políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Pizzaria insalubre: Conselho de Ética

Posted by Pax em 28/09/2011

Conselho de Ética da Câmara só produz pizza estragada e ofensa ao povo brasileiro. Eles não cansam. Nem bem regurgitamos o caso da Jaqueline Roriz e nobres deputados nos servem Valdemar da Costa Neto.

Conselho de Ética da Câmara rejeita parecer contra Valdemar da Costa Neto por quebra de decoro

Iolando Lourenço – Repórter da Agência Brasil
Brasília – O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados acaba de rejeitar, por 16 votos 2, o parecer do deputado Fernando Francischini (PSDB-PR) propondo a abertura de processo contra o deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP) por suposta quebra de decoro parlamentar.

O parecer de Francischini se baseou em denúncias constantes da representação feita contra o parlamentar paulista pelo PSOL e do PPS. Matérias divulgadas pela imprensa acusam Costa Neto de tráfico de influência no Ministério dos Transportes e de envolvimento no superfaturamento de obras públicas contratadas pela pasta.

Ao ter o parecer rejeitado, o deputado tucano disse: “Acabamos de fazer uma pizza gigante, aqui na Câmara, com massa voto combinado. Infelizmente, a imagem do Parlamente fica desgastada [perante a sociedade]”.

Costa Neto compareceu ao conselho para se defender. Ele disse que as matérias são “requentadas, irresponsáveis e o condenam sem apresentar provas ou os acusados”. “Surpreendeu-me a representação baseada nessas matérias.” Segundo o parlamentar, as denúncias não têm o menor sentido.

O presidente do Conselho de Ética, deputado José Carlos Araújo (PDT-BA), nomeou o deputado Amari Teixeira (PT-BA) como relator do voto vencedor.

Anúncios

12 Respostas to “Pizzaria insalubre: Conselho de Ética”

  1. jesus da silva said

    Não cassaram a deputada de Brasilia, não cassam o Waldemar, aceitam o ministro Nascimento, que não serve para ser ministro mas pode ser senador.
    Se alguém quiser fechar o Congresso eles vão encontrar defensores.
    Eu duvido!

  2. Yellow_SUBmarine said

    (sic)!!!
    Mereciam apanhar de chicote, de rabo de tatu.

  3. mona said

    Que bom,
    todos estão ao lado do Tio Rei, nesta (infelizmente, os vídeos dos quais ele se utiliza para corroborar a tese não acompanham a matéria; mas, se acessarem o blog dele, estarão lá)…
    Tá na hora de chamar o médico, para tomar a temperatura docês? (kkkk)

    “Por um país mais corrupto, mais burro e mais feio! O PT que protege Valdemar Costa Neto quer tirar Gisele Bündchen do ar

    O Brasil assistiu ontem a uma cena explícita de pornografia política. Por 16 votos a 2, o Conselho de Ética da Câmara rejeitou a abertura de processo disciplinar contra o deputado Valdemar Costa Neto (SP), o chefão do PR e um dos réus no processo do mensalão. Ele era, como todos sabem, o grande comandante do Ministério dos Transportes. Nem Dilma Rousseff agüentou. Demitiu o ministro Alfredo Nascimento e mais 25 pessoas no Dnit. Mas a esmagadora maioria do Conselho, sob o comando do PT e orientação do Planalto — a “Faxineira Mestra” não quer mais saber da vassoura para varrer coisa nenhuma —, decidiu que nada há que desabone aquele patriota. Que fique claro: o conselho estava apenas decidindo se existiam ou não INDÍCIOS para abrir o processo. Não era uma sentença de condenação.

    Michel Temer (PMDB), o vice presidente, já disse anteontem uma frase e tanto: “Não se pode governar de vassoura na mão”. E com a sujeira debaixo do tapete? Ah, isso pode! Enquanto o PT, num canto, salvava Valdemar, o mesmo PT, no outro, se mobilizava para tirar do ar uma propaganda estrelada por Gisele Bündchen. VOCÊS ENTENDERAM DIREITO: O PARTIDO QUE ESTÁ NO PODER ACHA QUE GISELE FAZ MAL AO BRASIL E QUE VALDEMAR FAZ BEM. Antes que avance, vejam o sempre excelente Heraldo Pereira comentando o caso Valdemar e entrevistando os deputados Fernando Francischini (PSDB-PR) e Amauri Teixeira, do PT da Bahia, no Jornal da Globo.

    Publico o vídeo para que não reste a menor dúvida de que o PT trabalhou ativamente para livrar a cara do “companheiro” Valdemar. Faz sentido. No processo do mensalão, por exemplo, José Dirceu ocupa uma posição superior à do deputado do PR na hierarquia do crime. Na prática, o tal Ademir está defendendo a sua própria turma. Mas a vida, felizmente, é mais do que essa gente com cara de recepcionista de funerária de filme B. Também nos reserva beleza e graça. E isso o PT, evidentemente, não pode suportar. A petista Iriny Lopes, titular da Secretaria de Políticas para as Mulheres, decidiu enroscar com um comercial estrelado por Gisele Bündchen. A ministra, de uma corrente do partido chamada “Articulação de Esquerda”, encaminhou um ofício ao Conselho de Auto-Regulamentação Publicitária (Conar) pedindo que uma série de comercias sobre lingerie seja retirada do ar. Nos filmes, uma Gisele com vestido ou bermuda dá uma má notícia ao marido; na tela, aparece, então, a palavra “Errado”. Em seguida, usando a lingerie, ela dá a mesma notícia, e aí surge a palavra “certo”. Uma voz em off recomenda: “Você é brasileira; use seu charme! Hope, bonita por natureza”. Iriny não gostou! Assistam a um dos filmes. Volto em seguida.

    Espírito bucéfalo do tempo
    Antes que comente a interpretação petralha que fizeram da propaganda — eles a entenderam pelo avesso!—, é preciso comentar a boçalidade dessa gente articulada com o espírito do tempo. O fim do comunismo — e, no particularíssimo aspecto de que tratarei, a boa notícia teve o seu lado trágico — conseguiu fazer um mal imenso à inteligência. Enquanto aqueles tarados viviam perseguindo a “revolução social” ou se organizavam para tentar dar o golpe final na democracia, a própria democracia estava razoavelmente protegida da estupidez, do obscurantismo, da ignorância. Ficavam lá metidos em suas igrejas de pensamento, organizando as suas conspiratas, e não importunavam tanto. Quando a perspectiva da grande virada se desfez, a esquerda se fragmentou nesses intoleráveis e, acima de tudo, INTOLERANTES, “movimentos de minoria”. A pauta, no fim das contas, é a mesma — continuam empenhados em destruir a sociedade democrática —, só que, agora, falam em nome de grupos organizados. A “classe operária” saiu de cena; em seu lugar, entraram “as mulheres”, “os gays”, “os negros”, os “sem-terra”, os “ecologistas”, os “sem-isso”, os “sem-aquilo”… E as lideranças dessas ditas minorias se empenham, então, em impor a sua vontade ao conjunto da sociedade.

    Os antigos comunas, ao menos, tinham lá sua idéia de universalidade, que se revelou estúpida, brutal, homicida. As minorias de agora não são menos autoritárias, não! Apenas não dispõem dos mesmos instrumentos e não podem aderir à mesma forma de luta. Mas a sua determinação de destruir valores universais — porque, supostamente, expressões de uma sociedade burguesa, reacionária — é, no que respeita à filiação de idéias, ainda que não o saibam, caudatária do lixo leninista. A tal lei que quer punir a homofobia não vê problema nenhum em golpear junto a liberdade de expressão. A causa justificaria. A dona Iriny considera que uma forma de censura é o caminho mais curto para ela proteger o direito das mulheres. A conclusão é inescapável: para o PT, Valdemar Costa Neto é parte da democracia, mas aquela propaganda ofende gravemente.

    Gente sem humor, sem inteligência, sem referência
    Já escrevi aqui certa feita que, se Swift (1667-1745) reencarnasse no Brasil e escrevesse hoje, quase 300 anos depois, o seu “Uma modesta proposta para prevenir que, na Irlanda, as crianças dos pobres sejam um fardo para os pais ou para o país, e para as tornar benéficas para a República”, seria denunciado pela ministra Maria do Rosário (Direitos Humanos). Afinal, ele recomendava que os irlandeses resolvessem o problema da fome comendo as crianças dos pobres. Sim, era uma ironia. Mas não para quem Swift é só uma marca de salsicha.

    Posso estar enganado, claro! — vai que o obtuso seja eu, e Iriny, uma iluminista —, mas entendo que o filme da agência Giovanni+DraftFCB ironiza o machismo ao colocar no papel de submissa, de “loura desfrutável”, uma mulher inegavelmente bem-sucedida, que enriqueceu pelo próprio esforço (à diferença de pilantras que livram a cara de pilantras), que há muito não precisa pedir autorização para homem nenhum para fazer o que bem entende. Essa agência já fez a propaganda de uma TV por assinatura. Víamos a mesma Gisele, ajoelhada, com um balde do lado, a limpar o assoalho. Um maridão meio pançudo, feioso, assistindo a um jogo de futebol, de papo pro ar, pede que ela interrompa o serviço para pegar mais um cervejinha na geladeira… E ela cobra que ele, ao menos, peça “por favor”. Houvesse só uma “gostosa” desempenhando um papel ou outro, talvez a polêmica fizesse algum sentido — ainda que o pedido para tirar a propaganda do ar continuasse estúpido. Mas se recorre a Gisele justamente para fazer com que o machismo, um dado da realidade, passe a girar em falso.

    Não é mesmo incrível que os petistas acreditem que um comercial de lingerie seja ofensivo às mulheres, mas não a proteção ao tal deputado? Quem, no fim das contas, quer tratar as mulheres como idiotas?

    Como disse aquele ministro, os idiotas, definitivamente, perderam a modéstia. Se não tomarmos cuidado, em breve, teremos de sair à rua munidos com um manual de instruções para não apanhar de vara das “polícias das minorias”. A ministra Iriny deveria dedicar os seus melhores esforços para criar a calcinha e o sutiã politicamente corretos. Não que homens liguem muito para isso, como sabem todos aqueles que me lêem. Quase sempre, quando essas peças têm alguma importância, a gente está pensando em outra coisa. Alguma das moças que me lêem já ouviu o gajo a dizer coisas como: “Mas essa sua rendinha, hein?” Só se foi o melhor amigo… Mas tá. Talvez Iriny devesse reunir o Comissariado do Povo para Assuntos de Calcinha e decidir que tipo de peça íntima deve usar a mulher para que não seja tratada como mero objeto. Ceroulas talvez…

    Encerro
    Eles não estão apenas tornando o país mais corrupto. Eles também o deixam mais burro e o querem mais feio. À imagem e semelhança do criador.

  4. Pax said

    Cara Mona,

    Com relação ao apoio do PT ao Valdemar da Costa Neto eu tendo a concordar com o titio histérico sim. Só que o tal deputado do PT afirmou que não houve uma ordem de cima para este posicionamento no Comitê de Ética. Se eu acho que ele diz a verdade é outra coisa.

    Então não posso concordar com a histeria (sem provas) que o titio escreveu:

    “Mas a esmagadora maioria do Conselho, sob o comando do PT e orientação do Planalto — a “Faxineira Mestra” não quer mais saber da vassoura para varrer coisa nenhuma —, decidiu que nada há que desabone aquele patriota.”

    Como ele prova que houve “orientação do Planalto”?

    Com relação ao caso da Gisele Bündchen eu não sei, não acompanhei este quiprocó.

  5. Mona said

    Pax, meu velho
    Confessa: vc adora ser contra o Tio… Ok, direito inalienável seu…
    O case da Gisele tá rendendo micro-artigos hilários no blog dele.
    Ah, o quiprocó ainda não terminou… O resumo da ópera é que a ministra que cuida dos interesses femino-feministas se abespinhou com um comercial da Hope, estrelado pela Gisele. Nesse comercial, ela vai dizer pro maridão que cometeu umas besteiradas. Há uma maneira “errada” de dar a notícia (quando ela aparece com roupinha “normal”) e maneira “certa” de, digamos, preparar o terreno “auricular” do companheiro (quando ela aparece vestida para a “guerra”), a partir de uma boa descarga de testosterona… A ministra quer que o Conar retire a propaganda do ar, porque ela coisifica, estereotipa, blá,blá,blá a mulher. Quem vive muito bem com sua sexualidade, seus amores, consigo mesmo, só faz rir da propaganda, porque sabe que entre 4 paredes, a gente manda, é mandado, apanha, bate, morde, é mordido, e não tem essa de ser dono ou coisa. Somos tudo isso e nada disso ao mesmo tempo… e não nos preocupamos nem um momento acerca do papel que estamos assumindo ali. Só queremos amar, gozar e ser muuuito feliz. Será que a ministra sabe disso?

  6. Pax said

    Mona, minha jovem,

    Obrigado por me “des-excluir” do quiprocón da bela Gisele e sua propaganda. Parece, segundo teu relato, que a ministra comprou uma briga desnecessária.

    Quanto ao titio, aceito a crítica que adoro ser contra o cara, sim.

    Mas há uma explicação. E ela pode ser longa mas vou resumir. Ando um tanto preocupado com a desmontagem completa da oposição. Quando houve o caso do Arruda no DF disse por aqui que seria o fim do DEM. E acho que estava correto. O partido que já era ruim foi para o vinagre de vez. Agora vem a pá de cal com a criação do PSD do Kassab que abriu a chance de gente como Kátia Abreu, Índio da Costa e outros de debandarem para o novo partido que já está em adiantado ensaio de apoio ao governo. Até rumores da musa da Confederação Nacional da Agricultura virar ministra já existe. Some a isso tudo o distanciamento que o PSDB conseguiu de suas bases eleitorais. Uma brigaiada interna entre Serra, Alckmin, Aécio e toda a cúpula umbigosa que conseguiu o enorme feito de, pasme, perder força, perder foco (nunca foram muito bons nisso mesmo) e votos. Soma (a) com (b) e mais alguns (c)s e você tem um quadro assustador que é o atual governo sem oposição, ou quase isso.

    E onde entra o titio? Bem, com suas histerias conseguiu antipatia de mais alguns, sim. Pior que isso, o pouco que resta da oposição segue este discurso histérico e consegue afastar ainda mais o voto desta turma. Titio é um dos tambores que retumbam esta histeria besta e, ao final, na essência, pouco produtiva.

    E eu com isso tudo? Bem, eu defendo que uma boa oposição faz com que a situação sue mais a camisa, seja mais cobrada, fiscalizada, etc etc e que isto acaba sendo muito positivo para o bem da democracia e do país. Simples assim. Diria que até para o próprio PT faria bem ter uma oposição mais forte.

    Resumo da síntese: Acho que o titio e sua histeria são contraproducentes.

  7. Pax said

    Interessante este post do Paulo Moreira Leite

    O claro enigma de Kassab

    http://colunas.epoca.globo.com/paulomoreiraleite/2011/09/29/o-claro-enigma-de-kassab/

  8. Edu said

    Pax e Mona,

    Há tempos ando procurando um jornalista que seja menos “partidário”. Ao que parece, o Paulo Moreira Leite se enquadra. Aproveitei para ler outras coisas dele.

    Ele me pareceu, como todo “bom” jornalista hoje, voltado para a esquerda, mas apresentando um discurso menos apaixonado e com uma coerência interna maior. Passarei a acompanhá-lo.

    Alguma outra sugestão?

  9. Pax said

    Caro Edu,

    Seja bem-vindo.

    Há vários bons jornalistas por aí. Difícil fazer uma lista sem esquecer de alguns, mas vamos lá, uma tentativa e também vou corrigindo no decorrer da boa discussão:

    1 – Paulo Moreira Leite
    2 – Fernando Rodrigues
    3 – João Bosco Rabello
    4 – Ricardo Kotscho
    5 – Villas-Bôas Corrêa
    6 – Josias de Souza
    7 – Jorge Bastos Moreno
    etc etc

    Sei que alguns colegas vão criticar a lista, mas leio estes caras, sim. E gosto. Leio outros também, tanto à situação quanto à oposicão, mas não gosto muito de histerias desnecessárias e contraproducentes. Na própria lista acima há partidarismos mas entendo que há, acima de tudo, jornalismo.

    E há os que critica a própria imprensa, como o Alberto Dines, Eugenio Bucci etc.

    Como disse me permito alterar a lista assim que lembrar de mais nomes.

  10. Edu said

    Obrigado Pax,

    O único que eu não gostei muito foi o do Kotsho, que eu já tinha lido algumas vezes… mas ele deixa a militância dele de forma subiliminar. Isso me irrita: no post sobre o mal humor, em minha modesta opinião desviando os olhares do seu público para o que está acontecendo com a realidade do país, como se dissesse assim: po, fizeram merda, mas vamos ser otimistas! Para mim isso é mais ridículo do que a histeria do Titio! kkkkk

    Tudo bem, tenho uma tendência direitista, talvez seja o viés em que me apóio para não gostar do estilo de escrita dele.

    Enfim, obrigado pelas dicas. Acompanharei.

    Um abraço

  11. isso esta cada vez mais absurdo, fiz isso aqui no meu blog para mostrar minha revolta com todo isso
    acessem: http://www.mundomuitotosco.blogspot.com

  12. Pax said

    Caro Edu,

    O Kotscho escreve bem pacas. E, sim, ele é governista até debaixo d’água. Mas é um direito dele e o melhor: é declarado.

    Caro Reginaldo, o posto da Pizzaria Conselho de Ética do teu blog é muito bom. Seja bem-vindo também.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: