políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Pizzaria da BR ouvirá Duque

Posted by Pax em 18/03/2015

A nova CPI da Petrobras, em fase de montagem antes de ser levada ao forno, deverá ouvir Renato Duque, ex-diretor da BR indicado por José Dirceu.

Como sempre as excelências do Congresso preparam nova pizza a ser degustada pelo povo brasileiro, mas parece que o tempero predileto, a atividade em moda atualmente, seja da oposição e dos que abandonam a base aliada é chutar cachorro morto.

Da CPI não devemos esperar nada mesmo. Só a sangria de um partido que se ajoelhou às piores práticas da política nacional e agora se encontra nas cordas tomando socos de todos os lados.

Situação que extrairá um bocado do erário para acalmar os oponentes.

Virou, mexeu, chegou no José Dirceu e no centro de comando do PT, o que já era de se esperar.

Juiz autoriza CPI da Petrobras a ouvir Renato Duque

Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil* Edição: Beto Coura

O juiz federal Sérgio Moro aceitou hoje (17) o pedido da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras para ouvir o ex-diretor de Serviços da empresa Renato Duque na sede da Polícia Federal em Brasília. Moro determinou que a apresentação seja quinta-feira (19) às 9h30. De acordo com o despacho, o local da oitiva será definido diretamente entre a CPI e a Polícia Federal.

Na decisão, Moro ressaltou que os integrantes da comissão devem garantir a Duque direito ao silêncio. “De forma desnecessária e redundante, consigno, não obstante, que a Renato Duque devem ser garantidos os direitos inerentes à condição de acusado/investigado, inclusive direito ao silêncio e à assistência pelo defensor constituído”, disse o juiz.

Devido a uma decisão da Mesa Diretora da Câmara, que proíbe o depoimento de presos nas dependências da Casa, a comissão solicitou ao juiz ouvir Renato Duque nas dependências da polícia ou do Ministério Público Federal. Segundo o deputado Rubens Bueno (PPS-PR), o depoimento deve ser feito na sede da Polícia Federal, em Brasília.

Duque foi preso nesta segunda-feira (16) porque movimentou dinheiro em contas no exterior. Ele transferiu 20 milhões de euros da Suíça para Mônaco, em uma possível tentativa de esconder o dinheiro dos investigadores da operação Lava jato.

*Colaborou André Richter

Anúncios

171 Respostas to “Pizzaria da BR ouvirá Duque”

  1. Pax said

    do Clipping da própria Radiobras

    http://clipping.radiobras.gov.br/clipping/novo/Classes/SinopsesDetail.php

    a próspera empresa do José Dirceu faturou R$ 42 milhões, segundo notícia de O Globo…

    pois bem, parece que desses 42, segundo notícias por aí, uma boa parte veio das empresas listadas na Lava Jato

    http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2015/03/empresas-da-lava-jato-pagaram-ao-menos-r-7-5-milhoes-a-jose-dirceu-4720919.html

    Até aí tudo bem, o próspero Dirceu, segundo Elias, porteiro da quadrilha, o gênio do PT, aquele que mata problemas cabulosos em questão de segundos, basta a gente pesquisar nos arquivos do blog sobre o mensalão, o cara é uma sumidade mesmo.

    Resta saber em que área, se na empresarial ou na criminal.

  2. Pax said

    off topic — PSOL ocupando espaço que o PT não tem mais moral pra ocupar…

  3. DAISE 2.0 said

    De que partido o senhor está falando?

    Brasil 18.03.15 07:57
    O interrogatório de Gérson Almada, da Engevix, mostrado ontem à noite no Jornal Nacional, é arrasador.

    Questionado pelo juiz Sérgio Moro, ele diz:

    Gerson Almada: O Milton (Pascowitch, operador de Renato Duque) veio falar: ‘Olha, Gerson, acho que você precisa manter um relacionamento com o partido, você precisa manter um relacionamento com um partido, você precisa manter um relacionamento com o cliente e eu me proponho a fazer isso. Eu tenho condição de fazer.’ Ótimo! Seja bem-vindo.
    Sérgio Moro: Qual partido que o senhor está falando?
    Gerson Almada: Partido dos Trabalhadores.

    Assim como o vice-presidente da Camargo Corrêa, Gérson Almada confirmou que o PT lavava o dinheiro da propina embolsando-o como doação legal.

    Gerson Almada: Como ele (Milton Pascowitch) tinha um relacionamento com o PT e na diretoria de Serviços, também ele trazia pedidos não vinculados a obras, né, mas vinculados a doações para o partido nas épocas das eleições ou em dificuldades de caixa do partido. Então, nós fizemos, teve um ano que eu doei que não era um ano eleitoral, foram feitas duas doações para o PT.

    Ele explicou também quem recebia os pagamentos:

    Sérgio Moro: No âmbito do partido, o senhor ajustava essas doações com alguém?
    Gerson Almada: Sim.
    Sérgio Moro: Com quem?
    Gerson Almada: João Vaccari.
    Sérgio Moro: Como que…
    Gerson Almada: E antes com o Paulo Pereira.

    Sim, ele disse Paulo Pereira, mas deve se referir a Paulo Ferreira, tesoureiro do PT entre 2005 e 2010. Melhor dizendo: entre Delúbio Soares e João Vaccari Neto.

    Ah: Paulo Ferreira também foi tesoureiro da campanha de Lula em 2006.

  4. Patriarca da Paciência said

    “Procurador-geral Rodrigo Janot fecha praticamente para o Supremo Tribunal Federal a possibilidade para um processo contra a presidente ao não incluir seu nome na lista dos investigados por envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras; Carlos Ayres Britto, ex-presidente do STF, ressalta que os dois mandatos de Dilma Rousseff devem ser vistos separadamente e, sendo assim, ela só poderia ser processada por atos a partir de 1° de janeiro de 2015; segundo ele, o artigo 85, que determina que ‘são crimes de responsabilidade os atos do presidente que atentem contra a Constituição, fala do presente, ou seja, no exercício do atual mandato’”
    (247)

    A pesquisa datafolha, que apontou a baixa aprovação da presidenta Dilma, não apontou os números da aprovação do “nosso” valoroso Congresso, principalmente do Eduardo Cunha, que seria o terceiro homem da República, no caso de um improvável impeachment de Dilma.

    Vejam só que trio fabuloso trio viria por aí, Temer, Renan e Cunha, todos do PMDB e com todos os poderes.

    Assustador !

    A verdade é que quem “abriu as porteiras” para a corrupção na Petrobrás foi o Fernando Henrique Cardoso, ao derrubar a lei de licitações ! Foi o próprio Cunha que o confirmou !

    E, até agora, os únicos corruptos indiciados com provas reais são os próprios diretores da Petrobrás !

    Barusco declarou claramente que nunca repartiu nada com ninguém e que não sabe com certeza se outras pessoas também receberam propinas !

    Agora, meteram o José Dirceu também no rolo – patético !

    Então é isso aí. O caminho mais simples e hipócrita, é achar que apenas o PT recebeu propinas.

    O caminho para atacar os reais problemas da corrupção, como venho dizendo faz anos aqui no blog, (o Pax pode testemunhar) é acabar com o financiamento empresarial de campanha, pois empresário que se presa não faz filantropia – faz investimentos !

  5. Guatambu said

    Pax,

    Não entendi: vc diz que a solução da Dilma é aumento de impostos, e que isso está alinhado à direita?!

    Ficou louco?! Tudo o que a Direita quer é menos impostos! Menos Estado!

    Vou começar a cobrar aumento como o Pedro…

  6. Elias said

    Corrupax,

    Já te falei várias vezes: nunca fui porteiro da quadrilha. Fui MEMBRO!

    Membro da quadrilha da tua vó, e frequentador assíduo da alcova daquela vetusta senhora, que costumava me obsequiar com gloriosos e gostosos boquetes.

    Depois ela chamava o netinho dela pra limpar o toalete… Mais tarde, o mesmo netinho iria limpar o cagador de um certo explorador de trabalho escravo, que vive como um nababo em Londres, às custas do exército de ferrados que rala nas ruas do Brasil, sem salário e sem nenhum direito trabalhista. Já o bate pau — em mais de um sentido — e papamerda desse senhor de escravos, papagaia o discurso de direita enquanto se diz “de esquerda”, feito mosca de bolo da periferia política.

    Prostituta velha! (A vó dele pelo menos dava de graça…).

  7. Elias said

    “Tudo o que a Direita quer é menos impostos! Menos Estado!” (Guatambu)

    Então, essa impostarada que há no Brasil foi toda criada pela esquerda???

    Doidim…

  8. Elias said

    Patriarca,
    A Petrobras anunciou que saiu — ou melhor, foi expulsa! — da Dow…

    Motivo? A roubalheira.

    Parece que vão monitorar o Petrossauro, pra estudar um possível retorno… Mas só a partir de 2016.

    Entendeste?

    É a dança que se dança…

  9. Elias said

    Patriarca,
    Vou trazer pra cá a discussão que tu, eu e o Zigbiniev estávamos levando lá no outro post.

    Nenhum problema quanto a rodar todo o ministério, mas, evidentemente, não era a isso que estava me referindo.

    Não é novidade pra ninguém que as equipes de governo são estruturadas em círculos concêntricos. Há um núcleo com muita força, depois um outro círculo com pouco menos força, depois outro… Quanto mais externo o círculo, mais músculos e menos influência nas decisões que realmente contam, certo?

    Não é preciso ser gênio pra sacar que o núcleo duro do governo Dilma não está funcionando. Se é porque não sabe o que fazer, ou porque não quer, não tenho como dizer… Mas tá na cara que não está funcionando.

    Quanto mais apático for o governo, mais agressiva ficará a oposição. Há algum tempo atrás, os oposicionistas se ofendiam quando eram chamados de golpistas. Hoje, é cada mais maior o número de pessoas que clama abertamente por um golpe. Até o FH do C Tucano já foi pra TV, crocitar por um golpe…

    Claro que o núcleo duro do governo Dilma tem que mudar. Ou muda a conduta, ou mudam-se as pessoas. Como está é que não dá pra ficar.

  10. Elias said

    “A verdade é que quem ´abriu as porteiras´ para a corrupção na Petrobrás foi o Fernando Henrique Cardoso, ao derrubar a lei de licitações! Foi o próprio Cunha que o confirmou!” (Patriarca)

    Esses são os termos que a direita deseja que se debata, Patriarca.

    Em primeiro lugar: a lei de licitações não impede a corrupção. É uma lei imbecil, mal feita (a meu ver, propositadamente mal feita), cheia de contradições e furos. A coisa mais fácil do mundo é burlar essa lei.

    Queres um exemplo? Faz o seguinte: pega quais foram as empresas de publicidade que fizeram a campanha dos prefeitos eleitos (ou reeleitos) em 2012, e dos governadores eleitos (ou reeleitos) em 2010.

    Depois, pega quais foram as empresas de publicidade que venceram as licitações para fazer a publicidade dos governos municipais e estaduais eleitos (ou reeleitos) em 2012 e 2010.

    Baita “coincidência”, né? Em todo o Brasil, em todos os Estados, em todos os mais de 5 mil municípios do país, por uma notável coincidência, as licitações para publicidade foram vencidas exatamente pelas agências que fizeram a campanha vencedora.

    Sabe o que é isso? É o mesmo que pegares um daqueles globos que sorteiam números de bingo, rodares o diabo do globo e, depois, saíres “sorteando” os números em perfeita ordem crescente: primeiro o “1”; depois o “2”…

    Até as pedras sabem que essas licitações são arranjadas, mas, como todos praticam a mesma sacanagem, faz-se valer o pacto de mediocridade: as oposições fingem que não sabem, e os governos fingem quem não sabem que elas sabem…

    E olha que as licitações para publicidade são regidas também por uma lei especial, que impõe um porradal de normas específicas, limita o tipo de licitação (só pode ser por “técnica e preço”), e um monte de etc…

    Em segundo lugar: se o FH do C xoxo lesse o que tu escreveste, ele diria: “Já que eu abri a porteira da corrupção, então mostra a corrupção que houve enquanto em chefiei o governo…”.

    E aí? O que tu mostrarias?

    Por que está sendo tão fácil mostrar a corrupção na Petrobras nos tempos petelhos, e tão difícil mostrar a corrupção existente nos anos FHCelhos? Se não é difícil, por que a corrupção dos tempos FHCelhos não está sendo mostrada, já que o governo tem o controle da máquina?

    É o núcleo duro, Patriarca… Até aqui, não disse a que veio…

  11. Elias said

    E Patriarca,
    Há um abismo entre ser INVESTIGADO e ser PROCESSADO CRIMINALMENTE.

    A CF, em seu art. 86, veda PROCESSAR CRIMINALMENTE o Presidente da República, durante a vigência do seu mandato, por atos estranhos ao exercício de suas funções. Mas não proíbe INVESTIGAR.

    Lê aí o que diz o Luiz Flávio Gomes, ex-juiz federal e professor de Direito Constitucional:

    ======================================================
    Rodrigo Janot (Procurador-Geral da República) e Teori Zavascki (ministro do STF e relator do caso Lava Jato) estão equivocados (data vênia): não há nenhum impedimento legal ou constitucional para investigar se Dilma Rousseff (e seu partido: o PT) teria recebido, em 2010, sob a forma camuflada de “doação eleitoral”, dinheiro gatunamente surrupiado da Petrobras. Ao que tudo indica, a cleptocracia nacional (roubalheira das classes dominantes e reinantes) estaria, de forma surreal (por meio de doações eleitorais) lavando dinheiro infecto vindo da corrupção. Eventuais contradições nas falas de Paulo Roberto Costa e Youssef (delatores-gerais da república cleptocrata) não constituem obstáculos, ao contrário, são motivos energizantes da investigação.

    Nada impede tampouco (aliás, tudo recomenda) que se investigue se o dinheiro, eventualmente dado a Sérgio Guerra (R$ 10 milhões) e a Eduardo Campos (R$ 20 milhões), teria também beneficiado o PSDB (campanha de José Serra de 2010) e o PSB (campanha ao governo de Pernambuco em 2010) como “petropropinas que viraram doações eleitorais”. Todos os partidos suspeitos (companheiros, atentem, todos!) devem ser devidamente investigados para o efeito de se constatar se é verdadeira a tese (que já ganhou foros de voz corrente) de que eles se transformaram em facções criminosas organizadas para pilharem impiedosamente o patrimônio público. Em caso positivo, devem ser extintos tais partidos, sem dó nem compaixão. O expurgo de tumores corruptivos gera a profilaxia do corpo societal e estatal.

    O princípio republicano exige que o Brasil (incluindo a corrupção das suas classes sociais dominantes e reinantes) seja passado a limpo (desde a raiz). Investigar a presidenta (e) Dilma por atos supostamente criminosos e ladravazes não é a mesma coisa que abrir “processo” contra ela. Janot e Teori, neste particular, confundiram as coisas (quando arquivaram a possibilidade de investigação de Dilma, citada 11 vezes nas delações até aqui reveladas). Tudo foi didaticamente bem explicado pelo min. Celso de Mello no Inq 672-DF. Abriu-se investigação apenas contra Palocci (que teria sido o intermediário de um empreendimento criminoso com fachada de “doação eleitoral”). Mas a investigação precisa ir mais fundo, para alcançar os “andares de cima” assim como os pilares corroídos dos partidos políticos. Limpeza pela metade é típica de um País de faz de conta. É uma farsa.

    O citado art. 86, § 4º, da Constituição, diz que “O Presidente da República, na vigência de seu mandato, não pode ser responsabilizado por atos estranhos ao exercício de suas funções”. Leiamos com atenção: não pode ser “responsabilizado”, ou seja, “processado criminalmente em juízo” e, eventualmente, condenado, por atos estranhos às suas funções. Estranhos ou anteriores às funções, como foram os atos da campanha eleitoral de 2010.

    O que se prevê na norma citada é uma imunidade temporária do chefe do Estado. Imunidade relacionada com o “processo criminal” (em juízo), não com a investigação (ato de comprovação de um crime). Investigados todos podemos ser (quando há indícios mínimos de uma infração penal). Mesmo porque, se os fatos não forem investigados as provas (com o tempo) desaparecem. Sem provas jamais haverá condenação. Imunidade temporária do Presidente da República não significa impunidade perpétua (que é o privilégio desfrutado pelas classes dominantes e/ou reinantes). Investiga-se o fato e processa-se o presidente depois de cessadas suas funções.

    O sistema republicano é absolutamente incompatível com o princípio da irresponsabilidade penal absoluta do Presidente da República. O Brasil é uma república, não uma monarquia. Dilma é presidente (a), não Imperadora ou Rainha. Não existem poderes ilimitados na República. Falar de República é falar de responsabilidade (de todos). Até o Presidente da República é súdito das leis vigentes.

    Nos crimes funcionais (praticados “in officio” ou “propter officium”) o Presidente da República pode ser processado criminalmente (perante o STF) durante o exercício do seu mandato (exige-se aprovação da acusação por 2/3 da Câmara dos Deputados). Nos outros crimes (estranhos à função ou anteriores a ela) o “processo criminal” não pode ser instaurado, mas pode haver investigação (aliás, pode e deve). É essa lógica incensurável que o STJ aplicou (na semana passada) para autorizar a investigação dos governadores Pezão (RJ) e Tião Viana (AC). Governador não pode ser “processado criminalmente” sem autorização da Assembleia Legislativa. Mas ser “processado” não é a mesma coisa que ser “investigado”.

    O agravo regimental interposto pelo PPS contra o ato do ministro Teori Zavascki que mandou arquivar de plano as investigações criminais contra Dilma deve ser acolhido. Suas eventuais condutas criminosas não podem ficar no esquecimento. Dilma deve ser investigada criminalmente. Impõe-se, de outro lado, que o Procurador-Geral da República abra uma linha de investigação específica contra os partidos políticos. Se confirmada a tese de que se converteram em facções criminosas organizadas (por terem recebido “petropropinas” numa ação orquestrada), devem ser extintos e banidos do cenário eleitoral brasileiro. Somente assim o Brasil será passado a limpo.
    ==========================================

    De minha parte, sou totalmente a favor que Dilma seja investigada.

    Se ela não tem culpa no cartório, a investigação só poderá fortalecê-la… E enfraquecer a oposição.

    Impedindo-se a investigação, se estabelece a noção de que Dilma ficou com medo de ser investigada. Se ficou com medo de ser investigada, é porque acha que a investigação provará a culpa.

    Politicamente falando, há pouca coisa pior do que isso.

    Deixa investigar, caramba! Depois, e uma vez comprovada a má-fé das acusações, aniquila-se quem acusou, quem propagou a acusação, quem tentou se aproveitar politicamente da acusação, etc.

    Não há nada de errado nisso.

    Errado é condenar sem provas, ao gosto do papagaio prostituído que comanda este blog…

  12. Elias said

    Pra encerrar, por hoje, Patriarca:

    Parece que a desaprovação ao governo Dilma está batendo em 66%, façanha até aqui só conseguida pelo Collor, quando chegou aos estertores…

    Mesmo nas regiões Norte e Nordeste, a taxa de aprovação de Dilma não vai além dos 55%, apenas 10 pontos percentuais acima das regiões Sudeste e Centro Oeste, onde a rejeição ao PT sempre foi alta.

    Pra todo lado, sobram evidências de que o pessoal do círculo central tá sambando errado.

    Vou pro batente.

    Volto amanhã ou depois, pra continuar tirando sarro do Corrupax, o papagaio-quenga (espécie idiotizada em franca expansão… Parece até pardal e puxa saco: onde quer que a gente vá, encontra aos montes…).

  13. Guatambu said

    Carga tributária.

    Sim… é a direita que gosta de tributar mais…

  14. Pedro said

    É rir pra não chorar…….

    “Corrupção não nasceu hoje, é uma senhora bem idosa. Por isso a levei pra casa e tratei com muito carinho”, diz Dilma.

    Em comunicado após os protestos de domingo (15/03), a presidente Dilma disse que a corrupção não teria sido inventada por seu partido, sendo na verdade “uma senhora bastante idosa”. Por isso, acrescentou, “levei-a pra casa e tratei com muito carinho, tadinha. Veja você, eu encomendei vários potes de Whey Protein e ela está adorando. No que se refere a longevidade, acho que ela irá se fortalecer e ainda viver por muitos e muitos anos!”

    Fontes informam que o PT, amparado por PP, PMDB, toda a base aliada e com a ajuda camuflada, mas fortíssima, do PSDB e dos mais fortes partidos de oposição, estão financiando uma pesquisa que já se encontra nos últimos testes, a qual pretende formular um soro de imortalidade a ser dado especialmente para a velhinha. “Será uma grande conquista da ciência brasileira, da qual poderemos nos orgulhar mundialmente!”, disse, exaltado, um assessor da presidência.

    Há boatos de que José Sarney teria participado como cobaia dos testes do soro, mas sua assessoria não quis comentar o fato.

  15. DAISE 2.0 said

    REVELADO PLANO SECRETO DE MÍDIA DA SECOM:

    PHA, NASSIF, BLOG 171 E OUTROS SERÃO SUBSTITUÍDOS POR ROBOTS

    Motivo: O s robots são mais eficientes e custam muito menos, rsrsrs

    Tolinho ficará sem assunto

  16. Pax said

    Elias em #6…

    cada dia pior… virou doença, pegaram a quadrilha e o porteiro não sabe a quem chorar

    o blog fica divertido e o partido exposto ao que se tornou

    (hoje o Rui Falcão – ou foi ontem? – diz que Vaccari continua do jeito que está, tesoureiro do partido… claro, se capam o bicho é capaz dele gritar de onde vinham as ordens)

  17. DAISE 2.0 said

    Cid Gomes deve entregar o cargo a Dilma

    O ministro Cid Gomes deve colocar o cargo à disposição da presidente Dilma Rousseff. Durante o dia de hoje, ele externou essa disposição em conversas com interlocutores. O irmão de Cid, o ex-ministro Ciro Gomes, está em Brasília acompanhando o Dia D do titular da Educação. Nesta quarta, o ministro teve de ir à Câmara dar explicações sobre a declaração de que 300 a 400 deputados “achacam” o governo.

    Em desabafo, Cid Gomes alega dois motivos para entregar o cargo: 1) não recebeu solidariedade e nem foi defendido por membros da base aliada do governo, em especial a bancada do PT; 2) questão pessoal: cuidar mais da saúde e acompanhar mais a família – ele tem um filho recém-nascido.

    Nas palavras de interlocutores, a chance de Cid deixar o governo em breve “é de 99%”. A única hipótese de permanecer é se Dilma fizer um apelo, possibilidade considerada remota.

    Um ministro próximo da presidente disse ao Blog agora há pouco que a situação de Cid Gomes é “extremamente delicada” porque a permanência dele no governo isolaria Dilma ainda mais de sua base política, especialmente o PMDB.
    ————————–

    Um idiota a menos !

  18. DAISE 2.0 said

    ZD O SUPER CONSULTOR

    Lembram-se da famosa pergunta “o que você quer ser quando crescer”? Toda criança, vejo eu, tem de querer ser José Dirceu, consultor. Nunca se viu homem tão inteligente. A sua consultoria é ele sozinho, o irmão é um sócio formal. Não tem uma equipe de especialistas que cuidam de áreas específicas, isso é coisa de empresas tradicionais.

    O Zé é moderno. Sozinho ele dá conta da área de medicamentos, engenharia, bebidas, comunicação, equipamentos elétricos, direito e o que mais pintar. É o Leonardo Da Vinci da consultoria, é um homem completo.

    O petista recebeu mais de R$ 29 milhões em sete anos de consultoria solitária. É de fazer inveja a qualquer um. Seus advogados dizem, claro, que ele efetivamente prestou serviço. Então tá bom.

    Eu só fico aqui a pensar nos eventuais trouxas, com a devida vênia, que decidiram entrar na vaquinha a favor de José Dirceu para pagar a multa de 971 mil reais determinada pelo STF no caso do mensalão. Coitado, o homem da saliva mais cara do Brasil alegava não dispor desse dinheiro e teve início então a corrente de solidariedade. Que coisa comovente.Suplicy doou 5000 reais.

    O mais impressionante é que o melhor ano para Dirceu foi 2012, aquele em que foi condenado. Recebeu sete milhões de reais. Mas nada se compara à eficiência de 2013. Mesmo ele estando na cadeia faturou 4,16 milhões. Vá ser bom assim lá na casa do chapéu.

    Se os petistas conseguissem fazer pelo Brasil o que fazem por si mesmo nosso PIB seria maior que o dos Estados Unidos e a qualidade de vida da população superior à dos dinamarqueses.

    ——————-

    tolinho da papuda deve estar inconformado.Foi feito de bobo.

  19. DAISE 2.0 said

    Cid foi demitido, afirma presidente da Câmara

    18/03/2015 18h10 – Atualizado às 18h20
    O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), acaba de anunciar a saída do ministro Cid Gomes (Educação) do governo da presidente Dilma Rousseff.

    “Comunico à Casa o comunicado que recebi do chefe da Casa Civil comunicando a demissão do ministro da Educação, Cid Gomes”, disse Eduardo Cunha na tarde desta quarta-feira (18). A decisão foi tomada após uma sessão conturbada no Congresso, onde Gomes foi convocado a prestar esclarecimentos sobre fala de que a Casa tem grande maioria de achacadores.

    O PMDB havia exigido a demissão de Cid depois que o ministro reiterou a sua afirmação. A expectativa do governo e da Câmara era que ele se desculpasse pelas declarações e tentasse recompor suas relações.

    Ao invés disso, Cid Gomes dirigiu-se ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), com o dedo em riste e vociferou: “Prefiro ser acusado de mal educado a ser acusado de achacador como ele [Cunha], que é o que dizem dele as manchetes dos jornais”.

    Antes, o ministro já havia dito que quem é da base aliada do governo tem de votar com o governo. “Ou larguem o osso. Saiam do governo.”

    Assim que deixou a Câmara, o ministro foi chamado para ter uma conversa com a presidente Dilma.

    A demissão de Cid é uma tentativa do governo de evitar que a relação com a Câmara dos Deputados se complique mais ainda, o que aproximaria a possibilidade do Planalto ver derrotados no Congresso projetos de seu interesse.

    ———————-

    Em resumo: manda quem pode e obedece quem tem juízo.
    Cunha mandou…diuma obedeceu…agora teremos que aguentar ciro gomes falando barbaridades.De novo.

  20. DAISE 2.0 said

    Dois ministros, uma crise e ainda tem panelaço

    Brasil 18.03.15 17:51
    Está sendo um ótimo dia para o Brasil: Thomas Traumann entrou “em férias” depois do vazamento do seu relatório interno que recomendava ao governo financiar robôs na internet para aumentar a popularidade; e Cid Gomes armou mais uma crise com o PMDB ao chamar o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, de “achacador” dentro da casa do deputado.

    O mais incrível é que ainda não terminou: se o Jornal Nacional colocar no ar Dilmar Rousseff, a elite branca de olhos azuis vai bater panela.

  21. DAISE 2.0 said

    ENQUETE:

    O governo diuma, depois de ter acabado no último domingo, ainda tenta resistir.
    Quanto tempo vc acha que a saída será consumada?

    alternativas:
    a) até depois de amanhã, se o Cunha deixar.
    b) até a Páscoa, se o Cunha quiser.
    c) deve sair já!
    (diuma perdeu totalmente o poder.
    Hoje é apenas moradora do palácio.Devemos exigir receber o aluguel)

    Vote! Ou invente uma desculpa esfarrapada. Tanto faz!

  22. Patriarca da Paciência said

    http://g1.globo.com/rj/regiao-serrana/noticia/2015/03/prefeito-de-sao-sebastiao-do-alto-rj-e-preso-apos-flagrante-de-propina.html

    “Mauro Henrique Chagas (PT), prefeito de São Sebastião do Alto, na Região Serrana do Rio, foi preso pela Polícia Federal na BR-101, em Macaé, nesta quarta-feira (18). Segundo a PRF, ele foi abordado durante o pagamento de uma propina no valor de R$ 100 mil, exigida por ele mesmo, para que um empresário pudesse começar obras nas áreas de saúde e saneamento no município. O valor representa 10% de duas licitações para a execução dos serviços.”

    Ei aí um corrupto do PT, realmente, pego com as provas do crime de modo inegável !

    Eu quero mais é que ele apodreça na cadeia !

  23. Patriarca da Paciência said

    Parceira do reinaldo rolabosta também gosta de lavar mais branco !

    A dita cuja também tem a sua contazinha na lavanderia universal !

    Após ser citada em reportagem do jornal O Globo como correntista do HSBC suíço, a jornalista Mona Dorf anunciou, na última segunda-feira (17), seu afastamento do programa “Os Pingos nos Is”, que apresenta na rádio Jovem Pan ao lado de Reinaldo Azevedo e Patrick Santos.

    Mona falou sobre o caso no próprio programa. “Foi tudo muito desagradável, fui surpreendida, não entendo por que o repórter não me ligou, já que trabalho aqui na Jovem Pan. Não apresentou documento nenhum. Não acredito numa planilha que está na internet”, disse. “Tomei as providências legais (..) nunca pisei no HSBC, mas estou indo atrás de saber porque estou nessa lista, porque essa lista foi ‘soltada’ neste momento, neste sábado.”

    http://www.plantaobrasil.com.br/news.asp?nID=87941&p=2

  24. Patriarca da Paciência said

    “Em segundo lugar: se o FH do C xoxo lesse o que tu escreveste, ele diria: “Já que eu abri a porteira da corrupção, então mostra a corrupção que houve enquanto em chefiei o governo…”.

    Elias, uma pequena amostra no texto do Fernando Rodrigues. Afora esta tem muito mais, venda das estatais, denúncias do Paulo Francis, etc.etc.etc.

    Acho que o que é difícil é encontrar “não corrupção” no governo FHC.

    “Mercado de Voto: Deputado diz que vendeu seu voto a favor da reeleição por R$ 200 mil

    FERNANDO RODRIGUES, da Sucursal de Brasília, Folha, Editoria: BRASIL, Página: 1-6

    13/05/1997

    O deputado Ronivon Santiago (PFL-AC) vendeu o seu voto a favor da emenda da reeleição por R$ 200 mil, segundo relatou a um amigo. A conversa foi gravada e a Folha teve acesso à fita.
    Ronivon afirma que recebeu R$ 100 mil em dinheiro. O restante, outros R$ 100 mil, seriam pagos por uma empreiteira -a CM, que tinha pagamentos para receber do governo do Acre.
    Os compradores do voto de Ronivon, segundo ele próprio, foram dois governadores: Orleir Cameli (sem partido), do Acre, e Amazonino Mendes (PFL), do Amazonas.
    Todas essas informações constam de gravações de conversas entre o deputado Ronivon Santiago e uma pessoa que mantém contatos regulares com ele. As fitas originais estão em poder daFolha.
    O interlocutor do deputado não quer que o seu nome seja revelado. Essas conversas gravadas com Ronivon aconteceram ao longo dos últimos meses, em diversas oportunidades.

    Outros venderam
    Nas gravações a que a Folha teve acesso, o deputado acreano diz não ser o único parlamentar que se vendeu na votação da reeleição, no último dia 28 de janeiro, quando a emenda foi aprovada, em primeiro turno, com 336 votos favoráveis na Câmara.
    ”O Amazonino marcou dinheiro para dar (R$) 200 (mil) para mim, 200 pro João Maia, 200 pra Zila e 200 pro Osmir”, diz Ronivon na gravação.
    Os personagens citados são os deputados federais João Maia, Zila Bezerra e Osmir Lima, todos do Acre e filiados ao PFL.
    Outro parlamentar também recebeu dinheiro para votar a favor da reeleição, conforme explicação de Ronivon.
    Eis como Ronivon menciona esse fato em suas conversas: ”Ele (Amazonino) foi e passou (o dinheiro) pro Orleir (…) Mas no dia anterior ele (Orleir) parece que precisou dar 100, parece que foi pro Chicão, e só deu 100 pra mim.”
    Na gravação, Ronivon fazia referência a deputados do Acre. O único deputado do Acre conhecido como Chicão é Chicão Brígido (PMDB), que, sempre segundo as conversas de Ronivon, entrou no negócio na última hora. Por isso, Orleir Cameli precisou de mais dinheiro e teve de dividir uma das cotas de R$ 200 mil.
    Em alguns momentos, entretanto, o deputado sugere que Chicão Brígido e João Maia também receberam apenas R$ 100 mil.
    Dos 8 parlamentares acreanos na Câmara, 6 votaram a favor da emenda da reeleição e 2 contra.

    Venda corriqueira
    Ronivon tem comentado a sua venda de voto a favor da reeleição como se fosse algo corriqueiro. Fala com vários colegas deputados. Algumas dessas conversas casuais é que foram gravadas.
    Nessas gravações, o deputado revela detalhes de toda a operação.
    Primeiro, Ronivon diz que foi contatado pelo governador do Acre, Orleir Cameli. Em troca do voto a favor da emenda da reeleição, cada deputado recebeu R$ 200 mil. O pagamento foi por meio de um cheque pré-datado -deveria ser depositado só depois de a votação ter sido concluída favoravelmente ao governo.
    As fitas apontam que, nos dias que antecederam a votação, cheques nesse valor foram entregues para, pelo menos, quatro deputados acreanos: Ronivon Santiago, João Maia, Osmir Lima e Zila Bezerra.
    Na gravação, Ronivon afirma que os cheques eram do Banco do Amazonas, em nome de uma empresa de Eládio Cameli, irmão de Orleir Cameli.
    Apesar de tudo acertado, a operação acabou não agradando aos deputados nem ao governador acreano. O arrependimento se deu na véspera da votação da reeleição. Era uma segunda-feira, dia 27 de janeiro passado.

    ”Você é infantil”
    De acordo com Ronivon, em conversas posteriores à venda de seus votos, os parlamentares começaram a avaliar que poderiam ser logrados depois da votação. Nada impediria, pensaram, que os cheques fossem sustados.
    Já aos ouvidos de Orleir Cameli chegou um alerta importante do seu colega do Amazonas, o governador Amazonino Mendes.
    Segundo Ronivon relata a seu amigo, Amazonino foi precavido e disse o seguinte a Cameli: ”Você é tão infantil, rapaz. Vai dar esse cheque para esse pessoal? Pega um dinheiro e leva”.
    Depois dessa sugestão de Amazonino Mendes, conta Ronivon Santiago, o governador do Acre ”pegou todo mundo e deu a todo mundo em dinheiro”.
    O dinheiro, emprestado a Orleir por Amazonino Mendes, só foi entregue aos parlamentares na manhã do dia da votação do primeiro turno da emenda da reeleição, 28 de janeiro, uma terça-feira, conforme a gravação.
    A entrega dos R$ 200 mil, em dinheiro, para cada deputado, foi feita mediante a devolução dos cheques pré-datados -que foram rasgados na frente de Orleir, segundo relato de Ronivon .
    A troca dos cheques por dinheiro ocorreu em um local combinado em Brasília. Cada deputado se apresentou, rasgou seu cheque na hora e recebeu o pagamento em dinheiro dentro de uma sacola.
    ”Aí chegou o Osmir, estava lá com a sacola assim… (risos). João Maia com a outra”, relata Ronivon, de bom humor, a cena da manhã que antecedeu a votação.
    ”Sou leso?” Endividado, Ronivon diz que usou o produto da venda de seu voto para diminuir débitos bancários. O deputado disse que saldou uma dívida de ”196 pau” (R$ 196 mil) que tinha contraído em bancos. Nas suas conversas, o deputado cita quatro bancos onde contraiu dívidas: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco de Brasília e Banacre (do governo do Acre).
    Ronivon diz que aproveitou também o dinheiro obtido com a venda de seu voto a favor da reeleição para resgatar cheques sem fundos que havia emitido.
    Cauteloso, não quis fazer os pagamentos logo depois da votação da reeleição. ”Sou leso?”, pergunta aos risos para seu interlocutor em uma das gravações.
    ”Leso”, segundo o ”Novo Dicionário Aurélio”, significa ”idiota” e ”amalucado”. A pronúncia correta pede que a primeira sílaba seja tônica: ”lé-so”.
    Para evitar que fosse rastreado o dinheiro, Ronivon explica que saldou totalmente suas dívidas apenas no início de março -quando dá a entender que já teria recebido todo o pagamento pelo seu voto.

    Leia mais:Apoio no plenário subiu antes do voto”

    ______________

  25. Patriarca da Paciência said

    Veja aí, caro Elias:

  26. Patriarca da Paciência said

    Mais uma aqui, caro Elias:

  27. DAISE 2.0 said

    Depois que o “tolinho da papuda” decidiu se transformar num robot, a serviço do partido, tudo ficou mais engraçado. rsrsrsr

    Até ressuscitar Paulo Francis -Francis q sempre chamou o pt e os petistas de classe inferior – ele publica um vídeo.Paulo Francis achava q vc é um macaco e vc ainda usa a referência?

    Tolinho vc é um macaco???

    Tolinho, vc é uma vergonha!
    Restrinja-se ao banheiro da sua casa.
    Sua ignorância está fedendo Cada dia mais.

  28. Patriarca da Paciência said

    Mula Sem Cabeça,

    você é apenas uma mula sem cabeça, ou seria uma “excessão”.

  29. Patriarca da Paciência said

    Mula Sem Cabeça,

    você já ouviu falar em Luigi Pirandello ?

    Pois é, eu já repeti uma frase do grande escritor várias vezes, durante muito anos, aqui no blog do Pax. “a verdade mais pura, mais cristalina, pode sair da boca de quem menos a merece”.

    Mas você, uma mula sem cabeça, nunca vai alcançar o sentido desta frase.

  30. Patriarca da Paciência said

    Fernando Henrique Cardoso é tão corrupto que assume até filhos dos outros.

    Assumiu o filho do Ricardão com sua amante e assumiu o Plano Real do governo Itamar !

    No Plano Real, agora se sabe, FHC foi apenas “vaselina”.

    A equipe foi formada por Ciro Gomes e Tasso Jereissati e as decisões foram tomadas por Itamar Franco !

  31. DAISE 2.0 said

    tolinho conforme-se vc é menos capaz! Simples assim.

  32. Patriarca da Paciência said

    Mais uma amostra do “bom caráter” do FHC:

  33. DAISE 2.0 said

    CRIME NA COMUNICAÇÃO SOCIAL DO GOVERNO

    O Ministério Público Federal considerou estarrecedor, inaceitável e revelador de possíveis práticas ilegais na gestão pública, o documento produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, propondo à Presidente da República medidas e estratégias de comunicação propondo “virar o jogo”.

    Na visão de procuradores, essa virada que propôs o secretárioTraumann seria financiada de modo criminoso, na medida em que se preconizava a utilização de recursos públicos para promover uma ação conjunta, coordenada entre a divulgação institucional a cargo da Secretaria e a ação dos blogues ditos progressistas.

    Mais uma vez, em sua manifesta insensibilidade política, o governo propõe tapear a sociedade pelo uso da propaganda, e o que é pior, de uma propaganda enganosa, com a qual pretende revestir mostrar-se com qualidades que ele simplesmente não tem, como as da competência e eficácia.

    O documento produzido pela Presidência da República, depois de constatar explicitamente que as responsabilidades da comunicação oficial do Governo Federal e as do PT/InstitutoLula/bancada/blogueiros são distintas, considera natural que o governo tenha uma comunicação mais conservadora, centrada na divulgação de conteúdos e dados: “a guerrilha política precisa ter munição vinda de dentro do Governo, mas ser disparada por soldados fora dele”, proclama o documento de Traumann.

    Será que é papel do servidor público municiar guerrilha política? Isso é crime!,sentenciou ontem o senador Aloysio Nunes Pereira. E deu até o enquadramento: “O Código Penal, no seu art. 321, tipifica como crime patrocinar, direta ou indiretamente, o interesse privado perante a administração pública, valendo-se da qualidade de funcionário: Pena – detenção, de um a três meses, ou multa.”

    Outro ponto que achama a atenção dos procuradores é a proposta feita por Traumann, de tentar levantar a popularidade do Haddad, em São Paulo, utilizando recursos federais. Ora, percebe-se aqui proposta de se violar os princípios da Administração Pública inscrita no art. 37 da Constituição Federal, que são a impessoalidade, a honestidade e a probidade são características que devem revestir todo ato da Administração Pública.

    Traumann, providencialmente, pediu para sair de férias. Escapará por algum tempo de ter de dar explicações, inclusive no Congresso, sobre o amontoado de asneiras que conseguiu juntar num só papel. Para ele, pessoalmente, vai ser bom, pois estava cansado de ser tratado com grosseria pela Presidente.

  34. Patriarca da Paciência said

  35. DAISE 2.0 said

    Lava Jato: o PT lava dinheiro

    O procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, da Lava Jato, entrevistado em O Globo, disse que o PT fez lavagem de dinheiro.

    Literalmente:

    “Na verdade, doar oficialmente é lavar dinheiro. Porque você pega um valor que era propina e transforma em dinheiro legal. Neste caso do Vaccari, temos o caminho desde a empresa até o partido. Isso é lavagem. E acho que o partido tem que devolver esse dinheiro. Além disso o PT poderá ser extinto”.

    Ele disse também que o acordo com os executivos da Camargo Corrêa estão ampliando o foco da Lava Jato:

    “Com o acordo do Eduardo Leite e do Daltan Avancini já temos indicativos claros, ou melhor, provas de que existia esquema de corrupção em outras áreas. E estamos iniciando as investigações do esquema fora da Petrobras”.

    A primeira resposta do procurador mostra que o PT se danou. Seu esquema de lavagem de dinheiro está mais do que comprovado. E a segunda resposta mostra que está chegando o Eletrolão.

  36. Pedro said

    Cid Gomes está certo quando chama Eduardo Cunha de achacador.
    E Eduardo Cunha está certo quando elenca os pecados da administração Cid Gomes.
    Por exemplo:
    http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2013/06/construcao-de-aquario-gigante-causa-polemica-em-fortaleza-ce.html
    Aí tem…..
    No Rio de Janeiro foi construído um muito maior e por R$ 90 milhões. Dinheiro da iniciativa privada.

    E Bob que pare com o chororô.
    O governo está fragilizado? Oras, quem criou todas estas barbaridades que estão aparecendo, foi o próprio governo.
    O governo deixou a bunda de fora, vai levar uma achacada mesmo.

  37. DAISE 2.0 said

    Luiz Sérgio e a CPI da Petobras

    Brasil 19.03.15 10:49
    Foi de propósito que o PT nomeou para a CPI da Petrobras um relator incapaz de pronunciar Petrobras?

    O PSDB tentou criar a Petrobrax. O PT conseguiu criar a Petobras.

  38. DAISE 2.0 said

    Sobrinho de Zeca do PT ‘zomba’ de manifestantes que foram às ruas

    Esse desclassificado do vídeo acima chama-se Marcelo Heitor Silvestre dos Santos. Ele é sobrinho do deputado federal Zeca do PT, parente de Vander Loubet (citado na lista do petrolão) e filho de Marcelo Miranda dos Santos, prefeito de Porto Murtinho, em Mato Grosso do Sul. No seu carrão esportivo, o coxinha petista zomba das manifestações contra Dilma Rousseff.

    Repare nas constantes fungadas. Muita farinha?

  39. Pedro said

    Ah, o humor……

    “Depois de demitir o ministro da Educação, o presidente da câmara (ou seria da República?) Eduardo Cunha ligou para o Palácio do Planalto e pediu para Dilma Rousseff deixar o estrogonofe fora da geladeira pois ele vai chegar tarde em casa e com fome.

    Cunha também pediu para a presidente passar seu terno azul e encontrar aquela gravata de listras pretas que está sumida há dias.

    Segundo deputados ouvidos não será mais necessário o impeachment da presidente. “O PMDB já manda mesmo, então não tem porque ter impedimento”.

    Dilma só negocia agora se pode ir para casa aos sábados para ver o neto.”

  40. DAISE 2.0 said

    O governo Dilma chegou numa situação tal de deterioração que uma crise acaba porque é atropelada por outra.

    Ontem, foi um dia típico disso.

    O Brasil acordou com uma confusão dentro do ministério. Um documento escrita na Secom, em que ele define o momento como “um caos político”, vazou e foi parar em todos os jornais.

    As consequências do texto ainda estavam vibrando no Palácio do Planalto e no Congresso quando, no meio da tarde, Cid Gomes foi para a Câmara e fez o papel de Cid Gomes. Pronto. Foi o bastante para uma crise se sobrepor a outra.

    Assim, o imbróglio do ministro da Secom ficou para trás para todos darem atenção ao novo conflito no ministério Dilma.

    Hoje Vaccari aparece recebendo propina da CONSTRUCAP em 2005/06.
    Negociando com a Petrobrás. Anulando a tese da defesa do PT.

    Qual será a crise de amanhã? Façam suas apostas.

  41. DAISE 2.0 said

    Pergunte ao Oráculo:

    Quantos dias para Dilma cair?
    Ela já caiu. Agora só falta cair a ficha.

    Oráculo 19.03.15

  42. DAISE 2.0 said

    BONS TEMPOS DE PAPUDA. ZD ESTÁ COM SAUDADES

    Dirceu recebeu R$ 1,2 mi enquanto estava na cadeia

    EMS e Consilux pagaram 700.000 e 500.000 reais, respectivamente, quando o mensaleiro cumpria pena no Complexo da Papuda em Brasília

    Do dia 16 de novembro de 2013 até 4 novembro de 2014, o ex-ministro José Dirceu cumpriu 11 meses e 20 dias de prisão por ter arquitetado o esquema do mensalão. Passou seis meses trancafiado no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, e posteriormente foi transferido para uma unidade que abriga detentos em regime semiaberto. Nesse período, conseguiu um emprego para organizar a biblioteca do escritório do advogado e amigo José Gerardo Grossi, com salário de 2.100 reais mensais. Voltava para o Centro de Progressão Penitenciária do DF para dormir. Em 142 dias, amealhou cerca de 10.000 reais pelo serviço. Mas, segundo a Receita Federal, um montante exponencialmente maior passou pelas suas contas bancárias enquanto esteve na cadeia. Investigado por novas suspeitas de corrupção e lavagem de dinheiro, José Dirceu recebeu pagamentos como “consultor” de novembro de 2013 a novembro de 2014: faturou pelo menos 1,2 milhão de reais. O site de VEJA confirmou que a gigante farmacêutica EMS e a construtora Consilux pagaram 700.000 reais e 500.000 reais, respectivamente, ao petista.

    Dirceu começou a ser investigado na Operação Lava Jato porque a Polícia Federal e o Ministério Público Federal constataram que ele faturou pelo menos 8 milhões de reais de grandes empreiteiras do clube do bilhão, o cartel que fraudava contratos da Petrobras e pagava propina a políticos e partidos. A polícia investiga se os pagamentos eram propina ou recompensas pela influência do petista no governo Lula e Dilma Rousseff. A análise da movimentação financeira de Dirceu mostrou que ele recebia pagamentos não só das construtoras ligadas ao esquema de corrupção mas de diversas outras empresas com negócios regulados pelo governo federal. No total, a JD Assessoria e Consultoria faturou 29,2 milhões de 2006 a 2013 de cinquenta empresas.

    Condenado a 7 anos e 11 meses de prisão por corrupção ativa no mensalão, Dirceu cumpre pena em regime domiciliar. Além da reclusão, a Justiça determinou que ele devolvesse 920.700 reais aos cofres públicos como multa. Mas, apesar de continuar recebendo dinheiro atrás das grades, ele não precisou colocar a mão no bolso: uma “vaquinha” feita por quase 4.000 simpatizantes do mensaleiro arrecadou mais de 970.000 reais.

    Venezuela – Sócio-fundador da Consilux, Aldo Vendramin afirmou a VEJA que manteve os pagamentos enquanto o ex-ministro estava preso porque o contrato previa o desembolso de 90.000 reais mensais de dezembro de 2011 a junho de 2014. Segundo ele, Dirceu foi contratado para “resolver problemas” na Venezuela, onde o empresário alega que a empresa sofreu com atrasos de pagamentos depois de estrear no mercado de habitações populares do ditador Hugo Chávez, em 2006. Mas jamais deixou de ser bem remunerado.

    O controlador da Consilux afirmou que Dirceu obteve sucesso em 2012. De acordo com Vendramin, ele destravou os pagamentos do governo venezuelano. A atuação do ex-homem forte do governo Lula também garantiu a assinatura de mais dois aditivos, de 80 milhões de dólares e 120 milhões de dólares, o que elevou o faturamento da empresa com o governo do país vizinho para um total de 416 milhões de dólares.
    “Sou muito grato ao que Dirceu fez pela Consilux na Venezuela. A partir de 2012, não havia muito o que fazer por nós. Ele já tinha prestado os serviços. Mas continuamos pagando porque tinha contrato vigente. Nem poderia ser diferente”, afirmou Vendramin em entrevista ao site de VEJA.
    Ele admitiu, no entanto, que não tem documentos do governo venezuelano, e-mails ou mensagens que comprovem alguma atuação de Dirceu. Afirmou que se informava sobre a evolução dos trabalhos em conversas por telefone com o ex-ministro. Jamais foram para a Venezuela juntos.
    Vendramin disse que Dirceu fazia contatos com Hugo Chávez, morto em 2013, mas que também foi recebido pelos ex-ministros Ricardo Molina, Julio Montes e Diosdado Cabello. O empresário diz ter notas fiscais e um contrato como provas de que Dirceu prestou serviços na Venezuela. Ele negou ter sido beneficiado pela influência de Dirceu em território brasileiro.
    “Ele realmente defendeu interesses de uma empresa brasileira. Não temos obras com a Petrobras ou nenhuma estatal. Só trabalhamos com as prefeituras de Curitiba e São Paulo”, afirmou.

    EMS – Maior farmacêutica nacional e líder em genéricos, a EMS foi a empresa que mais bem remunerou Dirceu. De 2006 a 2014 foram 8,5 milhões de reais para a consultoria do ex-ministro. A empresa cita notas fiscais e contratos como prova de que o ex-ministro efetivamente prestou algum serviço, mas não esclarece por que manteve pagamentos quando Dirceu estava preso.
    “Sobre a contratação da empresa JD Assessoria, a EMS informa que a prestação de serviços, que durou cerca de cinco anos, teve a finalidade de internacionalização da empresa e a prospecção, expansão e diversificação dos negócios do Grupo, exclusivamente em outros países. A EMS possui todos os documentos dos serviços prestados”, informou em comunicado.

    ——-

    TOLINHO: VC DOOU QUANTO?

  43. Patriarca da Paciência said

    Finalmente “vazou”.

    Incrível é que o vídeo é da Globo e o depoimento é contundente !

  44. Patriarca da Paciência said

    Apenas a título de esclarecimento.

    O único político comprovadamente corrupto do PT, até agora, o prefeito dos 100 mil reais, foi expulso do partido sem mais delongas, conforme noticiário “rápido” (30 segundos) do telejornal Globo !

  45. Patriarca da Paciência said

    Mula Sem Cabeça,

    para mim você e o reinaldo rolabosta, tem o mesmo nível de credibilidade !

  46. DAISE 2.0 said

    O principal doleiro do PT

    Brasil 20.03.15 05:33
    Doleiros envolvidos nos maiores escândalos do Brasil aparecem no Swissleaks.

    O Globo deu a lista de todos eles: Henrique José Chueke e sua filha, Lisabelle Chueke (caso PC Farias); Favel Bergman Vianna e Oscar Frederico Jager (propinoduto); Benjamin Katz (Banestado); Henoch Zalcberg (Operações Roupa Suja e Sexta-feira 13); Dario Messer (Mensalão); Raul Henrique Srour (Lava-Jato).

    O nome mais importante é Dario Messer. Seus extratos bancários de 2002 a 2008 podem ajudar a Lava Jato a desmontar o esquema de lavagem de dinheiro usado pelo PT.

    O doleiro Toninho da Barcelona, na CPI dos Correios, declarou o seguinte:

    “Dario Messer era o principal doleiro do Partido dos Trabalhadores”.

    Segundo Toninho da Barcelona, na campanha de 2002 o PT montou um esquema para trazer ao Brasil o dinheiro depositado em contas no exterior. Marcos Valério transferia dólares de uma conta controlada por ele no Trade Link Bank para o Rural International Bank. Em seguida, o dinheiro era internalizado para o Banco Rural e repassado ao PT por intermédio da Corretora Bônus-Banval. O papel de Dario Messer era converter os dólares em reais.

    É aqui que entra a Lava Jato.

    A Bônus Banval, de acordo com Toninho da Barcelona, foi levada a Marcos Valério por José Janene, que a conheceu através de Alberto Youssef. A corretora passou então a oferecer seus préstimos a Delúbio Soares e José Dirceu.

    O Swissleaks pode unir o Mensalão ao Petrolão e enterrar para sempre a lavanderia petista.

  47. Patriarca da Paciência said

    Fernando Henrique Cardoso, o corrupto, o corno manso, o usurpador, declarou que “a corrupção no Brasil é uma mocinha”.

    Ou seja, para o dito cujo, só é “válido” investigar corrupção no PT.

    O sujeito fica pior a cada dia !

  48. Patriarca da Paciência said

    Reinaldo rolabosta dizendo que o Temer já apresenta “ares presidenciais” e o PMDB articula “governabilidade”.

    Pode ?

    E aí, Pax, fala alguma coisa sobre o “trio” dos sonhos da direita brasileira.

    Já pensou ?

    Temer, Cunha e Renan !

    É “governabilidade” para ninguém botar defeito !

    O que você acha, caro Elias ?

  49. Patriarca da Paciência said

  50. DAISE 2.0 said

    Mais uns dias de cana e o duque entrega a Rainha Louca e o Babalorixá da Banânia.
    É só esperar…

  51. DAISE 2.0 said

  52. DAISE 2.0 said

  53. DAISE 2.0 said

  54. DAISE 2.0 said

    A Petrobras pode quebrar?
    20/03/2015 02h00

    Até pouco tempo atrás, uma pergunta como essa não teria o menor cabimento. A Petrobras ocupava o posto de maior empresa brasileira, dona das bilionárias reservas do pré-sal, com um faturamento de mais de R$ 300 bilhões –em resumo, era o orgulho nacional. Uma empresa como essa era inquebrável, inabalável, inatingível.

    O problema é que o governo, que é o acionista controlador, acreditou nisso. A lógica das administrações Lula e Dilma é que a força da Petrobras está no tamanho de suas reservas e no mercado consumidor cativo. “A Petrobras está bem por duas razões: volume de petróleo e um mercado fabuloso em que o consumo cresce”, disse Graça Foster, ex-presidente da estatal, em entrevista a blogueiros “amigos” em meados do ano passado.

    Com esse discurso nacionalista, a Petrobras gastou bilhões de reais construindo projetos que agradavam políticos aliados, bancando obras superfaturadas por empreiteiros, e, é claro, pagando propina a funcionários, doleiros, deputados, senadores etc.

    O governo, no entanto, parece ter esquecido dois chavões da economia: dinheiro não aceita desaforo e não existe almoço grátis. Extrair petróleo do fundo do mar ou da terra é uma atividade caríssima. Com um volume enorme de investimentos previstos, a Petrobras contraiu uma dívida gigantesca.

    Quando as investigações da Operação Lava Jato expuseram o esquema de corrupção estatal, as ações da Petrobras desabaram. Mas o mau humor do mercado não é apenas porque a empresa ainda não conseguiu sequer publicar seu balanço. Os investidores também começaram a cobrar caro pelos anos de má gestão.

    A Petrobras hoje gasta mais do que ganha. De janeiro a setembro de 2014, último dado disponível, a empresa gerou R$ 47,3 bilhões de caixa, mas aplicou em suas obras R$ 56,4 bilhões. As contas só fecharam porque a companhia foi a mercado e pediu emprestados R$ 41,3 bilhões.

    É normal que as empresas se alavanquem para crescer. Mas se esse investimento não é revertido em receita no médio prazo, o mecanismo cria um círculo vicioso. Em setembro do ano passado, a dívida da Petrobras estava em espantosos R$ 331,7 bilhões e deve ter aumentando significativamente já que 70% desse montante é devido em dólares.

    Uma empresa está quebrada quando não tem dinheiro para honrar seus compromissos. É bem provável que a Petrobras disponha de recursos para pagar suas dívidas neste ano. Mas e em 2016? As contas podem não fechar. Não é à toa que a nova direção da estatal adotou uma política típica de empresas com problemas: negociar com os credores e vender tudo que puder.

    Dilma Rousseff não seu deu conta do tamanho do problema e continua insistindo no mesmo blá, blá, blá. Quando a companhia perdeu o selo de boa pagadora da agência Moody’s, a presidente vociferou que era uma “falta de conhecimento do que está acontecendo na Petrobras” e que “a empresa tem capacidade de se recuperar disso, sem grandes consequências”.

    Alguém em Brasília precisa avisá-la de que a situação é tenebrosa e que ela pode entrar para a história como a presidente que quebrou a Petrobras. A não ser, é claro, que mude radicalmente a gestão ou resolva salvar a estatal com dinheiro dos bancos públicos, criando outro problema. E, não, isso não é alarmismo. Só não vê quem não sabe fazer conta ou deixa a política turvar seu raciocínio.

    Raquel Landim

  55. DAISE 2.0 said

    PUTZ

    Dilma toma esporro até do Stédile, o general da banda ??!!!

    ACABOU!

  56. DAISE 2.0 said

    INICIA-SE A CONTAGEM PARA A RENÚNCIA/IMPEDIMENTO DE DILMA>

    tolinho já está pensando….pensando….pensando. Com enorme esforço e mau cheiro.

    Lado positivo: O porco já deu sinal de vida!

  57. DAISE 2.0 said

    ATÉ O 247…com enorme esforço começou…

    247 – O senador Aécio Neves (PSDB) afirma, em entrevista à revista Istoé, que o segundo governo Dilma Rousseff “terminou antes de começar”.

    Para ele, o ministro Joaquim Levy (Fazenda) é um “interventor na economia” e “cumpre uma agenda que não é aquela proposta pela presidente da República durante a campanha”. Segundo o tucano, o Brasil, do ponto de vista administrativo, “vive no parlamentarismo”, através dos presidentes do Senado (Renan Calheiros) e Câmara (Eduardo Cunha).

    “Este governo terminou antes de começar. O Brasil hoje tem um interventor na economia (o ministro da Fazenda, Joaquim Levy), de quem a presidente Dilma é dependente. Ele cumpre uma agenda que não é aquela proposta pela presidente da República durante a campanha. Do ponto de vista político-administrativo, nós vivemos no parlamentarismo. A presidente não sabe ainda, mas quem governa o Brasil hoje é Renan Calheiros, na presidência do Senado, e Eduardo Cunha, na Câmara dos Deputados. E olha que esses são personagens que vivem um momento delicado. Enquanto isso, os indicadores econômicos se deterioram, as denúncias de corrupção cada vez chegam mais próximas da cúpula do PT e dos beneficiários dessa grande organização criminosa, como nomeia a Polícia Federal, que se instalou na Petrobras e sabe-se lá onde mais”, afirma.

    Sobre o famigerado pedido de impeachment, Aécio diz que “essa não é a agenda do PSDB”. “O impeachment precisa de alguns componentes que ainda não se colocaram. Mas não podemos tapar o sol com a peneira. Essa não é uma palavra proibida. O impeachment é uma previsão constitucional e setores da sociedade falam abertamente nisso. Não dá para acreditar que o governo quer enfrentar a corrupção se aceita que o tesoureiro do partido da presidente, investigado pelo Ministério Público, com indícios graves de recebimento de propina, continue no cargo. O Brasil e o governo vivem uma crise de credibilidade”, diz.

    Sobre o fato de petistas definirem Levy como um “tucano”, Aécio rebate. “Joaquim Levy é um homem de bem. Agora, o ajuste fiscal proposto por ele, que se sustenta no aumento da carga tributária e na supressão de direitos trabalhistas, não seria o ajuste do PSDB. Na verdade, não se mexeu até agora na questão estrutural. Não se discutiu, por exemplo, a profissionalização das agências reguladoras, para que elas sejam realmente instrumentos do Estado, estimuladoras do investimento privado. Tivemos uma redução de 8% no investimento privado no último ano. Fevereiro foi o pior mês em geração de empregos com carteira assinada dos últimos quinze anos. A inflação já beira os 8%. Onde está o governo?”, questiona.
    —-
    O GOVERNO ACABOU !

  58. Patriarca da Paciência said

    A Mula Sem Cabeça enchendo o blog do Pax de babaquices !

    Também, o que sabe fazer uma mula sem cabeça ?

  59. Patriarca da Paciência said

    O aecim, cada vez mais, perde a cara de “menino doril” e, cada vez mais, ganha a carranca de “bebê chorão”.

  60. Patriarca da Paciência said

    “Atualmente, apenas 9% das pessoas consideram o trabalho dos deputados e senadores “ótimo ou bom”, enquanto há três meses esse índice chegava a 17%. A aprovação ao trabalho dos parlamentares é menor, inclusive, do que a do Governo de Dilma Rousseff, considerado “bom ou ótimo” por 13%. A rejeição também apareceu nos protestos de domingo, segundo o Datafolha. Nada menos que 77% dos que foram à Paulista protestar contra Dilma responderam que o trabalho do Congresso é ruim/péssimo. O mesmo levantamento mostra que 62% dos brasileiros classificam a gestão de Dilma como ruim ou péssima –um nível próximo ao registrado pelo ex-presidente Fernando Collor de Mello antes do impeachment (68%).”
    (El país)

    Pois então ?

    O trio todo poderoso, Temer, Cunha e Renan, no improvável impeachment de Dilma, que teria como único fundamento o baixo nível de aprovação popular, pois bem, o trio todo poderoso tem um índice de aprovação bem pior que a presidenta Dilma.

    O PIG tentou “fazer um giro e fez um jirau” .

  61. Patriarca da Paciência said

  62. DAISE 2.0 said

    O PT fede

    Brasil 21.03.15 12:11
    Só pode ser chacota.

    A Folha de S. Paulo disse que, para tentar recuperar um mínimo de vitalidade, o PT está preparando um novo manifesto.

    Os coordenadores do projeto são Marco Aurélio Garcia e Gilberto Carvalho, dois cadáveres ideológicos, conhecidos por papagaiar a pior sucata sectária de quarenta anos atrás.

    O PT morreu e, como falou o papa, fede.

  63. DAISE 2.0 said

    Dilma só resiste até o dia 12

    Brasil 21.03.15 13:19
    Dilma Rousseff tem mais 20 dias para se recuperar. Caso contrário, já era.

    Esse foi o diagnóstico dos convidados à festa de Marta Suplicy, segundo o Valor. Entre eles: Michel Temer, José Sarney, Gilmar Mendes, Eduardo Braga.

    “Ela tem entre 15 e 20 dias para sair da encruzilhada”, disse um dos presentes.

    “Isso terá de ser feito sem tergiversar em assumir erros”, avaliou outro.

    O fim do prazo de validade de Dilma Rousseff é o dia 12 de abril, data dos novos protestos contra ela.

    Se forem maiores do que os do último domingo, o PMDB está pronto para assumir.

  64. DAISE 2.0 said

    Estado de espírito

    Lula: tenso

    Lula, o apoplético

    De um petista que esteve com Lula na semana passada: “Ele está apoplético com tudo isso”.

    Segundo o Houaiss, apoplético significa “vermelho de cólera; exaltado, irritado, furioso”.

    Por Lauro Jardim

  65. DAISE 2.0 said

    O espírito revolucionário no Palácio do Planalto

    Exército de robôs faria operação clandestina de defesa

    O governo deveria fazer uma revolução apoiada por robôs. É o que sugere um documento obtido no Palácio do Planalto pelos repórteres Valmar Hupsel Filho e Ricardo Galhardo, aparentemente produzido pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República. Ontem, ao reconhecê-lo, a presidente preferiu qualificar como “não oficial”.

    Desde os manuscritos em papiro, sabe-se que papel aceita tudo — inclusive estas linhas. Nesse documento “não discutido pelo governo”, segundo a presidente, escreveram-se mais de 1.500 palavras, para a reflexão de Dilma Rousseff nas 48 horas seguintes ao desfile de multidões nas ruas de 160 cidades, na noite de domingo, e ao panelaço que se estendeu na noite de segunda-feira.

    Ele contém um receituário de pílulas para a presidente atônita com o ruído das ruas, num país em que não existe crise institucional — apenas um governo sem rumo e com menos de três meses de mandato realizado.

    Sugere aspirinas de obviedades: “Não adianta falar que a inflação está sob controle, quando o eleitor vê o preço da gasolina subir 20% de novembro para cá ou a sua conta de luz saltar em 33%.” Ou ainda: “É preciso aceitar a mágoa desses eleitores (insatisfeitos), reconquistá-los.”

    Seu grande momento é a proposta de meios para reversão da crítica coletiva a Dilma, a Lula e ao Partido dos Trabalhadores. No texto — por sinal, mal escrito —, propõe-se a criação de um autêntico exército de robôs para uma operação clandestina de defesa, em regime de prontidão permanente, 24 horas por dia, sete dias por semana.

    Atuaria de forma oculta, ardilosa, em missões típicas de sapadores: “A guerrilha política precisa ter munição vinda de dentro do governo, mas ser disparada por soldados fora dele.”

    Argumenta-se que o crescimento da insatisfação se deu no período pós-eleitoral. Em confissão, lembra-se nesse documento “não oficial”, que “a partir de novembro, as redes sociais pró-Dilma foram murchando até serem quase extintas”.

    “Principal vetor de propagação do projeto dilmista nas redes, o site Muda Mais acabou” — acrescenta. “Os robôs que atuaram na campanha foram desligados e a movimentação dos candidatos do PT foi encerrada.”

    Em contrapartida, “a tática do PSDB foi exatamente a oposta”. Alega-se: “Cerca de 50 robôs usados na campanha de Aécio continuaram a operar mesmo depois da derrota de outubro. Isso significou um fluxo contínuo de material anti-Dilma, alimentando os aecistas e insistindo na tese do maior escândalo de corrupção da História, do envolvimento pessoal de Dilma e Lula com a corrupção na Petrobras e na tese do estelionato eleitoral. Tudo com suporte avassalador da mídia tradicional.”

    “Em estimativas iniciais” — continua —, “a manutenção dos robôs do PSDB, a geração de conteúdo nos sites pró-impeachment e o pagamento pelo envio de WhatsApp significaram um gasto de quase R$ 10 milhões entre novembro e março. Deu resultado. Em fevereiro as mensagens/textos/vídeos oposicionistas conseguiram a capacidade de atingir 80 milhões de brasileiros. As páginas do Planalto mais as do PT, 22 milhões. Ou seja, se fosse uma partida de futebol, estamos entrando em campo perdendo de 8 a 2.”

    Conclui: “De um lado, Dilma e Lula são acusados pela corrupção na Petrobras e por todos os males que afetam o país. Do outro, a militância se sente acuada pelas acusações e desmotivada por não compreender o ajuste na economia. Não é uma goleada. É uma derrota por W.O..”

    Em meio à crise, alguém no Palácio do Planalto produziu e levou à presidente um documento “não oficial” propondo-lhe enfrentar os protestos nas ruas liderando uma revolução com um exército clandestino de robôs.

    Dilma não deveria perder a chance de mandar imprimir uma placa e deixá-la à vista na sua sala de trabalho: “Errar é humano, mas, para se produzir um monstruoso erro, é preciso um computador.” Depois, pode cair na gargalhada.

  66. Patriarca da Paciência said

    “Cid Gomes disse mais em um minuto do que Aécio poderá em 8 anos
    Ex-ministro escancarou com que tipo de pressão Dilma está sendo obrigada a lidar, com os parlamentares eleitos em 2014. É inegável que o povo percebe o ambiente de acordos entre deputados.”

    http://www.redebrasilatual.com.br/blogs/helena/2015/03/cid-gomes-disse-mais-em-minuto-do-que-aecio-podera-em-8-anos-2884.html

  67. Patriarca da Paciência said

    “Cid Gomes, porém, disse respeitar o Parlamento, mas repetiu, agora publicamente, todas as críticas aos que se aproveitam de compor a base aliada do governo, com seus partidos nomeando ministros e secretários, mas agem como oposição.

    Disse muito claramente que os partidos que desejam fazer oposição deveriam “largar o osso”. Chegou a dirigir-se diretamente ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), respondendo que preferia ser chamado de mal-educado do que de “achacador”, como Cunha estava aparecendo nas manchetes dos jornais.

    A confusão foi grande com deputados que vestiram a carapuça e usaram termos ofensivos contra o ex-ministro. Cunha, com sua aversão crônica pela democracia, cortou o microfone de Cid, que retirou-se da Casa. Ao sair, em entrevista, reiterou o que havia dito e defendeu os esforços da presidenta Dilma para tentar qualificar a política e da árdua luta para a combater a corrupção em ambiente adverso.

    Em seguida pediu demissão pelo “sincericídio”, pois é óbvio que, por mais que muita gente pense igual à ele, é impossível ter responsabilidade de governar e, ao mesmo tempo, declarar guerra aberta e pública à boa parte de base governista na Câmara.

    Cid Gomes vocalizou o que a base eleitoral de Dilma Rousseff nas ruas e nos lares brasileiros vive. A sensação de que o Congresso, de forma generalizada, está pouco ou nada se importando com o eleitorado. E que nada barrará a oposição capitaneada por PSDB e DEM para atingir seus objetivos políticos.”

    Do link acima

  68. Patriarca da Paciência said

    Leonardo Attuch
    (…)
    “Para o governo Dilma, que atravessa um momento de convulsão política, teria sido melhor manter as aparências. Cid pediria desculpas, diria que tropeçou nas palavras inadvertidamente e a vida seguiria em frente. Aliás, nada disso seria necessário se ele próprio tivesse sido demitido de forma sumária quando sua declaração vazou, há pouco mais de uma semana. Assim, seguiríamos a máxima de La Rochefoucauld: a hipocrisia é uma homenagem que o vício presta à virtude.

    Ocorre que, em momentos turbilhonares, como o atual, a verdade tem mais valor do que a hipocrisia. Afinal, o que revela o “sincerídio” de Cid Gomes? Nada menos que o altíssimo custo da chamada governabilidade no Brasil. No momento em que o Brasil se vê, novamente, estarrecido com pagamentos a parlamentares, será que ninguém se pergunta qual é a origem disso tudo? E mais: será que ninguém vê realmente a necessidade de uma reforma política, apenas porque esta não era a bandeira dos protestos do dia 15 de março?

    Pois o caso Cid tem tudo a ver com a Lava Jato e todos os outros escândalos recentes do País. A política, hoje, no Brasil é caríssima e leva ao financiamento privado, que leva à corrupção. A governabilidade, com a miríade de partidos, também é cara e produz corrupção. Só há uma saída: reforma política e com urgência.”

  69. Patriarca da Paciência said

  70. Patriarca da Paciência said

    “Para a deputada federal Margarida Salomão (PT-MG), a afirmação de Fernando Henrique Cardoso revela que o intelecto do ex-presidente está sendo prejudicado pela disputa partidária e pelo ódio político. “Ao dizer que a corrupção no Brasil é um bebê, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso dá mostras indiscutíveis de senilidade”, afirma a deputada.”

    O corrupto, corno manso, usurpador, agora ganhou mais um título, SENIL !

  71. DAISE 2.0 said

    Dick Vigarista volta em 2018?
    Tudo depende do final da corrida de Penélope Charmosa.

    Oráculo 20.03.15

  72. DAISE 2.0 said

    Penélope Charmosa, na real

  73. DAISE 2.0 said

    Eis a prova definitiva: O tolinho da Papuda e a tal deputada, acima citada, nem ler sabem…

    A referência é sobre a corrupção na Petrobrás, não no Brasil.
    Corrupção segundo diuma é uma velha senhora no Brasil, mas na “Petobras” é uma meninhna quase bebê.

    Analfabetos funcionais?
    Não. Isso é petismo. Deturpar as palavras dos outros

  74. DAISE 2.0 said

    O papa, hoje, em Nápoles:

    “A corrupção fede… É uma coisa imunda… Um cristão corrupto não é um cristão, ele fede”.

    José Dirceu, hoje, em seu blog:

    “Mesmo sendo o alvo da vez da direita, mesmo sendo odiada pelos brasileiros que se deixam pautar pela mídia entreguista… a Petrobras é nossa e ninguém tasca”.

  75. DAISE 2.0 said

    Petrobras odiada? Onde o fedorento ZD foi achar tal bobagem.?
    Nem por serem brasileiros os petistas deixaram de fuder a empresa orgulho de todos nós!

    ZD na Papuda! Corrupto fedorento!

  76. DAISE 2.0 said

    Youssef intermediou negócios na América Latina
    FAUSTO MACEDO, RICARDO BRANDT, ENVIADO ESPECIAL A CURITIBA – O ESTADO DE S. PAULO
    21 Março 2015 | 17h 00

    Segundo investigação, doleiro mantinha contratos com empresas investigadas pela Lava Jato em países onde também atuava consultoria de José Dirceu
    O doleiro Alberto Youssef também atuava em países da América Latina e da África, entre eles Cuba, Uruguai e Angola – regiões onde o ex-ministro José Dirceu prestava consultoria internacional para empreiteiras do cartel investigado pela Operação Lava Jato. É o que mostra a lista de cerca de 750 contratos apreendida em seu escritório, em São Paulo, em abril do ano passado.

    Em Cuba, a lista de Youssef registra negócio nas obras do Porto de Mariel com a Olex Odebrecht Logística e Exportações, braço administrativo no exterior da Construtora Norberto Odebrecht – responsável pela obra e alvo das investigações da Lava Jato por cartel e corrupção.
    O valor do contrato negociado pelo doleiro, segundo o registro, foi de R$ 3,6 milhões, referente a cotação de tubos. O contrato data de 2010. A construtora nega irregularidades e relação com Youssef.

    Há ainda referências a negócios no Uruguai, Costa Rica, Argentina, Equador e Angola.
    A força-tarefa da Lava Jato considera a lista o mapa dos negócios feitos por Youssef, entre 2009 e 2012, em nome da empresa de tubo Sanko Sider – alvo de ação penal -, por meio da qual o doleiro ocultava dinheiro de propina. A Sanko serviu para desvios nas obras da Refinaria Abreu e Lima, via empresas de fachada de Youssef.
    O doleiro pode ter recebido, no total, R$ 11 bilhões em comissões. Na planilha, para cada projeto destacado há um cliente vinculado, geralmente uma grande construtora, e para cada cliente há um cliente final, quase sempre empresas públicas, como a Petrobrás e algumas empresas privadas.
    O juiz federal Sérgio Moro considerou a lista prova de que os crimes do doleiro transcenderam a estatal petrolífera.

    José Dirceu e Youssef. Investigadores da Lava Jato cruzam agora os negócios de Youssef nesses países da América Latina e África com os serviços de consultoria prestados pela empresa JD Assessoria, do ex-ministro José Dirceu, que passou a ser investigada no final do ano passado por suspeita de ter prestado falsas consultorias para ocultar o pagamento de propina.

    A JD trabalhou para empresas do cartel que atuava na Petrobrás em países onde Youssef também buscou negócios. Cuba é um deles. A função de Dirceu seria “abrir portas”, o que incluiria a intermediação de encontros entre autoridades estrangeiras e empresas brasileiras que pretendiam fazer negócio no exterior.

    A JD foi contratada pela Engevix Engenharia, uma das investigadas pela Lava Jato, por exemplo, para abertura de negócios em Cuba e no Peru.

    Defesa. O ex-ministro informou, via sua assessoria de imprensa, que os serviços prestados em Cuba e outros países foram legais. Informou que fez cerca de 120 viagens ao exterior a trabalho, percorrendo cerca de 30 países. “A relação comercial com as empresas não guarda qualquer relação com contratos na Petrobrás sob investigação na Operação Lava Jato”, diz nota publicada no blog do ex-ministro José Dirceu.

  77. DAISE 2.0 said

    MAIS UMA BOMBA NO COLO DO PT: LULA É O CHEFE

    ADVOGADO DE YOUSSEF ELOGIA DILMA E AMEAÇA LULA,diz o blog 171.
    O 171 concluiu (essa “ameaça subliminar”) após ler a entrevista do advogado feita pela Mônica Bergamo (sobre a qual não tenho dúvidas, apenas certezas).

    Em entrevista à jornalista Mônica Bergamo, o advogado Antonio Figueiredo Basto, que orienta a delação premiada do doleiro Alberto Youssef, antecipa o que podem ser os próximos passos da Operação Lava Jato; “A Dilma, não. O Beto [Alberto Youssef] sempre diz que ela não está envolvida com corrupção, isenta a Dilma totalmente”, diz ele; sobre Lula, a posição é distinta e Basto sugere que o ex-presidente estaria no topo da cadeia de comando; o advogado, que diz ter votado em Aécio Neves e ser amigo do governador Beto Richa, tem até uma proposta para Dilma; segundo ele, a presidente “deveria se desvincular imediatamente do PT”

    MAIS UMA!
    pt EM PÂNICO !

    lula está imobilizado…

  78. Patriarca da Paciência said

    É mesmo, Mula Sem Cabeça, a corrupção na Petrobrás é uma mocinha , como fala o corrupto, corno manos, usurpador e senil Fernando Henrique Cardoso ?

    O que você acha disto:

  79. Patriarca da Paciência said

    Será que o tal YOUSSEF “só fala a verdade” quando acusa o PT ?

    Este vídeo esteve camuflado por muito tempo. Finalmente “vazou”

  80. Patriarca da Paciência said

    “Puta, vadia, vaca, berra um apijamado senhor do prédio em frente.

    “Mal-comida, sapatão, jaburu, baranga, teu problema é sexo, porra”, vai no embalo o vizinho do andar de baixo, pança de chope, bronze, cabelos brancos e sunga.

    No que entra no civilizadíssimo festival de insultos de Copacabana, o brotinho lá das alturas do mesmo edifício:

    “Mermão, decidam essa palhaçada aí, coroas: ou é vadia ou é mal comida, assim não dá, seus panacas reaças…”.

    http://brasil.elpais.com/brasil/2015/03/20/opinion/1426854921_766363.html

    Tudo gente fina !

  81. DAISE 2.0 said

    “Puta, vadia, vaca, berra um apijamado senhor do prédio em frente.

    “Mal-comida, sapatão, jaburu, baranga, teu problema é sexo, porra”, vai no embalo o vizinho do andar de baixo, pança de chope, bronze, cabelos brancos e sunga.

    No que entra no civilizadíssimo festival de insultos de Copacabana, o brotinho lá das alturas do mesmo edifício:

    “Mermão, decidam essa palhaçada aí, coroas: ou é vadia ou é mal comida, assim não dá, seus panacas reaças…”.

    “É mesmo, Mula Sem Cabeça, a corrupção na Petrobrás é uma mocinha , como fala o corrupto, corno manos, usurpador e senil Fernando Henrique Cardoso?”

    Um provérbio judaico sintetiza: “Gente inteligente, mesmo quando se cala, diz mais que o tolo quando fala”.

  82. Patriarca da Paciência said

    A Mula Sem Cabeça vai ficar calada !

    Caçamba !

    Vixe, Pax, será que obtivemos essa graça !

    É bom demais para ser verdade !

    É isso aí, Mula Sem Cabeça, fique calada que você vai parecer muito inteligente !

  83. DAISE 2.0 said

  84. DAISE 2.0 said

    Trollinho da Papuda feliz com o silencio da lula-sem-cabeça….rtsrsrs

  85. Patriarca da Paciência said

    Eu sabia que a Mula Sem Cabeça não iria cumprir sua palavras !

    Mas também, onde já se viu mula sem cabeça ter palavra ?

  86. Patriarca da Paciência said

  87. DAISE 2.0 said

    Trollinho da Papuda, rsrsrs

    Concordo com você.
    A lula-sem-cabeça não tem palavra.
    Nem o mindinho.

  88. DAISE 2.0 said

    Putz (em ídiche) virou viral !!!

  89. DAISE 2.0 said

    “A não ser que eu esteja passando fome, não escreverei mais livros”,
    Fernando Morais, em debate no Salão do Livro de Paris.

    Nós desejamos que Fernando Morais jamais passe fome.

  90. DAISE 2.0 said

    MAIS UM EPISÓDIO DA SÉRIE: LULA FRITANDO ALIADOS PRA SE SAFAR

    Pra quê? A relação entre Lula e Dilma atingiu seu pior momento. Em meio à crise que abarca o governo, o ex-presidente tem dito a aliados que a sucessora não o escuta mais e, mesmo que concorde com suas sugestões, não aplica nenhuma delas na prática.

    Pregando… Após a demissão de Cid Gomes do Ministério da Educação, por exemplo, Lula aconselhou Dilma a colocar Aloizio Mercadante no MEC e Jaques Wagner na Casa Civil.

    … no deserto Dilma, por sua vez, não deu sinais de que efetivará a troca, exceto se o próprio Mercadante se dispuser a mudar de área, hipótese considerada remota.

    Pra fora De um deputado do PT, sobre Dilma ter negado uma reforma ministerial ampla: “Ela estava com a bola na marca do pênalti, mas chutou pra fora. Aliás, ela é craque em perder pênalti”.

    Até tu? A irritação do ex-presidente se estendeu a João Santana. Lula fez diversas sugestões para o pronunciamento de Dilma no Dia da Mulher, que motivou panelaço em várias cidades do país, mas também não foi ouvido.

    Recuar Jaques Wagner tem se preservado da disputa por espaço na articulação política e prefere não ir para o Palácio do Planalto agora.

    Para avançar/b> Petistas leem a cautela como estratégia para se lançar candidato à Presidência em 2018.

    TIROTEIO

    Fora da toca, Dilma andou falando tanto que terminou recebendo apoio da elite branca comandada por Stédile.

    DO SENADOR JOSÉ AGRIPINO MAIA (DEM-RN), presidente do partido, sobre críticas do líder do MST, João Pedro Stédile, ao governo Dilma Rousseff.

  91. Patriarca da Paciência said

    “Casara — Por tudo isso, fica evidente que o processo penal do espetáculo é uma corrupção. Ao afastar direitos e garantias fundamentais em nome do bom andamento do espetáculo, o Estado-juiz perde a superioridade ética que deveria distingui-lo do criminoso. Não se pode combater ilegalidades recorrendo a ilegalidades ou relativizando o princípio da legalidade estrita; não se pode combater a corrupção a partir da corrupção do sistema de direitos e garantias fundamentais. Punir, ao menos na democracia, exige o respeito a limites éticos e jurídicos. No processo penal do espetáculo, não é assim. O espetáculo aposta na exceção: as formas processuais deixam de ser garantias dos indivíduos contra a opressão do Estado, uma vez que não devem existir limites à ação dos mocinhos contra os bandidos. Para punir os “bandidos” que violaram a lei, os “mocinhos” também violam a lei. Nesse quadro, delações premiadas, que, no fundo, não passam de acordos entre “mocinhos” e “bandidos”, violações da cadeia de custódia das provas e prisões desnecessárias – estas, por vezes, utilizadas para obter confissões ou outras declarações ao gosto do juiz ou do Ministério Público – tornam-se aceitáveis na lógica do espetáculo, sempre em nome da luta do bem contra o mal. Mas, não é só. Em nome do “desejo de audiência”, as consequências sociais e econômicas das decisões são desconsideradas. Para agradar à audiência, informações sigilosas vazam à imprensa, imagens são destruídas e fatos são distorcidos. Tragédias acabam transformadas em catástrofes. No processo penal do espetáculo, as consequências danosas à sociedade produzidas pelo processo, não raro, são piores do que as do fato reprovável que se quer punir.”

    http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/174165/Processo-espet%C3%A1culo-%C3%A9-uma-forma-de-corrup%C3%A7%C3%A3o.htm

  92. Patriarca da Paciência said

  93. Patriarca da Paciência said

    Será que o corrupto, o corno manso, o usurpador, o senil Fernando Henrique Cardoso, resolveu parecer inteligente, tal como a Mula Sem Cabeça e também vai tentar ficar calado ?

    Seria uma ótima notícia !

  94. Elias said

    Do Wagner Francisco, teólogo e estudante de Direito:

    =========================================================
    Uma notícia chamou-me a atenção: Juiz da Operação Lava Jato, Sergio Moro, ganha prêmio de personalidade do ano do Jornal ‘O Globo’

    Se me permitem começar com minha opinião simples e direta, eis qual é:

    Horrível! Péssimo exemplo! Primeiro porque ele está cumprindo com suas obrigações como Juiz e não como personalidade famosa; e, segundo – e o principal – porque isto incentiva o Juiz a trabalhar e a dar sentença que agrade a mídia só pra receber prêmios: e assim teremos um judiciário em busca de holofotes e não do cumprimento da lei.

    Passemos, pois, a explicar.

    Não é função do Juiz de Direito estar na mídia, mas acontece que ele acaba indo nesta onda muitas vezes sem querer, por força realmente do fato ocorrido e de como este fato seduziu os meios de comunicação e, principalmente, de como tudo isto é vendido para o povo e gerado lucro. Tranquilo até aqui. O problema é quando se busca os holofotes, se acostuma com capas de revistas e com a trágica transformação de herói.

    Por que o Dr. Moro é agraciado como personalidade do ano pelo Jornal “O Globo”? É porque realmente é um juiz competente e cumpridor de suas funções ou porque, aliado a estes atributos, toma as decisões que a mídia, em particular o interesses deste Jornal, deseja? Ninguém dá prêmio a quem pensa diferente da ideologia de quem premia. E Dr. Moro, sabemos todos nós, não é muito fã de medidas impopulares. Pra não ficar de fora dos holofotes e deixar de agradar aos donos das revistas, o excelentíssimo juiz chegou a dizer que “a formalidade processual não tem a menor relevância”. Como não? Quando alguém diz isto é porque tem medo de seguir o processo e, no cumprimento do ordenamento, tomar decisões que não geram aplausos.
    ===========================================

    E por aí afora…

  95. Elias said

    “Até aí tudo bem, o próspero Dirceu, segundo Elias, porteiro da quadrilha, o gênio do PT, aquele que mata problemas cabulosos em questão de segundos, basta a gente pesquisar nos arquivos do blog sobre o mensalão, o cara é uma sumidade mesmo.” (Corrupax, o netinho daquela senhora gostosa, dadeira e boqueteira, que, há algumas décadas fazia a festa para uma multidão de adolescentes).

    Corrupax, essa tua fixação erótica no meu pênis está prejudicando o funcionamento dos teus dois neurônios e meio…

    Lê o que tu escreveste, e eu transcrevi, acima. Depois, lê de novo.

    Quando escreves a meu respeito, ficas tomado por incontrolável excitação no traseiro… Acontece que quando teu brioco fica excitado, teu cérebro vira esponja. Se insistes em escrever nesse estado, saem coisas assim, sem muito sentido.

    Tudo bem, Corrupax. Eu sei — todos sabemos — que tu és um idiota, mas…

    Não precisas exagerar, nem dar bandeira de teus instintos inconfessáveis, né?

    Além do mais, definitivamente — e com todo respeito, claro! — repito: eu não trabalho com esse artigo…

    Tenta dar pra outro…

  96. Elias said

    Patriarca,

    Não tive tempo de continuar lendo os comentários do post anterior. Não sei se vocês comentaram algo a respeito do Cid Gomes.

    Minha opinião é de que, no episódio, a conduta da Dilma & adjacências foi simplesmente lamentável.

    Agora, todos os ministros da equipe dela já sabem que não podem chamar de chantagistas os chantagistas do Congresso. Caso contrário, serão demitidos… Pelos chantagistas!

    Por outro lado, os chantagistas do Congresso já sabem como fazer para que a Dilma faça o que eles quiserem que ela faça.

    Basta chantageá-la, dar um berro e desabotoar a fivela do cinto…

    É só fazer isso, que Dilma amarela…

    Putz! Que merdolência…!

  97. Pedro said

    Pois é Pax. Tempos difíceis no blog.
    Salários defasados, alguns comentaristas estão em greve, outros estão fora do casinha, por não saber mais como defender o governo.
    Família sendo xingada, acusações de viadagem.
    Produtividade baixa, desaparecimento do presidente.
    Tá parecendo o governo da Dilma.

    Hora de agir :-)

  98. Elias said

    “Pois o caso Cid tem tudo a ver com a Lava Jato e todos os outros escândalos recentes do País. A política, hoje, no Brasil é caríssima e leva ao financiamento privado, que leva à corrupção. A governabilidade, com a miríade de partidos, também é cara e produz corrupção. Só há uma saída: reforma política e com urgência.” (Leonardo Attuch, citado pelo Patriarca)

    Mas o caso Cid tem a ver, também — e principalmente! — com a rendição do governo ao que há de mais deplorável na política brasileira.

    A reforma política é a saída? Duvido!

    Com o governo refém de um bando de chantagistas, que josta de reforma política pode-se esperar?

    Não dá, garotos!

    Há momentos em que a única saída é pagar pra ver. Há momentos em que a vida exige isso das pessoas.

    Aí… É de se ver quem está à altura do momento…

    Melhor cair de pé (e cobrando caro…), do que bancar o Cavaleiro da Triste Figura…

  99. Pedro said

    Googlias, foi o governo que criou todas as situações favoráveis pros achacadores.
    O governo está com a bunda de fora.
    Aí leva achacada mesmo.

  100. DAISE 2.0 said

    Mais um fracasso de Dilma

    Brasil 23.03.15 07:41
    Dilma Rousseff resolveu afastar Aloizio Mercadante do Congresso Nacional.

    Depois de reconhecer o próprio fracasso na economia, trocando Guido Mantega por Joaquim Levy, e na Petrobras, nomeando Aldemir Bendine, Dilma Rousseff reconheceu também o fracasso de seu governo na política.

    Aloizio Mercadante deve continuar na Casa Civil, mas sem o poder de interferir nas negociatas com os parlamentares, sobretudo os do PMDB.

    Lula fez muita pressão para que Dilma Rousseff se livrasse de Mercadante. Ele quer que Jaques Wagner coordene as atividades do governo no Congresso.

    A escolha se explica.

    Jaques Wagner é próximo de um monte de gente incriminada na Lava Jato. O empreiteiro Ricardo Pessoa disse que financiou a campanha de Wagner ao governo da Bahia com propinas da Petrobras. José Sérgio Gabrielli, ex-presidente da estatal, foi secretário de seu governo. E muitas das maiores empreiteiras do Petrolão, como a Odebrecht, a OAS e a UTC, são baianas.

    Mercadante caiu porque é um dos homens públicos mais incompetentes que o Brasil já teve. Mas o principal interesse de Lula não é salvar Dilma Rousseff, e sim a própria pele.

  101. Elias said

    E o que o Chester disse que aconteceria no primeiro semestre de 2011, finalmente aconteceu agora.

    Está se alargando cada vez mais o fosso que separa a Dilma do que restou do antigo PT…

    Bem, chega de vagabundagem.

    Tá na hora de entrar na roda de fogo e encarar a recessão nossa de cada dia…

    Até amanhã, ou depois.

  102. DAISE 2.0 said

    As empreiteiras do PT

    Brasil 23.03.15 08:18
    Os petistas sempre repetem que a Lava Jato está arruinando a economia brasileira.

    Um desses petistas é Jaques Wagner. Outro é Luís Inácio Adams, Advogado-Geral da União.

    Hoje Lauro Jardim dá os seguintes números:

    “A Queiroz Galvão foi a empreiteira que, este ano, mais recebeu recursos do governo federal. Foram 91,9 milhões de reais. Em seguida, vem a Odebrecht, com 39,4 milhões de reais. Os valores não consideram os consórcios de que as duas construtoras fazem parte”.

    O que preocupa os petistas não é a economia – é a cadeia.

  103. DAISE 2.0 said

    Coxinhas dos Correios

  104. Pedro said

    Dilma já agiu:

    “Dilma quer mudar grafia de “corrupto” para boicotar adesivos de carro anti-PT

    Em um nítido sinal de que decidiu contra-atacar, a presidente Dilma Rousseff decidiu, na manhã de hoje, decretar a mudança da grafia da palavra “corrupto”, colocando uma vogal “i” depois da letra “p”. A partir de hoje, a grafia correta é “corrupito”.

    É uma tentativa de desarmar os movimentos anti-PT e contra sua presidência atacando-os em sua principal vitrine: os adesivos de carros. “A partir deste dia”, diz o documento assinado por Dilma, “os agentes de trânsito de todo o Brasil estarão autorizados a arrancar adesivos com a grafia “CorruPTos” por se tratar de desrespeito à língua pátria.”

    Uma das opções propostas na reunião em que decidiu pela medida seria adotar a grafia “CorruPSDBos”, mas a presidente achou um pouco demais. “Quem sabe outro dia”, comentou.”

    :-)

  105. Pax said

    pessoal, um texto primoroso, uma análise longa e profunda que tive a paciência de ler com cuidado

    me parece muito pertinente

    sugiro veementemente a leitura

    é longo….

    https://vianadiego.wordpress.com/2015/03/21/o-impasse-e-os-impasses/

  106. Zbigniew said

    Ser presidente de um país exige uma capacidade de articulação e uma inteligência política bem definidas e, digamos, eficazes para as circunstâncias que se apresentam.

    O modelo petista de governar se esgotou. E se esgotou porque o PT e a Dilma (e por tabela o Lula) não souberam aperfeiçoar aquilo que o seu maior artífice (o Lula) construiu durante todos os governos do partido, um consenso entre empresários, políticos e movimentos sociais.

    O aperfeiçoamento consistiria em quebrar a lógica do presidencialismo de coalizão pelo menos em alguns segmentos (em especial a Petrobrás e depois em algumas estatais e assim por diante) e trazer a população para o seu lado, criando um contrapeso político capaz de fazer frente ao conservadorismo parlamentar. Isso se chama politizar. Um ensaio aconteceu quando a Veja (de forma indireta) , numa de suas muitas tentativas de enfraquecer o governo, utilizando-se do esquema Carlinhos Cachoeira, tentou achincalhar o governo da Presidenta no início do seu primeiro mandato, quando a governante passou a destituir cada um dos ministros que estavam envolvidos nos escândalos publicados pelo panfleto. Deu de graça um mote para a Presidenta: a intolerância com os mal-feitos.

    O feitiço não surtiu o efeito esperado e a Dilma experimentou até uma melhora na sua avaliação em face de tais providências. O problema é que, refém do modelo, só agiu por pressão. Nunca houve uma estratégia de governo no âmbito político para que se continuassem os movimentos. E por quê? Porque não estava na agenda a moralização dos costumes políticos.

    Pode até soar inocente. O problema é que o PT já devia ter intuído que esse sistema, mais cedo ou mais tarde, iria engoli-lo. Bastaria uma crise econômica, que eclodiu em 2008, e que a conta não fechasse para que todos os agentes que fazem oposição ao projeto progressista e desenvolvimentista tivessem seu discurso potencializado.

    É aqui que me recuso a concluir mas não há como não fazê-lo. Porque o PT não assumiu essa tarefa? A única explicação é que o partido e tais forças perderam (ou pelo menos foram desidiosos com) sua identidade ideológica enquanto governo. Grande parte das esquerdas já havia se afastado. E os que permaneceram na aliança, na base do governo, foram contaminados com o objetivo de tirar vantagem da posição dentro do projeto de governabilidade, incluindo aí próceres do próprio PT.

    Some-se a isso a inabilidade política da Presidenta, seu purismo improdutivo e retórico e sua (de seu governo) imensa dificuldade de comunicação para deixá-la isolada e fragilizar ainda mais toda a estrutura montada, a ponto de ficar nas mãos de duas figuras da envergadura moral dos atuais Presidentes da Câmara e do
    Senado.

    Com isso verificamos o crescimento do conservadorismo, e, da sua figura mais radical, o reacionarismo (lembremos que não há vácuo no poder), elementos incapazes de oferecer alternativas à altura de um futuro que se aproxima. Esse “interegno Gramsciano” nos deixa órfãos de um projeto de país e de nação que contemple o papel que o Brasil é chamado a desempenhar no novo concerto de nações que se avizinha, como um dos elementos dos BRICs e que, infelizmente, nossa sociedade está longe de querer desempenhar. Até porque nem noção ela tem disto.

    Agora estamos presos ao discurso monótono de uma imprensa à frente de interesses que representam o antigo, o rentismo, o capitalismo predador e irresponsável, tudo porque o PT não abraçou um destino histórico que se descortinou e sucumbiu à lógica do poder que encerra corrupção e fisiologismo. Não que não tivesse que se articular com tal poder num primeiro momento, mas não podia ter se irmanado com o mesmo. Tinha que ter tentado mudar. Pelo menos tentado.

  107. Pax said

    Caro Zbigniew,

    Sugiro acrescentar nessa tua análise não só a incapacidade política do momento, mas os efetivos movimentos que impedem os passos subsequentes do que seria o caminho efetivo da inclusão, com serviços públicos muito melhores em face a carga tributária.

    Educação, Saúde, Segurança, etc. Nem tudo, claro, é competência da União, mas o plano tem que ser nacional. Há que se ter um, há que se comunicar, há que se compactuar.

    E aí percebemos que o velho modelo patrimonialista aproveitou o que era para aproveitar, o consumo cresceu, a economia cresceu, e os mesmos de sempre se beneficiaram até onde quiseram, ou seja, o governo voltou a governar para as minorias de sempre.

    E tudo parou… não haveria outra possibilidade a não ser essa que estamos.

  108. Zbigniew said

    É isso, Pax.

    O excelente texto por você indicado diz que precisamos de um passo adiante e que, pelo que entendi, precisamos de um rompimento para dar esse passo.

    Esse rompimento deverá se dar contra as estruturas patrimonialistas que ainda dominam o país e que impedem que as mudanças se aprofundem.

    Mas uma coisa me chamou a atenção no texto: foi a constatação de que o PT simplesmente não quer essa ruptura e eu acrescentaria, em nome do projeto de poder. Coisa que nós vimos debatendo aqui neste espaço.

    Por isso que digo que estamos fadados, enquanto durar esse sistema, a sermos periféricos no mundo. O rompimento necessita de um projeto de nação arrojado, que eduque seu povo além dos parâmetros técnicos-formais. Eduque para a cidadania e implemente os valores éticos e morais. Não pode ser menos que isso.

    Tardará mais um pouco para que cheguemos a esse ponto. Pelo menos no nosso horizonte político mais próximo que não nos revela, por hora, qualquer alternativa efetivamente válida ao que aí está e se apresenta.

  109. DAISE 2.0 said

    Pax e Z se esmeram em “eulogias” do pt e do apodrecimento da ideologia de “esquerda” no Brasil e no mundo.

    Ficaram obsoletos pela realidade e ainda adoram escrever alentados comentários…

    Comento:

    A ficha nunca vai cair…os caras nunca vão admitir que dedicaram a vida a falar bobagens com a desculpa de “justiça social”.
    Vão perder a “santidade”. Falsos “Paladinos do bem” tentando provar teses obsoletas.

    No Brasil deu no que deu…merda! e agora eles escrevem alentadas “eulogias”.

    Virou mania, psiquiatricamente, falando.

  110. Patriarca da Paciência said

    O corrupto, o corno manso, o usurpador, o senil Fernando Henrique Cardoso, se recusa a parecer inteligente, igual à Mula Sem Cabeça e, anda falando pelos cotovelos !

    Dizem até que desafiou o Lula para uma briga !

    Será que ele aguenta um round ?

  111. Patriarca da Paciência said

    Pax,

    não li todo o artigo do comentário 105. É muito longo e tem vários trechos que são repetitivos. Mas do que eu pude perceber, o cara está bem sintonizado com os noticiários do PIG, ou seja, o Brasil está uma verdadeira zorra !

    Pois então ?

    Como disse a presidenta Dilma, “não vai ficar pedra sobre pedra “. Vamos partir para o desmonte geral e irrestrito ! Uma total antropofagia, como pregavam os modernistas de 1922. O PT come o PSDB. O PSDB come o PT. Os dois juntos comem o PMDB etc.etc.etc.

    É isso aí. Nietzsche dizia que “apenas o caos é criador”

    Então vamos partir para a alegre demolição ! Que cada um pegue a sua marreta e passe a demolir o máximo que puder !

    Quem sabe, depois do fim do mundo, “a gente guarde, pelo menos, algumas comadres, para ter alguns pecadinhos para confessar para o padre”.

  112. DAISE 2.0 said

    GOOD LORD !

    Equiparar diuma trapalhona com Nietzsche é estupefaciente.

    Fico imaginando uma conversa entre o trollinho da Papuda com Dona trollinho da Papuda. Heya! Querida cheguei! Vamos trocar idéias…

    PS No mínimo as crianças deveriam ser retiradas da sala.

  113. DAISE 2.0 said

    Alô, Teresinha, o PT veio para confundir

    Brasil 23.03.15 20:58
    A nota do PT em defesa de João Vaccari Neto insiste no fato de que ele só se tornou tesoureiro do PT em 2010, como se a formalidade o livrasse de toda e qualquer culpa no petrolão.

    Já está provado que João Vaccari Neto atuava na cobrança de propinas para o partido também ANTES de ele ser tesoureiro do PT. Desde 2006 na Construcap.

    O PT veio para confundir os trollinhos , não para explicar.

  114. Zbigniew said

  115. Patriarca da Paciência said

    Como eu já disse antes, eu já fui admirador do Fernando Henrique Cardoso, isso antes dele se tornar corrupto, corno manso, usurpador e senil.

    Talvez eu até hoje o admirasse, se ele não tivesse partido para a hipocrisia mais rasteira !

    Sobre a Petrobrás, por exemplo, ele poderia simplesmente ter declarado; “OLHA GENTE, EU SEMPRE SOUBE QUE A PETROBRÁS É UM ANTRO DE CORRUPÇÃO. O SERRA TAMBÉM SEMPRE SOUBE, ASSIM COMO O AÉCIO E QUASE TODOS OS POLÍTICOS BRASILEIROS ! FOI POR ISSO QUE TENTAMOS PRIVATIZÁ-LA. ACONTECE QUE PRIVATIZAR A PETROBRÁS É ALGO EXTREMAMENTE COMPLEXO, TANTO DO PONTO DE VISTA SOCIAL, ECONÔMICO, POLÍTICO E TUDO O MAIS !.

    Mas qual foi o procedimento do ex-sábio ?

    Permitiu que os diretores da Petrobrás formassem uma empresa de capital misto, com dinheiro da Petrobrás, especialmente para processar o Paulo Francis nos Estados Unidos, contrataram os advogados mais caros dos “Steites”, “valorizaram” a causa em 100 milhões de dólares e mandaram o Francis se defender !

    Não precisa ser muito inteligente para perceber no que ia dar essa briga de um coelho com um leão !

    Como declararam várias pessoas, “foi um assassinato à distância”.

    E agora o corrupto, corno manso, usurpador e senil Fernando Henrique Cardoso tem a cara de pau de dizer que “a corrupção na Petrobrás é apenas um bebê”?

    Realmente, o ex-sábio perdeu o seu lugar na História do Brasil ! Ou ganhou um lugar entre os piores dos piores !

  116. Patriarca da Paciência said

    Caro Zbigniew,

    O Ciro Gomes é um bom analista, mas não é um bom líder. Como eu já disse uma vez aqui, ” é um político do caralho”, como ele mesmo falou várias vezes respondendo a uma entrevista de uma repórter.

    Soluções simples não existem e o Brasil não é para amadores !

    O PMDB, quer queira, quer não, ainda representa grande parte do povo brasileiro. (Luiz Gonzaga fez uma música onde dizia, “quer queira, quer não, o jumento é nosso irmão”.

    A arretado irmão do Ciro, o Cid, apontou para o Cunha e falou uma tremenda verdade, “você é um achacador”.

    Teve que pedir demissão de imediato !

    Quem não tem a responsabilidade de tomar decisões, pode falar a verdade à vontade, como o fazia Raul Seixas, de quem sou grande admirador. Mas você teria coragem de colocar o Raul Seixas para administrar alguma coisa ?

    Não, meu caro, não existe soluções simples para a vida e, a evolução, acontece lentamente !

  117. Patriarca da Paciência said

    “GOOD LORD ! (Olá, Chesterton)

    Equiparar diuma trapalhona com Nietzsche é estupefaciente.

    Fico imaginando uma conversa entre o trollinho da Papuda com Dona trollinho da Papuda. Heya! Querida cheguei! Vamos trocar idéias…

    PS No mínimo as crianças deveriam ser retiradas da sala.”

    Mula Sem Cabeça,

    definitivamente, você nunca será capaz de entender alguma coisa. Você é apenas um amontoado de clichês e preconceitos !

    A única maneira de você PARECER inteligente e não dizendo nada.

    Fica calada, Mula Sem Cabeça, PAREÇA inteligente !

  118. Elias said

    “A Queiroz Galvão foi a empreiteira que, este ano, mais recebeu recursos do governo federal. Foram 91,9 milhões de reais. Em seguida, vem a Odebrecht, com 39,4 milhões de reais. Os valores não consideram os consórcios de que as duas construtoras fazem parte.”

    É mesmo?

    Ambas — Odebrecht principalmente — estão entre os maiores contribuintes pra campanha do Aécio. A Odebrecht deve estar entre os 5 maiores contribuintes do moço.

    Aliás, o Aécio fez uma excelente proposta pra reforma política: cassar os partidos envolvidos em corrupção.

    Dá começar alguma coisa por aí…

    E dá pra acrescentar outras: cassar os políticos envolvidos com narcotráfico, p.ex. Se o político estiver exercendo ou tiver exercido cargo executivo, que o período de cassação deve ser dobrado…

    Na reforma do Código Penal, eu proporia que, além da clássica privação de liberdade, fossem punidos com chibatadas os diretores, gerentes, assessores de direção, etc., de empresas envolvidas na exploração de trabalho escravo ou semiescravo.

    O que ia ter de direitopatatravestidodeesquerdofestivo com lanhos nas costas, não tá no almanaque…

    Eu trabalharia de porteiro, fornecendo sal grosso pros familiares do infeliz salgarem o lombo lanhado do coisa ruim…

  119. Elias said

    “Quem não tem a responsabilidade de tomar decisões, pode falar a verdade à vontade…” (Patriarca)

    Não dá pra concordar com isso, Patriarca!

    É o mesmo que dizer que quem tem responsabilidade de tomar decisões deve mentir.

    O certo é o inverso: quem tem responsabilidade de tomar decisões, principalmente no Setor Público, NÃO DEVE mentir! Deve falar a verdade, por mais desagradável que ela seja.

    Mentira é a praia do marginal. Do bandido. Do ladrão. O marginal mente sempre. As pessoas decentes evitam a mentira, porque a abominam.

    No caso do Cid Gomes, o máximo que o governo deveria fazer, seria soltar uma nota de esclarecimento dizendo que as opiniões PESSOAIS do então ministro, sobre a conduta pessoal e política de alguns membros do Congresso Nacional não refletiam, necessariamente, as opiniões PESSOAIS da Presidente da República. Que se tratava de questões PESSOAIS entre o Sr. Cid Gomes e alguns membros do Congresso Nacional, os quais não gozam de bom conceito junto ao ministro, etc., etc.

    Se o governo fosse por aí, eu até que faria um esforço pra concordar, meio a contragosto e meio.

    Se submeter à chantagem da canalha é, digamos… Excessivo! Passou da conta…

  120. Patriarca da Paciência said

    Elias,

    eu já contei essa história, mas vou repetir.

    Faz já algum tempo, minhas filhas estudavam o primeiro grau e eu sempre participava das reuniões para discutir assuntos do colégio ou em datas festivas. Certo vez o diretor contou um “causo” bem interessante.

    Certo pai dizia sempre para o filho.

    – Meu filho, nunca minta. Em qualquer circunstância, seja sempre verdadeiro, sempre fale a verdade.

    Um dia o pai estava super-tarefado, com um trabalho que precisava entregar com urgência e havia levado para realizar em casa, quando batem à porta. O pai pede para o filho verificar de quem se trata. Pouco depois este volta.

    – Pai, é aquele seu compadre que vem aqui de vez em quando para conversar !

    O pai fica desesperado.

    – Meu Deus ! Aquele chato que quando começa a falar não para mais. Ele não poderia ter escolhido melhor hora. Vá lá e diga que eu não estou.

    Aí o filho vai lá, abre a porta e fala para o compadre chato.

    – O papai mandou dizer que não está.

    É isso, caro Elias,

    Como já o dizia Salomão, “há tempo para todas as coisas debaixo do Sol”, inclusive, “tempo para espalhar pedras e tempo para juntar pedras”.

    Num livro, numa música, em obras de artes em geral, as pessoas tem a total liberdade para dizerem tudo o que quiserem.

    Já alguém que toma decisões que podem afetar vidas, a coisa não é bem assim.

    O governante lida com os mais diversos níveis de compreensão. Pessoas para quem um pingo é uma letra e outras que podem receber explicações por horas a fio e nada entenderão. (veja o caso da Mula Sem Cabeça).

    Quem governa, governa para todos.

  121. Guatambu said

    Cultura brasileira.

    O texto do Ricardo Kotscho do blog dele é interessante.

    Ele diz: “ponha-se no lugar da Dilma, o que você faria?”

    E diz que política está parecida com futebol, que todo mundo agora tem “solução” para o que faria com o Brasil, chamando a atenção que isso aqui virou o “samba do indignado doido”.

    Eu pergunto: será que o próprio Kotscho não deveria ter prestado atenção no sujeito que estava indignado em 2011?

    Já em 2011, quem enxergava longe já sabia que o que está acontecendo iria acontecer. Quem foi realista e ajustou as velas, deve estar se dando bem.

    Como eu disse, e reitero: a esquerda e a direita são muito previsíveis, mas a esquerda é mais previsível que a direita, e isso dá oportunidade para qualquer um que tenha mais de 2 neurônios fazer sua versão individual de concentração de renda.

    Pobre Kotscho… dá sinais de que não aprendeu nada, mesmo com 50 anos de profissão.

  122. Guatambu said

    Elias,

    Uma pergunta: a Dilma deixar o Levy para fazer a articulação política não esvazia o papel do Ministro da Casa Civil?

  123. Zbigniew said

    Patriarca,

    observe que o Ciro aponta para uma estrutura no sistema político brasileiro. Existem as pessoas sérias, os que sobrevivem e os picaretas.

    E denuncia a valorização dos picaretas nos governos (inclusive os do PT) em detrimento das pessoas sérias.

    E por que? Por causa do rompimento com a velha ordem que ainda não foi implementado e que foi muito bem abordado pelo texto indicado pelo Pax.

    O passo que faltou ser dado pelo PT. E por que justamente pelo PT? Lembra que o partido é sempre cobrado pela bandeira da ética e moral? Que seus detratores procuram indicar tais bandeiras como abandonadas pela agremiação? E que o próprio PT apeou o PSDB do poder com tais bandeiras? Ora, o PT esteve e está no poder há mais de doze anos. Se não fez até agora é porque existiram ou existem obstáculos que, ou não puderam, ou não quiseram ser superados.

    Fico com a última opção.

    Há algum tempo atrás tivemos, aqui neste mesmo espaço, um debate sobre as tendências que foram, uma a uma, sendo caladas dentro do PT. E o que ficou? Um núcleo duro que tinha como propósito principal a manutenção das políticas sociais e do projeto de poder. Parou por aí.

    Isso é pouco para o Brasil. É necessário ir além. E ir além importa em romper com a lógica do presidencialismo de coalizão. Importa em enfraquecer os picaretas e trazer os homens sérios para o centro da vida e do debate político. Obviamente que passar do discurso para a prática é algo extremamente complexo. Mas não deve ser encarado como algo impossível. Porque não é. Mas é preciso ter um projeto e inteligência para isso. O PT não tem. Nem quer ter.

  124. Patriarca da Paciência said

    Zbigniew,

    a Dilma é uma pessoa muito séria. Acusá-la de corrupção chega a ser uma infâmia. E foi justamente a Dilma que começou a moralizar a Petrobrás.

    O que fez o Fernando Henrique Cardoso quando o Francis denunciou os diretores da Petrobrás ?

    Permitiu que eles formassem “uma empresa de capital misto”, na verdade toda com dinheiro da Petrobrás, especialmente para processar o Paulo Francis, e, através dessa “empresa” (até parece coisa do Joaquim Barbosa) contratassem os mais caros advogados dos Estados Unidos para mover o processo, uma causa valorizada em 100 milhões de dólares. Imagina só uma luta desigual dessas . Só podia dar no que deu, um assassinato à distância, como disse o ex-governador de Minas e repórter da Globo.

    Então é isso aí, a Dilma está fazendo a parte dela. Mas as coisas são lentas mesmo. E aloprados tem em todos os lugares !

  125. Pedro said

    # 120, que historia idiota.

    Oras, era só pai ir lá e dizer: compadre agora não posso conversar, tenho um trabalho a fazer. Simples.

    Aliás, teria sido ótimo, já que o compadre era chato.

  126. Pedro said

    Guata, tem que avisar o Kotscho.
    Quem fez a merda, que limpe.

  127. Pedro said

    #124, Gzuis!
    Alguém chame o Pinel.

  128. Pax said

    Caro Zbigniew,

    Na mesma linha, acredito que o projeto de um ajuste social ficou como limite de competência do projeto PT. Com o dinheiro farto, fez o que pode fazer, diria que até menos.

    E com esse projeto o projeto de poder. Sem um projeto estratégico para o país.

    Não adianta um líder falastrão, bom comunicador, que não tenha um projeto que conveça. Faz tempo que Lula já deixou clarou que não tem.

    E foi excluindo gente que hoje faz falta ao partido, minha opinião. De todos tenho cá minhas críticas, mas muito menos que os nomes que hoje são a cúpula desacreditada do PT.

    Erundina, Chico Alencar são exemplos. A própria Marina que hoje também acho perdida e desacreditada, mas era um caminho, sim.

    Preferiram Kátia Abreu, como contraponto do exemplo que digo.

    De um país com vocação para liderança em meio ambiente, uma evidência dos nossos tempos, adotamos uma senhora que tem por apelido Rainha da MotoSerra, que diz que o Brasil não tem mais latifúndios e que até acusações de trabalho escravo pairam no entorno de sua biografia.

    O PT não quis dar mais passo algum. FIcou, se acovardou, se entregou ‘a corrupção com vontade. Líderes como o Zé Dirceu pilotando o modelão todo. Hoje um presidiário.

    Uma pena. Perdeu. E perdeu o Brasil. O corolário desse avinagramento do PT é o descrédito do modelo social democrata, governo mais de centro esquerda etc.

    Que vai custar um tempo pra recuperar.

    (desculpem a correria… claro que o bobão do ELias vai pegar uma frase ou outra pra tecer suas Zédirceuzices, mas ele é isso mesmo, porteiro de quadrilha, vamos nos divertir com suas defesas da laia que sustenta)

  129. Pax said

    a turma do Elias algemada a caminho do presídio

    http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,presos-da-lava-jato-sao-transferidos-para-presidio-no-pr,1656800

  130. Guatambu said

    Caso alguém assista Game of Thrones.

    Impressionante o que saber um pouco de economia para reduzir as possibilidades sobre o que pode acontecer no futuro.

    http://www.businessinsider.com/game-of-thrones-economics-2015-3

  131. Pax said

    As provas dos B.O. da quadrilha que o Elias faz portaria…

    http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/delator-entrega-recibos-do-pt-de-doacoes-que-ocultaram-propina/

  132. Pax said

    de outro lado, o outro lado tão corrupto quanto, o juiz manda prender a banda que fala de maconha e recebe propina do traficante…

    é aposentado com salário integral…

    http://oglobo.globo.com/brasil/juiz-que-mandou-prender-planet-hemp-afastado-por-suspeita-de-receber-propina-de-traficante-8485309

  133. DAISE 2.0 said

  134. DAISE 2.0 said

  135. DAISE 2.0 said

    Tadinho do trollinho da Papuda…

    Suspense em Brasilia após as algemas televisíveis de Renato Duque.
    Que serão matéria no JN. logo mais:

    1. Até quando a D. Maria Auxiliadora (Duque) vai ficar calada?

    2. Quando a lula-sem-cabeça irá pedir asilo político político em Cuba?

  136. DAISE 2.0 said

    Bye, bye, PMDB

    Brasil 24.03.15 19:23
    Você sabe que um governo acabou quando o PMDB abandona o navio e se dispõe até mesmo a pregar a racionalidade contra quem apoiava.

    Em discurso na Confederação Nacional da Indústria, o senador Renan Calheiros disse que o Congresso não aprovará o ajuste fiscal da maneira como foi proposto pelo governo — baseado em alta de impostos e sem cortar de verdade na carne.

    Disse Renan, que atua em dobradinha com o deputado Eduardo Cunha: “Se aplaudimos recentemente o Mais Médico, está na hora do programa ‘Menos Ministérios’; 20 no máximo, menos cargos comissionados, menos desperdício e menos aparelhamento.”

    O uso da palavra “aparelhamento” foi uma amostra da cal que o PMDB vai usar no enterro do PT.

  137. DAISE 2.0 said

    AINDA HÁ JUÍZES EM BRASILIA!

    Terça-feira, 24/03/2015, às 21:21, por Gerson Camarotti
    Voto de ministro de STF deve orientar CPI da Petrobras
    Integrantes da CPI da Petrobras ficaram impressionados com a contundência do voto do ministro do STF Gilmar Mendes, que manteve o bloqueio de bens de ex-dirigentes da estatal. O voto do ministro será usado pelos sub-relatores da CPI no capítulo da compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos.

    Por unanimidade (cinco votos a zero), a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal confirmou o bloqueio de bens do ex-presidente da estatal José Sérgio Gabrielli, dos ex-diretores Nestor Cerveró, Renato Duque, Almir Barbassa e Guilherme Estrella e o do ex-gerente Luís Carlos Moreira da Silva.

    Os seis haviam questionado no Supremo se o Tribunal de Contas da União agiu dentro da legalidade ao bloquear bens por suspeitas na compra da refinaria de Pasadena, no Texas, sem antes garantir o direito de defesa aos ex-dirigentes da estatal.

    O Supremo entendeu que o TCU tem competência para o bloqueio e que os fatos apurados no tribunal de contas são graves. Além disso, consideraram que o TCU assegurou, logo após determinar o bloqueio, que todos apresentassem defesa.

    O ministro Gilmar Mendes, relator do processo, considerou que trata-se de um “caso gravíssimo de danos vultuosos ao erário”. “Não se está diante de um caso corriqueiro. Graves irregularidades foram encontradas”, considerou o ministro, ao manter os bens bloqueados.

    “Quanto ao mérito, entendo que não há que se falar em ilegalidade ou abuso de poder em relação à atuação do TCU, que, ao determinar a indisponibilidade dos bens dos impetrantes, agiu em consonância com as suas atribuições constitucionais, com as disposições legais e com a jurisprudência desta Corte”, observou Mendes.

    O ministro do STF ainda evidenciou as diferenças de preço da refinaria de Pasadena. “Deve-se rememorar que a empresa texana, especializada em avaliações de refinarias na região, contratada pela própria Petrobras para tanto, estimou o preço total da refinaria em 126 milhões de dólares e que, apenas pela primeira parte do negócio, a Petrobras já pagara mais de 431 milhões de dólares.”

    Em seguida, Gilmar Mendes explicitou o prejuízo total, em sintonia com o TCU. “Somando-se as duas etapas da negociação, chega-se à conclusão de que a Petrobras pagou ao grupo Astra Transcor cerca de 1 bilhão e 245 milhões de dólares, enquanto a consultoria texana havia recomendado a compra da refinaria de Pasadena por apenas 126 milhões de dólares”, observou o ministro.

  138. DAISE 2.0 said

    <b.A HORA DA CONTA
    A Procuradoria Federal possui um catálogo de fraudes cometidas por governantes e gestores de 117 institutos públicos de previdência que superam R$ 2 bilhões

    24/03/2015 – 16h12
    José Casado, O Globo

    O Postalis, fundo de previdência dos Correios, identificou um rombo de R$ 5,5 bilhões na sua contabilidade. A fatura será dividida entre a empresa estatal e cerca de 200 mil associados a partir da próxima semana.

    Haverá uma cobrança mensal, “extraordinária”, com aumento de 26% sobre o valor das contribuições ou redução dos benefícios pagos no plano complementar à aposentadoria. Está prevista para se estender até 2030, ou seja pelos próximos 15 anos e meio.

    É um novo capítulo na história recente da manipulação política dos fundos de pensão das empresas estatais, onde a má gerência tem raízes na luta partidária pelo comando dos investimentos.

    O caso do Postalis é exemplar: perdeu cerca de 25% do patrimônio durante a luta de uma década entre o PMDB e o PT pelo controle das áreas-chave de sua gestão. Alguns desastres do portfólio do Postalis foram comandados por um diretor vinculado ao PMDB.

    O poder sobre os recursos dos fundos de pensão estatais é decisivo para negócios como a compra e venda de ações de empresas privadas — sobretudo as virtualmente quebradas e com alta taxa de lucratividade para corretores e intermediários de partidos aliados ao governo.

    É, também, relevante na indução ao financiamento de campanhas eleitorais pelas empresas nas quais os fundos estatais são acionistas e possuem representantes na diretoria e nos conselhos fiscal e administrativo.

    É perceptível um padrão de negócios suspeitos em vários fundos estatais — das compras de papéis emitidos por governos virtualmente falidos, como Argentina e Venezuela, às aquisições de títulos de bancos às vésperas da quebra, a exemplo do BVA em 2013.

    Alguns personagens também se repetem, constatou o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao denunciar 49 políticos e operadores financeiros de partidos por corrupção na Petrobras. Somente o pagamento de propina a agentes públicos, ele escreveu, é capaz de explicar a injeção de dinheiro de trabalhadores-contribuintes de um fundo de pensão estatal em uma empresa endividada, com patrimônio líquido negativo e prejuízos mensais crescentes.

    Na prateleira de Alberto Youssef, operador financeiro do PP na Petrobras, havia uma empresa de turismo nessas condições. Seus laços com influentes deputados do PT, André Vargas e Cândido Vaccarezza, permitiram a abertura das portas e dos cofres de fundos de pensão como o Postalis e o Igeprev, do Estado do Tocantins. Youssef obteve cerca de R$ 40 milhões na venda de títulos podres, sem valor, para essas entidades de previdência.

    Há maracutaias seriadas. A Procuradoria Federal possui um catálogo de fraudes cometidas por governantes e gestores de 117 institutos públicos de previdência que superam R$ 2 bilhões.

    Elas resultam da influência político-partidária nos fundos de pensão estatais. Políticos e gestores dos fundos ordenavam a compra de papéis indicados por “consultorias”, como as arranjadas por Youssef e seus amigos, e faturavam comissões de 3% sobre o valor das operações.

    As empresas protagonistas são, quase sempre, as mesmas que serviram a autoridades beneficiárias do mensalão e da corrupção na Petrobras. O dinheiro fluiu por uma rede especializada em lavagem no eixo Brasilia-Rio-São Paulo.

    O caso do Postalis é apenas o primeiro de uma nova série de escândalos.

    ———————

    A quadrilha do qual o badass se orgulha de ser um porteiro-fundador estava buscando corromper o Brasil em todas as possíveis instâncias.

    <b<…E DEU MERDA. TUDO O QUE O PT PÕE A MÃO VIRA MERDA !

  139. DAISE 2.0 said

    …E DEU MERDA. TUDO O QUE O PT PÕE A MÃO VIRA MERDA !

    Vide o caso do trollinho como exemplo perfeito …rsrsrs

  140. Pax said

    o blog já acompanhava o tal do Adir Assad, preso na Lava Jato

    https://politicaetica.com/2013/10/02/adir-assad-o-homem-que-sabe-demais/

    o cara vem de longe… Delta, Carlinhos Cachoeira etc

    um cara que sabe demais… com certeza, como foi escrito no post de 2013

    tem envolvimento com gregos, troianos, petistas e tucanos

  141. Elias said

    Corrupax,

    É o seguinte, meu caro ladrão:

    1 – Não adianta, cara: jamais vou te comer. Nada contra quem oferece o rabo via internet… É só que eu não trabalho com esse artigo.

    2 – O fato de eu ter aceito uns boquetinhos da tua vó não me obriga a aceitar o teu brioco.

    Guatambu,

    Olhaí:

    Do noticiário da ADVFN:
    =================
    “A agência de classificação de risco S&P decidiu manter a nota de crédito da companhia dentro do chamado grau de investimento, mas fez duras críticas à companhia. A agência afirma que a Petrobras já teria perdido a condição de grau de investimento se não tivesse suporte do governo federal. Apesar de a S&P manter a nota da companhia, sua perspectiva foi rebaixada refletindo os desafios que enfrentará para financiar seus planos de investimento para aumento da produção.”
    ==================

    Lembra do que eu escrevi há alguns dias? A Petrobras é uma mega empresa, que, além do mais, é estatal e detém o monopólio numa das maiores economias do mundo.

    Independentemente do que diga ou faça o “mercado” (que de “mercado”, só tem o apelido), o Brasil vai continuar consumindo gasolina, diesel, álcool carburante, GLP, BPF, nafta, plástico, PVC, etc. E, cada grama ou cada mililitro disso aí, resulta em grana pra Petrobras.

    Se as agências tiram grau de investimento do Petrossauro, os operadores ficam “boca de abiu”, vendo o trem passar, e sob fogo cerrado dos donos do dinheiro, por motivos óbvios.

    Aí as agências berram, esperneiam, gemem, urram, mas… Acabam abrindo as perninhas pro Petrossauro.

    Já o “mercado”… Ora, o “mercado”…

    Na hora do vamos ver, a ideologia é a última que fala… E a primeira a tomar porrada!

  142. Guatambu said

    Elias,

    Mas eu não entendi o porquê do seu comentário.

    O que você disso só reitera o que eu disse: com o Estado mando demais, os movimentos de mercado são antecipados ficando de olho em decisões políticas, e não com base nas variáveis normais de mercado.

    O exemplo que você trouxe explica claramente isso.

  143. Elias said

    Patriarca # 120

    O Pedro já matou a pau a história do compadre: não serve como exemplo.

    Numa democracia, a mentira raramente funciona na Administração Pública. Quase sempre acaba desmascarada (o que, no Brasil, não significa dizer que o mentiroso será punido).

    No caso do Cid Gomes, nem se trata de mentir ou falar a verdade, né?

    Ele chamou a canalha de “achacadores”. A canalha se sentiu ofendida. E o que fez a canalha? Achacou a Presidente da República. Colocou-a no corner e mandou o achaque: “Ou o Cid Gomes cai, ou o governo cai…”.

    Até aí, nada demais. O Cid agiu como cara corajoso que é, e a canalha agiu como a canalha que sempre foi.

    A canalha achacou pra mostrar que ela pode achacar quem ela quiser e o quanto ela quiser, e que, mesmo achacando publicamente, como ela achaca, ela não permite que ninguém diga que ela achaca. Caso contrário, ela achaca…

    Meu problema é com a Dilma. Ela se submeteu à canalha pra continuar governo. Só que, ao fazer isso, ela mostrou que não está governando. Se um simples achaque de políticos em menos de 24 horas demite o titular de um dos ministérios mais importantes da República, isso é mais do que uma evidência de que, no mínimo, está faltando energia à Presidente.

    E falta de energia da Presidente, num momento de crise, é o que de pior se pode esperar.

    Ingenuidade pensar que a canalha vai parar por aí…

    Sei não, Patriarca. Até onde minha vista alcança, política é luta pelo poder. É luta pra conquistar, manter ou ampliar o poder.

    E luta política é como qualquer outra luta: é necessário quebrar o adversário. O adversário tem que sangrar. Tem que ser esmagado.

    Minha memória não guardou o nome de ninguém que tenha vencido uma luta, fazendo sangrar os aliados, em vez do adversário…

  144. DAISE 2.0 said

    O governo fecal

    Brasil 25.03.15 08:59
    “É um governo de merda, mas é o meu governo”.

    O presidente do PT, Rui Falcão, pronunciou a frase ontem à noite, repetindo o mote dos apoiadores de Salvador Allende.

    No Chile, não deu muito certo, porque ninguém está disposto a se sacrificar para defender um governo reconhecidamente fecal. No Brasil, é provável que a história se repita.

    Rui Falcão estava numa reunião com sindicalistas da CUT e anunciou o apoio do PT ao ato programado para o dia 31, “em defesa da Petrobras”.

    Em vez de “O petróleo é nosso”, agora o PT proclama: “A merda é nossa”.

    A merda é dele.

  145. Elias said

    Guatambu,
    O sentido do meu comentário é bastante claro.

    A Petrobras é e continuará a ser uma das melhores opções de investimento do Brasil.

    Mesmo com toda essa merdolência e essa roubalheira, as ações dessa empresa valorizaram mais do que a maiorias das demais opções de investimento no Brasil, de 2003 pra cá (e mesmo com toda a lavagem imobiliária que grassou pela maioria das grandes cidades brasileiras, no mesmo período).

    Neste momento, p.ex., a queda do preço do barril no mercado internacional ameaça a expansão (mas não a manutenção) da produção interna. Esse mesmo preço baixo, entretanto, repercute favoravelmente nos custos operacionais da empresa, exatamente no momento em que ela está realinhando os preços de venda, que passaram longo tempo no freezer.

    Agora pensa um pouco: o que acontece com uma empresa monopolista, quando ela aumenta os preços ao mesmo tempo em que os custos caem? Qual a repercussão disso sobre os lucros?

    Dito isso, o “mandar demais” que usaste reflete somente uma questão de ponto de vista. Dependendo do ponto em que tu te situas, “mandar demais” pode ser bom ou pode ser péssimo.

    Algumas pessoas, pela forma como se relacionam com a Petrobras, têm toda a razão em achar que isso é péssimo.

    Outras, que atendem pela alcunha de “acionistas”, têm mais do que razões suficientes pra achar que, pelo contrário, o “mandar demais” é ótimo…

  146. Elias said

    E, Guatambu,

    Até o chamado “ataque especulativo” que muita gente denunciou, tem vida curta. É a tal praga de urubu que, em vez de matar o cavalo, o fortalece.

    Imagina só o que está acontecendo com o pessoal que aplicou bilhões em ações da Petrobras, com as ditas cujas despencando.

    Te põe no lugar desse pessoal.

    O que tu estarias querendo, agora? Que o valor das ações continue a cair, ou que ele suba?

    Estou te dizendo isso, só pra que tu calibres tuas antenas.

    Tenta saber quem comprou PETR4 em massa, nos últimos meses, e, aí, vais sacar que a pressão em cima da S&P não saiu só da Petrobras…

    Fica esperto!

    Hora de voltar pro meu posto de escravo da recessão (mas ainda é melhor ser escravo da recessão do que semiescravo da empresa “mais correta” que o Corrupax já trabalhou).

  147. Patriarca da Paciência said

    “1. Até quando a D. Maria Auxiliadora (Duque) vai ficar calada?

    2. Quando a lula-sem-cabeça irá pedir asilo político político em Cuba?”

    A Mula Sem Cabeça sempre com os mesmos clichês de sempre! Então agora é a Maria Auxiliadora que vai falar ?

    Fala, Maria Auxiliadora, fala, auxilia aí !

  148. Patriarca da Paciência said

    Elias,

    o Cid Gomes foi verdadeiro, “macho pra caralho”, apontou para o safado e disse alto e em bom som “você é um safado”.

    Agora eu te pergunto, resolveu alguma coisa ?

    Muito pelo contrário, atrapalhou tudo.

    O próprio Cid declarou várias vezes que estava “costurando” um novo tipo de apoio para o governo, formado apenas pelas esquerdas.

    Agora a coisa ficou totalmente inviabilizada.

    E digo mais, eu, provavelmente, se estivesse no lugar do Cid, faria a mesma coisa, justamente porque eu nunca serei um bom político.

    Política deve mirar resultados, através de convencimentos, acordos e, principalmente, muita paciência, etc.etc.etc.

    Também não acredito mesmo que a Dilma tenha demitido o Cid. Ele foi para lá com a firme determinação de fazer exatamente o que fez e, depois, pedir demissão. A sua pose de desdém, a sua expressão de deboche, demonstravam claramente isso.

    Coisas dos irmãos Gomes, pessoas brilhantes, mas que não são bons políticos.

    Quanto ao meu “causo”, acho que o Pedro não entendeu nada, muito pelo contrário. A “interpretação” dele baseia-se justamente no nesse desejo que pessoas tem de como as coisas devem acontecer, mas a realidade, sempre prova o contrário.

    Justamente um bom político iria lá no compadre e, cheio de sorrisos e salameleques, faria um monte de elogios ao compadre e, depois, delicadamente, o convidaria para um almoço para que pudesse desfrutar melhor da companhia de tão agradável pessoa.

    Agora, imagine-se um advogado, com prazo determinado para apresentar uma complicada contestação para o dia seguinte, a respeito de um processo de dez volumes na sua frente etc.etc.etc. O cara precisaria ser um político extraordinário, um político top mesmo, para encontrar uma boa saída. 99,9% explodiria, como fez o pai da história e como fez o Cid

  149. Patriarca da Paciência said

    “O intelectual Renato Janine Ribeiro, professor de ética e filosofia da USP, publica um importante artigo nesta quarta-feira, em que critica o simplismo da agenda de quem protestou no dia 15 de março, como se a eliminação do PT pudesse libertar o Brasil da corrupção; “Há uma reação tola”, diz ele; “Um dos modos dessa reação é carimbar um culpado bem afastado de nós. O PT cumpre hoje esse papel de demônio, que já foi de Getúlio Vargas. Assim se afasta de nós esse cale-se. Somos poupados”; ele também levanta questões importantes: “Por que tantos querem que a investigação foque só o PT? A apuração não deve ser ampla, geral e irrestrita?”
    (247)

    Parece que a mesma “técnica” foi aplicada na Alemanha, 70 anos atrás. (Só para lembrar, os maiores crimes, os maiores roubos, as maiores corrupções, enfim, as maiores aberrações de toda a História Humana, aconteceram na Europa, faz apenas 70 anos).

    Mas voltando ao assunto, os nazista colocaram nos judeus toda a culpa pelos males do mundo !

    “Eliminando” os judeus, todos os problemas do mundo estariam resolvidos.

    Será que há alguma semelhança ?

  150. Patriarca da Paciência said

    Mas voltando ao assunto, os nazistas colocaram nos judeus toda a culpa pelos males do mundo !

    “Eliminando” os judeus, todos os problemas do mundo estariam resolvidos.

    Será que há alguma semelhança ?.

    A Mula Sem Cabeça, reinaldo rola bosta, “óia” em geral, são exemplos típicos disso.

    O negócio deles é “eliminar” o PT. Para isso chegam a fazer rasgados elogios ao PMDB do Cunha e do Renan.

    Essa gente é maluca mesmo !

    Parece que a “óia” dessa semana traz uma reportagem especial sobre o “Super-Cunha”.

    É realmente impressionante o descaramento dessa gente !

  151. Guatambu said

    Elias,

    Eu não sei onde vc leu em algum comentário meu que a Petrobras era um mau investimento….

    Nunca disse isso.

    A Petrobras é um investimento como qualquer outro, na minha modesta opinião.

    Gigante como é, ela chama mais atenção.

    Assim que houver uma definição sobre o novo balanço da Petrobras eu compro mais ou não.

    Duvido que ela quebre. Quando ela tiver a ponto de quebrar, se ela tiver que ser vendida, vai aparecer uma porradal de investidor babando para por as mãos na empresa, o que por si só já vai fazer subir as ações.

    Eu só estou de olho, porque no meio disso tudo tem um mar de oportunidade.

    Eu não torço para nada: que a Petrobras, que o Brasil, ou que a Grécia quebre.

    Eu não desejo o mal pra ninguém.

    Muito menos para provar um ponto de vista ideológico.

    Muito pelo contrário.

    Na verdade, tudo o que eu coloco aqui acaba por ser uma crítica à defesa inflamada – quase religiosa – de um modelo ideológico. Mas uma coisa é verdade: quem tem servido de exemplo para mim, no momento, é a esquerda.

    Qualquer ideologia usa dos mesmos métodos para chegar ao poder e se manter no poder.

    Do meu ponto de vista, a esquerda faz isso de maneira que fica mais fácil ler esses movimentos. Se tem alguma coisa que eu gosto de debater aqui é: como ficar mais esperto para ler esses movimentos. E se eu conseguir ajudar alguém a fazer o mesmo, já me dou por satisfeito.

    De resto: eu estou completamente fora desse jogo de poder:

    1. Eu não sou influente e não me relaciono com ninguém influente.
    2. Acho que eu não aguentaria a pressão de trilhar o caminho para me fazer influente e entrar nesse jogo.
    3. Eu sou minoria: seja pela minha classe social, seja pela minha cor, seja pelo meu credo e também por uma ideologia, que até onde eu sei, tem menos a ver com o que existe e muito mais a ver com o que eu aprendi.
    4. Eu não sou nenhum gênio, nem Steve Jobs, nem Bill Gates, nem porra nenhuma…

    O meu compromisso é com a minha sobrevivência e com a sobrevivência da minha futura prole.

    Então, pra que eu gastaria minha energia fazendo força por algo que minha capacidade de mudança é pífia?

    A única coisa que eu sei, é que se eu quero sair do ponto A e ir pro ponto B nessas condições, eu preciso aprender a surfar a onda, comer muita merda, e fazer tudo sozinho, porque o mundo é muito mais feio do que parece e não dá pra confiar em ninguém.

  152. Pedro said

    Que é isso Guata.
    O mundo é belo. A gente é que complica.
    Existem pessoas confiáveis, por exemplo, eu confio na minha mãe. :-)

  153. Pedro said

    # 148 Que mala.
    Patriarca, alguém já te mandou hoje?

  154. Pedro said

    Olha só como é esperto o nosso governador.

    “Um assunto potencialmente crítico para Santa Catarina anda passando despercebido nesses dias de alta do dólar. É que o governo Colombo, em 2012, assinou com pompa e circunstância um financiamento de R$ 1,5 bilhão com o Bank of America Merril Lynch. A intenção era pagar o resíduo da dívida com a União. Na época, o governo estadual alardeava que, ao pegar o empréstimo bilionário, quitaria o resíduo da dívida. Na prática, trocaria juros de 14% ao ano, que era o que pagava pela dívida com a União, por “apenas” 4% ao ano, mais variação cambial, no contrato com o Bank of America.
    A aposta, claro, era que o dólar não subiria, ou subiria pouco. Na época em que Colombo assinou o contrato, o dólar valia R$ 2,08. Hoje, vale R$ 3,15. Só de variação cambial já são mais de 50%. Em reais, o resíduo da dívida com a União era de R$ 1,5 bilhão. O governo trocou isso por uma dívida em dólar de US$ 726 milhões. Nos endividamos em dólar! Foi mesmo um bom negócio para Santa Catarina?”

    Vai ser esperto assim, lá na serra que te pariu.

  155. DAISE 2.0 said

    #153 Pedro

    É o famoso Mala-Sem-Cabeça…a.k.a. trollinho da Papuda.

    Nasceu com defeito de fabricação e a mãe dele esqueceu de fazer recall.rsrsrs

  156. DAISE 2.0 said

    O rombo dos sindicalistas do PT

    Economia 25.03.15 17:16
    O Postalis, fundo de pensão dos Correios, depois de perder dinheiro todos os anos desde 2011, tem um buraco de 5,6 bilhões de reais.

    A Bloomberg fez uma lista dos negócios do Postalis.

    Ele era o único investidor de um fundo do Bank of New York que mantinha uma cesta de títulos da Venezuela e da Argentina. Esse fundo perdeu 65% de seu valor.

    O Postalis investiu também na EBX, de Eike Batista.

    O prejuízo ocorreu também em aplicações nos bancos BVA e Cruzeiro do Sul e na financeira Oboé: todos eles quebraram, em meio a acusações de fraude.

    O Postalis investiu até mesmo no Lehman Brothers, em agosto de 2008, um mês antes de sua falência.

    Agora os funcionários dos Correios devem perder 25% de seus salários pelos próximos 15 anos para conseguir cobrir o rombo produzido pelos sindicalistas do PT.

    Pensando bem, é exatamente a mesma coisa que vai acontecer com todos os outros brasileiros.

  157. DAISE 2.0 said

    A VERDADEIRA IMAGEM DO GOVERNO ATUAL

  158. DAISE 2.0 said

    Tá interessado em saber o que é o MOVIMENTO VEM PRÄ RUA!?

    se sim, assista:

    e comentem se quiserem…

  159. DAISE 2.0 said

    ( continuação) #158

    É claro que a opinião do Mala é necessária.Adoro rir

    Mas Pax e Z terão que assistir… é muito interessante !

    Mesmo pra discordar, é claro!

  160. DAISE 2.0 said

    Badass (vide anteriores)

    judeu inteligente x judeu inteligente ?

    Assistiu?

    Mala S.C (mala sem cabeça) tá fora – não é judeu nem inteligente.

  161. Elias said

    Patriarca,

    E se render ao achaque da canalha, resolve alguma coisa?

    Já fiz parte de um governo (petista), que teve uma secretária municipal sob fogo cerrado da oposição, mídia e o escambal a quatro, por mais de dois anos. Ela pediu demissão um porrilhão de vezes. Invariavelmente o prefeito (Edmilson Rodrigues, hoje no PSOL) não aceitava o pedido de demissão, e pedia a ela que permanecesse no cargo. Ela ficou até o fim do mandato, Edmulson se reelegeu, e, só no início do segundo mandato é que ele finalmente aceitou o pedido de demissão dela. A essa altura, a mídia oposicionista (ou seja, praticamente toda a mídia) já esquecera da secretária.

    Nunca mais, até o fim do segundo mandato, a oposição e/ou a mídia tentaram escalar ou achacar o governo (e olha que era uma prefeitura petista de uma capital, com o Governo do Estado e a Presidência da República tucanos!)…

    Seria bobagem continuar tentando. A cada tentativa, Edmilson dizia que cabia a ele nomear o secretariado. Quem quisesse escalar governo que se candidatasse a prefeito… Quando ele abordava esse tema nos atos públicos a galera delirava, chamando o cara de “prefeito macho paca”… A canalha acabou se convencendo da inutilidade de seus achaques.

    Governo é governo, oposição é oposição. Quem faz oposição ao governo tem que ser tratado como oposição, não importa a que partido pertença. E, assim como o papel da oposição é fiscalizar e baixar o pau no governo, a este cabe o direito e o dever de baixar a porrada na oposição.

    É assim que as democracias funcionam.

    É bom não esquecer que o PT opera em condição de fadiga de material. A proposta original do partido foi pra lata do lixo. A proposta implantada em substituição se esgotou; deu o que tinha de dar. O partido vive afundado nos escândalos de corrupção que alguns de seus membros dirigentes promoveram ou permitiram, sem nada que contrabalance isso.

    Negociar com o parlamento? Isso é necessário, claro!

    Mas… Negociar o quê? A simples permanência de Dilma no cargo, mesmo sem se saber pra quê?

    Lamento, Patriarca, mas não estou nessa.

    Se for pra discutir uma estratégia de retomada do crescimento econômico, o início de uma reforma política, o início de uma reforma tributária, o início de uma reforma do Judiciário, etc., tudo bem.

    Agora, se for pra negociar apenas a manutenção de Fulano ou Sicrano — Dilma inclusa — nos cargos, esquece…

    Sabe aquele papo: “É melhor saber pra onde se quer ir, mesmo que não se saiba como, do que se saber como vai, sem se saber pra onde”?

    Pois é…

  162. Elias said

    Patriarca,
    Na época em que aconteceram os fatos que relatei, acima, um vereador petista (por sinal, amigo meu de muito longa data, e até hoje), passou a apoiar a oposição, nas críticas ao governo petista.

    Embora petista, e não obstante o imenso prestígio que ele desfrutava no partido (e cara é inteligente pra caramba!), esse vereador passou a ser tratado como oposição, com marcação cerrada em cima dele. Era uma pancadaria atrás da outra… Acabou saindo do partido.

    Acontece que governo é governo, e oposição é oposição. E luta política é luta política…

  163. Elias said

    Guatambu # 151

    Acabaste reagindo ideologicamente (que é o que eu achei que tu farias)…

    Eu também NÃO DISSE que havias escrito qualquer coisa no sentido de que investir na Petrobras é mau negócio.

    Eu apenas relativizei o fato da Petrobras ser uma estatal monopolista em uma das principais economias do mundo, a brasileira.

    Ideologicamente, isso pode ser considerado péssimo, do ponto de vista de quem defende o liberalismo econômico e não tem grana pra ganhar com a estatal.

    Já quem tem milhões investidos na companhia, e a depender de como administra a carteira, manda a ideologia às favas (como diria Jarbas o Passarinho…), e continua achando que nada melhor do que a Petrobras ser uma estatal…

    Daí porque a pressão sobre a S&P não saiu só da Petrobras. Tem muito peso pesado por aí, que meteu dinheiro grosso na companhia, durante a queda do valor das ações, e, agora, não está disposto a esperar mais do que acha que deve, pra começar a fazer dinheiro, só por causa dos cálculos de uma agência classificadora (qualquer coisa, multiplicada pela raiz “n” de lâmbida subtraída da quinta parte da equaminidade das equinolácias, e somada ao duplo produto de tudo pelo substrato do que quase foi = ou parecido), que, além do mais, não levam em conta o fato de que a Petrobras é uma estatal, e detém o monopólio energético em uma das maiores economias do planeta…

    Daí porque, em momentos assim, a Petrobras nem responde diretamente à agência. Ela deixa o tempo passar e, no momento oportuno, faz valer o peso que tem.

    Aí as agências de classificação chiam, berram, choram, reclamam, dizem que “está doendo, bem”… enfim, exercitam o “jus esperneandi”… Mas acabam abrindo as perninhas…

    Bem, como eu não tenho os milhões que me permitiriam ganhar mais milhões sem fazer nada, tenho que voltar pro cabo da enxada, e faturar meus tostões e frações de centavos…

  164. Patriarca da Paciência said

    “Acontece que governo é governo, e oposição é oposição. E luta política é luta política…”

    Eu também acho, Elias, mas as estratégias são bem variadas.

    Sinceramente, com toda a sinceridade mesmo, eu não acredito nos métodos do PSOL. Sempre terá gente valorosa e corajosa, mas sempre será um partido nanico.

    Para mim o PSOL é um PT que não quer amadurecer. Quer se manter com os ideais da juventude. É claro que a juventude é ótima, mas é também muito efêmera. Passa rápido e a maturidade é bem mais duradoura.

    Ninguém está defendendo aderir aos ideias do PMDB, mas a realidade é que o PMDB ainda é maioria e representa boa parte do povo brasileiro. É uma realidade que temos que lidar.

    Minha opinião é que a Dilma deveria colocar Lula para a Casa Civil. A Dilma realmente é fraca em política, o forte do Lula. Lula deveria aceitar como uma missão patriótica. É claro que tudo isso é apenas “sonho de uma noite de verão” de um modesto comentarista do blog do Pax.

    Quais são as opções para o Governo Dilma ?

    Temer, Cunha e Renan ? É assustador !

    Ou quem sabe novas eleições, com toda a costumeira baixaria ?

    Caramba !

    Como você mesmo costuma dizer, “as alternativas são bem piores, muito piores mesmo, do que o atual governo”.

    De minha parte eu acho o governo da Dilma bom. Dizer que “ela não faz nada” é um completo absurdo”.

    A Dilma, em verdade, pode ser acusada de fazer demais !

    Manteve todos os programas do Lula e ainda acrescentou o “Mais Médicos, Minha Casa Minha Vida, Especialização para estudantes no exterior etc.etc.etc.

    O Governo, em verdade, tem é realizações demais !

  165. Guatambu said

    Elias,

    Você continua dizendo que eu acho péssimo a Petrobras ser monopolista no Brasil.

    Eu digo que não concordo, mas dizer que eu acho péssimo é pular passagem.

    Na realidade, eu acho bom, porque eu posso operar Petrobras com mais facilidade.

    E eu sou peixe pequeno.

    Tenho dó de quem pegou o FGTS e botou na Petrobras, se precisar de dinheiro agora, tá f…

  166. Guatambu said

    Falando em operar.

    Ontem o BC anunciou que não vai fazer mais SWAPS cambiais.

    O dólar vai subir mais.

    Alguém mais comprou, além de mim?

  167. Patriarca da Paciência said

  168. Patriarca da Paciência said

    “Brasília – A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) pediram hoje (25) a retomada do julgamento sobre a proibição de doações de empresas privadas para campanhas políticas. Os representantes das entidades reuniram-se com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski.

    O julgamento foi interrompido em abril do ano passado, por um pedido de vista do ministro Gilmar Mendes, quando o placar estava seis votos a um pelo fim de doações de empresas para candidatos e partidos políticos. Após a reunião, Lewandowski enviou o pedido das entidades para Mendes.

    Segundo o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcos Vinícius Furtado Coêlho, o atual sistema político, com a prevalência do poder econômico, não pode continuar.

    “Entendemos que é importante para o Brasil uma definição da matéria para que possamos todos ter, após essa definição, adoção dos caminhos necessários ao Brasil, disse. Para ele, é preciso “construir consensos e aprovar reforma política que melhore o sistema político”, disse.

    O secretário-geral da CNBB, Leonardo Steiner, disse que as entidades vão fazer uma vigília, hoje à noite, em frente ao Supremo. Serão acesas 365 velas para lembrar um ano do pedido de vista do ministro Gilmar Mendes.

    “Estamos vendo a realidade nua e crua da influência do financiamento das empresas. Estamos todo dia no noticiário e gostaríamos de ver resolvida essa questão. Creio que Supremo poderá nos dar luz e ajudar a sociedade.”, disse Steiner.

    Participaram do encontro representantes do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), da União Nacional dos Estudantes (UNE), entre outras entidades.

    Na semana passada, os deputados federais Jorge Solla (PT-BA) e Henrique Fontana (PT-RS) entraram com uma representação contra Gilmar Mendes no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Os parlamentares alegam que Mendes deve responder a processo administrativo pela demora na conclusão do voto.”
    http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2015/03/oab-e-cnbb-pedem-retomada-do-julgamento-sobre-doacoes-de-empresas-para-partidos-8410.html

    Será que agora vai ?

  169. Patriarca da Paciência said

    “E vou dizer uma coisa arriscada: o Lula perde hoje. Hoje [se Dilma cai e fazem novas eleições], o Lula perde. Mas não penso eleitoralmente. Sou democrata”, disse o ex-presidente tucano FHC; segundo ele, em 2005 havia possibilidade legal de pedir impeachment contra Lula; “Agora, quem está processando a Dilma por algo que ela fez? Não tem”; questionado sobre casos de propina na Petrobras que começaram no seu governo, ele disse: “Pode ter havido corrupção no meu governo? Houve muito homicídio no meu governo, sabia? Marido matou mulher, mulher matou marido. O que eu tenho a ver com isso? Não há nem acusação desse tipo de organização no meu governo”; durante seu governo, FHC foi acusado da compra de votos no Congresso para a reeleição”
    (247)

    E agora ?

    O corrupto, corno manso, usurpador e senil Fernando Henrique Cardoso, anda dizendo que nada sabia ?

    É mesmo ?

    Apenas o Lula e a Dilma teriam obrigação de saber ?

    Pois agora !

  170. Zbigniew said

    Enquanto isso, no Brasil real, atrasado e oligárquico, quem tenta combater a corrupção, sem qualquer conotação partidária, pode terminar assim:

    “A Associação Nacional dos Procuradores Municipais (ANPM) enviou solicitações a diversas autoridades cobrando providências urgentes e celeridade na investigação do caso do Procurador do Município de Chopinzinho (PR), Algacir Teixeira de Lima, morto a tiros no último dia 16.

Segundo informações obtidas pela ANPM, o assassinato ocorreu em virtude de sua combativa atuação em Chopinzinho, onde lutava contra a corrupção no governo municipal. Neste caso, trata-se de violência ligada ao exercício profissional da Advocacia Pública e de gravíssima violação das prerrogativas.

Foram remetidos ofícios ao Presidente do Conselho Federal da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, ao Presidente da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil de Pato Branco – PR, Luiz Antonio Corona, ao Promotor de Justiça Entrância Inicial da Comarca de Chopinzinho (PR), Willian Rafael Scholz e ao Delegado Chefe da 5ª SDP – 9ª AISP – Sede Pato Branco-PR, Getúlio De Morais Vargas.
    (…)
    O delegado de Chopinzinho, Alexander Meurer, revelou que os mandantes do crime foram o prefeito de Chopinzinho, Leomar Bolzani (PSDB) e o ex-funcionário da prefeitura, Giovani Baldisseira, mais conhecido como Pardal. As investigações apontam que os dois teriam encomendado a morte do procurador ainda no mês de dezembro de 2014. O contato com os pistoleiros foi feito por meio do casal Elvi e Nilton Ferreira, que moram em Saudade do Iguaçu e fazem trabalhos de bruxaria (macumba). Elvi teria sido a intermediadora entre os mandantes e os contratados para matar Algacir.
    (…)”

    http://cgn.uol.com.br/noticia/129237/morte-de-procurador-foi-encomendada-em-dezembro-segundo-policia

  171. Pax said

    Operação Zelote – calote de R$ 19 bilhões…. novo post

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: