políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

STF e o Código de Hamurabi

Posted by Pax em 05/01/2010

Metade dos ministros do STF quer maior rigor nos crimes de corrupção praticados por políticos. A outra metade, chamada garantista, praticamente impede o andamento dos processos.

Sugiro o artigo de Juliano Basile, no Valor Econômico de hoje, no link abaixo:

Ações contra políticos dividem o Supremo

Recentemente o ministro Joaquim Barbosa, da primeira metade, deu entrevista ao O Globo afirmando que o Juficiário precisaria ser reinventado

A generalizada sensação de impunidade verificada hoje no Brasil decorre em grande parte de fatores estruturais, mas é também reforçada pela atuação do Poder Judiciário, das suas práticas arcaicas, das suas interpretações lenientes e muitas vezes cúmplices para com os atos de corrupção e, sobretudo, com a sua falta de transparência no processo de tomada de decisões. Para ser minimamente eficaz, o Poder Judiciário brasileiro precisaria ser reinventado.”

Não faço juízo sobre as duas metades, mas sim sobre o estado de calamidade que o Brasil se encontra com relação ao assunto. Ou então devemos assumir que está tudo correto e nos devidos lugares?

Uma boa parcela da sociedade brasileira clama por Justiça e menos impunidade. E que esta justiça não seja através do Código de Hamurabi onde os julgamentos distinguem os cidadãos por classes:

“Distinção de classes em julgamento: Severas penas para pessoas que prejudicam outras de classe superior. Penas médias por prejuízo a membros de classe inferior. (Seção 196–;205)” – Da Wikipédia.

Anúncios

7 Respostas to “STF e o Código de Hamurabi”

  1. Iconoclasta said

    o JB podia fazer o papel dele e mandar os 40 do mensalao p/ gaiola…logo. em ano de eleiçao seria um upgrade moral inestimavel.

    ;^/

  2. José Antonio Lahud Neto said

    Pax,
    não tem “sensação'” nenhuma, é a mais pura- e dura- realidade. O Brasil, nós!, precisa parar de usar eufemismos para designar ladrões de alto coturno. São LADRÕES da pior espécie.

    Fico me perguntando para que servem os TCUs, além de pagar salários nababescos a seus funcionários?

  3. Helio Bicudo nos anos 80 desenvolveu um modelo teorico de cidade, a Unidade Integrada, um bairro, teria uma delegacia com um juiz ligado a comunidade, desta maneira poderia julgar ocorrencias menores na hora do flagrante. Forma de evitar a impunidade… http://jus2.uol.com.br/doutrina/texto.asp?id=4096 vai o link sobre o assunto.

  4. Pax said

    Obrigado, Cris Larsen

    Darei uma olhada com calma no artigo.

  5. se te interessar eu mando o projeto das unidades, a teoria de helio Bicudo e os desenhos de Miguel Pereira, tenho a imagem. Ate mais…

  6. Pax said

    Manda, interessa sim.

  7. mande seu e-mail…

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: