políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Rodoanel tem problemas com TCU

Posted by Pax em 31/03/2010

O noticiário de hoje ressalta que o trecho sul do Rodoanel foi entregue ontem por Serra que provocou Lula ao afirmar que a obra não tem problemas com o TCU.

O blog recorda que há 5 notícias que vinculam problemas nesta obra, algumas delas com o TCU.

A coleção das notícias catalogadas está aqui:

– “Camargo Corrêa, de novo” (07/12/2009) – Site do Ministério Público Federal
– “Mau cheiro no Rodoanel” (15/11/2009) – Site da Veja
– “Graves irregularidades no Rodoanel” – SP (21/08/2009) – O Globo no clipping da ANPR
– “Laudo vê superfaturamento na obra do Rodoanel” (16/04/2009) – Site Agora – Uol
– “TCU vê possível superfaturamento em obras do Rodoanel” (02/04/2009) – Site do Correio Braziliense

Cabe ressaltar que a coleção do blog teve início em agosto de 2008 e que o objetivo sempre foi montar uma memória de notícias sobre corrupção veiculadas pelos principais veículos de comunicação, independente de torcida partidária. Doa a quem doer.

Anúncios

7 Respostas to “Rodoanel tem problemas com TCU”

  1. Mas é bem provável que o Serra tenha razão. Quem deve fiscalizar o Rodoanel não é o TCU. É o TCE (Tribunal de Contas do Estado).

  2. iconoclasta said

    PRS,

    mesmo a obra sendo em parte bancada pela a união?

    ;^/

  3. Neste caso o TCU fiscaliza apenas o uso da verba da União

  4. Elias said

    O TCU fiscaliza a totalidade do contrato que esteja sendo financiado, ainda que parcialmente, com recursos da União.

    O que acontece frequentemente é uma obra viária ser dividida em trechos.

    Um desses trechos pode estar sendo financiado com recursos da União, por meio de convênio (a fundo perdido, portanto), ou operação de crédito (empréstimo). Um outro trecho pode estar será financiado exclusivamente pelo Estado.

    Os dois trechos serão licitados e contratados separadamente.

    Nesse caso, o TCU fiscalizará a totalidade do contrato em cujo financiamento a União tem participação. Impossível que ele fiscalize só o uso dos recursos da União, embora esse seja o objetivo maior do trabalho.

    É que, ao analisar o processo licitatório, p.ex., não dá pra separar a parte que está sendo financiada pelo Estado da parte financiada pela União. Ou se analisa a licitação toda ou não se analisa nada. Se a licitação for fraudada e os preços sobrefixados, isto valerá para os recursos da União e do Estado.

    Agora, ao penalizar pela sobrefixação dos preços contratados, aí sim, o TCU se restringirá ao valor repassado pela União. É esse o valor que servirá de base de cálculo para multas, devoluções, indenizações, etc.

    Por isto mesmo, em casos assim, o gestor desonesto geralmente costuma cometer irregularidades na licitação do trecho financiado exclusivamente pelo Estado.

    Sobre essa parte da obra, o TCU não terá nenhuma ingerência.

    Nos Estados em que o governador tem o controle do TCE, a impunidade é garantida pelos 5 prêmios.

    E o carinha ainda vai posar de honesto…

  5. Jorge said

    o serra fala o que quer, sem se preocupar com a realidade, porque sabe que a grande imprensa irá protegê-lo. adotou o estilo maluf, fala o que quer, responde somente as perguntas que o interessam. mas o maluf não era agressivo com os jornalistas, como ele o foi com o da record, que o questionou sobre o terreno invadido da globo. alias, o política ética não devia ter abordado o assunto? não lembro do mst ter invadido terreno tão valioso.

  6. Cleuson said

    Pelo menos o Serra não fala que o TCU está errado, que deveria acabar com o TCU, etc, como um certo ditador aí.

  7. Pax said

    Quem acha que algum grande partido não tem rabo preso com as grandes empreiteiras se engana de todo. E a recíproca é verdadeira, as grandes empreiteiras tem rabo preso com os grandes partidos.

    Vivem num parasitismo atávico. Só que quem deixa a seiva é o erário. Quem padece é o povo, pagando mais por todas as grandes obras em todos os cantos do país.

    É uma questão de quem nasce primeiro, o ovo ou a galinha.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: