políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Hombridade para defender programas liberais ou sociais democráticos

Posted by Pax em 20/09/2010

O site Terra e seu braço Terra Magazine saem dessas eleições com menos acusações que outros veículos sobre parcialidade em suas notícias.

Hoje o Terra Magazine traz uma crônica de Cláudio Lembo que faz uma análise contundente sobre o comportamento dos partidos de oposição neste ano eleitoral.

Destaco duas frases:

“Os partidos de oposição deixarão o pleito em frangalhos. Foram dizimados. Nada restou. Não tiveram hombridade para defender programas liberais ou sociais democráticos”.

“A grande tarefa de alguns, a partir de outubro, será reorganizar um partido de oposição com respeitabilidade e coragem de defender seus posicionamentos”.

Sugiro a leitura do artigo, Próximos do fim – Cláudio Lembo – Terra Magazine.

Anúncios

9 Respostas to “Hombridade para defender programas liberais ou sociais democráticos”

  1. Jorge said

    acho que o fim dessa oposição de baixo nível será um ganho para o Brasil. Vamos ver se Aécio ou Marina se torna o líder oposicionista dos novos tempos. Contudo, o PIG deve impulsionar alguma liderança direitista novamente. Acho que o Alckmim, já que o indiota é fraco demais e o Kassab fracassou na prefeitura de SP.

  2. vilarnovo said

    É verdade. O PSDB não sabe fazer oposição. Não da maneira suja que o PT sempre fez. Quem não se lembra do “Fora FHC”, quem não se lembra dos votos contrários ao Plano Real e a Lei de Responsabilidade Fiscal.

    O PSDB errou ao rifar FHC. Bem feito. Deixou o PT se apropriar das coisas que fez. Pagou feio pelo erro. Na minha opinião, culpa, principalmente do Serra. Alkimim não existe. Kassab não fracassou em SP, foi bem avaliado. Mas é fraco também.

    O PSDB vai morrer pois nunca lutou a mesma luta do PT.

    A imprensa é a única coisa que se salva no país, fazendo as denúncias já que o Ministério Público, a Procuradoria Geral da União, a PF são entidades hoje tomadas pelo partidarismo.

    Aécio pode até se tornar algo interessante, vamos ver. Mas aposto mais que se ele criar um partido vai ser outro PMDB da vida.

    Não existe direita no Brasil. O próprio Lula afirmou isso. Serra é mais de esquerda que Lula e Dilma juntos.

    A criação de uma direita no Brasil é algo de longo prazo. Não sei se vai acontecer, mas é extremamente necessário.

  3. Chesterton said

    No Brasil só existeme spertos, em todas classes sociais, o povo vota no candidato que mais pormete no imediatismo.
    É uma corrida para ver quem proemte mais, Serra agoras promete décimo-terceiro no bolsa familia, uma jogada interessante, mas um desastre para a moral do povo brasileiro, cada vez mais dependente, mais ciente de sua incapacidade de viver fora do cabestro.
    É um povo escravo, EM TODAS CLASSES SOCIAIS.

  4. Chesterton said

    Circula com toda pinta de arapuca a “informação” sobre a vida pessoal da candidata Dilma. É falsa granada procurando detonador.

    chst- não falei? O PT inventa dossiês falsos contra própria candidata para ver se a oposição é suficientemernte trouxa para ir atrás.

  5. Paulo Roberto Silva said

    É o que estou falando. A direita brasileira precisa se organizar desde a base, a partir de um programa e de um projeto de poder. Não ficar apostando só no medo do “comunismo”.

    Hoje só tem um partido orgânico no Brasil, o PT. O PMDB já foi, no tempo do Ulisses, e pode voltar a ser. O PV tem a oportunidade de sê-lo, se organizar o que hoje é o Movimento Marina Silva. A direita não tem nada parecido. Pena.

    Na Europa e nos EUA, a direita é o que é porque se organiza desde a base.

  6. vilarnovo said

    PRS – A direita brasileira morreu com Roberto Campos. O que sobrou são pessoas “designadas” de direita por grupos de esquerda. É a velha guerra esquerda x direita que Corção nos ensinou faz tempo.

    É hilário ver que, de acordo com seu posicionamento no espectro esquerdista, alguém define quem é esquerda e quem é direita.

    O PCO chama o PSTU de direita que chama o PSOL de direita que chama o PT de direita que chama o PSDB de direita.

    Na verdade todos são de esquerda. Não há partido de direita no Brasil. O DEM hoje nada mais é que a esquerda empresarial de ontem.

    É só ver que o presidente da FISP se candidata por um partido socialista. E qual é a bandeira deles? Querem mais empréstimos subsidiados pelo imposto do cidadão e alguns até mesmo já falaram sobre reserva de mercado.

    Nada disso é programa de direita, muito menos liberal.

    Não sei o que vc considera como partido orgânico, mas o PT perdeu muito de seus “quadros” (termo horroroso) por conta da caida da máscara. Hoje sobrevive financidando grupos como sindicatos e ONGs através do dinheiro do governo federal (nosso imposto).

    Com exemplo cito o novo “protesto” marcado pelas centrais sindicais (financiadas pelo roubo do meu salário sem minha autorização) e ONGs como o MST contra o que eles chamam de “mídia” que na verdade é a imprensa que ousa publicar sobre a roubalheira do PT.

    O PMDB depois de Ulisses morreu.

    O PV realmente é uma possibilidade interessante. Gosto muitíssimo do Gabeira, com certeza votarei nele.

    “Na Europa e nos EUA, a direita é o que é porque se organiza desde a base.”

    A história desses países, sua cultura fortalece isso. São países mais educados onde as pessoas não se enganam facilmente com discursos fáceis. A formação desses países e até a religão contribui para isso.

  7. Paulo Roberto Silva said

    Villanorvo, o que chamo partido orgânico é o que tem algum grau de militância de base organizada. Neste sentido o PT é um partido orgânico, embora sua base hoje seja muito diferente do que foi no passado. É mais clientelista e menos ideológica. Mas é o único partido capaz de organizar uma prévia nacional, por exemplo. Quem inventou as prévias partidárias, sob a forma de caucus, foi Disraeli, líder do partido conservador no século XIX.

    Não sei dizer se a direita pura se reconhece no ambiente partidário atual. Contudo, PSDB e DEM estão à direita do espectro político existente. E são dois partidos sem base nacional. O PSDB tem algum grau de organicidade em SP, o DEM em SC, e só.

  8. Pax said

    Acho que há um pano de fundo que, ao menos a mim, interessa um bocado:

    – Se situação e oposição brasileiras ficarem divididas entre ideologias social democrata e liberal, teremos um enorme ganho.

    Porque? Sendo bem simplista…

    Ora, de um lado uma corrente defendendo um Estado mais forte, mais atuante, aceitando impostos mais altos e se obrigando a tornar este imposto serviços e investimentos públicos necessários.

    De outro lado uma corrente brigando para o espaço da iniciativa privada, querendo reduzir impostos e uma participação menor do Estado.

    Entendo que a minoria socialista, que tem direito também de existir, não chega a 1 ou 2% da população, então que eles continuem com suas utopias comunistas.

    Entendo que uma minoria (?) neo-liberal, que tem também direito de existir, não chega a muitos. Principalmente depois que chamar alguém de neo-liberal passou a ser xingamento de uns tempos pra cá, como alguns xingam os sociais democratas de stalinistas.

    Mas existe uma corrente liberal, sim. Aqui temos comentaristas que advogam esta causa. Não é a minha. Mas afirmo com enorme tranquilidade que se esta corrente crescer e for bem representada politicamente, o Brasil só tende a ganhar.

    A disputa de forças fará, dentro desta minha tese, com que ambas correntes tenham seus espaços. E afirmo que a classe empresarial gostará de muitas das conquistas dos liberais, como reformas mais que necessárias, essas que deverão tentar que o Estado não seja um sócio inconveniente, mas sim, uma espécie de sócio que cobra, sim, mas atrapalha menos que hoje.

    É um saco empresariar, uma burocracia inacreditável, uma máquina de corrupção fiscal etc etc. Isto tem que mudar. Seja o governo social democrata ou liberal.

    Minha humilde opinião.

    Ou sej

  9. vilarnovo said

    Pax – Concordo. Em gênero, número e grau.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: