seria democracia demais.

  4. Chesterton said

    Está na Folha de São Paulo o relato que César Benjamim, jovem terrorista preso aos 17 anos, que voltou ao Brasil e ajudou a fundar o PT, além de participar das campanhas para a eleição de Lula. Leiam. Publico apenas um pequeno trecho, que mostra que Lula, 15 anos depois, continua o mesmo. Deve ter aprendido a comer com garfo e faca. A fazer um nó windsor na gravata. A seguir o protocolo na visita ao Papa. No entanto, não mudou, não cresceu, não melhorou como ser humano. Para isto, precisaria ter caráter e boa índole. E a culpa não é de Dona Lindu.

    Na mesa, estávamos eu, o americano ao meu lado, Lula e o publicitário Paulo de Tarso em frente e, nas cabeceiras, Espinoza (segurança de Lula) e outro publicitário brasileiro que trabalhava conosco, cujo nome também esqueci. Lula puxou conversa: “Você esteve preso, não é Cesinha?” “Estive.” “Quanto tempo?” “Alguns anos…”, desconversei (raramente falo nesse assunto). Lula continuou: “Eu não aguentaria. Não vivo sem boceta”. Para comprovar essa afirmação, passou a narrar com fluência como havia tentado subjugar outro preso nos 30 dias em que ficara detido. Chamava-o de “menino do MEP”, em referência a uma organização de esquerda que já deixou de existir. Ficara surpreso com a resistência do “menino”, que frustrara a investida com cotoveladas e socos. Foi um dos momentos mais kafkianos que vivi. Enquanto ouvia a narrativa do nosso candidato, eu relembrava as vezes em que poderia ter sido, digamos assim, o “menino do MEP” nas mãos de criminosos comuns considerados perigosos, condenados a penas longas, que, não obstante essas condições, sempre me respeitaram.

    “Num outro ponto se seu longo texto, Benjamin comenta o filme sobre a vida de Lula e lembra aqueles que não o molestaram na cadeia:

    (…)
    A todos, autênticos filhos do Brasil, tão castigados, presto homenagem, estejam onde estiverem, mortos ou vivos, pela maneira como trataram um jovem branco de classe média, na casa dos 20 anos, que lhes esteve ao alcance das mãos. Eu nunca soube quem é o “menino do MEP”. Suponho que esteja vivo, pois a organização era formada por gente com o meu perfil. Nossa sobrevida, em geral, é bem maior do que a dos pobres e pretos.

    O homem que me disse que o atacou é hoje presidente da República. É conciliador e, dizem, faz um bom governo. Ganhou projeção internacional. Afastei-me dele depois daquela conversa na produtora de televisão, mas desejo-lhe sorte, pelo bem do nosso país. Espero que tenha melhorado com o passar dos anos.

    Mesmo assim, não pretendo assistir a “O Filho do Brasil”, que exala o mau cheiro das mistificações. Li nos jornais que o filme mostra cenas dos 30 dias em que Lula esteve detido e lembrei das passagens que registrei neste texto, que está além da política. Não pretende acusar, rotular ou julgar, mas refletir sobre a complexidade da condição humana, justamente o que um filme assim, a serviço do culto à personalidade, tenta esconder.”

  5. iconoclasta said

    #4 , eu sempre achei q o real par do moluscao era o Berlusconi, agora vejo q sao almas gemeas, com a diferença q o outro ainda chegou a construir algo.

    agora, na boa, a iniciação dessa turma é entre cabritinhas e tal…

  6. iconoclasta said

    será q o Bertolucci, o Tornatore, ou sei lá, o Benigni, seriam capazes de fazer um “Il bambino d’Italia” tão apelativo e fantasioso?

  7. fk said

    Não, porque esses são bons cineastas, ao contrário do Bruno Barreto, que tem emendado uma bomba na outra, mas continua filmado pq papai é dono da produção cinematográfica brasileira.

  8. Iconoclasta said

    na verdade é o Fabio, mas nao faz diferença…

    e o Pax não vai publicar nada sobre as acusações? será q ele não considera isso um ato corrupto?

    ;^/

  9. fk said

    É verdade: o irmão mais “talentoso”.

  10. Patriarca da Paciência said

    Parece que a “história” já está explicada.

    Tem mais alguém aí disputando o título de loura do ano?

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: