políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Serra continua ladeira abaixo

Posted by Pax em 17/03/2010

José Serra continua caindo nas pesquisas. Aproximadamente 5 pontos por mês, segundo as pesquisas da CNI/Ibope. Neste andar, mês que vem Dilma Rousseff o ultrapassa. Ou muda ou perde.

Ciro Gomes continua com seu jogo matraca, nem bem para lá, nem bem para cá, atirando para todos os lados. Vale ler a entrevista que deu ao Valor Econômico onde deixa a entender que está articulando com Aécio, Tasso e Alckmin contra José Serra. É o PSDB fatricida de sempre, pelo que parece.

Valor: Na política paulista, como quebrar essa hegemonia?

Ciro: Eu não estou na política paulista. Esse negócio de domicílio eleitoral é uma invenção da ditadura, não existia isso antes. Sou o deputado federal mais votado no país pela mão do eleitorado cearense. Esse mandato pertence aos cearenses.

Valor: Se fosse para quebrar a hegemonia do PSDB paulista, o senhor seria candidato ao governo?

Ciro: Ajudar a construir o design dessa bomba, eu acho uma das mais gratas tarefas. Não precisa ser derrotando ninguém, pode ser articulando entendimento.

Valor: É isso que você e o Aécio tentam fazer, quando conversam?

Ciro: Eu, Aécio, Tasso, Geraldo Alckmin.

Marina Silva permanece estagnada. Sua campanha até agora não deu certo. Uma possível interpretação para essa falta de entusiasmo com sua candidatura pode ser não só o maior desconhecimento nacional de seu nome – um fato – mas também porque eleitores mais informados não perceberam no PV a limpeza prometida no partido.

Os números de agora da pesquisa CNI/Ibope são:

Serra – 35% (-3%)

Dilma – 30% (+13%)

Ciro – 11% (-2%)

Marina – 6% – sem alteração

Fonte dos números – Estadão – entre parêntesis a diferença da última pesquisa CNI/Ibope de dezembro 09.

Anúncios

21 Respostas to “Serra continua ladeira abaixo”

  1. iconoclasta said

    “Ou muda ou perde.”

    é sobre o serra isso, né?

    ele já começou a campanha, já assumiu a candidatura?

    ;^/

  2. Luiz said

    Duvido que o Serra mude, e por isso mesmo acho que o que estamos assistindo é a crônica de uma derrota anunciada.

    Dilma vai vencer não porque seja o melhor candidato. Mas porque Serra é ridículo enquanto concorrente. E Marina e Ciro não vão sair do patamar atual (talvez Marina suba um pouco, até uns 10 a 12%).

    E se o PSOL vier de Plínio de Arruda Sampaio ele belisca uns 4 ou 5%…

  3. fk said

    O problema é que o Serra, hesitante como é, pode dar pra trás da candidatura se a coisa continuar desse jeito.

  4. Pax said

    Iconoclasta: não, ele – Serra – não começou a campanha apesar de todo chamamento a isso por seus próprios correligionários. Aliás, como tudo indica, parte deles querendo mais que ele se ferre. É a tal questão do PSDB, vivem brigando entre si, uma disputa de egos (Aécio, Alckmin, Serra etc) que dá no que dá. Nessa toada, olhando pura e simplesmente as curvas, tudo indica que antes do fim de maio Dilma o passe. O que vai acontecer quando a campanha começar? Bem, não tenho a menor ideia a não ser que cada um dos lados vai querer provar que sua corrupção é menor e melhor que a corrupção alheia.

    Luiz: Creio que Ciro não entrará, não tenho a menor certeza, mas acho que sim. Vai obedecer Lula e ganhar alguma boca boa. Ou descamba para o lado do PSDB caso Serra abandone a campanha e o mineiro assuma. Marina? Não sei, confesso que esperava mais impacto da sua candidatura e percebo que não está entusiasmando de forma alguma. Não só pelos números como pelas conversas que tenho tido com meus interlocutores particulares, que estão bastante divididos entre Serra e Dilma. Acho, como disse, que a promessa frustrada de um novo PV, de uma reforma e faxina que não veio, seja a principal causa entre os eleitores mais informados que conhecem bem Marina e a história do PV. Sobre o Plínio entendo que você talvez esteja com razão, sim. Se ele for o indicado pelo PSOL pode beliscar alguma número próximo de 5%.

    Fk: Entendo, como você, que Serra pode acabar “miando” e saindo fora. E aí entraria o Aécio, acho. Com Ciro? Talvez? E quanto isso mudaria o quadro? Não sei, boa pergunta. Aécio é menos conhecido nos rincões que Serra. Mas ganhará uma parte maior do NE se Ciro se juntar a ele.

  5. iconoclasta said

    sem rigor. nao tem um papo de que pelo menos 1/3 do eleitorado sempre vota no PT?

    é real isso? se é, em raciocinio meramente linear, este patamar q dna. dilma atinge agora deveria ser seu piso, ou nao?

    ;^/

  6. fk said

    Iconoclasta – É, existe esse papo de que o eleitorado cativo nacional do PT seria de 30%, tirando-se isso de uma média de todas as votações até hoje. Nessa visão, seria mesmo o tal piso que ela estaria atingindo agora. Daí, uma possível explicação para esse piso seria exatamente o lançamento oficial da candidatura Dilma, que poderia ter arregimentado os petistas mais, digamos incrédulos, mas ainda assim seguidores do partido.

    De qualquer forma, isso não exclui o fato de que o Serra vem sangrando eleitorado a olhos vistos, ou seja, não fica tão claro que o crescimento de Dilma seja por causa do piso ou da migração de votos do Serra.

    Pax – Discordo em parte de vc quando fala de briga fratricida dentro do PSDB. Há uma disputa de egos? Há. Mas se o Serra não fosse tão hesitante, ele simplismente botava o pau na mesa, mostrava quem mandava e calava a boca de todo mundo. O problema é que já há esse histórico do Serra de largar a mão em cima da hora. Quem leu o perfil dele na Piauí viu que ele desisitu em 2006 horas antes do prazo final. Na minha opinião, é mais esse lenga-lenga de vai ou não vai do que uma questão de ego mesmo o que leva a essas divergências internas. Os tucanos veem que há chance de ganhar, mas sentem um disconforto com a hesitação de Serra e enxergam nela uma -real- possibilidade de perder.

  7. Pax said

    Iconoclasta,

    Esse papo de 1/3 do eleitorado ser petista, 1/3 ser antipetista e 1/3 ser qualquer coisa não me parece muito pertinente. É um discurso que a oposição quer tentando algum otimismo no quadro desfavorável pelo crescimento acentuado de Dilma nas pesquisas.

    O que existe, achismo meu, é satisfação ou insatisfação com o governo atual ou com a oposição atual. Se a vida está melhor, vota-se na situação, se está pior, vota-se na oposição, desde que esta segunda consiga um discurso convincente que vai mudar para melhor.

    Se você olhar o tamanho da população, algo em torno de 190 milhões e o universo de gente filiada, que acho que não chega a 5 milhões, verá que a massa não é lá muito fiel a partidos e sim a resultados. O que fala mais alto é se há emprego, se há algum trocado para a cerveja, se não falta para o supermercado etc.

    Fk, respeito tua discordância, mas continuo com minha firme convicção que o PSDB é extremamente desunido por conta de sua eterna luta interna de egos e brigas.

  8. Elias said

    Nesse andar da carroça, até final de março a Dilma ultrapassa o Serra.

    Ou esse cara tem uma carta na manga ou não tá a fim mesmo… Difícil de entender porque ele não tenta nada.

    De qualquer modo, é bom lembrar que, nas simulações de 2º turno, segundo a mesma pesquisa CNI/Ibope, Serra venceria Dilma, mantendo os mesmos 5 pontos percentuais de dianteira (44 a 39,salvo engano). Por outro lado, a tal pesquisa conclui que 53% (ou 55%, sei lá…) do eleitorado, diz que prefere o candidato do Lula.

    Quer dizer: tá tudo meio borrado, ainda.

    O problema, pro Serra, parece continuar sendo o diabo da tendência. A consistência — aliás, a existência — da dita cuja foi contestada aqui no PolíticAética, ao se comentar a pesquisa anterior, mas parece que ela, a tendência cachorra, teima em continuar se manifestando. E a tendência é o Serra crescendo feito rabo de cavalo…

    Continuo acreditando que, se Dilma ultrapassar Serra até o final de março, ele pula fora. Vai partir pra uma reeleição, quase certa. Vai tucanear o PSDB, tirando a forra da tucanagem que fizeram com ele em 2006.

    Aí o PSDB se enfrangalha de vez. Vai saltar caco de tucano pra tudo que é lado. Serra, como governador de SP, vai juntar esses cacos (os cacos que ele quiser), rearrumar a casa e ficar com um partido inteirinho pra ele.

  9. Pax said

    Fim de Março, Elias? Acho muito cedo. Minha aposta é mais para Maio a tal ultrapassagem.

    Mas como você é mais tarimbado que eu em eleições, coloco meu achismo em posição inferior ao teu.

    Serra tem realmente um grande problema de composição, de articulação. Parece não entusiasmar nem mesmo seus pares.

    E dá para entender, também e por consequência, a histeria de alguns analistas políticos. Ou proto-analistas-políticos. Ou, como disse amigo meu, sub do sub de analista político.

  10. Jorge said

    o serra está uma vergonha. nem mesmo sobre a perda de SP com a nova lei dos royalties de petróleo ele quer falar. muito menos defender nosso estado. omisso e irresponsável com os paulistas. e ainda esse paulo renato ataca os professores em greve. espero que eles sumam do mapa e que o geraldo alckmim tome o psdb dele.

  11. Zéantonio Lahud said

    Pax,
    posso estar dizendo uma grande asneira, mas acho a estratégia do Serra correta: Lula e Dilma estão claramente em campanha, acho que Serra está querendo ver até onde vai o poder de transferência de votos de Lula para Dilma- que sozinha não existe- e depois entrar de sola na campanha, ou sair fora.não creio que o faça. Sem fazer nada ele tem 35%. Pode pagar para ver.

  12. Pax said

    Zéantonio,

    Não consigo concordar muito com tua opinião, apesar de respeitá-la, claro.

    Serra tinha uma vantagem de uns 30 pontos um ano atrás (*) e agora cai para 5. Como achar que é uma boa estratégia?

    (*) Pesquisa Datafolha em 16 a 19 de março de 2009

  13. Jorge said

    o serra está em campanha sem parar. inaugurou até maquete… é propaganda e propaganda do governo paulista nos jornais, rádios e tvs. foi para Pernambuco no carnaval, tirou foto com chapéu de vaqueiro. essa conversa de que ele não é candidato não se sustenta minimamente. é uma invenção para justificar a queda nas pesquisas. francamente. é candidato desde que barrou as prévias com o aécio. aliás, ele é candidato faz tempo e todo mundo sabe disso. mas está afundando e vai levar junto o seu desejado ministro da educação, Paulo Renato, aquele mesmo do fhc.

  14. emerson57 said

    Ciro: Eu, Aécio, Tasso, Geraldo Alckmin. ;)

    como eu já disse por aqui:

    ciro ainda está no psdb,

    quando o psdb concluir que com serra não dá,

    vão oferecer a legenda, na bandeja, para o ciro.

    quanto aos números da pesquisa,

    alguém ainda acredita nos números do montenegro/ibope?

    pela qualidade dos span anti pt que tenho recebido, uma certeza:

    a oposição está desesperada e sem discurso.

    desse jeito dá dilma no primeiro turno.

  15. Anrafel said

    A imagem de um Serra hesitante não combina com a do político autoritário, maquiavélico e manipulador tão difundida inclusive entre pessebebistas. Vai ser difícil para ele encerrar sua carreira sem ter sido presidente do Brasil.

    Essa articulação de Ciro Gomes é intragável, tanto pelos nomes envolvidos quanto pelo fato de que Serra é o melhor quadro do PSDB. Se ele tiver que desistir, que desista a tempo de ser o vice de Dilma.

    E que Ciro pare com essa obsessão anti-serrista e trabalhe para o seu partido, o PSB.

  16. Edu said

    Boa análise de todos aqui, mas discordo quando dizem que Serra não está em campanha. O que foi a tal inauguração da maquete? Ou quando ele apareceu no fantástico como o “salvador” no caso das chuvas do interior de SP? Sem falar na publicidade da Sabesp pelo Brasil não paulista? Não vou entrar no mérito da campanha dos outros aliados (midiáticos), pois aqui não é espaço para tal tipo de comentário apaixonado. A campanha de Serra só é uma campanha “envergonhada” perto da de Lula e Dilma.

  17. Elias said

    Zéantonio,

    Em campanha eleitoral tem, ainda, um outro lance: um eleitor que já havia se definido por candidato, e que, por alguma razão, resolve desistir daquele candidato, dificilmente volta atrás.

    É o que, aparentemente, está acontecendo com o Serra. A candidatura dele está encolhendo. Ele está perdendo eleitores.

    É algo muito mais grave do que simplesmente estagnar. Quando a intenção de voto fica estagnada, significa que o candidato não está conquistando novos eleitores. Quando ela encolhe, significa que ele está perdendo eleitores.

    Essa perda, geralmente ocorre porque a antiga preferência está sendo transformada em rejeição. Trata-se de voto que ele dificilmente vai recuperar, e que, por isto mesmo, fará uma enorme falta no 2º turno.

    Pra recuperar o terreno perdido, ele terá conquistar em eleitores que, no mínimo, podem ser considerados reticentes, tanto que, até aqui, não se definiram por ele.

    É peixe que nada na mesma água em que, a partir de agora, o PT também vai pescar. A faixa mais difícil do eleitorado.

    E mais difícil, ainda, porque ela se espalha por todos os níveis econômicos e culturais.

  18. Chesterton said

    Cortado, texto de outra pessoa sem o devido crédito… Pax

  19. Carlão said

    Pax
    o datafolha e o ibope atuais Março dizem outra coisa…Serra liderando por 5/6 milhões de votos, mas você resolveu pensar igualzinho à “midia golpista”…que compara laranja com banana e faz salada de frutas, e se ainda repercute a bobagem. Vergonha.
    alguma explicação? Seguiu a manada da “midia golpista” pró lula?

    Vai aqui uma sugestão:PTAA

    Há cura!

  20. Pax said

    Carlão,

    Você pode me indicar onde fiz esta comparação?

    Disse, no meu comentário 12 que um ano atrás Serra tinha quase 30 pontos de vantagem e agora tem 5.

    Aliás, você pode me informar onde você achou minha declaração de voto para 2010?

  21. Pax said

    Carlão,

    Você deveria ler o último post do Villas-Bôas. Talvez você também o identifique como um viciado no PT como neste vídeo infantil que você nos brindou.

    Será que o Villas, aos 85 ou 86 anos, ainda terá cura neste “petismo”?

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: