políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

As 10 propostas de Marina e do PV

Posted by Pax em 10/10/2010

Marina Silva e o PV divulgaram uma agenda de propostas para discussão de apoio no segundo turno. Dilma e Serra querem os quase 20 milhões de votos que a candidata acreana conquistou no primeiro turno e que não votarão unidos neste segundo turno. Há uma parte que migra naturalmente para Dilma e outra para Serra. As pesquisas indicaram que Serra ficou com um quinhão maior neste primeiro momento.

Marina já afirmou que pode divergir da decisão que eventualmente o PV assuma de apoiar a petista ou o tucano. Supondo uma decisão conflitante entre a senadora e seu novo partido, parece razoável pensar que uma parcela significativa dos votos seguirão sua decisão e não a decisão do PV. Estes votos podem ser decisivos neste segundo turno apertado.

O jogo endureceu e Marina pode se tornar o fiel da balança.

Ao analisarmos as dez propostas, parece bastante razoável que os dois finalistas tentem adequar seus programas às propostas apresentadas que, segundo analistas, apresenta o novo que conquistou muitos votos jovens e de uma parcela da sociedade que cansou dessa política tradicional desgastada.

De um lado parece haver um problema maior para Dilma, que é o item 8, Gasto Público de Custeio e Reforma Tributária, principalmente na primeira parte do item. Sabemos que o PT cresceu a máquina pública acima do desejável e terá enorme dificuldade em reverter essa tendência, o que seria apropriado.

José Serra, do outro lado, parece que terá mais problemas em dois itens apontados no programa, que são o item 5, Mudanças climáticas, energia e infraestrutura, e o item 7, Proteção dos biomas brasileiros, haja vista que a bancada ruralista hoje se abriga no DEM, seu principal partido de apoio. Os ruralistas da base tucana não são exatamente o que podemos chamar de ambientalistas. Muito ao contrário. Mesmo que Dilma não possa se vestir de amante da Natureza, os ruralistas tacanhos do DEM, que são os que mais aparecem e influenciam, muito menos.

Confira na íntegra as dez propostas de Marina e do PV – do site Terra

1- Transparência e ética
– Não instituição de qualquer mecanismo de tutela ou controle sobre a liberdade de imprensa;
– Transparência das informações sobre execução orçamentária do governo federal disponibilizando na internet dados primários do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (SIAFI), permitindo o acompanhamento da execução dos contratos e dos processos decisórios inclusive dos conselhos de governo e agências reguladoras;
2- Reforma eleitoral
– Encaminhamento ao Congresso de reforma política com adoção do voto distrital misto, lista cívica e financiamento público de campanhas.
3- Educação para a sociedade do conhecimento
– Elevação do investimento em educação do setor público para 7% do PIB, priorizando novos investimentos na direção da universalização do acesso à pré-escola e à creche;
– Eliminação do analfabetismo entre jovens de 15 a 30 anos até 2014 e erradicação do analfabetismo até 2018;
– Valorização dos professores da rede pública na sua remuneração, acesso universal a computador e internet,programas de aperfeiçoamento, formação continuada e fóruns democráticos para aprimoramento de currículos e métodos pedagógicos;
– Viabilização, nos primeiros seis meses de governo, da aprovação no Congresso da Lei de Responsabilidade Educacional e a criação do Sistema Nacional de Educação;
4- Segurança pública
– Programa de subsídios à manutenção na escola ou em curso técnico profissionalizante de todos jovens em situação de risco;
– Fundo nacional de segurança para complementar os salários dos policiais civis e militares de forma a garantir sua dedicação exclusiva à segurança pública;
– Encaminhar, no prazo de seis meses, PEC para reforma do modelo policial brasileiro.
5- Mudanças climáticas, energia e infraestrutura
– Agência reguladora independente para a Política Nacional de Mudanças Climáticas;
– Publicação de estimativas anuais de emissões de gases de efeito estufa(GEE) no Brasil e, a cada três anos, seu inventário completo;
– Estabelecimento de indicadores de intensidade de emissões de GEE na economia brasileira com suas metas de redução previstas em Lei, tornando-as obrigatórias;
– Aumento em 10%, até 2014, da participação das energias renováveis na matriz energética brasileira;
– Fim dos leilões de energia para novas termoelétricas movidas a óleo diesel ou carvão mineral;
– Inclusão efetiva da sociedade civil no Conselho Nacional de Política Energética;
– Supressão do IPI sobre fabricação de veículos elétricos e híbridos;
– Estabelecimento de um Plano Nacional Decenal de Infra-estrutura compatível com as metas de redução de emissões de GEE;
– Moratória de novas usinas nucleares aindanão autorizadas pelo Congresso Nacional;
– Criação do Sistema Nacional de Prevenção e Alerta sobre Desastres Naturais, incluindo publicação anual de mapa de áreas vulneráveis a desastres naturais;
– Painel científico independente para monitorar a segurança na exploração do pré-sal;
– Universalização do acesso à banda larga em todo Brasil;
– Plano de geração de empregos verdes na transição para economia de baixo carbono;
– Cumprimento das condicionantes socioambientais em relação ao projeto Belo Monte;
6- Seguridade social: saúde, assistência social e previdência
– Comprometimento de 10% do orçamento federal para saúde conforme previsto na emenda 29/2000 e sua regulamentação no Congresso Nacional, em 2011;
– Programa Saúde da Família (PSF) para, pelo menos, 80% da população brasileira, até 2014 com redução de três mil para dois mil do número de pessoas atendidas por cada equipe;
– Carreira para os integrantes do PSF feita de forma solidária entre governos federal, estaduais e municipais;
– Aumento para 75% dos domicílios com acesso à rede de esgoto e pelos menos 50% com tratamento do esgoto coletado, até 2014, com vistas à universalização do serviço até 2020;
– Implantação da rastreabilidade e rotulagem de alimentos transgênicos;
– Programas sociais de terceira geração contemplando a inclusão produtiva como desdobramento dos programas de transferência de renda;
7- Proteção dos biomas brasileiros
– Desmatamento zero de vegetação nativa primária e secundária, em estágio avançado de regeneração, em todos os biomas brasileiros, ressalvadas situações de premente interesse público;
– Veto a propostas de alteração do Código Florestal que reduzam áreas de reserva legal, preservação permanente ou promovam anistia a desmatadores;
– Implementação da meta de 10% dos biomas brasileiros incluídos em unidades de conservação;
– Apresentação de Plano Nacional para Agricultura Sustentável;
8- Gasto público de custeio e Reforma Tributária
– Limitação da expansão dos gastos de custeio do governo federal à metade do crescimento do PIB;
– Proposta de reforma tributária nos seis primeiros meses de governo contemplando: Simplificação e restrição drástica da regressividade dos impostos; Informação clara ao consumidor do valor dos impostos na composição dos preços de produtos e serviços que adquira;
– Revisão da tributação, incentivos e renúncias fiscais de acordo com impacto sobre o meio ambiente e intensidade de emissões de GEE.
– Redução substancial dos cargos comissionados de livre provimento;
9- Política externa
– Política externa orientada pela promoção da paz, liberdade, democracia e respeito aos direitos humanos.
10- Fortalecimento da diversidade socioambiental e cultural
– Conclusão da demarcação e homologação das terras indígenas e criação de fundo para apoiar projetos indígenas e das demais populações tradicionais;
– Implementação do Sistema Nacional de Cultura, ampliando seu orçamento promovendo a descentralização dos recursos e das políticas culturais;
– Combate a toda forma de discriminação racial, sexual e religiosa”.

Anúncios

89 Respostas to “As 10 propostas de Marina e do PV”

  1. Jorge said

    A Dilma irá aceitar os 10 pontos.
    Marina, dia 17, declara PV neutro e ela, pessoalmente, voto em Dilma.
    Eleição finalizada. O passado fica no passado.
    2014 nova agenda, nova oposição, o Brasil continua mundando.

  2. Pax said

    Pois é, caro Jorge, acontece que tinha que ter combinado o jogo com a militância petista primeiro. O que já saiu de agressão pro lado da Marina em tudo que é canto foi à além do razoável. Enfim, desde o início reclamei, afirmei que era um erro colossal.

  3. Jorge said

    Pax, isso é da campanha, muitos verdes tucanos também atacaram Dilma. o alto escalão nunca trocou agressões. Marina nunca atacou o PT e o PT nunca atacou Marina. Basta ver os principais nomes que acompanharam Marina na sua ida ao PV sugerem apoio a Dilma.

    Eu estava errado. O debate ficou animado, está ótimo. Dilma está se saindo muito bem sem falas decoradas. Nocauteou o Serra na questão da Vale e da Petrobrás. Sustentou posição no caso da Erenice. Desmontou o factóide do ministério da segurança e do aborto.

    A iluminação está péssima, as orelhas do serra estão gigantes. Foi até engraçado quando ele falou do orelhão. hahahahaha

  4. Pax said

    Melhor debate de todos, disparado.

    Dilma batendo bem, falou do Indio, da Monica Serra, das privatizações. Mas Serra bateu legal na questão da Erenice.

  5. Jorge said

    liquidou o serra com “o ouvi dizer”, puxa, essa foi nocaute. realmente, o ouvi dizer é ridículo.

  6. Jorge said

    bater no caso erenice é fácil, cá entre nós.

  7. Chesterton said

    1. Aqui o PT já dançou, todo mundo sabe que por trás de Dilma tem Dirceu e Franklin Martins com seu PNDH3. O “controle social” da imprensa é censura e autoritarismo.

    5. todo mundo vai dizer que sim, mas nem marina conseguiria isso , mesmo se tivesse 100% dos votos.
    -Estabelecimento de indicadores de intensidade de emissões de GEE na economia brasileira com suas metas de redução previstas em Lei, tornando-as obrigatórias;
    chest- com o dólar lá embaixo, isso vai dificultar mais a geração de mpregos

    -Universalização do acesso à banda larga em todo Brasil;
    chest- obaaaaa.

    -Programas sociais de terceira geração contemplando a inclusão produtiva como desdobramento dos programas de transferência de renda;

    chest- ótimo, quer dizer que para receber mesada tem que trabalhar? Mudança importantíssima.

    8.Informação clara ao consumidor do valor dos impostos na composição dos preços de produtos e serviços que adquira;

    chest- vai ter revoltas nas ruas

    -Limitação da expansão dos gastos de custeio do governo federal à metade do crescimento do PIB;

    chest- YESSSS!!!! A Dilma não aceita, ela diz que gastos correntes são “vida”.

    9 Política externa orientada pela promoção da paz, liberdade, democracia e respeito aos direitos humanos.

    chest- Dilma tem compromissos com Cuba e FSp e MST incompativeis com esse item.

    10. Combate a toda forma de discriminação racial, sexual e religiosa”.

    chest- contra empresarios tambem?

  8. Chesterton said

    Dilma batendo, pax? mas você não queria propostas?

  9. Ontem a Dilma fez exatamente o que seus marqueteiros queriam mostrar-se autentica…….e ela é dessas pessoas que não levam pra casa……
    E embora me pareça certo esse comportamento, ele deve ter limites, pois o eleitor mesmo o dito esquerdista costuma não gostar de gente destemperada.

  10. Jorge said

    Mônica serra mente igual ao marido, mente sem parar. o psdb é repleto de mentirosos e hipócritas. impressionante. os reporteres fingem que não sabem de nada.

    Mas HRP, é muito difícil voce ficar defronte uma pessoa que te calunia e te acusa de assassina e ficar tranquilo. São gangsters.

    Mulher de Serra faz campanha no Rio e ataca Dilma

    “Ela é a favor de matar as criancinhas”

    AGENCIA ESTADO 14 DE SETEMBRO

    Mônica Serra diz desconhecer crítica de Dilma

    No intervalo do debate, mulher de Serra afirmou não saber o motivo de ter sido citada pela candidata petista em tema sobre aborto

    Nara Alves, iG São Paulo | 10/10/2010 22:53

    A mulher do presidenciável tucano José Serra, Mônica Allende Serra, citada pela candidata à Presidência petista, Dilma Rousseff, no primeiro bloco do debate realizado neste domingo pela TV Bandeirantes, afirmou durante o intervalo “não saber” sobre o que a ex-ministra se referia ao mencioná-la em uma resposta sobre aborto. A candidata do PT fazia menção a uma frase em que Mônica teria dito que ela seria a favor “de matar criancinhas”, durante corpo a corpo com eleitores em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, no mês de setembro.

  11. Eu até entendo esse furor da Monica, mas ãfinal seu maridão tem a possibilidade de governar o país e ela seguir como eminencia parda!
    Mas não vi tanto furor de indignação quando seu marido e toda aquela quadrilha de tucanos vendiam o patrimonio da nação a preço de banana e ajoelhavam subservientes no altar do Consenso de Washington!
    Santa Hipocrisi!
    Aliás o que essa chilena chocholenta é na ordem das coisas?????

  12. Patriarca da Paciência said

    Programa: 7 – Reprodução Humana e Cidadania Feminina

    g) legalização da interrupção voluntária da gravidez com um esforço permanente
    para redução cada vez maior da sua prática através de uma campanha educativa
    de mulheres e homens para evitar a gravidez indesejada

    Programa do PV.

    Fica alguma dúvida?

    O PV aceita ou não aceita a interrupção da gravidez indesejada?

  13. Patriarca da Paciência said

    Acho que a Marina tem muito pouca afinidade com o programa do PV.

    PV é quase um herdeiro dos hippies, com suas idéias libertárias a respeito de droga e sexo.

    Não vejo muito futuro para a Marina no PV.

    o PV tem mais a cara do Gabeira!

  14. Jorge said

    HRP eu não entendo a mônica ficar quietinha sobre a soninha. por que nenhuma pergunta dos reporteres sobre o assunto?

    eu mesmo tinha dó do que o serra fazia com ela, pensava que era uma pessoa fraca, sem capacidade de reagir ao marido. estava enganado. acho que ela tem muita vontade de se ver primeira dama. ela quer ser a primeira mulher chilena a ser primeira dama do Brasil.

  15. O PV se São Paulo é uma colcha de retalhos.
    Tem aquele lado ecologista mas com um grande percentual de adesismo psdbista.
    Verifiquem com quem ele se alinha dentro da assembléia paulista……
    A Marina vai etr que arrumar algo melhor para si.

  16. Chesterton said

    Essa mulher do Serra é parente do infeliz Allende do Chile?

  17. Patriarca da Paciência said

    “Filho só puxa o pai, quando o pai é cego”.

    A mulher do Serra até pode ser parente do Allende, mas não puxou nada do grande político chileno.

    É uma dondoca deslumbrada, cliente da Daslu.

    E dissumulada também.

    Disse que “não sabia do que a Dilma estava falando”.

    Também, com o professor que tem dentro de casa!

  18. Jorge said

    “Homem-bomba” do PSDB é nova arma de Dilma em campanha

    http://noticias.r7.com/vestibular-e-concursos/noticias/so-um-quarto-da-classe-c-pensa-em-faculdade-publica-20101011.html

    HRP coloque no google as seguintes palavras: serra, soninha, amantes ou caso.

  19. Vem uma pesquisa nova por aí, e depois da terceira vamos ter mais ou menos idéia dos potencial da Dilma e do italianinho na reta final.Seja lá o que houver continuarei desse lado que estou.
    Quem aguentou o FHC aguenta tudo!

  20. Chesterton said

    O italianinho é o Lula, cuja esposa requereu cidadania italiana?

  21. É Chestinho…….italianinho é o Lula….mas o nominho do José Serra tem o adendo “Chiriquio”…..sugestivo não?

  22. Chesterton said

    Não deixem de ler reportagem de Diego Escotesguy sobre uma amizade de Dilma Rousseff que começou na cadeia e que, no momento, está enroscada no TCU em razão do sumiço de R$ 5 milhões. Segue trecho:

    *
    A uruguaia Maria Cristina de Castro (foto) era uma jovem sindicalista e simpatizante do Partido Socialista quando se apaixonou pelo brasileiro Tarzan de Castro, militante de esquerda exilado em Montevidéu. Corriam os primeiros anos da década de 70. (…). “Nós nos conhecemos no camburão”, contou Cristina de Castro a VEJA, numa entrevista há duas semanas. Em 1970, ela e o companheiro fugiram para o Brasil. Pouco tempo depois, no entanto, a polícia estourou o esconderijo dos dois. Presa e acusada de atividades subversivas, a uruguaia foi transferida para o Presídio Tiradentes. em São Paulo. Lá, veio a conhecer a companheira de guerrilha que, trinta anos depois, mudaria o destino de sua vida: Dilma Vana Rousseff, presa por militância no grupo de extrema esquerda VAR-Palmares. Conta Cristina: “Dividíamos um beliche na cela. Partilhávamos tudo, nossa intimidade. Ela se tornou uma grande amiga”. Dilma a apelidou carinhosamente de Tupamara, referência aos Tupamaros. grupo guerrilheiro que desafiava a ditadura militar uruguaia.

    Finda a temporada na cadeia, cada uma seguiu seu caminho. Em 2003, quando Lula assumiu a Presidência da República, a companheira de cela de Cristina tornou-se ministra das Minas e Energia. Dilma se lembrou da Tupamara, que morava em Goiânia e militava no PT. “Dilma me chamou para trabalhar diretamente com ela”, disse Cristina de Castro, nomeada assessora especial no gabinete da amiga. Não se sabe o que credenciou a uruguaia a exercer um cargo tão relevante e estratégico – a não ser a “grande amizade” com a candidata Presidência. Dilma deixou a Pasta de Minas e Energia em 2005 para ocupar a chefia da Casa Civil. Cristina de Castro continua ali até hoje. Já viajou seis vezes ao Uruguai com as despesas custeadas pelos brasileiros que pagam impostos.

    Os auditores do Tribunal de Contas da União (TCU) e técnicos do Ministério de Minas e Energia, porém, acusam Cristina de Castro de conduta imprópria que vai muito além, em volume de dinheiro, de viajar ao país natal por conta dos cofres nacionais. As suspeitas dizem respeito a um contrato de 14 milhões de reais, dos quais 5 milhões podem ter sido desviados. O caso remonta ao primeiro ano do governo, quando Dilma baixou uma portaria concedendo “plenos poderes” à amiga para que coordenasse a modernização da área de informática da pasta. O que fez a assessora? Em vez de elaborar um plano, montar um projeto e licitar os serviços e produtos necessários, Cristina de Castro entregou tudo ao CPqD – fundação privada com sede em Campinas que, até as privatizações dos anos 90, pertencia ao sistema Telebrás. Essa fundação faz pesquisas e presta serviços de informática.

    Lei na revista os outros detalhes dessa história.

    Por Reinaldo Azevedo

  23. A fonte é boa, hein Chesterton?

  24. Chesterton said

    Veja, a melhor fonte.

  25. Iconoclastas said

    “Veja, a melhor fonte.”

    q o diga a Ereni6 e seu bando…

    ;^))

  26. Elias said

    Pax,

    Sobre os 10 pontos de Marina:

    1 – Reforma eleitoral ok. Mas o que se necessita, mesmo, é uma reforma política. A reforma eleitoral é só um pedaço dela…

    2 – Reforma tributária, também ok. Debate sobre progressividade pode implicar o fim dos favores fiscais por atividade econômica (embora os 10 pontos nem toquem no assunto). Mas faltou falar na revisão da distribuição do bolo tributário, que hoje penaliza brutalmente Estados e Municípios.

    3 – Alfabetização de adultos? Vá lá. Mas, até hoje, não apareceu aquele país que tenha erradicado o analfabetismo alfabetizando adolescentes e adultos. Há um troço chamado “analfabetismo de retorno” que faz dessa estratégia um furo dentro d´água. A ONU chama atenção pra isso há pelo menos uns 40 anos.

    A melhor estratégia pra acabar com o analfabetismo é impedir que as crianças de hoje se tornem os adultos analfabetos de amanhã.

    Se o Brasil houvesse feito isso há 20 anos, hoje praticamente não teríamos analfabetos.

    Mas, só abrir o debate sobre isso já é alguma coisa, né?

  27. Iconoclastas said

    Paxman,

    vc não é de SP? vive falando de São Paulo, das estradas, da educação…

    ;^/

  28. Jorge said

    Paulo Preto, o aluisio nunes saiu rapidinho da platéia do debate quando ouviu a Dilma dizer esse nome… teremos novidade em breve…
    hehehehehehehehehehe

  29. Elias said

    Pax,

    Ainda os 10 pontos da Marina/PV:

    Segurança pública:

    A – Investimento pesado para crianças em situação de risco.

    Um OK bem grande. O Brasil está fabricando monstros às dezenas de milhares. Se essa garotada não for retirada das ruas, a coisa vai ficar muito pior.

    B – Reestruturação da polícia.

    Até que enfim! A estrutura atual não chega nem perto do que se necessita. PM + Polícia Civil, nem pensar. Foi uma estrutura cujo desenho final tinha propósitos políticos em um regime de exceção (embora tenha sido criada antes desse regime). Num contexto democrático, simplesmente não funciona, como ficou fartamente demonstrado nas últimas décadas.

    De novo Educação:

    O problema não é só de recursos. O sistema público está caduco. Se não mexer nele, quanto mais dinheiro você puser, maior o desperdício (e resultado que é bom…).

    Ninguém está falando em articulação com o setor privado porque, do jeito que o debate está sendo conduzido, parece palavrão. Ninguém quer dar a cara à tapa…

    Mas o fato é que, sem articulação com o setor privado, dificilmente o Brasil realizará grandes avanços, no curto prazo, nas áreas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio.

    Falar em “mais recursos” pra tal ou qual coisa é fácil. O problema é que “mais recursos” pra tal ou qual coisa significa, na prática mais despesa pública. E isto conflita com a proposta de limitar o crescimento da despesa pública em custeio, a uma taxa equivalente a 50% da taxa de crescimento do PIB.

    O negócio não é gastar mais. É gastar bem.

  30. Pax said

    Caro Iconoclastas,

    Vivo em SP desde 1993. Mas meu título é de outro estado e nunca mudei. A cada eleição eu viajo para votar.

  31. Pax said

    Então, caro Elias,

    Muito mais inteligente que atirar pedras na Marina me parece apropriado fazer o que você está fazendo, pegando o que tem de bom nos pontos que a Marina e o PV propuseram e colocar em discussão.

    Espero que o PT esteja fazendo isto com bons canais, como já anunciado. Espero que o PSDB também faça o mesmo.

    E, por fim, o que disse: acho, e já ouvi de muita gente que não consigo mensurar o tamanho disso, que se Marina chegar e disser: vou votar em Fulana ou Beltrano no segundo turno este número pode ser considerável.

    E aí me permito achar que:

    a) se for para Dilma, adeus Serra.

    b) se for para o Serra, não sei o que pode acontecer.

  32. Iconoclastas said

    # 30,

    saquei, faz sentido para quem quer se manter isento. esse negócio de participar da escolha dos dirigentes do nosso entorno pode enviesar nossas idéias…

    ;^))

  33. Pax said

    Caro Iconoclastas,

    Não é isso, não. Nunca disse que sou isento. Tento, como diz a própria declaração no “Sobre o Blog” ponderar a minha pescaria. Não pesco só de um lado. Se aparece notícia da corrupção, seja ela de que lado for, me obrigo a colocar aqui. Tá lá, escrito desde que o blog foi inaugurado. O blog se declara isento, se obriga a equilibrar as notícias, os posts, mas eu posso ter minhas posições, claro que sim.

    Nunca reclamei quando qualquer comentarista me alertou que eu estaria esquecendo da notícia tal ou algo neste sentido. Pelo contrário, agradeço. Assim como agradeço todas as críticas construtivas. Doem? Claro, mas estas são sempre as melhores. E peço desculpas quando erro, outra coisa tão simples e tão esquecida por muita gente. Sou um puta cara por conta disso? Claro que não sou, somente tenho obrigação com a educação com as pessoas, com o respeito com os outros, sejam eles os que pensam como eu ou os que pensam completamente diferente de mim.

    Tem um monte de besteirol, críticas que eu passo batido, dou bastante risada aqui com meu monitor, meu notebook, algumas colocações passam do limite no meu entendimento e eu tento dar uma maneirada, um alerta aqui, outro acolá. Você é testemunha deste comportamento, me privilegia com a audiência neste neste blog e já me acompanhou em Pandorama durante um tempo. Claro que eu erro, hora aqui, hora ali, aliás, quase toda hora. Quem não erra?

    O fato de ser criticado por ambos os lados, o fato de ser criticado de um lado e de outro, dá, em certa medida, uma pequena noção de acerto sob o aspecto de ponderação.

    Saiba, e é verdade, que peço ajuda para gente grande da área. Tenho amigos jornalistas – não, não é o PD somente, este falo quase mais nada, de tão atolado que tá lá no Estadão – e os uso, peço ajuda, volta e meia mando e-mails e peço que me ajudem a pensar sobre uma ou outra notícia. É muito prazeroso manter boas amizades nesta área. Volta e meia um me chama a atenção, diz, olha, esta notícia está errada aqui e ali, por isto ou aquilo. E peço ajuda também para outros, à além das ajudas que vocês, comentaristas, me dão.

    Pode não parecer, pode passar batido, mas eu tento ler tudo que vocês colocam. E leio com atenção. Claro que tem uns ou outros mais infantilizados ou mais nervozinhos em determinados momentos, enfim, faz parte do conjunto geral da sociedade, do microcosmo da blogosfera e do ínfimocosmo do PolíticAética.

    Mas eu aprendo, muito mais que qualquer coisa, por aqui, caro Iconoclastas. Aprendo com todos, como os verdes, com os vermelhos, com os azuis, com os amarelos e com os infantilizados também.

    Meu título de eleitor? Bem, meu caro, eu não tenho interesses somente na região onde moro não. Pessoais, profissionais etc. Não me sinto nem um pouco errado em morar aqui e votar em outro lugar onde tenho atividades.

    Aqui? Bem, meu caro, aqui faço o que posso, participo de uma associação de moradores bastante atuante, frequentemente estou na prefeitura levando reivindicações da sociedade de forma estruturada, discuto geral, vou na polícia defender a segurança do bairro etc etc. Participo, e não tenho nenhum medo em dizer, muito mais que a média dos brasileiros. Muito mais.

  34. Jorge said

    Os aproveitadores da boa fé e da credulidade

    ELEIÇÕES 2010 E OS APROVEITADORES DA BOA FÉ E DA CREDULIDADE EVANGÉLICA

    Rev. Sandro Amadeu Cerveira (02/10/10)

    do site da Segunda Igreja

    Talvez eu tenha falhado como pastor nestas eleições. Digo isso porque estou com a impressão de ter feito pouco para desconstruir ou no pelo menos problematizar a onda de boataria e os posicionamentos “ungidos” de alguns caciques evangélicos. [1]

    Talvez o mais grotesco tenham sido os emails e “vídeos” afirmando que votar em Dilma e no PT seria o mesmo que apoiar uma conspiração que mataria Dilma (por meios sobrenaturais) assim que fosse eleita e logo a seguir implantaria no Brasil uma ditadura comunista-luciferiana pelas mãos do filho de Michel Temer. Em outras o próprio Temer seria o satanista mor. Confesso que não respondi publicamente esse tipo de mensagem por acreditar que tamanha absurdo seria rejeitada pelo bom senso de meus irmãos evangélicos. Para além da “viagem” do conteúdo a absoluta falta de fontes e provas para estas “notícias” deveria ter levado (acreditei) as pessoas de boa fé a pelo menos desconfiar destas graves acusações infundadas. [2]

    A candidata Marina Silva, uma evangélica da Assembléia de Deus, até onde se sabe sem qualquer mancha em sua biografia, também não saiu ilesa. Várias denominações evangélicas antes fervorosas defensoras de um “candidato evangélico” a presidência da república simplesmente ignoraram esta assembleiana de longa data.

    Como se não bastasse, Marina foi também acusada pelo pastor Silas Malafaia de ser “dissimulada”, “pior do que o ímpio” e defender, (segundo ele), um plebiscito sobre o aborto. Surpreende como um líder da inteligência de Malafaia declare seu apoio a Marina em um dia, mude de voto três dias depois e à apenas 6 dias das eleições desconheça as proposições de sua irmã na fé.

    De fato Marina Silva afirmou (desde cedo na campanha, diga-se de passagem) que “casos de alta complexidade cultural, moral, social e espiritual como esses, (aborto e maconha) deveriam ser debatidos pela sociedade na forma de plebiscito” [3], mas de fato não disse que uma vez eleita ela convocaria esse plebiscito.

    O mais surpreendentemente, porém foi o absoluto silêncio quanto ao candidato José Serra. O candidato tucano foi curiosamente poupado. Somente a campanha adversária lembrou que foi ele, Serra a trazer o aborto para dentro do Sistema Único de Saúde (SUS) [4]. Enquanto ministro da saúde o candidato do PSDB assinou em 1998 a norma técnica do SUS ordenando regras para fazer abortos previstos em lei, até o 5º mês de gravidez [5]. Fiquei intrigado que nenhum colega pastor absolutamente contra o aborto tenha se dignado a me avisar desta “barbaridade”.

    Também foi de estranhar que nenhum pastor preocupado com a legalização das drogas tenha disparado uma enxurrada de-mails alertando os evangélicos de que o presidente de honra do PSDB, e ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso defenda a descriminalização da posse de maconha para o consumo pessoal [6].

    Por fim nem Malafaia, nem os boateiros de plantão tiveram interesse em dar visibilidade a noticia veiculada pelo jornal a Folha de São Paulo (Edição eletrônica de 21/06/10) nos alertando para o fato de que “O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, afirmou nesta segunda-feira ser a favor da união civil e da adoção de crianças por casais homossexuais.” [7]

    Depois de tudo isso é razoável desconfiar que o problema não esteja realmente na posição que os candidatos tenham sobre o aborto, união civil e adoção de crianças por homossexuais ou ainda a descriminalização da maconha. Se o problema fosse realmente o comprometimento dos candidatos e seus partidos com as questões acima os líderes evangélicos que abominam estas propostas não teriam alternativa.

    A única postura coerente seria então pregar o voto nulo, branco ou ainda a ausência justificada. Se tivessem realmente a coragem que aparentam em suas bravatas televisivas deveriam convocar um boicote às eleições. Um gigantesco protesto a-partidário denunciando o fato de que nenhum dos candidatos com chances de ser eleitos tenha realmente se comprometido de forma clara e inequívoca com os valores evangélicos. Fazer uma denuncia seletiva de quem esta comprometido com a “iniqüidade” é, no mínimo, desonesto.

    Falar mal de candidato A e beneficiar B por tabela (sendo que B está igualmente comprometido com os mesmo “problemas”) é muito fácil. Difícil é se arriscar num ato conseqüente de desobediência civil como fez Luther King quando entendeu que as leis de seu país eram iníquas.

    Termino dizendo que não deixarei de votar nestas eleições.

    Não o farei por ter alguma esperança de que o Estado brasileiro transforme nossos costumes e percepções morais em lei criminalizando o que consideramos pecado. Aliás tenho verdadeiro pavor de abrir esse precedente.

    Não o farei porque acredite que a pessoa em quem votarei seja católica, cristã ou evangélica e isso vá “abençoar” o Brasil. Sei, como lembrou o apóstolo Paulo, que se agisse assim teria de sair do mundo.

    Votarei consciente de que os temas aqui mencionados (união civil de pessoas do mesmo sexo, descriminalização do aborto, descriminalização de algumas drogas entre outras polêmicas) não serão resolvidos pelo presidente ou presidenta da república. Como qualquer pessoa informada sobre o tema, sei que assuntos assim devem ser discutidos pela sociedade civil, pelo legislativo e eventualmente pelo judiciário (como foi o caso da lei de biossegurança) [8] com serenidade e racionalidade.

    Votarei na pessoa que acredito representa o melhor projeto político para o Brasil levando em conta outras questões (aparentemente esquecidas pelos lideres evangélicos presentes na mídia) tais como distribuição de renda, justiça social, direitos humanos, tratamento digno para os profissionais da educação, entre outros temas. (Ver Mateus 25: 31-46) Estas questões até podem não interessar aos líderes evangélicos e cristãos em geral que já ascenderam à classe média alta, mas certamente tem toda a relevância para nossos irmãos mais pobres.

    NOTAS
    [1] As afirmações que faço ao longo deste texto estão baseadas em informações públicas e amplamente divulgadas pelos meios de comunicação. Apresento os links dos jornais e documentos utilizados para verificação.
    [2] http://www.hospitaldalma.com/2010/07/o-cristao-verdadeiro-nao-deve-votar-na.html
    [3]http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoes/marina+rebate+declaracoes+de+pastor+evangelico+silas+malafaia/n1237789584105.html. Ver também http://www1.folha.uol.com.br/poder/805644-lider-evangelico-ataca-marina-e-anuncia-apoio-a-serra.shtml
    [4] http://blogdadilma.blog.br/2010/09/serra-e-o-unico-candidato-que-ja-assinou-ordens-para-fazer-abortos-quando-ministro-da-saude-2.html
    [5] http://www.cfemea.org.br/pdf/normatecnicams.pdf
    [6] http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?tl=1&id=856843&tit=FHC-e-intelectuais-pedem-legalizacao-da-maconha
    [7] http://www1.folha.uol.com.br/poder/754484-serra-se-diz-a-favor-da-uniao-civil-e-da-adocao-de-criancas-por-gays.shtml
    [8] http://www.eclesia.com.br/revistadet1.asp?cod_artigos=206
    Como nossa página não oferece o recurso de postar comentário diretamente nesta parte convido aos que desejarem faze-lo a enviar um email para segundaigreja@segundaigreja.org.br em nome do Rev. Sandro que publicaremos com prazer.

    Fonte: Segunda Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte
    Fonte: http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/os-aproveitadores-da-boa-fe-e-da-credulidade.html

  35. Jorge said

    Grande vitória de Dilma!
    Ninguém vai ficar em cima do muro no segundo turno!

    Miguel Nicolelis, que defende “soberania intelectual” do Brasil, anuncia apoio a Dilma Rousseff

    por Luiz Carlos Azenha

    Entrevistei pela primeira vez o dr. Miguel Nicolelis quando era repórter da Globo. Ele é um dos mais importantes neurocientistas do mundo. Tratamos, então, do uso de impulsos elétricos capturados no cérebro de um macaco para mover braços mecânicos, pesquisa que ele desenvolveu na Universidade de Duke, nos Estados Unidos. O potencial desse tipo de pesquisa é tremendo: permitir que paraplégicos façam movimentos com o uso de impulsos elétricos do próprio cérebro, por exemplo.

    Desde então, o cientista implantou em Natal, no Rio Grande do Norte, o Instituto Internacional de Neurociência de Natal, uma parceria público-privada. E continua coletando prêmios nos Estados Unidos, alguns dos quais anunciados recentemente:

    Setembro 2010
    Miguel Nicolelis recebe outro prêmio científico dos Institutos Nacionais de Saúde dos E.U.A.

    Dois meses depois de ter recebido dos Institutos Nacionais de Saúde (NIH) dos Estados Unidos US$2,5 milhões para investir em suas pesquisas no campo da interface cérebro-máquina, Miguel Nicolelis volta a ser distinguido com um prêmio de aproximadamente US$4 milhões da mesma instituição. Os recursos devem ser aplicados no desenvolvimento da nova terapia para o mal de Parkinson que vem mobilizando o pesquisador há alguns anos e que, na avaliação dos NIH, se constitui numa pesquisa “arrojada, criativa e de alto impacto”. Miguel Nicolelis é a primeira pessoa a receber da instituição americana no mesmo ano o Director’s Pioneer Award e o Director’s Transformative R01 Award.

    *****

    Hoje liguei para a Universidade de Duke, nos Estados Unidos, quando soube por e-mail que Nicolelis tinha decidido anunciar publicamente seu apoio à candidatura da ex-ministra Dilma Rousseff.

    Ele afirmou que faz isso por acreditar que Dilma representa um projeto de país em linha com o que acredita ser desejável para o Brasil: o desenvolvimento de uma “ciência tropical” e de um conhecimento voltado para garantir a soberania nacional. Enquanto providenciamos a transcrição da entrevista, clique no áudio para ouvir.

    [1]
    Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here [2]. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

    Article printed from Viomundo – O que você não vê na mídia: http://www.viomundo.com.br

    URL to article: http://www.viomundo.com.br/politica/miguel-nicolelis-que-defende-soberania-intelectual-do-brasil-anuncia-apoio-a-dilma-rousseff.html

    URLs in this post:

    [1] Image: http://www.skype.com/
    [2] here: http://www.adobe.com/shockwave/download/download.cgi?P1_Prod_Version=ShockwaveFlash&promoid=BIOW

  36. Chesterton said

    Projeto com macacos em Natal? Será que a Dilma é fruto disso?

  37. Eu hein!
    Com Serra teremos a Singapura de Myamar! Sacou?
    Não?

  38. O que o Serra diria sobre isso?
    Relembrando o bom e novo Pedro Doria!
    http://proximap.blogspot.com/2009/01/massacre-na-faixa-de-gaza-jornalista.html

  39. Pax said

    Será que o candidato José Serra não conhece o Paulo Preto, o cara que, segundo o noticiário, embolsou R$ 4 milhões das empreiteiras que prestaram serviço para a DERSA – SP?

    Logo José Serra que apostou tudo nas obras do Rodoanel e da nova Marginal Tietê? Ah, o Rodoanel que o tucanato jurou que não teria pedágio porque foi todo construído com dinheiro público. Lembro bem dessa promessa.

    Do site Terra: “Não sei quem é Paulo Preto; é um factóide”, diz Serra em GO

    http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2010/noticias/0,,OI4729669-EI15315,00-Nao+sei+quem+e+Paulo+Preto+e+um+factoide+diz+Serra+em+GO.html

    —-

    O que fazia o Chalita ao lado de Dilma em Aparecida do Norte? Caramba, como gostam de dar tiros nos pés.

    Tem horas que a política realmente desanima. Ainda bem que essas horas passam. E a gente continua querendo que melhore.

  40. Chestinho olha que legal!
    http://anti-tucano.blogspot.com/2010/10/charge-como-era-o-brasil-no-tempo-em.html

  41. Pax said

    Curioso, Serra, quando desabaram aquelas três vigas do Rodoanel, esteve na obra, quis saber de tudo, falou que o acidente não iria atrasar o cronograma etc. Para tal provavelmente ele deve ter falado com o encarregado geral, o chefe. E quem era o chefe? O engenheiro Paulo Vieira de Souza, o tal Paulo Preto que agora Serra diz que não conhece. Tem notícia para todo lado falando de Serra e o engenheiro. Difícil crer que o governador não conhecia o responsável pela maior obra de seu governo.

    http://g1.globo.com/Noticias/SaoPaulo/0,,MUL1379025-5605,00-SERRA+ADMITE+FALHAS+EM+OBRA+DO+RODOANEL+E+DIZ+QUE+ACIDENTE+SERA+INVESTIGADO.html

    http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,obra-do-rodoanel-desaba-sobre-rodovia-regis-bittencourt-em-sp,466239,0.htm

    E agora a notícia que Serra diz desconhecer o Paulo Preto.

    http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2010/noticias/0,,OI4729669-EI15315,00-Nao+sei+quem+e+Paulo+Preto+e+um+factoide+diz+Serra+em+GO.html

    Algo não está batendo bem nesta história. Mas eu quero mesmo é uma foto dos dois juntos, sei que tem um bocado. Já eu acho.

    Por fim, acho que se afasta um bocado do Item 1 proposto pelo PV e Marina – Transparência e Ética, motivo do post.

  42. Chesterton said

    Programa “progrecistia”

    1. Liberação do aborto. Aborto será penas mais uma forma de planejamento familiar
    2. Controle de natalidade – para engravidar a mulher deverá passar por uma série de testes e entrevistas e aí então será decidido se poderá ter o nenê ou terá que abortá-lo
    3. Liberação do consumo de drogas
    4. Liberação da compra de droga
    5. Liberação da venda de drogas (se pode comprar, pode vender)
    6. Liberação da produção de drogas em território nacional (se pode comprar e vender, para que importar?)
    7. Substituição progressiva do latifundio empresarial por pequenas propriedades produtoras de papoulas e outras certas culturas altamente rentáveis no mercado negro.
    8. Liberação do casamento gay
    9. Liberação da poligamia (afinal, a excepcionalidade ocidental é burrice)
    10. Diretos dos animais, que poderão (por procuração) processar seus supostos malfeitores
    11. Direitos de herança dos animais
    12. Direitos de contratos entre animais
    13. Direito de casamento de animais e humanos (afinal, os dois tem direitos e o bestialismo é uma realidade no mundo há vários séculos- só estaremos referendando um hábito ancestral)
    14. Proibição de qualquer religião que contrarie esses direitos
    15. Crimes que são muito frequentes e costumam gerar superlotação das prisões serão não mais considerados crimes
    16. Abolição total da auto-defesa
    17. Relativização dos crimes, isto é, uma comissão deverá decidir se o suposto criminoso cometeu o suposto crime por culpa da sociedade, da vítima, do Papa ou do Bush – Lei Patriarca da Paciência. Se esses atenuantes forem verificados a vítima ou a familia (em caso de morte) seja responsável pelos custos do processo e pela inserção do criminoso na sociedade através de patrocínio, mesadas, mensalidades, etc…
    18. Todo branco será considerado descendente de proprietários de escravos
    19. Invasões são um dever. Todo imovel desocupado deverá ser invadido para que os pobres tenham acesso a moradia
    20. Invasores não precisam pagar IPTU, Light< CEDAE,

    aceitando sugestões

  43. Chesterton said

    Pax:
    Algo não está batendo bem nesta história.

    chest- afinal, que história é essa?

  44. Carlão said

    :)PAX e A FRACA CONEXÃO DA REALIDADE, reprise de A dupla baixaria.

    Pax esse assunto resultou na derrota de Aloisio Mercadante e a eleição estupenda do Aloysio Nunes.
    acho que você continua preguiçoso e ainda não leu Reinaldo Azevedo…como sugeri respeitosamente
    Tsk! Tsk! Tsk! (3 muxoxos)
    Basta comparar DILMA/ERENICE (FATO) x PAULO PRETO (BOATO).
    Topas?
    A desatenção e a mentira tem um preço.Ridicularizar-se em público.
    MENTINDO como Lula adora fazer.
    Quer a prova, DE NOVO? atendendo a pedidos:

    Eis a prova que lula é mentiroso e que você acredita em mentirosos – até como um meio para chegar a um fim, sei lá! A “causa” vale a pena de acreditar em mentirosos, por exemplo.
    Criticar “privatizações” e outras ações do governo FHC que permitiram lula “surfar no sucesso” e agora eleger uma incompetente (“a nuthead” como se diz aqui)
    É MUITA HIPOCRISIA SEM DÚVIDA
    ;)PAX
    inclua-me fora dessa.
    dilma pode até ganhar mas, o que é que você quer que continue mesmo?
    Faça agora sua opção solitária.Mude seu título de eleitor pra São Paulo e seja muito bem vindo ao progresso democrático paulista.Escolha candidatos nos cargos em disputa, desde Governador a deputados estaduais. E exerça a sua verdadeira cidadania. Chega de passado.O passado passou.
    e aí …vc agora já sabe que lula sempre foi um “espertalhão mentiroso”…como fica?
    AS MENTIRAS OU OS FATOS?
    Eu aprendi a pensar com a minha cabeça…
    Pax ainda depende de uma conexão fraca com a realidade ~200 kpbs a 3650-400 dólares por mês
    e esqueceu de mencionar o Alon para provocar uma reflexão mais profunda.
    Dedicou-se a atacar Paulo Preto. A ser verdade. E dai?
    Paulo Preto comeu o seu cú, como contribuinte ? Não comeu.A grana seria de doadores da campanha de Serra.
    Dilma/Erenice comeram o seu cu e o da gente quando usaram o cargo pra fazer política partidária e vender tráfico de influência.Elas são pagas pra serem honestas servidoras do Estado.
    Viraram servidores de lula, o mestre da “suruba ética” do Palacio.
    E você Pax “finge” que ignora.
    :)A VERDADE NÃO O LIBERTOU!
    OS FINS NÃO JUSTIFICAM OS MEIOS.
    OS MENTIROSOS SERÃO DERROTADOS.
    dilma já percebeu e escorregou na “trendmill” enquanto mascava chiclete.
    Dr.Kalil.Cardiologista.
    Acupuntura em gabinete…fala com a dilma.
    TUPAMARA fala com a dilma.
    e por aí vai…
    PAX :”todo dia ultragás no portão”
    QUE VERGONHA!
    :) :) :)

  45. Chesterton said

    Essa do bolsa familia eu não tinha visto.

  46. Chesterton said

    Quem é a favor do aborto coloca outros valores acima da vida humana, e derruba uma cerca inteira para a entrada do pensamento totalitário, para a revolução, para a recusa aos valores tradicionais. Por outro lado, ninguém precisa ser cristão para ser contra o aborto. Basta usar a cabeça com um mínimo de bom senso e respeito a si mesmo e ao próximo.

    Até o dia 3 de outubro era mais fácil encontrar-se um esquimó surfando em Copacabana do que um petista que fosse contra o aborto. Claro que eles existiam, mas raramente emitiam um pio sobre o assunto. A defesa do aborto, dentro do partido, é cláusula pétrea, reiteradamente pétrea.

    P Puggina

  47. Jorge said

    Pax, realmente, agora, não vai dar para colocar a sujeira debaixo do tapete. Está fedendo demais. o tucano malandro foi reportagem do jornal da Record.
    Vai ser mais fácil do que parecia.
    O Brasil agradece.

  48. Chesterton said

    Em sucessivos congressos, o PT vem aprovando moções pró-aborto. Não satisfeito, criou um capítulo para o tema no PNDH-3, rumoroso decreto presidencial que propôs revoluções à Constituição federal e foi integralmente aprovado, por unanimidade, no Congresso do PT realizado em meados de fevereiro deste ano. Os deputados petistas que integram a Frente Parlamentar em Defesa da Vida são constrangidos a bater em retirada. Teria muito mais, mas acho que chega para mostrar que o tema não é um assunto de gosto ou desgosto no partido da estrela. Quem se mete contra ele vai para o ostracismo.

    E tem que ser assim mesmo. Quando o PT defende o direito de abortar, está sustentando uma posição filosófica, política e ideológica, com consequências na vida social. Matéria grave. Pedro-Juan Viladrich, em “Aborto e a sociedade permissiva”, ensina que o abortismo ideológico vê as coisas da seguinte maneira: “Existe pessoa quando existe um mundo de consciência explícita, uma ordem de interioridade auto-consciente e um desabrochar da própria liberdade. Uma vez que não possui essas características, o feto talvez seja vida na perspectiva biológica, mas não é um ser humano do ponto de vista ideológico ou cultural; quem suprime um feto suprime vida biológica, mas não uma humanidade”.

    Compreendeu? Pessoa deixa de ser uma noção objetiva e uma realidade autônoma para se converter numa construção. Nas brilhantes palavras de Viladrich, tais ideólogos da cultura supõem que ao fazer uma “ideia de homem” estejam fazendo o próprio homem “à imagem e semelhança” de sua ideia e de sua vontade. E surge uma insuperável contradição. Só poderia criar o homem a partir de uma ideia quem pudesse criar a si mesmo a partir de uma ideia. Ora, o homem pode tirar-se a própria vida, mas não a pode dar-se; pode tirá-la de outrem, mas não a pode devolver. Por outro lado, não é a cultura que faz o homem (“porque a cultura não cria a si mesma”), mas é o homem quem faz a cultura. Logo, a cultura é a construção e o homem, o construtor. Quando a somali Ayaan Irsi Ali, autora do livro Infiel, chegou à Holanda como refugiada e percebeu que suas conterrâneas continuavam sendo surradas pelos maridos, botou a boca no trombone para exigir do governo holandês que fizesse valer seus princípios e valores para todas as culturas que acolhesse. E conseguiu.

    Quem é a favor do aborto coloca outros valores acima da vida humana, e derruba uma cerca inteira para a entrada do pensamento totalitário, para a revolução, para a recusa aos valores tradicionais. Por outro lado, ninguém precisa ser cristão para ser contra o aborto. Basta usar a cabeça com um mínimo de bom senso e respeito a si mesmo e ao próximo. Note-se, então e por fim: também para quem é contra, o aborto não é um tema de gosto ou desgosto. É questão essencial da humanidade!

    Pois veja, agora, leitor, as voltas que o mundo dá. Olhos postos no pleito do dia 31, está aí, o PT inteiro, se mobilizando para afirmar que Dilma Rousseff “é contra o aborto”! Explodiram a cláusula pétrea. Descobriram que o discurso pró-aborto faz perder votos? Mas quanto oportunismo!

    *Este artigo foi publicado como carta de leitor em O Estado de São Paulo do dia 9 de outubro.
    PPuggina

  49. iconoclastas said

    # 41,

    ” Por fim, acho que se afasta um bocado do Item 1 proposto pelo PV e Marina – Transparência e Ética, motivo do post.”

    então vc acha q a marina vai ficar neutra, paxman?

    ;^/

  50. Carlão said

    COMPAMHEIROS
    lula num palanque “Em 1º comício no 2º turno, Lula diz que eleição não está decidida”
    “Uma pergunta que vocês precisam fazer a vocês mesmos: que diabo esse Lula, com tanto macho perto dele, macho que cerca ele a vida inteira, foi escolher uma mulher para ser presidente da República? Eu poderia ter escolhido um deputado, um senador, um governador, não poderia? Por que fui escolher a Dilma? Hoje estou convencido que a minha decisão foi certa.”
    A derrota deixou de ser impossível.Dilma perde votos a cada pesquisa SEMANAL desde 15 de Setembro.
    DESCONFIO QUE ERENICE VAI DERROTAT DILMA.
    O jogo virou…
    E SE A ESCOLHA TIVER SIDO ERRADA?
    A CULPA É DO PT OU DO LULA? sugestão de forum aqui no blog.
    QUEM VAI TIRAR O “CU DA SERINGA” PRIMEIRO? Lula ou o PT?
    LOL
    :) ;) :)

  51. Chesterton said

    Vai encarar?
    SOU CONTRA o aborto. Não preciso de religião para viver, não acredito em Papai Noel, sou da elite intelectual, sou PhD, pós-doc., falo línguas estrangeiras, escrevo livros “cabeça” e não tenho medo de cara feia.
    Prefiro pensar que a vida pertence a Deus. Já vejo a baba escorrer pelo canto da boca do “habitué” de jantares inteligentes, mas detenha seu “apetite” porque não sou uma presa fácil.
    Lembre-se: não sou um beato bobo e o niilismo é meu irmão gêmeo. Temo que você seja mais beato do que eu. Mas não se deve discutir teologia em jantares inteligentes, seria como jogar pérolas aos porcos.
    Esse mesmo “habitué” que grita a favor do aborto chora por foquinhas fofinhas, estranha inversão…
    Não preciso de argumentos teológicos para ser contra o aborto. Sou contra o aborto porque acho que o feto é uma criança. A prova de que meu argumento é sólido é que os que são a favor do aborto trabalham duro para desumanizar o feto humano e fazer com que não o vejamos como bebês. E não quero uma definição “científica” do início da vida porque, assim que a tivermos, compraremos cremes antirrugas “babyskin” com cartão Visa.
    Agora o tema é o “retorno” do aborto. O aborto entrou na moda neste segundo turno. É claro que esse retorno é retórico. Desde Platão, sabe-se que a democracia é um regime para sofistas e retóricos.
    A relação entre democracia e marketing já era sabida como essencial desde a Grécia Antiga. Por que o espanto quando os candidatos, sabendo que grande parte da população brasileira é contra o aborto (talvez por razões religiosas vagas, talvez por “afeto moral” vago), se lançam numa batalha pelo espólio do “direito à vida”?
    O marketing é uma invenção contemporânea, mas a necessidade dele é intrínseca a qualquer técnica que passe pelo convencimento de uma maioria, desde a mais tenra assembleia de neandertais.
    A democracia é, na sua face sombria, um regime da mentira de massa. Quando essa mentira de massa é contra nós, reclamamos.
    Não há nada de evidentemente justo em termos morais ou de moralmente “avançado” na legalização do aborto. O que há de evidente em termos morais é a desumanização do feto como processo retórico (exemplo: “Feto não é gente”) e a defesa de uma forma avançada de “safe sex”: “Quero transar com a “reserva de comportamento legal” a meu favor. Se algo der errado, lavo”.
    E não me venham com “questão de saúde pública”. Esgoto é questão de saúde pública. A defesa do aborto nessas bases é apenas porque o aborto legal é mais barato. Resumindo: “Safe sex, cheap babies”. E não me digam que o feto “é da mulher”. O feto “é dele mesmo”. E não me digam que “todo o mundo avançado já legalizou o aborto”, porque esse argumento só serve para quem “ama a moda” e teme a solidão.
    Não pretendo desqualificar a angústia de quem vive esse drama. Longe de mim! Mas em vez de gastarmos tanta “energia social” na defesa do aborto, por que não usarmos essa energia para recebermos essas crianças indesejadas?
    Vem-me à mente dois exemplos, aparentemente de campos “opostos”. Deveríamos aprender com a Igreja Católica e seu esforço de criar redes de recepção dessas crianças, aparando as mães em agonia e seus futuros filhos à beira da morte.
    Por outro lado, são tantos os casais gays masculinos (os femininos sofrem menos porque dispõem de “útero próprio”) que querem adotar crianças e continuamos a julgá-los, equivocadamente, penso eu, incapazes do exercício do amor familiar.
    Sou contra a legalização do aborto porque o considero um homicídio. Muita gente não entende essa implicação lógica quando supõe que seriam razoáveis argumentos como: “A legalização do aborto permite a escolha livre. Se sou contra, não faço. Se minha vizinha for a favor, ela faz”.
    Agora, substitua a palavra “aborto” pela palavra “homicídio”, como fica o argumento? Fica assim: “A legalização do homicídio permite a escolha livre. Se sou contra, não faço. Se minha vizinha for pPa favor, ela faz”.
    Quem é a favor do aborto não o é por razões “técnicas”, mas por “gosto” ideológico.

    Pondé

  52. Chesterton said

    Pax, assina aqui

    http://www.defesadademocracia.com.br/2010/10/11/paulo-brossard-exatamente-nesse-momento-e-que-o-presidente-se-lembra-de-regular-a-imprensa/

  53. Patriarca da Paciência said

    Certo mesmo é deixar as mulheres que praticaram aborto, por extrema necessidade, morrerem à míngua ou serem perseguidas como criminosas!

    Hipocrisia! Quanta hipocrisia!

  54. Patriarca da Paciência said

    Gilson Caroni Filho

    Quando entrou nos estúdios da Rede Bandeirantes para o segundo confronto com Dilma Rousseff, Serra parecia confiante. Afinal, pesquisas recentes indicavam que sua candidatura registrava uma curva as-cendente. Amparado pelo confortável cli-ma de terror criado por demotucanos, com auxílio inestimável do oportunismo de grupos religiosos partidários da teologia da prosperidade, “In Nomine Dei”, o massacre da adversária era tratado como favas contadas. Mas, como costuma acontecer na luta política, o açodamento voraz aumenta a voltagem de fracassos inesperados.

    A adversária se mostrava surpreen-dentemente bem mais preparada do que no encontro anterior, disparando alguns petardos para os quais o PSDB – e a mídia corporativa que lhe apoia – não encontraria proteção adequada nem mesmo no dia seguinte. Do assessor que fugiu com R$4 milhões da campanha a uma possível privatização do pré-sal em um caso de vitória tucana, Serra manteve a fisionomia tensa, perdendo-se nas respostas, sem conseguir esboçar contra-ataques com os detalhes que a televisão exige. O desempenho do personagem preocupou assessores e a base social que lhe dá sustentação.

    Quando perguntado sobre fatos provados, respondia com evasivas. Nem mesmo a mulher, Mônica Serra, foi capaz de defender. Foge como o diabo da cruz quando são feitas comparações entre os governos FHC e Lula. Quem tirou 14 milhões da miséria, levou 32 milhões para a classe média, criando 13 milhões de empregos? Que governo fez o Brasil crescer como nunca, libertando o País dos ditames do FMI? Quem proporcionou acesso de um enorme contingente popular às universidades, mudando a fisionomia e as expectativas educacionais de uma formação social marcada pela exclusão? Sob o manto das redações que o protegem, Serra é poupado de contraditórios incômodos. Quando exposto ao confronto, sobram o sorriso nervoso e as mãos trêmulas no ar.

    Ficou claro, no debate de domingo, dia 10, que Serra promete coisas sem base e silencia sobre como vai cumpri-las. Chegou o momento de mostrar, às claras, quem é o ex-governador que paga os piores salários do Brasil para os professores e policiais de São Paulo, recusando qualquer possibilidade de diálogo com representantes das duas categorias. Serra envereda pela ficção quando diz que criou os genéricos e o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). E mente quando diz que tirou do papel o seguro-desemprego.

    Nos próximos encontros, Dilma deve mostrar ao País o perigo de ter religiosos fundamentalistas dando palpite na administração pública. Precisa alertar que nas regiões metropolitanas, em comunidades carentes, além da crônica falta do Estado, os poderes conferidos a seitas e outros espertalhões, aliados a uma polícia medíocre e corrupta, acabam facilitando a vida de milicianos e traficantes. O que faz soar, no mínimo, ridícula a proposta tucana de criação de um Ministério da Segurança.

    É importante indicar ao eleitor que um eventual governo Serra representará um mergulho nas trevas, com direito a TFPs, Opus Dei, carismáticos e outras denominações legislando o nascimento de um poder assentado em bases teocráticas. Sobre isso deveria refletir uma parcela da classe média. Aquela mais apegada ao consumo que à cidadania, sócia despreocupada do rentismo e do poder nos tempos neoliberais.

    Acostumada, desde a ditadura militar, à apropriação dos recursos que o mercado ou o Estado lhe ofereciam para a melhoria de seu poder aquisitivo e seu bem-estar material, ainda conserva vícios de origem, reagindo negativamente ao aumento da participação e da inclusão política de novos setores. Instalada em um desencanto abrangente, como estamento arraigado, abriga forças que não ameaçam apenas o processo democrático. O perigo vai bem além. Por tudo que vimos nessa campanha, a candidatura de Serra é incompatível com os valores mais caros à modernidade.

    Via Carta Maior

  55. Patriarca da Paciência said

    Serra sempre cumpre aquilo que diz.

  56. Patriarca é de muito tempo que temos a bancada dos quebra santos no congresso, e também dos católicos e dos milicos e a segunda mais poderosa: a dos ruralistas.
    A prime league é do capital internacional e os ditos capitalistas tupiniquins!
    Bom dia!!

  57. Patriarca da Paciência said

    Chesterton se comove profundamente com embriões abandonados.

    Já crianças abandonadas, mulheres abandonadas, adolescentes abandonados, só merecem porradas e chutes nas costelas!

    Chesterton deve ficam profundamente comovido quando visita um laboratório onde existem embriões congelados.

    Coitadinho dos embriões!

  58. Patriarca da Paciência said

    Entre 200 a 500 milhões de espermatozoides são depositados na parte posterior da vagina humana e apenas 300 a 500 conseguem alcançar o local da fecundação. E destes, apenas um conseguirá sobreviver!

    Chora Chesterton, chora.

    Você já calculou quantos espermatozoides morrem todos os dias!

  59. Patriarca da Paciência said

  60. Patriarca da Paciência said

    Serra é capaz não só de passar com um trator por cima da cabeça da mãe a fim de atingir seus objetivos.

    É também capaz de se travestir de mulher, se isso lhe trouxer alguma vantagem.

  61. A coisa é feia mesmo!

    Vejam este link aqui

    ***obs.: editei o link e coloquei na frase (Vejam este link aqui) – destabulou o site. (Pax)

  62. Patriarca da Paciência said

    Bom dia, caro HRP.

    Os fundamentalistas andam no maior salto alto!

    Mas logo cairão do salto!

  63. Sorry, este é o papo!
    http://noticias.r7.com/eleicoes-2010/noticias/pt-questiona-silencio-de-serra-sobre-calote-de-homem-bomba-em-campanha-tucana-20101011.html

  64. Jorge said

    Por que Serra foge do assunto?

    Paulo Preto surge na Record e some na Globo: ele é o homem-bomba tucano

    publicada segunda-feira, 11/10/2010 às 23:40 e atualizada segunda-feira, 11/10/2010 às 23:12

    Por que Serra não quer falar sobre Paulo Preto?

    Dilma trouxe Paulo Preto para o debate da “Band”. Se você não sabe quem é Paulo Preto, não se culpe. A velha mídia escondeu a história. Em maio, duas revistas fizeram matérias discretas sobre o tal personagem, que seria ligado a Aloysio Nunes Ferreira (eleito senador pelo PSDB-SP) e teria arrecadado “recursos não-contabilizados” para a campanha tucana. Os detalhes você pode ler aqui.

    Logo depois, o assunto sumiu da mídia. Imaginem se Paulo Preto fosse do PT? A “Folha” já teria pedido a prisão do sujeito. Já haveria provas da ligação dele com Zé Dirceu e Dilma. Mas como Paulo Preto é tucano…

    Dilma perguntou a Serra sobre Paulo Preto no debate. Serra fingiu que não ouviu. Hoje, a imprensa perguntou a Serra sobre Paulo Preto, Serra não quis falar.

    O “Jornal da Record” fez reportagem sobre Paulo Preto.

    A Globo, não. A Globo não gosta de mostrar Preto na tela.

    Leia aqui o texto do R-7 – que explica quem é Paulo Preto e mostra como Serra fugiu do assunto.

    Leia trecho da reportagem do R-7, que traz informações da revista “Istoé” sobre o engenheiro Paulo Preto – amigo dos tucanos de São Paulo:

    A revista diz que “segundo dois dirigentes do primeiro escalão do PSDB, o engenheiro arrecadou “antes e depois de definidos os candidatos tucanos às sucessões nacional e estadual”. Os R$ 4 milhões seriam referentes apenas ao valor arrecadado antes do lançamento oficial das candidaturas, “o que impede que a dinheirama seja declarada, tanto pelo partido como pelos doadores”, relata a revista.

    A IstoÉ diz ainda que “até abril, Paulo Preto ocupou posição estratégica na administração tucana do Estado de São Paulo”. Foi diretor de engenharia da Dersa, estatal responsável por obras como a do Rodoanel, “empreendimento de mais de R$ 5 bilhões, e a ampliação da marginal Tietê, orçada em R$ 1,5 bilhão – ambas verdadeiros cartões-postais das campanhas do partido”. Mas, segundo a reportagem, “Paulo Preto foi exonerado da Dersa oito dias depois de participar da festa de inauguração do Rodoanel”.

    http://www.rodrigovianna.com.br/

    Leia a matéria completa »

  65. Pax said

    Deu na Folha também

    Engenheiro citado por Dilma em debate cobra ‘resposta pública’ de Serra e critica petista

    Um trecho que mostra que Serra não falou bem a verdade ontem em GO quando disse: “Não conheço o Paulo Preto, isto é factóide” – ou algo assim – está no Terra

    Nesta da Folha o Engenheiro o desmente:

    “Não somos amigos, mas ele [Serra] me conhece muito bem. Até por uma questão de satisfação ao país, ele tem que responder […] Acho um absurdo não ter resposta, porque quem cala consente”.

    O destaque é da própria Folha.

  66. Pax said

    Caro Iconoclastas, em #49.

    Por este item, creio que sim. Pela lógica, sim.

  67. Os fantasmas do passado podem ser comprometedores, certo?
    Olha aí as más companhias!
    http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/2010/05/serra-reencontra-sanguessugas-em-mato.html

  68. Vamos ver se dar certo!
    http://casoalstomeostucanos.zip.net/

  69. Enquanto candidatos discutem religião e aborto o CNJ pensa um Brasil mais justo.
    http://www.cnj.jus.br/estrategia/index.php/cnj-quer-uniformizar-cobranca-de-custas-processuais/

  70. Jorge said

    #65, que bomba! merece uma nota só para ele no blog. É o fato novo do segundo turno. Não dá mais para esconder.

  71. chesterton said

    Chesterton se comove profundamente com embriões abandonados.

    Já crianças abandonadas, mulheres abandonadas, adolescentes abandonados, só merecem porradas e chutes nas costelas!

    chest- olha, não posso ver mulher chorar, mas tem que ser bonita. Vou fazer lá em casa um abrigo para mulheres bonitas abandonadas.

  72. Patriarca da Paciência said

    Você devia fazer também um abrigo para embriões abandonados, espermatozoides abandonados etc.

  73. Elias said

    Pax,

    O pessoal da direita que tanto vocifera contra a descriminalização do aborto e a legalização do consumo de drogas (eu também sou contra) deveria, por coerência, dispensar o apoio do PV. Pelo menos, no Rio de Janeiro.

    Uma das principais lideranças do PV, como se sabe, chama-se Fernando Gabeira, que nunca fez segredo de suas opiniões sobre esses assuntos e, desde o início da campanha, também não tem feito segredo de sua preferência por Serra.

    Vão concordar que o Gabeira suba no palanque do Serra?

    Aliás, bem fazendo as contas, Gabeira anda meio sumido, né?

    Boquirroto contumaz, agora ele anda meio caladão…

    Estranho… Gabeira caladão exatamente agora, quando algumas de suas mais caras propostas estão na berlinda, e se tornaram assunto de campanha presidencial.

    Parece que Gabeira se socou dentro do maior armário de jatobá que encontrou, mandou trancar a porta e jogar fora a chave. Tá lá e de lá não sai pra falar de droga e aborto nem a peso de porrada.

    Coragem moral e intelectual chegou nesse rapaz… parou, né?

    Por outro lado, a direita hidrófoba também não deixa por menos: implora pelo apoio dos verdes, fingindo ignorar que a maior parte dos supracitados defende bandeiras que a dita direita declara abominar (embora não seja de surpreender que existam próceres da direita — e seus rebentos – que, enquanto vociferam contra as drogas, bem que puxam seu fuminnho, dão suas cafungadas e suas digníssimas esposas, noivas, namoradas ou amantes, em algum momento da vida já praticaram ou incentivaram a prática do aborto — por suas empregadas domésticas, por exemplo).

    Os mesmos que bradam contra as drogas e o aborto, pela moralidade, lançaram candidato um indivíduo condenado pela prática de pedofilia, praticada continuamente contra uma garota, que vivia em estado de servidão na casa do sujeito, aliás, médico e deputado estadual pelo DEM.

    Dos 9 aos 12 anos de idade essa garota foi estuprada e submetida a vários outros tipos de sevícias por esse indivíduo, até que fugiu da casa dele e o denunciou.

    Pra evitar sua cassação, o sujeito renunciou ao mandato e fugiu. Preso, foi julgado e condenado. Mas teve garantido o direito de recorrer em liberdade. Enquanto isso, candidatou-se a deputado novamente.

    Claro que não conseguiu se eleger. Mas o negócio é saber até que ponto a direita brasileira é conseqüente com a moralidade que ela declara defender.

    Enfim, nada disso agora importa.

    O que interessa é resguardar a falsa moralidade típica da direita brasileira. Aquela feita sob medida pra consumo eleitoral. Aquela montada pra fingir que estão enganando os hipócritas de sempre que, por seu turno, fingem que estão sendo enganados.

    Não sei por que diabos tem que ser assim. Aliás, nem sei se tem que ser. Mas o fato é que, em todo o mundo e há décadas, a direita sempre foi pródiga em vestais de casa de tolerância.

    Virgens de puteiro.

    E o Serra, que se diz tão inteligente e preparado, servindo de boneco de ventríloquo pra essa gente…

    Chegou na cloaca do porão do fundo do poço.

    Que jeito escroto esse cara escolheu pra encerrar a sua (dele) carreira política…

  74. Pax said

    Caro Elias,

    O que acho pior que tudo isso? A utilização de obscurantismo como plataforma política. Tão simples quanto isso. Colocar Deus de cabo eleitoral é dose! Mesmo para um ateu como eu.

    Não imaginei que a campanha da oposição fosse chegar em tal baixo nível. Tá dose de aguentar.

  75. Chesterton said

    pax, mesmo para um ateu?

  76. Chesterton said

    Pax, você não é ateu! Escreveu Deus em maiúsculo, e crê que o nome d´Ele não deve ser usado em vão! VOCÊ CRÊ!

  77. Chesterton said

    Obscurantismo é ter o apoio de Collor e de Sarney. Vade retro!

  78. Chesterton said

    12/10/2010 às 16:21
    Blogs petistas acusam partido de Marina de defender legalização da maconha e da prostituição

    As páginas petistas na Internet perderam as estribeiras. Paulo Henrique Amorim, vocês sabem quem é, reproduz texto de outro blog da turma, em que Marina e o PV são atacados de forma asquerosa. O partido é acusado de defender “a legalização do aborto, da maconha, do casamento gay e da prostituição”. Não só: o PV também seria favorável à “entrega da Amazônia para estrangeiros”. É a ética jornalística do apresentador da TV do “bispo” Macedo. Não adianta tirar a pérola do ar porque já fiz um PDF. É a “guerra limpa” dos petistas.

    Por Reinaldo Azevedo

  79. Chesterton said

    Garotinho manda a Dilma jogar o PNDH 3 no lixo.
    E o Pax não acha o dito cujo autoritário.

  80. Chesterton said

    “Para os chineses 2009 foi o ano do BOI.

    2010 é o ano do TIGRE.

    Felizes são eles que, a cada ano, trocam de animal.

    Nós já estamos há 8 anos com o BURRO e se não soubermos votar, a partir de 2011 será o ano da JUMENTA!”

  81. iconoclastas said

    # 80,

    sensacional!

    só trocaria o burro por rato. mas é ótima.

    ;^))

  82. Chesterton said

    Protagonismo
    Primeiro, Lula criticou a greve de fome dos cubanos e a revolta da oposição na eleição iraniana. No muro, ofereceu asilo à “adúltera” Sakineh. E agora, cala-se, com o Nobel da Paz a um chinês preso.

  83. Chesterton said

    Mortos desiguais…
    Testemunha ocular, o coronel aposentado Eduardo Antonio Pereira estranha o sumiço da placa no aeroporto dos Guararapes, Recife, lembrando o jornalista e o almirante mortos no atentado de 1966.

    …sem a bolsa-ditadura
    Houve vários feridos. Um guarda perdeu a perna ao pegar uma mala perdida. Ele, o jornalista Regis de Carvalho e o almirante reformado Nelson Fernandes nunca foram indenizados com a “bolsa-ditadura”.

    CH

  84. Carlão said

    :)Pax
    Especial para você ficar indignado, ou não?
    Como diria Eliot Ness – follow de money. Vai pegar gente de todo lado, vai mostrar que tem gente querendo posar de vestal e a bunda tá um tanto suja por baixo dos panos.

    Seguindo o dinheiro, veja abaixo o documento que mostra que Dilma e mais meia dúzia de “conselheiros” da Petrobras receberam R$ 8 milhões de remuneração pagos pela empresa “estatal”.

    Item IV: Foram reeleitos como membros do Conselho de Administração da Companhia, na forma do voto da União, com mandato de 1 (um) ano, permitida a reeleição, a Senhora Dilma Vana Rousseff, brasileira, natural da cidade de Belo Horizonte (MG), divorciada e economista e os Senhores Guido Mantega, brasileiro, natural de Gênova, Itália, casado e economista; Silas Rondeau Cavalcante Silva, brasileiro, natural da cidade de Barra da Corda (MA), casado e engenheiro; José Sergio Gabrielli de Azevedo, brasileiro, natural da cidade de Salvador (BA), divorciado e economista; Francisco Roberto de Albuquerque, brasileiro, natural da cidade de São Paulo, casado e General de Exército Reformado; e Luciano Galvão Coutinho, brasileiro, natural da cidade de Recife (PE), divorciado e economista.

    Item VII: Pelo voto da maioria dos acionistas presentes, em conformidade com o voto da representante da União, foi aprovada a fixação da remuneração global a ser paga aos administradores da Petrobras em R$8.266.600,00 (oito milhões, duzentos e sessenta e seis mil e seiscentos reais), no período compreendido entre abril de 2009 e março de 2010, aí incluídos: honorários mensais, gratificação de férias, gratificação natalina (13º salário), participação nos lucros e resultados; passagens aéreas, previdência privada complementar, e auxílio moradia, nos termos do Decreto nº 3.255, de 19.11.1999, mantendo-se os honorários no mesmo valor nominal praticado no mês precedente à AGO de 2009, vedado expressamente o repasse aos respectivos honorários de quaisquer benefícios que, eventualmente, vierem a ser concedidos aos empregados da empresa, por ocasião da formalização do Acordo Coletivo de Trabalho – ACT na sua respectiva data.

    fonte: http://www2.petrobras.com.br/ri/port/InformacoesAcionistas/pdf/ATA_AGO_08abr09_port.pdf

    cópia em pdf aqui caso a página suma:http://www.prosaepolitica.com.br/wp-content/uploads/2010/10/Honorários-Petrobrás.pdf

    Merece um post? Claro que não.
    Vamos discutir as As 10 propostas de Marina e do PV

  85. Elias said

    Pax,

    Lembra da UDN?

    A oposição atual vai no mesmo tom.

    Começa posando de guardiã da moralidade. Quando vê que vai levar farelo, se desespera e parte pra baixaria.

    Serra vai bem nesse jogo. Já rifou a própria filha. Agora, joga merda pra todos os lados e com as próprias mãos. Em busca de votos, se associa ao que há de mais obscurantista e retrógado na sociedade brasileira.

    E a própria direita diz que ele é “o mais preparado” que ela conseguiu arrumar. Imagina só o despreparado deles…

    Agora, só falta esse pessoal perder as eleições — como acho que vai perder — e, a partir do próximo ano, começar a dizer que o Brasil está à beira de um desastre, e que é necessário um golpe de estado pra colocar as coisas nos eixos.

    A história está se repetindo. Não sei se vai dar em farsa ou tragédia.

    Bem, a oposição de ontem, UDN, tinha pelo menos um orador brilhante: Lacerda.

    A oposição de hoje tem que se contentar com o ajudante do limpador da latrina do Lacerda…

    Entre Lacerda e a oposição de hoje, o principal ponto em comum continua sendo a rima. Rica…

  86. Chesterton said

    Que baixaria?

  87. Pax said

    Caro Elias,

    Você está disputando o título de Batizador Mor?

    “ajudante de limpador da latrina do Lacerda”

    Essa é boa. Própria.

  88. Chesterton said

    e que é necessário um golpe de estado pra colocar as coisas nos eixos.

    chest- Elias não para de dizer essas coisas.

  89. Elias said

    Chester,

    Estou só antecipando o que a direita hidrófoba passará a dizer, a partir do mês que vem.

    A primeira parte da ladainha (“o Brasil está à beira do desastre”), já começou a ser recitada desde o mês passado.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: