políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Eleições_2014: continuam empatados

Posted by Pax em 20/10/2014

Um breve suspiro do link funcionando, mais um post para discussão sobre as eleições 2014.

Teremos uma semana tensa, uma final apertada, uma eleição emocionante do ponto de vista da disputa. Já do ponto de vista das propostas pouco sabemos de concreto, o jogo, como esperado, virou o lixo do: “meu corrupto é melhor que o teu”. Ambas propostas, em especial seus partidos, possuem farto noticiário de desvios polpudos do erário.

O Congresso eleito com quase 30 partidos exigirá um balcão de negócios maior que o já existente implicando num modelo de desvios ainda mais complexo, por tudo que já conhecemos do seu modus operandi.

Há fortes indícios que teremos mais 4 anos de um país patinando no século passado.

Anúncios

203 Respostas to “Eleições_2014: continuam empatados”

  1. Jose Mario HRP said

    Alguém soube o resultado das pesquisas IBOPE/Datafolha antes do povão:
    http://br.advfn.com/bolsa-de-valores/bovespa/petrobras-PETR4/cotacao

    Sabe quem está liderando?

  2. Patriarca da Paciência said

    http://www1.folha.uol.com.br/fsp/especial/191539-aecio-perde-batalha-da-verdade.shtml

    Veja aí o que diz um colunista da Folha, caro Pax,

    A coisa está muito longe dessa história de “meu corrupto é melhor que o seu”.

    Aécio é o pior com todas as letras, conforme o artigo de Ricardo Melo.

    Não adiante querer dizer que são mentiras fatos documentados em vídeos e folhas de papel.

    E não adianta também achar que uma mentira se tornará verdade se repetida mil vezes. Ela continuará a ser apenas uma mentira repetidas mil vezes.

    Aécio quebrou a cara, literalmente.

    Leia o artigo da Folha de São Paulo.

    “Insistência do tucano em chamar de “mentiras” fatos incontestáveis derrete sua própria credibilidade

    A frase atribuída ao nazista Joseph Goebbels -uma mentira repetida mil vezes se transforma em verdade- tem sido a resposta preferida do candidato Aécio Neves e sua equipe diante de críticas. O problema é quando a verdade, repetida mil vezes, continua sendo verdade, sem contraponto ou contraditório capaz de desmenti-la.

    O candidato tucano construiu uma pista de pouso em propriedade familiar. A chave da mordomia ficava na mão de parentes, os quais, aliás, ele empregou aos montes. Tudo documentado. Nenhum estudo, mesmo fabricado às pressas, provou a necessidade da obra. Isso não é uma questão íntima. É dinheiro público queimado para fins pessoais. Existe uma ação em curso, por improbidade administrativa. É um fato, não depoimento selecionado de delação desesperada, desculpe, premiada.”

    O artigo é bem mais longo, mas é todo ne mesmo tom.

  3. Elias said

    Dia desses vi o Aécio na TV, falando sobre o “programa” dele. Assunto: Saúde.

    Diz o Aécio que 74% da população está insatisfeita com o sistema público de proteção à saúde (o que é a mais pura verdade). Aí ele apresenta as “propostas” dele: vais construir não sei quantos “centros” de saúde, sendo tantos por ano… E por aí vai.

    Alguém precisa avisar pro rapaz que o FHC municipalizou o sistema público de proteção à saúde. O governo federal não tem mais estrutura pra isso.

    O que ele vai fazer? Vai paquidermizar ainda mais o Estado, restabelecendo a estrutura que o Collor começou a detonar e o FHC completou? A União vai passar a ter hospitais públicos, pronto socorros, etc., de baixa, média e alta complexidade? Quantas dezenas de milhares de servidores públicos ele vai contratar, pra operar essa infra que ele diz que vai implantar? Logo ele, um tucano que vive criticando o gigantismo do Estado…

    Sei não… Mas acho que o marqueteiro-chefe do PSDB deveria, pelo menos, se informar um pouco, antes de botar um monte de bosteira (mistura de besteira com… Vocês sabem…) que o papagaio tucano expele pela boca a todo momento…

    Do jeito que as coisas vão, quem tem pelo menos metade de um neurônio funcionando no separador de orelhas sente sua intelijumência insultada toda vez que o marionete tucano abre o bicão.

    Difícil imaginar tanta bosteira sedo excretada em tão poucos minutos.

  4. Elias said

    Na verdade, as “propostas” do Aécio para a área de saúde até fariam sentido numa eleição pra prefeito ou governador. Claro que seriam só papo furado (e defasado, do ponto de vista da política institucional), mas não deixariam de fazer algum sentido.

    O que o governo federal deveria fazer — e até agora nem tentou — seria reestruturar o sistema público de saúde, definindo competência para os Entes da Federação, em vez de manter esse saco de gatos que o FHC criou (e que o PT manteve na prática, embora reduzindo a ênfase no atendimento hospitalar).

    Na nova estrutura, os municípios até um determinado porte (50 mil habitantes, p.ex.), deveriam ser obrigados a se responsabilizar pelos atendimentos de baixa complexidade. Daí até um outro limite (tipo 200 mil habitantes), os municípios seriam obrigados a responder pelos atendimentos de baixa e média complexidade. Acima de 200 mil habitantes, os municípios teriam que se estruturar para atendimentos de baixa, média e alta complexidade.

    Já os estados manteriam apenas unidades de média e alta complexidade.

    Ou seja, o sistema teria o formato de círculos concêntricos. No centro, os atendimentos de alta complexidade. Os círculos exteriores formariam um sistema de filtragem, de modo a evitar que as unidades de alta complexidade se vissem assoberbadas com demandas que. mais apropriadamente, poderiam ser atendidas por estabelecimentos de baixa e média complexidade (na verdade, mais de 80% da demanda curativa pode e deve ser atendida por unidades de baixa complexidade).

    Qual seria, então, o papel do governo federal, nessa história?

    Três: (1) desenhar o sistema, definindo competências, áreas de abrangência, etc.; (2) financiar a implantação da nova estrutura; (3) auxiliar a manutenção da dita cuja.

    Uma vez criado o sistema, o governo federal poderia estabelecer linhas de financiamento que privilegiariam os Estados e Municípios que avançassem na adequação ao novo modo de operação, etc., etc., etc., como qualquer técnico da área está cansado de saber.

  5. Patriarca da Paciência said

    HRP,

    a resposta sobre a bolsa já veio, caiu drasticamente, sinal de que a coisa não anda boa para o aeciporto.

    Elias,

    o Aécio é mesmo só um “pastel de vento” como diz o Jack Wagner. Conteúdo zero, simples papagaiada e demagogia barata.

    Dessa vez a Dilma respondeu todas as mentiras e calúnias do caluniador. O papagaio estava totalmente tonto quando acabou o debate. Minha esposa até observou, “Nossa, até parece que ele ficou bem mais velho”.

  6. Patriarca da Paciência said

    Correção:

    A grafia correta do governador da Bahia é: Jaques Wagner

  7. Elias said

    ” implicando num modelo…”

    Entendi: “implicando UM modelo…”

  8. Elias said

    “Há fortes indícios que teremos mais 4 anos de um país patinando no século passado.” (Pax)

    Como se a honestidade dos políticos fosse característica deste século…

    Putz! (gíria do século passado)

  9. Jose Mario HRP said

    Como didaticamente foi demonstrado, o que o Aebrio disse sobre saude é só papo furado, depois ….esquece!
    Já a bolsa demonstrou que algo de ruim(pra eles) acontece!
    Vejamos mais tarde nos jornalecos televisivos e nos portais da PIG.

  10. Elias said

    HRP,
    A sensibilidade da cotação das ações do Petrossauro ao resultado das eleições é menor do que deseja boa parte dos analistas.

    Há um porradal de tempo que o ponto de resistência (maior preço possível), das ações do Petrodonte, se situa em torno de 22,00, enquanto que o ponto de suporte (menor preço possível), oscila ao redor de 18,00.

    Quando a cotação se aproxima do ponto de resistência, um monte de gente aproveita pra vender. Com o aumento da oferta, o preço cai.

    Reciprocamente, quando a cotação despenca, se aproximando do ponto de suporte, um monte de gente aproveita pra comprar. Com o aumento da demanda, o preço sobe.

    Esse é o jogo de curto prazo.

    Ao longo do tempo, os pontos de resistência e de suporte tendem a subir, porque se trata de uma empresa sólida, que opera em todos os melhores mercados, é líder no domínio da tecnologia de prospecção e produção em águas profundas, detém o controle sobre o mercado brasileiro, que é um dos principais mercados do planeta, e, pra completar, é detém o domínio sobre jazidas avaliadas em bilhões de barris, além de operar no filão de substitutivos, em especial o biocombustível. E etc.

    Daí o olho gordo de sabes bem quem, jorrando milhares de hectolitros de remela por minuto, implorando ao diabo por uma privatização…

    De qualquer forma, e exatamente por se tratar de uma empresa de grande solidez, a mobilidade dos pontos de resistência e de suporte é mínima, no curto prazo. E ela se relaciona muito mais à rentabilidade da empresa do que a eventos políticos.

    Em 2015, p.ex., provavelmente os pontos de resistência e de suporte vão se elevar, como consequência do realinhamento dos preços, e suas previsíveis repercussões sobre o lucro líquido da empresa. Verás que essa elevação será mínima. Mínima, mas consistente.

    Em resumo: a sensibilidade das ações da Petrobras em relação a eventos políticos ocorre sempre dentro dos limites dos pontos de resistência e de suporte. Esse é o espaço da especulação. É nele que os especuladores fazem a farra… Cria-se um factoide e, a partir dele, tenta-se sensibilizar ânimos de compra e venda.

    Aliás, se tiveres tempo pra checar, verás que a Petrobrás tende a apresentar baixa sensibilidade aos próprios índices da bolsa. Não tenho agora os dados, mas, até onde lembro, raramente essa sensibilidade quebrou a barreira de 0,7 (acima desse patamar a empresa é considerada “sensível”).

    Em outras palavras, no frigir dos ovos, o Petrossauro depende mais de si mesmo do que desse nhém-nhém-nhém quase sobrenatural dos cabos eleitorais que, no período das eleições, se travestem de analistas de mercado.

    Ou vice-versa…

  11. Elias said

    P.S.: Quando citei a barreira de 0,7, me referi ao grau de sensibilidade ao Ibovespa.

  12. Chesterton said

    Partidos totalitários em democracias constitucionais
    POR JOSÉ ANTÔNIO GIUSTI TAVARES | 19 OUTUBRO 2014

    Nas democracias constitucionais que funcionam com o sistema presidencial de governo, a representação política e o governo são constituídos por dois procedimentos senão diferentes pelo menos independentes entre si, ambos em eleições universais competitivas periódicas e regulares e com mandato por tempo determinado. Naquelas que funcionam com o sistema parlamentar de governo a representação política eleita pelo voto popular direto nomeia o governo que, diante dela responsável, exercita suas funções enquanto dela detém a confiança, contando, entretanto, com a faculdade contraposta de submetê-la a novas eleições. Nos dois casos são instituídos e funcionam efetivamente mecanismos de separação e de contenção recíproca entre os poderes constitucionais, bem como um Tribunal Constitucional, guardião supremo dos valores e dos preceitos constitucionais; e, em particular, no sistema parlamentar de governo institui-se a separação entre Chefia de Governo, responsável pela execução das políticas públicas, e a Chefia de Estado, responsável pelo equilíbrio da ordem constitucional. Enfim, na democracia constitucional toda autoridade pública é submetida, em princípio, a mecanismos de responsabilização pública; e os direitos individuais, incluído o direito à vida, à liberdade, à propriedade e à associação, são assegurados pela lei constitucional e pelo poder judiciário.

    Os mecanismos institucionais da democracia constitucional são eficazes, sem serem invasivos ou ofensivos, para assegurar o equilíbrio da ordem política e, nela, a liberdade e os direitos fundamentais do ser humano, sem o que não há sequer justiça social. São eficazes, mas são desarmados: são fios de seda, como os denominou Guglielmo Ferrero, o notável jurista, cientista político e historiador liberal italiano da primeira metade do século precedente. Mas fios de seda não permitem atar o dragão da maldade.

    Assim, em uma democracia constitucional e representativa, sobretudo quando erodida e fragilizada pela decadência de suas elites, bem como pela corrupção e pela desinformação políticas generalizadas, não só os partidos constitucionais, que se movem nos limites da ordem pública constitucional, mas aquela própria ordem, devem enfrentar o paradoxo de que se encontram com freqüência em inferioridade de condições frente aos partidos revolucionários totalitários que, participando da política institucional, não só não observam aqueles limites mas manifestamente, por suas proposições e por suas atitudes, atentam permanentemente contra aquela ordem.

    O paradoxo descrito decorre de quatro fenômenos evidentes.

    Em primeiro lugar, a democracia constitucional é a mais complexa e delicada dentre as formas políticas e muito dificilmente pode competir pela preferência do homem comum com o totalitarismo, que recorre a uma simplificação brutal da realidade política, substituindo a informação e a análise racional pelo apelo direto ao inconsciente e à emocionalidade de indivíduos mergulhados em situação de massas.

    Em segundo lugar, ao participarem da ordem política constitucional os partidos totalitários beneficiam-se das prerrogativas e dos recursos que ela confere, sem obrigar-se aos valores, às regras e aos limites que ela impõe e, sobretudo, sem abrir mão do comportamento revolucionário, conspiratório, insurrecional e golpista.

    Fora do governo mas, sobretudo, ao ocupá-lo, adotam simplesmente a estratégia leninista-trotskista da dualidade de poder, que consiste em conspirar pelo alto, do interior das instituições, e mobilizar de baixo, mobilizando camadas sociais disponíveis e receptivas e, enfim, gerando pressões societárias, inclusive armadas. Este é o caso exemplar, no Brasil, do Partido dos Trabalhadores e de seu braço armado, o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, como revela a Circular do Diretório Nacional na qual aquele partido justificava a sua recusa inicial de obrigar-se à Constituição de 1988, que consagrava as normas e as instituições da ordem constitucional estabelecida:

    “O PT, como partido que almeja o socialismo, é por natureza um partido contrário à ordem burguesa, sustentáculo do capitalismo. (…) rejeita a imensa maioria das leis que constituem a institucionalidade que emana da ordem burguesa capitalista, ordem que o partido justamente procura destruir”.

    Ainda em 1988, o atual governador petista do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, sustentou, com a sua conhecida competência doutrinária, na revista partidária Teoria e Debate (n°4,pp. 38-41), a estratégia leninista-trotskista da dualidade de poder:
    “…o partido deve responder às exigências de uma longa disputa pela hegemonia (…) com a construção de uma cultura política e de uma ideologia socialista em bolsões altamente organizados daqueles setores revolucionários, em direção a uma ruptura com o Estado burguês… com respostas dentro e fora da ordem (…), sob pena de limitar-se aos enfrentamentos na esfera política das instituições da ordem, sendo inexoravelmente sugado por ela”.

    A noção gramsciana, ultra-leninista, de hegemonia, muito difundida na América Latina, significa poder monopólico e é, portanto, absolutamente incompatível com o pluralismo político essencial à democracia constitucional.

    Alguém muito complacente poderia objetar às citações acima que elas pertencem ao ano de 1988 e que, entrementes, o partido e o político que as enunciaram podem ter alterado suas atitudes políticas. A objeção seria pueril mas respondê-la introduz a oportunidade de pontuar um princípio elementar.

    Partidos e homens públicos têm a responsabilidade de publicar não só as suas concepções e estratégias políticas, mas as revisões ou mudanças que, quanto àquelas, tenham feito. Em 1959, no Congresso de Bad Godesberg, o Partido Social-Democrata Alemão declarou, em um documento formal amplamente divulgado, que a partir daquele momento renunciava a qualquer tipo de confessionalismo político e, em particular, à noção de partido portador de uma teoria, exorcizando, assim, o fantasma do marxismo.

    O fato de que o PT ou mesmo qualquer de seus próceres jamais tenha revisto formal e publicamente as concepções originárias do partido, tendo mesmo recusado a comprometer-se com o pacto constitucional de 1988, revela que lamentavelmente está ainda viva a estratégia revolucionária totalitária que fora enunciada naquele ano. Ademais, ao longo dos doze anos do governo petista, as tentativas sucessivamente frustradas de violar os princípios, as normas e as instituições da democracia constitucional e representativa – entre as quais o Programa Nacional de Direitos Humanos III, de 2009, e a Política Nacional de Participação Social, de 2014 – demonstram claramente que não há ambigüidade que consiga ocultar o empenho continuado e cada vez mais radical, por parte do neocomunismo petista, de destruir a democracia representativa e constitucional edificada com tanto esforço, substituindo-a por uma democracia plebiscitária e totalitária.

    Em terceiro lugar, os cidadãos comuns, que participam dos partidos constitucionais ou com eles se identificam, partilham a sua dedicação, as suas energias e a sua lealdade entre múltiplas atividades e associações, entre as quais a política e os partidos possuem uma importância limitada, ocupando mesmo um espaço menor. Não há nessa atitude nada de errado. Ao contrário, como já Aristóteles observara, a participação política moderada constitui requisito fundamental da democracia constitucional, que o filósofo denominava simplesmente politéia. Contudo, pertence à natureza e à lógica dos partidos totalitários apelar para a participação e para a mobilização políticas permanentes, para o profissionalismo e para o ativismo revolucionários de tempo integral e, enfim, para a politização da totalidade das esferas da existência, incluídas aquelas mais íntimas.

    Enfim, em quarto lugar, a compreensão adequada dos valores sobre os quais está fundada a democracia constitucional e das normas e das instituições com as quais opera, bem como dos processos econômicos por referência aos quais se definem as políticas públicas e o comportamento dos partidos nas sociedades democráticas contemporâneas, exige dos indivíduos, em virtude de sua complexidade e sutileza, um nível muito elevado de discernimento intelectual, que se encontra normalmente fora do alcance da informação e do entendimento do homem comum.

    A rigor, a participação racional e responsável nas decisões democráticas exige do cidadão um nível relativamente elevado de informação factual, de saber contextual e de saber estrutural, que ele normalmente não possui. Sob tais condições, a democracia constitucional muito dificilmente pode competir pela preferência do homem comum com o totalitarismo, que recorre a uma simplificação brutal da realidade política e econômica, substituindo a informação e a análise racional pela ideologia, um “saber” de custo próximo de zero, que contém, por outro lado, um apelo direto à emocionalidade e ao inconsciente de indivíduos mergulhados em situação de massa.

    Enfim, o exercício da liberdade e da responsabilidade públicas, inerente à democracia constitucional, implica em assumir custos e riscos, requerendo dos indivíduos um grau pouco comum de segurança psicológica que lhes permita conviver com a incerteza. O recurso normal para reduzir a incerteza e os riscos é provido pela informação factual e pelos saberes contextual e estrutural, o que envolve custos imediatos e a médio e longo prazo, que os indivíduos que pertencem aos segmentos mais baixos da sociedade não podem assumir.

    Assim, para a maioria das pessoas, pouco capazes de conviver com a incerteza e suportar os riscos inerentes à liberdade pessoal e pública, a ideologia totalitária proporciona uma explicação omnicompreensiva da realidade e da história, que lhes restaura magicamente e a baixo custo a segurança; e o partido ou o movimento totalitário, que a interpreta nos diferentes casos, provê uma autoridade externa onipotente que retira daquelas pessoas o inquietante peso da liberdade de decidir.

    Diante desse desigual e insólito desafio as democracias constitucionais mais avançadas e sólidas armam-se com recursos previstos na lei constitucional, o mais importante dos quais é a proscrição de partidos políticos que promovem, estimulam ou apóiam processos conspiratoriais ou qualquer outra forma de violência política: a cláusula de constitucionalidade dos partidos, contida no art. 21, (2) da Constituição da República Federal da Alemanha e eficazmente aplicada pelo seu Tribunal Constitucional, é o exemplo de maior proeminência:

    “Os partidos que por suas finalidades ou pelas atitudes de seus partidários tentam desvirtuar ou eliminar o regime fundamental de democracia e de liberdade, ou pôr em perigo a existência da República Federal, são inconstitucionais”.

    É verdade que a Constituição Brasileira contém uma cláusula semelhante: o artigo 17 estatui, em seu caput, como requisito para a existência dos partidos políticos, a fidelidade ao “regime democrático”, ao “pluripartidarismo” e aos “direitos fundamentais da pessoa humana”, estabelecendo, no inciso II, “a proibição de recebimento de recursos financeiros de entidade ou governo estrangeiros ou de subordinação a estes”; e, enfim, no § 4º, veda “a utilização pelos partidos políticos de organização paramilitar”. Resta aplicá-lo.

    Se, entretanto, um supremo esforço de esclarecimento não conseguir persuadir o eleitor comum que a democracia constitucional, conquistada a duras penas mas perversamente disputada, deve ser preservada, quaisquer que sejam as suas vicissitudes – então, a manipulação populista de justos descontentamentos e o ilusionismo messiânico pavimentarão o caminho auto-destrutivo que, exaurido em Cuba, está sendo trilhado no continente sul-americano pela Venezuela, pelo Equador, pela Bolívia, pela Argentina e pelo Brasil.

    Não tenhamos ilusão. Eleições universais geram legitimidade democrática, mas não legitimidade constitucional. Como profetizou com acerto Alexis de Tocqueville, na ausência de sólidas e vigorosas instituições de representação política e de separação dos poderes constitucionais, incluindo a separação entre Chefia de Estado e a Chefia do Governo, bem como um Tribunal Constitucional, eleições plebiscitárias provêm a ante-sala do bonapartismo e da democracia totalitária.

    Enfim, eleições e reeleições plebiscitárias consecutivas provêm um claro e importante contributo a governos populistas totalitários empenhados em programas de redistribuição direta e ostensiva da renda nacional em benefício das populações pobres ou na linha da miséria. Aparentemente empenhados na eliminação da pobreza, esses governos têm clara consciência de que sua perpetuação no poder é alimentada pela pobreza e dela necessitam, do que decorre que, na realidade, empenham-se não em eliminar a miséria, mas em mantê-la estável e dependente, aguardando-a nas urnas. Sob tais condições é altamente improvável que eleições fortaleçam a democracia constitucional; ao contrário, há alta probabilidade de que contribuam poderosamente para destruí-la.

    A experiência histórica registra importantes casos em que o totalitarismo ocupou o Estado pela via eleitoral, entre os quais o fascismo italiano e o nacional-socialismo alemão, nenhum dos dois foi debelado pela força da sociedade que aprisionara; ao contrário, ambos foram eliminados pela derrota militar infligida de fora, por nações invasoras.

    José Antônio Giusti Tavares é professor de Ciência Política na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Pesquisador Associado no Centre d’Études et de Recherches Internationales, Fondation Nationale des Sciences Politiques, Paris, em 1985 e 1986. Guest Scholar em 1998, e Visiting Fellow, em 2002, do Helen Kellogg Institute for International Studies, Notre Dame University, Indiana, US.

  13. Chesterton said

    http://noblat.oglobo.globo.com/meus-textos/noticia/2014/10/uma-tremenda-molecagem.html

  14. Elias said

    Taí, no comentário 12, um texto bom pra se debater, copiado pelo Chester.

    Como todo texto escrito por professor, ele tenta soterrar as pessoas com uma profusão de títulos. Algo como: “Meu raciocínio é de excelente qualidade, porque sou professor de ciência política da universidade Fulana, pesquisador da universidade Sicrana, e sou isso e aquilo daqui e dali, etc., etc. Não se metam comigo!”.

    Esse tipo de gente me faz lembrar o Homem de Lugar Nenhum, do desenho animado dos Beatles…

    Vamos ver até onde esse papo do José Giusti Tavares tem algum sentido prático, para as finalidades com que foi escrito.

    Em primeiro lugar: o PT é ou não um partido leninista?

    Resposta: Não! Nunca foi.

    O texto que José Giusti transcreveu, do Tarso Genro, como o próprio Giusti declina, foi publicado na revista Teoria & Debate nº 4, de 1988, pp. 38-41.

    O que faltou dizer? Faltou dizer que, nessa época, Tarso Genro era militante do Partido Revolucionário Comunista, o PRC, uma dissidência do PC do B, que rompeu com sua matriz a partir do debate sobre a Guerrilha do Araguaia. No desdobramento, o PRC romperia com o stalinismo. Em seguida, seus militantes romperam com o próprio marxismo e dissolveram o partido.

    No Brasil, coisa que não falta é político que iniciou sua militância política em organizações marxistas e, posteriormente, romperam com esse posicionamento ideológico: de Carlos Lacerda a Fernando Gabeira, a lista é interminável… Tarso Genro é só mais um…

    Também faltou dizer que o posicionamento de Tarso Genro, como militante do PRC, nunca foi representativo da orientação ideológica predominante no PT. O PT sempre foi um partido não-marxista, muitíssimo mais influenciado pela Doutrina Social da Igreja Católica (tal como formulada pelo Papa Leão XIII), do que por pensadores marxistas.

    O PRC, grupo a que pertencia Tarso Genro em 1988, era uma corrente minoritária dentro do PT, com pouca ou nenhuma influência nas decisões partidárias… Como eram minoritárias correntes como a Convergência Socialista, grupo a que pertencia o rosnante Reinaldo Azevedo — aliás, outro que abandonou o marxismo, embora continue rosnando e babando ódio, como nos tempos em que, possuído pela doença infantil, esquerdizava no PT.

    Se tomasse por base um texto escrito pelo Reinaldo Azevedo em 1988, será que o Giusti concluiria que RA ainda hoje é um ativista marxista-leninista-gramsciano?

    A concepção leninista de sociedade, classe social e partido, é bem clara. Acha-se absolutamente bem explicitada há quase 100 anos. Por um mínimo respeito à inteligência alheia pessoas como esse Giusti deveriam ser mais cuidadosas.

    O partido leninista é, sempre, um partido de quadros. Nunca um partido de massas. Se é partido de massas, não pode ser um partido leninista, porque a condição de partido de massa implica uma ruptura com a concepção de sociedade e de classe proposta por Lenin, e, em consequência, inviabiliza os objetivos, a estratégia e a tática do partido leninista.

    Admiro a tentativa do Giusti em ajudar a campanha do Aécio, mas o texto dele é pouco mais que uma vigarice… Alguém com tantos títulos acadêmicos deveria zelar um pouco mais pela própria reputação intelectual…

  15. Daise said

    RIR DA DILMA É O MELHOR REMÉDIO

  16. Daise said

    Aécio recebe relatório detalhado sobre delações de ex-diretor da Petrobras e doleiro

    http://g1.globo.com/politica/blog/blog-do-camarotti/1.html

  17. Daise said

    CAF virou traíra?

    “Uma mentira repetida mil vezes vira uma Dilma” @ConversaAfiada

  18. Patriarca da Paciência said

  19. Patriarca da Paciência said

    Eu tenho acertado umas poucas e boas. Disse que o Barbosão ia acabar por conseguir o registro na OAB mas o recado já estava dado, “olha cara, você não é bem vindo aqui”.

    “Ao conceder o registro a Barbosa, a Comissão de Seleção da OAB-DF avaliou que a postura de Barbosa em relação aos advogados foi “lamentável”, mas entendeu que Barbosa preencheu os requisitos para ter a reativação do registro da OAB. Na decisão, o conselheiro Maximiliam Patriota Carneiro, relator do processo de registro, disse que os fatos relatados na impugnação “retratam absoluta falta de verniz, de postura lhana, do impugnado, quando se reportava à classe dos advogados”.
    Ele afirmou ainda que era “lamentável” a postura de Barbosa e que ele “flertou com a ilegalidade”. Mas, para o relator, os fatos não se enquadram no conceito de inidoneidade. Assim, o pedido de reinscrição foi acolhido.”
    http://g1.globo.com/politica/noticia/2014/10/oab-df-decide-conceder-registro-de-advogado-joaquim-barbosa.html

  20. Zbigniew said

    O crédito por ter tirado o país do mapa da fome (segundo a própria ONU) não poderá ser afastado do PT. Lula foi responsável por colocar a fome no centro do debate político e Dilma por continuar tal ação. O conservadorismo não pode vencer essa eleição. Não é de sua essência a sensibilidade social.

  21. Patriarca da Paciência said

    Vejam só este vídeo onde o Chesterton, inspirado pela Deise Delirante, expõe toda a sua profunda filosofia:

  22. Patriarca da Paciência said

    Este pobre homem do vídeo é o resultado de uma mente fraca bombardeada por telepastores e telejornais todos os dias.

    E olha que podem ser encontrados mutos pobres seres delirantes como esse aí !

  23. Daise said

    PT PREOCUPADO COM EVENTUAL DERROTA

  24. Patriarca da Paciência said

    “A menos de uma semana para as eleições, o Datafolha apresentou um quadro de virada de Dilma, que, em votos válidos, passou de 49% para 52%, enquanto Aécio caiu de 51% para 48% das intenções. Além disso, a rejeição do tucano pela primeira vez superou a da presidente, saltando de 38% para 42%, contra uma queda de 42% para 39% no caso de Dilma. A avaliação positiva do governo atual também melhorou, atingindo os 43%, maior nível desde as manifestações de junho do ano passado.”
    (247)

  25. Chesterton said

    http://www.alertatotal.net/2014/10/policiais-federais-injuriados-com-dilma.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+AlertaTotal+%28Alerta+Total%29

  26. Daise said

    QUEM CONHECE LULA VOTA EM AÉCIO

  27. Daise said

    QUEM CONHECE O PT VOTA NO AÉCIO

  28. Pedro said

    Virou putaria…

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/10/1535588-bb-dribla-regra-ao-emprestar-para-amiga-de-chefe-do-banco.shtml

    Deve ser uma nova política social.

  29. Daise said

    Pra pensar…

    Numa eleição disputada, com um número alto de brancos e nulos, qualquer candidato vencedor não terá sido votado pela maioria.

    Tolinho e Dilminho ( agarromeu) estão dispensados de pensar. rsrsrs

  30. Daise said

    Pra pensar…(2)

    E a vida real, presidente?
    Avida real começa na próxima segunda-feira.
    O presidente eleito deverá enfrentar um cenário de emergências urbanas e rurais.

    21/10/2014 – 16h16
    José Casado, O Globo

    Avida real começa na próxima segunda-feira. O presidente eleito deverá enfrentar um cenário de emergências urbanas e rurais. Seus efeitos só podem ser parcialmente mitigados, mas, se não houver eficiência na resposta imediata, poderá resultar em pesado ônus político logo na estreia do novo governo.

    Falta água em uma de cada três cidades brasileiras. Das margens do Tietê, em São Paulo, até à beira do Riacho do Sangue, no interior do Ceará, sobram sol, plantações dessecadas, desemprego na agroindústria, torneiras sem água e esperança com arribações de verão.

    As chuvas não devem demorar, mas serão insuficientes para assegurar a reposição dos reservatórios do Sudeste e do Centro-Oeste até o nível mínimo (42%) necessário para garantir o abastecimento de energia — avisam diferentes institutos meteorológicos.

    Significa que o presidente eleito no domingo corre o risco de atravessar o primeiro semestre de 2015 no papel de gerente de um racionamento de água e de energia no Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. Crises dessa natureza costumam impor um alto custo político aos governantes de plantão.

    Aécio Neves e Dilma Rousseff sabem que racionamento de energia ainda não aconteceu porque caiu o consumo nacional, em decorrência da estagnação da economia e da grande elevação nas tarifas cobradas à indústria, o maior consumidor.

    Não há discurso que resolva a seca na Bacia do São Francisco, fonte de abastecimento para 521 municípios (10% do território nacional), ou o esgotamento dos reservatórios de usinas hidrelétricas no Paraná, em São Paulo e em Minas Gerais. Em outubro do ano passado estavam cheios em mais da metade. Agora, a água disponível mal ultrapassa 20% da capacidade de armazenamento.

    A abstração da crise de água para consumo humano e produção de energia, assim como o caos no sistema saúde e saneamento público, foi um dos aspectos mais curiosos dessa campanha eleitoral caracterizada por golpes abaixo da linha do intelecto.

    A cinco dias da votação os eleitores não têm a menor ideia de como o próximo presidente imagina fazer para lidar com:

    a) a escassez de água nas torneiras e nas usinas hidrelétricas;

    b) a crise no Sistema Único de Saúde, do qual dependem oito em cada dez brasileiros. Ela está no topo das prioridades do eleitorado e produz uma rotina de matança nos pronto-socorros (no atendimento do Hospital de Urgências, de Teresina, registraram-se seis mortes por dia no primeiro trimestre);

    c) o déficit de saneamento básico, que adiciona à superlotação dos hospitais um contingente de 700 mil novos pacientes por ano. Oito em cada dez projetos federais anunciados há quatro anos, por exemplo, não saíram do papel.

    Como não se sabe se Aécio e Dilma têm propostas para lidar com essas emergências nacionais, cujas características são doenças em disseminação, mortes no atacado e destruição econômica, resta uma possibilidade: talvez ainda não tenham conseguido enxergar o problema.

    Tolinho e Dilminho ( agarromeu) estão dispensados de pensar. rsrsrs

  31. Daise said

    ENQUANTO ISSO: PETROBRAS É REBAIXADA ( CREDIT SCORE)

    Desnecessário dizer que Tolinho e Dilminho estão dispensados de entender

  32. Jose Mario HRP said

    Se a Dilmma perder, que será , que será, ma sabemos que o trabalhador precisa DOS GOVERNOS NOS DEFENDEDO.
    SO TRABALHADOR. ENGENHEIRO, E QUE SEMPRE ESTEVE COM NOSSOS IRMÃOS, TRABALHADORES.
    nÃO SOU DEUS NEM MEDICO. SOU PROLETÁRIO, GENTE COMUM DO PAÍS….
    DO BRASIL

  33. Daise said

    #28 Pedro

    E a “pasta Rose” a AMANTE do lula ? Financiada pelo contribuinte?

  34. Daise said

    E par agradar ao Pax…agora temos a “pasta gleise”,
    a mulher do homem que engole raio leise.
    Sim. Paulo Bernardo…aquele! dos 2 03 G dizendo que é 3.0.

  35. Jose Mario HRP said

    Com a força do meu POVO!
    http://tijolaco.com.br/blog/?p=22343

  36. Jose Mario HRP said

    O KC 390 ESTA LIVRE ON BOARD.
    http://www.aereo.jor.br/2014/10/21/embraer-apresenta-o-aviao-de-transporte-militar-kc-390/
    O Brasil liderando……………

  37. Daise said

    Eis dilminho em dilmes castiço.

    Se a Dilmma perder, que será , que será, ma sabemos que o trabalhador precisa DOS GOVERNOS NOS DEFENDEDO.
    SO TRABALHADOR. ENGENHEIRO, E QUE SEMPRE ESTEVE COM NOSSOS IRMÃOS, TRABALHADORES.
    nÃO SOU DEUS NEM MEDICO. SOU PROLETÁRIO, GENTE COMUM DO PAÍS….
    DO BRASIL

    Mais um incompetente necessitando do governo…Bolsa engenheiro petista?

  38. Jose Mario HRP said

    Gayse…………….vai dormir..girl!!!

  39. Daise said

    O KC 390 ESTA LIVRE ON BOARD.

    http://www.aereo.jor.br/2014/10/21/embraer-apresenta-o-aviao-de-transporte-militar-kc-390/

    O Brasil liderando……………

    ESCLARECENDO A BEBEDEIRA:

    A EMBRAER FOI PRIVATIZADA, dilminho

    O PT criticou e o ENGENHEIRO dilmnho diz asneiras …

    e ainda se vangloria do sucesso da privatização da Embraer!

    MENAS!

  40. Daise said

    Aécio ‘não é homem sério e de respeito’, afirma Lula em Pernambuco

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/10/1536034-aecio-nao-e-homem-serio-e-de-respeito-afirma-lula-em-pernambuco.shtml

    Mas a Dilma, ao contrário, é um homem sério e muito respeitada….se vc me entende.

  41. Jose Mario HRP said

    Burrinho pocotó….
    O exercito brasileiro, a FAB e a Marinha , de forma conjunta, limigtrogfrre pouco diotado, fizeram o projeto, e depois como voce gosta, lideraram o projeto na Embraer, do que queriam para um substituto ao velho avião da USA force.

    Todos beberam nas fonres doITA!
    E voce, bode sem cornos, bebeu na teta do Reinaldão/Veja.
    Milk men, do blowjob, linckink job da direita!

  42. Jose Mario HRP said

    É a mulher!

  43. Patriarca da Paciência said

    Este aqui também vota no Aécio:

  44. Jose Mario HRP said

    http://www.brasil247.com/pt/247/parana247/157775/Blog-sugere-ligação-entre-Álvaro-Dias-e-Youssef.htm

    iiiiiiiiiiiiiiii…ALVARO DIAS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    BOM CABELO….

  45. Patriarca da Paciência said

  46. Patriarca da Paciência said

    Silas Malafaia também vota no Aécio:

  47. Pax said

    Bem, Dilma com 52%, Aécio com 48%, confirmado em duas pesquisas.

    Sabemos que pesquisas nem sempre acertam, mas o caminho parece definido.

    Erros, acertos, os candidatos foram livres para escolherem seus rumos. Quer dizer, candidato porcaria nenhuma, os marketeiros.

    Mas continuo votando nulo. Esses dois não me representam.

    E, sim, mais 4 anos de século passado à frente, indepentende de quem ganhar.

    Na questão verde, um bom texto:

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/marceloleite/2014/10/1534492-o-vermelho-e-o-verde.shtml

  48. Pax said

    correria danada do lado de cá… desculpem-me a ausência.

  49. Daise said

    A PERGUNTA PENSAMENTO DO DIA

    A pergunta não é: vale a pena votar nulo?
    A pergunta é: quem vai votar nulo para a presidenta?

  50. Jose Mario HRP said

    Agora a conversa é voto nulo?
    Vota nulo então!
    Ou muda para o Uruguay, Suiça, Belgica……., que também tem eleições…..
    E partidos envelhecidos e soluções do séc XXI, que deram no que deram, estagnação, ZZZZZZ…
    Nem construimos um apís ainda com mais justiça social e distribuição de renda e a gente “inteligente” com esse ar de enfado?
    A falta de compromisso de alguns me dá tédio…….
    Aqui algo que me remete a um tempo em que eramos felizes , embora o inimigo nos rondasse com armas na mão:

  51. Guatambu said

    Por mim a Dilma poderia continuar eleita, desde que o país vivesse eternamente em clima de eleições.

    Como tá fácil especular na bolsa desse jeito!

  52. Elias said

    Do jeito que a legislação eleitoral brasileira está estruturada, o voto nulo só expressa rejeição no 1º turno. No segundo turno, o voto nulo funciona, na prática, como “voto envergonhado”, ou “voto involuntário” em quem estiver por cima. Quando há apenas dois candidatos, quem vota nulo está, de fato, votando em quem estiver liderando a votação.

    Assim sendo, o voto nulo acaba se equiparando ao voto em branco, o que é uma aberração, porque as intenções são absolutamente diferentes. O voto em branco equivale dizer: “o que vier eu aceito”, enquanto que o voto nulo diz: “não aceito nenhum dos dois”.

    Isso só deixará de acontecer se a legislação eleitoral for modificada, fazendo com que os votos nulos passem a ser computados no segundo turno. Aí, sim, o voto nulo passaria a expressar a rejeição a ambos os candidatos. Nesse novo quadro, se nenhum dos dois conseguisse a maioria absoluta dos votos computados (mais de 50%), seriam convocadas novas eleições.

    É mais um assunto para a reforma política, que jamais foi debatida seriamente neste país.

    Isso posto (disse a galinha, olhando o ovo), devo dizer que não acredito que o Pax vai votar nulo, principalmente com a Dilma liderando as pesquisas.

    Primeiramente, porque seria inconsequência. O Pax passou os últimos 2 ou 3 anos disparando pelo menos 2 porradas diárias no PT. Absurdo que, agora, por omissão, ele contribua para a vitória da Dilma.

    Segundamente, porque a candidata do coraçãozinhozinho do Pax está atuando como uma jagunça do Aécio. Da noite pro dia, ela se tornou amiga de infância do PSDB… (Enfim, ela está sendo sincera. Desde 2010 que venho dizendo que Marina nada mais é do que uma linha auxiliar do PSDB. Agora ela resolveu sair do armário — do que resultou a debandada de uns bons 35% dos seus eleitores que, iludidos, a acompanharam quando ela saiu do PT…).

    Agora, divorciada de sua “base firme”, mas se esforçando loucamente na campanha do Aécio, talvez a nossa querida Osmarina se credencie a disputar uma vaga como vereadora à Câmara do próspero município de Tarauacá, no Acre. Afinal, são menos de 40 mil habitantes. Não é possível que ela não consiga enganar alguns por lá…

    Já o Pax, está apenas com vergonha de dizer que vai seguir a orientação da Osmarina… Vai votar no Aécio, claro! A relutância dele em admitir publicamente mantém a escrita: muro sempre foi o poleiro preferido pelos tucanos…

  53. Elias said

    E parece que a escrita se mantém: o PSDB perdeu duas eleições para o cadáver insepulto do PT.

    Agora, se prepara pra perder a primeira eleição pra caveira e o esqueleto…

    Minha recomendação: o PSDB deve mudar o mascote. Em vez de tucano, o mascote do PSDB deve ser um burro.

    Melhor: uma queixada de burro!

    E a Editora Abril? Sem acesso às burras da viúva, vai continuar se “reestruturando”? Vai ou não reduzir as unidades de negócio de 5 pra 2? Que tal um bolão, pra advinhar quando vai ser a próxima “reestruturação empresarial” do Grupo Abril?

  54. Elias said

    Há alguns dias, na minha casa, um aparelho de tevê estava sintonizado na Globo News.

    Aí apareceu uma entrevista interminável com o Anderson Silva.

    Um amigo de meu filho caçula (13 anos), perguntou: “Por que essa entrevista? Ele tá voltando pra gaiola?”

    Ao longo da entrevista, foi revelado que o “Aranha” só deverá voltar à gaiola no próximo ano.

    Aí meu caçula disparou: “Já sei! Essa entrevista está preparando o clima pro Aranha subir no palanque do Aécio, na semana que vem.”

    Não deu outra!

    A Globo está mesmo perdendo o traquejo.

    Não consegue mais enganar um garoto de 13 anos…

  55. Guatambu said

    Elias,

    Vc acredita que o resultado dos governos vai ser tão diferente assim?

  56. Elias said

    Guatambu,
    Não. Não seriam muito diferentes.

    Mas o PT leva vantagem numa porção de coisas.

    Uma: o PT é infinitamente mais eficaz que o PSDB no combate à miséria.

    Outra: o PT também se mostrou mais eficaz que o PSDB no controle da inflação: durante o governo FHC a inflação já estava voltando com tudo. O governo petista brecou a dita cuja e a manteve no cabresto curto. Ao longo dos seguintes 12 anos petelhos, o máximo que ela chegou foi à metade do que era no fim do governo FHC.

    Mais outra: o PT expandiu a oferta de ensino superior numa escala que não dá nem pra comparar com o raquitismo do PSDB. Além do mais, criou condições estruturais (leia-se: disponibilidade de recursos) para a melhoria do ensino básico (é só comparar o FUNDEF do FHC com o FUNDEB a partir do 2º mandato do Lula…).

    E por aí afora…

    A melhor demonstração de que as políticas implementadas pelo PT são mais eficazes, é o próprio discurso do Aécio. No mais das vezes, ele se limitou a dizer que iria “expandir” os principais programas petistas, que ele passou a considerar como “programas de Estado” e não “programas de governo”.

    É um troço até agradável de se ouvir, mas… O fato é que isso constitui o mais ostensivo reconhecimento de que, no terreno da formulação, o PT simplesmente engoliu o PSDB, que se declara publicamente incapaz de propor algo diferente.

    Sinceramente, não acho que isso seja bom. Eu ficaria mais satisfeito se o PSDB fosse capaz de propor algo diferente, dando, assim, ao eleitor, a oportunidade de realmente fazer escolhas.

    Não tem sentido o eleitor votar num candidato de oposição, que só consegue prometer que vai “expandir e melhorar” o que o governo já está fazendo.

  57. Elias said

    Chester,
    Outra questão do vestibular da tua universidade. Língua portuguesa.

    No período: “Na cabeça de muita gente firmou-se uma certeza: a de que Osmarina jamais fora sincera.”, a oração “a de que Osmarina jamais fora sincera”, é uma oração subordinada substantiva…

    (a) Apositiva
    (b) Bepositiva
    (c) Cepositiva
    (d) Depositiva
    (e) Enegativa

  58. Patriarca da Paciência said

    E a bolsa desistiu de fazer terrorismo eleitoral. Hoje está em alta. Também, o melhor´ negócio que pode existir no momento é comprar ações da Petrobrás Se eu tivesse um bom dinheiro disponível, investiria todo em ações da Petrobrás.

    Lembro que à época da primeira eleição do Lula, o dólar chegou a R$ 3,94 e o Mário Amato anunciou que, em caso de vitória do Lula, pelo menos 800 empresários deixariam o Brasil.

    O Lula foi eleito, nenhum empresário deixou o Brasil e o dólar chegou a cair para R$ 1,70.

    Com a eleição da Dilma o dólar chegou a máximo de R$ 2,50 e, até agora, a única pessoa que anunciou que deixaria o Brasil em caso de vitória da Dilma foi o Lobão.

    Lobão vai fazer alguma falta ?

    Vai Lobão, vai. Vai ser vizinho do Joaquim Barbosa em Miami.

    A ausência dos dois será muito bem vinda !

  59. Daise said

    SABE NADA

    Não conte para ninguém, mas Bovespa sobe porque reflete a pesquisa encomendada por um banco.

  60. Guatambu said

    Elias,

    Eu concordo contigo, o PSDB agregou muito pouco em termos de propostas.

    Concordo contigo também que o PT foi mais eficaz em políticas sociais.

    Mas… (sempre tem o mas, né)

    Eficácia é diferente de eficiência. Eu não vejo como o PT pode tornar mais eficiente a máquina pública.

    Para esse objetivo é necessário alternância de poder. Deve haver uma competição na prática, não só na retórica eleitoral.

  61. Elias said

    Guatambu,
    Pra mim, o melhor seria um governo que tivesse como prioridade a redução da dependência da economia brasileira em relação ao diabo das commodities.

    Há alguns dias nós conversamos sobre isso, aqui no blog do Pax. Falamos sobre o fato de que o Brasil só começará a sair da crise quando as exportações de commodities brasileiras forem retomadas.

    Como só podemos vender se alguém comprar, segue-se que a economia brasileira só voltará a crescer quando seus principais clientes voltarem a importar o que o Brasil exporta. Disso resulta que o Brasil retomará o crescimento somente DEPOIS que seus principais parceiros voltarem a crescer. Ou seja: rabeira da fila…

    No mesmo dia em que a gente escreveu sobre isso, numa das listas do PolíticAética (ou foi no dia seguinte, sei lá!), apareceu o Mantega na tevê, fazendo apelos aos parceiros do Brasil, no sentido de que estes retomem as importações.

    Claro que não dá nem pra imaginar a economia brasileira sem a exportação de commodities, mas já passa da hora do Brasil ter uma política direcionada ao fortalecimento do mercado interno, por meio do estímulo ao micro, pequeno e médio empreendimento. No meu bestunto, creio que algo nessa linha daria, adicionalmente, um enorme impulso no combate à miséria, e, o que é melhor, gradualmente engavetaria esses programas compensatórios de repasse de renda a famílias pobres.

    Em vez de dar renda, se daria emprego, para que — este sim! –, proporcionasse renda.

    Uma família que melhora seu nível de vida porque se tornou beneficiária de uma transferência governamental, é uma família pedinte. Se, em vez disso, essa família alcança melhores níveis de vida porque passou a participar do processo produtivo, ela deixa de ser pedinte. Passa a ser uma família cidadã. Há muito mais dignidade nisso.

    Pode ser ingenuidade minha, e ingenuidade política é território do Pax, no qual não meto (epa!!!) o bedelho, mas…

  62. Elias said

    Guatambu,
    De fato, usei o termo “eficácia” (capacidade de alcançar metas), e não “eficiência” (bom uso de recursos), propositadamente.

    Mas, vê lá: alternância de poder também não garante eficiência na máquina pública…

    Aliás, não custa lembrar que a alternância de poder não é vaca sagrada da democracia (exceto na cabeça do Pax, certo?).

    Na democracia, o que interessa é o processo democrático.

    Se o processo democrático é observado, respeitado, continuamente aperfeiçoado, os objetivos da democracia estarão sendo alcançados, independentemente da ocorrência ou não da alternância de poder.

    Nem poderia ser diferente, até porque democracia é processo.

    Exemplo: Suécia. Os socialdemocratas (que, aliás, se intitulavam socialistas), permaneceram no poder ininterruptamente por mais de 40 anos, sem comprometimento do processo democrático. Eles simplesmente venciam as eleições.

    E, nesse período, a Suécia avançou enormemente na eficientização do Estado, no combate à corrupção, etc.

    Se a eleição presidencial de 2014 fosse vencida pelo Aécio ou pela Marina, o Estado brasileiro se tornaria menos corrupto? Ou mais eficiente?

    Duvido!

    E, no entanto, teria ocorrido alternância de poder, né?

  63. Daise said

    ERA MENTIRA

    Advogado de Youssef nega que ele tenha operado para o PSDB, desmente depoimento de ex-laranja de doleiro e pede acareação
    Postado:Wed, 22 Oct 2014 16:58:36 +0000
    Por Ricardo Brandt e Fausto Macedo, no Estadão.

    A defesa de Alberto Youssef informou que vai apresentar ainda nesta quarta feira, 22, à Justiça Federal em Curitiba (PR) um pedido de impugnação do depoimento de Leonardo Meirelles – suposto testa de ferro do doleiro nas indústrias farmacêuticas Labogen. Em depoimento na segunda feira, 20, Meirelles afirmou que ele mantinha negócios com o PSDB e com ex-presidente nacional do partido senador Sérgio Guerra (PE), morto em março.

    O criminalista Antônio Figueiredo Basto, que defende Youssef, disse que pedirá ainda uma acareação entre os dois – o doleiro e Meirelles são réus em um dos processos da Operação Lava Jato, sobre superfaturamento nas obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. “Meu cliente afirma peremptoriamente que nunca falou com Sérgio Guerra, nunca teve negócio com ele e nunca trabalhou para o PSDB”, afirmou o criminalista Antônio Figueiredo Basto. “Estamos pedindo uma impugnação do depoimento do Leonardo e uma acareação entre eles.”

    Meirelles é apontado como laranja de Youssef no laboratório Labogen, indústria de remédios que estava falida e que o doleiro usou para tentar conquistar um contrato milionário com o Ministério da Saúde, na gestão do então ministro Alexandre Padilha, para fornecimento de medicamentos. Segundo o Ministério, o contrato não chegou a ser assinado. O negócio teria sido intermediado, segundo a PF, pelo deputado federal André Vargas (sem partido-PR), que foi flagrado usando um jato pago pelo doleiro. Meirelles afirmou à Justiça Federal, em audiência da segunda feira, 20, que Youssef trabalhava também com o PSDB, além dos partidos PT, PMDB e PP.
    Ele disse ter ouvido o doleiro citar o nome de Guerra em uma conversa telefônica e ainda citou “um outro parlamentar” tucano da mesma região do doleiro.

  64. Daise said

    JOÃO VACCARI NETO: o tesoureiro de confiança

    A petista Dilma Rousseff ficou visivelmente irritada quando o tucano Aécio Neves lhe perguntou se ela mantinha a confiança em João Vaccari Neto, tesoureiro do PT, que ela nomeou membro do conselho da Itaipu. Segundo Paulo Roberto Costa e Alberto Yousseff, ele é peça-chave no esquema criminoso montado para assaltar a Petrobras.

    Pois bem: Marcelo Mattos informou na VEJA.com, ontem, que esse chefão petista, que já se envolveu em outras operações suspeitas do partido, exerce uma função importante na campanha de Dilma: documento obtido pelo site mostra que o tesoureiro foi nomeado delegado da campanha da petista e tem a função-chave de representar a candidata no Tribunal Superior Eleitoral. Goza de tal autonomia que tem a prerrogativa de fazer petições e assinar as credenciais dos fiscais da coligação.

    Eis aí: vocês acham o quê? Se Dilma for reeleita, será que ela tomará efetivamente as devidas medidas na esfera administrativa para que novas quadrilhas não operem na Petrobras, ou, sabe-se lá, para que a mesma não continue operando? Sim, meus caros, há duas esferas de atuação: a da Justiça, que não depende do chefe do Executivo, e aquela de natureza funcional: criar mecanismos para que as empresas estatais não sejam assaltadas por grupos de pressão.

    Bem, Vaccari, hoje o principal implicado num esquema que a própria Dilma disse existir, é um dos chefões de sua campanha eleitoral. Digam às galinhas que a raposa é boa-praça. Isso é apenas um emblema de como os companheiros veem a coisa pública e das escolhas morais que fazem.

    Em comícios por aí, os petistas dizem que seus adversários fazem contra eles uma campanha de ódio. Pois é… Lembro aqui que, no governo Itamar Franco, Henrique Hargreaves, então seu chefe da Casa Civil, foi acusado de envolvimento em negócios suspeitos. Itamar não hesitou: afastou-o do cargo enquanto durou a investigação. Constatada a sua inocência, ele voltou. E olhe que Itamar estava afastando seu braço-direito da pasta mais importante do seu governo.

    No caso de Vaccari, estamos falando da tesouraria de um partido, do conselho de uma estatal e de uma função na coordenação de campanha, postos, em tese, bem menos importantes. Mas quê… Vaccari vai ficar lá.

    Os petistas preferem xingar os adversários.

  65. Guatambu said

    Elias,

    Em relação ao seu comentário 61, não tenho como discordar. Infelizmente o Brasil ainda está encantado pelos benefícios sociais que foram alcançados, e os políticos, como sempre não estão antecipando necessidades… pelo jeito querem surfar essa onda até a barriga raspar na areia. Estamos caminhando para isso.

    Em relação ao seu comentário 62, eu entendo que a alternância de poder não traz necessariamente maior eficiência.

    É uma possibilidade.

    Mas, dadas as mesmas bases: objetivos similares, propostas similares; a única maneira de estimularmos a eficiência é aumentarmos a competição.

    Eu não posso esperar que o PT, por si só torne-se mais eficiente fazendo o que faz, do jeito que faz.

    Daí a ideia de alternância de poder.

  66. Pax said

    Li só os dois primeiros e parei no ponto que o caro Elias, o cara que vê tudo, me acuso de vergonha de seguir a Osmarina…

    pois bem, vemos lá…

    Quando acho que as opiniões são bem feitas eu admito, sim. E uma delas é esse erro da Marina.

    Para mim a única chance que ela tinha era seguir o rumo da criação da Rede, aguentar o tranco, perder 3 eleicões, montar o partido, capilarizar, enfim, seguir seu rumo.

    Quando se aliou com Campos já achei meio estranho mas até entendi. Quando o cara morreu e ela foi alçada, catapultada e logo depois coloca de vice (ela não, o PSB e ela aceita) um ruralista, aí a porca torceu o rabo de uma vez.

    Não, caro Elias, fica até feio você dizer que eu faço isso, voto naquilo, etc. Qual é meu amigo? Tá me patrulhando?

    Não, não voto no Aécio nem que a vaca tussa.

    Mas…

    Não voto na Dilma também. Chega, deu o que tinha que dar o PT.

    Nem coloquei ainda porque perdi o bonde, mas a história da Gleisi, bonitinha e valente Gleisi, bonitinha mas…. bem, segundo a fofocaria das delações que livram, bem, a moça embolsou uma bufunfa, assim como o Sérgio Guerra, que defuntou melecando tudo em volta.

    Daqui a pouco chegam no fim da conexão Londrina, e aí vai outro quadro do PT, esse que a gente desconfia dos porquês que as coisas não falam, não conectam e ninguém toma multa nenhuma, essas coisas que a gente não consegue entender.

    Mas no fundo, no fundo nos mostram que o partido avinagrou, não tem mais quadros.

    Dilma? Olha, não fosse ela andar aos beijos com a Katia Abreu e beijar a mão do Edir Macedo, confesso que nem acho ela a mais envolvida nas questões que a alta cúpula se meteu — e se fartou — só acho ela pouco competente mesmo. Bem pouco.

    E aí a gente imagina uma pouco competente num partido totalmente desviado…

    Não, não dá pra votar em DIlma.

    Só me sobra votar nulo, votar torcendo que a quantidade de nulos seja grande, e que esses também pensem como eu: não tenho o menor compromisso com o eleito, quero mais é voltar pra rua e exigir reforma política e as outras na sequencia dessa.

    Escrito na maior correria impossível, agora o Elias vai passar duas horas, extrair uma frase ou outra e ficar uns 5 dias me acusando disso e daquilo.

    Me acuse do que farei: voto nulo.

  67. Pax said

    Alternância do poder é mais que uma ideia, é uma necessidade. Mas, cá pra nós, primeiro o Serra, depois o Alckmin, agora o Aécio… caramba.

    Falta ao PSDB o que passou a faltar no PT, um partido decente e quadros que prestem.

  68. Pax said

    E ainda sonho com um Brasil que tenha um plano… falando em commodities. Vendemos soja, minério etc. Gostaria que vendêssemos ração, alimentos orgânicos, um país líder em produção de industrializados orgânicos, uma reviravolta geral. Claro que demoraríamos umas décadas. Mas teríamos um rumo.

    Alguém sabe qual é nosso rumo?

    Quem souber, por favor me conte.

    Aliás, quem era mesmo o ministro do planejamento do Lula?

    Bem, deixa pra lá.

  69. Guatambu said

    Pax,

    Nesse xadrez político, o último rei que esteve lá foi Lula, a Dilma é uma torre, no máximo; o Aécio é um cavalo.

    Esse é um dos motivos pelos quais o resultado do governo de qualquer um não pode ser muito diferente.

  70. Elias said

    Extrair uma frase ou outra, Pax?

    Pra quê? Pra criticar tua posição política?

    Que besteira, sô!

    Já disse e repito, Pax: se tu votasses na Dilma, seria inconsequência, depois de tudo o que já disseste a respeito dela e do PT.

    O que te resta? Quatro alternativas: (a) votar em branco; (b) votar nulo; (c) não comparecer; (d) votar no Aécio.

    As três primeiras alternativas se equivalem. Elas ajudam a quem estiver liderando a votação, seja lá quem for. Na verdade, elas são o “voto acovardado” em quem estiver vencendo.

    Tu estás me dizendo que teu voto é isso? Eu acredito! Vais “votar acovardado” em quem vencer essa eleição.

    É disso que vou te acusar: voto acovardado!

  71. Elias said

    “Alguém sabe qual é o nosso rumo?” (Pax)

    Quinze em cada 10 alfabetizados sabem.

    “Nosso rumo” é exportar commodities. Principalmente mínero-metalúrgicos e eletricidade (embutida em eletrointensivos),

    Não se trata de não ter rumo, criança…. Trata-se de não se concordar com o rumo que está traçado há décadas…

  72. Daise said

    Só se for no xadrez político dos ratos.

  73. Daise said

    O REI DOS RATOS

    O herói sem caráter – DORA KRAMER
    O ESTADÃO – 22/10

    Lula tenta vender a tese de que alternância de poder faz mal à democracia brasileira

    Remexendo na gaveta de recortes de jornais – valorosos e não raro mais úteis que o Google – encontro um texto escrito em 7 de setembro de 2010. Apenas coincidência a data da Independência. O título, Macunaíma. O herói sem nenhum caráter de Mário de Andrade.

    Faltava pouco menos de um mês para o primeiro turno da eleição em que o então presidente Luiz Inácio da Silva fazia o “diabo” e conseguiria na etapa final realizada em 31 de outubro eleger uma incógnita como sua sucessora.

    Deu todas as garantias de que a chefe de sua Casa Civil, Dilma Rousseff, seria uma administradora de escol para o Brasil. Não foi, conforme comprovam os indicadores de um governo que se sustenta no índice positivo do emprego formal, cuja durabilidade depende do rumo da economia.

    Como ex-presidente, Lula agora pede que se renove a aposta. Sem uma justa causa, apenas baseado na ficção por ele criada de que a alternância de poder faz mal à democracia brasileira. A propósito de reflexão a respeito da nossa história recente, convido a prezada leitora e o caro leitor ao reexame daquele texto.

    “Só porque é popular uma pessoa pode escarnecer de todos, ignorar a lei, zombar da Justiça, enaltecer notórios ditadores, tomar para si a realização alheia, mentir e nunca dar um passo que não seja em proveito próprio?

    Um artista não poderia fazer, nem sequer ousaria fazer isso, pois a condenação da sociedade seria o começo do seu fim. Um político tampouco ousaria abrir tanto a guarda. A menos que tivesse respaldo, que só revelasse sua verdadeira face lentamente e ao mesmo tempo cooptasse os que poderiam repreendê-lo tornando-os dependentes de seus projetos dos quais aos poucos se alijariam os críticos por intimidação ou cansaço.

    A base de tudo seria a condescendência dos setores pensantes e falantes; oponentes tíbios, erráticos, excessivamente confiantes diante do adversário atrevido, eivado por ambições pessoais e sem direito a contar com aquele consenso benevolente que é de uso exclusivo dos representantes dos fracos, oprimidos e assim nominados ignorantes.

    O ambiente em que o presidente Luiz Inácio da Silva criou o personagem sem freios que faz o que bem entende e a quem tudo é permitido – abusar do poder, usar indevidamente a máquina pública, insultar, desmoralizar – sem que ninguém consiga lhe impor paradeiro, não foi criado da noite para o dia. Não é fruto de ato discricionário, não nasceu por geração espontânea nem se desenvolveu por obra da fragilidade da oposição.

    Esse ambiente é fruto de uma criação coletiva. Produto da tolerância dos informados que puseram seus atributos e respectivos instrumentos à disposição do deslumbramento, da bajulação e da opção pela indulgência. Gente que tem vergonha de tudo, até de exigir que o presidente da República fale direito o idioma do país, mas não parece se importar de lidar com quem não tem pudor algum.

    Da esperteza dos arautos do atraso e dos trapaceiros da política que viram nessa aliança uma janela de oportunidade. A salvação que os tiraria do aperto em que estavam já caminhando para o ostracismo. Foram ressuscitados e por isso estão gratos.

    Da ambição dos que vendem suas convicções (quando as têm) em troca de verbas do Estado.

    Da covardia dos que se calam com medo das patrulhas.

    Do despeito dos ressentidos.

    Do complexo de culpa dos mal resolvidos.

    Da torpeza dos oportunistas.

    Da superioridade dos cínicos.

    Da falsa isenção dos preguiçosos.

    Da preguiça dos irresponsáveis.

    Lula não teria ido tão longe com a construção desse personagem que hoje assombra e indigna muitos dos que lhe faziam a corte não fosse a permissividade geral. Se não conseguir eleger a sucessora não deixará o próximo governo governar. Importante pontuar que só fará isso se o país deixar que faça; assim como deixou que se tornasse esse ser que extrapola.”

  74. Jose Mario HRP said

    Despencqaram a PETRA 04…
    Dilma na liderança………………
    Ótimo.
    Noite de sonhos….

  75. Daise said

    DELFIM NETO MOSTRA A INCOMPETÊNCIA DA DILMA

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/antoniodelfim/2014/10/1536171-salve-o-nobel.shtml

  76. Daise said

    Fascistoides à solta 1 – Lula compara 2014 a 1954, ano da morte de Getúlio. É… Em comum, há o mar de lama

    Lula não perdeu o juízo, é claro, porque ele tem é método. Louco não é. O que lhe tem faltado é senso de ridículo e compromisso com a verdade. Segundo ele, o clima de “histeria” que toma conta da disputa se assemelha ao ano de 1954, quando Getúlio Vargas se matou. Aproveitou para dizer que os eleitores de Marina Silva têm a obrigação de votar em Dilma. Que grande petulância a desse senhor! Nem Marina se atreveu a dizer em que seu eleitorado tem a obrigação de votar pela simples e óbvia razão de que ela não é dona de suas respectivas vontades. Ocorre que Lula está convicto de que é dono do Brasil.

    Este senhor já comparou a oposição a nazistas e a Herodes. É claro que parte do que diz deriva de sua alastrante ignorância, compatível com seu ânimo para ofender pessoas. Num comício em Porto Alegre, afirmou nesta quarta: “A mesma histeria que a direita tinha contra Getúlio, nos anos 50, eu vejo estampada no discurso dos nossos adversários”, disse. Ele ainda ironizou o papel da imprensa, dizendo que a mídia claramente “não tem partido nem candidato” — tentando sugerir o contrário. Ora, basta ler certo noticiário e acompanhar algumas emissoras de TV para constatar que certa mídia tem, de fato, é CANDIDATA.

    Direita, Lula? Onde está a direita? Vamos ver os partidos que compõem a coligação “Com a Força do Povo”, de Dilma: PT, PMDB, PSD, PP, PR , PROS, PDT, PCdoB e PRB. Como?
    Então o PSD, o PP, o PROS e o PRB se tornaram agora notórios esquerdistas? Sem contar que o PMDB junta uma boa fatia dos conservadores brasileiros. A acusação de um ridículo ímpar.

    A propósito: a ser como quer Lula, estão faltando dois cadáveres na história e um ferido. Quem se candidata no PT a repetir o gesto de Getúlio? Quem será o major Rubem Vaz? Quem vai levar um tiro no pé, como Carlos Lacerda?
    Que bate-pau do petismo se candidata ao papel de Gregório Fortunato, o homem que tramou o atentado contra Lacerda?

    A tese é de uma ignorância soberba, embora isso lhe tenha sido soprado aos ouvidos pelos intelectuais de quinta categoria do petismo.

    É bem verdade que, de certo modo, Lula tem razão: uma coisa há em comum com 1954: o mar de lama.

    Existia há 60 anos; existe hoje — com a diferença de que aqueles eram tempos da bandidagem quase romântica. A de agora se profissionalizou.

  77. Daise said

    AVISO
    aos navegantes indecisos. convertidos e aos que votarão nulo.

    1.Se dilma não for reeleita o PMDB será tremendamente enfraquecido:

    efeito PETROLÃO – n deputados, senadores e até o presidente do Congresso, fora sarneys,collors, malufs, barbalhos e animais assemelhados, sob suspeita.

    2.Se dilma for reeleita por margem pequena o PMDB será tremendamente fortalecido:

    Terá o poder pra “cozinhar” qualquer esforço para apurar profundamente
    o que de fato ocorreu na Petrobrás e outras estatais de grande porte..
    E chantagear como costumeiramente faz a presidente.De forma total, agora.
    Imagine que no rumo das investigações surja algum fato que poderia atingir a presidente (inclusive ser destituída do cargo pelo STF/STF no ano que vem.
    Quem assume? PMDB de direito porque de fato, já possuia.

    ESTA ELEIÇÃO PODE MUDAR O RUMO DAS COISAS

    pense nas consequências e vote contra o PMDB no poder total.!

  78. Daise said

    E por falar nisso veja esta montagem eleitoreira é claro, mas que demonstra
    o meu post anterior # 77

    FORA PMDB !!!

    O verdadeiro partido do atraso. PSDB e PT evoluíram o Brasil.Cada um a seu jeito. Concordemos ou discordemos.

    O PMDB SÓ ATRASOU!

  79. Daise said

    CONCLUSAO:

    Caso Dilma venha a ser reeleita ela será nomeada RAINHA DA INGLATERRA !

    Reinará mas não governará!

    Por isso sugiro VOTEM CONTRA O PMDB NA PRESIDÊNCIA.

    PENSE NO BRASIL. PENSE GRANDE.PENSE “FORA DA CAIXINHA!”

    FORA PMDB

  80. Patriarca da Paciência said

    reinaldo rolabosta, um nazista nojento, não é nem fascista, é nazista nojento mesmo, mentiroso, caluniador, hipócrita fica “pregando moralidade”.

    Lembrei a história da Conversão do Diabo de Leonidas Andreiev.

    É a história de um diabo que resolve “fazer o bem”, “cansado que estava de fazer as velhas beatas pensarem coisas escabrosas em meio às orações ou de fazer o padre dizer palavrões em meio aos sermões”, o velho diabo, resolve ser bom. (Bem que a Marina poderia escolhê-lo para a sua “turma de melhores”).

    O conto é ótimo, cheio de peripécias e de grande qualidade literária.

    Mas o que me fez lembrar especialmente do reinaldo rolabosta, é que lá pelas tantos o velho diabo resolve que a sua mais importante missão seria pregar a virtude no inferno.

    E lá se foi o velho diabo estufado de confiança e fé (até parecia o Malafaia).

    E começou a fazer, lá no Inferno, vibrantes e emocionados discursos sobre a virtude e a honra (Até parecia o Aécio Neves).

    Os outros diabos, no começo, o olhavam desconfiados, ” o que será que está acontecendo ? o abilolado endoidou de vez ?”

    Mas logo os outros diabos compreenderam a piada e, dizem, o Inferno nunca foi tão festivo. Diabos e mais diabos, todos a fazerem emocionados e vibrantes discursos sobre a virtude e a honra. Até parecia a redação da “óia”. Augustos boçais canalhas nunes, diabas bonitonas como a joice, o setti que não mata nem meia. e tudo o mais. Nunca a redação da “óia” foi tão festiva !

  81. Patriarca da Paciência said

  82. Patriarca da Paciência said

  83. Daise said

    PATRIARCA DA PACIÊNCIA

    tá na hora de esquecer os ódios e votar por um Brasil melhor ou…se conformar a ser um pau mandado do PMDB

    Faça sua escolha. E aguente as consequências se não for a melhor escolha.

    Não faça como Pax …o Brasil é aqui e não na Nova Oruega.

    Ele tá votando no PMDB. O CÂNCER DA POLÍTICA.
    Tá votando no foda-se.
    Ninguém me representa.

    DÊ UM SALTO DE QUALIDADE E SAIA DA ARMADILHA DO PMDB

    Use a sabedoria do prego chines!

    FORA PMDB!

  84. Patriarca da Paciência said

    Carlão Michele Deise Delirante Desvairada Desbundada etc.etc.etc..

    Por mim você pode continuar com sua pregação de ódio, rancor, inveja, descaramento, piadas obscenas com a Dilma, piadas preconceituosas contra o Lula, piadas obscenas e preconceituosas contra o PT, etc.etc.etc.

    Pode continuar sua pregação a lá Malafaia, um verdadeiro anticristo, visto que prega justamente ao contrário do que Cristo pregava.

    Pode continuar, Desvairada, fique à vontade. Eu quero é mais. “O que não mata, fortalece” como disse Nietzsche. Nós brasileiros e o pessoal do PT estamos preparados para batalhas muito mais sujas.

  85. Jose Mario HRP said

    deise…………………zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK………………..
    VAI DORMIR……………..

  86. Daise said

    TOLINHO E DILMINHO

    me lembram as comédias do Gordo e o Magro…poinnn!

  87. Daise said

    Tolinho

    O que não mata, fortalece” como disse Nietzsche.

    Disse? hehehehe só na sua cabeça fraudulenta

    E vc sabe o que Zaratustra disse?

    Não sabe. Aposto.

    Pare de roubar no jogo ! Pare de mentir;Tolinho mal informado.

    VOTE NO PMDB!

  88. Daise said

    Para alegria do Pax informo quanto custa um plano “bundle” na cidade onde moro:

    Bundle ( optical fibers + wirelesses) )

    Cable TV Basic: 100 channels.

    Internet up to 12 Mbps

    5 family cellphones er family.

    Wide open WI-FI ( city and arounds)

    Pax custa US$ 69.99 por mês e funciona…ehehehe

  89. Daise said

    BAD ASS

    Você tambám vai votar no PMDB ? rsrsrs

  90. Daise said

    O PT PERDIDO

  91. Daise said

    FOBIAS DOS PETRALHAS (1)

  92. Daise said

    FOBIAS DOS PETRALHAS (2)

  93. Daise said

    DILMA PEGA NA MENTIRA (1)

  94. Daise said

    DILMA PEGA NA MENTIRA (2)

  95. Jose Mario HRP said

    A PASSEATA do psdb em Sampa capital foi o de sempre, 1000 2000 pessoas, muita bandeira, muito carro de som, que custam caro, e muito ódio.
    Palavrões, e mulherada afetada!Já em matéria de gente , poucos ou nenhum negro em meio a ” massa revoltada “!!
    KKKKKK
    É tucano não se mistura.
    Depois discursos da “Nova Politica” com Serra, FHC, Aloysio Nunes (juntos somam -se mais de 300 anos de “experiencia” na nova politica) mais e mais do mesmo!!!!! Aguardemos o que a GROBO e o cheirador vão armar no debate “armadilha”!!!!
    KKKKKK…..

  96. Jose Mario HRP said

    PIG em Estadão de arte!!!!

  97. Patriarca da Paciência said

    A Carlão Michele Deise Delirante Desvairada Desbundada Despudorada Desmiolada Descarada, etc.etc.etc.. voltou ao normal dela, ou seja, completamente alienada.

    A tática do aecioporto em achar que o PT iria baixar a guarda para ele aproveitar com golpes mais baixos ainda, não engana mais a ninguém. Pode vir, turma rolabosta, pode vir quente que nós estamos fervendo. Não iremos baixar a guarda. Sabemos muito bem quem vocês são.

  98. Patriarca da Paciência said

    Vídeo 93,

    triste papel do velhinho ! Apenas confirmou o que a Dilma disse, ou seja, REALMENTE o aeciporto contabilizou vacinas para cavalos como tratamento para humanos.

    Então, senhor conselheiro, o senhor não tem vergonha de dizer que aprova o “experimento” de usar vacinas para cavalos como vacinas para pessoas ? Então tratava-se de uma “experiência” ? Aí é que a coisa fica feia mesmo, senhor conselheiro, passa para a área criminal.

    A emenda saiu muito pior que o soneto, como disse o Maluf a respeito da construção do aeroporto na fazenda do tio.

    O aecioporto não só construiu o aeroporto com dinheiro público na fazendo do tio como ainda indenizou o tio pela terra utilizada.

  99. Guatambu said

    Minha namorada esteve lá no encontro de apoio ao Aécio.

    Não pude acompanhá-la porque fiquei trabalhando.

    Observações dela:

    – foi bem tranquila no geral
    – as pessoas estavam misturadas
    – havia uma predominância de classe média
    – o jingle que se cantava era “fora PT”, nada de xingamentos à Dilma ou de viva à PM (como alguns jornais apresentaram)
    – a Av. Faria Lima foi tomada do largo da batata até a Av. Cidade Jardim. Foi muita gente mesmo.

    2 incidentes com ela:

    – ao sair do encontro tinha uma turma que votava no PT sacaneando o pessoal do PSDB, mas nada de mais, tudo tranquilo
    – uma turma passou por ela assim: “nós somos nordestinos, o PSDB não está nem aí com a gente”
    – minha namorada é nordestina… e a única que comprou água para dar ao mendigo que estava por ali

    – pouco depois um militante a empurrou
    – ficou xingando de vadia para baixo algo do tipo “prostituída pelo PSDB”
    – no caminho para o metrô, para voltar para casa, o cara seguiu ela e continuou provocando
    – até que um policial que estava no metrô percebeu e acompanhou ela até a estação dela

    Interessante, não acham?

  100. Patriarca da Paciência said

    É Guatambu,

    realmente os partidários do Aécio são uns anjinhos. Basta ver a quantidade de obscenidades e preconceito que a Deise posta sobre o Lula e a Dilma. Logo aí atrás, neste mesmo post, tem um monte. Fartes-se.

  101. Pax said

    Caro Guatambu,

    teu relato me deixa profundamente incomodado.

    me lembra os motociclistas venezuelanos.

    chato isso pra caramba.

    desnecessário, tiro no pé.

    triste.

  102. Guatambu said

    Patriarca e Pax,

    Minha intenção aqui nem é defender o PSDB.

    Minha intenção aqui é mostrar, novamente, que muitas vezes estamos tomando a parte pelo todo e julgando. Julgar é algo que fazemos muito bem.

    Além disso.

    Eu concordo que há excessos dos 2 lados, e que esse excesso mostra, mais do que o caráter, o grau de evolução da mentalidade política brasileira.

    Estava comentando agora na TL de um professor de ciência política, com o qual eu sempre tenho minhas rusgas, que eu prefiro assim do que aquele deserto político que parecia o Brasil antes das manifestações do ano passado.

    O Facebook, por exemplo, deixou de ser um lugar onde se postava fotos de gatos, jesus cristo e comida para ser um espaço de debate político. É lógico que como qualquer coisa que nasce agora, a atitude das pessoas na rede social está inflamada e exagerada. As pessoas estão testando seus limites, testando mesmo a paciência dos seus amigos e adversários políticos.

    Mas isso é benéfico, sinal de que há vontade de se discutir.

    Sou liberal, acredito que o tempo vai tratar de por ordem nesse “mercado”, a maturidade vai vir, já notem em várias TLs discursos mais racionais e moderados, e faço questão de incentivá-los e compartilhá-los. Ninguém pode desprezar a velocidade com que as coisas acontecem na net, menos ainda nas redes sociais.

  103. Patriarca da Paciência said

    NORDESTINO É AGREDIDO POR DESEJAR MELHORAS DE DILMA… A QUE PONTO CHEGAMOS!

    “Hilde,

    Infelizmente, fui chamado de “analfabeto”, de “pobre coitado”, e outras ofensas meio pesadas, por eu ser nordestino e por ter “curtido” a página da Dilma Rousseff e desejado, numa postagem, melhoras para ela depois que se sentiu mal após o debate. Meu voto é na Dilma, mas, eu não ataco em nada os que votam no Aécio.

    http://www.brasil247.com/pt/247/artigos/157960/Nordestino-%C3%A9-agredido-por-desejar-melhoras-de-Dilma%E2%80%A6-a-que-ponto-chegamos!.htm

    Outra prova de que os eleitores do Aécio são uns anjinhos.

  104. Patriarca da Paciência said

    Guatambu,

    concordo totalmente com suas colocações. É bem o que penso também. Mas quando a Marina diz, literalmente, “que a Dilma colocou diretor na Petrobrás para roubar”, ultrapassa todo o decoro e o bom senso.

    Asim também quando o Aécio diz que o “governo do PT se transformou num “mar de lama” (uma clara reativação dos discursos udenistas) e que a Petrobrás um um “antro de corrupção” também ultrapassa todos os limites do decoro e do bom senso.

    Tudo isto é apelação baixa e demagogia barata e não dar para combater com bons modos.

    Então a coisa é guerra mesmo.

  105. Jose Mario HRP said

    Diogo Martins | Valor

    RIO – O desemprego atingiu 4,9% da População Economicamente Ativa (PEA) de seis grandes regiões metropolitanas do país em setembro, de acordo com dados da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), divulgados nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É a menor taxa para meses de setembro desde início da série histórica, em 2002.

    A taxa ficou abaixo da estimativa média de 5,1% apurada pelo Valor Data junto a 20 instituições financeiras e consultorias. O intervalo das projeções variou de 4,9% a 5,3%.

    O desemprego em setembro foi menor que o de 5% apurado em agosto, e ficou abaixo dos 5,4% registrados em setembro de 2013. A PME mostra que em setembro o desemprego caiu porque mais pessoas saíram do mercado de trabalho e não porque foram geradas vagas. Ou seja, houve um recuo da PEA – de 0,3% ante agosto e de 1% ante setembro de 2013.

    No mês passado, havia 1,2 milhão de pessoas desempregadas nas seis regiões, queda de 3,1% ante agosto e de 10,9% na comparação com setembro de 2013. Já o número de empregados somou 23,1 milhões de pessoas, queda de 0,2% ante agosto e recuo de 0,4% ante setembro do ano passado.

    Renda

    O rendimento médio real habitual do trabalhador ficou em R$ 2.067,10 em setembro, o que representou avanço de 0,1% sobre agosto, e alta de 1,5% na comparação com setembro de 2013.

    A massa de rendimento real habitual alcançou R$ 48,4 bilhões, valor estável ante agosto, e foi 0,9% maior que a verificado em setembro do ano passado. A PME abrange as regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre.

    HRP: Com isso o Reinaldinho vão pirar e surtar

  106. Guatambu said

    Patriarca,

    Vc pode exercer sua opção se vc quer participar dessa agressividade ou não.

    Já tive meus momentos tbm, mas aprendi aos poucos que isso não convence ninguém, e nem conduz às raizes dos problemas, então resolvi discutir de outra maneira, tentando evoluir.

    Eu escolhi sair dessa agressividade, até pq estamos todos no mesmo barco e importa menos quem vence as eleições, mas o resultado do governo.

    Se estou mais certo ou mais errado, o tempo vai dizer.

  107. Jose Mario HRP said

    http://educacao.uol.com.br/noticias/2014/10/23/escola-pobre-do-piaui-tem-153-medalhas-de-matematica-quer-saber-como.htm

    Acho que é este Brasil que Pax quer para o século XXI.

  108. Jose Mario HRP said

    Deixem o cara falar!
    O laranja do Youssef querendo falar e o Moro não deixando!

  109. Patriarca da Paciência said

    LULA, ENTRE IMBECIL E CANALHA
    Alberto Goldman ALBERTO GOLDMAN
    22 DE OUTUBRO DE 2014 ÀS 19:49.

    Vejam só a “lhaneza e urbanidade” de um dos maiores “expoentes” do PSDB, vice governador de São Paulo.

    E ainda diz que não tem preconceito contra ninguém, menos ainda com nordestinos.

    Mas para ele, o Lula é ninguém e ter preconceito contra nordestinos é coisa normal e “não tem nada de mais”.

  110. Jose Mario HRP said

    Caro Patriarca, deduzindo que sejas paulista ou pelo menos more por aqui, deves saber que:
    Aloysio Nunes, Goldman e Zé Anibal são os tres maiores cafajestes dentro de um mundo que é o reino da cafajestada, o PSDB!
    Não esperaria por menos vindo do A.Goldman.
    E preconceito logo de alguém que tem descendencia judaica, vitimas de tantos preconceitos estúpidos.
    Mas , caro colega, é coisa de carater, coisa de espirito, coisa de cafajeste.

  111. Daise said

    PT COMPRANDO MILITANTES EM SANTOS

  112. Patriarca da Paciência said

    Dólar em alta e bolsa em baixa, ou seja, tudo bem com a Dilma e cada vez pior para o Aécio.

  113. Patriarca da Paciência said

    É provável que sexta-feira a bolsa se “recupere” e o dólar “caia” para dar a falsa impressão de que o aecioporto está em “recuperação”. Mas o golpe é velho e não vai enganar ninguém !

  114. Jose Mario HRP said

    Depois a Petrobras e suas ações voltam ao normal.
    Logo em janeiro tem novidade por conta de mais gaz e petroleo que a Petrobras descobriu e não anunciou ainda.
    Quem viver verá.

  115. Patriarca da Paciência said

    “E na semana que antecede o 2º turno das eleições, o governo de Minas, inicia uma nova campanha publicitária informando à população que paga R$60,63 por hora-aula ao professor mineiro. O governo de Minas mentiu sobre o salário dos professores mineiros!!!

    Considerando que o valor do subsídio de uma professora de nível médio de escolaridade é R$1,237,00 e são 4,5 semanas de aula (é preciso considerar todo o mês trabalho, incluindo o descanso remunerado), a conta é muito simples: 24 horas por semana x 4,5 = 108 horas-aulas de trabalho no mês. Cada hora de trabalho é de R$11,45. Se considerarmos o subsídio do professor com formação em licenciatura plena, o valor da hora-aula é de R$ 13,47. O professor com mestrado recebe por hora-aula R$ 17,97.

    A forma como o governo de Minas utiliza recursos públicos para tentar confundir a população sobre o salário do professor é uma prática assustadora. A propaganda do governo de Minas Gerais é uma ofensa à nossa dignidade.”
    (247)

  116. Patriarca da Paciência said

    Em entrevista nos “Steites” o jovem Aécio, entre outras coisas, falou que nunca tinha arrumado a própria cama e que, no Brasil, “todos” poderiam ter duas ou três “domésticas” e que mulher tinha “vida fácil”, pois não trabalhava e se divertia fazendo compras.

    Fica bem clara a mente do Aécio. Para ele, o Brasil é apenas a minoria rica ! E é para o Brasil minoria que pretendia governar !

  117. Pax said

    Bem, não é fonte que uso, mas pela notícia, não podemos dizer que é tendenciosa

    Dilma passou Aécio já fora de margem de erro.

    http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/eleicoes-2014/pesquisa-ibope-dilma-a-frente-fora-da-margem-de-erro/

  118. Pax said

    Pois, então:

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/10/1537044-sob-pressao-tesoureiro-do-pt-vai-deixar-conselho-de-itaipu.shtml

  119. Guatambu said

    O cenário é ideal para o especulador.

    Amanhã vai dar ponto de compra do índice.

    Se o Elias garante que a Dilma não vai maquiar os números no próximo mandato, nem aumentar impostos para fazer a conta fechar, é essa a dica!

  120. Daise said

    NEM A MARTA AGUENTA MAIS A DILMA

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/10/1537189-piti-na-periferia-sacramentou-saida-de-marta-do-ministerio-da-cultura.shtml

  121. Olá!

    Isso aqui é hilário demais!

    O Elias escreveu:

    “Outra: o PT também se mostrou mais eficaz que o PSDB no controle da inflação: durante o governo FHC a inflação já estava voltando com tudo. O governo petista brecou a dita cuja e a manteve no cabresto curto. Ao longo dos seguintes 12 anos petelhos, o máximo que ela chegou foi à metade do que era no fim do governo FHC.”

    Hehehehehe. . .

    Vamos aos dados reais:

    Inflação no Brasil Para os 15 Anos Imediatamente Anteriores ao Governo FHC (IPCA):

    1980 . . . 99.25%
    1981 . . . 95.62%
    1982 . . . 104.79%
    1983 . . . 164.01%
    1984 . . . 215.26%
    1985 . . . 242.23%
    1986 . . . 79.66%
    1987 . . . 363.41%
    1988 . . . 980.21%
    1989 . . . 1972.91%
    1990 . . . 1620.97%
    1991 . . . 472.70%
    1992 . . . 1119.10%
    1993 . . . 2477.15%
    1994 . . . 916.46%

    Média . . . 728.25%

    Inflação no Brasil Para os 8 Anos Imediatamente Anteriores ao Governo Lula (IPCA):

    1995 . . . 22.41%
    1996 . . . 9.56%
    1997 . . . 5.22%
    1998 . . . 1.65%
    1999 . . . 8.94%
    2000 . . . 5.97%
    2001 . . . 7.67%
    2002 . . . 12.53%

    Média . . . 9.24%

    Três observações para essa última tabela:

    01. A elevada inflação de 1995 foi uma reverberação dos índices inflacionários que demoraram certo tempo para se estabilizar, pois, ao final desse ano, havia menos de 1 ano e meio que o Plano Real havia sido implantado.

    02. A razoavelmente alta inflação para 2002 foi em decorrência do Risco Lula, isto é, as chances do Lula se eleger em 2002 e destruir todas as bases da reforma monetária que foram lançadas no Plano Real. E isso era uma possibilidade bem plausível, pois o PT, o Lula e os seus idiotas da economia (Maria da Conceição Tavares, Aloísio Mercadante e Guido Mantega, apenas para ficar nos principais) passaram os 8 anos anteriores afirmando que o Plano Real era “neoliberalismo” do “Consenso de Washington” e coisas tais.

    03. Observem que de 1995 até 1998, o Governo FHC sempre entregava uma inflação no ano corrente menor do que aquela do ano anterior. Essa tendência se quebra em 1999, no auge das crises externas, quando o governo precisou fazer expansão monetária para se financiar. Agora, comparem isso a tal da “eficácia do PT” para controlar a inflação:

    Inflação no Brasil Para o Governo Lula (IPCA):

    2003 . . . 9.30%
    2004 . . . 7.60%
    2005 . . . 5.69%
    2006 . . . 3.14%
    2007 . . . 4.45%
    2008 . . . 5.90%
    2009 . . . 4.31%
    2010 . . . 5.90%

    Média: . . 5.79%

    Observem que de 2003 até 2006 o Governo Lula conseguiu entregar no ano corrente uma inflação menor do que a do ano anterior. Essa tendência se quebra em 2007. Lembrando que, durante o Governo Lula, houve o boom das commodities e praticamente nenhuma crise externa que afetasse diretamente o Brasil, sem contar os malabarismos contábeis (a contabilidade criativa) lançados pela contabilidade petista e seus métodos das partidas triplicadas e coisas tais.

    Aliás, tanto para o FHC quanto para o Lula a inflação do ano corrente foi menor do que a do ano antecedente em 5 ocasiões, com a diferença de que os instrumentos monetários utilizados para debelar a inflação foram lançados pelo PSDB via Plano Real.

    O PSDB pegou um país monetariamente arruinado com 900% de inflação no ano anterior à posse do FHC e entregou em 2002 um país com a sua estrutura monetária completamente reformada e com diretrizes para reduzir a inflação (diretrizes essas que o Lula seguiu com certo rigor até meados de 2006-2007). Essa reforma seria impossível de ter saído do PT pelo simples fato de que a equipe econômica petista não reconhecia a inflação como um fenômeno monetário, mas, sim, como a ganância do empresariado e das elites, isto é, na cabeça desses debilóides, os preços aumentavam não por causa da expansão monetária implementada pelo governo, mas pela gana do empresariado de obter mais lucros. Duvidam? Dêem uma olhadinha neste pequeno vídeo em que ninguém menos do que Aloísio Mercadante (potencial Ministro da Fazenda em 2015) faz a maior propaganda do tosco e desastroso Plano Cruzado. Vejam lá ao 1:30 minutos quando ele afirma que “Aparentemente, no Brasil do Cruzado, o problema da inflação acabou“. Esse idiota achava que bastava congelar os preços que a inflação acabaria, sem levar em consideração que era o governo a causa do fenômeno inflacionário via expansão monetária.

    Aliás, a mentora intelectual do Plano Cruzado, a Maria da Conceição Tavares, chegou a chorar em rede nacional de televisão quando tal plano foi implantado. Essa foi a única previsão econômica que ela acertou, pois muitos brasileiros, mais tarde, também viriam a chorar pelo desastre do Cruzado.

    Quatro observações finais:

    01. Em anos consecutivos, a maior redução dos índices inflacionários desde 1980 ocorreu durante o Governo FHC, isto é, de 1994, quando a inflação chegou a 916.46%, para 1995 (22.41%). Uma redução de 40 vezes.

    02. Para uma comparação, durante o Governo Lula, a maior redução desse índice para anos consecutivos foi de apenas 1.8 vezes (de 2005 para 2006).

    03. O menor índice inflacionário que o Brasil experimentou no período de 1980 até 2014 ocorreu no Governo FHC em 1998 (1.65%).

    04. Afirmar que o PT é mais eficaz do que o PSDB para controle da inflação é uma declaração típica de um invertebrado.

    Até!

    Marcelo

  122. Olá!

    Ei, Elias já que você está sacaneando o Pax por ele, supostamente, ter se tornado um Marineiro e, também, pela intenção dele de anular o voto para presidente neste segundo turno, diga-nos em quem você vai votar aí no seu estado. Vai ser no tucano ou no filho do Jader ou você vai peidar na farofa?

    Até!

    Marcelo

  123. Daise said

    O QUE TODO MUNDO JÁ SABIA!

  124. Daise said

    LULA NO COPACABANA PALACE (com dinheiro do povo ?)

    http://oglobo.globo.com/blogs/blog_gente_boa/posts/2014/10/23/ex-presidente-lula-fica-na-suite-mais-cara-do-copacabana-palace-553050.asp

  125. Patriarca da Paciência said

    “Pesquisas que acabam de ser divulgadas pelos maiores institutos apontam candidata do PT à reeleição à frente do postulante do PSDB além da margem de erro pela primeira vez no segundo turno; na Datafolha, Dilma Rousseff marca 53% dos votos válidos, contra 47% para Aécio Neves, uma vantagem de seis pontos; Ibope tem placar de 54% a 46%, diferença de oito pontos; PT avança na reta final, cerca tucanos e leva Dilma ao favoritismo na eleição de domingo”
    (247)

    Como eu falei, aos poucos Data Folha e Ibope vão se ajustando à realidade.

    Já foram da margem de erro, Datafolha Dilma tem 6 pontos na frente, no Ibope, Dilma tem 8 pontos na frente.

    Na próxima pesquisa, pelo andar da carruagem, Dilma aparecerá com 10 pontos a mais nas duas pesquisas.

  126. Patriarca da Paciência said

  127. Daise said

    NEYMAR ENSINANDO DEMOCRACIA AO PAX !

  128. Daise said

    ops!

    VEJA: PETISTAS TREMENDO DE MEDO! rsrsrsrs

    DILMA E LULA SABIAM DA ROUBALHEIRA NA PETROBRAS, DIZ YOUSSEF.
    SE FOR VERDADE, É MATÉRIA DE IMPEACHMENT SE ELA FOR REELEITA.
    JÁ SERIA AGORA, MAS NÃO HÁ TEMPO

    Aquilo que os petistas tanto temiam desde o começo aconteceu: a operação Lava Jato bateu em Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente da República, e em Dilma Roussef, Eles sabiam da roubalheira vigente na Petrobras. É o que o doleiro Alberto Youssef assegurou à Polícia Federal e ao Ministério Público no curso do processo de delação premiada. Está na capa da VEJA, que começa a circular daqui a pouco. Eis a imagem. Volto em seguida.

    Eu poderia engatar aqui aquela máxima de Carlos Lacerda sobre Getúlio Vargas, só para excitar a imaginação de Lula, trocando a personagem.

    Ficaria assim: “A Sra. Dilma Rousseff não deve ser eleita. Eleita não deve tomar posse. Empossada, devemos recorrer à revolução para impedi-la de governar.”

    Mas aqueles eram tempos em que as pessoas prezavam muito pouco as instituições, a exemplo de certos partidos que estão por aí. Eu não! Eu prezo a lei e a ordem. Eu prezo a Constituição do meu país. Eu prezo os Poderes constituídos.

    Se as acusações de Youssef se confirmarem, é claro que Dilma Rousseff tem de ser impedida de governar caso venha a ser reeleita, mas em razão de um processo de impeachment, regulado pela Lei 1.079, que estabelece:

    Art. 2º Os crimes definidos nesta lei, ainda quando simplesmente tentados, são passíveis da pena de perda do cargo, com inabilitação, até cinco anos, para o exercício de qualquer função pública, imposta pelo Senado Federal nos processos contra o Presidente da República ou Ministros de Estado, contra os Ministros do Supremo Tribunal Federal ou contra o Procurador Geral da República.

    E o texto legal estabelece os crimes que resultam em perda de mandato. Entre eles, estão:
    – atuar contra a guarda e o legal emprego dos dinheiros públicos;
    – não tornar efetiva a responsabilidade dos seus subordinados, quando manifesta em delitos funcionais ou na prática de atos contrários à Constituição;
    – proceder de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo;

    Se é como diz Youssef — e lembro que ele está sob delação premiada; logo, se mentir, pode se complicar muito — , pode-se afirmar, de saída, que Dilma cometeu, quando menos, essas três infrações, sem prejuízo de outras.

    Trecho do diálogo de Youssef com o juiz:
    — O Planalto sabia de tudo!
    — Mas quem no Planalto?, perguntou o delegado.
    — Lula e Dilma, respondeu o doleiro.

    Se Dilma for reeleita e se for verdade o que diz o doleiro, DEVEMOS RECORRER ÀS LEIS DA DEMOCRACIA — não a revoluções e a golpes — para impedir que governe.

    Afinal, nós estamos em 2014, não em 1954.

  129. Patriarca da Paciência said

    A Carlão Michele Deise Delirante Desvairada Desbundada Despudorada Desmiolada Descarada, Deplorável etc.etc.etc.. voltou ao normal dela, ou seja, completamente alienada,

    acredita em delação desesperada e vazamentos seletivos de depoimentos de bandidos.

    Dize-me com quem andas de te direi quem és.

    Na primeira eleição a “óia” apresentou um “empresário” que teria se recusada a pagar propinas, por isso não teria recebido um empréstimo de 9 bilhões do BNDES. Depois ficou-se sabendo que o tal “empresário”, em verdade, era um grande picareta e, inclusive, receptador de cargas roubadas.

    A “óia” não tem a mínima credibilidade. É um simples tablóide de baixarias. Até o dia das eleições, Dilma chegará aos 12 pontos de vantagens sobre o infame aecioporto, suas revistas mais vendidas do Brasil e seus jornalistas de programa.

  130. Jose Mario HRP said

    http://www.viomundo.com.br/denuncias/como-funciona-venda-casada-entre-revista-veja-e-o-jornal-nacional.html

    Azenha em estado de arte….

  131. Jose Mario HRP said

    Neymar same same Pelé:
    Em Campo Pelé o maior do mundo, e Neymar genial, fora de campo, só falam merda!
    Já a Deise, dentro e fora é so merda!

  132. Daise said

    Doleiro Yousseff promete entregar à Justiça números de contas secretas do PT em paraísos fiscais
    O Planalto sabia de tudo

    24/10/2014 – 05h02
    Ricardo Noblat

    Os trechos mais quentes da reportagem de VEJA deste fim de semana sobre as confissões à Justiça do doleiro Alberto Youssef, um dos cabeças do esquema de corrupção na Petrobras:

    • — O Planalto sabia de tudo!
    — Mas quem no Planalto? — perguntou o delegado.
    — Lula e Dilma — respondeu o doleiro.

    • Na semana passada ele aumentou de cerca de trinta para cinquenta o número de políticos e autoridades que se valiam da corrupção na Petrobras para financiar suas campanhas eleitorais. Aos investigadores Youssef detalhou seu papel de caixa do esquema, sua rotina de visitas aos gabinetes poderosos no Executivo e no Legislativo para tratar, em bom português, das operações de lavagem de dinheiro sujo obtido em transações tenebrosas na estatal. Cabia a ele expatriar e trazer de volta o dinheiro quando os envolvidos precisassem.

    • Entre as muitas outras histórias consideradas convincentes pelos investigadores e que ajudam a determinar a alta posição do doleiro no esquema — e, consequentemente, sua relevância pa­ra a investigação —, estão lembranças de discussões telefônicas entre Lula e Paulo Roberto Costa sobre a ampliação dos “serviços”, antes prestados apenas ao PP, também em benefício do PT e do PMDB.

    • “O Vaccari está enterrado”, comentou um dos interrogadores, referindo-se ao que o do­leiro já narrou sobre sua parceria com o tesoureiro nacional do PT, João Vaccari Neto. O doleiro se comprometeu a mostrar documentos que comprovam pelo menos dois pagamentos a Vaccari. O dinheiro, desviado dos cofres da Petrobras, teria sido repassado a partir de transações simuladas entre clientes do banco clandestino de Youssef e uma empresa de fachada criada por Vaccari.

    • O doleiro preso disse que as provas desses e de outros pagamentos estão guardadas em um arquivo com mais de 10 000 notas fiscais que serão apresentadas por ele como evidências. Nesse tesouro do crime organizado, segundo Youssef, está a prova de uma das revelações mais extraordinárias prometidas por ele, sobre a qual já falou aos investigadores: o número das contas secretas do PT que ele operava em nome do partido em paraísos fiscais. Youssef se comprometeu a dar à PF a localização, o número e os valores das operações que teria feito por instrução da cúpula do PT.

    • Youssef dirá que um integrante da ­coor­denação da campanha presidencial do PT que ele conhecia pelo nome de “Felipe” lhe telefonou para marcar um encontro pessoal e adiantou o assunto: repatriar 20 milhões de reais que seriam usados na cam­panha presidencial de Dilma Rousseff. Depois de verificar a origem do telefonema, Youssef marcou o encontro que nunca se concretizou por ele ter se tornado hóspede da Polícia Federal em Curitiba.

  133. Jose Mario HRP said

    Aliás o Ney pai é bom professor.
    Deu golpe em todo mundo e ficou com quase todo o dinheiro da venda do filho.
    Fora ter asinado contrato de venda( e recebeu 10 mi de euros) do passe do filho dentro da vigencia do contrato com o Santos fazendo com que o filho jogasse a final do mundial com Neymar sendo dos dois times da final!
    Pai e filho exemplos de merda nenhuma!
    Ferrrou com o Peixe mecheu comigo!

  134. Jose Mario HRP said

    Não adianta nada caro desesperado!
    Agora virou!
    Ninguém le mais esse lixo mentiroso.
    Pode postar a vontade que dançou!
    E a OAB vai no cangote do Moro, e dos policinhas da federal……
    Quem viver verá.

  135. Patriarca da Paciência said

    “Quero um governo que não privatize o patrimônio público e enfraqueça os bancos estatais. Que, quando a economia entra em crise, não eleva os juros, não corta o gasto público e não espera a recessão.

    Pois quem sempre chamou o Bolsa Família de compra de votos não sabe o que é assistência social. Quem sempre criticou as cotas não sabe o que é ação afirmativa.

    E quem agora vem apresentar seu candidato como bom pai de família não sabe o que é respeitar as mulheres nem as minorias.

    Sei que se o Aécio for eleito eu vou continuar tendo uma vida tão boa quanto a que tenho hoje. Mas eu não quero uma vida melhor para mim; quero uma vida melhor para todo mundo.

    No fim das contas, acho que nesses 12 anos, enquanto eu cresci, aprendi duas coisas importantes: a não acreditar em tudo sai na Folha ou que diz o Estadão e a não esperar da Dilma ou do Aécio que governem para mim.

    Faço um apelo para esses dias que antecedem a eleição. Olhe ao redor e veja se piorou a sua vida ou a das pessoas que você mais gosta; procure saber se melhorou a vida dos mais pobres, de quem mais precisa do Estado.

    Então, decida seu voto com a cabeça e o coração – e, se possível, sem a ajuda do oligopólio de famílias que controlam a mídia e têm pavor de qualquer abalo na estrutura que as sustentam.

    Amo minha família e meus amigos, mesmo os muitos que talvez para sempre vão votar no PSDB.

    *O texto acima difere do que foi publicado originalmente por Rafael Cardone em seu Facebook e foi aprovado pessoalmente pelo autor”

  136. Jose Mario HRP said

    Mecheu, sorry….
    MEXEU!

  137. Patriarca da Paciência said

    “Em 13 de outubro, o ministro Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), acatou pedido da coligação da presidente Dilma Rousseff (PT) e concedeu liminar pela suspensão de uma inserção na rádio da “Veja”. Ele entendeu que a revista, a pretexto de veicular publicidade comercial, burlou a legislação eleitoral ao fazer propaganda ilegal de Aécio Neves (PSDB). “O ministro considerou que houve divulgação de conteúdo próprio do debate eleitoral, porém veiculado na programação normal do rádio na forma de publicidade comercial, em desacordo com a regra contida no artigo 44 da lei 9.504/97, que veda a veiculação de propaganda paga”, descreveu o jornal Valor.

    Esta decisão do TSE, porém, parece que não intimidou os capangas da famiglia Civita. A “Veja” esta desesperada com a queda nas intenções de voto do cambaleante tucano, confirmada nesta quinta-feira (23) pelas pesquisas do Datafolha e Ibope. Já era previsível que tentasse uma última cartada ainda mais suja – mesmo correndo o risco de nova condenação. Diante destas e de várias outras atitudes ilegais e criminosas, o governo e o PT não podem vacilar. A revista deve ser processada, exigindo-se a imediata resposta da Justiça Eleitoral e, inclusive, a retirada de circulação deste panfleto tucano.

    Este novo golpe também deveria fazer com que o governo repensasse sua política de publicidade. Não tem cabimento bancar anúncios milionários numa publicação asquerosa e irresponsável, que atenta semanalmente contra a democracia e o livre voto dos brasileiros. Não dá mais para alimentar cobras! Chega!”
    http://www.brasil247.com/pt/247/artigos/158099/O-golpe-de-Veja-processo-e-fim-de-an%C3%BAncio.htm

  138. Jose Mario HRP said

    Li o depoimento do advogado do Youssef no Globo.
    O tal adevo desconhece o baombastico depoimento do cliente e disse mais:
    Seus assistentes estiveram no depoimento e em momento algum ouviram tais acusações.Bom, ou a Óia é mentirosa ou estão usando telepatia para interrogar agora lá na Prato Feito!
    Daí depreende-se que a PF , com greve proibida pelo STJ, anda armando mais uma jogada suja para pressionar Dilma.
    E sabemos que policial é tudo farinha do mesmo saco, com as rarissimas exceções tipo Protogenes Queiroz, que teve o fim que se da aos justos e probos na nossa sociedade.
    E quem quiser ler o depoimento do adevo, vá ao Conversa Afiada e leia a integra, e veja também que o tal diretor mafioso é obra do PSDB/PP, e foi alçado ao cargo através de chantagem dos congressistas de todos matizes.

  139. Jose Mario HRP said

    Não sei se a candidata do PT vai ganhar, mas……na sua campanha , sempre,sempre, há pretos, pobres, trabalhadores e o povo, é para eles que meu voto foi sempre, e se o cara aqui no discurso se candidatar de novo, vou com ele:

  140. Patriarca da Paciência said

    Como eu previ, hoje a bolsa está em “recuperação” e o dólar em queda. O joguinho fajuta para dar a impressão de que o Aécio “está melhorando”.

    Ultimamente eu acerto todas. Os babacas são totalmente previsíveis.

  141. Patriarca da Paciência said

    Já viram alguma coisa mais ridícula que esta ?

  142. Jose Mario HRP said

    Patriarca, a farsa não pode ser diaria.
    Senão os caras perdem dinheiro de verdade.
    Abrincadeira acabou.
    Aqui outra BOMBA!

    http://www.brasil247.com/get_img?ImageId=400749

  143. Daise said

    https://pbs.twimg.com/media/B0t7bMHIYAAO7tS.jpg:large

  144. Daise said

  145. Daise said

    DILMA ATACA A VEJA E RECEBE RESPOSTA À ALTURA

    A resposta de VEJA
    Sobre a fala da presidente no horário eleitoral

    A presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição, ocupou parte de seu horário eleitoral para criticar VEJA, em especial a reportagem de capa desta semana. Em respeito aos nossos leitores, VEJA considera essencial fazer as seguintes correções e considerações:

    1) Antecipar a publicação da revista às vésperas de eleições presidenciais não é exceção. Em quatro das últimas cinco eleições presidenciais, VEJA circulou antecipadamente, no primeiro turno ou no segundo.

    2) Os fatos narrados na reportagem de capa desta semana ocorreram na terça-feira. Nossa apuração sobre eles começou na própria terça-feira, mas só atingiu o grau de certeza e a clareza necessária para publicação na tarde de quinta-feira passada.

    3) A presidente centrou suas críticas no mensageiro, quando, na verdade, o cerne do problema foi produzido pelos fatos degradantes ocorridos na Petrobras nesse governo e no de seu antecessor.

    4) Os fatos são teimosos e não escolhem a hora de acontecer. Eles seriam os mesmos se VEJA os tivesse publicado antes ou depois das eleições.

    5) Parece evidente que o corolário de ver nos fatos narrados por VEJA um efeito eleitoral por terem vindo a público antes das eleições é reconhecer que temeridade mesmo seria tê-los escondido até o fechamento das urnas.

    6) VEJA reconhece que a presidente Dilma é, como ela disse, “uma defensora intransigente da liberdade de imprensa” e espera que essa sua qualidade de estadista não seja abalada quando aquela liberdade permite a revelação de fatos que lhe possam ser pessoal ou eleitoralmente prejudiciais.

  146. Daise said

  147. Daise said

    #141 Já viram alguma coisa mais ridícula que esta ? MUITO MAIS!

    SIM EU VI !
    repare na marta, na “chicarola” do genro do Chico e no mercadante, além da lingua esperta do lulinha,
    O aniversariante

  148. Jose Mario HRP said

    Quando os vermes pau mandados batem com a lingua nos dentes….a moçada do deise:
    http://atarde.uol.com.br/politica/noticias/1633665-testa-de-ferro-aceita-acareacao-para-falar-sobre-psdb

  149. Daise said

  150. Jose Mario HRP said

    Novo especime encontrado na reserva ambiental de conhecido blogueiro:
    O Deisemico:

  151. Daise said

    VEJA: A VERDADE COMPLETA

  152. Daise said

    Pelo debate da Globo até agora…Dilma vai votar no Aécio.rsrssr

  153. Patriarca da Paciência said

    A capa da “òia”, caso ela se tornasse uma revista séria:

  154. Patriarca da Paciência said

    A “óia” já foi parceira do bicheiro mafioso, Carlinhos Cachoeira, que, conforme suas próprias palavras, ligações gravadas pela Polícia Federal, forneceu várias capas para a revista. Carlinhos Cachoeira colaborava diretamente com o editor da publicação. Agora “óia” se torna parceira de corruptos e doleiros. “Dize-me com quem andas e te direi que és”.

  155. Jose Mario HRP said

    Qualidadi !Dotor”
    É Qualidadi!

  156. Jose Mario HRP said

    http://politica.estadao.com.br/blogs/joao-bosco/a-tensao-por-tras-do-destempero-de-lula/

    BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!!!!!!
    QUE MEDO!!!!
    A Cuca vai pegar o Lula!
    Esse terrorismo psicologico indica a Dilma vitoriosa mesmo!
    E depois a revanche “deles” no STF.
    Só que agora não tem El Dictador Barbosão!
    Sobrou o boca de Baba Mendes!
    Como dizem no Conversa, vão tomar no itaú!!!

  157. Jose Mario HRP said

    Eu tenho um “esquema” dentro duma estatal “rica” em que alguém trabalha para mim , desviando dinheiro publico para que eu me locuplete junto com meu bando.
    Certo dia dou um pé na bunda desse “alguém” e tempos depois o Alguém , descoberto em seus mal feitos entra em cana, e dá com a lingua nos dentes!
    Bem, ou eu sou burro, ou imbecil!
    Portantoeu acredito em tudo que o Youssef, o ex diretor da Petrobras e a Veja dizem.
    E por tudo isso recebo titulo de “Energumeno do ano”!
    Só que burro do jeito que sou, pergunto:
    Porque o Moro, o Teory, e os delegados da Prato Feito ainda não foram responsabilizados por leniencia e omissão diante desse vazamento sujo e ordinário da delação premiada sob sigilo judicial??????

  158. Patriarca da Paciência said

    “A Peleja do PT Malvado Contra o Pobre Tucano

    Em busca de uma razão para explicar a nova onda vermelha de Dilma e o derretimento de Aécio, na antevéspera da eleição presidencial, a velha imprensa familiar criou uma narrativa comum que, de tão fantástica, lembra a literatura de cordel: “A Peleja do PT Malvado contra o Pobre Tucano”.

    Dava até pena de ver experimentados profissionais se contorcendo nas cadeiras dos telejornais noturnos, visivelmente contrariados, diante das novas pesquisas divulgadas no final da tarde desta quinta-feira, que apontavam a reeleição de Dilma no domingo, por uma diferença entre 6 e 8 pontos dos votos válidos. Ver análise sobre os números do Datafolha e do Ibope neste link:

    http://noticias.r7.com/blogs/ricardo-kotscho/2014/10/24/a-peleja-do-pt-malvado-contra-o-pobre-tucano/

  159. Jose Mario HRP said

    http://atarde.uol.com.br/politica/noticias/1633812-tse-proibe-veja-de-fazer-propaganda-de-capa

    VITORIA!!!VEJA PROIBIDA DE FAZER PROPAGANDA DE SUA CAPA HOJE E AMANHÂ!!!!!
    Taca-le(lhe) pau!!!!!!!!!

  160. Jose Mario HRP said

    Transitou em julgado a ação em que o ex-presidente Fernando Collor reclamava indenização da Editora Abril por ofensas morais publicadas nas páginas de Veja; o Superior Tribunal de Justiça fixou a indenização em R$ 500 mil que, corrigida, ultrapassa R$ 1 milhão; desse total, R$ 945 mil já foram depositados pela Abril e deverão ser pagos nesta semana; outros R$ 195 mil referentes ao tempo de protelação na execução da sentença ainda estão sendo questionados; decisão terá efeito pedagógico? – – – – –

  161. Jose Mario HRP said

    Quase ao mesmo tempo, CBN, Globo FM, e Bandeirantes martelaram pelo dia inteiro reportagens sobre a capa da Óia.
    Depois da proibição do TSE quanto a propaganda da Veja, os PIGs iniciaram ação conjunta de desinformação!Crise Institucional depois de domingo?

  162. Daise said

    Existe uma medida para acabar com a corrupção: tirar o PT do governo!

    AÉCIO NEVES, NO DEBATE COM DILMA DA REDE GLOBO DE TELEVISÃO

    Doleiro diz que Lula ordenou pagamento a agência suspeita

    http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/doleiro-diz-que-lula-ordenou-pagamento-a-agencia-suspeita/

    O Brasil não quer eleger o Temer.Simples assim.

  163. Jose Mario HRP said

    Falta d’agua?
    Que nada, tem até “ofuro”!

  164. Daise said

    Lula sabia de esquema na Petrobras desde 2005, diz doleiro

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/10/1538000-lula-sabia-de-esquema-desde-2005-diz-doleiro.shtml

    Dessa o molusco bravateiro não escapa. dilma desempregada vai fazer o Pronatec!

    O pT vai processar o Estado, a Folha e a TV Globo e o Globo?

  165. Patriarca da Paciência said

    “Reportagem deste fim de semana foi vista pela Justiça como peça de propaganda política; por isso, ministro Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), acatou representação do presidente do PT, Rui Falcão, e concedeu liminar que proíbe a editora Abril, responsável por publicar a revista Veja, de fazer propaganda em qualquer meio de comunicação da reportagem de capa em que acusa a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula de terem conhecimento do esquema de corrupção investigado na Petrobras”
    (247)

    E correu pela internet a mentira de que o ministro Admar Gonzaga teria extinguido a ação sem resolução de mérito.

    Como mente esse pessoal!

  166. Patriarca da Paciência said

  167. Daise said

    Depois d assistir o DEBATE DA GLOBO (onde dilma mostrou de novo toda a sua imensa incompetencia)…. o eleitor petista:

    Até o Tolinho e o Dilminho (agarraomeu) icaram de boca calada, rsrsrs

  168. Patriarca da Paciência said

    Tem toda a razão, caro HRP,,

    esse cara aí do comentário 155 é o típico eleitor do Aécio.

    O cara não tem a menor noção do que seja governo, o que seja programa governamental, ou qualquer básico de cidadania, o cara sabe apenas que odeia Cuba, “União Soviética” Che Guevara e, principalmente, o PT. Sequer sabe que a União Soviética não existe mais ou que o Che morreu.
    É um típico manipulado pelo PIG, Bronco, truculento e radical.

    Coitado !

  169. Daise said

    O PT já tem uma desculpa por uma provável derrota nas urnas amanhã:

    A Veja, a FSP, o Estadão, o Globo e o Jornal Nacional !

    rsrsrsrs

  170. Patriarca da Paciência said

    “Pesquisa Ibope coloca a presidente Dilma Rousseff com 53% dos votos, contra 47% do senador Aécio Neves, oscilação ocorreu dentro da margem de erro; na pesquisa anterior, Dilma tinha 54% e Aécio 46%; na pesquisa Datafolha, ela tem tem 52%, contra 48% do senador Aécio Neves, o que configura empate técnico, no limite da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos; na pesquisa anterior, Dilma também vencia, com 53% contra 47%; resultado da disputa presidencial mais emocionante de todos os tempos será conhecido neste domingo, às 20h”
    (247)

    E a “bala de prata” da “óia” “faiou” mais uma vez !

  171. Daise said

    Tolinho

    “E a “bala de prata” da “óia” “faiou” mais uma vez !”

    A bala de ouro foi o DEBATE.

    NAS URNAS AÉCIO 53 x DILMA 47 !

  172. Daise said

    DILMA DERROTADA PELO JN !

    Assista agora!

  173. Patriarca da Paciência said

    DIREITA INESCRUPULOSA TENTA ATINGIR DILMA COM “BALA DE BOSTA”

    “E Veja tentou atingir e “liquidar” Dilma, Lula e o PT com uma única bala, pretensamente “certeira” e no momento capital – porém, a bala não era de “prata”, a bala era “de bosta”.

    Outra: a bala errou o alvo. Atingiu e sujou apenas a quem a disparou.

    E, pior ainda, seria uma bala do tipo “dundum”. Daquela que explode e joga estilhaços para tudo quanto é lado, causando danos irreparáveis. A direita pretendia espalhar caca para tudo quanto é lado. Mas foi apenas mais um tiro no pé dos inescrupulosos de sempre, sempre de plantão.

    E por que a bala da Veja é “de bosta”?

    Porque esse projétil não tem qualquer direção, nem valor algum. Não tem consistência. Apenas,como disse, pretendia espalhar sujeira (ou desconfiança) para tudo quanto é lado – do lado de cá, é claro.”

    http://www.brasil247.com/pt/247/artigos/158260/Direita-inescrupulosa-tenta-atingir-Dilma-com-bala-de-bosta.htm

  174. Daise said

    hehehehe

    e ainda vai rolar muita bosta…na boca do Tolinho

    diuma e lula na cadeia por corrupção ativa e passiva, formação de quadrilha, contas no exterior sem origem legal.

    Até o PT pode rolar nessa bosta malcheirosa.

  175. Daise said

    E por falar em bosta…vamos à madame bosta:

    Dilma: acusar os outros sem provas, vale. Acusá-la sem provas, é golpe!
    25.10.2014 20:23
    Ricardo Noblat

    Contra Sérgio Guerra, ex-presidente do PSDB, morto, é legítimo que qualquer veículo de comunicação divulgue a acusação feita pelo doleiro Alberto Youssef de que ele foi subornado com dinheiro da roubalheira na Petrobras.

    Dilma não cobrou provas da acusação quando a encampou durante debate na Record com Aécio Neves. Limitou-se a dizer que acabara de ser postada no site UOL. Dias depois, foi além: reconheceu que houve desvio de grana da Petrobras.

    Agora, Dilma chama VEJA de “golpista” por ter publicado sem provas o trecho da confissão de Youssef onde ele disse que ela e Lula sabiam, sim, da corrupção na Petrobras.

    – Cadê as provas do que o doleiro disse? – cobrou Dilma, indignada. E prometeu processar a revista.

    Ora, por que não cobrou as provas do que o doleiro disse sobre o ex-presidente do PSDB?

    Quanta desfaçatez…

    Em tempo: Dilma liderou, hoje, em Porto Alegre, uma caminhada onde militantes do PT exibiam cartazes dizendo que Aécio bate em mulher.

    Dilma não deve ter notado os cartazes. Do contrário teria mandado apreendê-los, não é verdade?

  176. Daise said

  177. Daise said

    ISTOÉ : EDITORIAL

    Foram dias de massacre de reputações sem precedentes. Para se manter no poder, os articuladores da candidata Dilma Rousseff adotaram o que chamaram de estratégia de desconstrução do adversário cuja essência era um bombardeio de mentiras e calúnias, transformando essa na mais torpe eleição dos últimos tempos.

    Nas peças de campanha e nas palavras dos principais arautos petistas, liderados pelo ex-presidente Lula, o oponente de Dilma, Aécio Neves, foi classificado de nazista, que agride mulheres, não gosta de trabalhar, tem problemas com bebida e, para completar, iria desempregar os brasileiros e acabar com o programa “Bolsa Família”.

    Qualquer um que avaliasse mais detidamente a tática oficial, que despejou milhões em campanha, poderia perceber a inconsistência de tamanha artilharia de insultos e ilações – e o intuito por trás dela. Nada ficaria de pé nesse carnaval de difamações. Mas o seu martelar incessante nas propagandas de TV, nas mídias digitais e nos palanques Brasil afora foi inebriando massas, tentando convencê-las de uma falsa luta do bem contra o mal, de “nós contra eles”. Faltou lucidez e a esperança de parte da população foi embalada por quem controla a máquina numa caixa de promessas vazias. Nas ruas a militância partidária, incessante no seu afã de caluniar, distribuía panfletos apócrifos com teores terroristas, falando da ameaça que viria de uma vitória da oposição.

    Era o apogeu de um plano covarde que se repetia depois da destruição implacável imposta à ambientalista Marina Silva, chamada até de homofóbica e acusada de assassinato de um manifestante gay por parte de seus seguranças, segundo ela mesma informou em entrevista ao jornal britânico Financial Times. Indignada com o jogo sujo, Marina fez uma declaração de apoio aberto a Aécio e às mudanças propostas por ele que estão no bojo de um amplo anseio da Nação.

    Depois das urnas, qualquer que seja o seu resultado, torna-se imperativa uma revisão das regras eleitorais que abriram margem a tantas manobras rasteiras. Os golpes baixos no plano pessoal e na biografia de conquistas administrativas do mineiro, cuja gestão no governo de seu estado mereceu aprovação recorde, somaram-se a um estratagema maroto de esconder a realidade de crise evidente. Nos últimos quatro anos, os números atestam, o País vive uma paralisia econômica que se agrava, com descontrole dos gastos públicos e desmoralização de instituições como a Petrobras, cujos cofres foram assaltados por partidários do Governo, que desviaram bilhões.

    Seguir nesse caminho insano é insistir em um erro, de consequências imprevisíveis, que pode levar muito tempo para se consertar e cujo único antídoto, ou resposta eficaz, está na urna eleitoral.

  178. Daise said

  179. Daise said

    PAULO BERNARDO DO PT =1 milhão pra campanha

  180. Jose Mario HRP said

    É espantoso e muito elogiavel o esforço herculeo do Daise de tentar criar e colar factóides na candidata do PT, mas lamento informar que já era!
    O factóide não teve o poder mágico de virar o jogo, até porque não existenm vampiros e bala de prata é besteira, bala se faz de chumbo ou aço…….KKKKKKKKK
    Aqui um conforto para aliviar tanto desespero e choradeira:

  181. Jose Mario HRP said

    http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/direito-de-resposta

    Ajoelhou, teve que rezar, e até fez um blow job gostoso!!!!

    KKKKKKKKKKK

  182. Daise said

  183. Daise said

  184. Daise said

  185. Jose Mario HRP said

    Olha só onde a Dilma foi xingada!
    Um ringue de luta livre, aonde frequentam milhares de brucutus, todos com carteirinha de loucos, usuários de crack, maconheiros, bebados em geral, rodo mundo que comprou bilhete com ficha criminal!
    O RECANTO DO dAISE!
    SÓ LIMITROFES, E QI DE AMEBAS!
    PSRABENS!
    Gennte da melhor qualidade…..qualidadi manÔ!!!!!!!

  186. Daise said

    Dilma no UFC
    Postado:Sun, 26 Oct 2014 05:53:39 +0000

    Maracanãzinho: grito de guerra

    Em pelo menos dez oportunidades, a educada plateia do UFC 179, que acabou há pouco no Maracanãzinho, berrou a plenos pulmões um grito de guerra que ficou célebre na Copa:

    – Ei Dilma, vá tomar…
    ————-

    Em luta renhida, encerrada na madrugada deste domingo eleitoral, o brasileiro José Aldo venceu por pontos o desafiante norte-americano Chad Medes, mantendo o cinturão de campeão do UFC na categoria peso-pena. Deu-se no Rio de Janeiro, no Maracanãzinho. Durante o evento, a plateia entoou várias vezes o coro ofensivo que as arquibancadas da Copa já haviam dedicado à presidente da República.

    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2014/10/26/plateia-entoa-ofensa-a-dilma-em-evento-do-ufc/

  187. Jose Mario HRP said

    A noticia da morte do Youssef não se confirmou e já se sabe que está bem e almoçara frango com espaguete.
    Quanto a morte de FHC, Serra, Açoysio Nunes e Zé Hannibal , na queda de um avião em um lixão de Osasco foi confirmada!
    Espalharam merda para todo lado!
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK………

  188. Patriarca da Paciência said

    Desconfio que toda a cúpula da “abril”, inclusive o reinaldo rolabosta e augustos boçal canalha nunes, desta vez, irão para a cadeia.

    Caro HRP,

    estou desconfiado de que a Carlão Michele Deise Descarada Delirante Destrambelhada Desmiolada etc.etc.etc. é apenas um programa de computador. Essa coisa não existe, ou melhor, existe apenas no mundo virtual.

  189. Jose Mario HRP said

    Tô saindo pro almoço com a turma, depois apertar o 13, e curtir a tarde na varanda!
    Até mais tarde Patriarca!
    Um domingo muito bom para todos, e votemos bem!
    ABração!

  190. Daise said

    Dilma Jong-uma. Ou: Uma sugestão para Celso Kamura, rsrsrsr

  191. Patriarca da Paciência said

    “Acharam que o doleiro tinha sido envenenado, mas eram só resquícios da revista Veja nas mãos dele.”
    — Zezinho(PHA)

  192. Jose Mario HRP said

    Na Veja . com o TSE determiou o aumento da imagem do direito deresposta no seu site!!!!
    E ela ajoelhou e rezou!……………

  193. Jose Mario HRP said

    É DILMAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    ELEITA!!!!!!

  194. Patriarca da Paciência said

    Todas as mentiras, calúnias, terrorismo etc.etc.etc. do PIG e da turma do Aécio de nada adiantaram. A vontade do povo falou mais forte. VIVA O POVO BRASILEIRO !

  195. Jose Mario HRP said

    http://jornalggn.com.br/noticia/procurador-pede-multa-de-r-500-mil-por-hora-para-veja

    Receba-lhe!!!!!!!!!!!!!!!!

    Sou um dos 35% dos paulistas que pedem um país sem preconceito, sem maguas, sem exploração da escravidão, sem exploração do homem pelo homem, um país que acolhe todos que estiverem em perigo nos paises de origem, porque nosso país é a pátria dos bons e dos amorosos!
    Com Deus, com Jesus, e com justiça, com inclusão social, caridade e fraternidade, porque somos todos humanos e seres criaturas do bom nosso Deus!
    Trabalhadores e pais e familia!
    Não haverá magoa e nem rancor!
    E um belo futuro !

  196. Jose Mario HRP said

    http://fotografia.folha.uol.com.br/galerias/27782-campanha-aecio-neves#foto-450594
    CHORINHOOOOOOOOOO…………..

  197. Daise said

    CAMPANHA DO ÓDIO, DA VIOLÊNCIA E DA MENTIRA OBTÉM A MAIORIA NAS URNAS:

    DILMA SE REELEGE COM QUASE 52% DOS VOTOS. À SUA FRENTE,

    UMA ECONOMIA ESTAGNADA E O FANTASMA DO IMPEACHMENT.

    PODE CONTAR COM A GENTE (RE)GOVERNANTA: PARA VIGIÁ-LA

  198. Daise said

    EU, MINHA FAMÍLIA E MEUS AMIGOS FAZEMOS PARTE DOS ~92% QUE NÃO REELEGERAM DILMA EM MIAMI.

    Nenhuma cidade brasileira deu a Aécio votação maior que em Miami
    DE SÃO PAULO

    A cidade em que Aécio Neves (PSDB) teve o maior percentual de votos não está no Brasil, mas nos Estados Unidos. Em Miami, o tucano atingiu 91,79% dos votos válidos, contra 8,21% de Dilma Rousseff (PT). Lá, Aécio teve no total 7.225 votos, enquanto Dilma registrou 646.

    A presidente Dilma venceu a eleição em segundo turno neste domingo (26), somando 51,64% dos votos válidos, ante 48,36% do tucano.

    Em nenhum município do Brasil Aécio teve um percentual tão expressivo de votos quanto na cidade americana. Sua melhor votação em termos percentuais aqui foi em Nova Pádua (RS), com 88,14%.

  199. Daise said

    PETROLÃO DO LULA E DA DILMA

    YOUSSEF ENTREGA PROVAS SOBRE POLÍTICOS QUE CITOU
    MEGADOLEIRO DO PETROLÃO ENTREGOU PROVAS DAS ACUSAÇÕES À PF E MPF

    INCLUSIVE CONTAS SECRETAS DO PT EM PARAÍSOS FISCAIS
    (247)

  200. Daise said

    dilma,as petrorroubalheiras e lula no Copa na suite 601

    Elio Gaspari

    Um mandato inédito

    Em 2002, na versão 1.0, Romanée-Conti; em 2014, na 2.0, a suíte do Copa, com direito a mordomo

    Os eleitores deram ao PT um mandato inédito na história nacional. Um mesmo partido ficará no poder nacional por 16 anos sucessivos. A doutora Dilma reelegeu-se num cenário de dificuldades econômicas e políticas igualmente inéditas. Lula recebeu de Fernando Henrique Cardoso um país onde se restabelecera o valor da moeda. Ela recebe dela mesma uma economia travada. Tendo percebido o tamanho da encrenca, em setembro anunciou a substituição do ministro Guido Mantega. Por quem, não disse. Para quê, muito menos.

    A dificuldade política será maior. As petrorroubalheiras devolveram o PT ao pesadelo do mensalão. Em 2005 o comissariado blindou-se e desde então fabrica teorias mistificadoras, como a do caixa dois, ou propostas diversionistas como a da necessidade de uma reforma política. Pode-se precisar de todas as reformas do mundo, mas o que resolve mesmo é a remessa dos ladrões para a cadeia. O Supremo Tribunal Federal deu esse passo, formando a bancada da Papuda. Foi a presença de Marcos Valério na prisão que levou o “amigo Paulinho” a preferir a colaboração à omertà mafiosa.

    Dilma teve uma atitude dissonante em relação às condenações do mensalão. Protegeu-se sob o manto do respeito constitucional às decisões do Judiciário. No debate da TV Globo, quando Aécio Neves perguntou-lhe se achou “adequada” e pena imposta ao comissário José Dirceu, tergiversou. Poderia ter seguido na mesma linha: a decisão da Justiça não deve ser discutida. Emitiu um péssimo sinal para quem sabe que as petrorroubalheiras tomarão conta da agenda política por muito tempo.

    Será muito difícil, e sobretudo arriscado, tentar jogar o que vem por aí para baixo do tapete. Ou a doutora parte para a faxina, cortando na carne, ou seu governo vai se transformar num amestrador de pulgas, de crise em crise, de vazamento em vazamento, até desembocar nas inevitáveis condenações.

    O comissariado acreditou na mágica e tolerou o contubérnio do PT com o PP paranaense do deputado José Janene. A proteção dada aos mensaleiros amparou o doutor e ele patrocinou a indicação do “amigo Paulinho” para uma diretoria da Petrobras. Ligando-se ao operador Alberto Youssef, herdeiro dos contatos de Janene depois que ele morreu, juntaram-se aos petropetistas e a grandes empresas. O resultado está aí.

    Em 2002, depois do debate da TV Globo, Lula foi para um restaurante do Rio e comemorou seu desempenho tomando de uma garrafa de vinho Romanée-Conti que custava R$ 9.600. A conta ficou para Duda Mendonça, o marqueteiro da ocasião. Quem achou a cena esquisita pareceu um elitista que não queria dar a um ex-metalúrgico emergente o direito de tomar vinho caro. Duda confessou que fazia suas mágicas com o ervanário do mensalão.

    Passaram-se doze anos e os repórteres Cleo Guimarães e Marco Grillo mostraram que, na semana passada, Lula esteve em São Gonçalo, onde disse que “a elite brasileira não queria que pobre estudasse”. Seguiu da Baixada Fluminense para a avenida Atlântica e hospedou-se no Copacabana Palace, subindo para a suíte 601, de 300 metros quadrados, com direito a mordomo. Outros sete apartamentos estavam reservados para sua comitiva.

  201. Daise said

    DILMA ELEITA….agora terá que explicar as petrorroubalheiras

  202. Daise said

    TIC TAC, TIC TAC,TIC TAC, TIC TAC….

    O JUIZ JÁ COMEÇOU A MARCAR O TEMPO

  203. Jose Mario HRP said

    Impeachment, vou embora pra Miami, vou pra Italia, vou me matar,volta Barbosão do dominio do fato!!!!!!!
    mimimimimimimimimimimi!!!!!!
    Segunda feira brother!, vai trabalhar Vagabundo!!!!!!!

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: