políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Escândalos no atacado

Posted by Pax em 23/10/2010

Ultima semana de campanha e temos um atacadão de escândalos como campanha em detrimento de qualquer discussão objetiva de propostas de governo.

Dilma está na frente, por volta de 10 pontos percentuais segundo as pesquisas divulgadas nesta semana. Serra conta com os escândalos para convencer o eleitorado indeciso na medida que suas propostas não entusiasmaram.

Vamos ao atacadão, no cravo e na ferradura:

Estadão:

PT e Gilberto Carvalho viram réus em ação sobre propina em Santo André

O partido e o chefe de gabinete do presidente Luiz Inácio Lula da Silva são acusados de participação numa quadrilha que cobrava de empresas de transporte para desviar R$ 5,3 milhões dos cofres públicos (continua no Estadão…)

Diálogos sugerem que Dilma ordenou produção de dossiês, diz revista

Reportagem da revista Veja desta semana apresenta diálogos em que o atual secretário nacional de Justiça, Pedro Abramovay, reclama de pedidos da candidata e do ministro Gilberto Carvalho (continua no Estadão…)

IstoÉ

O protegido Paulo Preto

Delegada que prendeu engenheiro por receptação de joia roubada sofreu pressões do alto escalão do governo paulista para liberar o arrecadador tucano (continua na IstoÉ…)

Os santinhos de uma guerra suja – Parte 2

A poucos dias da eleição, a campanha de José Serra se aproxima de grupos ultraconservadores e reforça a tática do ódio religioso. O oportunismo político divide a Igreja e vira caso de polícia (continua na IstoÉ…)

Opinião do blog: campanhas lamentáveis cobertas por uma imprensa sofrível.

Anúncios

38 Respostas to “Escândalos no atacado”

  1. Carlão said

    Ihhh

    E aí Chaparrau dá pra explicar?

    leia a Quanto É sim mas também não deixe de ler o Estado e a Folha.
    leia aqui a Veja e as gravações periciadas confirmando as vozes do Abramovay e do Ministro da Justiça.
    http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/intrigas-de-estado
    apareceram as gravações e foram periciadas.

    E aí Dilma dá pra explicar?

    :) :)
    e ainda estamos no sábado …

  2. Para o Pax…..e Patriarca:
    http://www.observatoriodaimprensa.com.br/artigos.asp?cod=612JDB010

  3. Carlão said

    Ihhh

    E aí Chaparrau dá pra explicar?

    BNDES ajudou a patrocinar desmatamento da Amazônia, diz TCU
    Auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) atribuiu a uma “falha” da Casa Civil o choque entre duas políticas públicas do governo Lula. Nos dois últimos anos, o BNDES investiu bilhões em frigoríficos, contribuindo para o avanço da pecuária na Amazônia, na contramão da política de combate ao desmatamento.

    leia mais: http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,bndes-ajudou-a-patrocinar-desmatamento-da-amazonia-diz-tcu,628829,0.htm

    os votos da Marina…
    E aí Dilma dá pra explicar?

    :) :)
    e ainda estamos no sábado …aguarde o efeito Lula#Rojas
    lula atacou o candidato da oposição dentro do expediente de presidente. Não era comício.
    o efeito “Achei que precisava dar um tranco no cara” noticiado pela Renata Loprete.
    lula pode, o presidente não pode.
    A eleição pode não terminar no dia 31.

    para relembrar o 1o. turno: Salto Alto Futebol Clube

    :) :)

  4. Chesterton said

    Opnião do Chest- da parte da Dilma se entende que não fale de programas. Não tem tempo, está armando dossiês fajutos contra os adversários.

  5. Chesterton said

    Quando o Papa João Paulo II veio ao Brasil pela primeira vez, nós
    estávamos em transição do regime militar para a democracia. O
    Presidente era João Batista de Oliveira Figueiredo.

    O Papa perguntou ao Presidente o motivo de ter tantos ministros, ao
    que obteve como resposta:
    – Santidade, Jesus não tinha 12 apóstolos? Eu tenho 12 ministros (fato
    verídico).

    Agora, quando o Papa Bento XVI vier ao Brasil e perguntar ao Lula para
    que 36 ministros, o molusco, certamente, responderá:
    – Veja bem, cumpanhêro santidade… Ali Babá num tinha 40 ladrões? Eu
    tô quase lá!!!

  6. Carlão said

    ihhh
    E aí Chaparrau dá pra explicar?

    Na FSP Dilma nega “terminantemente” ter encomendado dossiês a assessor

    OK ninguem esperava que ela fosse confirmar…mas destaco o trecho abaixo:
    Dilma Rousseff falou sobre o assunto no início da tarde, em coletiva de imprensa, após carreata na cidade de Carapicuíba, na Grande São Paulo.

    Aos jornalistas, a petista insinuou que Romeu Tuma Júnior tenha grampeado o diálogo com Abramovay. “Eu acredito que as pessoas que fazem esse tipo de coisa devem ter razões pessoais para fazer. Porque ninguém explica como uma pessoa grava um conversa com uma outra nessas circunstâncias. Não me coloquem no meio de práticas que eu não tenho”, ressaltou Dilma.

    Tuma Júnior foi afastado e exonerado do Ministério da Justiça após denúncia de que ele manteria ligações com Li Kwok Kwen, apontado pela Polícia Federal como um dos chefes da máfia chinesa em São Paulo.

    ATENÇÃO: Vamos por partes, como diria joãozinho, o esquartejador, hehe

    1.ABRAMOVAY FOI GRAVADO DIZENDO “Não aguento mais receber pedidos da Dilma e de Gilberto Carvalho para fazer dossiês. (…) Eu quase fui preso como um dos aloprados.” (Pedro Abramovay, Secretário Nacional de Justiça)
    2.A VEJA TEM AS FITAS E AFIRMOU QUE ELAS FORAM OBTIDAS LEGALMENTE E PERICIADAS.(e mostrou a perícia)
    3. ROMEU TUMA JR. CONFIRMOU QUE HOUVE A CONVERSA.ESTÁ BEM DOCUMENTADA.
    4. DILMA CONFIRMOU QUE HÁ A GRAVAÇÃO DA CONVERSA E ATACOU O TUMA JR. POR TER GRAVADO.
    5. DILMA VAI PROCESSAR ABRAMOVAY?
    6. AGUARDEM AS PRÓXIMAS HORAS DA EMOCIONANTE NOVELA:
    E aí Chaparrau dá pra explicar?

  7. Chesterton said

    Lula e seus amigos

    http://voudeserra45.files.wordpress.com/2010/10/agressor_01.jpg?w=550&h=402

    êpa, olha eles aí em Campo Grande batendo no Serra

    http://voudeserra45.files.wordpress.com/2010/10/agressor_03.jpg?w=550&h=406

  8. Pax said

    Será que Serra vai conseguir votos com estes escândalos?

    Sei não.

    Sobre o ReceitaGate
    http://www.estadao.com.br/especiais/2010/10/documento_amaury.pdf

    Sobre o DossiêGate
    http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,secretario-de-justica-nega-pedidos-de-dossies,628870,0.htm

    Tá difícil para o Serra, convenhamos. São 10 pontos de diferença e as mensagens não são lá muito fortes. Como falar para a sociedade que a vida vai ficar melhor que está? A tarefa já é difícil e o foco, no meu entender, pode ganhar um ou outro voto, mas ao mesmo tempo perde um bocado logo adiante.

    Um exemplo é o caso do tal aborto que as alunas da Monica Serra dizem ter ouvido da própria e o casal não desmentiu. Outro exemplo foi a reação exagerada da bolinha/fita crepe ou o que quer que seja, uma tremenda estupidez da turma Mata-Mosquitos seguida de outra, de tomografia etc.

    Sei lá.

    O que mais tem incomodando, acho eu, é:

    – todo mundo está cansado desse noticiário, é Paulo Preto pra cá, Erenice pra lá etc etc. Cansou.
    – a questão religiosa mais pesada, gente de ultradireita no meio etc. Assustou uma galera. A que mais fez e faz barulho absolutamente contrário é a classe artística.

    Do que tenho visto, num absoluto achismo, acho que o Serra mais perde que ganha. E é ele quem está atrás.

  9. […] The rest is here: Escândalos no atacado « políticAética […]

  10. Chesterton said

    PETELECO DA VIOLA

  11. […] link: Escândalos no atacado « políticAética Category: BrasilTags: comunicação > eleitorado-indeciso > escândalo > medida-que > […]

  12. […] More here: Escândalos no atacado « políticAética […]

  13. Chesterton said

    – a questão religiosa mais pesada, gente de ultradireita no meio

    chest- Pax, porque você relaciona o aborto a questão religiosa Por acaso você, que se declarou contra o aborto, é de “ultradireita”?

  14. A turma da arquibancada e as novidades da veja……sempre a mesma coisa.
    Dá dó a ingenuidade…..
    E a falta de cecencia de quem constrói esses castelos de cartas….

  15. decencia…

  16. Pax said

    Caro Chesterton,

    Eu não, o Serra é quem se associou com a ultradireita. Tá no noticiário. Seria mesmo necessário? Acho que não.

  17. Chesterton said

    Você deve estar se referindo ao tema aborto. Você se declarou contra o aborto. Por acaso todo mundo que é contra o aborto é ultradireita?: Aliás, quem é a ultra direita?

  18. Carlão said

    :)Vamo desenhá pra chaparrau

    Nessa fase da campanha o que se busca são os votos dos que não votaram
    nem no Serra e nem na Dilma no 1o. turno. Marina obteve ~ 20 milhões + 36 milhões que não votaram ou votaram branco e nulo.(universo de ~ 136 milhões)
    Como os 56 milhões pode ser considerado um número superestimado, vamos assumir que a metade 28 milhões é o potencial de eleitores a ser dividido entre os 2 candidatos.
    Como as notícias escandalosas modificaram os votos eleitores na semana decisiva é a resposta que vira na apuração.
    Por outro lado, TODOS OS INTITUTOS PESQUISEIROS trabalham com amostragem por quotas – não construídas estatisticamente e portanto não representativas do universo amostrado. Neste tipo de pesquisa usar margens de erro e intervalos de confiança exiguos, 2 % e 95% respectivamente acabam tornando as pesquisas apenas uma “tendência” que pode estar certa ou errada. No primeiro turno estavam erradas portanto confiar no acerto destes números é temerário.
    As 2 campanhas sabem disso.
    Tentam assegurar seus votos a cunhas e dentes e portanto concluo:
    “Será que Serra vai conseguir votos com estes escândalos?”
    O PT todo dia ter que negar alguma coisa certamente ajuda.Pode atrair indecisos.
    Ou reforça lenda que todos os políticos são corruptos.Mata a esperança do voto.
    O comportamento exagerado de lula não atrai indecisos.
    Apenas reforça a convicção de seus eleitores atuais.E exacerba a convicção de seus adversários.
    Polariza o nós contra eles.E elimina o efeito da imagem paz e amor. Em 2006 a esta altura a eleição já estava praticamente definida e mesmo assim TODOS os “institutos pesquiseiros” erraram os resultados.
    Resultados podem mudar em 72 horas….já aconteceu no Brasil.
    Em São Paulo Janio derrotou FHC, o candidato virtualmente apontado como ganhador por todos os institutos pesquiseiros, por exemplo.

    Quanto aos escândalos…bastou o PT estar no governo/eleição para surgirem escândalos…
    né, não?

    Antes eram os da oposição – os dos “eles” agora são os da situação – os de “nós”.
    Lula na semana arranjou inimigos poderosos (Jornal Nacional/Globo, entre outros)em troca de ser apoiado pelos “jornaleiros” remunerados.
    Perdeu a chance de LIQUIDAR a eleição a favor de sua candidata se tivesse tido atitude republicana.
    Telefonar ao adversário, lamentando o ocorrido e conclamando o povo brasileiro à não violência na eleição, por exemplo.
    Seria manchete de todos os jornais e telejornais.Vitória certa.
    Um Pelé em campo.
    Pense bem!
    No futebol que não faz toma!
    Mas preferiu “dar um tranco no cara”.
    A la argentina moda.
    Prepotente e arrogante…
    Um Maradona humilhando adversários e proclamando a sua “superioridade”
    pode ter virado parte da torcida “neutra” contra si.

    Preferiu inocentar o “mata-mosquito”
    Entre ser Pelé (que nada tinha de bobo) ele preferiu se comportar
    como um Maradona (um genio espero eimaturo )

    e ainda é sábado…e tem uma semana e
    2 debates até a eleição (se dilma não faltar a nenhum, por motivos de força maior)

    Como Serra já tinha sido derrotado no 1o.turno…
    ihhh chaparrau…
    lexotan na véia!
    :)

    aposto
    Serra 53% x dilma 47%
    ;) :) :)

  19. Carlão said

    :) Ih Chaparrau

    e o frei betto…o cara só queria ajudar e só fudeu.
    “Frei Betto responsabiliza Igreja por ter introduzido “vírus oportunista” na campanha”
    http://www1.folha.uol.com.br/poder/819034-frei-betto-responsabiliza-igreja-por-ter-introduzido-virus-oportunista-na-campanha.shtml

    só se enrola nas resposta acaba admitindo que chamou o Bolsa família de “esmola permanente”
    FSP- O sr. já comparou o Bolsa Família a uma “esmola permanente”…

    FB[interrompendo] Não, eu não usei essa expressão. Eu sempre falei que o Bolsa Família é um programa assistencialista e o Fome Zero era um programa emancipatório. Nunca chamei de esmola não. Se saiu isso aí, puseram na minha boca.

    FSP * Você falou o seguinte [numa entrevista à Folha em 2007]: “Até hoje o Bolsa Família não tem porta de saída. O governo inteiro sabe qual é, mas não tem coragem: é a reforma agrária, a única maneira de 11 milhões de famílias passarem a produzir a própria renda e ficarem independentes, emancipadas do poder público. Você não pode fazer política social para manter as pessoas sob uma “esmola permanente. Nem por isso considero o Bolsa Família negativo, devo dizer isso. O problema é que não pode se perenizar“.*
    FB-Ótimo que você pegou o texto, muito bem, é isso mesmo. Veja bem, não vamos tirar de contexto não.
    e para culminar suas asneiras…
    FSP-Sobre o desrespeito aos direitos humanos em Cuba, ainda há presos políticos…
    FB -Meu caro, ninguém desrespeita mais os direitos humanos no mundo do que os Estados Unidos. E fala-se pouco, lamentavelmente. Basta ver o que os Estados Unidos fazem em Guantánamo.
    Cuba ocupa o 51º no Índice de Desenvolvimento Humano da ONU, que é insuspeito. O Brasil, o 75º

    e os Estados Unidos pergunto ??? e respondo !!! o 13º.
    Apesar de Guantánamo, EU está 38 posições acima de CU e 62 posições acima do Brasil
    acho que ele adora fidel e não adora lula hehehe

    ;)de amigos assim…o diabo está de cheio
    e todo dia caga aos montes.
    Muitos virus oportunistas aproveitando a oportunidade para serem oportunistas é dose.

    Como Serra já tinha sido derrotado no 1o.turno…
    ihhh chaparrau…
    lexotan na véia!
    :)

    aposto
    Serra 53% x dilma 47%
    ;) :) :)

  20. Carlão said

    :) Chaparrau

    Para ler de manhã cedo:
    CACÁ DIEGUES: DECLARAÇÃO DE VOTO
    http://gilvanmelo.blogspot.com/2010/10/declaracao-de-voto-caca-diegues.html

    IMPERDÍVEL!

    Como Serra já tinha sido derrotado no 1o.turno…
    ihhh chaparrau…
    lexotan na véia!
    :)

    aposto
    Serra 53% x dilma 47%
    ;) :) :)

  21. Chesterton said

    O aborto é tratado como um direito da mulher ou um problema de saúde pública, o feto que se dane. Só entrou em pauta nos debates eleitorais porque uma das candidatas fingia ser contra a descriminação em nome de princípios religiosos, mas ao invés de se mostrar firme, sugeria um plebiscito. E isto teria, segundo alguns, roubado milhões de votos dos demais, principalmente da candidata oficial. Aliás, a referida ex-candidata é a mesma que move céus e terras para salvar árvores, índios ou jacarés. Então, no segundo turno, o assunto passou a preponderar como mera moeda de troca de votos. Um dos candidatos, querendo ver-se livre da batata quente, afirma que é problema das religiões! Ora, então as religiões devem legislar sobre direitos dos cidadãos de qualquer idade? Vamos viver sob alguma shari’a, ou várias, uma para cada religião? Não cabe mais ao Estado criar leis que defendam de forma positiva o que é um direito natural inviolável? Ou acreditar em direitos naturais é obscurantismo e medievalismo?

    H de P

    Chest- aí, Pax , para relembrar você de como a questão entrou na agenda dos candidatos

  22. Patriarca:
    Aqui a ciencia descarta a coisa desonesta!
    http://decom.cesnors.ufsm.br/jornalismo/2010/10/23/e-serra-na-fita/

  23. Chesterton said

    Fausto Macedo – O Estado de S.Paulo
    “Era voz corrente na cidade que Gilberto Carvalho era o homem do carro preto, o cara da mala, que levava dinheiro da corrupção para o José Dirceu”, disse ontem Mara Gabrilli, psicóloga, vereadora paulistana e deputada federal eleita pelo PSDB com 160.138 votos.

    Quase nove anos depois do assassinato do prefeito Celso Daniel (PT), de Santo André, um sentimento de frustração a persegue. Filha do empresário Luiz Alberto Gabrilli, do setor de transportes, e autora da denúncia ao Ministério Público Estadual sobre arrecadação de propinas que teriam financiado caixa 2 petista, Mara cobra punição a empresários e políticos.

    Ontem, ela recebeu “com alento e esperança” a notícia sobre ação judicial aberta contra Carvalho, chefe de gabinete do presidente Lula. “Meu pai ligava para o gabinete de Gilberto Carvalho para avisar que havia coisas erradas na administração Celso Daniel. Mas o Gilberto debochava do meu pai.”

    Celso Daniel foi executado à bala em janeiro de 2002. A polícia concluiu que ele foi vítima de sequestradores comuns, mas os promotores se convenceram de que o crime teve origem política – o prefeito quis barrar o enriquecimento de auxiliares e acabou sendo eliminado.

    A ação que cita Carvalho foi instaurada pela juíza Ana Lúcia Xavier Goldman, de Santo André. O assessor de Lula é acusado de improbidade administrativa. Na ocasião, Carvalho exercia o cargo de secretário de Governo de Celso Daniel.

    A testemunha principal da promotoria é o oftalmologista João Francisco Daniel, irmão de Celso. Ele narra ter ouvido do próprio Carvalho a informação de que parte de dinheiro de propina era entregue a Dirceu, então presidente do PT.

    Uma das vítimas da ação da quadrilha que teria se estabelecido na prefeitura é a família Gabrilli. Por mais de quatro décadas, Luiz Alberto, pai de Mara, conduziu a Viação Expresso Guarará. Dois irmãos de Mara, Luiz Alberto e Rosângela, atuavam como diretores. “Meu pai está com 75 anos, não fala, não anda e não come, mas está consciente. Quando a gente lembra aquele tempo de terror ele chora.”

    Tantas foram as pressões, e também as retaliações, que os Gabrilli deixaram a empresa. “Todo mês o Sérgio Sombra (segurança de Celso Daniel) vinha ao escritório da empresa, jogava o revólver na mesa e exigia a caixinha. Minha mãe dizia para papai: “Luiz, leva um gravador, registra essas conversas e vá à polícia.” Mas o meu pai tinha medo. Era uma gente muito violenta. O objetivo era acabar com a empresa porque uma vez nos recusamos a pagar a caixinha. Acabaram com a saúde do meu pai.”

    “O Celso Daniel era muito amigo de papai, mas depois não nos atendeu mais”, relata Mara. “Papai procurou o João Francisco e perguntou se ele sabia o que estava acontecendo na prefeitura. O problema é que o Celso achava normal se o dinheiro de propina ia para financiamento das campanhas do PT. Os fins justificavam os meios. O próprio João confirmou a história sobre o Gilberto Carvalho, o dinheiro para o PT. Era voz corrente. O Gilberto ficava zombando do meu pai.”

    Foi Mara quem alertou o Ministério Público. Em 2003, ela foi ao prédio residencial de Lula, em São Bernardo do Campo. “Ele me recebeu por 40 minutos, eu contei tudo. Mas nenhuma medida foi tomada.”

    Voz isolada. O advogado Luiz José Bueno de Aguiar reagiu com veemência às acusações a Gilberto Carvalho. “Não existe a menor possibilidade de condenação do Gilberto.” Ele destaca que “a única menção” a Carvalho nos autos do processo judicial é feita pelo médico João Francisco.

    “É uma voz isolada, exclusiva dele (João Francisco), sem apresentação de qualquer prova porque o fato não existiu”, assevera Luiz Aguiar.

    O advogado é categórico. “Gilberto Carvalho jamais se prestaria a procedimentos dessa natureza, nunca se envolveu em desvios. O que temos aí é a palavra de João Francisco, nada mais. Ele se retratou na Justiça quando acionado por José Dirceu.”

    “Estamos absolutamente tranquilos porque não há motivos para Gilberto ser condenado”, acentua o advogado. “Ele (Carvalho) só foi incluído na demanda porque é a regra da ação civil. Como teve seu nome citado vai se manifestar à Justiça e é o que faremos sem preocupações.”

  24. Chesterton said

    Ninguém ganha eleição por pontos. Mesmo se liderar as pesquisas toda a campanha, o que vale é o dia. E se no dia tiver menos votos, perdeu. Eleições ganham-se, portanto, na base do nocaute. E quem nocauteia é o eleitor na urna.

    Mas é difícil suportar uma luta em desvantagem. Não é missão para qualquer um. Talvez para um Muhammad Ali, que aguentou bem o favoritismo e a predominância física de George Foreman em 1974 no Zaire. Ali ganhou por nocaute. Talvez a luta de boxe mais famosa de todos os tempos.

    O PT está vencendo o combate por pontos nesta eleição, e há bom motivo. A campanha convergiu com o governo de Luiz Inácio Lula da Silva, apoiado por três em cada quatro moradores do país em idade de responder às pesquisas.

    Faltaram pouco mais de três pontinhos para a fatura ser liquidada no primeiro turno. E o segundo turno vem, na política, desenvolvendo-se razoavelmente para o PT, desde que que Marina Silva e o PV decidiram não pender em bloco para nenhum lado. Na teoria, o PSDB precisaria atrair em massa os eleitores da candidata verde no primeiro turno para virar o jogo.

    Mas neste boxe particular da reta final um detalhe chama a atenção e já registrei aqui. Registro de novo. Quem está na frente, o PT, anda estabanado, sem maior capacidade de autocontrole. Já quem vem atrás, o PSDB, exibe mais disciplina e método do que seria natural no contendor que vai perdendo por pontos.

    Um exemplo é o caso dos objetos atirados contra o candidato do PSDB no Rio esta semana, com as consequências conhecidas. O PT tem uma propensão a aceitar bem que certas diferenças políticas sejam resolvidas na base da pressão verbal e física pela “militância”. É visto como elemento constitutivo da luta política. Coisa quase orgânica.

    E vem sendo reforçado por Lula nos últimos dias.

    Mas qual é o limite aceitável para a pressão física ou verbal? Qual é o peso máximo, a consistência, o formato que podem ter os objetos para serem impunemente atirados contra uma candidata, ou candidato, a presidente da República?

    No futebol do Reino Unido, os conflitos nos estádios só tiveram fim, depois de algumas tragédias, quando até as transgressões leves passaram a ser punidas com sanções pesadas. Concluíram que era melhor prevenir do que remediar. Resolveram tão bem que você vê um jogo do Campeonato Inglês pela televisão e nota que ali não há alambrados.

    Aqui não. Infelizmente, os índices de popularidade e o temor de ver seu grupo fora do poder parecem ter levado o presidente da República a um estado de regressão. Sai de cena o Lula produzido pelas décadas de militância sindical e política e entra no palco um Lula irreconhecível. Parecido apenas com alguns adversários que Lula precisou enfrentar no passado.

    E o curioso -como também já escrevi aqui- é notar a emergência desse Lula complicado num cenário não de dificuldade, mas de relativa bonança, de favoritismo. Se há gente que sabe lidar melhor com o fracasso do que com o sucesso, talvez estejamos diante de um exemplo.
    alon

  25. Chesterton said

    A biografia de Dilma Rousseff está no limite da ilegalidade. Quantas vezes, na sua curta vida pública, ela teve que “negar veementemente” a participação em alguma falcatrua, como mostra o Estadão de hoje? Desde o Dossiê contra Fernando Henrique Cardoso e Dona Ruth Cardoso, que reconheceu como sendo um “banco de dados” até o pedido para que a Receita Federal botasse uma pedra sobre uma investigação contra a Quadrilha do Maranhão, passando pelo Dossiê contra Serra e chegando, agora, à acusação feita pelo número 2 do Ministério da Justiça, em gravações transcritas pela revista Veja, de que pressionava um órgão público para que montasse ataques a adversários. Lula, envolvido em “caixa 2” e no mensalão, foi poupado, pois a oposição achou melhor “deixá-lo sangrar”. Não é possível que o país deixe passar mais esta gravíssima acusação contra uma candidata à presidência, cuja biografia está escondida e blindada no cofre do Superior Tribunal Militar, por iniciativa de uma juíza que já foi a ela subordinada e que só está por sua indicação e interveniência. Depois de ter lutado para impor uma Comissão da Verdade, para julgar “crimes cometidos pela ditadura” , ou seja, os crimes dos outros, por que Dilma Rousseff não revela a sua biografia sobre este período? Isto permite que o Brasil pense o pior a seu respeito. Que pode ter “justiçado” ou delatado companheiros, por exemplo. E que as “torturas” que alega ter sofrido tenham sido falsas, apenas para resguardar a biografia de uma delatora. Poupar Lula foi um erro que poderá custar, muito em breve, a nossa própria democracia. É inconcebível que a Oposição permita que uma candidata passe uma vida inteira transgredindo a leia e ainda chegue às vésperas das eleições com um “caixa 2” na sua biografia. Com certeza, hoje, mais de 90% dos brasileiros não sabem que Dilma Rousseff pegou em armas e participou de organizações terroristas que mataram, torturaram e assaltaram. É correto que o Brasil não tenha o direito de concordar ou não com isso? José Serra não está escondendo nada sobre a sua vida. E tem o direito de exigir que Dilma Rousseff faça o mesmo, no horário político eleitoral, na frente de 190 milhões de brasileiros.
    coronel

  26. Chesterton said

  27. Pax said

    Caro Chesterton,

    Respondendo sua pergunta em #14 sobre quem é a ultra-direita

  28. Patriarca da Paciência said

    Caro HRP,

    tanto pela ciência, como pela ética e moral, está mais que provado que Serra não tem o menor escrúpulo e é capaz de qualquer coisa para atingir seus objetivos.

    Ciro Gomes tem toda a razão – Serra passaria com um trator por cima da cabeça da própria mãe, se isto lhe trouxesse algum benefício.

    do outro lado temos a Dilma.

    A mulher, no lugar da agressividade, tende a colocar a convivência amorosa. Em vez da dominação, a companhia afetuosa. A cooperação substitui a concorrência. Portadoras privilegiadas, mas não exclusivas, do cuidado são as mulheres.

    Por Leonardo Boff[23 de outubro de 2010 – 10h51]

    Há duas formas principais de estarmos presentes no mundo: pelo trabalho e pelo cuidado. Como somos seres sem nenhum órgão especializado, à diferença dos animais, temos que trabalhar para sobreviver. Vale dizer, precisamos tirar da natureza tudo o que precisamos. Nessa diligência usamos a razão prática, a criatividade e a tecnologia. Aqui precisamos ser objetivos e efetivos, caso contrário sucumbimos às necessidades. Na história humana, pelo menos no Ocidente, instaurou-se a ditadura do trabalho. Este mais do que obra foi transformado num meio de produção, vendido na forma de salário, implicando concorrência e devastação atroz da natureza e perversa injustiça social. Representantes principais, mas não exclusivos, do modo de ser do trabalho são os homens.

    A segunda forma é o cuidado. Ele tem como centralidade a vida e as relações interpessoais e sociais. Todos somos filhos e filhas do cuidado, porque se nossas mães não tivessem tido infinito cuidado quando nascemos, algumas horas depois teríamos morrido e não estaríamos aqui para escrever sobre estas coisas. O cuidado tem a ver mais com sujeitos que interagem entre si do que com objetos a serem gestionados. O cuidado é um gesto amoroso para com a realidade.

    O cuidado não se opõe ao trabalho. Dá-lhe uma característica própria que é ser feito de tal forma que respeita as coisas e permite que se refaçam. Cuidar significa estar junto das coisas protegendo-as e não sobre elas, dominando-as. Elas nunca são meros meios. Representam valores e símbolos que nos evocam sentimentos de beleza, complexidade e força. Obviamente ocorrem resistências e perplexidades. Mas elas são superadas pela paciência perseverante. A mulher, no lugar da agressividade, tende a colocar a convivência amorosa. Em vez da dominação, a companhia afetuosa. A cooperação substitui a concorrência. Portadoras privilegiadas, mas não exclusivas, do cuidado são as mulheres.

    Desde a mais remota antiguidade, assistimos a um drama de consequêncas funestas: a ruptura entre o trabalho e o cuidado. Desde o neolítico se impôs o trabalho como busca frenética de eficácia e de riqueza. Esse modo de ser submete a mulher, mata o cuidado, liquida a ternura e tensiona as relações humanas. É o império do androcentrismo, do predomínio do homem sobre a natureza e a mulher. Chegamos agora a um impasse fundamental: ou impomos limites à voracidade produtivista e resgatamos o cuidado ou a Terra não aguentará mais.

    Sentimos a urgência de feminilizar as relações, quer dizer, reintroduzir em todos os âmbitos o cuidado especialmente com referência às pessoas mais massacradas (dois terços da humanidade), à natureza devastada e ao mundo da política. A porta de entrada ao universo do cuidado é a razão cordial e sensível que nos permite sentir as feridas da natureza e das pessoas, deixar-se envolver e se mobilizar para a humanização das relações entre todos, sem descurar da colaboração fundamental da razão intrumental-analítica que nos permite sermos eficazes.

    É aqui que vejo a importância de podermos ter providencialmente à frente do governo do Brasil uma mulher como Dilma Rousseff. Ela poderá unir as duas dimensões do trabalho que busca racionalidade e eficácia (a dimensão masculina) e do cuidado que acolhe o mais pobre e sofrido e projeta políticas de inclusão e de recuperação da dignidade (dimensão feminina). Ela possui o caráter de uma grande e eficiente gestora (seu lado de trabalho/masculino) e ao mesmo tempo a capacidade de levar avante com enternecimento e compaixão o projeto de Lula de cuidar dos pobres e dos oprimidos(seu lado de cuidado/feminino). Ela pode realizar o ideal de Gandhi: “política é um gesto amoroso para com o povo”.

    Neste momento dramático da história do Brasil e do mundo é importante que uma mulher exerça o poder como cuidado e serviço. Ela, Dilma, imbuida desta consciência, poderá impor limites ao trabalho devastador e poderá fazer com que o desenvolvimento ansiado se faça com a natureza e não contra ela, com sentido de justiça social, de solidariedade a partir de baixo e de uma fraternidade aberta que inclui todos os povos e a inteira a comunidade de vida.

  29. Chesterton said

    A mulher, no lugar da agressividade, tende a colocar a convivência amorosa.

    chest- alguem chama o Pinel porn favor, Pat endoidou de vez.

  30. Chesterton said

    Pax, católicos ortodoxos aqui no Brasil? Eles não são a Igreja na Russia?

    Essa turma que você aponta nem existe, integralistas? Quem é integralista hoje em dia? Monarquistas? Não tem meia duzia, aliás, o partido cabe numa Kombi. TFP? Onde que eu não vejo?

  31. Patriarca da Paciência said

    Quem diz isso é o frei Leonardo Boff, mas eu concordo totalmente.

    Serra é um fariseu da pior espécie.

    Fica pregando amor e respeito enquanto, por trás, age da maneira mais abjeta possível.

    Serra fica menor a cada dia que passa!

  32. Chesterton said

    http://2.bp.blogspot.com/_2HFE9v9JMGY/TMQti6v6iBI/AAAAAAAALI8/VvUxXpICL7A/s320/Serra.bmp

    olha o hematoma na careca do |Serra

  33. Pax said

    Minha eterna briga com o caro Elias.

    O movimento dos votos
    http://clippingmp.planejamento.gov.br/cadastros/noticias/2010/10/24/o-movimento-dos-votos

    Dica do Noblat

  34. Pax said

    Extra!

    Comprovado ataque contra o candidato. Agora não há mais dúvida. Vejam aos 4 min e 11 seg do vídeo abaixo o momento exato em que a campanha do candidato é atacada.

    Agora, sim, não dá mais para negar.

    De novo, aos 4 min e 11 seg. Vai até os 4 min e 16 seg. Esta é fatal. Pronto, acabou. O militante atacou e impediu o comício do candidato.

    Ferrou. Geral.

  35. Carlão said

    :)DenoREX, aquele que parece, mas não é
    Luiz Zidane Lula da Silva
    Elio Gaspari

    Para ficar na metáfora de Lula, seu comportamento ao comparar o ataque sofrido por José Serra no Rio ao teatrinho do goleiro chileno Roberto Rojas foi semelhante ao do jogador francês Zinedine Zidane quando deu uma cabeçada no zagueiro italiano Materazzi, em 2006.

    Lula deve desculpas a Serra. Chamou-o de mentiroso sem ver os vídeos que reconstituem o incidente. Se os tivesse visto, não teria mentido, pois só uma pessoa desonesta (e as houve, muitas) não via que retratavam dois episódios distintos. Serra foi atingido duas vezes, por uma bola de papel e por um objeto mais pesado. A entrada de Nosso Guia no debate foi um golpe desleal, demagógico.

    Se tivesse ocorrido um “dia da farsa”, com Serra simulando uma agressão, teria havido uma malfeitoria de candidato. Infelizmente, o farsante foi Lula, no exercício da Presidência da República, função que está obrigado a honrar até o dia 1 de janeiro de 2011.

    Lula 65

    Neste final de campanha, Lula levou aos palanques um bordão imperial. Como completa 65 anos na quarta-feira, pediu, em pelo menos três comícios (no Piauí, no Pará¡ e em Goiás), que os eleitores lhe dêem a eleição de Dilma Rousseff de”presente de aniversário”.

    Noves fora a pobreza de associar o mandato de presidente da República a um mimo afetivo, o lance indica o grau de personalismo que Nosso Guia impõem à sua atividade política. Desde o Império, quando se festejava o aniversário de D. Pedro II (2 de dezembro), nunca na História deste país um governante transformou seu aniversário em efeméride política.

    :)Vamo desenhá pra chaparrau

    Lula deve desculpas a Serra
    A entrada de Nosso Guia no debate foi um golpe desleal, demagógico
    Infelizmente, o farsante foi Lula, no exercício da Presidência da República, função que está obrigado a honrar até o dia 1 de janeiro de 2011.
    Noves fora a pobreza de associar o mandato de presidente da República a um mimo afetivo, o lance indica o grau de personalismo que Nosso Guia impõem à sua atividade política

    Como Serra já tinha sido derrotado no 1o.turno…
    ihhh chaparrau…
    lexotan na véia!
    :)

    aposto
    Serra 53% x dilma 47%
    ;) :) :)

  36. Chesterton said

    Denorex é aquele que parece petista mas diz que não é?

  37. Carlão said

    :) DenoREX, aquele que parece, mas não é
    Lula contra Lula
    Gilberto Dimenstein
    Lula tinha tudo para fechar maravilhosamente seu mandato: a economia cresce, a inflação está baixa, batem-se recordes de empregos, melhora a distribuição de renda, milhões de pessoas saem da pobreza. Sua candidata, tirada do anonimato, é a franca favorita. Nesse momento, o único inimigo verdadeiro de Lula é o próprio Lula – um inimigo terrível.

    Raras vezes eu assisti a tamanha falta de compostura de um presidente brasileiro como nesse episódio da agressão a José Serra. Mesmo que tivesse sido apenas uma bola de papel atirada contra o candidato do PSDB, um presidente jamais deveria referendar, mesmo que tacitamente, um gesto desrespeitoso. Depois que se viu, na TV, que era mais do que uma bolinha, Lula continua no ataque, como se não fosse um presidente, mas um chefe de bando.

    Com todo seu prestígio, Lula deveria saber o perigo de determinadas atitudes para a criação de padrões no país. Um presidente é, antes de mais nada, um educador diante de uma gigantesca sala de aula. Nessa sala de aula de aula, ele se comportou não como um professor, mas como um daqueles alunos baderneiros.

    :) Vamo desenhá pra chaparrau

    Raras vezes eu assisti a tamanha falta de compostura de um presidente brasileiro como nesse episódio da agressão a José Serra
    um presidente jamais deveria referendar, mesmo que tacitamente, um gesto desrespeitoso
    Depois que se viu, na TV, que era mais do que uma bolinha, Lula continua no ataque, como se não fosse um presidente, mas um chefe de bando.
    Um presidente é, antes de mais nada, um educador diante de uma gigantesca sala de aula. Nessa sala de aula de aula, ele se comportou não como um professor, mas como um daqueles alunos baderneiros.
    Como Serra já tinha sido derrotado no 1o.turno…

    ihhh chaparrau…
    lexotan na véia!
    :)

    aposto
    Serra 53% x dilma 47%
    ;) :) :)

  38. Zbigniew said

    A Tese da Quinta Onda.

    Reparem vocês. Após diversas balas de pratas, factóides, simulações ridículas, aposta no extremismo religioso, expor a própria mulher e filha num lamaçal de hipocrisia e irregularidades e “elevar” o nível do debate político na campanha, é bem possível que os próximos passos do José Serra e o consórcio midiático sigam este rumo:

    “Os Riscos na Reta Final da Eleição.

    Pesquisas internas do PT – avisa-me um colega muito bem informado – mostram que a diferença entre Dilma e Serra segue a se alargar: nesse fim-de-semana, em votos válidos, o resultado é Dilma 57% x Serra 43%.

    Desde o debate na “Band” – quando partiu para o confronto, e mudou a pauta do segundo turno – a tendência tem sido essa. O que aparece nas pesquisas Ibope, DataFolha e Vox Populi da última semana – que apontam vantagem entre 10 s 12 pontos para Dilma. Só o Sensus trouxe um levantamento diferente, com vantagem de 5 pontos.

    (…)
    Escrevi há alguns dias um texto sobre as “Cinco Ondas” da campanha negativa contra Dilma. O texto está aqui. O desdobramento final dessa campanha de medo e boatos (ou seja, a ”Quinta Onda”) seria ”mostrar” ao eleitor que a “Dilma terrorista” e o “PT contra as liberdades” não são apenas boatos. A Quinta Onda, pra dar resultado, precisa gerar fatos. Não pode viver só de boatos.

    Serra parece ter chegado à Quinta Onda, com o factóide da bolinha de papel em Campo Grande. Caiu no ridículo, é verdade. Mas a mensagem que interessa a ele segue no ar (especialmente na Globo): “os petistas agridem, são violentos”.

    Por isso, o grande risco dessa reta final é a criação de um factóide de maior gravidade: temo muito pelo que possa acontecer no Rio nesse domingo, com passeatas do PT e PSDB marcadas para o mesmo dia (felizmente, o PT mandou cancelar qualquer atividade na zona sul, onde os tucanos vão marchar).

    Serra precisa de tumulto, de militantes tucanos feridos. Ou até de uma agressão mais grave contra ele mesmo. Imaginem só, entrar na última semana de eleição com essa pauta: “PT violento”, “a turma da Dilma é terrorista”. Imaginem Serra com um curativo na cabeça no debate da Globo!

    A emissora dirigida por Ali Kamel já mostrou que não terá limites na tarefa de reverberar a onda serrista – seja ela qual for.

    Serra quer criar tumulto. Serra precisa do tumulto. Só o tumulto salva Serra.
    (…)”

    http://www.rodrigovianna.com.br/palavra-minha/os-riscos-na-reta-final-da-eleicao.html#more-4623

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: