políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Campanha de Serra batendo cabeça

Posted by Pax em 30/08/2010

Cúpula do PSDB quer que a campanha de Serra recupere “o eleitor classe média das grandes capitais” que migra sistematicamente seu voto para Dilma. Era um voto que poderia ir para Marina, mas como esta campanha patinou, embarcam cada vez mais na campanha bem feita pelo marketeiro da ex-ministra da Casa Civil que tem em Lula o cabo eleitoral dos sonhos de qualquer candidato.

O blog levantou uma tese faz um bom tempo que a pauta de baixo nível, histérica, era uma canoa furada. Faz oito anos que temos representantes no mundo da imprensa e dos blogs que fazem sistematicamente o papel de alimentar esta fogueira de palha e conseguem agrupar uma meia dúzia de gatos pingados. Só que este quadro altera a lógica matemática. Era uma meia dúzia de 7% que passou a 6, que caiu a 5 e agora para 4% e se mantém neste patamar nas últimas pesquisas. Uma “meia dúzia móvel”, digamos assim.

Nem mesmo políticos que antes faziam parte deste grupo de ataques mais ferozes permanecem em seus postos neste tiroteio infrutífero. Como o quadro atual das pesquisas aponta para uma derrota do candidato tucano em primeiro turno, muitos dos caciques da oposição apearam da campanha de Serra para tentar salvar suas peles em suas regiões. E muitos nem isso conseguirão. O chamado voto camarão se estabeleceu para todos os lados.

A tese defende que o tal “eleitor classe média das grandes capitais” encheu o saco de tanta histeria improdutiva. Sempre as velhas conversas que estamos no caminho de uma ditadura stalinista, que Dilma é um poste, que o PT tem envolvimento com tráfico de cocaína das FARCs e todas estas pautas que, ao se explorar um pouco mais e tentar achar alguma profundidade, não se sustentam. Há oito anos é a mesma situação.

Agora a cúpula tucana parece cair na real. Agora. Só que, a não ser que aconteça uma megacatástrofe na campanha de Dilma, a derrota parece ser desmoralizadora.

Há um dito popular que pode explicar muito bem a tese do blog: ˜Quem acompanha morcego, morre queimado”. Morcegos, segundo o dito, não detectam o fogo em seus sonares e voam direto para ele. Os que vivem de público se sustentarão, 4% da população de quase 200 milhões de habitantes garante uma boa audiência. Parece, porém, que os políticos entenderam com um pouco de atraso que eles não vivem de audiência em blogs e revistas, mas sim de voto nas urnas. Tudo indica que cairam em si tarde demais.

Cúpula do PSDB faz pressão para alterar marketing de Serra

Do site Terra, por MARCELA ROCHA

Integrantes da cúpula do PSDB reclamam da falta de coordenação política da campanha presidencial e defendem que é preciso recuperar com urgência o eleitor classe média das grandes capitais. Este grupo social era tido como eleitor cativo do candidato ao Planalto José Serra. No entanto, segundo apontam as últimas pesquisas de intenção de votos, está migrando para a adversária do PT, Dilma Rousseff. Estados como São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Minas Gerais são, agora mais do que antes, alvos de esforço emergencial do candidato do PSDB.

Até o resultado das últimas pesquisas apontar o crescimento de Dilma sobre esse eleitorado, os tucanos avaliavam que seria possível deixar para intensificar a campanha em São Paulo mais adiante. No entanto, ante a nova conjuntura apresentada pelos levantamentos, o partido olha com preocupação a perda de espaço na região. Pretendem, o quanto antes, turbinar a agenda do tucano e já contam com programas elaborados pelo diretório estadual.

Correligionários e aliados que antes reclamavam da falta de abertura de diálogo com candidato e o seu marqueteiro, admitem agora que ambos estão mais dispostos a reavaliar a estratégia estabelecida antes do início da campanha, o que deve ser feito ainda nesta semana.

Continua no Terra….

Anúncios

6 Respostas to “Campanha de Serra batendo cabeça”

  1. Elias said

    Antes, o Lula é que era o poste. Um “apedeuta”, o “noço guia”, o “cumpanhero” iletrado e incapaz.

    Agora, Lula foi promovido de poste a titereiro. Virou o homem que manobra os cordéis.

    Agora o “poste” é Dilma…

    Isso dá a medida da incompetência de quem passou 8 anos se dizendo mais competente.

    Faltou até mesmo um mínimo de imaginação.

    Lembra o que esse pessoal falava na pré-campanha? Que, fora do ministério, Dilma seria reduzida ao seu real tamanho; que as intenções de voto nela iam parar e crescer e, até mesmo, decrescer; que ela não tinha experiência de palanque; que…

    Um paquidérmico erro de avaliação!

  2. Pax said

    Se a Dilma não fizer um agradecimento público pro Olavo, pro Reinaldo e pro Diogo, será uma imensa ingratidão da parte dela.

    Se o PT não fizer um elogio público ao Indio, será uma tremenda falta de educação.

    Tem que agradecer quem ajuda.

  3. emerson57 said

    “Cúpula do PSDB quer ”

    pax,

    do jeito que a coisa vai,
    essa cupula do psdb
    não terá prestígio nem para
    conseguir uma vaga para o fhc
    no
    retiro dos artistas………

    o lado bom será que
    após as eleições
    surgirá uma oposição de melhor qualidade,
    nas casas legislativas e
    na internet.
    a oposição dos grandes meios de comunicação perderá importância a cada dia.
    abraço.

  4. Jorge said

    o problema de Serra não é o marketing, é o conteúdo.
    O Psdb não tem nada para apresentar ao povo brasileiro.
    Marina tem um grande debilidade: o PV, muito heterogêneo, muito personalista.

  5. Patriarca da Paciência said

    O problema é que o Serra não leva o menor jeito para político, muito menos para estadista.

    Autista, truculento, megalomaníaco, suas propagandas só provocam desdém nas pessoas.

    Serra fez isso, Serra fez aquilo outro, Serra é o máximo, Serra é o mais sábio dos homens etc. Quem é que aguenta uma “marqueteirização” dessas? Coisa para louco!

  6. Elias said

    Patriarca,

    Isso que você disse aí está na base da estratégia tucana.

    Os estrategistas tucanos dizem que dois dos principais pontos fortes do Serra são, exatamente, a experiência administrativa e a competência profissional. E que esses 2 aspectos seriam pontos fracos da Dilma.

    Daí que a propaganda satura o eleitor com a repetição da mensagem do tipo “Serra fez isso”, “Serra fez aquilo”…, tentando fixar a imagem de um político dinâmico, empreendedor, criativo e capaz. É a velha história: vamos repetir, repetir… até que um monte de gente vai acabar acreditando.

    A meu pensar, as eleições de 2010 estão começando a dar uma pequena lição aos políticos brasileiros. A lição é esta: o marqueteiro é super importante, sim, mas só isso não é suficiente pra ganhar eleição.

    Em 2010, está se dando bem o político que, além de um bom marketing, fez, sobretudo, política.

    Acho que os tucanos ainda não estão convencidos disso.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: