políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Hora extra do Senado e o Salário Mínimo

Posted by Pax em 07/01/2010

Em janeiro de 2009 o Senado desembolsou R$ 6 milhões em horas extras durante seu recesso. Uma canetada do Senador Efraim Morais três dias antes de deixar o cargo.

Durante o resto do ano o Senado nos brindou com escândalos de toda ordem. Nepotismo generalizado, farra das passagens no ParlamenTurismo e Verbas Indenizatórias foram as mais noticiadas.

Ontem tivemos notícias que o Senado aprovou a liberação das passagens aéreas não utilizadas em 2009. Hoje a notícia é que o Senado gastou mais 4,4% das horas extras ano passado.

Segundo a Secretaria de Comunicação Social da casa o aumento da conta paga pelos cofres públicos não foi por aumento de horas extras praticadas, mas porque houve um aumento de 99,42% do valor das mesmas.

É a tal moralização prometida por José Sarney e Heráclito Fortes. Enquanto o salário mínimo aumenta 9,68%, com um aumento real de 6%, o Senado aumenta suas horas extras em 99,42%.

Senado gastou 4,4% a mais com horas extras em 2009

Carolina Pimentel – Repórter da Agência Brasil

Brasília – O Senado Federal gastou 4,4% a mais com o pagamento de horas extras em 2009, passando de R$ 83,9 milhões, em 2008, para R$ 87,6 milhões, no ano passado. Segundo nota divulgada pela Secretaria de Comunicação Social da Casa, o aumento ocorreu porque houve alta de 99,42% no valor da hora extra paga, que subiu de R$ 1.324,80 para R$ 2.641,93.

Em janeiro do ano passado, o Senado desembolsou R$ 6 milhões em horas extras para 3,8 mil funcionários durante o mês de janeiro, período de recesso parlamentar, quando não são realizadas sessões, reuniões ou votações de matérias. Isso provocou uma crise envolvendo a Casa, que resutou no anúncio de mudanças administrativas. O pagamento foi autorizado pelo então 1º secretário do Senado, Efraim Morais (DEM-PB), três dias antes de deixar o cargo.

Ainda conforme a nota, seguindo novo sistema administrativo, o número de servidores autorizados a receber hora extra caiu de 4.227, em 2008, para 2.763, em 2009. Em média, a redução foi de 35% no decorrer do ano passado. “O Senado Federal teve sucesso em sua decisão de reduzir a concessão de horas extras em 2009”, diz a nota.

Anúncios

6 Respostas to “Hora extra do Senado e o Salário Mínimo”

  1. Nat said

    Eu me sinto muito burra lendo uma coisa dessas, pq não consigo imaginar que tem alguém (ou muitos alguéns, no caso) que dê uma nota dessas e vá pra casa e deite tranquila na cama e durma o sono dos justos…

    O Senado teve sucesso na decisão de reduzir a concessão de horas extras, mas falhou vergonhosamente na decisão de reduzir sua própria cara de pau.

  2. Pax said

    O Senado é, hoje, a cara da política do Brasil.

    E é o que deveria ser mesmo. Para isso existe.

    Mas nos mostra claramente que a política do Brasil precisa mudar. E muito.

    De um lado o Sarney continua lá por conta exclusiva da base do governo que o segurou num processo vergonhoso que incluiu até censura num dos principais jornais do Brasil, o Estadão.

    De outro mostra que o DEM é o “proprietário” da primeira secretaria, antes com Efraim e agora com Heráclito, ambos da oposição, do DEM. E vale lembrar que é de lá que saem a maioria das decisões administrativas, como essas das horas extras e das passagens aéreas.

    Ou seja, da situação ou da oposição, o Senado nos brinda com absurdos completamente descolados da realidade brasileira.

    Salvam-se poucos.

  3. Chesterton said

    e o cartão corporativo da presidência é o quê? Ora, a cara do Brasil.

  4. Heitor said

    A presidência do Senado já soltou uma nota desmentindo esse alarde que a imprensa fez diante dessa atitude da Mesa Diretora do Senado… Chega de quererem derrubar Sarney com esse papo… O trabalho que ele fez pelo Brasil em 2009 não tem preço!

  5. Angela Matias said

    Na minha opinião, o Senado só vai melhorar quando cada senador ali começar a pôr em prática as ações sugeridas por Sarney no pacote de medidas moralizadoras… Enquanto não levarem a sério o que o presidente da Casa propôs, de nada vai adiantar.

  6. Cauê Bruno said

    Se o Senado está como está, não podemos culpar Sarney por tudo… reconheço que ele fez o melhor pelo país… A baderna está é dentro de cada senador corrupto que ocupa uma cadeira na Casa… O pacote com medidas moralizadoras lançado por Sarney já é um passo para acabar com essa bagunça!

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: