políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Descendo o nível

Posted by Pax em 20/07/2010

A campanha eleitoral desceu o nível mais uma vez. O vice de Serra, Indio da Costa, virou o porta-voz das baixarias da oposição apoiado por toda a cúpula do PSDB e DEM.

Se não saírem deste caminho, quem perde é o povo brasileiro. PT e PMDB de um lado e PSDB e DEM de outro, somente citando as principais alianças, têm um enorme histórico passível de levar o debate de baixo nível até o fim das eleições.

Duas pesquisas de intenções de votos estão no forno e seus resultados devem ser anunciados esta semana. Caso José Serra suba nas pesquisas indicando que a linha da baixaria é boa para sua campanha, aí teremos um esgoto completo à vista.

O PT não é santo neste jogo, seria uma inverdade essa afirmação, mas recentemente seus principais porta-vozes parece terem se esquivado do jogo mais baixo. Até quando?

Dilma diz que não “descerá ao nível” do candidado a vice na chapa do PSDB e DEM

Luciana Lima
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, disse que não “descerá ao nível” do candidato a vice na chapa do PSDB, Indio da Costa. Ele acusou o PT de envolvimento com o narcotráfico e com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). Ao deixar a reunião com o PSB, em Brasília, onde recebeu sugestões dos socialistas para seu programa de governo, Dilma disse que jamais esperava declarações como as feitas pelo vice de Serra.

“Jamais esperava que, diante da adversidade, meu adversário recorresse a isso. Acho impensável que a eleição desça a esse nível. Eu não descerei a esse nível”, disse Dilma.

O PT apresentou hoje duas ações contra o deputado Indio da Costa (DEM-RJ). De acordo com o presidente nacional do partido, José Eduardo Dutra, uma das ações será por dano moral e a outra,apresentada na Justiça Eleitoral, contém um com um pedido de direito de resposta.

As acusações feitas por Indio da Costa foram divulgadas pelo site do Mobiliza PSDB na sexta-feira (16). O PT ainda estuda uma ação contra o PSDB, caso o partido não se manifeste desautorizando o candidato à Vice-Presidência até o meio-dia de amanhã (20).

Anúncios

120 Respostas to “Descendo o nível”

  1. Mona said

    Caríssimo Pax,
    qual foi mesmo a inverdade que o Índio da Costa disse?
    Ligação PT-FArc: verdade ou mentira?
    Ligação Farc – narcotráfico: verdade ou mentira?
    Dilma ser atéia, mas com um catolicismo convenientemente recém-descoberto (daí a “esfinge de pau-ôco”): verdade ou mentira?

    Ou o que você quer dizer é que determinados assuntos não devem ser trazidos à baila, porque podem constranger os envolvidos?

    Taí um ótimo assunto a ser explorado.

  2. Patriarca da Paciência said

    Vamos deixar para a Justiça decidir se o tal índio está mesmo com a razão.

    Em minha opinião, o fulaninho vai supultar de vez a medíocre campanha do Zé Lasdeira Abaixo.

  3. Patriarca da Paciência said

    O comentarista Elias sempre acerta em seus comentários, mas ao dizer que vice não tira votos, acho que se enganou.

    Esse índio, com todo respeito aos verdadeiros índios, com seus projetos de multar quem dá esmolas e outros projetos e declarações “brilhantes”, não só tira votos com afunda qualquer candidatura, ainda mais quem já está na UTI.

  4. Zbigniew said

    Quais são mesmo as propostas da oposição?

  5. Mona said

    Ohhhhhhh,
    mas que mudança de assunto, hein?
    Esse tema, as “propostas da oposição”, pode ser encontrado em outro post. O deste é “descendo o nível” e as perguntas que fiz, acima, se referem às inverdades que o Dep. Índio da Costa disse.
    Se o propósito do bolg é do diálogo, seria esclarecedor os interessados no assunto explicarem por quê o Dep. Índio da Costa pode ser processado por calúnia e difamação pelo PT. Afinal, existe ou não ligação PT-Farc? Existe ou não ligação Farc-narcotráfico?
    Num eventual processo aberto pelo PT contra o Dep. Índio, o fato de a mulher do Medina (proclamado “embaixador das Farc no Brasil”) ter sido nomeada para um cargo no Ministério da Pesca corrobora o que o citado deputado falou ou não?
    As Farc não serem reconhecidas, pelo Governo, como um grupo narcoterrorista, mas “beligerante” (nas palavras do MAG) – apesar de sequestrar, assassinar, praticar atentados e usar o tráfico de drogas para se financiar – aproxima-no ou não desse Grupo?

    Vamos lá: suponham que eu sou uma eleitora típica (segundo o José Roberto Toledo – mulher, pouco mais de 40 anos, não foi além do ensino fundamental e é assalariada do setor privado) e sou infomada, pelo programa do PSDB/Dem, dessas ligações perigosas do Pt, sendo apresentadas para corroborar tais fatos: o emprego da minha homônima, as informações no computador do Raul Reys, a assinatura dos representantes das Farc na fundação do Foro de São Paulo, a declaração do cara do exército de que a narco-guerrilha está se infiltrando no Brasil via fronteira amazonense, o não-reconhecimento das Farc como grupo terrorista, mas beligerante, etc, etc…
    Como seria o desmentido do programa PMDB/PT?

  6. […] This post was mentioned on Twitter by Pax, tiago mesquita. tiago mesquita said: RT @politicAetica: Descendo o nível http://bit.ly/ay85ZT […]

  7. Patriarca da Paciência said

    Dona Mona,

    se a senhora tem provas reais e concretas que o PT é traficante, que a Dilma é traficante, a senhora tem mais é que apresentá-la à Justiça, tem mesmo obrigação moral!

    Faça isso e não fique dizendo leviandades.

  8. Jorge said

    Mona, tudo mundo sempre falou também que Serra é ateu, como FHC. Voce acha que é uma boa razão não votar em alguém por seu ateu? Eu voto em ateus, sem problemas. Em religiosos também. Talvez não votasse em alguém da Opus Dei. O Psdb era um partido laico, mas agora, talvez, se torne ultra católico sob a liderança do Alckim.

    Pelo que sei Dilma foi na missa do Padre Marcelo e me pareceu uma católica brasileira, ou seja, não praticamente, mas mística.

    Sobre a Farc o líder do Psdb no Congresso recebeu o emissário dos guerrilheiros, veja só isso. E ele é do Estado brasileiro mais próximo da Colombia.

    Da Mônica Bérgamo, em 2002

    FANTASMA 1

    A “ligação” do PT com as Farc, a guerrilha colombiana, ganhou impulso com a visita, em 99, de um representante da guerrilha, Hernán Ramirez, ao governador Olívio Dutra, do RS. Na época, Ramirez visitou também o deputado Arthur Virgílio (PSDB-AM), secretário-geral do PSDB e líder do governo no Congresso.

    FANTASMA 2

    Virgílio diz que a visita do guerrilheiro só lhe trouxe aborrecimentos: Ramirez passou a dizer que ele era o “principal interlocutor” da guerrilha no Brasil. “Eles são malucos, uma espécie de Prona da Colômbia”, diz Virgílio. O deputado Marcos Rolim (PT-RS) também diz que “foi um erro” Olívio Dutra receber as Farc.

  9. Zbigniew said

    Continuo aguardando as propostas da oposição.

  10. Anrafel said

    No início da campanha, muita gente chegou a se iludir que, pelo fato dos dois principais candidatos à presidência terem concepções políticas mais-ou-menos parecidas, teríamos um bom nível predominando.

    Debalde.

    As acusações infundadas e os xingamentos já proliferam e as esperanças de algo que se pareça com educação política se esvanecem rapidamente, apesar de eu ainda acreditar num bom debate sócio-econômico entre Dilma e Serra e torcer para que Marina leve a claro em rede nacional as propostas ambientalistas para um país no nível e necessidade de desenvolvimento como o Brasil.

    (E o Índio da Costa, hein? Já cravou a sua primeira flechada: a ressureição do generalzão Jorge Bornhausen).

  11. Zbigniew said

    “Nos anos 90, a guerrilha tinha mantido contatos com políticos do PT e do PSDB. Em 1999, o representante das Farc no Brasil, Hernán Ramirez, se reuniu com o então governador gaúcho Olívio Dutra (PT) e com o deputado Arthur Virgílio (PSDB), líder de FHC.
    Após a vitória de Lula, as Farc divulgaram carta manifestando apoio ao presidente. Em 2003, Lula ofereceu ao presidente da Colômbia, Alvaro Uribe, o território brasileiro como local neutro para retomar as negociações com a guerrilha”

    Descendo o nível (pra ficar completo), deveria ser assim: PSDB também tem ligações com as FARCs.

    Notaram que as baixarias comçam sempre lá pelas bandas do PSDB?

  12. Anrafel said

    “…ressurreição…”

  13. Carlão said

    Pax: Descendo o nível ???
    Então vamos levantar o nível.
    Por que uma Ministra chefe da Casa Civil assinou em Novembro de 2006 um ofício solicitando a transferência de uma funcionária de baixo nível da Secretaria de Educação do Paraná (professora) para um cargo de alto nível da Secretaria Especial da Aquicultura e Pesca, da Presidência em Brasília (Oficial de Gabinete)?
    É fato comprovado.Dilma elevou o nível da companheira casada com um membro das FARC, aprisionado em Brasília.
    Falta explicar o por quê.

  14. Mona said

    Boa a discussão, hein?
    Jorge, essas notas da M.B. já têm embutidas nelas a própria resposta. Se isso for o máximo de argumentação conseguida, acerca da ligação Pt-Farc… hummm, sei não…

    Zbigniew, ao que consta nos anais da história, não é o PSDB o criador do Foro de São Paulo, nem o responsável pela nomeação da mulher do Medina, tampouco tem os nomes de integrantes seus arquivados no laptop do Raul Reyes.

    Anrafael, essa “baixaria” se chama fazer política e funciona assim: encontre uma brecha na armadura do seu adversário e ataque por ela. É assim aqui e em qualquer lugar onde o jogo democrático é jogado. Talvez isso não aconteça em Cuba, em alguns países da Africa com os quais o Brasil tem recentemente estabelecido pragmáticas relações diplomáticas e negociais (segundo o Celso Amorim, “negócios são negócios”), em teocracias médio-orientais e em alguns outros países onde não se costuma lidar com o contraditório, pois a contradição, nesses lugares, leva ao encarceramento e/ou à morte.

    Que a outra parte se defenda, dizendo exatamente onde se encontra a ofensa. Dizer que o pt tem ligação com as farc é ofensa? Dizer que a Dilma é atéia e recém-convertida ao catolicismo é ofensa? À justiça, então! Só espero que esse processo não corra em segredo, para que assim a gente tenha acesso aos autos e aos argumentos usados pelas partes litigantes. Vai ser muito interessante…

  15. Jorge said

    Mona, lembra que voces anti-PT diziam o mesmo, em 2002 e em 2006: os comunistas vem te pegar, são ateus e malvados, vão estatizar tudo e será o fim. Não funcionou. Não irá funcionar agora novamente. O povo não cai mais nessa. Mona, sinceramente, eu tenho certeza que nem voce acredita nessa história, mas repete imaginando que dessa forma prejudica o PT. Foi o melhor que podia ocorrer para Dilma nesse momento, o Serra se bandear para a extrema direita e justificar o voto útil dos democratas brasileiros contra o obscurantismo direitista.

    Mas se voce gosta de respostas contundentes, abaixo tem uma, de um deputado do PDT, o Brizola.

    http://www.tijolaco.com/

    Como agem os canalhas e como agem pessoas de bem-2

    terça-feira, 20 julho, 2010 às 0:28

    O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), disse à Folha que as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) são um “sócio incômodo” do PT. “O Indio disse o que a gente sabe: as Farc se sustentam com dinheiro do narcotráfico, e o PT é ligado às Farc. É um sócio incômodo que o PT tem”, afirmou o presidente tucano.
    Se eu seguir o raciocínio desqualificado do senador Guerra, poderia afirmar o seguinte: “todo mundo sabe que o ex-governador José Roberto Arruda se locupletava com o dinheiro da corrupção, e José Serra era ligadíssimo a Arruda. É um sócio incômodo que o José Serra tem”.
    Repito o que fiz no post anterior. Se a lógica acusatória do PSDB serve para atacar seus adversários, deve servir também para si mesmo, não é?
    Então, estaríamos livres para dizer que Serra tem envolvimento com o “panetone” arrudista?
    É esse o nível a que desceu o tucanato. A lama está se tornando universal. Logo vamos ver gente desembarcando desta canoa.

    Brizola Neto Comentários (72)

    Como agem os canalhas e como agem pessoas de bem
    segunda-feira, 19 julho, 2010 às 22:38

    O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defende publicamente a legalização da maconha como forma de superar o problema da criminalidade ligada ao narcotráfico. Concorde-se ou discorde-se dele, isso não dá a ninguém, exceto a quem seja um crápula, o direito de dizer que o ex-presidente é ligado ao uso de drogas. Seria uma infâmia, uma calúnia, um ato odioso.
    Se o PT e outras forças políticas defenderam ou defendem a negociação com o movimento guerrilheiro das FARC como forma de superar os impasses políticos que, há décadas, consomem vastas áreas da Colômbia, isso igualmente não dá a ninguém o direito de dizer que, por isso, são ligados ao terrorismo. É uma mentira infamante, um ato de oportunismo tão grande quanto o que se apontou no parágrafo anterior.
    Basta essa comparação para que se julgue o ato do Sr. José Serra. Ele, como fez antes o seu vice Da Costa, fugiram do que foi afirmado com todas as letras no que está gravado em vídeo – dizer que o PT é “ligado ao narcotráfico” – e ficar na afirmação de que é ligado às FARC. Uma “emenda” covarde e vaga o suficiente para servir de argumento para buscar escapar de uma condenação criminal por calúnia.
    Afinal, ser “ligado às Farc” quer dizer o que? Defender uma solução negociada para a crise da guerrilha colombiana e a pacificação do país?
    Se for assim, José Serra poderia afirmar também que o seu antigo chefe é ligado às drogas, por defender a legalização parcial de seu comércio, para obter uma redução no crime ligado ao tráfico ilegal.
    Em um caso como o outro, o comportamento moral, se o fizesse, seria vergonhoso como é o que tem hoje.

  16. Zbigniew said

    Efeito eleitoral zero. Acreditar que este esforço ensaiado e previsível da capa da Veja com as declarações do “Índio Quem?” e outras reverberações – dessa vez mais tímida -, de outros meios de comunicação, ainda que estimuladas pelos caciques oposicionistas, vai fazer estrago na candidatura da Dilma, é no mínimo risível. Como disse o Pax, baixaram o nível – é puro desespero. Os partidários daqui sabem arrolar “provas” para a baixaria, mas indicar quais as propostas reais do Serra, tá difícil.

  17. Anrafel said

    Mona,

    Eu sei muito bem que encontrar uma brecha na defesa adversária e assestar um golpe faz parte da política Só que esse golpe deveria primar pela verdade e pela obediência aos fatos.

    Se não prima ou obedece, é uma pena; são os ossos do ofício da democracia, que prefiro a qualquer outra coisa em politica. Portanto, não me venha com negócio de Cuba ou ditaduras afro-asiáticas, não tenho nada a ver com isso.

    Mas não sou governo. Os governos devem tirar uma média entre a opinião dos seus segmentos sociais e estabelecer relações diplomáticas e de comércio com quem seja do interesse desses segmentos, ou seja, do país.

    Isso também é assim em qualquer lugar onde o jogo político é jogado.

  18. Mona said

    Putz,
    se o efeito eleitoral é zero, e se apenas isso importa, por que diabos toda essa preocupação, essa celeuma, essa quinzumba? Eu, hein…

  19. Carlão said

    Mona
    O PT entrou numa furada de “policial ruim x policial bonzinho” (Índio+Serra) e ainda não se deu conta.
    Indio, o desconhecido …de carinha juvenil e língua ferina, pegou pesado no fígado do “petismo” adulador de Lula.Serra amenizou as críticas, mas manteve o essencial.
    Resultado: No PT e na blogosfera,todos na defensiva, ameaçando o Índio.
    Se fosse “pouco” não haveria tanta repercussão.
    (Concorda? Mona)
    Dilma contratou a companheira do “companheiro” Medina, na época “atrás das grades”, em Brasília.
    Assinou a contratação da professora casada com o colombiano.
    Não rubricou, pois era uma única página. Decidiu à época.
    Mas não leu? 10 linhas burocráticas, se tanto.
    Assinou um pedido de cessão de funcionário,sem motivo.(?)
    De novo, minha filha?
    Os dois PTs…
    Este PT (pró Dilma), tentando engolir a candidata “oco do vazio”, é muito trágico…tsk,tsk,tsk
    Vamos esperar a reação silenciosa do PT (anti-Dilma) na eleição.
    Os votos “nulos” podem surpreender blogueiros “isentos” e respectivos comentaristas que lançarão dúvidas sobre as “urnas eletrônicas”.
    No PT, os culpados são os outros…como sempre.Haja saco.
    argh argh …hehe

  20. Pax said

    Prezada(o)s,

    Se não consideramos que a campanha baixou o nível então não entendo mais o que seja uma discussão de bom nível numa disputa política.

    O que entendo como alto nível seria discussão sobre:

    – Aborto, Casamento Homoafetivo, etc.
    – Reforma Política, Reforma Tributária, Reforma Fiscal etc
    – Plano nacional de educação – um projeto brasileiro de capacitação do capital humano
    – Segurança Pública – como sairmos desse caminho de violência que ultrapassou os limites das grandes cidades e ocupou praticamente todo o território nacional
    – Saúde pública

    Enfim, há muitos assuntos a serem debatidos.

    Não é isso que vejo. Indio da Costa era, sim, um ilustre desconhecido, teve lá sua participação na relatoria do Ficha Limpa, mas ninguém o conhecia. Nem mesmo por conta do Ficha Limpa seu nome se projetou.

    A confusão generalizada da escolha do vice para o Serra o colocou nos holofotes, todos acompanhamos essa novela.

    E aí? Bem, Indio Chegou e tem atuado bastante no Twitter, por onde acompanho uma lista de políticos que falam pela situação e pela oposição. De lá vou para o noticiário na maioria das vezes. O que tenho visto? No meu entender, um baixo nível de atuação deste candidato a vice.

    No caso específico, no entusiasmo de ser uma oposição da linha histérica, como conhecemos bem de jornalistas cada vez mais desacreditados, entrou numa espiral perigosa. Foi da ligação do PT com as Farc até chagar no grande deslize de insinuar que o governo brasileiro é ligado ao narcotráfico. Pulou a cerca do aceitável, na minha opinião. Provavelmente será processado por isso, creio eu.

    Como disse, o PT também deve na praça. Faz e desfaz algumas besteiras neste sentido. O que afirmei no post é que parece – vejam, insisto, parece – que houve alguma determinação para que os conhecidos foguistas se acalmassem. Ao menos nos últimos tempos, dos que acompanho, a “coisa” está mais calma.

    Do lado da oposição vejo o contrário. Apareceu o Indio, agora o Roberto Jefferson e alguns outros partiram para o ataque, para a campanha “salão de beleza” como entendo.

    O que fico pensando do lado de cá, tentando analisar o que vejo do momento, é se esses foguistas estão tomando essas atitudes via uma coordenação ou se a coisa é descoordenada mesmo, sem rédeas na campanha da oposição, o que me parece mais provável. O que temos de fato é que o vice do Serra é um foguista. Assumiu este papel declaradamente, sem nenhum disfarce.

    Um pouco mais à além, quero ver o resultado das novas pesquisas, como também indiquei no post. Caso as intenções de votos aumentem para Serra, me parece que teremos uma intensificação dessas baixarias.

  21. Pax said

    Só para não deixar barato, a tal questão do mesmo pau que bate em Chico tem que bater em Francisco, vejo uma turma querendo afirmar que existe um movimento afirmando que os institutos de pesquisa estão num movimento organizado para combater o governo. Desculpem-me, mas não consigo entrar nessa.

  22. Pax said

    Por esta notícia aqui, parece que a campanha está mesmo é desgovernada:

    Caciques de Serra pressionam Indio para evitar mais polêmica

    Uns trechos:

    POR MARCOS GALVÃO

    Rio – Candidato a vice na chapa de José Serra (PSDB) à Presidência da República, o deputado federal Indio da Costa (DEM) foi pressionado por caciques tucanos para moderar o discurso. O motivo foi a afirmação feita por Indio de que o PT, partido da candidata Dilma Rousseff, principal adversária, tem vínculo com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e com o narcotráfico.

    Ontem, no Twitter, a única mensagem postada por Índio — assíduo frequentador da rede de microblogs —foi por volta de 1h: “Deixe sua mensagem no nosso mapa (com um link para a sua página). Conto com vocês. Obrigado”. A orientação da cúpula tucana foi para que Indio se dedique mais à campanha junto à juventude e ao eleitorado do Rio de Janeiro. O objetivo dos caciques é evitar que Indio entre em novas polêmicas.

    A afirmação de Indio também foi condenada por políticos cujos partidos integram a maior parte da aliança tucana, formada por DEM, PSDB, PPS e PT do B. Um deles, que não se identificou, chegou a ironizar a confusão formada. “Acho que Indio quer é apito”, disse.

    O presidente regional do PSDB no Rio, José Camilo Zito, prefeito de Duque de Caxias, disse que achou a fala de Indio “desnecessária”. “Respeito a posição dele, mas se fosse eu, não falaria isso. Fiquei triste. Existem coisas melhores para se falar. Mas isso é próprio da juventude e da inexperiência política (de Indio)”, afirmou Zito.

    O deputado estadual Comte Bittencourt, presidente regional do PPS, também discordou da atitude de Indio. “Não acho que seja uma colocação que contribua para o debate. Discordo em subjugar o PT. É uma organização que respeito. Acho que devemos ter mais cuidado com o que dizemos, principalmente no Twitter”, disse o deputado.

    Então, como disse, nem mesmo a turma do próprio jovem e inexperiente candidato a vice de Serra o apóia incondicionalmente.

    E, como diz a notícia acima, já pediram ˜fecha a boca!”.

    No que fazem muito bem, no meu entender.

  23. Zbigniew said

    Falar em institutos de pesquisa é meio que dar murro em ponta de faca. É um troço complexo e facilmente manipulável. Poucos estão dispostos a discutir métodos de pesquisa, sistemas de amostragem, universos de avaliação, acompanhamento de tendências e até as famosas “redes neurais”, esta última “tese” levantada para desacreditar as pesquisas da Vox-Populi.

    Com base em que acreditamos neles? Digo todos eles.Seriam infalíveis ou estariam acima de opções políticas?
    Pro leigo, pro leitor e eleitor comum e desatento basta “o retrato do momento” para justificar certas disparidades entre os institutos.

    Dou uma dica. Observem o momento político. Se a Dilma vem num crescente constante e o Serra patina, ainda que com exposição na mídia televisiva, e de repente, no lançamento de sua candidatura ou do seu extraordinário vice, vai pro empate ou abre dez de vantagem, aí, no mínimo, dá pra ficar com a pulga atrás da orelha (embora atualmente eles não possam fugir do empate técnico).
    Aliás, no Brasil e no mundo o “know-how” é bem conhecido. Os erros e as diferenças significativas na hora de bater com o resultado das urnas não são incomuns. Vejam o caso da Colômbia.

    Outra questão: Quando a Globo assume a postura de só divulgar as pesquisas do Ibope e do Data-Folha vê-se logo que há uma posição política da emissora. É legítimo? Tenho minhas dúvidas já que se trata de uma concessão pública. Mas por que isto? Porque tais institutos fazem parte do seu “grupo” político. São, digamos, mais confiáveis.

    Olha, o terreno é espinhoso, mas não acredito imune a avaliações. Os institutos são competentes mas não confiáveis. Se houvesse um sistema padrão da coleta de dados talvez pudéssemos ter mais segurança. Mas não é o caso.

  24. Zbigniew said

    Não dá pra resistir. Defender a “incolumidade” do jornalismo da grande mídia ou a inexistência do PIG tá cada vez mais difícil.

    Do blog do Nassif.

    “Da Série: O Inacreditável Jornalismo de O Globo.

    “Satélites indicam queda de 47% do desmatamento na Amazônia”

    Terra Brasil – ‎há 19 minutos‎

    “Dados coletados por satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) indicam queda de 47% do desmatamento na Amazônia entre agosto de 2009 e … ”

    ____________________________________________

    “Satélites indicam queda de 47% do desmatamento na floresta amazônica ”

    Estadão – ‎há 6 horas‎

    “Ainda faltam dois meses para o fechamento dos dados, que, se confirmados, poderão indicar uma redução recorde. Apesar do bom resultado, de agosto de 2009 a … ”

    ____________________________________________

    “Desmatamento cresce em maio na Amazônia”

    O Globo – ‎há 8 horas‎

    “O desmatamento da Amazônia no mês de maio ficou em 109,6 quilômetros quadrados, mais que o dobro do registrado em abril (51 quilômetros quadrados). … ”

    É brincadeira…

  25. Pax said

    Este aqui é um que fala pela oposição hoje em dia… e, cá entre nós, só dá bola fora:

    Gostaria muito que ele me indicasse quem recebe de fazendeiros americanos. Trabalho numa ONG faz mais de 10 anos e só coloquei dinheiro lá.

    Vai Bob Jefferson, vai…

    A campanha de Dilma agradece.

  26. Chesterton said

    Também acho que ter ligações com as FARC é coisa de muito baixo nível. Deveriam todos ser processados pelo Ministério Público.

  27. Jorge said

    Fala Chesterton! até voce ficou animado com o Indio e voltou ao debate! a extrema direita da blogsfera ficou animada, estava orfã com o serra neolulista. Ótimo, assim meus amigos que votam na Marina, não terão dúvida em quem votar se houver segundo turno! O que seria do Lula sem a oposição e a rede globo/jovem pan/folha/veja?

  28. Mona said

    Jorge, o que seria de qualquer governo sem a oposição?

  29. Borduna
    O PT precisa sair rapidamente da catatonia usual perante os ataques da corja serrista. Se quer mesmo processar Índio e sua tribo, que o faça logo, em grande estilo, armando barraco, pedindo cadeia, fortunas e impugnações. Caso não possua tanta convicção, deve reagir como Paris Hilton: jogando o cabelo para trás, num riso de escárnio e gostosura, ignorando os invejosos e seguindo em frente.
    Desse jeito, reverberando as bravatas com ameaças vazias, não pode continuar. Enquanto a imprensa fabrica o mito da procuradora eleitoral apartidária (e na página ao lado ecoa baixarias que em outros tempos chocariam o prurido ético dos comentaristas), a campanha de Dilma Rousseff cai na armadilha, engole pautas alheias e apanha de graça.

  30. Chesterton said

    Scalzilli, que deve ser sobrinho de um amigo meu de infancia, tem toda razão.
    Seu tio já foi instrutor de planadores em Osório?

  31. Elias said

    Essa história da ligação do PT com o narcotráfico é velha e pra lá de fedorenta.

    Minha opinião é de que o partido deve levar à Justiça qualquer um que diga isso.

    Afinal, ligação com o narcotráfico é crime! Se o PT realmente tem essa ligação, o partido nem pode continuar a existir. Por outro lado, se a ligação não existe e um cretino qualquer diz que existe, essa ameba está cometendo crime. No caso, injúria, calúnia e difamação também (já que o próprio vagabundo se encarrega de divulgar a injúria).

    Ele, o tal vagabundo, que se dane pra provar o que diz. Se não provar, que se ferre com as conseqüências.

    A meu pensar, nenhum dos ratos de esgoto — político, jornalista ou o que for — que adota esse tipo de prática deve ter vida boa. Deve-se encher o traseiro do sacana de processos, a ponto do péssimo não ter tempo pra outra coisa, senão tirar o dele da reta, pra não entrar em cana.

    A Dilma, como candidata, provavelmente não quer e nem deve se envolver nisso. Mas o partido — em sua condição de injuriado, caluniado e difamado — sim.

    Deve-se processar a corja. E sem nenhuma publicidade, porque não falta vagabundo querendo aparecer de qualquer jeito. Se for preciso, o canalha é capaz de comer m… em praça pública, só pra ter os tais 15 minutinhos.

    Nem essa satisfação deve ser dada ao invertebrado… Processo nele!

  32. Elias said

    Ah, sim!

    O PSDB que trate de pular fora da canoa desse índio doido.

    Se o tal índio fala em nome do partido, que este seja co-réu.

    Se não fala, seja desautorizado.

  33. Chesterton said

    Jorge, tenho acompanhado o blog do pax pelo pandorama, mas pelo que parece a atividade do blog não mais é refletida por lá. Achava que o Pax andava meio lerdo.

    “Incrível, Índio da Costa continua sendo o “Trending Topic” das eleições brasileiras. Mesmo 90% da crítica política dando como certa a eleição de Dilma Rousseff, é Índio quem preocupa, Índio quem tem que ser malhado, é Índio quem está sendo exposto.”

    http://angelodacia.blogspot.com/2010/07/os-amigos-de-michel-temer.html#links

  34. Patriarca da Paciência said

    Os Estados Unidos deram emprego a vários cientistas que também serviram ao regime nazista, pelo jeito, os Estados Unidos tiveram sérios envolvimentos com Hitler!

    Os Estados Unidos deram emprego a vários cientistas que também serviram ao regime stalinista, pelo jeito, Os Estados Unidos também receberam o “ouro de Moscou”.

    O raciocínio de certas pessoas é mesmo brilhante!

    A cúpula do PT, em entrevista coletiva, falaram claramente que o partido estava abrindo três processos: um criminal e outro por danos morais contra o índio capenga e outro contra o PSDB, exigindo direito de resposta. Acredito que os processos já estejam protocolados.

  35. Chesterton said

    patriarca, isso foi depois de ter destruído a bombas o nazismo. se o PT destruísse as FARC e depois selecionasse alguns colombianos escravos das FARC para trabalhar nada teria a reclamar. Mas você já deveria estar bem grandinho para entender isso sozinho.

  36. Chesterton said

    O envolvimento do governo Lula com drogas é ainda maior que com as FArc. O Reinaldão já fez uma reportagem a respeito:

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/o-dever-do-jornalismo-bndes-financia-estrada-na-bolivia-que-facilita-o-trafico-de-cocaina-para-o-brasil/

    Porque o PT não processou a VEJA e o jornalista por essa reportagem?

  37. Patriarca da Paciência said

    Chest,

    você já parou para calcular quantos promotores existem no Brasil?
    Quantos desembargadores? Quantos generais? Quantos advogados?
    Quantos juízes? Empresários?

    Por que será que nenhum desse homens, que realmente tem alguma autoridade, abre processo contra o Lula?

    E eu é que sou infantil?

    Apenas loucos inofensivos, como o tal Reinaldão, que chega a ser engraçado e folclórico, ficam imaginando sandices.

  38. Pax said

    Eu não compraria um carro usado do tio.

    Aliás, nem mesmo uma jujuba.

  39. Patriarca da Paciência said

    Qualquer estrada no mundo facilita o tráfico de drogas. Aliás os aeroportos da Europa e Estados Unidos são as principais portas de entrada das drogas.

    A Veja simplesmente falou uma lourice.

    Como abrir um processo em cima duma generalidade dessa?

  40. Jorge said

    Mona, voce está certa, todo governo precisa de oposição, faz parte da democracia.

    Infelizmente em São Paulo os governadores não possuem oposição efetiva na Assembléia Legislativa – praticamente todos os partidos apoiam o governador! E como a imprensa apoia os governadores ficamos sem oposição por aqui.

    Guilherme, fique tranquilo, tudo o que o Lula planejou está ocorrendo: Dilma competitiva, eleição plebiscitária, polarização direita/oposição-esquerda/governo, Serra candidato Aécio fora apoiando Dilma discretamente. O que o Lula não imaginava é que iria ganhar um Indio na chapa do Serra!

  41. Anrafel said

    O DEM foi sensato e não indicou um figurão para a vice de Serra. Sabe que qualquer um deles é, a nível nacional, espanta-voto. Daí, inventou o cidadão em questão, que deve estar sendo teleguiado para jogar a campanha tucana para a extrema-direita, por mais absurdo que isso seja. Não é a toa que um dos primeiros a repercutir as, digamos, declarações foi Bornhausen.

    Mas não acho (e torço em nome da civilidade) que haja uma progressão. Ele pegou muito pesado e não pode ir além disso, sob pena de se transformar de fato em um tipo exótico de caluniador.

    Já imaginaram um debate entre os vices de Dilma e Serra, que massacre?

  42. Chesterton said

    Pax, o que o Scalzilli fazia com um planador (Blanik )não está no gibi.

  43. Chesterton said

    Bornhausen? Por causa dele Emir Sader perdeu emprego público na UERJ. Calunia ou difamação.

  44. Pax said

    Conhecido meu, ex-sócio de um grande amigo e de outro que virá daqui a pouco para uma reunião, caiu ontem em Tocantins.

    Tá por lá filmando um filme chamado Xingu, sobre os irmãos Villas-Bôas, os indigenistas, que não sei se tem alguma relação com o Villas-Bôas Corrêa ou não.

    Eram 3, provavelmente num piper ou algo assim. O avião deu pane na decolagem mas o piloto conseguiu uma aterrizagem forçada que parece que foi bem sucedida.

    A notícia que tenho, é que o Guilherme, diretor do filme, quebrou um pé. Todos se salvaram.

  45. Pax said

    Chesterton,

    Nem todas as notícias que posto aqui posto em Pandorama também. Há muito noticiário sobre a corrupção e o meu blog seria “dominante” por lá.

    Configurei (mandei configurar) de forma que só quando coloco a tag Pandorama no post daqui é que aparece por lá.

    Ultimamente a correria anda tão grande que não tenho conseguido colocar muitos posts aqui e vários esqueço de colocar a tag. Por isso não aparecem lá.

  46. Chesterton said

    então está explicado.

  47. Chesterton said

    Mas então, ninguem vai comentar sobre a trans-coca que o Lula deu para o Evo-viu-a-uva?

  48. Chesterton said

    hummmm, que silêncio cúmplice!

  49. Mona said

    Sabem o que mais me impressiona nas repercussões das verdades incômodas ditas pelo Índio da Costa? É a carga de preconceito com a qual os índios são tratados. Tal fato, inegável e apontado também em um dos comentários presentes no post a respeito da ligação Pt-Farc, do Alon, corrobora a idéia de que algumas minorias só têm vez quando servem a uma causa. O indívíduo de carne e osso – e não a causa – quando aparece e incomoda, é tratado de maneira pejorativa, como se sua origem desqualificasse per si tudo aquilo que ele teria a dizer. Têm dúvidas? Dêem uma entradinha no blog do Nassif e acessem os post referentes ao Índio da Costa e as pérolas trocadilhescas que foram lançadas. Ah, na defesa do “bom, do belo e do justo”, quantas vítimas são feitas, hein? Aliás, a defesa dessa ideal cria uns monstrengos que se revelam incômodos ao longo do tempo. As Farcs que o digam…

  50. Chesterton said

    “Defende-se que a tortura é crime imperdoável. Mas os sequestros das Farc não são também uma forma de infligir deliberadamente sofrimento físico e psicológico, ao sequestrado e a seus entes queridos, para alcançar objetivos políticos? Qual é a diferença, no essencial?

    Este governo, infelizmente, só gosta de fazer juízos morais sobre o alheio, e quando convém. Sobre si próprio e os amigos, seleciona, conforme o interesse, os casos em que a moral deve comandar as ações políticas. Ou não.”

    esse é o Alon Fireworks…

    http://www.blogdoalon.com.br/

  51. Patriarca da Paciência said

    Os presos políticos de Cuba apareceram na Espanha fortes, saudáveis e em excelente estado psicológico. Gostaria que os presos de Guantánamo aparecessem na mesma condição.

    A “candidata” colombiana, depois de anos presa pelas FARC, reapareceu lépida e faceira e até mesmo um pouco “renovada”. Gostaria que acontecesse o mesmo com os presos de Guantánamo.

  52. Chesterton said

    Meu Deus, ele continua o mesmo….

  53. Patriarca da Paciência said

    É isso aí Chest,

    continuo agnóstico, graças a Deus e, pensando do mesmo jeito, pois não encontrei ainda quem me convencesse do contrário.

  54. Chesterton said

    É muito fácil o PT livrar-se de todas as acusações que pesam contra esse partido, bastando para isso, por exemplo, que DENUNCIE AS FARC, QUE DEPLORE A PRISÃO DE ALEJANDRO PEÑA ESCLUSA A MANDO DE HUGO CHÁVEZ, QUE ABANDONE O FORO DE SÃO PAULO E QUE FAÇA UMA PROFISSÃO DE FÉ PÚBLICA CONDENANDO O COMUNISMO E A IDIOTIA BOLIVARIANA; QUE PARE DE TENTAR CRIAR ENTRAVES À IMPRENSA LIVRE COM COISAS COMO ‘CONTROLE SOCIAL DA MÍDIA’ E COM ‘MARCO REGULATÓRIO DA INTERNET’, EUFEMISMO PARA DISSIMULAR A MORDAÇA À LIBERDADE DE EXPRESSÃO QUE ESTÁ CONSAGRADA NA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA.

    a.n.

  55. Mona said

    Patri,
    não entendi. Com seu comentário você está:
    opção 1: negando que os presos políticos de Cuba estivessem realmente presos e os sequestrados pelas Farc, realmente sequestrados;
    opção 2: confirmando que existem presos políticos em Cuba e sequestrados pelas Farc, mas como eles não parecem recém-saídos de algum campo de concentração nazista, então, tudo bem?
    opção 3: comparando as condições das prisões cubanas e “farquianas” às condições da prisão americana em Guatánamo, com vantagem para as cubanas e “farquianas”; e já que existem os presos em Guatánamo (onde o crime é de terrorismo), por que não existirem os presos políticos de Cuba? Você está querendo dizer que as duas coisas se equivalem, a la Lula?

  56. Pax said

    Pelo jeitão da coisa, acho que o Indio encheu o saco até dos aliados. Em vários blogs da oposição há comentários que ele passou dos limites, que deve se calar.

    No twitter já fechou o bico.

    É a tal questão, quem entre em festa de pinto fantasiado de nádegas corre um risco danado.

  57. Pax said

    E pra alegrar a baixaria, o ministro Paulo Bernardo do outro lado faz uma estupidez dessas:

    Fizemos bobagem hoje’, diz ministro sobre vídeo de Indio em site oficial

    Sim, embaixo do seu chapéu, a bola é com ele mesmo.

  58. Jorge said

    Fico com a impressão de que como os oposicionistas não tem argumentos para combater o governo Lula/PT preferem ficar debatendo Cuba, Venezuela e EUA. Eu acho que eles tinham que debater com o cineasta norte americano Oliver Stone. Há farto material na internet, inclusive e um documentário que ele produziu.

    Minha mãe e minhas tias estã preocupada com o SUS. Eu se o Serra pretende tratar as universidades federais como trata as estaduais.

  59. Patriarca da Paciência said

    Não entendi seu comentário Mona,

    você está querendo dizer que Guantánamo não é uma prisão e sim um campo de concentração?

  60. Mona said

    Não foi um comentário. Foi um pedido de explicação, para que eu possa entender o SEU comentário.
    Aparentemente, você está colocando em um mesmo balaio, equalizando por assim dizer, as motivações para a existência dos prisioneiros por opinião em Cuba, os prisioneiros de Guatánamo e os sequestrados pelas Farc. É isso mesmo?

  61. Chesterton said

    Sim, Mona, assim é o relativismo cultural paxiniano. Presos de consciência de Cuba são iguais a terroristas presos em Guantanamo assim como os sequestrados pelas Farc são criminosos esperando julgamento. Essa é a mentalidade que tenta no governar.

  62. Jorge said

    Pax, houve uma CPI mista no Congresso, levada adiante pela bancada ruralista, para investigar os desvios de verba que supostamente ocorriam nas entidades que defendem a reforma agrária. A mídia deu ampla divulgação a Katia Abreu e outros parlamentares que acusavam o governo e o mst. A Cpi concluiu, recentemente, que não há desvio algum. Creio que seria interessante discutir o assunto aqui no blog. Afinal, não é nada ético na política utilizar a mentira e o sensacionalismo para fazer oposição.

  63. Patriarca da Paciência said

    Estou dizendo claramente que os priosioneiros por opinião de Cuba, como demonstram aqueles que foram libertados e apareceram saudáveis e bem falantes na Espanha, foram tratados, ao que tudo indica, com o devido respeito. Também as FARC demonstram respeito pelos seus priosioneiros. Já os suspeitos, presos sem nenhuma garantia jurídica, literalmente sequestrados em vários países, são tratados de maneira selvagem e desumana.

  64. Elias said

    Acho que o Chesterton tem razão: se o PT não começar a encher o rabo desse pessoal de processos, o Brasil vai transbordar de imbecis acreditando ou fingindo acreditar na ligação do partido com o narcotráfico.

    Se o pilantra tem provas de que o PT está ligado ao narcotráfico, deveria formalizar a denúncia, sob pena de tornar cúmplice do crime.

    Se formalizar a denúncia, terá que provar.

    No Brasil, existem alguns milhares de advogados de excelente nível que toparia patrocinar uma causa dessas — desde que bem fundamentada — sem cobrar nada.

    De um lado, por detestar o PT e, por isso, jamais desperdiçaria uma oportunidade de ferrar de vez com o partido. De outro, porque o cara que conseguir a proeza vai bamburrar. Vai se tornar uma celebridade e poderá cobrar quanto quiser por seus serviços.

    Se têm as provas que dizem ter, os vigaristas que fazem essa acusação estão jogando fora uma excelente oportunidade para conseguir o que tentam há décadas pela via política e não conseguem.

    Nessas circunstâncias, a única conclusão possível é de que esses vagabundos, além de vigaristas, são também burros absolutos.

    Já que a canalha não tem coragem de apostar naquilo que diz acreditar, a solução é chamá-la à ordem: processo em cima dessa corja! E já!

    Chibata no lombo desses moleques! Só pra tornar a vitória eleitoral mais gostosa…

  65. Mona said

    E daí, Patriarca, o que tem a ver o c* com as calças? Se vamos discutir as mazelas dos sistemas prisionais, que tal começar pelo brasileiro, que vem sendo administrado há 8 anos pelo governo petista – tão zeloso dos direitos humanos e a Governadora do Pará que o diga – e é a maravilha que é?
    Pra começo de conversa, nem deveriam existir presos por opinião em canto nenhum do mundo, não importando se as prisões são 5 estrelas ou as senzalas que as daqui são;
    Pra meio de conversa, nem deveriam existir grupos que sequestram, assassinam, traficam e/ou praticam o terror, sob qualquer pretexto, seja visando um mundo mais “belo, bom e justo”, seja visando a criação de algum outro Estado, seja para obter rendimentos junto a Alá.
    E, mais pro fim de conversa, colocar tudo num balaio só e ainda argumentar que a mazela está é na qualidade da prisão e não no crime que motivou a prisão é o quê mesmo? Tática diversionista?

  66. Pax said

    Caro Jorge,

    Se você achar um bom link sobre esta CPI proporcionada pelos ruralistas, me aponte, por favor. O tempo do lado de cá anda rareado, pedindo, de antemão, minhas desculpas.

    Caro Chesterton,

    Você está me acusando de alguma coisa? Seja direto.

  67. Pax said

    Parece que o Indio não parou não, quer de toda forma destrambelhar de vez a candidatura do Serra, só pode ser.

    Na Folha: “Vice de Serra insinua elo do PT com Comando Vermelho”
    http://www1.folha.uol.com.br/poder/770772-vice-de-serra-insinua-elo-do-pt-com-comando-vermelho.shtml

    Agora imaginemos a hipótese de Serra ganhar e acontecer algum problema grave em sua saúde e o jovem deputado assume a presidência do Brasil.

    Bem, não dá para esquecermos também o vice de Dilma.

    Em ambas situações, confesso um certo arrepio.

    Mesmo no caso de Marina, com um empresário que nunca foi político.

    Ou seja, penso seriamente em abandonar meu ateísmo e começar a rezar pela saúde dos candidatos.

  68. Patriarca da Paciência said

    Então, dona Mona, vamos deixar que a Colombia cuide das suas FARCs e os Estados Unidos cuidem das suas Guantánamos e nós cuidemos do índio cachorro louco, senão ele vai acabar mordendo um bocado de gente e contaminando inocentes com sua hidrofobia.

    Caro Pax, a julgar pelas últimas declarações, a coisa pode ser mesmo “estratégia” do Serra ou então o cara é mais louco do que parece.

  69. Patriarca da Paciência said

    Estou começando a achar que essa papagaiada do índio seja mesmo uma ” estratégia” do Serra.

    Ontem o telejornal da globo deu uma dica – 53% do eleitorado não terminou o primeiro grau. Acho que o Serra deve pensar assim: Esse povão analfabeto é burro mesmo, facilmente “assustável” e facilmente manipulável. Então, o negócio é fazer o maior estrago possível na candidatura da Dilma que o povão burro fica com medo e acaba votando em mim por falta de opção. Com as leis brasileiras, os ganhos compensarão as perdas e ainda sairemos com um bom lucro.

    Mas acho que o Serra é que não é lá muito inteligente. Ele vai ter uma grande surpresa. O eleitorado brasileiro é muito mais sábio do que sonha a vã filosofia de manipulação dele.

    E como disse o José Saramago: “O homem mais sábio que conheci era analfabeto – meu avô”.

  70. Carlão said

    Mona

    Parece que os últimos pronunciamentos do Indio da Costa estão abalando a paz do PAX e tornando ansioso o incansável Patriarca da Paciencia.
    E o PT entrou de gaiato nesse jogo da campanha do Serra,o “burro”.
    Resultado:
    Entrou numa agenda negativa, a própria.
    Está acuado por sua ambiguidade e defendendo-se, a la Dunga,da constatação óbvia que PT e FARC tem ligação.Impossível negar sem mentir
    E agora com o Chaves rosnando contra a Colômbia a situação piora.
    O Brasil tem telhado-de-vidro neste assunto.
    Ofereço um chá de maracujá aos colegas acima citados…
    Não baixemos o nível, senhores.
    hehe

  71. Carlão said

    (continuando 22/07/2010 às 16:49)

    E como “break-news”, o vice ideal,José Alencar está obrigado pela Justiça a reconhecer a paternidade de um filha tida antes do casamento.hehe
    mais ansiedade !
    mais chá de maraculá?

  72. Pax said

    Minha paz está na boa, caro Carlão.

    Como não só disse como trouxe o noticiário que todos os partidos em disputa, e com alguma diferente de traço nas pesquisas, devem e devem um bocado, o que mesmo tiraria minha calma.

    Ah, sim, talvez pensar no vice do Serra assumindo em caso de alguma triste eventualidade com o ex-governador tucano. Isso pode ser. Imagina um garoto desses na presidência?

    Aliás, para dar uma no cravo e outra na ferradura, já tivemos um garoto ousado desses na presidência, voando em jatos supersônicos, andando de motos super velozes e fazendo outras coisitas mais que nem vale comentar. Deu no que deu.

    E onde está o cravo e a ferradura? Bem, o tal ex-garoto, fortão, valentão etc e tal que acabou saindo pelo portão do fundão do palacião, hoje está em campanha e apoiando a Dilma do Lula, se é que possamos acreditar.

    Pois é.

    Mas, cá entre nós, quem deve estar perdendo a paz? Talvez seja melhor esperar as próximas pesquisas de opinião para ver se as travessuras do menino do Serra são positivas ou não para a campanha. Aguardemos.

    Aqui um vídeo da campanha do ex-garotão, fortão das Alagoas, que pesquei no Josias de Souza, na Folha

  73. Patriarca da Paciência said

    Ansioso? Eu?

    Nunca estive mais tranquilo!

    Com um vice desses o Serra não precisa de inimigos!

    Já estão falando que as próximas pesquisas vem com Dilma 43% e Serra os mesmos 37%.

    Imagina quando o Lula entrar firme na campanha, que já está bem próximo!

  74. Chesterton said

    Não Elias, ao PT não interessa processar os que o acusam de ligação coms as FARC pelo simples motivo que isso é verdade. Um processo desse tipo seria uma vitrine maravilhosa para a oposição, que facilmente o transformaria em plebiscito anti-chavista. O PT é ruim, mas ali só tem bandido esperto, ninguém seria tolo para embarcar em tal canoa furada.

  75. Chesterton said

    Mas falando em baixar o nível, o que é pior, ter relações com as FARC ou invadir o sigilo fiscal do vice-presidente do PSDB para fazer dossiê?

  76. Chesterton said

    Mais, Chaves vai inventar uma guerra com A Colombia já que sua popularidade despenca….

  77. Chesterton said

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva será condecorado hoje com a Grã-Cruz da Ordem do Acarajé , honraria concedida pelo governo baiano a quem tenha contribuído para a divulgação da boa culinária do estado. Lula será o primeiro agraciado. Ele receberá a Grã-Cruz das mãos do governador Jaques Wagner. A medalha será trazida por doze baianas, uma delas com a insígnia no tabuleiro.

    chest- só pode ser gozação.

  78. moair said

    Como um carada deste faz um comentario deste sem provas?
    Como votar no Serra com um vice deste?
    A gente não sabe o dia de amanhã?
    S e o Serra se ausentar por qualquer motivo o Brasil fica na mão deste INDIO?
    É realmente com essa!….adeus Serra!

  79. Patriarca da Paciência said

    Chest,

    você está invertendo as bolas, o Serra é que vai criar o Ministério do Acarejé, conforme “noticiou” o Cloaca News.

    Não só interessa ao PT processar esse índio cachorro louco como já devem estar os processos em andamento.

  80. Patriarca da Paciência said

    O à Bahia Serra promete o Ministério do Acarajé, para Minas o Ministério do Leitãozinho à Pururuca, ao Rio Grande do Sul, o Ministério do Churrasco e… outras tantas promessas “brilhantes”.

  81. Jorge said

    Lula é mesmo um cara de sorte. Foram botar o Indio da Costa como vice do Serra, essa, nem o mais otimista poderia
    prever! Deus ajuda a quem cedo madruga!

    Estadao.com/Nacional

    TSE dá direito de resposta ao PT por declarações de Índio

    Candidato a vice de Serra acusou partido de ligação com as Farc; Tribunal determina veiculação de mensagem em site tucano e PSDB promete recorrer
    22 de julho de 2010 | 18h 55

    O ministro Henrique Neves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), condenou o PSDB a veicular por dez dias no site “Mobiliza PSDB” uma resposta do PT às recentes declarações do candidato a vice de José Serra (PSDB), Índio da Costa (DEM), que ligou o partido adversário ao tráfico de drogas. “Todo mundo sabe que o PT é ligado às Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), ligado ao narcotráfico, ligado ao que há de pior. Não tenho dúvida nenhuma disso”, disse Índio, em entrevista veiculada pelo site tucano no último dia 16. O PSDB vai recorrer da decisão.

    Serra cobra PT por ligação com ‘forças que mandam drogas para o Brasil’

    MPE pede multa à Dilma por propaganda eleitoral na Assembleia Legislativa do RS

    Garcia: Índio ‘é perturbado’ e cairá no ‘anonimato’

    “O tom ofensivo é evidente”, afirmou o ministro na sua decisão. Henrique Neves observou que na eleição de 2002 o PSDB já tinha tentado ligar o PT ao tráfico. “Passados quase oito anos, o mesmo partido político que patrocinou aquela inserção considerada como ofensiva pelo tribunal – não pelas referências às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, mas pela associação à pessoa condenada por tráfico de drogas – retorna ao mesmo expediente”, disse. “A afirmação de ser o Partido dos Trabalhadores ligado ao narcotráfico e ‘ao que há de pior’ é, por si, suficiente para a caracterização da ofensa e o deferimento do direito de resposta”, concluiu o ministro.

    De acordo com a decisão de Henrique Neves, o PSDB terá de veicular a resposta do PT na página de abertura do site “Mobiliza PSDB” por dez dias ininterruptos. Para fixar o prazo da divulgação da resposta, o ministro levou em conta três fatores. São eles: 1) na eleição de 2002, o TSE já tinha considerado ofensivo um comportamento semelhante do partido. 2) as declarações tiveram grande repercussão diante da divulgação por vários meios de comunicação social. 3) as acusações foram graves.

    Referência a Dilma

    Apesar de ter atendido ao pedido do PT, Henrique Neves não concordou com parte do texto que o partido pretendia divulgar para se defender das declarações de Índio da Costa, que tinha referências a Dilma Rousseff.

    “(…) Nossa candidata, Dilma Roussef, é recebida com entusiasmo pelas multidões, numa campanha pautada pelo comportamento republicano. Nossos adversários valem-se da manipulação na vã tentativa de mudar o julgamento amplamente favorável que a sociedade faz do PT, do governo do presidente Lula e de nossa candidata, Dilma Roussef.(…)”, dizia um dos trechos do texto apresentado pelo partido. Henrique Neves deu um prazo de 24 horas para que o PT ajuste o texto.

    No final do despacho, o ministro afirmou que as campanhas eleitorais são uma importante ferramenta para que os candidatos divulguem suas ideias, propostas e projetos. “Não são edificantes ataques pessoais e genéricos, como se a eleição se decidisse não pela escolha do mais apto, mas pela exclusão do pior. Adversários políticos não devem se tratar como inimigos”, concluiu Henrique Neves.

    Recurso

    O líder do PSDB na Câmara e porta-voz da campanha de Serra, João Almeida (BA), afirmou que o partido vai recorrer da decisão. Como se trata de decisão individual do ministro Henrique Neves, cabe recurso ao plenário.

    O líder tucano afirmou que a decisão é “no mínimo abusiva” ao determinar a veiculação da resposta do PT por dez dias no site “Mobiliza PSDB”, ao qual Índio deu as declarações. Para Almeida, o período de exibição da resposta deveria ser, pelo menos, igual ao tempo de veiculação das declarações do vice, que foram retiradas do ar no dia seguinte.

    Almeida comparou a decisão de Henrique Neves a uma espécie de “censura” à liberdade de expressão dos políticos nas campanhas eleitorais. “Agora vamos ter de perguntar, antes, ao TSE o que podemos ou não falar na campanha?”, protestou.

    Os dez dias deferidos pelo relator excederam o período mínimo reivindicado pelo PT no pedido inicial, que era de 144 horas ou seis dias. Mas o relator ponderou que as declarações de Índio repercutiram em outros sites na internet.

  82. Chesterton said

    oba, a coisa agora vai esquentar. tá na hora de um debate ideológico.

  83. Carlão said

    Como Jorge disse:
    10 dias de direito de resposta com texto novo é tudo o que o PSDB queria (se a sentença for mantida).
    Quanto ao texto novo,que tal usar esta análise do João Bosco Rabello(Estadao.com/Nacional):

    PT e Farc, uma antiga relação ideológica que encontrou abrigo no governo brasileiro
    Acusar o PT de vínculo com o narcotráfico, como o fez o deputado Índio da Costa, candidato a vice de José Serra, é um reducionismo indevido que compromete a verdadeira crítica a ser feita ao governo Lula – de vista grossa com a ligação entre o movimento e o narcotráfico.
    À essa postura é atribuída uma ação insuficiente no policiamento de fronteira, onde em nome de uma causa política a Farc operam de braços dados com o crime organizado.
    É a identificação ideológica do PT com as Farc em sua origem que leva o assessor especial da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, a classificá-la de “movimento insurgente”, quando ela já é considerada um movimento terrorista pela Colômbia, Estados Unidos e União Européia.
    Qualquer fator que reduza as dificuldades para o trânsito da droga no País tem efeitos nefastos sobre a Segurança, a Educação e a Saúde. O candidato do PSDB, José Serra, ao propor o Ministério da Segurança, procura desvinculá-lo do contexto de promessas de campanha e elegê-lo como uma prioridade a fazer diferença em um eventual governo tucano.
    A tolerância do PT com o papel das Farc nesse contexto, no raciocínio do candidato, abre espaço para mostrar que a Segurança, como política prioritária não frequentou a agenda de governo do presidente Lula, a não ser como uma preocupação admitida, mas insuficiente para dar forma a uma estratégia de Estado para enfrentamento do crime organizado.
    As Farc integraram até 2002 uma entidade política, o Foro de São Paulo, criada, em 1990, por Lula e Fidel Castro – e inicialmente presidida pelo brasileiro. Depois de 2002, ano do seqüestro da então senadora e candidata à presidência da Colômbia, Ingrid Betancourt, desvincularam-se do Foro, mas continuaram a frequentá-lo informalmente. O objetivo declarado do Foro é debater estratégias para tornar o continente sul-americano socialista, o que é perfeitamente legal.
    Essa estratégia, uma vez Lula no poder, está em curso através de uma política externa claramente hostil aos Estados Unidos e ostensivamente tolerante com regimes ditatoriais, como os de Cuba e Venezuela. O alinhamento da Colômbia aos EUA para combate ao tráfico, é fator de tensão com governos vizinhos como os de Chávez e Rafael Correa, do Equador. Não por acaso, o foco maior das tensões é a ação das Farc.

    Foro de São Paulo
    O Foro reúne-se periodicamente com os partidos-membros e simpatizantes para avaliar estratégias e táticas que favoreçam o ideal que o gerou. Lula, que disse mais de uma vez que nunca foi de esquerda – e outras tantas que é -, divide com Fidel Castro as honras de personagem mais ilustre do Foro.
    Hugo Chávez (Venezuela), Evo Morales (Bolívia), Daniel Ortega (Nicarágua) e Rafael Correa (Equador) são outras figuras ilustres a integrá-lo. Nele, debatem-se as conjunturas dos governos do continente: impasses, soluções, ações e reações, de acordo com uma visão estratégica que se afine ao objetivo que o inspira.
    As Farc, apesar de seu perfil criminoso, sempre foram recebidas como grupo político legítimo no âmbito do Foro, participando intensamente dos debates. O PT diz que as relações das Farc com o Foro foram rompidas depois que abandonaram, a partir de 2002, as negociações para um acordo de paz na Colômbia e enveredaram pelo caminho dos seqüestros e do narcotráfico.
    O governo Lula diz jamais ter tido qualquer tipo de contato com as Farc, mas recusa-se a classificá-las como terroristas. Consideram-nas um grupo insurgente. Nada mais.

    Mulher de líder refugiado no Brasil trabalha no Planalto
    No entanto, há quatro anos, a pedido da ministra Dilma Rousseff, foi requisitada para cargo de confiança na Secretaria Especial da Aquicultura e Pesca, com ônus para a Casa Civil, a professora Angela Maria Slongo, funcionária do Estado do Paraná. Vem a ser esposa de Olivério Medina, que na ocasião estava preso no Brasil, acusado pelo governo da Colômbia de ser um dos dirigentes das Farc.

    Hoje, solto, Medina goza do status de refugiado político, não obstante pedido de extradição do governo colombiano, que mantém tratado nesse sentido com o governo brasileiro.
    Quando do resgate de Ingrid Betancourt, o PT emitiu nota saudando sua libertação, mas, em vez de pedir a punição dos sequestradores, pleiteou, como desdobramento, uma “negociação que permita a inserção dos guerrilheiros e de seus simpatizantes na vida pública”. Ou seja, em vez da aplicação da lei, o governo colombiano deveria “negociar” a anistia e a inserção dos criminosos no ambiente político.

    Farc no Brasil
    Em reportagem publicada no dia 06.06 2010, o Estado de S.Paulo traz depoimento de um ex-guerrilheiro das Farc, que trabalhou 15 anos em território brasileiro. Ele diz que o País “é o melhor mercado para a cocaína na região”. E afirma que, em troca da droga, grupos insurgentes colombianos “recebem armas e insumos”. Essa conexão é que o PSDB quer expor.
    Ela envolve organizações criminosas como Comando Vermelho e PCC. A fonte do jornal é uma das responsáveis pela venda de cocaína e troca do produto por armas no Brasil. Tinha dezenas de subordinados e morou alguns anos em Manaus a serviço da guerrilha, ocasião em que conheceu o traficante Fernandinho Beira-Mar.
    Junto à Polícia Federal, que prendeu um desses traficantes na ocasião, o repórter Rodrigo Rangel apurou que “a base das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), desarticulada em Manaus no mês de maio, é apenas uma pequena ponta da extensa rede que a guerrilha tem mantido no Brasil para vender drogas e abastecer-se de todo o tipo de insumos e produtos – incluindo armamentos, trocados por cocaína com traficantes de São Paulo e Rio.”
    Ele conta que teve acesso a um relatório sigiloso produzido pela inteligência da Polícia Federal (PF), afirmando que as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) violam a fronteira Colômbia-Brasil e usam o território brasileiro para seus negócios. José Samuel Sanchez, o “Tatareto”, apontado como integrante da comissão de logística e finanças da Frente 1 das Farc, foi preso sob a acusação de operar uma base de rádio e de controlar rotas do tráfico de drogas e suprimentos da guerrilha no Brasil. O governo da Colômbia já pediu a extradição do narcotraficante.”
    Na mesma reportagem, uma fonte da PF admitiu que uma ação mais vigorosa na fronteira esbarra na insegurança do órgão por causa da posição tolerante do governo com o movimento, em razão da política em relação aos países vizinhos.

    Farc vivem de sequestro, roubo de gado e narcotráfico
    A prática das Farcs é essencialmente criminosa. Suas fontes de renda, segundo a Unidade de Informações e Análises Financeiras (UIAF), do Ministério do Interior da Colômbia, são basicamente três.
    A primeira é a extorsão mediante sequestro. Essa atividade criminosa rende-lhe anualmente US$ 37,32 milhões. A segunda fonte é o furto de gado, estimado em US$ 22,19 milhões anuais.
    As drogas ilícitas (cocaína, heroína) representam a terceira fonte de arrecadação. Rendem US$ 11,59 milhões e têm duas subvertentes: taxa revolucionária e participação na comercialização. A taxa revolucionária é paga pela produção de folhas de coca (matéria-prima para a elaboração do cloridrato de cocaína) em áreas controladas pela guerrilha.
    A comercialização direta do cloridrato de cocaína, cuja clientela são os cartéis de refino, rende a bagatela de US$ 3,01 milhões. Anualmente, os produtores colombianos ofertam ao mercado mundial de 250 a 500 toneladas de cocaína. Calcula-se que cerca de 80% da cocaína que circula no planeta é de procedência colombiana. As Farc tornaram-se estratégicas nesse processo.
    Somadas suas três fontes de receita, o faturamento bruto anual, é de US$ 77,16 milhões. Os gastos com alimentação, uniformes, armas e munições, segundo a mesma UIAF, ficam em US$ 35,63 milhões. Ou seja, sobram-lhes US$ 41,53 milhões. Empreendimento, sem dúvida, dos mais rentáveis.
    No Brasil, são notórias as ligações das Farc com organizações criminosas (Comando Vermelho, PCC), às quais treinam e vendem armas e drogas. Um de seus interlocutores era Fernandinho Beira-Mar, que está preso.
    Nada disso, porém, constrangeu a presença de gente das Farc no Foro de São Paulo. O desligamento formal não impediu que representantes daquela milícia se fizessem presentes. Na última reunião do Foro, no Uruguai, havia um representante seu.

    O PT continua dando publicidade ao assunto…agora é o próprio lula desmentindo a verdade.
    É tudo o que o PSDB queria…cada dia mais publicidade comprovando o laxismo político do atual governo.
    Baixou desespero na turma.hehe
    Ameaçam desmentir todo dia, mas ficam só na ameaça.
    Como desmentir os fatos?
    Chá de flor de maracujá? Ou de folhas de coca?
    hehe

  84. Patriarca da Paciência said

    O resultado do processo do TSE, que tramita rápido, já saiu.

    Processo criminais e por danos morais, são mais demorados, mas também deverão ter resultados em breve.

    O PT deve abrir processos tantas vezes quanto sejam dados motivos.

    Chega de palhaçadas.

  85. Patriarca da Paciência said

    reconhecer a paternidade de um filha tida antes do casamento.

    TIDA ANTES DO CASAMENTO!

    É isso aí Carlão, já o filho do FHC foi DURANTE O CASAMENTO.

  86. emerson57 said

    prezado pax,
    da sua lavra:
    “Caso José Serra suba nas pesquisas indicando que a linha da baixaria é boa para sua campanha, aí teremos um esgoto completo à vista.”
    digo:
    o esgoto, pela lei (da gravidade) só desce.
    serra agora arrumou um ótimo vice. que só serve e tem o perfil para ser candidato ao próximo aaarrrrgggg!!! bbb.

    meu palpite para o dia 3 de outubro é dilma com 59%.
    do jeito que a coisa está sendo conduzida pela oposição, posso ter que rever.
    para 70%.
    abraço

  87. Zbigniew said

    Então esses ministérios aí são as propostas do Serra? É isto?

  88. Patriarca da Paciência said

    Dizem também que o Serra vai criar o Ministério dos Garis, especialmente para que o Boris Casoy seja o titular.

  89. Patriarca da Paciência said

    Vox Populi

    Dilma 41%

    Serra 33%

    Não há mais empate técnico.

    Continua falando, índio, continua falando.

  90. Mona said

    Vejamos:
    1 – Na pesquisa Vox Populi anterior (feita de 24 a 26.jun.2010 com 3 mil eleitores),a Dilma tinha 40% e o Serra, 35%. A meu ver, situação não mudou nada, pois a variação se deu dentro da margem de erro.
    2 – O efeito “Índio” não foi medido, pois a pesquisa foi feita entre os dias 17 e 20 e nosso bravo guerreiro soltou suas primeiras zarabatanas dia 16, sem que tenha havido tempo para o efeito do “veneno”…

    Conclusão: a situação está inalterada e sem definição.

  91. Chesterton said

    O PT e o pó
    sex , 23/7/2010 gmfiuza

    O PT está indignado com a acusação de que tem ligações com as Farc e o narcotráfico. A explicação é simples: o partido pensava que aquele pó branco que os companheiros colombianos vendem era açúcar.

    O PT não tem nada a ver com a cocaína. Adriano Imperador e Vagner Love também não. Todos eles só gostam de passear ao lado de traficantes armados até os dentes, conversar com eles por telefone, unir forças contra os agentes do mal.

    Essa doce revolução do oprimido levou, por acaso, o líder narcoguerrilheiro Raul Reyes a escrever várias cartas a Lula. Todas devidamente recebidas pelo presidente brasileiro, porque trazidas em segurança por parlamentares do PT. Não há notícia de qualquer palavra de Lula de repúdio, crítica ou mesmo desconforto com essa situação.

    Ninguém jamais ouviu o presidente brasileiro esclarecer, em alto e bom som: não mantenho e não manterei diálogo com terroristas financiados pelo narcotráfico.

    Não. Os companheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia são interlocutores do PT, já até tomaram assento juntos em colóquios formais, à luz do dia. Nessas ocasiões, possivelmente os bravos correligionários de Lula ainda pensavam que cocaína é açúcar.

    O mais novo indignado com as acusações de ligação com as Farc é Hugo Chávez. O presidente venezuelano criou mais uma crise internacional para sua coleção, rompendo relações com a Colômbia. Ficou zangado porque disseram que há gente das Farc abrigada na Venezuela.

    Deu a louca nos bolivarianos de butique. Tendo a seu lado o grande Diego Armando Maradona – que também não sabe diferenciar açúcar de cocaína –, Chávez protestou contra a afirmação de que há narcoguerrilheiros colombianos instalados em seu território. O que terá ele feito com seus hóspedes das Farc? Terá exportado a turma para algum acampamento seguro do MST?

    Não está dando para entender a esquerda sul-americana. No Brasil, depois de anos e anos de flerte com os revolucionários do pó branco, o PT fica chateado com uma frase de Indio da Costa sobre a poética narcótica da relação. Esses amantes são mesmo suscetíveis.

    Do jeito que as coisas vão, daqui a pouco o partido de Lula vai dizer que não conhece Dilma Rousseff. Ou que só a conhece socialmente, assim como os fuzis e o açúcar que passarinho não cheira.

  92. Carlão said

    Pax

    Datafolha desmente o Vox Populi.
    Continuam empatados.
    O Vox está correto.E a Datafolha também.
    Vamos aos fatos:
    # A pesquisa Vox Populi foi registrada em 17 de julho, com entrevistas entre 17 e 20 de julho. Segundo este instituto, Dilma está 8% à frente de Serra;
    # A pesquisa Datafolha foi registada em 16 de julho, mas as entrevistas foram entre 20 e 23 de julho. Segundo este instituto, Serra está 1% à frente de Dilma;
    Conclusão inevitável:
    Em questão de horas e dias, Serra experimentou um crescimento de 9%, cerca de 10 milhões de votos conquistados.
    Indio continuará falando.O PT continuará se defendendo e atacando Serra.Até lula já se comparou a Cristo na “paixão do mensalão” de 2005.Esqueceu de tomar a medicação para a bi-polaridade.
    Oscila entre algoz e vítima, dia sim outro também.
    A bebida apenas exacerba os sintomas aparentes.
    É tudo o que Serra, o Burro quer!O Índio da Costa vai continuar botando a boca no trombone.
    Chá de Flor de maracujá? Lítio? hehe

  93. Anrafel said

    Esse sujeito aí, o tal gmfiuza, continua o mesmo, só que pior. A opção de fazer da leviandade um exercício de estilo. Tal qual um índio aloprado, conquista seus adeptos.

  94. Carlão said

    Patriarca da Paciência disse
    23/07/2010 às 11:32 reconhecer a paternidade de um filha tida antes do casamento.
    TIDA ANTES DO CASAMENTO!

    É isso aí Carlão, já o filho do FHC foi DURANTE O CASAMENTO.

    É, Patriarca.É verdade. Mas a Justiça não teve que interferir.
    No caso de FHC, mãe e filho vivem felizes na Espanha, segundo todos estão informados. Nada falta. Nunca faltou. Assistidos pelo “pai natural”, eles vivem tranqüilos.Idiossincrasias da elite que teima em ser nobre, apesar de toda intriga das “matildes” de plantão…

    Neste caso do “impoluto” vice ideal, a Justiça TEVE QUE OBRIGAR José Alencar(que se negou a fazer um exame de DNA ao longo do processo)a reconhecer a filha.
    A ação de paternidade contra o pai relapso durou mais de 10 anos e deu ganho de causa a Rosemary Morais Gomes da Silva, 55, professora de Caratinga, que ainda vive na penúria.

    Enquanto isso circula nos meios empresariais a informação de que seu pai, rico industrial, estaria para receber este ano um novo jato , de US$ 48 milhões, para substituir seu Citation Excel (de apenas US$ 30 milhões).

    E por falar em omissão,Patriarca e PAX, para não fugir do assunto, Lula ainda não conseguiu explicar outra “paternidade” não reconhecida:
    Em Novembro de 2006, foi requisitada pela ministra Dilma Rousseff para assumir cargo de confiança na Secretaria Especial da Aquicultura e Pesca, em Brasília com ônus para a Casa Civil, a professora Angela Maria Slongo, funcionária do Estado do Paraná (esposa de Olivério Medina, que na ocasião estava preso em Brasilia, um dos dirigentes das Farc). Fato publicado e comprovado.
    Indio vai continuar falando…sim.
    Haja paciência Matilde, digo Patriarca.
    E chá de flor de maracujá. Ou de folhas de coca bolivarianas.
    Está no menu. É só pedir. Na falta de Reys, Evo entrega.
    Saudações

  95. Patriarca da Paciência said

    A Justiça não teve que interferir?

    Faz-me rir!

    Depois de 18 (dezoito) anos o FHC, sustentando filha e amante em Paris, (pelo que sei foi em Paris e não na Espanha). Alguma dondoca sonharia com vida melhor?

    E por falar nisso, como o professor FHC, (com salário de professor), conseguiu sustentar amante e filho, em Paris, por tão longo tempo?

  96. Patriarca da Paciência said

    Mona, a situação continua a mesma, ou seja, aquela que a “grande imprensa” tenta camuflar – O Serra nunca saiu do mesmo lugar e agora começa a descer.

  97. Zbigniew said

    E o “Data” continua esperneando. Tá até ridículo.

  98. Pax said

    Anrafel, (em #93)

    Não é o único. Vários tentam ocupar o espaço deixado pelo Paulo Francis e acabam se tornando os “sub do sub” como diz amigo meu. Mas, tentando ser fiel à verdade, existe para os dois lados, não?

  99. Mona said

    Detesto isso, mas:

    EU NÃO DISSE, PATRIARCA, QUE A SITUAÇÃO CONTINUAVA INALTERADA????????????????????????

    E a leitura dos números, o freguês faz da maneira que melhor atende os seus anseios.
    Aviso logo: vou repetir esse humilde comentário nos posts mais recentes.

  100. Anrafel said

    Pax, #98

    Boa lembrança. Paulo Francis, já entediado com tudo e com todos, movido pela paixão teatral, resolveu inventar um tipo de direita, reacionário e preconceituoso. Mentia, forjava números e divertia-se bastante. Pelo menos, tinha tido uma militância cultural e jornalística digna de peso.

    Seus epígonos passam longe disso, repetem apenas o culto pela leviandade e pela extrema ‘liberalidade’ com os fatos. E assim arranjam patrocinadores e conseguem respirar no pântano onde circulam.

  101. Chesterton said

    sei não, nervosismo nas hostes dilmistas…que será que isso quer dizer?

  102. Chesterton said

    Se é um despropósito atribuir vínculo do PT com as Farc, então, antes de condenar o acusador, ou simultaneamente a essa condenação, é preciso mostrar a improcedência dessa acusação.

    Dizer algo como: o PT não tem e nunca teve vínculo com as Farc. O PT condena – e considera criminosa – a ação narcoguerrilheira das Farc. E aí outras explicações se impõem: por que então o governo Lula deu refúgio político ao narcoguerrilheiro Olivério Medina e requisitou sua mulher, Angela Slongo para trabalhar na Casa Civil da Presidência da República?

    Dizer também porque o mesmo Marco Aurélio Garcia, assessor especial de Lula, se negou a considerar as Farc terroristas, não obstante sua prática de sequestro e assassinatos de pessoas, inclusive gente alheia à luta política na Colômbia – e não obstante ser essa a classificação que lhes dão União Europeia e Estados Unidos.

    Mais: por que o PT, ao criar o Foro de São Paulo, em 1990, convidou as Farc, que, já naquela época, praticavam sequestros e tráfico de drogas?

    Não basta dizer que o acusador é um nada, até porque não o é. É deputado federal e candidato a vice-presidente da República. Se fosse um nada, o PT não o levaria à Justiça. Se o levou, é porque viu gravidade no que disse. E, se o que disse é grave – e é -, precisa ser respondido, e até agora não foi.

    Ruy Fabiano é jornalista

  103. Chesterton said

    Omitir-se perante as Farc é crime:: Clóvis Rossi
    FOLHA DE S. PAULO

    Se verdadeira, é risível a intenção do governo brasileiro de deslocar da OEA (Organização dos Estados Americanos) para a Unasul (União Sul-Americana de Nações) o debate sobre o conflito entre a Colômbia e a Venezuela.

    Risível porque a Unasul está até mais paralisada do que a OEA, justamente pela absoluta incapacidade de interferir no conflito, todas as vezes que alguma de suas facetas foi levada à instituição sul-americana.

    Comecemos por mostrar a relação Farc/drogas, conforme relatado no livro “As Farc – Uma Guerrilha sem Fins?”, de Daniel Pécaut, diretor de estudos na Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais (Paris). Trata-se de uma obra tão objetiva quanto é possível ser ao lidar com assunto tão explosivo.

    Na realidade vão além: fazem a intermediação entre os plantadores e os traficantes, claro que em troca de comissão; vigiam as pistas de pouso e os laboratórios clandestinos, com participação nos lucros, como é óbvio.

    A partir dos anos 1990, a inserção do grupo “na economia da droga foi além em certas localidades”. Em Guaviare, gerem diretamente a produção de grandes áreas de plantio, que podem chegar a quase cem hectares, bem como a venda aos traficantes.

    Mais: entraram diretamente no coração do negócio, que é o processamento da folha para transformá-la em cocaína. “Desse modo, inserem-se plenamente no tráfico”, conclui Pécaut.

    Muito bem. Agora, vejamos o que diz Chávez desse grupo: em discurso na Assembleia Nacional de janeiro de 2008, o presidente venezuelano definiu as Farc como “forças insurgentes que têm um projeto político”, às quais “é preciso dar reconhecimento”.

    Se merecem reconhecimento, nada mais natural que dar-lhes ajuda financeira e abrigo. É bom lembrar que a Interpol reconheceu a autenticidade de mensagens encontradas nos computadores de Raúl Reyes, líder das Farc morto em ataque colombiano a acampamento no Equador, junto à fronteira. Nelas, Reyes mencionava ajuda financeira da Venezuela, bem como sua intermediação para obtenção de armas.

    O PROBLEMA É OUTRO

    Tudo somado, fica claro que o problema não é a Colômbia, mas as Farc. Por extensão, é também o tratamento que os governos da região querem dar a elas. Como o narcotráfico é uma empresa global, combatê-lo exige respostas globais ou, ao menos, regionais.

    É impossível dar uma resposta regional se um governo as trata como “forças insurgentes que têm um projeto político”, quando, na realidade, se trata de narcoterroristas.

    Não adianta o Brasil se esconder na omissão. Narcotráfico é um problema de segurança nacional. Omitir-se é ser cúmplice.

  104. Chesterton said

    Para quem sabe ler, Clovis Rossi acusa o PT de ter ligações com o narcotráfico.

  105. Elias said

    Bem, Chesterton,

    O índio doido já está sendo processado criminalmente.

    É a chance que vocês precisavam.

    Agora, é só provar as acusações que vocês fazem, que o PT deixará de existir.

    Se não provar o que disse, acho que esse índio maluquete vai ter algumas dificuldades pela frente.

    A meu pensar, essa deve ser a conduta padrão do PT: sempre que alguém afirmar publicamente que o PT tem ligação com o narcotráfico, o pertido deve processar. Seja quem for, Chico ou Francisco.

  106. Chesterton said

    Meu indio? Não. Primeiro derrubar Lula e Dilma, depois o Serra.

    Solidariedade bandida

    O Ministério das Relações Exteriores segue fazendo bobagens. Agora vai doar 500 mil dólares a “refugiados colombianos” no Equador. Na verdade, narcoterroristas das Farc abrigados em território equatoriano.

  107. Chesterton said

    No mundo democrático, as eleições servem para que os postulantes sejam confrontados com as verdades dos adversários e com as suas próprias verdades. E qualquer decisão oficial que lembre ou cheire a censura é, evidentemente, impensável. Por aqui, as coisas parecem tomar outro rumo. Por aqui, lembrar a trajetória de um partido e de um governo, suas escolhas, seus vínculos ideológicos, suas afinidades eletivas caminha para o terreno do crime. Mais um pouco, e o sonho petista — expresso na Conferência de Comunicação, no Programa Nacional (Socialista) dos Direitos Humanos e num encontro aí financiado por estatais — vai acabar se cumprindo: uma espécie de “Tribunal da Mídia” vai decidir o que pode e o que não pode ser publicado.

    Talvez eu deva pedir o concurso dos ministros do TSE para me instruir no exercício da escrita e na lida com o vocabulário — já que o Houaiss e o Aurélião, suponho, caminham para a obsolescência. Depois da judicialização das eleições, chegaremos à judicialização do dicionário — que é, convenham, aonde chegam as tiranias.

    1 – Irã
    Se eu escrever que o governo do PT mantém vínculos especiais com um governo que financia o terrorismo em três países — como é o caso do iraniano —, estou (pode-se assinalar mais de uma alternativa:
    ( ) falando a verdade;
    ( ) fazendo uma calúnia;
    ( ) exercendo um direito garantido pelo Artigo 5º da Constituição;
    ( ) cometendo crime eleitoral;
    ( ) sendo indelicado com os petistas.

    O Houaiss oferece sinônimos para “vínculo” — entre eles, “liame”, “relação”, “relacionamento”. Tendo a achar que Lula mantém “relação”, “relacionamento”, com Ahmadinejad, que, inequivocamente, financia o terrorismo no Líbano, no Iraque e nos territórios palestinos, o que é reconhecido até por Mahmoud Abbas. E dizer que o governo petista mantém “vínculos” com um líder abertamente anti-semita? Posso ou não? Ou será que o tribunal pretende que eu tenha com a reputação do PT o cuidado que o próprio PT não tem?

    2 – Narcotráfico da Bolívia
    Se eu escrever que o governo do PT mantém vínculos especiais com um governo conivente com o narcotráfico — como é o caso do boliviano — estou (pode-se assinalar mais de uma alternativa):
    ( ) falando a verdade;
    ( ) fazendo uma calúnia;
    ( ) exercendo um direito garantido pelo Artigo 5º da Constituição;
    ( ) cometendo crime eleitoral;
    ( ) sendo indelicado com os petistas.

    O Houaiss etc… (não vou repetir). Acho que o financiamento do BNDES para Evo fazer uma estrada que só serve ao escoamento da produção de folha de coca caracteriza “vínculo especial”. Acho que a facilidade com o que Lula entregou uma unidade da Petrobras a seu “querido” amigo é outra evidência dessa proximidade. Creio ainda que o comprovado crescimento da produção e do refino de coca naquele país, que o incentivo de Evo a novos campos de produção na fronteira com o Brasil e que o fato de quase 80% da cocaína consumida por aqui vir das terras do indígena de araque sejam evidências da conivência daquele governo com o narcotráfico. Talvez o TSE não goste da palavra “vínculo”. Se eu escrever que o PT é simpático a um governo conivente com o narcotráfico, melhora ou piora?
    Ou será que o tribunal pretende que eu tenha com a reputação do PT o cuidado que o próprio partido não tem?

    3 – Tortura e morte
    Se eu escrever que os petistas mantêm vínculos especiais com um governo que tortura e mata seus opositores nas masmorras — como é o caso do governo cubano (e também iraniano, claro…) —-, estou (pode-se assinalar mais de uma alternativa):
    ( ) falando a verdade;
    ( ) fazendo uma calúnia;
    ( ) exercendo um direito garantido pelo Artigo 5º da Constituição;
    ( ) cometendo crime eleitoral;
    ( ) sendo indelicado com os petistas.

    O Houaiss etc… Ainda ontem, publiquei as fotos de dois momentos na vida do dissidente cubano Ariel Sigler Amaya (vejam abaixo). As masmorras dos irmãos Castro o transformaram num farrapo. As relações especiais dos petistas com os facinorosos são dadas pela história. Eu poderia dizer, por exemplo, que Lula fundou um foro internacional, o de São Paulo, em parceria com um assassino em massa — no caso, Fidel. Sim, eu sei: há quem ache que ser responsável pela morte de 100 mil pessoas não é suficiente para merecer tal epíteto… É que a morte de um único homem já me choca, no meu conservadorismo atroz.
    Ou será que o tribunal pretende que eu tenha com a reputação do PT o cuidado que o próprio partido não tem?

    4 – Farc
    Se eu escrever que os petistas mantêm vínculos com as Farc e que as Farc se dedicam ao narcoterrorismo, estou (pode-se assinalar mais de uma alternativa):
    ( ) falando a verdade;
    ( ) fazendo uma calúnia;
    ( ) exercendo um direito garantido pelo Artigo 5º da Constituição;
    ( ) cometendo crime eleitoral;
    ( ) sendo indelicado com os petistas.

    Vínculo? O Houaiss etc e tal… De fato, não creio que o tribunal tenha alguma dúvida sobre o caráter das Farc. Ou tem? Não, o tal advogado do PT está errado. Elas não são como os nossos favelados, onde há gente boa e gente bandida — como há em qualquer lugar, rico ou pobre. As Farc são compostas apenas de bandidos, de narcoterroristas. E chamo de “vínculo” — ou “liame, relação, relacionamento”:
    a – a convivência pregressa do partido com o grupo no Foro de São Paulo;
    b – a reunião havida entre petistas e membros das Farc numa chácara em Brasília;
    c – o encontro entre Olívio Dutra e Hernan Ramirez, membro das Farc, no Palácio Piratini, no Rio Grande do Sul, em 1999;
    d – a presença de outro terrorista, Javier Cifuentes, no Fórum Social Mundial, em 2001, também em Porto Alegre, a convite do petista Renato Simões;
    e – o abaixo-assinado para que Olivério Medina, dirigente das Farc, ficasse no Brasil;
    f – o requerimento assinado por Dilma para empregar a mulher de Medina no governo federal;
    g – os e-mails no computador de Raul Reyes elencando os “amigos” das Farc no governo brasileiro;
    h – o e-mail em que Medina conta a Reyes que o emprego dado a sua mulher era uma operação de natureza política;
    i – o fato de o governo brasileiro se negar a reconhecer o caráter narcoterrorista das Farc;
    j – o conselho que Lula deu aos membros da Farc para que fizessem como o PT e passassem a disputar eleições — como se aqueles valentes estivessem interessados em democracia.
    Ou será que o tribunal pretende que eu tenha com a reputação do PT o cuidado que o próprio partido não tem?

    Valores
    É claro que, em considerações dessa natureza, também entram valores. Eu tenho um desprezo absoluto por demagogos, traficantes, terroristas e ditadores. Outros podem achar que eles devem ser tolerados como parte da fauna humana. Há ainda quem os considere bons ou ruins a depender do que está em disputa.

    Vejam o caso de Lula: bem poucos ditadores escaparam de seu abraço fraterno —o que, entendo, torna o presidente conivente com essas ditaduras. Segundo a versão planaltina, Lula está construindo um outro eixo de poder no mundo, e não lhe cabe entrar na economia interna de outros países. Quer dizer: em alguns casos, ele entrou. Em Israel, por exemplo, fez proselitismo em favor dos palestinos. Mas não defendeu a democracia no Irã. Não reconhece o governo de Honduras, mas é advogado da causa cubana. Alguns acham que assim está bom. Eu avalio se tratar de uma postura detestável. A sociedade é feita dessa diversidade. Não me parece que caiba à Justiça decidir que valor é ou não aceitável desde que nos limites do que a Constituição resguarda. Países se tornaram grandes libertando as palavras, em vez de aprisioná-las, como Fidel, Ahmadinejad e as Farc fazem com seus adversários.

    Se a imprensa, políticos ou, sei lá, entidades não puderem atribuir a um partido aquilo de que esse próprio partido se orgulha — mas não necessariamente com o seu mesmo viés —, então é melhor desligar as urnas e decidir a eleição num tribunal. A gente pode trocar 134 milhões de eleitores por apenas sete, que decidirão, então, por nós…
    Por Reinaldo Azevedo

  108. Pax said

    Não só o EU deste cara é muito maior do que a grande maioria o considera quanto sua lógica cheia de rococós e umbigolós só ajudam a situação.

    Aliás, as pesquisas indicam bem este público, o tal que considera o governo ruim ou péssimo. Eram 15%, 12%, 10%, 8%, ficou um bom tempo no 7% e agora chega aos 4%.

    4% da população do Brasil dão um enorme público para o EU do cidadão, com certeza. E ele ocupa um espaço, ganha seu dinheiro e tudo mais. E, sem esquecer, tem todo direito a isso, desde que não saia do âmbito da responsabilidade. Pode até ser como é, um antidemocrata de marca que não aceita qualquer coisa que não seja aplauso ao seu enorme ego.

    Mas darão, neste caminho e seguindo minha tal tese, a vitória para a situação. Mais uma vez.

    (obs.: nem mesmo uma enorme parcela que vota em Serra aguenta mais esta histeria)

  109. Carlão said

    Pax
    Parece que você não leu e não gostou.
    (Seu comentário fez me lembrar de Andre Malraux falando a respeito de gatos:
    “Nem todo mundo gosta de gatos. Apenas as pessoas inteligentes”)

    E aliás continuo sem saber por que denunciar atitudes políticas ambíguas(para dizer o menos) da situação(PT)
    numa campanha eleitoral acirrada seria “histeria”?
    Imagino que seja para dar “validade” à sua hipótese pessoal já enunciada em outro post, estes dias.
    Ou para fazer coro com a “campanha do medo” alardeada pelos dirigentes petistas diante das denuncias.
    Sabe-se lá.

  110. Pax said

    Caro Carlão,

    Confesso que depois do décimo sétimo EU num texto de 18 itens fico um tanto entediado. Confesso também que não acho o tio tão histérico assim… acho que ele merece uma promoção. Só não sei qual seria a próxima classificação de psicopatia após a histeria.

    E, por fim, acho que este discurso é um enorme sintoma de que falta uma boa proposta, que desenvolva um bom caminho para uma boa campanha.

    Simples que só.

  111. Chesterton said

    Pax, a sanidade mental do Reinaldo é inquestionável, eu entendo do assunto o suficiente para saber. Não fique falando do tamanho da pica dos outros que pode parecer inveja. Atenha-se ao assunto em questão. Talvez até fosse o caso de VOCÊ fazer uma visitinha àquela amiga do Leblon.

  112. Chesterton said

    Aliás, as pesquisas indicam bem este público, o tal que considera o governo ruim ou péssimo. Eram 15%, 12%, 10%, 8%, ficou um bom tempo no 7% e agora chega aos 4%.
    chest- você deveria ter consciência que essas estatísticas nada tem a ver com a sanidade mental. Tem muito louco popular por aí. Aliás, no hospício, quanto mais louco mais popular,.

  113. Pax said

    Caro Chesterton,

    Tem certeza que você conhece o assunto o suficiente? Não acredito que você não consiga identificar os sintomas…

  114. Chesterton said

    Pax, você é a única pessoa que confessa que abriu ONG e tem que colocar grana lá dentro, quando todo mundo abre para tomar grana. Isso é sinal. O que você tem que entender é que eleição não decide quem é criminoso e quem está fora de suas faculdades mentais ou é burro.

    Olavão cristalino:
    1. O Foro de São Paulo é a coordenação estratégica do movimento comunista na América Latina.

    2. O sr. Luís Ignácio Lula da Silva e o líder das Farc, Raul Reyes, já presidiram juntos uma assembléia do Foro, e juntos participaram de todas as outras.

    3. É impossível conceber que os dois coordenadores máximos de uma estratégia comum não tenham nenhuma ligação, nenhuma comunidade de interesses, nenhuma atividade conjunta.

    Quem fez a afirmação número 1 foi o próprio PT, no vídeo preparatório do seu III Congresso. A número 2 veio da boca do próprio Raul Reyes em 2003, em entrevista à Folha de S. Paulo, e nenhum representante do PT jamais a desmentiu desde então. A número 3 é uma exigência incontornável da inteligência humana. Negá-la é fazer-se de besta. Ou ser besta sem precisar fazer-se tal.

    chest- alguém do PT nega isso? Não. Logo, pare de se fazer de besta.

  115. Chesterton said

    Isso é psiquiatria pura (do mesmo)

    A propalada ausência de ligações não é algo que mereça discussão, nem mesmo atenção. É uma desconversa insultuosa, inadmissível, que falta ao mais elementar respeito para com o ouvinte, o eleitorado em geral, a nação inteira, as leis e a moralidade. A simples tentativa de impingir ao público uma mentira tão grosseira, tão boba, tão pueril, já é mostra daquele cinismo ilimitado que caracteriza a mentalidade sociopática, incapaz de medir, seja a feiúra dos seus atos, seja a inverossimilhança das palavras que os encobrem.

  116. Chesterton said

    Pax, tem certeza que você não é petista? Fica tã nervosinho quando se critica o PT, Lula e seu governo que sinceramente, eu desconfio que você vota neles.

  117. Chesterton said

  118. Carlão said

    Pax
    Por falar nisso…qual seria a classificação patológica de quem fica contando os “eu” nos artigos de outras pessoas?
    Agora fiquei curioso: Por acaso você já contou o número de vezes que lula, usa o “sujeito indeterminado” (para acusar o “outro” e sub-repticiamente transformar o “eu” em vitima) em cada um dos discursos, desde 2003?
    Aê Pax conta pra gente.

    Hoje, o Ahmadinejad, através de seu porta voz, classificou o lula de “emotivo desinformado”,um articulista do Washington Post classificou o lula de “idiota útil”, mas eu não sei não.
    Não sei como classificar uma pessoa que quer, custe o que custar, eleger uma “idiota inútil” para promover o próprio “eu”. Você teria alguma sugestão?
    Talvez o Chest possa nos ajudar a classificar o maior embusteiro da República.
    Palavrão não vale!

  119. Chesterton said

    Poor Venezuela

    August 3, 2010 by Me

    Christopher Hitchens writes about Chávez’s mental health… Some truly amazing stuff. My favorite part:

    After all, “there is film of the Americans landing on the moon,” he scoffed. “Does that mean the moon shot really happened? In the film, the Yanqui flag is flying straight out. So, is there wind on the moon?”

    This kind of makes Lula look like a genius! It’s the power of the Bolivarian Movement, making impossible things reality!

    chest- So I rest my case.

  120. Chesterton said

    Lula é um sindicalista, e quem melhor define sindicalistas hoje é o Ioschpe, falando dos sindicalistas do “encinu”.
    Eles defendem seus próprios interesses, não os interesses do Brasil, dos alunos. E fazem um escarcéu “esquerdoido” para dizer que o interesse deles equivale ao dos alunos. Aí berram contra o capitalismo, os imperialistas…já viram, né? Fora com essa raça.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: