políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

O primeiro voto de Joaquim Barbosa condena João Paulo Cunha

Posted by Pax em 17/08/2012

Ontem ficou claro que o STF sofre influência da sociedade. Os ânimos dos ministros estão exaltados, assim como os da sociedade brasileira. Joaquim Barbosa, relator, e Ricardo Lewandowski, revisor, chegaram a discutir com certa rispidez sobre a metodologia da votação deste processo. O relator quer o voto fatiado, ou seja, após a leitura de seu voto para cada um dos oito itens apresentados pela promotoria, sugere que o revisor pronuncie seu voto sobre o mesmo item e que a suprema corte vote pela condenação ou absolvição dos réus envolvidos na questão. O revisor, Lewandowski, quer que o relator, Barbosa, leia todos os itens para que pronuncie seu voto na íntegra e, após estes longos pronunciamentos, sejam abertas as votações pelos demais ministros.

Parece que a metodologia de Joaquim Barbosa deixa mais claro o julgamento, mas o que chama a atenção é o motivo pelo qual esta metodologia não tenha sido previamente combinada entre os ministros. Evitaria tamanho desgaste.

Independente desta discussão, Joaquim Barbosa leu seu voto pela condenação do ex-presidente da Câmara, o deputado petista João Paulo Cunha, candidato à prefeitura de Osasco, e também pela condenação dos três sócios Marcos Valério, Ramon Hollerbach e Cristiano Paz, da DNA e SMP&B. O primeiro por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e peculato e os outros por corrupção ativa e peculato.

Segundo Joaquim Barbosa as provas dos autos são suficientes para este voto e os tais R$ 50 mil reais sacados na boca do caixa, em espécie, pela esposa do ex-presidente da Câmara, configura crime de forma inequívoca. Vale ressaltar que as empresas de Marcos Valério e seus sócios receberam inúmeros contratos suspeitos de prestação de serviços da Câmara durante a presidência de João Paulo Cunha.

Barbosa vota pela condenação de João Paulo Cunha por corrupção passiva e Marcos Valério por corrupção ativa

Heloisa Cristaldo* – Repórter da Agência Brasil

Brasília – O relator da Ação Penal 470, ministro Joaquim Barbosa, votou hoje (16) pela condenação do deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) por corrupção passiva e dos sócios das empresas SMP&B e DNA Comunicação, Marcos Valério, Ramon Hollerbach e Cristiano Paz, por corrupção ativa.

Neste momento, Barbosa continua a proferir o voto em relação a João Paulo Cunha e aos sócios do publicitário Marcos Valério. Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), onde a ação, conhecida pelo nome de mensalão, está sendo julgada, ainda votarão sobre a condenação ou absolvição dos acusados.

“A vantagem indevida de R$ 50 mil, oferecida pelo sócio da agência [de Marcos Valério] foi um claro favorecimento privado […] em benefício próprio de João Paulo Cunha”, argumentou Joaquim Barbosa.

Após início tenso, na abertura da sessão, ficou definido que cada ministro do STF está livre para apresentar seu voto da forma que considerar mais conveniente. Joaquim Barbosa começou a ler seu voto a partir dos crimes cometidos pelos réus. O primeiro item trazido foram as acusações de desvios de dinheiro da Câmara dos Deputados, pela SMP&B e por João Paulo Cunha.

O relator descreveu como foi elaborado o edital que daria a vitória à SMP&B como prestadora de serviços de publicidade à Câmara. De acordo com ministro-relator, a partir de janeiro de 2004, João Paulo autorizou a contratação de serviços pela SMP&B, um dia após o recebimento dos recursos. Apenas R$ 17 mil de um contrato de R$ 10 milhões em serviços foram prestados pela agência de Marcos Valério.

Barbosa ressaltou que não havia dúvida de que o dinheiro recebido por Cunha não era do PT ou do ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares “e, sim, dos funcionários da agência. O réu conhecia a origem do dinheiro e aceitou a vantagem oferecida pelos sócios”. Barbosa destacou ainda que Cunha mudou sua versão após a descoberta dos documentos com as quebras de sigilo e buscas de apreensão, dizendo que recebeu o dinheiro de Delúbio Soares.

Para o ministro-relator, Marcos Valério se aproximou de parlamentares do PT para ter acesso a licitações e contratos públicos. “E isso está provado nos autos”, disse. Segundo Joaquim Barbosa, até 2002, a Câmara dos Deputados contava apenas com atividades de rádio, TV, do Jornal da Câmara e do site para informar ao público sobre as atividades do órgão. Depois daquele ano, a Casa passou a fazer licitação para a contratação de agências de publicidade.

Segundo advogado de defesa Alberto Zacharias Toron, João Paulo é uma figura “lateral” no esquema. O defensor rebateu a acusação de que João Paulo recebeu R$ 50 mil para favorecer a empresa SMP&B Comunicação, disse que a licitação foi legal e que o dinheiro sacado pela mulher de João Paulo foi disponibilizado pelo PT para pagar uma pesquisa eleitoral.

“Se [o dinheiro] fosse de corrupção, mandaria a esposa receber? Marcos Valério esteve, no dia anterior, na casa dele e, se fosse o caso, levaria o dinheiro em mãos e não [faria a transação] pelo banco”, disse o advogado, alegando que a descrição do suborno pelo Ministério Público Federal, na denúncia, foi uma “nítida criação mental”.

*Colaborou: Débora Zampier

Anúncios

35 Respostas to “O primeiro voto de Joaquim Barbosa condena João Paulo Cunha”

  1. Pedro said

    Maldoso este Joaquinzão.
    Todos sabem que é muito comum sacar grandes quantias em espécie. É muito mais seguro, andar com pacotes de dinheiro pra lá e pra cá.
    Transferencias bancárias, são complicadas e arriscadas, com toda violencia de hoje, sabe como é. Uma transferencia bancaria é um processo complexo que pode levar dias, as vezes semanas. Por isso é muito comum neste Brasil, a gente andar com grandes quantias em dinheiro vivo. Tudo mais simples, seguro e sem complicações.

    Agora o João Paulo, vai ser injustiçado, só porque o Joaquinzão não conhece bem este país.

  2. Patriarca da Paciência said

    Olha, minha opinião é que o Joaquinzão, apesar de todos os seus problemas, (uma pessoa com problemas de coluna é um pemanente torturado… e por torturador pesado!) ele seguirará o voto com tendência técnica.

    Acho que é por aí!

  3. Pax said

    Pois é, caro Pedro,

    Um pouco difícil defender essa turma toda que sacou numerário na boca do caixa. Mas vamos aguardar os votos do colegiado.

    Tua ironia realmente provoca a lógica. Dinheiro vivo, boca do caixa…

  4. Pax said

    Caro Patriarca,

    É tudo que devemos esperar do Joaquim Barbosa e dos outros 10 ministros do STF. Que façam um julgamento baseados nos autos, nas provas e, fundamentalmente, na Constituição brasileira.

  5. Pax said

    Off Topic que merece… vale cada minuto de leitura

    http://observatoriodaimprensa.com.br/news/view/jornalismo_em_alta_fidelidade

    Em especial:

    A mãe de todas as crises do Brasil

    Claudia Safatle # reproduzido do suplemento “Eu&Fim de Semana” do Valor Econômico, 10/8/2012

    É longo, sim, mas digam-me se não vale a leitura. O Dines, quando diz que alguma coisa é boa, via de regra acerta em cheio.

  6. Michelle - A Besta Desvairada said

    O voto do Ministro foi robusto e condenou JP Cunha, Marcos Valério e sócios. Algum ministro votará inocente? Qual é a vossa opinião?

  7. Jose Mario HRP said

    voto robusto?
    Gordura e peso em excesso?
    KKKKKKKKKKKKKKK……Fala sério cara!
    Desculpem-me a brincadeira, mas desse Joaquim nada é sério!
    Um pitbull grosseiro e destemperado!
    Aliás nem juiz era, um promotor que acusa com figado!

  8. Jose Mario HRP said

    Um pouco mais do estrelismo do Barbosão:
    http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=20736

    E desculpem-me mais uma vez, mas Dines é sempre Dines, sábio!

  9. Patriarca da Paciência said

    O Paulo Moreira Leite continua cada vez melhor.

    Ponderado, lúcido, equilibrado, o cara está mesmo imbatível.

    “É curioso que, no meio do julgamento, Barbosa tenha colocado no problema do tempo. Não, não falou sobre a aposentadoria de Cezar Peluso, que pendura a toga em 3 de setembro e é visto como um voto seguro pela condenação da maioria dos acusados. Barbosa referiu-se a seus problemas de saúde ao dizer que se o julgamento demorasse muito ele também não poderia estar presente.

    Será que as regras mudaram para facilitar um julgamento rápido? Não tenho a menor disposição para criticar o Supremo. Tampouco tenho competência jurídica para isso.

    Mas o nome disso não é casuísmo? Claro que o mais importante é realizar todos um bom julgamento, claro, transparente. É mais importante do que o prazo, concorda?

    E se você acha que a defesa quer atrasar a decisão para evitar prejuízos nas eleições municipais, a recíproca, aqui, é verdadeira: também é possível dizer que a acusação quer apressar para garantir o efeito eleitoral de sua decisão, concorda?”

    http://colunas.revistaepoca.globo.com/paulomoreiraleite/2012/08/16/casuismo-no-mensalao/

  10. Jose Mario HRP said

    Vamos ver segunda feira qual o pit que J.Barbosa vai dar!
    Em falar em pit, Dona Dilma anda com idéias de jerico e quer flexibilizar até a CLT!
    Fora dar os portos!
    Será por isso tudo que……
    http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2012/08/18/dilma-perde-popularidade-em-capitais/

  11. Michelle - A Besta Desvairada said

    Quem pretendia fatiar o Mensalão era o Lewandosky ao revisar o processo por ordem alfabética…dançou bonito. Vamos ver na semana q vem…

  12. hermenegildo coelho said

    ha se essa investigaçao fosse em todo brasil.ha se fosse em todas cidades do brasil.ha se o brasil A corrupiçao dese cadeia.
    ha se Dues.ME OUVISE.

  13. Pax said

    Off… só falta essa mesmo, para jogar uma pá de cal em cima do Senado:

    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2012/08/19/renan-decide-testar-limites-de-dilma-no-senado/

  14. Michelle - A Besta Desvairada said

    Pelo visto ninguém tem aqui uma opinião sobre se JP Cunha é culpado ou não. Até o próprio Pax traz offis pra não se pronunciar. Acho que a petralhada começou a sentir medo…hehehe

  15. Jose Mario HRP said

    A Michelle poderia ler ou procurar na net as alegações da defesa do JP. Cunha?
    Aí ela pararia de fazer insinuações!
    Mas é homem ou homem?
    O IP não é o mesmo?

  16. Edu said

    Agora então vai ser assim:

    Se o povo do PT for condenado, a militância vai dizer que o julgamento foi político.

    Se o povo do PT não for condenado, a militância vai dizer que o julgamento foi correto.

    Exemplo disso é o HRP tentando desqualificar o Joaquim Barbosa!

    Fique tranquilo HRP, alguns do STF vão inocentá-los. Torça para que seja a maioria.

    —X—

    Esse julgamento para mim é um circo.

  17. Patriarca da Paciência said

    Duas respastas, uma da nova personagem da internet, “Gina” e outra da candidata a prefeita de São Paulo, Soninha:

    – Gina, um passarinho me contou que você fuma maconha, é verdade?

    – Quem fuma maconha é você, que fala com passarinhos!

    Diz o Fidelix, “a Soninha é maconheira”.

    Responde a Soninha, ” eu deixei de fumar maconha desde que adotei o budismo como religião”.

    Quem será que deu a resposta mais adequada?

    Minha opinião é que, com essa, a Soninha aniquilou qualquer pretensão de ser prefeita de São Paulo.

  18. Patriarca da Paciência said

    Correção:

    Duas respostas

  19. Jose Mario HRP said

    Uma avaliação psicologica do Joaquim Barbosa caia bem!

  20. Pedro said

    Na minha modesta opinião, quem precisa de avaliação psicológica, é defensor de corruptos.
    Eu não entendo esta postura.
    Corrupção e roubalheira no governo, não faz bem pra ninguem. Não faz bem pro Brasil, pra mim, pra vc, para os ricos e principalmente para os pobres.

    E daí se o safado é do seu partido? Que se phoda.
    Vc ganha muito mais com ele preso, do que ele manobrando a grana dos impostos que vc paga.

    O Pax, citou o caso do Renan voltar a presidir o Senado.
    Claro, quando veio a tona toda bandalheira, veio um rolo compressor defender o sujeito.
    Apareceu um exercito na internet pra defender este cara, sei lá se é gente paga pra isto, ou um bando de inocentes úteis.

    Os caras barbarizam de tudo que é jeito e sempre tem um monte pra defende-los, só por cegueira ideológica.

    Tem hora, que dá um desanimo…….

  21. Zbigniew said

    Cara,

    Vamos relembrar a cena dos INTOCÁVEIS, qdo o personagem vivido pelo Sean Conery informa para um inocente Elliot Ness que todo mundo sabe (principalmente a policia), onde estão os contrabandistas associados ao Al Capone.

    Voltemos ao Brasil de hoje. Todos sabemos onde estão as “almas sebosas” que infestam a Republica. O problema e que, diferentemente da Chicago daquela época, diversos “Al Capones” se revezam para locupletar com dinheiro publico. E aí, também diferentemente do citado filme, não e a policia q alcovita, mas um complexo sistema de relações entre a velha mídia e políticos corruptos de todos os matizes, mas mais comumente de alguns partidos (o PMDB na vanguarda, sempre).

    O que não da pra aceitar e essa mesma mídia (desnudada pelo caso Cachoeira- Veja/Grupo Abril) como ponta de lança de um dos maiores achaques a um poder que este do caso denominado Mensalão. O STF deve condenar, mesmo que sem provas ou com provas insuficientes, ou seja, julguem politicamente (o que nem com o Collor ocorreu). Porque se não condenarem o Dirceu do que valera toda a grita da velha mídia? De nada!

    Erigir o combate a corrupção a uma cruzada contra um partido e, especificamente, um homem, no caso o José Dirceu, e manter a lógica dos “pedágios” pagos pelo Al Capone a policia daquela época, só que aqui a um esquema de imprensa e através de outro tipo de moeda: a informação.

    E depois? Vai se julgar o mensalão mineiro? O do DEM no Distrito Federal? A veracidade do material da Lista de Furnas ou da Privataria Tucana? Cade o zeloso Gurgel, segundo o Collor, Prevaricador Geral da Republica, que não investiga as reguladoras, o DNIT, e demais apaniguados com o governo central?

    Enquanto tivermos no “combate a corrupção” a mesma lógica dos esquemas de poder, onde apenas alguns são denunciados e sentenciados em cima de juízos políticos não avançaremos um milímetro no verdadeiro combate que deve alcançar a todos indistintamente, em todas as esferas do poder e, de preferencia, desatrelados da iniciativa midiatica, esta comprometida com interesses criminosos.

  22. Michelle - A Besta Desvairada said

    Joaquim Barbosa se fosse gaúcho estaria dizendo: “O Boi se come aos bifes…”E está fatiando crime por crime e respectivos envolvidos
    a petralhada já anda meio ressabiada…culpando a pressão da imprensa…o negão destemperado e traidor etc
    Mas a TV Justiça está mostrando a condenação seguida dos mensaleiros.Ponto a Ponto.
    Provas e mais provas.
    Lavagem de $$, Peculato, corrupção passiva e ativa.
    Como diria Toffoli …”chupa que a pica é doce”.
    Acrescento… e diabética.

  23. Edu said

    Zbig,

    Qual é a sua proposta para solucionar o que disse?

  24. Zbigniew said

    Simples, Edu.

    Denuncie-se e processe-se quem deve se-lo.

    E combata-se o exemplo da bunda gorda do prevaricador em cima de processos que deveriam ser apreciados. Essa pratica e muito mais comum do que se imagina.

    O salvo-conduto dado ao clone do Jô, ao Caneta, e aos privateiros revela um sistema onde prevalece o medo reverencial de muitos políticos em relação a velha mídia e onde o pragmatismo da esquerda no poder vai levar a um fenômeno parecido com o q ocorreu com as sociais democracias européias. Com o tempo elas se confundiram com os espectros de direita e já não havia como distingui-los. Aqui ainda pode demorar um pouco porque o que não falta e matéria-prima para programas sociais. E, aqui sim, era importante se impor a ideologia.

    Mas o que a Dilma menos quer e confronto, e uma Veja domesticada na rédea curta nao e nada mal. Deveriam alerta-la sobre a natureza do escorpião.

  25. Edu said

    Zbig,

    O que vc quer dizer com “Denuncie-se e processe-se quem deve se-lo.”?

    Na sua opinião as pessoas que estão sendo denunciadas e processadas não deveriam sê-lo?

  26. Zbigniew said

    Também, Edu. Não só, mas também.

  27. Michelle - A Besta Desvairada said

    Petistas pessimistas e pedindo para outros serem julgados???
    Quer dizer a ‘FARSA” não era farsa.Lula mentiu….CX2 não convenceu ninguém!
    Era desvio de fundos ( públicos ou privados) para montar uma falcatrua chamada de “recursos não contabilizados” para comprar aliados. Simples secos e molhados.Sujo.
    A ideologia virou moeda!
    Que vergonha, porra.

  28. Edu said

    Zbig,

    Então não entendi o ponto.

    Se há corrupção, há necessidade de denúncias, investigações, processos e punições.

    Há muito tempo todos sabem da corrupção.

    As denúncias apareciam, mas eram investigadas de maneira que nunca resultaria em punição.

    De um momento para cá, as investigações melhoraram um pouquinho e os processos começaram a parecer sérios (eu ainda acho um circo).

    Talvez, como nunca antes na história deste país, haverá punições.

    Isso não é bom?

    Se há necessidade de reavivar a ética política, há que se começar por alguém!

    Por que esse medo da mídia, ou essa necessidade de incriminar a mídia?… Se a mídia tiver que ser acusada, processada, investigada e punida, provavelmente chegará a vez dela.

    Então, qual é o ponto Zbig?

  29. Zbigniew said

    Tenta enxergar, Edu. Meio combate não é combate. Tudo pela metade esconde outras intenções. Tenta que tu consegues.

  30. Edu said

    Zbig,

    Se vc está tentando demonstrar alguma coisa, vc não pode contar com minha boa vontade para “tentar enxergá-la”.

    Eu só estou querendo saber onde vc quer chegar, para mim não está fazendo sentido.

    Na verdade, a sua explicação que está pela metade, e se está pela metade, vc tem outras intenções! Quais são suas outras intenções?

    —X—

    Para mim qualquer combate é combate, e se combate com as armas disponíveis.

    O Lula passou 8 anos matraqueando e propagandeando a sua cruzada para combater a miséria, e mesmo assim não resolveu. Vc chamaria isso de meio combate? Quais seriam as outras intenções de Lula?

    Da mesma forma, há combate ao analfabetismo, no entanto há analfabetos. E aí?

    Na verdade, pensando bem, quaisquer ONGs que exitem e que vcs da esquerda tanto gostam, combatem um eterno meio combate. Qual é a sua proposta nesse caso? Acabar com todas as ONGs?

    Continua não fazendo sentido para mim Zbig, na verdade, essa história de “tentar enxergar” só piorou as coisas.

  31. Edu said

    Essa discussão faz eu ter saudades do Elias…

    Ele conseguia explicar com uma clareza impressionante que a Dilma, a toda poderosa, iria “operar com a mão pesada” uma queda de braço com a Europa por conta da especulação originada pelos empréstimos dos bancos europeus e as baixas taxas de juros por lá!

  32. Patriarca da Paciência said

    Edu,

    eu me lembro bem da “tese” do Elias. O problema não é “as baixas taxas de juros por lá”.

    O problema é que os banqueiros europeus tomam empréstimos, dos governos, “por lá”, com taxas de juro até negativas e emprestam o dinheiro aos banqueiros daqui, com taxas altíssimas. Com isso há uma drenagem de recursos financeiros do Brasil para a Europa.

    É bem o que acontece mesmo!

  33. Edu said

    É mesmo Patriarca?!

    Leia denovo o que vc escreveu:

    “O problema não é “as baixas taxas de juros por lá”.”

    “O problema é que os banqueiros europeus tomam empréstimos, dos governos, “por lá”, com TAXAS DE JUROS ATÉ NEGATIVAS” (caps por minha conta)

    Ou seja Patriarca, a tese do Elias é SIM que o problema são as TAXAS DE JUROS ATÉ NEGATIVAS DE LÁ!

    —X—

    Mas tudo bem, deve ser por isso que o Brasil não tem dinheiro pra nada, né? E é por isso que a Dilma tá relutando em conversar com os grevistas que a elegeram?

    Deixa eu tentar esclarecer alguns pontos sobre o capitalismo:

    1 – Não é emprestam, o nome certo é investem. E investem porque a operação dos empreendimentos aqui gera lucro, se não gerasse, não investiriam.

    2 – Investimentos não drenam recursos de ninguém.

    3 – As taxas são acertadas no momento do investimento. Quem capta os recursos sabe o preço que vai pagar de antemão! Há inúmeras possibilidades para captar dinheiro no Brasil. O Elias se esqueceu que há um mundo inteiro com dinheiro para investir, e não é só a Europa. A Europa corresponde a uma parte disso.

    Acho que é por isso que vcs não gostam do capitalismo: as pessoas não costumam gostar muito do que não entendem…

    Mas é bonito de ver o corporativismo esquerdista, tomara que, ao correr pra “salvar” o Elias, o Patriarca não tenha caído e se machucado!

    Com a esquerda é assim: vc joga uma minhoca e pesca uma baleia!

    Por isso que eu gosto do seu blog Pax! hehehehe

  34. Patriarca da Paciência said

    Edu,

    com todo o respeito, acho que é você que não entende a filosofia da coisa. A intenção dos governos, ao praticarem taxas de juros baixíssimas e, até negativas, é que os banqueiros repassem essas vantagens aos seus clientes e os clientes façam os devidos investimentos para movimentar a economia.

    E o que acontece?

    Os banqueiros apenas especulam “vendendo papéis”.

    Foi essa “maravilha” capitalista que colocou Estados Unidos e Europa na situação em que hoje se encontram.

  35. Edu said

    Patriarca,

    Vc tá concorrendo com o Zbig?

    “A intenção dos governos…” (Patriarca)

    “Tudo pela metade esconde outras intenções.” (Zbig)

    O Elias foi o primeiro a gracejar as “intenções” da Dilma quando tocou no assunto. Como se ele fosse o maior amigo da mesma para ler o pensamento dela! Mas as “intenções” da Dilma são boas, e as “intenções” da Europa são más.

    Quando o Lula foi conversar com o Gilmar Mentes, não havia intenção nenhuma. Ou era uma boa “intenção” na avaliação da militância.

    Eu gostaria muito de contratar um petista para me ajudar na avaliação e julgamento das pessoas. Porque vcs fazem isso de maneira primorosa! Vcs sabem das intenções de todos com uma clareza… acho que nem Deus conhece tão bem as intenções das pessoas quanto vcs…

    E vcs julgam e generalizam:

    Aí surgem raciocínios tortos como os do Elias e outras generalizações como essas:

    – quem tem dinheiro é da zelite e quer que o povo se ferre
    – quem é pobre é coitado oprimido pela zelite
    – quem é negro é pobre
    – os EUA só querem saber de dominar o mundo egoisticamente
    – a Europa quer sobreviver, mas vai sobreviver pisando nos países em desenvolvimento
    – e por aí vai…

    Vcs vão continuar discutindo as coisas com base nos 2 pesos e 2 medidas? Estão certos disso?

    —X—

    Fora isso Patriarca, faço o mesmo comentário que eu fiz para o Elias:

    A especulação faz parte da brincadeira e a Dilma não irá controlar isso, nem com sua “mão pesada” que o Elias tanto gosta, e é ridículo ela ir la na Europa ficar dando piti moralista pra banqueiro! Soa como criança mimada chorando porque não ganhou bala quando foi no supermercado….

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: