políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Zequinha Sarney e o Ficha Limpa

Posted by Pax em 27/07/2010

TRE do Maranhão abre brecha na Lei da Ficha Limpa

Débora Zampier
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) decidiu hoje (26) manter a candidatura do deputado federal Sarney Filho, do Partido Verde (PV), que tenta mais um mandato nas eleições deste ano e foi condenado por propaganda irregular pelo colegiado em 2006. Com a decisão, o tribunal contraria a orientação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para o qual a Lei da Ficha Limpa vale para quem foi condenado antes que a lei entrasse em vigor.

A candidatura foi impugnada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), que também pediu que mais 107 políticos do estado não participassem das eleições deste ano. O MPE ainda pode recorrer da decisão no TSE, que tem até o dia 19 de agosto para julgar os registros de candidatura em grau de recurso.

Cinco dos seis juízes eleitorais que compõem o tribunal entenderam que no caso de Sarney Filho a inelegibilidade é uma pena que não pode retroagir para prejudicar uma pessoa. O argumento da inelegibilidade como pena já havia sido abordado nas ressalvas feitas pelos ministros Ricardo Lewandowski e Marcelo Ribeiro, do TSE, na hora de responder a consulta sobre a retroatividade da lei. “Não se pode passar uma régua e dizer que a inelegibilidade não é pena em todos os casos”, disse Ribeiro à época, defendendo ainda que a lei não pudesse ser aplicada nos casos já transitados em julgado.

Além de Ribeiro, o presidente do TSE, ministro Ricardo Lewandowski, havia sinalizado que os pontos que não ficaram claros seriam respondidos nos casos específicos que chegarem ao tribunal, e que havia a possibilidade de variações na aplicação da lei de acordo com os casos concretos.

Anúncios

24 Respostas to “Zequinha Sarney e o Ficha Limpa”

  1. Patriarca da Paciência said

    Seguindo a lógica de alguns comentaristas:

    Zequinha é do PV

    Marina é do PV

    Logo, Marina tem profundas ligações com o Zequinha Sarney.

  2. Anrafel said

    Esse quadro aí não diz nada sobre Marina e quase nada sobre Zequinha. Diz, sim, sobre Sarneyzão e sobre o PV.

  3. Chesterton said

    Está passando quase despercebido o crescimento do deficit em transações correntes do balanço de pagamentos. Em resumo, o saldo da balança comercial não vem sendo suficiente para compensar as maciças remessas de lucros e dividendos. A relativa tranquilidade nasce de dois vetores: as reservas cambiais e a captação de investimentos vindos do exterior.

    Ou seja, a economia brasileira resiste também porque continua escancarada aos fluxos globais do capital, e assim o país vai se financiando. Não deixa de ser irônico que aconteça sob um governo do PT, mas essa observação já anda meio batida, reconheço (comparar o que o PT dizia antes de chegar ao governo e o que fez depois).

    chest- esse é o Alon

  4. Carlão said

    Paciência, Patriarca
    “Seguindo a lógica de alguns comentaristas:
    Zequinha é do PV
    Marina é do PV
    Logo, Marina tem profundas ligações com o Zequinha Sarney”.
    LOL
    “älguns comentaristas” é dugrandecacête.
    Ninguém aqui acusou, sem provas concretas, a Marina nem ou o Zequinha, de nada.
    Nem real nem politicamente.
    No caso do PT ligado às FARC há provas concretas.
    O PT está “cagando” de medo de responder à altura a acusação da Oposição, com medo de incriminar a Dilma.
    Dilma favoreceu um “narco terrorista em 2005, depois que o PT teria se afastado das FARC em 2003, segundo alguns jornalistas “isentos” já escreveram.
    Um “rebosteio federal”, para tentar tirar a ex-Ministra da “casinha”.
    Não dá por causa do mau-cheiro.
    Sugestão ao Patriarca:
    Troque de marca de água mineral que você está consumindo.
    Deve ser a água mineral contaminada. Peça exame de coliformes fecais ao fornecedor.
    Coliformes fecais podem causar diarréia e em grande quantidade, afetam o cérebro do doente.

    Não deixe por menos.
    Patriarca, você também pode mais.
    Acredite. Exija ser respeitado.
    Fora Coliformes fecais!

    Obs. Marina tem todo o meu respeito.

    E Pax: O ato da ex-Ministra, acima referido, é corrupção ou não?
    Prevaricação ( abuso do cargo para favorecer deliberadamente um prisioneiro da PF, em Brasília?
    Ou vc, Pax, também está “paxcientemente” esperando a resposta do PT???

  5. Chesterton said

    Lula não pretende interferir por iraniana condenada a pedradas

    Plantão | Publicada em 28/07/2010 às 18h29m
    Reuters/Brasil Online

    BRASÍLIA (Reuters) – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sugeriu nesta quarta-feira que pretende se manter afastado de uma polêmica no Irã, onde uma mulher foi condenada ao apedrejamento por adultério.

    Foi lançada na Internet uma campanha para que Lula ligasse para o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, para pedir que Sakineh Mohammadi Ashtiani não seja apedrejada.

    “Tem que ter cuidado, as pessoas têm leis, têm regras. Se começassem a desobedecer as leis deles para atender os pedidos dos presidentes, daqui a pouco haverá uma avacalhação”, disse Lula a jornalistas.

    Em 11 de julho, a Justiça iraniana suspendeu temporariamente a condenação.

    A punição a Sakineh, que está presa, provocou protestos internacionais, mas uma autoridade judicial disse que isso não influenciou na decisão de suspender a condenação e que a sentença pode ser aplicada no futuro.

    A campanha na rede social de microblog twitter “ligalula” foi criada na tentativa de Lula interferir no caso, depois que o presidente brasileiro intermediou, em maio, um acordo sobre troca de combustível nuclear com a República Islâmica.

    Lula disse ser contra a pena, porém deve se manter afastado do assunto.

    “Não acho que nenhuma mulher deveria ser apedrejada”, afirmou Lula, lembrando que já intercedeu em outros casos no exterior, como na libertação de Clotilde Reiss, professora francesa condenada por espionagem depois dos protestos realizados no ano passado contra o governo.

    (Reportagem de Raymond Colitt)

  6. Patriarca da Paciência said

    Arthur Virgilio, do PSDB, abriu conversações com as FARC,

    logo,

    Arthur Virgilio tem profundas ligações com as FARC

  7. Patriarca da Paciência said

    Carlão,

    se você tem provas das ligações do PT com o narcotráfico, você tem obrigação moral de apresentá-las à Justiça, sob pena de conivência.

  8. Mona said

    Se tem ligação ou não com narcotráfico, eu não sei. Mas alguém pode me explicar por que a esmagadora maioria do pessoal de esquerda gosta de fumar maconha? Depoimento pessoal:TODOS os petistas que conheci queimavam um baseado, sem exceção. Bem, eles não plantavam, então obtinham-na de alguma forma. Se de algum “pequeno empresário” ou de algum integrante de “conglomerado econômico”, não sei. Mas, de alguma forma, a erva chegava-lhes às mãos…

  9. Pax said

    Caríssima Mona,

    Desculpe-me o extremo da sinceridade, mas esse teu comentário acima me parece de quem não tem mais argumento numa discussão.

  10. Carlão said

    Paciência, Patriarca
    Se o PT é narcotraficante ou não eu não sei.
    O que eu sei é que certos elementos da cúpula são narco-tolerantes.
    É o caso da ex-Ministra da Casa Civil, entre outros.E já foi comprovado.

    Sei também que os petistas absorvem “drogas pesadas”como Sarney, Collor e Paulo Maluf.
    (Alem das pratas da casa Dirceu, Genoino, Delúbio,etc.)
    Ai já é caso de tratamento psiquiátrico e não de Justiça.
    O seu caso Patriarca é mais simples.Coliformes fecais.
    Aconselho ir ao médico.

  11. Olá!

    Quanto às ligações do PT com as FARC, isso não é de hoje e tal partido sempre manteve conexões com entidades retrógradas de outros países, algumas delas procuram derrubar o poder político legalmente estabelecido.

    Vejam, por exemplo, a ligação entre o PT e o partido Baath da Síria:

    “O Centro Simon Wiesenthal critica o Partido dos Trabalhadores (PT) por ter assinado um acordo com o partido sírio Baath. O Centro Simon Wiesenthal clama para que o PT denuncia a cooperação do regime sírio com o terrorismo e a proteção de criminosos de guerra nazistas”.

    Pelo fato de o PT ter presença na política nacional, tal partido deveria vir a público esclarecer essas ligações.

    Sabem quando é que o PT fará isso? Nunca. Afinal de contas, o PT tem afinidades ideológicas com partidos como o Baath.

    Digamos que houvesse no Brasil as FARB (Forças Armadas Revolucionária do Brasil) e que se utilizasse dos mesmos meios (sequestro, execução, tortura, prisão, guerrilha, narcotráfico, tráfico de armas e etc.) e tivesse os mesmos objetivos em mente (derrubar o governo legalmente estabelecido) das FARC colombiana. De qual lado o PT iria de posicionar?

    Procurei no site do PT pela ocorrência do termo “FARC” e houve apenas 22 resultados.

    Uma dessas ocorrências é uma entrevista do Valter Pomar na qual ele comenta o assunto FARC:

    A nota do Foro critica o presidente colombiano Álvaro Uribe. Já Uribe, assim como José Serra e seu vice, atacam as Farc. O que o Foro de São Paulo vai dizer a respeito disto?

    O Foro de São Paulo é integrado por partidos de distintas orientações políticas e ideológicas. Cada partido tem sua opinião. O que nos une é a defesa de uma solução pacífica negociada para o conflito existente na Colômbia. Acredito que vamos aprovar uma resolução conclamando todos os envolvidos a tomar medidas imediatas em favor da paz. E, com isso, acabar com este pretexto utilizado pelos Estados Unidos para intervir na Colômbia e ameaçar a região.”

    Nenhuma condenação sobre aquilo que as FARC fazem. Sobrou adivinhem para quem? Os Estados Unidos, ora!

    Um outro trecho:

    Então não existe, no Foro de São Paulo, uma opinião única sobre as Farc?

    Olha, opinião única é coisa de pensamento único. [Que irônico!] O que eu posso dizer é que a esquerda latino-americana está nas lutas sociais, participa das disputas eleitorais e governa importantes países da região. Em muitos casos, partidos que hoje estão no governo, ontem estavam na luta armada. A transição se deu nos anos 80 e 90, geralmente através de processos de paz negociada. Na Colômbia, houve dois momentos em que se tentou isto. No primeiro destes momentos, a direita colombiana assassinou milhares de militantes de esquerda que decidiram abandonar a luta armada e participar da vida eleitoral. Ainda hoje, a Colômbia é um país onde ocorre assassinato sistemático de sindicalistas. Esta atitude da direita colombiana e do Estado colombiano cria uma enorme desconfiança entre os que estão na guerrilha, acerca do que pode acontecer caso deixem as armas e optem pela luta social e eleitoral. Entretanto, hoje, o fato de existir uma maioria de governos progressistas e de esquerda na América do Sul cria as condições internacionais para um acordo de paz que seja confiável. Hoje, o conflito militar interessa aos Estados Unidos, que quer manter presença militar na região; e interessa à direita colombiana, que usa o medo como argumento eleitoral e também para receber recursos dos EUA. Quem é realmente de esquerda, precisa perceber isto e agir de acordo com isto, não fazendo o jogo dos EUA e da direita.”

    Novamente, ele faz críticas à direita colombiana e aos Estados Unidos, afirmando, inclusive, que é de interesse de ambos que haja o conflito entre as FARC e o governo da Colômbia, mas nenhuma linha sequer de condenação quanto aos atos terroristas dessa organização que sequestra, mata, prende, tortura e faz tráfico de drogas e armas.

    Nesta outra parte, Pomar afirma que o PT não tem ligação nenhuma com as FARC:

    Após as acusações do candidato a vice na chapa de Serra e dele próprio, que inclusive foram motivos de ações judiciais movidas pelo PT, sobre supostas ligações do partido com as Farc, veículos da grande mídia ainda insistem em abordar o assunto de forma tendenciosa. O PT tem ou teve algum tipo de ligação política com a guerrilha colombiana?

    Não, nenhuma. O PT e os partidos de esquerda latino-americanos estão implementando estratégias que combinam luta eleitoral e luta social. A maioria destes partidos apóia, na Colômbia, o Pólo Democrático Alternativo, que já disputou duas eleições presidenciais. O PT tem um protocolo de cooperação com o Pólo Democrático Alternativo. O PT e o Pólo Democrático defendemos uma saída pacífica e justa para o conflito militar existente na Colômbia.”

    E como explicar isso daqui:

    Mulher de ex-guerrilheiro das Farc tem cargo no governo

    A Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca, órgão do governo federal com status de ministério, emprega desde 2006, em um cargo de confiança, a paranaense Ângela Maria Slongo, mulher do ex-guerrilheiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) Francisco Antônio Cadenas Collazzos, conhecido como Oliverio Medina. Ela também é, desde 1986, professora concursada da Secretaria de Educação do Paraná e foi cedida pelo governo do estado ao órgão federal em 2006 – num pedido feito pela ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, ao governador Roberto Requião.

    Acusado de homicídio e terrorismo na Colômbia, Medina viveu em prisão domiciliar em Brasília entre 2005 e março do ano passado, quando o Supremo Tribunal Federal (STF) extinguiu o pedido de extradição para o país vizinho.”

    Ou essa outra notícia aqui:

    “PT e Farc, uma antiga relação ideológica que encontrou abrigo no governo brasileiro

    [. . .] É a identificação ideológica do PT com as Farc em sua origem que leva o assessor especial da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, a classificá-la de “movimento insurgente”, quando ela já é considerada um movimento terrorista pela Colômbia, Estados Unidos e União Européia.

    As Farc integraram até 2002 uma entidade política, o Foro de São Paulo, criada, em 1990, por Lula e Fidel Castro – e inicialmente presidida pelo brasileiro. Depois de 2002, ano do seqüestro da então senadora e candidata à presidência da Colômbia, Ingrid Betancourt, desvincularam-se do Foro, mas continuaram a frequentá-lo informalmente. O objetivo declarado do Foro é debater estratégias para tornar o continente sul-americano socialista, o que é perfeitamente legal.

    As Farc, apesar de seu perfil criminoso, sempre foram recebidas como grupo político legítimo no âmbito do Foro, participando intensamente dos debates. O PT diz que as relações das Farc com o Foro foram rompidas depois que abandonaram, a partir de 2002, as negociações para um acordo de paz na Colômbia e enveredaram pelo caminho dos seqüestros e do narcotráfico.

    O governo Lula diz jamais ter tido qualquer tipo de contato com as Farc, mas recusa-se a classificá-las como terroristas. Consideram-nas um grupo insurgente. Nada mais.

    [. . .]

    Quando do resgate de Ingrid Betancourt, o PT emitiu nota saudando sua libertação, mas, em vez de pedir a punição dos sequestradores, pleiteou, como desdobramento, uma ‘negociação que permita a inserção dos guerrilheiros e de seus simpatizantes na vida pública’. Ou seja, em vez da aplicação da lei, o governo colombiano deveria ‘negociar’ a anistia e a inserção dos criminosos no ambiente político.

    [. . .]

    Junto à Polícia Federal, que prendeu um desses traficantes na ocasião, o repórter Rodrigo Rangel apurou que ‘a base das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), desarticulada em Manaus no mês de maio, é apenas uma pequena ponta da extensa rede que a guerrilha tem mantido no Brasil para vender drogas e abastecer-se de todo o tipo de insumos e produtos – incluindo armamentos, trocados por cocaína com traficantes de São Paulo e Rio’.

    [. . .] Na mesma reportagem, uma fonte da PF admitiu que uma ação mais vigorosa na fronteira esbarra na insegurança do órgão por causa da posição tolerante do governo com o movimento, em razão da política em relação aos países vizinhos.

    [. . .]

    No Brasil, são notórias as ligações das Farc com organizações criminosas (Comando Vermelho, PCC), às quais treinam e vendem armas e drogas. Um de seus interlocutores era Fernandinho Beira-Mar, que está preso.

    Nada disso, porém, constrangeu a presença de gente das FARC no Foro de São Paulo. O desligamento formal não impediu que representantes daquela milícia se fizessem presentes. Na última reunião do Foro, no Uruguai, havia um representante seu.

    Afirmar que não há ligações do PT com as FARC, mesmo existindo uma montanha de fatos e dados que apontam o contrário, é muita falta de contato com a realidade.

    Valter Pomar finaliza:

    Ao que voce atribuiu o uso deste tema pela campanha do PSDB?

    Uma campanha em dificuldades, apela para mentiras. Uma campanha de direita usa argumentos de direita. No caso, Serra olha o mundo e a região a partir do ponto de vista dos Estados Unidos. O discurso internacional da campanha demotucana está a serviço destes interesses estrangeiros, interesses imperialistas como diríamos noutros tempos.”

    “Noutros tempos” uma pinóia, pois o discurso do tal “imperialismo” continua vivo como nunca dentro das hostes esquerdistas. É a típica declaração de pessoas que serão, eternamente, esquerdistas universitários que acreditam em constructos ideológicos para justificar o próprios fracassos e esconder a própria mediocridade.

    É a esquerda brasileira e sua eterna involução.

    Até!

    Marcelo

  12. Mona said

    Pax,
    Hehehe, vai dizer que os seus petistas também não puxam unzinho…
    Mas, sério, o que fiz propriamente não foi argumentar, mas tão somente apresentar uma situação que é produto de anos de observação junto à companheirada. O pessoal é chegado demais a um fumacê… o que não significa que a prática seja institucionalizada em nível de partido; apenas dá uma idéia do dilema no qual os companheiros se encontram quando têm de combater o tráfico por dever de ofício. No mínimo, devem se sentir uns baitas hipócritas.

  13. Jorge said

    Patriarca, o carlão, depois das mentiras, passou para a baixaria. pax, voce não acha errado o seu blog abrir espaço para quem, como o carlão, usa de má fé o tempo todo? tenho a impressão que ele é algum tipo de militante profissional. Troll, parece ser o nome técnico.

  14. Patriarca da Paciência said

    Caro Jorge,

    esse pessoal é uma minoria inexpressiva. Como disse o Pax, estão totalmente sem argumentos e passam para a baixaria.

    Baixaria é o argumento de quem não tem argumentos.

    Realmente em nada me atingem.

  15. Chesterton said

    Pax. Você nega que os progressistas queiram liberar o uso de drogas como maconha e cocaína?

  16. Mona said

    Vixe,
    é bastante sintomático esse comportamento blasé, altaneiro, do tipo “o que vem debaixo não me atinge”…
    A propósito, legal essa história de a polícia boliviana ter prendido o sacerdote (o cara não é católico, Jorge, don’t worry)que abençoou a posse do Evo Morales, tendo em sua posse cerca de 250 kg de pasta base coca já processada.

  17. Pax said

    Caríssimos,

    Depois de um dia na muvuca da megalópolis cai a ficha que preciso, de novo, pedir aos digníssimos comentaristas do blog que tenham parcimônia em suas acusações.

    Existem blogs que estimulam as agressões de todos os lados mas confesso que não é o caso deste aqui. PoliticAética é uma coleção de notícias que todos conhecem. Como estas notícias não são “privilégio” de qualquer lado, acabamos virando uma comunidade plural, pequena sim, mas plural e de bom nível intelectual, seja do lado que for.

    Como todos sabem, também, o blog não é feito por um profissional, muito menos por alguém com capacidade de escrever posts altamente elaborados. De forma alguma. Somem o fato que o tempo anda um tanto escasso do lado de cá. O que passou a rolar foi colocar os temas para que vocês os desenvolvam, trazendo as visões de cada lado. E são os comentários que fazem o prazer de trabalhar este blog.

    Mas quando trazemos para cá o “mood” dos outros blogs, acabamos entrando nesta seara improdutiva, ao menos na minha humilde opinião. Como blogueiro (acho que já posso me considerar um pequeno amador) afirmo que já vi esse filme e sei que ele acaba, invariavelmente, reduzindo as discussões.

    Isto posto, peço, mais uma vez, que entendam o motivo deste comentário como tendo a melhor das intenções.

    Diria até mais, se sentirem uma necessidade intransponível de agressão, agridam o blog, o blogueiro. Acredito que consigo de uma forma ou outra alguns dribles, mas peço, encarecidamente, que evitem as agressões mais despropositadas entre vocês, caros comentaristas.

    Pode ser?

  18. Chesterton said

    será que o EVO Morales tem alguma relação com o tráfico de cocaína?

  19. Chesterton said

    El Presidente de la República deplora que el Presidente de Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, con quien hemos cultivado las mejores relaciones, se refiera a nuestra situación con la República Bolivariana de Venezuela como si fuese un caso de asuntos personales, ignorando la amenaza que para Colombia y el continente representa la presencia de los terroristas de las Farc en ese país. Desconoce el Presidente Lula nuestro esfuerzo para buscar soluciones a través del diálogo. Repetimos con todo respeto al Presidente Lula y al Gobierno de Brasil, que la única solución que Colombia acepta es que no se permita la presencia de los terroristas de las Farc y del Eln en territorio venezolano.
    Uribe

  20. Jorge said

    Mona e Chesterton, comentem a notícia abaixo, por favor.

    Presidente Uribe é acusado de ligação com tráfico
    02 de agosto de 2004 • 11h39

    Um relatório até agora secreto da agência de inteligência do Pentágono afirmou em 1991 que o presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, era um colaborador do mais poderoso traficante de drogas do país. O jornal The New York Times acrescentou que um porta-voz do presidente colombiano qualificou as conclusões do relatório da agência, como “a mesma informação que foi usada em uma campanha de difamação dos adversários de Uribe” na campanha presidencial de 2002.
    Uribe é um firme aliado de Washington na luta contra as drogas, e o governo do presidente George W. Bush elogiou em numerosas ocasiões a atuação da polícia e os militares colombianos na luta contra os traficantes e a guerrilha. “O relatório (da DIA, sigla em inglês), datado de 23 de setembro de 1991 e obtido sob a Lei de Liberdade de Informação, indica que o então senador Uribe, de Antioquia, estava dedicado na colaboração com o cartel de Medellín em altos níveis do governo”, segundo o jornal.
    O documento da DIA qualifica Uribe como “um amigo pessoal e próximo” do então chefe do cartel de Medellín, Pablo Escobar, e acrescenta que participou dos esforços deste para obter uma cadeira como membro auxiliar do Congresso. Além disso, o relatório da DIA sustenta que Uribe estava vinculado com um negócio, não identificado, relacionado com o contrabando e distribuição de narcóticos nos EUA, e que quando era senador se opôs à extradição de narcotraficantes a esse país.
    O documento da DIA sustenta que Alberto Uribe, o pai do agora presidente, foi assassinado por seus vínculos com a droga. O porta-voz de Uribe, Ricardo Galán, disse ao Times que em 1991 Uribe estava estudando em Harvard e que jamais teve negócios nos EUA. Acrescentou que o pai do presidente Uribe foi morto por guerrilheiros que tentaram seqüestrá-lo.

    http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI354408-EI317,00-Presidente+Uribe+e+acusado+de+ligacao+com+trafico.html

  21. Mona said

    Jorge,
    Vou responder como alguém do Governo (ou do PT) pego com a boca na otija:
    – isso é um factóide criado pelo PIG para desestabilizar o Governo;
    – eu não sabia;
    – todos fazem o mesmo;
    – (essa é a mais recente)… não respondo a baixarias…

  22. Mona said

    Desculpe, Jorge e demais. Onde se lê “otija”, leia-se “botija”.

  23. Chesterton said

    Jorge, o PT, na sua opinião, apoia a liberação das drogas? As esquerdas em geral apoiam a liberação das drogas? Sim ou não?

  24. Chesterton said

    http://angelodacia.blogspot.com/2010/07/baixaria-na-campanha-secretario-de.html

    André Vargas não é um aloprado. Não é um militonto ou um outsider do PT. Muito pelo contrário, ele já foi Presidente do PT do Paraná e hoje é integrante da Comissão Executiva Nacional do Partido, ocupando o cargo de Secretário Nacional de Comunicação “com direito a voto e voz”. Uma rápida pesquisa pelos arquivos da Folha de São Paulo deixa bem claro que ele é um daqueles políticos que servem muito bem como fonte de jornalistas, a se julgar pela frequência com que é citado em notinhas e matérias.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: