políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Lula fala de Erenice

Posted by Pax em 17/09/2010

Momentos antes de ser decidida a exoneração da ministra-chefe da Casa Civil, Lula concedeu uma entrevista exclusiva ao site iG.

Algumas de suas afirmações:

“Só existe uma hipótese neste meu governo para que ninguém seja investigado: é não cometer erro”

“Como não sou juiz, não posso julgar, não sou investigador, não posso investigar”

“Sou obrigado a acreditar nas pessoas, no que elas me dizem”

“Acho que a companheira Erenice tem serviços prestados ao meu governo e ao país inestimáveis”

“Quando a gente está na máquina pública, não tem o direito de errar”, disse. “E se errar, a gente tem de pagar”

Pode haver uma ou outra transcrição que não seja exata. O vídeo está no link indicado acima e disponível a todos.

Neste momento todos se perguntam quanto o caso Erenice pode afetar o rumo das eleições nesta reta final. Impossível afirmar neste momento. O mais indicado é esperar as pesquisas da semana que vem que adotar algum achismo.

Em 2006 Lula tinha vantagem nas pesquisas que indicavam sua vitória em primeiro turno. Segundo alguns analistas as eleições foram para o segundo turno por duas razões: o escândalo dos aloprados, com imagens de uma dinheirama de quase R$ 2 milhões apreendidas pela polícia em um hotel em São Paulo e a decisão de Lula de não participar do último debate promovido pela TV Globo.

Porém à aquela altura da corrida eleitoral à presidência, Alckmin vinha subindo nas pesquisas gradualmente. Não tinha um embalo forte, mas a eleição teve um segundo turno em que a estratégia da campanha petista foi mais forte, apontando a possibilidade de mais privatizações e o escândalo dos aloprados perdeu fôlego. O resultado todos sabemos, o tucano teve menos votos no segundo turno que no primeiro e Lula venceu com bastante folga.

A campanha tucana deste ano está mais fraca que a campanha de 2006. As críticas mais importantes nem são dos adversários, mas dos próprios aliados, tanto internamente no alto escalão do PSDB quanto dos principais partidos da base, em especial do DEM e do PTB. Mas o escândalo de Erenice dá um novo fôlego, sim. E tudo indica que será usado ad nauseam nesta reta final. Faz parte do jogo democrático, o PT faria a mesma coisa se estivesse na oposição, como qualquer partido político, em qualquer lugar do mundo.

O maior prejudicado é o eleitor que perde a oportunidade de discussão de programas e compromissos de governo.

E o caso Erenice? Este blog também não é juiz nem investigador, mas pode emitir uma opinião simples: Erenice prestou um enorme desfavor à campanha de Dilma. Principalmente por tentar se explicar em sua nota oficial do início da semana atribuindo as acusações ao processo eleitoral aético e derrotado de Serra. Meteu os pés pelas mãos.

Afora todas as explicações que deve sobre tanto parente envolvido em graves acusações. Agora, como cidadã comum, sem foro privilegiado, ela terá todo o tempo do mundo para mostrar a sociedade sua defesa.

Correção necessária: o programa “Entre Aspas” Denúncias contra Erenice Guerra podem prejudicar a campanha de Dilma? da jornalista Mônica Waldvogel – Globonews, de ontem, foi base de algumas das colocações acima. Fica a sugestão para os leitores no link.

Anúncios

43 Respostas to “Lula fala de Erenice”

  1. William said

    O que eu posso dizer depois desses ultimos vinte dias é que estou presenciando pela primeira vez na minha vida um golpe de estado patrocinado pela midia velha e pela oposição. Realmente lamentavel, se o Serra conseguir ir pro segundo turno e ganhar a eleição , terá um governo no inicio impopular. E como sabemos quas são as politicas do PSDB, teremos qutro anos negros pro povo.

  2. Luiz said

    Caro William, você deve ser bem jovem.

    Coisa pior já foi tentada algumas vezes, com resultados geralmente escassos.

  3. William said

    2006 foi fichinha perto do que tão fazendo este ano.

  4. Pax said

    Caro William,

    Se tiver um tempo, olhe o programa “Entre Aspas” de ontem.

    http://globonews.globo.com/Jornalismo/GN/0,,MUL1619347-17665-309,00.html

    Nele, que assisti, e confesso aqui que tirei o mote de post e vou fazer atualização dando o devido crédito, os analistas, sejam o o cientista político Rogério Schmitt e o diretor do Datafolha Mauro Paulino, não me parecem concordar com você na questão do desespero.

    Veja lá, caso não me falhe a memória:

    Em 2006 a situação de Lula era diferente, tinha menos de 60% de aprovação.
    Alckmin vinha subindo, Serra neste momento está estagnado.
    As imagens de 2006, da dinheirama aprendida no tal hotel, foram exibidas à exaustão. Não consigo achar que este ano seja mais ou menos alguma coisa que em 2006.

    Calma, não acho que os torcedores de Dilma devam se desesperar.

    e

    Calma, não acho que os torcedores de Serra devam entrar em completa euforia.

    e

    Calma, não acho que os torcedores de Marina devam criar uma falsa esperança.

    De todos, entre mortos e feridos, se tivesse que chutar, acho que Marina ganha mais que Serra neste episódio, mas não chega onde quer. A campanha tucana está muito ruim, para infelicidade geral da oposição e felicidade geral da situação. E o PV, bem, não deu nem para começar. Não fizerem uma boa campanha, não. Os números confirmam o que digo.

  5. Pax said

    Sugestão de leitura:

    Os jornalistas tucanos, por Marcos Coimbra
    http://www.cartacapital.com.br/politica/os-jornalistas-tucanos-por-marcos-coimbra

    Na Carta Capital.

    Será que está falando, em algum momento, pensando no tio? Sei não.

    O trecho final:

    Entre os erros que elas cometeram e os acertos de Lula, muito se explica do que vamos ter em 3 de outubro. Mas há uma parte da explicação que merece destaque: o quanto os jornalistas tucanos contribuíram para que isso ocorresse.

    Foram eles que mais estimularam a noção de que Serra era o verdadeiro nome das oposições para disputar com Dilma Rousseff. Não apenas os jornalistas profissionais, mas também os intelectuais que os jornais recrutam para dar mais “amplitude” às suas análises e cobertura.

    Não há ninguém tão dependente da opinião do jornalista tucano quanto o político tucano. Parece que acorda de manhã ansioso para saber o que colunistas e comentaristas tucanos (ou que, simplesmente, não gostam de Lula e do governo) escreveram. Sabe-se lá o motivo, os tucanos da política acham que os tucanos da imprensa são ótimos analistas. São, provavelmente, os únicos que acham isso.

    Enquanto os bons políticos tucanos (especialmente os mais jovens) viam com clareza o abismo se abrir à sua frente, essa turma empurrava as oposições ladeira abaixo. Do alto de sua incapacidade de entender o eleitor, ela supunha que Serra estava fadado à vitória.

    Quem acompanhou a cobertura que a “grande imprensa” fez destas eleições viu, do fim de 2009 até agora, uma sucessão de análises erradas, hipóteses furadas, teses sem pé nem cabeça. Todas inventadas para justificar o “favoritismo” de Serra, que só existia no desejo de quem as elaborava.

    Se não fossem tão ineptas, essas pessoas poderiam, talvez, ter impulsionado as oposições na direção de projetos menos equivocados. Se não fossem tão arrogantes, teriam, quem sabe, poupado seus amigos políticos do fracasso quase inevitável que os espera.

    Os grifos são meus.

    Acho que já disse que Dilma e Lula devem agradecimentos aos tais jornalistas e pseudoanalistas. Não?

    Acho, também, que o presidente do Vox Populi, tem opinião parecida com a minha.

  6. vilarnovo said

    Pax

    O que mais me surpreendo hoje nesse país e a completa falta de individualidade. Fica claro que cada dia que passa a política e mais precisamente eleições se tornaram mais um concurso em que torcemos para um vencedor do que um exercício de cidadania ou coisa parecida.

    Não me entra na cabeça pessoas como William e Luiz acharem que tudo o que aconteceu em 2006 como uma “tentativa de golpe da oposição”. Se houve uma tentativa de golpe ela partiu de um governo que tentou destruir o principal pilar da democracia que é a divisão entre poderes. O suborno realizado pelo executivo foi exatamente isso.

    Mas como torcem pelo seu favorito, abrem mão de qualquer ética, abrem mão de sua própria individualidade e capacidade de raciocínio apenas para apoiar seu candidato/partido.

    Não entendem o Estado como uma entidade que só existe por autorização individual. Entendem como um “ser” onipresente, causador da felicidade e do desenvolvimento. E portanto esse “ser” deve ser o que eles escolhem.

    O PT é corrupto? Claro que é, sempre foi. Mais do que os outros? A resposta é não. A grande diferença no PT é que dentro dele existem diversas facções, cada uma com uma idéia diferente de como se apropriar do Estado. O subordo do Legislativo foi a cara disso: queriam o controle da casa mas sem se coligar ao PMDB e seus sanguessugas. Deu no que deu. Depois que a Casa caiu (literalmente na figura do Zé Dirceu) a tática mudou.

    Sinceramente fico enojado de ver como pessoas assitem a tudo com o nariz tampado. Abrem aquele sorriso amarelado em ver as pesquisas de opinião e eleitorais e ver o PT, corrupto até a medula, solapando tudo e a todos.

    Não consigo compreender como contribuinte, como assalariado, em um país onde uma entidade privada como um sidicato coloca a mão em MEU dinheiro SEM PEDIR MINHA AUTORIZAÇÃO (deve ser o único país do mundo que isso acontece), onde os governos (não só do PT) tomam como propriedade privada o Tesouro nacional, as pessoas apáticas como estão.

    E onde está a Justiça? Cadê aqueles promotores que adoravam persiguir gente do PSDB? Sumiram? Se esconderam?

    Sinceramente acho que dando Dilma ou Serra nada vai mudar. Acho realmente que Dilma irá enfrentar muitas dificuldades causadas por facções do próprio PT do que realmente por algum embaraço da oposição. Se formos analisar os crimes do PT TODOS eles foram praticados de dentro do partido contra outros membros.

  7. Olá!

    Vilarnovo, finalmente uma opinião inteligente na caixa de comentários deste blog.

    Pax, dê uma olhada neste post sobre corrupção e liberdade econômica no período de 1995 até 2010.

    Há uma forte correlação entre essas duas variáveis.

    Um gráfico que resume todo o cenário.

    Até!

    Marcelo

  8. Pax said

    Caro Vilarnovo,

    Se o PT é corrupto como os outros, ou se é mais ou se é menos menos, também não sei. Sei que alguns de seus membros têm que se explicar. Erenice que o diga. Se o PSDB é mais corrupto que os outros, se é mais ou se é menos, idem ibidem.

    Se com Dilma ou Serra nada vai mudar, também não sei, prefiro certo otimismo. Acho que certos erros tendem a diminuir na medida que se repetem e causam tanto estrago para os partidos. Serra jamais aplaudiria Arruda de novo e Dilma jamais chamará Erenice para compor sua equipe, acho eu. A não ser que ambos (Arruda e Erenice) provem que foi a tal imprensa golpista, de um lado e de outro, que tenha parido tais escândalos do nada, que provem que é tudo invencionice, o que acho um tanto difícil.

    O que tiro desta história é que, se a sociedade quiser, e tem tudo para querer, pode-se criar uma regra daqui pra frente: coloquem os parentes a mais de 10.000 km do palácio do planalto.

    Coisa mais imbecilizada que Erenice fez, se tudo que estiverem acusando se provar.

    Agora ela terá tempo para provar que não. Que corra atrás do prejuízo pessoal e familiar. E o Lula e a campanha de Dilma que também corram atrás, pelo suposto erro que cometeram ao colocá-la em cargo que evidentemente seria investigado, de forma correta ou não, pela imprensa. Isto é mais certo que nossa vida não é eterna. Quem está lá não pode cometer erros tão primários.

    A imprensa tem que ser livre. Completamente livre. E os governos tem que ser, como disse o Elias, como a mulher de César, não bastam que sejam honestos, têm que parecer honestos.

    Neste caso fico com o dito popular que vai ao encontro do que Lula disse, mas em outras palavras: “Calça de veludo ou bunda de fora”.

    Parece que o caso das acusações contra José Dirceu não foram suficientes para o governo atual aprender. Tomara que agora, com o caso da Erenice, seja. Tem gente do PT, com certeza, que não traria tanto estrago como parece que Erenice trouxe, segundo tudo indica.

    Se são suficientes para mudar o rumo da campanha, como agora acabo de ler no Editorial do portal tucano? Acho que não, mas é puro achismo. A diferença é muito grande, o outro lado não pode querer aparecer de vestal porque também deve e a campanha do Serra é fraca, principalmente pela má articulação política, a desagregação geral, além da falta de um grande projeto diferencial que sustente.

    (bem-vindo de volta)

  9. Olá!

    “Não me entra na cabeça pessoas como William e Luiz acharem que tudo o que aconteceu em 2006 como uma ‘tentativa de golpe da oposição’. Se houve uma tentativa de golpe ela partiu de um governo que tentou destruir o principal pilar da democracia que é a divisão entre poderes. O suborno realizado pelo executivo foi exatamente isso.”

    Na mosca, Vilarnovo! Realmente, Vilarnovo. Nunca você verá um esquerdista e/ou um petista admitir isso. Não dá para entender como os esquerdistas fazem vistas grossas para esse tipo de golpe institucional — aliás, o Mensalão foi o esquema que mais se aproximou de um golpe desde o último dado em 1964.

    Na visão dessas pessoas, tudo, no final das contas, é culpa da imprensa e da oposição. Quase nunca há a admissão de que nas hostes esquerdistas/petistas é onde reside o principal motivo por tais fatos terem ocorrido.

    O Vilarnovo levantou um ponto interessante sobre as facções internas do PT. Aliás, o PT guarda a chave da sua própria destruição. Não será uma pessoa da direita, um Bornhausen, a revista Veja, o blog do Noblat ou o do Reinaldo Azevedo, ou alguém da esquerda do PSDB que irá levar essa provável tarefa a cabo, mas, sim, as próprias facções internas desse partido.

    Até!

    Marcelo

  10. Chesterton said

    “Como não sou juiz, não posso julgar, não sou investigador, não posso investigar”

    CHEST- CÁSPITA

  11. Pax said

    Caro Marcelo Augusto,

    Calma, não consigo ver os direitistas demoníacos também admitindo suas patacadas.

    Você já viu, por exemplo, o caro Chesterton reclamando da Yeda, do Efraim e do Eduardo Azeredo, o criador da tal da criatura que supostamente o Dirceu se fartou de usar, nem mudando o careca?

    Eu não.

    E peço desculpas ao meu antigo arqui-apaixonado inimigo opinatório por ter envolvido seu nome “em vão”. Mas eu já pedi para o caro Chesterton me amar menos. Ele é que não me atende.

    =)

  12. Andrson said

    Serra é um golpista. Esconde que vai ferrar o povo e governar pros ricos de SP. GOLPISTA.

  13. Olá!

    “Você já viu, por exemplo, o caro Chesterton reclamando da Yeda, do Efraim e do Eduardo Azeredo, o criador da tal da criatura que supostamente o Dirceu se fartou de usar, nem mudando o careca?”

    Não sei se o Chesterton se identifica tanto com o PSDB quanto os esquerdistas/petistas se identificam com o PT. Seria interessante que ele respondesse isso.

    Pax, há uma diferença fundamental entre o que o Azeredo fez no esquema de corrupção dele e o que os petistas fizeram no Mensalão: Até onde foi noticiado, não houve, da parte do Azeredo, nenhuma tentativa de golpe institucional como foi o Mensalão. O Mensalão, Pax, foi um semi-golpe de Estado, foi um golpe institucional e isso é algo seríssimo dentro de uma democracia, pois solapa os valores fundamentais que dão a razão de existir do nosso país e da maneira como este se organiza politicamente.

    O Azeredo deveria ter sido punido pelo esquema de corrupção dele.

    Efraim e Yeda estão muito além da linha do indefensável. Depois de tudo o que aconteceu, deveriam dar o fora da política.

    Até!

    Marcelo

  14. Olá!

    Esse caso da Erenice, do envolvimento de diversos familiares dela em esquemas de corrupção e em cargos públicos talvez tenha sido uma tentativa malfadada de replicar na Casa Civil o Bolsa Família.

    Até!

    Marcelo

  15. Zbigniew said

    O PT faria o mesmo, só que sem a velha mídia. A velha mídia, udenista, associada à direita raivosa, vai sim tentar até o último momento levar o pleito para o segundo turno. Se vai conseguir, é o que veremos.

  16. Zbigniew said

    O porquê de a oposição até poder conseguir um segundo turno, mas ser muito difícil ganhar esta eleição, bem sintetizado por Maria Inês Nassif:

    “(…)

    A “mexicanização” do quadro partidário brasileiro é um debate a ser colocado em devidos termos. A ameaça de que o PT, depois das eleições de outubro, se transforme num Partido Revolucionário Institucional (PRI), que governou o México de 1929 a 2000, é apresentada como “denúncia”. Isso é, no mínimo, um equívoco.

    A questão merece ser tratada criticamente por todos os atores do cenário político, sob pena de a eleição consolidar, de fato, e por um bom tempo, um único partido com condições de acesso ao poder pelo voto.

    Essa perspectiva está colocada não porque o PT trapaceou, mas porque a oposição acreditou demais no seu poder de influenciar massas via convencimento das elites.

    É uma estratégia medíocre de ação política, num mundo onde o acesso à informação tem aumentado e ao mesmo tempo saído da órbita exclusiva da influência dos grandes grupos, e num Brasil onde um grande número de cidadãos-eleitores deixou a pobreza absoluta, outro tanto ascendeu à classe média, a escolaridade aumentou, o acesso à internet é maior e a influência das elites sobre os mais pobres tornou-se muito, muito relativa.

    (…)”

  17. Zbigniew said

    O porquê de a oposição até poder conseguir um segundo turno, mas ser muito difícil ganhar esta eleição, bem sintetizado por Maria Inês Nassif:

    “(…)

    A “mexicanização” do quadro partidário brasileiro é um debate a ser colocado em devidos termos. A ameaça de que o PT, depois das eleições de outubro, se transforme num Partido Revolucionário Institucional (PRI), que governou o México de 1929 a 2000, é apresentada como “denúncia”. Isso é, no mínimo, um equívoco.

    A questão merece ser tratada criticamente por todos os atores do cenário político, sob pena de a eleição consolidar, de fato, e por um bom tempo, um único partido com condições de acesso ao poder pelo voto.

    Essa perspectiva está colocada não porque o PT trapaceou, mas porque a oposição acreditou demais no seu poder de influenciar massas via convencimento das elites.

    É uma estratégia medíocre de ação política, num mundo onde o acesso à informação tem aumentado e ao mesmo tempo saído da órbita exclusiva da influência dos grandes grupos, e num Brasil onde um grande número de cidadãos-eleitores deixou a pobreza absoluta, outro tanto ascendeu à classe média, a escolaridade aumentou, o acesso à internet é maior e a influência das elites sobre os mais pobres tornou-se muito, muito relativa.

    (…)”
    Do Valor Econômico, via Viomundo: http://www.viomundo.com.br/politica/maria-ines-nassif-um-modelo-partidario-trazido-do-atraso.html

  18. Carlão said

    Parece piada…
    17/09
    Comissão de Ética da Presidência aplica ‘censura ética’ a Erenice Guerra
    Comissão abriu procedimento de apuração para investigar ex-ministra.
    Segundo relator do processo, Erenice deixou de apresentar informações quando assumiu o cargo em 31 de março passado.
    http://g1.globo.com/politica/noticia/2010/09/comissao-de-etica-da-presidencia-aplica-censura-etica-erenice-guerra.html

    Apoio o que o Vilarnovo disse mas discordo quanto às coisas não mudarem caso Dilma seja derrotada.
    A alternância de partidos no poder provoca melhorias na Democracia. É fato.
    Saem os ratos velhos e passa um tempo até que novos ratos consigam se instalar.
    Nesse meio tempo o Estado respira e melhora.

    Simples assim.
    Gostaria de alternância de partidos mesmo em S.Paulo…
    O problema é que o PT (vide Mercadante, Dirceu, Palocci etc.) é um ninho de ratazanas velhas.

  19. Carlão said

    Piada que circula no twiter:

    Dilma vive dizendo que tiraram mais de 25 milhões da miséria.
    Tiraram mesmo! 5 milhões eram pra Erenice.
    E os outros 20, quem foi que tirou?

    hehe

  20. Carlão said

    Eis um exemplo do que afirmei acima 18.

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/tentativa-de-vender-escola-publica-quando-prefeita-vira-bomba-relogio-para-marta-suplicy/

    16/09/2010
    às 17:03 \ Política & Cia
    Tentativa de vender escola pública quando prefeita vira bomba-relógio para Marta Suplicy

    Tramita na 8ª Vara da Fazenda Pública, na capital paulista, uma bomba-relógio que poderá atingir a atual candidata favorita ao Senado por São Paulo, Marta Suplicy (PT). Se condenada, Marta poderá sofrer as penas da Lei da Improbidade Administrativa, inclusive perda de seu possível mandato, suspensão dos direitos políticos, pesada multa e ressarcimento de prejuízos que possa haver causado aos cofres públicos.

    Marta não está sendo processada por um partido político rival, ou por grupos anti-petistas nem algo do gênero, mas pelo Ministério Público, cujo dever, segundo a Constituição, é zelar pelo cumprimento da lei e pelos direitos dos cidadãos.

    Felizmente, em 2005, o recém-eleito prefeito José Serra (PSDB) ingressou em juízo contra a empresa beneficiada pelo negócio, obteve uma decisão liminar e a empresa decidiu fazer acordo, que consistiu no chamado “desfazimento” do negócio, o que ocorreu na gestão do sucessor de Serra, Gilberto Kassab (DEM). Este processo já foi encerrado, e o imóvel continua sob domínio pleno da Prefeitura.

    Uma segunda ação, esta civil pública, movida pelo Ministério Público destinada a manter o “uso especial” do terreno (para escola e centro de saúde) ainda não se encerrou mas perdeu o sentido com o destrato.

    O QUE DIZ O MINISTÉRIO PÚBLICO — Continua correndo, porém, a ação para enquadrar a candidata do PT ao Senado nos duros rigores da Lei de Improbidade Administrativa.

    Segundo o MP, a prefeita teria promovido “o benefício da empresa permutante, que pretendia a área da Vila Nova Conceição, de elevado valor e interesse imobiliário, para realizar incorporação de edifício de alto padrão”, e que “o imóvel dado em permuta não refletia contrapartida suficiente”. O município de São Paulo juntou-se como parte ao MP na ação.
    ( leia a integra no link )

  21. vilarnovo said

    PAX – Não vejo o PSDB diferente do PT. Os dois possuem o mesmo DNA. Mudam as figuras, mudam os atores, mas os métodos são os mesmos. A grande diferença foi a volúpia em que o PT atacou o Estado com sua origem sindical.

    Discordo de quase tudo que a Heloisa Helena fala, mas sem dúvida o PT transformou o governo em um balcão de negócios. Perdeu TODA credibilidade que tinha (para os que principalmente não conheciam a administração petista nos municípios)após assumir a presidência.

    Esse caso com a Erenice não é diferente de tantos outros casos. E o pior, são crimes previsto no código penal. Nepostimo, favorecimento ilícito, prevaricação, tráfico de influência.
    Só o fato do filho da mulher se apresentar como lobista para mim já é um desvio ético impressionante.

    Mas como o caso Lulinha não deu nada pois o Minstério Público acabou, a porteira foi aberta.

    Em QUALQUER país sério o governo do PT teria acabado há muito tempo.

  22. vilarnovo said

    Acho hilário ler isso:

    “Essa perspectiva está colocada não porque o PT trapaceou, mas porque a oposição acreditou demais no seu poder de influenciar massas via convencimento das elites.”

    A “elite” no Brasil há muito tempo se bandeou para o lado do PT quando esse abriu as portas do Tesouro (literalmente).

  23. iconoclastas said

    #9, ae Pablo, rolou um clima…

    ““Sou obrigado a acreditar nas pessoas, no que elas me dizem”

    claro que não. inclusive, pelo tanto que chama os outros de mentirosos, mostra que não acredita.

    compromisso vc deve ter é com a verdade, e obrigação de respeitar o contribuinte que te sustenta.

    ;^/

  24. vilarnovo said

    23. Ico – Bobão :)

  25. Chesterton said

    Pax, que é o Ifraim? A Yedda é aquela do RS? Do PSDB só votei em FHC, ainda assim tapando o nariz.

    Lula aprendeu com Pax essa história de não vou julgar, não sei de nada, quem sou eu para saber, é, enquanto presidente, um irresponsável. Se fosse outro, seria impichado.

    Esssa maneira de auto-emburrecimento advém da mania politicamente correta de se expressar. Na radio esses dias ouvi o repórter:
    – preso o suposto bandido portando um fuzil, 3 granadas e 2 pistolas…

    Suposto bandido? Porra, o cara foi preso com um arsenal e o reporter achava que ele poderia ser o quê? O Rambo?

    País de merda, povo enganado. Vejo aqui um extrato do condominio. Referente ao capiau que passa o dia coçando o saco em Buzios
    – Salario 720,84
    – encargos sociais 403,08

    Caspita, o governo toma 36% do salario dele e ainda diz que ele é pobre porque o patrão o explora….

  26. Zbigniew said

    Caro Vilanorvo, a elite não se transforma assim, de uma hora para outra. E há elites e elites. Aquela que se “bandeou” para o lado do PT não é a mesma que hoje, de forma histérica e anti-democrática, prega a escandalização como forma de alçar ao poder, estimula as vivandeiras de quartéis e seus comportamentos golpistas, repisando uma forma de fazer política arcaica e superada, que atende a tudo, menos aos interesses da nação.

  27. iconoclastas said

    Paxman, desta aqui vc vai gostar:

    http://oglobo.globo.com/pais/eleicoes2010/mat/2010/09/16/empresario-rubnei-quicoli-ameacou-assessor-de-erenice-guerra-917654100.asp

    pilantra?

    ;^/

  28. vilarnovo said

    Zbigniew –

    “Caro Vilanorvo, a elite não se transforma assim, de uma hora para outra. E há elites e elites. Aquela que se “bandeou” para o lado do PT não é a mesma que hoje, de forma histérica e anti-democrática, prega a escandalização como forma de alçar ao poder, estimula as vivandeiras de quartéis e seus comportamentos golpistas, repisando uma forma de fazer política arcaica e superada, que atende a tudo, menos aos interesses da nação.”

    Vc tem toda a razão. A elite não se transformou. Ela permanece a mesma. Quem se transformou foi o PT.

    “de forma histérica e anti-democrática, prega a escandalização como forma de alçar ao poder,”

    Isso não existe. Não passa de propaganda do PT para alguns de mente fraca acreditaram. O que vc chama de “escandalização” é apenas o descobrimento dos crimes praticados pelo PT. Nada mais que isso.

    Não se esqueça que moramos em um país onde o Presidente da República vai no Fantástico dizer que o seu partido faz Caixa 2, mas tudo bem porque todos fazem.

    Acreditar nessa história de “golpismo” ainda mais vindo do PT é dose amigo, realmente é dose.

  29. Pax said

    Caro Iconoclasta em # 27.

    Pilantra parece que a justiça já definiu. Pilantra não, criminoso. O cara foi condenado a 3 anos de xilindró por usar dinheiro falso e mais 1 por receptação de mercadoria roubada. Para santo falta um tanto.

    Acontece que não tira a seriedade das acusações em cima dos filhos e parentes de Erenice, e, por consequência e suposto envolvimento, dela própria.

    Este blog não vai cuidar do caso deste pouco elogiável, dito empresário e consultor, Rubnei Quícoli. Deixo isto para a polícia.

    Se a parentada de Erenice se envolveu com o cara, fica aquele dito popular: “Diz-me com quem andas que dir-te-ei quem és”.

    Talvez a situação e a campanha de Dilma se apeguem à este fogo de palha, ao fato do acusante desta das várias acusações, ser o que a justiça já julgou, um criminoso. Mas se estivesse nos sapatos de defender a candidatura de Dilma não cairia nesta tentação.

    Há indícios mais que suficientes para a confirmar a decisão de retirar Erenice da frente, o mais rápido possível, e tentar apagar o incêndio que ela causou. Se o incêndio virará um enorme estrago, ou quantos hectares (leia-se pontos percentuais nas pesquisas de intenção de votos em Dilma) ele vai queimar, só as pesquisas da semana que vem poderão dar um tom do impacto.

  30. Chesterton said

    O fato de um bandido ter negocios com a ministra e esta derrubá-la só piora a situação da ministra, Pax.
    Não é uma questão de:
    “porque voc~es acreditam no bandidos”, mas sim de:
    ” como é que a ministra foi tão rapidamente mandada para casa por causa de uma denuncia de bandido”?

    Não, não vou desenhar.

  31. Zbigniew said

    Caro Vilanorvo,

    golpismo sem armas, ou com elas. Quais as armas empregadas?

    A escandalização da política é a forma de se alçar ao poder “por fora” de possíveis propostas. Porque simplesmente não há propostas, mas um amontoado de afirmações jogadas ao vento. Isto é golpismo. Porque aposta na instabilidade institucional e na deslegitimação de um poder. E porque acusa sem provas (Dilma está envolvida?)! E porque aposta na “inocência” dos incautos.

    Ir aos quartéis “conversar” longe das câmeras, também é golpismo. Este nem precisa dizer o porquê.

    Sim, o PT mudou e as elites também, embora parte dela (e justamente esta) ainda aposte nestas velhas táticas. Mas esta está cada vez mais isolada. Se assim não fosse o pleito já teria sido resolvido, mas bem longe das urnas, como em outras épocas…

  32. Luiz said

    Vilarnovo e Marcelo Augusto,

    Algum dos dois pode me mostrar onde foi que eu escrevi que em 2006 houve “uma tentativa de golpe da oposição”?

    O que eu disse, e repito, foi que que coisa pior já foi tentada no passado (e foi mesmo, são fatos históricos incontestáveis, de 1945 para cá é quase uma dúzia), e poucas vezes funcionou. Ainda bem.

    Em 2006, a oposição era incompetente e arrogante demais, e suas principais lideranças tinham plena consciência disso. Tanto que não tentaram nada de cunho golpista.

    Da mesma forma, agora não está em marcha nenhum plano golpista. Se bem que esse é o sonho dourado de uns malucos dissociados da realidade que escrevem por aí…

    Quanto ao PT, vale repetir o final da entrevista do Celso de Barros (NPTO) à (glup!) Folha:

    “E, ao que tudo indica, os petistas acusados de corrupção até agora eram todos movidos por ganância ou por ambição política. Se alguns deles racionalizam isso citando Lênin, bem, está longe de ser a pior coisa que já se fez citando Lênin – e é benfeito para o Lênin, pelas coisas que fez citando Marx.

    Acho que quem propõe esse negócio pensa no José Dirceu, historicamente ligado a Cuba e que se viu envolvido em vários escândalos. Mas não consigo pensar em algo que o Dirceu tenha feito – mesmo supondo, pelo bem do argumento, que todas as acusações contra ele sejam verdadeiras– que não possa ser explicado por ganância ou ambição política.”

    Este não-petista aqui encerra.

    P.S. Já disse uma vez, em algum lugar, e parafraseando algo muito conhecido: o Brasil estaria muito melhor se o último petista paulista fosse enforcado nas tripas do último tucano paulista. Os militantes dos dois partidos dos outros estados quase certamente trabalhariam juntos…

  33. vilarnovo said

    Luiz – Gosto muito do Celso, mas:

    “Acho que quem propõe esse negócio pensa no José Dirceu, historicamente ligado a Cuba e que se viu envolvido em vários escândalos. Mas não consigo pensar em algo que o Dirceu tenha feito – mesmo supondo, pelo bem do argumento, que todas as acusações contra ele sejam verdadeiras– que não possa ser explicado por ganância ou ambição política.”

    Resposta do Pablo: Dãããã!

    Nunca vi um petista abrindo mão de algum cargo no governo por não concordar com os rumos do PT. Muitos fala mal, mas não vi até agora nenhum petista abrindo mão das boquinhas…

    Mas tudo bem.

  34. Pax said

    Caro Luiz,

    Resposta à altura. Vilarnovo e Marcelo Augusto saíram em acusações generalizadas que mereceram a resposta à altura.

    Falando em tucano paulista, outra generalização, me perdoe lembrar, vale a pena ler o último post. Acho que Aécio dará um golpe fatal no PSDB caso o jornalista da Carta Capital esteja escrevendo com dados e fatos. Tudo indica que sim.

    Alckmin vai terminar de detonar o PSDB, segundo minha opinião. Como detonou a Educação no estado, segundo até tucanos com quem mantive discussão recente e professoras estaduais com quem conversei. Não tem estofo político para dar prosseguimento ao antigo e bom PSDB que um dia tanto respeitei. Ao contrário, acabará de jogar uma pá de cal em cima do partido.

    O que, segundo minha opinião, é muito ruim para o Brasil.

    Melhor o pior PSDB que o melhor DEM como oposição. Mas morto ninguém faz nada. E olha que há no partido gente que merece muito meu respeito. Dois exemplos, assim num repente? O próprio FHC e o Gustavo Fruet no PR.

  35. vilarnovo said

    Luiz, li e reli esse parágrafo do Celso dezenas de vezes e até agora realmente não consegui entender o que ele quis dizer. Que mensagem quis passar. Você conseguiu?

  36. vilarnovo said

    Pera lá Pax – Eu não fiz acusações generalizadas nenhuma. Dei total nome aos bois. E comentei sobre o Luiz pois francamente a resposta dele ao Willian pareceu que ele estava corroborando o que ele (o Willian) falou.

  37. iconoclastas said

    #33 Pablo, o q o dr. afetadinho quis dizer foi q as lambanças (criminosas) não se relacionam com uma visão do PT, não tiveram cunho ideológico partidario, foram de ordem pessoal.

    enfim, uma patifaria.

    ;^/

  38. Pax said

    Ok, caro Vilarnovo, acato tua reclamação e peço desculpas em público.

    Era mais para o car Marcelo Augusto e acabou sobrando, erradamente, para você.

    Perdão. Admito o erro.

  39. vilarnovo said

    Zbigniew – “A escandalização da política é a forma de se alçar ao poder “por fora” de possíveis propostas.”

    Por mais que eu não veja escandalização (vamos aos fatos: a) o suborno está sendo investigado e está no Supremo Tribunal Federal; b) os diversos dossiês não foram investigados por pura, digamos, inércia da PF; c) esse último caso veremos), vc há de convir que tudo nasceu de dentro do PT.

    Ou vc acha normal um marqueteiro dizer em pleno congresso que recebeu dinheiro do PT no exterior levando extratos como prova? Desculpe amigo, mas eu não acho nada normal que absolutamente nada tenha acontecido. Se esse é seu ideal de país, não é o meu.

    Segundo, o PT falar de “escandalização da política” é piada de mau gosto. Copiando o Luiz, digo que não sei quantos anos tem, mas até bem pouquíssimo tempo qualquer coisa que o PSDB fazia no dia seguinte aparecia do PT gritando “Fora FHC”.

    Na eleição contra o Collor eu vi pessoas sendo retiradas dos carros e serem agredidas por petistas por terem aqueles adesivos do Collor no carro.

    E as privatizações? Tem gente até hoje que não deu o braço a torcer… por mais que os envolvidos tenham sido inocentados no STF e terem sido o sucesso que foram.

    Cara, sinceramente temos opiniões muito diferentes do serviço público. Se Dilma estava envolvida? Lógico que estava. Enerice era braço direito de Dilma, foi promovida por pedido de Dilma. No mínimo ela tem uma péssima capacidade de escolha não é mesmo. Isso no mínimo.

    Vc deixaria em sua empresa alguém que contratou um ladrão para administrar seu cofre? Mas acha tranquilo eleger para presidente… Vai entender.

    E é muito engraçado vc continuar falando dos “quartéis” como se de fato houvesse algum risco de golpe militar no país. Ah, deve estar falando dos velhinhos no Clube Militar.

    A verdade é que cada dia que passa esse governo vem se parecendo cada vez mais com o governo militar. Antes era só na política econômica, agora estamos vendo casos também no que diz respeito a liberdades civis. Sem contar com as tentativas de censura à imprensa. A fala de Dirceu foi bem demonstrativa. E engana-se quem pensa que é só Dirceu que pensa assim no PT.

    Não filho, as elites não mudaram. São os mesmos que eram antes. Tanto é que o Presidente da FIESP se candidata em um partido socialista. Tanto é que os empresário escrevem cartas e mais cartas defendendo os empréstimos do BNDES a juros financiados pelo meu e pelo seu imposto via Tesouro Nacional. Tanto é que há empresários já pedindo a volta da reserva de mercado.

    Eles são os mesmos, o PT que mudou…

    Aliás, o PT não mudou não. A máscara que caiu. Apenas isso.

  40. vilarnovo said

    Tranquilo PAX.

  41. vilarnovo said

    Ico – Não pode ser isso… tá de sacanagem… rs

  42. Pax said

    Caro Iconoclastas e Vilarnovo,

    Se vocês se referem ao Celso, do NPTO, acredito que estejam tendo uma interpretação pra lá de distorcida do que ele quis dizer.

    E, cá entre nós, se colocarem o Celso ao lado do tio, não sobra nada do segundo.

    NPTO é um dos melhores blogs que tem por aí, com posição, sim, mas com muito mais precisão que torcida.

    E merece respeito deste blog em todas suas colocações. Até em poucas que discordo.

    (ainda mais quando dá umas boas no titio, mais que merecidas)

  43. Zbigniew said

    Pois bem, Vilanorvo.

    Vamos enfatizar também que há poucos dias o STF entendeu não haver subsídios suficientes para o caso do dossiê nas eleições 2006 (http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=161446). Eu mesmo postei este fato aqui no blog (Dilma vai a 54%…). Saiu em algum lugar? A velha mídia reverberou? Há, mas aí o STF tá roubado! Certamente não estava quando inocentou, segundo suas palavras, quem estava envolvido em irregularidades das privatizações.

    Vejo que você parte do princípio de que as matérias dos jornais e revistas que provavelmente você lê são suficientes para justificar a condenação. É uma opção, mas, na minha humilde opinião, temerária. Provavelmente com base na crença de que a imprensa é “o poder em estado puro”, segundo lucubrações sardemberguianas. Daí porque a PF é inerte, inoperante e, aquela palavrinha tão apreciada pelos opositores: aparelhada.

    Você tem razão no que se refere ao risco de golpe militar. Os “velhinhos” (como se nas armas só eles existissem) não vão na onda. Mas certamente que o tal do tio e o Serra falaram para as paredes. Mas aqui não importa o risco tanto quanto o comportamento.

    Vilanorvo, também não sei qual tua idade, mas vir com a afirmação de que o governo quer censurar a imprensa não tem supedâneo em qualquer base de realidade que possa se atesta com um mínimo de inteligência. Agora, se o Lula critica – e olhe que ele passou os 8 anos só levando bordoada – tá no seu direito, desde que não atente contra a liberdade de expressão. E isto jamais ocorreu. Nem no Bom Dia Brasil de 2006, quando o Renato Machado só perguntou ao então candidato sobre mensalão, o atual Presidente deixou de responder. Bem diferente do Serra, que vem detratando repórteres que fazem perguntas incômodas. Há! Mas estes estão a serviço do PT. Havia esquecido.

    Quanto às elites, bem, eu poderia dizer: meu senhor, estamos de acordo: Há elites e elites.

    Por fim vc fala em máscaras. Realmente máscaras estão caindo, mas já de algum tempo. As da velha mídia e seu consórcio com a oposição, seu discurso demodé, tipo este teu de que “O PT bateu nos caras-pintadas” (putz!).

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: