políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Liberdade para protestantes

Posted by Pax em 08/08/2014

Finalmente a Justiça manda soltar os manifestantes presos em São Paulo com falsas acusações. Capítulo obscuro da frágil democracia brasileira onde governo e oposição se uniram para calar as vozes dos protestos às ruas.

Como se brasileiros, em especial paulistanos, não tivessem repletos de motivos para protestar. Nem água para beber a população de São Paulo tem, uma carga tributária beirando os 40% e serviços públicos inacreditavelmente ruins. Qual a resposta do governo federal e do governo estatual?

Prender quem se manifesta às ruas com falsas acusações. Mais parece ditadura que democracia.

Justiça manda soltar manifestantes presos durante protesto em São Paulo

Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil Edição: Nádia Franco

O juiz Marcelo Matias Pereira, da 10ª Vara Criminal Central, determinou hoje (7) a soltura do professor Rafael Lusvarghi, de 26 anos, e do servidor do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP) Fábio Hideki Harano, de 23 anos, que foram detidos, no dia 23 de junho, na capital paulista, em uma manifestação contra a Copa do Mundo.

Eles estavam presos por porte de material explosivo, entre outras acusações. Lusvarghi ocupa uma cela na carceragem do 8º Distrito Policial, no centro de São Paulo, e Hideki está na Penitenciária de Tremembé, a 150 quilômetros da capital paulista. Os dois sempre negaram portar qualquer material explosivo durante o protesto. (continua…)

Laudo aponta que objetos encontrados com manifestantes presos não são explosivos

Alex Rodrigues e Carolina Gonçalves – Repórteres da Agência Brasil Edição: Stênio Ribeiro e Carolina Pimentel

Laudo do Instituto de Criminalística (IC) e do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar (PM) de São Paulo aponta que os objetos encontrados com o professor Rafael Lusvarghi, 26 anos, e o servidor do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP) Fábio Hideki Harano, 23 anos, não eram explosivos, nem inflamáveis. O advogado dos ativistas, Luiz Eduardo Greenhalgh, recebeu o documento ontem (4). O professor e o servidor foram detidos durante uma manifestação contra a Copa do Mundo, em 23 de junho, na capital paulista.

Lusvarghi e Harano estão detidos há 45 dias, em caráter temporário, denunciados por porte de material explosivo e outras acusações. Lusvarghi ocupa uma cela na carceragem do 8º Distrito Policial (DP), no centro de São Paulo, e Hideki está na Penitenciária de Tremembé, a 150 quilômetros da capital paulista. Os dois negam que estivessem portando qualquer material explosivo.

Em um dos trechos, o laudo diz: “[…] resultado negativo para substâncias acelerantes e alimentadoras de chama daquelas comumente utilizadas em artefatos incendiários do tipo ‘coquetel molotov’”. O documento foi repassado à Agência Brasil pelo advogado. Em outro trecho, a conclusão dos peritos é: “Trata-se de material que apresentou composição química não compatível com aquela encontrada nos ‘altos explosivos’ (nitrato, nitropenta, HMX, RDX, nitroglicerina, TNT, DNT, Tetryl e etc) e nos ‘baixos explosivos’ (pólvora branca, pólvora negra, etc)”. (continua…)

Anúncios

71 Respostas to “Liberdade para protestantes”

  1. Patriarca da Paciência said

    Vou transpor meu comentário para o posto novo, visto que o anterior já está muito “pesado”.

    “o que digo é que falta na atual oposição (a mais (importante?)) um sentimento de brasilidade, de raça para fazer um país diferente, propostas que busquem tornar o Brasil uma grande nação e não apenas uma apêndice do mundo, alinhado com interesses econômicos que estão levando o mundo para o abismo e esquecendo que o maior valor que aqui existe e deve ser preservado é o mais vilipendiado e agredido: a humanidade.”

    Ótima definição da “oposição brasileira”, caro Zbigniew.

    Esses coitados que sequer tem alguma estima por si mesmos, querem servir de exemplo obter a confiança das pessoas ?

    A “política nova” do Campos prometendo passes gratuitos para todos os estudantes brasileiros e, ao mesmo tempo, prometendo reduzir os impostos. O que um babaca desse tem na cabeça ? Simplesmente pensa que “o povo é burro”. “O povo vai para o lado de quem promete mais e engana melhor”. Esta é a verdadeira “política” da oposição.

    Na verdade, quando o Campos promete passes gratuitos para todos os estudantes, o povo comenta ironicamente, “ou ele sabe fazer milagres ou pensa que a gente acredita em papai noel.

    E o aecioporto prometendo formar médicos brasileiros, em pouquíssimo tempo (seus quatro anos de governo), suficientes para cobrir toda o deficit brasileiro na área ? E ele ainda tem a petulância de dizer que vai “oferecer condições” para que os médicos brasileiros queiram trabalhar no interiorzão do Brasil.

    Outro milagreiro, outro babaca que pensa que “o povo é burro e esquece rápido”.

    O Serra pagou caro por debochar dos eleitores ao assinar um documento afirmando que “jamais deixaria a prefeitura de São Paulo para se candidatar ao governo do estado”, tendo quebrado a promessa pouco tempo depois.

    Além de maus brasileiros, os oposicionistas brasileiros são arrogantes, debochados e, principalmente, bobões que se “acham”. (vide a Daise)

    Observe, caro Pax,

    pelos últimos comentários, acho que a Daise incorporou o Carlão de novo.

    Quanto ao post novo,

    eu não tenho a mínima simpatia por essas pessoas que saem protestando destruindo patrimônio dos outros, ou seja, incendiando ônibus, depredando bancos, assaltando e destruindo lojas etc.etc.etc..

    Para mim, a coisa está mais para baderneiros que para protestantes.

  2. Pax said

    Infelizmente, caro Patriarca, Dilma é pusilânime para mexer nas armadilhas que Lula deixou pelo caminho.

    Um bando de corruptos não só da coalizão, mas na própria equipe que Dilma montou.

    Tem hora que a gente tem que olhar de frente o que rola.

    Quer exemplo melhor que o ministro das Comunicações. Se ele é corrupto eu não posso afirmar, mas que sua história merece muito cuidado, ah, isso eu posso afirmar sim. Basta sabermos de sua amizade com André Vargas, amiguinho do Alberto Youssef, o tal doleiro envolvido nos desvios de R$ 10 bilhões.

    O PT acelerou muito sua peemedebização. Foi mais rápido que Airton Sena em seus bons tempos.

    Degenerou-se. E se perdeu.

    Hoje não faz quase nada, não entrega nada do que promete. E se alia cada vez mais com o pior que existe na política brasileira.

    Se quiserem, mais à frente eu trago as promessas de Dilma em 2010. Promessas da campanha passada.

    Quase absolutamente nada concluído.

    Com a equipe que ele montou, não poderíamos esperar nada diferente.

  3. Jose Mario HRP said

    A libertação de Hideki e Lusvargui – ou o nescau terrorista & a justiça playba
    Por Alex Antunes

    PostsPor Alex Antunes | Alex Antunes – qui, 7 de ago de 2014
    Compartilhar188Share0Imprimir

    Rafael Lusvarghi, sendo preso, sem camisa e sem explosivosA manutenção da prisão dos ativistas Fábio Hideki e Rafael Lusvarghi foi um escândalo que durou 45 dias. Foram presos em 23 de julho, após uma manifestação contra a copa em São Paulo, e indiciados como black blocs, pela suposta posse de materiais explosivos, entre outras acusações.

    Acontece que havia inúmeras testemunhas em contrário. Desde o padre Júlio Lancelotti e outros presentes, que viram e filmaram a polícia vasculhando a mochila de Hideki, já dentro do Metrô, até o fato incontestável de que os dois não se conheciam (o que punha por terra a acusação de que fariam parte da “mesma organização criminosa”).

    Hideki é estudante e funcionário da USP. Pacifista e vegetariano (não na prisão, onde sua dieta foi desrespeitada), não é adepto de práticas violentas. Já o professor de inglês Lusvarghi foi preso sem camisa, de kilt. Gosta de games, de vikings e de estratégia militar; já foi PM por curtos períodos, em São Paulo e no Pará, e tentou se alistar na Legião Estrangeira da França e no exército russo, tendo viajado bastante pelo exterior.

    Ao contrário de Hideki, que é um ativista de trajetória mais ou menos padrão, Lusvarghi é um aventureiro. De certa forma exemplificam a variedade de tipos que foram para as ruas protestar desde as manifestações de junho de 2013 – mas certamente não têm nada em comum, e não configuram nenhum “modus operandi”.

    Ou melhor, têm algo em comum sim. Nesta segunda-feira soube-se que a perícia da polícia (do Gate – Grupo de Ações Táticas Especiais e do IC – Instituto de Criminalística) determinou que os objetos que supostamente portavam não eram explosivos, e não tinham qualquer potencial agressivo ou destrutivo.

    Uma garrafinha de nescau estaria com Lusvarghi, com tampa de papel presa por um elástico, e uma estranha lata estaria com Hideki – um frasco do fixador de corantes para tecidos Fix com um barbante passando por dentro. Fazem um belo aparato de guerrilha urbana, junto com a cândida e o pinho sol do morador de rua Rafael Vieira, que foi condenado a cinco anos de prisão no Rio de Janeiro, por carregá-los durante as manifestações do ano passado.

    Lembra as trapalhadas da ditadura militar. E seria ridículo, se não se tratasse da destruição da vida de cidadãos. As recentes investigações da polícia do Rio flagraram citações a um certo suspeito, Bakunin, que passou a ser investigado, como se estivesse vivo e no Brasil. O episódio se parece com as apreensões por engano, durante a ditadura, do romance A Capital, de Eça de Queiroz.

    O advogado de Hideki, Luiz Eduardo Greenhalg, entrou já na terça-feira com um novo pedido de libertação. Duas questões se colocam, para além da grande questão da ilegalidade dessa prisão política, baseada em (ex) provas fraudadas (aqui neste site estão todas as informações sobre Hideki).

    A primeira: porque um laudo da própria polícia se prestaria a invalidar as provas materiais – principalmente se elas foram plantadas? Uma teoria conspiratória mas atraente é a de que o governador Alckmin sabe que se a perícia “encontrasse” materiais explosivos, a percepção popular seria de que as provas e o laudo foram uma grande armação. Melhor dar um freio de arrumação no caso.

    A outra é a estranha manifestação do juiz Marcelo Matias Pereira, da 10ª. Vara Criminal de SãoPaulo, do dia 01 de agosto, sexta-feira (antes do laudo, portanto), que naquela ocasião negou o pedido de revogação da prisão preventiva, mantendo Hideki e Lusvarghi presos. Escreveu o juiz em um trecho: “Além de descaradamente atacarem o patrimônio particular de pessoas que tanto trabalharam para conquistá-lo, sob o argumento de que são contra o capitalismo, mas usam tênis da Nike, telefone celular, conforme se verifica nas imagens, postam fotos no Facebook e até utilizam uma denominação grafada em língua inglesa, bem ao gosto da denominada esquerda caviar”.

    Denominada… por quem, excelentíssimo senhor doutor juiz Pereira? A expressão “esquerda caviar” (que o blogueiro da Veja Rodrigo Constantino costuma usar), além de trazer um indevido conteúdo ideológico e fora dos autos para um despacho oficial, ainda é empregada, no caso, de maneira errada.

    “Esquerda caviar” (“gauche caviar” na França, e seus similares “champagne socialist”, na Inglaterra, “limousine liberal” e “radical chic” nos EUA, “salonkommunist” ou comunista de salão na Alemanha, e outros que a Wikipedia lista) diz respeito à época contracultural em que o socialismo e as lutas civis ficaram chiques em alguns ambientes (de 1968 em diante).

    O termo “radical chic” foi cunhado por Tom Wolfe em um artigo de 1970, “Radical Chic: That Party at Lenny’s”, que falava de uma festa do maestro Leonard Bernstein com seus amigos da elite culta para obter fundos para os Panteras Negras. Na França, o similar “caviar gauche” serviu para designar socialistas de hábitos poucos sóbrios, a começar por François Miterrand, presidente entre 1981 e 1995.

    Ou seja, o uso constantino da expressão é uma distorção local (ainda mais) moralista. Que o blogueiro vende e que o ilustre juiz aparentemente comprou, de maneira quase inocente. A noção de que ativistas não deveriam calçar tênis de marca, postar no Facebook e usar termos em inglês (como quase todos os jovens fazem) parece esperar que os manifestantes atuais se comportem como proletários comunas caricatos do século passado. Sendo que os próprios proletários DESTE século já estão todos no Facebook. Constantino e a direita blogueira têm que decidir se a esquerda ortodoxa é arcaica e ultrapassada, como gostam de dizer, ou não.

    Acontece que o juiz Pereira é o mesmo que inocentou Danilo Gentili de uma acusação de racismo, quando o “humorista” ofereceu bananas a um negro (o empresário Thiago Ribeiro), em 2012. E o desvio de significado começa a fazer sentido. Gentili é amigo de Constantino. Não espantam juízes conservadores – é um calo da profissão. Mas não se espera da justiça que ela se expresse como um playboy fanfarrão.

    Na tarde de hoje, quinta-feira, diante do novo pedido de libertação com base no laudo, e da repercussão de sua sentença anterior, o próprio juiz Pereira finalmente mandou soltar Hideki e Lusvarghi. Um mês e meio de estado de exceção, baseado em coisa nenhuma, a não ser na determinação de reprimir a livre manifestação política
    De Alex Antunes no Yahoo.

  4. Patriarca da Paciência said

    WSJ RECONHECE A FORÇA DO PRÉ-SAL DO BRASIL

    “Quando a Petrobras revelou a maior reserva de petróleo da sua história, em 2007, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva brincou que a descoberta havia provado que Deus é brasileiro. Novos dados de produção estão levando muitos na indústria a compartilhar esse otimismo”, diz reportagem do americano Wall Street Journal; extração de 520 mil barris, um recorde histórico para a estatal, e reconhecimento internacional derrubam teses derrotistas de colunistas como Carlos Alberto Sardenberg e Reinaldo Azevedo ”

    Sardenberg – “Petróleo do pré-sal só existe na campanha do governo”

    reinaldo rolabosta – “E só saiu um tiquinho de petróleo do pré-sal.

    Caro Pax,

    quem montou as armadilhas da teles foi o FHC e seus ministros “no limite da irresponsabilidade”, como eles mesmo disseram.

    Como eu já falei para você, as teles são o retrato do que aconteceria se todas as estatais forem privatizadas.

    O governo pode obrigar uma empresa privada a investir onde ela “não vê vantagem”?

    Então, nada a ver culpar o Lula ou a Dilma pelos problemas da teles.

    A única solução agora é reestatizar as teles, ou então, criar uma estatal para prestar serviços onde as teles privadas não tem interesse.

  5. Patriarca da Paciência said

    http://www.brasil247.com/pt/247/economia/149418/WSJ-reconhece-a-for%C3%A7a-do-pr%C3%A9-sal-do-Brasil.htm

    link da notícia acima

  6. Patriarca da Paciência said

    Já foi provado que a “óia” cometeu fraude ao adulterar o tal vídeo que apresentou como “prova” de problemas na CPI da Petrobrás.

    Além do mais, até agora não foi esclarecido como a tal revista mais vendida do Brasil e seus jornalistas de programa obtiveram o tal vídeo.

    Provas importantíssima, que provavam a maracutaia de corruptos de “alto coturno”, , foram consideradas ilegais simplesmente porque não seguiram rigorosamente as determinações da cartilha do ministro Gilmar.

    A “´óia” tira um vídeo da cartola, adultera o vídeo e fica por isso mesmo ?

    Onde estão os advogados do PT?

    Meus caros, vocês tem que partir com tudo. Os adversários não são palestinos ou bolivianos – são todos cobras criadas, crocodilos de 8 metros e tubarões de enormes e afiados dentes.

  7. Patriarca da Paciência said

    “RIBAMAR FONSECA
    5 DE AGOSTO DE 2014 ÀS 16:29

    (…)A “Veja”, que justamente por conta das suas matérias tendenciosas, vem perdendo credibilidade e leitores, escreve na capa: “Uma gravação mostra que os investigados receberam perguntas dos senadores com antecedência e foram treinados para responder a elas”. Esse texto inclui todos os senadores que integram a CPI na suposta farsa e, também, contradiz o conteúdo da reportagem, segundo a qual apenas Nestor Cerveró teria sido “treinado” para responder as perguntas e não todos os investigados. Esse Cerveró, pelo visto, já pode ser convidado para trabalhar em novelas, pois consegue decorar fielmente o texto com as respostas que deveria dar. E os seus treinadores estariam aptos a abrir uma escola de teatro, tamanha a eficiência do seu trabalho com o ex-diretor da Petrobrás.

    O mais pitoresco de tudo isso é o esforço dos tucanos para ampliarem o “escândalo” que, na opinião do candidato Aécio Neves, é “gravíssimo”, ao contrário do caso do aeroporto. O seu escudeiro-mor, Carlos Sampaio, que também comanda o departamento jurídico da campanha tucana e, sob qualquer pretexto, vive entulhando a Justiça de ações contra os adversários – como se o Poder Judiciário só estivesse à sua disposição – já providenciou representações de todo tipo contra os supostos envolvidos e até um pedido de cassação de mandato de dois senadores governistas. E ninguém se espante se o líder da bancada do PSDB na Câmara Federal, deputado Antonio Imbassahy, já não estiver recolhendo assinaturas para a criação de uma CPI da CPI.

    Depois de uma leitura atenta da reportagem de “Veja” constata-se, sem muita dificuldade, que tudo não passou de uma grande farsa da revista, sem força de denúncia justamente pela sua banalidade, pela falta de elementos com esse poder e com objetivos bem definidos: minar a reeleição de Dilma. Prova disso é que os demais veículos de comunicação de massa, em especial as emissoras de televisão, não levaram a matéria a sério e não lhe deram importância. Conclui-se, daí, que a “Veja” está brincando de fazer jornalismo e o PSDB brincando de fazer política. Será que eles pensam que assim conquistarão a Presidência da República?”

  8. Guatambu said

    hahahahahahaha

    Olha o recado da Cristina Kirschner

    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2014/08/1497409-cristina-kirchner-culpa-brasil-por-queda-de-pib-argentino.shtml

    O Lula deve estar adorando ter adorado essa mulher.

  9. Patriarca da Paciência said

    Caro Guatambu,

    você sempre faz comentários “técnicos” sobre economia e, portanto, deve ter conhecimento da área.

    Conforme os principais entendidos em “economês”, se o principal parceiro comercial de determinado país tem um desempenho econômico baixo, afeta todos os seus parceiros comerciais.

    Então a Cristina está apenas dizendo o óbvio.

    Aqui no Brasil é a mesma coisa. Dez vez em quando os jornalões começam estampar, “China desacelera, vai afetar o Brasil” ou então, “Estados Unidos tem desempenho fraco, vai afetar o Brasil”.

    É a mesma ladainha de sempre.

  10. Zbigniew said

    Patriarca,
    a não-notícia da Veja (que está ficando expert em factóides, não-assuntos, não-jornalismo (por isso não-revista)) é parte daquela velha e manjada estratégia de fabricar escândalos para serem reverberados à noite no Jornal Nacional, e tentarem alavancar a candidatura do Aecim que não sai ali dos 20% (com margem de erro sempre para mais), ou pelo menos derrubar a Dilma, que está ali na faixa dos 40% (com margem de erro sempre para menos).

    A isso se some o Bom(?) Dia Brasil, com sua pauta de fim de mundo, levantando todas as mazelas do Brasil (sempre pegando leve com aquele Estado ali, onde está faltando água), com a urubóloga do “mas…”, o cineasta do anti-petismo, e os “jornalistas doutores” em tudo, para os quais o Brasil está no fio da navalha.

    Completando com a Folha, o Estadão, e, logicamente, o Globo, que fazem às vezes da desconstrução diuturna do governo, aqui, agora, nas páginas de jornais.

    Resultado? As mentes fracas entram no jogo sem um senso mais crítico e terminam por, como diriam lá na minha terrinha, “emprenhar pelos ouvidos” (ou pelos olhos).

    Outro dia uma pessoa conhecida confessou-me estar deveras decepcionada com o governo do PT porque a sua “secretária” tinha lhe dado um presente muito melhor do que os que ela costumava presenteá-la. Existe isso?!

    Pois é, o Brasil mudou um bocado.

  11. Elias said

    “Como se brasileiros, em especial paulistanos, não tivessem repletos de motivos para protestar. Nem água para beber a população de São Paulo tem, uma carga tributária beirando os 40% e serviços públicos inacreditavelmente ruins. Qual a resposta do governo federal e do governo estatual?” (Pax)

    Se eu fosse governo federal, minha resposta seria: “Tente eleger um governo estadual que preste.”

    Uma outra resposta: “Tente modificar a estrutura de organização política do país. Com os Estados transformados em departamentos, o problema de abastecimento de água de São Paulo seria de responsabilidade do governo federal (não havendo ´Estados´, não haveria ´governos estaduais´). Por aí…”

    É poda esse Fax…

  12. Zbigniew said

    “O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou o mês de julho em 0,01%, segundo divulgou nesta sexta-feira (8) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    Com o resultado, a taxa acumulada em doze meses ficou em 6,5% – justamente o teto da meta do governo.
    (…)”
    http://jornalggn.com.br/noticia/ipca-desacelera-e-volta-a-ficar-dentro-da-meta

    Como diria a urubóloga: “mas…”

  13. Elias said

    Guatambu,

    Todas as nações miguelitas que nos circundam dependem da gente pra se dar bem.

    No passado, ainda na primeira metade do Século XX, a Argentina não dependia do Brasil. Mas o tempo passou, a barba cresceu e tudo mudou. Nos últimos 10 anos, a dependência miguelita portenha aumentou (a experiência maluquete-liberal dos miguelitos portenhos somente contribuiu pra ferrar ainda mais o país…)

    Então, se alguma coisa não vai bem por aqui, tudo vai mal pelas nações miguelitas.

    Infelizmente, quando as coisas vão bem por lá, nem sempre o lado de cá se beneficia. É o preço que pagamos por termos nos tornado muito mais fortes que nossos irmãos miguelitos, juntos.

    Qual a razão do espanto? Não sabias disso?

    E nada mais natural que a Presidente miguelita (por cujo sucesso eu, pessoalmente torço), inconformada com o PIB verde-amarelo, exerça livremente seu jus esperneandi: “Quequiéisso, Brasil? Cadê o PIB? É só esse PIBinho? Não estou sentido nada, meu filho…”

  14. Zbigniew said

    Algumas manchetes interessantes:

    Aprovação à Presidenta, segundo o Ibope, salta de 44% para 47%: jornais classificam isso de estabilidade

    Lucro dos três maiores bancos do país contradiz colapso que seus economistas alardeiam: Itaú, Santander e Bradesco lucram R$ 9,2 bi no 2º trimestre, 31% mais que em 2013

    Piada: Aécio critica desindustrialização no mesmo dia em que seus assessores econômicos defendem câmbio livre que incentiva a importação e mata a indústria

    Isso é a Bovespa: Petrobrás bate recorde produção em julho, mas as ações da estatal caem nesta 5ª feira porque Dilma bate os gêmeos ideológicos no 1º turno, 38% x 32%, diz o Ibope

    Do Hora a Hora no http://www.cartamaior.com.br/

  15. Elias said

    “Com o resultado, a taxa (da inflação) acumulada em doze meses ficou em 6,5% – justamente o teto da meta do governo.” (Zbigniew)

    O que demonstra que os economistas do PSDB acertaram em cheio, quando profetizaram que, com o PT no governo, a inflação iria disparar despingoladamente.

    Afinal de contas, no último ano do FHC a inflação já estava em 12%.

    Se, em 12 anos, o governo petista já aumentou a inflação de 12% pra 6,5%, o que poderá acontecer em mais 4 anos? PelamordeDeus! isso tem que acabar!

    Mas tudo indica que isso vai, sim, acabar.

    É que, segundo o IBOPE, a campanha do Aécioporto Aeroneves vai de vento em popa. Em dois meses, a preferência de voto em Aécioporto Aeroneves já aumentou 1 ponto percentual.

    Já pensou…? UM PONTO PERCENTUAL! Nada menos que isso: DEZ DÉCIMOS DE UM PONTO PERCENTUAL INTEIRO, EM APENAS DOIS MESES DE MUITO TRABALHO DURO!!!!!!

    Aécioporto Aeroneves está, portanto, firme e forte, a caminho da vitória. Basta que a eleição seja adiada pra novembro de 2015.

    No ritmo acelerado em que anda a campanha tucana, até novembro de 2015 as intenções de voto no aerocandidatoporto crescerão estonteantes 10 pontos percentuais.

    Aí a vitória estará no papo tucano… Não terá nada pra ninguém!

  16. Elias said

    Guatambu,
    Podemos continuar aqui a conversa sobre energia elétrica.

    Acho que tu tens razão quando dizes que o sistema elétrico brasileiro não está bem, apesar dos investimentos no governo.

    É preciso lembrar que os investimentos em geração de energia elétrica ficaram praticamente parados nas gestões de Sarney, Collor/Itamar e FHC.

    No governo FHC o país estava descendo ao fundo do poço, com apagões, racionamentos, etc., lembra?

    De Lula pra cá, o país tem corrido atrás do prejuízo.

    A ligeira aceleração no crescimento econômico durante a gestão do Lula, aumentou enormemente a demanda por energia elétrica, até porque grande parte do aumento de exportações aconteceu em setores eletrointensivos (quem exporta muito alumínio, como o Brasil, na realidade exporta muita energia elétrica).

    Essa é uma questão que os “analistas” de jornal quase não abordam: o fato de que o Brasil é, na realidade, um megaexportador de energia elétrica.

    A meu pensar, a questão é essa: o Brasil está correndo atrás. Se a economia brasileira houvesse crescido à taxa de 6% ou 7% nos últimos 3 anos, com certeza teríamos apagões.

    Aqui no Pará (Estado brasileiro que mais exporta energia elétrica, seja ela propriamente dita, seja sob a forma de eletrointensivos), está sendo executada uma mega-expansão na megaplanta alumínica de Barcarena (em associação com o capital norueguês). Se a usina de Belo Monte não for concluída a tempo, a tal expansão do polo alumínico de Barcarena terá seu funcionamento comprometido.

    Por que isso não aconteceu até aqui? Porque as obras estão sendo mantidas em meia-trava, à espera do movimento chinês, que é quem mais importa eletrointensivos do Pará. Se a China deslanchar, haverá por aqui uma corrida doida contra o tempo.

    Do lado de lá do planeta, pelo que eu soube, a China vai aumentar estupidamente a importação de alumínio nos próximos anos. É que ela está na reta final pra concluir uma hidrelétrica no Rio Amarelo, e terá que executar o remanejamento de cidades localizadas nas áreas que serão alagadas. Algumas dessas cidades têm mais de um milhão de habitantes, e parece que o governo chinês vai tentar matar vários coelhos com uma só caixa d´água: vai remanejar as cidades e, ao mesmo tempo, eliminar as enormes favelas que existem nas locações originais. É um troço faraônico. Ou babilônico (Ou chinês, né?). A quantidade de alumínio que essas obras demandam é fantástica (de “estarrecer”, como gosta de dizer a Dilma…). E alumínio é só energia elétrica cristalizada (com um pouco de bauxita reduzida pra alumina…).

    Aí tu perguntas: por que o sistema elétrico brasileiro não está bem, apesar dos investimentos do governo?

    Resposta: porque o Brasil tem que investir muito mais. Além do mais, está investindo com atraso. Ele está fazendo agora, os investimentos que deveria ter feito há 20 anos atrás…

  17. Zbigniew said

    Esse PT, partido de corruptos e incompetentes. Presta não:

    “Após ter feito dois empréstimos no Fundo Monetário Internacional, em 1998 e 2001, ultrapassando em 400% a cota do Brasil na instituição, mais uma vez, em agosto de 2012, governo FHC precisou contar com recursos do FMI; sob a chefia de Pedro Malan, Fazenda assinou acordo de US$ 30 bilhões (acima); corria solta a campanha eleitoral entre os então candidatos Lula, do PT, e José Serra, do PSDB; no ano seguinte, em abril, o eleito Lula quitou com US$ 4,2 bilhões a antiga relação do País com o Fundo; nunca mais outro empréstimo foi pedido; depois do derradeiro, Brasil chegou a emprestar US$ 10 bilhões para o FMI fazer frente à crise mundial; hoje, governo Dilma Rousseff exibe reservas internacionais acima de US$ 379 bilhões; “Eles quebraram o Brasil, nós pagamos o FMI”, disse ela ontem”

    http://www.brasil247.com/pt/247/economia/149113/H%C3%A1-12-anos-Brasil-pedia-o-colo-do-FMI-pela-%C3%BAltima-vez.htm

  18. Pedro said

    Vai chover melancia.
    Quem diria, até o Patriarca está assumindo que o Brasil está tendo desempenho econômico baixo.

    Agora é só esperar, pra ver se é tudo culpa da oposição, ou da “crise internacional”.

    E concluir que a Gerenta, competenta, e sua maravilhosa equipe de ministros, não tem nada com isso.

  19. Zbigniew said

    Para uma reflexão:

    A Globo, no seu Jornal Nacional, dedicou um espaço de 4min42s (http://www.viomundo.com.br/denuncias/denuncia-de-veja-repercutida-jornal-nacional-faz-lembrar-o-rolo-compressor-midiatico-de-2006.html) para deliciar-se com as estripulias da Veja sobre as “perguntas vazadas” para a CPI da Petrobrás. Isso imediatamente depois que o panfleto foi veiculado.

    Quanto tempo o JN demorou para reverberar o aécioporto? E a forma como foi colocada a matéria no telejornal?

    É ou não é um partido político?

  20. Guatambu said

    Elias,

    Eu acho engraçado porque a Cristina adotou medidas estatizantes, inventou briga com a Inglaterra, ela praticamente destruiu economicamente o país dela. E o Lula sempre foi apoiador. Sei lá se fosse o FHC ou qualquer político do PSDB seria diferente…

    Para discutirmos isso, quero voltar atrás em alguns pontos.

    Conseguimos identificar para quais dos países ofertamos mais produtos e serviços e para quais países demandamos mais produtos e serviços? Só assim sabemos quem é que depende de quem. E mesmo que descubramos que o a Argentina depende 70% do Brasil e o Brasil só 10% da Argentina, o fato da Argentina estar indo de mal a pior tbm contribui para ferrar com nossa economia.

    Acho interessante saber, por exemplo, que, apesar de sermos o maior consumidor de automóveis da américa do sul, inclusive para carros médios e pickups, o Brasil permitiu que as montadoras transferissem as operações para montagem desses carros (em sua maioria) para a Argentina.

    Resultado: o Brasil fica com a produção de valor agregado mais baixo e a Argentina fica com a produção de valor agregado mais alto.

    Havia a necessidade disso?

    Outra curiosidade: de quem é a tecnologia investida para a extração de petróleo na Venezuela? É brasileira, venezuelana ou de outro país? O Brasil tem tecnologia suficiente para exportar isso para lá. Eu nunca ouvi dizer que o Brasil fez dinheiro exportando tal tecnologia pra lá.

    Em tese, o Brasil não deveria orientar as relações com a vizinhança para promover desenvolvimento de setores estratégicos para o Brasil?

    Isso me faz pensar em uma pergunta anterior até: quais são setores estratégicos de desenvolvimento industrial para o Brasil? O governo definiu algo nesse sentido?

  21. Guatambu said

    Elias,

    Sobre a questão energética.

    Posto que o Brasil está atrasado em 20 anos.

    Por que o Estado tem que fazer esse investimento, e não a iniciativa privada?

  22. Guatambu said

    Patriarca,

    Não sou economista, eu sou um curioso, e aprendi uma coisa ou duas sobre economia lendo um pouco.

    Como no comentário acima, para o Elias, exprimo as minhas dúvidas sobre essa relação entre parceiros comerciais e a influência dessas parcerias no PIB do país.

    O ponto é: o que temos aqui na América Latina?

    Veja nossos amigos, se eu não estou errado:

    Argentina: em frangalhos
    Venezuela: em frangalhos
    Bolívia: em frangalhos
    Paraguai: subfrangalho
    Uruguai: é praticamente um estado brasileiro, só que com administração política independente

    Outros mais distantes, nem sei como estão:

    Colômbia: ???
    Peru: ???
    Ecuador: ???
    Guianas: ???

    O que está melhorzinho, que é o Chile, está mais ocupado com parcerias do outro do pacífico e com os EUA do que com o Brasil

    Ainda bem que também estamos esperando a China fazer alguma coisa, pq se depender dos nossos vizinhos, não dá nem pra pintar a casa…

  23. Daise said

    DILMA: DESASTRE ECONÔMICO

    Entenda porque:

    P.S.- Pax ai em defesa dos protestantes (apoiando Lutero ?)

  24. Daise said

    # 2 Pax

    Em 2014 Pax comprova o que Plinio de Arruda Sampaio já desconfiava (sabia) em 2010 :

  25. Pax said

    O caro Elias quer dizer que a carga tributária e os péssimos serviços públicos são exclusividade do estado de SP, governado por este irresponsável?

    Nem vem, caro Elias, vá distorcer rabo de porca lá nas bandas de Altamira.

    O governo federal adora imposto, os estaduais e o paulistano em especial idem e todos, vou repetir pra ficar claro, TODOS, entregam péssimos serviços públicos.

    Quer falar das Agências Reguladoras pra começar? Quer colocar culpa nos governos estaduais por esta atribuição federal?

    Era só o que faltava.

  26. Daise said

    PT:PEGO FRAUDANDO A WIKIPÉDIA

    O jornal O Globo desta sexta-feira (8) informa que foi utilizada a rede de internet do Palácio do Planalto para alterar o perfil de dois jornalistas globais na Wikipédia. Duas referências no jornalismo econômico, Míriam Leitão e Carlos Alberto Sardenberg foram alvo das mudanças que incluíram críticas e injúrias no site colaborativo.

    A reportagem de Paulo Celso Pereira afirma que um IP da Presidência da República fez as mudanças em maio de 2013.

    Segundo os trechos incluídos direto do Planalto, Míriam Leitão fez análises econômicas “desastrosas” e “pessimistas”, além de ter defendido de forma apaixonada o ex-banqueiro Daniel Dantas, condenado por corrupção ativa.

    Já Sardenberg foi descrito como crítico dos “cortes de juros promovidos nesses governos [Lula e Dilma]”. Sua conduta jornalística foi colocada em xeque com a inclusão da informação de que ele é irmão de Rubens Sardenberg, “economista-chefe da Febraban, instituição que tem grande interesse na manutenção de juros altos no Brasil, uma medida geralmente defendida também por Carlos Alberto Sardenberg em suas colunas”. Ao jornalista foram atribuídos “erros notáveis” em previsões econômicas e o conflito de interesse pelo laço familiar.

    Os dois jornalistas da CBN e colunistas da TV Globo ficaram revoltados ao saber que a rede da Presidência foi usada para sabotar os perfis de ambos na internet com mentiras.

    “É mentira que eu tenha defendido Daniel Dantas. Acho que é espantoso que um órgão público, ainda mais o Palácio do Planalto, use recursos e funcionários públicos para fazer esse tipo de ataque a jornalistas, quando deveria estar dedicado às questões de Estado”, disse Míriam Leitão ao Globo.

    “É evidente que minha posição é claramente crítica a esse governo. Esse é um debate de ideias, agora dizer que, porque meu irmão trabalha na Febraban, sou lacaio dos bancos é uma canalhice, uma baixaria. É imoral, é antiético, porque você coloca no perfil uma ilação. Usando um equipamento do governo, se faz uma ilação que não pode ser feita”, condenou Sardenberg.

    Em nota enviada à publicação, o Palácio do Planalto esclareceu que a rede utilizada é sem fio e, assim, “qualquer pessoa que utilizou essa rede via internet móvel” pode ter feito as mudanças. “Não é possível apontar com segurança a identidade de quem alterou os textos citados pela reportagem a partir deste número de IP em maio de 2013”, afirma a assessoria.

    O IP do Planalto virou o que vulgarmente chamamos de “bú da mãe Joana”, aquela insaciável safada.

  27. Daise said

    A cada 4 anos, Deus opera milagres em Dilma Josias

    Uma semana depois de prestigiar a inauguração do Templo de Salomão, da igreja Universal, Dilma Rousseff participou, nesta sexta, do encerramento de um congresso da Assembléia de Deus. Brindou os presentes com comentários como esse: “O Brasil é um Estado laico, mas, citando um salmo de Davi, eu queria dizer que feliz é a nação cujo Deus é o Senhor.”

    Disse coisas assim: “Eu acredito naqueles que creem e no poder da oração. Na Bíblia, está escrito que a oração de um justo pode muito em seus efeitos. Não se esqueçam de orar por mim. Eu estarei contando muito com isso. Quero dizer também para vocês que todos os dirigentes desse país dependem do voto do povo e da graça de Deus. Eu também.”

    Confirma-se em 2014 algo que os brasileiros haviam percebido em 2010: perto das urnas, a religiosidade de Dilma cresce. Surge no íntimo da ex-guerrilheira uma beatice insuspeitada. O velho materialismo dialético cede espaço ao redivivo poder divino. Depois de renovar seus laços com Lula, a ex-devota de Marx achega-se a Deus!

    Certas conversões estimulam a suspeita. Há pessoas que falam em Deus com tal convicção que a plateia fica tentada a acreditar que Ele não existe. Ou não merece existir. Bobagem. Deus já não é full time. Mas aparece de quatro em quatro anos.
    Ele está em toda parte. Numa eleição em que o desempenho do pastor Everaldo pode provocar o segundo turno, Deus está até na alma de Dilma Rousseff.

    ….
    Em tempo: Pedro..infelizmente não vai chover melancia. rsssr.
    trata-se de deficiência cognitiva.

  28. Daise said

    DILMA 2014: PETROBRAS

    Escolha:

    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2014/08/1497897-lucro-da-petrobras-despenca-93-no-2-tri-e-soma-r-54-bilhoes.shtml
    ou
    http://economia.estadao.com.br/noticias/negocios,lucro-da-petrobras-cai-20-no-2-tri-e-fica-abaixo-das-expectativas,1541063

  29. Daise said

    Kirchner culpa Brasil por queda do PIB argentino: o dia de estátua

    A culpa é sua, Dilma!
    É, meus caros, na vida é preciso aceitar que há os dias em que somos os pombos e os dias em que somos a estátua. Hoje o Brasil acordou estátua. E levando logo uma defecada com mira certeira de ninguém menos do que Cristina Kirchner, a companheira bolivariana da presidente Dilma. A presidente da Argentina simplesmente resolveu culpar o Brasil pelo fraco desempenho em sua economia:

    A presidente Cristina Kirchner disse que a recessão pela qual a Argentina passa não é isolada de outras nações e citou o baixo crescimento do Brasil como uma das razões pelas quais seu país teve dois trimestres seguidos de recuo econômico.

    “O Brasil tem crescimento previsto de 1,3% em 2014 e é o nosso principal sócio comercial”, afirmou em discurso, aludindo à projeção do FMI. Ela citou um desempenho ruim da indústria automotiva brasileira e disse que isso tem efeitos nas exportações argentinas de autopeças.

    Ou seja, não bastasse as trapalhadas da Dilma causarem enorme estrago na nossa economia, agora elas são as responsáveis pela recessão de nossos vizinhos também. Estamos diante de um estrago internacional.

    E ai da Dilma ou dos petistas se reclamarem com os companheiros! Ora, não é justamente o que a esquerda faz em todo lugar, aqui e alhures? Adota medidas estúpidas, os resultados são sofríveis nas melhores hipóteses, e depois basta culpar algum “imperialismo” qualquer, os gringos “loiros de olhos azuis”.

    Kirchner aprendeu bem a lição, apenas isso. Somos o “imperialismo” para eles, e os petistas são os “gringos de olhos azuis”. Os bodes expiatórios a serem sacrificados para tirar o pecado se não do mundo, ao menos do governo local. Funciona para Dilma, por que não haveria de funcionar para Kirchner?

    Agora, seria bom nossa “presidenta” começar a se preparar, pois se o povo brasileiro é mais pacato, apesar de ensaiar uma reação espontânea em junho de 2013, logo abortada pela invasão dos vagabundos mascarados de esquerda, lá o buraco é mais embaixo: já antevejo um enorme “panelaço” dos portenhos xingando a presidente Dilma. E vimos como os argentinos são barulhentos durante a Copa.

    Que se juntem, então, ao coro da vaia contra a presidente Dilma. É a culpada pelas desgraças brasileira e argentina juntas!

    PS: Será que Lula vai pedir a demissão de Kirchner como “presidenta” da Argentina agora?

    Roberto Carlos, em homenagem ao Chesterton que foi pra Miami…rsrsrs

  30. Daise said

    SKAF em SP: SUICÍDIO ???

    http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,voto-com-meu-partido-para-presidente-diz-skaf,1541027

    O desiludido blogueiro “social democrata” (Pax) poderá em 2015 mudar o seu domicílio eleitoral pra Nova Oruega,

    MOTIVO: O povo de São Paulo , não concorda com ele.

  31. Daise said

    Putz só vi agora…Parabéns!

    Paulo Moreira Leite, foi demovido da Época…foi pra Isto é.
    E agora, de novo demovido, foi pro 247.
    Como diretor da sucursal virtual de Brasília, rsrsrs

    logo logo vai pedir emprego no Viomundo, Parabéns!

  32. Elias said

    “Posto que o Brasil está atrasado em 20 anos. Por que o Estado tem que fazer esse investimento, e não a iniciativa privada?” (Guatambu)

    Cara, essa pergunta é improcedente.

    No Brasil isso não é proibido. Nunca foi. Ironicamente, nos EUA — terra da liberdade de empreender — havia uma série de restrições para o particular produzir energia elétrica. Só nos anos 1960 (ou 1970, sei lá…), as restrições legais foram extintas, a partir de um movimento organizado por ex-hippies, agora transformados em naturebas ambientalistas. Agora, qualquer um, querendo, pode produzir energia elétrica, e, em alguns locais, até vender o excedente pra rede pública.

    No Brasil não sei se, em algum lugar, funciona a interação da produção particular com a rede pública. Mas não há impedimento para a produção particular de energia elétrica. Tu podes montar uma geradora na tua casa, sem problema.

    E a empresa particular, querendo, também pode construir geradoras, hidrelétricas inclusive.

    Uma das maiores hidrelétricas brasileiras no Rio Madeira, é privada (lá, são duas hidrelétricas — Santo Antônio e Jirau — das quais, apenas uma está sendo construída pelo Sistema Eletrobrás (Eletronorte).

    No Brasil, energia elétrica é uma mercadoria cujo produtor não precisa sair correndo atrás de freguês. A Eletrobrás compra tudo o que tu conseguires produzir. Ela é que se vira com as distribuidoras…

    Sendo assim, por que o Estado — mais especificamente, a União — continua tendo que investir tanto em geração de energia elétrica?

    Simples. Porque o investimento privado é insuficiente. Se o Brasil fosse depender totalmente do capital privado pra isso, estaríamos usando luz de lamparina.

    E por que o investimento privado é insuficiente?

    Sei lá! Pergunta pra quem tem dinheiro e não investe nisso.

    Arrisco uma explicação: o investimento em geração de energia elétrica, em hidrelétrica principalmente, é um investimento de longa maturação. A formação de lagos, as barragens, as obras de engenharia de grande porte, levam anos pra serem concluídas. Uma hidrelétrica de porte médio não fica pronta em menos de 5 anos. Só então ela passa a render o primeiro centavo de receita. Pra tirar o custo e começar a dar lucro líquido, acho que precisa de uns 15 ou 20 anos. Ou mais…

    Creio que é por aí. Se tu tens outras alternativas de investimento, de retorno mais imediato, acho que a tendência é ficar nisso, e não partir pra um projeto de longa maturação.

    Falar nisso, pessoalmente acho que, no futuro, os imóveis urbanos e rurais deixarão de ser exclusivamente “unidades consumidoras” de energia (UCs), para se tornarem, também, “unidades produtoras” (UPs).

    Os edifícios residenciais, p.ex., já poderiam contar com geradores eólicos verticais, próprios para áreas urbanas, que funcionam com ventos a partir de 6 Km/hora (o topo de um prédio de 15 ou 20 andares tem mais que o triplo disso). Essas turbinas poderiam, facilmente, gerar energia para os elevadores, áreas condominiais, etc.

    Em vários países mais ricos que o Brasil, como a Holanda, a Noruega, etc., isso já é comum. Aqui não.

    Por que? A meu pensar, não é por motivos econômicos, já que a turbina eólica rapidamente se paga, pela redução que proporciona na conta de energia elétrica.

    Então, por que isso não emplaca no Brasil? Por comodismo, acho.

    No condomínio onde eu moro (horizontal), tem um cara há anos malhando em ferro frio, pra instalar um micro-sistema de captação profunda e distribuição de água. Até agora, não conseguiu lhufas! Admiro a persistência dele. O cara não desiste. Entra ano e sai ano, e lá está o infeliz, tentando conseguir adeptos para o projeto dele…

    O abastecimento público em nossa área é uma josta. Água fraca e de péssima qualidade. Quase todos os moradores têm poço. O meu tem 40 metros de profundidade, vazão de 5 mil litros/hora, e dá conta, folgadamente, da minha casa com uma piscina de 30 mil litros. Problema: água com alto teor de ferro. Tenho que manter um filtro grande na saída do poço (com um porradal de “elementos filtrantes”, tipo carvão ativado e o cacete…), e mais um porrilhão de filtros menores na entrada da caixa d´água, na entrada da máquina de lavar roupa, na entrada da máquina de lavar louça e no catzo a quatro…

    Todos os demais moradores que têm poço (ou seja, quase todos), amargam o mesmo problema. Com uma captação profunda e um castelo d´água com capacidade para 20 mil litros, mais cisterna, poderíamos montar uma torre de aeração, e teríamos água da mais alta qualidade, barata e abundante (nosso condomínio faz fronteira com as três principais reservas ecológicas da cidade, no centro geográfico da Belém continental). O cara a quem me refiro, que é engenheiro, fez um projeto detalhado, com estudos geológicos e o cacete a quatro (coisa que nenhum de nós, outros, se deu ao trabalho de fazer, quando furamos nossos poços). Ao todo, gastaríamos uns R$ 350 mil. Talvez um pouco mais. Dividindo isso pelos moradores, daria por volta de R$ 1.500,00 pra cada um. Nenhum bicho de 7 cabeças.

    Só que apenas uns poucos topam… Então, ficamos com a merdolência de sempre…

    Comodismo… Jecas…

  33. Daise said

    Elias parece a “Elite branca do Pará” …né não?

  34. Daise said

    VEJA

    Meire Bonfim Poza eis o nome do novo terror do PT.
    A contadora do Youssef! abriu o bico na Veja!

    Meire viu, ouviu e participou de algumas das maiores operações do grupo acusado de lavar R$ 10 bilhões de dinheiro desviado de obras públicas e destinado a enriquecer políticos corruptos e a corromper outros com pagamento de subornos. Qual era a fonte privilegiada da mamata? Prefeitura do PT.

    Meire Poza viu malas de dinheiro saindo da sede de grandes empreiteiras, sendo embarcadas em aviões e entregues nas mãos de políticos. Durante dois anos, Meire manuseou notas fiscais frias, assinou contratos de serviços inexistentes, montou empresas de fachada, organizou planilhas de pagamento. Ela deu ares de legalidade a um dos esquemas de corrupção mais grandiosos desde o mensalão.

    Meire sabe quem pagou, quem recebeu, quem é corrupto, quem é corruptor. Conheceu de perto as engrenagens que faziam girar a máquina que eterniza a mais perversa das más práticas da política brasileira. Meire Poza era a contadora do doleiro Alberto Youssef — e ela decidiu revelar tudo que viu, ouviu e fez nos dois anos em que trabalhou para o doleiro.

    “O Beto era um banco de dinheiro ruim. As empreiteiras acertavam com os políticos, e o Beto entrava para fazer o trabalho sujo. Ele passava o tempo todo levando e trazendo dinheiro, sacando e depositando. Tinha a rede de empresas de fachada para conseguir notas e contratos forjados”, diz. Um dos botes mais ousados de Youssef, segundo ela, tinha como alvo prefeituras comandadas pelo PT.

    O doleiro pagava propina de 10% para cada prefeito que topasse apostar em um fundo de investimento criado por ele. “E era sempre nas prefeituras do PT. Ele falava: ‘Onde tiver PT, a gente consegue colocar o fundo’”. André Vargas era um parceiro fiel. O deputado estava empenhado em fazer com que dois fundos de pensão de estatais, o Postalis (dos Correios) e a Funcef (da Caixa Econômica Federal), injetassem R$ 50 milhões em um dos projetos do doleiro.

    Leiam a reportagem. É de estarrecer. As empreiteiras que fizeram contratos com a Petrobras não se saem bem na história.
    É um esquema de corrupção que rivaliza com o do mensalão e que, muito provavelmente, o supera no valor movimentado.

    O Pax não viu e não vai comentar nada. Nem insistam, hein!!!

  35. Daise said

    .PT: “NOVISTÓRIA” NA WIKIPÉDIA

    Fernando Rodrigues

    Estado aparelhado

    BRASÍLIA – Alguém usou a rede de internet do Palácio do Planalto para alterar verbetes de políticos e de jornalistas na Wikipédia, a enciclopédia colaborativa on-line cujos textos podem ser editados livremente.

    Ontem (8), o repórter Paulo Celso Pereira revelou que os jornalistas Miriam Leitão e Carlos Alberto Sardenberg foram alvo dessas alterações. Seus perfis foram enxertados com críticas, ataques e mentiras sobre o trabalho que exercem.

    O vandalismo cibernético praticado dentro da Presidência é incompatível com os valores republicanos. Há algo de muito errado num ambiente estatal no qual alguém se sente à vontade para fazer ataques a jornalistas. A pessoa que teve a “ideia” de entrar na Wikipédia (se é que foi uma iniciativa isolada) sentia-se, com certeza, tranquila ao agir dessa forma.

    Mas há outro ângulo menos político, porém não menos relevante: a incapacidade gerencial do governo. O Planalto soltou uma nota informando ser “tecnicamente impossível identificar os responsáveis”. Os conteúdos da rede de internet da Presidência, “até julho deste ano, eram arquivados por no máximo seis meses”. Como o vandalismo ocorreu em maio de 2013, nada poderia ser feito para achar o vândalo. Ponto final.

    Essa explicação é raquítica perto da magnitude do fato. Como é possível a Presidência da República da 7ª (ou 6ª ou 8ª) economia do mundo não guardar registros de seus computadores por mais de seis meses? Se o perfil de Dilma Rousseff na Wikipédia fosse adulterado, a presidente aceitaria a desculpa do Planalto?

    Arquivar tais dados custa quase nada. A incompetência dos responsáveis por apagar as informações será averiguada? No final do dia, o governo recuou e disse que iria investigar. Como, ninguém sabe.

    Na sua nota, o Planalto diz que “a liberdade de imprensa é um dos pilares da nossa democracia”. Falar é fácil. Difícil é promover esse tipo de valor dentro da administração.

    fernando.rodrigues@grupofolha.com.br

  36. Patriarca da Paciência said

    Leonardo Attuch
    9 DE AGOSTO DE 2014 ÀS 07:45

    “Na mesma semana em que os três presidenciáveis se submeteram a uma sabatina na Confederação Nacional da Agricultura, o Brasil obteve uma conquista histórica para o agronegócio. O mercado russo, um dos maiores do mundo, e que ainda era fechado às exportações de proteína animal brasileira, decidiu escancarar suas portas e porteiras aos produtos nacionais.

    Nada disso se deve à generosidade do governo de Vladmir Putin, mas, sim, a uma nova ordem geopolítica internacional que emerge a olhos nus e que se acelerou de um mês para cá. Primeiro, a cúpula dos BRICs, em Fortaleza, reforçou as afinidades entre Brasil, Rússia, Índia e China. Depois, o cerco do Ocidente à Rússia, desde a queda do avião malaio na fronteira com a Ucrânia, abriu uma oportunidade. Às sanções impostas por Estados Unidos e União Europeia contra a Rússia, Putin respondeu também com sanções na área alimentar.

    Resultado: a Rússia, que importa US$ 40 bilhões ao ano em alimentos, dos quais apenas US$ 2,7 bilhões das fazendas e agroindústrias nacionais, decidiu banir compras dos Estados Unidos e da Europa, elegendo o Brasil como seu parceiro prioritário.

    Para o Ministério da Agricultura, trata-se de uma “revolução”, segundo disse o secretário de Política Agrícola, Seneri Paludo. E representantes de entidades como a Associação Brasileira de Proteína Animal apontam que o Brasil tem plenas condições de suprir rapidamente toda a demanda russa. Só na avicultura, os Estados Unidos perderão vendas de mais de US$ 300 milhões, que serão substituídas por carnes brasileiras. Ao todo, os americanos perderão mais de US$ 600 milhões, ao lado de outros países fortemente afetados, como a Noruega (US$ 1,1 bilhão), a Espanha (US$ 800 milhões) e a Alemanha (US$ 650 milhões).

    Guerras comerciais, motivadas por questões políticas, costumam ser insanas e irracionais. Mas o Brasil, que não tem nada a ver com isso e é apenas um ator que se fortalece na cena internacional, tem o dever de aproveitar a oportunidade.”

  37. Patriarca da Paciência said

    Palmério Dória

    “Um funcionário da Dersa, espécie de Paulo Preto do governo Mario Covas, perdeu a vida. Dinheiro vivo não faltava em sua casa. Descendia do célebre Barão Vermelho, aviador alemão que atuou na I Guerra Mundial. Tinha inclusive o mesmo nome: Manfred Albert Freiherr Von Richthofen. Ele e a mulher, a psiquiatra Marísia Von Richthofen foram assassinados na noite de 31 de outubro de 2002, a mando da própria filha, Suzane, o “anjo mau”.

    Causa mortis, dinheiro. O pai teria depositado uma fortuna num banco suíço em nome de Suzane e os dois teriam tido uma desavença. A moça convenceu o namorado e o irmão dele, os irmãos Cravinhos, de que poriam a mão em muito dinheiro, com seus pais mortos. Os rapazes mataram o casal a golpes de ferro.

    O Fantástico, da Rede Globo, depois que a Justiça, em fevereiro de 2011, considerou Suzane “indigna” de receber a herança dos pais, dedicou sua principal reportagem ao tamanho daquela herança: R$ 11 milhões.

    Mas não falou em Dersa nem questionou o fato de um engenheiro contratado por uma estatal amealhar tal fortuna.”

    Imagina se o notável descendente do barão Von Richthofen fosse irmão da ex-mulher do José Dirceu.

    Imagina se o notável descendente do barão Von Richthofen fosse amigo do assessor parlamentar do irmão de José Genoíno.

    Por certo, até hoje, o PIG estaria estampando grandes manchetes sobre o assunto.

    Garanto que, muito gente, só ficou sabendo agora, pelo arrigo do Palmério Dória, que o notável descendente do barão Von Richthofen desempenhava as mesmas funções do Paulo Preto, só que no governo Mário Covas. E também que o notável descendente do barão Von Richthofen tinha os meus hábitos e costumes do Paulo Preto.

  38. Patriarca da Paciência said

    Correção:

    Garanto que, muito gente, só ficou sabendo agora, pelo artigo do Palmério Dória, que o notável descendente do barão Von Richthofen desempenhava as mesmas funções do Paulo Preto, só que no governo Mário Covas. E também que o notável descendente do barão Von Richthofen tinha os mesmos hábitos e costumes do Paulo Preto.

  39. Patriarca da Paciência said

    247 – O colunista Paulo Moreira Leite, diretor do 247 em Brasília, argumenta que aos críticos da política econômica, que fizeram terrorismo em relação à inflação, faltou “dever de casa”.

    “Há quatro meses, quem ousasse dizer que a inflação apresentava uma tendencia de queda seria submetido a um corredor polonês pelos críticos do governo. Se fosse economista, seria definido como aparelhado pelo PT. Jornalista, seria chamado de chapa branca. Pois a inflação está em queda desde então e, em julho, atingiu a marca anual de 6,50%, contra 6,52% no mês anterior. Milagre? Nem um pouco”, diz ele.

    Os efeitos da gritaria, no entanto, foram nefastos. “A inflação não subiu, mas o consumo se retraiu e o crescimento foi afetado. O consumo foi dificultado pelos juros nas alturas”.

    Leia a íntegra em seu blog (www.paulomoreiraleite.com).

  40. Patriarca da Paciência said

    E a inflação galopante não veio, não veio, não veio
    E o aecioporto veio, veio, veio, veio
    E o Campos promete, promete, promete…
    E o aecioporto não decola, não decola, não decola
    E o campos fica abaixo dos 8%, dos 8%, dos 8%
    E a marina das pererecas verdes não agrega nada, não agrega nada
    E a Dilma permanece crescendo devagar, mas crescendo
    E o pré-sal continua produzindo, produzindo, produzindo
    E o Brasil ganha cada vez mais mercados comercial e prestígio
    E a oposição fica cada vez mais no mato sem cachorro
    E o Campos fica cada vez mais traíra, traíra, traíra
    E o aecioporto cada vez mais balançando, balançando, balançando

    E agora José ?

  41. Patriarca da Paciência said

    Caríssimo dr. rolabosta,

    apenas vossa onisciência tem o direito de atuar na Internet para difamar, caluniar e injuriar pessoas. Apenas vossa onisciência pode ter o propósito de atacar a imprensa independente, os políticos da oposição e figuras do Judiciário.

    Quem esse pessoalzinho pensa que é para ter o mesmo direito de vossa onisciência ?
    Por acaso eles pensam que possuem a mesma suprema sapiência de vossa onisciência ?

    Ora bolas !

  42. Patriarca da Paciência said

    “Candidato a vice-presidente na chapa de Aécio Neves (PSDB), senador paulista diz que Lula esgotou sua capacidade de eleger postes e que Fernando Henrique de fato não transfere votos, mas que é um selo de qualidade na campanha tucana; para ele, a simples vitória da oposição já vai dar um novo clima de confiança no País; questionado sobre o aeroporto de Cláudio (MG), evitou se estender na resposta: “O problema de Aécio com o aeroporto de Cláudio foi ter feito um voo com o aeroporto ainda não homologado”
    (247)

    Se o “selo de qualidade” da campanha do aecioporto é o cara de cavalo, então a coisa está feia mesmo e “feiorando” cada vez mais.

    O “balança tanto que vai cair” não tem muito futuro.

  43. Elias said

    Patriarca,

    Estás sendo injusto com o Aécio. Ele está bem melhor que o Serra, que só fez despencar ao longo de toda a campanha.

    O problema do Aécio é só uma questão de ritmo.

    Se ele continuar em campanha por mais uns 15 meses, e as eleições forem transferidas pra novembro de 2015, ele vence fácil.

    E o vice da chapa dele ainda tá colocando mais m.. na cloaca? Além de fazer aeroporto no terreno da família ainda usou o dito cujo antes de ser homologado? Já foi punido por esse crime?

    Acho que o PT deveria dar corda pra entrevistarem mais esse vice do Aécioporto.

    Vai que ele revela: “No dia que o Aécio usou o aeroporto não homologado, não teve nada demais… Ele aproveitou pra dar uma cagadinha num dos toaletes recém-construídos, e, lá chegando, pra não perder a viagem, fumou um baseadinho e cheirou uma carreira de coca… Mas foi uma só… Coisa besta, uai!”

  44. Elias said

    Daise,

    É… Elite mesmo. Sou.

    E tu, com esse nome? Povão, né? É quem gosta disso: “Daise”, “Rossana”, “Shirley”, “Michele”, “Maykon”, “Wandergleysson”, “Karlla”…

    Sei não… Eu gostava mais da Carlão, aquela moça doce, e do Michelle, aquele cara muito doidão, que postava de Londres sem sair do Brasil…

  45. Zbigniew said

    E tome não notícia.
    Alteração de perfil de jornalistas na Wikipedia (de conteúdo aberto e não-primário) lá pelos idos de 2013 pelo Planalto, e só agora eles notaram?
    Sério?!
    Realmente, um atentado à democracia! Uma tentativa insana de censura! Chamem a polícia! Chamem os Ospreys norte-americanos!
    Assim não pode, assim não dá!
    Epa! Baixou o oráculo do Millenium!
    Sinceramente, quem pode levar a sério a oposição midiática quando, em desespero, vão levantando matérias ridículas, que já cansaram até mesmo aqueles que não vão votar no governo? É muita mediocridade.

  46. Zbigniew said

    “A Presidenta Dilma Rousseff afirmou, neste sábado (9), que os políticos da oposição que hoje criticam a Petrobras se esquecem da gestão do PSDB à frente da maior empresa da América Latina. Sem citá-los, Dilma disse que “a Petrobras deles afundava plataforma. Conseguiram essa obra prima”.

    Dilma se referiu à P-36 que afundou em março de 2001, na bacia de Campos.”
    Quanto foi o prejuízo para a empresa àquela época? Quantas vidas foram perdidas?
    E os acionistas minoritários, o que disseram?
    Lembram?

  47. Daise said

    1.Em primeiro lugar um agradecimento especial ao Elias pelas palavras de incentivo e carinho à minha pessoa.Sempre soube que o Elias trata todas as pessoas como pessoas da própria família e agora confirmo.

    Acho que o “Carlão” e a “Michelle” se e quando tomarem conhecimento dos elogios também se sentirão agradecidos.

    O Elias é uma flor de rapaz. Sou testemunha.

    2. Pelo que percebo, há menos de 2 meses da eleição, os petistas já estão tomados pelo pânico de perder o poder e passam a usar de toda e qualquer mentira (até falsificar biografia de pessoas na wikipédia) para tentar emporcalhar a disputa política.

    3.Pelo visto não acreditam que a re-candidata irá vencer por seus méritos próprios e tentam desesperadamente ajudá-la.Se essa tentativa ajudará a nossa canhestra governanta ou não é a grande questão, que tem tirado o sossego dos valentes rapazes que aqui comentam.

    Volto mais tarde, agora vou à praia. O dia está muito quente hoje.

  48. Pax said

    Talvez pudessem se encontrar já que Carlão, Michelle e Daise teclam do mesmo paraíso fi$cal.

  49. Daise said

    Seichelles! hehehe

  50. Daise said

    Z..etc.

    eis aqui a resposta às suas perguntas:

    O FATO

    http://veja.abril.com.br/210301/p_036.html

    Publicada pela Veja em 2001

    1. Ninguém tentou censurar a imprensa sobre o assunto e nem adulterou – fraudou ou mentiu na wikipedia para denegrir biografias de pessoas (ou até de jornalistas sérios).

    2.O problema é que por um erro da Petrobrás m 2001c uma plataforma afundou…e até teve vítimas.
    Mas
    atualmente, por vários erros do atual governo…putz! a Petrobrás inteira “afundou” na gestão desastrada do governo …sem poder corrigir seus preços antes da eleição…perdendo dinheiro e ltimamante está sob investigação do TCU e tem diretor preso e presidente sob investigação da Polícia Federal.

    Fora a CPMI a pizza mal assada do Congresso que vai dar azia a muito petista por aqui.Aguardem!

    Pintou um personagem novo: uma contadora falante…A Meire…abriu o bico na PF e deu nome aos bois

    Percebeu a diferença?

    Olhe só quem está no bolso do Beto…o PT

    Se vc tem motivos pra se orgulhar do fracasso e votar na diuma de novo, o problema é seu ao tentar resolver este problema moral:

    A SOCIALCORRUPÇÃO DO PT

  51. Daise said

    Conheça Seichelles

    http://www.google.com/imgres?imgrefurl=http://jp-lugaresfantasticos.blogspot.com/2013/02/ilhas-seichelles.html&tbnid=vAo7aZjcV8lJdM:&docid=GR8f2oG41MNSvM&h=670&w=1000

  52. Daise said

    Esse negócio de IP…

    é desconhecido pro Pax e pro Planalto..rsrsr

  53. Daise said

    Um especial pro Pax:

  54. Patriarca da Paciência said

    “Alckmin tem 10 dias para fazer chover”
    — P.P.C.(PHA)

    E o aecioporto para fazer um grande milagre !

  55. Patriarca da Paciência said

    É, caro Elias,

    com um vice desse, “selo de qualidade”, , o aecioporto vai decolar e também ensinar o titio a voar.

  56. Patriarca da Paciência said

    A “óia” pensa que os brasileiros estão interessados em filosofia bizantina.

    Como se sabe, os filósofos bizantinos “obravam” livros e livros, milhares de páginas, dentro do mais culto latim e dentro de rigorosas regras gramaticais, a respeito do sexo dos anjos.

  57. Daise said

    dislexia cognitiva ?

  58. Jose Mario HRP said

    O jovem cantor americano não sabia que sua musica Happy e o clipe da mesma iniciaria uma febre de imitações por jovens pelo mundo todo, pelos 05 continentes jovens mostrando seu gingado, e cidades postaram no youtube videos com as belezas de suas meninas a hagilidade de sues rapazes.
    Sempre desejando felicidade e paz.
    O de Israel é cheio de bandeiras, quipas e cartazes uafnisticos……
    Nada Happy, não sincero!!!1!
    Aqui uma dica do milhares de videos…. https://www.youtube.com/watch?v=cGfwGtw_Wds

  59. Daise said

    Vereador Valter Nagelstein (RS) sobre o Conflito no Oriente Médio.

    Vale a pena ver! Elias e Pax …

  60. Daise said

    DILMES:Discurso de Dilma sobre Petrobras é desconexo

    Josias de Souza 10/08/2014 21:38

    Avessa a entrevistas, Dilma Rousseff agora recebe a imprensa até nos finais de semana. O acirramento da disputa eleitoral destravou-lhe a língua. Neste domingo, a presidente trocou um dedo de prosa com os repórteres sobre a Petrobras. Parece aborrecida com a transferência da estatal da seção de economia para as editorias de política e de polícia.

    “Se tem uma coisa que a gente tem que preservar, porque tem que ter sentido de Estado, de nação e de país é não misturar eleição com a maior empresa de petróleo do país”, disse Dilma. “Isso não é correto, não mostra maturidade. Agora, utilizar qualquer factoide político para comprometer uma grande empresa e sua direção é muito perigoso.”

    Curioso, muito curioso, curiosíssimo. Se tem uma coisa que os governos Lula e Dilma não conseguiram preservar foi o “sentido de Estado” que deveria nortear o funcionamento da maior estatal do país. Há na Petrobras diretores patrocinados por partidos políticos. PT e PMDB não são os únicos. Fernando Collor (PTB-AL), por exemplo, também é padrinho de patrióticas nomeações.

    Certos indicados já ganharam estabilidade no emprego. Protegido de Renan Calheiros (PMDB-AL), o ex-senador Sérgio Machado preside a subsidiária Transpetro desde 2003. Responda rápido: executivos carregados nos ombros por políticos prestarão contas ao padrinho ou à hierarquia da estatal? O ex-diretor Paulo Roberto Costa ajuda a responder.

    Funcionário de carreira da Petrobras, Paulo Roberto foi alçado à diretoria de Abastecimento a pedido do deputado mensaleiro José Janene (PR), ex-líder do PP na Câmara. Com a morte de Janene, Paulo Roberto foi, por assim dizer, adotado por PT e PMDB. E a coisa acabou numa cadeia do Paraná.

    A preocupação de Dilma com a Petrobras é um bom começo. Mais um pouco e a presidente vai acabar se dando conta de que a Polícia Federal só investiga o dinheiro que sai pelo ladrão na estatal porque os ladrões continuam entrando na Petrobras. Quando isso ficar claro, a empresa talvez retorne para a editorial de economia.

  61. Patriarca da Paciência said

    Vale a pena ler:

    “Rabino Henry Sobel critica a posição do primeiro-ministro Binyamin Netanyahu no conflito em Gaza e diz não concordar em assistir passivamente a morte dos civis: “É preciso negociar, negociar. Uma criança não é palestina ou israelense. Uma criança é uma criança”; coordenador-geral da Rede Nossa São Paulo, Oded Grajew também cobra responsabilidade de Israel no massacre”

    “O mais forte deveria ser exemplar, servir de referência e ser o mais solidário, ousado e generoso. O mais forte, em nenhuma circunstância, deveria usar a sua força para agredir e destruir o mais fraco, mesmo quando agredido. Não quero entrar na discussão interminável e inútil de quem tem mais razão. A que tem servido a lógica do olho por olho, reagir à violência com mais violência? Apenas para alimentar o ódio, gerar matanças e inviabilizar a paz.

    Israel, o país mais poderoso da região, poderia recuperar os ideais e o espírito de solidariedade e generosidade de seus primeiros anos. Assim teria a grandeza de quebrar o inútil ciclo da violência e não usar toda a sua força e seu poder para matar e destruir, mas para se empenhar tenazmente, para perseguir até obter a paz na região.”
    (Rabino Sobel)

    Os loucos extremistas como esse tal vereador é que acabarão por destruir Israel !

  62. Patriarca da Paciência said

    O link do comentário acima:

    http://www.brasil247.com/pt/247/mundo/149658/Sobel-Netanyahu-faz-mal-para-Israel.htm

  63. Jose Mario HRP said

    Na CBN Merval Mazzaropi defende censura na wikipedia
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK,,,,,,,,
    Ley de los medios na Wiki!!!!
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKK…………….
    SENSACIONAL a cara de pau dessa malas da globo

  64. Elias said

    Olhaí, já que o tema do post do Pax tem a ver, também, com assoberbar a Justiça com delitos insignificantes, como é o caso dos “protestantes”.

    Do Luiz Flávio Gomes, ex-juiz e professor de Direito:

    =======================================================
    “A subtração de um par de chinelos (de R$ 16 reais) vai monopolizar, em breve, a atenção dos onze ministros do STF, que têm milhares de questões de constitucionalidade pendentes. Decidirão qual é o custo (penal) para o pé descalço que subtrai um par de chinelos para subir de grau (na escala social) e se converter em um pé de chinelo.”

    “No dia 5/8/14, a 1ª Turma mandou para o Pleno a discussão desse tema. Reputado muito relevante. No mundo todo, a esse luxo requintadíssimo pouquíssimas Cortes Supremas se dão (se é que exista alguma outra que faça a mesma coisa). Recentemente outros casos semelhantes foram julgados pelo STF: subtração de 12 camarões (SC), de um galo e uma galinha (MG), de 5 livros, de 2 peças de picanha (MG) etc.”

    “Um homem, em MG, pelo par de chinelos (devolvido), foi condenado a um ano de prisão mais dez dias-multa. Três instâncias precedentes (1ºgrau, TJMG e STJ) fixaram o regime semiaberto para ele (porque já condenado antes por crime grave: outra subtração sem violência). O ministro Roberto Barroso suspendeu, por ora, a execução da pena (aplicando o princípio da insignificância).”

    “O STF, até hoje, não se entendeu sobre a amplitude do referido princípio. Por força do personalismo de origem ibérica, cada ministro é uma Corte em miniatura. Não se entendem. Conflito entre eles é um conflito entre “Cortes”. Para quem tem antecedentes, mesmo em crime sem violência, nega-se normalmente a aplicação da insignificância. Miséria para os miseráveis.”
    ===================================================
    Etc. e tal, no JusBrasil.

    Digo eu: na sábia sabedoria dos sapientes sabichões do STF, o “princípio” da insignificância não é apurado pela insignificância do fato julgado. Se o cara tiver antecedentes, a insignificância pode significar algo significativamente significante…

    Por exemplo: furtar R$ 5,00 sem violência, tendo sido o larápio apanhado em flagrante e devolvido o dinheiro, é um delito insignificante?

    Em qualquer país que se dê a respeito, a resposta será negativa. Nos EUA, o patrulheiro de serviço tem autonomia pra dar uma esculhambação no cara e mandá-lo sumir do pedaço, com a clássica ameaça: “Se eu te encontrar pela minha área de novo, vou te encaixotar por vagabundagem!”

    Aqui, não! Aqui a coisa entra na burrocracia judiciária, e a coisa vai parar no STF, que, como sabemos, já resolveu todos os muitos embananamentos que lhe foram dirigidos, e, agora, não tem nada mais interessante pra fazer. Pode, assim, ocupar com esses assuntos o ocioso tempo dos nossos muitíssimo bem remunerados ministros, que ganham muito mais que um juiz da Suprema Corte dos EUA (compreensível: como se sabe, trata-se de um país muito mais pobre que o Brasil). Além do mais, nossos ministros, que não são de ferro, têm que manter ocupada sua populosa e também muitíssimo bem remunerada assessoria (que, no frigir dos ovos, é quem faz todo o trabalho, principalmente se o ministro não for chegado a esforços intelectuais, como o ídalo da Veja, o Barbosão…).

    Aí se chega onde chegamos. No mais fundo da mais profunda cloaca…

    Um monte de ministros de um Tribunal Superior, apoiados por um monte enorme de assessores, todos eles — ministros e assessores — muitíssimo bem pagos como a grana que a gente rala pra ganhar, empregando a luz de sua excelsa sabedoria pra avaliar a significância de um par de chinelos, de um casal de galináceos, de 12 camarões, e por aí afora.

    Coisa mais nojenta!

    PUTZ! Dá um tempo aí, que este filho de meu pai vai vomitar…

  65. Pedro said

    Em pleno 2014, ainda fazem isso, em nome de Deus.

    Tem gente ruim neste mundo.

    Pax, fiquei em dúvida se colocava o vídeo ou não. Mas, penso que serve para reflexão.
    Que mundo é esse?
    Se achar que deve deletar, o espaço é seu. :-(

  66. Elias said

    Falar em inutilidades bem pagas com o dinheiro que a gente rala pra ganhar: vocês sabem quanto custa um senador?

    Lá vai:

    Subsídio mensal: R$ 27,0 mil (Mas um senador ganha 15 subsídios por ano, como se, para ele, o ano tivesse 15 meses…). Logo: R$ 27,0 mil x 15 meses = R$ 405,0 mil/ano.
    Assessores parlamentares: 6 x R$ 8,0 mil = R$ 48,0 mil/mês x 13 meses = R$ 624,0 mil/ano.
    Secretários parlamentares: 5 x R$ 6,8 mil = R$ 34,0 mil/mês x 13 meses = R$ 442,0 mil/ano
    Verba de gabinete (reembolsável): R$ 15,0 mil/mês x 12 meses = R$ 180,0 mil/ano
    Auxílio moradia: R$ 3,8 mil/mês x 12 meses = R$ 45,6 mil/ano
    Cota telefônica: R$ 0,5 mil/mês x 12 meses = R$ 6,0 mil/ano
    Cota postal(*): R$ 20,0 mil/mês x 12 meses = R$ 240,0 mil/ano
    Serviços gráficos: R$ 8,5 mil/ano
    Combustível: R$ 1,7 mil/mês x 12 meses = R$ 20,4 mil/ano
    Passagens aéreas(**): R$ 8,0 mil/mês x 12 meses = R$ 96,0 mil/ano.

    (*) Cota postal: Atribuí um valor médio estimado. Na realidade, o valor da cota postal varia, conforme o número de eleitores de cada UF. A menor cota postal vai para um senador do Amapá: R$ 4,0 mil/mês. A maior, logicamente, vai para um senador de São Paulo: R$ 60,0 mil/mês.

    (**) Passagens aéreas: Também atribuí uma média estimada. Essa cota varia de acordo com a localização de cada UF. Um senador do DF recebe R$ 4,3 mil/mês. Já um senador do Acre ganha R$ 16,0 mil/mês.

    SOMA: R$ 2.067.500,00 por ano, mais ou menos, a depender do local “representado” pelo excelentíssimo senhor fazedor de porra nenhuma.

    Multiplicando-se essa módica quantia por 81 parasitas, temos: R$ 167.467.500,00.

    Agora, em cima disso, é só colocar quanto custa a manutenção daquela babilônica instalação onde os 81 parasitas se dedicam a fazer porra nenhuma: energia elétrica, água, telefone, internet, computadores, pessoal de apoio, limpeza e manutenção de área, manutenção de equipamentos, carros, material de expediente, material de limpeza (imaginem o consumo de papel higiênico… afinal, m… ali é o que não falta), e por aí afora.

    Por baixo, estimo uns R$ 300,0 milhões por ano.

    Vale a pena gastar tanto com essa instituição de inutilidade pública?

  67. Daise said

    Por baixo, estimo uns R$ 300,0 milhões por ano. Elias

    Como nada vai mudar até 5 de Outubro, em São Paulo:

    Serra irá derrotar o Suplicy.
    Chega do “falso bobo” que em 23 anos nada fez por São Paulo. Suplicy beira o autismo….

    Serra vitorioso: : O dinheiro ( R$ 2.067.500,00) poderá ser finalmente bem aproveitado, rssss

  68. Daise said

    Dilma em pânico

    Ao testemunhar a dureza da sabatina no JN de hoje com o Aécio
    ela já pressente o que vai acontecer na quarta- feira…
    Bobagens em rede nacional podem tirá-la da disputa antes do tempo.

    A conferir

  69. Elias said

    Um senador brasileiro custa mais que um senador americano.

    E o senador mais caro do Brasil é o de São Paulo, por causa da cota postal.

    Na média, a cota postal de um inútil senador é de R$ 240,0 mil. Mas a cota postal de um inútil senador de São Paulo é bem maior: custa R$ 720,0 mil (R$ 60,0 mil por mês, pagos inclusive quando o inútil senador de São Paulo deixa de fazer porra nenhuma em Brasília, e vai fazer porra nenhuma em São Paulo).

    Não tenho dúvida quanto a que Serra aproveitaria bem esse dinheiro. Serra sempre aproveitou muito bem…

  70. Guatambu said

    Serra ou Eduardo Suplicy, se o Senado entrasse para o museu da política nacional, assim como esses dois e mais alguns deveriam ter entrado há muito tempo, faria um bem danado para o Brasil…

  71. Zbigniew said

    Parte da elite brasileira, aquela encastelada na estrutura de poder, que vai de empresários a políticos, jornalistas a profissionais liberais, magistrados a funcionários públicos e por aí vai, é extremamente refratária às mudanças na estrutura social. Aceitam muito bem a transferência de renda via programas pontuais supostamente filantrópicos tais como “Criança Esperança” ou “Teletom” (até se emocionam), mas, financiar programas sociais via impostos, aí não… aí tenham a santa paciência!
    Ô elitizinha complicada, sô!

    “Da Folha

    Cara, eu ganho. Coroa, você perde!

    Guilherme Boulos

    A elite brasileira é intransigente. Não aceita concessões, por menores que sejam. Qualquer pequeno incômodo é tratado como abalo sísmico por seus representantes no poder de Estado, na mídia e em seu habitat natural, o mercado financeiro.

    O inofensivo decreto 8.243 é acusado de bolivarianismo. Os gastos federais com assistência social, que correspondem a menos de 4% do Orçamento da União, são apresentados como perigoso risco fiscal. O governo petista não atacou nenhum de seus privilégios, mas quando Dilma sobe a Bolsa cai.
    (…)”

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/guilhermeboulos/2014/08/1496881-cara-eu-ganho-coroa-voce-perde.shtml

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: