políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Mega corrupção em SC

Posted by Pax em 30/04/2013

Escutas revelam megaesquema de corrupção que teria desviado pelo menos R$ 100 mi em SC216

Vinícius Segalla e Guilherme Balza – Do UOL, em Blumenau (SC) e em São Paulo

Um megaesquema de corrupção com o objetivo de desviar dinheiro público, instalado na administração do município de Blumenau (130 km de Florianópolis), está sendo investigado pelo MPE (Ministério Público Estadual), em Santa Catarina. O grupo já teria desviado pelo menos R$ 100 milhões dos cofres públicos , valor equivalente a 7% do orçamento de 2012 da cidade.

Interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça mostram indícios de práticas criminosas como fraudes em licitações, contratação de funcionários fantasmas, desvio de recursos e equipamentos do poder municipal e uso de cargo público para o favorecimento de particulares. Os diálogos constam em investigação do MPE que gerou um documento de mais de 3.500 páginas ao qual o UOL teve acesso.

O esquema, que teria começado em Blumenau em 2005, teria atuado também em pelo menos mais cinco cidades do Estado. Integrariam o grupo funcionários de carreira da Prefeitura de Blumenau, empresários que contratam com o poder público, vereadores, secretários municipais e até o ex-prefeito (2005-2012) João Paulo Kleinubing (PSD), que foi nomeado presidente do Badesc (Banco de Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina) pelo governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD), em fevereiro deste ano.

Procurados pela reportagem, todos os investigados negaram a participação no esquema ou não se pronunciaram.

Continua no UOL

Anúncios

16 Respostas to “Mega corrupção em SC”

  1. Pedro said

    Quem diria, Vilson Kleinubing ex-governador, pai do João Paulo, sempre foi considerado um dos políticos mais íntegros que o estado já teve.

    Parece que o filho não veio no mesmo caminho……cadeia neles.

    Ou como diria o Patriarca, que se investigue tudo, mas não se prejulgue ninguém.

  2. Patriarca da Paciência said

    Caro Pax,

    João Paulo Kleinubing pertencia ao DEM. É considerado um dos políticos mais promissores de Santa Catarina. Fez o sucessor fácil em Blumenau. Sempre se disse honesto e, até mesmo, imaculado.

    Para se ver!

    Não estou aqui para fazer prejulgamento, mas a primeira acusação que sai contra ele é bem pesada!

    Santinhos de pau oco há de montes por aí!

    Principalmente aqueles que se dizem puros e imaculados!

  3. Zbigniew said

    Sei que o assunto do post é outro, mas trago o texto porque, pasmem, saiu no Estadão. Escondido, nas internas (já que se trata do PSDB), como era de se esperar. Mas, mesmo assim saiu. Vez por outra eles fazem jornalismo.

    “MÁFIA DO ASFALTO SE INFILTROU NO DER, SEGUNDO INQUÉRITO

    Fausto Macedo e Fernando Gallo – O Estado de S.Paulo

    A Máfia do Asfalto – organização acusada de fraudar, em prefeituras do interior paulista, licitações com recursos de emendas parlamentares e de ministérios – ampliou seu raio de ação, entre 2008 e 2010, para o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), importante autarquia do governo de São Paulo que tem um orçamento previsto para 2013 de R$ 5,9 bilhões.

    Desde 2007, duas empresas do empreiteiro Olívio Scamatti, a Demop e a Scamatti & Seller (ex-Scamvias), fecharam com o órgão contratos que, somados, chegam a R$ 321 milhões em valores atualizados pela inflação. A grande maioria do dinheiro já foi paga, uma vez que dos 27 contratos firmados, apenas três estão em vigência – os demais já foram encerrados.

    Força tarefa da Polícia Federal e do Ministério Público identificou, no curso da Operação Fratelli, a infiltração de Scamatti, apontado como chefe da quadrilha, nos bastidores do DER, naquele período.

    Relatório do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de São José do Rio Preto destaca que a quadrilha mantinha contatos frequentes com engenheiros do DER, tinha acesso a “informações privilegiadas” e sabia de detalhes de licitações antes da publicação dos editais da autarquia.

    “As informações evidenciam que a área de influência do grupo investigado vai muito além das prefeituras, instalando-se em um órgão com a importância do DER”, anotaram os promotores do Gaeco.

    A investigação aponta como suposto contato de Scamatti no DER um homem identificado como “Délcio” nos grampos. Entre 2007 e 2011, o DER foi dirigido pelo engenheiro Delson José Amador, que também acumulou a presidência da Dersa na gestão José Serra (PSDB).

    A Polícia Federal e o Ministério Público não imputam nenhum ato ilícito a Amador. As citações a seu nome são feitas sempre por terceiros, alvos das interceptações. Em 19 de agosto de 2008, Scamatti e seu irmão Pedro caíram no grampo conversando “sobre uma reunião que Olívio teve no DER com uma pessoa identificada como Délcio, que foi uma boa reunião”. Scamatti diz que “Birigui (município do interior) aumentou R$ 5 milhões do valor que era fechado”. Faz menção a “outros bons negócios”.

    O mais vultoso contrato da Demop com o DER nasceu de um edital de 2008, que se transformou em um contrato, em 2010, para obras na SP-461, rodovia que passa por Birigui. A empreiteira recebeu R$ 38,7 milhões pela duplicação da estrada, em valores atualizados.

    Em uma escuta de 29 de junho de 2008, Scamatti recebe ligação de outro empresário que reclama do preço do asfalto, dos impostos e diz que “no final não ganha nada”. O empreiteiro diz que está em São Paulo e que encontrou-se com “o dr. Delcio, com quem tem uma aproximação boa”. Scamatti afirma que “estão indo uns negócios grandes para a região de Votuporanga”.

    Dois meses depois, Scamatti conversa sobre a duplicação da rodovia 320, “liberada pelo DER e vai custar R$ 1,2 bilhão”. O empreiteiro diz que “o amigo deles de São Paulo confirmou o fato quando saía do Palácio”.

    Outro áudio pegou Scamatti e o irmão Pedro falando da duplicação da rodovia Euclides da Cunha, “demonstrando que já sabiam, quase dois anos antes da publicação do edital, detalhes sobre a obra, como a quantidade de desapropriações”.

    Ao denunciar Scamatti e outros 18 investigados, o procurador da República Thiago Lacerda Nobre anotou no relatório: “O grupo criminoso mantém relação ilícita, ou no mínimo espúria, com vários servidores públicos, nas mais diversas esferas de poder, municipal, estadual e federal”.

    Evolução patrimonial. A investigação mostra a impressionante evolução patrimonial do conglomerado de Scamatti, que trabalhou como vendedor de milho do empresário Carlos Pignatari, o Carlão, ex-prefeito de Votuporanga, hoje deputado estadual pelo PSDB.

    A Demop Participações Ltda., em 2003, apresentava capital social de R$ 200 mil. Em 2010, o capital já atingia R$ 25 milhões. A empresa venceu 70 licitações municipais, sobre as quais pesam suspeitas de fraudes, apenas entre 2010 e 2011, com recursos oriundos dos Ministérios das Cidades e do Turismo. Conforme a base de dados do Tribunal de Contas do Estado, a Demop recebeu de municípios paulistas R$ 82,08 milhões.

    A Scamatti & Seller Infraestrutura Ltda (antiga Scamvias Construções e Empreendimentos), ostentava em 2005 capital de R$ 500 mil que, em 2012 saltou para R$ 15 milhões. Entre 2010 e 2011 venceu 30 licitações. Somente de municípios paulistas recebeu R$ 55,82 milhões naquele período.”

  4. Michelle 2 said

    A carta
    Sou brasileira e moro nos Estados Unidos, em Nova York, desde 2010. Estou realmente chocada e surpresa com o fato de um jornal com tamanha influência e informação ter [entre os colunistas] Lula, do Brasil, um presidente que mal concluiu o ensino fundamental. Estou certa de que todo mundo sabe que sua reputação, no Brasil, está desabando. Nos últimos dois anos, o seu partido e ele próprio foram alvos de muitas investigações criminais, e muitos de seus principais colaboradores foram condenados, neste ano, pelo Poder Judiciário no Brasil.

    É lamentável! E o mais lamentável é um jornal como o New York Times dar algum crédito a um político decadente como esse. Não entendo.

    Resposta do NYT
    Obrigado por sua mensagem. O ex-presidente Lula não está escrevendo uma coluna para o Times. Ele está escrevendo uma coluna para a Agência do Times, que têm clientes em todo o mundo e vende seus serviços para outros veículos.
    O Times tem muitos outros colunistas como o presidente Lula, cujos textos são vendidos por intermédio do Times, como Richard Branson, Noam Chomsky, Mikhail Gorbachev e Jack Welch.
    Basicamente, o Times pega seus textos, molda-os em artigos e os oferece aos clientes.
    O presidente Lula não aparecerá regularmente nas páginas do Times ou do nytimes.com.
    Mais uma vez, obrigado por escrever.
    ——————————
    : que vexame
    lula virou “cliente” do PIG Int’l e a petralhada comemorou…a foto do molusco etílico de bonézinho de baseball do NYT.
    : Desta vez sóbrio.
    que tristeza!

  5. Jose Mario HRP said

    Que bonitinho!
    Senador Randolfe foi beijar a mão do Sinhozinho Gilmar!
    Esse Brasil mediocre é demais!

  6. Jose Mario HRP said

    Como o fizeram no passado Gabeira, HH, Plínio e Marina mais um “esquerdinha” perdedor beija a mão da direita e de seus Barões!
    KKK…..

  7. Jose Mario HRP said

    O roto falando dos esfarrapados!

  8. Patriarca da Paciência said

    Um artigo bem esclarecedor:

    “Quando o Psol foi criado, os deputados que mudaram para o novo partido não transferiram o tempo de TV nem o fundo partidário pertencente à sigla pela qual foram eleitos. O mesmo ocorreu quando o ex-vice presidente José Alencar e o senador Marcelo Crivella criaram o PRB.

    Os parlamentares puderam ir para a nova legenda, mas o tempo de TV era o de um partido novo, que ainda não tinha eleito nenhum deputado. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou essa interpretação em 2006, a pedido do PSDB, porque favorecia os candidatos tucanos naquele ano.

    Em 2007, o TSE decidiu que os mandatos obtidos nas eleições, pelo sistema proporcional (deputados estaduais, federais e vereadores), pertencem aos partidos políticos ou às coligações, e não aos candidatos eleitos. A decisão foi confirmada pelo STF em 2008, o que também beneficiou o PSDB e o DEM, que perdiam deputados para outros partidos. Logo, por coerência, o tempo de TV e o fundo partidário também deveriam pertencer ao partido e não ao candidato, o que bate com a interpretação de 2004.

    Em 2012, quando Gilberto Kassab criou o PSD, o TSE e o STF mudaram sua posição, para surpresa dos meios políticos. Passaram a conceder o tempo de TV e fundo partidário ao partido de Kassab, computando os deputados que mudaram para o novo partido como se tivessem sido eleitos na eleição anterior por ele. Essa decisão, “coincidentemente”, favoreceu de novo o candidato tucano José Serra, coligado ao PSD de Kassab. A decisão foi uma afronta ao conceito de fidelidade partidária, e passou a incentivar a bandalheira da criação de novos partidos, não ideológicos, mas apenas para acomodar interesses imediatistas para a próxima eleição.

    Pois bem, o Congresso Nacional, para deixar regras claras, e não ficar à mercê da interpretação de onze ministros do STF a cada eleição, conforme o interesse momentâneo dos tucanos, resolveu colocar em votação o projeto de lei que veda claramente a chamada portabilidade, ou seja, a transferência do tempo de TV e do fundo partidário de um partido para outro novo, conforme o troca-troca de bancadas após as eleições.”
    http://www.redebrasilatual.com.br/blog/helena/eduardo-campos-e-aecio-acionam-gilmar-mendes-para-fechar-o-congresso

  9. Patriarca da Paciência said

    Outro artigo esclarecedor:

    “Mas, nunca , por nenhum momento, a imprensa menciona o nome do relator, o deputado João Campos (PSDB-GO). Campos é o líder da bancada evangélica e autor da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), para estender às entidades religiosas a possibilidade de contestar a constitucionalidade de decisões que lhes interessem.

    E o mais interessante nesse barulho da imprensa querendo se mostrar indignada é que, antes da PEC 33/2011, o deputado Nazareno Fonteles apresentou outra PEC (nº 3/2011), mais genérica, porém no mesmo sentido, pois muda o texto constitucional para o Congresso Nacional tratar o poder judiciário igual ao poder executivo, para sustar atos que usurpem o poder legislativo.

    Em maio de 2012, um deputado do DEM, Mendonça Filho (PE), apresentou emenda praticamente igual (PEC 171/2012). Como já existia a de Nazareno, foi anexada à tramitação da PEC nº 3. Nenhum jornal da velha imprensa contestou o parlamentar do DEM.

    A PEC nº 3 também foi relatada por um deputado tucano, Nelson Marchezan Junior (PSDB-RS), na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, e foi admitida como constitucional por unanimidade dos votos.

    Na época, Marchezan afirmou que a emenda estava de acordo com outro dispositivo da Constituição, segundo o qual cabe ao Congresso “zelar pela preservação de sua competência legislativa em face da atribuição normativa dos outros poderes”.

    E mais, o relator tucano criticou o Poder Judiciário que, segundo ele, “extrapola” suas funções para legislar:“Não podemos nos furtar a observar que o Poder Judiciário, mormente no exercício do controle de constitucionalidade , tem deixado de lado o tradicional papel de legislador negativo para atuar como vigoroso legislador positivo. Tal fato atenta contra a democracia e as legítimas escolhas feitas pelo legislador.”. A fala do deputado tucano não gerou o que, agora, a imprensa chama de “crise entre os poderes”. Por que?”

    http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com.br/2013/04/gilmar-mendes-e-turma-do-terror.html

  10. Michelle 2 said

    O vídeo de dois minutos e meio agrupa os quatro finalistas do torneio que apontará o palavrório mais absurdo do século. Representantes do Brasil, Lula concorre com a Teoria da Terra Quadrada e Dilma Rousseff busca a vitória com O Milagre da Rede Cegonha. Também estão no páreo a argentina Cristina Kirchner, autora de Diabetes é Coisa de Rico, e o venezuelano Nicolás Maduro, que chegou à etapa decisiva com Chávez agora é um Passarinho.

    Confira e decida.
    http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/historia-em-imagens/lula-dilma-cristina-kirchner-e-maduro-veja-em-acao-os-campeoes-do-absurdo-e-escolha-o-palavrorio-mais-espantoso-do-seculo/

  11. Pax said

    SC anda produzindo notícias tristes. Essa daqui é brabeira.

    http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2013/05/ex-deputado-e-suspeito-de-abuso-sexual-e-maus-tratos-contra-menores.html

  12. Jose Mario HRP said

    O Mata no peito fazendo das suas!:
    do Esquerdopata-
    Ministro do STF passou em porta privada, com quatro assessores, desfilando com prioridade com acesso ao finger, enquanto crianças e a maioria dos passageiros que chegaram antes se perfilavam no saguão apertado do aeroporto Santos Dumont. Brasil 247

    Leandro Mazzini, Coluna Esplanada – Quem não perde o avião é o ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux. Ontem, quase levou vaia da fila imensa que embarcava à tarde no voo da TAM 3026, Rio-Brasília, no Aeroporto Santos Dumont.

    Com evidente pressa, vossa excelência passou em porta privada, com quatro assessores, desfilando com prioridade com acesso ao finger. Enquanto crianças e a maioria dos passageiros que chegaram antes se perfilavam no saguão apertado.

    Não é o primeiro ministro da suprema corte que requer benesses das companhias aéreas, já mostraram reportagens anteriores. Talvez nem será o último. A coluna procurou a assessoria do STF para saber se há benefícios especiais para togados e assessores nessas situações. A assessoria não se pronunciou por ora.

  13. Patriarca da Paciência said

    Mais uma contribuição para o rola-bosta 100% idiota cortar os pulsos:

    “247 – Em pesquisa realizada pelo Datafolha, a petista Marta Suplicy foi eleita a melhor prefeita de São Paulo nos últimos 30 anos, por um a cada quatro moradores da cidade. A pesquisa ouviu 1.120 paulistanos na quinta e na sexta-feira da semana passada.

    Hoje ministra da Cultura, ela administrou a cidade de 2001 a 2004 e cravou como marca programas como o Bilhete Único e dos CEUs (escolas com atividades extras em tempo integral). Entre os entrevistados, 28% disseram ter preferência pelo PT. Dos que escolheram Marta, o índice é de 47%.

    Os tucanos Mário Covas (1983 a 1985) e José Serra (2005 e 2006) aparecem em segundo lugar na preferência dos paulistanos, de 16% e 15% dos entrevistados, respectivamente.

    Na avaliação dos piores prefeitos, 27% apontaram Celso Pitta, eleito pelo extinto PPB.

    Paulo Maluf (PP) é apontado como melhor prefeito por 12%, o que o coloca na quarta posição. No ranking dos piores, porém, ele ocupa a segunda colocação –23% dos entrevistados o escolheram.

    O terceiro entre os piores, para 18%, foi Gilberto Kassab (PSD), que chegou à prefeitura como vice de Serra.

    Uma fatia de 7% dos entrevistados disse que nenhum deles pode ser considerado o melhor prefeito. Mas só 1% deixou de escolher o pior.”

  14. Jose Mario HRP said

    O que os EUA não podem admitir, ou seja, que eles abandonam os seus e agora não podem ou não querem reconhecer seus erros:

    http://cinema.uol.com.br/noticias/efe/2013/05/02/documentario-descobre-soldado-americano-perdido-ha-44-anos-no-vietna.htm

  15. Pax said

    Ô, HRP, obrigado pelo link do off topic.

    Esse eu não perco por nada. Muito bom. Sugiro a leitura sobre o filme/documentário que está em lançamento.

    Documentário afirma ter descoberto soldado americano perdido há 44 anos no Vietnã

    No link do comentário do HRP, acima.

  16. Jose Mario HRP said

    Pax,esse o Rambo não conseguiu resgatar.
    Mas pelo bem do fígado de todos , um pouco de humor:
    Ministro Fux furou a fila do voo entre Rio e Brasília junto com 04 assessores e só não foi vaiado porque a turma só viu traquinagem quando Fux já passava por uma outra porta do aeroporto fuando a fila!
    O cara não para de dar mancada!

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: