políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Brasil com S

Posted by Pax em 26/03/2013

Anúncios

71 Respostas to “Brasil com S”

  1. Edu said

    Otto,

    Meu caro poeta.

    Se vc é um professor de literatura, sabe que não coloquei nada na sua boca, nem palavras.

    Apenas condicionei: se vc acredita que a mídia deva ser regulada, em minha opinião, vc está indo pelo caminho errado.

    Leia direitinho.

    Em todo caso, cabe uma propaganda, temos um professor de leitura e interpretação de textos aqui: o Totó, vc pode buscar ajuda com ele. E uma dica: ele odeia o capitalismo, as aulas sobre os pensadores, política, história, jesus cristo, economia e contabilidade, serão todas de graça.

  2. Edu said

    Eis o resultado da política protecionista da Dilma sobre a indústria automobilística nacional:

    Demissão de 500 funcionários pela GM.

    Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1252617-gm-demite-500-funcionarios-em-sao-jose-dos-campos-diz-sindicato.shtml

    A Dilma e sua equipe econômica conseguiram atrasar em 1 ano o inevitável. Só que o prejuízo, obviamente foi superior aos 500 funcionários demitidos, não é mesmo?

  3. Edu said

    Todos tem seus dias:

    Esse foi o do Haddad.

    “Se você entrega 75 km de corredores de ônibus [ao final do mandato] e deixa outros 30 km em execução, com o restante aprovado, licenciado e fonte orçamentária disponível, quanto se cumpriu da meta [que é de 150 km entregues]?”, indagou. “Zero”, respondeu um jornalista. “Essa é a tua opinião. Por isso tem um comitê que não é composto por jornalista”, respondeu o petista.

    E completa:

    “Acho pouco sofisticado o sistema binário do “cumpriu” ou “não cumpriu”. Teremos um mês para definir critérios de mensuração das metas”, disse.

    Fonte: http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2013/03/26/haddad-lanca-plano-com-cem-metas-com-custo-de-ate-r-23-bilhoes.htm

    É claro.

    1% da meta cumprida, jogada no colo dos outros é meta cumprida, obviamente.

  4. Edu said

    Tomara que o Haddad não use os mesmos critérios de “cumprimento de metas” que ele instituiu quando era Ministro da Educação.

    O Mercadante está lá, tentando justificar os critérios muito sofisticados que levam um sistema nacional de avaliação de ensino a creditar 50% da nota par alguém que recheia sua redação com o hino de um time de futebol.

  5. Pedro said

    Diante da mediocridade da música comercial brasileira, achei nota 10 o som da Patrícia.
    …….

    Conheci Macapá, ano passado a convite de um ex-vizinho que se estabeleceu lá a 20 anos.
    Dizendo-se bem sucedido, repetindo convites pra conhecer o Amapá, e propondo sociedade. Fui conferir. A princípio, só o calor já me desanimou. E vendo de perto, resolvi cair fora, deduzi que ele é apenas testa de ferro de algum político de lá.

    Se aqui no Sul tem corrupção, acho que por lá é um pouco pior. E é uma divisão muito clara entre ricos e pobres, não existe meio termo.
    …….

    Só por isto este pessoal aí do vídeo merece aplausos, são guerreiros.

  6. Michelle 2 said

    Gastos com diárias no governo federal crescem 22%. Valor soma quase 1 bi
    26 de março de 2013

    Aumento em um ano ocorreu apesar de promessa de reduzir despesas

    O governo federal gastou no ano passado quase R$ 1 bilhão em despesas com diárias para 285 mil servidores federais, incluindo ministros do governo Dilma Rousseff. Esse montante não inclui outras despesas de viagens de trabalho do funcionalismo, como passagens e outros meios de locomoção. Foram pagos R$ 858 milhões, 22% a mais em relação a 2011.

    O aumento ocorreu a despeito de o próprio governo ter anunciado no início de 2012, por ocasião do contingenciamento de mais de R$ 55 bilhões no Orçamento Geral da União, que pretendia reduzir esse tipo de despesa. Na época, a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, disse que estava sendo aperfeiçoado o sistema de pagamento de passagens e diárias dos ministérios, com simplificação de procedimentos, e que o controle seria mais rígido.

    — Em alguns casos, os controles serão apertados para garantir que esse tipo de gasto não cresça — afirmou na ocasião.
    O Ministério do Planejamento não explica especificamente por que essa despesa cresceu se a intenção era reduzi-la. Mas justifica que, embora maior do que em 2011, o gasto com as viagens oficiais do funcionalismo no ano passado está dentro do limite estabelecido pela Portaria MP nº 75, de 8 de março de 2012, que era de R$ 1,677 bilhão para despesas com diárias e passagens — não há um limite só para as diárias.

    Os maiores gastos são registrados nos ministérios maiores, com grandes estruturas nos estados. Em 2012, o Ministério da Justiça aparece no Portal da Transparência com o maior volume pago em diárias (R$ 159 milhões), incluindo nessas despesas a Polícia Federal. O da Educação é o segundo, com R$ 141 milhões, abrangendo toda a rede federal de ensino. Em seguida aparecem Defesa (R$ 136 milhões); Previdência (R$ 68 milhões) e Saúde (R$ 45 milhões).

    No caso dos valores pagos individualmente a ministros, o que mais recebeu em 2012 foi o ministro da Ciência e Tecnologia, Marco Antonio Raupp, que teve R$ 75.577,20 para cobrir despesas de viagens de trabalho. O levantamento feito pelo GLOBO no Portal da Transparência, vinculado à Controladoria Geral da União (CGU), não identificou irregularidades no pagamento a ministros.

    As diárias de ministros voltaram a ser pagas em julho de 2009, por recomendação da Comissão Parlamentar de Inquérito que investigou desvios no uso do cartão corporativo do governo federal. Os titulares das pastas têm direito a diárias em agendas oficiais fora de Brasília, em dias úteis e nos fins de semana, em cidades onde tenham residência ou não. Segundo a CGU, “não havendo compromisso oficial, a diária não é paga”. A CGU disse ainda que “não foram evidenciadas, no exercício de 2012, constatações relativas ao pagamento irregular de diárias a ministros de Estado”.

    Primeiro nos gastos com diárias, Raupp fez mais de 60 viagens em 2012, mas o valor que recebeu é menor que o pago aos dois ministros que mais ganharam em 2011: o da Saúde, Alexandre Padilha (R$ 86.022,86), e Ana de Hollanda (R$ a ministra 81.228,58), ex-ministra da Cultura. A participação de Raupp na Rio+20 (Conferência da ONU para o Desenvolvimento Sustentável), de 13 a 22 de junho de 2012 no Rio, custou aos cofres públicos R$ 12.643,82 somente em diárias, sem contar as reuniões antes do evento.

    A justificativa dada pelo ministério para a quantidade de diárias é que o governo determinou que se pagasse o dobro do valor regulamentar durante a Rio+20, por causa das dificuldades de hospedagem na ocasião. Segundo a pasta, as diárias pagas a Raupp referem-se a viagens feitas no exercício da função.

    Uma das protagonistas da Rio+20, Izabella Teixeira (Meio Ambiente) também está no topo da lista dos que mais gastaram com diárias no ano passado, totalizando R$ 59.711,61. Ela viajou seis vezes para a capital fluminense entre maio e setembro, e chama atenção o fato de, nos dias 10 e 11 de maio, ter ido e voltado do Rio duas vezes. Segundo a assessoria do MMA, ela estava negociando na capital fluminense, teve que voltar a Brasília para cumprir uma agenda e retornou ao Rio para concluir a reunião.

    Fonte: O Globo

    _____________
    1. Uma das protagonistas da Rio+20, Izabella Teixeira (Meio Ambiente) também está no topo da lista dos que mais gastaram com diárias no ano passado, totalizando R$ 59.711,61.

    2. Enquanto isso Dilma passeava em Granada visitando, junto com o “Mercadejante”, La Alhambra e outras cidades turísticas, sem agenda oficial ( Fonte BBC Brasil)

    3. Pax os seus rendimentos aumentaram 22% o ano passado?

  7. Pax said

    Caro Pedro,

    O cabedal, acervo, de história e cultura deste trabalho me deixou realmente emocionado.

    Uma pausa neste tema de corrupção que desgasta um bocado.

    Achei fantástico recolher num mesmo grupo e trabalho desde memórias da vasta cultura que os negros trouxeram com um fado português elaborado por Vitor Ramil, gaúcho do interior, trazendo a mistura de raças e o sincretismo atávico nacional.

    Em tempos de Marco Feliciano é um alento e tanto pro espírito de um pobre ateu.

  8. Patriarca da Paciência said

    Senador Requião em notável monólogo, digno de uma boa peça teatral:

  9. Michelle 2 said

    Pax
    lula não gostou do seu post ( eu adorei- falou a verdade):

    1 – meu corrupto é melhor que o teu

    2 – você comprou o Congresso antes que eu

    3 – meu mensalão é mais leve que o teu

    E te mandou uma aviso:

    O ex-presidente disse que as pessoas devem ter “cuidado” com aqueles que usam o combate à corrupção como bandeira de campanha. “[Elas] podem ser piores que quem está acusando.”

    Pax, vc ( elas – as pessoas) é pior ou melhor “que quem está sendo acusado” ?
    Oh dúvida cruel, né? ( Dilema de Tostines)
    Mas, pela “duvidança” sugiro a penitência de dormir descalço esta noite! hehehe

    Amanhã Totó te perdoará, citando frase de algum autor conhecido.

  10. Michelle 2 said

    Totó
    Requião mastiga sementes verdes de mamona em público, faz tempo…(até lula se espantou! na TV)
    Eu não recomendo.Faz mal à saúde.
    Óleo de mamona é combustível de foguete!
    Queima neurônios.
    Nem tente mastigar sem um médico por perto.
    ______

    Prefiro marijuana do caribe!
    Fidel Castro sabe das coisas.
    Hace tiempo!

  11. Jose Mario HRP said

    Pelo menos isso!
    F.Haddad resolveu desapropriar o terreno que estava sendo reintegrado pela justiça, deixando 1000 famílias na rua!
    Suspensa a carnificina da Meganha (PM) (a justiça suspendeu a reintegração), resta esperar o decreto municipal e dar um basta nessa coisa!
    Afinal Haddad agiu como prefeito de todo o povo paulistano.

  12. Patriarca da Paciência said

    É meu caro HRP,

    parece que o FHC vai continuar sendo “a voz que clama no deserto”.

    A “aproximação do PSDB com o povo” parece algo totalmente inexequível.

    É contra a natureza da massa cheirosa!

    É contra a natureza da “tradição, família e propriedade” !

    É contra a natureza do Serra, o escorpião que pica o sapo que o leva nas costas, mesmo sabendo que estão no meio de um lago e que ambos morrerão afogados!

    É contra a natureza do Geraldo Opus Dei!

    E o Haddad marcou um gol de placa!

    Depois os babacas ficam aí dizendo que o PT ganha eleição de modo ilegítimo.

  13. Zbigniew said

    Gosto do Requião. Ao contrário dos parlamentares do PT, vai à Tribuna e solta o verbo. Gostei principalmente porque ele resumiu muito bem a relação rentismo-financismo e solidariedade. Faltou destacar a pérola dita por um ex-integrante do governo FHC, hoje empregado pelo sistema financeiro, que prega o desemprego (e o aumento dos juros, por óbvio), como forma de combater a inflação. É daqueles que faz coro com a Economist e o Financial Times, colocando o Brasil como não mais atrativo aos investidores estrangeiros (diga-se: especuladores), e elegendo o México como a bola da vez. É de se perguntar se o indigitado toparia perder o próprio emprego para ajudar no combate à inflação. A resposta nós sabemos.

  14. Jose Mario HRP said

    Acho que se Haddad der continuidade a politicas inclusivas, sem bulir com essa classe média hipócrita paulistana terá a chance de catapultar seu nome a lista dos grandes nomes do PT nas próximas décadas.
    Mais que isso um nome para manter a saga dos governos populares.
    Já Requião, seria bom que esse homem pudesse ter mais voz dentro do cenário politico brasileiro, pois ele tem muito a ensinar e acrescentar.
    Por nacionalista e com uma visão crítica aguda é alguém poderia melhorar e muito nosso congresso e administração. Seria um belo ministro dessas areas sensíveis do governo da Dilma, e quem sabe até um presidenciável.

  15. Jose Mario HRP said

    Uau! A Espanha está una m…..mesmo!
    A Ibéria , linhas aéreas, chegou a pensar em cobrar dos passageiros o uso do banheiro!
    Fundo do poço espanhol, e fim dos tempos de arrogancia dos espanhóis para com outros povos , julgados menos ……….

  16. Zbigniew said

    O que dizem o FT e Economist a respeito das contas da rainha? Talvez devessem pedir a cabeça do ministro das finanças de lá também:
    http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2013/03/20/internas_economia,355861/reino-unido-tera-metade-do-crescimento-economico-interno-previsto-em-2013.shtml

  17. Edu said

    Bom dia!

    O dia começou muito divertido! Justamente na semana santa, quem diria:

    1 – O Haddad igorando a proposta de governo e falando de metas (metas que não tem métrica, não tem critério e são avaliadas por um colegiado que ele mesmo escolheu). Assim é fácil!

    2 – É verdade que a revista Caros Amigos está tomando um pau do Ministério do Trabalho?! hahahahahaha

    3 – Toda semana tem uma notícia anunciando a Petrobras vendendo alguma coisa. Eu achei que ela fosse uma indústria do petróleo e não uma rede de varejo… É no que dá o governo gerenciar a Petrobras como o Seu Manoel gerencia a padaria (né Totó?)

  18. Edu said

    O superávit brasileiro depende muito da agricultura.

    E o que o governo faz pela agricultura?

    Nada.

    Lembram-se de quando eu falei que a falta de gestão do PAC era a única coisa que a Dilma deveria fazer para contribuir efetivamente para o desenvolvimento do Brasil?

    Bom, boa parte do PAC era infraestrutura.

    E hoje, isso aqui aparece:

    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1253024-produtor-perde-us-4-bi-com-caos-logistico-no-pais.shtml

    Além do pessoal da esquerda ficar esperando feito hienas famintas qualquer deslise de um agricultor para usar suas terras para uma reforma agrária, o governo não ajuda nada quem traz dinheiro para o país.

  19. Patriarca da Paciência said

    “El Bigodon” mostrando toda a sua força.

    “247 – O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso oficializará sua candidatura à Academia Brasileira de Letras (ABL) nesta quarta-feira 27, depois de sessão de saudade por João de Scantimburgo, quando a vaga será dada como vaga, às 16h.

    Sua eleição está garantida por quase unanimidade, de acordo com a coluna de Sonia Racy, que noticiou que FHC teria o apoio de 29 dos 40 imortais. Em reportagem nesta terça-feira, o 247 lembrou que o escritor João Ubaldo Ribeiro já fez campanha ferrenha contra a entrada do tucano ao seleto grupo. A dúvida, agora, é se ele manterá sua oposição.”

    http://www.brasil247.com/pt/247/cultura/97285/Elei%C3%A7%C3%A3o-de-FH-%C3%A0-ABL-ser%C3%A1-quase-un%C3%A2nime.htm

  20. Patriarca da Paciência said

    PITACO DO DIA
    “E o PSB se tornou o Viagra do PSDB.”
    — Norberto Amaral (blog do PHA)

  21. Jose Mario HRP said

    Se há necessidade de tal remedinho é porque se está na curva descendente!

  22. Edu said

    Vejam que interessante:

    O Senado está aprovando 2.400 cargos públicos federais.

    “Pelo projeto, 2.322 cargos serão preenchidos por meio de concurso público e outros 111 cargos em comissão. A maior parte das vagas que serão ocupadas por concurso – 1,2 mil postos – está reservada para a carreira de analistas de Controle Interno do Sistema Único de Saúde (SUS), vinculados ao Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus).”

    O SUS como sabemos sempre tem problemas no que diz respeito aos procedimentos de menor valor agregado. Será que a contratação de 1.200 postos de trabalho é a melhor medida pra resolver isso?

    Além disso temos:

    “O projeto ainda prevê a criação de outros 111 cargos em comissão, distribuídos da seguinte forma: 13 para a Secretaria de Direitos Humanos; 17 para a Agência Nacional de Cinema (Ancine); e 97 para o Ministério da Educação e órgãos vinculados à pasta. Esse último ministério ainda contará com outras oito novas funções gratificadas para serem distribuídas.”

    Ou seja, mais gente para porcaria nenhuma. 111 cargos em comissão é muita coisa. É uma empresa nas mãos do governo, e o mais incrível: nenhum perfil técnico, só perfil político. Qual será o interesse real por trás disso?

    Fonte: http://atarde.uol.com.br/politica/materias/1493252-ccj-do-senado-aprova-criacao-de-24-mil-cargos-federais

  23. Michelle 2 said

    lula bravateiro e a piada do português boquirroto:

    “Se alguém tiver um produto brasileiro e tiver vergonha de vender, me dê que eu vendo. Não tenho nenhuma vergonha de continuar fazendo isso. Se for preciso vender carne, linguiça, carvão, faço com maior prazer. Só não me peça para falar mal do Brasil que eu não faço isso”, afirmou o ex-presidente, em entrevista ao jornal “Valor Econômico” publicada nesta quarta-feira (27).

    ______________

    Mas pagando, Senhora Presidente!

  24. Michelle 2 said

    Sobrou de novo pra nós… Dilma acusa imprensa de manipular sua fala

    VEJA ONLINE

    Que o governo tem optado por estimular o crescimento da economia em detrimento do controle da inflação, não é novidade. Nesta quarta-feira, no entanto, foi a primeira vez que a presidente Dilma Rousseff deixou escapar sua heterodoxa preferência pelo Produto Interno Bruto (PIB), durante conversa com jornalistas em Durban, na África do Sul, onde esteve para o encontro dos Brics.

    Dilma afirmou que não concorda com políticas de combate à inflação que mirem a redução do crescimento econômico. A fala repercutiu como pólvora – o que fez o blog do Planalto divulgar uma nota feita pela presidente desmentindo sua frase. “Foi uma manipulação inadmissível de minha fala. O combate à inflação é um valor em si mesmo e permanente do meu governo”, afirmou a presidente.

    Dilma também pediu que o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, conversasse com jornalistas para desfazer o “mal entendido”. À Agência Estado, Tombini afirmou que era preciso que o “mal entendido fosse desfeito e que não há tolerância em relação à inflação”. Ele até usou o expediente da insubordinação para consertar a frase de Dilma. “De inflação fala a equipe econômica. Em relação à política de juros, fala o Banco Central”, disse.

    De acordo com a nota, Dilma decidiu se pronunciar após “tomar conhecimento de que agentes do mercado financeiro estavam interpretando erroneamente seus comentários como expressão de leniência em relação à inflação”. As declarações da presidente reduziram as apostas de elevação da Selic, a taxa básica de juros da economia. As taxas futuras, que já caíam desde a abertura do mercado, acentuaram o movimento imediatamente após as palavras da presidente.

    Com as declarações de Dilma, os analistas entenderam que o governo acredita que a inflação no Brasil seja algo temporário e que o Banco Central poderá adiar o início do aperto monetário. As palavras de Dilma, na véspera da divulgação do Relatório Trimestral de Inflação, também foram criticadas por alguns agentes, porque atrapalharia o esforço do presidente do BC, Alexandre Tombini, em ancorar as expectativas do mercado.

    RN
    —————–
    dilma “discursando” é um perigo!
    Lembram da COP 15 em Copenhague, onde ela afirmou que o meio ambiente era uma ameaça ao desenvolvimento?

    Vale a pena ver de novo!

  25. Michelle 2 said

  26. Pax said

    Off, mas Brasil com S também.

    Fiquei olhando por aí as notícias e reações sobre a tal PEC das Domésticas.

    Pois bem, o que mais me chamou a atenção foi o fato que apenas 1/3 dos empregadores registram as profissionais (ou os profissionais) que trabalham em suas residências.

    Ou seja…

    Corruptos somos nós. O Elias tem lá sua parcela de razão.

    Se somos corruptos, elegemos corruptos. Simples assim.

    Fico imaginando um cara ter uma empregada em casa, a pessoa trabalhar dia e noite, sem registro, sem férias, sem 13o, sem direito a aposentadoria e o patrão vagando pela internet reclamando da corrupção do governo.

    Pois é…

    (ok, sei que vai ser um problema para alguns, que pode gerar desemprego etc, há dois lados nesta moeda, mas não respeitar os direitos dos trabalhadores domésticos não me parece opção)

  27. Patriarca da Paciência said

    “Fico imaginando um cara ter uma empregada em casa, a pessoa trabalhar dia e noite, sem registro, sem férias, sem 13o, sem direito a aposentadoria e o patrão vagando pela internet reclamando da corrupção do governo.”

    Muito bom, caro Pax, muito bom!

    É o retrato perfeito de muita gente por aí!

  28. Pax said

    Valeu, caro Patriarca! =)

    O fato de alguns brasileiros perderem o privilégio de ter empregada em casa é um sinal, assim me parece, de evolução da nossa sociedade. O ser humano não pode ser mal remunerado. Tem que ter o mínimo para sobreviver com dignidade, tem que ter seus direitos garantidos. Dentro de toda razoabilidade, claro. Mas aposentadoria, jornada de trabalho correta, horas extras etc são o mínimo do mínimo. Ideal é que ainda tenham educação e saúde públicas de boa qualidade e outras coisas mais, com transporte de qualidade etc etc. Mas, enfim, o m[inimo do mínimo tem que ser garantido a todos.

    Idem para os trabalhadores rurais, claro. Todos, afinal.

    Em sociedades que almejo como meu ideal (e não posso exigir que todos queiram o mesmo modelo, mas tenho o direito de defender o meu ponto de vista até ser convencido que há algo melhor), empregados domésticos são caríssimos e poucos têm disponível em casa.

    Falo dos modelos nórdicos, sim. Sociedades que vivem as melhores experiências sociais democratas que tenho notícia.

    A questão do desemprego que pode causar, sinceramente, não me parece um problema tão insolúvel neste momento no Brasil. Graças a todos os passos que demos, mesmo com toda essa desgraça da corrupção, vivenciamos um momento ímpar no Brasil, o pleno emprego.

    Ou seja, é um momento onde a possibilidade de uma doméstica demitida arrumar emprego em algum lugar é bem maior que num momento em que o desemprego estivesse em alta.

    Enfim, aplaudo de pé esta PEC.

  29. Zbigniew said

    Antes tarde do que nunca essa PEC. Vai forçar uma mudança profunda de mentalidade na nossa sociedade. Mal comparando, seria um dos últimos resquícios da cultura da escravidão no país. A Danuza que nos perdoe.

  30. Zbigniew said

    Cara, bem ofitópique. Pros nossos liberais, que tanto criticam a Dilma.
    Como é que uma pessoa em sã consciência pode apoiar um sistema financeiro como esse, representado pela troika européia, que fala grosso com países falidos, mas é capaz de “abrir as pernas” e engolir toda sua arrogância, quando máfias e paraísos fiscais estão envolvidos. Até quando as sociedades vão aturar o comportamento dessa gente?

  31. Jose Mario HRP said

    Para começar:
    Nunca tive empregadas.
    Depois:
    Do jeito que se coloca a pec das domésticas, muita moça e moço , empregados domésticos vão ficar sem emprego.
    Se a chegada dos direitos é perfeita, a forma como são apresentados aos empregadores é triste.
    Haverá muita dificuldade em se adequar a nova condição.
    A burocracia, as dificuldades de entrar junto aos orgãos como INSS, e FGTS serão problemas sérios, mas os cálculos e as dúvidas farão com que os empregadores mais humildes fiquem diante dum dilema.
    Mais uma vez o dedão de cima para baixo, sem que houvesse período de transição e apoio burocratico, vai causar um quase extermínio dessa categoria de trabalhadores.
    Querem apostar?

  32. Jose Mario HRP said

    O pastorzinho que preside a comissão dos direitos humanos na Câmara teve um ataque de raiva , ontem, diante de uma simples pergunta de reporter.
    Largou uma entrevista coletiva grunhindo , dizendo estar sendo perseguido.
    Pouco antes mandara prender um cidadão que protestava na sessão da Comissão , por r o ter chamado de racista!
    Ué?
    Falar a verdade agora dá prisão?

  33. Zbigniew said

    A tendência é o mercado se adaptar e absorver os que não se adaptarem às novas regras. Por isso que a Dilma não pode ceder (e não cederá) aos apelos dos porta-vozes dos rentistas e financistas pelo aumento do desemprego em nome de um suposto combate à inflação.

  34. Michelle 2 said

    Democracia e Estado de Direito, funcionando!

    Confira no JN

    http://g1.globo.com/jornal-nacional/videos/t/edicoes/v/sessao-presidida-pelo-deputado-marco-feliciano-acaba-em-tumulto/2484480/

  35. Michelle 2 said

    Edu

    Dilma disse e depois disse que não disse…hehehe!

    http://g1.globo.com/jornal-nacional/videos/t/edicoes/v/encontro-de-lideres-dos-brics-e-marcado-por-acordos/2484485/


    “Nas declarações que entendeu terem sido manipuladas, Dilma dissera que o aumento da inflação que aí está é produto de choques externos e que seu governo não vai adotar nenhuma política que sacrifique o crescimento econômico e o emprego. Ficou entendido, assim, que o recuo da inflação viria espontaneamente e que a política monetária (política de juros) não deveria ser acionada pelo Banco Central para empurrar a inflação para dentro da meta.

    A ênfase dada pela presidente Dilma às causas externas da inflação não explica por que esses choques de oferta de alimentos, gerados pela seca que derrubou as safras dos Estados Unidos no ano passado, só provocaram toda essa inflação no Brasil – e não também em outros países emergentes.

    De todo modo, não é esse o diagnóstico do Banco Central. Em seus documentos (Relatório de Inflação e atas do Copom) vem denunciando mais causas internas do que externas para a inflação, que atualmente ultrapassa o nível dos 6% em 12 meses.

    São elas fundamentalmente três: (1) descompasso entre uma “demanda robusta” e uma oferta fraca, ou, em outras palavras, incapacidade da produção interna de dar conta do forte consumo; (2) política de gastos públicos frouxa demais; e (3) mercado de trabalho excessivamente aquecido.

    O Banco Central tem também repisado que não há incompatibilidade entre as políticas de combate à inflação e a criação de condições para o crescimento econômico – como pareceu sugerir a presidente Dilma Rousseff. Tem enfatizado o contrário. No parágrafo 32 da última Ata do Copom, por exemplo, deixou dito que “taxas de inflação elevadas reduzem o potencial de crescimento da economia, bem como de empregos e de renda”.

    As declarações estão gravadas e aparentemente a presidente disse o que não deveria ter dito. Talvez a questão mais relevante para o acontecido seja o fato de que, apesar das explicações e dos desmentidos, Dilma tem dado motivos para que os agentes econômicos tendam a achá-la mais tolerante com a inflação do que admite ser. E, também, de que não gosta de que a política de juros seja usada para enquadrar a inflação dentro da meta.”

    CM

  36. Jose Mario HRP said

    Colegas de blog, embora tenha uma opinião um pouquinho diversa da maioria em relação ao essa PEC dos empregados domésticos, vai aqui algo que corrobora a vossa opinião(hilário é pouco):
    [video src="http://stream.ig.com.br/v1/streams/a/b79/b79b4d513b784293b49ea4ac179e11e5/38c1c476c7553fba8fa2adaefef5af3d.mp4" /]

  37. Patriarca da Paciência said

    É isso aí, meu caro HRP,

    “isso é que é bondade da boa”, como já dizia aquela musiquinha do pau-de-arara.

  38. Edu said

    MIchelle,

    A Dilma-mão-pesada-ornitorrinca-neoliberal-guarani-kaiowá fazendo o que?!

    Falou grosso na primeira

    Tomou um toco na segunda, do própbrio BC

    Desconversando na terceira

    Fonte: http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2013/03/28/relatorio-inflacao-bc.htm

    É a mão-de-ferro brasileira, mostrando que aprendeu bastante rápido com Lula.

  39. Edu said

    Ah,

    Um ponto importante: eu que foi importante e positiva para os trabalhadores do país a aprovação da PEC.

    Torço para que estas pessoas façam bom uso das garantias que receberam.

  40. Edu said

    Mais um exemplo:

    Novamente, o governo tratando empresas como se fosse o Manoel gerindo a padaria.

    A Eletrobrás operando com prejuízos. Já não basta a Petrobras vendendo o almoço pra comprar a janta. Aliás, descobri ontem que o buraco da Petrobras é muito mais embaixo. No momento oportuno vcs verão.

    Se eu fosse o Elias, realizaria o preju logo.

    Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1253766-mp-do-governo-faz-estatal-eletrobras-ter-prejuizo-de-r-68-bi-em-2012.shtml

  41. Edu said

    Otto,

    O que vc acha dessa?

    S Sakamoto, considerado um excelente jornalista pela ala da esquerda, e cujo blog é especializado em apresentar as questões trabalhistas das empresas imperialistas, não se pronunciou a respeito da revista Caros Amigos e o processo trabalhista que está correndo por lá.

    Esse é o jornalismo isento que se quer “favorecer” com a regulação da imprensa.

    Tá bom assim?

  42. Edu said

    Alguém consegue me explicar o que o Kotscho quis dizer com esse post?

    Ele tá nervosinho com o Haddad? Ele tá nervosinho com as construtoras? Ou será que ele tá incomodado com a imprensa falando mal do Haddad?

    Qual é a desse cara afinal?

    Pax, vc que é amigo dele, pode dizer alguma coisa?

    http://noticias.r7.com/blogs/ricardo-kotscho/2013/03/27/barulho-infernal-como-atazanar-a-vida-dos-outros/

  43. Edu said

    Otto,

    E o Rodrigo Vianna? E a Carta Capital?

    O Leandro Fortes chama o pessoal do CQC de jornalistas mirins.

    Mas o PHA é um gênio do jornalismo, isentíssimo, diga-se de passagem.

    Fonte: http://www.rodrigovianna.com.br/outras-palavras/nazijornalismo.html#more-18460

    Por aqui – na mídia, qualquer uma, de qualquer lado – vendem-se pesos e medidas, para quem quiser comprar.

    É essa a realidade, só existe uma coisa que faria isso mudar: educação. Não tem absolutamente nada a ver com regulação da mídia ou com a escolha de determinados jornalistas como fontes.

  44. Pax said

    Caro Edu,

    Não conheço o Kotscho não. Gostaria muito. Deve ser uma conversa ótima.

    Me parece que o post dele não tem nada com política, Haddad, construtoras. Nada de nada.

    Acho que ele simplesmente faz uma crônica do dia-a-dia de quem mora em cidade grande.

    E que me parece super apropriada. Faz 12 anos que saí das megalópolis (Rio e São Paulo). De todos os privilégios que ganhei em morar na roça o maior de todos é exatamente o silêncio.

    E há perdas também, mas esse é outro assunto.

    Caro HRP,

    Você toca num ponto importante. Dentro de uma lei que faz sentido a dificuldade criada pela burocracia imbecil que o Brasil não consegue melhorar, temos um problema mesmo. Agora mesmo não sei como fazer para pagar aqui em casa.

    Sobre o vídeo que vc postou, da perua falando, não consegui passar do primeiro minuto. E não acho que essa perua representa a maioria dos empregadores de domésticos no Brasil.

  45. Pax said

    Deu no twitter do Noblat…

    O pensamento brilhante de Marcos Feliciano

    E o canalha mandou prender o cara que o chamou de racista lá no Congresso.

  46. Pax said

    Outro canalha, milico frustrado e babaca

    http://noticias.terra.com.br/brasil/politica/,997da9d3e7ead310VgnVCM10000098cceb0aRCRD.html

  47. Michelle 2 said

    Edu

    já começou…corrupção e mais ainda:

    http://revistaepoca.globo.com//tempo/noticia/2013/03/empresas-da-petrobras-vendidas-pela-metade-do-preco-um-amigo-de-cristina-kirchner.html

    “Na quarta-feira, dia 27 de março, o executivo Carlos Fabián, do grupo argentino Indalo, esteve no 22o andar da sede da Petrobras, no Rio de Janeiro, para fechar o negócio de sua vida. É lá que funciona a Gerência de Novos Negócios da Petrobras, a unidade que promove o maior feirão da história da estatal – e talvez do país. Sem dinheiro em caixa, a Petrobras resolveu vender grande parte de seu patrimônio no exterior, que inclui de tudo: refinarias, poços de petróleo, equipamentos, participações em empresas, postos de combustível. Com o feirão, chamado no jargão da empresa de “plano de desinvestimentos”, a Petrobras espera arrecadar cerca de US$ 10 bilhões. De tão estratégica, a Gerência de Novos Negócios reporta-se diretamente à presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster. Ela acompanha detidamente cada oferta do feirão. Nenhuma causou tanta polêmica dentro da Petrobras quanto a que o executivo Fabián viria a fechar em sua visita sigilosa ao Rio: a venda de metade do que a estatal tem na Petrobras Argentina, a Pesa. ÉPOCA teve acesso, com exclusividade, ao acordo confidencial fechado entre as duas partes, há um mês.

    ————
    depois conte mais…tem muito mais!

  48. Patriarca da Paciência said

    “Pastor homofóbico Marco Feliciano (centro) que preside a Comissão de Direitos Humanos da Câmara já enfrentou dezenas de protestos, que incluíram até um beijo na boca lésbico protagonizado pela atriz Fernanda Montenegro; entre os nomes que pedem sua saída, estão artistas como Chico Buarque, Caetano Veloso e Wagner Moura, sem falar na Anistia Internacional; o lance mais recente da debandada é a demissão em massa de servidores da comissão; mas, ao lado dele, consta um único defensor: ele mesmo, o blogueiro neocon Reinaldo Azevedo (esq.); uma ilha deserta faria bem aos dois?”

    http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/97441/Reinaldo-%C3%A9-o-%C3%BAnico-aliado-que-restou-a-Feliciano.htm

    É o rola-bosta 100% idiota mostrando claramente qual que é o seu lado!

  49. Patriarca da Paciência said

    Do link acima:

    “Não, Feliciano e Reinaldo são apenas dois personagens patéticos que envergonham o parlamento e o jornalismo. Será que uma ilha deserta para ambos seria um bom destino?”

  50. Pax said

    Pois bem, o pastor agora cobra postura do PT, quer apoio ameaçando tirar os votos dos evangélicos para Dilma em 2014.

    Vamos aguardar a resposta do PT.

    http://noticias.terra.com.br/brasil/politica/feliciano-se-diz-bode-expiatorio-e-cobra-dilma-vai-perder-apoio-evangelico,f252bb28b54bd310VgnVCM10000098cceb0aRCRD.html

  51. Patriarca da Paciência said

    Minha opinião é que Dilma perderá (será que teve algum dia?) o apoio dos evangélicos fanáticos, fundamentalistas e medievais, o que fará muito bem a ela.

    E, sinceramente, pelo que tenho observado e pela minha convivência, os evangélicos fanáticos, fundamentalistas e medievais não são maioria.

  52. Jose Mario HRP said

    Que esculacho no Noblat!

    http://www.rodrigovianna.com.br/outras-palavras/de-carlos-moura-com-carinho-para-noblat.html

  53. Jose Mario HRP said

    Que gaiola das loucas se tornou a comissão dos direitos humanos!
    Até o Boçalnaro nela!
    Fechem as portas e apaguem as luzes!

  54. Michelle 2 said

    Especial >>> Pax

    Homo celularis

    Numa época em que as telefonia móvel bate recordes de ineficiência e reclamações nos Procons e na Anatel, nada como uma piadinha para descontrair o consumidor sempre PT da vida com os serviços maus prestados e o atendimento de quarto mundo – com definições certamente produzidas por alguma mulher inteligente:

    Homem TIM: Jura amor Infinity e nem da sinal.
    Homem CLARO: Na hora H é CLARO que não funciona.
    Homem VIVO: Pega em qualquer lugar, mas os planos dele são uma merda.
    Homem NEXTEL: Só funciona com os outros.
    Homem OI: … Oi???

  55. Zbigniew said

    É de se perguntar (http://www.brasil247.com/pt/247/economia/97402/Por-que-tanta-m%C3%A1-vontade.htm):

    Projeção de crescimento aponta para PIB de 3,1% este ano, o maior do último triênio; desemprego de 5,6% é o menor em 14 anos, assim como a taxa de juros de 7,25% é a mais baixa dos últimos 20 anos; previsão do Banco Central é de queda de 15% na tarifa de energia e de 2% na de telefonia; empréstimos para empresas crescem 75% em janeiro na Caixa, apontando para investimentos produtivos; inadimplência se mantém estável; preços administrados devem subir 2,7%, dentro da meta traçada; por que esses números não são destacados pela mídia tradicional?

  56. Michelle 2 said

    Pax

    Parece que o Zib anda muito chateado porque a “mídia tradicional” não publica o que ele gostaria que fosse publicado.
    Provavelmente gostaria de pautar e censurar matérias que não correspondem à sua ideologia. Sei lá. Afinal Zib não é nenhum “drama queen”, como certos comentaristas “entendidos” aqui do pedaço.

    Comento:
    Zib. Continue a ler o 247 e outros blogs de política afins…e pronto!
    Está resolvido o seu dilema existencial.
    Zib deixe este papel para o Totó!

  57. Zbigniew said

    Michelle,
    a realidade não é tão simples como gostaríamos. O que temos que ser é razoáveis perante os dados que são apresentados pelos diversos órgãos de comunicação. Evidente que uns vão destacar dados mais negativos, outros mais positivos e assim por diante. O que vai determinar essa abordagem é a forma como se quer tratar a notícia. As tuas fontes, de maneira alguma, vão tratar a notícia com viés pró governo, mesmo que se possa falar bem, ou ainda, que existam boas iniciativas. São fontes comprometidas com o mercado financeiro e algumas delas dão guarida a órgãos e jornalistas de extrema-direita. Prefiro órgãos mais independentes, e leio sim, jornalistas pró e contra governo, desde que ofereçam um mínimo de equilíbrio. Aproveitando o ensejo, embora possa-se reconhecer a abordagem do 247 mais pró governo, onde foi que o sítio errou na referida matéria? Há algum dado que não corresponda à realidade?

  58. Michelle 2 said

    Zib

    “Há algum dado que não corresponda à realidade?”

    Um “dado” significa algo que já foi dado. Já aconteceu.
    Que já foi medido e comprovado.Real.
    Preciso, na medida do possível.

    Uso de novo seu texto:
    “Projeção de crescimento aponta para PIB de 3,1% este ano, o maior do último triênio; desemprego de 5,6% é o menor em 14 anos, assim como a taxa de juros de 7,25% é a mais baixa dos últimos 20 anos; previsão do Banco Central é de queda de 15% na tarifa de energia e de 2% na de telefonia; empréstimos para empresas crescem 75% em janeiro na Caixa, apontando para investimentos produtivos; inadimplência se mantém estável; preços administrados devem subir 2,7%, dentro da meta traçada;…”

    Cadê os dados? Projeções não são dados…são projeções e cada um tempera com sal e pimenta a gosto.
    Projeções são dados a vir a ser. Se vierem a ser. São fotografias escolhidas pelo dono da câmera e…
    Por enquanto são apenas imaginação.

    Nada contra seu gosto pessoal.
    Mas, tenha em mente que outros poderão SEMPRE discordar.
    Essa é a essência da DEMOCRACIA, goste ou não goste.
    E acrescente aí também o Estado de Direito, complemento indispensável.Vale que está escrito.
    Respeitar integralmente a Constituição é necessário.
    o resto é apenas choradeira de “moleques inconsequentes”.

    Zib vc não gosta de pimenta? Prefere uma sopa caseira?
    Não coma pimenta. Tome a sua sopa caseira preferida e durma tranquilo. Simples assim.
    Coma tudo o que quiser (informe-se como quiser) e aguente as consequências…no dia seguinte.
    Nada contra!

    Como anarquista assumida sou contra quaisquer governos.
    Principalmente contra governos incompetentes e corruptos como o do PT. Digo mais! acho que vc deveria refletir mais sobre o discurso atual como Pax já apontou anteriormente: o meu é melhor que o seu….etc.
    Enquanto isso o povo, esperando, se fode.

    Minha opinião:

    lula + dilma = marketing 10 x realizações 5. Em algumas áreas 2.

    Como discordar?
    Afirmar que FHC foi pior ou melhor …é igual a papo de bêbado num buteco, perdido na madrugada, pra justificar porque não irá trabalhar de manhã: – Dentista, medico, diagnóstico câncer na patroa, tentativa de sequestro da filha…etc.

    Pura perda de tempo.Tipo Poliana que sempre esteve feliz com tudo, em qualquer assunto.

    Os outros (eles) é que estavam errados.

    FUI CLARA?

  59. Patriarca da Paciência said

    Meu caro Zbigniew,

    com os profundos conceitos filosóficos demonstrados no comentário 58, espero que tenha se convencido de vez que é pura perda de tempo tentar “ensinar caminho a doido”, ou incutir um pouco de bom senso em bestas desvairadas ou claques de rola-bostas 100% idiotas.

  60. Patriarca da Paciência said

    “Ocorre, no entanto, que a presidente não falou absolutamente nada que seja exótico ou mesmo surpreendente. Sua fala traduz uma mensagem que está expressa na missão do Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos. Lá, o emprego vem antes da estabilidade e a missão principal do Fed é “conduzir a política monetária, influenciando as condições monetárias e de crédito na economia, em busca do maior nível de emprego, de preços estáveis e de taxas de juros moderadas no longo prazo”. Ou seja, nos Estados Unidos, economistas com uma visão de mundo semelhante às de Schwartsman ou Goldfajn, não teriam sucesso, nem pautariam editoriais na chamada grande imprensa. Emprego baixo e juros na lua não têm Ibope no mundo civilizado.”

    http://www.brasil247.com/pt/247/juros/97375/BC-americano-traduz-a-vis%C3%A3o-de-Dilma.htm

  61. Michelle 2 said

    Ainda o beijo na boca e uma democracia sob tutela. Ou: Abaixo o fascismo ilustrado!

    Eu sou pelo beijo na boca. Desde que seja consensual, beijo na boca é sempre a favor. O que acho estranho é a modalidade “beijo na boca contra” — contra o deputado Marco Feliciano (PSC-SP), por exemplo, como fizeram as atrizes Fernanda Montenegro e Camila Amado. Aliás, se o Brasil sair se beijando para pressionar Feliciano a renunciar, não vejo nada demais. O que não é possível é transformar a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara num circo porque, afinal, os manifestantes não concordam com as ideias do presidente. O Brasil aboliu, a duras penas, o delito de opinião. Se boa parte da imprensa se esqueceu disso, faço questão de lembrar.

    Quando o delito de opinião foi extinto, também os adversários passaram a gozar da licença de dizer o que pensam. E há pessoas que são contrárias ao casamento gay. E daí? “Casamento” não é direito natural. É um jeito que a sociedade tem de organizar as famílias. Mundo afora, as sociedades determinam o que pode e o que não pode, havendo, sim, “discriminações” aceitas como medida de prudência. Ninguém pode se candidatar à Presidência da República ou ao Senado com menos de 35 anos, por exemplo. É uma combinação. Pessoalmente, não vejo por que os gays não podem se casar. Feliciano não pensa como eu. E caberia perguntar àqueles que aderiram ao linchamento moral onde está escrito que ele está proibido de dizer o que pensa.

    Essa chacrinha é vergonhosa! É típica de uma democracia que está vivendo sob tutela — sob a tutela, no caso, de grupos militantes. Um país em que os petistas João Paulo Cunha e José Genoino — condenados pelo STF por levezas como peculato, formação de quadrilha, corrupção ativa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro — são membros da Comissão de Constituição e Justiça está com sintomas de esclerose política, isto sim! E um deputado vira o inimigo público nº 1 dos grupos militantes e da imprensa porque se opõe ao casamento gay? Ora, tenham paciência!!! Não estou aqui demonizando protestos, não! Que os manifestantes ocupem o gramado do Congresso, a Esplanada toda; que Fernanda Montenegro beije Camila Amado e quantas outras lhe der na telha; que a turma se junte lá na ABI para dizer o que pensa. Tudo isso é do jogo democrático. O que não dá é para se comportar como tropa de choque.

    O ex-BBB Jean Wyllys (PSOL-RJ), um dos organizadores da bagunça no Congresso, foi eleito com pouco mais de 13 mil votos. Já tinha entrado na categoria das sub-subcelebridades, depois de micar na TV como jornalista e apresentador. Aí se aventurou na política. Foi malsucedido, sim. Seus 13 mil votos não o elegeriam vereador numa cidade média. Só está na Câmara porque se aproveitou da votação de Chico Alencar (RJ), seu colega de partido. O sistema proporcional permite essas coisas. Está lá, portanto, legalmente. Não estou contestando. E não terá dificuldade de se reeleger em 2014. Ele transformou a Câmara num BBB, atraindo para si os holofotes. A exemplo do que acontece na “ vida real, porém roteirizada” do programa de TV, estamos numa vitrine para a exposição de bonzinhos e malvados. Como falta à Casa um Pedro Bial para explicar dialética às massas (e não falo em sentido irônico, não), mostrando o que há de bonzinho no mauzinho e de mauzinho no bonzinho, a Câmara dos Deputados se transforma num BBB do Mal.

    Wyllys está no seu elemento. Foi se fazendo de vítima ativa que conquistou os brasileiros no BBB. Os bucéfalos que o hostilizaram porque era gay jogaram o seu jogo, conforme ele queria. Descobriu o poder da vítima — e nada é mais eficaz (a depender do caso, também é perigoso) do que uma “vítima” no ataque. Cria-se uma coisa curiosa: por mais, então, que essa vítima disponha de todos os meios para massacrar o outro, para espezinhá-lo, para ridicularizá-lo, continua… “vítima”. Essa condição deixa de ser um estado transitório para virar uma categoria: categoria política, categoria de pensamento, categoria moral, categoria espiritual.

    Quem é que tem hoje a imprensa na mão? Quem mobiliza os formadores de opinião? Quem é o dono do falso consenso (sim, um plebiscito diria o que pensa maioria)? É Feliciano? Não! Essa personagem poderosa, hoje, é Jean Wyllys — como poderoso ele se tornou na “casa mais vigiada do Brasil”. Louvo a sua esperteza, claro!, e lamento a estupidez destes dias, em que os critérios elementares do que é democracia foram esquecidos.

    Vejam os jornais desta quinta. Aquele rapaz que chamou Feliciano de “racista” — o deputado lhe deu voz de prisão, o que podia, sim, fazer ali, mas ele não foi preso; é mentira! — gravou um vídeo (ver post) em que diz que aquilo só aconteceu porque ele é “negro, homossexual e pobre”. A imprensa está com ele. Acredita que o comportamento dos brucutus na comissão é correto e legítimo. Afinal, “não concordamos com Feliciano, então tudo é válido”.

    Rede de desqualificação
    Embora eu já tenha escrito dezenas de textos em favor do casamento gay e até da adoção de crianças, meu nome caiu na rede desqualificação e da patrulha porque estou me opondo ao linchamento do deputado, chamado pela imprensa brasileira, nos títulos, quase sempre de “pastor”. Ora, quem expulsou aquele agressor da Câmara não foi o “pastor”. Pastor pode, quando muito, pedir que alguém saia da sua igreja se estiver incomodando. Do Parlamento, não! Quem tomou a decisão foi um DEPUTADO, que é presidente da comissão, queiram ou não, gostem ou não.

    Chamá-lo de “pastor” é evidência de preconceito religioso. Algum outro deputado é chamado ali por sua profissão ou atividade fora do Congresso? Não! O que se está patrulhando, de fato, é a condição religiosa de Feliciano. Não adianta tentar dourar a pílula. Os psolistas já deixaram claro que eles querem todos os membros do PSC fora da comissão. Não consta do Regimento nem da ordem democrática que os membros de uma comissão devam, de saída, abraçar um credo.

    Podem me patrulhar à vontade! O que escrevo está em arquivo. Daqui a pouco alguns brucutus vão querer se reunir para decidir — em certa medida, ainda que de modo indireto, já o fazem — o que pode e o que não pode ser publicado, o que pode e o que não pode ser pensado, o que pode e o que não pode ser debatido. Rejeito e intolerância, venha de onde vier. Fernanda Montenegro deu beijo da boca de outra atriz para demonstrar sua adesão à causa. Fico a imaginar o que faria no palco para protestar contra Genoino e João Paulo na CCJ — na hipótese, claro!, de que ela seja contra isso também. Espero que sim!

    Em entrevista o Radar, de Lauro Jardim, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) disse o óbvio: se Feliciano renuncia, não se elege nunca mais; se fica, pode ter um milhão de votos. O próprio Jean Wyllys certamente multiplicou o seu eleitorado a valer, não é? Há muita gente que concorda com ele, mas há ainda mais gente que concorda com Feliciano. Os dois saem como heróis de suas respectivas causas, mas é certo que o deputado do PSC está tendo uma projeção que obviamente não teria não fosse o deputado do PSOL ter empregado também como político a sua técnica para vencer o BBB.

    Não lido bem com gritaria ou com hordas. Também não cedo ao fascismo politicamente correto. Boa parte do jornalismo esqueceu os princípios que norteiam uma sociedade democrática e de direito, a única que permite a existência do próprio jornalismo.

    Recuso a tutela do estado. Mas recuso também a tutela de grupos de pressão.

    Chiquinho da Adelaide.

  62. Michelle 2 said

    Eu adoro o Totó …ele nunca entende nada mas sempre expressa sua opinião.
    Uma fofura de rapaz!
    Dá gosto!

  63. Pax said

    Impressionante a dedicação do titio em defesa do Marcos Feliciano, do Silas Malafaia, do José Serra etc.

    Chega a ser comovente a dedicação do cidadão.

  64. Patriarca da Paciência said

    Meu caro Pax,

    realmente é estranho tanta dedicação. Mas a coisa também pode ser freudiana. Pode ser aqueles casos em que a torturada se apaixona pelo torturador. Quem sabe?

    “Há mais mistérios entre o céu e a terra do que sonha a nossa vã filosofia.”

  65. Michelle 2 said

    Pax

    Você está proibido de não ler as entrelinhas…hehehe e não se faça de bobo ( ou se faça – sua opção). Sugiro deixar esta nojenta tarefa para Totó, ele está acostumado e responde abanando o rabo:

    > Meu caro Pax,

    “Há mais mistérios entre o céu e a terra do que sonha a nossa vã filosofia.” >

    Começo a desconfiar da inteligência dos homens, mas Totó é um exemplo de obediência canina. É um fofo.

    PS. eu quero mais é que o tal pastor vá pra pqp…mas observando a Lei. Você não?
    Diga por que? Ou se cale.

  66. Patriarca da Paciência said

    http://esquerdopata.blogspot.com.br/2013/03/nem-todos-sao-contra-marco-feliciano.html

  67. Patriarca da Paciência said

    “Alguns meses atrás, a gangue do CQC já descera à lama ao abordar José Genoíno de maneira cafajeste logo depois do trauma de uma absurda decisão da justiça que decretou prisão para ele.

    Agora, a gangue conseguiu descer ainda mais.

    Ao longo de um interminável, odioso filme de sete minutos os pseudo-humoristas submeteram Genoíno sessão de violência que degrada não quem a sofreu, mas quem a fez – os mentecaptos sorridentes liderados por Marcelo Tas.

    O que eles fizeram não é nem comédia e nem jornalismo: é simplesmente um caso de polícia.

    Um repórter-palhaço ficou trollando desvairadamente Genoíno, em Brasília, em busca de uma “entrevista”, aspas.

    Louvo aqui o autocontrole de Genoíno, porque pouca gente é capaz de suportar uma provocação tão baixa pelo que pareceu uma eternidade.

    Depois, a gangue colocou um garoto pré-adolescente num papel que em algum momento haverá de envergonhá-lo, se ele tiver decência básica.

    O menino enganou Genoíno. Se fez passar por admirador para entrar na sala de Genoíno e extrair algumas palavras.

    Depois, em seguimento às mentiras que o fizeram contar, o garoto disse a Genoíno que seu tio estava fora da sala, esperando para cumprimentá-lo.

    O tio era um dos integrantes da gangue.

    Genoíno saiu da sala e deu de cara com o tio de mentira. E isso foi comemorado como um triunfo pela gangue.

    Se há algum comitê de proteção à infância que funcione no Brasil, ele tem que cobrar satisfações de quem fez o garoto se submeter a uma infâmia dessa natureza. Dificilmente ele terá outra aula tão completa de canalhice.

    Em poucos minutos, o menino foi obrigado a agir como um pequeno trapaceiro desprezível. O risco é que ele cresça e se torne um adulto tão asqueroso como Marcelo Tas e os integrantes da gangue.”

    (Paulo Nogueira)

    “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma”.

    (JOSEPH PULITZER ( 1847 – 1911 )

  68. Jose Mario HRP said

    O que se pode fazer em relação ao CQÇ é o que sempre fiz…..jamaias assisti um só programa.
    o Taz é um tremendo embuste.

  69. Jose Mario HRP said

    São Paulo está nas mãos de gente assim:
    http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1254669-moradores-enfrentam-pms-para-socorrer-feridos-a-tiros-em-sp.shtml

    Só na Africa a policia se comporta assim.

  70. Jose Mario HRP said

    A globo conseguiu!
    Viomundo vai fechar

  71. Pax said

    Boa dica, HRP, fiz post sobre o assunto.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: