políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

PSDB a procura de um discurso

Posted by Pax em 14/01/2010

O PSDB continua a procura de um discurso para sua campanha em 2010. Já entendeu que não pode cair no radicalismo de alguns comentaristas políticos que acusam o PT de stalinista, exatamente porque o PT deu prosseguimento às suas principais políticas.

E também já se apercebeu que o discurso sobre ética não cola. Não só porque tem em seus quadros devedores históricos no tema, como também porque o eleitor de massa já não acredita mais em quem tenta empunhar esta bandeira.

Vem do bom blog  Candidatos 2010 a dica da análise de Josué Nogueira, do Correio Brasiliense, no link abaixo:

PSDB ainda não definiu qual discurso usar para combater a candidatura de Dilma

Atualização: depois de colocar o post, saiu um do Villas Bôas-Corrêa que trata do assunto e vale a leitura:

Tortura é debate para a campanha

Anúncios

11 Respostas to “PSDB a procura de um discurso”

  1. Mona said

    Falta de discurso para a campanha?
    É só pegar o PNDH/III – que é a carta de intenções do governo sobre como lidar com temas tais como liberdade de expressão, propriedade privada, aborto, heterossexualidade, símbolos religiosos, etc – traduzi-lo em linguagem panfletária e aterrorizante (nessas horas, lembro da campanha do Collor em 89, em que seus cabos eleitorais diziam nas filas de votação que o pt iria trocar a bandeira do Brasil por uma vermelha; lembro da recente campanha do Lula e a questão das privatizações) e pronto. Receita pronta e acabada para levar a campanha da Companheira Dilma para o buraco, nesta nossa bastante conservadora sociedade.

  2. Pax said

    De certa forma tua ironia, Mona, está muito próxima da realidade de meia dúzia que pouco se importa com o que importa, mas sim em distorcer e criar factóides para palanques.

  3. Nada melhor que a realidade para colocar as pessoas com uma visão mais… digamos… herrr…. realista do mundo…

    Qual foi um dos primeiros atos de Lula ao assumir o governo senão colocar uma estrela vermelha nos jardins do Palácio do Planalto?? Isso aconteceu pois o PT sempre foi muito mais uma seita do que um partido político. Primeiro o partido, depois o país.

    Aliás talvez vocês sejam muito jovens para se lembrar que as pessoas eram quase linchadas pelos quadros petistas na eleição de 89. Se tivessm aquele famigerado adesivo do COLLOR no carro então… vixe…

    O fato é que a política brasileira dá um tremendo sono…

    E isso se dá pelo fato que o PSDB e o PT possuem o mesmíssimo programa. O PSDB de fato é um pouco menos autoritário que alguns petista (certo, concedo isso como uma das grandes façanhas de Lula: ter segurado a cólera de muitos petistas).

    O problema é que o programa do PT de hoje foi o programa do PSDB de ontem que tem o programa do PT de amanhã.

    Vivemos em um bipartidarismo de gêmeos.

  4. Mona said

    Pax,
    não é ironia. É a bola que o turma dos “Direitus dus manu” deixou quicando. Por muito menos que esse verdadeiro “conjunto da obra esquerdista” a eleição do Lula em 89 foi para as cucuias. Bastou a Mirian Cordeiro aparecer na tela, dizendo que o Lula mandou ela abortar, para que tudo fosse para o sal. Não houve jingle lindo que desse jeito; não houve militância engajada e apaixonada que revertesse o quadro. Agora, pense bem: um publicitário que saiba usar as palavras e as imagens de maneira simples e direta – a la Lula – pega uma das propostas referentes à propriedade privada do PNDH-III. Com maestria, ele poderá dramatizar o assembleísmo contido nessa proposta e o potencial que ela traz de instaurar o caos: põe uma família em ap. bem classe média recém-emergente. Aí, ele coloca um grupo de sem-tetos, invadindo o local; aí ele explica que o grupo da companheira Dilma não se importa se você é o dono legítimo daquele AP, com o direito inconteste de apelar judicialmente pela reintegração da posse; não: vai ter que ser instalada uma comissão que primeiro “julgará” se aqueles que invadiram têm razão em invadir; a tal comissão dá “ganho de causa” a esse grupo. Podia para por aí, mostrando num último quadro os antigos donos ao relento… Podia, também, seguir adiante na dramatização e apresentar os novos “donos” no “novo Ap”, assistindo TV tranquilamente, quando um novo grupo de sem-tetos torna a invadir e todo o ciclo se repete.
    A política é um jogo sujo, em que todas as armas são válidas. Distorcer conceitos é o que há de mais fácil, até quando eles são claríssimos. Na dramatização hipoteticamente criada, nem haveria a necessidade de distorções; apenas uma apresentação das consequencias da implementação do PNDH-III, se aceito na íntegra pela sociedade, com a mensagem de que a eleição da companheira Dilma significaria respaldar as idéias contidas nesse plano.
    Vai me dizer que isso não dá um samba? Só se não souberem aproveitar os acordes que já foram sofejados…

  5. Pax said

    Ainda mais que meia dúzia de histéricos mas relevantes jornalistas foram os que sofejaram tais acordes. Gente desesperada para criticar o Lula e conseguir seus milhares de leitores. Têm esse direito, sim, mas eu também tenho o de achá-los um tanto irresponsáveis. Ao ponto de, se você for a fundo em algumas das críticas mais destemperadas, quererem os militares de volta ao poder.

    O Paulo Vannuchi pode até ter desejado dar um ar de completude ao promover uma atualização do PNDH II de Fernando Henrique, mas, ao que tudo indica, deu foi um belo tiro no pé do PT ao usar de muito romantismo e algumas ambiguidades perigosas no texto.

    Desde que foi assinado eu li o PNDH III e afirmei aqui que precisava ser revisto e reescrito.

    Bem, Lula assinou e agora rebola para consertar o problema. Tem cargo e salário para isso.

  6. Pax said

    Curiosamente acabo de ver uma notícia que tem tudo com o que estamos falando, Mona.

    Veja aqui:

    Lula e Brunet, que coisa, hein?
    http://www.revistaforum.com.br/sitefinal/blog/default.asp#7712

  7. Chesterton said

    PaX(5), um jacaré pode passar na sua frente, a 5 cms dos olhos, e você jura que é cobra-d´água (rs)

  8. fk said

    Olha, tentar colar a pecha de expropriador no Lula depois de fazer o melhor governo possível para os bancos é uma missão pro melhor dos marqueteiros…

  9. Mona said

    Pax,
    no que se refere ao possível affair entre Lula e Brunet (cacildis!), vai ver que o Lula tá querendo é imitar o sarkozy e o seu avião… (hehehe)

  10. Renato Santana said

    Acho que o PSDB tem um discurso razoavelmente definido.
    Eles não vão cair matando em cima do governo Lula, pois isso seria um tiro no pé, tendo em vista a popularidade do presidente, sobretudo nas camadas onde o PSDB se encontra em desvantagem. Alguns parlamentares da comissão de frente da campanha tucana já deram o tom da campanha: Serra é um futuro melhor para o Brasil do que Dilma.

    O presente pouco será tocado. Criticar o quê? O Bolsa Família? O Prouni? A conjuntura econômica? Melhor para o PSDB mirar nas possibilidades administrativas políticas do Serra que, segundo eles, obivamente, são melhores que as de Dilma.

  11. Elias said

    Lula+Luíza Brunet?

    Parece que o Cesinha tá fazendo escola…

    Bem, pelo menos agora é com mulher. E bonita. É um retorno ao padrão.

    Em 1989, a quadr…, digo, o pessoal do Collor espalhou o boato de um caso que o Lula teria tido com uma mulher belíssima, atuante na política. E casada!

    Os colloridos diziam que o casal havia frequentado um motel em Brasília; que o motel era de propriedade de um político do PFL; que este havia mandado fotografar e filmar a festança dos pombinhos, por trás de um espelho falso; que blá, blá, blá…

    Ao que parece, era só fofoca, mesmo.

    No PT virou piada. Dizia-se que Lula se importava menos com os votos que ia perder do que com as trombadas que ele ia levar da respectiva.

    Se Lula teve realmente pelo menos a terça parte dos casos que lhe tem sido atribuídos, ele pode, desde já, reivindicar o título de maior garanhão já nascido ao sul da linha do Equador.

    “Nunca, em tempo algum, em toda a nossa história…”

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: