políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Procurador liga Lula ao mensalão

Posted by Pax em 09/05/2011

Segundo Manoel Pestana, procurador da República no RS, o envio de mais de 10 milhões de cartas para aposentados do INSS fez com que o BMG, o principal banco por onde circulou o dinheiro do mensalão do PT, lucrasse mais que a Caixa Econômica Federal naquele período.

As cartas eram assinadas por Lula.

Manoel Pestana enviou representação para o procurador geral da República, Roberto Gurgel, pedindo a responsabilização criminal do ex-presidente pela existência do mensalão.

Leia no site Congresso em Foco:

Procurador gaúcho responsabiliza Lula por mensalão

No último dia 17 de abril, o procurador da República Manoel Pastana encaminhou ao procurador geral da República representação em que responsabiliza o ex-presidente pela existência do mensalão

Rudolfo Lago

Ao fazer a investigação e elaborar a peça acusatória que baseia a ação penal sobre o mensalão, que tramita no Supremo Tribunal Federal, a Procuradoria Geral da República livrou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de responsabilidade sobre os fatos que marcaram o seu primeiro mandato. O procurador da República no Rio Grande do Sul Manoel Pastana, no entanto, agora quer modificar essa situação. No dia 17 de abril, ele encaminhou ao procurador geral da República, Roberto Gurgel, uma representação em que pede a responsabilização criminal de Lula pela existência do mensalão. O Congresso em Foco teve acesso exclusivo à representação.

Para Pastana, há provas da responsabilidade do ex-presidente na montagem do esquema de captação e distribuição de recursos para aliados que ficou conhecido como mensalão. A assessoria de Lula foi procurada, mas não prestou nenhum esclarecimento à reportagem do Congresso em Foco.

As provas, segundo Pastana, vêm de um conjunto de acontecimentos e atos do governo Lula iniciados em setembro de 2003, que se estenderam até setembro de 2004. Nesse período, o governo criou as condições para o BMG – banco por onde circulou o dinheiro do mensalão, pelas contas do publicitário Marcos Valério de Souza – administrar crédito consignado para aposentados da Previdência, faturando R$ 3 bilhões. (continua no Congresso em Foco…)

Anúncios

64 Respostas to “Procurador liga Lula ao mensalão”

  1. Daniel said

    A ex governadora Yeda, foi “malandra” em tucanizar o judiciário gaúcho antes de levar um ‘bico nos fundilhos’ pelas urnas do último pleito.

  2. Carlão said


    Cartas da Previdência/Presidência

    De acordo com Pastana, as provas que responsabilizam Lula vêm do conjunto de atitudes do governo que culminaram com o envio, em setembro de 2004, de mais de dez milhões de cartas a aposentados do INSS. As cartas, com timbre da Presidência e assinadas pelo próprio Lula e por Amir Lando, informavam sobre a existência do sistema de crédito consignado administrado pelo BMG. Como consequência, o banco, com apenas dez agências no país, faturou mais de R$ 3 bilhões em contratos de empréstimos com os aposentados. Além do BMG, o único banco habilitado a também operar tais empréstimos era a Caixa Econômica Federal, que tem mais de duas mil agências espalhadas pelo país. Graças à carta de Lula, o BMG obteve lucro maior que a Caixa.

    É mentira.
    Ele não sabia.Ele assinou sem ler!
    é falência da Oposição.
    ou não?
    hehehe

  3. Carlão said

    ERA DA MEDIOCRIDADE 3

    Nos EUA acabaram prendendo Al Capone por sonegação de Imposto de Renda.
    Um crime relativamente menor em face da culpabilidade presumida do mafioso.
    Como lula será preso aqui ainda permanece obscuro. Por que ninguém quer saber/apurar o que aconteceu na verdade.
    O Brasil se vendeu por um “prato de lentilhas” incerto e não sabido.
    Os maravilhosos serviços sociais do governo de 8 anos não conseguiram
    localizar nada menos que ~16 milhões de pessoas em situação de extrema pobreza.
    Falta Vergonha!
    ***
    Neguinho por aqui já está acusando pra surpresa de todos – os tucanos, o mordomo da história de terror, de forma extremamente astuta e inconsequente. Foi a Ieda.
    É. A corrupção deve aumentar muito antes que a verdade apareça.
    Infelizmente.
    Nunca antes neste país, planeta ou Sistema Solar…existiu “almoço grátis”
    O PT inventou!
    Aperfeiçoou!
    O PT inventou a corrupção inocente!
    LULALAH é Deus. O PT é seu único profeta.
    VIRAMOS MUÇULMANOS MENTAIS!

  4. Patriarca da Paciência said

    O Lula escreveu cartas para 10 milhões de aposentados “recomendando” que fizessem empréstimo consignado no BMG?

    Não combina com o Lula nem com qualquer política de mínimo bom senso!

    O Pestana, ou o sobrancelha do PSDB, vai ter que arrumar outra.

    Mas as suas acusações retumbarão pela “grande mídia” por um bom tempo.

    Enquanto isso, nada sobre a embriaguês ou o dirigir sem carteira do Aécio Neves.

    É isso que a “grande mídia” entende por “liberdade de imprensa”.

  5. Chesterton said

    O Lula escreveu cartas para 10 milhões de aposentados “recomendando” que fizessem empréstimo consignado no BMG?

    chest- assim não dá, é burrice demais…

  6. Chesterton said

    1 – Lula e o então ministro da Previdência, Amir Lando, enviaram quase 11 milhões de cartas a segurados da Previdência instando-os a tomar empréstimos para desconto em folha de pagamento — o BMG era um dos bancos que faziam esse tipo de operação. A Procuradoria da República do Distrito Federal move uma ação de improbidade administrativa contra Lula e Lando por conta dessas cartas, que foram consideradas ilegais. O custo da produção e postagem foi R$ 9.526.070,54.

    chest- é do blog do RA, pode?

  7. Elias said

    Pax,

    Você leu a representação do gaúcho?

    Fraquinha, né?

    Mas o cara já ganhou os 15 minutos, porque o pólo passivo é Lula.

    Se o procurador realemente fizesse o trabalho que ele tem pra fazer, e que se acumula aos montes nas mesas dos procuradores de todo o país, quem saberia quem é “Pestana”?

    Cílios?

    O INSS — leia-se: escalões intermediários do INSS — instituiu a regra de que só os bancos pagadores de benefícios poderiam emprestar dinheiro aos aposentados.

    Sabe por quê? Simplemente pra não ter o trabalho de processar o desconto em folha. Na prática, estava transferindo esse trabalho pro banco emprestador.

    Ora, se o empréstimo é consignado, a exigência do INSS era absurda.

    Qualquer pessoa jurídica autorizada a emprestar dinheiro no país, querendo, tem o direito de emprestar dinheiro ao aposentado.

    Não só o banco BMG. Qualquer outro, mesmo não fazendo parte da rede de pagadores de benefícios, deve ter esse direito.

    Sei não… Do ponto de vista estritamente técnico, acho difícil qualificar como ilegal o decreto do Presidente.

    Ilegal era o parecer do INSS, que o decreto presidencial fulminou.

    Qual a base legal do INSS, pra estabelecer que só os pagadores de benefícios podem emprestar dinheiro aos aposentados?

    Eu pergunto aos liberais: e a liberdade de empreender, como fica nessa história?

    Existe, alguma lei que autorize a restrição imposta pelo INSS?

    Ao que eu saiba, não.

    Compreendo as motivações político-partidárias do Pestana.

    Agora, na condição de integrante da verdadeira oposição brasileira, compartilho com ele essas motivações.

    A gente vê tamanha inércia, tamanha apatia, nos partidos de oposição, que tem vontade de fazer alguma coisa pra romper com o marasmo.

    Só que a ajudação do Pastana pode se revelar deverasmente atrapalhante.

    Ele deveria procurar uma alternativa mais consistente.

    Daqui a pouco os 15 minutos passam e ele pode acabar como um cavaleiro esfarrapado da triste figura.

    Ningu~em vai falar abertamente, mas, à boca pequena, pode acabar incluído na lista dos incompetentes…

    De qualquer forma, ele fez o lance dele. Vamos ver no que dá…

  8. Pax said

    Caro Chesterton, em #6

    Se é do RA pode? Pode, sim, afinal o cara é jornalista. Mas é como PHA, como já disse, com estilo e lado diferente. Ou seja, dentro várias coisas que escreve, algumas são puras viagens, alucinações, histerias etc. E aí o cara resvala de novo e solta outra dessas. O que acontece? No meio das coisas certas que ele eventualmente escreve você já fica com pé atrás se não é outra dessas jornadas psicoalucinógena.

    E mais, quando o cara fala algo que é correto, é fato, sabemos que, como cabo eleitoral muito mal e porcamente disfarçado, ele é tendencioso em 110% das vezes.

    Chato né? É. Igualzinho o PHA.

    Caro Elias, em #7,

    Ok, podemos questionar um bocado a tal representação, questionar se o cara tem ou não vínculos com a Yeda como o caro Daniel (muito prazer) alega etc etc. Claro que podemos. Não só podemos como devemos.

    Mas, por outro lado, por favor, vamos seguir um raciocínio bem simples:

    – Em 2005 o escândalo estourou.
    – E apareceram fatos suficientes para que se tomasse nojo de muita coisa. (você mesmo, me corrija se estiver extrapolando, ficou muito incomodado).
    – Foi um segura daqui e um segura de lá que acabaram segurando o governo. De novo, com uma oposição daquelas, quem mesmo iria fazer algo realmente punjente?
    – Tava todo mundo, digamos do alto do comando, o presidente do partido, o grão-duque, o china etc etc metido de alguma forma, ou, em outras palavras, com as cuecas sujas. Ou muito sujas, ou meladas, mesmo que de raspão. (lembra, coisa de 50 mil um, 20 mil outro professor, outro ex-presidente da Camara, coisa pouca… mas mela cueca sim senhor).

    e agora imaginar que o bichão não sabia de nada?

    Well, podemos aprovar um monte de coisas, um governo que mudou o país aproveitando uma boa onda do outro que também fez coisas boas e coisas ruins etc etc etc, mas passar a mão na cabeça pra qualquer coisa? Bem, peço que me incluam fora deste movimento.

    Lula e FHC que recebam todos os louros de seus sucessos, sim, mas que paguem por todas suas melequices também.

    Com procurador bom ou procurador bundão. Tanto faz.

  9. Elias said

    Pax,

    Você conhece minha opinião — e eu a sua — sobre mensalão, mensalinhos e mensaleiros.

    Essa é uma questão.

    Outra, é o trabalho político que a oposição tem que fazer, se quiser voltar ao poder.

    Agora, um Procurador da República não é um político profissional.

    Se quiser fazer política partidária, que faça como fizeram todos os procuradores que fizeram essa opção: afaste-se do emprego e meta os peitos.

    Concorra a um cargo eletivo e mostre do que é capaz.

    Se preferir continuar como Procurador, tudo bem.

    Mas então, como procurador, que procure algo útil pra fazer.

    O Procurador é o fiscal da lei. Ele deve se mover a partir de critérios legais.

    Eu pergunto: na inicial do Pestana, ele menciona qual foi a lei que o Lula infringiu, quando assinou o decreto que faculta a qualquer banco o direito de emprestar dinheiro a aposentado, independentemente desse banco ser ou não pagador de benefícios?

    Não lembro de ter visto isso, na inicial. Ele fez? Citou a lei ou a disposição legal que foi violada?

    Você linkou a íntegra da representação. Vários aqui a leram.

    Então, mantenho a pergunta: qual a lei violada por Lula, quando assinou o tal decreto?

    Se violou alguma lei, por que diabos Procurador não a mencionou, em sua inicial?

    Se não violou, que diabos o Procurador pensa que está fazendo?

    Afinal, ele é um Procurador. A razão de ser da ocupação dele é a fiscalização do cumprimento da lei. O Procurador existe pra isso. Pra fiscalizar o cumprimento da lei.

    Ou não?

  10. Patriarca da Paciência said

    Meu caro Elias,

    realmente a “representação” do promotor pestana é uma pura peça de retórica que não tem a mínima chance de prosperar.

    Exagera nos fatos e nos adjetivos, tal como um jurista de botequim.

    Acho que o Lula sim, tem bom material para promover um processo contra o tal pestana.

    Veja um trecho:

    “Por ano, cada brasileiro trabalha cerca de seis meses apenas para pagar impostos. Essa carga tributária é exagerada, absurda para os padrões de um país como o Brasil (altas cargas tributárias são comuns em países ricos. Aqui, contudo, a carga é tão alta que são raros os países ricos que têm carga tributária semelhante a nossa”.

    Tal na cara que o procurador não tem muito compromisso com a exatidão dos fatos.

  11. Patriarca da Paciência said

    O procurador pestana afirma, categoricamente, que o brasileiro paga 50% da sua renda como impostos.

    Acho que algumas entidades continuarão a levar a séria a “representação” do procurador pestana, tal como Veja, Reinaldinho Cabeção e o Chesterton.

  12. Elias said

    Pois é Patriarca,

    Se o negócio é política partidária, pode-se estabelecer as mais diferentes ligações. Pode-se fazer ilações, etc. E, possivelmente, algumas terão fundamento.

    Mas, para um Procurador da República acusar formalmente um Presidente da República, é necessário muito mais que isso.

    A coisa tem que ser mais técnica: houve ilegalidade? Qual? Objetivamente, que lei foi violada?

    Li a inicial do cara muito rapidamente. Ainda não tive tempo para uma leitura mais demorada.

    Até o momento, achei uma merda!

    Nunca imaginei que um Procurador da República pudesse produzir um documento tão burro.

    A meu pensar, ele fez uma grande besteira. Vai ser fácil desmoralizá-lo. Daí por diante, qualquer coisa que ele faça ou diga, passará a ser encarada com reserva.

    Até onde lembro, o malhor argumento dele é o da urgência irrelevante, como fundamento pra MP.

    Só que ele demorou muito pra descobrir isso.

    Agora, depois que a MP virou lei?

    Parece um personagem de um antigo programa de humor da Globo.

    O cara tinha respostas geniais pra quem o importunava, agredia ou ofendia.

    Mas ele só arranjava essas respostas muito tempo depois que tudo acontecia.

    Na hora do vamos ver, ele só sabia dizer: “Ah é… é?”

    A cara do Pastana…

  13. Pax said

    Então, caro Elias, em #9

    De novo recorro aos ditos populares: calça de veludo ou bunda de fora !!!

    Ou, apelando aos romanos, vamos ao exemplo de Calpurnia Pisonis, aquela sobre a qual saiu, segundo me parece, o famoso dito romano:

    à mulher de Cesar não basta ser honesta, tem que parecer honesta.

    Por essas e outras que fico realmente incomodado quando vejo uma notícia como a dos passaportes dos filhores do Lula. Não porque um ou outro, porque um histérico de um tio metido a jornalista fala alguma coisa. Nada disso. Falo porque Lula deveria conhecer a história de Calpurnia de cor e salteado.

    É o que dá, é por isso que insisto na tecla que a falta de oposição é uma enorme ameaça ao próprio PT. Neguinho (e branquinho também), acha que tudo pode.

    Só falta agora o Silvinho entender que deve abrir uma estatal automobilística pra fabricar Land Rover Tupiniquim.

    Putz.

    (a estrada me espera, mas volto em breve)

  14. Elias said

    Aliás, não é “Pastana”. É “Pestana”. Cílios.

    Depois de desconstruído, vai ser descartado pela própria oposição como cílios postiços estragados.

  15. Elias said

    Pax,

    Uma correção: não foi sobre Calpúrnia, foi sobre Pompéia.

    Calpúrnia era uma mulher austera, segundo consta.

    Já Pompéia não. Ela se casara com César como parte de um acordo político. Mas nunca foi muito com a cara dele e vice versa.

    Lá pelas tantas, ela começou a cornear Júlio César com um cidadão chamado Clódio.

    Numa festa ritualística, na casa de César, da qual só mulheres podiam participar, o tal Clódio se disfarçou de mulher, pra passar um dia se divertindo com Pompéia.

    O ricardão foi descoberto por outras mulheres e expulso da festa. Aí estourou o escândalo.

    César repudiou Pompéia e se divorciou dela. Ao mesmo tempo, se recusou a testemunhar contra ela em juízo (evitando assim que ela fosse condenada à morte).

    Interpelado em juízo porque se recusava a testemunhar contra ela, se a havia repudiado, César saiu-se com a frase famosa: entre os dele, exigia-se que não só fossem honestos, mas também que parecessem honestos (segundo Suetônio, ele nunca se referiu expressamente à “mulher de César”).

  16. iconoclastas said

    muito oportuno.

    não vai dar em nada, mas pelo menos apareceu alguém competente (lesado, atenta para o significado) para formalizar o que já se sabe desde sempre. a próxima pode ser com relação a mudança da lei geral das comunicações, e depois ainda tem lote de picaretagem que pode até chegar na atual mandatária…

    ;^/

  17. Elias said

    E veja, Pax:

    Eu nem sabia da ligação do Pestana com Yeda cruz credo!

    Só estou dizendo que, do ponto de vista técnico, a inicial dele tá mal feita pra caramba.

    Um saco vazio.

    Um documento burro.

    Nunca tinha visto um procurador acusar alguém do cometimento de uma ilegalidade, sem citar a lei ou dispositivo legal que supostamente foi violado.

    Não fosse o corporativismo, acho que nem se deveria dar a conhecer da inicial.

    Ela deveria ser devolvida pro cara ser mais específico, e mencionar expressamente de que ilegalidade ele acusa o então Presidente da República.

    Um indivíduo assim só atrapalha a oposição, da qual eu agora faço parte.

    Vai trabalhar mal assim na baixa da égua!

    Numa empresa privada, um advogado assim seria sumariamente demitido por incompetência.

  18. Carlão said

    Boa novidade na WEB:

    http://www.joseserra.com.br/

  19. Chesterton said

    pois, é, mas enquanto o Reinaldão joga para o conhecimento publico os deslizes criminais de Lula et caterva, PHA os esconde, os acoberta.
    São opostos nesse sentido.
    Alias, gostaria que me apontasse, de verdade, onde estão os tais gritos histéricos do teu titio.

  20. Chesterton said

    a Folha:
    Ao passar para a reserva ontem, em solenidade no Quartel-General do Exército, o general Augusto Heleno recorreu à memória do pai, que foi coronel e morreu quando ele era tenente, para defender a ação das Forças Armadas em 1964 “contra a comunização do país”. Dirigindo-se ao pai, disse: “Lutastes, em 1964, contra a comunização do país e me ensinastes a identificar e repudiar os que se valem das liberdades democráticas para tentar impor um regime totalitário, de qualquer matiz”.Polêmico e respeitado entre os militares, Heleno foi o primeiro comandante brasileiro da Força de Paz da ONU no Haiti e comandante do Exército na Amazônia, uma das vagas mais disputadas.

  21. Chesterton said

    Elias, você é Lula, mas foi para a oposição?

  22. Chesterton said

    http://www.implicante.org/noticias/ministra-da-cultura-autorizou-sobrinha-cantora-a-captar-r-19-mi/

    chest- O Implicante pode, pax?

  23. Chesterton said

    http://selvabrasilis.blogspot.com/2011/05/nelson-jobim-consegue-ser-pior-do-que.html

    chest- e o hilário do Selva, pode?

  24. Chesterton said

    e Lula ainda fica lambendo as botas desse fdp

    http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/chavez-prometeu-us-300-mi-as-farc-e-ainda-deu-calote

  25. Carlão said

    Chest
    esquece, o Pax sofre de “sindrome de luis nassif”
    Delenda veja na veia!
    O jornalista que ganha dinheiro como empresário de serviços ao governo!
    Membro fundador da chamada esgotosfera.
    hehehe

  26. Chesterton said

    http://townhall.com/columnists/thomassowell/2011/05/10/the_education_mantra

    chest- esse é oc ara

    Carlão, o Elias já é oposição, só falta o pax largar a Chapa Branca.

  27. Chesterton said

    Francisco Basílio, humilde servidor da Infraero que devolveu US$ 10 mil perdidos por um turista no aeroporto de Brasília, foi levado ao Palácio do Planalto para um factóide: posar diante da imprensa ao lado do então presidente Lula. Ao saudar o visitante, Lula deu vexame:
    – …o normal era ele ficar com o dinheiro!
    Do alto de sua dignidade, seu Francisco observou, humilde e firme:
    – Não, senhor… Eu não quero nada que não seja meu.

  28. Elias said

    Chester,

    Eu não sou da oposição. Eu sou da OPOSIÇÃO.

    Já que o negócio é teoria da conspiração, vou entrar com a minha: esse pessoal tipo Reinaldo Azevedo, Coturno, Pestana, etc., é gente contratada pelo PT pra desmoralizar a oposição.

    Tenho absoluta certeza de que a Yeda Crusius foi paga a peso de ouro pra ferrar com o PSDB no Rio Grande. Essa m… de governo que ela fez foi de caso pensado. Foi tudo combinado…

    Também tenho certeza de que o Procurador Pestana faz parte de um complô.

    Qual é a dele? Manter Lula no noticiário, ora…

    Ele faz uma acusação estapafúrdia e imbecil. Lula vai pras manchetes, pros blogs….

    Aí os advogados do Lula mostram que a acusação dele é estapafúrdia e imbecil. Novamente Lula nas manchetes, nos blogs… agora dizendo que ele é inocente.

    E o prestígio do Lula continua lá no alto…

    Esses caras não me enganam. Ninguém é tão burro assim… Eles estão decididamente empenhados em desmoralizar definitivamente a oposição.

    Conclamo os membros da OPOSIÇÃO a meter o pé na bunda dessa gentalha.

    Vamos fazer OPOSIÇÃO, ou seja, oposição inteligente, coerente e conseqüente, pra acabar com a hegemonia petista!

  29. Pax said

    Caro Elias,

    Você disse acima:

    Já que o negócio é teoria da conspiração, vou entrar com a minha: esse pessoal tipo Reinaldo Azevedo, Coturno, Pestana, etc., é gente contratada pelo PT pra desmoralizar a oposição.

    E eu peço para meiarmos a autoria.

    Ao menos do tio histérico já disse isso algumas vezes. Outro, ainda mais conhecido, é o Diogo Mainardi. Já ouvi até amigos tucanos afirmando que não aguentam o cara.

    O tal mentor, o rei espiritual deles, o Olavo do Cara… digo, de Carvalho, esse é um mero desconhecido geral, somente gente que quer se aprimorar na babaquarice geral é que chega nele.

    Enfim. Este é o arcabouço da nossa oposição.

    O que dá?

    Bem, lá na ponta final dá no Sarney mandando no governo, se quisermos carregar nas tintas. Mas é isso mesmo, é nisso que dá.

    Há dias que algum desânimo se apossa, ainda mais quando a síndrome de abstinência da nicotina me faz abrir outra bala pra disfarçar. Putz, e dizem que não há droga pesada sendo vendida livremente no Brasil.
    (basta ir à esquina e comprar um maço, ou entrar no Senado e olhar um naco)

  30. Chesterton said

    não adianta chiar, Lula é um canalha, tudo que o Olavão acusava o PT e Lula se provou verdade, Lula é um vigarista , escroque internacional, cumplice ativo de bandidos da pior espécie, no mediterraneo sul e na AL.
    O Lulinha de vocês finalmente vai ser desmascarado.
    Em resumo, ces sifulderian.

  31. Elias said

    Pax,

    Verdade. Há muito tempo você vem alertando contra o Reynaldo Azevedo e o papel deletério, a influência nociva dele para a oposição.

    Como integrante da OPOSIÇÃO, ou seja, da verdadeira oposição brasileira, vou, ainda hoje, iniciar a elaboração de uma lista de proscrições.

    Estou convencido de que essa gentalha trabalha a soldo pro PT, com objetivo de desmoralizar a oposição, que está se esfrangalhando, conforme previ, no ano passado, em vários comentários aqui no PolíticAética.

    Menos mal. O Brasil não precisa de oposição. Precisa de OPOSIÇÃO. E isso ele já tem, felizmente (e eu me orgulho de fazer parte dela).

    Aliás, Pax, por que você não ingressa na OPOSIÇÃO?

    No campo da OPOSIÇÃO, gente inteligente e honrada como você é sempre muito bem vinda!

  32. Chesterton said

    Pax, na oposição, sonho de uma noite de verão.

  33. Elias said

    Chesterton,

    Não é na “oposição”. É na OPOSIÇÃO.

    “oposição” é essa massa disforme, sem eira nem beira, que está sendo esculhambada por gente como Serra, Yeda, Reynaldo, Pestana…

    A “oposição” não tem futuro.

  34. Chesterton said

    claro, Elias, você na oposição a torna maiúscula, suas idéias geniais a farão milagrosa, trarão luz ao povo….enfermeiro, pode levar de volta a enfermaria.

  35. Elias said

    Chesterton,

    Já sei. Preferes continuar na “oposição”.

    Típico…

    É por causa de gente como tu que a “oposição” se tornou aquilo que hoje ela é…

    Melhor que fiques onde estás.

    Nós, da OPOSIÇÃO, usaremos vocês, da “oposição”, como contra-exemplos para os mais jovens.

    Tipo: “Não faça isso, garota, ou você ficará igual ao Chesterton…”.

  36. Chesterton said

    enfermeiro, traga a camisa-de-força.

  37. iconoclastas said

    meu anfitrião, eu chuto que o xarope RA nunca sonhou, nem em seus devaneios mais ególatras, obter essa aura célebre que vc lhe confere.

    qt obsessão…

    agora, qd vc olha para SP, o estado mais rico e instruído, onde mais lê Veja e há mais acessos a internet, o RA é situação, e vai completar 20 anos assim… vc crê que ele tem algo a ver com a longevidade tucana no estado?

    enquanto isso:

    “Política
    Dilma libera dinheiro e alegra prefeitos

    Ilimar Franco, Maria Lima e Luiza Damé, O Globo”

    é assim que se faz…

    ;^/

  38. Chesterton said

    Etiqueta de roupa íntima terá de alertar sobre câncer

    Por Larissa Guimarães:
    Roupas íntimas terão de ser vendidas no Brasil com etiquetas que alertarão contra os cânceres de mama, colo de útero e próstata. O projeto de lei que prevê a nova regra foi aprovado ontem de forma conclusiva pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados. Como o projeto já havia passado pelo Senado, o texto seguirá para a sanção presidencial, caso não haja recursos no prazo de cinco dias. Pela proposta, as cuecas de tamanho adulto terão de trazer uma etiqueta com advertência sobre a importância do exame de câncer de próstata para os homens com mais de 40 anos.

    chest- não que as esquerdas não tentem diariamente tornar o Brasil um manicômio a céu aberto……

  39. Chesterton said

    http://www.slate.com/features/www.thefinaledition.com/index.html

  40. Elias said

    “Aliás, é bem provável que parte dessas demissões tenha ocorrido porque os servidores punidos se opuseram a práticas criminosas e foram perseguidos. Conforme registrado e demonstrado nesta peça, em 2004, a Coordenadora-Geral de Benefícios do INSS foi exonerada porque se recusou a publicar o convênio fraudulento, que proporcionou ao banco BMG faturar mais de três bilhões de reais em empréstimos a aposentados e pensionistas. Esse banco é suspeito de ter participado do esquema do mensalão.” (Pestana)

    Alguém precisa, urgentemente, explicar ao Pestana, Procurador da República, a diferença entre “exonerar” e “demitir”.

    Nada, não. Agora não tem mais jeito. Mas, se alguém fizer essa caridade, no futuro ele não vai mais confundir pato no tucupi com entupir o cu do pato…

  41. Elias said

    “O banco suspeito, ou melhor, suspeitíssimo, celebrou 1.431.441 (um milhão, quatrocentos e trinta e um mil, quatrocentos e quarenta e um) contratos de empréstimos do mesmo perfil financeiro, com faturamento de R$ 3.027.363.821,06 (três bilhões, vinte e sete milhões, trezentos e sessenta e três mil, oitocentos e vinte um reais e seis centavos), isso até agosto de 2005.” (Pestana)

    JÁ SEI! Lula e o PT subornaram 1.431.441 (um milhão, quatrocentos e trinta e uma mil, quatrocentos e quarenta e uma) pessoas, para que estas pedissem e obtivessem empréstimos no BMG.

    Afinal, se elas não fossem àquele banco pedir empréstimo, o esquemão simplesmente não funcionaria.

  42. Elias said

    “…o empréstimo poderá ser concedido por qualquer instituição consignatária, independentemente de ser ou não responsável pelo pagamento do benefício.” (Decreto Federal nº 5.180/2004, art. 1º, inciso VI, citado pelo Pestana)

    Ora, se o decreto diz que “o empréstimo poderá ser concedido por QUALQUER instituição consignatária”, ele SÓ PODE estar se referindo ao BMG.

    Todos os brasileiros — principalmente o Pestana — sabem que, quando um documento público usa a expressão “QUALQUER instituição”, ele necessariamente está se referindo ao BMG…

    No caso concreto, a vinculação é ainda mais evidente e imediata: afinal, o BMG era o único banco brasileiro que não integrava a rede de pagadores de benefícios do INSS e… ah, não era o único? Existem muitos outros bancos na mesma situação? Esses outros bancos também estão emprestando dinheiro a aposentados?

    Ora, então… é que… sei lá, entende?

    Tá entendendo, Chester?

    Ou esse cara tá fazendo o que pode pra ferrar com vocês, a “oposição”, ou não dá pra entender o que ele pretende.

  43. Chesterton said

    Lula vai sendo desmascarado. Afinal, você é Lula ou oposição (OPOSIÇÂO)?

  44. Chesterton said

    http://bdadolfo.blogspot.com/2011/05/crescimento-economico-e-meritocracia.html

    só para o PAX.

  45. Carlão said

    ERA DA MERDICRIDADE 4
    – Comentário do Noblat

    A boa gerente que há 8 anos está sendo enrolada

    Muito interessante a nota publicada, ontem, sob o título “Paciência no limite”, por Renata Lo Prete na coluna Painel, da Folha de S. Paulo.

    Dá conta da contrariedade da presidente Dilma Rousseff com a Infraero, agora comandada por Gustavo Valle. Renata escreveu que em recente reunião sobre aeroportos, Dilma, por mais de uma vez, foi ríspida com os diretores Jaime Parreira (Engenharia) e João Márcio Jordão (Operações).

    Dilma disse assim a certa altura do encontro:

    – Vocês estão me enrolando há oito anos.

    Em outro momento, dirigindo-se a Gustavo Valle, afirmou:

    – Quando chamei o senhor para o cargo, sabia que não entendia de aeroportos. Mas se passaram semanas.

    O episódio contraria a fama de gerente eficiente angariada por Dilma.

    Como um gerente eficiente pode ser enrolado durante oito anos? E como nomeia para um cargo alguém que sabe de antemão que não entende do traçado?

    Interessante.
    ***
    EU ACHO TRISTE !

  46. Carlão said

    ERA DA MERDICRIDADE 5
    CHORORÔ DE PETRALHA ARREPENDIDO:

    Política
    Mensalão e pragmatismo político

    O fantasma do Mensalão ronda a cena política brasileira, podendo ressuscitar inclusive o fôlego do tucanato. Desta vez o flanco aberto não vem da política profissional, mas sim de um Procurador da República no Rio Grande do Sul, Manoel Pastana, representando contra Luiz Inácio Lula da Silva.

    O ex-Presidente é alvo de uma ação de improbidade administrativa onde supostamente teria favorecido o Banco BMG para operar empréstimos consignados a aposentados e pensionistas do INSS.

    Ao invés de fazer coro com a oposição que está mais à direita do governo de turno, entendo haver a necessidade de uma reflexão sobre o episódio.

    Refletir implica em compreender desse processo qual sua relevância. Se as acusações forem provadas como verdadeiras, o fato em si caracteriza uma relação promíscua entre Estado e empresas, onde se entende que os custos transacionais de negociações significam um comportamento político no mínimo pouco ou nada republicano.

    Até aí nenhuma novidade para a política brasileira, com a exceção dos protagonistas, então neófitos no Planalto e supostamente portadores de atitude distinta perante a coisa pública.

    O cinismo de se aceitar as regras do jogo e a aliança com alguns jogadores para mudar aspectos secundários do próprio jogo resulta em pragmatismo político.

    O problema do pragmatismo político supera qualquer situação de conflito ideológico. A ação pragmática repete o antigo slogan de “não importa a cor do gato, importa que ele coma os ratos”.

    Ledo engano. Quando um “gato” se parece tanto ao gato anterior que torna impossível diferenciá-los, é porque o mais antigo conseguiu reproduzir seu padrão de comportamento no novato, impedindo a renovação de quadros e estruturas.

    Ou então é pior, como demonstra Norberto Bobbio, dá-se a renovação para perpetuação.

    Ao incorporar métodos dos adversários, uma agrupação política deixa de ser o que era quando se constituiu para tornar-se igual ou semelhante aos que mais combatiam.

    Este conceito, o de mimetismo como reforço da permanência de uma cultura política paroquiana, patrimonialista e marcada por relações de clientela, é a tumba de qualquer transformação radical na sociedade brasileira.

    A tal da governabilidade no modelo de presidencialismo de coalizão cobra seu preço batizando o processo político, recrutando personagens do governo FHC e blindando os cardeais no Congresso, incluindo aqueles que serviram como braços civis de apoio da ditadura.

    Este é o aprendizado político do episódio do Mensalão.

    Bruno Lima Rocha é cientista político
    (www.estrategiaeanalise.com.br /blimarocha@gmail.com)

    A CULPA É DO PASSADO !
    e o pt se cagou de medo de mudar o que estava funcionando bem…
    e nada mais fez, alem de adorar o chefe infalível.
    Ele nunca soube de nada e assinava sem ler.
    CORROMPERAM-SE TODOS!

    EU ACHO TRISTE !

  47. Carlão said

    ERA DA MERDICRIDADE 6
    Elias
    E se vovó fosse vovô?
    hahaha
    E pense na seguinte frase do autor colado no #46

    Este conceito, o de mimetismo como reforço da permanência de uma cultura política paroquiana, patrimonialista e marcada por relações de clientela, é a tumba de qualquer transformação radical na sociedade brasileira.

    Dilma é mais do mesmo.lula FOI e É mais do mesmo !!!
    VOCÊ ESTÁ FELIZ COM ISSO?
    eu não.

    EU ACHO TRISTE !

  48. Pax said

    10 horas sem internet, mensalidade de mais de R$ 450,00
    200 kbps nominal de link
    real muito menos que isso
    pra upload a coisa, então, fica desesperadora

    é a Embratel
    privada
    e controlada
    pela ANATEL

    pois é

    é assim

  49. Chesterton said

    tem concorrente?

  50. Pax said

    Como diria Amy Winehouse no no no .

    Mas se você quiser sensibilizar a Anatel que a coisa está errada, fique à vontade.

  51. Pax said

    Aliás, caro Chesterton, velho e bom Chesterton, um off topic,

    conheces a Adele?

    Saca só

  52. Pax said

    Não foi ninguém do PT, por enquanto, mas se isso acontecer, será o cúmulo


    Armação ilimitada
    Dora Kramer
    O Estado de S. Paulo – 12/05/2011

    Quando se pensa que não falta mais nada para acontecer em matéria de descaramento, aparece alguém para apresentar uma prova em contrário.

    Dois réus do processo do mensalão, Breno Fishberg e Enivaldo Quadrado, resolveram recorrer à Organização dos Estados Americanos (OEA) alegando desrespeito ao direito de defesa por parte do Supremo Tribunal Federal.

    Segundo a denúncia, “o Poder Judiciário do Brasil” comete “violações aos direitos humanos” no processo do mensalão.

    Ex-donos da corretora de valores Bônus Banval – apontada como uma das “lavanderias” de dinheiro ilícito oriundo do esquema de distribuição de recursos a políticos, partidos e empresários montado pela direção do PT no primeiro mandato de Lula -, ambos pretendem transformar o País em réu perante a Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA.

    Uma óbvia manobra protelatória, como bem apontou o ministro-relator da ação penal no STF, Joaquim Barbosa: “Não tem cabimento nem fundamento. Trata-se de uma tentativa de criar um fato internacional.” Evitou usar a palavra certa, chicana.

    Artimanha cínica que não mereceria maior atenção não expusesse o País à escabrosa situação de inversão de responsabilidade. Se há uma vítima de agressão é o Brasil, submetido ao vexame de ter parlamentares e ministros denunciados por formação de “organização criminosa” nas entranhas do poder.

    Mais ainda: de ver o presidente da República assumindo um ilícito, o uso de caixa 2, para desviar atenção do público dos crimes de corrupção alegadamente cometidos sob sua jurisdição.

    Em tese, nada impediria os advogados dos outros 36 réus de aderirem ao ardil, a não ser o bom senso e algum respeito ao País por parte de seus clientes. Mas, como a ofensiva em prol da reabilitação ao arrepio da Justiça não tem conhecido limites, tudo pode acontecer.

    À imagem. A decisão do Itamaraty de não cancelar os passaportes dados a filhos e netos de Lula porque foram emitidos antes da edição de novas normas, nada fica a dever à determinação da Câmara de não punir deputados por crimes anteriores aos mandatos.

    É a bajulação a serviço do nivelamento por baixo.

    Fora d”água. Ia bem a ministra Ana de Hollanda na decisão de devolver as diárias pagas por dias não trabalhados, até alegar a inexistência de irregularidade no pagamento: “Parte desses dias eu estava em compromisso informais com gente da cultura”.

    Ministros de Estado não têm compromissos “informais”. Se não são oficiais não justificam a remuneração formal.

    A propósito: o ato de esconder o rosto na presença de fotógrafos – como fez a ministra ao deixar a Assembleia Legislativa de São Paulo – não é adequado a autoridades, pois a imagem resultante remete às captadas em portas de delegacias.

    Pratos limpos. Apontado aqui como vice-presidente da Comissão Mista de Orçamento do Congresso, o deputado Sérgio Guerra esclarece que não aceitou a indicação por considerá-la incompatível com sua condição de presidente do PSDB.

    Quando os partidos negociaram o aumento de R$ 100 milhões para o fundo partidário, no fim de 2010, Guerra não fazia parte da Comissão de Orçamento.

    Participou da articulação como presidente de partido, não como integrante da Comissão.

    Há que se corrigir outro erro de informação: o fundo não é distribuído conforme o tamanho das bancadas, mas de acordo com a votação recebida pelos candidatos e pela legenda.

    No caso do PSDB isso não altera na essência a manobra de aumentar o montante total para se precaver de perdas. Elegeu menos deputados, teve menos votos e, portanto, teria reduzida sua cota no fundo sem o reajuste.

    Feitas as correções de forma, o conteúdo permanece inalterado: oposição que compactua com urdiduras em causa própria não é oposição, no máximo é sublegenda da situação.

  53. chesterton said

    a santa do pau oco da floresta mandasse brasa no Twitter: “Estou no plenário da Câmara. Aldo Rebelo apresentou um novo texto, com novas pegadinhas, minutos antes da votação. Como pode ser votado?!” Marina é assim: a Aiatolá da Natureza decreta a fatwa contra a reputação de quem bem entende, e danem-se os fatos. Não tinha havido alteração nenhuma texto — tanto que ele estava devidamente assinado por Teixeira. Aldo se zangou e mandou ver: “Quem fraudou contrabando de madeira foi o marido de Marina Silva!”. Segundo Aldo, quando líder do governo na Câmara, foi procurado por Marina para convencer outros deputados a não convocar o marido, Fábio Vaz de Lima, a prestar esclarecimentos no Congresso sobre a denúncia de crime ambiental.
    pasteazdo do reinaldão

  54. chesterton said

    12/05/2011
    às 6:45
    Gerdau vai ter sala ao lado de Dilma para aconselhar governo

    Na Folha:
    Jorge Gerdau Johannpeter, um dos maiores empresários do país, passa a ter a partir desta semana uma sala no Palácio do Planalto. Presidente da Câmara de Políticas de Gestão, criada oficialmente ontem pela presidente Dilma Rousseff, Gerdau -que vive no Rio Grande do Sul- pretende despachar semanalmente em Brasília, aconselhando o governo em como aprimorar a gestão. A sala de Gerdau deve ficar no terceiro andar do Planalto, ao lado do gabinete da presidente. Ele presidirá o grupo de outros três empresários e quatro ministros. A tarefa dos conselheiros será criar formas de o governo reduzir custos, racionalizar processos e melhorar os serviços prestados.

  55. Pax said

    Boa a notícia do Gerdau. Acho-o um dos grandes nomes do empresariado brasileiro, sim.

    Já a notícia que o titio histérico (ou um baita espertalhão?) fica do lado do Aldo Rebelo isso é alguma novidade?

  56. Elias said

    “Elias, E se vovó fosse vovô?” (Carlão)

    Tenho a impressão de que você comentou na lista errada.

    Comentários sobre mudanças de sexo entre pessoas da sua família é pra entrar naquele post sobre a Delta. Lá, pela primeira vez, você perguntou: “Elias, e se mamãe fosse papai?”

    Já respondi a essa pergunta na lista daquele post.

    De qualquer modo, repito aqui: se mãe não é pai, avó não é avô — e, antecipando-me a perguntas do mesmo tipo — se irmã não é irmão, tia não é tio, prima não é primo, cunhada não é cunhado, sobrinha não é sobrinho, vaca não é boi, coelho não é elefante, cavalo não tem chifre, banana não tem caroço e pica não tem pescoço, os senadores da oposição já terão convocado o presidente da Delta Construções.

    Respondidas as suas perguntas, pergunto eu: já convocaram?

    Não? Sei…

  57. Carlão said

    Elias: Quando um petralha se sente ofendido ele demonstra a sua verdadeira
    natureza: um merdiocre metido a analista de política econômica e de tudo o mais que o Pax (o apaixonado) publicar.
    Quanto a “mudança de sexo” que não estava inserida no contexto da minha pergunta anterior, é compreensível a indignação do verborrágico comentarista com sexo e família, pois pelo que parece quando comenta, o Elias nunca teve um pai pra chamar de seu. Era um desfile de “tios” e “amigos da família”, toda semana.
    Elias: No mesmo assunto cabe ainda uma pergunta adicional:

    E se o lula fosse um filho da puta sem vergonha, como tem ficado cada vez mais aparente?

  58. Elias said

    Carlão,

    Quem está nervosinha és tu!

    Tu é que perguntaste “se mamãe fosse papai?”, “se vovó fosse vovô?”

    Coisa mais idiota, pô!

    Ora, caceta! Quero lá saber se tua mãe é pai ou se tua avó é avô…

    Isso é problema sexual da tua família! Não tenho nada com isso! Me inclui fora!

    Eu nunca tive um pai pra chamar de meu? Como é que tu sabes disso?

    Já sei… Tua mãe te falou! Ou foi tua irmã…

    Tás levando isso muito a sério… Era só um papo furado que eu contava pra tua mãe e pra tua irmã, quando estava a fim dos favores delas… Despertava instintos maternais, sacumé?

    Mas nunca soube que tua mãe fosse pai…

    Se o Lula for um filho da puta?

    Problema dele, Carlão. Eu não lembro do Lula nem quando vou soltar um barro…

    Só me refiro a ele quando respondo, neste blog, a pessoas como vocês, que não passam um dia na vida sem lembrar do Lula, falar do Lula, se qeixar do Lula… mesmo o cara estando fora do poder há quase meio ano.

    Parecem concumbinas decadentes e rejeitadas…

  59. Carlão said

    Elias
    Tens razão pode ter sido a minha irmã. Ela é médica psiquiatra.
    Ela me contou que num hospital psiquiátrico em que ela trabalhou muitos anos atrás como residente, tinha um paciente (um menino) que chorava muito e a toda hora porque não tinha pai. Só tios.Era tudo encenação doentia pra chamar a atenção da equipe médica e das enfermeiras.
    Só parava de chorar no turno da noite aos cuidados de um enfermeiro que anos depois foi demitido e preso por pedofilia.
    O enfermeiro safado fingia ser o pai do menino para se aproveitar e cometer abusos sexuais contra sua vítima.
    Um caso escabroso e muito triste.
    Por razões de ética médica, minha irmã omitiu o nome do paciente vítima.
    E desde já esclareço:
    É claro que o paciente não era você,Elias.
    Todo mundo aqui sabe que você é saudável, nunca foi internado em nenhum hospital psiquiátrico e nunca foi abusado anos a fio por um enfermeiro pedófilo, a quem chamava de carinhosamente de painho
    .
    Qualquer semelhança é mera coincidência!
    Sem sombra de dúvida!
    hehehe

  60. Elias said

    Carlão,

    Então o doido és tu!

    Por que difamas assim tua própria irmã, desnaturado?

    O que queres dizer com isso, que escreveste no # 59?

    Queres dizer que tua irmã, psiqiuiatra, era uma idiota, incapaz de perceber que o enfermeiro com quem ela trabalhava era um doente mental (no caso, um portador de DPA, um psicopata)?

    Que mal aquela doce criatura te fez, para que a trates, assim — e publicamente! — com tamanha desconsideração?

    (E o mentencapto, depois de difamar a própria irmã, ainda conclui seu comentário com um “hehehe” absolutamente idiota, como se fosse incapaz de perceber a merda que fez — vai ver, não percebeu, mesmo…).

    Pois fica sabendo, degenerado, que eu tenho pela tua mãe e pela tua irmã o maior carinho, o maior afeto. Lembro, até hoje, e sempre lembrarei, com saudade, as relações que tive com elas: muitas, prazerosas e profundas (acredite, Carlão: elas são mulheres muito profundas…).

    Assim, deixo aqui registrado meu público, sincero, indignado e veemente repúdio à maneira desrespeitosa, difamatória, injuriosa e caluniosa com que te referiste à tua própria irmã.

    Aproveito para fazer um apelo a ti, indivíduo sórdido, para que reúnas o que resta de humanidade em ti — se é que resta alguma — e te abstenhas de continuar causando à tua doce mãe o amargo arrependimento de ter um dia, irrefletidamente, te defecado.

    Vai e não peques mais, Carlão!

  61. Carlão said

    Elias

    Não adianta tentar me ofender.
    Você não vai conseguir me fazer acreditar que aquela vítima do enfermeiro pedófilo era você. Que você quando menino mordia a fronha murmurando painho, painho. Você nunca morderia a fronha, acho eu.
    Não adianta insistir, xingar e tentar ofender minha família pra tentar me convencer.
    O nome do paciente vítima permanece e permanecerá sob sigilo médico.
    Pode ser duro não ter ninguém a quem chamar de pai, mas não exagere!
    Afinal, todo mundo aqui sabe que vc é saudável, nunca foi internado em nenhum hospital psiquiátrico e nunca foi abusado anos a fio por um enfermeiro pedófilo, a quem chamava de carinhosamente de painho.
    Não tente nos convencer do contrário.
    hehehe

  62. Elias said

    Carlão,

    Lê de novo o que está escrito acima.

    Eu jamais te ofendi. Até mesmo em consideração à tua mãe e à tua irmã, eu jamais faria isso.

    Ao contrário: eu te repreendi pela maneira a meu ver ofensiva com que te referiste à tua irmã, do quê são testemunhas todas as pessoas que tiveram o mau senso de ler o que escreveste.

    Estou me esforçando pra entender a tua fixação em pedofilia, abusos sexuais e outros tipos de aberração que julgas ver em tua família (mãe que é pai; avó que é avô, etc).

    Mas o fato é que não entendo do assunto e pouco posso fazer pra te ajudar.

    Não tenho a menor idéia do quê enfiaram em ti, nem quem nem quando enfiou.

    Talvez tenhas ficado traumatizado. Ou, talvez, essa tua revolta seja apenas um misto confuso de ardência com querência…

    Mas, nem vem com esse papo pra perto de mim. Não trabalho com esse artigo.

    E, também, não tenho tempo pra ficar tratando dos desvios sexuais da tua família.

    O que eu poderia fazer pela tua família, em termos sexuais, já fiz pela tua mãe e pela tua irmã, Carlão. E, bem feitas as contas, creio que aquelas criaturas angelicais fizeram muito mais por mim do que eu por elas, pelo quê lhes sou e serei eternamente grato.

    Já por ti, o que posso fazer é te dar um conselho: conversa com tua mãe e com tua irmã, psiquiatra.

    Tenho certeza de que elas te tratarão com o amor, carinho e compreensão de que tu tanto necessitas. Elas nunca te tratariam como uma aberração, apesar dessa tua doença nojenta…

    Posso te garantir, Carlão, que tua mãe e tua irmã, de quem eu tanto gosto, são duas mulheres abertas. Muito abertas. Permanentemente abertas…

    Vai em paz, Carlão, e não peques mais.

  63. Elias said

    Ah, sim, Carlão,

    Quando eu disse que foste defecado, foi apenas modo de dizer. Brincadeira de mau gosto.

    Nada a ver, portanto, com aquele papo de que tua mãe, viciada em dar o rabo, acabou engravidando pela bunda e te parindo pelo cu.

    Isso é intriga de gente que tem inveja daquela santa e doce mulher, a quem eu tanto prezo…

  64. Chesterton said

    http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110513/not_imp718641,0.php

    fascismo militarista….ai, ai, ai, mai um amiguinho de Lula fazendo merda.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: