políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Comissão para investigar denúncias na Casa Civil

Posted by Pax em 20/09/2010

Notícia da Agência Estado, via Estadão on line. Esta comissão pode fazer um excelente trabalho, o que será muito bom para várias biografias. Caso contrário seria melhor nem ser estabelecida.

Casa Civil constitui Comissão para investigar denúncias

Rosana de Cassia, da Agência Estado

BRASÍLIA – A seção 2 do Diário Oficial da União traz nesta segunda-feira, 20, uma portaria da Casa Civil da Presidência constituindo uma Comissão de Sindicância Investigativa para apurar denúncias sobre esquema de lobby envolvendo servidores da pasta divulgado na semana passada. A comissão tem prazo de 30 dias para conclusão dos trabalhos.

Em outro ato da Casa Civil, foi dispensado da função de auxiliar do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia o funcionário Stevan Carneiro de Mendonça Knezevic. Stevan era sócio da empresa Capital Assessoria e Consultoria, que, segundo denúncias, fazia a intermediação de contratos entre governo e empresas, mediante pagamento de propina.

Continua no Estadão

Anúncios

53 Respostas to “Comissão para investigar denúncias na Casa Civil”

  1. Carlão said

    Pax

    este é especial para você!

  2. Chesterton said

    Alguem lembra daqueles discursos do PT da década de 90 quie falavam em “ética” e “quadros do partido”?
    Quem diria que teríamos saudades daqueles tempos?
    1. Ética ? Foi para o brejo
    2. Quadros? Quadrilha, isso sim, …

  3. Carlão said

    Pax
    Chest

    A propósito 8 anos depois e a situação piorou muito… Era só markerting

  4. Carlão said

    Pax
    Chest

    A propósito de seu post 2.

    8 anos de governo e a corrupção chegou ao Planalto. Na ante-sala do presidente…

    Era só markerting…Duda recebeu em conta off-shore a Dusseldorf …ningúem foi punido.

  5. Chesterton said

    http://angelodacia.blogspot.com/

    meu Deus, o que nos espera?

  6. Jorge said

    Pax, voce soube da última dos tucanos? O Geraldo Alckmim deu apoio firme, com direito a declaração calorosa que pode ser vista no youtube, ao candidato do PCC em SP. O possivelmente dirá que não sabia de nada…

    http://flitparalisante.wordpress.com/2010/09/16/geraldo-alckmin-e-o-candidato-a-deputado-ney-santos-filiado-ao-pcc-primeiro-comando-da-capital/

  7. iconoclastas said

    Pax, vc assistiu ao vídeo q o Chesterton pos o link?

    vale a pena, não tem nem uma sacanagem.

    pq alguem com tanta folga nas pesquisas fica nervoso assim? afinal, não havia mentira na reportagem. vc ja tinha notado aquele “sinal” na tempora dela? eu não me lembro de ter visto aquilo antes…

    ;^/

  8. iconoclastas said

    nem duas, nem tres…

    ;^))

  9. Chesterton said

    Alguem tem que parar isto. CXomo é que ela vai governar o país com esse temperamento? Vai ser pqp, vsf, fdp, ¨%$ #$% *&¨&*&%
    o dia inteiro.

  10. William said

    Ainda bem o que o Serra é um cara delicado. hahahaha. O desespero dos caras aqui tá só aumentando.

    Ainda bem que governo do PSDB é sem corrupçao.hahahahahaha

  11. Jorge said

    Willian, assista o vídeo abaixo.
    O Geraldo Alckmim é um caro esperto, acho que estava tentando se infiltrar no Pcc… ou então, a filosofia política dele é “tendo grana eu apoio!”
    Ou será que ele é apenas um parvo?

  12. Carlão said

    Chest e Ico

    O pior é que a destemperada só confirma a reportagem da FSP.
    Estava tudo escrito e até desenhado na reportagem.
    E destemperada acrescentou num lapso lingual (Matilde reclamaria do mau uso do português brasileiro?) que “É uma corrupção de futuro! ” pois começa lá em baixo e depois “sobe pá cima”
    Ela se expressou em puro dilmês (língua latina originada em Java, capital da Oracle e terra dos ancestrais da Matilde).
    Quanto à “veia saltada” …prefiro não comentar.
    Amanhã teremos novidades surptreedentes

  13. Mona said

    Péra aí, William
    E o Lula dando apoio ao governador do Amapá, recém-egresso do hotel da PF? Nenhuma palavra?

  14. Jorge said

    Mona, o Pcc mata policiais em São Paulo e o governador não sabia que estava apoiando um chefão do PCC? Aonde estamos? Que tipo de irresponsável é esse? Essa gente vive aonde? Vale tudo para ganhar eleição? Aonde estão as manchetes dos jornais?

  15. Carlão said

    Incrível meus amigos

    1. a criatura candidata gastou mais de 3 minutos para acusar a FSP de mentir ao “supostamente” mentir
    ao omitir informações (as contas de Dilma Rousseff foram aprovadas pelo TCE do Rio Grande do Sul).
    Quem lê ou leu a reportagem percebeu que ela estava mentindo nervosa e descaradamente.
    2. a FSP gastiu menos de 1 minuto pra responder.
    Nota da Redação: A informação de que as contas de Dilma Rousseff foram aprovadas pelo TCE do Rio Grande do Sul consta da reportagem criticada pela candidata do PT à Presidência.
    3. “Incapaz ou cúmplice? Eis a questão” diria o principe dinamerques petista já desconfiado que há algo de podre na dinamarca petista.
    4. Eu que acho a Dilma incapaz até de ser cúmplice…neste caso concluo que ela se superou foi incapaz e cúmplice e mentirosa, sem dúvida.

    O video foi publicado pelo comitê do PT Dilmanaweb…dando testemunho da mentira.

  16. Chesterton said

    Sonhar ainda não paga imposto EDUARDO EUGENIO GOUVÊA VIEIRA

    O GLOBO – 20/09/10

    Os brasileiros pagam de impostos mais de R$ 1 trilhão por ano, um terço de toda a riqueza gerada pelo país no mesmo período. São quase cinco meses por ano trabalhando para pagar esse total para a máquina pública. Um absurdo legal.

    Foi para avaliar o nível de conscientização sobre a carga tributária e o volume incidente nos produtos e serviços que pesquisamos o que pensa a população a respeito. Em síntese, descobrimos que ela sabe que paga muitos impostos, mas não sabe exatamente quanto paga, acha que não recebe serviços públicos compatíveis e quer o tema discutido na campanha eleitoral.

    Para se ter uma ideia do quanto se paga de impostos em nosso dia a dia, o micro-ondas que aquece o nosso leite matinal paga 59%, a torradeira que nos dá pão quente, 48%, e a manteiga que lhe dá mais gosto, 36%.

    Ao sair de casa vestido com uma calça jeans, saiba que pagou 39% de impostos e outros 36% sobre os sapatos que usar. O celular no bolso pagou 40%, o MP3 com suas músicas, 49%, e a pasta de couro na mão, mais 42%. Se for motoqueiro, pagou 65% no seu preço final, ou se for motorista de um carro médio, outros 40,74%.

    Almoço em restaurante significa 32% de impostos na conta, somente o sal da batata frita paga 15%, e o refrigerante, 46%. Ao optar por uma cerveja ou um vinho, pagará 54,80%; se preferir uísque, pagará 61,22%. Mas cuidado para não ter ressaca, pois um analgésico contra dor de cabeça paga 33,87% de impostos.

    Nós, da indústria, contribuímos há anos com sugestões para o desenvolvimento de um sistema tributário mais transparente, justo e eficiente. A nossa carga tributária de 35% do PIB é bem superior à de países em desenvolvimento, daí a urgência da reforma tributária.

    Diminuir e simplificar o sistema é fundamental para podermos competir.

    Mas é preciso atacar a raiz do problema.

    O sistema tributário é a fonte de financiamento das funções do Estado e está diretamente condicionado ao comportamento das despesas públicas. E, dentro da caracterização do problema, o destaque é para a composição do orçamento público federal.

    O que se nota nitidamente é que a despesa corrente primária da União cresce em taxas superiores à do PIB. E isso é que leva o governo ao aumento de alíquotas ou à criação de novos tributos.

    Para os empresários, a reversão da situação tem que estar associada a uma combinação de controle do gasto público e à redução da carga tributária, para que as despesas se adaptem ao nível desejável de tributação. E para se atingir esse objetivo é necessário adotar uma política clara e bem definida dos gastos correntes do governo, com o aumento dos investimentos públicos.

    Na verdade, o que se espera dos novos governantes e parlamentares é menos impostos e mais dos impostos.

    Daí a nossa missão de conscientização para o problema da excessiva carga tributária, desde o momento em que usamos uma escova de dentes pela manhã, que custou 34% só de impostos, até a hora de dormir sobre um lençol que custou 26,05% e um colchão sobre o qual incidiram outros 28,26% de impostos.

    Sonhar com um sistema tributário mais racional do que o atual não custa nada… e não paga imposto.

    Por enquanto!

    EDUARDO EUGENIO GOUVÊA VIEIRA é presidente da Fierj.

  17. Chesterton said

    “O papo de ajuste fiscal é a coisa mais atrasada que tem. Não se faz ajuste fiscal porque se acha bonito. Faz porque precisa. E eu quero saber: com a inflação sob controle, com a dívida pública caindo e com a economia crescendo, vou fazer ajuste para contentar a quem? Quem ganha com isso? O povo não ganha”, afirmou Dilma.

  18. Chesterton said

    16+17= fúdel. A inflação volta.

  19. Chesterton said

    Obama, por exemplo, está em maus lençóis

  20. Zbigniew said

    Pax, permita-me. Encontrei lá no sítio “Muito pelo Contrário”. Uma singela homenagem à nossa velha mídia. Advinha quem é o “cruel e selvagem vento” (hehehehehe)?

  21. Chesterton said

    Brasileiro não entende de corrupção
    Caras, vocês já notaram o absurdo que esta aparecendo nos jornais e na televisão???

    Dizem que Dilma continua na frente nas pesquisas pois “o brasileiro não entende de corrupção, o brasileiro não consegue entender os casos de propina que afetam o governo federal”… cá entre nós, desde quando brasileiro não entende de corrupção???

    O problema não é que o brasileiro não entenda de corrupção, o problema é que o brasileiro NÃO LIGA para corrupção. Nossos padrões morais estão tão ruins que sequer nos importamos mais com isso. Claro que existem exceções, claro que existem indignados, mas a verdade é que boa parte da sociedade não liga muito para isso.

    Acontece que o Brasil NÃO É um país com liberdade econômica. Aqui quase tudo é feudo ou cartório. Num ambiente tão pouco competitivo como esse, as pessoas tem enorme dificuldade para vencer por conta própria. Resultado: a grande maioria das pessoas é obrigada a se associar a grupos. Ou seja, o sucesso individual acaba atrelado ao sucesso do grupo a que se pertence. Logo, ao invés de valorizar o mérito individual, o brasileiro (mesmo o honesto) é obrigado (por questões de sobrevivência) a lutar pelo grupo.

    Quando a sociedade não se baseia em mérito individual, mas em grupos de poder, temos que o sucesso de um grupo implica em menos recursos para outro grupo. Dessa maneira, manobras ilícitas dos grupos acabam sendo toleradas por amplas fatias da sociedade. Afinal, todos os grupos lutam entre si por um volume de recursos limitados.

    Em resumo, a falta de competição, o excesso de regulação e de cartórios, acabam tendo como efeito uma ampla tolerância da sociedade em relação a corrupção. Além de efeitos econômicos deletérios, a falta de competição, a falta de liberdade econômica, gera também efeitos morais adversos.
    POSTADO POR BLOG DO ADOLF

  22. Carlão said

    Além do pé torcido, Dilma Rousseff tem marcas de ferimentos no pulso e no cotovelo, depois de se desequilibrar na esteira, há uma semana. E sente falta de exercícios: “Quem caminha não precisa tomar tantos remédios.”

    Que remédios? Ela voltou a fazer tratamento? Alguem sabe ?

  23. Patriarca da Paciência said

    A Dilma na Globo,

    visivelmente ela não estava confortável, eu também não estaria.

    Mas apenas um direto que a Dilma aplicou na cara da Renata valeu.

    Minha campanha ficou três meses sendo acusada da quebra de sigilo na Receita Federal, agora apareceu a culpada.

    As feições da Renata mudaram na hora. Desmontou por completo. Tanto o Renato quanto a Renata ficaram totalmente desmonstados!

  24. Patriarca da Paciência said

    Chesterton,

    só pelo nome, Adolf, já dar para sentir a laia que o dito cujo pertence.

    Animal irracional, escreve três frases, mas que sejam da tua lavra!

  25. Patriarca da Paciência said

    Bom,

    já aparecerem os responsáveis pelo tal “dossiê” e pela quebra do sigilo da Receita Federal.

    A Justiça tem o seu tempo e não pode ser atropelada.

    As investigações tem o seu tempo e não podem ser atropeladas.

    Quem se associa a receptadores de cargas roubadas e passadores de dinheiro falso para fazer campanha política não perde por esperar.

    Quem calunia, também não perde por esperar.

  26. vilarnovo said

    Patriarca – Engraçado, eu achei que a Dilma foi muito bem.

    (sério, não estou de sacanagem, achei mesmo)

    Onde está a informação sobre o Dossiê?

  27. Patriarca da Paciência said

    Não resisto de voltar a comentar aqui o comentário do Pablo.

    “Não tenho dúvidas do DNA autoritário do PT ou de certos grupos no PT.”

    Ave grande cientista Pablo, tal afirmação merceria o prêmio nobel de biologia.

    Realmente uma descoberta científica fantástica!

    Digna do Serra e seus gurus!

    Chamar o Lula de “autoritário” é simplesmente não ter capacidade de enxergar a realidade ou, de enxergar tudo ao contrário.

  28. Patriarca da Paciência said

    Pablo,

    está sob investigação da Polícia Federal, mas as pistas são bastante confiáveis.

  29. vilarnovo said

    Primeiramente eu não chamei Lula de autoritário. Falei que o PT tem DNA autoritário ou certos grupos dentro do PT.

    Mas como a carapuça serviu como uma luva…

    Você vota em um partido e não conhece a história do mesmo?? Não conhece as pessoas que dirigem o SEU timinho de futebol?

    Você errou feio ao dizer que Lula não aumentou impostos. Teve a coragem de escrever sobre as mentiras do nazismo, coisa que vc faz abertamente. Se tivesse um pingo de boa vontade teria perdido 2 minutos no Google para ver que Lula aumentou imposto sim. Errar é humano. Erro pacas, você também. Mas quando erro no mínimo reconheço.

    Agora não conhecer o partido que vota? Ficar repetindo feito papagaio tudo que te falam perdendo a individualidade a troco de nada? Quer dizer, a não ser que tenha um cargo público de indicação…

    Filho, cresça um pouco. Políticos são todos iguais. Não perca sua individualidade por um partido político.

    Fico triste em ver coisas assim.

  30. vilarnovo said

    Patriarca – Cade a informação??? Onde está?? Vc tem informações privilegiadas do caso??? Cadê??? A PF ligou para sua casa para dizer isso??

  31. Patriarca da Paciência said

    Calma aí Pablo,

    (blog Esquerdopada 19/09/10)

    Em primeira mão

    Notícia quente de fonte mais quente ainda. A coisa está prestes a feder para um jornalista da Veja.

    Segundo a fonte, o delegado aposentado da Polícia Federal Onésimo de Souza, deu depoimento à Polícia Federal que desdiz a alegação que teria sido convidado a participar de um grupo de inteligência da campanha de Dilma Rousseff. Quando perguntado sobre afirmações anteriores respondeu que “ouviu errado”.

    Segundo Onésimo, quem inventou toda a história de grupo de espionagem da campanha de Dilma foi o jornalista Policarpo Junior, da revista Veja. Onésimo acusa o jornalista ainda de estar de posse de documentos que foram roubados no comitê de Dilma, o tornando responsável no mínimo de receptação de produto de furto. Policarpo poderá ser processado segundo o agente da Polícia Federal que informou a nossa fonte.

    Onésimo, que depois de aposentado se tornou da membro da equipe de espionagem chefiada pelo Marcelo Itagiba que José Serra montou no Ministério da Saúde, revelou que depois brigou com o grupo, porém ainda possui as gravações ilegais que fez a mando do grupo de espionagem montado por Serra. Segundo Onésimo, o grupo investigou a vida de todo mundo, desde adversários até aliados.

    O depoimento de Onésimo à Polícia Federal corre em segredo de justiça, portanto não temos link para apontar para o depoimento, mas podemos afirmar que a fonte é quente e depois que vazar essa informação, a PF não vai mais conseguir segurar a informação.

    Em breve, muito em breve, essa bomba vai estourar no colo do Serra e do jornalismo criminoso da revista Veja. O jantar entre Policarpo e Onésimo noticiado pelo Conversa Afiada na semana passada era um acerto de contas entre os dois. Policarpo está tremendo na base e querendo saber do teor do depoimento de Onésimo.

    Se nós conseguirmos a cópia do documento nós publicamos aqui.

    Leia mais em: O esquerdopata

  32. Patriarca da Paciência said

    Pablo,

    você, como o Serra, não tem a menor capacidade para diálogo, partem logo para ofensas e ataques.

    Pertencem ao grupo denominado: “Baixa tolerância a ser contrariado”.

  33. Patriarca da Paciência said

    Em primeiro lugar eu não disponho de quaisquer “revelações” privilegiadas, só me utilizo daquilo que é de domínio público.

    Como este vídeo aqui, por exemplo:

  34. vilarnovo said

    Patriarca – Ainda não vi a reconsideração sobre os impostos. E eu não ataquei ninguém. Se se sentiu assim, peço desculpas.

    Sobre o caso da Veja, vamos ver… Mas o melhor foi: “Quando perguntado sobre afirmações anteriores respondeu que “ouviu errado”.”

    hehehehehehe

    Muito bom…

  35. vilarnovo said

    Patriarca – Aliás, obrigar funcionários públicos a filmarem comícios do Presidente, fora do expediente, como cabo eleitoral, contrariando as leis, mandando-os retirarem as marcas das empresas públicas de comunicação (que pago com MEU imposto) ameaçando-os de demissão NÃO é prova de autoritarismo.

    É apenas minha imaginação.

    Obrigado.

  36. Patriarca da Paciência said

    Pablo,

    minha opinião sobre carga triburária continua a mesma.

    Tributo é o preço da civilização.

    Ou paga-se tributo ao Estado ou paga-se tributo ao bandido.

    Além do mais, dizer que o Brasil tem uma “carga tributária insupostável” é pura falácia.

    A carga tributária brasileira, segundo dados do FMI, é bem aproximada a países como Canadá, Polônia, Espanha e Bulgária, todos na faixa dos 35% do PIB. É mais alta, do que a Suíca e o Japão, ambos em cerca de 30% do PIB.
    No Chile, a carga é pouco superior aos 20% do PIB. Por outro lado, a carga tributária brasileira é superada por países como: Suécia (52% do PIB), Dinamarca (50% do PIB), Bélgica e Alemanha (47% do PIB), França e Noruega (45% do PIB) e Áustria e Itália (44% do PIB).
    Estados Unidos e Argentina estão na faixa de 25% , mas a Argentina não é nenhum exemplo de país desenvolvido.

    O México tem uma das menores cargas tributárias do mundo, 16%, e está em péssima situação.

    O Brasil tem estradas, energia elétrica, correios, 97% das crianças e jovens estão na escola, tem hospitais, exército, polícia etc.
    O que precisa é de melhoras em todos os serviços públicos, o que só acontecerá se todos os cidadãos colaborarem.
    Essa história de querer “diminuir” a carga tributária brasileira é puro tumulto. O que é necessário é que todos os brasileiros colaborem para que o serviço público melhore, com fiscalização honesta.
    Se reduzir a carga tributária brasileira, como é que vão ser melhoradas as escolas, hospitais, polícias etc?
    Conversa para boi dormir é isso.
    A carga tributária “nominal” do Brasil está em 37%, mas considerando-se que grande parte dos “agentes econômicos” não paga impostos, ou, se paga, paga sobre percentual reduzido dos rendimentos.
    Médicos, dentistas, advogados etc. sonegam pra valer! Bares, restaurantes e pequenas empresas também pagam um percentual muito pequeno do que deveriam pagar.

  37. Chesterton said

    No Chile, a carga é pouco superior aos 20% do PIB. Por outro lado, a carga tributária brasileira é superada por países como: Suécia (52% do PIB), Dinamarca (50% do PIB), Bélgica e Alemanha (47% do PIB), França e Noruega (45% do PIB) e Áustria e Itália (44% do PIB).

    chest- então cadê os seviços ao contribuintes presentes nesses países?
    Pagamos impostos como europeus e recebemos serviços como africanos.

  38. Chesterton said

    Médicos, dentistas, advogados etc. sonegam pra valer! Bares, restaurantes e pequenas empresas também pagam um percentual muito pequeno do que deveriam pagar.

    chest- pronto, defende criminosos chamando trabalhadores honestos de sonegadores. que inventivo.

  39. Chesterton said

  40. vilarnovo said

    Patriarca – Para mim, o Estado é bandido. No Brasil essa comparação é cabida.

    Imposto é um mal necessário. O problema no Brasil é que o que se paga em imposto não volta como serviço. Temos uma contribuição ao estilo europeu e um serviço ao estilo africano. Porque?

    Ora, porque os governos federais não fazem aquilo que determina a constituição. Preferem gastar dinheiro do Tesouro em capitalizações de estatais, empréstimos a empresários amigos a juros subsidiados, construir o Metrô de Caracas porque a empreiteira é brasileira e de um amigo que financia campanha.

    Não falo do Bolsa Família pois é um programa barato.

    Eu não acho normal pagar 17% de imposto no arroz e no feijão. E olha que esses são impostos baixos. Conta de telefone soma 46% de imposto. Ou seja, quase a metade do que pagamos na conta de telefone vai para o governo.

    E os ilustres culpam as empresas pelo valor da tarifa.

    Eu não acho normal eu pagar o dobro que um americano paga pelo mesmo modelo de carro, o tripo por o mesmo modelo de aparelho celular.

    Seus exemplos só confirmam a tese.

    “A carga tributária brasileira, segundo dados do FMI, é bem aproximada a países como Canadá, Polônia, Espanha e Bulgária, todos na faixa dos 35% do PIB. É mais alta, do que a Suíca e o Japão, ambos em cerca de 30% do PIB.
    No Chile, a carga é pouco superior aos 20% do PIB. Por outro lado, a carga tributária brasileira é superada por países como: Suécia (52% do PIB), Dinamarca (50% do PIB), Bélgica e Alemanha (47% do PIB), França e Noruega (45% do PIB) e Áustria e Itália (44% do PIB).”

    Temos serviços públicos infinitamentes inferiores que esses países. Por exemplo, escola particular nesses países é coisa de rico, muito rico. Pouquíssimas pessoas precisam de serviços de plano de saúde. Não vou nem tocar no aspecto de segurança pois é sacanagem.

    O Brasil está melhor do que o México?? Pode ser na questão da segurança pública, de todo o resto não está melhor não senhor.

    “O Brasil tem estradas, energia elétrica, correios, 97% das crianças e jovens estão na escola, tem hospitais, exército, polícia etc.”

    É piada não é?

    – O Brasil tem estradas esburacadas. As melhores são as que cobram pedágio. Pagamos duas vezes. E eu nem acho errado pedágio não.

    – Correios todos tem. E o serviço piorou drasticamente nos últimos anos. Isso sem contar com a corrupção endêmica em mais uma empresa monopolista.

    – 97% estão na escola? Grandes porcaria. Uma escola que não ensina nada, o estudo público é horroroso, as crianças saem como analfabetas funcionais sem a menor condição de encarar ou o mercado de trabalho ou um estudo de grau superior. Aí precisamos criar cotas para jogar o problema para debaixo do tapete.

    – Os hospitais públicos, salvo raríssimas excessões, são moedores de carne. As pessoas ficam meses para serem atendidas, o serviço é péssimo. Isso eu sei de cadeira pois minha mãe necessitou atendimento de hospital público e eu sei o que eu penei.

    Deixar minha mãe três dias em uma sala de trauma, tendo sua maca atingida por fuzis de PMs que traziam traficantes baleados em sacos plásticos, ela chorando me implorando para que a tirasse dalí, com sua perna quebrada em dois lugares, sua cabeça machucada, exposta a todo tipo de infecção. Na hora de tirar raio x o estagiário começou a rir porque tinham imobilizado a perna de minha mães com papelão pois não tinha gesso. Tive que ameaçar a entrar na justiça para que a operassem pois o hospital (Andaraí, público federal)não tinha material. E olha que não era material caro ou exótico. Eram parafusos. Coisa básica em qualquer ortopedia. O Diretor não queria que eu comprasse o material, pois iria “ficar mal para ele”. Minha mãe ficou cinco meses para ser operada. Cinco meses!

    E não é caso isolado. Quem frequenta os hospitais públicos brasileiros sabe muito bem do que estou falando.

    “Se reduzir a carga tributária brasileira, como é que vão ser melhoradas as escolas, hospitais, polícias etc?”

    Começar investir dinheiro em escolas, hospitais e segurança já é um bom negócio. Deixar de dar dinheiro do Tesouro para uma empresa privada que vende gasolina. Deixar bancar televisões públicas/partidárias. Deixar de gastar dinheiro com propaganda. Deixar de dar dinheiro para lobbistas e incentivar a corrupção. Cortar milhares de cargos públicos políticos. Cortar dezenas de Ministérios e Secretarias inúteis (Pesca, Igualdade Racial e outras).

    Não discordo que as pessoas devam pagar imposto. Mas se os serviços ofertados não são condizentes com o pagamento de imposto a sonegação é incentivada.

    Os EUA que estão na merreca estão planejando um corte de impostos.

    Porque imposto baixo significa desenvolvimento econômico, significa investimento, significa produção, siginifica emprego.

    Os impostos no Brasil são mais do que suficientes para ofertar serviços de qualidade. Basta utiliza-los de maneira correta.

    Consulte esse site:

    http://www.dietadoimpostao.com.br/impostao-diadia-brasil/

  41. Patriarca da Paciência said

    Tracking IG/Band 20/09/10

    Dilma 53%

    Serra 23%

    Marina 9%

    Dilma recuperou os mesmos 30% de vantagem, antes alcançado sobre o Serra.

    Alguma dúvida que baixaria não funciona mais para o eleitor brasileiro?

    E a Marina continua empacada. Vai Marina, tenta ser oportunista!

  42. Patriarca da Paciência said

    Bom Pablo,

    na minha opinião, repito, na minha opinião, você apenas repete as “sabedorrências” do Reinaldão.

    Nenhuma pessoa, de bom senso, repetiria essa coisas.

    O Brasil tem problemas?

    Claro que tem.

    O Brasil já alcançou notáveis melhoras?

    Claro que sim.

    Agora, “o cego é aquele que não quer enxergar”.

  43. Chesterton said

    1/09/2010 às 10:16 \ Sanatório Geral
    Neurônio em parafuso

    “Não vou deixar que o desespero deles contamine a nossa campanha”.

    Dilma Rousseff, durante uma carreata por Ceilândia, (DF), avisando aos gritos que estava calma.

  44. vilarnovo said

    Patriarca – Gostaria que ao menos uma vez você rebatesse meus argumentos com outros argumentos.

    O Brasil melhorou? Claro que sim. E 90% dessa melhor se deu por conta da estabilidade econômica e inflação baixa. Isso foi a maior conquista do Brasil nos últimos 60 anos de sua história. Fácil.

    Infelizmente o governo atual fez muito pouco para que melhorasse mais. Repetiu todos os erros dos outros governos e piorou mais as coisas em vários campos.

    E aqui entra diversas diferenças de opinião. Você pode achar que o Governo destruibui riquesa (através de programas). Eu acho, e utilizo a história, que nenhum programa de destribuição de riqueza estatal funcionou no mundo. Até porque esses programas retiram dos participantes parte de sua própria riqueza.

    Você diz que impostos são bons. Eu digo que imposto, principalmente no Brasil onde são cavalares e progressivos, é a maior causa de desigualdade de renda pois atinge diferentemente ricos e pobres.

    Palavra do próprio IPEA que hoje é sucursal do PT:

    Pobres pagam 44% mais impostos do que ricos

    Os impostos no Brasil pesam mais sobre os que têm menor renda. Os 10% mais pobres pagam 44,5% mais do que os 10% mais ricos, de acordo com pesquisa elaborada pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u402037.shtml

    Engraçado que você acusa pessoas a ficarem repetido mantras de outras. Infelizmente não percebe que quem faz isso é você. Se paresse um pouco para analisar as coisas, estudar o assunto, tirar dúvidas, conhecer outras opiniões veria o quanto está errado.

  45. Patriarca da Paciência said

    Essa história de dizer maravilhas do tal serviço público estrangeiro tambémm é pura falácia.

    Conheço uma estudante que ganhou um bolsa para fazer um curso de 6 meses numa universidade européia.

    Quando reencontrei com ela, após o retorno, fiquei espantado pois, sinceramente, sinceramente mesmo, pensei que ela iria me contar maravilhas.

    O que ela disse?

    Olha, estou até meio decepcionada. Acho até que as universidades brasileiras são melhores.

  46. Patriarca da Paciência said

    Pablo,

    e eu acho que você sequer notou aquilo que escrevi, se notou, não entendeu.

    Vou repetir:

    “O México tem uma das menores cargas tributárias do mundo, 16%, e está em péssima situação.

    O Brasil tem estradas, energia elétrica, correios, 97% das crianças e jovens estão na escola, tem hospitais, exército, polícia etc.
    O que precisa é de melhoras em todos os serviços públicos, o que só acontecerá se todos os cidadãos colaborarem.
    Essa história de querer “diminuir” a carga tributária brasileira é puro tumulto. O que é necessário é que todos os brasileiros colaborem para que o serviço público melhore, com fiscalização honesta.
    Se reduzir a carga tributária brasileira, como é que vão ser melhoradas as escolas, hospitais, polícias etc?
    Conversa para boi dormir é isso.
    A carga tributária “nominal” do Brasil está em 37%, mas considerando-se que grande parte dos “agentes econômicos” não paga impostos, ou, se paga, paga sobre percentual reduzido dos rendimentos.
    Médicos, dentistas, advogados etc. sonegam pra valer! Bares, restaurantes e pequenas empresas também pagam um percentual muito pequeno do que deveriam pagar.

  47. vilarnovo said

    Patriarca # 45

    * Comentário ironico ON *

    – É justamente por isso que aparecemos sempre nas primeiras colocações em todos os rankings das melhoras universidades. Nossos alunos do segundo grau sempre vencem competições internacionais. Estamos realmente muitíssimo bem. Ganhamos mais prêmios internacionais que qualquer um. Nobel então parece até envelope de dinheiro com propina na Casa Civil: tem um em cada gaveta.

    * Comentário irônico OFF *

    Patriarca # 46 – Eu entendi muitíssimo bem o que escreveu. Para você a quantidade de imposto que pagamos hoje, quase 40% do PIB é insuficiente para serviços de qualidade. Você quer que paguemos mais. E façamos uma “fiscalização honesta” contando que não seja sobre o PT, claro, pois quando a “fiscalização honesta” mostra os crimes no serviço público petista, se transforma automaticamente em mentira, acusações sem provas ou problemas de campanha.

    Faz parte, religião é isso mesmo.

    Eu discordo, dei meus motivos, mostrei números e argumentos. O imposto no Brasil é mais do que o suficiente para termos bons serviços. Basta distina-lo ao que deve e não usa-lo para outros fins.

  48. Patriarca da Paciência said

    Bem gente, até mais,

    outros compromissos me chamam.

  49. Jorge said

    Voces nunca lerão manchetes sobre o caso.

    O mensalão da Editora Abril

    Daniel Bezerra, editor geral

    Numa minuciosa pesquisa aos editais publicados no Diário Oficial, o blog descobriu o que parece ser um autêntico “mensalão” pago pelo tucanato ao Grupo Abril e a outras editoras. Veja algumas das mamatas:

    – DO [Diário Oficial] de 23 de outubro de 2007. Fundação Victor Civita. Assinatura da revista Nova Escola, destinada às escolas da rede estadual. Prazo: 300 dias. Valor: R$ 408.600,00. Data da assinatura: 27/09/2007. No seu despacho, a diretora de projetos especial da secretaria declara ‘inexigível licitação, pois se trata de renovação de 18.160 assinaturas da revista Nova Escola’.

    – DO de 29 de março de 2008. Editora Abril. Aquisição de 6.000 assinaturas da revista Recreio. Prazo: 365 dias. Valor: R$ 2.142.000,00. Data da assinatura: 14/03/2008.

    – DO de 23 de abril de 2008. Editora Abril. Aquisição de 415.000 exemplares do Guia do Estudante. Prazo: 30 dias. Valor: R$ 2.437.918,00. Data da assinatura: 15/04/2008.

    – DO de 12 de agosto de 2008. Editora Abril. Aquisição de 5.155 assinaturas da revista Recreio. Prazo: 365 dias. Valor: R$ 1.840.335,00. Data da assinatura: 23/07/2008.

    – DO de 22 de outubro de 2008. Editora Abril. Impressão, manuseio e acabamento de 2 edições do Guia do Estudante. Prazo: 45 dias. Valor: R$ 4.363.425,00. Data daassinatura: 08/09/2008.

    – DO de 25 de outubro de 2008. Fundação Victor Civita. Aquisição de 220.000 assinaturas da revista Nova Escola. Prazo: 300 dias. Valor: R$ 3.740.000,00. Data da assinatura: 01/10/2008.

    – DO de 11 de fevereiro de 2009. Editora Abril. Aquisição de 430.000 exemplares do Guia do Estudante. Prazo: 45 dias. Valor: R$ 2.498.838,00. Data da assinatura: 05/02/2009.

    – DO de 17 de abril de 2009. Editora Abril. Aquisição de 25.702 assinaturas da revista Recreio. Prazo: 608 dias. Valor: R$ 12.963.060,72. Data da assinatura: 09/04/2009.

    – DO de 20 de maio de 2009. Editora Abril. Aquisição de 5.449 assinaturas da revista Veja. Prazo: 364 dias. Valor: R$ 1.167.175,80. Data da assinatura: 18/05/2009.

    – DO de 16 de junho de 2009. Editora Abril. Aquisição de 540.000 exemplares do Guia do Estudante e de 25.000 exemplares da publicação Atualidades – Revista do Professor. Prazo: 45 dias. Valor: R$ 3.143.120,00. Data da assinatura: 10/06/2009.
    Negócios de R$ 34,7 milhões.

    Somente com as aquisições de quatro publicações “pedagógicas” e mais as assinaturas da Veja, o governo tucano de José Serra transferiu, dos cofres públicos para as contas do Grupo Civita, R$ 34.704.472,52 (34 milhões, 704 mil, 472 reais e 52 centavos). A maracutaia é tão descarada que o Ministério Público Estadual já acolheu representação do deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) e abriu o inquérito civil número 249 para apurar irregularidades no contrato firmado entre o governo paulista e a Editora Abril na compra de 220 mil assinaturas da revista Nova Escola.

    Esta “comprinha” representa quase 25% da tiragem total da revista Nova Escola e injetou R$ 3,7 milhões aos cofres do ‘barão da mídia’ Victor Civita. Mas este não é o único caso de privilégio ao Grupo Abril. O tucano Serra também apresentou proposta curricular que obriga a inclusão no ensino médio de aulas baseadas nas edições encalhadas do ‘Guia do Estudante’, outra publicação do grupo.

    Extraído do Blog da Dilma:

  50. William said

    A nossa midia é totalmente vendida pros interesses tucanos não há duvida.

  51. Pax said

    Prezados,

    Sinto por ter perdido o fio de meada. Tentarei pegá-lo novamente a partir de agora.

    Mas a opinião que está contida neste post, para mim, continua bem válida (vide novo post): Esta comissão pode fazer um excelente trabalho, o que será muito bom para várias biografias. Caso contrário seria melhor nem ser estabelecida..

    Explico, de forma sintética. Supondo, ao que tudo indica, que Dilma vença as eleições. Claro que ela precisará iniciar seu governo sem que o mundo a sua volta esteja ainda querendo explicações sobre este caso. E a sociedade quer, sim, estas explicações.

    Ou seja, ou esta comissão funciona, ou, em outra hipótese, esta comissão funciona. Caso contrário será bastante difícil o eventual começo do governo da candidata.

    No fundo acho isto. E ficarei, com certeza, muito chateado se o resultado da dita comissão for algo intragável.

    Aqui deixo a pergunta mais para os torcedores de Dilma: não é verdade?

  52. Mona said

    PAx, essa comissão, na boa, parece coisa de mafioso investigando mafioso. Nada concreto vai sair daí. E se eles tiverem de dar uma satisfação ao cidadão, vai sobrar para algum sub do sub do sub ou para algum aspone descartável. Pode haver carradas de digitais de algum grande, que esse grande vai ser poupado. O enredo é esse.

  53. Pax said

    Cara Mona,

    Pode ser que sim, pode ser que não. O que afirmei é que se este comissão deixar a impressão que é “coisa pra inglês ver” haverá muitas biografias abaladas. É uma tese.

    Há uma nova notícia no Correio Brasiliense:

    CGU aumenta investigados por tráfico de influência e Lula quer agilidade

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: