políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Saber bater e saber apanhar

Posted by Pax em 15/10/2010

Há uma mudança em curso neste segundo turno. As pesquisas apontam claramente o movimento. Serra sobe, Dilma desce. O PSDB, antes atrapalhado, agora bate forte. O PT, acuado, não sabe se defender.

Algumas questões colocadas pela campanha tucana podem ser consideradas no limite do aceitável. Afirmar que em determinados pontos passaram dos limites não é cometer um assassinato com a verdade. As raposas políticas do PSDB saíram da toca e mostram que não deixaram de existir. Estão vivas e conseguiram gerar otimismo na campanha de Serra no segundo turno. Do outro lado, uma externada apreensão. O PT mostra que não sabe apanhar. Bom de bater, mas acusa todos os golpes com uma dimensão, muitas das vezes, maior que a devida. Defesa fraca. Não só fraca, pior que isto, errante.

Os principais pontos que colocaram Dilma nas cordas nestas duas primeiras semanas do segundo turno foram criados pelo próprio PT. No final do ano passado Paulo Vanucchi enviou o PNDH 3 para a Casa Civil, Dilma endossou e Lula assinou. Plantaram algumas tempestades. A liberdade de imprensa e a questão do aborto foram mal colocadas no plano. O secretário com status de ministro, que gosta de dizer que abre a geladeira de Dona Marisa e chama Lula de baiano, ultrapassou alguns limites que hoje se voltam contra o PT.

A forma como o PSDB colocou a questão do aborto nesta reta final é à além do jogo limpo. A esposa de Serra afirmar que Dilma gosta de matar criancinhas passa do limite do razoável. Fato. Faz sentir saudade da respeitável Dona Ruth Cardoso. Mas o PT já usou de expedientes parecidos, entre outras tentou se apoderar de méritos dos governos passados. E aí abriu sua guarda que, fragilizada, permite a entrada de golpes que não são acompanhados da necessária resiliência.

Dilma Rousseff perde um bocado de votos neste segundo turno ao mudar seu discurso na questão do aborto. A sociedade não gosta disto. A emenda saiu pior que o soneto. Mas a briga do PT com a Igreja foi criada em dezembro. E o PSDB hoje usa a cizânia e bate ainda mais forte. “Duas caras” o povo sabe o que significa. “Mil caras” é expressão não tão corriqueira. Até em pequenas questões o PSDB está acertando mais que o PT nestes 14 dias de segundo turno.

As eleições estão definidas? Não é possivel afirmar isto. Seria um achismo maior que a prudência permite. Mas se o PT continuar nas cordas como está, assinando compromissos que nem sua base histórica conseguirá suportar, pode não só perder as eleições, mas colocar em risco uma coerência está sob tratamento amadorístico neste momento.

Duvidoso afirmar que Serra é o grande articulador desta virada. Analistas políticos não o enxergam com habilidade para tanto. Mais provável que a virada tenha lhe caído no colo. Vanucchi, Dirceu, Erenice e até os últimos ímpetos de Lula apareceram na hora errada para Dilma. E num bom momento para Serra que escondia FHC da campanha. O ex-presidente reaparece e desafia Lula para um “cara a cara” quando as eleições estiverem definidas, ano que vem.

Em qualquer resultado Lula sairá vitorioso. Fez um governo que merece o aplauso de 80% da população brasileira. Em poucos meses Lula estará novamente capitalizando seus sucessos. Independente da apuração em primeiro de novembro.

Anúncios

68 Respostas to “Saber bater e saber apanhar”

  1. A razão sempre vence , cedo ou tarde.
    É só esperar, não dá para ir na onda do atrazo.
    http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoes/religiosos+divulgam+no+rio+manifesto+em+apoio+a+dilma/n1237801303768.html

  2. O escandalo começa a aparecer?http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=139194&id_secao=8

  3. Bom a coisa está melhorando!
    http://www.jb.com.br/eleicoes-2010/noticias/2010/10/14/marina-pela-minha-tradicao-eu-seria-favoravel-a-apoiar-o-pt/

  4. Carlão said

    :)Pax
    Quem é D. Mônica Serra?
    Depois que deixou o balé no fim dos anos 60, Mónica Serra dedicou-se à sua vida acadêmica.
    Professora aposentada da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e assessora pedagógica
    no Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas(FMU), ela possui mestrados nas universidades
    norte-americanas Cornell e Drexel e um doutorado pela Universidade de São Paulo (USP).</a)
    Nenhum petista conseguiu desmentir o currículo acima.Fato.

    Qual D.Monica você prefere aquela "que fala que Dilma mata criancinhas"
    ou aquela que "confessa numa sala de aula que fez aborto"?
    Os petistas estão divididos.
    Em qual boato acreditar? Pax já decidiu, bravamente.
    Serra não tem competência nem quando ganha…hehehe
    #1 e o Dead End
    Em qualquer resultado Lula sairá vitorioso. (?)
    Fez um governo que merece o aplauso de 80% da população brasileira. (?)
    Em poucos meses Lula estará novamente capitalizando seus sucessos. (?)
    Independente da apuração em primeiro de novembro.(?)

    MISSION ACCOMPLISHED! como disse Bush ao invadir o Iraque.Lembram?

    Campanha baseada em mentiras dá nisso.
    “DEAD END”
    hehehe

    O REIZINHO ESTÁ NÚ!
    “Estou calado há muitos anos ouvindo. Agora, quando o presidente Lula vier, como todo candidato democrata eleito, de novo, perder a pompa toda, perder o monopólio da verdade, está desafiado a conversar comigo em qualquer lugar do Brasil. No PT que seja”, discursou FHC.

    Segundo FHC, não é para enumerar as ações de cada governo.
    “É para ter firmeza, olhando cara a cara do outro, ver dizer as coisas que diz fora do outro.
    Quero ver o presidente Lula que votou contra o real, que fez o PT votar contra o real, dizer que estabilizou o Brasil. Não precisa disso. Lula fez coisas boas, que reconheço.
    Agiu bem na crise atual, financeira.
    Para que, meu Deus, ser tão mesquinho?
    É isso que eu quero perguntar para Lula. Por que isso, rapaz?”
    ;)
    Eu não sei se dilma vai ganhar mas lula já perdeu!
    TOMOU UM BUFO DO FHC
    O mentiroso foi chamado às falas.
    … e vai fugir,
    COVARDE como sempre.
    Vai se esconder num boteco da periferia

    O REIZINHO ESTÁ NÚ!
    :) :) ;)

  5. Chesterton said

    “Errar é humano, persisitir no erro é burrice, votar na Dilma é Erenice”.

  6. Carlão said

    :) :) :(

    “Errar é humano, persistir no erro é burrice, votar na Dilma é Erenice”.

    O REIZINHO ESTÁ NÚ!
    :) :) ;)

  7. Chesterton said

    Não sei quem vai ganhar as eleições. Sei o que é rebaixamento da qualidade do debate. O PT se meteu numa grande enrascada porque é autoritário. Não aceita crítica. O partido sempre foi muito hábil em pespegar no adversário a pecha de reacionário, inimigo do povo ou sei lá o quê. Ao perceber que várias confissões cristãs — católicos, evangélicos, protestantes tradicionais — demonstravam inconformismo na rede com as opiniões da candidata e do partido sobre aborto e outros temas ligados a costumes, como a união civil entre homossexuais, resolveu acionar o botão de emergência de sempre. Mobilizou movimentos sociais, auto-intitulados intelectuais e alguns porta-vozes na imprensa e denunciou um grande complô contra Dilma Rousseff. Não ocorreu aos petistas que fatias da sociedade simplesmente exerciam o sagrado direito de opinar. Atribuíram ao fator religioso o risco de não vencer a disputa no primeiro turno, como se fosse esse o único passivo da candidata e do partido.
    reinaldão

    chest- e não é que eu tinha razão? que tédio!

  8. Patriarca da Paciência said

    José Serra legalizou o aborto.

    Com provas, documentos e reportagens.

    O fariseu desmascarado.

    http://www.gazetadejoinville.com.br/

  9. Carlão said

    Dora Kramer no Estadão

    A convicção tem suas vantagens, mas quando excessiva pode virar obsessão, levar a erros cruciais e se transformar em enorme desvantagem ao impedir o convicto, ou obcecado, de enxergar as variantes da realidade.

    Foi mais ou menos o que aconteceu com o presidente Luiz Inácio da Silva, com o PT, o governo, o comando da campanha e com a candidata Dilma Rousseff na primeira etapa da eleição presidencial: não olharam para os lados, não consideraram uma segunda hipótese, apostaram tudo no vermelho 3 (de outubro).

    Lula diz as coisas mais estapafúrdias e quase todo mundo acredita; natural, portanto, que quase todo mundo tenha acreditado quando ele deu por ganha a eleição em primeiro turno baseado nas pesquisas de intenções de voto e no próprio voluntarismo.

    Tão certos estavam da vitória que não se prepararam minimamente para a hipótese do segundo turno. Surpreendidos, gastaram todos os recursos (públicos e privados) de uma vez só e deixaram a frustração transparecer no abatimento de quem terminou a primeira etapa com mais de 13 pontos na frente, o equivalente a cerca de 14 milhões de votos.

    Pois agora com a situação beirando o empate – a estarem corretas as pesquisas – é que a candidatura governista precisaria de toda força: presença constante do presidente da República, apoios políticos esfuziantes, candidata serena administrando a vantagem de escolhida pelo presidente mais popular da história do Brasil, uma profusão de boas notícias.

    No lugar disso, o que se tem?

    Políticos contrariados com deslealdades do PT, petistas aborrecidos porque foram preteridos em favor de aliados, candidata de garras postas, fatos negativos e, pior de tudo, o encolhimento de Lula, criticado publicamente por seus aliados por ter exagerado na soberba na primeira etapa.

    Não foi o único, e dos prudentes de última hora não se ouviu uma só palavra de reparo ao estilo presidencial apesar da quantidade de análises e alertas diários sobre as exacerbações de Lula. Quando se acreditava que iria dar certo, era aplaudido, temido, celebrado. Quando se viu que não deu, foi condenado.

    E agora? Agora o PT se vê obrigado a improvisar diante da necessidade de consertar os excessos e a “economizar” aquele que é seu principal trunfo e razão única de Dilma ter tido 47 milhões de votos: o presidente Lula.

    Talvez ele esteja sendo guardado para a reta finalíssima, mas se a curva se inverter nesse meio tempo será necessário recorrer aos préstimos do criador, já que a criatura sozinha não dá conta do recado.

    Há um dilema no PT quanto a isso: usar Lula pode ser um risco por conta de todos os abusos da etapa inicial, mas não usá-lo, ou “economizá-lo” em excesso pode custar a eleição.

    Ainda o seguinte aspecto: tivesse a história se resolvido no dia 3 Lula seria o autor de uma vitória espetacular; passando para o segundo turno será sócio fundador de um sucesso relativo ou de uma derrota inesperada.

    Vaivém. Recapitulando as mudanças que o PT precisou improvisar para tentar segurar o eleitor: mudou o programa de governo; mudou o Plano Amazônia Sustentável, que fez Marina Silva deixar o Ministério do Meio Ambiente.

    Mudou a posição de Dilma sobre a descriminalização do aborto; mudou a face macia da candidata; mudou o prazo para a conclusão do inquérito de Erenice Guerra, mudou a data da parada gay no Rio, para depois da eleição.

    Se eleita, de início Dilma precisará responder pelo passivo.

    Pé na tábua. Até hoje há quem atribua a derrota de Fernando Henrique Cardoso para Jânio Quadros na disputa pela Prefeitura de São Paulo, em 1985, à hesitação dele durante um debate para responder se acreditava ou não em Deus.

    Este lembrete fala sobre falta de clareza de posições, não de religião.

    “Errar é humano, persistir no erro é burrice, votar na Dilma é Erenice”.

    :( :( :)

  10. Patriarca da Paciência said

    No mesmo jornal há reportagens de Dilma na prisão.

    Dilma, Ex-aluna de colégio religioso, participava de orações e comentários do Evangelho.

    Os torturadores, sim, praticavam o ateísmo militante ao profonar, com violência, os templos vivos de Deus. As vítimas eram levadas ao pau-de-arara, ao choque elétrico e ao afogamento.
    (Frei Betto)

  11. Patriarca da Paciência said

    Errar é humano, votar no fariseu Serra é burrice!

    O jogo está só começando, vamos ver até onde vai.

  12. Aqui o patamar e a sujeira a que o cara se sujeita para puxar o saco dos seus manietadores!http://www.jb.com.br/eleicoes-2010/noticias/2010/10/14/marina-pela-minha-tradicao-eu-seria-favoravel-a-apoiar-o-pt/

  13. Patriarca da Paciência said

    Documentos comprovam que Serra
    legalizou aborto no SUS

    Da Redação
    redacao@gazetadejoinville.com.br

    A legalização do aborto foi o tema mais explorado pelo candidato à presidência do Brasil José Serra (PSDB), no primeiro turno das eleições. O tucano, através da grande mídia, tentou convencer a população que a candidata do PT Dilma Rousseff era a favor do aborto. Mesmo a petista negando a acusação, analistas políticos acreditam que ela não ganhou as eleições no 1º turno por causa da polêmica que se formou em torno do tema.

    Com o início do segundo turno, com a disputa entre Serra e Dilma, o aborto voltou aos holofotes, não apenas da mídia como também dos marqueteiros do candidato tucano que vêm na discussão a luz no fim do túnel para tentar acabar com o favoritismo de vitória da petista.

    No entanto, no primeiro debate entre os presidenciáveis, ocorrido no domingo (10), Dilma, que no primeiro turno preferiu não bater nos rivais e se limitou apenas a pregar a continuidade do Governo Lula, mudou a estratégia e surpreendeu a todos quando partiu para cima de seu adversário. Na ocasião, a candidata chamou de caluniosa a afirmação de que ela é a favor da “morte de criancinhas” – a afirmação foi dada pela esposa de José Serra, Mônica Serra – e lembrou que foi o candidato tucano que legalizou o aborto no SUS quando foi ministro da Saúde, no Governo Fernando Henrique.

    Norma editada por José Serra recomenda uso de abortivo

    Dilma se referia a uma norma técnica editada e assinada por Serra em 1998 na qual o ministro sugeria um “passo-a-passo” de como deveria ser realizado o processo abortivo nos hospitais que atendem pelo SUS.
    Logo na abertura, o então ministro afirmava que a adoção das normas seria importante: “Ao setor saúde compete acolher as vítimas, e não virar as costas para elas, buscando minimizar sua dor e evitar outros agravos”, segundo Serra.

    Ainda segundo ele, “o Ministério da Saúde deve oferece subsídios para medidas que assegurem a estas mulheres a harmonia necessária para prosseguirem, com dignidade, suas vidas”.

    A norma trata, entre outras situações, da atenção a mulheres que sofreram violência sexual, mas também orienta sobre os “procedimentos para a interrupção da gravidez (aborto)”.

    O texto assinado por José Serra instrui médicos e enfermeiros a como proceder na realização de abortos em hospitais públicos do país.

    A norma recomenda, por exemplo, o uso do abortivo Cytotec – medicamento indicado para tratamento de úlcera no estômago, mas com efeito abortivo devastador – que teve sua venda proibida no Brasil, no mesmo ano em que a norma técnica foi editada.

    1. Dilatação do colo uterino e curetagem

    Deverá ser realizada em centro cirúrgico equipado adequadamente, com todos os cuidados de assepsia e antissepsia, sob anestesia, devendo-se evitar a anestesia paracervical. A dilatação do colo uterino deverá ser suficiente para a introdução de pinça de Winter, que servirá para a tração das membranas ovulares. Depois, será procedida a curetagem da cavidade uterina. É recomendável que se introduza um comprimido de misoprostol 200mcg (Cytotec) intravaginal, no mínimo 12 horas antes do procedimento, destinado ao preparo do colo uterino com vistas ao menor traumatismo durante a dilatação, diz o texto

    Para a gestação com 13 a 20 semanas, o documento também recomenda a utilização da droga abortiva, mas com outro modo de aplicação:

    “A interrupção da gravidez dar-se-á mediante a indução prévia com misoprostol (Cytotec) na dose de 100 a 200mcg nofundo de saco vaginal, após limpeza local com soro fisiológico, a cada 6 horas. A critério clínico, poderá ser associado o uso de misoprostol oral ou ocitocina endovenosa. Após a eliminação do concepto, proceder-se-á a complementação do esvaziamento uterino com curetagem, se necessário. Deve ser considerado que há um risco de complicações, que varia de 3 a 5%, nos casos de interrupção da gravidez neste período”.

    O texto termina informando que “no momento da alta, o serviço de saúde deverá assegurar orientação e métodos anticoncepcionais”.

  14. Chesterton said

    agora os petistas viraram todos anti-aborto da noite para o dia? Que beleza!

  15. Dora Kramer?
    Cara essa é a editorialista mais reacionária do estadão!
    Fala sério!
    O que ela fala não se escreve!

  16. Jorge said

    a classe trabalhadora entre em campo.

    Do Valor
    Centrais sindicais iniciam campanha pela eleição de Dilma

    João Villaverde | De São Paulo
    14/10/2010

    As seis maiores centrais sindicais do país dão largada hoje à campanha direta pela eleição de Dilma Rousseff (PT) à Presidência da República. Após evento realizado no fim da tarde de sexta-feira na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, filiado à Força Sindical, dirigentes sindicais intensificaram o contato com integrantes do comitê eleitoral de Dilma, definindo dois eixos de atuação: negociar com o governo o reajuste real do salário mínimo no ano que vem e iniciar desde já a defesa da candidatura petista. Em reunião realizada ontem no espaço onde funcionara o comitê de campanha de Aloizio Mercadante (PT) ao governo de São Paulo, representantes das seis entidades e de movimentos sociais acordaram em iniciar hoje uma larga campanha de rua.

    A partir de hoje, duas turmas de sindicalistas se revezarão em São Paulo, das 7h às 14h e daí às 19h, percorrendo pontos públicos como praças e estações de metrô com panfletos e jornais. Amanhã, as centrais participarão de comício da campanha de Dilma em São Miguel Paulista (SP) onde entregarão à candidata a “Agenda da classe trabalhadora”, documento aprovado em assembleia promovida no Estádio do Pacaembu, em São Paulo, para cerca de 23 mil sindicalistas presentes. O documento, originalmente idealizado para ser entregue à todos os candidatos, só chegará a Dilma. Artur Henrique, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), a maior do país, resume: “ela é a única capaz de encampar as necessidades da classe trabalhadora, então não faz sentido entregar o documento a quem não fará nada com ele”.

    A questão do salário mínimo é mais complexa. A CUT defende o reajuste do mínimo em R$ 560 para o ano que vem, incorporando reajuste real (acima da inflação) de 3,5% – número tirado da média do Produto Interno Bruto (PIB) de 2006 a 2009 – maior que os R$ 538 propostos pelo governo na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que apenas repõe a inflação deste ano, mas inferior aos R$ 600 propostos pelo candidato da oposição, José Serra (PSDB). Por outro lado, dirigentes da Força Sindical defendem um mínimo igual ou mesmo superior aos R$ 600.
    Na reunião realizada ontem, os dirigentes das centrais divergiram quanto ao momento de iniciar as negociações junto ao governo em relação ao valor do salário mínimo de 2011. Enquanto uma parcela prefere aguardar a realização do segundo turno para iniciar as conversas com o presidente Lula, outros avaliam que é preciso intensificar reuniões agora. Caso as negociações não avancem, o deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho (PDT-SP), presidente da Força Sindical, afirmou ao Valor que vai encaminhar um projeto de lei que prevê mínimo de R$ 600 e reajuste de 10% nas aposentadorias no ano que vem.

    Segundo apurou a reportagem, as divergências entre as centrais quanto ao salário mínimo ficaram evidentes na sexta-feira, durante evento com Dilma na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo. Uma fonte próxima à direção da Força manteve diálogo com o deputado Antônio Palocci (PT), um dos principais articuladores políticos de Dilma. Segundo a fonte, Palocci se colocou a favor de um reajuste superior aos R$ 560.

    O evento, na semana passada, quase não aconteceu. A assessoria da campanha de Dilma afirmou, pela manhã, que a candidata não participaria do evento, marcado para as 18h. Apenas à tarde, três horas antes do início, que sua presença foi confirmada. O episódio, segundo apurou o Valor, repercutiu mal entre os dirigentes sindicais. “Esse vacilo, quer dizer, desconfirmar e depois confirmar, em cima da hora, a presença num evento marcado com antecedência e com a presença de todos as seis centrais, acelerou a ideia de que a reunião realizada hoje [ontem] era central não só para a campanha, mas também para articularmos melhor a participação das centrais nas eleições e num futuro governo “, disse a fonte.

    A campanha que as centrais iniciam hoje em São Paulo contará com arsenal de peso. A área de comunicação da Força Sindical têm pronto um jornal que será disparado para sindicatos e em pontos públicos em que Paulinho, quarto deputado federal mais votado em São Paulo, com 267 mil votos, surge defendendo voto em Dilma. O jornal, que terá circulação de 5 milhões de exemplares, contará também com textos que “desestimulam o voto” em Serra. O jornal será começará a ser impresso hoje. Há dúvidas apenas em relação ao expediente do jornal, isto é, se será algo apenas da Força Sindical ou se as outras centrais assinarão. A CUT também prepara jornal próprio.

    “Essas promessas do Serra são pura demagogia. Todo mundo sabe que ele não gosta de trabalhador e nosso papel, agora, é informar a classe trabalhadora disso”, diz Paulinho.

  17. Jorge said

    Pax, se para voce a candidatura Dilma e Serra são equivalentes acho grave equívoco seu. As contradições do PSDB são gigantescas e me espanta voce colocá-las no mesmo plano que as do PT – descobre-se, hoje, que a própria Monica Serra fez aborto, a mídia esconde Paulo Preto (ou voce acha que a mídia deu uma grande cobertura ao caso), o partido sempre atacou o bolsa familia, agora diz que irá ampliá-lo.

    Ou seja, nunca, na história brasileira tivemos um partido fazendo uma campanha tão imunda como a de Serra, e para voce, é tudo a mesmo coisa. Pax, com o devido respeito, acho que voce deve refletir sobre esse seu equívoco.

    Felizmente não pensam como voce setores amplos da sociedade brasileira. Semana que vem as centrais sindicais estarão nas ruas, organizações de esquerda que combatem o PT e Lula declaram voto útil em Dilma para derrotar Serra e a extrema-direita, o PP apoia Dilma e nas universidades um grande movimento de reação ao obscurantismo religioso ganha corpo.

    Eu tinha decidido não comentar mais aqui, devido a degradação que o blog sofre com a presença de comentaristas que mentem sistematicamente – veja, divergir é salutar, tentar manipular leitores com notas falsas e mentiras, não. Voltei a fazê-lo pois acho que voce, Pax, está seriamente equivocado e,como tenho apreço pelo blog, resolvi fazer esse alerta.

    Aos dilmistas do blog, lembro que a vitória de Dilma depende de nós, combatendo as mentiras torpes que os serrista divulgam – realmente é podre ver ateus usando a religião para ganhar votos. E, principalmente, convencendo os amigos e familiares que estão em dúvida ou que votaram em Marina e Plinio – não será difícil diante do que está ocorrendo nos últimos dias.

    Será uma grande vitória e espero encontrar todos voces de São Paulo na Paulista, comemorando entre bandeiras vermelhas, como foi em 2002 e 2006

  18. Patriarca da Paciência said

    O Chesterton até agora não me explicou a sua estranha COMPAIXÃO METAFÍSICA por espermatozoides, óvulos e embriões e seu extremo desprezo por crianças, adolescentes e pessoas em geral.

    A aí Chesterton, vai explicar?

    Juro que eu gostaria de compreender.

  19. Pax said

    Caro Jorge,

    Creio que não me fiz entender bem em algum momento. Parece que tinha deixado claro que não concordo com a forma desta atual campanha do PSDB sobre a questão do aborto.

    Vou repetir o que disse neste post, mas há outras afirmações minhas equivalente, é só procurar:

    A forma como o PSDB colocou a questão do aborto nesta reta final é à além do jogo limpo. A esposa de Serra afirmar que Dilma gosta de matar criancinhas passa do limite do razoável. Fato. Faz sentir saudade da respeitável Dona Ruth Cardoso. Mas o PT já usou de expedientes parecidos, entre outras tentou se apoderar de méritos dos governos passados. E aí abriu sua guarda que, fragilizada, permite a entrada de golpes que não são acompanhados da necessária resiliência.

    Onde mesmo eu disse que ambas campanhas se equivalem?

    Eu minto ao afirmar que …”Mas o PT já usou de expedientes parecidos, entre outras tentou se apoderar de méritos dos governos passados.”? Acho que não. Aqui, quem cometeu os maiores erros, infelizmente, foi o próprio Lula. E abriu a guarda, sim. Leia todos os analistas políticos profissionais, de preferência os mais equilibrados. Não sou eu quem “inventou” esta questão. Ela é notória. Sinto, meu caro, mas o blog se propõe a criticar tudo que entende que deve ser criticado, que a mídia coloca. E não, não me pauto por histerismos. Nem de um lado, nem de outro.

    Se você quer uma imensa sinceridade, aqui vai: há vários blogueiros ligados ao PT, profissionais e não profissionais, que representam pouco, mas fazem bastante barulho. Quer saber quem eu considero o pior de todos, vai lá, na lata, o PHA. E tem uma enormidade de seguidores. Lembra que tantaram mobilizar uma “marcha” de ditos “progressistas” que não passou de uma sala mais ou menos cheia que o próprio PT acabou desautorizando? Pois é. No meu entender, tremenda burrada. Acharam que iam derrubar “a imprensa golpista”, que a sociedade iria segui-los como se fossem donos de uma verdade que, ao menos a mim, nunca convenceu. Por isto não me pauto por PHA, por isto não me pauto por Reinaldo.

    Vamos um pouco à além. Quer o melhor texto sobre o tal PIG inventado por esta turma? Você tem um tempo? Para ler com calma, um artigo que merece, um documento jornalístico, histórico, pois bem, aqui vai, é de um conhecido do nosso colega Elias. Leia, por favor, sem restrições, leia do início ao fim:

    PARTIDO DA IMPRENSA GOLPISTA
    A imprensa conspira? Desconfie dos profetas

    Por Lúcio Flávio Pinto em 21/9/2010

    http://www.observatoriodaimprensa.com.br/artigos.asp?cod=608IMQ004

    Pois é, alguém deu ouvidos ao Lúcio Flávio Pinto? A turma que se diz progressista parou para pensar sobre este artigo? Ao menos se deu ao trabalho de ler? Creio que não. E está lá, no Observatório da Imprensa, aberto para todo mundo. O que a turma preferiu fazer? Seguir o PHA, de tanta credibilidade quanto a isenção do tio do outro lado.

    Vou um pouco mais longe, caríssimo Jorge, a quem devolvo o mesmo elogio e respeito, o que sai hoje na imprensa, exatamente no momento em que a campanha tucana mostra Dilma vinculada com Zé Dirceu, insiste neste ponto, insiste no ponto da Erenice, com todo direito de fazê-lo, por mais que isto doa na militância petista, a verdade é que está surtindo efeito, sim. Voltando, quem, hoje, de novo, aparece para falar de liberdade de imprensa? O José Dirceu. Tá lá, no Noblat, para todo mundo ver. Aqui:

    Regulamentação e hipocrisia

    José Dirceu, 64, é advogado, ex-ministro da Casa Civil e integrante do Diretório Nacional do PT.
    http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2010/10/15/regulamentacao-hipocrisia-332541.asp

    Já disse e repito, não julgo José Dirceu, isto está onde deve estar, no STF. Mas afirmei inúmeras vezes que não achava conveniente a campanha de Dilma expor sua imagem neste momento. Me permito tecer esta crítica, sim, claro que sim. Não posso?

    Agora me diga, caro Jorge, leia os dois artigos, o do Lúcio Flávio Pinto e o do José Dirceu. Some um pouco mais, leia todo o besteirol que o PHA fala sobre o PIG, reverberado pela tal turma que se diz “progressista”, e me diga: você acha que está dando certo?

    Na minha humilde opinião, não.

    Eu devo assumir uma posição? Entrar na turma dita “progressista”? Me perdoe, eu não entro em coisas que não acredito. Eu não entro onde sei que, lá na frente, vai dar um problema muito maior que a “solução” imediata proposta.

    Esta mesma turma dita progressista, capitaneada pelo tal PHA, é a turma que chama Marina de traíra, que tenta colocar a culpa na ex-ministra do Meio Ambiente de Lula, petista de 30 anos.

    E que, agora, depende em parte dos votos dela. De novo, vão cometer o erro crasso de mudar de opinião por conta do sabor dos ventos. O caminho mais rápido para a perda completa de credibilidade.

    Vou te contar, esta turma dita progressista fez um tremendo mal nesta campanha.

    Não me peça para cerrar fileira com estes que discordo.

    Volto a repetir, fiz esta responsa grande, pensada, porque você merece meu respeito.

  20. Jorge said

    Pax, nunca postei PHA, aqui.

    Por outro lado,o PHA tem uma desavença pessoal com o Serra, que, segundo ele, o teria demitido da TV Cultura por críticas que sofrera e depois pressionado por sua demissão em outra emissora?

    Pax, porque os jornais nunca repeliram essas demissões de jornalistas provocadas pelo serra que várias vezes, inclusive, intimida jornalistas em entrevistas, como fez com o jornalista do Valor Economico em Porto Alegre?
    E o Herodoto Barbeiro? Foi grotesco e vil o que foi feito com ele.
    Serra tenta intimidar os jornalistas sistemanticamente. Por que somente o José Dirceu aparece no blog do Noblat como inimigo da imprensa?

    Pax, porque o Noblat não defende os colegas dos ataques de Serra? Creio que ele é tão parcial como o PHA.

    Pax, se não há PIG, porque não houve uma menção ao Paulo Preto no Jornal Nacional? Eu nunca saberia do caso se não fosse o blog do Azenha, pois não leio a Isto é. Pax, a Rede Record apoia Dilma, não tenho dúvida, mas a Erenice apareceu nos telejornais da Record. E na Carta Capital também, foi capa. E a Veja, colocou Paulo Preto na capa? Nunca. E a Alston? Nunca. E a Época?

    Pax, se não há Pig, porque a demissão de Maria Rita Kehl?

    Então, desculpe, o PIG existe e demite jornalistas e pessoas independentes. E tenta manipular as eleiçoes.

    Pax,é hora de escutar Marina Silva.

    Até à próxima!

  21. Patriarca da Paciência said

    “Existe realmente o PIG, Partido da Imprensa Golpista? Os petistas – seus aliados e porta-vozes – não têm dúvida: existe e age a todo vapor. Mas só conseguiram provar até agora (o que não é pouco) que os principais órgãos da imprensa brasileira não gostam de Lula e nem do PT, que preferem José Serra a Dilma Rousseff, que são conservadores e elitistas, e que defendem acima de tudo seus interesses corporativos. Mas ninguém apresentou uma prova da ação desses veículos de comunicação para romper a ordem legal no patrocínio das suas idéias, que contêm alguma dose de preconceito e má-fé. A democracia é suficientemente elástica para incluí-los na ordem legal como grupos de pressão, agindo às claras ou nos bastidores.”

    “Mas só conseguiram provar até agora (o que não é pouco) que os principais órgãos da imprensa brasileira não gostam de Lula e nem do PT, que preferem José Serra a Dilma Rousseff, que são conservadores e elitistas, e que defendem acima de tudo seus interesses corporativos.”

    Bom Pax, é o próprio Lúcio Flávio Pinto que está dizendo.

    FICOU PROVADO QUE OS JORNALÕES NÃO GOSTAM DO LULA, PREFEREM O SERRA E QUE DEFENDEM SEUS INTERESSES CORPORATIVOS ACIMA DE TUDO.

    Ou seja, conforme explicou muito bemo Catatau, a tal “grande imprensa” brasileira não faz jornalismo, estão mais para partido político mesmo.

    Parece ser uma constatação.

  22. vilarnovo said

    Ninguém acha engraçado que o PT e o Lula foram contra TUDO o que deu mais ou menos certo neste país nos últimos 25 anos?

    Quando Collor abriu o mercado o PT e o Lula foram contra.
    Quando Itamar/FHC lançaram o Plano Real, o PT e o Lula foram contra.
    Quando FHC lançou a Lei de Responsabilidade Fiscal o PT e o Lula foram contra.
    Quando FHC começou os programas assistencialistas o PT e o Lula foram contra.

    Então me digam: porque deveria deixar o PT mais tempo no governo já que não fizeram nada de novidade? Nada digno de nota? Até o Collor com a abertura do mercado fez mais do que o Lula em oito anos de mandato. Se estou enganado, por favor, provem que estou errado

    Impulsionar os programas assistencialistas de FHC, mudar o nome para Bolsa Família… E o que mais? Gostaria que alguém me dissesse algo de nota. Reforma Fiscal? Reforma Tributária? Reforma Política? Algo? QUALQUER COISA!

  23. Porque a cidade do México tem quase o triplo de kmts de metro do que São Paulo e a construão de seu metro pelo menos 08 anos depois?
    Porque juntando Quercia, Flaeury e os bandidos do PSDB são 24 anos de governadores incompetentes e viciados em “10%” para fazer qualquer obra!
    As vezes a coisa “extrapola” como no caso da Alstom que tem nuances de Mafia Siciliana, com chantagem e aameaças por parte da tropa de choque do tucanato com seus aliados do PEFELE!
    Sampa é uma grande roubalheira

  24. seu metro começou…..sorry

  25. É……Lula não fez nada!
    Votem na Dilma que ela vai fazer!

  26. Chesterton said

    O Chesterton até agora não me explicou a sua estranha COMPAIXÃO METAFÍSICA por espermatozoides, óvulos e embriões e seu extremo desprezo por crianças, adolescentes e pessoas em geral.

    A aí Chesterton, vai explicar?

    Juro que eu gostaria de compreender.

    chest- Patriarca, sabia que você era limitado intelectualmente, mas acreditava que você soubesse ler.
    Fetos! Sempre falei em fetos!
    Crianças e adolescentes são meu ponto fraco. Minha clientela está cheia deles. Acabou de sair um de 3 anos .
    Agora, quero todos vivos com os pais responsáveis cuidando de suas obrigações.

    Esse amor as crianças que pretende matá-las (para não sofrer?) foge à minha compreensão.

  27. Chesterton said

    A forma como o PSDB colocou a questão do aborto nesta reta final é à além do jogo limpo. A esposa de Serra afirmar que Dilma gosta de matar criancinhas passa do limite do razoável. Fato. Faz sentir saudade da respeitável Dona Ruth Cardoso. Mas o PT já usou de expedientes parecidos, entre outras tentou se apoderar de méritos dos governos passados. E aí abriu sua guarda que, fragilizada, permite a entrada de golpes que não são acompanhados da necessária resiliência.

    chest- pax, acho que não foi o PSDB, fui eu, foi outro aqui e acolá. Para mim o PSDB como os sociais-democratas europeus, È a favor do aborto.
    O que torna Dilma insuportável é que ela MENTE. De acordo com as conbveniências, na maior cara de pau. Isso é baixo nível, finger ser o que não é. É covarde, pois ela tem medo da realidade.
    Esse papo de ter saudades de dona Ruth, depois que Dilma e Erenice terem tentado acabar a reputação dela com dossiês, á chororô. Seria hilário se não fosse uma vergonha.

    Voc~e quer que o PT seja forte para aparar golpes legítimos contra seu roubo de méritos alheios? Mas que porra de moralidade é essa?

  28. vilarnovo said

    “25.HRP depois de todas as pragas! disse
    15/10/2010 às 12:09
    É……Lula não fez nada!
    Votem na Dilma que ela vai fazer!”

    Esse é o seu melhor argumento?

  29. Não PV, essa é a melhor forma, bem humorada, de lidar com a sua conveniente falta de visão.
    Não cheguemos na má fé……certo? .

  30. Carlão said

    :( :(
    1.CABO ELEITORAL IMPRÓPRIO

    “Deus fez a vingança necessária”, diz Lula sobre rivais

    ASSISTA NA nbr AQUI”:
    http://mais.uol.com.br/view/1575mnadmj5c/deus-fez-a-vinganca-necessaria-diz-lula-sobre-rivais-04021C3066C8B183C6?types=A&

    mostrando quanto elevados são os princípios morais e éticos que norteiam o presidente da República quando trabalha pela campanha da sua candidata, num evento oficial.Se compara a Jesus e aplaude a vingança de Deus

    2.José Serra legalizou o aborto.Com provas, documentos e reportagens.
    Este comentário “quinta-coluna” do #10 deve atrair votos das mulheres petistas que são a favor da descriminação do aborto … o comentarista nem se deu conta.hehehe
    3.chororô de petista é muito engraçado.O comentarista #17 se transformando em vítima da campanha serrista no blog e ameaçando não voltar a postar se o Pax não se explicar melhor e se retratar.
    4.Pax se retratando.
    5.A piada petista da semana que circula em Brasília:
    O Vampeta foi o primeiro corinthiano que “encachaçado” desceu a rampa do Palácio dando cambalhotas.Lula será o segundo.
    6. A piada petista da semana que circula no Rio de janeiro:
    Cabral e dilma esconderam a parada gay no armário.Adiaram para depois daes eleições.
    7.Em meio a um de seus piores momentos, a campanha de Dilma Rousseff (PT) voltará a recorrer à popularidade do presidente Lula para estancar a queda nas pesquisas de intenção de voto.
    8.Novamente, nesta sexta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou de despachar no Palácio do Planalto para gravar, em horário de expediente, participação no programa eleitoral de TV da candidata Dilma Rousseff. Lula está desde às 9h40 no estúdio de gravação da petista e não foi ao Planalto.
    9.paira uma dúvida sobre a equipe de campanha petista: não se sabe se a imagem presidencial funcionaria mais como um remédio ou um veneno –ao reforçar a percepção generalizada no eleitorado de que a candidata governista não consegue andar com as próprias pernas.

    Meu comentário:
    a coisa tá feia gente. Mais do que eu imaginava.
    Bateu o desespero.
    Já se sentem praticamente derrotados a 2 semanas antes da eleição.
    Se for confirmada a derrota anunciada…vão chorar pelos cantos e dizer que dilma foi abortada por Serra usando as agulhas de tricô das igrejas,quando normatizou o aborto nos casos autorizados pela Justiça.

    :) :) :)

  31. Chesterton said

    como fez com o jornalista do Valor Economico em Porto Alegre?

    chest- esse jornalista é marido da Luciana Genro, e genro do Genro. O coitadinho ficou intimidado? Ora que peninha….

  32. vilarnovo said

    Falta de visão…

    Isso é verdade. Não vislumbro realmente nada de bom. Nem no PSDB e nem no PT.

    Mas ainda estou aguardando alguns argumentos. Não deve ser difícil assim.

    O problema não é Lula não ter feito nada. O problema é ter feito pouco pelo o que ele, no alto de 80% de aprovação popular, poderia ter feito.

  33. Bom dessa forma , na frente do juiz, essa nossa visão diferenciada dos , resultaria numa separação consensual por absoluta incompatibilidade de ideologias e preferencias economico/ sociais!

  34. dos fatos….

  35. Chesterton said

    Olha, o drama petista é o seguinte. Se Dilma vencer eu vou continuar aqui xingando as cacas dela, xingando a roubalheira característica de partidos de esquerda, e vamos todos levando a vida na esfera privada.
    Agora, se Dilma perder, os petistas não vão ter o que fazer, perderão as boquinhas e terão que se jogar na privada.

  36. Chesterton said

    Pato no Tucupi Nadando na 51
    Informa a Folha Online sobre o comício no Pará:
    O presidente cometeu diversas gafes que provocaram risos na platéia de milhares de pessoas. Entre elas, chamou o Pará de “Paraná”, o município de Rondon do Pará (PA) de “Redondo do Pará” e a governadora Ana Júlia Carepa (PT), que disputa a reeleição, de “governador”.
    É bom a equipe palaciana levar um passarinho testador de água nesses deslocamentos de Lula. Quando ele sentir sede, tenta-se antes dar o líquido ao bichinho. E se decide: “Água que passarinho não bebe não deve ser dada ao presidente!”
    POSTED BY SELVA BRASILIS

  37. Coisa velha para refrescar mentes delirantes.
    Olha o que fizeram e veja o que vão fazer!
    http://psolsp.org.br/blog/2008/12/11/em-audiencia-raul-marcelo-repudia-venda-da-nossa-caixa/

  38. iconoclastas said

    e agora?

    qual vai ser a munição?

    http://portalexame.abril.com.br/blogs/esquerda-direita-e-centro/2010/10/15/a-carta-de-fhc-contra-a-privatizacao-da-petrobras/

    ;^)

  39. Carlão said

    :) :) :)
    1.Conforme previsto, o bravateiro amarelou
    “O presidente do PT, José Eduardo Dutra, disse nesta sexta-feira, 15, que o
    presidente Luiz Inácio Lula da Silva “não vai ficar batendo boca” com o
    ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em resposta ao convite realizado
    na quinta-feira pelo ex-mandatário para a realização de um encontro entre os dois.
    Por outro lado, Dutra disse considerar interessante que a campanha da oposição venha
    para discussão de propostas.
    Dutra fez a declaração na saída da reunião com Lula e a cúpula da campanha da presidenciável
    Dilma Rousseff (PT).
    Também participaram do encontro de quase uma hora e meia realizado no estúdio de gravações para a campanha de Dilma, em Brasília, o deputado José Eduardo Cardozo (SP), e o deputado Antonio Palocci (SP). Após o término do encontro, os três coordenadores da campanha de Dilma saíram do local, enquanto o presidente Lula permaneceu fazendo gravações para a candidata.
    Na quinta-feira, FHC chamou Lula para um debate depois das eleições, dizendo que queria ouvir as palavras dele cara a cara.
    O ex-presidente pediu a Lula que, quando “perder o monopólio da verdade”,
    realize esse encontro com ele”.

    O REIZINHO ESTÁ NÚ!

    2.Graças ao iconoclastas#38 a prova da mentira deslavada

    reproduzo para os petistas preguiçosos o compromisso de FHC

    Dilma, a boateira é pega na mentira de novo

    É a carta que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso escreveu em 1995 para José Sarney, então presidente do Senado.

    Na carta, FHC informa Sarney sobre o encaminhamento de projeto de lei ao Congresso propondo três pontos principais:

    1) “a Petrobras não seja passível de privatização”,

    2) “a União não contrate empresas para pesquisa e lavra em áreas que tenham produção já estabelecida pela Petrobras”

    3) “nas licitações para concessão de pesquisa e lavra, no caso de igualdade das propostas apresentadas, seja assegurado à Petrobras direito de preferência nas contratações.”

    E depois os petistas reclamam da boataria…acusam os outros pelo que eles fazem todo dia.

    3. O Pax tem razão:PT é vítima de suas próprias contradições

    É novamente a candidatura do PT revogando as teses históricas do partido para convencer o eleitor de que não pensa como a base que a sustenta e nem aplicará suas teses se eventualmente eleita.

    É essa contradição característica do PT que responde, em parte, pela permanência do aborto na pauta da campanha. O tema, em si, ficou menos importante do que a dubiedade da candidata que já o defendeu e condenou, conforme a circunstância.
    O que trouxe à tona a questão foi o Plano Nacional dos Direitos Humanos (PNDH -3), cuja versão assinada por Dilma, ainda ministra, e confirmada por Lula, provocou um manifesto da CNBB divulgado no dia 28 de janeiro deste ano.
    Foi o PT, portanto, que provocou o assunto com o mencionado plano, rejeitado pelo governo após a repercussão negativa que teve. A Igreja reagiu e o PSDB capitalizou politicamente a dubiedade da candidata.
    Atribuir esse revés a uma “baixaria” produzida no “submundo” do PSDB é apenas uma estratégia, que não mostrou, até aqui, resultados.
    O PT enfrenta as suas contradições a cada eleição, o que lhe impõe a necessidade de cartas-compromisso jurando não praticar aquilo que prega.

    :) Pax
    Acusar a esposa de Serra de afirmar que Dilma gosta de matar criancinhas passa do limite do razoável
    Acusar D. Monica Serra pelo enrosco em que o PT se meteu é uma tremenda falta de ética.

    :(

  40. Carlão said

    O PT de hoje copia até o artista da campanha do PSDB:

    e a culpa é do FHC…

    que vergonha!

  41. Carlão said

    :(

    Marilena Chaui resolve atacar o Serra. Agora vai !

    PRO BREJO!
    :(

  42. Chesterton said

    Carlão, 40 ….hilaríssimo! Que coisa…

    Cadê os dilmistas?

  43. Chesterton said

    democracia= criação de direitos?
    demissão da psicanalista vai contra a democracia? Ora, ela não foi presa nem calada,tanto é que continua por aí aos berros.
    Que mulher idiota.
    Jornal que fazia a defesa da liberdade contra o PT….não , minha senhora, contra o governo e contra o Supremo. Não faça confusão.
    Que mulher idiota.
    Uma voz discordante, demissão. Mas nos regimes que o PT adora, Venezuela e Irã, por exemplo, não há demissão, há prisão ou morte.
    Que mulher idiota
    Produzir a informação, difundir a informação e ter acesso a informação. Ora, até parece que o Estadão é o único jornal no país.
    Que mulher idiota.
    A questão do programa não está no programa da Dilma, ela só assinou o programa do Lula. Claro que sabemos que Dilma e Lukla são pessoas diferentes, independentes e que não concordam em nada. Ora, quer enganar quem, ?
    Que mulher idiota.
    Oitenta por cento dos pesquisados consideram o governo Lulka bom e ótimo, mas esses mesmos institutos afirmaram que Dilma venceria no primeiro turno.
    Que mulher idiota.
    Que valor tem para os que acham Lula o pior governo do mundo esses supostos 80%? Nenhum, maioria não vota verdade, eleição não absolve criminosos (aliás, até condena).
    QMI
    Entraram na desinformação? Que chororô.
    QMI

  44. Patriarca da Paciência said

    Gazeta de Joinville, 15/10/2010)

    Respeitemos a dor de Mônica Serra
    “Meu nome é Sheila Ribeiro e trabalho como artista no Brasil. Sou bailarina e ex-estudante da Unicamp onde fui aluna de Mônica Serra.
    “Aqui venho deixar a minha indignação no posicionamento escorregadio de José Serra, que no debate de ontem (domingo), fazia perguntas com o intuito de fazer sua campanha na réplica, não dialogando em nenhum momento com a candidata Dilma Roussef.
    “Achei impressionante que o candidato Serra evita tocar no assunto da descriminalização do aborto, evitando assim falar de saúde pública e de respeitar tantas mulheres, começando pela sua própria mulher. Sim, Mônica Serra já fez um aborto e sou solidária à sua dor.
    “Com todo respeito que devo a essa minha professora, gostaria de revelar publicamente que muitas de nossas aulas foram regadas a discussões sobre o aborto, sobre o seu aborto traumático. Mônica Serra fez um aborto. Na época da ditadura, grávida de quatro meses, Mônica Serra decidiu abortar, pois que seu marido estava exilado e todos vivíamos uma situação instável. Aqui está a prova de que o aborto é uma situação terrível, triste, para a mulher e para o casal, e por isso não deve ser crime, pois tantas são as situações complexas que levam uma mulher a passar por essa situação difícil. Ninguém gosta de fazer um aborto, assim como o casal Serra imagino não ter gostado. A educação sobre a contracepção deve ser máxima para que evitemos essa dor para a mulher e para o Estado.
    “Assim, repito a pergunta corajosa de minha presidente, Dilma Roussef, que enfrenta a saúde pública cara a cara com ela: se uma mulher chega em um hospital doente, por ter feito um aborto clandestino, o Estado vai cuidar de sua saúde ou vai mandar prendê-la?
    “Nesse sentido, devemos prender Mônica Serra caso seu marido seja eleito presidente?
    “Pelo Brasil solidário e transparente que quero, sem ameaças, sem desmerecimento da fala do outro, com diálogo e pelo respeito à dor calada de Mônica Serra,
    “VOTO DILMA”, registra, em letras maiúsculas, no texto publicado em sua página no Facebook, nesta segunda-feira, às 10h24.
    Reflexão
    Diante da imediata repercussão de suas palavras, Sheila acrescentou em sua página um comentário no qual afirma ser favorável “à privacidade das pessoas”.
    “Inclusive da minha. Quando uma pessoa é um personagem público, ela representa muitas coisas. Escrevi uma reflexão, depois de assistir a um debate televisivo onde a figura simbólica de Mõnica Serra surgiu. Ali uma incongruência: a pessoa que lutou na ditadura e que foi vítima de repressão como mulher (com evento trágico naquele caso, pois que nem sempre o aborto é trágico quando é legalizado e normalizado) versus a mulher que luta contra a descriminalização do aborto com as frases clássicas do “estão matando as criancinhas”. Quem a Mônica Serra estaria escolhendo ser enquanto pessoa simbólica? Se é que tem escolha – foi minha pergunta.
    “Muitas pessoas públicas servem-se de suas histórias como bandeiras pelos direitos humanos ou, ainda, ficam quietas quando não querem usá-las. Por isso escrevi ‘respeitemos a dor’. Para mim é: respeitemos que muita gente já lutou pra que o voto existisse e que para que cada um pudesse votar, inclusive nulo; muita monica-serra-pessoa já sofreu no Brasil e em outros países na repressão para que outras mulheres pudessem escolher o que fazer com seus corpos e muitas monicas-serras simbólicas já impediram que o aborto fosse descriminalizado.
    “Muitas pessoas já foram lapidadas em praça pública por adultério e muitas outras lutaram pra que a sexualidade de cada um seja algo de direito. A minha questão é: uma pessoa que é lapidada em praça pública não faz campanha pela lapidação, então respeitemos sua dor, algo está errado. Se uma pessoa pública conta em público que foi lapidada, que foi vítima, que foi torturada, que sofreu, por motivos de repressão, esse assunto deve ser respeitadíssimo.
    “Vinte por cento da população fazem abortos e esses 20% tem o direito absoluto de ter sua privacidade, no entanto quando decidem mostrar-se publicamente não entendo que estes assimilem-se ao repressor”, acrescentou a ex-aluna de Monica Serra, que teria relatado a experiência, traumática, às alunas da turma de 1992.
    Exílio e ditadura
    Sheila diz ainda, em seu depoimento, que “muitas pessoas querem ‘explicações” para o fato de ela declarar, publicamente, o que a ex-professora disse às suas alunas na Unicamp.
    “Eu sou apenas uma pessoa, uma mulher, uma cidadã que viu um debate e que se assustou, se indignou e colocou seu ponto de vista na internet. Ao ver Dilma dizendo que Mônica falou algo sobre ‘matar criancinhas’, duvidei.
    “Duvidei porque fui sua aluna e compartilhei do que ela contou, publicamente (que havia feito um aborto), em sala de aula. Eu me disse que uma pessoa que divide sua dor sobre o aborto, sobre o exílio e sobre a ditadura, não diria nunca uma atrocidade dessas, mesmo sendo da oposição. Essa afirmação de ‘criancinhas assassinadas’ é do nível do ‘comunista come criancinha’. A Mônica Serra é mais classe do que isso (e, aliás, gosto muito dela, apesar do Serra não ser meu candidato).
    “Por isso, deixei claro o meu posicionamento que o aborto não pode ser considerado um crime – como não é na Itália, na França e em outros países. Nesse sentido não quero ser usada como uma ‘denunciadora de um ‘delito’. Ao contrário, estou relembrando na internet, aos meus amigos de FB (Facebook), que o aborto é uma questão complexa que envolve a todos e que, como nos países decentes, não pode ser considerado um crime – mas deve ser enfrentado como assunto de saúde.
    “O Brasil tem muitos assuntos a serem tratados, vamos tratá-los com o carinho e com a delicadeza que merece.
    “Agora volto ao meu trabalho”, conclui Sheila o seu relato na página da rede social.

  45. Carlão said

    :) :) :)

    “A pesquisa Datafolha a ser divulgada hoje deve mostrar seis pontos percentuais de diferença nos votos totais entre a petista Dilma Rousseff e o tucano José Serra: há cinco dias, era de sete. A margem de erro e de dois pontos para mais ou para menos”.

    5 PESQUISAS MOSTRAM DILMA EM VIÉS DE BAIXA!
    A “eguinha” do lula subiu no telhado.

    ONDA AZUL

    Chest- Cadê os dilmistas?
    sumindo,sumindo…sumiram!
    lula, o cagão lhes apontou o caminho…
    amarelar diante da Verdade (e de FHC sempre).

    O Brasil que o Brasil queria…

    :) :) ;)

  46. Patriarca da Paciência said

    Vociferadores de ilaçoes em linguagem chula.

    Excelentes alunos do Olavão e do Reinaldinho.

    Pobres coitados!

  47. Patriarca da Paciência said

    Vejam fatos:

    Mulher de Serra fez aborto aos quatro meses de gravidez.

    http://www.gazetadejoinville.com.br/

  48. Carlão said

    :):):)
    Um arco-íris do besteirol!
    a coisa tá preta na onda vermelha(PT) onde até o lula amarela diante de FHC, tentando atrair os verdes!chamando o PSDB de camisa preta (fascista)

    O comentarista “quinta-coluna” #44 insiste e tenta “recriar” o episódio da baixaria
    “Miriam Cordeiro”, usado por Collor para derrotar o lula no passado.
    Coisa de “jênio”!
    Uma mentira deslavada e de baixo calão.Collor é um filho da puta!
    Da mesma forma que Collor, o comentarista #44 não hesita em mentir para prejudicar
    a sua candidata.
    A Mulher petista que não é boba, daqui a pouco vai votar é…em peso no Serra!
    Vou desenhar:Serra “legalizou” o aborto e D. Monica Serra que teria dito que “dilma adora matar criancinhas”, confessa numa sala de aula que matou a sua própria criancinha.

    Lógica petista destrambelhada …que até o :)Pax parece acreditar.Baixaria!

    Caso fosse VERDADE, os Serras seriam a favor do PNDH-3 e dilma ao se declarar hoje contra o aborto estaria renegando o que ela, como ministra, assinou em baixo (e recomendou a assinatura do presidente lula no Decreto).
    E agora dilma proclama aos evangélicos que o PNDH-3 e o próprio programa do PT aprovado na Convenção do partido, aquele “rubricado” mas não assinado …uma mera carta de intenções…pra enganar os miltiantes petistas que votaram pela aprovação.
    Lula explicou antes: Era “mentirinha” pra adoçar a boca dos convencionais. Uma feira livre ideológica como justificou lula à época
    Porra! um triplo salto mortal carpado com direito a beijinhos pra platéia.
    Resultado: A Mulher petista a favor da descriminação do aborto, daqui a pouco vai votar é…em peso no Serras! Serra “legaliza” e ela “aborta”.
    hehehe

    :( Q.I. de ostra! um arco-íris do besteirol!

    :) :) ;)

  49. Patriarca da Paciência said

    O abilolado endoudou de vez!

  50. Patriarca da Paciência said

    (Correio do Brasil 15/10/2010)

    Ex-alunas de Monica Serra confirmam relato sobre aborto
    14/10/2010 15:06, Por Redação, do Rio de Janeiro e São Paulo

    Monica Serra optou por não se pronunciar sobre relato de ex-alunas
    Alunas da então professora de Psicologia do Desenvolvimento aplicada à Dança, no Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Monica Serra, confirmaram nesta quinta-feira estar presentes à aula em que a mulher do presidenciável tucano, José Serra, relatou ter sido levada a interromper a gravidez, no quarto mês da concepção. A coreógrafa Sheila Canevacci Ribeiro revelou o fato após o debate realizado domingo, na Rede Bandeirantes de TV, em sua página na rede social Facebook.

    Colega de Sheila Ribeiro, a professora de Dança de um instituto federal de Brasília, que preferiu não ter o seu nome citado “por medo do que essa gente pode fazer”, afirmou, lembra que no primeiro semestre de 1992, no segundo período que cursava na Unicamp, o depoimento de Monica Serra a impressionou. Ela estava sentada no chão em uma sala de dança, onde não há móveis e apenas um grande espelho e a barra de exercícios, ao lado das colegas Kátia Figueiredo, que mora atualmente na Suécia, Ana Carla Bianchi, Ana Carolina Melchert e Érika Sitrângulo Brandeburgo, entre outras estudantes, residentes aqui no país.

    – Eu confirmo aqui o depoimento da Sheila Ribeiro. Foi aquilo mesmo. A professora Monica Serra nos relatou que havia feito um aborto em um período difícil da vida do casal, durante a ditadura militar. Foi um fato tocante, que marcou a todas nós. Lembro-me que o assunto surgiu quando ela falava sobre a dissociação do corpo e a imagem corporal, que até hoje dirige meu comportamento – disse.

    Pressão

    Sheila Ribeiro, após o protesto consignado em sua página, disse nesta quinta-feira que, apesar da pressão dos meios de comunicação e de eleitores de todo o país que passaram a visitá-la no Facebook, não se arrepende de ter relatado a sua indignação ao perceber a mudança de atitude da professora que, em 1992, revelava às alunas um episódio marcante na vida de qualquer mulher, como o aborto realizado diante o exílio iminente, ao lado do marido, e a possível primeira-dama que, em uma campanha política, acusa a adversária do casal de “matar criancinhas”.

    – Pior do que isso foi o silêncio do Serra, que deveria ter saído em defesa da mulher, fosse qual fosse a situação em que se encontrava ali, diante das câmeras – emendou a ex-aluna de Monica Serra.

    Coreógrafa e doutoranda em Comunicação e Semiótica, na PUC de São Paulo, Sheila Ribeiro mora em uma “praia linda” e, apesar de estar no centro de uma discussão que mobiliza o país, faz questão de seguir a sua rotina de estudos e de trabalho.

    – Procuro me manter leve. Respiro – diz, emocionada.

    Sheila tem recebido, ao lado de agressões de partidários dos dois candidatos, o apoio dos amigos e “mesmo de estranhos que entenderam a minha indignação”, afirma. Das colegas que estavam ao seu lado, na oportunidade em que a mulher do presidenciável tucano optou por revelar um momento difícil da vida, também recebe a solidariedade e o apoio.

    – Estou aliviada por ter visto a Sheila questionar toda essa hipocrisia que permeia a sociedade brasileira. Ela foi muito corajosa e só merece nosso aplauso – conclui a colega que, hoje, mora em Brasília e se destaca pelo trabalho também na área da coreografia e da dança.

    Sem resposta

    Com as novas entrevistas realizadas pelo Correio do Brasil, nesta quinta-feira, a reportagem voltou a procurar o presidenciável tucano na tentativa de ouví-lo acerca dos depoimentos das ex-alunas da mulher dele, Monica Serra. O CdB o procurou, novamente, no Twitter, às 12h41:

    “@joseserra_ Senhor candidato. Três outras ex-alunas confirmaram o relato sobre o aborto feito por sua esposa. O sr. poderia repercutir isso?”

    Da mesma forma, foram encaminhados e-mails à assessoria de imprensa que, por intermédio de uma das assessoras, acusou o contato do CdB e ponderou que, se até o fechamento desta matéria, às 15h04, não houvesse qualquer resposta do candidato, como de fato não ocorreu, o fato deveria ser interpretado como sua recusa em tocar no assunto, em linha com a decisão tomada durante o debate.

  51. Chesterton said

    tem videoclip?

  52. Patriarca da Paciência said

    http://www.gazetadejoinville.com.br/

  53. Patriarca da Paciência said

  54. Patriarca da Paciência said

    Homenagem de Serra ao dia do professor:

  55. Chesterton said

    fofoca de ex-aluna? Mulher fala o que dá na telha.
    Quero video clip, assinatura, atos comprometedores. E de Joinville?
    Quero coisa mais substanciosa para atacar o Serra.

  56. Patriarca da Paciência said

    Jornal tem link, não vídeo clip.

    Jornal é para ler, não para assistir.

  57. Patriarca da Paciência said

    http://correiodobrasil.com.br/ex-alunas-de-monica-serra-confirmam-relato-sobre-aborto/186052/

  58. Chesterton said

    pois então, vocês tem que me dar armas mais substantivas.

  59. Patriarca da Paciência said

    O que Marina já falou do Serra:

    Mesmo Jornal

    Marina resume situação de Serra: ‘Vai perder perdendo’
    1/10/2010 14:29, Por Redação, do Rio de Janeiro

    Candidata do Partido Verde à Presidência da República, Marina Silva bateu pesado no adversário José Serra (PSDB), na madrugada desta sexta-feira, ao afirmar que ele desconstruiu a própria imagem na campanha e vai “perder perdendo”. Ela afirmou que Serra não preparou um programa de governo, subestimou Dilma Rousseff (PT) e se comportou “como se ele fosse falar e o mundo fosse estremecer”.

    – Ele vai perder perdendo, o Serra. Ele tinha toda essa imagem de uma pessoa que prima pela gestão pública, pela eficiência, e descambou para o caminho do vale-tudo eleitoral – disse Marina, na saída dos estúdios da TV Globo em Jacarepaguá, no Rio.

    A senadora avaliou que Serra iniciou mal a campanha e, quando começou a cair nas pesquisas, apelou ao “promessômetro”.

    – Ele não tem programa, subestimou a Dilma, se preparou para ficar fazendo só o embate como se ele fosse falar e o mundo fosse estremecer. Quando não deu certo, começou a fazer um festival de promessas – afirmou.

    Marina também criticou as contradições entre a imagem construída por Serra e propostas de criar novos ministérios e duplicar o Bolsa Família.

    – Criticava o inchaço da máquina pública e sai da campanha prometendo dois ministérios, isenção de impostos para tudo quanto é lado… eu não sei como é que isso se realiza. Então vai perder perdendo – prevê.

    Nesta sexta-feira, Marina fez caminhada com aliados no Centro de São Paulo.

  60. Carlão said

    IMPERDÍVEL
    Ato falho do lulalá:
    Fazendo um trocadilho com o nome do adversário, Lula afirmou que “Não podemos permitir que o Brasil desça serra abaixo”
    concluo
    ele quer um “fogo de Serra acima”.
    :) :) ;)

  61. Carlão said

    Nesta sexta-feira, Marina fez caminhada com aliados no Centro de São Paulo…FAZENDO COMPRAS NA 25!

  62. Catatau said

    Caio de para-quedas, infelizmente.

    Mas a impressão que dá é que, na falta de vivermos em uma sociedade liberal, o petista tem que aguentar as bordoadas do outro combatente, mas também do locutor da luta que invadiu o ringue ;)

  63. Carlão said

    :)
    To whom it may concern
    petista não tem que aguentar nada.
    afinal, já chega engulir a dilma pelo rabo, com areia e tudo.
    Ou fugir do ringue se transformando em vítima ;)
    uivando de prazer cada vez que ouve embevecido
    um discurso mentiroso do “locutor geral da nação”,
    o filho do barril…
    shove it!

    :) :) :)

  64. Patriarca da Paciência said

    Meu caro Catatau,

    Um imagem realmente muito boa.

    Em lugar de a assumir seu importantíssimo papel de narrador isento, certos órgãos da mídia não só assumem um dos lados como ainda aplicam golpes baixos.

  65. Chesterton said

    Catatau, se um lutador avisa que em caso de ser derrotado vai partir de pau para cima do narrador, é lícito que ou narrador passe a ter lado.
    O que interessa é o juiz da luta.
    O PT caso vença vai com tudo para cima dos jornais que não concordam com ele, e quer que os jornais digam amém? Quer os ameaçados se comportem como gado no brete?

  66. Chesterton said

    e mais uma vez o Patriarca se coloca no lugar do coitadinho.

  67. Chesterton said

    O desespero dos petistas
    José Genoino, o mais genuíno dos mensaleiros, pegou apenas suplência nas últimas eleições. Desesperado, manda carta aos correligionários (veio parar na minha caixa também, hehe) criticando a “mídia” e atacando a oposição. Claro, para ele é importante que Dilma Ruimself vença: só assim terá alguma “boquinha”. Cita o chapa-branca Mino Carta, que diz da oposição o que vale apenas para o lulismo, e, maniqueísta, fala em “nós” e “eles”, os inimigos. Aí vai um trecho (saquinho, por favor):

    Mas a luta não espera e este segundo turno está se tornando o embate eleitoral mais radicalizado da nossa história. Mino Carta tem razão quando diz que a oposição transformou a campanha num “festival de preconceitos e recalques, de raiva e ódio, de calúnias e mentiras, indigno de um país civilizado e democrático. É o coro da arrogância, da prepotência, da ignorância, da vulgaridade”. A oposição e amplos setores da mídia não estão poupando escrúpulos e dão mostras de que farão qualquer coisa para derrotar Dilma e interromper as mudanças no Brasil. Sempre dissemos que esta eleição é a mãe de todas as batalhas, para nós e para eles! E é por isso que não podemos vacilar. Temos um pouco mais de duas semanas para garantir a vitória e a continuidade do projeto que colocou o Brasil no caminho da justiça social, do desenvolvimento e da soberania.

    Postado por Orlando Tambosi

  68. Chesterton said

    SATURDAY, OCTOBER 16, 2010

    Mamando nas Tetas da Nação
    O sonho de Lula é ser um ditador como Médici ou Geisel. Fazer o país crescer usando o Estado para distribuir recursos para seus cronies. Governar sem oposição política. Evidentemente tal projeto não é sustentável no longo prazo pois depende de um Estado perdulário e irresponsável fiscalmente. A diferença entre o paraíba pinguço e os generais fascistas está principalmente no capital humano. A ditadura tinha Simonsen, que pelo menos sabia somar e subtrair, o PT tem um elemento chamado Mantega.
    POSTED BY SELVA BRASILIS

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: