políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Demóstenes para presidência do Congresso

Posted by Pax em 16/06/2012

A CPMI do Cachoeira virou piada. Já soltaram quase todos os presos e Carlinhos Cachoeira prepara as malas para voltar ao conforto do lar, ou da máfia, como preferirem. Possível que marque a celebração desta liberdade com Fernando Cavendish em algum dos mais luxuosos restaurantes de Paris. O empreiteiro costuma levar para estes caríssimos repastos os que lhe atendem. Qualquer superfaturamento a posteriori faz com que estas contas sejam pagas pelo contribuinte brasileiro sem maiores reclamações. Só falta sabermos quem do Congresso e dos governos estaduais e federal serão convidados para celebração da canalhice nacional.

Cavendish tem a base aliada para blindá-lo de qualquer convocação e explicação. Está mais solto que passarinho de marido infiel.

Demóstenes Torres tenta suspender o processo que corre na Comissão de Ética no Senado via Supremo Tribunal Federal. Talvez consiga.

O PT se alia a Maluf em São Paulo a troco de alguns minutos de televisão na campanha para a prefeitura paulistana. Em outras palavras, vende sua história a troco de pinga.

Sodoma e Gomorra foram cidades cidades destruídas por Deus, com fogo e enxofre, por práticas de atos imorais. A militância petista precisa se informar com a atual direção do partido se, à semelhança destas cidades, a destruição do partido incluirá seus habitantes. Qualquer semelhança é mera conjectura.

O próximo passo pode ser a indicação de Demóstenes para a presidência do Congresso. Faria todo sentido.

Só a ironia para evitar o desespero.

Demóstenes Torres volta a acionar STF contra processo no Conselho de Ética

Débora Zampier – Repórter da Agência Brasil

Brasília – Depois da tentativa fracassada de suspender o processo que enfrenta na Comissão de Ética no Senado, o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) voltou a acionar o Supremo Tribunal Federal (STF) apresentando outro mandado de segurança com o mesmo objetivo, nesta sexta-feira (15). O processo foi distribuído novamente para a ministra Cármen Lúcia Rocha. A defesa também recorreu da primeira decisão.

No segundo mandado de segurança, os advogados alegam que a Comissão de Ética está desrespeitando prazos processuais ao marcar para a próxima segunda-feira (18) tanto a apresentação do relatório do relator Humberto Costa (PT-PE) quanto a votação desse documento pelos colegas.

A defesa de Demóstenes argumenta que o Código de Ética e Decoro Parlamentar do Senado prevê prazo de dez dias úteis para apreciação de relatório pelo conselho, após a apresentação do relator.

Os advogados também criticam o fato de a apresentação do relatório ocorrer no dia útil seguinte à anexação das alegações finais do senador, entregue nesta sexta-feira (15) . “Tal prematuro agendamento denota claramente que o senador relator, ao que parece, não pretende levar em consideração qualquer tese defensiva que será aposta em alegações finais, num evidente prejulgamento que, salvo melhor juízo, parecer atender a inclinações nocivas à presunção de inocência”.

Nesta sexta-feira, a ministra Cármen Lúcia negou o primeiro mandado de segurança para suspender o trabalho da Comissão de Ética no caso Demóstenes. O documento, protocolado ontem (14), argumenta pela ilegalidade das interceptações telefônicas que estão sendo usadas como prova de envolvimento do senador com o grupo do empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, suspeito de liderar esquema de jogos ilegais em Goiás.

Cármen Lúcia rejeitou o primeiro mandado de segurança alegando que não cabe interferência do Judiciário em atos internos do Legislativo. “Está-se diante de matéria configuradora de ato interna corporis, imune ao controle judicial”, justificou a ministra.

Os advogados de Demóstenes recorreram hoje contra essa decisão alegando que cabe intervenção judicial nos trabalhos do Conselho de Ética porque a votação que impediu perícia nas escutas telefônicas não tinha quorum suficiente.

“Resta evidente que não se trata aqui, pura e simplesmente, de questão interna corporis, sendo imperioso buscar o crivo do Poder Judiciário, máxime dessa Corte Suprema, para garantir a primazia e irrestrita observância da Constituição Federal”, sustenta a defesa de Demóstenes, que pede anulação do resultado e nova votação.

Nos dois instrumentos jurídicos apresentados, os advogados pedem que a ministra suspenda liminarmente os trabalhos do Conselho de Ética enquanto o mérito dos pedidos não forem apreciados.

Anúncios

253 Respostas to “Demóstenes para presidência do Congresso”

  1. Chesterton said

    Acho que a compra do Maluf pelo PT merece um psot (ou um estudo sociológico de como a esquerda comprou a direita com dinheiro dos netos do país)

  2. Patriarca da Paciência said

    E a aliança do José Serra com o Tiririca aconteceu bem antes e, até agora, nenhuma notícia na tal de “grande imprensa”.

    Já a Aliança do PT com o PP, envolve apenas o Maluf e nada mais.

  3. Chesterton said

    Rio + 20%

    16:55, 15/06/2012 GMFIUZA GERAL TAGS: CACHOEIRA, DELTA, PAC, POLITICAMENTE CORRETO
    Enquanto o circo da sustentabilidade vende aos inocentes seus kits verdes de esperança, os não-inocentes garantem seu futuro sustentável em Brasília.

    No momento crucial da CPI do Cachoeira, quando o suspeito número um do Brasil, Fernando Cavendish, deveria ser convocado a depor, a nação estava distraída com o carnaval fora de época da Rio + 20.

    Resultado: o dono da Delta, pivô do que promete ser o maior escândalo de corrupção da história da República (em cifras e em alcance político), não precisou interromper seu descanso em Paris para se explicar aos brasileiros.

    A não-convocação de Cavendish pela CPI, sem um mísero cara-pintada na rua para incomodar a Tropa do Cheque no Congresso, quer dizer o seguinte: o Brasil está se lixando para o seu futuro.

    Pergunta aos foliões da Rio + 20: como planejar a sustentabilidade num país onde o orçamento da infra-estrutura é dominado por bandidos?

    O esquema Delta-Cachoeira fez a festa no topo do Estado brasileiro, comandando o PAC com obras superfaturadas. Cavendish fez um caixa que lhe permitia, segundo ele mesmo, comprar um parlamentar por 30 milhões de reais.

    O Brasil ecológico e sustentável permitiu que os bandoleiros da CPI protegessem esse cidadão. O Brasil ético está, como diria Paulo Francis, tecnicamente morto.

    Fica combinado assim: vamos brincar de salvar o planeta com relatórios poéticos e tratados sobre o sexo dos anjos. Enquanto isso, a quadrilha do Cachoeira cuida da sua reciclagem – evitando a extinção da espécie e do esquema.

    Que venha a Rio + 20%, onde os felizes herdeiros da operação Delta darão workshops sobre a sustentabilidade do golpe. (Fiuza)

  4. Chesterton said

    15 Comentáriospara “Rio + 20%”

    Valter Aquino:15 junho, 2012 as 18:03
    Deus está vendo tudo, e nada escapa aos olhos Dele. Um dia estaremos diante do grande trono branco, e lá não teremos desculpas. Quem é fiel no pouco é fiel no muito.

    PASTOR EVANGÉLICO:15 junho, 2012 as 18:37
    PALAVRA DA VIDA, ONDE ESTÁ A VERDADE?

    LORIVAL ZANELATTO:15 junho, 2012 as 19:06
    DR. CRÂNIO???: 15 junho, 2012 as 18:30 O MUNDO CÃO, DR. CRÂNIO???

    PASTOR EVANGÉLICO: 15 junho, 2012 as 18:37 PALAVRA DA VIDA, ONDE ESTÁ A VERDADE?

    PROTESTANT PRIEST: 15 junho, 2012 as 18:40 WORD OF LIFE, WHERE IS THE TRUE?

    DR. SKULL???: 15 junho, 2012 as 18:43 THE DOG WORLD, DR. SKULL???

    Olha ela aí de novo com seus trocentos nicks. SEGUURA TEU EMPREGO FIUZZA.

    renato aguiar de assis:15 junho, 2012 as 19:16
    Realmente, o Brasil é um país de tolos!

    Bruno Daniel:15 junho, 2012 as 20:19
    complicada situaçao né, essa que nós mesmos proporcionamos, por meio de nossa ignorancia. Concordo de certa forma, porém existe a necessecidade da discussao de um futuro mais sustentavél. A corrupçao acontece o tempo todo, se pensarmos assim nao vai existir momento para descutir outros assuntos.

    Cadela do Chaves:15 junho, 2012 as 21:10
    Eu sempre me pergunto: o Brasil tem jeito? Há pessoas no País dispostas a mudar essa situação? Agora eu considero que a situação está pior porque nem gente para reclamar temos mais! Os reclamões de outrora – estudantes, sindicalistas, etc – foram cooptados pelo atual governo dito de esquerda. E o que é mais triste: sabemos que eles se calaram por conta de benesses conseguidas…

    roberval:15 junho, 2012 as 22:17
    Uma coisa eu tenho certeza. O preço desta alienação toda um dia será cobrado.

    silvio:15 junho, 2012 as 22:37
    Caro Jovem…

    Como pode…onde está o Serginho Cabral ??

    Já retornou da farra de Paris ?

    Erro imperdoavel.

    Filipe Fernandes:15 junho, 2012 as 23:36
    A Primavera arabe nasceu nas redes sociais e blogs! O escandalo Delta-Jose Dirceu-PAC-Cachoeira foi denunciado pela Veja! Pergunta que não deixa calar! E que fizeram o estimado blogueiro e a Rede Globo da qual e participante como detentores do 5º Poder a respeito disso? Porque o poder da palavra e dos blogs é imenso no Mundo Inteiro, no Brasil, os orgãoes de imprensa incluindo blogueiros que nao sao “financiados” e manietados pelos orgaos publicos comandados pelos Apedeutas, deveriam ter uma posição mais ativa e nao se ficarem por meras palavras como parte do seu texto! “… sem um mísero cara-pintada na rua para incomodar a Tropa do Cheque no Congresso, quer dizer o seguinte: o Brasil está se lixando para o seu futuro.”. Casdo contrario, sic, “vamos brincar de salvar o planeta com relatórios poéticos e tratados sobre o sexo dos anjos. “

    SENHOR DANDIM:16 junho, 2012 as 01:00
    CENSURARAM O SENHOR DANDIM ????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

    ROSEmary marques:16 junho, 2012 as 05:40
    tudu!!!!!!!!20x este texto.

    DESCARADO!:16 junho, 2012 as 06:02
    É……..Tudo 60%/20%/20%!!!!! Serra/Alckimin/Kasssssssab!!!!!!! Fala Pagot!!!!!!

    O sem nick!!:16 junho, 2012 as 09:23
    Ora…!Por quê será q o PT não quer o depoimento do Pagot,Cavendish e do kumaspnheru Cabral na CPI?Fala sim Pagot,fala Cachoeira…que esse governo acaba!Em tempo:estudantes em greve,por melhores condições de ensino,instalações..etc.da UNIFESP presos na PF.Em SP,PT se alia a “PAULO MALUF”…KKKKK!PEIXE MORRE POR ONDE MESMO?kkkkkkk!Minha solidarieadade popular!O PT real!

    Broker Careca:16 junho, 2012 as 13:54
    pra cada proposta uma xupeta!!! no sinal, MARACANÃ e nas chaves, MARACANÃNZINHO!!!!! UIAAA!!!kkkkkkkkkkkkkk

    Jose Mario HRP:16 junho, 2012 as 14:31
    Fala Pagot? É , o pt deu uma segurada , porque? Porque o Pagot já falou! 60%,20%,20%” Serra!Alckimin!Kassssssssab!!!! Valeu Pagot!!!! Estudantes livres e o cara com o pa…..na mão!

    Deixe seu comentário

  5. Michelle - A Besta Desvairada said

    Jose Mario HRP:16 junho, 2012 as 14:31
    Fala Pagot? É , o pt deu uma segurada , porque? Porque o Pagot já falou! 60%,20%,20%” Serra!Alckimin!Kassssssssab!!!! Valeu Pagot!!!! Estudantes livres e o cara com o pa…..na mão!


    Sugiro diminuir a “marvada” rsrsrs

  6. Michelle - A Besta Desvairada said

    Começo a ter certeza que o ilustre Jose Mario HRP é um direitoba infiltrado
    promovendo e disseminando o ridículo…
    Ele só quer confundir a petralhada!
    Confesse “cabo anselmo” da blogosfera.
    Trairão!

  7. Chesterton said

    Mais uma do Joãozinho… guri inteligente
    Joãozinho “quase” petista.
    Uma professora petista do ensino fundamental explicava aos alunos o “ser petista”. Pediu que levantassem a mão todos aqueles que fossem simpáticos ao PT.
    Todos os alunos, por temerem represálias, levantaram a mão, exceto um menino que estava sentado no fundo da sala.
    A professora olhou para o menino com surpresa e lhe perguntou:
    – Joãozinho, por que não levantou a mão?
    – Por que não sou petista! – respondeu.
    A professora perguntou de novo:
    – Se não é petista, então com quem se simpatiza?
    – Com nenhum Partido! – respondeu com orgulho o menino.
    A professora cujos ouvidos fanáticos não podiam dar crédito a algo assim, exclamou:
    – Joãozinho, me diga: porque não és simpático ao PT?
    O menino muito tranquilo respondeu:
    – Minha mãe, meu pai e meu irmão não gostam do PT, por isso
    eu também não sou simpático ao PT! – arrematou…
    – Bem, replicou a professora – mas isso não é um bom motivo.. Você não tem que ser como seus pais. Por exemplo, se sua mãe fosse mentirosa, seu irmão um meliante vagabundo e contraventor e seu pai um fraudador ladrão de dinheiro público, o que você seria?

    – Bom… aí eu seria petista!

  8. Jose Mario HRP said

    A donzela resolveu me perturbar, claro com a ajuda do Chestinho!
    Bem, voltando a faina diária, vemos que a tal cpi , ultima tábua de salvação da oposição não está se desenvolvendo da forma querida pelos neoliberais.
    O Agnello bateu um bolão e deixou o Perillo de calças na mão!
    O Demóstenes , desesperado, foi ao STF e ouviu um não!
    Cachoeiro prestes a sair da cadeia.
    A PF sempre usando mal seus poderes.
    E como escrevi no Fiúza, 60%,20%,20%!
    O Pagot contou o que Serra,Alckimin e Kassab receberam do superfaturamento no “Rouboanel”!
    Querida donzela, se eu sou petralha ou não, cabe a voce descobrir mas diante da forma de tratamento com que voce é citada nos comentários do calmo e educado Patriarca já fiz o meu juizo de valor sobre sua personalidade!
    Bom domingo que segunda o trampo me espera!

  9. Jose Mario HRP said

    http://www.ocafezinho.com/2012/06/15/a-guerra-nao-terminou/
    Merval e o “Bom jornalismo”!
    O cara consegue ser mais ridículo que o Reinaldão!

  10. Patriarca da Paciência said

    O que acontece mesmo é que a direitona está na maior torcida para que o CPMI acabe em pizza.

    Tentaram envolver o Lula e o Agnelo e deu em nada.

    Estão vendo que o bicho vai pegar mesmo e estão pedindo arrego.

    Mas muita água vai rolar por baixo da ponte.

    E o Cachoeira não foi solto nem as provas anuladas.

    Tudo não passa de torcida mesmo.

    Tourinhos e gilmares sempre existirarão… mas, felizmente, não são maioria.

  11. Jose Mario HRP said

    Patriarca, caso o Cachoeiro seja solto em nada muda o processo.
    Mas se as provas por escutas forem anuladas a culpa não será da Dilma nem do PT, mas ou do juizo dos julgadores sobre a forma como foram obtidas ou simplesmente da PF.
    E em todos os casos a oposição fica na m esma, fora!

  12. O PT é o partido da “Perda Total”: perda total de valores, da ética, da moral, do compromisso com a democracia, da vergonha e do compromisso com a verdade. É uma farsa – sempre o foi – mas precisou chegar ao poder para mostrar a sua real natureza.

    Liderado durante anos por um apedeuta (um dos símbolos do que há de pior na política brasileira), igualmente desprovido de valores éticos e morais (o preço da falta de educação formal e familiar), só se sustenta no poder pela ignorância e pela indiferença do eleitorado brasileiro.

  13. Jose Mario HRP said

    O ódio politico sempre acoberta interesses escusos., aliás todo o tipo de ódio é maligno, cega, enevoa todos os sentidos.
    Ainda mais quando o conservadorismo aparelha esse ódio com lendas mitos e verdade pela metade.
    Bom que existe a liberdade de expressão , mesmo que capenga que nossa constituição determina.
    Mesmo que certos direitos civis como o de reunião ou de protestar em praça pública estejam sendo tutelados por governos desinteressados em suprir as necessidades do povo e defender seus interesses!
    Ódio mata, faz o retrocesso surgir, faz a alma se endurecer.
    E segue essa lenga lenga direitista do discurso aí de cima.

  14. Chesterton said

    Os burocratas verdes

    Não tenho dúvida de que animais e árvores nos humanizam, e não lugares cheios de gente do tipo Rio+20. E que temos que cuidar de nossa casa, assim como devemos buscar diminuir o sofrimento do mundo em geral, mas o fato é que não sabemos ao certo o que fazer para isso. E a burocracia verde, gerada nesta conferência, não descobrirá como fazer isso porque burocracia é sempre parasita.

    A máxima da Rio+20 “Mudar o modelo de energia no planeta para energia sustentável” é ainda algo semelhante a discussão sobre sexos dos anjos. Essa máxima implica ideias como “sai fora combustível fóssil tipo petróleo e entra em cena…”Na prática, quem quer fechar hospitais, parar de voar ou silenciar computadores?O problema não é apenas a qualidade da energia, mas a quantidade necessária dela e seu custo. Imagino verdes de todos os tipos pregando o fim da exploração de petróleo em seus facebooks dependentes de energia fóssil.

    Quanto à humanização (tema recorrente neste parque temático da ONU), ainda penso que família e escola são as melhores formas de aprendê-la. Um estímulo para ter animais e jardins em casa, nas escolas e nas ruas vale mais como humanização do que 50 conferências gigantescas nas quais se discutem siglas, vírgulas e ponto e vírgulas.

    Cúpulas internacionais ambientais são como os velhos concílios bizantinos dos primeiros séculos do cristianismo. Esses concílios aconteciam no império bizantino, também conhecido como Constantinopla.Neles, os caras se perguntavam quantos centímetros Jesus tinha de substância divina e quantos de substância humana. Acho que os concílios ainda ganhariam em eficácia levando-se em conta o sucesso da ideia de que o carpinteiro judeu seja Deus.

    Sabemos que a ONU e seus derivados são, como dizia Paulo Francis, grandes estatais ineficientes. Verdadeiro cabide de emprego para um monte de gente, principalmente de países pobres. Dar dinheiro para a ONU é doação a fundo (quase) perdido.Minha tese, nada científica, é a de que a ONU não seja o melhor fórum para angústias como essas porque ela é basicamente ineficiente. Tudo o que consegue, além de dar chances para seus integrantes beberem e conhecerem os bares da Lapa -como me disse recentemente um colega jornalista- é gerar impostos internacionais que você e eu teremos que pagar.

    Qualquer solução para a “energia limpa” virá do mercado e jamais de burocratas e seus pontos e vírgulas. A questão é: quem defende o planeta dos burocratas verdes?

    LUIZ FELIPE PONDÉ é colunista da Folha e enviado especial à Rio+20. A coluna acima é intitulada “Os burocratas verdes”

  15. Pax said

    O quadro me parece complicado pacas. São dias de pouco otimismo.

    A direção do PT tomou um rumo que é difícil de aceitar. Do outro lado a oposição continua sem rumo.

    E nenhum dos lados pode empunhar qualquer bandeira que seja minimamente limpa.

    Só que… a direção do partido do poder de hoje em dia não precisa exagerar tanto, malufar tanto. Uma hora a casa cai.

    Minha esperança para o PT é que a militância se revolte contra estes rumos.

    Minha esperança para o PSDB é que consiga, um dia, de novo ter alguma militância.

    Mas são esperanças fracas.

    Enquanto isso continuamos com esse estado lastimável onde os corruptosres ameaçam abrir a boca e contar onde compram seus superfaturamentos e, por conta que todos têm rabos presos, sujos como pau de galinheiro, o império da corrupção sai fortalecido de qualquer tentativa de punir quem quer que seja, gregos, troianos, filisteus, fariseus, vermelhos, azuis e verdes.

  16. Patriarca da Paciência said

    “Sabemos que a ONU e seus derivados são, como dizia Paulo Francis, grandes estatais ineficientes. Verdadeiro cabide de emprego para um monte de gente, principalmente de países pobres. Dar dinheiro para a ONU é doação a fundo (quase) perdido.Minha tese, nada científica, é a de que a ONU não seja o melhor fórum para angústias como essas porque ela é basicamente ineficiente. Tudo o que consegue, além de dar chances para seus integrantes beberem e conhecerem os bares da Lapa -como me disse recentemente um colega jornalista- é gerar impostos internacionais que você e eu teremos que pagar.”

    Eis aí a verdadeira “filosofia” desses pobres coitados, “gerados entre a merda e a urina” (como já o dizia Voltaire) e que “se acham”.

    “se acham” que são ricos por direito divino, que lhes concedeu uma “inteligência superior”, quando, na maioria das vezes, a riqueza não passa de acúmulo de corrupções sucessivas, ao longo de gerações.

  17. Chesterton said

    Minha esperança para o PSDB é que consiga, um dia, de novo ter alguma militância.

    chest- o PT, através de Lula, o capeta, conseguiu demonizar o PSDB por fazer as coisas necessárias, privatizar e tentar diminuir o tamanho do estado. Rumamos ao poço, como os paises socialistas europeus. Nesses países do “bem estar social” todos querem viver as custas dos outros…e no final, acabou a grana.
    Um amigo alemão diz que tem casa na Grecia mas não pode ir lá, pois os gregos estão furiosos com eles. É como o sujeito que não paga a conta do armazem ficar furioso com o dono que não quer mais vender fiado.

  18. Zbigniew said

    A Editora Abril é um “coito de bandidos”. Cadê o Cavendish e o Pagot? E os crimes do PGE e sua mulher? Muitos na CPI têm medo!

  19. Michelle - A Besta Desvairada said

    #8 Trairão

    Acontece meu caro que a oposição votou a favor da convocação de Pagot e do Cavendish
    Apesar desta história do “E como escrevi no Fiúza, 60%,20%,20%!
    O Pagot contou o que Serra,Alckimin e Kassab receberam do superfaturamento no “Rouboanel”!

    Foram 13 votos a favor.
    Mas Pagot também falou no PT pressionando o DNIT para obter “doações de campanha”.
    Envolvendo a candidata Dilma. Doações da Delta e demais empreiteiras. A caixa preta.
    Caixa preta que o PT tem medo de abrir. A verdadeira “BOCETA DE PANDORA”.
    Foram 16 votos contra, incluindo a tropa do cheque.

    Lembre-se meu caro trairão (e puxa-saco do Ascensoristo da Paciência) que a propria Dilma
    “capou” o Pagot, após denuncias generalizadas na Imprensa ,que magoado prometeu se vingar
    e contar tudo.”Desencapar”
    Por isso os petralhas resolveram não convocar o “fio desencapado”.
    Por ordem do ApeDelta, o covarde. Ele tem medo.
    A petralhada anda tão amedrontada que até o Collor virou herói.

  20. Michelle - A Besta Desvairada said

    E agora para deleite geral:

    ‘Dom Sebastião voltou’, um artigo de Marco Antonio Villa

    PUBLICADO NO ESTADÃO DESTE SÁBADO

    MARCO ANTONIO VILLA

    Luiz Inácio Lula da Silva tem como princípio não ter princípio, tanto moral, ético ou político. O importante, para ele, é obter algum tipo de vantagem. Construiu a sua carreira sindical e política dessa forma. E, pior, deu certo. Claro que isso só foi possível porque o Brasil não teve ─ e não tem ─ uma cultura política democrática. Somente quem não conhece a carreira do ex-presidente pode ter ficado surpreso com suas últimas ações. Ele é, ao longo dos últimos 40 anos, useiro e vezeiro destas formas, vamos dizer, pouco republicanas de fazer política.

    Quando apareceu para a vida sindical, em 1975, ao assumir a presidência do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, desprezou todo o passado de lutas operárias do ABC. Nos discursos e nas entrevistas, reforçou a falácia de que tudo tinha começado com ele. Antes dele, nada havia. E, se algo existiu, não teve importância. Ignorou (e humilhou) a memória dos operários que corajosamente enfrentaram ─ só para ficar na Primeira República ─ os patrões e a violência arbitrária do Estado em 1905, 1906, 1917 e 1919, entre tantas greves, e que tiveram muitos dos seus líderes deportados do País.

    No campo propriamente da política, a eleição, em 1947, de Armando Mazzo, comunista, prefeito de Santo André, foi irrelevante. Isso porque teria sido Lula o primeiro dirigente autêntico dos trabalhadores e o seu partido também seria o que genuinamente representava os trabalhadores, sem nenhum predecessor. Transformou a si próprio ─ com o precioso auxílio de intelectuais que reforçaram a construção e divulgação das bazófias ─ em elemento divisor da História do Brasil. A nossa história passaria a ser datada tendo como ponto inicial sua posse no sindicato. 1975 seria o ano 1.

    Durante décadas isso foi propagado nas universidades, nos debates políticos, na imprensa, e a repetição acabou dando graus de verossimilhança às falácias. Tudo nele era perfeito. Lula via o que nós não víamos, pensava muito à frente do que qualquer cidadão e tinha a solução para os problemas nacionais ─ graças não à reflexão, ao estudo exaustivo e ao exercício de cargos administrativos, mas à sua história de vida.

    Num país marcado pelo sebastianismo, sempre à espera de um salvador, Lula foi a sua mais perfeita criação. Um dos seus “apóstolos”, Frei Betto, chegou a escrever, em 2002, uma pequena biografia de Lula. No prólogo, fez uma homenagem à mãe do futuro presidente. Concluiu dizendo que ─ vejam a semelhança com a Ave Maria ─ “o Brasil merece este fruto de seu ventre: Luiz Inácio Lula da Silva”. Era um bendito fruto, era o Messias! E ele adorou desempenhar durante décadas esse papel.

    Como um sebastianista, sempre desprezou a política. Se ele era o salvador, para que política? Seus áulicos ─ quase todos egressos de pequenos e politicamente inexpressivos grupos de esquerda ─, diversamente dele, eram politizados e aproveitaram a carona histórica para chegar ao poder, pois quem detinha os votos populares era Lula. Tiveram de cortejá-lo, adulá-lo, elogiar suas falas desconexas, suas alianças e escolhas políticas. Os mais altivos, para o padrão dos seus seguidores, no máximo ruminaram baixinho suas críticas. E a vida foi seguindo.

    Ele cresceu de importância não pelas suas qualidades. Não, absolutamente não. Mas pela decadência da política e do debate. Se aplica a ele o que Euclides da Cunha escreveu sobre Floriano Peixoto: “Subiu, sem se elevar ─ porque se lhe operara em torno uma depressão profunda. Destacou-se à frente de um país sem avançar ─ porque era o Brasil quem recuava, abandonando o traçado superior das suas tradições…”.

    Levou para o seu governo os mesmos ─ e eficazes ─ instrumentos de propaganda usados durante um quarto de século. Assim como no sindicalismo e na política partidária, também o seu governo seria o marco inicial de um novo momento da nossa história. E, por incrível que possa parecer, deu certo. Claro que desta vez contando com a preciosa ajuda da oposição, que, medrosa, sem ideias e sem disposição de luta, deixou o campo aberto para o fanfarrão.

    Sabedor do seu poder, desqualificou todo o passado recente, considerado pelo salvador, claro, como impuro. Pouco ou nada fez de original. Retrabalhou o passado, negando-o somente no discurso.

    Sonhou em permanecer no poder. Namorou o terceiro mandato. Mas o custo político seria alto e ele nunca foi de enfrentar uma disputa acirrada. Buscou um caminho mais fácil. Um terceiro mandato oculto, típica criação macunaímica. Dessa forma teria as mãos livres e longe, muito longe, da odiosa ─ para ele ─ rotina administrativa, que estaria atribuída a sua disciplinada discípula. É um tipo de presidência dual, um “milagre” do salvador. Assim, ele poderia dispor de todo o seu tempo para fazer política do seu jeito, sempre usando a primeira pessoa do singular, como manda a tradição sebastianista.

    Coagir ministros da Suprema Corte, atacar de forma vil seus adversários, desprezar a legislação eleitoral, tudo isso, como seria dito num botequim de São Bernardo, é “troco de pinga”.

    Ele continua achando que tudo pode. E vai seguir avançando e pisando na Constituição ─ que ele e seus companheiros do PT, é bom lembrar, votaram contra. E o delírio sebastianista segue crescendo, alimentado pelos salamaleques do grande capital (de olho sempre nos generosos empréstimos do BNDES), pelos títulos de doutor honoris causa (?) e, agora, até por um museu a ser construído na cracolândia paulistana louvando seus feitos.

    E Ele (logo teremos de nos referir a Lula dessa forma) já disse que não admite que a oposição chegue ao poder em 2014. Falou que não vai deixar. Como se o Brasil fosse um brinquedo nas suas mãos. Mas não será?

    MARCO ANTONIO VILLA, HISTORIADOR, É PROFESSOR DA , UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS (UFSCAR)

  21. Chesterton said

    Lula comprou a oposição, só mesmo uma rebelião de petistas o derruba. Quer dizer, nunca mais….

  22. Michelle - A Besta Desvairada said

    Mais sobre Dom Sebastião, o covarde ApeDelta

    No Rio:
    O craque e o espelho
    Nelson Motta
    O Globo – 15/06/2012

    Pisando na bola, errando passes, falhando nos desarmes, atropelando seus próprios companheiros de time e, em lance inusitado, tentando driblar até o juiz, para usar as metáforas futebolísticas que lhe são caras, Lula sem barba está parecendo um Sansão sem cabelos. E a Dalila a lhe cortar a força não é a doença, mas sua própria vaidade. Enfrentar o câncer e a morte, e sobreviver, talvez tenham lhe provocado o efeito colateral de aumentar a sua onipotência e fazê-lo vítima de sua já desmesurada vaidade. Ao lado de Sérgio Cabral e Eduardo Paes, Lula foi flagrado em mais um impedimento clamoroso no futebol político.
    “É com muito orgulho que eu posso dizer ao povo do Rio de Janeiro: um dia tive a coragem de ir para a televisão e pedir votos para este moço.”
    A vaidade de Lula é tanta que ele se sente orgulhoso do que qualquer um se envergonharia, chamando de coragem pedir votos para um moleque que detestava, que era secretário-geral do PSDB e havia infernizado a sua vida e dos petistas na CPI dos Correios, e, pior, tinha denunciado seu filho Fábio Luis como beneficiário de uma associação suspeita com a Brasil Telecom, que o fazia ainda mais odiado por dona Marisa Letícia. Dobrar a ira da mãe e a decepção do filho em nome da política e da luta pelo poder não dá para orgulhar ninguém.
    Cometendo faltas e culpando o adversário, pressionando o juiz e insuflando a arquibancada, Lula prende demais a bola e centraliza todas as jogadas, mas erra na distribuição e não consegue armar os contra-ataques. O craque dos palanques está em fase mais para Ronaldinho Gaúcho do que para Fenômeno.
    Disse que pouco conhecia Eduardo Paes em 2008 e por isso tinha tinha dúvida em apoiá-lo, mas foi convencido por Sérgio Cabral:
    “Não me arrependo de ter pedido voto para ele e farei isso em 2012 com muito mais convicção.”
    Assim como não sabia do mensalão, Lula não conhecia um dos oposicionistas que mais o denunciavam.
    Assim como José Dirceu está cada vez mais convencido de sua inocência, Lula agora está muito mais convicto de que pode enganar todo mundo o tempo todo.
    Assim não ha teflon que aguente.

    Em São Paulo, DK comenta:
    Sanduíche de gente. De um lado, Lula. De outro, Luiza Erundina e no meio Fernando Haddad como figurante no papel de recheio.
    Eu acrescento:
    E Maluf como batata frita…de acompanhamento.

  23. Michelle - A Besta Desvairada said

    domingo, 17 de junho de 2012
    Cristóvão quer entregar a Amazônia e criar um tribunal internacional para “crimes ambientais”.

    E a conferência do clima recém começou…

    O senador Cristóvão Buarque foi além e acrescentou a necessidade de “internacionalização do uso das florestas de todo o mundo”. — Florestas do mundo têm que ter regras internacionais de uso. Não estou falando da internacionalização da Amazônia, mas da criação de regras internacionais para o uso dela e de outras florestas como as da Escandinávia e do Canadá. Buarque disse que trabalha na criação de um tribunal para julgar ameaças ao futuro da humanidade. — Assim como foi feito no Vietnã para crimes de guerra nos anos 1960, vamos fazer com questões ambientais. (OGlobo)

    Comentário: este animal não sabe do que está falando. A União Européia tem apenas 0,3% do território com florestas nativas. O Brasil tem 61%! Este animal quer o quê? Que o Brasil entregue a Amazônia para ser administrada por um tribunal internacional? Energúmeno!

  24. Patriarca da Paciência said

    Cara Sra. Michelle — A BESTA DESVAIRADA,

    ultimamente Vossa Bestialidade anda ainda mais confusa do que o mais confuso dos seres.

    Primeiro culpa o PT pelo que um senador do PP anda fazendo.

    Agora, pega um parágrafo do sábio senador Cristóvão Buarque, entendendo de maneira totalmente contrária, aquilo que o senador realmente disse.

    Eis aqui o texto completo do nobre senador:

    Cristóvam Buarque

    Essa merece ser lida, afinal não é todo dia que um brasileiro dá um esculacho educadíssimo nos americanos!
    Durante debate em uma universidade, nos Estados Unidos, o ex-governador do DF, ex-ministro da educação e atual senador CRISTÓVAM BUARQUE, foi questionado sobre o que pensava da internacionalização da Amazônia.
    O jovem americano introduziu sua pergunta dizendo que esperava a resposta de um Humanista e não de um brasileiro.
    Esta foi a resposta do Sr. Cristóvam Buarque:
    “De fato, como brasileiro eu simplesmente falaria contra a internacionalização da Amazônia.
    Por mais que nossos governos não tenham o devido cuidado com esse patrimônio, ele é nosso “.
    “Como humanista, sentindo o risco da degradação ambiental que sofre a Amazônia, posso imaginar a sua internacionalização, como também de tudo o mais que tem importância para a humanidade”.
    “Se a Amazônia, sob uma ética humanista, deve ser internacionalizada, internacionalizemos também as reservas de petróleo do mundo inteiro. O petróleo é tão importante para o bem-estar da humanidade quanto a Amazônia para o nosso futuro”.
    “Apesar disso, os donos das reservas sentem-se no direito de aumentar ou diminuir a extração de petróleo subir ou não o seu preço”.
    “Da mesma forma, o capital financeiro dos países ricos deveria ser internacionalizado. “Se a Amazônia é uma reserva para todos os seres humanos, ela não pode ser queimada pela vontade de um dono, ou de um país”.
    “Queimar a Amazônia é tão grave quanto o desemprego provocado pelas decisões arbitrárias dos especuladores globais. Não podemos deixar que as reservas financeiras sirvam para queimar países inteiros na volúpia da especulação”.
    “Antes mesmo da Amazônia, eu gostaria de ver a internacionalização de todos os grandes museus do mundo”.
    “O Louvre não deve pertencer apenas à França. Cada museu do mundo é guardião das mais belas peças produzidas pelo gênio humano. Não se pode deixar esse patrimônio cultural, como o patrimônio natural Amazônico, seja manipulado e instruído pelo gosto de um proprietário ou de um país”
    “Não faz muito, um milionário japonês, decidiu enterrar com ele, um quadro de um grande mestre. Antes disso, aquele quadro deveria ter sido internacionalizado”. “Durante este encontro, as Nações Unidas estão realizando o Fórum do Milênio, mas alguns presidentes de países tiveram dificuldades em comparecer por constrangimentos na fronteira dos EUA. Por isso,eu acho que Nova York,como sede das Nações Unidas,deve ser internacionalizada. Pelo menos Manhatan deveria pertencer a toda a humanidade”.
    “Assim como Paris, Veneza, Roma, Londres, Rio de Janeiro, Brasília, Recife, cada cidade,com sua beleza específica,sua historia do mundo, deveria pertencer ao mundo inteiro”.
    “Se os EUA querem internacionalizar a Amazônia, pelo risco de deixá-la nas mãos de brasileiros, internacionalizemos todos os arsenais nucleares dos EUA”.
    “Até porque eles já demonstraram que são capazes de usar essas armas provocando uma destruição milhares de vezes maiores do que as lamentáveis queimadas feitas nas florestas do Brasil”
    “Defendo a idéia de internacionalizar as reservas florestais do mundo em troca da dívida. Comecemos usando essa dívida para garantir que cada criança do Mundo tenha possibilidade de COMER e de ir à escola”
    “Internacionalizemos as crianças tratando-as, todas elas,não importando o país onde nasceram,como patrimônio que merece cuidados do mundo inteiro”
    “Como humanista, aceito defender a internacionalização do mundo. Mas, enquanto o mundo me tratar como brasileiro, lutarei para que a Amazônia seja nossa” “Só nossa!.”

  25. Patriarca da Paciência said

    Meu caro Zbigniew,

    parece que o Collor resolveu reescrever sua biografia para a História e se redimir de todas as suas falhas.

    Ele está falando na CPMI aquilo que já venho dizendo por aqui há um bom tempo – a direitona está fazendo a maior torcida para a CPMI acabar em Pizza.

    Quem anda dizendo que o Sr. Pagot e o Sr. Cavendish não serão mais convocados, a não ser a “grande imprensa” ?

    Tanto o relator como o presidente da CPMI, nunca falaram isso.

    O Collor foi bem claro, ” como e quando” a CPMI julgar necessário.

    Não por pressão da revista Veja ou da direitona.

    O Collor, como o Lula, está se saindo bem melhor que a encomenda.

    Tremei Policarpo Foda ( Foda conforme o Reinaldinho Cabeção) e revista Veja em geral. Vocês arrumaram um inimigo e tanto!

    Aliás o Augusto Boçal Canalha Nunes fez um artigo esculhanbando todos os deputados e senadores. Já tinha dito que os ministros do STF são comandados pelo Lula e vive esculhambando a Dilma. Ou seja, a Veja se coloca contra o Executivo, o Legislativo e o Judiciário.

    Vamos ver se ela tem cacife para aguentar o tranco!

  26. Michelle - A Besta Desvairada said

    Vamos ver se ela tem cacife para aguentar o tranco!

    Parece que tem. Dilma tem medo! O ApeDelta tem medo!
    Friday night fear…

  27. Chesterton said

    Patriarca, esse texto tem 15 anos e o cristovão escreve todo domingo no O Globo.

    (ai, ai, ai, não tem jeito, patriarca é uma mula teimosa incurável)

  28. Chesterton said

    http://lauragris.com/2012/06/17/a-conspiracao-dos-verdes-o-jornalista-ingles-james-delingpole-chama-de-histeria-coletiva-a-moda-do-ambientalistmo/

  29. Patriarca da Paciência said

    Dilma Tem Medo?

    Ora ora, jumento, mula, muar, burro Chesterton e BESTA DESVAIRADA!

    O Agripino Maia já experimentou o “medo” da Dilma!

    A Dilma “morre de medo” da Veja… assim como o Collor!

    Quem deve estar se borrando todo é o Policarpo Foda (Foda conforme o Reinaldinho Cabeção) e o Augusto Boçal Canalha Nunes.

    A CPMI está apenas começando e não adianta a torcida de direitona para que tudo acabe em pizza.

    Um rio Amazonas ainda vai rolar por baixo da ponte.

    É claro que o texto tem aproximadamente dez anos, mas o Senador Buarque não mudou seu pensamento.

    E é exatamente o que está escrito no texto do comentário 24 que representa pensamento do senador Buarque.

    Dizer que o Senador Cristovam Ricardo Cavalcanti Buarque quer “entregar” a Amazônia é simplesmente ridículo!

  30. Jose Mario HRP said

    Trairão?……..é, o desespero oposicionista é patente!

  31. Jose Mario HRP said

    Uma bem feita pegadinha:
    Chamaram o Perillo de investigado!
    O bicho endoidou!
    Uma besta desvairada!
    Já ouvi essa expressão antes?
    Fala Pagot!
    Ou não fala e deixa tio Serra quieto?
    Tortura eles PT!

  32. Zbigniew said

    Nesses tempos dificeis de CPIs, mensaloes, imprensa bandida, PGEs convenientes e coniventes e partidos (tanto de esquerda quanto de direita) de rabo preso com esquemas de corrupção, um estudo com boas revelações:

    Bolsa Família reduz violência, aponta estudo da PUC-Rio
    Favoritar
    Programa foi responsável por 21% da queda da criminalidade em SP.
    http://moglobo.globo.com/integra.asp?txtUrl=/pais/bolsa-familia-reduz-violencia-aponta-estudo-da-puc-rio-5229981

    Te cuida Veja, o Haddad vem ai (e com a Erundina a tiracolo).

  33. Chesterton said

    E a conferência do clima recém começou…

    O senador Cristóvão Buarque foi além e acrescentou a necessidade de “internacionalização do uso das florestas de todo o mundo”. — Florestas do mundo têm que ter regras internacionais de uso. Não estou falando da internacionalização da Amazônia, mas da criação de regras internacionais para o uso dela e de outras florestas como as da Escandinávia e do Canadá. Buarque disse que trabalha na criação de um tribunal para julgar ameaças ao futuro da humanidade. — Assim como foi feito no Vietnã para crimes de guerra nos anos 1960, vamos fazer com questões ambientais.(OGlobo)

    Comentário: este animal não sabe do que está falando. A União Européia tem apenas 0,3% do território com florestas nativas. O Brasil tem 61%! Este animal quer o quê? Que o Brasil entregue a Amazônia para ser administrada por um tribunal internacional? Energúmeno!
    POSTADO POR O coronel

  34. Patriarca da Paciência said

    O Conselho Nacional do Ministério Público concedeu prazo de 15 dias para que o Gurgel e a mulher se defendam da acusação de prevaricação.

    Ou seja, o Color já conseguiu uma grande vitória.

    Como disse o Deng Xiaoping, ” não importa a cor do gato, o importante é que ele cace o rato”.

    Não importa a cor do Collor ou o seu passado – o importante é o que o Collor faz no presente.

    E o Collor está se saindo melhor que a encomenda!

    Acho que ele realmente aprendeu a lição de como a corrupção cobra as suas contas e está totalmente limpo no seu atual mandato.

    E esse “coronel” só pode ser mesmo um animal e… irracional.

    Pegar uma frase fora de contexto do senador Cristóvam Buarque e escrever boçalidades.

  35. Pax said

    Um tanto estranho o afastamento do Juiz do caso Cachoeira. Atuação de seu potente advogado? Atraso é o mínimo que pode acontecer. Como rola uma decisão sobre a validade ou não das gravações usadas como prova, pode até ser que o Cachoeira saia livre, leve e solto para inundar outros quintais por aí. Caramba. O Brasil funcionando assim é duro de ver.

    Hoje, se houver quórum no Senado, votam o relatório sobre o processo de quebra de decoro parlamentar de Demóstenes no Senado. Mais um que pode sair por cima da carne seca cozida em todo esse Cheval Blanc. Será duro de ver.

    Aí, caso os dois cenários acima se confirmem, teremos novamente a dupla caipira de GO tocando suas modas de raíz no Delta da nação. Com direito à uma comemoração em Paris com todos animadíssimos. Só resta saber como se arrumarão as mesas, talvez tenham que arrumar três. Uma com Cabral e Vaccarezza, outra com Demóstenes e Cachoeira e uma terceira com Cavendish, no meio, distribuindo brindes para os festejantes.

    Pode ser que eu esteja enganado, e muito. Talvez façam uma grande mesa redonda e peçam pizza de trufas. Mesmo porque, longe dos holofotes, não precisarão esconder que, no fundo no fundo, todos fazem parte do mesmo saco de gatos.

    E a Rio+20 causa pesadelos no caro Chesterton, velho e bom Chesterton e sua turma de Ronaldos e Kátias, ao mesmo tempo que assusta os “iludidos” do outro lado que se preocupam com o planeta. Não que vá acabar em pizza, mas do alto daquele canhão apontado de cima do Forte de Copacabana o tiro pode dar em água mesmo. Mais 20 anos e teremos a Rio+40 para confirmar que todos os compromissos da Rio 92 foram descumpridos e a Inês já estará morta.

    Semaninha animada.

  36. Jose Mario HRP said

    O Paulo Moreira Leite mata a pau mesmo!
    Nem dá para contra argumentar!
    http://colunas.revistaepoca.globo.com/paulomoreiraleite/2012/06/14/e-a-turma-anti-battisti-vai-protestar/

  37. Zbigniew said

    José Mario HRP,
    gosto do Paulo Moreira e do Bresser Pereira. Este último mostra que as pessoas podem se reciclar e não ficar estagnadas em pontos de vista ultrapassados.

    “Luiz Carlos Bresser-Pereira

    Metas para seres humanos iguais

    Os pobres não devem renunciar a melhores padrões de vida; os ricos é que devem diminuí-los.”

    http://www1.folha.uol.com.br/fsp/mundo/49524-metas-para-seres-humanos-iguais.shtml

  38. Zbigniew said

    Patriarca,

    o Collor realmente está surpreendendo. Infelizmente, até agora, é voz isolada na CPI, principalmente quanto ao PGR. Porque os poderes precisam do PGR como ele é e está na engrenagem do sistema. Senão já estaria descartado. Por isso o desencanto com a CPI, e com o PT. Juro que torço para que esse jogo do “salva o meu que salvo o teu” com a oposição chegue num ponto de rompimento sem retorno. Seria muito bom para bagunçar o coreto.

    Quanto ao juiz federal que protege a constituição (e ela deve sim ser o referencial porque fonte de todos os princípios ordenadores da democracia brasileira), é lamentável que se desconsidere provas irrefutáveis porque concebidas – segundo ele – de forma ilegal. Livrar o Cachoeira nesta altura do campeonato é, sem dúvida alguma, uma lástima.

    Sim, a legalidade é supedâneo para um processo justo. O que me intriga é como a Polícia Federal pode utilizar escutas telefônicas supostamente ilegais para instruir um inquérito. Se isto realmente aconteceu e este é o ponto levantado pelo juiz. Sinceramente, não dá para entender.

  39. Edu said

    A solução para o mundo, segundo a esquerda, é empobrecer todo mundo!

    Muito boa Zbig!

  40. Edu said

    O Collor está realmente surpreendendo na falta de objetividade dele.

    O bom é o seguinte: aqueles que acreditavam que o PT fazia pelo povo, agora está começando a olhar com outros olhos… 2 amigos já vieram falar isso pra mim.

    O PT, principalmente agora com a preseça do Collor e com a presença do Maluf, está finalmente mostrando a que veio… e perdendo a credibilidade.

    O povo ainda não se deu conta, mas aos poucos vai perceber. Em uma democracia verdadeira, o poder do contraditório sempre será muito maior do que o poder de propaganda e manipulação de um grupo ou partido.

    2012 está começando a ficar interessante.

  41. Zbigniew said

    Edu, meu fio. Leia direitinho, sem viés ideológico.

  42. Patriarca da Paciência said

    “Eu queria lembrar um ponto que ninguém está colocando no visor: toda essa crise surgiu por culpa da Nova Democracia. A direita governava o país quando houve fraude nos números fiscais, que escondia déficit e dívidas maiores. Isso foi descoberto pelo Pasok que, ao assumir, viu que o buraco era muito mais embaixo. E começou uma onda de desconfiança. Essa fraude contábil foi feita com a ajuda de grandes bancos internacionais.”

    Aliás, sem viés ideológico, advinhem que escreveu o parágrafo aí de cima?

    Pois é, foi ela mesmo, a Miriam Leitão:

    http://oglobo.globo.com/economia/miriam/

  43. Zbigniew said

    Entretanto, Patriarca, nunca exija que a Miriam conte a história por completo.

    Pra ela o problema da Grécia é única e exclusivamente dos gregos e sua perdulariedade e corrupção. Tangencia com os bancos internacionais (alemães, não?), mas vai poupar a banca. Pergunta pra ela se o arroxo fiscal é ou não bem vindo, ainda que prejudique assalariados, funcionários públicos, aposentados, geração de empregos, etc.?

    Obviamente que ela não estará alinhada com a visão da Dilma, que esteve lá na Alemanha e cutucou a Merkel para que não estrangulasse as economias em troca das garantias de pagamento. Preferiu, como disse o Elias, fazer o Banco Central Europeu emprestar um trilhão de euros para garantir retornos ainda que por um período curto a juros beeemmm subsidiados.

    Resolvou algum problema? Talvez de meia dúzia de banqueiros que “empregam” essas lideranças. Mas a UE tá aí, a beira de um colapso e de arrastar o resto do mundo junto.

  44. iconoclastas said

    Pax, e aí, já decidiu se aprova ou reprova o governo federal abafador de CPI´s?

    para vc dar uma chance à reflexão desse teu método comparativo de “resultado final”, dá uma conferida nessa resposta esculhambadora de um pesquisador da PUC-Rio ao R.A.

    pode cansar pela afetação, mas, para entender, tem que ler até o fim.

    https://docs.google.com/viewer?a=v&pid=sites&srcid=ZGVmYXVsdGRvbWFpbnxqb2FvbXBkZW1lbGxvfGd4OjJiNmRhZjIyMzAzNGNiZWI&pli=1

    ;^/

  45. Pax said

    Caro Iconoclastas,

    Você não tem problemas cognitivos. Achar que eu aprovo quem abafa CPMI é um jogo desnecessário. Um justifica o outro? Não seria o supra-sumo do relativismo?

    Aqui, almoçando na estrada, este link q vc indicou deu Bad Request.

  46. Zbigniew said

    Caro Icon,

    é pra dizer que o PSDB fez alguma coisa em 17 anos de governo em SP pela segurança pública? Pegando carona na pesquisa do Bolsa-Família? Pelamordedeus! Vou aproveitar o Pax: é o supra-sumo do relativismo.

    Pax,

    ao que parece o Tourinho Neto tá se pegando na questão do disque-denúncia. Está certo isto? Dá uma sensação de uma pátria sem-lei. Digo: Lei só para os inimigos do rei.

    http://terramagazine.terra.com.br/semfronteiras/blog/2012/06/18/semana-decisiva-para-cachoeira-na-justica/

  47. iconoclastas said

    # 46,

    “carona na pesquisa do bolsa família” ? de onde vc tirou isso?

    não, nada disso. vc pegou o bonde na direção inversa. salta.

    ;^/

  48. Edu said

    Zbig,

    Viés ideológico é a sua frase extraída do texto! A menos que, embora vc tenha extraído a frase com o exato significado que eu traduzi, vc quisesse ter dito outra coisa.

    Eu não preciso tomar cuidado com o que eu penso, nem com minha leitura: só há uma interpretação possível para o que vc extraiu. Mas vc deveria tomar cuidado com o que transcreve…

  49. Edu said

    Patriarca,

    # 42

    Verdade! Aí a esquerda toma o poder e o que ela faz?

    IGUAL!

    É, na verdade é diferente: agora a fraude é descarada e oficializada, temos alguns escândalos impunes como exemplos.

  50. Chesterton said

    De olho na ecoterrorista que odeia o Brasil.
    O núcleo político do Palácio do Planalto está de olho nos passos de Marina Silva, ex-ministra do Meio Ambiente e ex-candidata à Presidência da República pelo PV, durante a Rio+20. Auxiliares da presidente Dilma Rousseff identificam a impressão digital de Marina na articulação de organizações não governamentais ligadas às causas ambientais para criticar o governo federal. Acreditam que a ex-ministra busca um espaço a fim de obter dividendos eleitorais. Aliados da ex-ministra, porém, negam que a atuação de Marina esteja fundamentada num cálculo político, e adiantam que sua agenda será uma maratona nos próximos dias.

    Marina vai participar de 15 a 20 eventos durante a conferência sobre desenvolvimento sustentável, entre debates oficiais realizados no âmbito das Nações Unidas, seminários promovidos por ONGs e eventos na Cúpula dos Povos.

    Para um aliado de Marina, a Rio+20 é um momento em que a opinião pública está mais sensível ao debate ambiental e a ex-ministra apenas aponta os “descaminhos” de algumas políticas federais. “Não é uma estratégia artificial para ganhar espaço e ter ganhos eleitorais”, argumentou. “Existe um equívoco grande, por parte principalmente do governo, de que as críticas à gestão ambiental são políticas e para ganhar espaço eleitoral. Ela sempre foi militante das questões ambientais. Ela virou ministra por isso e a candidatura à Presidência decorreu disso.”

    Marina esteve à frente das críticas às mudanças feitas pela presidente no Código Florestal. Dilma vetou 12 trechos do texto aprovado pelo Congresso e editou uma medida provisória propondo 32 mudanças no código. Marina classificou os vetos de Dilma de “periféricos e insuficientes”. Os ambientalistas defendiam um veto total ao Código Florestal. A ex-ministra também condenou a posição brasileira contrária à criação de uma agência global de meio ambiente, dizendo que tal comportamento “faz parte do rol de retrocessos”.

    Ex-ministra do Meio Ambiente durante o governo Luiz Inácio Lula da Silva, Marina Silva protagonizou disputas com outras áreas do governo, como a Casa Civil então dirigida por Dilma Rousseff, sobre o modelo de desenvolvimento adotado pelo país. Deixou o cargo em 2008. No ano seguinte, desfiliou-se do PT condenando a “concepção do desenvolvimento centrada no crescimento material a qualquer custo, com ganhos exacerbados para poucos e resultados perversos para a maioria, ao custo, principalmente para os mais pobres, da destruição de recursos naturais e da qualidade de vida”.

    Dias depois, Marina filiou-se ao PV para disputar a eleição presidencial de 2010. Ela conquistou 19,6 milhões de votos no primeiro turno. Dilma e José Serra (PSDB) receberam 47,6 milhões e 33, 1 milhões, respectivamente. (Texto do Valor Econômico) do blog do Coronel

  51. Michelle - A Besta Desvairada said

    Um novo PT

    Maluf: “Não existe mais direita e esquerda”

    http://www.brasil247.com/pt/247/poder/65317/Maluf-%E2%80%9CN%C3%A3o-existe-mais-direita-e-esquerda%E2%80%9D.htm

    Anfitrião de Lula e Haddad, o ex-prefeito de São Paulo celebra a aliança com o PT fazendo uma blague: “Quando se vai a Paris é que perguntam se alguém vai a gauche ou a droite”; Fernando Haddad comemora o fato de Maluf ter emplacado um aliado na Secretaria Nacional de Saneamento: “São Paulo não tinha nenhum cargo no Ministério das Cidades; agora tem”

  52. Chesterton said

    43, Zbgnw#$@%&, a banca são os poupadores alemães. Banco não tem dinheiro, só administra o dinheiro dos outros.

  53. Chesterton said

    “Não existe mais direita e esquerda”

    chest- agora é só faturar.

  54. Michelle - A Besta Desvairada said

    Eduarda Fernandes 18.06.2012 às 14:23

    Todo dia agradeço a boa ‘estrela’ q. temos ao sermos governados pela esquerda revolucionária e democrática do país.
    Como a política mudou. O governo federal deixou de ser loteado entre aliados gananciosos, os cargos servem apenas aos interesses do país, e ñ de um partido, velhos reacionários e ligados a ditadura, como Sarney, e Maluf, foram colocados de escanteio.
    Tudo novo, tudo animador, e ético. O dinheiro público deixou de ser usado pra comprar apoios q. interessam a uma sigla, pra comprar apoio de jornalistas, pra dar emprego a companheiros apeados do poder ou reprovados nas urnas. Td isso deixou de existir dsd q. os progressistas chegaram ao poder.
    Agora tds odeiam os militares e ñ apoiam ditadura em lugar nenhum do mdo, nem em Cuba, nem na Venezuela, pq tds os povos têm direito a democracia.
    Agora as empreiteiras e gdes empresas nem doam mais dinheiro ao partido do gov, q. no ano passado ñ arrecadou nadinha, pq sabem q.ñ adianta, o partido ñ aceitaria o dinheiro dessa burguesia reacionária.
    Agora, com ampla maioria no Congresso, o governo aproveitou p/fazer tds as mudanças estruturais q.o país precisa…
    Enfim, me arrependo mto de ter sido uma reacionária conservadora q. achava q. ao chegar ao poder as esquerdas seriam piores q. a direita, q. as esquerdas nem tentariam mudar o sistema perverso de governo do país, achava q. as esquerdas adotariam alegremente as velhas práticas políticas. Será q. Lula, o gde mestre, me perdoa?

  55. Zbigniew said

    Boa a análise do Nassif sobre a questão da decisão do Tourinho Neto.

    “Atualizado às 14:54 de 18/06/2012

    Vamos a alguns pontos relevantes sobre o Judiciário e o juiz Tourinho Neto.

    1. Nem toda sentença liberal significa comprometimento do juiz com interesses escusos. Há uma linha nos Tribunais – dos chamados juízes legalistas – que resistem a tipos de investigação que, segundo eles, podem comprometer as garantias individuais. São também chamados de juizes garantistas.

    2. Tourinho sempre abraçou essa linha de pensamento, o que o levou a muitos conflitos com a Polícia Federal e o Miistério Público.

    3. Em que pese a polêmica em torno de Cachoeira, e de outras decisões tomadas, no meio jurídico é considerado independente, teimoso, e honesto.

    Portanto, sem avançar em pré-julgamentos sobre sua sentença.

    Por Leitor

    Na Operação Diamante, de 2002, o nome de Tourinho Neto foi envolvidonum grampo da PF, que investigava a rede do supertraficante de cocaína Leonardo Dias Mendonça, parceiro de Fernandinho Beira Mar. Tourinho tornou-se suspeito de vender habeas corpus aos criminosos (ele relatou decisão que libertou o traficante Leonardo), numa quadrilha que envolvia o ministro Vicente Leal de Araújo (STJ, afastado), o desembargador do TRFEustáquio Silveira (colega de Tourinho, afastado) e o ex-deputado Pinheiro Landim (que renunciou ao mandato). Os traficantes, segundo a PF, referiam-se a Tourinho como “o reprodutor”.

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u64997.shtml

  56. Zbigniew said

    O link para o post completo: http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/as-polemicas-de-tourinho-neto

  57. Chesterton said

    se fosse o Gilmar, era corrupto, se é o Tourinho, é legalista…esse nassif é um bundão.

  58. Zbigniew said

    O bom e o contraponto após a opinião. Coisa que o facista do panfleto bandido jamais admitiria.

  59. Chesterton said

  60. iconoclastas said

    ih, krai…

    “Erundina não aceita Maluf e diz que vai rever chapa com Haddad
    Deputada vai conversar com PSB para decidir sobre candidatura com o PT

    Sérgio Roxo
    Publicado: 18/06/12 – 17h14
    Atualizado: 18/06/12 – 18h14

    Comentários: 4
    Envios por mail: 0

    Fernando Haddad recebe os cumprimentos de Luiza Erundina quando ela anunciou que seria candidata à vice-prefeita na chapa com o PT Foto: O Globo / Eliária Andrade

    Fernando Haddad recebe os cumprimentos de Luiza Erundina quando ela anunciou que seria candidata à vice-prefeita na chapa com o PT O Globo / Eliária Andrade

    SÃO PAULO – A deputada federal Luiza Erundina (PSB-SP) afirmou nesta segunda-feira que irá reavaliar a decisão de sair candidata a vice na chapa de Fernando Haddad (PT) à Prefeitura de São Paulo por causa do apoio do deputado federal Paulo Maluf (PP) ao petista.

    – É uma situação muito constrangedora. Tenho que rever essa situação. Vou conversar com o meu partido. Meu partido tem outros nomes, não tem problema nenhum. Mas eu não aceito – afirmou ao GLOBO.

    O apoio de Maluf à candidatura de Haddad foi anunciado no início da tarde desta segunda-feira, após conversa com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Maluf negou que o apoio seja uma contrapartida pela nomeação de Osvaldo Garcia, ligado ao deputado do PP, para a secretaria de saneamento ambiental do Ministério das Cidades, publicado no Diário Oficial da União na última sexta-feira.

    Para Erundina, a ligação de Maluf com a ditadura militar é inaceitável. Ela vai tomar uma posição definitiva nos próximos dias. Erundina acrescentou que conversou com lideranças da sociedade, que se mostraram contrárias às aliança.

    – Não sabia dessa possibilidade de composição com o Maluf (quando aceitou entrar na chapa). Isso se confirma num gesto público muito simbólico, com os três (Maluf, Lula e Haddad) na casa do Maluf.

    Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/pais/erundina-nao-aceita-maluf-diz-que-vai-rever-chapa-com-haddad-5243584#ixzz1yBMUeDAk

    falou grosso, hem?!

    ;^/

  61. Edu said

    Zbig,

    Apela não! Apela não!!! hahahaha

    Bandido por bandido eu troco o Reinaldo pelo Dirceu, bora?!

  62. Chesterton said

    Marta Suplicy faz biquinho, mas acabará se rendendo ao centralismo democrático – como se dizia na antiga nomenclatura. A aliança do “estupra mas não mata” com o “relaxa e goza”. Quem viver, verá.(janer)

    chest- Cadê aquele PT “ético”? Era que nem a barata-diz-que-tem. Agora Lula quer realmente estuprar são Paulo.

  63. Michelle - A Besta Desvairada said

    Erundina sentiu de perto o cheiro do PT e comprovou:
    Tá podre! É materia fecal!
    Tô fora! Lula indo com seu protegido à casa do Maluf (um beija mão)
    fez a Erunda vomitar e desistir rapidinho.
    Lula cagou mais uma vez! rsrsrs

  64. Jose Mario HRP said

    Depoimento numero 60: que purinho!

  65. Jose Mario HRP said

    Cooptaram o Maluf?
    Não tinham cooptado o Jarbas em 94?
    É da mesma raiz de ralé!
    Coalizões !

  66. Michelle - A Besta Desvairada said

    Sem categoria, Zeitgeist
    18.junho.2012 18:13:38
    Maluf e Lula, feitos um para o outro

    “Paranoico, prepotente, sectário, praticou e estimulou entre seus aliados abusos e ilegalidades, como se eles estivessem acima do que se aplicava aos mortais devido à grandiosidade das missões de que estavam imbuídos.”

    A descrição acima, feita em texto de Carlos Eduardo Lins da Silva na Folha desta segunda-feira (aqui, só para assinantes), diz respeito a Nixon, mas poderia servir, sem retoques, para se referir a Lula – com a diferença que, nos EUA, Nixon teve de deixar o poder, enquanto no Brasil Lula é carregado pelas massas.

    Como se sabe, o lulismo e seus associados, com sua missão de salvar o Brasil, se consideram acima de julgamentos terrenos, ao mesmo tempo em que autorizam alianças políticas corruptas que violentam a base e a história do PT e embaralham a política, ao ponto de tornar irreconhecíveis os partidos, inclusive os da oposição. Agora, como a coroar essa putrefação do mundo político brasileiro, Lula, na tentativa de sacramentar sua hegemonia nacional, inventou uma chapa à Prefeitura de São Paulo que diz representar o “novo”, mas que tem Paulo Maluf no palanque.

    “Tenho conversas com todo mundo, todas muito elegantes. Não há mais esquerda e direita, o que há são segundos de TV”, justificou o neopetista Maluf, com uma honestidade incomum – afinal, não há por que esconder os motivos pelos quais ele se juntou ao PT e a Lula, numa aliança que, de esdrúxula, não tem absolutamente nada.

    Marcos Guterman

  67. Michelle - A Besta Desvairada said

    Maluf, neoaliado do PT, deve R$ 732 milhões a SP

    Parceiro do ex-presidente Lula e do pré-candidato à Prefeitura de São Paulo Fernando Haddad, deputado do PP que fechou acordo com os petistas nesta segunda tem notórios problemas com a Justiça e é procurado pela Interpol; se eleito, o prefeito Haddad vai cobrar o que Maluf deve à capital paulista?

    18 de Junho de 2012 às 20:35

    Fernando Porfírio _247 – Causou barulho a parceria entre PP e PT em São Paulo para as eleições municipais deste ano, principalmente por causa do envolvimento do deputado federal e ex-prefeito Paulo Maluf nas tratativas. O pepista fez questão de selar o acordo com um aperto de mãos com o ex-presidente Lula – tudo devidamente registrado e com o pré-candidato Fernando Haddad como coadjuvante. Para além das muitas controvérsias levantadas pela coligação, fica uma pergunta para o discreto Haddad: se eleito prefeito, vai cobrar na Justiça o que seu parceiro de campanha deve ao Estado de São Paulo?

    Em valores não atualizados, o ex-prefeito e ex-governador biônico Paulo Maluf tem uma dívida judicial de R$ 732,5 milhões com os cofres públicos. Fora dessa conta estão os milhões de dólares bloqueados pela Justiça da Europa.

    Ao longo de 43 anos de trajetória política, o deputado federal Paulo Salim Maluf habituou-se a conviver com uma sucessão de denúncias de corrupção das quais escapou da maioria incólume. Maluf é daqueles políticos que conseguiu, mesmo quando flagrado com a boca na botija, reduzir a quase zero a possibilidade de ir para a cadeia ou mesmo de devolver o dinheiro que supostamente teria surrupiado do erário público.

    Até agora, Maluf tem quatro condenações judiciais decididas por órgãos colegiados e apenas uma transitada em julgado (definitiva). No caso da Paulipetro – da qual não cabe mais recurso – a condenação que cabe a Maluf é de R$ 716 milhões.

    O somatório de outras dívidas com a Justiça dá um total de 16,5 milhões. Além disso, tem bloqueado na Europa US$ 35 milhões, que de acordo com o Ministério Público seria resultado de transferências irregulares de recursos de obras superfaturadas quando ele era prefeito da capital.

    No momento, uma única sentença condenatória transitada em julgado, de natureza civil pesa sobre Maluf: ele e mais cinco réus foram condenados a restituir ao Estado de São Paulo o montante perdido pelo episódio Paulipetro, quando Maluf tentava encontrar petróleo na Bacia do rio Paraná. Em valores de 2008, a parte que cabia a Maluf era de R$ 716 milhões.

    É uma cifra pequena diante do volume de ações de improbidade administrativa movidas contra o ex-prefeito paulistano e governador biônico do Estado. É que em muitas delas Maluf conseguiu reverter a derrota sofrida em instâncias inferiores.

    Um exemplo da capacidade da defesa de Maluf aconteceu no final de dezembro de 2010, quando a 7ª Câmara de Direito Público modificou decisão do início do mesmo ano e absolveu o ex-prefeito de devolver aos cofres públicos o valor gasto com uma compra de frangos congelados.

    O escândalo ficou conhecido como frangogate e de acordo com o Ministério Público a compra seria superfaturada. As aves serviram para compor a merenda escolar da rede municipal de ensino. Quando Maluf foi condenado, correu o risco de perda dos direitos políticos, o que o impediria de concorrer às eleições.

    Nessa ação de improbidade administrativa, o Ministério Público diz que houve favorecimento de empresa, uma delas de Sylvia Maluf, mulher do hoje deputado federal.

    As outras condenações de Maluf são: em 2003, o STJ condenou o ex-prefeito a devolver R$ 1,2 milhão por contratar sem licitação a TV Globo para transmitir a Maratona de São Paulo realizada em 1995. Como se trata de uma ação popular, isso não valeria para barrar a candidatura de Maluf caso a lei da ficha limpa estivesse em vigor.

    Em janeiro de 2010 o mesmo STJ determinou que Maluf devolvesse o dinheiro gasto nos 0contratos de pesquisa de petróleo na bacia do Rio Paraná. Dois meses antes, em novembro de 2009, o STJ condenou o ex-prefeito a develver R$ 14,7 milhões por serviços supostamente não realizados no túnel Ayrton Senna.

    Outro problema de Paulo Maluf é com a Justiça suíça que decidiu manter sob confisco mais de US$ 13 milhões em nome da família do ex-prefeito em contas nos bancos do país dos Alpes. Se somado ao dinheiro ainda bloqueado nas ilhas Jersey, a família Maluf conta com um total de US$ 35 milhões confiscados, temporariamente, na Europa.
    Compartilhe esta matéria

  68. Patriarca da Paciência said

    E aí, não falei que era precipitação?

    Essa história que o Carlinhos Cachoeira já estava solta, que as provas tinham sido consideradas ilegais etc.etc. é pura balela.

    Está tudo andando conforme o programado.

    A CPMI vai muito bem, obrigado!

    “Justiça decide que áudios de operação que prendeu Cachoeira são legais

    Por dois votos a um, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região decidiu nesta segunda-feira (18) que as gravações telefônicas da Operação Monte Carlo são legais. Os dois votos a favor foram anunciados hoje e contrariam posição do relator, Tourinho Neto, pela ilegalidade das escutas.

    Os votos pela legalidade das gravações foram dados pelos juízes federais Cândido Ribeiro e Marcos Augusto Souza. Agora, a defesa de Carlinhos Cachoeira, alvo principal da Operação Monte Carlo, estuda recorrer no próprio TRF ou no STJ (Superior Tribunal de Justiça).

    Na semana passada, Tourinho Neto considerou todas as provas ilegais, argumentando que foram insuficientes as justificativas do juiz de primeira instância ao autorizar as escutas. Para ele, grampos só podem ser autorizados em situação excepcional, o que não teria acontecido na Monte Carlo. Segundo ele, as interceptações foram requisitadas pela PF com base apenas em denúncia anônima, o que considerou insuficiente.

    Em seu voto anunciado hoje, entretanto, Cândido Ribeiro disse que a Monte Carlo foi uma operação excepcional porque o esquema de Cachoeira contava com o envolvimento de policiais federais e civis, e por isso, segundo ele, as gravações telefônicas eram necessárias. Já Marcos Augusto Souza afirmou que houve diligências em meio ao pedido de autorização para fazer escutas, como fotografias de casas de jogos.

    A posição de Tourinho preocupava investigadores da Polícia Federal e do Ministério Público Federal porque, se fosse confirmada pelos demais juízes nesta segunda-feira, comprometeria toda a operação, muito baseada em escutas. Uma anulação colocaria em risco ainda o inquérito contra o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO) no STF (Supremo Tribunal Federal) e até mesmo a continuação da CPI do Cachoeira.

    Mesmo com o placar desfavorável no TRF, o advogado de Cachoeira, Márcio Thomaz Bastos, deve usar o conteúdo do voto de Tourinho Neto como argumento num possível recurso ao STJ. ”

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/1106424-justica-decide-que-audios-de-operacao-que-prendeu-cachoeira-sao-legais.shtml

  69. Chesterton said

    ainda bem que o patriarca avisou….

  70. Chesterton said

    Pela primeira vez na sua história, o Itamaraty enfrenta, a partir de hoje, uma greve dos seus servidores. Oficiais de Chancelaria, Assistentes de Chancelaria e, de acordo com o sindicato da categoria, até mesmo alguns diplomatas decidiram pela paralisação nesta segunda, em uma assembleia em Brasília que contou com a participação, via redes sociais, de funcionários de fora do País. Pelo menos 60 postos no exterior, incluindo o atendimento consular em Paris, Roma, Londres, Nova York, Los Angeles e Washington serão afetados. Às vésperas das férias de julho, o problema pode repercutir diretamente nos milhares de brasileiros que devem viajar para o exterior nos próximos dias e nos estrangeiros que desejem vir ao Brasil.

  71. Patriarca da Paciência said

    Maluf tem 80 anos.

    Quem tem medo de um homem de 80 anos?

    Só mesmo alguns direitobas.

    Acho que o PP é muito mais que Maluf, assim como o PR do Serra é muito mais que o Tiririca.

    Mas o pessoal gosta mesmo é desse jogo de torcida organizada.

    Eu, por mim, que deixem o Maluf viver seus últimos dias de vida, assim como o Tiririca apoiar quem ele entender.

    O Policarpo Foda, e somente o Policarpo Foda, (Foda conforme o Reinaldinho Cabeção) pode negociar com bandidos à vontade que não se “contamina”.!

  72. Patriarca da Paciência said

    “É, na verdade é diferente: agora a fraude é descarada e oficializada, temos alguns escândalos impunes como exemplos.”

    Edu,

    hoje em dia as coisas são bem melhores que antigamente. A cada dia que passa, por incrível que possa parecer, o mundo melhora um pouquinho.

    Se não formos destruídos por algum cometa desgovernado, ou alguma guerra atômica, o mundo atingirá, inexoravelmente, um estágio de grande civilidade.

    O Império Romano foi uma verdadeira ZONA!

    a Idade Média foi outra ZONA.

    Os Luíses da França e os Henriques da Inglaterra, outra turma de curruptos e sanguinários. Os Czares da Rússia, então, nem se fala.

    Você sabia que na antiga Grécia e Antiga Roma a pedofilia era não só tolerada,
    como até incentivada?

    O Governo Militar brasileiro era extremamente corrupto. Esse negócio de propinas de empreiteiras, seguradoras, empresas midiáticas etc.etc.etc. vem tudo dos governos militares. Naquele tempo a coisa corria solta, apenas ninguém podia dizer nada.

    Hoje em dia a Polícia Federal trabalha para desmascarar corruptos. No tempo dos governos militares a Polícia Federal trabalhava para oprimir a população. As pessoas viviam amedrontadas e morriam de medo da polícia.

    Melhoramos muito e vamos melhorar ainda mais.

  73. Jose Mario HRP said

    Para os “purinhos” de coração e demais direitistas falsos moralistas Maluf e PP são da base aliada há 05 anos!
    Não tem novidade alguma nisso!
    Cooptar para governar!
    FHC fez isso antes!
    E vamos ver quem tem mais folego nessa eleição!

    Que o lula só começou!

  74. Chesterton said

    Num instante em que o PT inquieta-se com a proximidade do julgamento do mensalão no STF, um segundo fantasma ressurge do passado para assombrar a legenda na eleição municipal de 2012. Sem estrondos, o juiz federal Paulo Cézar Alves Sodré, titular da 7a Vara Criminal da Seção Judiciária de Mato Grosso, abriu há quatro dias uma ação penal contra os petistas envolvidos no caso que ficou conhecido como escândalo do Dossiê dos Aloprados.

    Datado de 15 de junho, o despacho do magistrado converteu em réus nove personagens que tiveram participação na tentativa de compra de documentos forjados que vinculariam o tucano José Serra à máfia das ambulâncias superfaturadas do Ministério da Saúde. Entre os encrencados, seis são petistas. Os outros três são ligados a uma casa de câmbio usada para encobrir a origem de parte do dinheiro que seria usado na transação.

    O caso escalara as manchetes às vésperas do primeiro turno das eleições gerais de 2006, quando a Polícia Federal prendeu em flagrante, no Hotel Íbis, próximo do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, dois petistas portando R$ 1,7 milhão (uma parte em dólares). Exposto no noticiário da época (veja foto lá no alto), o dinheiro seria usado na transação. Relegado ao esquecimento, o episódio parecia condenado ao arquivo. Engano. Acaba de renascer.

    Deve-se a ressurreição a três procuradores da República: Douglas Santos Araújo, Ludmila Bortoleto Monteiro e Marcellus Barbosa Lima. Lotados no Ministério Público Federal de Cuiabá, eles formalizaram em 14 de junho, quinta-feira da semana passada, uma denúncia contra os acusados. Recebida pelo juiz Paulo Cézar, a peça deu origem à ação penal aberta no dia seguinte.

    No seu despacho, o magistrado determinou a citação dos réus para que respondam às acusações “no prazo de dez dias”. As citações serão feitas por meio de cartas precatórias, já que a maioria dos acusados não mora em Cuiabá, sede da 7a Vara Criminal de Mato Grosso. São os seguintes os ‘aloprados’ que serão intimados a prestar contas à Justiça:

    chest- blog do Josias….(será que finalmente veremos elementos da quadrilha petista em cana?)

  75. Chesterton said

    Ta bom HRP, mas a foto de Lula e Haddad na casa de maluf não tem preço….

  76. Jose Mario HRP said

    Chestinho, o par de irmãos Vedoin confirmaram que Serra estava no rolo!
    http://g1.globo.com/Noticias/Politica/0,,AA1273685-5601,00.html

    Pra ninguém esquecer!

  77. Jose Mario HRP said

    Pois é Chester, acontece que o próprio Alckimin estivera com a cúpula do PP paulista e babando nos ovos deles pedia coligação que não saiu!
    Vaca fria!
    Essa corja do PP só é necessária em eleição, ou estou errado?

  78. Michelle - A Besta Desvairada said

    Piadinha rápida :
    De Maluf para Lula: Se vc quiser meu apoio, vá à minha casa e HRP.
    A foto registra o momento histórico.

  79. Jose Mario HRP said

    Uma correção cara donzella:
    Acho que foi oferecido o “buzanfã”!
    Pois Maluf há muito vive de favores do PT e amigos!

  80. Jose Mario HRP said

    http://www.istoe.com.br/reportagens/4776_OS+VEDOIN+ACUSAM+SERRA

    Vamos ver se pega agora!
    Olha o Serra aí gente!

  81. Edu said

    Patriarca,

    Depois quando eu cito Cuba e Koreia do Norte vc acha que eu apelo…. olha os exemplos que vc me traz!

    Eu não vejo progresso nenhum num governo que protege seus corruptos e corruptores, a não ser pela forma descarada com que faz isso…

    Mas tudo bem, vc acha mesmo que o mundo está melhorando?

    Dá pra ver mesmo:

    – A Europa batendo cabeça para arrumar a crise originada do assistencialismo.
    – O Francois Hollande já arrumou confusão com a Merkel e com o Primeiro Ministro inglês por conta das besteiras que falou.
    – A Espanha indo para o brejo.
    – A Venezuela na mão do Chavez, que agora inventou que a Venezuela está sendo ameaçada… o povo não tem o que comer e ele comprando aviões militares…
    – A madame K. seguindo à risca o que o Zbig acha que tem que tem ser o futuro: está proibindo que pessoas com dinheiro comprem as coisas (a aprovação dela já vai abaixo dos 40%).

    Eu tbm acho que o mundo está melhorando: a esquerda está lentamente sendo desmascarada.

  82. Jose Mario HRP said

    E em falando em Demostenes, Vedoins + Serra, Perillo, e outros escandalosos, vejam que a tão odiada esquerda se renova para garantir mais espaço em nossa politica de inclusão social e de busca por oportunidades justas para todos:

    http://contextolivre.blogspot.com.br/2012/05/vladimir-safatle-lanca-esquerda-que-nao.html

  83. Michelle - A Besta Desvairada said

    Se lula HRP ou ofereceu o “buzanfã”, eu não sei…quem afirma que sabe
    é o petralha especialista em pornografia.
    Maluf já estava na cama com os petistas faz tempo, afirma ele orgulhoso.
    tsk,tsk,tsk

  84. Jose Mario HRP said

    Sim estava na cama faz tempo, como esquentou outra cama até 2002!
    São conversas de lençóis!
    E enquanto isso nosso caro Alckimin que tinha tomado chá com a direção paulista do PP fica inventando desculpas por deixar escapar o peixe!
    Politica……
    Vejam só o belo da tarde Demóstene que foi ao STF, aquela boa casa de favores e conseguiu mais uns dias, afinal ele é oriundo do MP goiano!
    Tem o mesmo DNA dos carissimos ministro!

  85. Patriarca da Paciência said

    É, parece que o Collor não estã sozinho:

  86. Michelle - A Besta Desvairada said

    Depois de ver a foto de lula,maluf e o “menino do Mec”. Erundina
    declarou: – Tô fora. HRP não! Sou nordestina de origem humilde mas nunca
    fui puta de suruba. É demais!

  87. Pax said

    Temos um quadro cômico por aqui. Maluf era disputado pelo Serra e pelo Haddad/Lula. Quem “ganhasse” a adesão do cara teria o bônus de alguns minutos de tv mais uma meia dúzia de votos e o ônus de levar o esculacho do outro lado.

    Agora a turma do Serra deita e rola. Fosse o contrário, seria a mesmíssima coisa.

    No fundo no fundo reflete o modelo político de coalizão que não é um privilégio brasileiro, tem em toda democracia, ou quase toda.

  88. Chesterton said

    Pax consegiu, Pax conseguiu (amazing)

  89. Jose Mario HRP said

    PUTZ!
    Os caras quebraram a cara espalhando que a Erundina tinha saido da chapa!????
    Que mancada grosseira!
    Olha ela aqui desmentindo:
    http://www.viomundo.com.br/politica/erundina-descarta-deixar-chapa-de-haddad-nao-sou-de-recuar.html

  90. Pax said

    Caro Chesterton, em #88,

    Com certeza não fui eu a visitar o blog do mentiroso.

  91. Patriarca da Paciência said

    A comemoração pela saída de Erundina da chapa de Haddad durou pouco:

    “Indicada a vice de Fernando Haddad (PT), a deputada federal Luiza Erundina (PSB-SP) descartou deixar a chapa do pré-candidato petista à Prefeitura de São Paulo.

    Em entrevista à Rádio Brasil Atual, Erundina disse que a aliança do PT com o PP de Paulo Maluf é constrangedora, mas continua na chapa. “Não sou de recuar. Vou manter a decisão, porque é uma decisão partidária. Vou me empenhar e fazer o melhor que puder para dar minha contribuição, mas vou procurar demarcar campos. De um lado está o seu Maluf; de outro lado estaremos nós e os setores da sociedade que não concordam, ao meu ver, com essa aliança.”

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/1106869-nao-sou-de-recuar-diz-erundina-sobre-deixar-chapa-de-haddad.shtml

  92. Pax said

    A análise do Kotscho me parece boa.

    http://noticias.r7.com/blogs/ricardo-kotscho/2012/06/18/em-sao-paulo-eleicao-vira-zorra-federal/

    Uma frase, em especial:

    Até o último momento, Paulo Maluf, este símbolo do que há de mais retrógado e aético entre os partidos conservadores, rifou os seus 103 segundos de televisão entre o PT e o PSDB.

    É com isto, sim, que lida a política nacional.

    E a reforma política não ganha pauta de nenhum governante. Ninguém tem coragem de peitar o modelão. E, a reboque desta fraqueza, vem os mensalões.

    Durma-se com um barulho destes.

  93. Pax said

    Olha, entre o “prejuízo” do Maluf e o “lucro” da Erundina, o segundo me parece mais forte.

    Erundina é muito boa, sim.

  94. Zbigniew said

    Muito boa a análise do Kotscho. Vai além da constatação do leilão entre o PT e o PSDB pelo tempo na televisão do PP, forçado pelo Maluf.

    O Lula é pragmático. Aposta na tábula rasa dos políticos, e o Maluf em Sampa tem seu curral. Se falaram mal dele na televisão não faltará exemplos a serem explorados do outro lado. Sobre esse ângulo, abstraindo o ideal, o Lula tem razão, como teve com o Sarney e Temer na eleição de Dilma. Infelizmente é a política brasileira. E não se enganem, em situações como esta, no mundo inteiro.

    Se Lula prefere assim? Talvez. Quando se adapta ao jogo, e até consegue-se um grau de mestre, é difícil querer ou lutar por mudanças. Assim como o ficha limpa isso vai ter que ser por pressão popular através da sociedade civil organizada, não pelos partidos. Estes e os demais poderes constituídos, incluindo a imprensa, estão viciados e profundamente comprometidos com o sistema. Sem essa pressão não tem como haver mudanças.

    Quanto à eleição em SP: O Serra está na frente, mas parece que bateu num teto, além de ter alta rejeição (repete o que ocorre a nível nacional). O Haddad está crescendo, mas, por hora, perdeu Marta Suplicy e o apoio do PR que se mandou para as hostes pêéssedebistas. O Russomano tem crescido bastante mas terá pouco tempo na TV e o Chalita… bem, o Chalita é do PMDB. Neste momento poderíamos dizer que as chances do PSDB perder a prefeitura de São Paulo são bem grandes. Pra quem? Só o tempo dirá. Tremei panfleto bandido!

  95. Edu said

    Pobre cidade de São Paulo…

    Não dá pra saber quem é o pior.

  96. iconoclastas said

    “Ninguém tem coragem de peitar o modelão. E, a reboque desta fraqueza, vem os mensalões.”

    é por isso que vc aprova quem vc aprova?

    uma coisa é escolher o menos danoso (dentro de ótica própria…) outra é defender a escolha como irremediável.

    então quer dizer que a Erundina diz uma coisa em um dia, desdiz no outro, e feio, bobo, beiçola e zoiodu é quem replica o que foi dito?

    bons valores a serem transmitidos…

    ;^/

  97. iconoclastas said

    há, já que o nobre e generoso anfitrião deste espaço tem certa fixação pelo blogueiro da Veja, segue uma dica:

    ontem eu postei aqui o link de uma resposta malcriada de um (bom) economista da (boa) PUC-Rio ao R.A por causa de uma típica crítica dele ao estudo do referido autor. pois bem, o R,A já treplicou – e saiu muito melhor do que o post original – e a porrada se espalhou pela web com outros (bons) economistas comentando ambos os artigos.

    vale a pena acompanhar.

    obs – essa recomendação não serve para petistas e simpatizantes. não é censura, entendam mais como classificação etária…

    ;^/

  98. Zbigniew said

    Besteira! O cara deu foi um ralha no facista explicando – de forma honesta – que a pesquisa sobre o efeito do bolsa família na diminuição da violência em SP não seria um padrão para outras regiões, até porque em alguns lugares como o nordeste do Brasil, onde o Bolsa Família é muito mais acionado, a violência aumentou.

    Nesse ponto outros fatores podem se associar anulando os efeitos benéficos do programa.

    Sim, ressaltou que a violência vem diminuindo, inclusive no governo do PSDB, representando uma associação benéfica. Mas, e daí? O bom é que boas políticas públicas estão sendo adotadas, o que não anula o efeito do Bolsa Família.

  99. Pax said

    Caro Iconoclasta,

    Do que mesmo me acusas? Só para saber… Se é que eu tenho o direito de saber.

    Enviado via iPhone

  100. iconoclastas said

    “Sim, ressaltou que a violência vem diminuindo, inclusive no governo do PSDB, representando uma associação benéfica.”

    esse “inclusive” aí foi de uma sem vergonhice singular…

    hummm… não, tenta de novo. ou melhor, deixa quieto.vai atrás do Bresser, Nassif e do pessoal da Unicamp e etc, é mais apropriado…

    entenderam pq eu avisei q não servia para petistas…

    ;^?

  101. Michelle - A Besta Desvairada said

    #86 Michelle – A Besta Desvairada disse
    19/06/2012 às 11:00

    Depois de ver a foto de lula,maluf e o “menino do Mec”. Erundina
    declarou: – Tô fora. HRP não! Sou nordestina de origem humilde, mas nunca
    fui puta de suruba. É demais!

    Erundina desiste de ser vice de Haddad em SP
    http://www.estadao.com.br/noticias/politica,erundina-desiste-de-ser-vice-de-haddad-em-sp,888483,0.htm

    “Não convivo com esse tipo de coisa”, afirmou a deputada.

  102. iconoclastas said

    # 101 então quer dizer que a senhorinha recuou do recuo e tornou a recuar… e a molambada, como fica agora?!

    ;^?

    “Do que mesmo me acusas?”

    acusação?

    não, ignoro qq suspeita sobre hipotético crime seu.

    fato é, o sistema político é ruim pq ocupado por gente ruim, nem todos, claro, mas especialmente os que estão no comando do país há 10 anos e que dele tem se servido muito bem…no entanto, vc prefere falar de um etéreo “ninguém”…

    ;^/

  103. Pedro said

    Tudo bem, é a política, dizem muitos.

    Mas, uma coisa é certa. Se o Haddad emplacar. O PT vai ter que escutar o Maluf falar com aquele sotaque inconfundivel, pelo resto da vida:

    – Sabe o Haddad, foi o Maluf que fez.

  104. Pedro said

    Acho a análise do Tutty Vasquez bem melhor que a do Kotsho. : -)

    “A exemplo do que fez na campanha de Celso Pitta nas eleições de 1996, Paulo Maluf deve voltar a empenhar sua palavra de honra na busca de votos, dessa vez comprometida com o candidato do PT à prefeitura de São Paulo:

    “Se Fernando Haddad não for um bom prefeito, nunca mais votem no Lula!” – já teria pronto seu discurso de estreia no horário de propaganda do TRE na TV!

    Afastado do noticiário político desde que seu nome passou a constar de reportagens sobre a lista de procurados pela Interpol, ‘Maluf vem aí!’ – como garante pichação nova nos muros de SP – para salvar a sucessão de Gilberto Kassab da mais entediante das disputas entre petistas e tucanos pela hegemonia no poder do executivo municipal na capital do Estado.

    Além de diversão garantida, o desconforto que o ex-prefeito provoca com tanto gosto em suas novas amigas de infância Luiza Erundina e Marta Suplicy promete proporcionar momentos mais acalorados do que qualquer debate decisivo entre Fernando Haddad e José Serra.

    Não à toa, os dois candidatos disputaram palmo a palmo até a semana passada o apoio de Maluf, ainda que ninguém saiba muito bem quem, afinal, vai se beneficiar com isso!

    Façam suas apostas! “

  105. Chesterton said

    finalmente o Sakamoto conseguiu chamar a atenção

    http://www.implicante.org/artigos/sakamoto-luta-pela-legalizacao-do-assalto/

  106. Pax said

    Caro Pedro,

    Seu comentário acima me fez dar algumas risadas. Boa.

    É o preço que esta aliança cobrará. Resta saber se cento e poucos segundos de tv pagam esta conta.

    Não é barata.

  107. Pax said

    Erundina desistiu?

    Uma pena.

    Preço do Maluf, na minha opinião, já ficou alto demais.

    Enviado via iPhone

  108. Edu said

    Pax,

    Pena que desistiu?! Que bom que desistiu, na verdade eu tinha desistido dela, sempre achei ela bastante íntegra e achei que ela tivesse se curvado, mas essa atitude recuperou a imagem dela como uma das pessoas honestas da política brasileira.

    Na verdade, para mim, é uma pena que ela seja de esquerda. A conduta dela sempre foi honesta e alinhada aos valores dela. Ela não se dobra a “alianças pragmáticas”.

    E o PT, que sempre foi o maior crítico do Maluf está lá, de mão dadas com o tão repudiado “senhor estupra, mas não mata”.

    Aliás, pensando bem, o PT é mais parecido com o PP do que parece:

    – O PT foi o maior discípulo do Maluf no “Rouba, mas faz”.
    – O PT está mestre em dizer que tudo o que vemos no Brasil é obra do PT: “Foi o PT que fez”.

    Só está faltando mesmo o “estupra, mas não mata”.

  109. Zbigniew said

    Uma pena a decisão de Erudina.

    Qual o efeito de Maluf numa possível futura prefeitura do Haddad? Iria mandar e desmandar o procurado pela Interpol? Iria mesmo? Até ele sabe que não. O máximo que poderia fazer era dizer que elegeu o Haddad. O resto dependeria do próprio Haddad e do PT. O que ele almeja são os cargos federais que lhe serão entregues. Aí será um problema em outra esfera. E neste caso sabe-se, hoje, que qualquer passo errado pode levar ao cadafalso.

    A Erudina sim teria espaço e acrescentaria com sua ascendência sobre os movimentos sociais. Muito ruim para a candidatura petista pelo que dela poderia se esperar. Além de ser, de uma certa forma, um contrapeso ético à campanha que a o panfleto facista assumiu contra a referida candidatura. Ao que parece foi pedir muito para a ex-candidata. E ela tem todo o direito.

  110. Edu said

    Zbig,

    Mais uma vez, o PT tomando decisões erradas: cedendo cargos federais a corruptos de carteirinha em troca de apoio político.

    Ano passado isso rendeu algumas quedas.

    É o teto de vidro perfeito para a imprensa arremessar pedras. Basta alguém desses cargos cometer um deslise… e depois a imprensa é contra o governo… depois a imprensa é o PIG.

    Na verdade, o que parece é que o próprio PT, na tentativa de alcançar o poder a todo custo está tropeçando na própria barriga.

    Aliás, esses apoios explícitos, essas alianças, na época do Lula, ele não faltava em nenhuma, era o PT em ação o tempo todo, por que a Dilma não participou? A Dilma apóia isso? Não vi nenhum pronunciamento da Dilma sobre essas articulações comandadas pelo Lula. Na verdade, o que o Lula andou fazendo foi atrapalhar a Dilma…

  111. Zbigniew said

    Caro Edu,

    é um preço bem alto, você tem razão. Aqui, infelizmente, temos que reconhecer que não há mais espaço para idealistas. O idealismo não vence eleições. Todas as eleições que o Lula disputou como idelista pedeu. Todas! No momento em que ele abraçou o pragmatismo o jogo mudou e ele pode melhorar o país. Ou não?

    O Lula sabe que está dando munição para a oposição e para o panfleto facista e seus congêneres. E essa aliança com o Maluf é um negócio difícil de engolir e não sei se vai dar o resultado esperado. Ele bancou e pagou pra ver. Paciência. Se o Haddad perder a conta vai toda pro seu colo.

    Neste sentido eu gostei muito da crônica do Motta que lá no finalzinho diz o seguinte:

    “(…)
    Penso assim: cada idealista com o seu ideal.
    O meu, nesta eleição municipal, é o mais singelo do mundo: derrotar José Serra. Se for sem Maluf, melhor, se tiver de ser com ele, tudo bem; se for com Erundina, ótimo, se ela quiser pular do barco e levar junto o seu idealismo, problema dela, que vá ser feliz em outra freguesia.”

    http://cronicasdomotta.blogspot.com.br/2012/06/os-idealistas-trabalham-de-graca.html?spref=fb

  112. iconoclastas said

    “Pax disse
    20/06/2012 às 8:43

    Erundina desistiu?

    Uma pena. ”

    se entregando?!?!

    depois se faz de vítima…

    ;^/

  113. Edu said

    Zbig,

    Gestor e líder, é isso que São Paulo precisa.

    A grande verdade é que o Serra é mais gestor e menos líder. As iniciativas que ele promove são tímidas, típicas do partido dele, e com resultados bons e ruins ao mesmo tempo: vide Rodoanel, vide Metro, vide pedágios das rodovias estaduais: é bom, ajuda todo mundo, só que sai caro porque normalmente os acordos com as gestoras dos recursos são ruins e a cada ano os preços sofrem reajustes absurdos, fora da inflação.

    O Serra seria ótimo para gerir e fazer funcionar algumas iniciativas já realizadas: manter e melhorar as infra-estruturas dos CEUs, garantir o funcionamento das linhas de ônibus, garantir o atendimento médico em postos de saúde municipais (especialidade dele) e os processsos de liberação e contrução de habitações populares.

    No entanto, para algumas questões, o Serra resolveria: o caso do remanejamento de uma favela ao final da Av. Águas Espraiadas para a continuação e ligação da Rod. dos Imigrantes. A seu modo, o PSDB dá conta de fazer essas coisas.

    O Haddad se provou um péssimo gestor à frente do ministério da educação, as novas universidades federais criadas acabaram mal construídas ou construídas de forma mal feita, as universidades federais estão em greve e o ENEM foi mal conduzido pelo menos 2 vezes, nas duas vezes ele veio à público para dizer que a culpa não é dele.

    Um sujeito que tem um histórico desses para um ministério, com objetivos claros e sem pressão popular, que não consegue gerenciar esse ministério não tem a menor condição de gerir São Paulo. Quero ver quando houver uma enchente (que sempre há), quero ver quando houver uma greve, uma passeata que acabe com o trânsito da cidade. O paulistano não gosta de ver político dizendo que a culpa não é dele, o paulistano gosta de ver gestor resolvendo problema.

    O Haddad para o caso da favela e da AV. Águas Espraiadas acabaria oficializando todas as contruções ilegais de lá, que impossibilitaria fazer a construção para ajudar a resolver um dos maiores problemas de S. Paulo: o trânsito.

    Entre esses 2, está o Russomano, que não sei se teria apoio para fazer qualquer coisa, e que fora o fato de ter aparecido na mídia, tem um histórico tímido demais. Para mim, esse cara não bate o Serra, mas é menos pior que o Haddad, com certeza. E o Chalita, que, para mim, o problema é o partido e não a pessoa… mas esse aí está tão longe, coitado, que não vai adiantar nada. Quem sabe em um segundo momento, mas para isso ele terá que se provar gestor.

  114. Patriarca da Paciência said

    É isso aí, meu caro Zbigniew,

    nesta crônica do Motta, há inclusive um comentário que parece até coisa do Elias.

    “Paulo Cavalcanti

    Com 56 anos, e cansado de ver gente fazendo discurso de virgem na zona, seu artigo sintetiza meus sentimentos.

    Até 1998 – quando o PT, perdia todas, a imprensa que hoje ataca o partido dizia: “O PT, não ganha eleições, porque é muito estreito, não faz alianças, é fechado” – agora o PT faz, então, é ladrão, fisiológico, partido de oportunistas. É isso aí, o importante agora, e varrer José Serra…..que venham quem compartilhar dessa idéia. Parabéns ”

    No fundo o que o pessoal da direita gostaria mesmo é que o PT continuasse apenas no discurso ideológico e sempre fora do poder.

    Eles não engolem que o PT tenha aprendido a fazer política e, inclusive, faça bem melhor que a direita.

  115. Edu said

    Patriarca,

    Não mesmo, quem fazia discurso de viergem na zona era o PT. Agora o PT está mostrando as caras, e o povo, que foi enganado desde 2002, e que também não é virgem, está olhando por debaixo dessa saia e vendo tudo.

    Reforço meu comentário acima: em termos técnicos Serra dá um pau no Haddad…

  116. Patriarca da Paciência said

    Pax,

    o Inócuo “se acha”.

    Nos seus delírios, tal como o Reinaldinho Cabeção, ele julga conhecer exatamente ” onde está a verdade”.

    O Reinaldinho Cabeção publicou, num dos seus textos, que polemizou com o Vaticano e foi o Vaticano que reconheceu seu erro.

  117. Patriarca da Paciência said

    Edu,

    eu diria que o PT já foi uma virgem fazendo discurso numa zona.

  118. Pax said

    Caros,

    Acho, sim, uma pena Erundina ter saído da chapa. Ela representa uma política mais íntegra, na minha opinião. Ganhou Maluf, foi mais forte.

    Permito- me a afirmação que este episódio foi ruim para o PT.

    Do outro lado temos o Serra (melhor, caro Edu, tem certeza? Qual argumentação?) com a turma do Valdemar da Costa Neto.

    Ou seja, me parece ruim e piorado para todos os lados.

    O caro iconoclastas continua me acusando de quê mesmo?

    Seja direto. Prometo resposta.

    Enviado via iPhone

  119. iconoclastas said

    pq tanta afetação?

    ““Do que mesmo me acusas?”

    acusação?

    não, ignoro qq suspeita sobre hipotético crime seu.

    fato é, o sistema político é ruim pq ocupado por gente ruim, nem todos, claro, mas especialmente os que estão no comando do país há 10 anos e que dele tem se servido muito bem…no entanto, vc prefere falar de um etéreo “ninguém”…”

    o que foi q vc não entendeu?

    já me adianto:

    não tem nada a ver com acusação, pois simpatizar com o lulo petismo não é crime, é apenas, na minha opinião, uma má escolha, no entanto, legitima. mas não me parece se encaixar muito a um discurso de ética…

    foi?

    ora, Pax, logo vc cobrando uma resposta direta…

    ;^/

  120. Edu said

    Pax,

    O PT poderia continuar a fazer o discurso de “purinho” se ficasse só com a Erundina, e, de quebra, poderia descer o pau no PSDB e de sua aliança com PR + PP. Não fez… na verdade aprendeu a fazer política: do jeito errado.

    Observe que eu não defendo nenhuma aliança do PSDB com ninguém. Aliás, eu mesmo não gosto do jeito insosso do PSDB fazer política… é um jeitão lerdão, bobão, meio come quieto… é morno e não me interessa. O PR, é também outro exemplo que a direita brasileira NUNCA deveria se aproximar. Que definhe.

    Como não havia me pronunciado quanto às alianças do PSDB, eis aí: tudo uma porcaria. Daí já vemos que proposta de governo não existe. Como é que partidos com ideologias distintas se unem? Isso não é pragmatismo, é incoerência, é ridículo. Não é fazer política é chamar a população de idiota na maior cara-de-pau do mundo.

    Lembro de nossa breve conversa sobre o planejamento estratégico. Vc me lembrou que antes de um PE, deve haver uma visão e uma missão, que por sua vez devem estar alinhadas aos valores dos acionistas da empresa.

    Como é que um partido com um valor liberal se une com um partido de valor conservador e consegue fazer um programa político decente? É ridículo. O resultado é um monte de variações de tons de centro que se movem lentamente e mais confundem a população do que oferecem propostas.

    —X—

    Outra ponto é a qualidade técnica dos candidatos.

    Nesse ponto a qualidade técnica do Serra é indiscutivelmente superior à do Haddad.

    —X—

    Ou seja, em relação aos partidos: nenhum vence.

    Em relação aos candidatos, sou mais favorável a um que ao outro.

  121. iconoclastas said

    “Política
    Mãe do presidente da CPI desconhecia doação da Delta

    PMDB confirmou repasse de R$ 50 mil para campanha da deputada Nilda Gondim (PB)

    Marcio Allemand, O Globo

    A deputada federal Nilda Gondim (PMDB-PB), mãe do senador Vital do Rêgo, presidente da CPI que investiga as relações do contraventor Carlinhos Cachoeira com parlamentares e empresários, virou protagonista de uma inoportuna coincidência. Numa das transferências de valores do partido para sua campanha em 2010 foram doados R$ 50 mil provenientes de repasses feitos pela Delta Construções.

    Ao GLOBO, a deputada afirmou desconhecer ter recebido qualquer recurso da Delta e que as doações neste valor foram feitas pelo diretório nacional do PMDB.

    Já o presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp, disse ao GLOBO que seu partido, assim como o PT, recebeu da Delta na época da campanha um total de R$ 1.150.00,00 e que este valor foi repassado para campanhas de todo o Brasil.

    – A deputada Nilda Gondim realmente não teria como saber de onde veio a doação. Nem ela e nem os outros que também receberam dinheiro proveniente das doações da Delta. Foram muitos e eles poderiam ter recebido muito mais, aliás. E para nós, peeemedebistas, não há problema algum nisso – afirmou o senador.

    Nilda, que está em seu primeiro mandato, garantiu que suas contas de campanha foram aprovadas e estão disponíveis no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), cujo levantamento não informa quem doou aos partidos, mas sim aos candidatos.

    – Não conheço a Delta, nunca recebi nada desta empresa e nem nunca vi este senhor (Fernando Cavendish, ex-presidente da construtora).”

    numa boa, não basta ser honesta….

    Vital, meu filhote, pede para sair…

    ;^/

  122. Pedro said

    A esta altura da vida o Lula não precisava se prostituir deste jeito.

    Perdeu a noção do ridículo.

    Só falta agora chamar o Ziraldo pro marketing da campanha.

    Juntando a juventude do Haddad com a “experiência” do Maluf, vair criar o MENINO MALUFINHO.

  123. iconoclastas said

    “A esta altura da vida o Lula não precisava se prostituir deste jeito.”

    a bem da verdade, quem se vendeu foi o Maluf…

    ;^/

  124. Edu said

    Menino Malufinho! hahahahahhaha

    Sensacional!

  125. Pax said

    Caro Iconoclastas,

    Se houver algum grande escândalo de (a) ou (b) ou … que este blog tenha omitido – perdoando minhas atuais dificuldades com a web – me avise. Este pedido está declarado no “Sobre o blog” desde sua criação.

    Aparte isso, você gosta de me dizer simpatizante do lulopetismo mas omite minha simpatia ao fhctucanismo. Porque?

    Achar que o Serra e o Alckmin não trarão futuro ao PSDB, assim como achar que a atual direção do PT são idem não são indícios ou declarações de voto.

    Meu ideal de política é que tenhamos mais de uma força que possa promover a saudável alternância. Não temos, simples assim. E o PT, em face a esse quadro, ainda piora. Esta aliança com o Maluf pela ânsia de ter SP é um bom exemplo. Some-se a isso a questão real desta oposição PSDB/DEM/PPS não conseguir, 10 anos depois, achar um rumo e um discurso e o quadro fica ainda pior.

    Dizer que uma das forças acima é mais ou menos corrupta que a outra também me parece temerário. Cai-se no caso do famoso jornalista mentiroso que é tão desequilibrado que só vê e fala de um lado, mesmo assim se sentindo no direito se chamar a si a única razão democrática existente, com inteligência etc.

    É, em essência, uma mentira ambulante. Fala do mensalao do PT e omite o do PSDB, fala de Genoíno e omite Azeredo, etc etc

    O que resulta? Numa legião cada vez menor de antolhados que parecem fiéis evangelizados por um desequilibrado, assim como vemos do outro lado.

    Aí ninguém reclama diz seus, só dos outros, e o exercício democrático se apequena.

    Por mim que o porrete de aroeira desça em gregos e troianos.

    Enviado via iPhone

  126. Michelle - A Besta Desvairada said

    Enquanto isso…
    20/06/2012 – 6:54
    Texto do TCU fulmina fama de gestora de Dilma
    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2012/06/20/texto-do-tcu-fulmina-fama-de-gestora-de-dilma/

    Dilma também está precisando de um porrete de aroeira?

  127. Edu said

    Michelle,

    É culpa dos Estados e dos Municípios… a Dilma não tem culpa de nada! Como é q vc não consegue acreditar, se ela tem aprovação de 60% da população?!

  128. Michelle - A Besta Desvairada said

    .edu.br rsrs desculpe a brincadeira

    Não adianta querer educar petistas.
    Casco e interior duros. Boneheads!
    Dilma é pior do que eu imaginava.
    Como? É sim e provo!
    Cite 1 ministro deste governo de ilibada competência e honestidade.
    Apenas 1…(daqueles admirados por sua competência até pelos críticos
    do governo).
    Garanto que não encontrou nem 1.

    Enquanto a petralhada fica pensando como responder vamos nos divertir:
    A SENSACIONAL FOTO, devidamente temperada, em 2 versões…

    O LADO ESCURO DA FORÇA

    PORNOGRAFIA

    O “menino malufinho” do Pedro é sensacional.Vou divulgar!

  129. Michelle - A Besta Desvairada said

    20/06/2012
    às 18:30 \ Direto ao Ponto
    A lenda do intuitivo genial foi enterrado em cova rasa no jardim da mansão de Maluf

    O intuitivo genial, reverenciado pela seita lulopetista desde a vitória na eleição de 2002, jaz desde segunda-feira numa cova rasa no jardim da mansão de Paulo Maluf. Ansioso por garantir o apoio do dono do PP à candidatura de Fernando Haddad, como registra o comentário de 1 minuto para o site de VEJA, Lula caiu na armadilha montada pelo parceiro mais esperto por ter esquecido duas velhas lições. A primeira ensina que, quando dois políticos se encontram na casa de um deles, o anfitrião está sempre em vantagem: é o visitante quem vai pedir-lhe alguma coisa. A segunda lição, antiga como a fotografia, avisa que certas imagens valem mais que mil palavras.

    Se a aliança repulsiva fosse consumada no Palácio do Planalto, numa audiência concedida pelo presidente Lula ao deputado federal Paulo Maluf (e sem jornalistas por perto), Haddad não estaria hoje caçando algum substituto para Luiza Erundina. Se a reunião tivesse ocorrido no apartamento do ex-presidente em São Bernardo (longe da imprensa), os danos seria menores. Os estragos começaram a adquirir dimensões formidáveis quando Maluf exigiu que o casamento fosse celebrado em sua casa, avisou que só diria sim se Lula estivesse presente e decidiu convidar a imprensa para testemunhar a cerimônia. Deu no que deu.

    As imagens da turma no jardim documentam a rendição do chefão do PT ao homem que passou a vida chamando de “ladrão” ─ e que o acusou mais de uma vez de agir como ave de rapina. Aos olhos da multidão, Lula foi lá para pedir desculpas e pedir 1min35 no horário eleitoral gratuito. Foi perdoado e atendido. Um se humilhou. Outro foi publicamente absolvido de todos os pecados passados, presentes e futuros. O resto é conversa fiada.

    Portadores da Síndrome de Deus jamais admitem que erraram. Neste momento, rodeado de devotos genuflexos, Lula deve estar recitando que fez tudo certo, que quem errou foi Erundina, que a imprensa superestima o episódio para prejudicar o PT, que tudo será esquecido e que vai eleger Haddad. Nenhum dos áulicos em torno ousará contar-lhe que, por ter dado um passo maior que a perna, deu outro tiro no pé.

    Uma coisa é a aliança no plano federal com um partido que muda de rosto conforme a região. Em Santa Catarina, por exemplo, o PP tem a cara de Esperidião Amin. No Rio, é parecido com Francisco Dornelles. Em São Paulo, a sigla é mais um codinome de um político promovido a símbolo da corrupção impune, do primitivismo eleitoreiro, do vale-tudo indecoroso, do “rouba mas faz”. Desta vez, Lula não pode balbuciar que ninguém é culpado antes de ser condenado. Se insistir no mantra, será convidado a visitar o site da Interpol. Há dez dias, o post que enumerou os recentes tiros no pé desferidos pelo ex-presidente lembrou que o SuperMacunaíma que engana todo mundo foi enganado por Gilberto Kassab. Acaba de ser tapeado por Paulo Maluf.

    Sorte de José Serra, convém registrar. O candidato do PSDB, que sempre foi o maior adversário dele próprio, estava pronto para consumar um acordo com Paulo Maluf quando o proprietário dos cobiçadíssimos 95 segundos na TV resolveu trocá-los por um cofre no Ministério das Cidades e pelas fotos no jardim. Conjugadas, a ganância de Maluf e a soberba de Lula livraram Serra de mais um naufrágio prematuro. Tomara que consiga entender do que escapou.

    A reação dos brasileiros que pensam e prestam foi um claro recado aos políticos convencidos de que todos os eleitores ignoram a diferença que separa um acordo partidário de uma fusão de quadrilhas. Há limites para tudo e para todos. Até para Lula ─ e para o rebanho que acompanha com balidos reverentes a marcha da desfaçatez.

  130. Michelle - A Besta Desvairada said

    PAX : O atual Brasil é sério?

    Lula e Dilma brincam sobre a polêmica foto com Paulo Maluf
    Os dois se reuniram em hotel no Rio de Janeiro antes da abertura oficial da Rio+20
    Maria Lima, O Globo

    Há dois dias apanhando por causa da desastrosa foto ao lado do deputado Paulo Maluf (PP-SP) e o pré-candidato do PT à prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva procurou neutralizar o estrago aparecendo ao lado da presidente Dilma Rousseff, estrela da conferência do Rio+20.
    Os dois resolveram chegar juntos à abertura protocolar da conferência, no Riocentro, no Rio de Janeiro. Mas antes Lula foi ao encontro de Dilma no hotel onde ela está hospedada, na Barra da Tijuca, onde ficaram reunidos por mais de 40 minutos.
    Dilma deixaria o hotel as 14h45min, para chegar um pouco antes da foto oficial, marcada para as 15h55min. Mas por causa do encontro com Lula acabou atrasando a ida para o Riocentro. No saguão do hotel, coube a presidente Dilma fazer piada com a desastrosa foto de Lula com Maluf. Ela o segurou na frente de jornalistas, fotógrafos e cinegrafistas, muito sorridente e brincou:
    – Olha que foto simpática estamos tirando para vocês! – brincou Dilma, abraçando Lula.
    Meio sem jeito a princípio, mas depois entrando na piada, Lula acabou dando a entender que a foto com Maluf não tinha sido mesmo a mais apropriada:
    – Vamos fazer uma foto ambientalmente correta – respondeu, no ouvido de Dilma.
    – Isso, uma foto ambientalmente correta e simpática – brincou a presidente.

    Lula chegou ao hotel de Dilma por uma entrada secreta e fugiu dos jornalistas. Mas na saída fez questão de aparecer ao lado de Dilma. No mesmo hotel, outros petistas também evitaram o tema da aliança Lula-Maluf:
    – Isso é assunto de paulista, eu sou mineiro – desconversou o ministro da Indústria e Comércio, Fernando Pimentel.

    http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2012/06/20/lula-dilma-brincam-sobre-polemica-foto-com-paulo-maluf-450383.asp

    Meu comentário
    Lula seguramente não leu FAUSTO…e se tivesse lido, iria afirmar que foi traído pelo SEM NOME e que “Não Sabia!”
    o que estava “assinando”, apertando a mão e sorrindo para o Maluf.
    O molusco etílico, fora da água do poder absoluto, está morrendo. Ambientalmente correto.

    Petralhas tremei …

    O molusco etílico, fora da água do poder absoluto, está morrendo.
    Ambientalmente correto.

  131. Michelle - A Besta Desvairada said

    Pax ….A CPMI do Cachoeira virou piada.

    É uma piada’, diz Mantega sobre projeção do Credit Suisse para o PIB
    Instituição financeira suíça reduz para 1,5% a estimativa de crescimento do País em 2012 e revolta autoridades brasileiras
    20 de junho de 2012 | 18h 37

    RIO/SÃO PAULO – A equipe de economistas do Credit Suisse reduziu de 2% para apenas 1,5% a projeção de crescimento para a economia brasileira em 2012. No relatório em que justificam a expectativa mais pessimista, os economistas destacam a redução drástica no ritmo do investimentos, que sairiam de 4,7% em 2011 para 0,3% em 2012 e desaceleração do consumo das famílias de 4,1% para 3,3%.

    As projeções da instituição financeira suíça, um dos maiores bancos de investimento do mundo, revoltaram autoridades brasileiras. No Rio para participar da Rio+20, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, desqualificou o cálculo.

    “É uma piada. Vai ser muito mais que isso”, disse Mantega na tarde desta quarta-feira, 20, em rápida declaração a jornalistas à saída de um hotel na Barra, onde está hospedada a delegação brasileira. No mês passado, em audiência no Senado, ele apresentou a nova estimativa do Ministério para o desempenho este ano: 4%, meio ponto porcentual abaixo da anterior.

    Além das tendências menos favoráveis para a economia sob a ótica da demanda, o Credit Suisse também listou recuos nos componentes de oferta. “Sob a ótica da oferta, nossa projeção assume retração do produto da agropecuária de 1,8% e ligeira expansão do PIB industrial de 0,6%. O crescimento dos serviços de 2% seria mais elevado que o do PIB, por conta da maior expansão dos segmentos menos sensíveis à demanda”, diz o relatório.

    O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, que também integra a comitiva presidencial na Rio+20, tentou contemporizar: “Acho que a visão que os europeus têm é necessariamente negativa por ser influenciada pelo clima por lá. A situação do mercado financeiro na Europa é muito ruim”, analisou.

    Para ele, os brasileiros teriam razões para estar mais otimistas diante do dinamismo da economia do País. Pimentel elogiou as medidas tomadas pelo ministério da Fazenda e o Banco Central para impulsionar o crescimento econômico em 2012 e afirmou que elas estão destravando o investimento para o segundo semestre. “Não acompanho esse pessimismo do Credit Suisse. Acho que nós vamos crescer mais que isso”, afirmou. Mas, preferiu não arriscar qualquer prognóstico.

    O mercado financeiro não está tão otimista quanto o governo. Na última segunda-feira, o Banco Central divulgou o relatório Focus, no qual os bancos reduziam, pela sexta semana consecutiva, a aposta de crescimento econômico para 2012. De acordo com a pesquisa, a previsão recuou de 2,53% para 2,30%. Quatro semanas atrás, a projeção era de crescimento de 3,09% neste ano.

    O relatório de hoje do Credit Suisse puxou mais para baixo a tendência. Segundo o documento, simulações feitas pela instituição “sugerem que a expansão do PIB de 2% em 2012 tornou-se menos provável, pois demandaria uma retomada muito expressiva da atividade no segundo semestre de 2012”.

    “A diminuição da nossa projeção de crescimento do PIB no segundo trimestre, a ainda elevada incerteza global e a baixa probabilidade que atribuímos a uma expansão da economia muito expressiva nos próximos trimestres justificam a redução da nossa previsão de crescimento do PIB em 2012 de 2% para 1,5%”, alegam os economistas.

  132. Pax said

    O Kotscho dá uma bronca em Lula. Merecida.

    Cara Michele – coloque os links dos seus copy and paste, por favor. Ao menos diga quem escreveu o texto. Fica chato pacas se adonar dos textos dos outros. Se no blog do mentiroso pode, aqui não pode. Ok?

  133. mona said

    Pax,
    o artigo postado pela Michelle (oi, querida! como vc está lidando com os rapazes do blog? trate-os com carinho, viu!) é do famigerado direitoba Augusto Nunes.
    Beijo. Tou adorando a saga do menino malufinho.

  134. Jose Mario HRP said

    Ainda estão nessa do Maluf?
    O cara é aliado há 07 anos!
    Foi aliado do FHC por tabela nos 08 anos do boca de suvaco e ninguém falou nada!
    Deixa o velhote em paz, o lobo perdeu o pelo, os dentes e ainda acha que pode caçar!

    Aliás, bronca de jornalista , deve sempre ser encarada como uma bela hipocrisia!
    O foco deve ser o que essa gente fez pelo povo, no poder?
    Comparando com os outros governos antes só posso dizer uma cois:
    +20 anos pra eles!
    Purismos falso moralistas, prerconceitos regionalistas/raciais a parte, a direita vai ter que aguentar por um bom e longo tempo o PT no poder!

  135. Patriarca da Paciência said

    “Fernando Haddad ganhou, e não foi pouco, com a renúncia de Luiza Erundina a vice em sua candidatura a prefeito paulistano. Não tardaria a que o problema para Haddad, e não pequeno, fosse superar os previsíveis embaraços provocados pela maneira irascível, grosseira e individualista que Erundina se permite a pretexto de política.

    Luiza Erundina é inconvivível politicamente. Já em seus últimos tempos no PT, a recusa rígida que manteve, diante de dirigentes do partido, ao exame das divergências, deixou mais do que frustração. Há ressentimentos pessoais inapagados até hoje. E motivadores de muitas das reações negativas, nos quadros mais altos do PT, à entrega da vice a Erundina. ”

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/janiodefreitas/1107929-a-sorte-de-haddad.shtml

  136. Patriarca da Paciência said

    “Daqui a pouco tempo, goste-se ou não, ninguém fala nessa aliança. Até porque, nesse quesito, quase todos os partidos são parecidos. Como já disse aqui, Maluf ficou com o PT porque o PSDB pagou menos. ”

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/gilbertodimenstein/1108072-a-pior-noticia-de-haddad.shtml

  137. Pax said

    Desculpem-me, podem me chamar do que bem entenderem, mas o dia que eu passar a gostar mais de Maluf que de Erundina me enterrem na beira do rio.

    Essa aqui é nova e boa, levantaram uma suspeita que o Eduardo Jorge do PV teria levado uma bolinha de 200k para liberar o corte de árvores para implantação do tal shopping de Higienópolis.

    Promotoria apura suspeita de propina a Eduardo Jorge
    http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1107982-promotoria-apura-suspeita-de-propina-a-eduardo-jorge.shtml

    E vamos que vamos que agora estamos com Maluf das águas espraiadas.

    Segurem seus passaportes que a Interpol anda solta por aí.

  138. Patriarca da Paciência said

    Edu, 120,

    “Outra ponto é a qualidade técnica dos candidatos.

    Nesse ponto a qualidade técnica do Serra é indiscutivelmente superior à do Haddad.”

    Fernando Haddad:
    “Formação acadêmica: Formado bacharel em direito, mestre em economia (com a dissertação O caráter sócio-econômico do sistema soviético) desde 1990, e doutor em filosofia (com a tese De Marx a Habermas – O Materialismo Histórico e seu paradigma adequado, sob a orientação de Paulo Arantes) desde 1996. Obteve esses três graus pela Universidade de São Paulo (USP)[11] .

    No final de 1985, diploma-se em Direito e, no ano seguinte, é aprovado no exame da OAB. Em outubro 1986, Haddad é selecionado para o mestrado em Economia da Universidade de São Paulo (USP), que viria a concluir em 1990, depois de passar um ano (1989) elaborando a tese como aluno visitante da MacGill University [25].

    Prossegue a jornada acadêmica na USP cursando, entre 1991 e 1996, o doutorado em Filosofia. Nos dois níveis da pós-graduação defendeu teses de crítica ao socialismo real, adotando em ambas abordagens ancoradas na escola frankfurtiana
    (wikipédia)

    José Serra:

    “Possui Mestrado em Economia pela Escola de Pós-Graduação em Economia da Universidade do Chile[4], com segundo Mestrado e Doutorado em Economia pela Universidade de Cornell”
    (wikipédia)

    Bem curtinho o currículo do Serra.

    Tem muita gente que, inclusive, contesta que o Serra seja diplomado em alguma coisa.

    Acho que o currículo acadêmico do Haddad parece ter mais substância.

  139. Patriarca da Paciência said

    Edu,

    até mesmo nos blogs do PSDB o currículo do Serra pe bastante pobre, parecendo mais um político profissional:

    “Todos sabem da capacidade e do conhecimento intelectual e político do governador José Serra. E mesmo assim uma polêmica foi levantada pelo líder do PT no Senado Federal, Aluísio Mercadante, e que é absolutamente inverídica. O governador José Serra é um catedrático, formado no Brasil, com curso de pós-graduação no Chile e nos Estados Unidos – uma pessoa absolutamente consagrada sob o ponto de vista intelectual e um dos mais respeitados na área econômica.

    Além disso, o governador José Serra foi ministro, secretário de planejamento de São Paulo, prefeito de São Paulo, senador constituinte e hoje é governador do estado de São Paulo. É por essas e outras que a colocação feita pelo líder do PT no senado é absolutamente inverídica e infeliz. Foi algo dito sem sustentação. O governador José Serra, entre outras coisas, é respeitado por sua capacidade e qualidade em administrar, mas, sobretudo pela história política e acadêmica que construiu.

    É inadmissível que levantem uma inverdade dessas. O problema é que há integrantes do governo que já mentiram sobre o seu currículo e o PT, como sempre, generaliza para poder atingir seus adversários políticos.”

    http://edsonaparecido.com.br/curriculo-do-governador-jose-serra-e-admiravel/

  140. Patriarca da Paciência said

    Pax,

    de minha parte, sinceramente, não compreendo muito bem como que o Maluf possa ainda prosseguir na política.

    Mas se o Maluf continua a exercer mandato, tem prerrogativas etc. não é obra do PT.

    O que o PT compreende é que numa democracia se convive com as diferenças.

    Conviver civilizadamente, sem tentar colocar os outros em fogueiras, estabelecer pactos, procurar soluções etc.

    Acho que é por aí que a democracia se consolida.

  141. Edu said

    Patriarca,

    Desculpe, cara, quando eu digo tecnicamente é a capacidade de realizar alguma coisa, não é o currículo.

    Vc, que contribuiu para a eleição do Lula não pode, de maneira nenhuma, citar o currículo destes 2 candidados para qualquer tipo de referência.

    Inclusive, uma empresa não contrata ninguém baseado somente no currículo.

    Entenda o que eu estou dizendo de uma vez por todas:

    – O Serra, já provou ser um bom gestor, seja à frente do ministério da Saúde, seja nos governos de S. Paulo.

    – O Haddad, provou ser um incompetente à frente do ministério da Educação.

    Simples assim, independendemente do currículo.

    Por isso cito, aos que não gostam de ambos, o Russomano, ele, que eu saiba, não teve nem sequer a oportunidade de gerenciar nada. Só que eu acho meio perigoso deixar que a primeira oportunidade dele seja justo a cidade de S. Paulo.

    Michelle,

    Sussa! Como eu disse: eu sou o Patriarca da Ingenuidade, ou o Patriarca da Cabeça-durice…

  142. Pax said

    Insisto no post do Kotscho:

    Erundina faz PT lembrar do PT anti-Maluf

    http://noticias.r7.com/blogs/ricardo-kotscho/2012/06/20/erundina-faz-pt-lembrar-do-pt-anti-maluf/

    Querem sentar o pau em Erundina, no Kotscho etc. É um direito da militância da “concordância”. Na minha opinião esta concordância absoluta, achar que tudo pode, qualquer aliança, qualquer postura – o que for – mina a estrutura básica de qualquer instituição. Qualquer que seja precisa, sim, ter princípios, regras pétras etc. Seja qual for. Na máfia italiana ninguém pode transar com a mulher de outro mafioso, é uma regra pétrea. É um exemplo do que digo. Vale para PSDB, PT etc. Quem não tem isso é agremiação sem passado e sem futuro. Caso desses partidecos de aluguel. Caso, por exemplo, deste partido do Kassab que deve durar pouco.

    E Lula e o PT paulista, no meu entender, quebrou uma regra pétrea. Atacou o que ainda resta de sua história.

    O governo da cidade de São Paulo vale isso tudo? Lula deu uma tacada de mestre? Há quem diga que sim, há muitos que dizem que não. A tacada parece não ter sido nada boa.

    No meu entedimento houve, sim, um tremendo erro de avaliação. Um movimento político equivocado, muito equivocado.

    Este erro pode custar bem mais que o objeto de desejo, o governo paulistano. Pode custar um desgaste que ainda não temos dimensão – da imagem de Lula e, consequentemente, ainda mais para o já desgastado PT.

    E o pior não é a imagem do PT para os oposicionistas que vão usar este triste evento ad nauseam – com todo direito – o pior é desgastar a imagem do PT dentro do próprio PT.

    Claro que há uma militância que não reclama de nada. Como há quem não reclame do Serra ou do Azeredo no lado tucano.

    Mas há, sim, dentro da militância política do atual PT, quem não anda nada contente com o andar da carruagem. Acho que sim.

    Sinceramente? Acho bom. Ou o PT toma rumo, ou o PTMDB se estabelece definitivamente.

  143. Patriarca da Paciência said

    “- O Haddad, provou ser um incompetente à frente do ministério da Educação.”

    Isto se você preferir acreditar na revista Veja etc.

    Agora, se você acreditar em estatísticas do IBGE, IPEA, etc. o Haddad foi um ótimo ministro da educação.

  144. Michelle - A Besta Desvairada said

    Erundina, a última petistaRudá Ricci
    Erundina deixou todos petistas constrangidos. Fez o que qualquer petista histórico faria.
    O PT dos anos 1980, não este pragmático, sem cor, sem cheiro, sem forma. Praticamente matou a candidatura de Haddad.
    Só uma reviravolta para colocar a militância engajada (da zona leste e sul) na rua.
    Os pragmáticos, do PT e PSB, estão furiosos e jogam a culpa na escolha do nome da ex-prefeita.
    Não se importam com programa ou ideologia. Se importam com vitória, com cálculo de votos.
    Assim, pautados pela popularidade, se tornam conservadores, fiéis escudeiros do status quo, justamente porque não querem mudanças fundamentais, mas apenas se tornarem populares. Um atalho para a construção da hegemonia gramsciana. Em Gramsci, havia diálogo e costura de múltiplos interesses. Mas o pragmatismo petista de hoje é rebaixado.
    Não procura costurar interesses a partir de um programa. Faz o contrário: constrói seu programa a partir do cálculo de força eleitoral. Cede. Se rebaixa. Na verdade, não se preocupa com programa algum. Eleito, administra e sai a cata de programas que tenham algum sentido estatal-desenvolvimentista, o que sobrou do modo petista de governar. Aquele modo petista, mesmo difuso e confuso, tinha uma inspiração de transformação social, plasmada no slogan “inversão de prioridades”.
    O participacionismo, outra marca do início dos governos petistas, foi abruptamente abandonado.
    O motivo parece óbvio: não há como abrir a participação dos de baixo se os cálculos eleitorais exigem acordos
    com as elites coronelistas de sempre.
    Erundina é a última petista. O que deve incomodar profundamente os caciques do PSB e do PT.

    Postado por Rudá Ricci às 09:28

  145. Patriarca da Paciência said

    Eu estou achando cada vez mais incrível o quanto a direitona era fã ardorosa do PT ideológico!

    Realmente é um fenômeno que merece uma tese de doutorado.

  146. Edu said

    Patriarca,

    Lógico cara! O PT ideológico era ridículo, o PT-religião de agora é perigoso para o futuro do Brasil e para o povo. Vamos comparar?

    A direita achava realmente ótimo o PT ideológico: a ideologia do PT era ridícula, assim como qualquer ideologia socialista. Elas se aplicavam aos sonhadores, aqueles não não tinham a menor noção do que é o mundo, aqueles que achavam que Cuba seria uma potência e que a União Soviética era 1000 vezes melhor que os EUA… sabe? Coisas do tipo. Totalmente incompatível com a prática no mundo: capitalista, consumista e democrático, onde a mudança social acontece por meio de uma dialética legal, e não por meio de uma revolução socialista.

    Até que alguém aí no meio leu Gramsci… aí o PT começou a ficar perigoso. E o resultado é o que vemos: pragmatismo, os fins jusfiticando meios, pibinho, educação federal em frangalhos, PAC que não anda… e por aí vai.

    A direita acha horrível o PT-religião (atual), que transformou aquela ideologia em uma religião: o PT conseguiu transformar pessoas sonhadoras e até mesmo esclarecidas como vc, em um cirquito de repetição de meia dúzia de frases preconceituosas (a direita é contra o povo; a elite é de direita; o imperialismo norte-americano é a maldição do mundo; o ladão é ladrão por culpa da elite; e por aí vai), que as pessoas menos esclarecidas acabaram acreditando.

    O PT que está no poder está curtindo bastante o resultado dessas mudanças convenientes da ideologia. É melhor aproveitarem enquanto durar, porque não vai durar muito: aproveitando que vc liberou a comparação com Roma, o pão e circo de Roma foi eficiente apenas por algum tempo, a dívida pública cobrará resultados, a economia cobrará resultados, e quando isso acontecer, a população cobrará resultados. Aí já era pragmatismo, ideologia e o escambau. Como diz Elias: há um momento que o homem vira bicho.

    Vamos aguardar!

  147. Edu said

    Patriarca,

    Quer apresentar algumas estatísticas do IBGE e do IPEA?

    No período antes do Haddad, a educação já vinha melhorando a uma % anual. Podemos comparar se essa % aumentou ou não depois do governo do Haddad.

    Além disso, precisa separar o que é responsabilidade federal do que é responsabilidade Estadual e Municipal, não é mesmo? Senão o Elias fica nervosinho e vc não vai querer se indispor com seu companheiro, né?

    Agora, no que abrange à responsabilidade federal o que eu sei é:

    – As faculdades não foram construídas, quando foram construídas, foram mal construídas
    – 2 ENEMs foram mal conduzidos
    – As faculdades federais estão em greve

    Parece que há uma propaganda envolvendo a criação de mais escolas técnicas. Mas eu não consigo avaliar se houve realmente um aumento significativo mesmo, tão significativo a ponto de superar o período anterior ao Haddad.

    Vc pode quebrar a imagem de péssimo administrador que eu tenho do Haddad, basta vc vir com informações relevantes para me convencer!

  148. Edu said

    Pax,

    Antes de comentar, gostaria de reforçar o lance dos valores, que, agora que estão perdidos (por todos os partidos), só atrapalham a população, e incluído nisso, o PSDB é tão ruim quanto.

    Mas essa mudança de posicionamento do PT tá um prato cheio! Há pérolas por toda a rede militante, uns calam, outros desconversam e outros apóiam. Os mais revoltados, por enquanto fazem que nem o Kostcho: se o PSDB faz, por que não podemos fazer?

    E a maneira como o Kotscho comenta é excelente! Que bobo eu, né? Enquanto eu estou falando de valores o Kotscho (mais pragmático), falando de código de conduta de máfia! hahahaha Foi um ato falho legítimo.

    Parece que até a Marilena Chaui anda com o sapo entalado na garganta…

  149. Pedro said

    “No comprendo” como dizem os hermanos.

    Quer dizer que o PT se aliou com o que existe de pior na direita, pra derrotar a direita?

    Se o Menino Malufinho vencer as eleições, o Malufão direitão não será vencedor também?

    Serra é mais direitão que o Maluf? Como? Quando? Porque?
    ……….

    Olha, tenho um defeito, não consigo ser partidario. Até acho que está na hora de alternar o poder em São Paulo. Mas, se eu fosse petista diria:

    Poha Lula, que merda é esta? Vai te catar, tudo tem limites.

    ………
    Este blog tem uma dica legal sobre o Maluf.

    http://www.cangablog.com/2012/06/ajude-interpol-encontrar-meliante.html

  150. Pax said

    Caro Edu,

    De novo, acho que ter a Erundina como vice de Haddad seria uma boa para a campanha. Lembro que ela tinha, sim, uma excelente avaliação à sua época de prefeita.

    Esta aliança com o Maluf é sintomática. Sinal que o rumo ruim está piorando.

    Lula tem errado bem mais que acertado nestes últimos movimentos.

    Errou na condução da CPMI, errou no encontro com Gilmar Mendes, errou agora, ainda pior, ao fazer esta aliança que é impossível de ser aceita.

    Estes pontos acima são claros na minha opinião.

    De fora é fácil de enxergar.

    A turma da aceitação incondicional diz que é uma jogada do mestre. Respeito a opinião alheia mas esta não consigo concordar.

    Do outro lado temos o Serra. Pois bem, sabemos quem é. O cara é limitado, o máximo que poderia chegar é a chefia tática de alguma coisa, jamais estratégica. Agora isso tem, também fantasmas em suas costas. Não só coisas pretas, Paulos e quetais, como aliança com o Kassab que consegue empatar ou ser pior. Quem sabe do Kassab são as imobiliárias.

    Enfim. O erro da vez é do Lula, e a oposição deita e rola. Dentro em breve o seu próprio telhado de vidro será o próximo a receber pedradas.

    O que incomoda é que os dois principais partidos brasileiros pioram a cada dia. E suas torcidas ficam cada vez mais sem qq capacidade de crítica.

    Enviado via iPhone

  151. Pedro said

    Pax, acho que esta frase encaixa no seu comentário. Infelizmente é a realidade.

    “QUEM COMPRA DROGAS FINANCIA O CRIME ORGANIZADO;
    QUEM PAGA IMPOSTO, TAMBÉM.”

  152. Pax said

    Caro Pedro,

    Olhe esta notícia assustadora.

    http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,juiz-responsavel-pela-monte-carlo-relata-ameacas-de-morte-e-pede-afastamento,888076,0.htm

    Por acaso é a turma da oposição. Supostamente, via fortíssimos indícios, turma que o senador ídolo da direita, está envolvido.

    Ou seja… sua ironia acima, no estado atual da política brasileira, faz sentido.

    Enviado via iPhone

  153. Edu said

    Pax,

    Por acaso, por incrível que pareça, e embora eu seja (atualmente) mais de direita, eu gosto da Erundina, não exatamente com o que ela defendia, mas a postura dela sempre foi correta.

    Aproveitando para fazer um ajuste: eu falei bastante que a saída da Erundina corrsponde a uma ruptura do PT com o ideário original e mais esquerdista.

    Acho que não chega a tanto, a Erundina sai, e o PT fica igual já era desde 2002…

    E eu concordo com o que vc disse: Serra e no máximo um chefe tático. Na mosca, ele é um gestor, gerente, pensar e liderar definitivamente não é a praia dele.

    Kassab para mim não cheira nem fede, alguém disse aí pra cima, como o partido dele não se posiciona, ninguém dá atenção. Se ele escolheu um lado, foi o lado dele, e mesmo assim, o Kassab, como sabemos, é um cara indefinido…. hehehehehe…

    Ainda assim: entre um chefe tático, um gerente que gerencia razoavelmente bem, e um idiota que não gerencia nada, fico com o chefe. Pra São Paulo, um chefe é necessário.

  154. Jose Mario HRP said

    Meninos opositores deseperados!
    Parecem gremistas ou corinthianos!
    Sem limites!
    E Haddad crescendo!

  155. Michelle - A Besta Desvairada said

    ABAIXO-ASSINADO: SOU PT, FORA MALUF!

    Somos militantes e simpatizantes do Partido dos Trabalhadores e nos dirigimos aos Diretórios Municipal e Estadual de SP e Nacional do PT, bem como ao pré-candidato a Prefeito de SP, Fernando Haddad e ao ex-Presidente Lula, tendo em vista os fatos mais recentes envolvendo a preparação da disputa eleitoral municipal da Capital paulista.
    Sabemos da importância da derrota do campo neoliberal em SP, liderado pelo bloco PSDB/DEM/PPS/PSD, para que o projeto democrático e popular liderado pelo PT retome a direção da administração municipal e sejam desenvolvidas novamente as políticas públicas e sociais que foram o grande diferencial de nossos governos com Luíza Erundina (1989/1992) e Marta Suplicy (2001/2004), e destruídas sucessivamente por Maluf, Pitta, Serra e Kassab. E temos certeza de que a aliança dos setores democráticos e populares encabeçada por Fernando Haddad tem plenas condições de alcançar êxito nesta disputa.
    Infelizmente, quando começávamos a comemorar a aliança do PT com o PSB tendo como candidata a Vice-Prefeita a companheira Luíza Erundina, fomos informados de que o PT acertaria a coligação também com o PP de Paulo Maluf, o que foi confirmado no dia 18/06/2012, numa reunião cujo registro para a imprensa é o de uma foto que gostaríamos de nunca ter visto: Lula, Haddad e Maluf.
    O IV Congresso do PT aprovou uma política de alianças cuja referência é a base de apoio ao Governo Dilma, e a proibição de coligações com PSDB, DEM e PPS, mas aquele é o limite máximo para as alianças, e não uma “obrigatoriedade” de composição. Portanto, ainda que o PP esteja na base de apoio do Governo Dilma, não haveria nenhum motivo para que isso “impusesse” à Direção do PT – seja Nacional, Estadual de SP e Municipal da Capital – uma busca de alianças com o malufismo.
    Maluf é um inimigo histórico da classe trabalhadora e do povo, do PT e dos socialistas. Tanto faz se o partido no qual navega se chama ARENA, PDS, PPB ou PP, pois suas idéias e ações sempre se caracterizaram pelo autoritarismo, truculência, corrupção, favorecimento às elites e destruição de políticas sociais. Não por acaso, o próprio “filhote da ditadura” – como o denominava Leonel Brizola – se gaba de ser o criador da ROTA – o ápice da letalidade policial de SP.
    Na Prefeitura de SP, Maluf (1993/1996) e seu afilhado e sucessor Celso Pitta (1997/2000) destruíram as boas iniciativas em políticas sociais do Governo do PT liderado por Luíza Erundina, e alastraram pela administração os desmandos e a corrupção – tais como a “máfia dos fiscais”, as obras “hiperfaturadas”.
    Além do puro eleitoralismo – e o “precioso” tempo na TV da propaganda gratuita – e oportunismo político, nada há que justifique uma coligação do PT com o PP de Paulo Maluf. Alianças, em geral, são justificadas com a finalidade de “agregar”, de “somar”, com grupos que mesmo diferentes têm algo em comum. O que temos em comum com o malufismo? O que nos identifica – por mínimo que seja – com o “filhote da ditadura”, herdeiro da ARENA e do PDS dos generais-ditadores?
    Apelamos às direções do PT (municipal e estadual de SP e nacional), e aos companheiros Fernando Haddad e Lula, para que recuem dessa decisão desastrosa rejeitando a aliança com o PP de Maluf, por uma coligação que viabilize uma campanha de esquerda na perspectiva de construção de um governo de renovação para a Prefeitura de São Paulo, sob a liderança de Fernando Haddad e partidos aliados do campo democrático e popular.

    Os signatários

  156. Michelle - A Besta Desvairada said

    o link

    http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=P2012N25997

  157. Jose Mario HRP said

    http://www.aereo.jor.br/2012/06/21/piloto-de-caca-sirio-deserta-com-seu-mig-21-para-a-jordania/
    Homens de bem !
    O mundo pode mudar, israelitas fizeram isto quando dos massacres de Israel contra os Palestinos!
    Deus os inspira!

  158. Michelle - A Besta Desvairada said

    Estou antevendo um crescimento exponencial da saga do
    menino malufinho…
    hehehe

  159. Michelle - A Besta Desvairada said

    Leandro Fortes, no blog Brasília, eu vi

    Deu-se estes dias que chegamos a uma encruzilhada inaudita.
    Assim, os que ousaram se alinhar ao sentimento de Luiza Erundina, de repúdio à ligação do PT e de Lula a Paulo Maluf, passaram a ser chamados de “puros”. Assim mesmo, entre aspas, para que fique claro a conotação de que, uma vez puros, são também tolos, tristes sonhadores, idealistas cuja atitude pueril não só transgride as …regras do jogo como, no fim das contas, subverte a ordem de uma guerra santa. Em meio ao jihadismo estabelecido nas eleições paulistanas, de demônios tão nítidos quanto malignos, a atitude de Erundina contra a aliança da esquerda com um bandido procurado pela Interpol, com o cúmplice ativo dos assassinos da ditadura militar, com o construtor da vala comum do cemitério de Perus, com a representação do pior da direita, enfim, tornou-se um ato de traição, de purismo político, de angelical perversão.

    Ato contínuo, os mesmos que dias antes haviam comemorado a chegada da deputada do PSB à campanha de Fernando Haddad passaram, de uma hora para outra, a demonizá-la, curiosamente, pelo viés de um purismo atávico e infantil. Erundina, a louca idealista, a tresloucada individualista capaz de destruir os planos de redenção da esquerda por causa de uma foto, uma imagem de nada, um instantâneo sem relevância nem simbolismo, apenas o registro banal de um líder da resistência a se confraternizar com chefe da escória. Ah, os puros, como são tolos! Justo quando deles se exige fortaleza e dedicação, aparecem esses sonhadores cheios de escrúpulos e regramentos éticos.

    De toda parte, então, passaram a rugir leões do pragmatismo político, militantes de uma realpolitik feroz, implacável, a pregar a irrelevância dos puros, dos tolos da ética, quando não de sua influência nefasta sobre os jovens e, claro, do enorme desserviço prestado à democracia e ao admirável mundo novo que se anuncia. Os puros, dizem, nunca ganham eleições. E se não o fazem, portanto, que não atrapalhem os que as querem ganhar a qualquer custo. É preciso impedi-los, portanto, de se mostrar em público. É preciso calá-los, desqualificá-los, torná-los ridículos, patéticos em sua fraqueza.

    Nem que para isso seja preciso transformar em traidora uma brasileira digna, com 40 anos de vida pública inatacável, uma heroína da resistência, uma política que passou a vida levando assistência a favelas e cortiços, uma parlamentar que dedica seus mandatos a defender a democratização da comunicação e o resgate da memória dos que foram seqüestrados, torturados e mortos pelo regime ao qual serviu Paulo Maluf.
    Este mesmo Maluf contra o qual os puros, os tolos e os sonhadores da política, vejam vocês, tem a ousadia de se voltar.

  160. Michelle - A Besta Desvairada said

    Augusto Nunes
    Saiba o que os noivos achavam um do outro antes do casamento no jardim da mansão

    “O símbolo da pouca vergonha nacional está dizendo que quer ser presidente. Daremos a nossa vida para impedir que Paulo Maluf seja presidente.” (LULA, junho de 1984)

    “Se o civil tiver que ser o Paulo Maluf, eu prefiro que seja um general.” (LULA, junho de 1984)

    “Como Maluf pode prometer acabar com ladrão na rua enquanto ele continua solto?” (LULA, setembro de 1986)

    “O problema do Brasil não está no deputado Paulo Maluf, mas sim nos milhares de malufs.” (LULA, outubro de 1986)

    “Os administradores do PT são como nuvens de gafanhotos.“ (PAULO MALUF, março de 1993)

    “Maluf esquece de seu passado de ave de rapina. O que ameaça o Brasil não são nuvens de gafanhotos, mas nuvens de ladrões. Maluf não passa de um bobo alegre, um bobo da corte, um bufão que fica querendo assustar as elites acenando com o perigo do PT. Maluf é igualzinho ao Collor, só que mais velho e mais profissional. Por isso é mais perigoso.” (LULA, março de 1993)

    “Ave de rapina é o Lula, que não trabalha há 15 anos. Faz 15 anos que não está no torno, que não conta como vive e quem paga seu salário. Ave de rapina é o PT, que rouba 30% de seus filiados que ocupam cargos de confiança na administração. Se o Lula acha que há ladrões à solta, que os procure no PT, principalmente os que patrocinaram a municipalização do transporte coletivo de São Paulo.” (MALUF, março de 1993)

    “Quem votar em Lula vai cometer suicídio administrativo.”. (MALUF, julho de 1993)

    “Estou feliz. Afinal, não estamos em campanha. Enquanto isso, alguns desocupados, como é o caso de Lula, andando pelo Brasil com emprego dado pelo PT, ganham o dinheiro dos trabalhadores.” (MALUF, agosto de 1993)

    “A impressão que se tem é que Cristo criou a terra, e Maluf fez São Paulo.” (LULA, maio de 1996)

    “O Maluf é que deveria estar atrás das grades e condenado à prisão perpétua por causa da roubalheira na prefeitura.” (LULA, julho de 2000)

    “Quero evitar que o PT tenha aqui base para alavancar a eleição do Lula em 2002. Foi o que eu disse para um amigo, na sua empresa de mil funcionários: ‘Você colocaria o Lula como diretor de recursos humanos?’ Ele respondeu que não, e eu disse: ‘Peraí. Não serve para ser diretor da sua empresa e serve para ser presidente da República?’” (MALUF, outubro de 2000)

    “Declaração infeliz do presidente. Ele não está a par do problema, e se ele quiser realmente começar a prender os culpados comece por Brasília. Tenho certeza de que o número de presos dá a volta no quarteirão, e a maioria é do partido dele, do PT.” (MALUF, outubro de 2005)

    Em 18 de junho de 2012, como Lula preferiu ficar em silêncio depois do encontro no jardim da mansão, Maluf falou pelos dois:
    “HOJE SOMOS TODOS IGUAIS”

  161. Michelle - A Besta Desvairada said

  162. Michelle - A Besta Desvairada said

    Errado
    Muitos podem pensar que a pior notícia do pré-candidato do PT a prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, foi a trágica foto em que, ao lado de Lula, aparece com Paulo Maluf.
    Errado.
    A pior notícia está em Guarulhos: a greve dos estudantes na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) tem um potencial devastador, de impacto muito maior do que a aliança política com o malufismo.

    Daqui a pouco tempo, goste-se ou não, ninguém fala nessa aliança. Até porque, nesse quesito, quase todos os partidos são parecidos. Como já disse aqui, Maluf ficou com o PT porque o PSDB pagou menos.
    Não. PSDB disse Não.
    (lula se ajoelhou e HRP Paulo Maluf.)

    As imagens, porém, do improvisado campus da Unifesp revelam uma precariedade, um descaso, que serviu como uma motivação de uma greve justa. Estamos falando aqui de uma universidade de excelência.

    Essa precariedade deve-se, em essência, ao fato de que o Ministério da Educação, ocupado muito tempo por Haddad, tomou uma medida certa (a expansão do ensino superior), mas de um jeito apressado para atender interesses eleitorais. E Guarulhos é um condomínio do PT. O que se vê ali é reproduzido em diferentes graus em outros campi federais.

    O resultado está aí –e certamente as imagens serão usadas na campanha, questionando eficiência administrativa.
    (do Malbg)

  163. Jose Mario HRP said

    Gozado que a indignação da turma está na contra mão do que havia 25 anos atrás quando Maluf era a opção contra o comunismo e recebia votos de toda a classe média paulistana!
    Que mudança!

  164. Patriarca da Paciência said

    “A popularização definitiva do Enem ocorreu em 2004, quando o Ministério da Educação instituiu o Programa Universidade para Todos (ProUni) e vinculou a concessão de bolsas em instituições de ensino superior (IES) privadas à nota obtida no Exame. No ano seguinte, o Enem alcançou a marca histórica de 3 milhões de inscritos e 2,2 milhões de participantes. Em 2006, o Enem estabeleceu novo recorde, com 3,7 milhões de inscritos e 2,8 milhões de participantes. A partir de então, cerca de 500 universidades passaram a usar o resultado do exame como critério de seleção para o ingresso no ensino superior, seja complementando ou substituindo o vestibular.
    Ao completar dez anos, o Enem ocupa um lugar de destaque na agenda educacional brasileira pela sua contribuição para a reorganização e reforma do currículo do ensino médio, democratização do acesso ao ensino superior e, em última instância, melhoria da qualidade da educação básica.”

    (Fonte: IBGE)

    Edu, 143,

    se você se basear no que dizem o Reinaldinho Cabeção e o Augusto Boçal Canalha Nunes, o Enem é simplesmente um lixo.

    Mas veja o que diz o IBGE.

  165. Patriarca da Paciência said

    O Link do IBGE:

    http://www.ibge.gov.br/projetos/comite_estatisticas_sociais/?page_id=117

  166. Jose Mario HRP said

    PCC comanda vingança contra a PM.
    Há uma hora bandidos derrubaram um policial de sua moto e assassinaram-no com tiros na cabeça.
    Vem aí uma nova bagunça como a de 2006????
    Com a palavra o PSDB!
    A nossa donzelinha se apegou a essa coisa do Maluf?
    Será que ninguém votou nele quando o PT era comedor de criancinhas????
    Haddad será o candidato com + tempo de TV e rádio!

  167. Pax said

    Inacreditavelmente a nossa cara Michelle trouxe a melhor análise deste imbroglio do Maluf com Lula e Erundina. É o post do Leandro Fortes na Carta Capital. Será que decidiu abandonar blogs de mentirosos e passar a ler blogs de gente mais honesta? Ufa, tomara. Bom exemplo para nosso caro Chesterton, velho e bom Chesterton, seguir.

    Aqui está o link

    http://www.cartacapital.com.br/blogdoleandrofortes/brasil/nos-os-puros/

    Acredito que diz o que penso. Difícil ter vivido a ditatura e estar ao lado de Maluf sem constrangimento. Difícil ter ficado feliz com a redução das desigualdades e perder a companhia de Erundina em uma campanha, somente para ganhar alguns segundos de tv. Desculpem-me, mas Maluf não dá.

    Mas, enfim, talvez eu seja um dos puros. E fico muito tranquilo com qualquer crítica por essa opinião.

    —-

    A Rio+20 está prestes a chegar ao fim com um resultado questionável. Obama não veio, o país que mais polui não quer grandes compromissos com melhorar a situação. China que muito polui ,tem mais ações saneadoras que os EUA. Até as usinas movidas a carvão na China já estão com tecnologia aceitável, ou, pelo menos, muito menos poluentes. Mas os EUA… ah, estes não, pouco querem se comprometer. Continuam com sua visão pragmática de uma economia que se mede pelo consumo e mais consumo, e mais lixo que querem repartir com o resto do mundo. Riqueza é para eles, lixo é para todos. Triste posicionamento.

    O Brasil nesta conferência?

    Sim, parece que São Paulo tem uma nova onda onde o crime desafia o Estado. Será? Isso tem relação com as eleições?

    A Justiça decidiu que o mafioso mor deve continuar em cana. Ainda bem. Salve-se a República acima de tudo.

  168. Pax said

    Belo motivo, fato, prova, para esta CPMI não acabar em Pizza:

    Só em duas empresas de fachada do mafioso, já encontraram R$ 72 MM de movimentação.

    E aí, caro jovem Odair Cunha? Vais enterrar tua biografia mesmo?

  169. iconoclastas said

    “Sim, parece que São Paulo tem uma nova onda onde o crime desafia o Estado. Será? Isso tem relação com as eleições?”

    boa.

    paulistada e, especificamente, paulistanos: o que se passa? por que o surto?

    ;^?

  170. Edu said

    Patriarca,

    Esse link fala somente do Enem… a condução do Enem foi responsabilidade do Haddad, mas o desempenho foi responsabilidade dos Estados e Municípios.

    A partir do momento em que o Enem seria instituído, era natural que ele batesse recordes ano após ano, com ou sem a instituição do ProUni. Onde está a correlação disso?

    Novamente: a condução do Enem foi ruim mais de uma vez, e aquelas pessoas que teoricamente seriam beneficiadas foi por água abaixo, graças ao ministro.

    Enfim, uma ação… medíocre. O Enem, a partir do momento em que ele.

    Além disso, vc vem com uma ação meia-boca para mostrar o tanto que o seu candidato é bom?! hahaha

    Belo exemplo mesmo… de petralhismo.

  171. Jose Mario HRP said

    Não a nova onda , se assim pode-se dizer, de assassinatos de PMs deve ser na conta dos membros do PCC mortos pela rota em sucessivos encontros com membros daquele grupo do crime organizado com o qual Nagashi Furokawa negociou em 2006 em troca de trégua e comando interno das penitenciárias e dos CDPs!
    Foi aquele acordo politico rompido tantas vezes e ainda assim sem que se destruisse o Primeiro Comando da Capital, que foi novamente rompido agora com as ações criminosas de parte a parte.
    Dou muita risada quando implicitamente a direita dá ao PT o comando e responsabilidade as manobras do PCC!

  172. Jose Mario HRP said

    A CPI ficou fora de foco com a ECO 2012, mas o negocio no Paraguay vai por fogo na América do Sul:
    http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/22488/senador+que+pede+asilo+no+brasil+e+investigado+pelo+eldorado+dos+carajas+da+bolivia.shtml
    Paraguay e Bolivia em ebulição!

  173. Patriarca da Paciência said

    A “meia boca” conforme o IBGE:

    “Ao completar dez anos, o Enem ocupa um lugar de destaque na agenda educacional brasileira pela sua CONTRIBUIÇÃO PARA A REORGANIZAÇÃO E REFORMA DO CURRÍCULO DO ENSINO MÉDIO, DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO AO ENSINO SUPERIOR E, EM ÚLTIMA ANÁLISE, MELHORIA DA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO BÁSICA.”

    “Pouca coisa” mesmo.

    E são palavras de um relatório do IBGE.

    Mas, fazer o quê? Cada um só entende aquilo que está predisposto a entender.

  174. Edu said

    Patriarca,

    Cada um entende de acordo com a capacidade crítica e de interpretação de texto. O Zbig já tomou uma invertida por conta de uma besteira dessas dita logo acima.

    Sua vez, e vou te ajudar a trazer as informações que podem mudar a minha opinião, e talvez a opinião de outras pessoas a respeito do seu candidato:

    1) “Contribuir para a reorganização e reforma do currículo do ensino médio” pode ser para melhor ou para pior. Em termos de melhoria, isso não significa absolutamente nada. Pode significar o seguinte: os alunos não passam da segunda série porque eles não sabem fazer contas de dividir. Solução: tirem as contas de dividir do currículo. Percebe como essa reorganização e reforma do currículo pode ser inútil?

    Se contribuiu mesmo, então deve ter algum caso demonstrado. Apresente-nos esse caso em que deixe as melhorias claras.

    2) “Democratização do acesso ao ensino superio” – O Enem é uma prova, o Enem não democratiza nada. Provas são feitas para avaliar. Avaliar é diferente de democratizar. O ProUni, associado ao Enem pode ter ajudado alguma coisa. Só que depois desse tempo todo, alguns alunos do ProUni devem ter se formado. Gostaria de saber a % desses alunos que de fato se formaram.

    Uma pergunta relativa ao ProUni: as vagas destinadas ao ProUni eram além das vagas normais ou, assim como as cotas raciais, o ProUni excluia um determinado tipo de aluno para incluir outro tipo? Se isso ocorria, não tem nada a ver com democratização, tem a ver com discriminação: dicriminação do aluno mais capacitado em detrimento de um aluno menos capacitado.

    3) “Melhoria da qualidade da educação básica” – A educação básica é matéria dos Estados e dos Municípios. Se alguém melhorou a educação básica não foi o Governo Federal, foram os Estados e Municípios. O Enem pode ter contribuído. Ainda assim, temos que lembrar do ponto número 1, em que nem esse tipo de contribuição foi demonstrado.

    Responda sinceramente: faz sentido o que eu estou perguntando? Eu pergunto isso justamente porque eu não entendo o que eu estou disposto a entender, eu questiono.

    Vc questiona? Aparentemente não, pq se questionasse, não traria uma referência tão pobre mascarada de IBGE para discutir.

  175. Michelle - A Besta Desvairada said

    .edu.br sobre # 173 e 174

    Eu fico impressionada como essa “raça” se contenta com pouco.
    Suas questões devem deixar o “Ascensoristo” com 500 pulgas atrás “dazoreia”.
    Ou deveria. Mas não é o caso.
    Porém admiro sua paciência e perspicácia.
    Pelo jeito o cara acredita em PROPAGANDA.
    Nunca questiona nada, porque …só lê por cima.
    IBGE avalia quantitativamente. Não tenho notícia de avaliação qualitativa.
    É claro que o Menino Malufinho fez em erro de gerência. Multiplicou a abrangência do ENEM sem aperfeiçoar os mecanismos inerentes a um exame nacional de grande porte. E ainda mais tendo que lidar com as complexidades regionais (logística).
    Misturou pre-teste com execução e deu no que deu.
    Minha falecida mãe dizia: “O Diabo faz a panela mas não faz a tampa!”
    É o caso.
    Em resumo, e baixando o nível rsrsrs se o governo do PT “cagar verde” e disser que é grama…os petralhotários continuam a comer deliciados, elogiando a quantidade.

    #167 Pax você também é um puro?
    Que lindo!

  176. Pax said

    Se eu fosse petista seria um dos tais puros que o Leandro Fortes comenta.

    Enviado via iPhone

  177. Chesterton said

    O petroleo lá fora cai, as ações da Petrobras despencam, Elias que comprou ações na alta agora vai ter que engolir aumento do preço da gasolina….deve haver algum sentido nisso…..hummm;……….não, não há.

  178. Michelle - A Besta Desvairada said

    LUGO DEPOSTO!

    Vejam a asneira que este idiota Mario Gaspar Sacchi declara:

    Com a destituição do presidente do Paraguai Fernando Lugo, com 39 votos favoráveis, o país perderá participação na comissão do Mercosul e terá problemas de relacionamento político com diversos países, como explica Mario Gaspar Sacchi, argentino que leciona Relações Internacionais na ESPM, em São Paulo. “Um dos problemas mais graves [com o impeachment] é a relação com o Mercosul porque existe um acordo de respeito à democracia que está sendo quebrado”.

    Segundo Sacchi, a queda de Lugo foi um golpe político da oposição, mas com amparo legal.
    “Foi um golpe de estado aproveitando a Constituição que o país tem.
    O artigo 225 prevê o julgamento político do presidente por mau desempenho de suas funções”.

    De acordo com a Constituição paraguaia, cabe à Câmara dos Deputados formalizar a acusação contra o presidente e ao Senado, julgá-lo e destituí-lo pelo voto de pelo menos dois terços dos 45 senadores.

    completo em
    http://www.estadao.com.br/noticia_imp.php?req=internacional,com-impeachment-de-lugo-paraguai-perde-participacao-no-mercosul,890169,0.htm

    O Congresso impediu Lugo de continuar Presidente, respeitando a Constituição Paraguaia (Estado de Direito) e o idiota declara que foi golpe.

    E o gov.br vai atrás.
    Dilmona é pior do que pensei…

    #176 Pax

    Imagine..aqui ninguém acha q vc é um “petista enrustido”.
    Eu por exemplo tenho certeza.rsrsrs

  179. Chesterton said

    Será que decidiu abandonar blogs de mentirosos e passar a ler blogs de gente mais honesta? Ufa, tomara. Bom exemplo para nosso caro Chesterton, velho e bom Chesterton, seguir.

    chest- hein, CC? Você enlouqueceu de vez?

  180. Pax said

    Calma, Chesterton, velho e bom Chesterton, toda alma tem cura.

    Enviado via iPhone

  181. Chesterton said

    Pax, vou te contar um segredo:
    .
    ..
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    Lula malufou!

  182. Michelle - A Besta Desvairada said

    Home Brasil 247 >
    Poder

    Haddad, uma tragédia
    A tragédia de Fausto vem sendo contada há séculos. A diferença da versão de Goethe para a de Lula é que Maluf é mais esperto que Mefistófeles

    22 de Junho de 2012 às 14:55
    Rodolfo Borges

    “Que espera ainda a cabeça que se crava
    Só na matéria estéril, rasa e fria,
    Que por tesouros com mão cobiçosa cava
    E ao encontrar minhocas se extasia?”
    (Fausto, Goethe – tradução Jenny Klabin Segall)

    Esta é a história de um ex-ministro que queria virar prefeito de São Paulo e, para tanto, se prestou a fechar um pacto com o deputado Paulo Maluf. A mesma tragédia vem sendo contada há séculos. Na versão de Goethe, Fausto aceita servir ao demônio após a morte em troca dos mesmos serviços enquanto vivo. Na versão de Lula, Fernando Haddad entrega a alma por 1 minuto e meio. A diferença é que Maluf é mais esperto que Mefistófeles.

    Enquanto o famigerado Mefisto concede uma vida inteira para Fausto se arrepender, o abominado ex-prefeito de São Paulo cobrou a fatura no ato: tem que tirar foto lá em casa. Erundina não suportou e deu uma de Gretchen (não essa da Fazenda, mas a trágica Margarida desvirtuada por Fausto): “Esse homem que anda ao teu redor, odeio-o na mais funda alma interior; em toda a minha vida, nada no coração já me deu tal pontada, como desse homem a vulgar feição”.

    O pior é que Lula está certo. Se impôs o desafio e segue obstinado para alcançá-lo. Ele sabe que há um pessoal a quem a foto ao lado de Maluf não agride e que o que define eleição por aqui é a televisão. Haddad ganhou cinco pontos nas pesquisas depois de frequentar programa de auditório e propaganda eleitoral ao lado do ex-presidente. É pouco? Mais um argumento a favor da estratégia por tempo de TV. Se vai dar certo, é outra história.

    O lado bom disso tudo é que o ex-presidente enfim expôs, para quem ainda se negava a enxergar, a quantas anda a política nacional. Se quase ninguém criticou José Serra pelo seu também incoerente acordo com o PR de Alfredo Nascimento (que o PSDB condenava semanas antes), é porque já não se espera muito mais dele. Mas Lula e os seus, que vêm se entendendo com gente do quilate de Maluf pelo menos desde 2002, agora se prestaram a externá-lo sem pudor, e da forma mais explícita possível.

    É por essas linhas tortas que nasce o “novo” em São Paulo. Há quem ache que vale a pena, mas fica, para Haddad, a dica de um Valentim ferido de morte a sua irmã Margarida:

    “Quando, de início, a infâmia nasce, trazem-na ocultamente ao mundo, e põem-lhe o manto mais profundo da noite sobre o ouvido e a face; matar-na-iam, até, com gosto. Mas, quando fica alta e crescida, também de dia anda despida, sem que se lhe embeleze o rosto. E quanto mais cresce em feiúra, a luz do dia mais procura”.

    Um pouco de Fausto, Goethe…pra petralhada menos pura aprender

  183. Michelle - A Besta Desvairada said

    Pax
    Um conselho de amiga..vá ao psiquiatra.
    Sua obssessão com Reinaldo Azevedo merece uma opinião médica.
    Terapia e medicamentos poderiam ajudá-lo…a sair do armário.

  184. Michelle - A Besta Desvairada said

    Realismo fantástico: Paraguai inventa o “golpe dentro da lei”

    A presidente Dilma Rousseff sugeriu que o Paraguai fizesse um acordo político para que o presidente esquerdista Fernando Lugo ficasse no poder até o final de seu mandato. Fico aqui imaginando o que Dilma e os petistas diriam se algum governante estrangeiro, digamos o americano, sugerisse um “acordo político” para manter o direitista Fernando Collor na Presidência.

    De qualquer maneira, Lugo não é mais presidente do Paraguai, destituído estritamente segundo as leis do país. No entanto, tem gente dizendo que foi “golpe” apesar de ter “amparo legal”.

    Então é isso: a América Latina, pródiga em realismo fantástico, acaba de inventar o “golpe que respeita a lei”.

    http://blogs.estadao.com.br/marcos-guterman/realismo-fantastico-paraguai-inventa-o-golpe-dentro-da-lei/

  185. Patriarca da Paciência said

    Para mim, a melhor análise da TRAGÉDIA PARAGUAIA:

    “É tão chocante o afastamento do presidente Fernando Lugo que permite a Alí Rodríguez –um político das entranhas do “chavismo”, que não é exatamente um modelo acabado de democracia– dar uma aula de democracia.

    “É uma nova modalidade de golpe de Estado supostamente constitucional”, disparou Alí, agora secretário-geral da Unasul, ao deixar o palácio do governo em Assunção, minutos após a destituição de Lugo.

    Não há como discordar. Primeiro, porque não há base suficiente para montar um processo de impeachment. Acusar o presidente deposto de responsável pelas 17 mortes ocorridas no choque entre camponeses e forças de segurança ou é uma precipitação ou evidente exagero.

    Se houve abuso, o presidente seria de fato responsável, em última instância, mas, antes, seria preciso apurar o que ocorreu, o que o próprio Fernando Lugo determinou ao criar uma comissão de sindicância.

    Segundo, porque o julgamento foi um fuzilamento sumário. Tanto José Miguel Insulza, o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos, como Michael Shifter, presidente do Diálogo Interamericano, coincidiram em dizer que, se bem a instalação do processo seguiu o marco constitucional paraguaio, não houve respeito ao direito de defesa.

    “Vai contra o espírito da democracia”, diz Shifter, no que acaba indiretamente concordando com o “chavista” Alí Rodríguez.

    Na prática, guardadas as proporções, volta-se ao cenário Honduras: os oposicionistas que afastaram o presidente Manuel Zelaya dizem que estavam apenas defendendo a Constituição.

    Os países latino-americanos, em conjunto, gritaram “golpe”, suspenderam Honduras da OEA e adotaram outras sanções.

    Repete-se agora a rejeição, não pela OEA, que não teve tempo de se reunir, mas pela Unasul, mais ágil, que enviou parte de seus chanceleres, inclusive o do Brasil, a Assunção, para acompanhar a votação do impeachment.

    No caso Honduras, o golpe acabou sendo absorvido, com o passar do tempo, ainda mais que pouco depois dele deu-se a eleição, prevista antes do afastamento de Zelaya, e assumiu Porfirio Lobo, hoje já não mais contestado no restante do mundo.

    No Paraguai, a eleição se dará em abril, dentro portanto de nove meses, o que insinua um período de turbulência especialmente nas relações internacionais do país.

    Para o Brasil, a grande diferença é que Honduras está longe demais, ao passo que o Paraguai é sócio no Mercosul e na usina de Itaipu.

    Por isso mesmo, o Brasil foi decisivo para evitar tentativas anteriores de golpe, mas de golpe convencional. Não conseguiu lidar agora com um “golpe supostamente constitucional”.
    http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1109412-paraguai-repete-honduras-com-golpe-constitucional-na-america-do-sul.shtml

  186. Patriarca da Paciência said

    Sra. Michelle – A BESTA DESVAIRADA,

    Vossa Bestialidade, que tanto defende o golpe paraguaio, tem alguma noção de como funciona a política paraguaia?

    Vossa Bestialidade tem alguma noção dos procedimentos dos deputados e senadores do Paraguai?

    Segundo tenho alguma noção, a coisa no Paraguai é tão esquesita que há até deputados e senadores vitalícios.

    Parece que não é o voto que elege os deputados e senadores e sim uma tal de “lista fechada”.

    E Vossa Bestialidade acredita mesmo nas “boas intenções” dos deputados e senadores paraguaios?

    Vossa Bestialidade acredita mesmo que os deputados e senadores paraguaios são melhores que os brasileiros?

    Lembro aquela paródia que o programa “Casseta e Planeta” fez:

    “Se os senadores do Brasil são assim, imagina os do Paraguai.

    “Se os deputados do Brasil são assim, imagina os do Paraguai. ”

    Só mesmo Vossa Bestialidade e, claro, Vosso Mentor Supremo, Reinaldinho Cabeção, para acreditarem nas “boas intenções” dos deputados e senadores paraguaios.

  187. Pax said

    A questão mais incômoda deste caso do Lugo, para mim, sem ter tido tempo nestes dias para acompanhar, é a negativa do direito de defesa. No mínimo isso. Em 24 horas houve um julgamento sumário.

    A mim parece que se há democracia há, necessariamente, direito ao contraditório, direito de defesa ampla e irrestrita.

    Cara Michelle, #183

    Devolvo-lhe o problema. Não sou eu quem trago as opiniões do jornalista que gosta de escorregar na verdade. Você e outros que o trazem diuturnamente aqui. Como me permito não aceitar opiniões sem fazer minhas críticas, houve o episódio em que você mesmo trouxe a maior das mentiras do tal cidadão, aquele papo furado que aceita todas as opiniões em seu blog, quase como querendo chamar a si a única razão democrática existente no Brasil. Uma farsa pega pelo pé. Um democrata que não aceita que o contrariem. Já discutimos isto ad nauseam.

    Como você mesmo trouxe a mentira para cá, fica meio estranho que me acuse de obssessão. Ela é vossa, não minha. Simples pacas. Passe a ler gente séria que a gente discute coisa séria.

    =)

  188. Jose Mario HRP said

    O que não está sendo comentado é que agora as forças reacionárias no Paraguay voltam a ser o poder e as intenções norte americanas de instalação de uma grande base militar dos EUA no centro do Paraguai se concretizarão.
    Serão dois pontos para uma rápida intervenção na América do Sul caso algum país contrarie as vontades do Tio Sam.(Colombia+Paraguay, e a estreita e já tradicional subserviencia Chilena)
    Só nosso continente não tem uma rede perfeita de intervenção dos Eua no mundo.
    Agora haverá!
    No espiritismo se diz que as coisas tem que chegar , as vezes, aos seus limites para começar-se a ver melhoras.
    Os Eua voltam a assombrar nosso lar!

  189. Jose Mario HRP said

    “Cara Michelle, #183

    Devolvo-lhe o problema. Não sou eu quem trago as opiniões do jornalista que gosta de escorregar na verdade. Você e outros que o trazem diuturnamente aqui. Como me permito não aceitar opiniões sem fazer minhas críticas, houve o episódio em que você mesmo trouxe a maior das mentiras do tal cidadão, aquele papo furado que aceita todas as opiniões em seu blog, quase como querendo chamar a si a única razão democrática existente no Brasil. Uma farsa pega pelo pé. Um democrata que não aceita que o contrariem. Já discutimos isto ad nauseam.

    Como você mesmo trouxe a mentira para cá, fica meio estranho que me acuse de obssessão. Ela é vossa, não minha. Simples pacas. Passe a ler gente séria que a gente discute coisa séria.”

    Que desancada!

  190. Jose Mario HRP said

    Muito legal:
    O Anonymous detonou a página oficila da Presidencia do Paraguay e colocou no seu lugar uma entrevista com defensores de Lugo!
    Teria orgulho se um filho meu participasse desse grupo!
    Aliás se voce se solidariza com o Assange deixe seu apoio lás no Wiki!

  191. Chesterton said

    assange, Lugo, Morales, Chaves…..que falta de imaginação

  192. Chesterton said

    Alias, então qual foi o general que deu o golpe no Lugo?

  193. Michelle - A Besta Desvairada said

    Devolvo-lhe o problema. Não sou eu quem trago as opiniões do jornalista que gosta de escorregar na verdade. Você e outros que o trazem diuturnamente aqui. Como me permito não aceitar opiniões sem fazer minhas críticas, houve o episódio em que você mesmo trouxe a maior das mentiras do tal cidadão, aquele papo furado que aceita todas as opiniões em seu blog, quase como querendo chamar a si a única razão democrática existente no Brasil. Uma farsa pega pelo pé. Um democrata que não aceita que o contrariem. Já discutimos isto ad nauseam.

    Toma que o filho é teu Pax!
    Leio de tudo e de todos.Como vc comentou anteriormente.
    Naquele post que vc menciona acima o RA nunca declarou que aceita todas as opiniões em seu blog. Naquele post, ele disse que aceita comentários críticos desde que sejam inteligentes.Ponto.
    É sabido que petralhotários como o “Äscensoristo da Paciência” e o HRP seriam censurados lá
    .Eles já tentaram e foram barrados.

    Portanto acho que seu comentário é impertinente e continuo com a minha opinião que vc deve procurar ajuda médica de medicamentos e aconselhamento para… sair do armário.
    Por que?
    Porque não passa um dia que vc não mencione o “mentiroso”, obssessivamente.

    Mas, fazer o quê? “Cada um só entende aquilo que está predisposto a entender”, como já disse o AP acima.
    Entendeu? Preciso desenhar?

  194. Michelle - A Besta Desvairada said

  195. Michelle - A Besta Desvairada said

    http://www.implicante.org/charge/charge-de-luis-dourado-novo-colaborador/attachment/mlf_charge/

  196. Michelle - A Besta Desvairada said

    Otima piada do Zé Simão:

    É duro envelhecer, mas…muito mais duro é envelhecer e ficar a cara do lula.

  197. Michelle - A Besta Desvairada said

    CASO PARAGUAY- Outro vexame do Governo Braileiro.
    http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1109715-brasil-condena-deposicao-de-lugo-e-convoca-embaixador.shtml

    Meu comentário:

    Dilmona chiou alto na 6a. feira hoje recuou, mas mesmo assim resolveu se meter em enrascada, “pra inglês ver”.
    O gov brasileiro não vai fazer nada além de ladrar…convocar embaixador e aparecer
    como duro. É mentira.
    É mole e como todos já sabem Dilma é tão lerda quanto “seu filho”, o PAX,
    digo o PAC,rsrsrs.

    Motivo:

    Itaipú e brasiguayos, meus caros cumpanheros idiotas!
    Tem fazendeiro brasileiro de soja pra kct lá e ganhando muito dinheiro.
    Não é à toa que o Paraguay é um dos grandes exportadores do mundo.Via Brasil (Paranaguá) .
    Retaliar o Paraguay prejudicaria os brasileiros que lá emprendem e trabalham
    e afetar os negócios da parceria comercial com o país vizinho e sócio.
    A imprensa não deixaria barato.
    É muita gente. Grandes cifras envolvidas.Dilma resolveu não decidir.
    Covardemente.
    Entre estar a favor ou contra, tanto faz, o Brasil acoelhou-se.
    Vai seguir a Unasul…
    Dilmona vai se fingir de morta e aguardar os acontecimentos.
    Por que?
    Porque é esperta? Realpolitik?

    Resposta:

    Porque é incompetenta! É lulodependente.
    E está tão totalmente amarrada em compromissos do “bolivarianos” do PT, que “vai enfiar a cabeça no buraco por uns tempos”.
    Como uma avestruz gordinha!
    Pasmem senhores.
    O maior país da America Latina não lidera porra nenhuma.
    Segue os outros.
    Segue a pressão dos bolivarianos do Unasul.

    Dilma é pior do que imaginei. O Brasil merece.
    Minha opinião:
    O Paraguay deve encontrar seu caminho sem ajuda
    ou pressão externa.De A ou B.
    Se o Brasil não aceita inteferências externas em seus processos políticos,
    rápidos ou demorados – por que o Paraguay deveria aceitar?

    A maioria do “povo” paraguaio aceitou a deposição do Lugo e segue a vida.

  198. Jose Mario HRP said

    Instituto Michelle de pesquisa:

    “A maioria do “povo” paraguaio aceitou a deposição do Lugo e segue a vida.”

    Foram ouvidas 10.549.743 cidadãos paraguayos!
    Isso é que é pesquisa!

  199. Patriarca da Paciência said

    A direitona anda tão desesperada que aceita até o Paraguai como um exemplo a ser seguido.

    Deputados e senadores, “made in paraguay”, honestíssimo e altamente confiáveis, são exemplos de retidão e justiça.

    Isso é que é inteligência!

    Inteligência só equiparável ao Reinaldinho Cabeção e à Sra. Michelle – A BESTA DESVAIRADA.

    É mesmo de morrer de rir.

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  200. Patriarca da Paciência said

    Parece que não há unamidade em relação ao golpe pelos “brasiguaios”

    “Credibilidade em risco

    Mas nem todos os brasiguaios na churrascaria aprovaram a queda de Lugo. O dono do restaurante, o também paranaense Valdinarte Cardoso, diz que a rapidez com que ela se deu “afetou a credibilidade do Paraguai”.

    Valdinarte Cardoso acredita que Fernando Lugo caiu rápido demais
    “Um país que tira um presidente em 48 horas pode tirar uma multinacional em 24”, afirma “dom” Cardoso, como é chamado por seus empregados. “O mandato dele terminaria no ano que vem, poderiam ter esperado”.

    No Paraguai há 26 anos, Cardoso tem, além do restaurante, seis empresas no país, com 360 funcionários. Ele afirma que Lugo “fez um grande favor ao Paraguai ao não atrapalhar o crescimento da economia”. Nos últimos três anos, o PIB paraguaio teve algumas das maiores taxas de crescimento entre países da América Latina.

    Segundo ele, o impeachment interrompeu um círculo virtuoso no país. Cardoso diz, porém, que os avanços nos últimos anos justificam que o Paraguai seja visto com outros olhos pelos brasileiros.”

    http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2012/06/120624_brasiguaios_dg.shtml

  201. Patriarca da Paciência said

    Correção:

    Parece que não há unanimidade em relação ao golpe pelos “brasiguaios”

  202. Patriarca da Paciência said

    Só para encher o saco dos torcedores contra o Brasil:

    “O desemprego caiu de 6% em abril para 5,8% em maio, a menor taxa para o mês desde o início da série histórica da nova pesquisa de emprego do IBGE em 2002.

    As informações constam da Pesquisa Mensal do Emprego, divulgada nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    O número de pessoas ocupadas também cresceu (+1,2%) de abril para maio deste ano. Na comparação com o mesmo período de 2011, a taxa registrou alta de 2,5%.

    Por outro lado, a população desocupada permaneceu estável em relação a abril e caiu 7,1% na comparação anual.

    Já o rendimento registrou queda de 0,1% de abril para maio, a R$ 1.725,60. Sobre o mesmo mês de 2011, a renda, porém, cresceu 4,9%.”

    http://www.bbc.co.uk/portuguese/ultimas_noticias/2012/06/120621_desemprego_ibge_lgb_rn.shtml

  203. Edu said

    Pessoal,

    Deixa eu ver se entendi:

    – Policiais militares do Paraguay matam invasores de terras e o presidente é culpado? É isso?

    Aqui no Brasil, quando acontece uma reintegração de posse, a esquerda fica louca da vida, faz protesto, surge um monte de estudantes… transformam uma legalidade num inferno.

    Lá no Paraguay, onde, ao que parece, foi usada força excessiva para realizar as reintegrações de posse a esquerda brasileira defende?

    Não to entendendo… a esquerda matando invasores de terras? E a esquerda brasileira defendendo? É isso?!

    —X—

    Sou totalmente contra a pena de morte. Execução sumária é uma regressão dos valores humanos.

    Embora eu deteste invasores de terras, acho que eles cometem um CRIME quando realizam tal ação, eu acho que eles devem ser julgados pelo crime que cometeram, e não assassinados sumariamente.

    Assim como, se o parlamento Paraguayo resolveu incriminar o presidente por conta disso, é necessário avaliar se na lei paraguaia isso é possível, e se é possível incriminar alguém e destituir tão rápido desse jeito.

    Só que: se o assassinato ocorreu por ordem do presidente e a esquerda está achando isso correto, a esquerda brasileira está se posicionando a favor da pena de morte.

    É isso que a esquerda brasileira quer mesmo?

  204. Edu said

    Michelle,

    Dizem que a fé é o caminho mais difícil. Só que é o caminho mais difícil diante de uma religião, não diante de política.

    O Patriarca, HRP e Zbig resolveram caminhar pelo caminho mais fácil: o da fé política.

    Minha dúvida é se essa fé política tem cura.

    Acho que tem: um pouco de realidade não faz mal a ninguém.

    Eu fico feliz em poder discutir com eles baseado em realidade, independente do resultado.

  205. Patriarca da Paciência said

    Meu caro Edu,

    Vamos lá, por partes, como diria a a ex-mulher do empresário Marcos Kitano Matsunaga, Elize Matsunaga:

    “Policiais militares do Paraguay matam invasores de terras e o presidente é culpado? É isso?”

    Essa é a alegação dos golpistas paraguaios. Acredito que poucos pessoas acreditem nisso, muito menos a presidenta Dilma, o PT ou qualquer pessoa de bom senso no mundo.

    “Lá no Paraguay, onde, ao que parece, foi usada força excessiva para realizar as reintegrações de posse a esquerda brasileira defende? ”

    De onde você tirou tal idéia? Realmente não li nem ouvi ninguém defender tal idéias.

    “Não to entendendo… a esquerda matando invasores de terras? E a esquerda brasileira defendendo? É isso?!”

    Pior ainda! Não li, não ouvi, sequer ouvi falar, que alguém tenha defendido tal idéia.

    “Sou totalmente contra a pena de morte. Execução sumária é uma regressão dos valores humanos.”

    Aí sim, você já começa a falar coisa com coisa. É exatamente isso que todos os representantes dos países sul-americanos estão falando.

    “Assim como, se o parlamento Paraguayo resolveu incriminar o presidente por conta disso, é necessário avaliar se na lei paraguaia isso é possível, e se é possível incriminar alguém e destituir tão rápido desse jeito.”

    É isso aí também. Acho que você entendeu o espírito da coisa.

    “Só que: se o assassinato ocorreu por ordem do presidente”

    Nesse caso seriam necessárias provas bem concretas para que algo tão grave fosse provado. Uma séria e honesta investigação.

    “…e a esquerda está achando isso correto, a esquerda brasileira está se posicionando a favor da pena de morte.”

    Aí você voltou a falar algo totalmete estapafúrdio novamente. De onde você tirou tal idéia. Não li, não ouvi, sequer ouvi falar que alguém tenha defendido tal idéia.

  206. Patriarca da Paciência said

    Fé é acreditar que o Reinaldinho Cabeção seja alguém inteligente.

    Ou acreditar que cada ser humano, cuidando apenas dos seus interesses individuais, criariam a sociedade perfeita.

  207. Michelle - A Besta Desvairada said

    CARO EDU.BR

    Longe de mim criticá-lo por tentar mostrar a verdade ao trio cumpanhero (quarteto, se incluirmos o armário onde Pax se esconde), comentaristos do pedaço.
    Ao contrário admiro a sua perspicácia e força de vontade.

    Qualquer um que ouse discordar da verdade petista é tratado como “direitoba” como se houvesse apenas o preto e o branco e as milhares de tonalidades de cinza não existissem.

    Concordar com Reinaldo Azevedo em alguns assuntos, embora discordando em outros, é pecado mortal.
    Pensar independente é proibido.É ser direitoba. Coisa de robôs conservadores.
    Agora analisemos o comportamento dos nobres comentaristos petistas:
    HRP e Zbig saem falando asneiras e mostrando textos da JEG de baixa qualidade.
    Ascensoristo não passa um dia sem falar asneiras e mencionar o Reinaldinho Cabeção.
    Então quem se comporta como robôs petistas.Toda hora citando a midia golpista, a baixa qualidade da Veja (e Dilma demite) ou dos blogueiros não estatais (não bestas)

    Edu, vá em frente! Eu acho lindas as respostas dos acima citados que tem medo da verdade.
    É puro besteirol com pitadas ideológicas.
    ……….
    Enquanto isso lula malufa e fica por isso mesmo.hehehe

    No caso do Paraguay o governo vai dar vexame seguindo a Unasul e prejudicando a parceria paraguaio-brasileira de países vizinhos e interdependentes.
    O Paraguay é parceiro do Brasil, mas não do governo petista.
    O Brasil não é do PT. Mas Dilma não gostou.E resolveu manifestar seu desconforto.
    E se o Paraguay ignorar essa bobajada bolivariana e seguir adiante…nada acontecerá
    ou haverá consequênciascomo uma declaração de guerra ao Paraguay? Vamos cobrar o dobro no fornecimento da energia gerada em Itaipu? Vamos fechar fronteiras?
    Senta que a leoa é mansa…e lerda.

    Voltando à realidade não bolivariana:

    Brasiguaios vão pedir a Dilma que reconheça Federico Franco.
    http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,brasiguaios-vao-pedir-a-dilma-que-reconheca-federico-franco,890939,0.htm

    Dilmona é muito pior do que pensei!

  208. Michelle - A Besta Desvairada said

    Hoje, parece coisa pouca – EDITORIAL O ESTADÃO
    O Estado de S.Paulo – 24/06

    Desde que se convenceu de que paira acima do bem e do mal e por isso tudo pode, Luiz Inácio Lula da Silva impôs o vale-tudo como “desregra” única para o PT fazer política. No afã de prestar bons serviços ao chefão, frequentemente a companheirada acaba exagerando e atraindo a incômoda atenção da polícia. Nesses casos, o Lula presidente optou sempre por olhar para o outro lado, passar carinhosamente a mão na cabeça dos suspeitos ou simplesmente fazer blague. Foi assim que inventou a expressão “um bando de aloprados”, para explicar, sobranceiro, a desastrada tentativa de uma quadrilha de petistas que tentou, na campanha eleitoral de 2006, comprar um dossiê falso que pretendia ligar o ex-ministro da Saúde José Serra, então candidato tucano ao governo do Estado de São Paulo, ao “escândalo dos sanguessugas”, que estourara poucos meses antes, envolvendo parlamentares num esquema de desvio de dinheiro público destinado à compra de ambulâncias.

    Na madrugada de 15 de setembro de 2006, a Polícia Federal (PF) prendeu num hotel próximo ao Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, dois filiados do PT que tinham em seu poder cerca de R$ 1,7 milhão com o qual pretendiam comprar o tal dossiê, que lhes fora oferecido pelos donos da empresa Planam, Darci e Luiz Antonio Vedoin, pai e filho, apontados como responsáveis pelo superfaturamento das ambulâncias do caso dos sanguessugas. Os dois petistas eram Valdebran Silva, ex-tesoureiro do PT em Mato Grosso, e Gedimar Passos, que trabalhava no comitê da campanha da reeleição de Lula. Ambos admitiram que o dinheiro se destinava à compra do falso dossiê contra Serra.

    As investigações feitas pela PF acabaram envolvendo no caso dirigentes do PT, como o então presidente nacional Ricardo Berzoini, e duas pessoas muito próximas a Lula: Jorge Lorenzetti, o churrasqueiro do presidente e também membro de seu comitê de reeleição, apontado como mentor da operação, e Freud Godoy, assessor especial de Lula, indicado por Gedimar Passos como a pessoa que o teria contratado para negociar a compra do dossiê.

    Imagens gravadas pelo esquema de segurança do hotel mostravam que Hamilton Lacerda, membro do comitê de campanha de Aloizio Mercadante – o adversário petista de Serra na disputa pelo governo paulista -, ali chegara portando duas malas que continham o dinheiro destinado à transação, entregue a Gedimar.

    Menos de dois meses depois da prisão de Valdebran e Gedimar, todos os envolvidos estavam afastados de seus cargos e classificados pelo presidente Lula como “aloprados”.

    Demorou mais, como de hábito, mas quase seis anos depois, na semana passada, a denúncia contra nove dos indiciados foi preliminarmente aceita pelo juiz Paulo Cézar Alves Sodré, da 7.ª Vara Criminal de Mato Grosso, que fixou prazo de 10 dias para a apresentação das alegações da defesa, com base nas quais decidirá se abre processo criminal. A denúncia, assinada por três procuradores de Justiça, afirma: “O exame dos depoimentos dos envolvidos no episódio e demais provas evidenciam que os denunciados se associaram de forma estável e permanente e elaboraram uma série de atos preparatórios para a compra do dossiê, os quais configuram crimes. Isso permitiria a membros do Partido dos Trabalhadores a exploração político-eleitoral do dossiê nas eleições de 2006, o qual, supostamente, exporia o envolvimento de políticos do PSDB no esquema das ambulâncias”.

    Se a denúncia for acatada, seis dos denunciados, entre eles Valdebran, Gedimar, o churrasqueiro Lorenzetti e Hamilton, assessor de Mercadante, responderão por crimes de formação de quadrilha, contra o sistema financeiro e lavagem de dinheiro. Os outros denunciados responderão por atribuição de falsa identidade para realização de operação de câmbio.

    Em comparação com o processo do mensalão, cujo julgamento finalmente a Nação se prepara para acompanhar, esse lamentável episódio empalidece, parece coisa pouca.
    É o que basta para dar a medida do mar de lama em que hoje, como nunca antes, a política brasileira se atola.

  209. Michelle - A Besta Desvairada said

    CQD Como queríamos demonstrar!

    Em entrevista à Agência Brasil, Marco Aurélio Garcia rechaçou qualquer atitude que sinalize uma tentativa de intervenção em questões internas paraguaias. Ele reforçou que isso não ocorrerá nem por parte do governo do Brasil, nem do Mercosul.

    O Brasil assumirá no fim da próxima semana, em reunião de cúpula, na Argentina, a presidência temporária do bloco, por seis meses, e a pauta principal da reunião deverá ser o impeachment de Lugo. Da parte brasileira, o assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência disse que o governo federal vai agir “sintonizado com as medidas adotadas pelo Mercosul”.

    Garcia considera “impossível” qualquer reversão do que foi decidido pelo Congresso paragu“deixar essa crise no Paraguai decantar para ver como vai ficar”aio. Para ele, qualquer ação nesse sentido teria que ser tomada “por ações internas” do país. Ele, no entanto, reiterou a postura do governo brasileiro de avaliar o impeachment de Lugo como um “rito sumário” e sem qualquer chance de defesa.

    O embaixador do Brasil no Paraguai, Eduardo Santos, chega amanhã (25) a Brasília, quando se reunirá com o chanceler Antonio Patriota para fazer um relato da situação na política no país vizinho. “Em si a convocação do embaixador pelo governo já é um sinal de desconforto com o que aconteceu”, destacou Marco Aurélio Garcia.

    O assessor especial acrescentou que, neste primeiro momento, os países integrantes do Mercosul devem chamar seus embaixadores para reunirem informações. A partir daí, a segunda etapa será decidir qual atitude será adotada.

    Segundo ele, o momento é para avaliar a situação e “deixar essa crise no Paraguai decantar para ver como vai ficar”. Em um primeiro momento, o embaixador Eduardo Santos fará os relatos a Patriota. Caso a presidenta Dilma Rousseff considere conveniente ter uma conversa com Santos, poderá chamá-lo, disse Marco Aurélio Garcia.
    Eu comento

    “deixar essa crise no Paraguai decantar para ver como vai ficar”
    Em portugues claro: “Empurrar com a barriga”
    Nada de protagonismo.
    Teme uma acusação de imperialismo socialista, aquele que retalia os não bolivarianos.
    Com o apoio do comaandante, Fidel Castro.é claro.

    Mais conservadorismo que isto é humanamente impossível!

  210. Michelle - A Besta Desvairada said

    domingo, 24 de junho de 2012
    6:07 \ Brasil

    A turma do Romanée

    O vinho que Lula adora

    De acordo com o relato do próprio Paulo Maluf a correligionários, Lula não deixou passar batido o fato
    de estar na casa do dono de uma das melhores adegas do Brasil, na já célebre visita do ex-presidente ao deputado.
    Disse Lula:

    – Ô Maluf, quando é que você vai me convidar para beber um Romanée Conti?.

    Por Lauro Jardim

    Nada como um operário elitizado. Romanée Conti é pra poucos.
    Quem sabe diferenciar um vinho de boa marca de 50 dólares
    por um vinho famoso de algumas centenas de dólares ou em alguns casos mais de 1000 dólares? Alguém aqui sabe?

    Lula, o cachaceiro entendido de vinhos, diz que sabe.

  211. Patriarca da Paciência said

    Sra. Michelle – A BESTA DESVAIRADA,

    Vossa Bestialidade esqueceu que eu também menciono, algumas vezes, o Augusto Boçal Canalha Nunes, aquele que escreveu que o STF é comandado por Lula, conforme texto que Vossa Bestialidade transcreveu aqui no blog.

    Os dois, Reinaldinho Cabeção e Augusto Boçal Canalha Nunes, estão ali, como dizem, cabeça a cabeça, disputando quem é o mais boçal.

    Aliás, os dois, são os mentores supremos de Vossa Bestialidade.

  212. Michelle - A Besta Desvairada said

    24/06/2012
    às 17:34
    Em fevereiro, VEJA denunciou a escandalosa omissão do Planalto diante da perseguição a brasileiros no Paraguai

    Em fevereiro, resportagem especial da VEJA alertava para a perseguição de que eram alvos os produtores rurais brasileiros que moram no Paraguai. Releiam a reportagem

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/em-fevereiro-veja-denunciou-a-escandalosa-omissao-do-planalto-diante-da-perseguicao-a-brasileiros-no-paraguai/

    Como já disse Cachoeira: A Veja(Policarpo) é foda!

  213. Patriarca da Paciência said

    Cachoeira, Veja e Policarpo – Tudo a ver!

  214. Chesterton said

    Lição de economia

    When pondering the question of your income tax please refer to this explanation using the language of Beer !!! (Attributed to David R. Kamerschen, Ph.D., Professor of Economics)

    Suppose that every day, ten men go out for beer and the bill for all ten comes to $100.

    If they paid their bill the way we pay our taxes, it would go something like this:

    The first four men (the poorest) would pay nothing.
    The fifth would pay $1
    The sixth would pay $3
    The seventh would pay $7
    The eighth would pay $12
    The ninth would pay $18
    The tenth man (the richest) would pay $59

    So, that’s what they decided to do.

    The ten men drank in the bar every day and seemed quite happy with the arrangement, until one day, the owner threw them a curve ball.

    “Since you are all such good customers,” he said, “I’m going to reduce the cost of your daily beer by $20”. Drinks for the ten men would now cost just $80.

    The group still wanted to pay their bill the way we pay our taxes.

    So the first four men were unaffected. They would still drink for free. But what about the other six men – the paying customers? How could they divide the $20 windfall so that everyone would get his fair share?

    They realised that $20 divided by six is $3.33. But if they subtracted that from everybody’s share, then the fifth man and the sixth man would each end up being paid to drink his beer.

    So, the bar owner suggested that it would be fair to reduce each man’s bill by a higher percentage the poorer he was, to follow the principle of the tax system they had been using, and he proceeded to work out the amounts he suggested that each should now pay.

    And so the fifth man, like the first four, now paid nothing (100% saving).

    The sixth now paid $2 instead of $3 (33% saving).

    The seventh now paid $5 instead of $7 (28% saving).

    The eighth now paid $9 instead of $12 (25% saving).

    The ninth now paid $14 instead of $18 (22% saving).

    The tenth now paid $49 instead of $59 (16% saving).

    Each of the six was better off than before. And the first four continued to drink for free. But, once outside the bar, the men began to compare their savings.

    “I only got a dollar out of the $20 saving,” declared the sixth man. He pointed to the tenth man, “but he got $10!”

    “Yeah, that’s right,” exclaimed the fifth man. “I only saved a dollar too. It’s unfair that he got ten times more benefit than me!”

    “That’s true!” shouted the seventh man. “Why should he get $10 back, when I got only $2? The wealthy get all the breaks!”

    “Wait a minute,” yelled the first four men in unison, “we didn’t get anything at all. This new tax system exploits the poor!”

    The nine men surrounded the tenth and beat him up.

    The next night the tenth man didn’t show up for drinks, so the nine sat down and had their beers without him. But when it came time to pay the bill, they discovered something important. They didn’t have enough money between all of them for even half of the bill!

    And that, boys and girls, journalists and government ministers, is how our tax system works.

    The people who already pay the highest taxes will naturally get the most benefit from a tax reduction. Tax them too much, attack them for being wealthy, and they just may not show up anymore.

    In fact, they might start drinking overseas, where the atmosphere is somewhat friendlier

  215. Michelle - A Besta Desvairada said

    Fazenda mantém multa para banco que irrigou mensalão
    http://www1.folha.uol.com.br/poder/1109586-fazenda-mantem-multa-para-banco-que-irrigou-mensalao.shtml

    Mas…o Mensalão não existiu, diz o PT. É uma farça dizem os petralhotários. hehehe

    Se NÃO EXISTIU, como o Ministério da Fazenda multou o que NÃO EXISTIU?

    aguardo lindos comentários da Sônia(AP) ou da Maria Antonia(HRP)…tão gentis!Tão inteligentes e sábios…
    rsrsrs
    e se a Maria Pax quiser comparecer..será benvinda!
    Pax saia do armário, rsrsrs

  216. Patriarca da Paciência said

    “O documento divulgado neste domingo assinala que Brasil, Argentina, Uruguai, Bolívia, CHILE, COLÔMBIA, Equador e Peru reprovam energicamente a “ruptura da ordem democrática na República do Paraguai”.

    O Paraguai é o país mais favorecido pelo Fundo de Convergência Estrutural do Mercosul (Focem, na sigla em espanhol). Está em curso um investimento para construção de uma linha de transmissão de alta tensão a partir de Itaipu e ampliação de uma subestaçãonum total de US$ 550 milhões, dos quais US$ 400 milhões são do Focem. Há outros projetos patrocinados pelo fundo no país, principalmente em estradas. A suspensão da participação do Paraguai do Mercosul poderia implicar atrasos nessas obras. ”

    http://oglobo.globo.com/mundo/paraguai-sera-afastado-do-mercosul-da-unasul-ate-eleicoes-presidenciais-em-2013-5301933

    Vejam só que coisa incrível!

    Todos os governantes dos países da América do Sul estão errados, apenas o Reinaldinho Cabeção, revista Veja e seus améns, estão certos!

    Realmente chocante!

  217. Michelle - A Besta Desvairada said

    Sônia nem sabe do que se trata mas fala bobagens:
    Vejam só que coisa incrível!

    Todos os governantes dos países da América do Sul estão errados, apenas o Reinaldinho Cabeção, revista Veja e seus améns, estão certos!

    Chaves suspende fornecimento de petróleo ao Paraguay.
    Por que?
    Porque o povo, o bravo povo paraguayo merece ser punido!
    Por que?
    Ora porque merece, ora essa.

    E Sônia se finge de boba. Mais ainda.

  218. Michelle - A Besta Desvairada said

    O molusco desmistificado:

    Mítica do articulador
    24 de junho de 2012 | 3h 06
    DORA KRAMER – O Estado de S.Paulo

    Muito tem se falado sobre os recentes atos políticos imperfeitos do ex-presidente Lula.

    Ora os tropeços são atribuídos a presumidos efeitos de medicação decorrente do tratamento de um câncer na laringe, ora a uma suposta crise aguda de onipotência pós-Presidência da República.

    Seja qual for a tese defendida, seus autores partem do princípio de que Lula sempre acertou e de repente começou a errar sem uma explicação plausível para as falhas em seu instinto tido como infalível.

    Há um assombro geral com a desfaçatez do ex-presidente ao passar por cima de tudo e de todos, da lógica, dos procedimentos institucionais sem a menor preocupação com as circunstâncias de seus companheiros de partido e com a repercussão de suas ações sobre a opinião pública.

    Da mesma forma que se acha capaz de submeter processos eleitorais à sua vontade, não avalia consequências, não dá ouvidos às críticas preferindo enquadrá-las na moldura da conspiração engendrada por adversários políticos dos quais a imprensa seria agente engajado.

    Falta, nessas análises, um exame mais acurado do ambiente político como um todo e do histórico de ações de Lula.

    Se olharmos direito, não é de hoje que age assim – fez e disse barbaridades enquanto estava na Presidência – nem é o único a atuar de costas para o contraditório como se qualquer ação estivesse a salvo de reações.

    O Congresso vem construindo há muito tempo sua crescente desmoralização agindo exatamente da mesma forma: toma decisões que excluem o interesse público, voltadas para seus próprios interesses como se a sociedade simplesmente não existisse.

    Os escândalos ali produzem no máximo recuos temporários, promessas não cumpridas e recorrentes avaliações de que o Parlamento é um Poder aberto e, por isso, vítima de ataques injustos.

    Sob essa argumentação os erros se acumulam, mas não cessam. Quando se imagina que deputados e senadores tenham ciência do repúdio que provocam, eis que de novo tentam patrocinar uma farra de salários mal saídos de crises em série decorrentes de farras de privilégios outros.

    Lula achou que pudesse descartar impunemente a senadora Marta Suplicy, aproximar-se de Gilberto Kassab ao custo do constrangimento da militância e do discurso petista, anular uma prévia reconhecida como legal no Recife, pedir bênção a Paulo Maluf, direcionar a posição de um ministro do Supremo Tribunal Federal e administrar uma comissão de inquérito ao molde de seus interesses como se não houvesse amanhã.

    E escolheu agir assim por quê? Porque é assim que as coisas têm funcionado na política.

    Lula não é o espetacular articulador que se imagina. Apenas tinha, e agora não tem mais, todos os instrumentos de poder nas mãos, os quais utilizou com ausência total de escrúpulos. Quem age ao arrepio das regras ganha sempre de quem é obrigado a segui-las.

    Assim como faz o Congresso quando inocenta parlamentares de culpa comprovada, adapta a Constituição às suas conveniências, adia a reforma política, não acaba com o voto secreto para processos de cassação de mandatos e inventa regras segundo as quais a comprovação de desvios de vida pregressa não serve como critério de avaliação da conduta presente.

    Nem Lula comete erros novos nem o Parlamento deixa de ser reincidente.

    Ambos se unem no mesmo equívoco, imaginando que seja possível fazer a opção por atos erráticos acreditando que não chegará o momento em que aquilo que parece sempre certo começa irremediavelmente a dar errado.

    Borralheiro. Caladinho, o PMDB se ressente do isolamento imposto pelo PT na eleição de São Paulo.

  219. Patriarca da Paciência said

    Sra. Michelle – A BESTA DESVAIRADA,

    vou desenhar para Vossa Bestialidade

    Saiba Vossa Bestialidade que o povo paraguaio votou no Lugo e o povo paraguaio quer que o Lugo continue no poder.

    Os deputados e senadores paraguaios, os quais são eleitos de maneira muito tortuosa e estranha e, os latifundiários, é que não querem o Lugo no poder.

    Os governanantes da América do Sul estão ao lado do povo paraguaio, não dos deputados e senadores, os quais são eleitos de maneira estranha e tortuosa e dos latifundiários, sejam paraguaios ou brasiguaios.

    Então, saiba Vossa Bestialidade que nenhum governante da América do Sul está tentando prejudicar o povo paraguaio e sim beneficiá-lo.

    Mas pessoas como Renaldinho Cabeção, Augusto Boçal Canalha Nunes e Vossa Bestialidade, simplesmente, são incapazes de compreender o que seja bom senso.

  220. Patriarca da Paciência said

    Vou desenhar ainda mais:

    Saiba Vossa Bestialidade que isto é uma ironia:

    “Vejam só que coisa incrível!

    Todos os governantes dos países da América do Sul estão errados, apenas o Reinaldinho Cabeção, revista Veja e seus améns, estão certos!

    Realmente chocante!”

  221. Patriarca da Paciência said

    Sra. Michelle – A BESTA DESVAIRADA,

    vou repetir algumas perguntas que fiz acima, visto que não obtive qualquer resposta:

    Vossa Bestialidade, que tanto defende o golpe paraguaio, tem alguma noção de como funciona a política paraguaia?

    Vossa Bestialidade tem alguma noção dos procedimentos dos deputados e senadores do Paraguai?

    Segundo tenho alguma noção, a coisa no Paraguai é tão esquisita que há até deputados e senadores vitalícios.

    Parece que não é o voto que elege os deputados e senadores e sim uma tal de “lista fechada”.

    E Vossa Bestialidade acredita mesmo nas “boas intenções” dos deputados e senadores paraguaios?

    Vossa Bestialidade acredita mesmo que os deputados e senadores paraguaios são melhores que os brasileiros?

    Lembro aquela paródia que o programa “Casseta e Planeta” fez:
    “Se os senadores do Brasil são assim, imagina os do Paraguai.
    “Se os deputados do Brasil são assim, imagina os do Paraguai. ”

    Só mesmo Vossa Bestialidade e, claro, Vosso Mentor Supremo, Reinaldinho Cabeção, para acreditarem nas “boas intenções” dos deputados e senadores paraguaios

  222. Patriarca da Paciência said

    Mais uma do Reinaldinho Cabeção:

    A UDN decidiu, então, preparar o sr. Reinaldinho Cabeção para a sucessão do Mais Competente dos Homens Públicos (José Serra), em 2022. Até lá, o honestíssimo jornalista de programa deverá ganhar experiência disputa ocupando cargos menores que lhe darão o devido traquejo, segundo informa o site do Prof. Hariovaldo de Almeida Prado (UDN-FL).

    O cronograma acertado é o seguinte:
    2011: vice-presidente da UDN (na chapa encabeçada pelo Cachorro-Lagosta);
    2012: vereador na cidade paulista de Dois Corgo;
    2014: senador por S. Paulo;
    2018: governador de S. Paulo, sucedendo Geraldinho do Vale;
    2022: presidente da república, sucedendo o Presidente de Nascença;
    2026: senador, novamente, para que o Presidente de Nascença volte ao seu lugar de direito;
    2034: presidente da república, para manter o lugar quentinho para o Presidente de Nascença;
    2038: senador, mais uma vez, para que o Presidente de Nascença volte à sua condição natural;
    2050: a ser definido na ocasição pelo Presidente de Nascença.

    http://byebyeserra.wordpress.com/2011/01/05/pres-zezinho-lanca-candidatura-de-reinaldinho-cabecao/

  223. Zbigniew said

    Muitos consideram que o Lula nao tem limites e se comporta como um deus no partido. Entendo que ele tem cacife para se impor e, neste caso do Maluf e da sucessão em SP jogou e arriscou. A principio esta tendo alguns reveses no campo da engenharia politica, exatamente da linha da esquerda, ora porque nao suporta o pragmatismo cru do Lula (Erundina), ora por questões de contraposição de poder (Marta Suplicy). O certo e que existe toda uma estratégia por trás das ações de Lula que deixou a direita raivosa e perplexa denunciando-se ao reclamar do “apetite” do ex-Presidente sobre SP. O Caroni fez uma boa analise sobre os movimentos do Lula:

    “(…)
    Não houve vacilações ou atitudes opacas, mas perfeito tino da logística requerida pela dinâmica política. A estratégia era clara demais para comportar tergiversações: aliança com ex-prefeita Erundina e o PSB, à esquerda, para garantir o apoio dos socialistas e neutralizar os descontentamentos do grupo ligado à senadora Marta Suplicy. Aliança com Maluf, à direita, para neutralizar parte do PSD de Kassab. Um tabuleiro sobre o qual havia que se debruçar meticulosamente, sem pruridos de uma ética de algibeira.

    Esses apoios levariam o candidato do PT ao segundo turno até porque o partido tem históricos 30% dos votos na capital e, a exemplo de Dilma, a rejeição do Fernando Haddad é muito pequena em São Paulo. Para isso seria necessária a manutenção das candidaturas de Russomano e de Netinho, até então provável candidato do PCdoB no primeiro turno. No segundo turno, ainda teríamos agregado o apoio de Chalita, do PMDB Apenas assim se conseguiria derrotar a máquina eleitoral do estado e do município de São Paulo pró-Serra, que tem cerca de 30% de rejeição dos eleitores na capital.
    (…)”
    http://novobloglimpinhoecheiroso.wordpress.com/2012/06/23/gilson-caroni-filhoo-purismo-e-o-verdadeiro-maluf/

  224. Pax said

    Caro Zbogniew,

    A análise do Caroni, acima, esquece de dizer quem é Paulo Maluf. Principalmente quem foi Paulo Maluf. E, ainda mais importante, qual foi o papel de Paulo Maluf nos tempos da Ditadura.

    Se não olharmos para a História, se não aprendermos com ela, nos arriscamos a repeti-la.

    Sinto muito, com Maluf, não dá. Independe, na minha opinião, de qualquer xadrez político. Se o PSDB o tinha como aliado em SP, o problema foi do PSDB. Agora o problema está, sim, no colo do PT/Lula.

  225. Zbigniew said

    Concordo que é difícil de engolir o Maluf, caro Pax.
    Mas ele é representante de um partido, democraticamente eleito e o Lula o quis na aliança (muito mais o partido do que a figura em si). Pagou pra ver. Com o Sarney e o Calheiros no âmbito federal deu certo.
    Já nos primeiros movimentos o estrago deu-se com a perda da Erundina, que seria muito bem vinda na vice do Haddad. Mas o PSB continua na aliança.
    É isso, é a política do possível. Se vai dar certo é a sociedade paulistana que dirá.
    No meu ver o Caroni acertou na análise fria do xadrez político.

  226. Zbigniew said

    Sobre a questão do Paraguai achei bastante pertinente a colocação do Paulo Moreira Leite, cujo texto poderíamos resumir numa única frase: o gosto pelo simulacro.

    “(…)
    E é isso o que mais preocupa neste caso. O gosto pelo simulacro.

    Vitima de um golpe de Honduras, Manoel Zelaya foi acusado de tentar avançar uma emenda constitucional para permitir a reeleição presidencial – não para ele, mas para seus sucessores. Nem a embaixada americana acredita que esse fato era motivo para seu afastamento. Em documentos enviados para Washington, a representação diplomática em Tegucigalpa explicava que se tratava de um golpe de Estado. Mas havia, em Honduras, um pretexto que, de forma distorcida e abusiva, foi usada para depor um presidente constitucional.

    Contra Fernando Lugo não havia nem pretexto e mesmo assim ele foi derrubado, um ano e dois meses antes do fim de seu mandato.
    (…)”

    http://colunas.revistaepoca.globo.com/paulomoreiraleite/2012/06/23/contrabando-ideologico-do-paraguai/

  227. Pax said

    Caro Zbigniew,

    Boa a colocação do Paulo Moreira Leite. Aqui há outra, do Fernando Rodrigues, que ajuda a formar opinião sobre esta questão.

    (aliás, como é bom saber que existem jornalistas decentes, à além destes que mentem descaradamente para manter um “curral” de leitores e agradar seus “mandantes”)

    http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2012/06/23/dilma-e-o-medo-de-ser-imperialista/

  228. Edu said

    Patriarca,

    1 – Sem-terra foram mortos durante a remoção dos mesmos. Isso é fato.

    Pode haver investigação para descobrir quem puxou o gatilho, porém, quem estava agindo eram os militares paraguaios.

    Se os militares paraguaios recebem ordens do Presidente, então o Presidente é culpado. Não há o que discutir.

    Vamos nos lembrar que por muito menos toda a militância de esquerda acusou o Alkmin de assassino no caso do Pinheirinho, sendo que não houve um ferido sequer, tudo ocorreu pacificamente e de maneira controlada. Por muito menos a militância esquerdista inteira pediu a cabeça do Alkmin em São Paulo.

    2 – Agora, supondo que tenha havido uma baita confusão, os fazendeiros também estavam no bolo, a coisa perdeu o controle e alguém disparou armas e não se sabe quem foi.

    Se o Brasil não tem certeza que a remoção dos sem-terra foi ordem do Lugo, o Brasil não pode se pronunciar sobre ser ou não um golpe. Simples assim.

    O PT tem essa característica de achar que pode falar sobre o que quiser, a hora que quiser, com qualquer informação que dispuser no momento em que resolver falar. Isso é apenas mais um exemplo de “os fins justificam os meios” que é amplamente usado pelo PT e nada questionado pelos seus militantes, e que eu critico desde o governo Lula. O PT está pondo tudo a perder por conta desse tipo de atitude (já disse isso algumas vezes e vou continuar repetindo).

    3 – O julgamento do Lugo pode ter sido estranhamente rápido demais. Mas, se as bases para o julgamento estavam claras e estabelecidas, não há o que fazer. E também não cabe ao Brasil interferir nisso.

    Está escrito na constituição Brasileira que o Brasil não interferirá nos assuntos internos de outros países, este é um caso classico disso. Afina, quem pediu a opinião da Dilma?

    Aliás, quem pediu a opinião do resto dos “líderes” da América Latina?!

    E se formos nos preocupar com “golpes de estado legalizados”, deveríamos termos nos preocupados muito antes com o maior golpe de estado legalizado ocorrido: o de Hugo Chavez.

    Ou seja:

    1 – O PT e a militância estão redondamente enganados de se meterem nos assuntos do Paraguay.
    2 – E, já que esse bando de religiosos não conseguem segurar suas línguas dentro das respectivas bocas, já começaram a proferir suas besteiras ideológicas.

  229. Edu said

    Zbig,

    Conclusão: O PT se prostitui desde o governo Lula e o povo comprou essa prostituição até agora.

    Por que não continuar se prostituindo e deixando a ideologia do partido de lado?

    Repito: esse tipo de atitude vai acabar com o PT.

  230. Edu said

    Michelle,

    O Patriarca, o Zbig e o HRP realmente precisam de um banho de realidade.

    Mas o Pax eu acho que ele é um esquerdista coerente. Ele se anuncia como centro-esquerda, e, como qualquer centro-esquerda, sempre irá se alinhar a atitudes do PT e do PSDB. Pelo menos há valores claros envolvidos, e há questionamento: a postura de criticar o Lula ou o PT quando algum deles faz uma besteira dessas (ex: Maluf, conversa com o Gilmar, etc.).

    Eu sinceramente prefiro um esquerdista legítimo como a Erundina, que um esquerdista pragmático como o Lula. O primeiro tem valores claros, o segundo ninguém sabe do que é capaz para conquistar o “pudêr”.

  231. Chesterton said

    Não dá para comparar Fernando Rodrigues co Paulo “Moleira” Leite.

  232. Chesterton said

    E o PARAGUAI LÁ, TRANQUILO!!!

  233. Zbigniew said

    Pax, com todo respeito tenho algumas reservas em relação ao texto de Fernando Rodrigues,

    é preciso um esforço de crença e muito boa vontade para aceitar o que o jornalista coloca no papel (ou na tela do computador).

    Ele constrói o seu raciocínio em cima da “posição do governo brasileiro” resumida no que disse um importante ministro de Estado. Aí fica complicado. Porque não dar nome aos bois? A fonte pediu discrição? Inclusive esta é uma crítica do articulista àquela que ele entendeu ser a posição da diplomacia brasileira: a de relutar em colocar os pingos nos “is”, a de ser explícita como os anglo-saxões, a de ser clara nas suas posições. Neste caso a posição do ministro é a oficial do governo brasileiro? Até porque existe um Mercosul, uma Unasul, todo um contexto em que o Paraguai é um dos membros fundadores e onde as decisões devem ser tomadas com a consulta aos demais e com bastante comedimento.

    Essa frase então é um primor: “A verdade é que começa a existir dúvida no núcleo central do governo Dilma sobre se o que se passou no Paraguai foi mesmo um golpe ou algo na linha chavista, “dentro da lei” (sic).” What a fuck?!!! Como é que ele pode dizer isto com este grau de precisão? Até agora em cima de ilações e suposições e da opinião de um ministro de estado importante do governo do brasil. Essa menção ao chavismo então é de um rigor político-ideológico ímpar, principalmente quando se sabe que os escrutínios sempre deram ao Chavez a vitória nas urnas. Se no jogo democrático se passam leis que o eternizam no poder, paciência. Espere-se o jogo virar (dentro das regras da democracia) para que se mudem tais regras. Agora, apear do poder com base em “brechas legais”, isso não, aí é golpe puro e simples.

    E então eu passo a me perguntar: estaria o Fernando Rodrigues conclamando o Brasil a assumir uma postura imperialista? Mais uma vez, com base numa tal de “informação palaciana”, a posição do governo seria na linha do “Não podemos ser imperialistas. Brasília não é Washington”.

    Nesse ponto nada mais panfletário do que “Países anglo-saxões têm mais tradição de dizer o que pensam, para o bem e para o mal. Quando os EUA consideram que um país vive em democracia, fazem uma afirmação nesse sentido. E o mesmo vale para ditaduras ou democracias postiças.” Sério? Eles são assim tão diretos?!!! Que o digam quanto à Arábia Saudita, o Egito e outros lugarzinhos cujos interesses imperialistas forçam os EUA sinceros a serem bem comedidos e discretos.

    O Brasil tem uma posição de “ocupação” através de um sistema cooperativo. Vide o caso da EMBRAPA e com empresas privadas em países africanos. Em quetão de realismo político não estaríamos mais aptos ao exercício do softpower do que o de uma posição mais agressiva? Não residiria aí uma coerência de governo muito mais do que uma fraqueza frente à postura belicista dos anglo-saxões? Esquece também que o país tem interesses energéticos, como o caso de Itaipu e a questão dos brasiguaios. Diferentemente da Kichnner ou mesmo do Chavez, tem que tomar cuidado em radicalizar.

    Mas, segundo o Fernando Rodrigues, que decretou a incompetência da diplomacia brasileira, melhor ser imperialista a “não ser nada”. É difícil essa posição de fomentar uma postura agressiva e de “não-retorno”. Mas as tentativas aqui na AL não são tão raras. Lembro-me que na questão da Bolívia há algum tempo atrás parte da imprensa agitou para que o Brasil adotasse posições radicais contra aquele país, sem analisar a fundo a problemática das tarifas de gás e sua defasagem em relação aos preços internacionais. Até incitação aos tambores de guerra foram lembradas. A Venezuela então é uma festa.

    Temo, caro Pax, que parte da direita esteja interessada numa onda de “golpes legais”, conforme aconteceu em Honduras, e agora no Paraguai e quem sabe na Bolívia. Temos que colocar nossas barbas de molho e lermos nas entrelinhas.

  234. Pax said

    Caro Zbigniew,

    Não consigo concordar com essa teoria da conspiração na qual “parte da direita esteja interessada numa onda de “golpes legais””.

    Fernando Rodrigues é, sim, um dos melhores jornalistas políticos da atualidade. Se ele não citou suas fontes é porque tem lá suas razões para isto. Ou as tais fontes pediram para não ser citadas ou ele achou melhor não citá-las.

    Acredito que, para criticar seu post, deveríamos começar por analisar sua posição explícita logo no início. Aqui:

    Este Blog não tem dúvida: o que se passou ali no Paraguai está longe de ser algo compatível com as boas normas e práticas democráticas –e aqui não existe nenhum juízo de valor, a favor ou contra Lugo.

    Mas ilógico imaginar que a operação de retirada de trabalhadores sem-terra com mortes seja razão legítima para depor o presidente em 36 horas.

    Parece claro que Lugo é incompetente, não tem apoio político-partidário e jogou o país numa profunda crise econômica. Muito bem. No ano que vem tem eleição e os paraguaios poderiam votar num candidato de oposição.

    Outro ponto de seu post em que deixa claro que a questão não é PT ou PSDB no poder, é uma postura brasileira desde muito, está exposta aqui:

    Mas países de tradição católica e ibérica como o Brasil gostam mesmo de falar as coisas de maneira transversa, ou pela metade. “Passa lá em casa” é a frase síntese do brasileiro. Quem ouve isso sabe: o sentido é quase sempre o inverso –“não passe lá em casa”. É o “homem cordial” sobre o qual discorreu tão bem Sérgio Buarque de Holanda.

    Ou seja, o governo brasileiro (de Dilma, Lula ou FHC, não importa), quer mandar na América Latina e na África. Mas quer continuar com a imagem de bonzinho na região, sem a pecha de imperialista.

    Em outro ponto você afirma que: “Mas, segundo o Fernando Rodrigues, que decretou a incompetência da diplomacia brasileira, melhor ser imperialista a “não ser nada”.

    Mas não é isso que o jornalista coloca, veja:

    Para não ser imperialista, o Brasil acaba não sendo nada. Fica com o pior dos mundos.

    Ou seja, ele só está reclamando do encimadomurismo, não dizendo que o Brasil deve ser (a) ou (b) nesta questão.

  235. Pax said

    Caro Edu, em #229

    O mesmo tipo de atitude de acabou com o antigo MDB (aquele do Ulisses, do Teotônio, do Simon etc), que acabou com o PSDB(*)!!!

    (*) Lembrar das compras de votos na ocasião da emenda para reeleição presidencial, lembrar de várias suspeitas no processo de privatizações, lembrar das alianças com ACM/DEM e Sarney, lembrar do sempre queridinho Eduardo Azeredo, lembrar que impedem qualquer investigação sobre as obras do Rodoanel e dos pedágios em São Paulo, lembrar das esquisitices no comando de São Paulo com o Kassab e a indústria imobiliária etc etc.

  236. Edu said

    Pax,

    Exatamente!

    Política sem valores resulta nisso: alianças espúrias e descredibilidade com o povo… ou pelo menos deveria resultar.

    Os partidos deveriam entender que a sequência que conquista votos deveria ser: ideologia-valores-propostas-coalisões, e não o contrário.

  237. Zbigniew said

    Pax,

    reconheço que ele critica o que acha se tratar de encimadomurismo. Acrescento que a posição do jornalista quanto ao fato em si no Paraguai não poderia ser diferente. Não concordo com o contexto em que ele coloca a ação da diplomacia brasileira.

    Se você observar ele aponta um possível vacilo do nosso país em não deixar claro a sua posição quanto ao golpe com base em fontes duvidosas ou não-claras. Tudo bem, ele pode ter suas razões em não revelá-las, mas daí vai a uma relação de confiança com o jornalista e neste caso eu não confio em “posições de governos com base num importante ministro de estado que me disse isto ou aquilo”. É uma questão de confiança com o jornalista ou o jornal pra o qual ele trabalha. E nestes eu não confio. Em grande parte pela postura político-ideológica de ambos. Não que o ministro não tenha conversado com o jornalista, mas o que foi dito ou como foi dito fica tudo muito dependente das impressões do profissional de mídia.

    Se se diz que os anglo-saxões são mais direitos, e os EUA são sinceros nas suas posições em política internacional, ele parte, neste ponto, de um quadro genérico para aplicá-lo localmente e utiliza o exemplo como um bom aplicativo de método.

    Neste ponto, Pax, refaço o raciocínio: ele não disse que o Brasil deve ser imperialista. Pra mim o que diz é que aprova a postura dos anglo-saxões e desaprova a dos latinos, ibéricos e, portanto, da diplomacia brasileira.

    Outra coisa, o Brasil de Lula ou Dilma quer mandar na AL? Por que? Obviamente que existe uma ascendência pelo tamanho (geográfico e da economia), mas não vejo o Brasil querer mandar em outros povos ou ameaçá-los a ponto de interferir na vida interna desses países. Pelo contrário: o Lula foi muito criticado por ter sido condescendente com o Morales, ter dado abrigo ao Zelaya ou costurado um acordo pacífico com o Irã na questão nuclear.

    A análise é superficial, com base em suas impressões, mas sem dados mais precisos que possam corroborar se são verdadeiras ou não tais afirmações. O que fica é apenas o fato de que há o reconhecimento de que o que ali ocorreu foi realmente um golpe.

  238. Edu said

    Pax,

    Por isso que eu digo que a boa política no Brasil se resume a alguns poucos, e não tem nada a ver com partido, tem a ver com a coerência ideológica e de valores que o sujeito demonstra em seus votos e suas atitudes.

    Nesse caso, o Kassab, assim que montou um partido e disse que não seria nem de esquerda, nem direita, nem de nada, ficou bem claro que ele é mais um desses “maria-vai-com-as-outras” ideológico.

  239. Edu said

    Zbig,

    O Chavez deu um golpe.

  240. Chesterton said

    E as ações da Petrobras do Elias?

  241. Edu said

    Chest,

    Longo prazo… longo prazo! hahahahaha

  242. Michelle - A Besta Desvairada said

    edu.br
    Eu votei em lula em 2 ocasiões: Para deputado federal (deputado sem nada de herança, nada fez…saiu chamando a Câmara de 300 picaretas, lembra?)
    E votei em lula contra o collor.Voto de protesto porque já conhecia a figura collor e não havia, na minha opinião nenhuma chance de lula vencer.

    Ao ver sua tentativa de mostrar a realidade para os petistas do pedaço…eu só posso comentar:
    “pérolas para porcos”…Ou melhor dizendo…provavelmente essas perolas serão devoradas como lavagem no cocho do PT e depois de transformadas em estrume, misturadas ao ambiente da pocilga ideológico do partido.Tudo vira lama fedorenta.
    Veja o caso do Paraguay…5 ou 6 tiranetes esquerdistas decidem que seu colega Lugo não pode ser impichado pelas leis do pais – seguindo a Constituição – e sem ouvir as razões do novo governo resolvem retaliar o povo paraguaio, implantando sanções comerciais e ameaçando mais dificuldades caso, o Paraguay não volte atrás.
    E a Dilmona bobona..vai atrás ( embora enfraquecida pela tranquilidade reinante no Paraguay)

    um dos porcos mais agressivos do pedaço – a Sônia chega ao cúmulo de declarar que o Congresso Paraguayo é recheado de corruptos da direita, latifundiários e tem até senadores vitalícios, e portanto houve um golpe, como se isso fosse assunto pertinente à análise do acontecido.

    Pérolas para porcos, concorda?
    Mesmo assim estou esperançosa que este episódio irá render muitos fatos muito interessantes.
    O Paraguay legítimo vai reagir contra os falsificados “esquerdistas bolivarianos” pretensiosos e totalitários. Cuba, um exemplo de democracia, incluída.
    Ficará exposta a patranha dos cumpanheros da atual America Latrina.
    E a Dilmona bobona..vai atrás ( embora enfraquecida pela tranquilidade reinante no Paraguay)

  243. Michelle - A Besta Desvairada said

    Enquanto isso!
    Algumas manchetes interessantes…

    Atraso em obras e planejamento malfeito afeta metas da Petrobrás
    http://economia.estadao.com.br/noticias/negocios%20energia,atraso-em-obras-e-planejamento-malfeito-afeta-metas-da-petrobras,117101,0.htm

    Lula não se arrepende ‘nem um pouco’ de foto com Maluf por coligação
    http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,lula-diz-que-nao-se-arrepende-nem-um-pouco-de-foto-com-maluf,891442,0.htm

    E a Dilmona bobona vai atrás!

    P.S. edu.br

    eu ainda acho que o PAC, digo PAX está escondido no armário…sei não.
    Tem cheiro de cavalo paraguaio, relincha como cavalo paraguaio, anda como cavalo paraguaio…mas é zebra????
    Sei não.rsrsrs

  244. Michelle - A Besta Desvairada said

    Vamos às pérolas

    / Blogs e Colunistas

    Blog
    Reinaldo Azevedo

    Análises políticas em um dos blogs mais acessados do Brasil
    Assine o Feed RSS | Saiba o que é

    25/06/2012
    às 5:55
    Candidatos a ditadores da América do Sul querem imunidade. Ou: A suspensão do Paraguai do Mercosul – Uma história em que os bandidos são mocinhos, e os mocinhos, bandidos

    Os países que integram o Mercosul e a Unasul anunciaram ontem a suspensão do Paraguai dos dois organismos — até, ao menos, a realização de eleições, previstas para abril. O Brasil lidera a pressão. Trata-se de um despropósito e de uma ingerência indevida na situação interna do país. Embora o Brasil não seja o mais estridente em condenar o que está estupidamente sendo chamado de “golpe”, é, na prática, quem lidera a pressão. Nos bastidores, ninguém conta com a volta de Fernando Lugo. O objetivo, dizem, é “desencorajar ações do gênero” no continente. E aí está o problema. Afinal, desencorajar o quê?

    Se é assim, então estamos falando de um grupo de dirigentes que, para proteger as respectivas cabeças, não se importam em criar dificuldades adicionais para 6 milhões de paraguaios. Uma coisa é condenar golpes de estado; outra, distinta, é chamar de “golpe” uma solução prevista na Constituição e endossada pelo Judiciário.

    Por que falo em “proteger as respectivas cabeças”? Estamos diante de uma questão de fundamento. Uma das tarefas de um presidente da República é defender a Constituição do seu país. As constituições são diferentes, mas esse julgamento é universal. Assim, supremos mandatários, a menos que sejam ditadores, não são intocáveis. Podem ser destituídos de seus cargos — coisa que já se viu, diga-se, no Paraguai e no Brasil. Os textos constitucionais costumam estabelecer as circunstâncias em que isso é possível. No Paraguai, tudo se deu dentro da lei.

    Tanto isso é verdade que o próprio Lugo admitiu que a saída estava prevista em lei. Sua reação foi quase abúlica. Até cheguei a pensar que, intimamente, torcia para que isso acontecesse. Restaria, assim, o mito de que tentou fazer algo de grande em seu país, mas foi impedido pelos reacionários de sempre. Ontem, eu o vi na TV tentando falar grosso, de modo muito pouco convincente. Presidentes sul-americanos — Dilma inclusive — estão incitando-o a reagir. NOS BASTIDORES DO PLANALTO E DO ITARAMARATY, SAIBAM, HOUVE CERTA DECEPÇÃO POR NÃO HAVER POVO NA RUA COM A FACA NOS DENTES.

    É claro que gente como Rafael Correa, Cristina Kirchner, Evo Morales e, obviamente, Hugo Chávez não gosta de ver um presidente destituído por “mau desempenho de suas funções”, sendo entendida essa acusação, basicamente, como colaboração ativa com os ditos “sem-terra”, que passaram a praticar toda sorte de violências no Paraguai, inclusive e muito especialmente contra produtores rurais brasileiros radicados naquele país. Ora, então não são estes mesmos dirigentes notórios transgressores da lei? Ouvir esses quatro destruidores de instituições falar em nome da democracia é de dar engulho moral.

    Não pensem que o Brasil é inocente nessa história, não! Sejamos rigorosos com o nosso próprio quintal. Um país em que o dinheiro público — do governo federal, de governos estaduais, prefeituras e de estatais — financia abertamente o subjornalismo de aluguel, que existe com o único propósito de fazer política partidária, padece, quando menos, de um mal-estar democrático. Esse mesmo Brasil assistiu a reiteradas tentativas de censurar a imprensa — malsucedidas, é verdade, mas existiram — durante o governo Lula. Dilma, reconheça-se, não avançou nesse projeto, mas manteve intocada a máquina de difamação da oposição e de instituições. E tudo, reitero!, com DINHEIRO PÚBLICO. Quais outras democracias do mundo conviveriam com coisas assim? Deixem-me ver: a venezuelana, a equatoriana, a argentina, a boliviana…

    Em suma, o alinhamento a que assistimos contra o novo governo do Paraguai é constituído de tiranetes de meia-tigela, que não têm o menor compromisso com a democracia e com as instituições. Que seja o Brasil a liderar essa súcia, só temos a lamentar. Ao condenar o novo governo do Paraguai e ao tentar isolá-lo, esses dirigentes sul-americanos estão é tentando garantir a própria impunidade.

    Os tolos
    Ao defender na sua coluna de ontem na Folha — escrevi a respeito — os mensaleiros, o jornalista Janio de Freitas não poderia ter sido mais preciso, a despeito das próprias intenções. Chamou de “político” um processo que é criminal e afirmou que o verdadeiro confronto no STF se dará entre “forças reformistas” (os réus), que teriam cometido “erros”, e os “conservadores”. Janio está querendo dizer que, se os mensaleiros forem condenados, será uma derrota dos “progressistas”, uma derrota do bem!!!

    Eis o debate subjacente a essa patacoada em defesa de Lugo: ele é, afinal de contas, um “reformista”, um homem de esquerda. Lendo a coluna de Janio sobre os mensaleiros, ficamos com a impressão de que os verdadeiros bandidos são aqueles que os acusam. Vendo a reação dos governos sul-americanos à crise paraguaia, somos levados a constatar que os verdadeiros culpados pelo massacre havido no país são os… adversários do ex-presidente.

    Alguns tolos caem nessa conversa, que é só ideologia rombuda. A verdade insofismável é que esses governantes chegam ao poder segundo as regras da democracia e, uma vez entronizados, decidem solapá-la, cada um à sua maneira. Dilma e os aloprados do subcontinente estão dizendo que pouco importa o que faça um “progressista”: tem de ser tolerado.

    Não deixa de ser engraçado e um tanto patético ver Lugo posando de grande líder da resistência, papel que alguns presidentes sul-americanos querem lhe impor à força. Não leva jeito pra coisa. De todo modo, anunciou que vai para a reunião dos presidentes do Mercosul em Mendoza, na Argentina — para a qual Federico Franco, novo presidente, não foi convidado. Nem poderia. Oficialmente, o país está suspenso. E o que Lugo vai fazer lá? Trata-se de uma agressão ostensiva à soberania do Paraguai.

    Eu também acho que estamos diante de um confronto entre os que aceitam os valores da democracia e os que os repudiam. Ocorre que, nesse caso, os bandidos são os mocinhos, e os que se apresentam como mocinhos são os bandidos.

    ……………….

    PAC, digo Pax saia do armário. rsrsrs

    Estarei pronta a ler observações inteligentes.
    Comente com moderação.
    O blog do Pax não é um buteco!

  245. Patriarca da Paciência said

    “pérolas para porcos”…Ou melhor dizendo…provavelmente essas perolas serão devoradas como lavagem no cocho do PT e depois de transformadas em estrume, misturadas ao ambiente da pocilga ideológico do partido.Tudo vira lama fedorenta.
    Veja o caso do Paraguay…5 ou 6 tiranetes esquerdistas…”

    Isto me parece é um linguajar típico de paranóicos. Paranóicos megalomaníacos.

    Sra. Michelle – A BESTA DESVAIRADA,

    Vossa Bestialidade não teve ter tomado os seus remedinhos hoje!

  246. Patriarca da Paciência said

    “Está escrito na constituição Brasileira que o Brasil não interferirá nos assuntos internos de outros países, este é um caso classico disso. Afina, quem pediu a opinião da Dilma?”

    Meu caro Edu,

    realmente você mistura alhos com bugalhos. A Dilma tem sempre reafirmado que não intererirá em assuntos internos do Paraguai e realmente é o que sempre fez e está fazendo.

    Aliás, o Reinaldinho Cabeção escreveu vários textos criticando a Dilma por não ter ouvido as queiras dos brasiguaios.

    O Reinaldinho Cabeção sim, queria que a Dilma interferisse nos assuntos internos do Paraguai, quem sabe à moda norte-americana.

    Aliás a direitona culpa o Lula até hoje de não ter invadido a Bolívia.

    ou você acha que a unanimidade dos governantes da América do Sul e, agora, até o México, tenham chamados seus embaixadores para consulta, simplesmente porque são “tiranetes”..

    Você também acha que TODOS os governantes da América do Sul são “tiranetes”.

    Então por que cargas d’água o Paraguai seria um exceção?

    Logo o Paraguai?

    E quem proibe a Dilma de ter a opinião que quiser sobre qualquer assunto?

    Esse pessoal que se julga “pérolas em meio a porcos” é mesmo muito doidão.

    Principalmente quando não toma os remedinhos!

  247. Patriarca da Paciência said

    Vou repetir o comentário 216 com algumas observações.

    “O documento divulgado neste domingo assinala que Brasil, Argentina, Uruguai, Bolívia, CHILE, COLÔMBIA, Equador e Peru reprovam energicamente a “ruptura da ordem democrática na República do Paraguai”.

    O Paraguai é o país mais favorecido pelo Fundo de Convergência Estrutural do Mercosul (Focem, na sigla em espanhol). Está em curso um investimento para construção de uma linha de transmissão de alta tensão a partir de Itaipu e ampliação de uma subestaçãonum total de US$ 550 milhões, dos quais US$ 400 milhões são do Focem. Há outros projetos patrocinados pelo fundo no país, principalmente em estradas. A suspensão da participação do Paraguai do Mercosul poderia implicar atrasos nessas obras. ”

    Observem que coloquei o CHILE e COLOMBIA com letras maiúsculas para chamar a atenção de que esses dois países são govenados, atualmente, pela direita.

    Pois é, Dona Michelle – A BESTA DESVAIRADA e Edu,

    os governos de direita também estão contra o golpe no Paraguai.

    E aí? Eles também são tiranetes?

  248. Michelle - A Besta Desvairada said

    Sonia

    Para entender melhor a história do Paraguay e Lugo sugiro a leitura:

    A guarânia do engano – Chiqui Avalos
    Lugo poderia emprestar seu nome e sua trajetória de vida política (e pessoal, também) ao mestre Borges e tornar-se uma das impressionantes personagens da “História Universal da Infâmia”.
    Um infame, não mais que isso!

    http://www.brasil247.com/pt/247/poder/66539/A-guar%C3%A2nia-do-engano.htm

    Chiqui Avalos é conhecido escritor e jornalista paraguaio. Combateu a ditadura de Stroessner e apoiou a candidatura de Fernando Lugo. É o editor de “Prensa Confidencial”, influente boletim digital editado no Paraguai

  249. Pax said

    A diferença entre as análises histéricas de um jornalista mentiroso de um lado e, de outro lado, outro mas mais afeto à realidade dos fatos, é gritante.

    http://noticias.r7.com/blogs/ricardo-kotscho/2012/06/26/cpi-mensalao-e-eleicoes-dilma-quer-distancia/

  250. Edu said

    Patriarca,

    É mesmo? A Dilma disse que não vai interferir? Então por que sai uma nota na imprensa sobre o governo brasileiro dizendo que foi golpe?

    Ahh, já sei! É o tipo de não-interferência petista! É daquele tipo de não intervenção que leva o Lula a se reunir com o Gilmar para não-interfererir no mensalão, né?

    E, caso vc não tenha entendido, este é o primeiro motivo pelo qual a Dilma, se fosse dotada de cautela política, não deveria se pronunciar.

    Deixa eu tentar ser mais claro:

    se pronunciar = ter interesse político = interferir

    Ou seja, quando ela se pronuncia sobre uma situação dessas, a comunidade internacional se pergunta: qual é o interesse econômico do Brasil no Paraguay? Será que o Brasil quer dar um jeitinho de explorar o Paraguay? Ou será que o Brasil precisa de algo que só o Paraguay tem, e que, dependendo do político lá, o Brasil prefere um em detrimento de outro?

    IDÊNTICO a uma opinião dos EUA sobre a política na Libia, que é igual interferência.

    Qual o risco? O risco é de que, sem informações suficientes, a Dilma esteja falando besteira, podendo afetar a economia brasileira.

    Então o que ela deveria fazer? Ficar quietinha no canto dela, até ela estar segura e munida de informações suficientes para falar qualquer coisa.

    Mas como a Dilma, a exemplo da latrina verbal que era o seu antecessor, gosta de meter o bedelho na política particular dos outros, ela tem que se pronunciar sobre as taxas de juros do banco europeu, ela tem que se pronunciar sobre as besteiras da Madame K. e, claro, como não podia deixar de ser, ela tem que se pronunciar sobre a política do Paraguay.

    Faça-me o favor Patriarca, e pelo menos aprenda com as aulas de interpretação que eu ando dando a vc: quem não quer interferir não se pronuncia.

    —X—

    Outra coisa: deixa eu te explicar algumas coisas que talvez vc não tenha entendido ainda:

    – A direitona é problema da direitona, quando eu disse que eu sou direitona?
    – O RA é problema do RA, nunca me pautei por ele, e também nunca disse que pensava como ele.
    – Se a América Latina acha que a Dilma deve dar a opinião, problema da América Latina!

    Em outras palavras, e sendo bem claro: se o RA acha que a Dilma tem que se pronunciar, eu acho que ele falou besteira! Simples assim.

    Nossa!!! Mas o cara é de direita e ele é capaz de pensar por si mesmo!

    Pois é: é justamente isso que a direita prega! Liberdade individual e liberdade de pensamento. Eu faço um uso bastante amplo desse direito.

    Vc gosta de liberdade? Então pq vc não usa e para de se deixar pautar pela Carta Capital, PHA, Brizola Neto, Kotscho, Sakamoto e adjacências?

    —X—

    E ainda: eu nunca disse que TODOS os governantes da América do Sul são tiranetes. Busque onde eu disse isso e faça um copy-paste.

    Caso contrário, peço que vc se retrate e pare de atribuir comentários a mim. Se vc não sabe atribuir, nem tente fazer.

    E se vc acha que sabe, vou te explicar uma outra coisa, já que vc não percebeu ainda: vc é horrível nisso.

    —X—

    E voltemos ao ponto: assim como não parece não ter havido tempo suficiente para avaliar quem matou os sem-terra, não houve tempo suficiente para avaliar se foi ou não golpe!

    Portanto: é RIDÍCULO qualquer um da América Latina afirmar qualquer coisa, seja sobre golpe ou seja sobre atuação legal.

  251. Michelle - A Besta Desvairada said

    edu.br

    Mais uma pérola…

    terça-feira, 26 de junho de 2012
    Uma nota sobre o Impeachment do Presidente do Paraguai
    Vamos deixar algo claro: não houve golpe de Estado no Paraguai. Os deputados e senadores paraguaios seguiram a Constituição. A Constituição paraguaia em momento algum foi alterada pelo legislativo para, as pressas, aprovar o impeachment do ex-presidente paraguaio. A suprema corte paraguaia não manifestou nenhum argumento contra a constitucionalidade do processo; o próprio advogado do ex-presidente admitiu que o rito legal seguiu a Constituição.

    A imprensa brasileira tem se apegado a um único argumento contra a legalidade do processo de impeachment: a velocidade do processo. Argumenta-se que o processo de impeachment durou apenas 30 horas. Tal argumento esta equivocado por dois motivos. Primeiro, a Constituição paraguaia permite o trâmite desse processo nesse tempo. Logo, dado que a Constituição foi respeitada, não há como se argumentar que houve golpe. Golpe é, por definição, o desrespeito as normas legais. Se as normas legais são respeitadas não há como se argumentar que houve golpe. Segundo, o argumento da imprensa se baseia na idéia errada de que algum deputado gritou impeachment!!! E 30 horas depois o presidente estava deposto. Nada disso!!! Um processo de impeachment não nasce do nada. Os deputados comentam, checam com suas bases. Conversam com as lideranças, verificam o humor dos senadores. Sonda-se a repercussão, estimam-se as possibilidades de vitória e os riscos políticos. Ora, desde a algum tempo o presidente paraguaio sabe de sua situação precária. Seus aliados sabiam do clima de insegurança e da deterioração das relações com o legislativo. Tempo para conversar, argumentar, e mudar não faltaram. O que faltou foi a disposição do ex-presidente seguir seu dever constitucional.

    Também devemos lembrar que um processo de impeachment é um processo político. É exatamente por isso que um ex-presidente do Brasil, Fernando Collor, perdeu seu cargo. Devemos lembrar que Collor foi inocentado na justiça, mas isso não impediu sua perda de mandato. Resumindo, o Brasil tem que cessar imediatamente com suas retaliações contra o Paraguai. Não houve golpe de Estado lá. Golpe de Estado ocorre na Venezuela, na Argentina, na Bolívia e no Equador, onde a Constituição tem sido sistematicamente alterada para permitir abusos do poder executivo.

    Números para terminar com o assunto: na Câmara, foram 76 votos a favor da instauração do processo de impeachment contra apenas 1 voto contrário – até mesmo parlamentares que integravam partidos da coalizão do governo votaram contra o ex-presidente paraguaio. No senado, 39 senadores votaram a favor do impeachment, 4 votaram contra e 2 se abstiveram. Não há como argumentar que uma minoria aplicou alguma manobra escusa para depor o ex-presidente.

    Diga-me com quem tu andas que te direi quem és… Canadá, Espanha, Alemanha e o Vaticano já reconheceram o novo governo paraguaio. Em contraposição, Venezuela, Argentina, Cuba, Bolívia e Equador já indicaram que não reconhecerão o novo governo do Paraguai. Os países que têm destruído suas respectivas constituições são os que gritam “golpe!”… os países que respeitam suas respectivas Cartas Magnas são os que admitem a legalidade do processo.
    Postado por Blog do Adolfo às 00:08

  252. Patriarca da Paciência said

    Tiro no pé é isso aí:

    “BRASÍLIA — O isolamento político e econômico do Paraguai, a ser definido na reunião de Mendoza, na Argentina, pelos líderes da União das Nações Sul-Americanas (Unasul), poderá atingir diretamente o Congresso paraguaio. Existe uma predisposição de brasileiros, argentinos e uruguaios a receberem oficialmente a Venezuela no Mercosul durante o encontro de cúpula. Responsável direto pelo impeachment relâmpago do ex-presidente Fernando Lugo, o Legislativo daquele país é o único do bloco que ainda não aprovou a entrada dos venezuelanos na união aduaneira. A parte final da sessão extraordinária da Organização dos Estados Americanos (OEA) nesta terça-feira virou uma troca de farpas entre o Paraguai e os demais sócios do Mercosul.

    Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/mundo/com-paraguai-isolado-venezuela-tem-chance-de-entrar-no-mercosul-5324885#ixzz1z03u2vh6
    © 1996 – 2012. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. ”

    http://oglobo.globo.com/mundo/com-paraguai-isolado-venezuela-tem-chance-de-entrar-no-mercosul-5324885

    A oligarquia paraguaia conseguiu, por muito tempo, barrar a entrada da Venezuela no Mercosul, graças ao espírto democrático dos demais membros que respeitavam a decisão paraguaia.

    Agora, com a quebra das regras pelo Paraguai, é quase certo que a Venezuela entrará para o Mercosul.

    E os coronéis paraguaios achavam que estavam sendo muito espertos!

  253. negativado said

    Wow, excellent web site structure! The length of time have you been running a blog to get? you’ve made blogging and site-building peek easy. The whole seem of your respective internet site will be wonderful, while beautifully as the written content!

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: