políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Brasileiros sonegam mais de 20 Bolsas Família

Posted by Pax em 11/12/2013

Sonegação no Brasil é 20 vezes maior que gasto com Bolsa Família, diz Sinprofaz

Daniel Lima
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A sonegação no Brasil é 20 vezes maior do que o valor gasto com o Programa Bolsa Família. O cálculo é do Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz), que volta a exibir hoje (11), em Brasília, o Sonegômetro, para mostrar os prejuízos que o país tem com a sonegação.

O placar, online, indica que a sonegação fiscal no Brasil está prestes a ultrapassar a casa dos R$ 400 bilhões. Desenvolvido pelo Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz), o Sonegômetro apresenta, em tempo real, o quanto o país deixa de arrecadar todos os dias.

Para o presidente do Sinprofaz, Heráclio Camargo, a sonegação caminha em conjunto com a corrupção. “A sonegação e a corrupção caminham juntas porque a corrupção precisa do dinheiro da sonegação para financiar as campanhas de políticos inescrupulosos e fomentar o círculo vicioso da lavagem de dinheiro”, disse ele.

“Infelizmente, o Brasil é leniente”, ressaltou Camargo, porque permite a inscrição, com o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), de empresas localizadas em paraísos fiscais. Segundo o presidente do Sinprofaz, basta procurar em todos os jornais, em notícias recentes e em todas as operações da Polícia Federal.

“É só observar que, em todos os mensalões de todos os partidos, usam-se mecanismos sofisticados de lavagem de dinheiro, e o governo federal não muda essa sistemática de permitir que empresas instaladas em paraísos fiscais sejam donas de hotéis, de restaurantes. São negócios que têm uma fachada lícita, mas muitos deles servem para lavar dinheiro”, reclamou.

Nos cálculos feitos por Camargo, R$ 400 bilhões representam aproximadamente 10% do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todas as riqueza produzidas no país), 25% do que é arrecadado. É 20 vezes mais do que se gasta com o Bolsa Família. De acordo com Camargo, mesmo com os questionamentos sobre esse programa, ele é benéfico para a economia, pois os recursos dele criam um circulo “virtuoso” da economia local. “Imagine se pegássemos 20 vezes esse valor e investíssemos em saneamento básico, na melhoria dos salário dos professores e na estruturação das carreiras de Estado. Seria um outro país, com R$ 400 bilhões a mais do que temos agora.”

Isso sem contar os valores da dívida ativa, que está em R$ 1,4 trilhão, acrescentou Heráclio. Ele destacou que os procuradores sequer têm um servidor de apoio por procurador, enquanto os juízes têm de 15 a 20 servidores. “Os culpados pelo sucateamento da Procuradoria da Fazenda Nacional são o Ministério da Fazenda e a Advocacia-Geral da União.” Para ele, é importante que a sociedade cobre, pois existem 300 vagas em aberto para a carreira de procurador e não há, também, carreira de apoio para combater o que ele considera “sonegação brutal” [R$ 400 bilhões] e tentar arrecadar melhor essa dívida de R$ 1,4 trilhão.

“São quase R$ 2 trilhões que estão aí para ser cobrados, e o governo pune os mais pobres e a classe média com uma tributação indireta alta e, notadamente, com a contrapartida baixa que é dada pelo Estado brasileiro, afirmou.

Anúncios

133 Respostas to “Brasileiros sonegam mais de 20 Bolsas Família”

  1. Elias said

    Faltou mencionar, como parte do esquema de lavagem, as agências de viagem e empresas de turismo, de modo geral.

    E ainda acho que essa história não está contada adequadamente.

    Por exemplo 1: sonegação anda de braços dados não apenas com a corrupção de políticos, mas também e — quem sabe? — até principalmente, com a corrupção de servidores públicos. Não raramente, estouram episódios de sonegação/corrupção envolvendo os próprios procuradores…

    Por exemplo2: sempre que instituições representativas de servidores públicos criticam a sonegação/corrupção, nota-se um viés corporativista no enfoque. Esse aí não foge à regra. Acontece que o que os procuradores falam não é o que se vê, no dia a dia. O que se vê são as procuradorias e MPs da vida se espalhando feito metásteses, engolindo uma parcela cada vez maior do orçamento público. Uma simples análise dos orçamentos da União e dos Estados evidenciará isso a olho nu. O chamado “essencial à justiça” praticamente se tornou um quarto poder no país, quase equiparado ao Poder Judiciário (embora sem poder judicante), e — o que é pior! — sem os freios e mecanismos de controle que, bem ou mal (mal…), ainda existem para os poderes verdadeiros: Executivo, Legislativo e Judiciário.

    Se o país bem pensasse (aparentemente nem pensa, bem ou mal), o Brasil já teria feito uma reforma séria em seu aparelho judiciário, nisto incluído o “essencial à Justiça”. Hoje, esse aparelho mais se parece com a Justiça de uma “República de las Bananas” dos anos 1960…

    Nada a ver com o estágio de democracia que o país já atingiu, há décadas…

  2. Pedro said

    Conversa daqui, conversa de lá, quando o assunto é sonegação, o que mais ouço é:
    Sonego e não nego, pago se me pegarem.

    O argumento mais comum é, “a gente paga impostos demais, se fosse aplicado corretamente, tudo bem, mas, sabemos que a maior parcela vai pro bolso dos políticos.”

    E eles até tem razão no argumento, só que aí entramos no paradoxo do biscoito. A sonegação é grande porque os impostos são muito altos, ou os impostos são muito altos porque a sonegação é grande?

    Como resolver isto?

    Acredito que a mais importante das reformas é a tributária. (Aí teremos assunto pra mais de metro)

    ……….

    Dá uma geral no tema Googlias :-)

  3. Patriarca da Paciência said

    Por falar em bolsa família, vejam só o cardápio do Bob Jeff:

    “Na petição enviada ao STF, os advogados anexaram a dieta que Jefferson deve seguir; decisão sobre a prisão domiciliar será do presidente do Supremo, ministro Joaquim Barbosa; a dieta prescrita pelos médicos e nutrólogos inclui, no café da manhã, banana com canela, geleia real e pão preto; no almoço, o prato deve ser ter salada, arroz integral, carne ou salmão defumado e, no jantar, sopa de legumes; “Parece claro, pois, que o sistema prisional não terá condições de prover todo o acompanhamento nutricional necessário para a manutenção da vida”, diz a petição.”

    Agora, imaginem só se o José Genoino fizesse uma petição dessa!

    Provavelmente toda a “grande” mídia iria dizer que o Genoino estaria “afrontando” o STF e também pediriam que a pena fosse aumentada por desacato !

    Agora, Bob Jeff não, Bob Jeff é amigo do rei!

    E muito provavelmente será atendido!

    Imaginem se o Bob Jeff poderia passar sem o seu salmão defumado!

  4. Patriarca da Paciência said

    O parágrafo entre parênteses acima é do blog 247

  5. Chest said

    esses 400 bilhoes (?) mantem o povo não funcionario publico, camelôs, pequenos prestadores de serviço, vivendo. O estado está é de olho neles. Esse papo de que seria melhor para a infraestrutura é cômico, os politicos querem é botar a comissão no bolso,

  6. Jose Mario HRP said

    Sensacional ver as lamurias dos jornalistas “TOP” da Globo diante da perspectiva da proibição de financiamento e ou contribuições de empresas nas eleições! O STF traiu os patrões??????
    A “Loprette” tá tristinha!
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK….-

  7. Patriarca da Paciência said

    “No momento em que três secretários do governo de Geraldo Alckmin correm o risco de se tornar réus no Supremo Tribunal Federal, penas da imprensa conectadas ao PSDB usam o livro “Assassinato de Reputações”, de Romeu Tuma Júnior, para tentar convencer a ministra Rosa Weber a arquivar o caso; denúncia no STF cita os secretários Edson Aparecido, da Casa Civil, José Aníbal, de Energia, e Rodrigo Garcia, de Desenvolvimento Econômico, como eventuais beneficiários de comissões pagas pela Siemens; Reinaldo Azevedo, no entanto, cita trecho do livro de Tuminha sobre o caso: “‘É o estado policial em plena ação”
    (Blog 247)

    Ou seja, a coisa corre um sério risco de seguir o mesmo encaminhamento dos processos contra o Daniel Dantas, ou seja, algum ponto da investigação “apresentou falhas técnicas”, o que é muito mais importante que saber se as acusações tem fundamento, se os fatos são reais, se houve realmente crime!

    Já contra o PT vale tudo: denúncia de “empresário” bicheiro, co-editor da revista Veja, denúncia de “empresário” receptador de cargas roubadas, denúncia de “repórter araponga”, caso da espionagem no apartamento de hotel onde José Dirceu estava hospedado e por aí vai.

    Mas a democracia é assim mesmo. O que não podemos é desanimar. Aos trancos e barrancos nossa democracia funciona. Identificar o problema é o primeiro passo para a sua solução.

  8. Patriarca da Paciência said

    “O Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), calculado pelo BC e que busca ser uma espécie de “prévia do PIB” (Produto Interno Bruto), teve alta de 0,77% em outubro, após ajuste sazonal. É o maior crescimento mensal desde abril deste ano, quando, segundo a série revisada do indicador, o IBC-Br subiu 1,38%.”
    http://g1.globo.com/economia/noticia/2013/12/previa-do-pib-tem-maior-alta-mensal-em-6-meses-no-inicio-do-4-trimestre.html

    E agora?

    Como é que ficam os urubólogos e urubólogas?

    É bem provável que o PIB atinja a meta inicialmente traçada pelo Mantega e chegue a 3,5%, visto que já está, no acumulado do ano, em 2,91%.

    Como é que vai ficar a cara de toda essa gente?

  9. Otto said

    Meu Deus, é aquilo que eu falei em outro post!

    Quando tucano rouba é a nível intergaláctico:

    “Os prejuízos do propinoduto tucano ao erário público são muito altos. Saíram de R$ 425 milhões denunciados pela revista IstoÉ e já ultrapassam R$ 2 bilhões. Só a reformas dos trens sucateados custaram R$ 1 bilhão. Somam-se aí R$ 300 milhões das compras de trens em 2013, e os R$ 400 milhões do superfaturamento do consórcio Cofesbra, denunciado pelo Viomundo.

    Essas perdas, tudo indica, são apenas a ponta do iceberg do rombo tucano, uma vez que, de 1990 para cá, só os contratos do cartel com o Metrô e a CPTM atingem R$ 33 bilhões.”

    http://www.viomundo.com.br/denuncias/propinoduto-tucano.html

    33 BILHÕES!!! Mais que o custo da copa!

    Com a palavra, os neoudenistas!

  10. Pax said

    Fernando Haddad: aposta errada.

    Calma, não sou eu, ou a “imprensa golpista” como vocês dizem. É Ricardo Kotscho.

    http://noticias.r7.com/blogs/ricardo-kotscho/2013/12/12/inferno-astral-de-haddad-nao-tem-dia-para-acabar/

    E, cá pra nós, logo de cara Haddad se mostrou uma canoa furada. Tenho mais pontos que o Kotscho nesta reclamação. A minha começa em junho, antes mesmo disso. Ao invés de Haddad se colocar do lado do povo, abraçou Alckmin em Paris e mandou sentar o cacete nos estudantes. Logo de cara mostrou de que lado estava. Podem dizer o que quiserem, mas, para mim, foi imperdoável. E o lance da traição com o Plano Diretor? Um dia antes da reunião com as entidades envolvidas, deu o golpe e colocou em votação, tem vários exemplos.

    Haddad foi, Lula pode procurar outra aposta. Está com índice de aprovação igual ao do Celso Pitta. Leiam o Kotscho antes de reclamarem de mim.

  11. Jose Mario HRP said

    Na iminencia de mais uma vergonha por parte de nossa justiça:

    13 dezembro 2013

    Se Rosa devolver, Siemens fica com engavetador

    “Ministra do STF pode repassar trecho de inquérito que cita empresários e diretores de estatais no esquema de cartel ao procurador Rodrigo de Grandis; ele está sob investigação das corregedorias do Ministério Público Federal e do CNMP por suspeita de engavetar um pedido de cooperação da Justiça suíça no caso Alstom, mesmo assim, reassumiu o inquérito

    Brasil 247

    O inquérito sobre o propinoduto, esquema de cartel em contratos de trem e metrô em governos tucanos desde Mario Covas (1998), pode acabar também nas mãos do procurador da República Rodrigo de Grandis. Ele é suspeito de engavetar um pedido de cooperação da Justiça suíça no caso Alstom, mesmo assim, reassumiu a investigação.

    O caso Siemens era acompanhado pela procuradora Karen Louise Kahn, mas desde o início da semana, ele foi parar nas mãos do Supremo Tribunal Federal. Cabe agora à ministra Rosa Weber decidir o destino da investigação. Ela pode optar por assumir o inquérito em sua totalidade, devolver para São Paulo ou desmembrar em dois: a Corte analisaria a parte que cita autoridades com foro especial e a Vara de São Paulo, o trecho sobre empresários e diretores de estatais.

    Se assim for, o processo passará a 6.ª Vara Criminal Federal, que cuida exclusivamente de ações sobre crimes financeiros e lavagem de dinheiro.

    Grandis está sob investigação das corregedorias do Ministério Público Federal e do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público), que faz controle externo sobre promotores e procuradores, por não ter dado prosseguimento à investigação comandada pela Suíça. O requerimento original enviado à Procuradoria em 2011 solicitava interrogatórios de quatro suspeitos e a realização de buscas na casa do ex-diretor da estatal CPTM João Roberto Zaniboni, acusado de receber propina da Alstom entre 1999 e 2002, durante os governos de Mário Covas e Geraldo Alckmin, ambos do PSDB.”
    Os nossos leitores gostaram igualmente de

  12. Chesterton said

  13. Patriarca da Paciência said

    Ao invés de Haddad se colocar do lado do povo, abraçou Alckmin em Paris e mandou sentar o cacete nos estudantes. Logo de cara mostrou de que lado estava. Podem dizer o que quiserem, mas, para mim, foi imperdoável. E o lance da traição com o Plano Diretor? Um dia antes da reunião com as entidades envolvidas, deu o golpe e colocou em votação, tem vários exemplos.

    Caro Pax,

    você vive martelando em cima dessa tecla de que o Haddad tirou foto junto com Alckmin, que o Lula tirou foto junto com o Maluf e o Sarney etc.etc.etc.

    Você já viu com quantas pessoas o Mandela tirou foto? E o Mandela fez acordos com um governo reconhecidamente fascista. Fascista mesmo, com todas as letras, igualzinho ao italiano ou ao alemão de Hitler!

    No entanto, Mandela é hoje homenageado com um dos maiores vultos do século XX !

    É incrível como, até hoje, a maioria das pessoas não entendeu ainda a mensagem de Jesus, ou seja, todas as pessoas são passíveis de erros, todos são iguais, as pessoas procedem conformem as circunstâncias que estão envolvidas. O importante é a boa intenção, a vontade de acertar. O que diferencia um ato criminosos de um ato culposo é o planejamento. A pessoa que planeja fazer um ato criminoso, realmente, é um criminoso. Já a pessoa que comete um ato que provoca danos, mas que não teve a menor intenção de provocá-los, é apenas um culpado pelos danos.

    Mas a nossa cultura ainda está muito voltada para o Velho Testamento, graças à colonização norte-americana, ou seja, o importante é a revanche! Basta ver o enredo de quase 90% dos filmes norte-americanos, os quais seguem um enredo bastante simples, ou seja, uma pessoa prejudica ou mata alguém da família do mocinho, aí o mocinho vai e liquida com toda a família do agressor, inclusive seus parentes e amigos!

    Eu não estou dizendo que todos os culpados devam ser perdoados ou que deixe de existir punições.

    O que não pode é partir para essa história de liquidação total, de exclusão total, do “errou, se fudeu”, como dizem os bandidos e mafiosos”. Aliás, é aí onde os criminosos e pessoas comuns se igualam!

  14. Pax said

    Caro Otto,

    Contratos de 33 bilhões. Desvios ainda não sabemos, mas se colocar uns 20% pode chegar mais ou menos no número.

    É muita grana, sim, mas não vamos distorcer a informação.

  15. Chesterton said

    O ENIGMA DAS ELITE

    campeões de audiência 02A elite brasileira é acusada todo santo dia pelo ex-presidente Lula de ser a inimiga número 1 do Brasil – uma espécie de mistura da saúva com as dez pragas do Egito, e culpada direta por tudo o que já aconteceu, acontece e vai acontecer de ruim neste país. É possível até que tenha razão, pois se há alguma coisa acima de qualquer discussão é a inépcia, a ignorância e a devastadora compulsão por ganhar dinheiro do Erário que inspiram há 500 anos, inclusive os últimos dez e meio, a conduta de quem manda no país, dentro e fora do governo.

    O diabo do problema é que jamais se soube exatamente quem é a elite que faz a desgraça do Brasil. Seria indispensável saber: sabendo-se quem é a elite, ela poderia ser eliminada, como a febre amarela, e tudo estaria resolvido. Mas continuamos não sabendo, porque Lula e o PT não contam. Falam do pecado, mas não falam dos pecadores; até hoje o ex-presidente conseguiu a mágica de fazer discursos cada vez mais enfurecidos contra a elite, sem jamais citar, uma vez que fosse, o nome, sobrenome, endereço e CPF de um único de seus integrantes em carne e osso. Aí fica difícil.

    Mas a vida é assim mesmo, rica em perguntas e pobre em respostas; a única saída é partir atrás delas. Na tarefa de descobrir quem é a elite brasileira, seria razoável começar por uma indagação que permite a utilização de números: as elites seriam, como Lula e o PT frequentemente dão a entender, os que votam contra eles nas eleições?

    Não pode ser. Na última vez em que foi possível medir isso com precisão, no segundo turno das eleições presidenciais de 2010, cerca de 80 milhões de brasileiros não quiseram votar na candidata de Lula, Dilma Rousseff: num eleitorado total pouco abaixo dos 136 milhões de pessoas, menos de 56 milhões votaram nela. É gente que não acaba mais. Nenhum país do mundo, por mais poderoso que seja, tem uma elite com 80 milhões de indivíduos. Fica então eliminada, logo de cara, a hipótese de os inimigos da pátria serem os brasileiros que não votam no PT.

    As elites seriam os ricos, talvez? De novo, não faz sentido: os ricos do Brasil não têm o menor motivo para se queixar de Lula, dos seus oito anos de governo ou da atuação de sua sucessora. Ao contrário, nunca ganharam tanto dinheiro como nos últimos dez anos, segundo diz o próprio Lula. Ninguém foi expropriado sequer em 1 centavo, ou perdeu patrimônio, ou ficou mais pobre em consequência de qualquer ato direto do governo.

    Os empresários vivem encantados, na vida real, com o petismo; um dos seus maiores orgulhos é serem “chamados a Brasília” ou alcançarem a graça máxima de uma convocação da presidente em pessoa. No puro campo dos números, também aqui, não dá para entender como os ricos possam ser a elite tão amaldiçoada por Lula e seus devotos.

    De 2003 para cá, o número de milionários brasileiros (gente que tem pelo menos 2 milhões de reais, além do valor de sua residência) só aumentou. Na verdade, segundo estimativas do consórcio Merrill Lynch Capgemini, apoiado pelo Royal Bank of Canada e tido como o grande perito mundial na área, essa gente vem crescendo cada vez mais rápido. Pelos seus cálculos, surgem dezenove novos milionários por dia no Brasil, o que dá quase um por hora, ou cerca de 7 000 por ano; em 2011, o último período medido, o Brasil foi o país que teve o maior crescimento de HNWIs – no dialeto dos pesquisadores, “High Net Worth Individuais”, ou “milionários”.

    O resultado é que há hoje no Brasil 170 000 HNWIs – os 156 000 que havia no levantamento de 2011 mais os 14 000 que vieram se somar a eles, dentro da tal conta dos dezenove milionários a mais por dia.

    Não dá para entender bem essa história. O número de milionários brasileiros, após dez anos de governo popular, não deveria estar diminuindo, em vez de aumentar? Deveria, mas não foi o que aconteceu. A sempre citada frota de helicópteros de São Paulo, com 420 aparelhos, é a segunda maior do mundo; no Brasil já são quase 2000, alugados por até 3 000 reais a hora.

    Os 800 000 brasileiros, ou pouco mais, que estiveram em Nova York no ano passado foram os turistas estrangeiros que mais gastaram ali: quase 2 bilhões de dólares. Na soma total de visitantes, só ficaram abaixo de canadenses e ingleses – e seu número, hoje, é dez vezes maior do que era dez anos atrás, início da era Lula.

    O eixo formado pela Avenida Europa, em São Paulo, é um feirão de carros Maserati, Lamborghini, Ferrari, Aston Martin, Rolls-Royce, Bentley, e por aí afora. Então não podem ser os ricos os cidadãos que formam a elite brasileira – se fossem, estariam sendo combatidos dia e noite, em vez de viverem nesse clima de refrigério, luz e paz.

    Um outro complicador são as ligações de Lula com a nossa vasta armada de HNWIs, como diriam os rapazes da Merrill Lynch. É um mistério. Como ele consegue, ao mesmo tempo, ser o generalíssimo da guerra contra as elites e ter tantos amigos do peito entre os mais óbvios arquiduques dessa mesmíssima elite? Ou será que bilionários e outros potentados deixam de ser da elite e recebem automaticamente uma carteirinha de “homem do povo” quando viram amigos do ex-presidente?

    Para ficar num exemplo bem fácil de entender, veja-se o caso do ex-governador de Mato Grosso Blairo Maggi, uma das estrelas do círculo de amizades políticas de Lula. O homem é o maior produtor individual de soja do mundo, e a extensão das suas terras o qualifica como o suprassumo do “latifundiário” brasileiro. É detentor, também, do título de “Motosserra de Ouro”, dado anos atrás pelo Greenpeace – grupo extremista e frequentemente estúpido, mas que ainda faz a cabeça de muita gente boa pelo mundo afora.

    É claro que não há nada de errado com Blairo: junto com seu pai, André, fundador da empresa hoje chamada Amaggi, é um dos heróis do progresso do Brasil Central e da transformação do país em potência agrícola mundial. Mas, se Blairo Maggi não é elite em estado puro, o que seria? Um pilar das massas trabalhadoras do Brasil? Lula anda de mãos dadas com Marcelo Odebrecht, presidente de uma das maiores empreiteiras de obras do Brasil e do vasto complexo industrial que crescerem torno dela.

    Ainda há pouco foi fotografado em companhia do inevitável Eike Batista, cuja fortuna acaba de desabar para meros 10 bilhões de dólares, numa visita a um desses seus empreendimentos que nunca decolam; foi seu advogado, logo em seguida, para conseguir-lhe um ajutório do governo. É um fato inseparável de sua biografia, desde o ano passado, o beija-mão que fez a Paulo Maluf, hoje um aliado político com direito a pedir cargos no governo – assim como Maggi, que ainda recentemente foi cotado para ser nada menos, que o ministro da Agricultura de Dilma.

    Dize-me com quem andas e eu te direi quem andas e te direi quem és, ensina o provérbio. Talvez não dê, só por aí, para saber quem é realmente Lula. Mas, com certeza, está bem claro com quem ele anda.

    As classes que Lula e o PT descrevem a “elite brasileira” não são suas amigas só de conversa – estão sempre prontas para abrir o bolso e encher de dinheiro a companheirada. Nas últimas eleições presidenciais, presentearam a candidata oficial Dilma Rousseff quase 160 milhões de reais – mais do que deram a todos os outros candidatos somados. Há de tudo nesses amigos dos amigos: empreiteiros de obras, é claro, banqueiros de primeira, frigoríficos empenhados até a alma no BNDES, siderúrgicas, fábricas de tecidos, indústrias metalúrgicas, mineradoras. É o que a imprensa gosta de chamar de “pesos-pesados do PIB”.

    Ninguém, nessa turma, faz mais bonito que as empreiteiras, que dependem do Tesouro Nacional como nós dependemos do ar. Foram as maiores doadoras privadas às eleições municipais do ano passado: torraram ali quase 200 milhões de reais, e o PT foi o partido que mais recebeu. Ficou com cerca de 30% da bolada distribuída pelas quatro maiores empreiteiras do país, e junto com seu grande sócio da “base aliada”, o PMDB, raspou metade do dinheiro colocado nesse tacho.

    Todo mundo sabe quem são: Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão, OAS e Camargo Corrêa. Mas esses nomes não resolvem o enigma que continua a ocultar a identidade dos membros da elite. Com certeza, nenhum dos quatro citados acima pertence a ela, já que dão tanto dinheiro assim ao ex-presidente, seu partido e seus candidatos. Devem ser, ao contrário, a vanguarda classes populares.

    Restariam como membros da elite, enfim “inconformados” com o fato de que “um operário chegou à Presidência” ou que a “classe melhorou de vida. Mais uma vez, não dá para levar a sério. Por que raios essa gente toda está inconformada, se não perdeu nada com isso? Qual diferença prática lhes fez a eleição de presidente de origem operária, ou por que sofreriam vendo um trabalhador viajar de avião?

    Num país com 190 milhões de habitantes, é óbvio há muita gente que detesta o ex-presidente, ou simplesmente não gosta dele. E daí? Que lei os obriga a gostar? Acontece com qualquer grande nome da política, em qualquer lugar do mundo. Ainda outro dia, milhares de pessoas foram às ruas de de Londres para festejar alegremente a morte da ex-líder britânica Margaret Thatcher – que já não estava mais no governo havia 23 anos. É a vida.

    Por que Lula e seus crentes não se conformam com isso e param de encher a paciência dos de outros com sua choradeira sem fim? O resumo dessa ópera é uma palavra só: hipocrisia. Lula bate tanto assim na “elite” para esconder o fato de que ele é hoje, na vida real, o rei da elite brasileira. O ex-presidente diz o tempo todo que saiu do povo. De fato, saiu – mas depois que saiu não voltou nunca mais. Falemos sério: ninguém consegue viver todos os dias como rico, viajar como rico, tratar-se em hospital de rico, ganhar como rico (200 000 reais por palestra, e já houve pagamentos maiores), comer e beber como rico, hospedar-se em hotel de rico e, com tudo isso, querer que os outros acreditem que não é rico.

    Onde está o operário nisso tudo? (Foto: Valter Campanato / ABr)
    Onde está o operário nisso tudo? (Foto: Valter Campanato / ABr)
    Lula exige jato particular para ir às suas conferências e Johnnie Walker Rótulo Azul no cardápio de bordo. Quando tem problemas de saúde, interna-se no Hospital Sírio-Libanês de São Paulo, um dos mais caros do mundo. Sempre chega ali de helicóptero. Vive cercado por um regimento de seguranças que só o típico magnata brasileiro costuma ter.

    O ex-presidente sempre comenta que só falam dessas coisas porque “não admitem” que um “operário” possa desfrutar delas. Mas onde está o operário nisso tudo? É como se o banqueiro Amador Aguiar, que foi operário numa gráfica do interior de São Paulo e ali perdeu, exatamente como Lula, um dos dedos num acidente com a máquina que operava, continuasse dizendo, sentado na cadeira de presidente do Bradesco, que era um trabalhador manual.

    Lula não trabalha, não no sentido que a palavra “trabalho” tem para o brasileiro comum, desde os 29 anos de idade, quando virou dirigente sindical e ganhou o direito legal de não comparecer mais ao serviço. Está a caminho de completar iria 68 e, depois que passou a fazer política em tempo integral, nunca mais tomou um ônibus, fez uma fila ou ficou sem dinheiro no fim do mês. Melhor para ele, é claro. Mas a vida que leva é um igualzinha à de qualquer cidadão da elite. O centro da questão está aí, e só aí. Todo o resto é puro conto do vigário.

    Guzzo

  16. Pax said

    Caro Patriarca,

    Quando vejo os simpatizantes do PT, os eleitores do PT, pararem de reclamar das mazelas do PT, aí que me preocupo.

    O Congresso do PT, hoje, iniciado ontem à noite, é um bom exemplo.

    Lula e DIlma queriam distância, todas as notícias dizem que sim, da questão Papuda.

    E a companheirada? “Lula, guerreiro, defenda os companheiros”.

    2014 está batendo na porta.

    O dia que você vier aqui e eu não estiver reclamando que Dilma está abraçada com Kassab e Katia Abreu, pode chamar a polícia que estou em surto psicótico por aí. O dia que eu achar natural que tenhamos péssimos serviços de telecom, com esse incompetente (se não for mais que isso…) do Paulo Bernardo, pode desconfiar que me filiei a algum partido. O dia que achar que a Gleisi Hoffmann está bonitinha na foto com a questão indígena, aí é melhor me dar um tiro na cabeça porque se você cruzar na minha frente eu posso te morder e passar o vírus da raiva.

    Então, caro Patriarca, eu até aponto coisas que você coloca aqui que não me descem a goela, mas respeito – e muito – teu livre arbítrio de avaliar e escolher.

    O meu arbítrio não muda muito não. Essas coisas que reclamo, não tem jeito. Vou continuar.

    Quero todo mundo santo? Claro que não. Só não quero o esgoto onde o caminho, com clareza, leva.

    Leia o post do Kotscho, leia com calma. Não sou só eu que reclamo.

    Me parece uma apropriação indevida, desculpe-me dizer, essa comparação com Mandela. Daqui a pouco chegamos a elogiar o Sarney, um homem que se associou com todos os lados…. para continuar na teta.

  17. Patriarca da Paciência said

    “Lula não trabalha, não no sentido que a palavra “trabalho” tem para o brasileiro comum, desde os 29 anos de idade, quando virou dirigente sindical e ganhou o direito legal de não comparecer mais ao serviço. Está a caminho de completar iria 68 e, depois que passou a fazer política em tempo integral, nunca mais tomou um ônibus, fez uma fila ou ficou sem dinheiro no fim do mês. Melhor para ele, é claro. Mas a vida que leva é um igualzinha à de qualquer cidadão da elite. O centro da questão está aí, e só aí. Todo o resto é puro conto do vigário.”

    Chest,

    Tenta ser um dirigente sindical, um vereador, um síndico de prédio e depois me conta essa história de que “o Lula não trabalha”.

    Como dizem os norte-americanos, “quem não tem competência não se estabelece”.

    O Lula se elegeu presidente da república e se reelegeu e ainda saiu com a maior popularidade que um presidente da república brasileiro já desfrutou.

    Essa história de considerar o Lula como “uma pessoa qualquer que apenas foi bafejado pela sorte” é de uma miopia descomunal!

    Quantas pessoas provocam manchetes igual a Lula no mundo todo?

    Ora, rapaz, não acompanhe raciocínios tão simplórios!

  18. Otto said

    “Me parece uma apropriação indevida, desculpe-me dizer, essa comparação com Mandela.”

    Sim, também acho. Lula é maior que Mandela.

    Veja a situação dos pobres hoje na África do Sul e no Brasil.

  19. Elias said

    Patriarca,
    Não reclame se os adversários te avaliam mal.

    É, exatamente, quando o inimigo erra ao te avaliar, que ele começa a perder…

    Ófitópique, do noticiário da JusBrasil:

    “Por 16 votos a favor e 13 contra, o Senado uruguaio aprovou a chamada Lei da Maconha. A partir desta quarta-feira (11/12), o pequeno país sul-americano será o primeiro do mundo a legalizar e regulamentar a produção, venda e o consumo da marijuana.”

    “Antes mesmo da votação terminar, defensores da lei marcharam até o Congresso para festejar. No Uruguai, o consumo de maconha (ou de qualquer outra droga) não é considerado crime há 40 anos, mas era proibido comprar e vender os produtos. A nova lei pretende acabar com essa contradição e buscar uma alternativa à guerra contra as drogas. Estima-se que 28 mil uruguaios (5% da população entre 15 e 65 anos) fumam um cigarro de maconha por dia. ”

    Algo me diz que, agora, quem vai deslanchar mesmo é o operoso setor agrícola do Maranhão (especialista em produzir lombra “jamaicana”). O Maranhão vai exportar como nunca…

    Até porque algo também me diz que o turismo receptivo uruguaio vai explodir. Logo, logo, os 28 mil lombreiros miguelitos receberão centenas de milhares de confrades das vizinhanças, em especial os piradões de um grandalhão ao norte da miguelitolândia lombreira…

    Isso sim, é que é uma estratégia criativa de turbinar a arrecadação da receita do turismo receptivo!

    A Holanda ganhou um competidor à altura (ou à baixeza, se preferirem)!

  20. Patriarca da Paciência said

    “Patriarca,
    Não reclame se os adversários te avaliam mal.”

    Entendi, Elias e o Lula é tão sábio que vem trabalhando com essa estratégia faz décadas!

  21. Elias said

    Otto,

    Em termos de importância histórica, Lula não chega nem perto de Mandela.

    Mandela é um dos gigantes do Século XX.

    Além de ter se tornado um símbolo mundial da luta contra o racismo, Mandela, de cambulhada, ainda evitou que seu país mergulhasse de vez numa guerra civil que, na prática, já começara, e que certamente destruiria a África do Sul.

    Agora, como gestor, evidentemente que Lula ganha de Mandela.

    Num documentário recentemente exibido pela GNT, o ex-presidente sul africano Botha lembrou que Mandela não gostava de se envolver nas questões práticas de governo. Ele desempenhava muito mais uma função cerimonial, como se fosse presidente num sistema parlamentarista.

    Já o Lula nunca abriu mão de exercer pessoalmente a coordenação política do ministério. E sempre subordinou o trabalho técnico à direção política. Primeiro ele fixava o propósito político. Cabia aos ministérios viabilizar tecnicamente esse propósito.

    Em termos de resultados práticos, Mandela conseguiu estabelecer as bases de uma convivência pacífica entre pretos e brancos na África do Sul. Se tu fores lá, e olhares de perto, não terás dificuldade em constatar que essa convivência pacífica ainda não existe totalmente. Mas as bases foram instaladas, e a coisa melhora, de ano pra ano.

    E, se tu fores lá, não terás dificuldade de perceber que a “Questão Zulu” ainda está aberta.

    Os zulus, outrora poderosos, cometeram o imenso equívoco de se aliar à administração branca racista. Foram os zulus que, fardados ou não, fizeram a maior parte do trabalho sujo para as administrações racistas. Foram os zulus que massacraram povoados inteiros, matando homens, mulheres e crianças. Ainda hoje são exibidas, na África do Sul, as imagens chocantes de crianças com menos de um ano de idade, massacradas a golpes de lanças e/ou baionetas. Foram os zulus, aliados aos brancos racistas, que virtualmente levaram a África do Sul à guerra civil.

    Os zulus pagam por isso ainda hoje. Perderam todos os privilégios aos quais já estavam habituados há décadas.

    Mas um zulu é um zulu… E um zulu que hoje tem 18 anos, tem dificuldade de entender por que é que ele deve pagar por crimes que ele não cometeu. Aliás, ele nem era nascido quando esses crimes foram cometidos. Ele também não entende por que é que os zulus pagam por isso, e os brancos racistas, não.

    Acontece que esse tipo de zulu tende a ser tornar maioria entre os zulus. Como um zulu é um zulu, temos aí uma bomba com pavio aceso, né?

    Além do mais, a “era Mandela” não realizou avanços no combate à pobreza. Tudo está exatamente como antes…

    Do lado de cá, Lula está montado num êxito cujo mérito ninguém lhe tira: além de ter mantido a economia brasileira num nível razoável de funcionamento, ele conseguiu, em 8 anos, reduzir a miséria absoluta de aproximadamente 20% para algo em torno de 10% ou 11%, com as consequências usuais nas camadas imediatamente superiores.

    Ao que consta, foi o único governante brasileiro que conseguiu realizar melhorias estruturais na pirâmide social.

    Como isso é raro no mundo, Lula acabou ganhando notoriedade internacional. Se tornou “O Cara”…

    Dia desses, eu peguei um livro didático, editado por uma instituição particular de ensino (de grande porte), de Minas Gerais. A disciplina é “Problemas Brasileiros”, ou algo assim.

    Quando o livro aborda o problema das desigualdades sociais, um dos destaques é o avanço ocorrido durante o governo Lula (que não é mencionado no livro); a inédita alteração na pirâmide social brasileira, que vinha se mantendo estável durante toda a segunda metade do Século XX.

    Quando a poeira sentar, e todo esse entulho ideológico de hoje for colocado em seu lugar devido — o lixo da história — provavelmente Lula será lembrado por essas conquistas. Ele já tem seu lugar na história, e sabe disso…

  22. Elias said

    Patriarca,

    Para que tu tenhas uma ideia da eficácia de cada uma das estratégias políticas colocadas em prática durante o ano de 2013:

    1 – Segundo o IBOPE/CNI (instituições que nada têm de esquerdistas, ou petistas, ou coisa que o valha), a aprovação do governo Dilma já está em 43%.

    2 – De julho pra cá, a aprovação de Dilma subiu 12 pontos percentuais (12 pontos em menos de 6 meses não é fácil, certo?).

    3 – A avaliação do governo Dilma em “ruim” ou “péssimo”, oscila entre 20% e 22%. Isso, em princípio, define o tamanho da oposição. É o pessoal que não votaria em Dilma de jeito nenhum…

    Com mensalão, Barbosão, Veja, FSP, Estadão, Globo, etc., foi isso que a oposição conseguiu.

    Vá ser incompetente assim na baixa da égua!

    Imagina esses protozoários dirigindo o país…

  23. Pedro said

    Segundo o Chesterton, pro Lula se igualar a Mandela, só faltam os 27 anos na cadeia. :-)

  24. Chesterton said

    Celebridade cordial

    Mandela escreveu: ‘Num governo do PC, a África do Sul se tornará uma terra de leite e mel’

    Políticos, roqueiros, aristocratas, atrizes, atletas, religiosos e potentados de todos os cantos se congraçaram em Johannesburgo. A satisfação deles por estarem lá era tamanha (Obama até tirou um selfie) que a beatificação de Nelson Mandela ficou em segundo plano. Comemoravam a conciliação, como não cansaram de repetir. Festejavam também o triunfo das imagens sobre a realidade, do símbolo sobre a substância, da celebridade sobre o anonimato. A unanimidade só não foi absoluta porque o povo cismou de vaiar justamente o herdeiro político de Mandela, o presidente Jacob Zuma.

    Oportunista, o Partido Comunista da África do Sul reconheceu o que sempre desmentiu: Mandela era dirigente do PC quando participou da luta armada e foi condenado à prisão perpétua. Nada demais na militância comunista contra séculos de exploração colonial e décadas de apartheid, regime sustentado urbi et orbi (em 1987, Estados Unidos, Inglaterra e Portugal votaram nas Nações Unidas contra a soltura de Mandela). Mas relembre-se que o PC sul-africano foi tão stalinista quanto o de Cuba e o da Coreia do Norte. O partido se insurgiu contra as denúncias de Kruschev dos crimes de Stalin e apoiou as invasões soviéticas da Hungria e da Tchecoslováquia. Montou campos para encarcerar adversários e usou a tortura como método.

    Ao ser preso, Mandela deixou para trás cadernos nos quais copiava, à mão, escritos de Stalin e assemelhados. Numa das anotações, escreveu: “Num governo do PC, a África do Sul se tornará uma terra de leite e mel. Não haverá desemprego, fome nem doença”. O caminho para a utopia era a estatização das grandes empresas, das mineradoras e do sistema bancário. Só assim se obteria justiça social.

    Durante 27 anos de cárcere, Mandela não renunciou à luta armada ou a nenhuma das suas ideias. No exterior, seus companheiros organizaram a campanha de boicote às empresas que faziam negócios com o apartheid. Conquistaram uma legitimidade que outro movimento de libertação nacional, o palestino, jamais logrou. Num imenso comício no estádio de Wembley, na Inglaterra, a palavra de ordem “Abaixo o apartheid” foi substituída em 1980 por “Free Mandela”. Ele começava a virar um ícone. Mas só aceitou ser libertado junto com os outros presos políticos, e depois de garantida a liberdade de expressão, organização e de imprensa.

    Ele mudou em 1992. Na sua biografia autorizada, Anthony Sampson conta que Mandela abandonou quaisquer objetivos socialistas no Fórum Econômico de Davos daquele ano. Lá, foi convencido — e pressionado — pelo grande empresariado mundial de que a África do Sul não obteria investimentos, nem empréstimos do FMI, se não abrisse a África do Sul para o capital. Do contrário, o país seria estrangulado. As conversas decisivas, porém, foram com dirigentes dos PCs da China e do Vietnã, que já privatizavam setores inteiros da economia. No pano de fundo de todas as mudanças estava a debacle da União Soviética, um ano antes.

    Mandela ajudou então na criação de uma burguesia negra parasitária. Deixou em paz empresas e indivíduos racistas — inclusive policiais que perpetraram massacres. Abandonou o igualitarismo. O balanço do seu governo, e dos que inspirou em seguida, é complexo. Cada eleitor tem direito a seu voto. A república é uma e indivisível. Os negros têm acesso nominal a tudo. O fornecimento de água e energia melhorou, mas os serviços são de péssima qualidade. Foram construídas casas populares.

    No entanto, a desigualdade social aumentou, bem como o desemprego, que é da ordem de 25% da força de trabalho. Metade da população vive abaixo da linha de pobreza, recebendo dois dólares por dia. Os brancos ganham em média seis vezes mais que os negros. A violência urbana e a corrupção são endêmicas. Mais de 300 mil pessoas morreram de Aids porque o presidente Mbeki acreditava que o vírus do HIV era invenção dos brancos.

    Em não havendo justiça na vida real, sobraram imagens e simbolismo. Mandela convidando seu carcereiro para a cerimônia de posse na presidência. Com camisas feéricas, escolhidas a dedo, tresandando charme em dancinhas de palanque. Aplaudindo a seleção nacional de rúgbi, um esporte branco. Frequentando Bono e Bill Gates. Abraçando, sorrindo e dizendo frases vazias. À frente da Copa. Mesmo morto, patrocinando o aperto de mão entre Raúl Castro e Obama. Mandela, celebridade cordial, é mais uma marca — disputada a tapa pelos herdeiros — que uma política.

    Para ser eficaz, uma ideologia deve expressar ou distorcer a realidade. Pode-se dizer que Mandela foi realista. Ou que se conformou à ordem mundial. Ou que traiu o leite e o mel da libertação. Em Johanesburgo, os poderosos desse mundo preferiram chamá-lo de conciliador.

    MSC

  25. Chesterton said

    Como ja disse aqui e no blog do PD, Mandela era um stalinista fdp mandalete de Moscou.

  26. Otto said

    Elias, muito bom o teu comentário #21.

    eu exagerei um pouco para efeito retórico.

    Você já esteve na África do Sul?

  27. Jose Mario HRP said

    Elias, Lula não precisou ser um Mandela.
    Nosso país é bem diferente da A. do S.
    Mas tivemos José do Patrocinio, Joaquim Nabuco e tantos outros!
    O golpe de 64 nos colocou no retrocesso da história!
    Mas o maior cancro do país é o PSDB, de Sampa.
    Ele é o verme que consome os intestinos do país.
    40 bilhões de vermes……………….

  28. Chest said

    http://www.elpais.com.uy/informacion/marihuana-mujica-vuelve-bendicion-soros-rockefeller.html

  29. Otto said

    Puxa, Pax, como mudaram os costumes de nossa justiça!

    “Justiça brasileira se supera no paradoxo; condenados na mesma Ação Penal, ex-deputados José Dirceu e Roberto Jefferson completam um mês de destinos diametralmente opostos; no Complexo da Papuda, no quente Distrito Federal, ex-presidente do PT experimenta regime fechado como qualquer preso comum; Jefferson, curtindo seu sítio Jardins Ana Lucia, na aprazivel Levi Gasparian (RJ), anda de moto, comemorou esta semana a classificação do Botafogo à Copa Libertadores e fez seus advogados registrarem oficialmente que ele não pode ir para a cadeia em razão da dieta que inclui salmão defumado, suco batido com água de coco e leite com baixa lactose; escárnio ou aproveitamento no limite das contradições da Justiça brasileira, tristemente famosa por tratar uns como mais iguais que outro.”

    http://www.brasil247.com/pt/247/poder/124002/Dirceu-um-m%C3%AAs-preso;-Jefferson-um-m%C3%AAs-solto.htm

  30. Jose Mario HRP said

    Otto, todo mundo já percebeu isso que voce descreve no 29, mas o que é patente é que o que importa é ver o Zé humilhado, o Genoino ridicularizado e o PT avacalhado, dentro ou fora da lei, e ponto final.
    Vale tudo, e o PT é o inimigo, comedor de criancinhas, o estraga prazer dos ricos, dos seus lacaios, da turma branca, dos ditos descendentes de europeus e por fim, da escumalha podre dos fascistas e da velha e degenerada direita tupiniquim.
    E o rombo do trensalão pode ser de 40 BI!

    E disso, nem um pingo na mídia, muito menos nos comentarios do Pedro e do Chest!
    KKKKKKKKKK….

  31. Pax said

    A internet aqui foi piorando, piorando e piorou de vez. O que já era – sempre foi – um absurdo de ruim, agora conseguiu piorar. Liguei de novo na ANATEL (esse antro de faz-nada) e meu protocolo estava, novamente, fechado pela Telefonica/Vivo.

    É um protocolo aberto dia 12/08/2013. Quatro meses e dois dias. E já fechado pela Vivo umas 20 ou 30 vezes, sei lá, preciso contar num livro de registro que tenho aqui, onde anoto dia, hora, atendente, a desculpa que a Vivo dá para ter fechado o protocolo, peço para a atendente ler para mim. E solicito a reabertura do chamado por discordar das mentiras contadas.

    Assim seguimos…

    Segundo o Chesterton o Mandela era um stalinista fdp? Bem, é o Chesterton, velho e bom Chesterton, talvez esteja repetindo o bordão daquele famoso desequilibrado mental da Veja. Mas, vai saber, o nosso Chesterton consegue ler gente até pior.

    Segundo nossos amigos petistas mais empedernidos, Lula é ainda maior que Mandela. Bem, assim como o Chesterton, nossos amigos conseguem ler gente até pior que PHA e essa turma.

    Assim seguimos…

  32. Pax said

    Se esta notícia tiver qualquer fundo de verdade – e pode ser que sim – não duvido que os militantes mais audaciosos façam uma passeata à la black bloc pra tirar Dilma da corrida presidencial de 2014.

    http://g1.globo.com/platb/blog-do-camarotti/2013/12/13/planalto-e-surpreendido-com-gesto-de-lula-em-favor-de-dirceu/

    Mas como a notícia tem um “Ela não me obedece”, já fica sob absoluta suspeição. Há, já, um conjunto de indícios que nos leva ao domínio do fato que a notícia é capenga, sim.

  33. Pax said

    Quem vai para a Libertadores e quem cai para a segunda divisão?

    Veja a avaliação dos governadores pelo Ibope:

    http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2013/12/13/so-3-governos-estaduais-sao-aprovados-por-mais-de-50/

    Agnelo Queiroz está ali, pau a pau com a governadora do RN, Rosalba Ciarlini, aquela que tem mais de 60 processos na Justiça Eleitoral.

    Mas, claro, é uma enorme campanha de difamação contra Agnelo, tadinho. Só porque ele é do PT, claro.

  34. Chest said

    http://www.implicante.org/blog/exclusivo-cuba-manda-enfermeiro-para-trabalhar-como-medico-no-brasil/

  35. Chest said

    Obtenho informações em jornais locais.

  36. Patriarca da Paciência said

    “Eu geral, quando a besteira é demais não vale a pena nem comentar, porque é exatamente isso que eles querem. São pessoas sem luz própria que querem aparecer e ganhar dinheiro pegando carona na fama dos outros, através da polêmica.

    É o caso do novo “rola-bosta” da revista Veja, Lobão. Fala qualquer besteira contra Dilma, Lula e o PT e abrem-se generosos espaços na TV, revistas e jornais para ele falar mais. O mesmo acontece com Romeu Tuma Jr. Inventa estorinhas falsas, clichês espalhados há muito tempo pelos “rola-bostas” anti-petistas, algumas estorinhas até impossíveis de serem verdadeiras, outras já amplamente desmentidas, inclusive pelos fatos, outras meras insinuações. Não é novidade esse tipo de artifício. Já teve a charuteira que levou “duas malas de denúncias no Congresso”, teve a ex-secretária da receita federal, o Rubney Quicoly e diversos outros casos recentes. Mas, mesmo sem fundamento, esse tipo de denuncismo boateiro soa como música para realimentar a pauta da revista Veja e parlamentares demotucanos desesperados, em um momento onde a pauta do propinão nos trens superfaturados do Alckmin é desfavorável aos tucanos, tão amados pela revista.

    O fato é que Lobão e Tuma Jr. disputam a “pole-position” de quem consegue produzir mais boatos de baixarias daqueles utilizados por adeptos de José Serra (PSDB-SP) na campanha eleitoral de 2010. Assim eles se credenciam até a serem escolhidos como vice de Serra, caso a candidatura de Aécio Neves (PSDB-MG) seja abatida por algum dossiê espalhado por serristas.”
    (blog amigos do presidente Lula)

  37. Chest said

    ah, 24, MSC = .Mario sergio Conti. Escreve na revista Piauí.

  38. Jose Mario HRP said

    Pouco tempo atrás Aloysio Nunes e Jose Anibal fizeram um carnaval danado , com as alegações de que os documentos que iniciaram as investigações do trensalão eram falsas e montadas.
    Mas o ex funcionário da Siemens deu com a lingua nos dentes, ao vivo e a cores, diante dum delegado da PF e de um procurador federal.
    Agora não há mais como negar que pela escala e cadeia de comando, tanto um como outro meteram a mão na lama.
    Aloysio Nunes, o ” brujo ” do PSDB sempre chamou para si as brigas que o PSDB criou.
    Era o machão truculento e ardiloso , pronto a arquitetar sacanagens contra aqueles que se punham a frente dos desejos e luxúrias do tucanato
    Agora…….
    Desses porcos do PSDB, só não ouvi ainda o nome do Saulo Castro de Abreu, o promotorzinho metido a Rambo do mal, sempre pronto a prender e arrebentar, não roubou junto com a galera da elite tucana?
    Se mexer nesse lixo sobra algo para ele sim!
    Agora já não se pode chamar o mensalão de maior escandalo da história da república, agora tem o trensalão de bilhão, ou quem sabe, de bilhões!
    E eu fiquei vivo para curtir essa malta se borrar de medo.

  39. Chest said

    Ponha na cadeia os bandidos do PSDB, PMDB, PDT assim como puseram a malta petista na Papuda. Mas julguem antes.

  40. Chest said

    O blogueiro Paulo Henrique Amorim, apresentador da TV Record, foi condenado a pagar R$ 50 mil por danos morais ao ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal). Em 2008, ao criticar decisões do magistrado, Amorim afirmou que ele “transformou o Supremo Tribunal Federal num balcão de negócios”.

    SEM QUERER
    Em sua defesa, Amorim sustentou que as afirmações “não representam ofensa à honra e reputação do autor, caracterizando-se como livre expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação”. A juíza Tatiana Dias da Silva, de Brasília, considerou, no entanto, que “a matéria produzida pelo réu não relatou fato verídico, não teve o intuito apenas de informar a coletividade”, mas, sim, “teve o escopo de depreciar a imagem do autor, sem qualquer amparo”. O advogado de Amorim informa que vai recorrer da decisão.

    DESTINO CERTO
    A juíza determinou que os R$ 50 mil a serem pagos por Amorim devem ser destinados à Apae de Diamantino (MT), onde Mendes nasceu.

    Monica Bergamo

  41. Patriarca da Paciência said

    Vejam só quantos “informantes” famosos ao longo da História:

    http://esquerdopata.blogspot.com.br/2013/12/mafioso-diz-veja-que-lula-era.html

  42. Chest said

    Definição de sem-vergonha….

    http://www.folhapolitica.org/2013/12/nunca-tive-vergonha-do-que-fiz-afirma.html

  43. Elias said

    Otto,

    Já estive lá, por 3 vezes. Na primeira, a coisa estava pra explodir, logo antes da libertação de Mandela.

    As 2 outras foram mais recentemente, pós-governo Mandela..

    José Mário,

    É isso aí: o Brasil não necessitou de um Mandela. Ainda bem!

    Acontece que a comparação era entre Lula e Mandela…

    O líder sul africano se tornou uma espécie de “Pai da Pátria”, no melhor sentido do termo. Sem ele, a guerra civil que já começara teria levado a África do Sul à ruína.

    Pior seria o festival de violência que também já se iniciara, e que certamente se generalizaria.

    Ninguém sabe o que aconteceria.

    Pelo que vi e ouvi, creio que o cenário mais provável seria: (a) a população branca seria dizimada; (b) o que sobrasse dela, sairia do país; (c) os xhosas e os zulus se engalfinhariam numa luta sem fim; (d) por serem mais articulados internacionalmente, provavelmente os xhosa assumiriam o controle da máquina administrativa do país; (e) os zulus & aliados reagiriam com guerrilhas, atentados, assassinatos; (f) o país regridiria à barbárie…E assim por diante.

    Enfim, seria o caos!

    Com Mandela, nada disso aconteceu. Não foi necessário perseguir nem reprimir. Com uma filosofia pacifista, notoriamente inspirada em Ghandi, e uma espetacular capacidade de articulação política, Mandela conseguiu desarmar os espíritos e estabelecer as bases para uma nova África do Sul.

    Hoje, os sul africanos já dizem que é possível que eles se tornem uma nação. E eles parecem caminhar nessa direção..

    Antes de Mandela, uma coisa assim seria impensável.

    Só que a questão dos zulus ainda está aberta, pelo que vi.

    Assim, a possibilidade de uma regressão ainda é uma ameaça bastante presente, a meu pensar.

  44. Patriarca da Paciência said

  45. Patriarca da Paciência said

    Muito interessante a observação de que, “a aplicação da teoria do domínio do fato é uma comprovação de que não existiam, nem existem, provas”

  46. Patriarca da Paciência said

    Outra observação interessante, “o STJ agiu de maneira inconstitucional”, julgou um processo que não tinha competência (atribuição) para tal.

    Sobre o D. Joaquim I, o grande jurista tem a mesma opinião que já é quase consenso.

  47. Pedro said

    Jose Mario #30, olha cara, tenho um enorme defeito, não consigo ser partidário. Não consigo sair marchando atrás de um dirigente partidário que bate o bumbo. Sei lá, é da minha natureza.

    Inclusive escutei a seguinte frase, de um vereador picareta aqui da cidade, aquele tipo de fdp, que de manhã se vende para um lado e de tarde para o outro: ” O azar de quem não gosta de política, é ser governado por quem gosta.”

    Isto me incomoda, mas não tenho a menor vocação pra ser político, muito menos partidário.

    Não me lembro como vim parar neste blog sobre corrupção. Comento como cidadão.
    E já falei aqui, é lógico, que assuntos nacionais repercutam muito mais, do que assuntos regionais ou locais. E o PT, faz 10 anos, é o governo nacional, é o dono da bola, inclusive indicou a maioria do juízes que apitam o jogo.

    Se meia duzia, ou meia centena, de políticos tucanos de São Paulo, forem pra cadeia, vou visitar duas cidades da Africa, Kaganda e Andanda.
    Que se phodam!
    Inclusive, quanto mais safados forem presos, melhor pra nós cidadãos.
    Afinal, somos os pagadores da festa.

  48. Chest said

    Os africaners derrotaram o Imperio Britânico, não teria nenhuma dificuldade em combater os tribais melano-dérmicos.

  49. Patriarca da Paciência said

    “Usurparam (o STF) uma vez a prerrogativa do Congresso . Foram aplaudidos. Usurparam uma segunda. Foram aplaudidos. Usurparam uma terceira. Foram aplaudidos. Usurparam uma quarta. Foram aplaudidos. Ficaram viciados. Querem mais.

    E agora concluo
    E notem que os ousados estão perdendo mesmo a cerimônia. A ADI que chegou com assinatura da OAB, insisto, tem as digitais de Luís Roberto Barroso. É ele o autor intelectual da causa de que se tornou um dos juízes. Isso fere a cláusula pétrea da ética e do bom senso.

    Se os parlamentares não reagirem, seu destino será apenas mendigar um dinheiro do Executivo e, de vez em quando, aparecer nas páginas policiais, acusados de caixa dois.

    Por Reinaldo Azevedo”

    Acreditem. Foi o reinaldo rola-bosta mesmo quem escreveu isso aí de cima e… está publicado no blog dele. E o dito cujo ainda chama o STF, a OAB e o PT de idiotas e pilantras!

    Para quem ainda acredita na sanidade mental do dito cujo, com o texto deste domingo, acho que pode perder qualquer dúvida!

  50. Pax said

    Prezados,

    Tá impossível tocar o blog por aqui. Sinal da internet caiu faz mais de uma semana.

    Toquem o barco por aí que vou falar ali com o Paulo pra descolar uma grana pra campanha de 2014 com as operadoras.

  51. Otto said

    E olhem que o Cláudio Lembo é insuspeito de ter simpatias petistas!

  52. Jose Mario HRP said

    Esse aqui é para o Pax, e mais ainda pro Chest:

    …..http://carlarodrigues……..

    ***** Caro HRP…..**** meu antivírus, AVAST, detectou o vírus favicon.ico neste link. —->>> para evitar contaminar os colegas, tomei a liberdade de retirar do teu comentário….

    Obs.: desculpe-me, nunca faço isso, mas achei necessário

  53. Jose Mario HRP said

    Do Blog do Dep. Protogenes:

    Postado em: 16:17, 23 de julho de 2013 por Janaína Camelo
    FBI não quebra criptografia de HDs de Daniel Dantas
    A criptografia usada para proteger os arquivos do banqueiro brasileiro Daniel Dantas, suspeito de diversos crimes financeiros,se mostrou difícil de ser quebrada até mesmo pelo FBI.

    Autoridades brasileiras apreenderam cinco discos rígidos durante uma busca realizada em julho de 2008 no apartamento de Dantas no Rio de Janeiro.

    Depois de cinco meses (!) sem conseguir quebrar a criptografia dos discos,o Instituto Nacional de Criminalística (INC) pediu ajuda ao FBI no início de 2009. Depois de 12 meses de esforços, os norte-americanos também não obtiveram nenhum resultado.

    De acordo com informações da assessoria de Daniel Dantas, os arquivos foram criptografados com o padrãoAES 256 bits através do uso de dois programas: TrueCrypt e PGP.

    Em lugares como o Reino Unido, Daniel Dantas poderia ser obrigado a revelar a chave para acesso aos arquivos, mas o mesmo não se aplica ao Brasil.

    Fonte: Badoo

  54. Chest said

    Se os parlamentares não reagirem, seu destino será apenas mendigar um dinheiro do Executivo e, de vez em quando, aparecer nas páginas policiais, acusados de caixa dois.

    Por Reinaldo Azevedo

  55. Chest said

    Sei não, mas falta gente na Papuda

  56. Jose Mario HRP said

    Pax, ainda bem que voce detectou!
    E, em tempo, não foi minha intenção!

  57. Chest said

    A Vale acaba de colocar R$ 1,5 milhão para construir um Museu das Greves do Lula, em São Bernardo do Campo. O Governo Federal tem mais de 53% da Vale que o PT tanto afirma que foi privatizada, em mais uma das mentiras petistas que emporcalham a política brasileira. Basta alguém do Palácio levantar o telefone e determinar o que a maior empresa brasileira deve patrocinar. Outras grandes empresas colocarão até R$ 17 milhões pela Lei Rouanet, em captação autorizada pelo Ministério da Cultura de Marta Suplicy, a senadora petista por São Paulo. O próprio governo está colocando R$ 14, 4 milhões. Uma vergonha. Quem conhece a história das greves do ABC, sabe que aquilo não merece nem exposição fotográfica, quanto mais um museu patrocinado com dinheiro público para exaltar a figura de Lula. Aliás, um Lula que delatava companheiros sindicalistas para o DOPS, em acordo com Romeu Tuma. Haverá uma ala ou uma sala dedicada a este fato histórico? (Coronel)

    chest- isso aqui já dava cadeia para uns 5 num país sério….

  58. Patriarca da Paciência said

    Agora que o FHC, reinaldo rola-bosta, coronel et caterva vão cortar os pulsos!

  59. Patriarca da Paciência said

    A direitona ensaiou alguma reação na América Latina mais já está murchando:

    “Bachelet teve cerca de 62% dos votos e Matthei ficou com por volta de 37%. Com a vitória, ela é a primeira presidente a ser eleita pela segunda vez em mais de 60 anos no país, depois de ser a primeira mulher presidente. As eleições tiveram cerca de 5,6 milhões de votos, segundo o serviço eleitoral chileno.
    Bachelet, de 62 anos, teve a maior votação de um candidato à presidência desde que o país retornou às eleições democráticas, em 1989. Sua vitória marca o retorno da esquerda à presidência do Chile, após quatro anos de governo de centro-direita de Sebastián Piñera, aliado de Matthei. A líder socialista encontra um país diferente do que assumiu em 2006, à frente da Concertação, coalizão de esquerda que governou o Chile por duas décadas.
    As eleições presidenciais do Chile foram encerradas às 18h locais (19h em Brasília), com os centros de votação fechados e os votos começando a ser contabilizados. No primeiro turno, Bachelet, candidata da coligação de oposição da Nova Maioria, teve 46,7% dos votos, e a direitista Evelyn Matthei alcançou aquela vez o 25,01% dos sufrágios.”
    (( Globo)

    Quase o dobro da votação.

    Não resta a menor dúvida para onde o Chile quer ir.

  60. Chest said

    Que atração pelo desastre os latinos americanos tem… paciência.
    FHC é amiguinho dela.

    http://www.livreimprensa.com.br/o-lula-secreto/

  61. Patriarca da Paciência said

    “Foi oficialmente reconhecido como partido político pelo Tribunal Superior de Justiça Eleitoral no dia 11 de fevereiro de 1982. A ficha de filiação número um foi assinada por Apolonio de Carvalho, seguido pelo crítico de arte Mário Pedrosa, pelo crítico literário Antonio Candido e pelo historiador e jornalista Sérgio Buarque de Hollanda.”

    Sérgio Buarque de Hollanda e Florestan Fernandes, dois dos maiores intelectuais brasileiros de todos os tempos, foram fundadores do PT. Para que o PT precisaria do canastrão Golbery? E do Mário Garnero, então?

    Essa boataria só causa gargalhadas!

  62. Patriarca da Paciência said

    ” Apolonio de Carvalho, no fim dos anos 70, aproximou-se dos grupos que então trabalhavam para criar o PT, tornando-se um de seus fundadores. “Nós tivemos uma imensa simpatia pelo PT”, disse ele. “Em fevereiro de 1980, quando se lança (o partido) oficialmente, vemos o primeiro partido de esquerda em todo o século que pleiteia, como um de seus traços essenciais, a conquista da legalidade”.
    Permanece na direção do novo partido até 1987, quando se afasta por orientação médica.”
    (wikipedia)

    Havia um militar sim, na formação da ideologia do PT, mas este chamava-se Apolonio de Carvalho.

  63. Jose Mario HRP said

    ESSE “MOMENTO HUMOR” COM O CHEST ANDA BOM MESMO!
    Acreditar que Lula era cagueta é o grito dedesespero de uma oposição nua e sem documentos, no meio da via pública!
    KKKKKKKKKK, gargalhadas como pede o Patriarca…..

  64. Patriarca da Paciência said

    “Manifestação pacífica contra a corrupção no Brasil usou a imagem do presidente do STF e do líder sul-africano Nelson Mandela; grupo de maçons, convocado também pela entidade Movimento Brasil Merece Mais, listou entre as reivindicações, no Parque do Povo, em São Paulo, a redução de impostos e o poder de portar armas para se defender”.
    (blog 247)
    Barbosão começa a encontrar sua turma, ou seja, o Tea Party Tupiniquim!

    As características são as mesmas: minoria insignificante, defendendo o “direito” de portar armas e a eliminação de impostos.

    E ainda tem a ousadia de comparar Barbosão a Mandela!

    Não é de se admirar que tenham reunido 29 (vinte e nove) pessoas!

    É isso aí, caro HRP,

    a direitona está apelando para tudo, como o Lobão, aquele que é um milagre que ainda esteja vivo depois de usar por mais de meio século as drogas mais pesadas, continuar usando, e ainda viva e consiga articular algumas palavras. Tuminha, o cara que é amigo de um mafioso por mais de trinta anos e não sabia das atividades do amigo!

    Como viram que ninguém dá ouvidos para tal turma, resolveram apelar para a difamação do Lula!

    Mas como disse o grande jurista Dalma Dallari no vídeo acima, a utilização de uma teoria para condenar José Dirceu é a prova cabal de que não existem provas contra José Dirceu.

    A prova cabal de que a direitona não tem argumentos válidos contra Lula, é tentar requentar velhas difamações, coisa que já vem tentando também a quase meio século!

  65. Otto said

    Extra, extra: Serra carta fora do baralho! Definitivamente! Aleluia!! Vade retro Satana!!!

    “O que muda com o anúncio da desistência de Serra de concorrer em 2014 é: nada.

    A vida de Aécio, suposto beneficiário, não vai ficar melhor e nem pior. Só um milagre levará Aécio e o PSDB ao segundo turno em 2014.

    É um partido vencido pelo tempo. Não tem causa, não tem visão, não tem propósito, não tem militantes, não tem votos, não tem novos líderes, não tem futuro: em suma, não tem nada.

    O PSDB vai morrendo como a UDN: rejeitado pelo povo e abraçado com o que existe de mais conservador e retrógrado no país.

    A chance de Serra de ganhar era zero. Mesmo assim, ele se comportou, nos últimos meses, como se fosse um candidato forte, num dos mais notáveis delírios da política brasileira desde que Jânio renunciou sob o impacto de “forças ocultas”.

    Se você pode apontar um nome como o responsável pelo esfacelamento do PSDB, é o de Serra.

    Sua carreira política pode ser resumida assim: matou o PSDB, a golpes de empáfia, inépcia administrativa, desonestidade nas campanhas e atitudes francamente desagregadoras.

    Serra foi se deslocando, nos últimos anos, para a direita, e acabou arrastando com ele um PSDB que surgira no centro-esquerda com uma plataforma social-democrata. Basta ver qual é o jornalista mais afinado com Serra, sua alma gêmea: Reinaldo Azevedo.

    O episódio que ficará para a história, acima de todos os outros, é o Atentado da Bolinha de Papel, com o qual ele tentou convencer os brasileiros de que fora vítima de terrorismo petista na última campanha presidencial.

    Você vê São Paulo – a cidade e o Estado – e constata o tamanho da incompetência de Serra como prefeito e governador. É a pior incompetência, porque se manifesta disfarçada de sabedoria e se apresenta, para enganar os iludidos, de paletó e gravata.

    O único serviço em que Serra realmente brilhou foi na liquidação do PSDB. A tibieza colossal de FHC, que jamais conseguiu controlar Serra, também colaborou.

    Houve um momento em que o partido poderia aspirar a se renovar, se Serra caísse fora.

    Agora, ele pode sumir, pode ir para o Tibete e levar vida de monge, mas já é tarde demais. Já matou o PSDB.”

    http://www.diariodocentrodomundo.com.br/ao-desistir-serra-ja-tinha-matado-o-psdb/

  66. Jose Mario HRP said

    http://ajusticeiradeesquerda.blogspot.com.br/2013/12/com-medo-de-morrer-delator-do-mensalao.html?view=classic

  67. Patriarca da Paciência said

    Nunca é demais relembrar:

    O ANALFABETO POLÍTICO
    Bertolt Brecht

    “O pior analfabeto é o analfabeto político.
    Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos.
    Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão,
    do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio
    dependem das decisões políticas.
    O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia
    a política. Não sabe o imbecil que da sua ignorância política nasce a prostituta,
    o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos que é o político vigarista,
    pilantra, o corrupto e lacaio dos exploradores do povo.”

  68. Jose Mario HRP said

    Roberto Freire pede que a Comissão da Verdade investigue Lula!
    Freire nem lixo pode ser dito ,seria insultar o lixo!
    O homem(sic) que matou Luiz Carlos Prestes de tristeza rebaixou-se mais um pouco, triste fim de alguém mais que pequeno……..

  69. Patriarca da Paciência said

    “Segundo o colunista, o Supremo Tribunal Federal criou um “caixa 2 de beneficiários – ministros, servidores e dependentes não contabilizados” em seu plano de saúde e as respostas apresentadas, até agora, por Joaquim Barbosa e Rosa Weber foram insuficientes”
    (blog 247)

    Caramba, parece até piada, mas é um dos mais sérios jornalistas brasileiros que está afirmando isso!

  70. Patriarca da Paciência said

    O jornalista que está afirmando é Jânio de Freitas!

  71. Patriarca da Paciência said

    Consta que já existiram juízes que condenaram a si mesmos, por incorrerem nos mesmos crimes que condenaram nos outros.

    Será que o Barbosão vai ter essa coerência?

    Espere sentado!

  72. Elias said

    Do noticiário da ADVFN:

    “A VALE (VALE5) emitiu Fato Relevante hoje pela manhã anunciando pedido de registro de oferta pública de distribuição de até R$ 1,01 bilhão em debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em até quatro séries. Os recursos da oferta serão destinados integralmente ao projeto Ramal Ferroviário Sudeste do Pará, projeto de infraestrutura da companhia considerado prioritário pelo Ministério dos Transportes. A agência de classificação de riscos Fitch atribuiu nota de crédito AAA à oferta da VALE. ”

    1 – A expressão “destinados integralmente ao projeto Ramal Ferroviário Sudeste do Pará” significa “destinados integralmente à duplicação da Ferrovia dos Carajás e sua integração à Ferrovia Norte-Sul”, o que, por seu turno, significa que o governo e a Vale estão se preparando pra turbinar ainda mais a exportação de minério de ferro da Serra Sul (os platôs da Serra Norte já dançaram…), e para deslanchar a exportação de cobre, inclusive da jazida do Salobo. Como o subproduto do cobre é o ouro, segue-se que o BC do Brasil deverá, no futuro próximo, acrescentar ao seu estoque mais algumas toneladas de 99.9.

    Atualmente, a Ferrovia dos Carajás suporta diariamente 9 viagens redondas (ida e volta), do Pará ao porto do Maranhão. Cada uma pernada é feita pela maior composição ferroviária do mundo: cada composição tem mais de 4 Km de extensão. Na prática, a ferrovia está quase que totalmente duplicada, tantos foram os desvios e as “peras” construídos para viabilizar essa quantidade toda de viagens por uma linha singela. Vai daí que a maior parte da dinheirama deverá ir, mesmo, para a integração da Ferrovia dos Carajás com a Ferrovia Norte-Sul.

    Mil porradas no horizonte, portanto!

    2 – O lançamento de debêntures pode significar que o balcão do BNDES já não está tão acessível, e/ou que a Vale já ultrapassou o limite do razoável, em termos de endividamento junto a instituições financeiras, o que também explica a venda de ativos que ela fez nos últimos meses. (Há alguns anos, eu disse, no Weblog que esse endividamento para comprar sacos furados do Canadá teriam consequências terríveis — não por acaso, a Vale parou de lançar nas bolsas de Nova York, Tóquio, etc. Um comentarista metido a “trader”, “player” e sei lá mais o quê, me rebateu como pôde, apoiado pelo Chester. Taí, crianças…).

    3 – O fato dos debêntures serem “simples, NÃO CONVERSÍVEIS em ações”, significa que a Vale espera poder resgatar essa baba toda em dinheiro vivo. Ou seja, com o aumento das exportações que ela está esperando, ela também espera uma excelente geração de caixa, de tal modo que não necessitará transformar os debêntures em ações, para resgatá-los. Menos mal. Isso torna o papel muito mais interessante para os investidores.

  73. Elias said

    HRP,
    Se forem cavocar no passado do Lula, o que eles encontrarão será um anticomunismo feroz, que foi abrandando ao longo do tempo (à medida que o comunismo foi desaparecendo, deixando de ser um concorrente de peso, à esquerda do espectro político).

    Lula nunca fez segredo disso.

    Daí, aliás, a permanente tensão que sempre houve, dentro do PT, entre as tendências comunistas e as não comunistas (rotuladas internamente, de forma genérica, como “PT Igreja”, embora nem todas elas tivessem origem nas CEBs).

    Nos momentos de disputa, o “não comunismo” rapidamente se convertia em “anticomunismo”.

    A convivência com grupos trotskystas, então… Era, no mínimo, problemática… Até que eles saíram do PT, e foram pro PSTU (e, depois, também pro PSOL, para onde também foram grupos comunistas não trotskystas).

    Daí o ódio tribal que portadores do “mar de convergência”, como o Reinaldo Azevedo, sempre devotaram ao PT .(Como se sabe, o “mal de convergência” é uma doença mental que desaparece com a maturidade e com tratamento psicológico ou psiquiátrico. O RA nunca amadureceu e nunca se tratou, razão pela qual ele seguiu o rumo de outros portadores dessa patologia crônica: transformou-se num direitopata hidrófobo, repetindo as mesmas análises de há duas ou três décadas atrás, só que com o sinal trocado).

    As críticas que o Lula fazia aos comunistas eram públicas, e tinham carradas da razões.

    Nas primeiras movimentações para criação do PT, p.ex., os comunistas queriam um partido com fortes tons leninistas. Ou seja, um “partido de quadros”. Já Lula e as correntes não comunistas viam o PT como um “partido de massas”.

    No frigir dos ovos, os embates internos do PT, entre as correntes comunistas e as não comunistas, tinham essa divergência — e suas dezenas de ramificações — como pano de fundo.

    Quem via o PT como um “partido de quadros”, tinha, no horizonte, um processo revolucionário, com a tomada do poder pela violência e a implantação de uma “ditadura do proletariado”..

    Quem queria o PT como um “partido de massas”, via a conquista do poder como resultado de um processo gradual, dentro das normas democráticas, e o exercício do poder em estrita observância do processo democrático.

    Nos embates internos, as correntes comunistas foram sistematicamente derrotadas. Mais adiante, como parte do processo mundial de falência do comunismo, vários grupos comunistas romperam com o marxismo e se dissolveram. Outros permaneceram marxistas, só que com um número reduzidíssimo de militantes, pelo que deixaram de influir nas decisões do partido. Alguns desses grupos mais tarde se retiraram do PT e foram para o PSOL.

    Gozado é que, exatamente quando o PT conseguiu se livrar do ranço leninista (na segunda metade dos 1990), ele passou a ser acusado de “partido leninista”, pelos principais órgãos de desinformação e deseducação política, como a revista “Veja”… (Tudo a ver, né?).

    E por aí vai…

  74. Elias said

    Deu no noticiário da ADVFN, de hoje:

    “A PETROBRAS (PETR4) comunicou ontem à noite a descoberta de uma acumulação de petróleo na concessão BM-POT-17, a primeira em águas profundas da Bacia Potiguar, no Estado do Rio Grande do Norte. O poço ainda está sendo perfurado a uma profundidade de 4.197 metros, e a perfuração prosseguirá até 5.028 metros. A PETROBRAS é a operadora da concessão, com 80% de participação, mas poço está em processo de farm-out, e a BP Energy do Brasil passará a atuar como concessionária, ficando com metade da participação da PETROBRAS. ”

    Nunca vi tanta informação desencontrada (ou seja: desinformação), a respeito de uma única empresa, em tão pouco tempo.

    Mais ou menos assim: o paciente entrou em coma, porém está passando bem, e, segundo ele próprio declarou, pretende nadar na piscina amanhã, pela manhã, logo depois que lhe for ministrada a extrema-unção…

  75. Patriarca da Paciência said

    “Programa do Aécio não tem direção. Vão exigir o bafômetro.”
    — PHA

    Continuo achando que o Aécio não chegam nem em 3º lugar.

    As “novidades” que o neto do Tancredo apresentou: uma lei tornando o bolsa família permanente e, agora, também uma lei, “regulamentado” o mais médico, inclusive com cota fixa para médicos cubanos (10.000) e que também recebam integralmente os R$ 10.000,00!

    O cara é pra lá de criativo!

  76. Elias said

    Patriarca,
    Eleito Presidente da República, o Aécio imediatamente decretará que os anos se iniciem em 1º de janeiro, e se encerrem, obrigatoriamente, em 31 de dezembro.

    Além disso, ele também tornará obrigatório que, entre o primeiro e o último dia do ano, os dias serão, alternadamente, pares e ímpares. Mas, como concessão especial, ele permitirá a repetição de dois dias ímpares, sempre que um mês tiver 31 dias.

    Neste momento, Aécio está reunindo com uma comissão de 200 sábios peessedebistas, recrutados em todo o país. Eles estão debatendo as propostas do PSDB para regulamentação dos dias da semana.

    Em tempo: parece que o PSDB já chegou a mais uma importante decisão de proposta para o programa partidário. A coisa ainda está sob sigilo, mas é quase certo que, se eleito Presidente da República, Aécio Neves vai propor uma lei determinando que as águas dos rios brasileiros corram da nascente para a foz.

    Trata-se de uma decisão impactante! Certamente que logo será imitada em todo o mundo!

  77. Jose Mario HRP said

    É o sueco!

    GRIPEN, 36, e depois mais 24, mais 24 e mais tres esquadrões!
    Porra Dilma, demorooooooooooooooooooooo

  78. Patriarca da Paciência said

    É caro Elias,

    o Aécio se supera a cada novo pronunciamento!

  79. Patriarca da Paciência said

    Elias,

    de vez em quando dou uma olhada nos títulos dos posts (não mais que isso) do reinaldo rola-bosta, quando quero dar umas boas risadas. Num dos últimos, ele saiu com uma tal de “soberba infundada”. Já pensou? O dito cujo acha que pode existir soberba fundamentada! Provavelmente ele acha que é um soberbo fundamentado!

    Essas previsões que você faz para o Aécio, realmente, estão muito de acordo com o biotipo do tipo!

  80. Chest said

    Cresce e desaparece

    1. Com a morte de Mandela, confesso que passei horas e horas a ler sobre o senhor. Mas nenhum texto me impressionou tanto –na sua imbecilidade e ignorância– como o elogio cético que Slavoj Zizek dedicou a Madiba no “Guardian”.

    Verdade que Zizek nunca desilude. Mas o texto atinge novos patamares de mendacidade intelectual quando informa o auditório de que Mandela morreu um homem amargo.

    Uma afirmação dessas, vinda de um enfermeiro, teria o seu valor. Mas o objetivo de Zizek é político, não clínico: Mandela morreu amargo porque a promessa de uma África do Sul resplandecente não se cumpriu.

    Até aqui, nada a dizer: a pobreza, a violência e o crime continuam a fazer parte do cotidiano do país. Mas para Zizek essas falhas devem-se à “traição” que Mandela cometeu sobre os seus ideais “socialistas”, sucumbindo às sereias do capitalismo.

    Nesse sentido, Mandela representa bem o destino da esquerda contemporânea, diz Zizek: na oposição a um regime iníquo, a esquerda promete maravilhas sem fim; quando chega ao poder, abre a porta ao compromisso “burguês”.

    A ignorância de Zizek começa logo aqui: ao não entender que o derrube do apartheid começou por um ato de compromisso. Que o mesmo é dizer: Mandela pousaria as armas e o regime começaria a tratá-lo com outra brandura.

    Isso pode soar ofensivo para quem vive no jardim infantil da política e divide o mundo entre índios e cowboys. Não soou ofensivo para Mandela nem para a ala mais moderada do ANC.

    Mas há mais: acusar Mandela de atraiçoar os seus ideais “socialistas” é ignorar a importância que o fim desses ideais teve para derrubar o próprio regime.

    A queda do apartheid, ao contrário do que imagina Zizek, não começou com a saída de Mandela da prisão em 1990. Começou um ano antes, quando um certo Muro de Berlim foi reduzido a escombros. Com o desaparecimento da ameaça ideológica de Moscou, a elite branca não apenas deixou de temer a transição para um regime democrático pleno –como, no limite, o permitiu.

    Finalmente, Zizek pergunta: não será possível ir além do legado tímido de Mandela sem cair no extremismo totalitário de Robert Mugabe, o vizinho do Zimbábue que arruinou o seu país?

    Curiosamente, Zizek nem se apercebe da contradição da pergunta: Mugabe destruiu o país porque seguiu a cartilha “socialista” que Zizek acusa Mandela de ter renegado.

    O resultado desse programa de “coletivização dos meios de produção” determinou que um dos mais prósperos países africanos seja hoje um caso internacional de fome, miséria e, claro, guerra civil larvar de negros contra brancos. Ou, pelo menos, contra os brancos que ainda restam por lá.

    Quando será que Zizek cresce e desaparece?

    2. A culpa é de John Lennon: quando o ex-Beatle começou a dissertar sobre os grandes temas do mundo, o mundo prestou atenção e a moda estava lançada.

    Bizarro: eu gosto da minha empregada doméstica. Mas não presto atenção ao que ela diz sobre, por exemplo, o aquecimento global ou a crise das dívidas soberanas na Europa. Por que motivo devemos prestar atenção ao que dizem os músicos sobre assuntos que eles grotescamente desconhecem?

    Roger Waters é um caso recente: o líder do Pink Floyd considerou Israel um Estado perfeitamente comparável à Alemanha nazista. Motivo? A forma como trata os palestinos de Gaza e da Cisjordânia. Roger Waters só não explicou direito se também falava dos campos de extermínio e dos fornos crematórios que existem em Tel Aviv.

    Ponto prévio: você, leitor, pode não concordar com a política de Israel; pode condenar vivamente a construção de assentamentos na Cisjordânia; e pode até atribuir todas as culpas do mundo aos judeus pelo fracasso das sucessivas negociações entre Israel e a autoridade palestina. Está no seu direito e na posse razoável das suas faculdades mentais.

    Mas quando alguém compara Israel com a Alemanha de Hitler –o mais infame regime da história, que fabricou a morte sistemática de milhões de judeus e outras minorias e foi responsável pela maior catástrofe militar do século 20 –essa comparação não é apenas ofensiva para a “memória das vítimas”, como dizem os poetas.

    A comparação é ofensiva para você, leitor, tratado como um idiota ignorante por outro idiota ignorante.

    joão pereira coutinho

  81. Chest said

    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2013/12/19/governo-reage-a-ameaca-de-greve-de-aeronautas-podemos-abrir-o-setor/

    chest- mas que governo neo-liberal!

  82. Patriarca da Paciência said

    “Polícia Federal prorrogou o inquérito por 30 dias, mas já afastou a possibilidade de envolvimento do senador Zezé Perrella (PDT-MG) e do deputado estadual Gustavo Perrella (SDS-MG) com o transporte de 450 quilos de cocaína; perícia nos celulares aponta para ação isolada do piloto”
    (blog 247)

    Mas e o “domínio do fato”, como é que fica?

    Como que uma pessoa não sabe o que o seu “motorista” particular, anda fazendo com o seu “veículo” particular ?

    O Lula tem a máxima obrigação de saber o que suas secretárias andam fazendo na vida particular, José Dirceu idem e Zezé “porrelas”, nada?

    Assim não dá, assim não pode!

  83. Patriarca da Paciência said

    Eu não tenho a mínima dúvida que esse tal de joão pereira coutinho é um fascista!

  84. Patriarca da Paciência said

    O grande filósofo Epiteto não foi um empegado doméstico, foi um escravo!

    E se hoje alguém se lembra do “dono” de Epiteto, é simplesmente pelo fato do grande filósofo ter sido seu escravo!

    E esse tal de joão pereira coutinho ainda vem falar que “não tem importância” aquilo que as “domésticas” falam. Se não me engana, já há no Brasil algumas desembargadoras que foram “domésticas”.

  85. Elias said

    Do noticiário da ADVFN:

    “A PETROBRAS (PETR4) informou ontem à noite, após o fechamento do mercado, que a perfuração do primeiro poço de extensão na área de Moita Bonita, comprovou descoberta de gás e petróleo leve. O poço é informalmente conhecido como Moita Bonita 1 e está localizado em águas ultraprofundas da Bacia de Sergipe-Alagoas. Foi constatada a existência de reservatórios com espessura de 50 metros, com boas condições de permeabilidade e porosidade, confirmando as expectativas do projeto. A PETROBRAS é a operadora, com 100% de participação. ”

    Bem… Parece que um lado da balança está predominando cada vez mais.

    2013 termina bem, e o primeiro Tri de 2014 promete…

    E o Chester, seguindo recomendação do Adolf, vendeu sua pilha de ações do Petrossauro…!

    Mas, como disse o filósofo baiano Rosauro Pranchão, a vida é assim mesmo: uns f… e outros rindo…

    Huá! Huá! Huá!

  86. Elias said

    Mas, Patriarca,

    Por mais antipático que ele seja, o João Pereira Coutinho está certo em várias coisas que diz.

    Uma delas é que o fim do regime de segregação na África do Sul resultou de um acordão. Se esse acordo não houvesse ocorrido, o país mergulharia numa guerra civil, que acabaria por destruí-lo.

    Agora, ele fantasia quando associa esse acordo ao desmantelamento do “socialismo real”.

    Em primeiro lugar, o CNA nunca foi vinculado à URSS. Seu maior ponto de apoio externo era, mesmo, os EUA, que liderou o movimento pela aplicação de sanções econômicas e diplomáticas à África do Sul, sob o regime racista. Essas sanções custavam milhões de dólares por ano ao país, o que fez com que um monte de empresários brancos sul-africamos fosse, aos poucos, negando apoio político e econômico ao regime racista.

    No plano interno, o maior apoiador do CNA foi o podre de rico Harry Oppenheimer (um dos homens mais ricos do mundo), dono da poderosíssima De Beers.

    Harry Oppenheimer passou, de crítico mordaz a feroz opositor do regime racista, cujas leis ele descumpria abertamente (na África do Sul ninguém tinha coragem de peitá-lo, por motivos óbvios….).

    Durante décadas, ele bancou financeiramente o CNA. Harry Oppenheimer também bancou, com milhões de dólares, a campanha permanente, em nível mundial, pela libertação de Nelson Mandela. Muito da fama de Mandela, em todo o mundo, se deve a intensa propaganda bancada por Oppenheimer (em tempo: Harry Oppenheimer é o criador do bordão “Diamonds are forever”, slogan publicitário de sua empresa. Ele bancou a produção de um livro e um filme do James Bond, usando esse slogan como “plot”).

    É significativo que, ao ser libertado, Mandela foi primeiro à sua própria casa; logo em seguida, a primeira pessoa a quem ele visitou foi Harry Oppenheimer. Foi também Mandela quem discursou no último aniversário de Harry Oppenheimer. Na ocasião, Mandela disse que o nome de Harry certamente estava escrito no Livro da Vida (para um judeu, como Harry Oppenheimer, esse é o maior elogio que alguém pode receber).

    Nada a ver com partidos comunistas ou URSS. Aliás, desde o início de sua trajetória política, Mandela sempre esteve às turras com os comunistas sul africanos, em que pese o respeito que estes lhe devotavam.

  87. Elias said

    Quando Mandela foi libertado, ele já havia se tornado, o líder político mais poderoso do país. No dia de sua libertação, a maior parte da população — negros e brancos — foi para as ruas, comemorar. Basta que se diga que foi feriado nacional espontâneo. Algo comparável ao que acontece no Brasil, quando a seleção brasileira vence uma Copa do Mundo.

    A partir daquele dia, nenhuma decisão política importante passou a ser tomada no país, sem o consentimento de Mandela. Ele se tornou uma espécie de “poder por trás do trono”.

    Quando aconteceu o massacre promovido pelos zulus, e o país pareceu incapaz de evitar a guerra civil, Mandela convocou uma rede nacional de tevê (imagine, um cara que não faz parte do governo, convocando uma rede nacional de tevê…). Nessa noite, Mandela fixou a agenda política do país, com a convocação das eleições que o levaria a assumir formalmente o poder.

    A entrega formal do poder a Mandela foi, a meu pensar, um ato de maturidade política dos sul africanos. Mandela era a única e última esperança para se evitar a guerra civil.

    E Manela correspondeu plenamente às expectativas. Daí o respeito reverente que os sul africanos passaram a devotar a ele. Hoje, Mandela é um símbolo para os sul africanos. Mais reverenciado, talvez, que o próprio Cecil Rhodes (o fundador do país, que daria nome à Rodésia, hoje Zimbabwe).

    Por isso, duvido que Mandela tenha morrido “amargurado”. Além disso, mesmo se estivesse “amargurado”, Mandela dificilmente o demonstraria.

    Mandela era membro da família real de sua tribo. Por isso, foi condicionado, desde criança, a jamais exteriorizar suas emoções em público. Durante toda a vida dele, ele sempre cultivou esse hábito. Em público, ele sempre cultivou a imagem de uma pessoa contida.

    A única lembrança que tenho, de Mandela contrariar essa norma, foi quando ele anunciou publicamente que havia se separado de Winnie. Ela estava tendo um caso com um advogado que a assessorava. No anúncio público que fez de sua separação, Mandela disse que ainda a amava, mas que considerava impossível continuar a viver com ela. Encerou a entrevista coletiva dizendo aos jornalistas: “Peço aos senhores que respeitem minha dor”. E se retirou.

    Que eu saiba, essa foi a única vez que Mandela demonstrou algum tipo de emoção em público.

    Essa história de “amargurado” é pura flatulência. Especulação.

  88. Otto said

    kkkkk vejam que ironia”

    Renata Bueno, Pizzolato e as ironias da vida

    Miguel do Rosário

    Renata Bueno, deputada brasileira no Parlamento Italiano, ganhou alguma projeção nacional há pouco tempo, quando tentou se vender como alguém que teria autoridade para descobrir informações sobre Henrique Pizzolato, condenado na Ação Penal 470, que está foragido na Itália.

    A moça deu declarações estapafúrdias à imprensa, de que Pizzolato teria conseguido passaporte na Espanha, de que um “grupo forte” apoiaria Pizzolato. Tudo invenção de sua cabeça. Pizzolato entrou na Itália com um documento comum emitido pelo Consulado do Paraguai. E não tem grupo forte nenhum lhe apoiando. Tem, sim, um sobrinho na Itália, engenheiro da Ferrari, que é simplesmente um dos executivos mais bem pagos do mundo. Se este parente está lhe ajudando de alguma forma, não sei.

    Vamos às ironias mencionadas no título do post.

    Renata Bueno está sendo investigada no STF, junto com seu pai, o deputado federal Rubens Bueno, líder do PPS na Câmera e anti-petista raivoso, por crimes relacionados a falsidade ideológica e caixa 2 de campanha eleitoral.

    Trecho de notícia publicada em julho deste ano, no jornal Gazeta do Povo, o principal jornal do Paraná.

    O material divulgado pelo STF diz que “em fevereiro de 2012 foi instaurado inquérito para apurar delito de falsidade ideológica supostamente cometido por Renata Bueno, filha de Rubens Bueno, candidata ao cargo de vereador em Curitiba. O crime estaria associado a acusação de realização de esquema de “caixa 2” de campanha. Em maio deste ano o Ministério Público Federal, visando o aprofundamento das investigações, solicitou a realização de diligências que envolveriam também o deputado federal Rubens Bueno.

    Até aí tudo bem. Bueno é inocente até prova em contrário. A maior ironia vem agora.

    O marido da deputada, Juliano Borghetti, envolveu-se recentemente numa violenta escaramuça entre torcidas num jogo entre Vasco e Atlético Paranaense, e, com mandado de prisão expedido, não foi encontrado pela polícia.

    Ironia das ironias: a polícia acredita que ele esteja na Itália…

    E agora, a deputada que tão rápido se aprestou a trazer informações sobre o foragido petista Pizzolato, hoje na Itália, poderá também auxiliar jornalistas a colher notícias sobre o seu próprio marido!

    – See more at: http://www.ocafezinho.com/2013/12/19/renata-bueno-pizzolato-e-as-ironias-da-vida/#sthash.jpOXxNh9.dpuf

  89. Chest said

    Elias, a mesma pessoa que te conta sobre a Africa do Sul fez você comprar Petrobras a 23 reais. Abre o olho com esses seus informantes.

  90. Chest said

    http://www.nelsonmandela.org/aama/country/category/soviet-union

    The Soviet Union gave enormous support to the liberation struggle in South Africa, starting in the late 1950s/early 1960s with the boycott of South African products. Contact between the USSR and the South African Communist Party (then CPSA) and the ANC started during World War II.

    Over the years, close ties grew between the USSR and the ANC/SACP/SACTU. Support ranged from financial and humanitarian aid to military aid. Many students from the liberation movements received their university education in the SU and cadres from MK and trade unionists were trained as well. The country gave important political and diplomatic support in the international arena. Several NGOs were involved in the anti-apartheid activities, amongst them the Soviet Women’s Committee, the USSR Students’ Council, the All-Union Council of Trade Unions and the Committee of the USSR Youth Organisations.

    http://www.thenewamerican.com/world-news/africa/item/17128-south-african-communist-party-admits-mandela-s-leadership-role

    Shortly after the death of South African revolutionary Nelson Mandela, the South African Communist Party and the African National Congress both released official statements acknowledging what was already well-known among experts: “Comrade” Mandela was indeed a Communist Party leader who served on the Soviet-backed organization’s Central Committee.

    chest- é, Elias, O Partido Comunista Sul Africano admitiu que o Mandela sempre foi lider e esqueceram de te contar, que coisa, né?

  91. Jose Mario HRP said

    Comentário 88:
    Sensacional.

  92. Pax said

    Acho uma tremenda injustiça o Zé estar no semiaberto.

    depois de 10 dias sem internet, acho sim.

    deveria estar no RDD junto com os chefes do crime organizado.

  93. Chest said

    É de chorar…de rir…

    http://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2013/12/19/o-que-define-uma-mulher-nao-e-o-que-ela-tem-ou-teve-entre-as-pernas/

  94. Jose Mario HRP said

    1- Sorte que os legisladores não trabalham com o figado!
    2-Quanto a Renata Bueno, mais uma rota falando de esfarrapados.
    Ok, mas garanto que contra ela o JB e o Gilmar não vão usar o dominio do fato.

  95. Pax said

    Depois que o esquema com a ANATEL e a anteninha na paulista pro seu “empregador” foi descoberto, agora Zé quer trabalhar …

    Arrâm….

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2013/12/1388201-dirceu-consegue-novo-emprego-para-ganhar-r-2100.shtml

  96. Jose Mario HRP said

    Chest, o problema da menina, para mim , são as belas nádegas cobertas por uma tatuagem de gosto altamente duvidoso.
    O que Deus fez belo , não precisa retoque de terceira categoria.

  97. Jose Mario HRP said

    Da pra confundir ou não?

  98. Chesterton said

    Ele se sente mulher, ele acha que é mulher, parece mulher, se veste como mulher…mas não passa de um homem fantasiado.

  99. Patriarca da Paciência said

    “Acho uma tremenda injustiça o Zé estar no semiaberto.

    depois de 10 dias sem internet, acho sim.

    deveria estar no RDD junto com os chefes do crime organizado.”

    Caro Pax,

    então o José Dirceu também é culpado pelos problemas da internet?

    É igual à história do Sarney, “dono do Maranhão”, que não consegue sequer uma vaguinha para concorrer a senador pelo seu estado.

    Minha opinião ainda continua a mesma, ou seja, o grande azar do José Dirceu foi despertar os instintos primitivos do Bob Jeff.

    Depois de 7 anos (agora oito?) do tal de “mensalão” ainda não conseguiram apresentar uma só prova concreta sobre os “crimes” do José Dirceu.

    Já os banheiros do Joaquim Barbosa e seu apartamento em Miami, estão amplamente documentados.

    Os tratamentos diferenciados dados a Bob Jeff e José Genoino, estão mais que documentados.

    Não sei não, mas eu não aposto muito na infalibilidade do Joaquim Barbosa.

  100. Jose Mario HRP said

    Patriarca, o Bob vingou o patrãozinho Collor, que depois “aderiu”!
    Livre, leve e solto, enquanto Bob está canceroso e vai em cana.
    Já o semi aberto veio com a sentença.
    Lei é lei e o resto desejos…..desejos!

  101. Pax said

    Caro Patriarca,

    Talvez você tenha esquecido, vamos nos recordar:

    http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/noticias/lula-quer-tornar-telebras-fundamental-para-a-expansao-da-banda-larga-popular-20100301.html

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u697597.shtml

    Tem um caminhão de notícias. Afora a graninha que o Marcos Valério foi arrematar em Lisboa, na Portugal Telecon, coisinha, mixaria, pra pagar a farra dos acordos. Será que foi a mando do Silvilnho? Do Delúbio?

    É duro ficar com memória seletiva e curta, caro Patriarca. Tende-se a favorecer demais uma turma conhecida pra lá de Bagdá.

  102. Pax said

    Bem lembrado, caro HRP, o Collor

    Hoje o melhor amigo de infância de Lula.

    Bem lembrado.

  103. Patriarca da Paciência said

    “Notícias de que o ex-ministro José Dirceu recebeu mais de R$ 600 mil de um dos sócios da Eletronet, Nelson dos Santos, levantaram suspeitas de um possível lobby para favorecer a empresa no caso de utilização de sua rede de fibra óptica no PNBL, mas o governo diz que a rede é estatal e estava apenas sendo utilizada pela Eletronet. Decisões da Justiça, sujeitas a recurso, deram ganho de causa ao governo.”
    (folha, link 101).

    Bom, caro Pax,

    pelo que entendi, a coisa fica toda no mesmo nível, ou seja, suposições, sendo que nesse caso, a justiça deu ganho de causa ao governo. Não tinha por lá o Gurgel e o Barbosão para aplicarem a “teoria do domínio do fato”.

    Então é isso aí, provas concretas existem mesmo contra o Daniel Dantas e o pessoal do PSDB, mas aí houve “falhas técnicas de investigação” que tornam os processos “viciados”.

    É como diz mesmo o Luiz Fernando Veríssimo, “vamos acabar com a hipocrisia e elaborar leis que valham para o PT e leis que valham para todos os outros.”

  104. Otto said

    Pax, que obsessão neo-udenista pelo Zé Dirceu!!!

    Com tanto escândalo de desvio intergaláctico (vide o assalto tucano do metrô pagador), você fica preocupado com uma cara que foi acusado, julgado, condenado e encarcerado sem provas e ao arrepio do estado de direito?!

    Tô achando que rola aí um amor não correspondido…

    Vira a página! Olha o que houve com o Arruda, este sim com um caminhão de provas filmadas e até oração da propina!

  105. Pax said

    Neo-Udenista !

    Bem lembrado, caro Otto, agora os ruralistas são os maiores amigos de Lula e Kátia Abreu a amiga de infância de Dilma.

    Bem lembrado, obrigado.

    Bora matar uns indios como no velho faroeste?

  106. Pax said

    Vocês ainda estão esquecendo do Kassab, do Silas Malafaia… tem um bocado pra lembrar.

    Bora puxando da memória que a gente chega lá.

  107. Otto said

    Pax, você não lembra da aliança do PSD (o antigo, não este, embora sejam parecidos) com o PTB de Getúlio e Jango?

    Coalização.

    Sem maioria não se governa.

    Pára de chororô e bora eleger ano que vem 350 deputados do PT e PC do B pra não precisarmos deses traias.

  108. Chest said

  109. Pax said

    Chororô caro Otto?

    Vai enumerando aí a famosa base aliada do PT e veja onde anda o bagulho mal cheiroso.

    Nem precisa te lembrar que o rei do Maranhão, o Imperador do Brasil, mestre de Lula e Dilma, era… da UDN. Olha na foto que o velho e rabugento Chesterton colocou aí no #108, quem mesmo está abraçadinho com o Imperador?

    Dorme com um barulho desses, caro Otto.

    350 deputados do PT e PCdoB (do comunista ruralista Aldo Rebelo – blearg!)? Caramba, imagina a festa de arroubação que ia ser!

  110. Otto said

    Deixa eu desenhar, Pax:

    “a famosa base aliada do PT” é justamente porque ele não tem maioria.

    Muita gente do velho PSD foi pra Arena depois do golpe.

    Mas entre 1945 e 1964 era a base com que o pequeno PTB podia contar pra governar.

    Aliás, você já conferiu a base aliada do CNA que foi necessária pro Mandela governar?

    Tinha um monte de Sarneys.

  111. Pax said

    Caro Otto,

    Você tem todo direito de achar que o PT está no rumo correto, fazendo tudo certo. Assim como me reservo o direito de achar que não.

    Uma coisa é você fazer alianças para governar, implantar um programa que se tem definido, prometido. Outra, bem diferente, é passar a fazer alianças somente para permanecer no poder esquecendo o programa, chutando tudo que se acreditava para o alto. Ficar no poder somente pelo poder, pelos benesses que ele traz.

    Já faz um tempo, na minha opinião, a coisa degringolou geral. O PT virou praticamente um PMDB que não tem nada para oferecer a não ser um amontoado de políticos com interesses próprios e de seus “patrões”.

    Um pequeno exemplo passou ontem no horário nobre da tv. Uma propaganda caríssima, um filme que deve ter custado uma grana preta para ser produzido. Sabemos muito bem de onde essa grana aparece. Caixa 2, sim senhor. Conforme já havia previsto era sobre a transposição do São Francisco. Uma obra que virou um modelo de desvios, anos e mais anos sem passar uma gota d’água e empreiteiras, coronéis e partidos abastecendo seus caixas a custa de um povo tristemente atrasado, inculto. Prova cabal da incompetência de um governo que inventa obra pra desviar e desviar, passar anos sem apresentar resultado prático, sem que o produto da tal obra seja entregue ao povo. Quer mais exemplos? Podemos passar centenas de comentários só falando do que começou, desviou e não entregou.

    E ontem a falácia passada na propaganda do governo, água escorrendo pelos canais, como se houvesse um pingo de verdade. Dá até vergonha.

    Esse é o PT de hoje. Sinceramente? Virou praticamente uma mentira.

    Ontem, também, aparece notícia na Agência Brasil que Gilberto Carvalho se mobiliza para que não haja manifestações durante a copa da roubalheira (aliás, capitaneada pelo Aldo Rebelo, do tal PCdoB que você quer que monte maioria no Congresso com o PT). Carvalho diz que se não houver um acordo para que o povo fique calado, a Força Nacional de Segurança está aí para sentar o cacete em quem reclamar.

    Outra notícia das boas, dessas de envergonhar. O bom programa Mais Médicos (veja, sou de acordo com o programa, com a ideia, completamente de acordo). O que rolou? Compraram milhares de tablets para os tais médicos estrangeiros e brasileiros poderem usar como ferramenta. Gastaram uma grana com isso (e os habituais desvios que, quase certamente estão envolvidos na aquisição). Pois bem, depois foram descobrir que os tablets não servem pra nada pois não há conexão com internet nos postos de saúde. Que maravilha. Que belezura de incompetência.

    São milhares de exemplos, caro Otto, que temos um governo pouco preparado, e, muito pior que isso, corrompido demais.

    Você acha que estou esquecendo dos outros corruptos, dos outros escândalos, da corrupção do PSDB, do DEM etc? Claro que não. Estou só apontando que este, em vários aspectos, se iguala aos podres que já conhecemos.

    Se você acha que o PT tem um projeto para o país, acredita no que o partido promete, como disse, é um direito teu.

    Eu já acho que o PT se perdeu faz um bom tempo. Adorou o jogo jogado, não faz o mínimo esforço para mudar o modelão patronal dos velhos coronéis.

    Cada um, caro Otto, acredita no que quer acreditar.

  112. Otto said

    Pax, os resultados do PT estão aí:

    menor desemprego da história, criação de um mercado consumidor de massa, respeito internacional, distribuição de renda como nunca na história, reservas internacionais gigantescas, inflação sob controle, aumento do poder de compra do salário, etc etc etc…

    A outra opção que nós temos é trensalão neoliberal, e aí a roubalheira é intergaláctica e a imprensa não se importa.

    Ou é PT, com todos os seus problemas, ou é a submissão indecorosa às potências do norte.

    Ou você está com o PT ou você está contra o Brasil.

  113. Pax said

    Caro Otto, você diz:

    Ou você está com o PT ou você está contra o Brasil.

    e eu te respondo:

    sou ateu!

  114. Otto said

    Nas atuais circunstâncias são estas as opções que temos.

  115. Pax said

    Collor, Sarney, Renan, Kassab, Silas Malafaia, Vaccarezza, Kátia Abreu, Garotinho, Sérgio Cabral, Marcelo Crivella, Maluf, Valdemar Costa Neto, Bispo Rodrigues, Marcos Valério, e um caminhão de etc…

    Realmente, caro Otto, ou se está com o PT ou se é contra o Brasil. Esses da lista acima – que podem somar milhares – são os parceiros do projeto do PT para o futuro do Brasil.

    Muito bom, caro Otto. Amém.

  116. Jose Mario HRP said

    http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2013/12/1389078-muculmana-relata-ataques-de-autoridades-israelenses-contra-sua-familia.shtml

    O Israel de sempre.
    O holocausto não ensinou nada a essa gente…….

  117. Otto said

    Pax, você não sabe a diferença entre estratégia e tática.

  118. Pax said

    é, caro Otto, ensina pra gente aí…

    além de religioso você virou professor de estratégia.

    neoPetismo realmente me impressiona.

  119. Otto said

    neoUdenismo impreesisona mais ainda.

  120. Otto said

    “Nessa perspectiva, podemos dizer que, com as alianças (ações táticas) possíveis, os governos Vargas (PTB-PSD) e Lula (PT-PMDB, principalmente no segundo quatriênio) lograram perseguir o desenvolvimento (um desenvolvimentismo que eu chamaria de ‘nacional-popular’) do país como ponto de partida para realizar – não a justiça social, porque ela é impossível sob o capitalismo – mas a emergência política, econômica e social das grandes massas, produzindo riqueza e distribuindo renda como meio de reduzir as brutais desigualdades sociais e econômicas que fazem de nosso país um dos mais injustos do Planeta.

    O governo Dilma, não obstante a persistente crise financeira internacional, não só dá continuidade ao binômio desenvolvimento-distribuição de renda, como ousa enfrentar o capital financeiro, ao promover a baixa dos escandalosos juros praticados desde sempre em nossa economia. Esbarra, entretanto, no alto preço que o presidencialismo brasileiro, dito de ‘coalizão’, cobra para a governabilidade que fugiu das mãos de João Goulart. Rende-se, no Congresso, à base conservadora, constituída por oportunistas de todos os matizes, sob a liderança paralisante do PMDB. O fato objetivo é que nenhum governo democrático brasileiro conseguiu realizar a reforma do Estado. Os pontos principais das ‘reformas de base’ levantadas por Jango estão dramaticamente atuais.”

    Leia a aula inteira, Pax:

    http://www.cartacapital.com.br/politica/de-tatica-e-de-estrategia-1406.html

    E quem disse isso é uma liderança do partido do Eduardo Campos.

  121. Pax said

    Caro Otto,

    neoPetismo não necessariamente precisa estar ligado a falta de cultura… procure saber.

    UDN de hoje é Sarney, Katia Abreu, Renan, Henrique Alves, Maluf, Valdemar da Costa Neto, banqueiros, ruralistas, essa turma aí que listei acima e mais uma montanha. Todos aliados ao PT, ou, ao neoPT.

    A estratégia do PT é descambar à direita. A tática… bem, um bocadinho de dinheiro aqui, outro ali, dinheiro público, uma molhadinha de mão dos outros, outra molhadinha de mão para a campanha, outra na cueca, uma consultoria em telecom pra favorecer um oligopólio acolá, tudo porque esse dinheiro, pra essa turma que o neoPT se juntou e se igualou, é de ninguém mesmo.

    Afora a questão de inventar uns factóides e uns bordões e convocar a militância mais, digamos, acrítica, para sair por aí repetindo ad nauseam. Além de alimentar uns blogs com uns patrocínios de estatais, coisas pequenas, enfim, a tática é bem conhecida.

  122. Patriarca da Paciência said

    “A estratégia do PT é descambar à direita. A tática… bem, um bocadinho de dinheiro aqui, outro ali, dinheiro público, uma molhadinha de mão dos outros, outra molhadinha de mão para a campanha, outra na cueca, uma consultoria em telecom pra favorecer um oligopólio acolá, tudo porque esse dinheiro, pra essa turma que o neoPT se juntou e se igualou, é de ninguém mesmo.

    Afora a questão de inventar uns factóides e uns bordões e convocar a militância mais, digamos, acrítica, para sair por aí repetindo ad nauseam. Além de alimentar uns blogs com uns patrocínios de estatais, coisas pequenas, enfim, a tática é bem conhecida.”

    É caro Pax,

    acho que você “aderiu” de vez.

    Você acredita mesmo nisso?

    Impressionante!

  123. Otto said

    Caro Pax:

    não, a UDN de hoje, no espírito, é PSDB, apoiado pela velha mídia, como a UDN de outrora, com Carlos Lacerda a frente.

    Estes que você citou são como o PSD de 1945-1965.

    “A estratégia do PT é descambar à direita.”

    Bom, você prega uma revolução comunista? Há condições na atual conjuntura?
    Que o PT se deslocou para o centro, é fato, empurrando o PSDB pra direita.
    Sim, pode-se discutir, se houve aqui e ali erros táticos, se a identidade foi diluída etc.

    E há que se perguntar: na atual conjuntura, com a força (que ainda possuem) os oligopólios da mídia, poderia ser diferente?
    Acho que não. Pois esse PT bem “centrado” foi condenado pela mídia, encarcerando Dirceu, ao arrepio da lei, sem provas, usando para tal a esdrúxula teoria do domínio do fato, que nunca será usada para tucanos e grandes empresários.

    “A tática… bem, um bocadinho de dinheiro aqui, outro ali, dinheiro público, uma molhadinha de mão dos outros, outra molhadinha de mão para a campanha.”

    A Visanet não é pública. Não se faça de sonso.

    “Afora a questão de inventar uns factóides e uns bordões e convocar a militância mais, digamos, acrítica, para sair por aí repetindo ad nauseam. Além de alimentar uns blogs com uns patrocínios de estatais, coisas pequenas, enfim, a tática é bem conhecida.”

    Quem que inventa mesmo factóides (dinheiro das Farcs, estupro na cadeia, ficha falsa da primeira página, atendado da bolinha de papel…) é velha e abjeta mídia, com a Óia à frente.

    Militância só o PT tem mesmo. E pelo nível dos comentários em blogs de esquerda e direita, a do PT é bem melhor criticamente.

    Tirando Nassif e PHA, você pode me enumerar 10 blogs que recebem dinheiro federal?

    Faz favor, Pax, não seja papagaio do PIG, e da pior parte deste, o ola-bostas da Veja.

    E mesmo o Nassif e o PHA, blogs que têm audiência altíssima, recebem infinitamente menos que Abril, Globo, Folha, Estadão só em ASSINATURAS do governo de SP.

  124. Otto said

    mais uma aula, Pax, de um blog sujíssimo e sem patrocínio estatal:

    “No caso do governo federal é a Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República, dirigida pela ministra Helena Chagas, a responsável por esse repasse de verbas para os grandes meios de comunicação. Nesse momento alguém poderia se perguntar: “Mas Helena Chagas, aquela jornalista da Globo?” Sim, a própria.

    Esse repasse de verbas da Secom é a principal fonte de sobrevida dos grandes meios de comunicação no Brasil. Para termos uma ideia do montante, apenas em 2012 cerca de R$ 10,8 bilhões foram repassados para os quatro grandes canais de televisão: Globo, Record, SBT e Band, sendo que 70% dessas verbas foram repassadas apenas para a Rede Globo.

    Outro exemplo costumeiro é o da Editora Abril – responsável pela revista (semanal de ultradireita) Veja, entre outras – no Estado de São Paulo. Os paulistanos sabem que há anos o seu governo estadual vem patrocinando fortemente a editora da família Civita sem que haja qualquer transparência sobre as vantagens que tal parceria traz para o bem público. A coincidência entre a linha editorial da Abril e o programa político do partido que dirige o governo de São Paulo não parece ser fruto do acaso.”

    – See more at: http://www.ocafezinho.com/2013/12/22/discutindo-o-financiamento-da-midia-alternativa/#sthash.DIYJVtGF.dpuf

  125. Patriarca da Paciência said

    Cara Pax, este vídeo já foi assistido até pelo Fernando Henrique Cardoso, conforme estatística da própria internet, Um juiz inclusive o colocou no Facebook. Tenha um pouco de boa vontade, assista o vídeo o “clareie um pouco suas idéias”

  126. Pax said

    Mas, que coisa, só agora abri o Estadão que trouxeram ontem, na festa de pré-natal da família da minha mulher. A manchete principal: Zé Dirceu, o infalível, tinha empresa no mesmo endereço da empresa que trocou um empreguinho de R$ 20 mil por uma antena na paulista.

    Claro, os neoPetistas vão repetir o bordão: mas a empresa nunca operou, o santo Zé Dirceu estava numa investigação particular sobre empresas que abrem com endereço no Panamá só pra descobrir desvios de impostos. Ele é um santo! O santo Zé Dirceu, condenado por chefe de quadrilha sem provas, o coitadinho do Zé Dirceu, mais perseguido que perseguida de virgem em casa de tolerância. É o PIG, é o PIG!

    Zé é infalível. Impressionantemente infalível. Chefe de quadrilha que não falha em uma sequer.

    Meu sobrinho do PSTU, com quem já tive brigas homéricas, me conta que estão formando um frente de esquerda. Quer dizer, estão tentando. Desde os meus tempos que a esquerda só faz duas coisas: teoriza e racha. Mas, enfim, ontem meu sobrinho diz que estão tentando formar a tal frente de esquerda. Quem sabe…. quem sabe não volto pras origens.

    Acho bom o Paulo Bernardo continuar seu bom serviço, dar anteninhas somente para apaniguados, permitir que a ANATEL participe de todos os crimes praticados pelas operadoras. Caso contrário, bem provável que aqui haverá textos e mais textos mostrando que este neoPT é muito pior que eu poderia supor.

    Meu sobrinho? Bem, está respondendo um inquérito. Foi pego com uma crise de asma pelas bombas de lacrimogênio naquele lance quando todos os manifestantes de esquerda foram se abrigar na Tok Stock na marginal Pinheiros. Agora responde por formação de quadrilha e por discordar dos governos de direita: PSDB e e PT.

    Provável que meu sobrinho seja um marginal. Mas o Zé Dirceu não!!! Zé Dirceu é um santo!

    Pois sim.

    Ah, desculpem aí, não tem post da empresa do Zé, o santo, no Panamá. É que sem link, não dá pra criticar. Mesmo correndo o risco de ser processado e esculachado pelos coxinhas de plantão que adoram o Zé, o santo injustiçado.

    Prezados simpatizantes deste neoPetismo, caiamos na real. Nossos desentendimentos começaram no julgamento da AP 470. Quando sempre disse que Zé, o santo injustiçado, tinha sido condenado corretamente. A partir daí foi uma enxurrada de bordões que nunca me sensibilizaram. De lá pra cá passei a ficar atento a esse fenônemo que chego a comparar com os fenômenos religiosos, chego a, num momento como esse, aproximar daquele Jim Jones que obrigou todos seus fiéis a tomarem veneno para morrerem juntos com ele quando pego em suas pilantragens.

    Zé Dirceu, o santo injustiçado, tá mais me parecendo um Jim Jones político brasileiro. Vai acabar levando todo mundo pro cemitério político.

    Incluindo aqui, o santo maior.

    A pergunta que fica é: se eu me tornar neoPetista Jimjonista será que ganho uma anteninha aqui perto? Acho que não, as teles onde o Zé meteu a mão, tudo na maior santidade, mandam.

    (ps.: sim, a festa foi uma delícia. Enquanto meu sobrinho tocava seus instrumentos, e ele é multiinstrumentista, o cara ao lado casado com minha cunhada, tocava seu bandolim. Um do PSTU e outro eleitor do …. blearg… Serra. E ninguém brigou!)

    (ps2.: caro Patriarca, você me pede para ver um vídeo de 27 min pela internet? Eu moro no Brasil, caro Patriarca, numa região onde, fora de todas as leis, não há banda larga. Desculpe-me por esta falha do meu caráter. Pede para o Paulo Bernardo, assessor do Jim Jones para assuntos em telecom, me processar.)

  127. Otto said

    Ah, Pax, que obsessão pelo Zé!

    Leia o Fernando Brito:

    “A nova investida da mídia contra José Dirceu, que descobriu que o ex-ministro, já como advogado privado e tentando ganhar a vida longe do governo, abriu uma empresa no Panamá, é simplesmente cansativa. Depois que foi revelado que o Saint Peter, o hotel onde Dirceu iria trabalhar, tinha uma empresa no Panamá, descobriu-se que a Globo também tinha, o grupo Abril também tinha, e a família do prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes também tinha. Todos esses, com exceção da Globo, que usou outra firma, operaram com a mesma empresa do hotel Saint Peter, a Truston.
    A Morgan & Morgan, que todo mundo usa, é a maior firma do Panamá. A maioria dos brasileiros que abre uma firma nesse paraíso fiscal utiliza os serviços dela.
    Ontem eu descobri, e publiquei aqui no Tijolaço, que Jorge Fagali Neto, amigo de Aloysio Nunes, importante quadro do PSDB-SP, e um dos homens do “trensalão”, era representante de uma empresa no Panamá que também usou os serviços da Truston; mais ainda, usou o mesmo funcionário, o famigerado José Eugenio Silva Ritter, usado pelo hotel St Peter.
    Ou seja, o problema não é ter empresa no Panamá, que não é ilegal. O problema é a imprensa brasileira se concentrar apenas no que pode atingir José Dirceu. Custava informar aos leitores que Globo, Abril, família Paes e tucanos também tem empresas no Panamá, a maioria usando o mesmo endereço da Truston? E que Dirceu não é dono disso tudo?”

    http://tijolaco.com.br/blog/?p=11826

  128. Pax said

    Tô dizendo….

    O santo Jim Jones não tem nada com o cianureto que foi distribuído!

    Nem sabia que cianureto matava. Ele só distribuiu para os fiéis! Tandinho do Jin Jones, o injustiçado.

    (caro Otto… poupe-me)

  129. Patriarca da Paciência said

    Caro Pax,

    essa história de você achar que o José Dirceu vai levar todos os petistas e simpatizantes ao suicídio chega a ser hilariante!

    Grandes juristas já se manifestaram de que a condenação de José Dirceu não se sustenta juridicamente.

    Até hoje, não apresentaram uma única prova concreta contra José Dirceu.

    Até Juízes já estão se manifestando de que a famigerada ação 470 deve ser repensada!

    E você aí com essa história de que o José Dirceu deve ser condenado, custe o que custar!

    O que a grande maioria quer, é que o país volte à normalidade jurídica, à segurança jurídica e jogue no lixo de vez os casuísmos, os julgamentos medievais, essa história de condenar e depois julgar!

    A jovem Democracia brasileira está resistindo bravamente!

    Joaquins barbosas e gilmares mendes são tolerados, apesar de tudo.

    Agora, com as barragens totalmente transbordantes e as colheitas cada vez mais abundantes, vai ser muito difícil manter as manchetes de calamidade e “beira do abismo”.

    O velho bordão do “mar de lama” do do famigerado carlos lacerda, já deu o que tinha que dar.

    O Brasil tem o pré-sal, logo se tornará o maior produtor agro-pecuário do mundo e com as barragens totalmente cheias, visto que são Pedro tem se mostrado um legítimo petralha, não há como não ser otimista!

    A vitória da Dilma vai ser fácil, ainda mais se o Aécio colocar o Fernando Henrique Cardoso como vice, o que obrigará o PT a colocar o Lula como vice da Dilma.

    Eu não vejo como ser pessimista em relação ao Brasil!

  130. Pax said

    Amém, caro Patriarca. Amém.

    Que Jim Jones nos proteja!

    Tô dizendo…

  131. Patriarca da Paciência said

    “Ex-agente dos Estados Unidos, que denunciou a espionagem americana, Edward Snowden confirma interesse em morar no Brasil: “Se o governo brasileiro quiser defender os direitos humanos, será uma honra para mim fazer parte disso”; no entanto, o governo brasileiro não recebeu uma solicitação formal e não pretende se manifestar sobre o caso”

    “Ele afirma se sentir “encorajado e impressionado pela crescente liberdade política que os brasileiros estão vivendo”. Cita como exemplo a vida de Glenn Greenwald, jornalista que tem revelado detalhes da espionagem americana, que vive e trabalha “de forma livre e segura no Brasil, apesar da pressão feita por EUA e Reino Unido”.

    Pois não é, caro Pax,

    Suécia e França disputam para fazerem negócios com o Brasil.

    A primeira ministra da Alemanha apoia Dilma contra as espionagens norte-americanas.

    A ONU reconhece os grandes avanças do Brasil no Combate à miséria e os êxitos na educação.

    E você fica aí repetindo os bordões do reinaldo-rola bosta? O Brasil é a “banânia”, é o país mais corrupto do mundo, a única “salvação” do Brasil é ser servo dos Estados Unidos?

    Ora Pax, deixa lá o reinaldo rola-bosta com suas arengas!

  132. Patriarca da Paciência said

    Os dois primeiros parágrafos acima são do blog 247.

  133. Pax said

    Caro Patriarca,

    Quem lê o titio não sou eu. Você pode acreditar ou não nesta afirmação. Mas você mesmo confessa, para minha tristeza, que és um leitor com afinco deste histérico.

    Meu amigo, hoje em dia eu, quando consigo acessar alguma coisa neste internet de terceiro mundo, procuro informações um pouco melhores.

    ps.: consegui fazer um post. Podem juntar a turma para me malhar no post acima. Onde descarreguei mesmo, o que penso.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: