políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

O estranho papel de Ciro em 2010

Posted by Pax em 14/01/2010

Ciro Gomes (PSB) está na campanha eleitoral para fazer número. A priori Lula descartou a possibilidade desta candidatura, querendo que 2010 fosse plebiscitário. Mas se houver alguma chance da vitória de Serra no primeiro turno, entra em ação o papel de Ciro. Tira votos de Serra e leva o pleito adiante.

Um papel obscuro, convenhamos. E um enorme risco político para o candidato “faz de conta”.

Veja a reportagem de Raymundo Costa e Cristiane Agostine do Valor Econômico no clipping da ANPR – Associação Nacional dos Procuradores da República, abaixo:

Ciro só disputa Presidência com o aval de Lula

Candidatura do deputado só será bancada pelo presidente se for necessária para se chegar ao 2º turno

Raymundo Costa e Cristiane Agostine, de Brasília

O PSB aposta no programa de rádio e televisão do partido, em fevereiro, para manter de pé a candidatura do deputado Ciro Gomes a presidente da República. “O PSB não tem estrutura partidária, portanto, o tempo de televisão é fundamental”, disse o presidente do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, após assinar, em Brasília, os protocolos para investimentos nas cidades-sede da Copa do Mundo de 2014.

Muito embora Campos diga que nada mudou em relação à candidatura Ciro, o Valor apurou que o PSB só está disposto a bancar o nome do deputado se o governo e sua base de sustentação política assumirem Ciro como um “candidato do sistema”. Isso significa apoio material e a liberação de dois ou três partidos que devem integrar a coligação da candidata do PT, a ministra Dilma Rousseff, para compor a aliança com o PSB.

Sozinho, o PSB avalia que não tem condições materiais de sustentar uma candidatura presidencial. Entre outras coisas, o tempo de rádio e televisão do partido é pequeno, em torno de dois minutos. Para transformar Ciro num “candidato do sistema”, segundo seus dirigentes, o PSB precisa que Lula libere PDT e PCdoB, entre outros, partidos que já que declaram apoio a Dilma. Isso daria mais tempo de televisão e estrutura para Ciro Gomes nas eleições. PT e PMDB – argumentam os dirigentes – já disporiam de tempo suficiente de rádio e TV para enfrentar os tucanos.

Líderes do PSB pretendiam se reunir para discutir o assunto na noite de ontem, aproveitando-se da presença de Eduardo Campos em Brasília. O governador também deveria conversar com Lula. O presidente insiste em lançar apenas um candidato às eleições, mas já disse aos pessebistas não é “cabeça dura” e que se “curvará aos fatos”, caso a candidatura Ciro se mostre necessária para a realização de segundo turno. Em alguns cenários traçados com base nas pesquisas atuais, os índices atribuídos ao candidato do PSDB, José Serra, sugerem vitória do tucano no primeiro turno.

A opção de Ciro – e que é a preferida de Lula – é o governo de São Paulo. O problema é que a demora numa definição levou mesmo os setores do PT paulista que apoiavam o projeto a rever sua posição. Na cúpula do PSDB existe uma avaliação segundo a qual Ciro não disputará nenhum dos dois cargos. O PSB, enquanto isso, prefere manter as providências e propor iniciativas como se Ciro fosse candidato a presidente da República. Aposta que a reabilitação nas pesquisas levará Lula a mudar de ideia.

Continua…

Anúncios

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: