políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

JN – Serra

Posted by Pax em 11/08/2010

do blog do Noblat

Anúncios

26 Respostas to “JN – Serra”

  1. Pax said

    A diferença de tratamento do JN para os três candidatos é gritante e fica o registro, basta ver os 3 posts consecutivos. Chato isso.

  2. Carlão said

    Pax
    o que vc acha que ficou faltando?
    Abra seu coração para nós, meu amigo.
    Serra impõe respeito.E não mente.

  3. Pax said

    Falar do DEM do senador Efraim Morais, o campeão dos campeões de nepotismo e farto noticiário pouco abonador, do mensalão do Eduardo Azeredo, da Yeda Cruzius etc. Porque só deram porrada na Dilma e na Marina? Me lembra a Globo elegendo o Collor… se bateram na Dilma e na Marina com gosto, porque, por exemplo, não perguntaram para o Serra o fato dele ter cogitado firmemente ter o Arruda como vice? Só vale porrada para um lado? É isso que acho chato, caro Carlão. No fundo acho que tem que bater mesmo, mas bater em todos, ou, então, fazer como estão fazendo no Jornal das Dez, na Globonews, que está fazendo a mesma série sem bater, instigando os candidatos a falarem de suas propostas.

    Uma outra inverdade: Eu conheço e uso a Régis Bittencourt (SP – Curitiba). Era uma estrada horrível mesmo. Houve a privatização no modelo diferente, com o menor preço para os usuários. O pedágio hoje custa R$ 1,50 cada trecho. E a estrada está ótima. Ou estou louco ou o Serra deslizou na verdade com muita vontade. A CCR (Autoban e outras), um consórcio da Camargo Correa, Odebrecht e uma multinacional, monta em cima do governo de SP as custas do dinheiro dos usuários, uma vergonha descarada. As estradas são boas? Sim, muito boas mesmo. E o custo? Estratosféricos, impossíveis mesmo. Um pedágio de um trecho da mesma distância (50 km) nas estradas da CCR custa algo em torno de R$ 6,70. Outra ainda, falou que na Ayrton Senna o pedágio reduziu? Aqui posso estar enganado, mas uso esta estrada também e, ao menos da última vez que passei por lá, 2 novas praças de pedágio que não cobravam na ida passaram a cobrar. Esta ponho em dúvida minha suspeita, mas vale a pena dar uma olhada de perto que acho que estou certo. E, se estou, é outra deslizada na verdade, dessa vez até pior que afirmar que a privatização da Régis não foi boa,.

    Serra rebolou um bocado, outro ponto, para acabar não explicando a aliança com o PTB. Aliás, momento cômico, o Roberto Jefferson que acompanho no twitter, parece mulher de malandro, gosta de apanhar. Serra deixou claro que o cara foi um dos maiores envolvidos no mensalão e agora precisa dele no governo. Ato contínuo o Bob fez um monte de elogios para a entrevista. Algo como o Serra reclamar de uma sarna e a sarna dizer que ama o corpo que precisa.

  4. emerson57 said

    pax,
    carlão tem razão,
    serra é preparadissimo,
    não ficou faltando nada.
    ele é um “jenio”.*

    a bronca da blogosfera valeu,
    com o serra o entrevistador até pediu desculpas prévias para perguntar.
    o tratamento dos entrevistadores foi carinhoso, até.
    mostrou que a globobo não é partidária.

    pax,
    minha memória começa a falhar, me ajude a recordar:
    não seria do Adib Jatene O combate à AIDS?
    e os genéricos, do Jamil Haddad?

    outra coisa:
    para ser professor universiário não precisa diploma?

    serra e carlão não fiquem tristes,
    2012 vem ai.
    abertura da copa no morumbi.
    serra prefeito, vai ser bom…

    pax, cá entre nós,
    desse jeito vai ser no primeiro turno.

    *(royaties para o paulo henrique amorim)

  5. Pax said

    Caro Emerson57,

    Você ficará chateado comigo.. paciência. Mas dou os mesmos ouvidos ao PHA que dou ao Reinaldo Azevedo, ou seja, algo muito perto do nulo. Pra mim são os histéricos de cada lado.

  6. William said

    Foi ridiculo, só faltou servir cafezinho pro vampiro.

  7. […] This post was mentioned on Twitter by Pax, LuCas Bertolini and LuCas Bertolini, LuCas Bertolini. LuCas Bertolini said: Comparem: http://bit.ly/dbvGIc e aqui http://bit.ly/arwBGH […]

  8. Zbigniew said

    Um vergonha! A meiguice do Bonner foi um escárnio. Mas era de se esperar. E as alianças espúrias… há, mas o Bob Jeferson é fichinha.

  9. emerson57 said

    pax, às 22:09
    ao contrário,
    concordo com voce.
    penso que a verdade está entre os extremos que os dois representam.
    entre os histéricos, eu prefiro o pha.
    porque o reinaldiho é mal humorado.
    espero que, para voce, o fato de eu ter citado o pha,
    não tire a pertinência do comentário.
    abraço.

  10. Mona said

    Ok, gente. O Serra foi ótimo, mas a culpa foi do casal noturno que não explorou com suficiente vigor:
    – a aliança do PSDB com o PTB, partido envolvido no mensalão;
    – a questão dos pedágios e a expansão do modelo para o resto do Brasil;
    – o por quê de o Serra não “bater” no Lula.
    – a qualidade do seu vice.

    Poderia ter usado o caso do mensalão do DEM? Mas, por qual motivo, Pax? Já foi pacificado aqui e alhures que essas questões envolvendo “Caixa 2” já deixou de ser crime, não? Consulte os intelectuais que frequentam o NPTO e você testemunhará o embasamento teórico segundo o qual – dadas as condições de disputa eleitoral brasileira – todos têm de se financiar via Caixa 2… Atenção: não sou eu que afirmo. É a tese corrente atual da intelectualidade esquerdóide.

    Efraim de Morais e suas contratações ilegais, fruto de tráfico de influência? Por acaso é uma questão polêmica, uma vez que os gabinetes da esmagadora maioria dos nobres parlamentares estão abarrotados de ASPONES, seja por nepotismo direto, seja por nepotismo cruzado, seja por laranjas, seja por qual motivo eleitoreiro for? Se esse ponto fosse levantado, aí é que o Serra deitaria e rolaria. Bastaria ele dizer que não é uma prática endossada nem por ele e nem pelo partido. Aliás, ele até falou algo no sentido de não lotear a máquina com indicados por deputados, e usou o Governo de SP para corroborar o fato.
    Aí, sim, seria hora dos paulistas se pronunciarem a respeito, para que o resto do País saiba se isso é verdade ou não…
    Citar o exemplo da Yeda Crusius? Por quê? Só por ela ser do PSDB? Aí ele poderia dizer que, assim como a Dilma não é responsável pelas lambanças da Ana Júlia Carepa no Pará, ele também não opode responder pelas dela no RS…

    Quanto às estradas citadas por ele, que mais uma vez os usuários delas se pronunciem, assim como você fez. Alguns já me disseram estar uma merda (vai ver que existem trechos assim; afinal a Régis vai até o RS, não? Quanto à Fernão Dias, ainda não houve nada a respeito).

    Tem aquela questão da CIDE, de só ter sido usado, no período de tempo citado por ele, 1/3 do valor arrecadado. Quem tiver esses números, que os apresente. Mas gostei da volta que ele deu no Bonner na questão dos pedágios e de que, antes de ser exposratdo o modelo paulista para o resto do País, primeiro seria tentadas as outras saídas possíveis.

    Confesso que assisti só a entrevista da Dilma e a do Serra. O nível de interferência do Bonner na fala dos entrevistados, a meu ver, manteve o mesmo padrão (será que ele tem ejaculação precoce, meu Deus?), enquanto a Fátima se manteve igualmente elegante e igualmente indagadora.

    Há fatos que poderiam ser usados para expor as eventuais contradições de dois concorrentes? Sem dúvida.

    Agora, o que achei deselegante do Serra, ainda no contexto do vice, foi ele ter feito a afirmação de que ele gozava de boa saúde.

  11. Carlão said

    Pax saindo do armário é priceless… ele parece estar ou está chateado
    mas vamos ao prazer…

    1. Ainda permanece uma pergunta no ar:
    Por que o Mensalão foi assunto da Marina e do Serra e não da Dilma ?
    Essa é a pergunta do R.A.e do Josias. PHA nesta altura deve estar em “outras”.

    2. Pelo desempenho real do Serra hoje, eu acredito que ele teria respondido tranqüilamente às suas perguntas:
    – Falar do DEM do senador Efraim Morais, o campeão dos campeões de nepotismo e farto noticiário pouco abonador
    Falar por que? Serra não é o Ephraim.
    – do mensalão do Eduardo Azeredo
    Serra já explicou essa pergunta nesta campanha.Não é mensalão pois mensalão requer mensalidade.
    Em MG o que está em questão é uma assinatura de um documento supostamente feita pelo Azeredo como despesas de campanha em 98. Mares Guia era da equipe.Está no STF.

    – não perguntaram para o Serra o fato dele ter cogitado firmemente ter o Arruda como vice?
    ????Como “assessor direto” do Serra você realmente tem plena certeza que ele cogitou!Certeza!
    hehe ????
    Serra reponderia, por exemplo: Mantive relações cordiais com Arruda,então governador, mas essa aliança foi descartada ainda no ano passado, bem antes de seus problemas. Morreu o assunto

    da Yeda Cruzius etc.
    Perguntar o que para quem, Pax?
    Serra é Serra.
    Serra não é Yeda
    Dilma é Lula.
    O que Serra tem a ver com a Yeda ou com o etc.

    3. Pax…Regis Bitencourt ótima??? A Bandeirantes,Airton Senna e as Imigrantes seriam o que, então?
    Supra-Excelentes?
    Parece que você gosta de almoçar mortadela e reclamar do preço do perú.
    Estas de brincadeira… né?

    4. Jefferson não é candidato a nada.Eu não sou candidato a nada. Você também.Podemos falar quantas bobagens quisermos…ou vc acha que todo mundo tem que ser censurado…controlado? Isso pode isso não pode. A verdade sempre prevalece, ao final.
    Candidatos tem que falar a verdade. Presidente muito mais. Lula está presidente e não é candidato a nada. Jefferson disse q Lula sabia do Mensalão. Era conivente.
    Você acha que não…que Lula foi traído ou que foi tudo armação da imprensa ?
    Ou Lula foi cúmplice.?
    Essa era a polêmica?
    Serra não tem que abrir a boca, nesta hora. Polêmica é tudo o que o PT queria.

    Não houve.

    Pax…sempre um prazer trocar pontos de vista…priceless

  12. Carlão said

    Mona
    aí eu discordo de você, respeitosamente.
    O fator saúde é um aspecto importante sim.
    Serra disse que é saudável. Verdade.
    A resposta era pertinente.Vice assumindo num impedimento do Presidente.
    Dilma sofreu de cancer. Verdade.
    Não admitir é partir pra hipocrisia …”não pergunte, não comente”.Vamos esconder embaixo do tapete.Tido mundo fica feliz.
    É verdade sim…pra que fugir do assunto?
    A Cantanhêde falou a mesma coisa. Eu não concordo.
    Pena que o Pax tenha alergia do RA…de novo o RA matou a pau!
    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/
    11/08/2010
    às 22:23
    Serra no JN: tucano foi o melhor, mesmo enfrentando a entrevista mais dura;
    só Dilma não teve de falar sobre o mensalão!

  13. Pax said

    Caro Carlão,

    Você parece querer o cargo de juiz sumário da Santa Inquisição.

    Veja, por exemplo, o comentário do Josias de Souza:

    Entre os três presidenciáveis levados ao ar pelo “Jornal Nacional”, Serra foi o menos espremido. Nenhuma menção a Orestes Quércia (PMDB), outro apoiador inusitado.

    Nenhuma pergunta sobre os panetones do DEM do Distrito Federal. Nada sobre as emendas de ambulâncias, que começaram a ser pagas sob Serra, na Saúde.

    E você acha que o Josias é defensor do PT? Ou do PV?

    Calma, caro Carlão, eu apenas fiz minhas críticas ao tratamento diferenciado que o JN deu para os candidatos. Nesta luta, para mim, todos poderiam ser absolutamente atacados e parece que o casal do JN preferiu atacar mais as candidatas que o candidato. Isto que chamei de “chato”.

    Mensalão: alguma vez este blog deixou de se manifestar com relação ao mensalão do PT? Veja no índice ao lado e procure as notícias catalogadas, tem Mensalão do PT, Mensalão do DEM e Mensalão do PSDB. Veja se há algum desequilíbrio ou algo que você, santo inquisidor, possa condenar.

    Relações cordiais com Arruda? Caro Carlão, o Serra anunciou que Arruda seria uma grande opção para ser seu vice, veja aqui

    O vídeo acima responde tua pergunta que parece um pouco nervosa, abaixo:

    não perguntaram para o Serra o fato dele ter cogitado firmemente ter o Arruda como vice?
    ????Como “assessor direto” do Serra você realmente tem plena certeza que ele cogitou!Certeza!
    hehe ????

    Azeredo: Caro Carlão, é emocionante como o PSDB defende o Azeredo. Isso sim chamo de “priceless”.

  14. Pax said

    Cara Mona,

    A Régis Bittencourt vai de São Paulo até Curitiba.

    Existe um trecho ainda que é mão dupla, a descida da serra que é bastante complicada mesmo. Acontece que há um problema de liberação ambiental para sua duplicação.

    O trecho que uso, perto de São Paulo, está bastante razoável. Se quiser comparar com a Bandeirantes, Anhanguera, Ayrton Senna etc não se compara mesmo, estas outras são muito melhores, mas a um custo por km de pedágio que merece um mergulho profundo pois quem paga é o usuário e posso te afirmar que paga muito. A minha crença é que esta diferença que citei, de R$1,50 para R$ 6,70 entre os dois modelo dão um enorme assunto de discussão.

    E Mona, dê uma olhada na coleção do notícias sobre Efraim Morais que o blog tem. Não é pequena e não é nem um pouco parecida com a grande maioria dos parlamentares que também não confio nem um pouco. Este caso parece muito diferenciado. Veja com carinho e me diga se não é verdade o que alerto.

    Se vocês quiserem saber minha opinião sobre esta questão aí vai: o PT tem problemas sérios, apontados pelo próprio Gilberto Carvalho, assessor direto do Lula desde sempre, que afirmou que o vírus da corrupção invadiu o partido. A questão é que o PSDB, ou mesmo o PV, não encaram este que seria o calcanhar de Aquiles do PT. E o que devemos pensar é neste porquês. Eu tenho uma tese pra lá de boa: é que sujo quando fala de mal lavado expõe suas próprias mazelas. É roto falando de mal vestido. DEM e PMDB então estão à além disso. Já disse diversas vezes que o ideal seria uma aliança do PT com o PSDB e o expurgo do DEM e do PMDB do poder. Disse, ou não? Acho que mais de uma dezena de vezes nestes 2 anos de vida do blog.

    Se gosto disso, se acho que uma coisa justifica a outra? Pensem bem se eu faria um blog que se propõe a não isentar quem quer que seja e que afirma que vivemos sob a Ditadura da Corrupção pensaria assim?

  15. Pax said

    Caro Emerson57,

    Não tenho nenhum problema que tragam os pontos de outros blogs para cá, mas já deixei bem claro que estes extremos, tipo PHA de um lado e o tio do outro, eu descarto para mim, para formar minha própria opinião, prefiro andar numa zona menos polarizada de posicionamento como você deve perceber.

    E em nenhum momento deixo de “ouvir” teus argumentos e muito menos de respeitar tua opinião acima de tudo.

    Aqui só me chateio quando me acusam do que acho que não sou. Quando me julgam quando não me considero réu de nada, a não ser que ter um blog que coleciona notícias sobre corrupção seja crime. Se isto for motivo para ser réu, então já me declaro culpado antecipadamente.

    Receba o abraço de volta com a mesma boa consideração que você tem com o blog.

  16. Patriarca da Paciência said

    Por que não Serra?

    Governante, estadista, não é projeto pessoal.

    Serra diz sempre: “Eu farei isso… eu farei aquilo”

    O correto seria dizer: “Meu governo, o Brasil etc.”

    Ou seja, serra é um sujeito doentiamente egocêntrico.

    Além de ter descambado para as mentiras, como essas apontadas pelo Pax.

    Confesso que, algum tempo atrás, eu tinha simpatia pelo Serra, mas essa verdadeira campanha de difamação, através de e-mails e “grande imprensa”, (minúscula) principalmente a “Óia”, me deixa inojado. Agora estão surgindo “e-mails” onde dizem claramente o porquê de não votar na Dilma e apontam que a gente deve votar no Serra, mesmo após tomar um engov. É tudo profundamente ridículo!

    Espero, sinceramente, que a Dilma ganhe logo no primeiro turno. Vai ser duro a aguentar tanta baixaria!

    E se alguém ainda duvidasse do tratamento que a “grande imprensa” oferece aos candidatos, agora não resta mais nenhuma dúvida.

  17. Jorge said

    Roberto Jefferson, aliado de Serra, no twitter:
    “William Bonner e Fátima Bernardes facilitaram para o meu candidato. Foram mais amenos com ele”.

    O casal 45 na emissora 45. Que vergonha.

  18. Carlão said

    Pax
    Vamos por partes como diria Joãozinho do bisturi:

    Josias na quarta feira escreveu também:
    Abre parêntese. Curioso que Willian Bonner e Fátima Bernardes não tenham esfregado o mensalão também no rosto maquiado de Dilma Rousseff.
    Teria sido interessante ouvir da candidata do PT os planos dela para refrear o ímpeto da banda mensaleira do partido. Eleita, a turma volta? Fecha parêntesis
    .
    Eu por exemplo gostaria que Dilma respondesse a outras perguntas:
    – sobre o mensalão.Lula sabia? Ela sabia? Não foi feita.
    – sobre as Farc.Mulher do Medina? Não foi feita.
    – sobre a penúria nos aeroportos. Não foi feita.
    – a lambança dos dossiês. o caso Lina Vieira. Não foi feita.
    – a destruição do Enem. Não foi feita.
    – a miséria das estradas federais. Não foi feita.

    Pax vc também usa o CloacaNews para seus vídeos? …tsk,tsk,tsk
    então aproveite e transcreva as condicionalidades da fala do Serra “…se eu definisse algo no plano nacional e ele viesse junto …o lema seria vote num careca e leve 2″ …discurso cordial e político “na casa” do ex-governador em 2009. Arruda naquela altura do campeonato eleitoral ainda não era um bandido e nem tinha sido expulso do Dem. Qual é o problema? Naquela altura até Lula elogiava o então governador do DF,
    mas a “Cloaca” sempre esquece né?

    Pax…aproveitando vc não respondeu minha pergunta contida na frase “Candidatos tem que falar a verdade. Presidente muito mais. Lula está presidente e não é candidato a nada. Jefferson disse q Lula sabia do Mensalão. Era conivente.
    Você acha que não …que Lula foi traído ou que foi tudo armação da imprensa ?
    Ou Lula foi cúmplice?

    Não vi uma palavra sua sobre o caso Previ “bunker de dossiês” que provavelmente deveria estar entre um dos mais graves casos de corrupção moral e ética da História da República.
    Deve ter sido por falta de tempo.Então tá bom.
    No caso da Regis vc já se retratou dizendo:
    O trecho que uso, perto de São Paulo, está bastante razoável. Se quiser comparar com a Bandeirantes, Anhanguera, Ayrton Senna etc não se compara mesmo, estas outras são muito melhores, mas a um custo por km de pedágio que merece um mergulho profundo pois quem paga é o usuário e posso te afirmar que paga muito. A minha crença é que esta diferença que citei, de R$1,50 para R$ 6,70 entre os dois modelo dão um enorme assunto de discussão.

    Eu não discuto prefiro pagar R$ 6,70 e não ter nenhum problema na estrada. Muito menos morrer. Tenho parentes que morreram em 2006 na estradinha (ex-ótima) do Pax.

    Pax, mortadela tem preço de mortadela ao passo que perú tem preço de perú. Um presunto de primeira qualidade deve custar mais do que um presunto de segunda…ou não, Pax?

    Santa Inquisição? Cloaca News? …qual a diferença? São entes odientos. Inclua-me fora deles .

    O problema dos petistas é que Serra não mentiu no JN – não tentou provar que focinho de porco é tomada ou foi desmentido em pónlico como Dilma, a “tratadora dos animais políticos do circo de Lula”(Ministros queixosos).
    Serra foi firme e seguro.
    Usou bem o tempo e passou tranqüilidade.
    Serra vai ganhar a eleição?
    Sei lá…mas que é muito melhor que os outros candidatos, sem dúvida é.

    Azeredo? https://politicaetica.com/category/eduardo-azeredo/
    consulte seu próprio trabalho e veja que mistura vc andou fazendo por lá. Até Lula,Sarney, Dirceu e Delúbio freqüentam a “feijoada de notícias”da categoria.
    Isto sim é priceless…

  19. Mona said

    Carlão, aceito sua crítica. De fato, a questão saúde é relevante, mesmo… Ok.
    Quanto aos pedágios? Um pequeno trecho na Bahia pedagiada já depois do J.V. estar no poder custa R$ 6,7. O processo de concessão foi revisto? Não. O pessoal reclama? Sim, mas prefere fazer o trajeto na metade do tempo de outrora e com infinita mais segurança.
    Resumo da ópera: essa questão de preço depende de diversos fatores… e não é por maldade de uns e de outros que eles assumem o nível assim ou assado. Mas, sem dúvida, a contraprestação a ele tem de refletir seu nível, se não, não tem graça… E, acima de tudo, não existe almoço “di grátis”, meu…

  20. Patriarca da Paciência said

    Serra é “profundamente” “sincero”, sobre o Bob Jef, por exemplo, uma das poucas perguntas “fortes” feita pelo casal “global”, Serra enrolou, enrolou e nada respondeu.

    Serra, realmente, além de não ter carisma, não leva o menor jeito para estadista.

  21. Pax said

    Caro Carlão,

    Em 2006 a Régis Bittencourt não tinha sido privatizada. Foi, se não me falha a memória, em 2008. As obras começaram logo depois, primeiro com um racapeamento de emergência, depois com o estabelecimento das amuradas de proteção, super importantes por conta dos animais que transitavam pela rodovia (um colega de trabalho atropelou um cavalo e não morreu por muita sorte, apesar de perder boa parte de sua arcada dentária neste acidente. O cavalo foi). Houve uma época em que transitava por esta estrada todo dia por causa de trabalho, conheço bem essa pista. Era um caos, agora está muito melhor, abaixo das outras com certeza, ainda faltam os viadutos nos cruzamentos em nível que, segundo sei, estão no projeto.

    Onde quero chegar: numa revisão do modelo atual, seja o de São Paulo com a CCR e outras (cada vez menores, a CCR está comprando todas e montando um monopólio – estude e veja se estou errado) e este novo de menor preço para o usuário.

    Se eu sei qual é o melhor modelo? Não, mas sei que existe algo no meio do caminho que me parece melhor.

    Esta questão das estradas, caro Carlão, é um bom ponto. O Ministério dos Transportes, não é de hoje, e seus orgãos, como o DNIT etc, deveriam ser implodidos. Se forem a fundo diria que uma enorme parcela dos “habitantes” destes órgãos deveria estar atrás das grades. As estradas federais estão um lixo, são um gargalo para o país, isto é uma enorme verdade. Idem ibidem para as ferrovias etc. Sabemos disso. Entendo ser um bom ponto. E aqui o governo Lula não foi competente, muito pelo contrário, de desmontar um esquema estabelecido faz muito tempo, muito antes de FHC. Este esquema montado é um bom exemplo de preços que as alianças cobram. “Aquele ministério é nosso”. Chega a dar nojo.

    De outro lado, me permita uma reflexão sobre teu posicionamento, você afirma que prefere pagar mais caro, ter mais segurança etc (e sinto muito pelos teus parente falecidos, com todo respeito). É um direito seu, claro que é. Mas aqui talvez more uma diferença entre nossos posicionamentos. Pensar no seu privilégio me parece um tanto elitista. “Se eu tenho dinheiro e os outros não, que se ferrem pois eu quero pagar um pedágio alto e eles que não usem a estrada”, algo assim e confesso que numa colocação provocativa para te fazer pensar.

    Este tipo de pensamento, que pode ser o teu ou não, mas é de uma parcela da sociedade, para mim não funciona. Dos poucos posicionamentos que tenho e confesso aqui, um deles é a visão social democrata. E onde isto quer chegar:

    1 – o Estado tem que ser mais forte que fraco.
    2 – o Estado tem algumas missões como promover o bem-estar da sociedade garantindo que as disparidades não sejam de tal forma que torne a existência da nação uma bomba-relógio.
    3 – o Estado, a priori, não é dono dos meios de produção, mas pode ser em alguns pontos estratégicos.
    4 – o Estado tem o dever de promover a igualdade de condições para todos, e aqui fico com a Educação, Saúde e Segurança Pública como três bons exemplos. Todos deveriam ter estes serviços com igualdade de condições e, a partir daí, cada um que corra atrás do seu. Se todos forem educados, formados, o estado cumpriu seu papel, mas não impede que um trabalhe ou se diferencie do outro e ganhe mais. (insisto, não sou socialista, sou democrata-social).
    5 – o Estado deve ter um papel regulatório impedindo a formação de cartéis por exemplo.
    etc etc.

    E, veja, neste ponto acho que o ideário básico do PT e do PSDB, em essência, são parecidos, bem diferente, por exemplo, do ideário do DEM. O PMDB nem ideário básico tem, a não ser o de ser grande para cobrar grandes preços para se aliar.

    Vou te provocar com respeito: quando você fala de mortadela e peru eu cheguei a dar risada agora a pouco pois comi um misto quente de mussarela com mortadela. Mas o ponto é que você deixa transparecer, e isto é, sim, uma crítica, um elitismo que nos separa. Como que se valesse a pena assim o ser. Eu não acho que vale. As sociedades chegam num ponto que ficam insustentáveis. Tudo que se puder fazer para mitigar diferenças enormes nas parcelas sociais acho que são bons focos de qualquer governo.

    No caso do PT, que se envolveu em muita porcalhada, basta para isso falarmos dessas alianças que você adora citar, seu acerto refletido em índices de aprovação foi o fato de ter promovido alguns passos nesta direção. Aliás, quer saber, como insiste o Marcelo Augusto, o FHC também fez, ao acabar com a inflação que era um deleite para os mais privilegiados que montaram seus esquemas de aplicações overnight e viviam muito bem com isso e os mais pobres sofriam ao receber seus salários e correr para o supermercado pois em questão de horas teriam que comprar menos arroz e feijão.

    De mim você nunca viu críticas ao posicionamento do ideário do FHC. Posso ter de algumas indecisões no seu governo, mas jamais o critiquei sobre sua visão social democrata.

    Enfim, pelo que parece, há, sim, uma diferença entre nossos posicionamentos, ou estou completamente errado e você me perdoa por antecipação, mas parece muito que sim.

    Vou insistir de novo: a melhor aliança, para mim, seria o PT se juntar com o PSDB e ambos resolverem suas sujeiras internas e, assim, terem condições de mandarem o PMDB e o DEM para as cucuias.

  22. Anderson said

    Bonner , Globo e Serra tentando pateticamente requentar o mensalão , como se o povo já não o tivesse julgado em 2006 e como se o PSDB/DEMOS não tivessem dois mensalões nas costas. Globo, não vai adiantar , o povo já está vacinado contra suas deturpações.

    Serra é o candidato das trevas, aquele que vai governar pras elites paulistas e arrochar o povo. Vender e dilapidar o patrimonio brasileiro. Isso é que o PSDB e PFL sempre fez e sempre fará. Mas a população não é trouxa mais não e sabe que ele é o atraso.

  23. emerson57 said

    pax,

    “Vou insistir de novo: a melhor aliança, para mim, seria o PT se juntar com o PSDB e ambos resolverem suas sujeiras internas e, assim, terem condições de mandarem o PMDB e o DEM para as cucuias.”

    – a marina também pensa assim.

    só que eu acho que pt e psdb não dá liga.

    o que é necessário é a tal da reforma política.

    abraço.

  24. Zbigniew said

    (Quem tem mais credibilidade, o Ministério da Saúde ou o candidato da Globo, José Serra?)

    Ministério da Saúde rebate mentiras de Serra no JN.

    Leia abaixo esclarecimento divulgado nesta quinta-feira (12) pelo Ministério da Saúde, a respeito das inverdades ditas pelo candidato tucano José Serra durante entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo, ontem à noite:

    Em relação a declarações feitas pelo presidenciável José Serra, na noite desta quarta-feira (11), a respeito da realização de cirurgias eletivas, mutirões, prevenção de doenças e saúde da mulher na atual gestão, o Ministério da Saúde esclarece:

    1) Não é verdade que houve redução no número de cirurgias eletivas. Os mutirões foram incluídos na Política Nacional de Cirurgias Eletivas, criada em 2004. Essa política incorporou aos quatro procedimentos que eram realizados até então (catarata, próstata, varizes e retinopatia diabética) outros 86 procedimentos, totalizando 90 tipos de cirurgias eletivas.

    2) Com a ampliação, o número de cirurgias eletivas realizadas, considerando esses 90 tipos de procedimentos, passou de 1,5 milhão, em 2002, para 2 milhões, em 2009.

    3) Em 2009, a quantidade de cirurgias de catarata, por exemplo, foi maior que em 2002, tido como o ano auge dos mutirões. Naquele ano, foram 309.981. Em 2009, o SUS realizou 319.796 cirurgias. E, no decorrer de sete anos (de 2003 até 2009), a quantidade de cirurgias de catarata chegou a 1,9 milhão de procedimentos;

    4) Também é incorreto dizer que a prevenção de doenças “ficou para trás”, como afirmou o candidato. Houve avanços inegáveis nesta área, como alguns exemplos a seguir: o Brasil interrompeu a transmissão do cólera (2005) e da rubéola (2009); a transmissão vetorial de Chagas, em 2006; e eliminou o sarampo, em 2007. Estamos próximos da eliminação do tétano e foram reduzidos as mortes em outras 11 doenças transmissíveis, como tuberculose, hanseníase, malária e Aids. O país realizou as duas maiores campanhas de vacinação do país e do mundo: a de rubéola, em 2008, e a contra a gripe H1N1, neste ano;

    5) Ainda, em programas estruturantes de prevenção, a cobertura populacional do Saúde da Família cresceu 61% em todo o país – o número de equipes saltou de 19.068 (em 2003) para 30.782 (até março deste ano). Entre suas principais tarefas estão a promoção da saúde e prevenção de doenças. As equipes podem resolver até 80% dos agravos de saúde da população;

    6) Em relação à saúde da mulher, para a qual o candidato afirma que há problemas, o Ministério da Saúde informa que a gravidez na adolescência caiu 20% entre 2003 e 2009, e o investimento no planejamento familiar aumentou 605%, totalizando R$ 72,2 milhões, em 2009, para a compra de pílulas e outros contraceptivos. Houve um aumento de 125% nas consultas pré-natal (total de 19,4 milhões em 2009). Na prevenção, o suplemento de saúde da PNAD 2008, feita pelo IBGE, apontou que a proporção de mulheres de 50 a 69 anos que se submetem a mamografia passou de 54,8% em 2003 para 71,5%, em 2008.

  25. Mona said

    Bem, Zbigniew
    Já existe uma contraversão a esses dados. Você também pergunta quem teria mais credibilidade… Não sei te responder, francamente.
    O que sei é que todos esses homens públicos têm a capacidade de manipular números e apresentar a versão que melhor lhes apraz.
    Tomemos o Mantega como exemplo. Ontem, foi divulgado um documento de 130 páginas pelo Ministério da Fazenda, apresentando e distorcendo um montão de números. Como existem diversas entidades que acompanham os mesmos números, os erros foram prontamente apontados e o Mantega teve que vir a público e reconhecer que as informações estavam equivocadas.
    Agora, diga-me: quais as outras entidades, fora as governamentais ligadas diretamente ao assunto acompanham os dados de saúde? Se não existe a contraprova, o titular da pasta pode chegar e despejar a burunfada de números que quiser, que não será contestado.Assim, já que essas fontes não são confiáveis, a gente tem que tirar as nossas conclusões a partir do que a gente presencia pelo País. Aí pergunto-lhe: a saúde melhorou? Todos nós, quase que cotidianamente, temos notícias de hospitais do SUS compeltamente sucateados, de greves de médicos em função do pífio pagamento que é dado pelos seus procedimentos (quando a gente vê a tabela do SUS desses procedimentos não acredita…), o tempo de espera nas filas dos hospitais e dos postos de saúde (quando eles estão funcionando…) diminuiu? Ou tudo vem sendo tocado de maneira inercial?

  26. Zbigniew said

    Mona, e vice-versa.
    Acontece que são assuntos complexos, o que pode garantir a manipulação e se sair ileso.
    Volto ao caso da Rocinha, que teve numa declaração da candidata do governo a capacidade de atrair a indignação de opositores, sem que se dessem o trabalho de conferir os números de modo mais profundo. O que era bastante conveniente.

    Sabemos que o SUS é um programa que pode ser considerado um dos melhores do mundo, embora tenhamos sérios problemas de gestão em hospitais públicos. Outro dia estive numa grande emergência com uma tia que vomitou ao lado de sua cama. Havia balde, pano de chão, desinfetante, mas não havia ninguém para limpar porque um funcionário terceirizado havia faltado; o que nos fez permanecer num recinto sujo até que plantão se encerrasse e o novo começasse, até porque me foi proibido utilizar do material de mão própria. O que é isto? Gestão e, certamente, descaso.

    Vejo o SAMU nas ruas das principais cidades do país, o que não via em outras épocas. Vejo hospitais sendo construídos, novas emergências, ainda que persistam os problemas de gestão, de salários e pessoal. Não via isto em outras épocas.

    O que estou querendo dizer é que o investimento estatal – necessário onde a iniciativa privada não vai -, é mais visível e palpável, com todos os problemas que sabemos que existem. O que não era em outras épocas. E estou falando no goveno Lula.

    Insisto: existem problemas sérios, mas uma pequena melhora, por pequena que seja, é melhor do que nada. E em governos anteriores o “nada” sempre foi a regra.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: