políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Demóstenes cassado

Posted by Pax em 11/07/2012

O Senado acabou de votar a cassação do mandato de Demóstenes Torres.

A política nacional fica um pouco melhor. Ainda falta muito, mas um passo à frente foi realizado.

(este post será complementado a posteriori, assim que o tempo permitir)

Atualização: Cassado, Demóstenes será substituído por ex-marido de mulher de Cachoeira

Luciana Lima – Repórter da Agência Brasil
Brasília – Por 56 votos a 19, o Senado aprovou hoje (11) a cassação do mandato do senador Demóstenes Torres. Houve cinco abstenções no processo de votação secreta. Assumirá o mandato de senador o primeiro suplente de Demóstenes, Wilder Pedro de Morais, que é ex-marido de Andressa Mendonça, atual mulher do empresário Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

Demóstenes foi condenado à perda de mandato pela acusação de ter se colocado a serviço da organização criminosa supostamente comandada por Cachoeira.

Assim que o resultado foi divulgado pelo painel do Senado, Demóstenes não esperou a proclamação pelo presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Ele se levantou, acompanhado de seu advogado, e seguiu para elevador privativo que o levou até a saída do Senado. Sem dar entrevista, Demóstenes entrou no carro de deixou a Casa.
Antes, em seu discurso de defesa, Demóstenes Torres se disse vítima da imprensa e atacou o relator do seu processo no Conselho de Ética, senador Humberto Costa (PT-PE).

Demóstenes reclamou de ter sido chamado de “braço político” e de “despachante de luxo” de Carlinhos Cachoeira, acusado pela Polícia Federal de comandar uma organização criminosa com a participação de políticos e empresários. “Fui moído, triturado, achacado na minha dignidade”, reclamou o senador. “Fui chamado de despachante de luxo, braço político. Como é que eu vou me defender disso, se é como acusar a mulher de vagabunda. Tudo que ela disser vão dizer que ela está equivocada.”

Demóstenes lembrou que, em 2004, a Polícia Federal realizou a Operação Vampiro que investigou fraudes em compra de medicamentos, época em que Humberto Costa era ministro da Saúde.

Ele também negou ter mentido no plenário do Senado ao se defender das denúncias. “Eu não menti aqui. Eu tenho a conduta parlamentar impecável. Quantas vezes eu procurei um senador aqui para pedir qualquer favor para Carlinhos Cachoeira?”, questionou Demóstenes.

O senador disse ainda que está sendo visto como um “bode expiatório”. “Querem me pegar porque vai ficar mal para a imagem do Senado”, destacou Demóstenes. O senador repetiu que a mentira não configura quebra de decoro parlamentar. “Eu não menti, mas mentir não é quebra de decoro. Um senador não pode ser julgado pelo que fala na tribuna porque senão não sobra ninguém”, atacou Demóstenes.

Antes do discurso de Demóstenes, o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro ocupou por 15 minutos a tribuna do Senado. Ele defendeu que Demóstenes foi alvo de uma campanha difamatória e que é acusado por gravações que foram feitas de forma ilegal pela Polícia Federal. Além disso, de acordo com o advogado, os vazamentos criminosos das gravações ocorreram com o objetivo de provocar um prejulgamento tanto na Justiça quanto no Senado.
“Estamos aqui para falar da vida de um senador que foi submetido a gravações iligais”, disse o advogado. “Foram três anos um senador da República gravado indevidamente, ilegalmente”, enfatizou.

O advogado apelou para que os senadores esperassem o julgamento na Justiça para depois decidir sobre o mandato de Demóstenes. “Lá [no julgamento na Justiça] teremos o conforto da Constituição”, disse o advogado. “A vida dá, nega e tira”, ressaltou.

Almeida Castro também defendeu que a vontade dos eleitores de Demóstenes deveria ser respeitada pelos senadores. “Mais de 2 milhões de eleitores trouxeram para cá o senador Demóstenes Torres”, disse o advogado.

Anúncios

64 Respostas to “Demóstenes cassado”

  1. Jorge Sá said

    Realmente, a política ficou um pouco mais aliviada, com menos um no meio, falta muito ainda para ser completo a limpeza, esperamos que um dia a glória de DEUS possar reinar no meio político e com isto toda esta corja possam sumir e viveremos em paz.

  2. Michelle - A Besta Desvairada said

    Enquanto isso…o PT apodrece

    Política
    Que sindicalismo é esse?, por Bruno Lima Rocha

    Ainda estou boquiaberto com a declaração do presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), o bancário Vagner Freitas, de que a central poderia mobilizar-se pela garantia de um julgamento “técnico” dos réus do Mensalão.

    Pouco tempo atrás publiquei um texto comparando a famigerada foto de Lula abraçado a Maluf como um atentado a memória dos contemporâneos de Luiz Inácio nas lutas históricas do ABC. Cheguei a afirmar ser o registro do pragmatismo político um segundo assassinato de Santo Dias, por sinal morto pela polícia militar então comandada pelo arenista hoje mui apreciado parlamentar federal.

    Como tudo o que está ruim ainda pode piorar, agora cai por terra – talvez definitivamente – o último suspiro de independência de classe de uma central sindical que nascera durante a Conferência Nacional da Classe Trabalhadora (Conclat) de 1981, vindo a se constituir como o elo de força dos então autênticos em 1983.

    Ao contrário dos analistas midiaticamente consagrados, não reclamo jamais quando os sindicatos detêm poder de barganha, organizam milhões e operam como panela de pressão na garantia dos direitos econômicos e sociais da maioria.

    Justo ao inverso, enervo-me (e muito) ao ver o pouco de cultura de antagonismo que restara ser jogado fora por um jogo de pressões mal resolvido, entre as correntes político-sindicais que operam entre CUT e PT e a falta de correspondência no exercício do Poder Executivo em função do bloco governista.

    Ou seja, qualquer pessoa com um mínimo de identidade militante considerará intolerável atirar no lixo o poder simbólico e os recursos da classe justamente para defender os líderes políticos que pactuaram com antigos inimigos para garantir a tal da governabilidade a todo preço (literalmente).

    Não foi esta a primeira aproximação das bases cutistas para defender o governo de centro-esquerda “em disputa”.

    Em 2005 saíram com timidez para as ruas, simultaneamente ao inesquecível depoimento de Duda Mendonça.

    Se na época já não pegou bem, sete anos depois a imagem é ainda pior. Se o país mudou parcialmente para melhor – pagando o preço de compor forças com banqueiros, oligarcas, latifundiários e grandes empreiteiras – as seis centrais sindicais existentes pouco ou nada arrancaram de conquistas neste período.

    Infelizmente o movimento sindical brasileiro tem de ser reinventado, renascendo bem longe de subordinações político-partidárias. Por mais “criativos” que sejam alguns dirigentes, discursos vazios se esgotam diante destas evidências.

    Bruno Lima Rocha é cientista político

  3. HREMENEGILDO COELHO said

    COMO A JUSTIÇA DE DEUS NUNCA FALHA, CHEGOU A VEZ DE UM CORRUPTO,ESPERO QUE NAO SEJA SO DE BODE ESPIATORIO PARA ENCOBRIR A CAMBADA QUE ESTA NESTE ESCANDALO, E MUITOS OUTRO QUE ESTAO AINDA IMPUNES,DESDE OS MUNICIPIOS EN TODO BRASIL ATE A CAPITAL FEDERAL, QUE ENVERGONHAN OS BRASELEIROS.SETE DE OUTUBRO ESTA CHEGANDO,MELHOR PENSARMOS BEM QUEN ELEGEREMOS,OU IRA COTINUAR TUDO COMO ESTA.GOD BLESS O BRAZIL.

  4. Pedro said

    Parece praga bíblica ou sacanagem de algum frequentador do blog, só porque escrevi, no outro post, pra não colocar Deus no meio desta CPI , aparecem dois “devotos”, falando em justiça divina. :-)

    …………..

    Edu, “sou ateu, graças a Deus”

    Boa kkkkkkkkkkkkk

    ………………

    Nem o mais maluco roteirista de “holiudi” sem filtro, imaginaria um roteiro deste:

    (Cassado, Demóstenes será substituído por ex-marido de mulher de Cachoeira)

    Será que o corno, aceitará a vagaba de volta. Depois que ela se tocar que o bicheiro tá preso e phudido, e o ex-manso agora é senador?
    …………..

    Pax, se achar que a linguagem tá pesada e cortar o comentário, tá de boa.

  5. Zbigniew said

    E teve gente que ainda teve pena dessa figura. Esperemos o dia em que a cassação seja a menor das penas. Os corruptos deviam ir todos para a cadeia.

    (…) Demóstenes não soube cair de pé. No final do seu discurso, foi duas vezes ingrato. Primeiro rifou o parceiro Carlinhos Cachoeira e depois se queixou da imprensa _ justamente as duas entidades que tanto o ajudaram a se tornar o paladino da ética, o maior e o último dos homens públicos honestos na República.

    Foram três horas que vão ficar na história das nossas instituições democráticas. O Senado Federal lavou a alma e a sociedade brasileira ressuscitou por alguns instantes velhas esperanças de um dia poder viver num Brasil mais decente e mais justo.”

    http://noticias.r7.com/blogs/ricardo-kotscho/2012/07/11/e-ainda-restam-19-demostenes-no-senado/

  6. Edu said

    Deveria ser mandado um clipping para todos os eleitores do Demóstenes com todas as notícias, sobre tudo o que se passou, desde o início até a cassação dele.

    O povo precisa aprender a avaliar bem direitinho seus representantes, antes de “sentar o dedo nessa porra” diante de uma urna.

  7. Edu said

    Esse ponto de vista tbm me parece interessante:

    http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2012/07/12/para-nao-ser-esfolado-senado-esfola-demostenes-por-ricardo-noblat-455040.asp

  8. Jose Mario HRP said

    O senado e a câmara são ninho de cobras!
    Praticamente todos alé são de certa forma réus em potencial.
    Mas vejam que situação em que está a arrogante velha nação:
    http://www.cartamaior.com.br/templates/postMostrar.cfm?blog_id=6&post_id=1030

  9. Edu said

    HRP,

    Eu avisei trocentas vezes que a esquerda passa a mão na cabeça de todo mundo: reduz impostos, dá seguro-desemprego em valores altíssimos, vários tipos de ajuda de custo, menos horas de trabalho, décimo terceiro e décimo quarto salários garantidos pelo governo, etc.

    Faz tempo que eu comento aqui que o déficit fiscal provocado por esses benefícios esquerdistas uma hora cobram a conta, e que alguém tem que assumir a responsabilidade de limpar a sujeira feita.

    Pois é, normalmente quem limpa a sujeira é a direita. É o que está acontecendo na Espanha.

    E a França será a próxima.

    Vamos ver como a França vai se sair dessa, o Hollande, esquerdista tá com a corda no pescoço. Inventou de socializar a dívida com a Alemanha, que sempre tomou muito cuidado com o déficit fiscal. Se essa idéia do Hollande não vingar, ele terá problemas…

  10. Jose Mario HRP said

    Conversinha neoliberal ehin?

  11. Edu said

    HRP,

    Cara, não é neoliberal, é o que aconteceu… faz anos que a Europa vem sendo governada por partidos social-democratas.

    Aí está o resultado das políticas social-democratas.

    Mas já que vc acha que é papinho neoliberal, explique-me como Keynes resolveria o problema…

  12. Jose Mario HRP said

    Edu, antes dos socialistas perderem a ultima eleição eles haviam chegado ao poder sucedendo a Aznar que governou a Espanha por N anos e só saiu porque houve aquela coisa toda de terrorismo e Afeganistão.
    Ele Aznar comandou a espanha na farra de gastos, construindo e investindo em coisas desnecessárias.
    Esqueceu dele?
    O escandalo imobiliário da “Riviera” espanhola fui um entre muitos daquela época.

  13. Edu said

    HRP,

    Do que sei, o Aznar investiu pesado na criação de emprego, e foi bem sucedido nisso.

    Teve o lance do iraque e, se não estou enganado, teve um problema com os sindicatos em um episódio de greve geral.

    Mas no geral, ele deixou a Espanha com mais emprego.

    Depois veio o Zapatero, que começou a gastar no social, dá-lhe progressismo!

    Aí veio a crise de 2008 e as propostas econômicas que ele tinha feito não deram muito certo. Voltou atrás, inclusive cedendo à uma agenda neo-liberal de diminuir o déficit fiscal. Porém ele abriu mão de apenas parte dos benefícios sociais. Não deu certo, perdeu apoio político e agora retorna a direita.

    E cá estamos, a ver a Espanha, vencedora da Copa e da Eurocopa, vendendo o almoço pra comprar a janta.

  14. Jose Mario HRP said

    Bem, sei entrar em polemica, consulta aí a net e ve a gastança desnecessária do Aznar, as obras inúteir e o porque os bancos estão descapitalizados( não foi culpa do socialista não) e o porque do endividamento excessivo que se acumulou nas duas ultimas décadas nas finanças da Espanha.
    O socialista nem teve tempo para gastar porque nem havia mais dinheiro……..

  15. Zbigniew said

    Sobre a questão do Paraguai e ingresso da Venezuela no Mercosul uma análise do Samuel Pinheiro Guimarães:

    “(…)
    20. Em 2003, o processo de impedimento contra o Presidente Macchi, que não foi aprovado, levou cerca de 3 meses enquanto o processo contra Fernando Lugo foi iniciado e encerrado em cerca de 36 horas. O pedido de revisão de constitucionalidade apresentado pelo Presidente Lugo junto à Corte Suprema de Justiça do Paraguai sequer foi examinado, tendo sido rejeitado in limine.

    21. O processo de impedimento do Presidente Fernando Lugo foi considerado golpe por todos os Estados da América do Sul e de acordo com o Compromisso Democrático do Mercosul o Paraguai foi suspenso da Unasur e do Mercosul, sem que os neogolpistas manifestassem qualquer consideração pelas gestões dos Chanceleres da UNASUR, que receberam, aliás, com arrogância.

    22. Em consequência da suspensão paraguaia, foi possível e legal para os governos da Argentina, do Brasil e do Uruguai aprovarem o ingresso da Venezuela no Mercosul a partir de 31 de julho próximo. Acontecimento que nem os neogolpistas nem seus admiradores mais fervorosos – EUA, Espanha, Vaticano, Alemanha, os primeiros a reconhecer o governo ilegal de Franco – parecem ter previsto.

    23. Diante desta evolução inesperada, toda a imprensa conservadora dos três países, e a do Paraguai, e os líderes e partidos conservadores da região, partiram em socorro dos neogolpistas com toda sorte de argumentos, proclamando a ilegalidade da suspensão do Paraguai (e, portanto, afirmando a legalidade do golpe) e a inclusão da Venezuela, já que a suspensão do Paraguai teria sido ilegal.
    (…)”

    http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=20570

  16. Jose Mario HRP said

    O problema da falta de memória da nossa midia em relação ao Paraguai me dá a entender que ela está a sofrer de mal de Alzheimer!
    TÔ certo ou TÔ errado?

  17. Zbigniew said

    Digamos que a falta de memória se acentua quando determinadas autoridades estão envolvidas:

    “Marcio Sotelo Felippe: “Uma demonstração inequívoca de que a mídia tem lado e blinda, mesmo, as autoridades paulistas”

    por Conceição Lemes

    Na segunda quinzena de junho, duas graves denúncias foram feitas sobre a desocupação violenta do Pinheirinho, em São José dos Campos (SJC-SP), em 22 de janeiro de 2012. Curiosamente, nada na mídia até hoje. É como se não tivessem acontecido.

    A primeira denúncia, no dia 19 de junho, foi a Reclamação Disciplinar ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra cinco autoridades do Judiciário paulista: Ivan Sartori, presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP); Cândido Além, desembargador TJ-SP; Rodrigo Capez, juiz assessor da presidência do TJ-SP; Marcia Faria Mathey Loureiro, juíza da 6ª Vara Cível de São José dos Campos; e Luiz Beethoven Giffoni Ferreira, juiz da 18ª Vara Cível do Fórum Central João Mendes Júnior, em SP.

    Assinada por advogados, ex-moradores e movimentos de direitos humanos, ela pede apuração das irregularidades do procedimento judicial.

    A segunda denúncia, divulgada no dia 22 de junho, foi dirigida à Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA) Além dos cinco membros do Judiciário já denunciados ao CNJ, ela incrimina também o governador Geraldo Alckmin, o prefeito Eduardo Cury e o coronel da Polícia Militar Manoel Messias, comandante da operação policial. Acusação: violação de direitos humanos.
    (…)”

    http://www.viomundo.com.br/denuncias/marcio-sotelo-felippe-nenhuma-noticia-sobre-as-denuncias-a-oea-e-ao-cnj-saiu-na-grande-imprensa.html

  18. Jose Mario HRP said

    Dessas coisas aí relacionadas pelo Zbigniew a que mais pode dar certo é a ida ao CNJ!
    Mesmo o TJ paulista treme quando a inspeção do CNJ passa a tuar em algum dos dept do Tribunal paulista!
    Mas a que deveria ser mais responsabilidade pelos crimes contra a humanidade no Pinheirinho, é a juiza Marcia Fari Mathey e o Capez, este , que tripudiou , no diua da desocupação , das pessoas que choravam e tremiam de medo sob a truculencia do tacão da PM bandida de São Paulo.
    Gostaria de ver os dois punidos e desqualificados e expostos a execração pública.

  19. Zbigniew said

    Aliás, em muitos aspectos a imprensa é bem seletiva. Neste caso do Paraguai então ela chega a ser mentirosa ao assumir versões como a da Procuradora do Paraguai, Estella Marys Cano, que editou um vídeo com o chanceler venezuelano e militares paraguaios, vídeo este desementido por uma versão mais, digamos, completa e postado aqui mesmo por um dos comentaristas.

    “Inquérito no Paraguai desmente acusação contra Venezuela

    Eduardo Guimarães

    A mídia mundial foi tomada, de ponta a ponta, pela acusação da ministra da defesa do Paraguai, María Liz García, de que o chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, teria se reunido secretamente com chefes militares paraguaios para fomentar um levante das forças armadas do país contra a deposição relâmpago do ex-presidente Fernando Lugo.

    A acusação gerou uma investigação pela procuradora do Paraguai Estella Marys Cano, que chamou às falas os militares que se reuniram com o diplomata Venezuelano e, depois se soube – mas só pela blogosfera –, com os dos outros países da missão da Unasul que foi àquele país ponderar com o congresso sobre a destituição açodada do presidente constitucional.

    A procuradora Marys Cano divulgou o resultado das investigações. Disse que o chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, não instou militares do país a se sublevar contra a queda de Lugo no dia do impeachment. Segundo Cano, que ouviu os militares, Maduro fez uma “advertência” a respeito das sanções a que o Paraguai poderia ser submetido.
    (…)”

    http://www.blogdacidadania.com.br/2012/07/inquerito-no-paraguai-desmente-acusacao-contra-venezuela/

    Há, mas esqueci que estes blogs (fontes) não valem nada. O que vale são os blogs dos mervais, mirians, azevedos e quetais da vida.

  20. Jose Mario HRP said

    Não é o Paragaui masa a Bolivia que vem ao Brasil peitar a nossa queridinha Veja!
    E noissos politicos batendo os joelhos de medo dela!

    http://www.defesanet.com.br/al/noticia/6729/Novo-embaixador-boliviano-no-Brasil-defendera-pais-da-revista–Veja-

  21. Edu said

    HRP,

    Dei uma olhada, pelo que eu entendi, o Aznar investiu bastante em infraestrutura e construção, que impactam sim no déficit fiscal, porém, o investimento dele tinha um objetivo claro, com um resultado alcançado. Estes investimentos fizeram o país se mover, reduzindo a taxa de desemprego de 25% para 11% entre 1996 e 2004.

    No entanto, mesmo com estes gastos do governo, o Aznar conseguiu o menor déficit fiscal da Europa no período.

    Sobre os gastos públicos:

    http://www.minhap.gob.es/es-ES/Estadistica%20e%20Informes/Presupuesto%20y%20cuentas%20publicas/Paginas/presupuesto.aspx

    Não estou colocando os links diretos porque levam a arquivos em pdf.

    Peguei os dados e fiz umas contas:

    Vc verá que:

    – A média do déficit (ingresos – gastos) no período de 2001 a 2004 é de -38 milhões de euros
    – A média do déficit (ingresos – gastos) no período de 2005 a 2010 é de -61 milhões de euros

    Então, para começo de conversa, o Zapatero dobrou o déficit anual, a gastança foi do Zapatero.

    – Um dado interessante, do que eu vi, foi que entre 2004 e 2007 o desemprego chegou a cair, porém, quando olhamos os gastos do governo com pensões, e desemprego, a conta aumenta quase 30% e quase 50% respectivamente, indicando que a geração de emprego provocada pelo Aznar não foi sustentada pelo Zapatero.

    Então, as políticas progressistas do Zapatero foram um fiasco: arrecadaram um pouco mais, porém, além de não compensarem os gastos do governo, ainda se mostraram ineficientes em manter do nível de emprego no médio prazo.

    – Quando olhamos os incentivos governamentais pra indústria, agricultura, turismo e comércio, vemos que o Zapatero praticamente não alterou os gastos do governo nestas áreas. Em contra partida, ele aumentou os gastos do governo no que eles chamam de “investigación, desarrollo e innovación”, que foi uma marca da política do Zapatero. Assim como os investimentos em infraestrutura (que impactam no déficit fiscal, como já dito acima).

    Ou seja, do ponto de vista de controle de gastos, o Zapatero foi mal.

    Além disso, do que eu li, a crise bancária da Espanha está associada aos incentivos do governo para a COMPRA de habitação, realizados no governo Zapatero, e não associada ao incentivo para a CONSTRUÇÃO, realizadas no governo Aznar.

    Sobre este último, posso estar errado, preciso de ajuda para buscar mais informações sobre isso…

    De qualquer modo, o exposto deixa claro de onde vem o problema do aumento do déficit espanhol e quem foi o governo gastador e irresponsável em nome do progressismo.

  22. Edu said

    Zbig e HRP,

    Sobre o # 15, na verdade, a aceleração do processo de impeachment só quer dizer que eles estão ficando mais experientes nisso.

    É claro que há uma diferença muito grande entre 3 meses para uma defesa e 36 horas.

    Por algum motivo muito estranho, ninguém fala sobre as evidências apresentadas na ACUSAÇÃO e a contundência das mesmas em cada um dos casos.

    A esquerda é boa pra fazer o processo democrático a seu modo:

    A maior prova disso é o Chavez, que, com mais de 40% de abstenção nas urnas, aceita como democrática a votação que aprovava os referendos feitos por ele.

    A exemplo disso o que a esquerda latinoamericana faz? Tem um membro que vota contra, pra que convencer o membro a votar a favor se agora temos argumentos suficientes para invalidar o voto dele?

    Resultado: enforcam o direito democrático do Paraguai de participar, e tomam uma decisão de inclusão da Venezuela às pressas.

    Parabéns para a democracia esquerdista. Vcs estão ficando mto bons nisso!

    Eu estou com a consciência tranquila: o povo está vendo… Dilma dando as mãos a Chavez, Lula dando as mãos a Maluf!

  23. Edu said

    Lula, o maior brasileiro do mundo.

    Com a palavra, cientista político e, obviamente, reacionário, boçal, direitoba, reaça e golpista, Moisés Naím, venezuelano.

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/moisesnaim/1119515-para-que-serve-um-ex-presidente.shtml

  24. Edu said

    Pax,

    Tem um comentário que eu fiz que foi bloqueado, peço, por favor, que desbloqueie, caso acredite que ele não esteja contra as regras do blog.

    (acho que é pq eu coloquei mais de 2 links nele e publiquei em sequência a outros comentários)

  25. Edu said

    HRP e Zbig,

    Não precisam acreditar não, podem ignorar, mas, gostaria de reforçar meus comentários:

    http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,posicao-do-brasil-em-favor-de-sancoes-contra-paraguai-pode-ser-contraditoria,899755,0.htm

  26. Michelle - A Besta Desvairada said

    edu.br

    Posts de primeira qualidade desde o #21
    Aguardamos o #24
    Obrigada pela aula.

  27. Michelle - A Besta Desvairada said

    13/07/2012 – 15h48
    O Pibinho e as criancinhas – Clóvis Rossi

    Concordo inteiramente com a presidente Dilma Rousseff quando ela diz que um país deve ser medido não pelo seu PIB (Produto Interno Bruto, medida de tudo o que produz), mas pelo que faz “para suas crianças e adolescentes”.

    Pena que, medido por esse metro, o Brasil seja um dos mais redondos fracassos da história.

    Começa pela vergonhosa 87ª posição no Índice de Desenvolvimento Humano das Nações Unidas, absurdamente incompatível com a muito cacarejada sexta colocação no ranking de PIBs.

    Desnecessário lembrar que o IDH, como pede Dilma, mede riquezas (em educação e saúde, por exemplo) que vão muito além da riqueza física. Aliás, sempre que saem ranking globais na área social, o Brasil passa vergonha.

    Espicaçado pelo metro desejado pela presidente, fui comparar alguns indicadores específicos para crianças/adolescentes. Utilizei, para ganhar tempo, um aplicativo para IPad que lista “Indicadores Globais de Desenvolvimento” e permite comparações com outros países, quase todos os do mundo.

    Desprezei as comparações com países desenvolvidos nas quais o Brasil leva uma surra de dar vergonha, como todo mundo sabe. Procurei apenas os vizinhos, cujos PIBs são bem inferiores ao do Brasil.

    Exemplo talvez mais gritante: o Chile, cujo PIB é um décimo do brasileiro. Não obstante, uma criança que nasça no Chile tem a expectativa de viver 79 anos, ao passo que no Brasil a expectativa fica em 73 anos.

    Pulemos para desnutrição: no Chile, apenas 0,5% das crianças abaixo de cinco anos estão com peso abaixo do normal. No Brasil, a porcentagem é quatro vezes maior (2,2%).

    Um dos grandes fatores de pobreza e marginalização social, como todo mundo sabe, é a porcentagem de adolescentes (15 a 19 anos) que têm filhos, em geral mães solteiras. No Brasil, 76 de cada mil adolescentes nessa faixa etária têm filho, número que cai para apenas 57 no Chile.

    O desnível se dá também no consumo: os 20% mais pobres entre os chilenos respondem por 4,3% do consumo do país. No Brasil, essa camada social consome apenas 2,8% do total. Aliás, até no Paraguai, os 20% mais pobres consomem mais do que seus parceiros brasileiros de miséria.

    Depois de olhar os números do Chile, até desisti de comparar o Brasil com a segunda economia da América do Sul, a da Argentina.

    Mesmo tendo passado, no período 1999/2002, por uma retração econômica desconhecida em qualquer país em tempos de paz, os indicadores argentinos superam com folga os do Brasil.

    Portanto, cara presidente, ou o Brasil volta a usar o metro do PIB, com o que continuará sendo emergente, ou você terá muito trabalho para tirar o país do fundão do mundo em matéria de indicadores sociais.

  28. Jose Mario HRP said

    Agora vemos a conversa financista aparecer, mas pelo tempo “em serviço” Aznar deixou o país no caminho disso aí que vemos:
    O socialistas só não conseguiu barrar a avalanche.
    Agora esse outro diretistas está fazendo o “terra arrazada”!
    O socialista mal governou, Aznar deitou em berço esplândido por longo tempo e deixou herança maldita!

  29. Jose Mario HRP said

    http://blogdomello.blogspot.com.br/2012/07/deputada-comemora-reducao-do-auxilio.html

    Essa é a situação da Espanha na mão da direita!
    Já tiveram o Aznar que a faliu mas escondeu, agora essa menina malcriada!
    Santos Deus, e nós reclamando do Demóstenes!

  30. Jose Mario HRP said

    Caros Zbig e Patriarca, por dar uma olhada nesse post do “Quintus” que tem muita coisa a ensinar e mostrar na nossa politica e por que não em ética deformada:

    http://movv.org/2012/06/19/em-portugal-mandam-passos-coelho-vitor-gaspar-miguel-relvas-acima-dessa-trindade-e-mais-que-eles-mandam-a-senhora-merkel-e-o-parlamento-alemao-cavaco-nao-manda-rigorosamente-nada/

  31. Patriarca da Paciência said

    Especialmente para o Edu, Marcelo, Chesterton, BESTA DESVAIRADA e outros direitobas:

    Um reconhecimento de culpa do povão:

    “Em 14 de julho de 1789, há exatos 223 anos, uma horda horrenda e mal cheirosa de famélicos, uma malta do populacho ignorante dirigida por subversivos comunistas, atacou de forma brutal e injustificada a bela fortaleza-prisão da Bastilha, onde costumava ser punida a gentalha má, perversa e preguisosa que vivia de favores e de pequenos furtos, apenas porque passavam fome não tendo pão para comer, uma vez que não seguiram o conselho da bondosa rainha para se alimentarem com brioches.

    Até essa triste data o mundo era um édem, um verdadeiro paraíso onde as pessoas viviam em perfeita harmonia, as pessoas da nobreza, instruídas, de família, de bens, de berço d’oiro e sangue bleu, com a administração de seus feudos e posses, com o usufruto das coisas boas e finas, com suas aprazíveis viagens, e umas guerrinhas vez em quando para animar a festa e diminuir o número de miseráveis, enquanto a plebe ignara levava sua vidinha boa e obediente com trabalho, trabalho e trabalho em sua curta e feliz existência, o que mais poderia querer essa gentalha?

    Mas não!

    Esses inocentes úteis, que não tinham onde cair mortos, ouviram o canto da sereia feito por subversivos bolcheviques e se levantaram acintosamente contra o probo Rei Sol e a inocente e amável Noblesse, em um movimento espúrio séculos depois ainda conhecido como a terrível Revolução Francesa, o pecado original.

    Três anos depois passaram o rei e sua bondosa rainha na guilhotina, isso apenas porque eles estavam fungindo de encontro a tropas imperiais da Prússia, para invadir a França, exterminar a pobreza e retomar o poder!

    Daí esse caos que o mundo se encontra, o fim do feudalismo, do sacro poder da realeza, da piedosa inquisição, da santa igreja, representou um duro golpe para as instituições dos homens bons e mulheres boas, permitindo que a gentalha assumisse o poder mediante a introdução do voto popular – um escárnio – em eleições cujo resultado já se sabe: a maioria sai vencedora, essa aberração é certamente um castigo divino para tanta barbárie e desobediência aos santos valores cristãos e da hierarquia eclesiástica, demoramos séculos para aprender a manipulação das massas e o controle da mente, de modo a conter a multidão de seres inferiores.”

    ( blog do Professor Hariovaldo)

  32. Patriarca da Paciência said

    O Link do blog do professor Hariovaldo:

    http://www.hariovaldo.com.br/site/2012/07/14/14-de-julho-um-triste-dia-para-os-bons-homens-de-bem/

  33. Zbigniew said

    Edu,

    a abstenção também faz parte do processo democrático. Ninguém deveria ser obrigado a votar. No Brasil é a mesma coisa, com a diferença que aqui paga-se uma multa irrisória pela ausência. O Brasil é menos democrático por isso? E a Venezuela? Nos EUA o voto não é obrigatório, e o sistema alterna-se entre dois partidos há muito tempo. Verdade que lá não existe apenas um personagem que se mantém no poder por um longo período, mas não é preciso. As corporações e os diversos clusters mantém seus gerentes no poder com fidelidade canina (isso sempre me remente à figura da Merkel) e o povo nem reclama tanto, já que vive numa sociedade mais rica e igual. É bom lembrar que na eleição presidencial de 2008 o índice de abstenção foi de 37% e nem por isso as eleições foram consideradas ilegítimas. Aliás, a forma como o Bush conseguiu o seu segundo mandato, essa sim foi de um caráter democrático sem igual. E aí? Quem foi menos democrático? Os EUA do segundo mandato do Bush ou a Venezuela do Chavez?

    Falta aos que acusam o Chavez com tanta veemência um argumento sólido que configure aquele país como uma ditadura. Na verade essas pessoas não vão com a cara do caudilho.

    Ele é falastrão, galhofeiro, tá armando a Venezuela com produto russo, é chegado ao Irã e substituiu a Rússia na posição de provedora de Cuba. Só isso é suficiente para transformar o cara num demônio para a imprensa tupiniquim. Alguns chamam de democracia frágil. Sim, talvez democracias frágeis onde ainda é possível tentativas de golpes, como ocorreu lá mesmo na Venezuela. O Paraguai e Honduras são exemplos desse tipo de democracia. Não falo nem da convergência de forças que apoiam os mandatários, porque por aí entende-se bem o porquê dos golpes. Mas dos mecanismos utilizados para justificá-los. Em democracias mais robustas no sentido da complexidade de suas instituições e o grau de independência, esse tipo de descarte jamais seria aceito porque pelo menos o direito de defesa é preservado (o que não ocorreu no Paraguai). Aliás aqui no Brasil é um dos instrumentos pelo quais o sistema se utiliza para perpetuar a corrupção e a impunidade, com a complacência do Judiciário.

    Só mais uma coisinha: as acusações contra o Lugo, segundo a “jurisprudência” paraguaia, foram suficientes para afastá-lo. Mas discutiu-se essas acusações? Eram procedentes? Como, se o Lugo não teve direito à defesa?

    Mas aí é o seguinte: o cara era padre, teve filho adoidado, pegou câncer, não conseguiu uma base de apoio sólida no parlamento do país e, ao mandar reprimir manifestaões campesinas teve que responder pelos excessos.

    Bicho, o Lugo caiu porque a elite não suportava ele e porque o Paraguai é uma democracia de quinta. Só por isso.

  34. Zbigniew said

    Pois é HRP,

    se um povo e sua elite se dobram, vão virar um “clubmed” como o próprio texto diz. Portugal é pequeno, mas a Coréia também o é. A despeito de terem quase a mesma área geográfica as semelhanças param por aí.

    Aqui nós nos aproximamos muito dessa postura toda vez que assumimos o nosso complexo de vira-latas, aquele que diz que nossos “pais” do norte é que nasceram para brilhar e que nós receberíamos as migalhas por gravidade. Não fosse uma nova visão com todos os seus erros e defeitos os nossos pais do norte estariam vindo aqui para usufruir de um enorme clubmed, o que seria uma vergonha para um país como o Brasil.

  35. Jose Mario HRP said

    Está certo que é o Collor mas ele só diz verdades e uma verdadeira bomba!
    Sensacional!
    Para todos!

  36. Zbigniew said

    Aliás, sobre a Venezuela é sempre bom termos outras fontes que não as “oficiais” consideradas como as mais confiáveis. Esse cacoete típico do provincianismo tupiniquim de só dar credibilidade a informações que venham de agências de notícias e outros meios de comunicação considerados tradicionais reflete muito em outra área de nossa civilização, qual seja, a linguagem. Já repararam que nossa elite gosta de dar crediblidade a empreendimentos e afirmações através de expressões estrangeiras, principalmente se for em inglês? Assim nossas crianças brincarão nos espaços kids dos condomínios de luxo enquanto as madames aproveitarão liquidações em lojas granfinas de shoppings com ofertas a 50% off (se for descontão não passam nem perto). E na defesa do purismo de tal provincianismo farão chacota com a tentativa da ralé em abrasileirar tais expressões ao nominar seus filhos como “greiciquélis”, “máiquisuels” e “uóchintons” da vida.
    Mesmo assim dêem uma olhada nesse documentário sobre o golpe na Venezuela em 2002. Ali se faz uma abordagem sobre os fatos ocorridos na Puente Llaguno e como se tentou colocar a culpa das mortes perpetradas nas costas do Chavez. Repito, o Chavez não é nemhum santo, mas o que ali foi feito é crime contra a humanidade. Tudo bem, tudo bem, não é uma Globo ou uma Veja (templos da credibilidade), mas é interessante, senão a título de curiosidade.

    As outras partes:

    Parte 2

    Parte 3

    Parte 4

    Parte 5

    Parte 6

    Parte 7

  37. Pax said

    Prezados,

    Estou envolvido em uma questão que envolve um Parque Nacional, uma comunidade e vários interesses, alguns, inclusive, muito escusos, problemáticos. Neste momento aproveito 48h de folga, em casa, para amanhã pegar a estrada novamente. São momentos complicados, mas que tenho orgulho de participar. Minhas coisas pessoais estão largadas, porém o blog está vivo por conta de vocês, fiéis democratas que debatem e alimentam este espaço muito brilhantemente e que só posso agradecer.

    Tentarei manter o blog atualizado, sabendo que muita coisa cairá do caminhão nestes próximos tempos. Infelizmente não participo do debate aqui, para produzir um outro que também interessa.

    Fico constrangido de colocar este meu outro envolvimento neste blog mas penso em trazer esta história para vocês, assim que tiver um tempo de me organizar.

    Por enquanto, do que vi por aí, o que mais nos interessa é essa notícia do Josias de Souza:

    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2012/07/15/mp-investiga-kassab-por-propina-de-shoppings/

    É uma bomba que precisa ser desarmada, sim. Se o Kassab ora articula com o PT e ora articula com o PSDB, que ele seja conhecido a fundo.

    Se for honesto, ótimo, mas.. e se não for?

  38. Pedro said

    Pax, não é por nada não, mas conhecer o Kassab a fundo, pode pegar mal :-)

    Brincadeiras a parte, este Kassab é um mistério mesmo.

    A atuação dele deixa bem claro, a sopa de letras que se tornou a politica nacional.

    Esta conversa de esquerda/direita fica até ridícula diante do que estamos vendo. É um tal de salve-se quem puder, e que venham a mim as “criancinhas”.

    Criancinhas são os eleitores. Pelo menos é assim que estamos sendo tratados. Olha, tá difícil acompanhar a política. Fizeram uma miscelania tão grande de leis, que no final a decisão de quem vai ser eleito, vai ser do Juiz.

    Saiu o Marqueteiro e entrou o advogado. E da-lhe impugnação.

    A mistura é tão grande que até o HRP, que me parece ser bem partidário, anda dizendo que o Collor só diz verdades. Gezuis! Só falta combinar com a Rosane.

  39. Patriarca da Paciência said

    Uma das coisas mais patéticas que vejo atualmente é a apaixonada defesa do feudalismo paraguaio pelo PIG e, principalmente, pela revista Veja.

    É uma constatação irrefutável que que a tal “grande imprensa” pouco se interessa pelos fatos, noticiando apenas aquilo que está em acordo com sua ideologia.

  40. Edu said

    HRP e Patriarca,

    #28, #31 e #32

    Tudo bem cara, não precisa acreditar. Só que:

    1 – As informações analisadas em #21 foram extraídas diretamente das fontes oficiais do governo do país. (Não é opinião, de PIG nenhum, de analista nenhum e de blog nenhum). Aproveito que tenho algum conhecimento em análise econômica e social para praticar.

    2 – Se quiser contestar, pode contestar, é essa a essência do debate! Mas use alguma informação oficial! Vc acha que falar que o Aznar deitou em berço esplêndido e deixou uma herança maldita pro pobre Zapatero está certo? Tudo bem! Basta provar! Analise os dados e traga informações (e as fontes)!

    3 – Blog do professor Hariovaldo… muito bom! hahahahaha Se vc prefere acreditar nele, um sem-nome. Quem é ele?! Ele é professor de quê? Não tem uma biografia dele no blog dele! Não tem uma referência bibliográfica para o que ele escreve. Não tem fonte, não tem nada! Tudo o que existem são 3 links para videos do youtube.

    Como é que vcs querem argumentar com isso?

    Além disso, especificamente em #31, e, parafraseando o Elias: “o que as pantalonas tem a ver com o orifício anal, Patriarca?!”

    Aguardo argumentos que valham a pena serem debatidos para continuarmos a nossa conversa.

  41. Edu said

    Zbig,

    #33

    Eu não sabia que a abstenção na Venezuela era permitida. Como esse povo é burro! Os caras se abstêm com o objetivo de fazer o “voto de protesto”, mas como a legislação venezuelana permite, o Chavez segue seu caminho, como se nada tivesse acontecido!

    Tudo bem então, burrice da oposição.

    Sobre a Venezuela ser ou não uma ditadura. A Venezuela, do ponto de vista legal, não é uma ditadura mesmo, porém, tem todas as características de qualquer ditadura:

    – Presidente eleito e re-eleito diversas vezes, com base em mudanças na constuição do país, usando de referendos populares, em vez das vias presidencialistas ou parlamentaristas normais.
    – Televisão estatal cuja programação apresenta reiteradamente todas as maravilhas do governo do país, esquecendo-se da discussão política e de outros problemas que o presidente não resolve.
    – Estatização em massa.
    – Armamentismo.
    – Supressão violenta de manifestações políticas contrárias ao governo.
    – O presidente eleito se alinhou com outros governos democraticamente questionáveis como Irã, Libia, Cuba e, recentemente, Síria.
    – Os dados oficiais do governo são manipulados, prejudicando qualquer análise sócio-econômica do país. (vc mesmo diz que as fontes oficiais são questionáveis)

    E tudo isso a título de que? A título de espezinhar os EUA e a Europa!

    Eu não vi melhoras no IDH da Venezuela, eu não vi melhoras no PIB da Venezuela, eu não fiquei sabendo de melhora nenhuma nos dados econômicos da Venezuela.

    Nisso tudo, onde está a vantagem real para a população?

    Cara, se vc quiser acreditar que a Venezuela é um país democrático, fique à vontade. Essa idéia eu não compro.

    Vc pode comparar o Bush com o Chavez, não tem problema, no entanto o Bush teve diversos problemas para governar o país, justamente pela forma como foi eleito. Ele teve que se provar presidente diante da população, e cometeu tantos erros tentando fazer isso que seu sucessor não foi eleito, os americanos votaram no Obama. Mas não houve alterações em constituição, não houve estatização de nada, não houve a criação de uma TV estatal fazendo propaganda do governo Bush, não houve nada disso. Foram simplesmente decisões econômicas e políticas, dentro daquilo que era previsto que ele fizesse e de acordo com seu plano de governo, que foram mal avaliadas. Resultado: Obama… e sabe-se lá onde isso vai parar! Mais um republicano vem crescendo…

    O Paraguai…

    Zbig, quantas vezes eu preciso dizer: eu não estou preocupado com o impeachment do Paraguai! Ele aconteceu, só isso. Tbm acho que eles se apressaram para tomar uma decisão. Eu não vi nada sobre a qualidade da acusação, vc mesmo diz que o Lugo tinha uma vida extremamente contraditória… fazer o que?! Pobres Paraguaios…

    Ainda assim, como bloco, o Brasil, Argentina e Uruguai se unirem e apressarem a exclusão do voto paraguaio para trazer a Venezuela para o Mercosul é política rasteira. Política golpista. Independentemente do presidente do país ser oficial ou não, é um desrespeito com a população do Paraguai, que não teve chance nem de deixar que um representante – qualquer que fosse – dar sua opinião.

    Além disso…

    Explique-me Zbig: por que Venezuela e não Chile?

    Compare os dois e traga argumentos fortes de que a Venezuela contribuiria mais para o Mercosul que o Chile!

  42. Edu said

    Mais uma coisa:

    O pessoal da esquerda, na falta de argumentos melhores, poderia parar com essa ladainha de:

    – “foi o povo que fez a queda da bastilha”
    – “o povo é coitado… um bando de idiotas úteis”
    – “a elite se dobra a quem tem mais poder econômico”
    – “a culpa de todos os problemas do mundo é a elite”

    É muito feio: toda vez que vcs perdem o argumento, ficar publicando gritos de guerra contra um específico de pessoas.

    Isso é preconceito… é feio demais…

    Argumentem direito, aguentem o tranco e aprendam a aceitar quando vcs não têm mais argumentos bons!

  43. Pedro said

    Edu, eu admito que não tenho conhecimento em análise econômica e social .

    Te pergunto humildemente, o que é o Mercosul? Ou, como está funcionando o Mercosul hoje?

    No meu ponto de vista, como leigo, não passa de um punhado intenções. Pois, um mercado comum, não é.

    Pode ser que funcione macroeconomicamente, o que até duvido. A Argentina volta e meia, vive adotando medidas protecionistas contra produtos brasileiros.

    Para os simples cidadãos, acredito que não muda muita coisa, com Paraguay, sem Paraguay, com Chile ou Venezuela.

    Não existe uma unificação de tarifas. Tanto que o pessoal daqui, vive viajando até Rivera no Uruguay, pra comprar de tudo. Vai de pneus, bebidas, panelas, roupas, perfumes, eletroeletronicos e por aí afora. Estes produtos no Brasil, continuam sendo caros, muito caros, em relação aos outros membros do Mercosul.

    Isto confunde um pouco. Que mercado comum é esse?

    Se puder, dá uma clareada aí.

  44. Patriarca da Paciência said

    Edu,

    eu repeito todas as profissões mas, sinceramente, eu não considero economia uma ciência. Principalmente porque célebres economistas, nacionais e internacionais, vivem dizendo que economia não é ciência. Aqui no Brasil, um dos mais célebres economistas, Delfim Neto, vive dizendo que não acredita em “ciências econômicas”. Então eu não vou me meter em “análises econômicas”, coisa que não acredito.

    O que há então?

    Na minha opinião: estatisticas, orçamentos, planejamento financeiro etc e, a nível de governo, principalmente, definição de prioridades, as quais estão diretamente vinculadas às tendências do governo que ocupa mandato. Se o governo tem tendências sociais, define as prioridades levando em consideração o maior benefício possível para o maior número de pessoas. Se o governo tem tendência capitalista, define as prioridades levando em consideração apenas aquilo que beneficia diretamente o aumento de lucro nas empresas.

    Acho que, em síntese, é por aí.

    Essa história de “mão invisível do mercado” ou “justiça matemática e cega” é pura obra de ficção.

    Sobre:

    “foi o povo que fez a queda da bastilha”
    – “o povo é coitado… um bando de idiotas úteis”
    – “a elite se dobra a quem tem mais poder econômico”
    – “a culpa de todos os problemas do mundo é a elite”.

    “foi o povo que fez a queda da bastilha?”

    Você conhece aquela história da Elza Soares com o Ary Barroso?

    Eu a ouvi da própria Elza Soares numa entrevista a telejonais:

    O Ary Barroso apresentava um programa de calouros e lá aparece a Elza Soares, usando um vestido de chita, calçando tamancos de madeira, cabelos volumosos e pixacos, magra e anêmica. O Ary olha para ela e exclama:

    – Minha filha, de que planeta você veio?

    E a Elza responde:

    – Do planeta fome, seu Ary.

    É isso aí, Edu, antes da Revolução Francesa existia uma pequena elite de boas vidas e uma imensa maioria de maltrapilhos e famintos.

    Quem provocou a Queda da Bastilha foi uma entidade chmada fome.

    – “o povo é coitado… um bando de idiotas úteis?”

    É ironia do professor Hariovaldo. Espero que você não entenda as coisas como o Chesterton.

    “a elite se dobra a quem tem mais poder econômico?”

    Não acredito. Creio que a elite defende seus privilégios com unhas e dentes e, enquanto puder mantê-los, fará isso com toda a certeza.

    – “a culpa de todos os problemas do mundo é a elite”.

    .

    Não acredito, mas acho muito difícil que a elite consiga convencer a grande maioria das pessoas a passarem fome.

  45. Edu said

    Pedro,

    Vc tem razão cara, e eu tbm já disse isso: o Mercosul hj não serve pra mta coisa…

    A Argentina vive adotando medidas protencionistas; hoje, o melhor estado brasileiro para se montar uma empresa do ponto de vista tributário é o Paraguai (hehehe); a Dilma inventou essa história de nacionalização da indústria automobilística e as empresas que iriam entrar no Brasil quase se mudaram para o Paraguai e Argentina…

    To com preguiça de buscar as vantagens conseguidas com o Mercosul para postar aqui. Tão logo tenha essa paciência irei atrás dessas informações.

    Para mim, a validade do Mercosul ainda é bastante idealizada e teórica, mas, mesmo assim interessante por alguns aspectos:

    – Os países precisam exercitar suas políticas externas levando em consideração: os interesses regionais, as capacidades (competências) do país considerando seus parceiros comerciais, o relacionamento de longo prazo com países importadores de seus bens e serviços, a mesma coisa para países para quem exporta.
    – Os países preciam exercitar o desenvolvimento não só econômico, mas como podem integrar os povos de uma região, como tirar proveito cultural dessa proximidade
    – Há a necessidade de limites, há uma governança que deve ser desenvolvida e paulatinamente utilizada

    Ainda há um longo caminho a ser percorrido, e hoje o Mercosul sobrevive mais de boas intenções do que de resultados práticos mesmo (pelo menos é o que aparenta). O problema é com quem vc discute as boas intenções: com países que pautam sua existência no livre comércio e reconhecendo suas capacidades e se desenvolvem aproveitando comercialmente e economicamente o cenário mundial (como por exemplo o Chile); ou com países que pautam sua existência no protecionismo, estatização e picuinhas com os EUA, se aproximando de regimes no limiar mais baixo da democracia (como a Venezuela).

    Sabe aquela história de: “dize-me com quem andas e direi se vou contigo”? Pois é.

    Além disso, sabe aquela história de: “pardal que anda com morcego acaba dormindo de cabeça pra baixo”? Pois é.

    E viva Simón Bolívar…

  46. Edu said

    Patriarca,

    Vc não acredita no Mantega quando ele fala que o Brasil vai crescer 5%, depois 4% e agora, pelo menos 2,7%?

    Faz bem!

    Eu tbm não sou muito fã de PROJEÇÕES econômicas. Essas envolvem vários cálculos complicados, onde as premissas que devem ser adotadas são tantas que refletem apenas uma realidade teórica.

    Justamente por isso que eu digo sempre: espero que o Mantega e sua equipe estejam fazendo suas contas direitinho, senão essa história de ficar investindo no social sem pensar no resto vai dar problema.

    E justamente por isso que eu digo que foi o excesso de investimento no social e a falta de preocupação com o superávit que deu problema na Europa.

    A conta não fechava, mas foram temosos, investiram mesmo assim, a conta não fechou.

    Resultado: Grécia, Espanha e Itália no vinagre. França caminhando pra isso…

    Porém, a análise econômica a que eu me referi foi uma análise simples, com dados passados e oficiais. Pode entrar no site e verificar, não inventei nada, não manipulei nada, eu simplesmente peguei as informações e analisei. Isso não tem nada a ver com projeções. Isso tem a ver com resultados passados.

    E, como eu disse, no caso da Espanha, as prioridades de governo, durante o governo Aznar resultou em diminuição significativa do desemprego, e as prioridades do governo durante o governo do Zapatero resultaram em desequilíbrio econômico.

    Isso não é ilusão, isso não é história. São dados, está tudo ali, para quem quiser ver.

    Impressiona vc acreditar em “estatisticas, orçamentos, planejamento financeiro etc e, a nível de governo, principalmente, definição de prioridades”.

    Estatística é uma ciência altamente manipulável, para não dizer exótica. Vide institutos de estatística que acompanham as pesquisas eleitorais no Brasil, dando resultados completamente diferentes.

    Orçamentos dependem do nível de precisão sobre as contas que se administra. Se o governo tem item a item, o que ele vai precisar fazer em termos de investimentos para o ano seguinte, menos mal. O problema é: quem projeta isso? Como é que o cara vai saber quanto vai custar determinado investimento? Aí entra a política e a ciência do achismo. Eu nunca vi um político falando sobre a sua competência em gerir orçamentos ou mesmo projetos. Tudo o que eu ouço são promessas. Se um político não sabe gerenciar um orçamento, como é que ele pode fazer promessas?! E o povo brasileiro vota em quem promete mais, não vota em quem tem competência… infelizmente é assim.

    Planejamento financeiro: idem ao de cima. Eu duvido que o Lula conseguia ler um planejamento financeiro. No entanto governou o Brasil por 8 anos. O Lula não conseguiu sequer critiar o prazo da conclusão dos projetos… hoje a grande maioria empacados. Será que a Dilma consegue?! É isso que eu venho questionando faz tempo: as competências de quem está lá, nos representando.

    Agora vc vem dizer que é preocupado com cada uma dessas matérias?! Se vc realmente é preocupado com cada uma dessas matérias vc deveria ser muito mais crítico do governo do que vc é….

    Definição de prioridades: cara, a Dilma reduziu o IPI pras empresas terem mais lucro! E vc é contra essa medida?! Eu acho que vc está trabalhando com um pensamento preto e branco cara… e na verdade a política não é isso. Quem disse que há uma priorização capitalista?! Um país é a soma de tudo: pessoas, empregos, empresas, gastos do governo, impostos, etc, etc, etc… se vc fosse presidente, vc não poderia simplesmente dizer assim: “vou tomar todas as medidas sociais possíveis em dentrimento do lucro das empresas”! Isso seria ridículo! Isso sim seria: deixe que a “mão do mercado” cuide das empresas, eu vou cuidar das pessoas. É errado! Qualquer governo que preste tem que trabalhar com todos os elementos da equação. Só que ele tem que trabalhar com os elementos certos na hora certa, isso é definir prioridades, e não pensar só com a cabeça binária de socialismo e capitalismo!

    Sobre a elite e o resto:

    Cara, qualquer ser humano que se preze gosta status quo, zona de conforto: quem é obeso e precisa emagrecer pra ganhar alguns anos de vida antes de ter um ataque cardíaco sofre; quem é fumante e tem que parar de fumar sofre.

    Então, assim como quem é elite não gosta de ver o imposto aumentar e o dinheiro recolhido não resultar em benefício nenhum sofre, quem nunca trabalhou na vida e tem que trabalhar sofre.

    Como diz Pax: pau que dá em Chico dá em Fransico. Além disso: por que a elite não gostaria que o povo melhorasse sua condição de vida?! Qual seria o motivo disso!? Melhorar a condição de vida resultaria em:

    – Diminuição da criminalidade, que também favorece a elite
    – Maior movimentação comercial e de dinheiro, que também favorece a elite
    – Maior nível cultural e educacional e, portanto, maior qualificação profissional e mais gente qualificada para trabalhar… para a elite…

    Sabe… eu acho que essa história de luta de classes já ficou para trás. Todo mundo tá interessado em caminhar para a frente.

  47. Pedro said

    Edu, então estamos de acordo. O mercosul é mais ou menos assim: ok sou teu amigo, mas vamos combinar, eu não te ligo e vc não me telefona.

    ……………..

    No outro post, quando colocaram a wikipedia como fonte, e a mesma continha um dado que não era verdade, comentei: Poha, estão editando até a wikipedia!

    Agora leio isto.

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/a-wikipedia-se-transformou-no-brasil-num-instrumento-de-difamacao-manipulado-por-ignorantes-e-militantes-a-soldo/

    e mais isto

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/vejam-quem-e-um-dos-diderots-da-wikipedia-no-brasil-ou-nessa-enciclopedia-tiririca-sera-professor/

    Mas, parece que o Reinaldo Azevedo não é bem-vindo por aqui. Então, fica a pergunta.

    Será?

  48. Pax said

    A questão, caro Pedro, é que este jornalista é antolhado e nem sempre está do lado da verdade. À além do fato de não gostar muito de democracia e querer que seu séquito de seguidores o achem o maior defensor desta.

    Prefiro gente mais equilibrada e mais confiável.

  49. Michelle - A Besta Desvairada said

    Pedro e Edu

    Eu não tenho dúvidas…eles “aparelham” até quermesse de São João.

    Isso aqui é muito mais preocupante.

    A Educação no Brasil é uma piada de mau gosto por várias gerações seguintes.

    No ensino superior, 38% dos alunos não sabem ler e escrever plenamente.

    http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,no-ensino-superior-38-dos-alunos-nao-sabem-ler-e-escrever-plenamente-,901250,0.htm

    Em 10 anos apenas multiplicamos o número de “analfabetos funcionais” com curso superior, como os petralhotários do blog.
    (Evito citar nomes para não ser injusto com quem eu esquecer de nomear).

    Lula/Dilma/Haddad serão responsabilizados?

  50. Michelle - A Besta Desvairada said

    Aqui um artigo mais completo:

    Menos de 30% dos brasileiros são plenamente alfabetizados

    É o que apontam os resultados do Indicador do Alfabetismo Funcional (Inaf) 2011-2012, pesquisa produzida pelo Instituto Paulo Montenegro e a organização não governamental Ação Educativa

    17 de Julho de 2012 às 17:46

    Agência Brasil – Apenas 35% das pessoas com ensino médio completo podem ser consideradas plenamente alfabetizadas e 38% dos brasileiros com formação superior têm nível insuficiente em leitura e escrita. É o que apontam os resultados do Indicador do Alfabetismo Funcional (Inaf) 2011-2012, pesquisa produzida pelo Instituto Paulo Montenegro e a organização não governamental Ação Educativa.

    Na minha opinião está é a herança maldita dos petralhas (e afins)para o Brasil.

  51. Jose Mario HRP said

    A Michelle vive em realidade paralela?
    Aliás é homem ou mulher, e o blog é politica e ética, mas vemos que a jovem tem tendencia a ser uma “analista”.
    Lacan ou Freud?
    Nota-se aquela caracteristica sintomatica de pessoas a direita, promovem uma tentativa de desconstrução de seus oponentes atacando a intelectualidade e a formação deles.
    O vicio da arrogancia e do orgulho preconceituoso é outra caracteristica padrão dos adeptos das idéias direitistas.
    Essa moça me lembra do Demóstenes ainda certo de sua impunidade, com o narigão pra cima!

  52. Jose Mario HRP said

    Perillo será, de novo , ouvido na CPMI.
    Essa convocação causou revolta , ontem, no jornal da Bandeirantes, em que comentam jornalistas como José Paulo, Joelmir Betting e Salomão, velhas raposas da Bandeirantes.
    Os jornalistas perguntavam porque não havia mais convocações no lado petista.
    Até o julgamento do mensalão(se é que ouve) a mídia a direita bombardea rá o gov federal e o pt.
    Será que os ministros do STF já firmaram convicção?

  53. Patriarca da Paciência said

    Edu,

    acho que estamos começando a entender um pouco a linguagem “um do outro”.

    A ciência se fundamenta em experiências que são repetidas obtendo-se sempre o resultado esperado.

    Já a “ciência econômica” , para uma mesma experiência repetida, pode-se obter um resultado totalmente diferente.

    É que as premissas são praticamente imensuráveis, incontáveis e imprevistas.

    Já orçamento e planejamento financeiro, a maioria das pessoas e empresas conseguem fazer com um certo grau de acerto.

    O problema do liberalismo é que ele acha que “as coisas se fazem por si mesmas”.

    É deixar a “economia funcionar” que tudo será resolvido.

    Falar que o Brasil precisa melhorar o nível educacional é uma simples abstração.

    Como se vai “melhorar o nível educacional”?

    “Diminuindo os impostos”, como diz o Chesterton?

    Sem planejamento algum, como dizem os liberais?

    Aí é que entra a definição de prioridades.

    Vamos tirar um pouco de dinheiro de algum lugar para aplicar na educação.

    Não há milagres, não há mágicas, não há “mão invisível do mercado”, não há “justiça cega e matemática”.

    As coisas acontecem conforme a necessidade da maioria e como as pessoas planejam.

  54. Edu said

    Patriarca,

    Vamos aproveitar que estamos nos entendendo melhor e colocar alguns pingos nos “is”:

    1 – Analisar dados econômicos passados não é exoterismo, é análise da realidade. Já que os dados econômicos são sempre levantados pelos institutos de pesquisa e estatísticas dos países e são dados oficiais. Os governos dos países se baseiam nesses fatos para fazerem o plenajemento e orçamento de que vc fala. Se vc achar que análises como essa são imprecisas, vc está invalidando o que vc mesmo acredita que está correto.

    2 – No entanto, eu concordo com vc que se basear no passado para projetar o futuro nem sempre é uma ciência exata. Por isso existe a tal da econometria. E, como eu disse, as variáveis são tantas que criar um modelo aproximado da realidade para projetar com precisão uma realidade futura é muito raro e muito difícil. Porém, temos que concordar que isso acontece: alguns bancos efetivamente previram a crise de 2008 e se salvaram, alguns fundos de investimento também, até mesmo alguns fundos de hedge. Isso prova que alguns economistas realmente estavam analisando as variáveis corretamente e que os modelos econômicos, quando usados com cuidado também servem. Em outras palavras: se o avião econômico de uma instituição vai mal, não é culpa do avião, é culpa do piloto.

    Daí a análise crítica sobre o nosso Min. da Fazenda: tomara que ele e sua equipe estejam fazendo as contas direitinho. Se eles errarem essas contas, eles podem afetar da pior maneira possível o planejamento da equipe da Dilma e impactar todo o desenvolvimento social e econômico do Brasi, como vem acontecendo, principalmente se comparado com outros países em desenvolvimento. Já vimos várias revisões para o PIB a menor da equipe econômica do Mantega… e aí? Me parece que o modelo está ruim, ou que este cara não está fazendo as contas direito…. E a Dilma? A gerentona? Não dá uma “mijada” no Mantega, como diria o Elias?!

    Além disso, como vc bem disse: assim como a ciência econômica, a ciência contábil e a ciência estatística também podem dar resultados diferentes, se as premissas de análises forem mudadas. Daí eu pergunto: por que vc acredita mais em estatística que em economia?! Todas elas dependem de premissas!

  55. Patriarca da Paciência said

    “Definição de prioridades: cara, a Dilma reduziu o IPI pras empresas terem mais lucro! E vc é contra essa medida?! Eu acho que vc está trabalhando com um pensamento preto e branco cara… e na verdade a política não é isso. Quem disse que há uma priorização capitalista?! Um país é a soma de tudo: pessoas, empregos, empresas, gastos do governo, impostos, etc, etc, etc… se vc fosse presidente, vc não poderia simplesmente dizer assim: “vou tomar todas as medidas sociais possíveis em dentrimento do lucro das empresas”! Isso seria ridículo! Isso sim seria: deixe que a “mão do mercado” cuide das empresas, eu vou cuidar das pessoas. É errado! Qualquer governo que preste tem que trabalhar com todos os elementos da equação. Só que ele tem que trabalhar com os elementos certos na hora certa, isso é definir prioridades, e não pensar só com a cabeça binária de socialismo e capitalismo!”

    Edu,

    Uma regra implacável do capitalismo é: “a margem de lucro foi reduzida, faça-se a redução dos empregos”.

    O que o governo Dilma pretende é manter os empregos e, consequentemente , manter os números de potenciais compradores.

    E de onde está “tirando” recursos para isso?

    Da redução da “rolagem” da dívida pública.

    O Brasil já teve juros de 40%, o que significa, numa dívida de 1 trilhão e meio, 600 bilhões.

    8% numa dívida ade 1 trilhão e meio significa 120 bilhões.

    É muito, mas já é uma “economia” considerável.

    Então é possível, “seletivamente”, reduzir impostos nos setores que mais oferecem empregos e mais “puxam” a economia.

    De minha parte, considero uma política muito inteligente e acertada.

  56. Edu said

    Agora sobre as decisões políticas:

    – Eu nunca ouvi ninguém de direita dizer que “as coisas se fazem por si mesmas”, nem mesmo “deixar a economia funcionar”

    O ponto de partida da direita é diferente do ponto de partida da esquerda: bem a grosso modo, a esquerda diz que ao cuidar do social, a economia muda, e a direita diz que ao cuidar da economia, o social muda. Porém, o fato é: não há tantos direitistas puros aqui no Brasil como a esquerda acredita que haja. Todos os textos de economistas, historiadores, sociólogos, jornalistas, etc mais alinhados à direita que eu tenho lido, acreditam que deve haver um balanço, principalmente porque num país que há carência em desenvolvimento social, apertar todos os parafusos econômicos é uma irresponsabilidade política.

    Eis alguns exemplos disso:
    – Eu nunca li nenhum maluco de direita defender veementemente a desregulamentação de mercado, principalmente para o Brasil.
    – Eu nunca li nenhum maluco de direita defender o abandono do Estado para a execução de grandes obras públicas para infraestrutura.
    – Eu nunca li nenhum maluco de direita defender o cada-um-por si e acabar com plano de saúde público, escola pública, advogados públicos decentes para a população mais carente.

    E mesmo se houver algum que defenda um ponto de vista tão extremo como esse, eu não concordaria.

    Isso, Patriarca, que fique bem claro: não tem absolutamente nada a ver com o fantasma luta de classes que a esquerda insiste em boquejar.

    Aliás, essa é a maior crítica que eu tenho em relação à esquerda: por conta desse fantasma de luta de classes a esquerda simplesmente ignora qualquer visão mais à direita e cria uma visão exclusivamente social e progressista do mundo. O resultado: o Brasil é um país cuja direita nem sequer pode opinar, e a esquerda, que se auto-intitula centro-esquerda é muito mais à esquerda do que parece.

    Pelo jeito Patriarca, por tudo o que temos discutido aqui, o debate está prejudicado porque a esquerda deixou de ler a direita há mto tempo, e acabou o debate político. O que existe hoje é um confronto teórico, direto e raso de ideologias extremas, bastante distantes da realidade.

    Aqui está um convite singelo, para olharmos as opiniões, tanto da esquerda quanto da direita com bastante cuidado. Por isso que eu sou um ótimo leitor da esquerda… a esquerda tem idéias mirabolantes, mas fantásticas, para resolver questões sociais. Só que a luta de classes tem tanto peso nos argumentos que o embasamento financeiro de longo prazo é prejudicado, e para a minha opinião pessoal, cai em descrédito.

    Daí o que eu tenho dito: ter políticas sociais é muito legal, mas quem é que vai pagar a conta? Isso não parece justificado! Nunca ninguém fez questão de mostrar uma conta sequer. Vc chama isso de planejamento? Vc chama isso de priorização consciente? Temos que lembrar que para uma nação, o longo prazo deveria ser muito mais importante do que o curto prazo. Onde está o balanço do que é longo prazo e curto prazo no famigerado planejamento do governo? Tudo isso eu tbm critico bastante, e definitivamente não é com articulistas de blogs que teremos as respostas.

  57. Edu said

    Pois é Patriarca,

    Vc está “reduzindo os impostos”, como diz o Chesterton… e aí?

  58. Edu said

    Pedro,

    Sobre o Wikipédia… cara, sempre foi claro que o Wikipédia era uma fonte de pesquisa primária, assim como o Google. Sempre foi claro que o Wikipédia deve ser usado com moderação para pesquisas e fundamentações argumentativas, assim como qualquer link que aparece em primeiro na lista de qualquer pesquisa do Google.

    Só aceita o Wikipédia como verdade, assim como só aceita os 10 primeiros links do google como verdade, quem é preguiçoso!

    Sobre o RA, ele é meio radical sim. Mas eu não tenho problema nenhum com isso. Leio todos. Discordando do Pax, eu gosto de saber o que os mais radicais pensam. Pra ser radical consistente, vc precisa no mínimo de uma retórica muito boa e de um mínimo de lógica pra argumentar. Ajuda também ter uma boa desculpa, e um bom embasamento ou uma boa teoria. Para mim, o problema dos radicais é que normalmente eles fazem aproximações exageradas.

    E quem fica no meio do caminho? Eu acho que esses são perigosos, quase tão odioso quanto um radical de extremos é um radical do bom-senso. Um sujeito desses, que se prende ao “caminho do meio”, normalmente se aproveita de qualquer generalização usada por qualquer radical pra dizer: “opa!!! Peraí que não é bem assim, nem tanto ao céu, nem tanto a terra…” e no final não acabam acrescentando absolutamente nada ao debate por falta de argumentação.

    O negócio é usar a cabeça, não ter medo de ser crítico e não ter medo de aceitar críticas.

  59. Edu said

    O PSDB vai se ferrar dando todo esse apoio ao Perillo…

    Sabe o que eu acho?

    Eu acho é pouco! hehehe

  60. Pax said

    Caro Edu,

    Uma coisa é ouvir os radicais. Também gosto de entender o centro olhando os extremos.

    Outra, bem diferente, é a cegueira rábica, monotônica, monocórdia, sempre as mesmas coisas, como uma pregação apocalíptica. Me lembra Jim Jones e sua seita de malucos. Acabou em 918 mortes, a maioria por envenenamento por cianeto.

    Passo longe de seitas. Sejam elas de um lado ou de outro.

    Falsos pastores e seus despudores, isso sim.

  61. Pedro said

    Plenamente de acordo Edu:

    “Sobre o RA, ele é meio radical sim. Mas eu não tenho problema nenhum com isso. Leio todos”

    Todos os que eu tenho tempo de ler é lógico.

    Neste post específico ele demonstra claramente que o sujeito foi lá e modificou a página do Gilmar Mendes na Wikipedia.

    Vamos combinar que é uma baita sacanagem, e faz a gente deduzir que podem fazer isto com qualquer um que lá esteja.
    …………..

    Pax, sobre pastores eu diria que no momento estou seguindo a Igreja Digital do Sétimo Byte.

    O Google é meu pastor, nada me faltará.

    Atire o primeiro chip, quem nunca “gugou” na vida.

    Inclusive já me suicidei 918 vezes no facebook :-)

  62. Pax said

    =)

    (que história é essa que alguém mexeu na página da Wikipédia do Gilmar Mendes?)

  63. Pax said

    Que dá minhoca na cabeça, dá, sim…

    http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2012-07-18/cardozo-pede-rigor-em-investigacao-sobre-morte-de-agente-da-pf-em-brasilia

  64. Edu said

    Pax,

    Minhoca?! Bala mesmo…

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: