políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Presidente do PT: “um partido que defende a ética na política”

Posted by Pax em 05/08/2011

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirma que Dilma tem o apoio do partido em seu processo de faxina do governo.

PT usa ‘faxina’ no governo para recuperar bandeira da ética
Um dia depois de Dilma pedir a saída de mais um ministro, partido pretende endossar limpeza na Esplanada em reunião no Rio

Ricardo Galhardo – iG

No dia seguinte à demissão do ministro da Defesa, Nelson Jobim, o PT planeja aprovar uma resolução apoiando o desempenho da presidenta Dilma Rousseff ao comandar uma ‘faxina’ na Esplanada dos Ministérios. De acordo com o presidente nacional do PT, Rui Falcão, o documento sobre o escândalo que levou à demissão do ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento deve ser votado na reunião do diretório nacional do partido, que se reúne no Rio de Janeiro.

“Apoiamos a ação da presidenta. Ela está cumprindo uma promessa de campanha. Isso ajuda muito a fortaçecer a imagem que nós sempre tivemos de um partido que defende a ética na política”, disse Falcão. (continua no iG…)

Anúncios

126 Respostas to “Presidente do PT: “um partido que defende a ética na política””

  1. Patriarca da Paciência said

    É bem isso aí, meu caro Pax,

    Numa democracia, se há denúncias, estas são apuradas e verificadas. Se há culpa, que o malfeitor seja punido. O que não pode é punir por suposição. Tampouco generalizar para todos, aquilo que um ou outro praticou.

    A última Veja é um exemplo acabado de culpa por suposição e má imprensa. Cita nomes e históricos de supostos responsáveis pelo atentado, do maluco da Noruega foi o único responsável.

    A Veja não tem obrigação de se retratar?

  2. Patriarca da Paciência said

    Correção – Cita nomes e históricos de supostos responsáveis pelo atentado, do qual o maluco da Noruega foi o único responsável.

  3. Pax said

    Não li, caro Patriarca.

    Neste caso do post, trouxe para cá porque me parece que houve uma mudança no comportamento do PT neste processo de faxina.

    O que acho muito bom.

    Caso o partido não entenda que a sociedade quer, sim, que a tal governabilidade tenha lá seus limites, o processo de decadência, ou peemedebização como chamo, seria acelerado.

    A socidedade está mandando sinais muito claros que está de saco cheio de ladrão de dinheiro de merenda, de remédio do hospital etc.

    Tomara que o PT veja isso com clareza, tomara que o PSDB idem.

    Se todos embarcam na onda, quem sabe nosso sonho de um país melhor não dê um passo adiante?

  4. Zbigniew said

    Muito bom. E assim que se faz. Tem que mostrar que vai lutar contra a corrupcao. De quebra faz um contra ponto a lixos como a Veja que e acostumada a acusar e condenar sem provas.

  5. Pax said

    Caro Znigniew

    Conte comigo no coro para reclamar quando a Veja erra, sim, também não gosto dela. Já foi boa, não acho mais, nem leio.

    Tudo isso estou de acordo.

    Mas…

    Não foram eles que abriram as denúncias sobre os enormes problemas no Ministério dos Transportes? Se não me engano foi, sim. E, neste caso, a tal imprensa ruim, ou o tal PIG como alguns chamam, apesar de ruim foi bom.

    É por essas e outras que digo, melhor uma imprensa livre e ruim que uma imprensa limitada.

  6. Olá!

    A Revista Veja é muito boa!

    Perguntem à Erenice Guerra, ao Augusto Nascimento, ao Antônio Palocci e ao Waldemar da Costa Neto, por exemplo.

    Até!

    Marcelo

  7. Olá!

    Hehehehehe. . . “PT um partido que defende a ética na política”. Sei, sei. . .

    Há uma entrevista da Marilena Chauí que ilustra bem essa construção ideológica e ilusória de que o PT pôde no passado ser um exemplo da moral pública, da moral administrativa e etc.

    Com a palavra, a grande filósofa petista, Marilena Chauí (vídeo):

    Lourival Santanna: Professora, nesse início de conversa eu fiquei com uma sensação de que se, no ano que vem, a Marta Suplicy, por exemplo, só uma hipótese, fosse eleita a prefeita de São Paulo, a senhora poderia tentar um convite. E, junto com isso, como é que a senhora avalia o benefício que o PT pode ter com o que está acontecendo hoje em São Paulo… essa espécie de expurgo, essa depuração que começa acontecer em São Paulo?

    Marilena Chaui: Então, para a sua primeira pergunta, a resposta é não. Eu, efetivamente, sou uma intelectual. Sendo uma intelectual, eu considero que a melhor maneira de se participar da atividade política é através de intervenções públicas, debates, polêmicas, participação nas atividades de discussão do partido, mas eu não tenho nenhuma vocação para atividade administrativa. Foi um sacrifício para mim, foi muito complicado, foi muito difícil e não é o meu lugar. Eu não faço nem com gosto nem com prazer. Com relação à segunda pergunta, eu diria que é a sociedade inteira que se beneficia com o que se passa nesse momento de revelação das condições das várias constituições em São Paulo. Eu penso que o PT se beneficia, porque mesmo nos períodos mais complicados da gestão da Luiza Erundina uma coisa nunca foi posta em dúvida, pela direita, pela esquerda, pelo centro, nunca: é a honestidade de um governante petista e a maneira como ele trata a coisa pública, efetivamente como uma coisa pública. Então, eu penso que a situação atual, ela beneficia o PT, ela faz com que seja recordada, relembrada e recuperada essa marca petista que é a honestidade política, a honestidade pública, a honestidade administrativa.

    E esse é o mesmo partido que, um dia desses, aceitou de volta nos seus quadros o Delúbio Soares.

    Muitas pessoas acreditaram e ainda acreditam nesse papo de passado ético do PT.

    Sei, sei. . .

    Até!

    Marcelo

  8. Patriarca da Paciência said

    É muito interessante o autoritarismo de alguns “democratas”.

    Numa democracia, quem determina que alguém seja culpado ou inocente é o poder judiciário.

    Mas certos “democratas” metem na cabeça que alguém é bandido e, independente do que diga o poder judiciário, querem que essa pessoas seja apedrejada ou queimada em praça pública.

    Ainda bem que esses “democratas” não tem poder para realizar suas aspirações.

  9. Pax said

    Para descontrarir, só a Rita Lee

  10. Zbigniew said

    Pax, uma coisa a gente nao pode negar, esse pessoal da Veja e muito “esperto”.

  11. HRP IN CONCERT! said

    UAU!
    Nota da dívida dos EUA cai de AAA para AA+!!!!
    Primeira vez!
    Algo de podre no Reino da Dinamarca?
    Abs a todos daqui.

  12. Pax said

    Uma notícia boa, caro Zbigniew, e uma pergunta que não quer calar: será o Estado de Minas do tal PIG que vocês falam?

    Veja, a notícia fala de expulsões do serviço público federal desde 2003, ano em que Lula assumiu.

    Sei não, este PIG é Golpista ou Governista? (claro, é, sim, uma provocação à nossa boa discussão)

    Corrupção tira 98 do governo federal

    Relatório da CGU aponta que, desde 2003, 2.812 servidores foram exonerados por irregularidades. O maior número de demissões foi em julho deste ano. MEC lidera ranking entre os ministérios.

    Vale a leitura no link – http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2011/08/06/interna_politica,243644/corrupcao-tira-98-do-governo-federal.shtml

  13. Pax said

    Mais uma do PIG (que, mais uma vez, insiste em ser governista…)

    O método araponga de ser do tucanato antigo. E a questão: será que é só antigo? Um dos pontos fracos de Aécio, além de sua berluscconice, é sua relação autoritária com a imprensa, segundo fontes do blog.

    http://www.istoe.com.br/reportagens/150279_A+CENTRAL+TUCANA+DE+DOSSIES

    Mas o PIG vai e volta, às vezes é golpista, sim, vejam só, falando mal do PP, o partido do Maluf e do Ministro das Cidades

    http://www.istoe.com.br/reportagens/150274_UM+MENSALEIRO+DA+AS+CARTAS+NO+PP

    E aí o PIG, neste caso simbolizado pela IstoÉ, volta a ser governista, elogiando a Luiziane, prefeita de Fortaleza

    http://www.istoe.com.br/reportagens/150284_A+VITORIA+DA+PATINHA+FEIA+

    BINGO! Descobri o diagnóstico: o PIG é bipolar, ora Golpista, ora Governista.

    (amigos, é uma pura provocação em uma manhã de bom humor, para espantar as crises)

  14. Chesterton said

    esse título é absurdamente engraçado…

    Vejam essa

    A presidente Dilma Rousseff indicou um oficial-general do Exército e um auditor da Controladoria-Geral da União (CGU), que também foi militar, para as duas principais diretorias do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). A decisão criou um desconforto dentro do órgão, ainda mais porque os outros cinco diretores indicados também não são servidores de carreira do próprio Dnit. As escolhas de Dilma foram entendidas como um recado de que há uma espécie de “intervenção” para reconstruir a imagem da autarquia, mergulhada numa onda denúncias de corrupção no último mês.
    Estadao

    chest- militares intervindo no mionisterio da Dilma…hummmmm, que que isso quer dizer? Não sei.

  15. Zbigniew said

    Olha, Pax. Tenho sempre um pe atras com o PIG. Mas, ca pra nos, há os descontentes dentro das redações, e há também a questão mercadologica. Não da pra escrever ou produzir pra meia dúzia de reinaldianos. Mesmo os mais intransigentes críticos do governo não querem ser tratados como débeis mentais. Venhamos e convenhamos eles estão atentos a isto, embora não se deva descartar a natureza do escorpiao. Quanto ao caso das exonerações no serviço publico eu faço coro com sua satisfação acrescentando, que bom q as instituições estão funcionando, porque assim a mídia vai ter q correr atras do fato e dar a noticia. E assim q tem q ser.

  16. Chesterton said

    SAUDADES DA GUERRA FRIA

    A cada dia que passa, o mundo se torna cada vez mais medíocre. Não bastasse essa tal de Parada Gay, onde a bicharada exibe sua sexualidade nas ruas, surge agora o dia do orgulho hétero. Ainda há pouco, eu me espantava com o número de marchas em São Paulo. Pelo jeito, teremos mais uma, marcada para mês que vem, a do orgulho heterossexual. Projeto de lei aprovado pela Câmara Municipal prevê a data oficial em todos os terceiros domingos de setembro.

    Sexualidade, a meu ver, é questão de foro íntimo de toda pessoa. Sem ser moralista, me parece um tanto obsceno sair proclamando nas ruas: olha, gente, eu sou homo, eu sou hétero. Para quando teremos a marcha dos bi?

    A Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) – bicha agora tem sindicato – chiou. Em carta aberta a Gilberto Kassab, pediu que o prefeito vete o projeto de lei do vereador Carlos Apolinário, , membro da igreja Assembléia de Deus, aprovado na Câmara na terça-feira passada. Para a entidade, há motivos históricos para haver o Dia do Orgulho Gay, mas não há razão para criar o Dia do Orgulho Hétero pela simples preservação da moral e dos bons costumes.

    Longe de mim tomar partido nessa discussão idiota. Mas, pelo que vemos, os homossexuais podem fazer proselitismo por sua opção sexual. Héteros não podem. Um abaixo-assinado na internet organizado por uma militante da Baixada Santista, pedindo o veto ao projeto, tinha cerca de 1.500 assinaturas na noite de ontem.

    Os militantes gays estão tentando criar uma nova tipificação jurídica, a homofobia. Seria algo como repulsa, rejeição, preconceito em relação aos homossexuais. Para começar, como tantos outros que surgem na imprensa, o neologismo está errado. Homo significa mesmo e fobia significa medo. Literalmente, a palavrinha significaria mesmo medo. Mesmo tomando homo como significado de homossexuais, a palavra continua errada. Significaria medo de homossexuais. Ora, ninguém tem medo de homossexuais. O medo que pode existir é de alguém descobrir-se homossexual. É o caso desses religiosos que vivem vituperando contra a homossexualidade o tempo todo. Pelo jeito, querem esconjurar o demônio.

    Quem está patrocinando esta tal de legislação anti-homofóbica é o PT. E só podia ser. Com a queda do muro de Berlim e o desmoronamento da União Soviética, as viúvas do Kremlin, saudosas da finada luta de classes, criaram agora outros conflitos. Se você for pesquisar os arquivos de jornais – e eu fiz esta pesquisa na Folha de São Paulo – verá que na década de 90 a palavra racismo se multiplica por mil na imprensa. Se a luta de classes obsolesceu, vamos agora jogar raça contra raça. Se isto não bastar, jogamos sexo contra sexo. Sem lutas, a Idéia – como se dizia no início do século passado – não avança.

    Kassab, um político medíocre em eterna caça de votos, sabe que o eleitorado gay já tem peso em uma eleição. Disse não ver motivos para vetar o projeto aprovado na Câmara. Segundo ele, trata-se de uma data como outra qualquer, como dia do médico e do professor. Ora, médico e professor são profissões. Gay, pelo que me consta, ainda não é.

    Está declarada a guerra entre gays e heteros. O projeto do vereador pode se revelar um tiro no pé. De repente, só consegue alguns gatos pingados em defesa da heterossexualidade. Agora temos as lutas raciais, negros contra brancos, índios contra civilizados. Não bastasse a luta racial, surgiu agora a sexual, homos contra héteros.

    Saudades da Guerra Fria, quando havia uma só luta, a de classes.

    – Enviado por Janer @ 10:53 PM

  17. Chesterton said

    O vereador de Franco da Rocha (SP), Rodrigo da Cruz França (PV), foi morto por seu colega de Casa, Leozildo Aristaque Barros (PT) na tarde de hoje. Segundo a Polícia Militar (PM), os dois se desentenderam e Leozildo acabou dando um tiro em seu colega, que não resistiu aos ferimentos. Outras duas pessoas ficaram feridas. As vítimas foram encaminhadas ao Hospital Regional de Cajamar, mas não correm risco de morrer.
    Segundo a assessoria de imprensa da Câmara de Franco da Rocha, os vereadores participavam de uma romaria que acontece há 68 anos de Franco da Rocha até Pirapora do Bom Jesus. A comitiva parou em Cajamar para fazer uma pausa, e a briga aconteceu após o almoço. A PM foi acionada por volta das 15 horas. Rodrigo da Cruz França estava em seu terceiro mandato na Câmara.
    Implicante

  18. Pax said

    Caro Chesterton,

    Também achei curiosa e sintomática a notícia da nomeação do general para o Dnit. Mas um bom sinal, sim.

    Caro Zbigbiew,

    A imprensa sempre foi boa e ruim, meu caro. E a grande mídia sempre foi de grandes barões. E eu insisto que é melhor tê-la livre e solta que ao contrário.

    Neste caso da faxina de Dilma, que me atrevo a dizer que até o nosso velho e bom Chesterton aplaude, a mídia está sendo muito favorável a presidente. Pode anotar e observar.

  19. Chesterton said

    MARCELA BOURROUL GONSALVES – Agência Estado
    Uma operação da Polícia Militar (PM) em um assentamento rural no Pontal do Paranapanema, em Rosana, na fronteira de São Paulo com os Estados do Paraná e Mato Grosso do Sul, terminou com a apreensão de quatro revólveres, três espingardas e munições de vários calibres. A ação aconteceu na manhã de ontem.

    Foram encontrados ainda carne de animais silvestres e 7,5 quilos de maconha. Quatro homens foram presos e a Polícia Civil investiga outros dois suspeitos. A maior parte das apreensões foi feita na casa de moradores do local.

    Gustibus:
    Embora a presidenta tenha achado muito bom pegar em armas na época do regime militar, hoje ela se diz contra as mesmas. Que bom. Mas os assentados não dizem o mesmo.

  20. Pax said

    Caro Chesterton, em #17,

    Essas romarias viraram uma pinguçaiada que dão nojo. Foram movimentos de fé que se tornaram movimentos de apologia à cachaça, à ruaça etc. Conheço de perto.

  21. Chesterton said

    Pax, capitalismo, livre mercado, liberdade de opinião são coisas tão boas que quando um ex-guerrilheiro marxista , ou um partido proto-fascista (com o o PT) vira a favor disso tudo minha interpretação não é que o partido ou o ex-guerrilheiro “melhorou”, ou “progrediu”, ou ainda “evoluiu”, mas que o capitalismo (com suas liberdades econômicas) se fortaleceu, absorvendo, fagocitando esses elementos exóticos.

    Logo, o fato da Dilma descobrir o óbvio, não é a reinvenção da roda, mas uma vitória daquilo que eu aprovo. O fato dos filho do Lula, ou do FHC, ou do Serra, ou o sobrinho do Tancredo se darem bem aqui e ali em nada diminui minha convicção. São todos casos que devem ser analisados pela justiça dentro do estado de direito.

    Ética no PT? Wishfull thinking” puro. Uma das caracteristicas do Lula é o pragmatismo (condenável como uma das consequencias do subjetivismo epistemológico). Enquanto o PT for manietado por Lula, adeus a ética.

  22. Zbigniew said

    Tudo bem, Pax. Vamos continuar observando. Todo combate a corrupção e bem vindo.

    Essa noticia, inclusive, eu ouvi na CBN.

  23. Chesterton said

    a culpa é da romaria ou do petista?

  24. Zbigniew said

    Oi?! Mas Dilma não foi indicação do Lula?! E ela não esta fazendo a limpa, apesar do pragmatismo do ex-Presidente?

  25. Patriarca da Paciência said

    Até agora, não li nem ouvi qualquer declaração de militares reclamando de Celso Amorim.

    E fica o Reinaldinho Cabeção papagaiando coisas do tipo:

    “Para acalmar os militares, que na quinta-feira, 4, reagiram negativamente à escolha do ex-chanceler Celso Amorim para o Ministério da Defesa no lugar do demitido Nelson Jobim, a presidente Dilma Rousseff reuniu nesta sexta-feira, 5, cedo, no Palácio da Alvorada, os comandantes militares. Ela garantiu aos três chefes das Forças Armadas – Exército, Marinha e Aeronáutica – e mais ao chefe do Estado Maior Conjunto, general José Carlos De Nardi, que o novo ministro não vai fazer mudanças nos Comandos Militares. Amorim assume o cargo na segunda-feira, 8.”

    Isto é ou não é tentar “plantar” notícias falsas?

  26. Pax said

    Caro Zbigniew

    Deixei de ouvir a CBN depois que o Heródoto foi rezar na Record. Perdi a CBN matinal e o Heródoto numa só tacada. Hoje minhas manhãs são com o Boechat e o Simão, na BandNews FM. De tarde a CBN é boa, com o Piotto. Minha opinião, claro. Aquele gaúcho que entrou no horário do Heródoto (nem lembro o nome) é “inouvível” de tão umbigoso. E, sim, claro, a Imprensa é, também, sujeita à críticas. Precisamos dela, mas que seja sujeita às trovoadas, sim. Quando o povo começa a gritar que ela está ruim eles se mexem, sim. Ninguém gosta de matar a galinha dos ovos de ouro. A Globo colocou e tirou (carregando nas tintas) o Collor, lembra?

    Caro Chesterton,

    Você reclama um bocado do PT. E tem lá suas razões, claro que sim. Minha simpatia por este partido hoje é uma fração ínfima do que já foi. Aliás, idem ibidem com o PSDB que também já gostei bem mais, quando da sua formação. Ambos partidos se perderam no jogo do poder. Ambos apodreceram boa parte de sua história. Ambos se curvaram ao podre fisiologismo. Cá acredito que há quadros bons em ambos. E ambos precisam, no meu entender, de uma bela renovada de quadros. Se não contarmos com esses partidos com o que vamos trabalhar? Com DEM? PP? PR? PTB? PCdoB? PPS? PV? Ora, o que tem à além do PSDB e do PT é o pior dos mundos.

  27. Pax said

    Sobre Celso Amorim no Ministério da Defesa, aqui tem o melhor comentário do dia, do Paulo Moreira Leite, que gosto um bocado, mas nem sempre.

    http://colunas.epoca.globo.com/paulomoreiraleite/2011/08/06/amorim-e-a-opiniao-dos-militares/

  28. Pax said

    Caro Chesterton, em #23

    Eu sei lá cara, você quer que eu julgue assim, sem conhecer a história? Matou tem que ser julgado por quem tem esta atribuição. A priopri é um assassino e pronto.

  29. Pax said

    Caríssimo Patriarca, em #25

    o titio tá sem pauta e fica inventando, coisas de sua natureza pouco confiável, partidário enrustido

  30. Chesterton said

    Não, até que ela rompa com Lula é tudo fachada.

  31. Chesterton said

    você quer que eu julgue assim, sem conhecer a história?

    chest- bom, pelo menos não foi a romaria.

  32. Pax said

    As romarias posso julgar, sim. São atos de vandalismo. O assassinato não me atrevo a julgar e deixo nas mãos de quem tem este dever.

  33. Patriarca da Paciência said

    Mais uma do PIG:

    por Rodrigo Vianna

    “Acabo de receber a informação, de uma fonte que trabalha na TV Globo: a ordem da direção da emissora é partir para cima de Celso Amorim, novo ministro da Defesa.

    O jornalista, com quem conversei há pouco por telefone, estava indignado: “é cada vez mais desanimador fazer jornalismo aqui”. Disse-me que a orientação é muito clara: os pauteiros devem buscar entrevistados – para o JN, Jornal da Globo e Bom dia Brasil – que comprovem a tese de que a escolha de Celso Amorim vai gerar “turbulência” no meio militar. Os repórteres já recebem a pauta assim, direcionada: o texto final das reportagens deve seguir essa linha. Não há escolha.”

  34. Chesterton said

    Paulo Moreira Leite, vai contra a lógica

    _____________________________—

    Confesso que o debate sobre a nomeação de Celso Amorim para o ministério da Defesa tem um elemento surrealista.

    Amorim foi nomeado pela presidente da República, que é a comandante-em-chefe das Forças Armadas. Em sua posição, Amorim é superior hierarquico a generais, brigadeiros e almirantes, capitais e soldados.

    chest- está temporariamente em posição hierárquica superior aos individuos que temporariamente ocupam essas posições.

    Mesmo assim, a diversão do dia é perguntar — em off — a opinião dos comandantes militares sobre Celso Amorim.

    Não faz sentido.

    Os militares, no Brasil, não são um poder autônomo. Não tem opinião. Tem o dever da obediencia. Estimular qualquer manifestação política da caserna é um jogo viciado e perigoso — quem se coloca no direito de questionar a nomeação de um ministro também pode se considerar, em breve, no direito de questionar a presidente, não é mesmo?

    chest- os militares não tem opinião? Ora essa, que desfaçatez. Claro que tem. Mas não podem manifestarem opiniões políticas, pois devem se manter a-políticos. ENTRETANTO, a instituição FORÇAS ARMADAS não é uma instituição que serve a governos, que são por definição TEMPORÁRIOS, serve ao Estado Brasileiro. O EB, a FA e a Marinha do Brasil são, por causa desse detalhe, mais importantes que qualquer governo, e não tem só o direito, mas o dever, de ter uma DOUTRINA que defenda o interesse nacional de LONGO PRAZO que não pode se subordinar a governos que duram 4 anos.

    Logo, governos que combatem essa instituição nacional, sua doutrina a longo prazo, tendem a cair em CRISES MILITARES.

    O resto é bullshit.

  35. Chesterton said

    32, atos de vandalismo de outros absolvem assassinatos?

  36. Chesterton said

  37. Patriarca da Paciência said

    Pax,
    do link que você colocou:

    “Segundo o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) do Rio de Janeiro, Wadih Damou, as atividades realizadas pelo Departamento de Comunicação Social da Polícia Civil do Estado de São Paulo são ilegais, violam a Constituição e devem ser investigadas com extremo rigor. “Causa mais repulsa ainda que tenham sido feitas em um período democrático. Nunca vi nada parecido. Fico preocupado e penso se isso não continua acontecendo.” O DCS, pelo menos, acabou extinto em 24 de novembro de 1999.”

    E o Serra ainda tem a cara de pau de dizer que é vítima de dossiês!

  38. Pax said

    Caro Chesterton,

    Gostei do vídeo acima, mas juro que já vi solos melhores que este cara de azul fez a partir dos 50s mais ou menos.

    Caro Patriarca, em #33,

    Essa história do Rodrigo Vianna é dura… se for verdade. E, sim, em #37, é assombroso. Será que o titio vai falar de seus amiguinhos?

  39. Chesterton said

    sem dúvida, são amadores. mas a voz é excepcional.

  40. Chesterton said

    faqlando em voz, esse aqui é insuperável

  41. Chesterton said

  42. HRP IN CONCERT! said

    Patriarca, olha bem essa reportagem no Viomundo:
    http://www.viomundo.com.br/politica/rodrigo-vianna-jornalista-da-globo-denuncia-que-emissora-vai-atacar-amorim.html

  43. Chesterton said

    Amorim só faz merda

  44. Pax said

    Cuidado, caro Chesterton,

    O mundo está virando de ponta cabeça.

    Leia:

    http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2011/08/06/e-eu-concordo-com-ele-de-novo-396929.asp

  45. Zbigniew said

    Pax e demais, uma sugestao de leitura sobre o nosso sistema politico e corrupcao, com o Fernando Limongi, no Valor. Muito bom:

    http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/uma-aula-politica-por-fernando-limongi

  46. Chesterton said

    cadê os defensores dos palestinos que não reclamam da chacina dos opositores sírios?

  47. Chesterton said

    44, até relógio parado acerta as horas 2 vezes ao dia. Esse ***1 (sujeito) deveria estar preso há muito tempo.

    ***1 – troquei a palavra usada pela entre parênteses, caro Chesterton, desculpe-me, mas o blog é responsável pelos comentários, sim.

  48. Chesterton said

    O empresário Eike Batista, oitavo homem mais rico do mundo, afirmou, por meio do Twitter, que não ficou mais pobre. Segundo reportagem da Reuters, as empresas de Eike perderam US$ 2 bilhões em valor de mercado na quinta-feira, quando suas empresas lideraram o forte movimento de baixa na Bovespa.

    “Nao vendi nada, consequentemente não perdi!Temos US$ 10 bilhões em caixa! Estamos comecado a gerar bilhões nas Cias X! Independência!”, tuitou o empresário.

    Segundo ele, o grupo tem “disciplina financeira” e está na “hora de ir às compras”. “O mercado pode continuar caindo, mas o Grupo EBX está superblindado”, concluiu Eike.

    Na lista de 2011 dos maiores bilionários do mundo, feita pela revista “Forbes”, Eike – cujas empresas sempre têm nomes terminados em X para simbolizar a multiplicação de riqueza – ocupava o oitavo lugar, com uma fortuna de US$ 30 bilhões.

    Leia mais em Eike diz que não perdeu dinheiro pois não vendeu ações e que seu grupo tem US$ 10 bi em caixa

    Leia também Mexicano Carlos Slim perde US$ 8 bilhões em 4 dias

    chest- aqui o jornalista mostra completa ignorância sobre mercados e empresas. Me espanta ter que ouvir o Batista explicando as coisas mais óbvias. Se a bolsa caiu, ficou barato, e o sujeito tem ótimas oportunidades de compra. Logo, quem não vende e tem grana em caixa, está mais rico.

  49. Chesterton said

    será

    Não tardou nem 48 horas: sexta-feira, 29, recebi da minha amiga romena Anca Cernea esta notícia da agência russa RiaNovosti: Breivik esteve várias vezes na Belorússia, aí recebendo treinamento terrorista da seção local da FSB (v. http://en.rian.ru/world/20110728/165436665.html). É verdade que aí ele teve também contato com um “extremista de direita”, Viacheslav Datsik, mas Datsik, preso na Noruega por contrabando de armas, acabou confessando que trabalhava para a FSB.

    Para tornar as coisas ainda mais claras, Breivik, no “Manifesto” (v. http://www.asianews.it/news-en/Russia-as-the-mass-murderer%E2%80%99s-political-model-22193.html) declara que o alvo ideal de sua luta seria substituir a estrutura política européia, que ele qualifica de “disfuncional”, por um modelo de democracia autoritária “similar à da Rússia” (sic). E, de quebra, faz os maiores louvores a Vladimir Putin.

    Completando o quadro, o interesse russo em desestabilizar o governo norueguês é o mais óbvio possível: a Noruega é o único concorrente da Rússia no fornecimento de gás ao continente europeu – quer dizer, o único obstáculo que se opõe ao sonho de Vladimir Putin, de um dia colocar a Europa de joelhos mediante a simples ameaça de fechar a torneira.

    chest- quem mais?

  50. Pax said

    Caro Chesterton,

    troquei uma palavra no teu comentário acima, veja lá.

    Mais rico não, com mais oportunidades, sim. Tá na hora de comprar na bolsa.

  51. Pax said

    Caro Zbigniew, em #45

    Boa a entrevista com o Limongi. Não o conheço. Mas será que ele não força um pouco a barra?

    Achar que não passamos por um problema maior com corrupção não me parece muito coerente. Passamos, sim. Temos um enorme problema com nossa instituição Justiça que não bota quase ninguém atrás das grades, por exemplo.

    Agora, quando ele fala de dispensar o PR, eu já gosto do que ele comenta. Aliás, fui um dos primeiros a dizer isso, fiz um post com título que o Alfredo Nascimento já tinha saído e agora faltava dispensar o PR como um todo, algo parecido.

    Preciso sair, mais tarde volto ao bom papo.

  52. Chesterton said

    ok

  53. Chesterton said

    Mais rico não, com mais oportunidades, sim.

    chest- e qual o fator principal para se enriquecer? Esse cara sabe desse assunto.

  54. Chesterton said

    Em antiga entrevista, republicada mais recentemente, em Os Dentes do Dragão, escrevia Oswald:

    “Diante de tantos erros e mistificações, retirei a minha inscrição do partido. Numa reunião da comissão de escritores, diante de quinze pessoas do PC, apelei para que o sr. Jorge Amado se retirasse de São Paulo e denunciei-o como espião barato do nazismo, antigo redator qualificado do Meio-Dia. Contei então, sem que Jorge ousasse defender-se, pois tudo é rigorosamente verdadeiro, que em 1940 Jorge convidou-me no Rio para almoçar na Brahma com um alemão altamente situado na embaixada e na agência Transocean, para que esse alemão me oferecesse escrever um livro em defesa da Alemanha. Jorge, depois me informou que esse livro iria render-me 30 contos. Recusei, e Jorge ficou surpreendido, pois aceitara várias encomendas do mesmo alemão”.

    Oswald de Andrade

  55. Zbigniew said

    Pax, a principio acho q ele se fixou mais na questão dos sistemas políticos, fazendo uma comparação com outros sistemas.

    Interessante q ele afirma q apesar da característica do nosso Congresso, as mudanças implementadas pelo Executivo tiveram sucesso.

  56. HRP IN CONCERT! said

    Alguém precisa falar mais mal desse crápula da Síria?
    A única coisa que se teme é que premido pela revolta ele instale uma ditadura militar e feche todas as portas.
    Já ouviu falar de pisar em ovos Chestinho?

  57. Chesterton said

    outra?

  58. Chesterton said

    Obama admits to Fascist thinking

    And his supporters like the idea

    Last week, when President Barack Obama spoke to the National Council of La Raza, he said something that should alarm every American. He confessed that he’d like to “bypass Congress and change the laws” on his own. He added, “Believe me; the idea of doing things on my own is very tempting. I promise you.”
    He doesn’t need to promise us. We believe him, because we’ve been watching his rogue behavior since the moment he entered office.

    Way back in February 2010, even The New York Times unveiled his modus operandi, in its report “Obama Making Plans to Use Executive Power.” It summarized, “With much of his legislative agenda stalled in Congress, President Obama and his team are preparing an array of actions using his executive power to advance energy, environmental, fiscal and other domestic policy priorities.”

    As The New York Times reported at the beginning of last year, Obama’s exploits to bypass Congress are intended to “advance energy, environmental, fiscal and other domestic policy priorities.” We now can add America’s border problems to those, as Obama also elaborated last week that the temptation to bypass Congress includes “not just immigration reform.” No wonder the crowd began to chant “Yes, we can!” (Tragically, it seems that too many citizens want a Fuehrer more than they do a president.)

    http://townhall.com/columnists/chucknorris/2011/08/02/lead_obama_not_into_temptation/page/full/

  59. Pax said

    Caro Chesterton, velho e bom Chesterton,

    Você lê cada porcaria, heim?

    Do tio ao Chuck Norris, passando por mais uma montanha de lixo.

    Vou te contar.

    =)

  60. Chesterton said

    não seja preconceituoso, o melhor presidente que os EUA tiveram era originalmente um ator….quanto preconceito.

    Informe-se mais sobre a carreira do Chuck. Não, ele não é progressista.

  61. Chesterton said

    Anywat, atente ao escrito.

  62. Zbigniew said

    Hehehehehe, Chuck Norris?! E cada figura.

  63. Chesterton said

    Lula?

  64. Chesterton said

    depois reclamam do Chuck

    El presidente de la República, Hugo Chávez, dijo este sábado que las cárceles del país deben convertirse en “centros de formación del hombre nuevo”, en células de formación socialistas.

    Tal planteamiento fue hecho durante el acto de juramentación de Iris Varela como ministra del Poder Popular para los Servicios Penitenciarios, y del general de brigada José Adelino Ornella como comandante de la Guardia de Honor Presidencial.

  65. Chesterton said

    Deu no Estadão, voltamos em seguida:

    Petistas divulgam nota oficial de repúdio a Jobim – A senadora Ângela Portela (PT-RR) e a deputada federal Janete Rocha Pietá (PT-SP) – mulher do secretário-geral do PT, Elói Pietá – divulgaram hoje uma nota oficial em que repudiam as declarações do ex-ministro da Defesa Nelson Jobim sobre as ministras de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, e da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. Em entrevista à revista Piauí, Jobim afirmou que Ideli “é fraquinha” e criticou Gleisi, dizendo que ela “não conhece Brasília”. As petistas afirmam que o ex-ministro atacou Gleisi e Ideli “de forma machista e preconceituosa”. Elas consideram um agravante o momento dos ataques, coincidindo com o aniversário de cinco anos da Lei Maria da Penha. “Classificar as ministras como incompetentes e incapazes pode ser caracterizado como violência psicológica e moral“, advertem as petistas, caso Jobim fosse enquadrado na lei. Elas concluem exigindo respeito às mulheres. Ângela assina o documento como presidente da subcomissão em Defesa da Mulher do Senado e Janete como coordenadora da bancada feminina no Congresso. (grifos nossos)
    Comentário:
    Uma piada, para dizer o mínimo. Ninguém está acima da crítica por exercer cargo público, independentemente do sexo. As parlamentares petistas, porém, vêem sexismo se uma opinião contrária é dirigida a ministras.

    Ridículo, até porque sexista é a atitude delas. Quando determinam que as mulheres da política não podem ser criticadas, na prática defendem que não são capazes de receber tais opiniões, como se fossem “frágeis” – chegaram ao descalabro intelectual de citar a Lei Maria da Penha.

    Não houve “nota oficial de repúdio” contra Delúbio; em vez disso, voltou ao partido sob aplausos. Dirceu nem chegou a sair, Erenice também não recebeu reprimenda dos colegas; mensaleiros e alobrados, idem ibidem.

    O ex-ministro Jobim, demitido porque declarou ter votado em adversário de Dilma, mereceu uma punição inédita (embora inócua) das parlamentares petistas, algo como nunca antes na história desse partido. Mais uma vez, as feministas de verdade são prejudicadas pelo oportunismo partidário de quem alega defender uma causa, mas briga apenas em favor da legenda.

    No fim das contas, a grande ironia é o fato de Ideli Salvati ser mesmo fraquinha.]O implicante

  66. Patriarca da Paciência said

    O Chesterton também é capaz de dizer coisas profundas.
    Senão vejamos,
    Exemplo:
    “Amorim só faz merda” (comentário 43).

    Agora passaremos a analisar, conforme e-mail que circula pela internet:

    M E R D A
    (Nem o Aurélio definiu tão bem)

    A palavra mais rica da língua portuguesa é a palavra MERDA.
    Esta versátil palavra pode mesmo ser considerada um coringa da língua portuguesa.

    Vejam os exemplos a seguir:

    1) Como indicação geográfica 1:
    Onde fica essa MERDA?

    2) Como indicação geográfica 2:
    Vá a MERDA!

    3) Como indicação geográfica 3:
    18:00h – vou embora dessa MERDA.

    4) Como substantivo qualificativo:
    Você é um MERDA!

    5) Como auxiliar quantitativo:
    Trabalho pra caramba e não ganho MERDA nenhuma!

    6) Como indicador de especialização profissional:
    Ele só faz MERDA.

    7) Como indicativo de MBA:
    Ele faz muita MERDA.

    8) Como sinônimo de covarde:
    Seu MERDA!

    9) Como questionamento dirigido:
    Fez MERDA, né?

    10) Como indicador visual:
    Não se enxerga MERDA nenhuma!

    11) Como elemento de indicação do caminho a ser percorrido:
    Por que você não vai a MERDA?

    12) Como especulação de conhecimento e surpresa:
    Que MERDA é essa?

    13) Como constatação da situação financeira de um indivíduo:
    Ele está na MERDA…

    14) Como indicador de ressentimento natalino:
    Não ganhei MERDA nenhuma de presente!

    15) Como indicador de admiração:
    Puta MERDA!

    16) Como indicador de rejeição:
    Puta MERDA!

    17) Como indicador de espécie:
    O que esse MERDA pensa que é?

    18) Como indicador de continuidade:
    Tô na mesma MERDA de sempre.

    19) Como indicador de desordem:
    Tá tudo uma MERDA!

    20) Como constatação científica dos resultados da alquimia:
    Tudo o que ele toca vira MERDA!

    21) Como resultado aplicativo:
    Deu MERDA.

    22) Como indicador de performance esportiva :
    O Vasco não está jogando MERDA nenhuma!!!

    23) Como constatação negativa:
    Que MERDA!

    24) Como classificação literária:
    Êita textinho de MERDA!!!

    25) Como situação de ‘orgulho/metidez’ :
    Ela se acha o tal e não tem ‘MERDA NENHUMA!’

    26 ) Como constatação de fato:
    ‘Eu não sou pouca Merda não’

    27) Como indicativo de ocupação:
    Para você ter lido até aqui, é sinal que não está fazendo MERDA nenhuma!

  67. Pax said

    Um exemplo clássico de um mau jornalismo:

    Com projetos na gaveta, ministros são anulados por controle total de Dilma
    http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,com-projetos-na-gaveta-ministros-sao-anulados-por-controle-total-de-dilma,755075,0.htm?p=1

    Impressionante. Três páginas inteiras de uma péssima reportagem.

  68. Pax said

    Mudando de saco para mala e me metendo numa pauta que não conheço…

    – Os EUA, assim como a URSS, estão afundando no Afeganistão. Os russos passaram 20 anos por lá, gastaram uma fortuna, perderam milhares de tropas, mataram muito mais e não conseguiram nada.

    E os americanos seguem o mesmíssimo caminho.

    E ainda arrastam o planeta com sua crise.

    Pois é, caro Chesterton, teus ídolos …

  69. Patriarca da Paciência said

    Caro Pax,
    veja o que escreveu um norte-americano:

    05/08/2011 – Michael Moore
    Amigos,

    Volta e meia, alguém, com menos de 30 anos, me pergunta: ”Quando começou tudo isso, os EUA despencando ladeira abaixo?”

    Dizem que ouviram falar de um tempo em que os trabalhadores norte-americanos podiam sustentar a família e mandar os filhos à escola, só com o salário do pai (nos estados da Califórnia e de New York, por exemplo, o ensino era quase gratuito). Que quem quisesse salário decente, encontrava. Que as pessoas só trabalhavam cinco dias por semana, oito horas por dia, descansavam nos fins de semana e, no verão, tinham férias pagas. Que muitos empregos eram protegidos por sindicatos, de empacotadores nas lojas ao sujeito que pintava sua casa, o que significava que, por menos ‘elevado’ que fosse o seu trabalho, você tinha garantia de aposentadoria, aumentos de salário vez ou outra, seguro-saúde, e alguém que o defendia, se você fosse desrespeitado ou tratado de modo injusto.

    Os mais jovens ouviram falar desse tempo mítico – mas não é mito: esse tempo existiu. E quando perguntam “Quando isso acabará?”, sempre respondo: “O que acabou, acabou há exatos 30 anos, dia 5/8/1981”.

    Naquele dia, há 30 anos, a Grande Finança e a direita norte-americana decidiram “ir p’rás cabeças” de uma vez por todas e destruir os homens comuns, toda a classe média. E enriquecerem eles mesmos, só eles, a valer.

    E conseguiram.

    Dia 5/8/1981, o presidente Ronald Reagan demitiu todos os empregados sindicalizados do Sindicato dos Controladores de Tráfego Aéreo [orig. Air Traffic Controllers Union, PATCO] que desobedeceram sua ordem para que voltassem ao trabalho e declarou ilegal o sindicato deles. Estavam em greve há apenas dois dias.

    Foi gesto violento. Ninguém antes jamais se atrevera a tanto. E foi ainda mais violento, porque o PATCO foi um dos três únicos sindicatos que haviam apoiado a candidatura de Reagan à presidência! A decisão de Reagan disparou uma onda de choque que atingiu todos os trabalhadores nos EUA. Se fez o que fez contra sindicato que o apoiara, o que mais faria contra nós?

    Reagan tivera o apoio de Wall Street nas eleições à Casa Branca e eles, aliados aos cristãos de direita, queriam “reestruturar” os EUA e fazer recuar a maré que aumentava desde o primeiro governo do presidente Franklin D. Roosevelt – maré que visava a garantir melhores condições de vida aos trabalhadores norte-americanos da classe média, as pessoas comuns. Os ricos detestaram ser obrigados a pagar melhores salários e a garantir benefícios. Mais ainda, odiavam ter de pagar impostos. E desprezavam os sindicatos. Os cristãos de direita odiavam tudo que cheirasse a socialismo ou desse qualquer sinal de estender a mão às minorias ou às mulheres.

    Reagan prometeu pôr fim a tudo aquilo. Então, quando os controladores de tráfego aéreo declararam-se em greve, ele aproveitou a ocasião. Ao demitir todos e ao tornar ilegal seu sindicato, enviou mensagem clara e violenta: acabava ali o tempo da vida decente e confortável para as pessoas comuns. Os EUA, daquele dia em diante, passavam a ser governados do seguinte modo:

    * Os super-ricos ganharão mais, mais, mais, cada vez mais dinheiro, e o resto de vocês terão de satisfazer-se com as migalhas que sobrarem das mesas deles.
    * Todo mundo terá de trabalhar! Mãe, pai, adolescentes, todos! O pai, que consiga um segundo emprego! Crianças, não percam a chave sobressalente! De agora em diante, pai e mãe só chegarão em casa para metê-los na cama!

    * 50 milhões de norte-americanos terão de viver sem seguro-saúde! Empresas serviços de saúde: encarreguem-se, vocês mesmas, de decidir quem querem atender e os que não serão atendidos.
    * Sindicatos são a casa do demônio! Ninguém será sindicalizado! Gente comum não precisa de advogado nem de defesa! Trabalhador tem de trabalhar. Calem o bico e voltem à fábrica. Não, ninguém pode sair. O trabalho não está feito. As crianças, em casa, que preparem o próprio jantar.
    * Quer estudar? Na universidade? OK. Basta assinar as promissórias, e você estará endividado pelos próximos 20 anos, preso a um banco, até ficar velho!
    * Aumento? Que aumento? Volte ao trabalho e cale o bico!

    E assim foi. Mas Reagan não conseguiria, sozinho, fazer tudo que fez em 1981. Contou com uma grande ajuda:

    Da Federação Americana do Trabalho e Congresso de Organizações Industriais (orig. American Federation of Labor and Congress of Industrial Organizations – AFL-CIO [1])

    A maior organização de sindicatos dos EUA disse aos trabalhadores que furassem os piquetes da greve dos controladores de tráfego aéreo e voltassem ao trabalho. E foi o que os empregados sindicalizados fizeram. Pilotos, comissários de bordo, encarregados de bagagens, motoristas de empilhadeiras, carregadores – todos furaram os piquetes e ajudaram a pôr fim àquela greve. E todos os sindicalizados furaram todas as greves e continuaram a encher os aviões de carreira.

    Reagan e Wall Street quase nem acreditaram no que viram! Centenas de milhares de trabalhadores, apoiando a demissão de outros trabalhadores, sindicalizados como eles. Foi um Papai Noel em agosto, para as grandes empresas dos EUA.

    E foi o começo do fim. Reagan e os Republicanos sabiam que se safariam – e safaram-se. Cortaram impostos dos ricos. Tornaram impossível organizar sindicatos nos locais de trabalho. Eliminaram leis de segurança no trabalho. Ignoraram leis antimonopólios e permitiram milhares de fusões entre empresas, com muitas empresas vendidas para serem fechadas. As empresas congelaram salários e ameaçaram os trabalhadores com a chantagem da transferência de empresas e empregos para o exterior, caso não aceitassem trabalhar por salários menores e sem garantias nem benefícios. E os trabalhadores aceitaram trabalhar por menores salários… E mesmo assim as empresas mudaram-se para o exterior, levando com elas os nossos empregos.

    E em cada passo desse processo, a maioria dos norte-americanos também se deixou levar. Praticamente não houve nem oposição nem resistência. As “massas” não se levantaram nem defenderam seus empregos, suas casas, a escola dos filhos (consideradas das melhores do mundo). Apenas aceitaram o destino e curvaram-se.

    Muitas vezes me pergunto o que teria acontecido se todos, simplesmente, tivéssemos deixado de viajar de avião, ponto final, em 1981. E se todos os sindicatos tivessem dito a Reagan “Devolva os empregos dos controladores, ou fechamos o país: ninguém entra e ninguém sai.” Sabem o que teria acontecido? A elite corporativa e Reagan, seu moleque de recado, teriam afinado.

    Mas não fizemos nada disso. E assim, pedaço a pedaço, peça a peça, ao longo dos 30 anos seguintes, os que passaram pelo poder destruíram as pessoas comuns nos EUA e, em troca, desgraçaram o futuro de, no mínimo, uma geração de jovens norte-americanos. Os salários permaneceram estagnados durante 30 anos. Basta olhar as estatísticas e vê-se que todas as perdas de tudo que hoje tanta falta nos faz começaram no início de 1981 (assista: cenas de meu último filme, que ilustram isso).

    Tudo começou no dia 5 de agosto, há 30 anos. Foi dos dias mais terríveis em toda a história dos EUA. E deixamos que acontecesse. Sim, eles tinham o dinheiro, a imprensa e os policiais. Mas nós éramos 200 milhões! Quem duvida de que teríamos vencido, se nós, todos os 200 milhões de enganados, ficássemos realmente furiosos e decidíssemos recuperar para nós o nosso país, nossa vida, nosso trabalho, nossos fins de semana, nosso tempo para educar e ver crescer nossos filhos?

    Será que já desistimos, mesmo? O que estamos esperando? Esqueçam aqueles 20% que apóiam o Tea Party – ainda temos os outros 80%! Esse declínio, nossa queda ladeira abaixo só parará quando exigirmos que pare. E não por “abaixo-assinado” ou gorjeios pelo Twitter.

    Temos de desligar a televisão e o computador e os videogames e sair às ruas (como fez o pessoal de Wisconsin). Alguns de nós têm de candidatar-se às prefeituras, ano que vem. Temos de exigir que os Democratas, ou criem vergonha e parem de viver sustentados pelo dinheiro dos bancos e grandes empresas – ou pulem fora e devolvam os postos para os quais foram eleitos para fazer o que não estão fazendo.

    Quando chega, chega, ok? O sonho comum da vida das pessoas comuns nos EUA não renascerá por mágica ou milagre. O plano de Wall Street é claro e está aí à vista de todos: os EUA serão nação dividida entre os Que-têm e os Que-não-têm. Está bom, assim, prá vocês?

    Vamos usar esse fim de semana para parar e pensar sobre os pequenos passos que podemos dar para virar esse jogo, com os vizinhos, no trabalho, na escola. Que melhor dia para começar que hoje, 30 anos depois?!

    Fraternalmente,
    [assina] Michael Moore
    MMFlint@aol.com
    MichaelMoore.com

    Leia mais em: O Esquerdopata
    Under Creative Commons License: Attribution

  70. Zbigniew said

    Mas o PIG será sempre o PIG, caro Pax. Vejam só:

    – Destaque do UOL, as 17h30 do dia 6.8.2011.
    “Crise em ministérios não altera aprovação de Dilma”
    De quanto foi mesmo a aprovação?

    Ou q escondem, ou simplesmente não dão:
    – ONU: TRAFEGO AÉREO BRASILEIRO MELHOR QUE O DOS EUA, FRANCA, ALEMANHA, ITÁLIA E AUSTRÁLIA.
    -http://democraciapolitica.blogspot.com/2011/08/onu-oaci-reconhece-alta-qualidade-do.html

    – Nenhuma notinha sobre os 46 milhões de americanos sob risco de pobreza extrema.
    http://www.lepoint.fr/monde/pres-de-46-millions-d-americains-vivent-grace-a-des-bons-alimentaires-05-08-2011-1360049_24.php

    -Por que a Abril atacou a PUC-SP?
    http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/por-que-a-abril-atacou-a-puc-sp

    -Matéria q vcs JAMAIS! verão nas headlines do PIG:
    O pior acordo do mundo

     

    Governar para os ricos e esquecer-se dos mais pobres e da classe média era a acusação de Obama contra Bush e trilha sonora de seus empolgados discursos. Agora, tornou-se o veneno que o presidente Democrata bebe em uma taça e oferece em brinde ao povo americano.

    Antonio Lassance
    (do sítio da Carta Maior).

    -Os supersalarios dos Procuradores da Prefeitura de São Paulo.
    http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/os-salarios-dos-procuradores-da-prefeitura-de-sao-paulo
    Vcs viram isto aonde mesmo?

    – E por fim a carta de princípios (?!) q a Globo sempre fez questão de seguir:
    http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/globo-divulga-carta-com-principios-que-nao-segue
    Parece q o alerta do Rodrigo Viana incomodou muita gente…

  71. Pax said

    Caro Patriarca,

    O Michael Moore pedido para os americanos irem às ruas é impagavel. O artigo dele toca em questões que incomodam, independente do cara ser quem é. Eu acredito que o Michael Moore passe por uma enorme campanha de difamação e ele mesmo contribuiu para isso com alguns deslizes que cometeu. Mas uma coisa é certa: ele cutuca a onça.

    Caro Zbigniew,

    Será que foi o alerta do Vianna que gerou esta declaração da Globo? Achei bastante esquisito ontem, ao assistir o JN, que a rede precisasse apresentar sua carta de princípios.

  72. Pax said

    Agora, independente de acreditarmos em PIG ou não PIG, se golpista ou governista, tem uns caras que são bons. Acho o Josias de Souza um destes. O Paulo Moreira Leite outro, o Fernando Rodrigues outro etc etc.

    E o artigo do Josias, de hoje, é um tanto assustador, se sua opinião e fontes estiverem corretos.

    Vale a leitura:

    PT prevê para Dilma fim de gestão sob jugo do PMDB
    http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/arch2011-08-01_2011-08-31.html#2011_08-07_08_57_01-10045644-0

    Sinceridade? Imaginem este país governado pelo Temer?

    Dentro do meu ateísmo pétreo rezo pela saúde de Dilma todas as noites. =)

  73. Zbigniew said

    Muito bom o texto do Moore, Patriarca. Essa insanidade tem q parar. Ninguém esta acima do bem ou do mal, muito menos os financistas e mercadistas.

  74. Zbigniew said

    Não o artigo em si, Pax. Mas q eles estão acusando o golpe, há, estão.

  75. Pax said

    Disso não tenho dúvidas, caro Zbigniew. Quando alguém precisa dizer: eu sou honesto alguma coisa de errado está acontecendo. Pode escrever.

    Aliás,nunca vi esta frase ser tanto repedita neste processo de faxina que estamos vivenciando.

  76. Chesterton said

    Pois é, caro Chesterton, teus ídolos …

    chest- Obama é meu ídolo? Bem, matou o …..esqueci o nome. Mas deu data marcada para ir embora, isso equivale a rendição. E a Siria, ninguem fala nada?

    Patriarca, como diplomata e Lula, o que que Amorim fez que não foi merda?

  77. Chesterton said

    Dilma governa sem o PMDB? Não foram vocês mesmos que diziam que não governa?

    Será que um de vocês não pode se dar conta de que essa crise norte-americana se deve ao fato de o governo gastar mais do que arrecada? A pirâmide se esgotou, explodiu.

    Reclamam do Chuck Norris, que ainda vai dar muito o que falar (escrevam aí) e me vêm com Michael Moore? Mas isso é hilário.

  78. Patriarca da Paciência said

    Chesterton,

    o que caracteriza um fundamentalista é justamente acreditar que existe uma única definição para cada palavra.

    Um filósofo acredita que existe uma definição de cada palavra para cada pessoa que existe.

    Só houver uma coisa que não sou é fundamentalista!

    Então você precisaria primeiro escolher a definição da sua preferência.

  79. Chesterton said

    o que caracteriza um fundamentalista é justamente acreditar que existe uma única definição para cada palavra.

    chest- (rsrsrsrs) você já ouviu falar em Humpty Dumpty?

    http://externalismo.blogspot.com/2006/08/humpty-dumpty-e-o-significado-das.html

  80. Patriarca da Paciência said

    Caros Pax e Zbigniew,

    por incrível que pareça, eu não acho tão difícil assim resolver o probelama dos Estados Unidos.

    O Japão alcançou um progresso incrível apenas desviando o orçamento da defesa para a educação.

    Dizem que o orçamento militar dos Estados Unidos anda atualmente em 700 bilhões de dólares.
    Bastaria que os norte-americanos se curassem da paranóia de “xerifes do mundo” e cortassem metade do orçamento militar.

    Sobraria dinheiro para muitas outras áreas.

  81. Patriarca da Paciência said

    probelama – correção, problema.

  82. Patriarca da Paciência said

    Apesar que deu um trocadilho interessante.

    Probelama – mistura de problema com lama.

  83. Pax said

    Caro Patriarca, em #80,

    Mas aí os EUA deixam de ser o império da vez. Quem, então, teria a hegemonia militar?

    Viveremos sob o império chinês?

    Pelo jeitão da coisa, o nosso caro velho e bom Chesterton está torcendo pra Chuck ser no novo presidente dos EUA.

  84. Patriarca da Paciência said

    Caro Pax,

    no meu chutômetro, os Estados Unidos não terão escolha.

    A China tem condições de ter um exército cinco vezes maior que o norte-americano e, segundo dizem, ainda em 2015, a economia chinesa ultrapassará a economia norte-americana.

    Mas os Estados Unidos continuarão grande, então haverá multipoliridade, inclusive com Europa, que também continuará grande e a América Latina, que ficará grande.

    Será um mundo bem mais interessante!

  85. Patriarca da Paciência said

    correção – multipoliridade = multipolaridade

  86. Pax said

    Não vejo absurdos em suas previsões, caro Patriarca.

    Os EUA têm, sim, uma enorma capacidade de se regenerar. Ultimamente esta característica não tem acontecido, mas uma outra hipótese é eles se reinventarem, darem a volta por cima.

    Mesmo assim o caminho da China parece sólido e o nosso também.

    A Europa não sei. Confesso que me preocupo.

  87. Chesterton said

    O Japão alcançou um progresso incrível apenas desviando o orçamento da defesa para a educação.

    chest- sim, mas as custas dos EUA. Que os defendiam.

    Essa crítica tb é feita pelos conservadores mais “irresponsaveis” (digamos assim). Que os EUA deixem o mundo se explodir , o Japão que se vire (terá armas atômicas as pencas em semanas) a Alemanha que se vire (será remilitarizada rapidamente com a grana que tem em caixa), e o mundo que vire uma esculhambação….

    É do interesse dos EUA a longo prazo um mundo com Japão e Alemanha militarmente superpotencia? Paguem para ver.

  88. Chesterton said

    Mesmo assim o caminho da China parece sólido e o nosso também.

    chest- a China é uma ditadura pesadissima, a população não tem nenhum controle sobre seus atos, que vive as custas de exportar bugingangas para os americanos. A primeira coisa que um pais em recessão corta é o consumo de bugingangas, e ainda por cima, os chineses são os maiores donos de títulos da dívida pública norte-americana, que Obama vem desvalorizando diariamente.
    A situação da China é tão desconfortável, que se pudessem não me espantaria se declarassem guerra contra os americanos.
    Aliás, idem o Brasil, que depositou suas reservas em dólar no cofre dos americanos.

  89. Chesterton said

    http://www4.ensp.fiocruz.br/radis/108/PDF/radis-108.pdf

    revistinha socialista da Fundação Oswaldo Cruz…..dinheiro posto fora.

  90. Patriarca da Paciência said

    Chesterton e sua visão fundamentalista.

    Houve uma vez um império persa, um romano, um papal, um inglês etc.

    Todos passaram e o mundo continuou sua marcha.

    Houve uma Revolução Francesa, Uma Revolução Russa, Uma incrível convulsão alemã.

    Todas passaram e mundo cintinuou sua marcha.

    Mas o Chesterton raciocina conforme gibis.

    Vilões que são pura maldade e mocinhos que são puras bondades.

    Estados Unidos defensores do mundo!

    Conta mais uma, Chesterton!

  91. Chesterton said

    Quando e se os chineses dominarem o mun do, você vai ter saudades dos yankes, Patriarca. Eu até torço que você tenha uma provinha.

    Pax, leia a pagina 18 dessa revista, sobre aquele assunto que discutimos.

  92. Patriarca da Paciência said

    Chesterton,

    esse negócio de “dominar o mundo” é realmente coisa de gibi, ou então faz parte da história antiga.

    Um ser humano saudável jamais pensaria em “dominar o mundo”.

    “Dominar o mundo para quê?”

    Além do mais, uma pessoa de razoável inteligência e saudáve, sabe que isto é algo totalmente impossível.

    Isto hoje em dia é coisa de minoria minúscula, daqueles que pensam igual ao maluco da Noruega.

  93. Chesterton said

    Pois é, os conservadores , e você há de lembrar do inicio do governo Bush, tb pensam em isolar os EUA do resto do mundo , pensamento que só durou até a derrubadas das torres gemeas.
    Os EUA dominam por “default”, a herança de grandes impérios caiu-lhes no colo, e sem eles de policia dos mares não haveria comercio internacional. Ou você acha que os chineses e russos vão cuidar dos petroleiros brasileiros nos mares da Terra de graça, como os americanos fazem?

  94. Chesterton said

    “E apresentar um
    documento-síntese que pergunte à
    sociedade brasileira: vocês querem
    um SUS, de fato? Custa 7% do PIB.
    Nós temos 3,5% para gastos públicos,
    precisamos de mais 3,5%. Isso é o
    custo. Precisamos de carreiras, de
    profissionais dedicados, de educação
    permanente, e diminuir a fragmentação. Um documento que fale sobre
    financiamento e modelos de atenção,
    numa linguagem muito simples e que
    consiga comover a sociedade. ”

    chest- parte do artigo em questão na revistinha.

  95. Chesterton said

    . Estilo de vida e autocuidado
    também são terapias: subjetivas, sociais
    e psicossociais. Esse reducionismo do
    modelo biomédico estimula a medicalização.

    chest- é uma ilusão confundir estilo de vida com atendimento médico, nem as ditaduras mais fortes conseguiram impor essa noção. Auto-cuidado equivale aquela politica de abrir portas de hospícios, estão todos perambulando por aí,l morrendo fora das estatisticas de saude. terapias psicossociais é coisa de dr Strangelove.

  96. Chesterton said

    . Eu já propus, em palestra, um
    plebiscito com a população brasileira:
    vocês querem o SUS? Com 7,5% do PIB,
    público, com controle social, avaliação
    de desempenho?

    chest- já roubou para si mais 0,5% do PIB, era 7%…

  97. Zbigniew said

    Patriarca, concordo com a questão da multipolaridade. Torço por um mundo assim, com vários gigantes, diversidade de vocações e culturas. E nisto q reside a riqueza da humanidade.

    Mas o caminho ainda esta sendo trilhado, com muitos perigos como os extremismos q devem surgir das crises (vide Europa e EUA), regimes autoritários (vide China, Coreia do Norte) e regimes desestabilizadores e violentos (Israel).

  98. Chesterton said

    regimes desestabilizadores e violentos (Israel).

    chest- conta outra. O regime desestabilizador ali é o Irã, que financia através da Siria ataques terroristas contra Israel. Aliás, por isso que ninguem da imprensa fala da Siria.

  99. Pax said

    Caro Chesterton,

    Como é que é essa história dos EUA defenderem nossos navios nos cinco oceanos?

    Não vou ler aquele entrevisa na revista que você apontou, mas o cara diz que deve dobrar o orçamento do SUS. Bem, nem sei quanto é o orçamento do SUS, sei que em agosto do ano passado o blog colecionou uma notícia que o PMDB desviou 500 milhões da Saúde.

    Aqui https://politicaetica.com/2011/01/17/pmdb-r-500-milhoes-desviados-da-saude-publica/

    Acho que se reduzir drásticamente a roubalheira da Saúde e aumentar a eficiência na gestão a coisa já melhoraria um bocado. Não?

  100. Zbigniew said

    Sim, Chesterton, ha outros regimes desestabilizadores por ali por aquelas bandas. Aquela historia e bem complicada e requer uma abordagem bastante equilibrada. Um sinal da multipolaridade e a tendencia ao reconhecimento do Estado palestino pela ONU. Sim, o veto dos EUA vao impedir, mas o preco politico esta ficando cada vez mais pesado. E um comeco e so com muita pressao da comunidade internacional e muita paciencia sera possivel avancar na pacificacao da regiao, tanto no que se refere a Israel quanto aos outros paises que investem contra os herdeiros de Davi. Siria e Ira tem sim participacao, seja qual forem as justificativas. Mas nao da pra fechar os olhos ao genocidio praticado por Israel contra os palestinos. Aquilo tem que se resolver de uma vez por todas.

    O bom e que em Israel parece que os extemistas do governo nao estao fazendo mais tanto sucesso.

    “Israel vive masiva jornada de protestas en demanda de viviendas y justicia social.

    Cerca de 250 mil israelíes se manifestaron este sábado por la noche en Tel Aviv y otras ciudades de Israel para reclamar justicia social, según datos de la policía. Entre otros asuntos reclaman por el precio exorbitante de la vivienda, los privilegios de los colonos y la degradación de la educación.

    Estas manifestaciones, las mayores en la historia de Israel por cuestiones sociales, están consideradas como una prueba de la continuación del movimiento, que comenzó hace tres semanas y sigue creciendo.(…)”

    http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/os-protestos-em-israel-0#more

    Estes movimentos que estao pipocando mundo afora dao bem a dimensao da insatisfacao com a concentracao de riquezas que muitos governos promoveram, alem, e logico, de outras demandas sociais. Parece que aquele mundo em que o capital mandava e desmandava ta desabando…

  101. Chesterton said

    Pax, a revista é bem ruinzinha, tem até aquele artigo do Boff dizendo que o capitalismo estaria em crise terminal, coisa e tal.
    Mas como discutimos naquela ocasião, o cara quer dobrar o orçamento da saude sem nem dizer para que? Sei que tua ligação é fraca, mas dá uma olhada.

    Zbgn$%¨&&, Israel é uma democracia, por acaso o exercito israelense matou os manifestantes como ocorreu na Siria?

  102. Zbigniew said

    Pax, isto aqui e o PIG no seu estado puro. Advinha quem e o seu exemplo mor.

    Do post “O Lobista de Dantas”.

    “O lobista de Dantas

    Na série “O caso de Veja”, um dos capítulos tinha por título “O lobista de Dantas”.

    Começava assim:

    Na longa noite de São Bartolomeu, tudo foi permitido à direção da revista Veja. Poucas vezes se assistiu na imprensa brasileira a tal festival de violência gratuita, de deslumbramento, de demonstração de força, de ataques generalizados contra a honra de terceiros, atropelando normas básicas de jornalismo como novos ricos do poder.

    Assemelhavam-se a um bando de alucinados armados, atirando contra qualquer vulto que se mexesse à sua frente.

    Muitos episódios ficarão na lembranças dos leitores. Não apenas as capas – de uma agressividade incompatível com uma grande publicação -, mas as matérias estranhas de assassinatos de reputação em disputas comerciais, a manipulação da lista dos livros mais vendidos para beneficiar um diretor da revista.

    Dentre todos os assomos de anti-jornalismo, quando todos os detalhes forem conhecidos, a herança que terá desdobramentos , será os motivos que levaram a direção da revista a permitir que o colunista Diogo Mainardi praticasse o mais escancarado lobby empresarial que a grande imprensa brasileira tida por séria já produziu. E em defesa do mais polêmico empresário brasileiro, Daniel Dantas, preso pela Polícia Federal sob a acusação de formação de quadrilha.

    O episódio é relevante para se aprofundar sobre o papel da mídia nesse jogo, dos jornalistas que, sob a batuta de Dantas, manipularam informações com o claro intuito de influenciar o Judiciário.

    A série começou a ser escrita antes de se saber da Operação Satiagraha. Sua divulgação comprovou os fatos levantados.

    A gravação de número 319 do dossiê Satiagraha – disponibilizado esta noite na Internet – comprova as suspeitas que manifestei na época. Dantas acertava por cima com os donos de veículos; mas a operação era conduzida diretamente por ele, através de pessoas de sua confiança na redação.

    A conversa é entre Daniel Dantas e uma jornalista que cobria o setor (o arquivo diz que é Elvira Lobato; pensava ser Janaína Leite).

    Dantas recomenda à jornalista que saia do tema “com elegância”. Diz que o risco jornalístico é muito grande, que os jornalistas se expõem muito. Recomenda cautela. E mostra preocupação com o fato de seu homem na Veja – Diogo Mainardi – estar perdendo espaço.

    – Em vez de atacar no pessoal, na briga, em que cada um deles tem munição suficiente. Brigar com munição precária é precário. É melhor dar um acabamento institucional em relação ao assunto e pronto. (…) Eles não têm limite. Diogo mandou esse negócio para os procuradores, não sabe onde isso acaba.

    – Se a Veja fosse continuar…, diz a jornalista.

    – Tudo bem, mas ela já recuou. Ela tem algum motivo e ela teve algum recuo. A página do Diogo já não está no local normal. Alguma coisa aconteceu que ele está descolado. Depois, já não vai continuar. O outro me liga de lado preocupado. Sabe quando você junta essas pedras todas? (…) O Diogo na segunda feira está dizendo que não vai abordar mais, tem coisa aí. Nao dá para você ficar. Se eu soubesse que era dessa dimensão, eu teria tomado um caminho diferente. Não tem nada que eu saiba. Sabe quando você sente?

    Na gravação, recomenda que deixe de lado a Telecom Italia e se concentre no caso Telemar. Diz ter intuição de que vem algo muito grande pela frente (certamente a Operação Satiagraha).

    A murdochização da mídia

    Estão comprovadas todas as teses que levantei em “O Caso de Veja”, nas palestras e artigos posteriores e na cobertura da Satiagraha.

    Utilizou-se o macartismo como biombo para jogadas comerciais da pior espécie. Valeram-se de assassinatos de reputação, de um poder mais mortífero que o da própria Foxnews – porque a partir de um pacto dos quatro maiores grupos jornalísticos do país. Inibiram jornalistas com ataques a reputações.

    Para fortalecer o esquema, houve um pacto entre os jornalistas do esquema para levantar a bola de Diogo Mainardi (o Estadão chegou a compará-lo a Carlos Lacerda) de maneira a aumentar a efetividade de seus ataques. No Blog da Veja, recorreu-se a um blogueiro de esgoto para os ataques mais abjetos da história do jornalismo brasileiro.

    Leia aqui “A cara da Veja”, que deixa de maneira explícita o método adotado por Roberto Civita para repetir o estilo Murdoch.

    Pensaram que todos seriam intimidados. Muitos foram. Mas houve os que resistiram. E não esperavam que a Internet abrisse espaço para a reação.”

    Tem o audio la no site: http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-lobista-de-dantas

  103. Chesterton said

    Luis Nassif, Zbgnwrtsfh?

  104. Chesterton said

    Tropas do governo bombardeiam e invadem cidade no leste da Síria; confrontos matam 55 pessoas

    Pelo menos 55 pessoas morreram na Síria no domingo em confrontos entre forças do governo e militantes.

    Quarenta e duas pessoas foram mortas em um ataque de tropas sírias a Deir al-Zour, a maior cidade no leste do país e um dos principais palcos de protestos contra o governo. Dezenas de tanques e veículos blindados entraram na cidade depois de um forte bombardeio durante a madrugada.

  105. Zbigniew said

    E ele mesmo, Chesterton. O Luis Nassif. Rebate ele.

  106. Chesterton said

    http://www.almanaquebrasil.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=7384:geisel-e-acusado-de-apoiar-o-comunismo-internacional&catid=12930:politica&Itemid=138

    chest- durma-se ciom um ruido desses….

  107. Patriarca da Paciência said

    “Como é que é essa história dos EUA defenderem nossos navios nos cinco oceanos?”

    Pax,

    O Chesterton, tal como o Bush, tiveram como educadores e formadores de opinião, os gibis. Veja bem se isso não é coisa que se encontra facilmente nos gibis.

    Zbigniew, 97,eu, além de torcida, tenho muita esperança e até confiança num mundo mais igualitário, inclusive com o desenvolvimento da África. Um comentarista do Pedro Doria, certa vez, escreveu um texto ( o Pedro Doria abriu espeço para que comentarista enviassem textos) dizendo que os chineses não só investem pesadamente na África como se casam com as africanas e que já há toda uma geração de crianças com pai chinês e mãe africana. E disse também que naquele ano Angola havia crescido economicamente em 26%

  108. Chesterton said

    o dia 5 de novembro de 1975, o Brasil votou a favor de um projeto de resolução da ONU que condenava o regime racista da África do Sul e recomendava a suspensão do fornecimento de matérias-primas estratégicas para esse país. A decisão mais controversa desse período, entretanto, foi o reconhecimento, em 10 de novembro, do governo angolano em fase de implantação pelo pró-comunista Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), cujas forças militares, apoiadas por tropas cubanas, estavam derrotando no campo de batalha os outros dois grupos rivais, a Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA) e a União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), as quais, por sua vez, lutavam ao lado de contingentes da África do Sul e recebiam apoio material dos Estados Unidos, de outras nações ocidentais e da China.

  109. Chesterton said

    105, Nassif fala 14 minutos. Exatamente o que, dentro dessa entrevista você quer que eu rebata?

  110. Chesterton said

    dizendo que os chineses não só investem pesadamente na África como se casam com as africanas

    chest- e dentros de 3 ou 4 anos vão embora, deixando um buraco onde havia uma mina, um monte de filhos bastardos (feios para caramba de acordo com um brasileiro que mora em Angola), e estradas auto-destruíveis, .

  111. Zbigniew said

    Perfeito, Patriarca. Sempre ouvimos por aqui que a Africa era um continente miseravel, onde so existe fome e genocidio. Dai o Brasil abriu novas representacoes diplomaticas por la, pelos paises arabes, e na China. O que ocorreu? Agora, quando os EUA espirram nos nao pegamos mais pneumonia. Quem foi o responsavel por isto? A dupla Lula-Amorim.

  112. Pax said

    Confesso que fico preocupado de um lado e tenho certo otimismo de outro.

    A China é uma ditadura e cresce. Este é o lado preocupante.

    Mas cresce quando abre para a iniciativa privada, que tem forte relação com as democracias. Este e o lado otimista.

    Mas é mais preocupante que otimista.

  113. Zbigniew said

    Sou do principio que reza sobre a inexoravel evolucao de tudo. Nao acredito que a China sera eternamente uma ditadura, ou um pais de um unico partido. Mas e possivel que isto demore. Entretanto, num mundo multipolar, o gigantismo da China pode ser compensado ou “contrapesado” pela Europa, EUA, e demais BRICs.

  114. Chesterton said

    111,l só pode ser gozação, o pa[ís tem a maior taxa de juros para manter o fluxo de capital externo, e a quantidade de negócios com a África é ínfima, com saldo negativo para o BGrasil…aí, nossa blindagem vem da Africa. Ora, Zbgn23*74, vá lamber sabão depois de plantar batatas.

  115. Zbigniew said

    Hehehehehe. Caro Chesterton. Como diria o Pax: bom e velho Chesterton. Acho que tu ta precisando urgentemente de um cha de bussola.

  116. Patriarca da Paciência said

    Encontrei o texto sobre Angola e, ao contrário do que diz o Chesterton: “chest- e dentros de 3 ou 4 anos vão embora, deixando um buraco onde havia uma mina, um monte de filhos bastardos (feios para caramba de acordo com um brasileiro que mora em Angola), e estradas auto-destruíveis, .”, parece que os chineses estão a construir estradas, pontes, edifícios etc.
    É Chesterton, além de bugigangas, os chineses fabricam também: navios, estradas, pontes, carros, computadores, aviões, televisores, chips etc.
    chest- e dentros de 3 ou 4 anos vão embora, deixando um buraco onde havia uma mina, um monte de filhos bastardos (feios para caramba de acordo com um brasileiro que mora em Angola), e estradas auto-destruíveis, .
    chest- e dentros de 3 ou 4 anos vão embora, deixando um buraco onde havia uma mina, um monte de filhos bastardos (feios para caramba de acordo com um brasileiro que mora em Angola), e estradas auto-destruíveis, .

    Angola, por Caco, comentarista do blog do Pedro Doria

    Angola é um país em obras divididas por empreiteiras brasileiras, nas quais a Odebrecht aparece como a principal quanto ao volume, além de portuguesas e chinesas. Os chineses foram os últimos a desembarcar por aqui, mas já formam o maior contingente. Ninguém sabe ao certo, mas dizem que já são mais de 600.000 deles espalhados pelo país – dá algo como 3% da população. Trabalhando em turnos que causam inveja pela velocidade das obras e disposição para trabalhar 24 horas por dia e sete dias por semana. E, num fenômeno esperado, começaram a se integrar à sociedade de forma tão forte que a primeira geração de crianças sino-angolanas já começa a dar seus passos.
    Os chineses começam a tomar um espaço no coração das angolanas que até agora era dos brasileiros. Nós entramos nas casas todos os dias através das novelas da Rede Globo e da Rede Record. É inegável e surpreendente a influência da cultura brasileira por aqui. Nossa moda e costumes estão por toda parte. Na música, nos restaurantes, nas roupas, nas gírias dos jovens. O maior mercado de Angola chama-se Roque Santeiro. E há também o mercado Beato Salú. Sacoleiras desembarcam diariamente no aeroporto com sacolas abarrotadas de roupas que são vistas na última novela das oito do Globo. Cantores brasileiros chegam até aqui para estadas de quatro dias, tempo suficiente para um show e a gravação de um comercial. Também aproxima brasileiros e angolanos o passado de colônias que se livraram de Portugal. Há muito tempo e sem guerras, no caso do Brasil. E há 33 anos e com uma guerra de 20 anos, no caso dos angolanos.
    Às voltas com taxas de crescimento que rondam os 20% nos últimos cinco anos, o país tem se transformado no mais recente Eldorado de uma legião de empreendedores. Associados sempre a angolanos, esses empresários chegam diariamente a Luanda em vôos lotados da TAP, TAAG e SAS. Há uma crença geral de que vale a pena explorar qualquer atividade econômica por aqui. Há demanda por tudo e restrições de oferta de toda ordem. Também colabora para essa situação o fato de a economia estar baseada fortemente na exploração de petróleo e minerais (principalmente diamante e ouro). Em tempos de barris de petróleo nas alturas, há uma natural liquidez no mercado provocada pelas petrolíferas e companhias mineradoras.

  117. Pax said

    Qual é esse blog do Pedro Doria, caro Patriarca? Ele está com um novo?

  118. Patriarca da Paciência said

    Pax,

    o texto é longo, (transcrevi apenas os três primeiros parágrafos) bem escrito e eu o arquivei.
    Pena que não gravei a data, mas pela indicação é de 2008.

    Eu arquivo algumas coisas que considero interessantes

  119. Patriarca da Paciência said

    Pax,

    encontrei o link do referido texto:

    http://pedrodoria.com.br/?s=Angola+por+caco

  120. Pax said

    Legal, caro Patriarca. Obrigado.

  121. Chesterton said

    o pessoal da Odebrecht vem ao Rio de janeiro para tratamento médico de todo tipo. tenho informações de primeira mão toda semana. Não há classe média, há os que tem e os que não tem, de etnia oposta ao chefão. Os preços são absurdos, cirurgias simples a base de 20 mil dólares, vale a pena vir ao Brasil se tratar. Sim, já pensei em dar um pulinho lá dar uma especulada, mas não deu tempo.

  122. Chesterton said

    http://www.thedailybeast.com/newsweek/2007/11/24/china-s-african-misadventures.html

  123. Chesterton said

    http://www.afrik-news.com/article16469.html

  124. Patriarca da Paciência said

    “O Fundo Monetário Internacional (FMI) revelou que Angola é o país que tem o maior crescimento económico do planeta, devendo expandir-se em cerca de 35% este ano.

    Segundo o FMI, em 2002, com o fim da guerra civil, o país arrancou para um novo ciclo marcado por um forte crescimento económico, sustentado principalmente pelo aumento das receitas associadas ao petróleo, reconstrução de infra-estruturas produtiva e realojamento de cerca de 4 milhões de deslocados internos.

    O Fundo nota que, na estrutura da economia Angolana, assumem especial relevância os recursos naturais – Petróleo e Gás (49%) e Diamantes (5%) representam 54% do PIB – e, na óptica da despesa, as exportações pesam 80% do PIB. ”

    http://diarioeconomico.sapo.pt/edicion/diarioeconomico/internacional/economia/pt/desarrollo/1004850.html

  125. Patriarca da Paciência said

    Finalmente li um economista que acertou em suas privisões.

    Em 2007 ele falou tudo que aconteceria na Europa:

    http://economico.sapo.pt/noticias/a-europa-vaise-desmoronar_124235.html

  126. Patriarca da Paciência said

    Só para esclarecer,

    o Sócrates que o João Duque se refere é ao Sócrates português, o José Sócrates.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: