políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

12 de PT ou 16 de PSDB?

Posted by Pax em 23/12/2009

Há várias análises do cenário político eleitoral para 2010. Algumas apontam a vitória de Serra, outras a de Dilma, e outras, mais fracas, para cenários que serão desenhados nas composições ainda não completamente definidas, principalmente as que envolvem Ciro, Heloísa e Marina e uma eventual candidatura puro sangue do PMDB.

Mas o desejo de alguns de uma eleição plebiscitária entre o PT e o PSDB parece ser, segundo as pesquisas, o cenário mais provável.

Nesta possível pintura temos pela frente duas opções imagináveis, aceitando a premissa que estar no poder dá vantagem para a continuidade, uma verdade não absoluta:

A – 12 anos de PT no poder, com Dilma num mandato tampão de 4 e mais 8 de Lula na sequência.

B – 16 anos de PSDB no poder, sendo 8 de Serra e depois mais 8 de Aécio.

Cada vez está mais claro que em 2010 teremos as eleições pautadas por motivos menos construtivos e os principais temas que serão discutidos sobre as propostas de 2010 serão:

– Meu mensalão é menor que o teu.

– Meu corrupto é melhor que o teu.

– O meu rouba, mas faz.

Nossa democracia engatinha e a questão da impunidade para gregos e troianos, exceto pobres e desdentados, incomoda a nação, porém ainda não o suficiente para que a sociedade civil determine e exija, dentro dos trâmites democráticos, um modelo legal que mitigue a corrupção que assola, avacalha e atrasa o país. Uma hora chegaremos lá, de passo em passo. Ao menos que este caminhar seja para frente em 2010.

Sugestão de leitura que motivou o post: Josias de Souza – Folha

Carregada por Lula, Dilma ainda pode alcançar Serra

Anúncios

13 Respostas to “12 de PT ou 16 de PSDB?”

  1. vilarnovo said

    Pax – sua conta não está errada não???

    Não seriam 8 de Lula, 4 de Dilma, mais 8 de Lula, totalizando 20 anos de PT????

  2. Pax said

    Tô no por vir. Contando de 2011 pra frente.

  3. José Antonio Lahud Neto said

    Pax,
    hoje vou deixar de lado as mazelas de nossso país. Quero apenas desejar um feliz natal a todos e pedir desculpas por algumas altercações nas discussões por aqui. No fundo todos desejam um país
    melhor e mais justo;e é debatendo e confrontando opiniões que chegaremos lá.

    Um dia a gente chega a um ponto de equilíbrio; o Chesterton chega um pouquinho para cá, nós um pouquinho para lá, o importante é o país ir em frente.

    Quanto à você, obrigado por manter esse espaço de luta por justiça e democracia. A luta é dura, qause sempre inglória, mas continue firme em seu caminho. Vivi minha juventude sob o tacão da ditadura militar e sei o que é não ter liberdade, por isso valorizo a luta de gente como você; mais uma vez: OBRIGADO!

    Ah, e que Papai Noel nos presenteie com um Botafogo mais Botafogo!

    OBS: quando quiser aparecer aqui em Niterói, será um prazer( o almoço eu pago).

  4. Pax said

    Ô cara, obrigado.

    Troco o almoço se você achar algum lugar com fritada de sardinha fresca e um bom chope, olhando pro mar. Pode?

    Claro que está melhorando e vai melhorar ainda mais.

    Até o Fogão.

  5. José Antonio Lahud Neto said

    Fechado! É só marcar!

  6. Elias said

    Pax,
    A mosca azul é flórida. Não falha nem tarda.

    Quem quer que se eleja, vai querer a reeleição.

    Se for forçada(o) a ceder o lugar pra outro(a), vai fazer corpo mole. Aí o o(a) outro(a) dança.

    Desde que a reeleição foi instituída, o que não falta é amigos de infância se tornando inimigos de várias gerações, exatamente por causa disso.

    Em alguns casos, a criatura não cedeu espaço pro criador, que ficou chupando o dedo. Em outros, o criador baixou o centralismo na criatura, mas esta deu o troco, deixando o criador ao sol e à chuva.

    Aqui mesmo, no Pará, houve um caso assim, no PSDB. Almir Gabriel governou por 8 anos. No fim do 2º mandato, tirou do colete o nome do seu secretário de planejamento, Simão Jatene, que, antes, nunca havia sido eleito nem síndico de prédio.

    Jatene foi eleito, como carga de sovaco do Almir. Ao final de seu mandato, Almir — que já havia jurado sair da política e se dedicar às suas orquídeas — resolveu voltar a disputar a eleição pra governador. Manobrou dentro do PSDB e melou as pretensões reeleitoreiras de Jatene.

    Almir foi derrotado e culpa Jatene que, durante a campanha, nos finais de semana, ia pescar, deixando seu criador sem pai nem mãe.

    Casos iguais ou parecidos existem às pencas.

    Mesmo antes de instituída a reeleição, esse tipo de desdobramento já era pra lá de comum.

    Culpa da mosca azul…

  7. Pax said

    Elias,

    Para corroborar com teu relato da situação paraense, tenho relato de 2 municípios que conheço bem. Os prefeitos elegeram postes após 8 anos de governo.

    O prefeito que era relativamente bom elegeu um poste mais ou menos e agora voltou ao poder.

    O prefeito que era um traste elegeu um poste da mesma laia (só dizendo assim) e acabou não voltando ao poder. A sociedade se organizou e tirou a quadrilha da situação.

    Enfim, há casos e casos.

    A provocação do post, além da tradicional reclamação da corrupção, é saber o que cada um entende por ser melhor, admitindo a premissa que estar no poder leva uma vantagem. Talvez fosse melhor complementar que essa vantagem é mais forte se esse alguém tem reconhecimento da população que o elegeu.

    Os cenários pintados no post estão longe de serem verdades absolutas, como mencionado. São possibilidades.

    E sim, a tal da mosca azul deve ser danada de viciante.

  8. Jorge said

    Pax, não creio que a corrupção seja a pauta principal da campanha. Teremos sim algo bem parecido com 2006, já que o Psdb ainda parece defender privatizações, ajuste fiscal e menor participação do Estado na economia. Infelizmente ninguém ira tematizar a democratização dos meios de comunicação.
    Como demonstram as pesquisas Dilma+candidato do Lula já empatam com Serra. A grande surpresa para mim será a candidatura de Ciro Gomes com o apoio de Aécio e, quem sabe, dos tucanos.

  9. Jorge said

    confundi, ao invés de Jorge coloquei Pax no quadro “nome”.

  10. Pax said

    Tomei a liberdade de acertar.

  11. Pax said

    Jorge,

    Usei uma ironia da situação, bem afeta ao blog. Mas tenho certeza que os bastidores usarão a comparação da corrupção nas campanhas. O que é real e triste.

    Com certeza ainda não chegamos na maturidade política de escolhermos candidatos por projetos de governos. No Brasil temos enormes dificuldades de vincularmos partidos com propostas.

    Além de projetos imagino que a evolução seria ainda melhor se a sociedade passasse a cobrar dos governos escolhidos em cima das propostas de campanha. E, claro, dos representantes municipais, estaduais e federais, sobre seus assuntos de interesse. O triste é que a maior parte da população nem lembra o vereador, o deputado estadual, o federal e, muitas das vezes, nem o senador em que votou.

    Mas você toca num ponto excelente.

    Quais são os projetos dos candidatos para:

    Educação
    Saúde
    Segurança Pública
    Reforma política
    Reforma tributária (assunto que tenho me dedicado um pouco mais esses dias)

    Entendo que se pudéssemos discutir as propostas (e meus pontos de atenção são estes acima), teríamos uma eleição de mais alto nível. Infelizmente não acredito muito nessa possibilidade.

  12. Anrafel said

    Mensalões não trazem boas lembranças a nenhum dos dois principais partidos a disputar. Será um tema permanente de campanha, mas do PSOL.

    (Sabe aquele lance da autofagia da esquerda, o agrupamento dirigir suas críticas com mais ênfase ao agrupamento majoritário no seu campo do que à direita? É o PSOL).

    O que é que houve/está havendo com a candidatura Marina Silva?

    Os simpatizantes de Ciro Gomes exigirão dele uma postura mais clara.

    O PSDB, caso obrigado a reconhecer o sucesso do governo Lula, o fará com a ressalva de que foi devido às reformas econômicas de FHC.

    Colocar Dilma como um hifen na carreira de Lula pode ser uma tentativa do PSDB de desqualificar a candidatura dela, mas terá efeito em relação ao eleitorado ou funcionará como um atestado do entrosamento entre os dois?

    Previsões, mas, semelhante ao que fazem com os profetas de fim-de-ano, tenham complacência na hora de me cobrar.

    Bom Natal a todos.

  13. Pax said

    Anrafel,

    Acabei de fazer um novo post com a fofoca do fim de ano plantada pelo Diogo Mainardi: Marina pode sair de vice do Serra…

    Um bom Natal para você também.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: