políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Fora Beto Richa!

Posted by Pax em 05/05/2015

Governador que surra covardemente professores do estado merece o que recebeu do povo, um sonoro “fora Beto Richa!”

Anúncios

213 Respostas to “Fora Beto Richa!”

  1. DAISE 2.0 said

    CVM investiga ex-conselheiros da Petrobras por induzir investidor a erro

    DA REUTERS
    DE SÃO PAULO

    05/05/2015 10h03 – Atualizado às 12h31
    A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu processo sancionador contra ex-integrantes do Conselho de Administração da Petrobras e um conselheiro atual, para averiguar se induziram investidores da companhia a erro por terem aprovado medidas que inviabilizavam o plano de negócios da estatal.

    São alvos da investigação o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, a ex-ministra do Planejamento e atual presidente da Caixa Econômica Federal, Miriam Belchior, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, o ex-secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia e o atual presidente da Eletrosul, Marcio Zimmermann.

    Além deles, são investigados também Sérgio Quintella, Jorge Gerdau e José Maria Ferreira Rangel e Francisco Roberto de Albuquerque.

    Segundo o órgão regulador do mercado de capitais, o processo visa a apurar a responsabilidade dos investigados na suposta indução dos investidores a erro. Ao aprovarem o Plano de Negócios 2014-18, eles também teriam concordado com uma política de controle de preços de combustíveis do governo que inviabilizava o cumprimento das metas.

    Dos investigados, apenas o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, segue no Conselho da Petrobras, que foi renovado recentemente.

    A abertura do processo acontece em meio às investigações da operação Lava Jato sobre esquema de corrupção envolvendo a estatal. Deflagrada em março de 2014, a operação investiga um grande esquema de lavagem e desvio de dinheiro envolvendo a Petrobras, grandes empreiteiras do país e políticos.

    Procurados, Petrobras e Miriam Belchior ainda não se manifestaram. O BNDES informou que não irá se pronunciar. A reportagem ainda não conseguiu entrar em contato com os outros investigados.

  2. Patriarca da Paciência said

    Está caindo a ficha e o povo está ficando cansado do “modo tucano de governar”.

  3. Patriarca da Paciência said

  4. Patriarca da Paciência said

  5. Patriarca da Paciência said

    ENIO VERRI
    5 DE MAIO DE 2015 ÀS 09:16
    “O desgoverno que quebrou o Paraná em quatro anos segue no mesmo trilho rumo ao precipício, transformando o Estado que em outrora era reconhecido pela sua riqueza e tamanho em um puxadinho de dívidas e desrespeito à sua população

    Centro Cívico, Curitiba, 29 de abril de 2015, embora se assemelhe a 01 de abril de 1964. Servidores públicos, em sua maioria professores, não pedem impeachment, intervenção militar constitucional, nem esbravejam que sonegação de imposto não é corrupção. Apenas exigem respeito aos direitos conquistados.

    Nada de selfies com policiais militares, apenas balas de borrachas, bombas de efeito moral e spray de pimenta, no melhor estilo de guerras hollywoodianas a educadores e servidores armados com giz e conhecimento. Uma obra arquitetada pelo governador Beto Richa (PSDB) e pelo secretário de Segurança Pública, Fernando Francischini (SDD).

    Com direito a helicópteros e atiradores de elite posicionados em lugares estratégicos, a violência e truculência do desgoverno do PSDB não é inédita e nem exclusividade do Paraná. Por onde passa, os tucanos, que nascem sob o dogma do bem estar social, deixam rastros de desrespeitos a professores e minorias.

    A repetição do 30 de agosto de 1988 não apenas ensanguenta a história do Paraná, como também fere preceitos legais e constitucionais, exigindo punição administrativa e criminal. Alerta, ainda, para os perigos em que os paranaenses convivem.

    Se a prerrogativa de proteção aos órgãos públicos não justifica tamanha violência, nem mesmos os riscos de ações judiciais e administração, a urgência em aprovar o projeto na Assembleia Legislativa e o massacre aos professores remetem à escuridão em que o Paraná permanece.

    O governo aplica calote em fornecedores e servidores públicos e apela à força coerciva para apropriar-se de R$ 8 bilhões do fundo previdenciário que não é seu – ou será que o fundo já foi abocanhado e gasto?

    O fato é que o desgoverno que quebrou o Paraná em quatro anos segue no mesmo trilho rumo ao precipício, transformando o Estado que em outrora era reconhecido pela sua riqueza e tamanho em um puxadinho de dívidas e desrespeito à sua população.”

  6. DAISE 2.0 said

    CVM 2

    No próximo dia 19, a CVM julga um caso parecido. A União é acusada de, como controladora, atuar contra os interesses da Eletrobras, que aceitou os termos da MP 579 e desde então acumula prejuízos de R$ 16 bi. A União votou como governo, que preparava o trunfo eleitoral de reduzir a tarifa de eletricidade. Está escrito na sua conta de luz que a estratégia falhou. No resultado da Eletrobras, está claro que o governo votou contra o interesse da companhia e de seus acionistas, que na sua maioria são os contribuintes.

    Há pessoas na CVM que trabalham para o resultado do julgamento da Eletrobras trazer mais que condenações ou absolvições; a autarquia precisa apresentar sua posição sobre os limites de atuação de controladores e administradores de empresas de economia mista.

    Levantamento da própria CVM aponta que as companhias controladas por governos respondem por 20% do volume negociado diariamente na bolsa brasileira. Em termos de valor de mercado das empresas abertas, a participação das companhias de economia mista sobe para 25%. Por qualquer ângulo que se olhe, elas são relevantes.

  7. Patriarca da Paciência said

    “Eu sinto vergonha de que a presidente da Frente Nacional tenha meu nome. Gostaria que ela o retirasse mais rápido possível. Ela pode fazer isso se casando com Florian Philippot,.. Ela é um pouco pior que os outros partidos, porque o adversário combate cara a cara, enquanto ela faz isto elas costas”. Jean-Marie Le Pen, falando sobre a filha.

    São os “Le Pens” se devorando publicamente. Quem sai lucrando é o povo francês que, provavelmente, se livrará dessas duas pragas de extrema direita.

    Pessoal da direita é assim – pratica antropofagia.

  8. Patriarca da Paciência said

    E o robô digitador, Mula Sem Cabeça Cu, continua ainda em atividade, espalhando as “notícias” do PIG.

  9. DAISE 2.0 said

  10. Patriarca da Paciência said

  11. Patriarca da Paciência said

    http://www.plantaobrasil.com.br/news.asp?nID=90097

  12. Patriarca da Paciência said

    O link acima:

    RUBENS VALENTE E AGUIRRE TALENTO BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS)

    “O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, considerou “despropositada” a versão do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de que houve fraude no setor de informática da Casa.

    Cunha levantou a hipótese na semana passada, em resposta à revelação da Folha de S.Paulo de que registros internos da Câmara complicavam a defesa do deputado no inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal a seu respeito, em um dos casos derivados da Operação Lava Jato.

    A afirmação de Janot consta das contrarrazões encaminhadas por ele ao ministro do STF Teori Zavascki, em resposta a um recurso em que os advogados de Cunha pediam o trancamento do inquérito.

    Conforme a Folha de S.Paulo revelou na semana passada, os arquivos de computador de dois requerimentos protocolados pela deputada federal Solange Almeida (PMDB-RJ) indicaram como “autor” Eduardo Cunha. O deputado vinha negando qualquer ligação com os pedidos de esclarecimento feitos pela deputada.

    Os requerimentos pediam que a Câmara solicitasse informações ao TCU (Tribunal de Contas da União) e ao Ministério de Minas e Energia sobre os contratos fechados entre as empresas Mitsui e Petrobras. De acordo com depoimento prestado por um dos delatores da Lava Jato, o doleiro Alberto Youssef, o objetivo dos requerimentos, segundo ele feitos a pedido do lobista Fernando Soares, era pressionar o empresário Julio Camargo a pagar propina no esquema da Petrobras.

    Cunha negou participação na formulação dos requerimentos e disse que suspeitava de fraude no setor de informática, pois haveria discrepância entre a data do protocolo dos requerimentos e as datas registradas nos arquivos de computador.

    O responsável pelo setor foi exonerado no mesmo dia -o deputado alegou que a mudança já era prevista. Em petição ao ministro Teori, Rodrigo Janot analisou negativamente as explicações de Cunha.

    ROTINA “Embora o investigado tenha levantado por meio da imprensa a hipótese de fraude (…), esta versão se mostra completamente despropositada, pois, em verdade, a data que consta no arquivo é posterior à data em que o requerimento foi protocolizado porque aquela data diz respeito à data em que o arquivo em formato ‘Word’ -em que foi apresentado o requerimento da deputada Solange Almeida- foi convertido em formato ‘.PDF’ para divulgação na internet.

    Neste sentido, é bastante evidente que a conversão somente poderia ocorrer após a sua apresentação à Comissão, não havendo nisto qualquer indício de fraude”, escreveu Janot. Ele acrescentou que o procedimento é rotina “bastante comum” na Câmara.

    Janot citou o episódio dos arquivos para apontar “a imprescindibilidade de que as investigações continuem, visando o esclarecimento total e completo dos fatos. Qualquer decisão neste momento seria precipitada”. “Existiam (ainda existem e estão sendo reforçados) elementos muito fortes a justificar a instauração de inquérito para integral apuração das hipóteses fáticas específicas aqui versadas”, apontou o procurador-geral.

    A defesa de Cunha havia pedido a reconsideração da decisão em que o ministro Teori mandou abrir o inquérito e o “imediato arquivamento” da investigação. Segundo a defesa, há “completa e absoluta ausência de indícios mínimos de autoria e materialidade”. “As afirmações de Alberto Youssef referem-se a fatos vivenciados por terceiros, os quais negaram a sua ocorrência.
    Dessa forma, não se justifica a instauração de inquérito, da mesma forma que se afirmou não se justificar a instauração de inquérito contra o senador Delcídio Amaral [PT-MS], pois, conforme assentado pela própria Procuradoria-Geral da República, ‘assentadas em circunstâncias de ter ouvido os supostos fatos por intermédio de terceiros'”, escreveram os advogados do deputado. O pedido de trancamento do inquérito é analisado pelo ministro Teori. O agravo deverá ter decisão final pela segunda turma do STF, formada por cinco ministros. ”

    Cunha foi acunhado ! Sifu !

  13. Guatambu said

    Mercado.

    Quando eu digo que a esquerda tem que definir o que ela vai defender, eu to falando sério.

    Mais informações sobre o trimestre mostram:

    1. Faturamento da indústria cai 6% no primeiro trimestre.

    2. Faturamento do Itaú Unibanco cresce 28%.

    Achei que a esquerda defendesse o interesse dos empresários de setores produtivos, e não de banqueiros malditos capitalistas imperialistas blablablá…

  14. DAISE 2.0 said

    Paulo Roberto Costa abre a boca e complica diuma e lula…rsrsrsr

    O governo do PT é 100%

    Brasil 05.05.15 17:28
    Ao falar sobre o balanço da Petrobras, Paulo Roberto Costa disse que a Lava Jato representa 10% do rombo que o governo deu na empresa. Isso por causa da decisão do governo de congelar os preços de derivados do petróleo, como a gasolina, para conter a inflação.

    “Nos últimos anos, a Petrobras se tornou a empresa mais devedora do mundo. Por quê? Para fazer grandes investimentos, só existem duas maneiras: ou gera caixa, ou vai aos bancos pegar dinheiro. A Petrobras não gerou caixa. A Lava Jato é repugnante? Sim, mas o maior problema, e que arrebentou a Petrobras, é a defasagem dos preços dos derivados”, afirmou Costa.

    O governo do PT é 100% corrupto. O governo do PT é 100% irresponsável. O governo do PT é 100% incompetente.

  15. Patriarca da Paciência said

    Ao vivo: Marcha de educadores exige “Fora Beto Richa, renúncia já” 05/05/2015

    http://www.esmaelmorais.com.br/2015/05/ao-vivo-marcha-de-educadores-exige-fora-beto-richa-renuncia-ja/#more-132730

  16. Patriarca da Paciência said

  17. DAISE 2.0 said

    1 Pam-Pam-Pam nacional contra o pt no Jornal Nacional

    O panelaço nacional de hoje foi noticiado pelo Jornal Nacional.

    E deverá ser destaque também dos jornais sérios de todo país!

    lula já era…

  18. DAISE 2.0 said

    2.Pam-Pam-Pam nacional contra o pt no Jornal Nacional

    O panelaço nacional de hoje foi noticiado pelo Jornal Nacional.

    E deverá ser destaque também dos jornais sérios de todo país!

    lula já era…

  19. DAISE 2.0 said

    3. Pam-Pam-Pam nacional contra o pt no Jornal Nacional

    O panelaço nacional de hoje foi noticiado pelo Jornal Nacional.

    E deverá ser destaque também dos jornais sérios de todo país!

    lula já era…

  20. Patriarca da Paciência said

  21. Patriarca da Paciência said

  22. Patriarca da Paciência said

  23. DAISE 2.0 said

    Fedorento is foreboding again…

    NÃO HOUVE PANELAÇO !!!

    Tudo não passou de uma ilusão auditiva provodada pelo iminente impeachment do Beto Richa, o assassino de professores pacíficos que tentaram invadir à força a AL do Paraná. Usando atiradeiras, paus e pedras..além de bombas caseiras e molotov….

    lula já era….

  24. DAISE 2.0 said

    Fedorento is foreboding again…E confirma…com orgulho

    https://scontent-mia.xx.fbcdn.net/hphotos-xpa1/v/t1.0-9/p720x720/11209538_544795265659900_2903146038632563729_n.jpg?oh=d5370e8ee6ac39c4f5ae730a6a551962&oe=55DEB088

    TODOS OS PETISTAS SÃO FILHOS DA “DILMA”.
    e nunca conheceram o pai forasteiro viajante que apareceu no bordel planaltino.

    que triste!.
    ..

  25. DAISE 2.0 said

    CUNHA DEU XEQUE MATE NO PT.
    OU VOTA CONTRA O AJUSTE FISCAL INTEIRO OU NÃO TERÁ O APOIO DO PT…SIMPLES ASSIM.

    E o ex ministro da Casa Civil, merrecadiante, ainda em exercício…sumiu?

  26. DAISE 2.0 said

    Corrigindo …onde leu-se pt leia-se PMDB

    CUNHA DEU XEQUE MATE NO PT.
    OU VOTA CONTRA O AJUSTE FISCAL INTEIRO OU NÃO TERÁ O APOIO DO PMDB…SIMPLES ASSIM.

    E o ex ministro da Casa Civil, merrecadiante, ainda em exercício…sumiu?

  27. DAISE 2.0 said

    ENQUANTO ISSO ..
    RENAN, O (EN) CALHEIROS DO POVO BRASILEIRO…
    SE DIVERTE NO BORDEL PLANALTINO:

  28. DAISE 2.0 said

    Câmara impõe nova derrota ao governo e aprova PEC da Bengala

    Emenda eleva de 70 para 75 anos idade para aposentadoria compulsória de ministros do STF e pode ‘retirar’ direito de Dilma indicar novos membros da Corte.

  29. DAISE 2.0 said

    O PANELAÇO QUE NÃO HOUVE ..OU Q OS PETISTAS NÃO OUVIRAM EXTASIADOS PELAS ASNEIRAS DO BRAVATEIRO

    LULA FOI HUMILHADO NACIONALMENTE
    ….JÁ ERA!

  30. Patriarca da Paciência said

    STF autoriza buscas no gabinete do Eduardo Cunha.

    O encantador de ratazanas sifu !

    http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,supremo-autoriza-buscas-em-gabinete-de-eduardo-cunha,1681873

  31. Patriarca da Paciência said

    Este é o PSDB !

  32. Patriarca da Paciência said

    Definitivamente, o registro do PSDB tem que ser cassado !

  33. Patriarca da Paciência said

    “O Ministério Público de Contas do Paraná (MPC-PR) questiona o projeto do governador Beto Richa (PSDB), aprovado na última quarta-feira (29), pela Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP). Mesmo diante do clamor popular, o PL 252/15, que extingue o fundo de previdência ParanáPrevidência e transfere R$ 8,5 bilhões para os cofres do Estado, foi sancionado, no dia seguinte.

    Para o procurador do MPC-PR, Gabriel Guy Leger, a mudança altera o equilíbrio atuarial e financeiro da previdência, contrariando a Constituição Federal. “Esse projeto só vai mascarar o problema e comprometer governos futuros”, disse, em entrevista ao jornal “Folha de S. Paulo“, publicada nesta terça-feira (5).

    O governador Beto Richa pretende transferir para o fundo de previdência cerca de 33 mil aposentados do Estado, produzindo uma economia anual para o governo de R$ 1,7 bilhão. O procurador argumentou que a medida desvirtua o projeto original do ParanáPrevidência e irá consumir o fundo previdenciário em 30 anos, segundo cálculos do próprio governo.

    “Essas pessoas que o governo quer migrar jamais contribuíram para esse fundo. São coisas absolutamente distintas”, ressaltou o procurador.”

    http://www.pt.org.br/projeto-de-richa-e-inconstitucional-afirma-procurador/

  34. Pax said

    um dia TT – traições e trapalhadas…

    bolada nas costas, gol contra, passe da defesa para o atacante adversário, tudo que se possa imaginar

    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2015/05/06/eduardo-cunha-arma-derrota-de-dilma-em-almoco-sem-o-pt-e-com-oposicionistas/

  35. Pax said

    quem escreve é Ricardo Kotscho, não Reinaldo Azevedo

    o primeiro é merecedor de credibilidade, ao menos para mim

    http://noticias.r7.com/blogs/ricardo-kotscho/2015/05/05/aonde-isso-vai-parar-pergunta-mestre-de-dilma/

  36. Pax said

    frase de um amigo: “quem não perder patrimônio nesses próximos dois anos estará ganhando muito!”

    na boa, PSDB pode ser – há quem questione – pior que o PT – basta ver Richa, Alckmin, o aeroportista, a aliança com o DEM etc

    mas o PT de hoje é um desastre absoluto, em tudo que faz – a não ser que alguém – e serei todo ouvidos, sim – consiga me mostrar alguma coisa boa neste momento

    o espaço está aberto – como sempre

  37. Patriarca da Paciência said

  38. Patriarca da Paciência said

  39. Patriarca da Paciência said

    “Para onde você olha, a situação vai se agravando a cada dia.

    A epidemia de dengue já matou 229 pessoas em todo o país (169 só em São Paulo). O próprio ministro da Saúde, Arthur Chioro, admitiu que o governo está enfrentando dificuldades para controlar o avanço da doença e reconheceu que a epidemia “é uma vergonha”. De fato, já foram notificados este ano 746 mil casos, um aumento de 234,2% em relação ao ano passado.

    A Sabesp anunciou que a conta de água em São Paulo vai ficar 15% mais cara, bem acima da inflação, que foi de 4,6% desde o último aumento, em dezembro (o governo Geraldo Alckmin queria 22, 7%).

    No mesmo trimestre em que os bancos comemoram o generoso aumento dos lucros, o número de brasileiros que entrou na lista de inadimplentes cresceu 1,5 milhão, chegando agora a 55,6 milhões de consumidores com o nome sujo na praça, ou seja, quatro em cada 10 adultos.

    Como não sou banqueiro e vivo do meu salário, e não posso brigar com os fatos e os números, independentemente dos meus desejos, sinto-me mais preocupado depois ler as previsões sobre recessão e desemprego feitas pelo professor João Manuel Cardoso de Mello, de 73 anos, fundador do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp, sem achar razões para resgatar meu eterno otimismo de brasileiro que não desiste nunca.

    Algum leitor do Balaio poderia me dar motivos?”

    E aí, caro Pax,

    realmente não entendi o que escreve o “mestre da Dilma”.

    Então a Dilma é culpada pela epidemia de dengue em São Paulo ? Pelos 15% de aumento nas contas da SABESP ? Pelo lucro dos bancos ?

    É um verdadeiro samba do crioulo doido.

  40. Patriarca da Paciência said

  41. Guatambu said

    Pax,

    Não existe melhor e pior. São todos ruins… péssimos.

    O que existe é uma democracia (ainda que capenga), e a possibilidade de trocar o poder de mãos até eles se matarem todos e sobrarem aqueles que realmente interessam para nós.

    Fora isso não tem como confiar em ninguém, não tem como analisar se alguém é mais bem intencionado ou não.

  42. Guatambu said

    Economia.

    Eu acho muito legal a galera de economia da Unicamp.

    Eles são uns baita estudiosos… do passado.

    Eles não conseguem prever um palmo na frente do nariz. Apoiaram o PT durante os 13 anos de poder, fizeram festa para todas as decisões econômicas feitas.

    Agora aparece um deles traçando um cenário, nas palavras do Ricardo Kotscho (outro que sempre acreditou em toda a besteira), assustador.

    Poxa… isso que é previsão! Vai ajudar muito agora!

    Essa galera da Unicamp… dá dó.

  43. Guatambu said

    Ainda sobre economia.

    Gozado que o Ricardo Kotscho, parece finalmente ter aberto os olhos para a falácia de esquerda.

    Ele disse a mesma coisa que eu:

    “E quem está ganhando com tudo isso? Só quem pode ser otimista hoje em dia e não reclamar da vida são os bancos. Nesta mesma terça-feira, foi divulgado o lucro do Itaú Unibanco, que subiu quase 30% no primeiro trimestre, em comparação com o mesmo período de 2014, chegando a R$5,7 bilhões. Na semana passada, saiu o balanço do Bradesco, onde trabalhava o ministro Levy, também mostrando um belo crescimento do lucro (23%) de um ano para outro (mais de R$ 4 bilhões).”

    Vai besta! Quem mandou acreditar na falácia de esquerda…

    Huá huá huá!!!

  44. Patriarca da Paciência said

  45. Elias said

    “Achei que a esquerda defendesse o interesse dos empresários de setores produtivos, e não de banqueiros malditos capitalistas imperialistas blablablá…” (Guatambu)

    Acuma?

    E os “empresários de setores produtivos” não são, também, capitalistas?

    E “capital financeiro”, como fica nisso?

  46. Guatambu said

    Elias,

    O discursinho da esquerda é esse: contra os bancos, a favor de setores produtivos (aqueles que envolvem mão-de-obra e que pagam salários para os trabalhadores).

    Como se bancos também não pagassem salários.

    Não sou eu que to dizendo não! É a esquerdinha sem noção…

    Agora somos obrigados a aguentar o chororô daqueles que cairam nessa bobagem.

    O Pax não coleciona notícias de corrupção? Eu costumo colecionar bobagens da esquerda…

  47. Elias said

    “Ora vejam só. A PETR4 já está R$ 14,50 e a PETR3 a R$ 15,84 . Logo o famigerado “prejuízo” de 80 bilhões estará totalmente zerado. Como diz o povo, “a mentira tem perna curta”.” (Patriarca, na caixa de comentários do post anterior)

    Estás equivocado, Patriarca.

    A cotação de ações no mercado de capitais não influencia o resultado econômico da empresa. O certo é o inverso.

    O que zera o prejuízo de uma empresa é o cotejo entre receitas, de um lado, e, de outro, custos e despesas.

    Além do mais, a Petrobras não tem prejuízo a zerar. O prejuízo contábil de 2014 foi totalmente absorvido pelo Patrimônio Líquido da empresa. No encerramento de 2014, e já depois de absorvido o prejuízo, a Petrobras dispunha de um PL de R$ 310,7 bilhões, sendo R$ 127,4 bilhões de Reserva de Lucros.

    Em outras palavras: o prejuízo já foi zerado. A maior parte desse prejuízo foi absorvida pelo próprio resultado operacional de 2014. A parte não absorvida por esse resultado, no valor de R$ 21,92 bilhões, foi zerada pelo saldo acumulado de exercícios anteriores.

    Essa é a situação econômica e patrimonial da empresa.

    Já a cotação das ações da empresa no mercado de capitais é um fenômeno paralelo, que é influenciado pela condição econômica e patrimonial da empresa. Essa condição se apresenta sob a forma de fato consumado ou de expectativa, a depender do momento e do contexto.

    No caso da Petrobras, a expectativa excessivamente pessimista (em certa medida, sob influência da manipulação política e da especulação), fez despencar a cotação das ações da empresa de tal forma que o valor de mercado passou a corresponder a apenas 41% do valor patrimonial.

    A publicação do balanço colocou a descoberto o excesso de pessimismo, e o valor de mercado começou a se mover para patamares mais realistas.

    Mas a recuperação do valor de mercado não tem como exercer qualquer influência na evolução da situação econômica e patrimonial da empresa. Essa evolução depende, exclusivamente, de como a empresa será administrada daqui por diante, e do maior ou menor sucesso que ela terá, no desempenho de sua missão institucional e do seu negócio.

    E essa evolução da situação econômica e patrimonial é que influenciará o valor de mercado da empresa. Se a empresa começa a dar lucro (ou se, no mercado de capitais, há expectativa de lucro), a cotação de suas ações tende a subir. Se dá prejuízo (ou se, no mercado de capitais, há expectativa de prejuízo), o valor das ações tende a cair.

  48. Patriarca da Paciência said

    Elias,

    quando eu me refiro aos 80 bilhões de “prejuízo”, não estou falando de algo real, estou apenas fazendo ironia com aos fantasiosos 80 bilhões de “prejuízo” a que os Aécio se referia, assim como a Mula Sem Cabeça, o Chesterton e outros “espacialistas” da mesma laia.

    É claro que nunca existiram os tais 80 bilhões de “prejuízo”. Era simples oscilação do valor das ações na bolsa. Asim como a Petrobrás nunca teve o lucro estrondoso e passou a valer quatrocentos bilhões de reais. Mas enfim, muita gente acreditou !

    Estou me referindo apenas ao fato de que as ações da Petrobrás logo atingirão o valor correspondente ao patrimônio da empresa, o que a deixará deixará fora da especulação desenfreada e da “análise” dos especialistas.

  49. Patriarca da Paciência said

  50. Elias said

    Certo, Patriarca!

    Aliás, grafaste “prejuízo” (aspeado).

    Mas ainda acho que, por isso mesmo, não cabe dizer que esse prejuízo será “logo será zerado”.

    Pelo menos até aqui, a empresa foi capaz de zerar o prejuízo (R$ 50,8 bi) no ano em que ele foi apurado, mobilizando, principalmente, o resultado do próprio exercício (em R$ 28,9 bi), e o restante (R$ 21,9 bi), na condição de prejuízo líquido, sendo absorvido pelo saldo acumulado de exercícios anteriores.

    Mesmo que o prejuízo contábil fosse de R$ 80 bilhões, ainda assim a empresa teria como absorvê-lo de uma só vez em 2014 (e sem repercussão sobre o EBITDA).

    Permanece, a meu ver, inexplicado (e inaceitável), o tratamento que a Petrobras deu à petrorroubalheira, no valor de R$ 6,2 bilhões.

    Em primeiro lugar, porque não se sabe como esse valor foi dimensionado. Ou melhor: não se sabe como se chegou à taxa de 3% sobre o valor da aquisição dos bens (aos quais, em comentário anterior, eu me referi como contabilizados no “Imobilizado”, quando o correto é dizer “Investimento”, já que se trata da compra de títulos mobiliários, representativos do capital de outras empresas).

    Em segundo, porque, na estrita observância das normas contábeis em vigor no país, esse valor não deveria ser baixado, mas sim contabilizado como “realizável”, já que cabe à empresa pelo menos tentar receber de volta o que lhe foi roubado.

    Aí, sim, estaria correto se fazer uma provisão para devedores duvidosos, tendo esse valor como base de cálculo.

    No caso, a provisão seria de 3% sobre o valor apurado como roubado (e não 3% sobre o valor total das aquisições).

    É impressionante como o Brasil e os brasileiros engolem certas coisas sem mastigar!

  51. Elias said

    “O discursinho da esquerda é esse: contra os bancos, a favor de setores produtivos (aqueles que envolvem mão-de-obra e que pagam salários para os trabalhadores).” (Guatambu)

    Quanta bobagem!

    Antes de ser da esquerda, esse discurso é dos setores produtivos da economia. A Confederação Nacional da Indústria – CNI, foi fundada sob essa bandeira. A Confederação Nacional do Comércio – CNC e a Confederação Nacional do Transporte – CNT, idem. A FIESP, assim como todas as demais Federações da Indústria, do Comércio e do Transporte têm essa bandeira na base de suas próprias existências.

    A CNI, a CNC, a CNT, as FIEs, FCEs e FTEs são organizações de esquerda?

    “Como se bancos também não pagassem salários.” (Guatambu)

    Putz! Tá pior que o Marcelo Augusto…

    “Eu costumo colecionar bobagens da esquerda…” (Guatambu)

    Hein? (Huá! Huá! Huá! Huá!)

  52. Patriarca da Paciência said

    “A Petrobras caiu quase 400 posições na lista das 2.000 maiores empresas do mundo publicada anualmente pela revista Forbes. A petroleira despencou da 30ª para a 416ª posição em relação ao ano passado. No ranking de 2013, a companhia ficou em 20º lugar. Em 2012, a gigante brasileira de petróleo aparecia no 10º lugar.”

    http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2015/05/petrobras-cai-de-30-para-416-lugar-em-lista-de-maiores-do-mundo.html

    Veja aí, caro Elias,

    Pelo jeito vem outro tsunami de bobagens por aí. Os “espacialistas” vão publicar milhares de “análises” para demonstrar como que uma das maiores empresas do mundo se transformou numa empresinha de fundo de quintal. E haja “análises”.

    Teremos que esperar o balança de 2015, quando a Petrobrás subirá umas 400 (quatrocentas) posições novamente !

  53. Patriarca da Paciência said

    Refrescando a memória, essa mesma revista Forbes colocou o Eike Fuhrken Batista da Silva na lista como um grande bilionário ! Poderia até se tornar o homem mais rico do mundo !

  54. Guatambu said

    Elias,

    Vá ler os estatutos dessas instituições.

    Vc não faz a menor ideia do que está falando.

    Aqui, dois excertos do estatuto da CNI, na seção de Objetivos:

    Art. 3, inciso I – “representar, defender e coordenar os interesses gerais da indústria, contribuindo,
    direta ou indiretamente, para fomentar a expansão e a competitividade
    do setor industrial e o desenvolvimento econômico e social
    do País”

    Palavras-chaves: EXPANSÃO E COMPETITIVIDADE, Elias. Competitividade significa competição, significa mais número de empresas e não monopólios de empresas. Isso não tem nada a ver com a baboseira dita pela esquerda brasileira.

    Art. 3 inciso II – “defender a livre iniciativa, a livre concorrência, a propriedade privada e o
    estado democrático de direito, tendo em conta a valorização do trabalho,
    a justiça social e o meio ambiente”

    Palavras-chave: LIVRE CONCORRÊNCIA, Elias. É pra concorrer, não pra proteger, pra blindar, pra monopolizar.

    Mas eu nem precisava interpretar pra vc, né?

    Agora diga: onde isso tem a ver com a ideia de esquerda de defender monopólios, como o da Petrobras, destruir capital especulativo, acabar com bancos?

    Já foi mais legal argumentar contigo…

  55. Elias said

    De mais a mais, o “discursinho” da esquerda e das entidades dos setores produtivos nunca foi contra a existência dos bancos.

    Já que, no sistema capitalista, a principal função social dos bancos é financiar a produção, e por uma questão de rasa lógica, a esquerda, as entidades representativas dos setores produtivos e correntes de pensamento de centro-esquerda defendem que as taxas de juros devem ser menores que a taxa média de lucro dos setores produtivos.

    Se e quando isso não acontece, os bancos perdem sua função social, e se convertem em meros instrumentos de agiotagem e especulação.

    Quem tem olhos pra ver, já viu há muito tempo. Quem não tem, e vive empanturrado de lixo ideológico, coleciona bobagens.

    Principalmente as próprias…

  56. Pedro said

    #31

    E o PT, bate carteiras. :-)

    Tamufu

  57. Elias said

    Guatambu,
    Pra teu governo, trabalhei 28 anos em entidade do sistema CNI. Foram 18 anos em cargos de chefia e 8 anos em diretoria.

    Ao longo desse período, participei da elaboração de boa parte dos principais documentos que esse sistema lançou, para conhecimento da sociedade brasileira.

    Se quiseres, topo aprofundar o debate.

  58. Elias said

    Guatambu,
    O que os artigos que citaste, têm a ver com a defesa de taxas de juros menores que a taxa média de lucro dos setores produtivo?

    Porra, cara! Que baboseira!

    Pra teu governo, um dos documentos do Sistema CNI de cuja elaboração participei (e digo isso com muito orgulho!), foi “Competitividade Industrial: uma estratégia para o Brasil”, que lançou um amplo conjunto de propostas, hoje facilmente reconhecíveis em várias iniciativas governamentais adotadas nos últimos 20 anos.

  59. Guatambu said

    Elias,

    I

    “As entidades representativas dos setores produtivos e correntes de pensamento de centro-esquerda defendem que as taxas de juros devem ser menores que a taxa média de lucro dos setores produtivos.”

    Ué… que estranho Elias, então por que raios durante todo o exercício do PT à frente da economia, as taxas reais de juros brasileiras permaneceram entre as mais altas do mundo comparadas com a do restante dos BRICS?

    Afinal, o PT é de esquerda ou é de direita?

    Ou o PT “vende” algo que não entrega?

    II

    Vc defende a “competitividade industrial” do Brasil por meio do monopólio da Petrobras?

    E por acaso se sente orgulhoso disso? DISSO?!

    Então tá então… putz…

  60. Guatambu said

    Grécia.

    Lá vem os esquerdistas e as suas falácias.

    http://www.businessinsider.com/yanis-varoufakis-publishes-a-blueprint-for-greeces-recovery-2015-5

    Com vcs, Yanis Varoufakis e os chavões de esquerda que conquistam multidões, enquanto venezuelizam países.

    “The barriers to growth in the past were an unholy alliance among oligarchic interests and political parties, scandalous procurement, clientelism, the permanently broken media, overly accommodating banks, weak tax authorities, and a weighed-down, fearful judiciary. Only the bright light of democratic transparency can remove such impediments; our government is determined to help it shine through.”

    Enquanto isso a população observa o país indo pro buraco, sem saber o que fazer….

  61. Guatambu said

    Pax,

    Pra vc ver como é tudo farinha do mesmo saco.

    Agora caiu o secretário da educação do PR.

    Igual cairam diversos ministros da Dilma.

    Tanto o Richa quanto a Rousseff fizeram nomeações políticas. Pessoas que deviam ir aos respectivos gabinetes somente se fosse para substituir as respectivas portas…

    Enfim. Quando a opinião pública vira, a decisão mais óbvia é: manda o cara embora.

    Vai mudar alguma coisa assim? Nem f…

  62. Elias said

    Guatambu,

    I
    Não respondeste ao que eu te perguntei.

    VOU REPETIR A PERGUNTA: O que os incisos I e II do artigo 3º do Estatuto da CNI, que tu transcreveste, têm a ver com a defesa de taxa de juro MENOR que a taxa média de lucro do setor produtivo?

    Estou te perguntando, porque tem muito a ver,sim. Quero ver se tu sabes a resposta…

    Não enrola, Guatambu!

    Responde, ou admite que não sabes responder.

    II
    Taxa de juro durante o governo do PT?

    Ora, Guatambu… Não sabes ler? Queres que alguém desenhe pra ti?

    Ao longo do governo petista, a taxa básica de juro foi — aliás, é, tem sido e vem sendo — em média, muito mais baixa que a média do governo antecedente.

    Mas que interessa não é isso.

    O que interessa é que tu estás discutindo comigo, e eu não sou responsável pela taxa básica de juro do país.

    O que eu disse — e é isso que tu tens que contestar, se souberes — que a defesa de uma taxa de juro MENOR que a taxa média de lucro dos setores produtivos, ANTES DE SER DISCURSO DA ESQUERDA, já era bandeira de luta das entidades representativas das classes empresariais, tais como a CNI, a CNC, a CNT, as FIEs, as FCEs e as FTEs.

    III
    É preciso ser muito estreito de cabeça, pra não perceber que o monopólio de setores estratégicos não só não impede como pode até favorecer a competitividade industrial.

    Acompetitividade da Petrobrás, como a de qualquer petroleira, por exemplo, deve ser medida em escala planetária.

    Só umcompleto ignorante não percebe que a Petrobras é competitiva. Tanto que ela já desalojou concorrentes em várias partes do mundo, inclusive concorrentes americanos, que são, de longe, os mais competitivos do setor. A Venezuela — coitada! — é freguesa velha… Lá por volta de 2006, ainda no primeiro mandato do Lula, o Hugo Chavez, pau da vida com a Petrobras, de quem ele estava levando ferro, tentou melar o negócio do gás com a Bolívia, o que, por sinal, acabou influindo na fixação da taxa básica dejuros. Ironicamente, as atas do COPOM falavam de um “fator chave de instabilidade” (pra não dizer “fator Hugo Chavez”…). No Weblog nós cmentamos isso.

    A Vale é competitiva? É, inclusive em âmbito mundial. E, no entanto, é monopolista. Quando o governo brasileiro privatizou a Vale, ele na realidade privatizou um monopólio. Ninguém pode competir com a Vale na extração de minério de ferro, cobre e bauxita, nem na produção de alumina e alumínio, e, futuramente, na produção de aço laminado a frio e quente, porque a logística que torna isso possível (que inclui a propriedade de cidades inteiras, ferrovias, portos,etc.), pertence à Vale.

    Quando se analisa o conlfito entre monopólio e competitividade, é necessário estabelecer a abrangência geoeconômica do conceito.

    Se a Vale ou a Petrobras fossem fragmentadas em várias empresas de menor porte, a fim de estabelecer a competitividade no plano nacional, disso resultaria empresas não tão competitivas, na escala mundial.

    Acontece que na escala mundial é que se dá a verdadeira competição da qual a Vale e a Petrobras participam.

    Guatambu, tua visãoé das coisas muito ingênua. Simplória.

    IV
    O documento “Competitividade Industrial; uma estratégia para o Brasil” foi um dos documentos mais importantes da CNI,à época. Foi elogiado no Brasil e no exterior. Foi objeto de inúmeras dissertações de mestrado e teses de doutoramento em todo o país. Além do mais, serviu de base — juntamente com outras formulações — para várias iniciativas governamentais, especialmente durante a presidência de FHC e Lula, em âmbito nacional, além de incontáveis outros exemplos, nos estados e municípios.

    Todos os técnicos que participaramdesua elaboração têm, assim, fundadas razões para se sentirem orgulhosos de seu trabalho.

    Pelo nível de conhecimento que estás demonstrando neste debate, não tens credenciais técnicas nem políticas para criticar esse documento, que, além do mais, tu nem conheces.

  63. Elias said

    E, Guatambu,

    Respondi a cada uma das tuas perguntas, adicionando novos raciocínios e informações a cada resposta.

    Tenta responder à pergunta que te fiz.

    E não tenta responder a uma pergunta com outra, porque isso, além de ser falta de educação, denota ignorância.

  64. Guatambu said

    Elias,

    Antes de te responder, deixa eu retomar a linha de raciocínio.

    Uma taxa de juros baixa é discurso de todo mundo.

    Os meios pelos quais taxas de juros baixas são alcançadas são diferentes.

    Ocorre que:

    1. Quando a Dilma entrou no poder, ela enfiou goela abaixo, via Tombini, taxas de juros reais muito abaixo do que o mercado esperava.

    Quem era do mercado (e de direita) acreditava que ela tinha exagerado.

    Na opinião de quem era de esquerda acreditava que agora a Dilma ia dar uma lição de moral no mercado. Alguns disseram: a Dilma fez isso contra o capital especulativo. Outros disseram: que isso sirva de lição para os bancos, porque banqueiro ganha dinheiro sem fazer nada produtivo!! Agora o dinheiro vai para a mão dos empresários e vai faltar mão-de-obra no Brasil. É o Estado finalmente defendendo os setores produtivos. Blablablá…

    Você pode não ter dito isso. Mas tem um monte de economista da Unicamp e um monte de analista econômico de esquerda que vibrou com isso.

    2. O tempo passou, a economia não andou, as contas do governo se deterioraram, agora a Dilma está escondida debaixo da mesa dela, terceirizando a limpeza para o Levy (da merda que ela produziu com taxas de juros reais baixas via Tombini).

    E aí? Aí que os empresários que tomaram empréstimos e investiram, hoje, estão ferrados. Estão tendo que desinvestir.

    Aqueles que adquiriram dívidas em dólares, estão duplamente ferrados, provavelmente terão que vender.

    Setores industriais dependentes de câmbio, estão sofrendo.

    Setores industriais dependentes de crédito, estão sofrendo.

    E aquela previsão de que a Dilma ia esfregar na cara do mercado de que quem manda na economia é o Estado, já era. A Dilma simplesmente abriu as pernas pro mercado.

    A ideia do PT não era defender os setores produtivos?

    Deu errado.

    A ideia do PT não era defender empresas brasileiras?

    Deu errado.

    Já mostrei aqui com os resultados trimestrais…

    Por isso eu venho dizendo: a esquerda tem que definir o que ela quer. Porque pelo jeito, ela não está conseguindo cumprir o que prometeu.

    Só isso. Nem mais, nem menos.

    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

    Agora vamos à sua resposta:

    É óbvio que os dois incisos que eu trouxe de exemplo tem a ver com a taxa de juros mais baixa. Taxas de juros mais baixas fomentam a competitividade de setores industriais, porque, dentre outras coisas, diminuem o custo de capital para novos entrantes.

    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

    Agora vamos ver se tu me respondes objetivamente: o PT mantém as taxas de juros mais altas que outros países dos BRICS por que, então? Observe: eu não te perguntei se o PT está administrando taxas de juros inferiores ao período de PSDB. (pelo jeito vc que não leu direito a pergunta que eu te fiz)

    Não é pra ser Estado versus mercado, onde o Estado ganha? Não é pra ser keynesiano, aumentar gastos do governo e fazer a economia funcionar a partir disso? Por que raios isso não está funcionando? Por que o mercado e as taxas de juros estão vencendo essa batalha?

    Sua vez de responder. No aguardo!

  65. Pax said

    fico imaginando o tamanho da extorsão que fizeram num governo tão fraco como esse Dilma 2

    devem ter estuprado até os parentes de quinta geração

    http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/05/apos-pt-fechar-questao-em-torno-de-ajuste-pmdb-diz-que-votara-favor.html

  66. Patriarca da Paciência said

    “Candidato à presidência em 2018, o presidente do PRTB, Levy Fidelix, anunciou que pode concorrer ao Planalto em 2018 ao lado do deputado federal Jair Bolsonaro; “A notícia já está se espalhando por todo o Brasil e com certeza deve assustar o pessoal da esquerda corrupta que se apoderou do poder”, disse Levy em nota; ele afirmou que Bolsonaro, que recentemente pediu desfiliação do PP, será muito bem-vindo ao seu partido”
    (247)

    A piada do ano !

    Levy Fidelix e Jair Bolsonaro nas mesma chapa para presidente em 2018 !

    Diversão garantida !

  67. Patriarca da Paciência said

  68. Patriarca da Paciência said

  69. Patriarca da Paciência said

    Beto Richa se torna internacional:

  70. Patriarca da Paciência said

    Beto Richa participa de aplicativo para descobrir sua alma gêmea e descobre que é o capeta – See more at: http://jornalsensacional.com.br/beto-richa-participa-de-aplicativo-para-descobrir-sua-alma-gemea-e-descobre-que-e-o-capeta/#sthash.V4CZsLBG.96DAUUtd.dpuf

  71. DAISE 2.0 said

    NÃO HOUVE PANELAÇO

  72. DAISE 2.0 said

  73. DAISE 2.0 said

    HELLO!

    (BB FINANCIOU A JUROS SUBSIDIADOS O PORSCHE DESTA SEM VERGONHA)

  74. DAISE 2.0 said

    HELLOH!

    https://media.rbl.ms/image?u=%2F-oStstWqZugw%2FVUnoyQ8PJNI%2FAAAAAAAAftQ%2FXszAcQN-WNo%2Fs1600%2Fa1.jpeg.png&ho=http%3A%2F%2F2.bp.blogspot.com&s=462&h=6d863cd53d565fc0ad7f4997eb31eedb4308b675c8d0fb6e327ecb077b911dd9&size=210x&c=1890695570

    Estou adorando meu novo Porsche financiado pelo Banco do Bendine …

  75. Pax said

    “nem que a vaca tussa!”

    e não é que a vaca tossiu:

    http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2015-05/camara-aprova-mp-que-muda-regras-de-acesso-ao-seguro-desemprego

  76. Patriarca da Paciência said

  77. Guatambu said

    Emprego.

    Lembram-se de que eu falei que em algum momento a conjuntura econômica iria desaguar no emprego?

    Bom, isso já está começando a se tornar realidade.

    O desemprego, na minha modesta opinião, seria um dos itens que fariam apear o PT do poder.

    Há inúmeras maneiras de se antecipar a essa questão, todas envolvendo medidas bastante impopulares, e, diante do cenário de alianças políticas, aprovar medidas impopulares com o congresso não parece estar muito fácil.

    Vamos ver…

    http://economia.uol.com.br/empregos-e-carreiras/noticias/redacao/2015/05/07/desemprego-chega-a-79-maior-nivel-desde-o-1-trimestre-de-2013-diz-ibge.htm

  78. Guatambu said

    Pax,

    Agora vc soma o aumento no desemprego e as alterações nas regras do seguro-desemprego e vai vendo onde é que a vaca vai parar…

    Existe algum lugar além-brejo?

  79. DAISE 2.0 said

    PT pagou com traição, a quem sempre te deu a mão

    Por 30 dinheiros…

  80. Patriarca da Paciência said

    “A omissão do governo brasileiro em relação à escalada do autoritarismo na Venezuela é vergonhosa. Nos atinge, a todos, enquanto cidadãos que somos, e democratas que devemos permanentemente ser Um momento para que o Brasil se levante e diga um basta definitivo a essa escalada de violência na Venezuela”.
    (aecim bebê chorão napoleão de hospício)

    A cara de pau desse traste não tem limites ! E aí, napoleão de hospício, você acha que o Brasil deve invadir a Venezuela para “propagar” a democracia, igual ao método “Steites” ?

    Quando fazes a barba deve sair raspa de madeira !

    Vai procurar tua turma, babaca !

    Sobre o Besta Hitler, nada tens a dizer ?

  81. Patriarca da Paciência said

  82. Patriarca da Paciência said

  83. Patriarca da Paciência said

    Chocante mesmo ! Não tenho a mínima ideia se o Nestor Cerveró é culpado ou inocente, mas para quem entende um pouquinho só de Direito, o juiz é que está totalmente errado ! Impressionante mesmo ! Até onde irá a prepotência do Dr. Moro ? Quem o nomeou Inquisidor Mor do Brasil ?

  84. DAISE 2.0 said

    VACA NÃO RECONHECE MAIS BEZERRO

    Comentário do Ricardo Kostcho sobre lula eo pt:

    “Fiquei triste ao ver e ouvir o discurso de Lula neste 1º de Maio da CUT, no Vale do Anhangabaú, em São Paulo. Basta rever as imagens na internet. Em toda a sua longa trajetória, do sindicato ao Palácio do Planalto, Lula nunca ficou tão isolado num palanque, sem estar cercado por importantes lideranças políticas, populares e sindicais. A presidente Dilma já tinha avisado que não viria, mas desta vez nem o prefeito Fernando Haddad apareceu. Só havia gente desconhecida a seu lado e, ainda por cima, um deles segurava o cartaz em que se lia ‘Abaixo Plano Levy – Ação Petista’, mostrando o descompasso entre a CUT, o partido e o governo.”

    “Também não me lembro de ter visto Lula falando para tão pouca gente, e tão desanimada, num Dia do Trabalhador. Não havia ali sinais de alegria e esperança em quem o ouvia, como me acostumei a acompanhar desde o final dos anos 70 do século passado, nas lutas dos metalúrgicos no ABC. Lamento muito dizer, mas o discurso de Lula também não tem mais novidades, não aponta para o futuro. Tem sido muito repetitivo, raivoso, retroativo, sempre com os mesmos ataques à mídia e às elites, sem dar argumentos para seus amigos e eleitores poderem defendê-lo dos ataques.”

    “Não que Lula deixe de ter caminhões de razões para se queixar da imprensa, desde que o chamado quarto poder resolveu assumir oficialmente a liderança da oposição e fechar o cerco contra os governos petistas. Só não podemos esquecer, porém, que foi com esta mesma mídia, com os mesmos donos, com as mesmas elites conservadoras, que nunca se conformaram com a mudança de mãos do poder, que o PT ganhou sucessivamente as últimas quatro eleições presidenciais.”

    Kotscho afirma que assiste ao fim de um “ciclo mágico”, que levou um líder operário ao Poder e promoveu profundas transformações sociais. Lembra que Lula reelegeu a sucessora e deixou o governo com 80% de aprovação popular. Até Obama reconhecia: “Este é o cara”
    E se pergunta: “O que aconteceu?”

    Também está em busca de uma resposta.
    “De lá para cá, tanta água passou por debaixo da ponte, em tão pouco tempo, que, em algum lugar da estrada, perderam-se a velha confiança e a capacidade de dar a volta por cima, sem que Lula consiga encontrar um novo discurso capaz de mobilizar os jovens eleitores e os velhos companheiros que ficaram pelo caminho.
    Vida que segue”,

    MRP

    O que aconteceu? O pt acabou!

  85. DAISE 2.0 said

    NADA MAIS FIEL QUE O ÓDIO (ou Fedorento votou no Aécio)

    Após dias e dias de ler o que o Fedorento escreve aqui no sítio do picapau vermelho, começo a desconfiar que, na realidade, o Fedorento votou no PSDB e Aécio e agora desanimado com o pífio desempenho do Aécio, o bunda mole e seu partido murista, resolve atacá-los todo dia.

    Coisa de mulher traída. Né,não?

  86. DAISE 2.0 said

  87. Patriarca da Paciência said

    “Após o 3º Reich, o 2º Richa, (PHA) o aecim bebê chorão napoleão de hospício e a Mula Sem Cabeça Cu Fundo Rasgado !

    Alguém que vive tão preocupada(o) com fedor, só pode mesmo ser um cu !

  88. Patriarca da Paciência said

  89. Patriarca da Paciência said

  90. Patriarca da Paciência said

    http://veja.abril.com.br/complemento/brasil/panelaco-virtual/

  91. Patriarca da Paciência said

  92. Patriarca da Paciência said

  93. DAISE 2.0 said

    Qual o segredo da tórrida paixão do Fedorento por Roberto Requião?
    Leite quente.

  94. DAISE 2.0 said

    O DILEMA DE TOSTINES

    O fedorento é fedorento porque fede mais ou fede mais porque é fedorento?

  95. DAISE 2.0 said

    LULA,DILMA E A PETROBRÁS DE HOJE

  96. DAISE 2.0 said

  97. DAISE 2.0 said

    Guido Mantega quis ‘omitir’ perda no patrimônio da Petrobras
    ANDRÉIA SADI
    RUBENS VALENTE
    DE BRASÍLIA
    RAQUEL LANDIM
    DE SÃO PAULO

    08/05/2015 02h00
    O ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, tentou impedir a divulgação de um cálculo encomendado pela própria Petrobras que indicava perdas de R$ 88,6 bilhões no patrimônio da estatal.

    A Folha teve acesso ao áudio da reunião do conselho da estatal realizada no dia 27 de janeiro deste ano. Mantega, que presidia o conselho de administração, diz que o cálculo, feito pela consultoria Deloitte e pelo banco BNP Paribas, era uma “temeridade” e bateu de frente com a então presidente da empresa, Graça Foster. A executiva defendia que o mercado fosse informado, o que acabou ocorrendo.

    A atitude de Graça desagradou à presidente Dilma Rousseff e ela perdeu o cargo pouco tempo depois, sendo substituída por Aldemir Bendine, ex-presidente do Banco do Brasil.

    “Acho uma temeridade divulgar esse número. Vai afetar o nosso rating, custo financeiro, a solidez da empresa por algo de que não temos certeza. Cria a possibilidade de que a Petrobras tenha um endividamento muito maior em relação a seu patrimônio”, diz o ministro no áudio.

    Durante essa reunião, que durou oito horas, Graça pediu a divulgação do número e contou com o apoio dos representantes dos acionistas minoritários. A então presidente da Petrobras estava preocupada em ser responsabilizada por omitir informações do mercado.

    “E se a CVM me pergunta sobre esses números? Se existe, porque não divulgaram? Quem está escondendo esse número? De quem é a responsabilidade? Da diretoria ou do conselho?”, diz Graça, ressaltando que tinha receio de vazamentos, porque “mais de cem pessoas tiveram acesso”.

    Em resposta a Graça, Mantega diz que a empresa “faz vários relatórios e nem todos são revelados”.

    Ele afirma ainda que “o que discutimos aqui está sobre regra de sigilo. Somos todas pessoas responsáveis. [O número apurado pela consultoria] não deveria vazar”.

    A proposta da diretoria da Petrobras na época não era reconhecer os R$ 88,6 bilhões em perdas no balanço da empresa, mas informar o cálculo em uma nota explicativa.

    Quando finalmente divulgou seu balanço três semanas atrás, a estatal desprezou esse valor e admitiu ter perdido R$ 44,6 bilhões em patrimônio, principalmente pela má gestão e pela corrupção na construção de refinarias.

    COMPERJ DE FORA

    Durante a reunião, técnicos da Petrobras esclarecem que, na avaliação da Deloitte, a explosão de gastos na construção do Comperj foi tão grande que seu valor estava negativo em US$ 2,5 bilhões. “Não há valor de mercado. Se continuar a investir, vai afundar mais alguma coisa (perder dinheiro)”, diz o técnico.

    Na discussão com Mantega, Graça revela outro motivo para divulgar os números. No dia seguinte à realização do encontro, a Petrobras corria o risco de que 27 credores pedissem a antecipação do vencimento de US$ 19,3 bilhões em dívidas, porque a estatal não conseguia divulgar o balanço, uma obrigação estabelecida em contrato.

    “Temos que negociar com esses credores. Pode ter chinês batendo na nossa porta cobrando todo tipo de coisa. Agora, quanto mais informação você mostra, mais chance tem de ser bem-sucedido.”

    BATALHA

    A reunião do conselho foi uma verdadeira batalha. Mantega teve o apoio do presidente do BNDES, Luciano Coutinho, da ex-ministra do Planejamento, Miriam Belchior, e do professor da FGV Sérgio Quintela.

    Já Graça contou com o aval dos representantes dos acionistas minoritários, Mauro Cunha e José Monforte, e do representante dos funcionários, Silvio Sinedino.

    “Se não divulgarmos os dados, estaremos mentindo. Estamos vendo uma mudança de 180 graus no que foi discutido dois dias atrás, o que reflete mais uma vez a interferência do acionista controlador da companhia (o governo)”, disse Cunha.

    A ata da reunião, à qual a Folha também teve acesso, reflete o embate que ocorreu no áudio. No documento está escrito que Mantega “pontuou seu entendimento de que o valor justo dos ativos mostra-se inadequado”.

    Ao final do encontro, Mantega acaba concordando com a publicação do cálculo. Nos bastidores da reunião, o governo tomou conhecimento de que os representantes dos acionistas minoritários pretendiam protocolar o número na CVM caso ele não fosse divulgado.

    Foi só nesse momento, às 22h, que Mantega permitiu que o cálculo fosse divulgado. Na ata, apenas o professor Quintella registrou formalmente sua posição contrária a divulgação.

    Procurado, o ex-ministro informou que “o que importa é que, sob sua presidência, o conselho divulgou os dados, e que discussões internas fazem parte do processo de decisão da companhia”.

  98. DAISE 2.0 said

    # 97 E aí fedorento? 88.6 ou 44,6 BILHÕES …?

    Pode aguardar o Badass pra avacalhar a sua resposta, como sempre.
    Nestas ocasiões o Badass é um gentleman.
    Ele sabe q vc é fedorento, mas tampa o nariz e se omite, caridoso.Como manda o Al Quran

    Ah! O que seria do fedorento sem o Badass pra avacalhar seus escritos fedorentos rsrsrs

  99. DAISE 2.0 said

    Para Renan, ministros devem passar por nova sabatina para ficar no STF até 75 anos…(Estadão)

  100. Patriarca da Paciência said

  101. Patriarca da Paciência said

    Em texto publicado no Facebook, Flavia Francischini, mulher de Fernando Francischini, secretário de Segurança, faz críticas indiretas ao grupo político do tucano Beto Richa pela violenta ação da Polícia Militar contra a manifestação de professores em Curitiba: “Um bom político trabalha e age por si só, não depende de homens sujos, covardes, que não honram as calças que vestem e precisam agir sempre em grupo, ou melhor quadrilha”;
    (247)

    “Caraio” !!!

    A mulher do Fascischini honrou as calças !

  102. Patriarca da Paciência said

    95,

    Elias, eu não falei que logo iria aparecer um tsunami de bobagens com base na “lista da Forbes”, aquela mesma que colocou o Eike Baptista como um grande bilionários, o “empresário” que estava a caminho de ser tornar o homem mais rico do mundo?

  103. Patriarca da Paciência said

    Mula Sem Cabeça Cu,

    você está a merecer novamente uma homenagem. Para alguém que tem tanta atração por merda e fedor, só pode mesmo ser um cu:

  104. Patriarca da Paciência said

  105. Pax said

    que o governo tenha abandonado os trabalhadores para cobrir sua gastança sem utilidade, isso já sabíamos faz um bom tempo

    li num outro canto um “haicai”

    tiraram o T
    quando prenderem o P
    vai ficar o quê?

    pois bem, não bastasse esse desastre, a presidente agora começa a mexer com fogo, digo, a cervejinha boa que ainda resta, depois que a Imbev passou a dar as cartas e as ordens (muito mais de 30% de milho transgênico – alguns casos até 45%)

    por isso, quem, como eu, parou de tomar essas coisas estufantes (brahma, skol, antartica etc) para degustar menos mas ao menos cerveja, agora vai ficar impedido financeiramente de ter esse prazer

    pra pagar as contas de um governo desastroso

    vai dar josta

    http://blogs.estadao.com.br/paladar/mais-cara-ja-e-ruim-mais-careta-e-pessimo/

    já que os antigos – ditos – esquerdistas agora defendem o desemprego, a perda de direitos trabalhistas etc, quero ver suportar viver sem uma loira no domingão

    e lá vem mais Selic, CIDE, PIS e COFINS

    e mais e mais carguinhos teta-farta para os mandantes do PMDB

    para o “bem” do Brasil de Dilma, esse que estagnou de vez, com desemprego e retrocesso de uns 6 a 8 anos de poder aquisitivo

    governo porreta ou governo da porr… porcaria

    fazia tempos que não via um desastre tão grande.

  106. Elias said

    “A piada do ano ! Levy Fidelix e Jair Bolsonaro nas mesma chapa para presidente em 2018 ! Diversão garantida !” (Patriarca)

    O pior é que isso não é diversão… É coisa séria!

    Quando a população se desencanta com os políticos de maneira geral (é quando se generaliza o discurso “é tudo farinha do mesmo saco!”), o ambiente fica maduro para os aventureiros de esquerda ou de direita.

    O aventureiro — de esquerda ou de direita — é aquele tipo espertíssimo que especula com as frustrações da população. É aquele cara que se apresenta como alguém “diferente dos políticos tradicionais”, com um discurso moralista, “contra tudo o que aí está…”.

    Pode não ser Levy Fidelix e Jair Bolsonaro. Pode ser Marina ou qualquer outro nome. Assim como já foi Jânio, Collor… Os nomes pouco importam. É a escrita da América Latina, cuja história se repete (como tragédia ou como farsa, mas, e daí?).

  107. Guatambu said

    Sempre lembrando que a maior aventura política que apareceu foi a Dilma.

    Sem habilidade política.

    Marionete do Lula.

    Incompetente.

    Que não sabe falar e muito menos se articular.

    Que microgerencia as coisas erradas.

    Que assina outras coisas erradas.

    Que resolveu “dar um tapa na cara do mercado”….

    … e agora está abrindo as pernas pra ele.

  108. Elias said

    “Agora vamos à sua resposta: É óbvio que os dois incisos que eu trouxe de exemplo tem a ver com a taxa de juros mais baixa. Taxas de juros mais baixas fomentam a competitividade de setores industriais, porque, dentre outras coisas, diminuem o custo de capital para novos entrantes.” (Guatambu)

    Se é tão “óbvio” assim, então por que tu usaste a desastrada citação pra contestar minha afirmação de que a defesa de taxas de juro menores que a taxa média de lucro dos setores produtivos, antes de ser “discursinho” da esquerda, era — e continua sendo — bandeira histórica das classes empresariais da indústria, do comércio e do transporte, e se situa na base da existência das respectivas entidades representativas (CNI, CNC, CNT, FIEs, FCEs e FTEs)?

    Tu contestaste porque concordas? Ou concordas porque contestaste? Ou…

    Guatambu, tu não dizes coisa com coisa…

  109. Guatambu said

    Elias,

    Negativo.

    Pergunte aos empresários o que eles preferem: se taxas de juros mais altas ou inflação mais alta.

    Quem viveu a década de 80 manda você enfiar a inflação sabe-se lá onde…

    Além disso, você está tentando mudar de assunto.

    A afirmação inicial foi: isso é um discurso de esquerda.

    Sim ou não?

    Sua vez de responder objetivamente a minha pergunta.

    Observe novamente: eu não estou perguntando de quem mais é esse discurso.

  110. Guatambu said

    PT.

    Abro a página do Valor hoje e vejo que o PT está com R$ 55 milhões no vermelho.

    Alguns membros do partido devem estar felizes, porque eles acham o vermelho uma cor boa.

    Agora imaginem: um partido que não consegue gerenciar suas próprias contas, como pode gerenciar as contas do país?

    E já sabemos que a tesouraria do partido, em termos de material humano, se aproxima muito daquele material humano que sai da parte de baixo… e de trás…

  111. Guatambu said

    Petrobras.

    Putz, e agora?!

    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2015/05/1626291-guido-mantega-quis-omitir-perda-no-patrimonio-petrobras.shtml

    Guido Mantega, presidindo o Conselho de Administração da empresa, proibiu a presidente da empresa de divulgar números oficiais já sabidos, que iriam afetar o valuation da empresa, o rating e, muito provavelmente, as ações.

    Como eu disse: o poder parece muito difuso. A galera está procurando uma pessoa para botar a culpa, mas a culpa é de todos os envolvidos, e todos têm que responder.

    Isso é uma estrutura hierárquica, que funciona na base de comando e controle. Até então estavam discutindo se a administração da empresa realmente controlava as operações da empresa. Essa é a primeira notícia que eu vejo relacionada a um comando, uma ordem, que põe na mira o ministro mais importante da Dilma em seu primeiro mandato.

    Só faltava agora a Dilma dizer que não sabia.

  112. Elias said

    “1. Quando a Dilma entrou no poder, ela enfiou goela abaixo, via Tombini, taxas de juros reais muito abaixo do que o mercado esperava. Quem era do mercado (e de direita) acreditava que ela tinha exagerado.” (Guatambu)

    Mentira!

    Antes de escrever essas baboseiras infantis, deverias, pelo menos consultar as tabelas dos indicadores. Dezenas de sites, particulares e públicos, oferecem essas tabelas.

    Uma rápida exposição da evolução da taxa básica de juros no Brasil (taxa anualizada):

    I – Governo FHC
    Menor taxa: 15,07% (em fevereiro de 2001)
    Maior taxa: 85,74% (em abril de 1995)

    II – Governo Lula
    Menor taxa: 7,14% (em dezembro de 2012)
    Maior taxa: 26,35% (em março de 2003)

    III – Governo Dilma
    Menor taxa: 7,11% (em janeiro de 2013)
    Maior taxa: 13,25% (meta para 2015 fixada em maio)

    A menor taxa Selic durante o governo Dilma, foi a que ela recebeu de Lula. Ao longo de 2013, essa taxa apenas aumentou, a cada mês. Em dezembro de 2013, a taxa anualizada já estava em 9,90%. Continuou subindo ao longo de 2014, até encerrar o ano em 11,15%. Em 2015, está mantendo o viés de crescimento que tem sido uma constante de todo o governo Dilma.

    O que o “mercado” fez foi chiar com o aumento da taxa Selic, em especial quando a União Europeia (na verdade, a Alemanha), injetou alguns trilhões de euros no mercado. Dilma foi a Alemanha reclamar e a Merkel fez questão de ignorar solenemente a chiadeira da brasileira. Aí a Selic subiu (como diria aquele péssimo patrão: “Dos vales, o menor…”). Na época, a gente até comentou o assunto, aqui no PolíticAética.

    Guatambu, tu não tens a menor ideia do que tu dizes. É uma colcha de retalhos sem nenhum sentido…

  113. Patriarca da Paciência said

  114. Guatambu said

    Elias,

    Vc está falando de taxa SELIC, e eu estou falando de taxa de juros real.

    E vc continua comparando governo versus governo!

    Eu já falei pra comparar isso com os BRICs. Porque se um investidor externo resolve mexer no portfólio dele, ele vai comparar BRIC com BRIC e não BRIC com EUA ou EU.

    Investidor externo não vai tomar decisão pensando: “nossa, no período FHC a taxa selic era maior… que no governo Lula…”

    Ele olha quem paga mais versus quem tem menor risco e toma uma decisão de investimento.

    E outra coisa que não faz o menor sentido no teu raciocínio: se a Alemanha bota trilhões no mercado, responda, como é que aumenta o dinheiro disponível e a taxa de juros aumenta?

    Só pra contabilizar, vc que se gaba de responder a cada uma das perguntas, faz 3 posts que vc não respondeu nada. Nenhuma pergunta que eu te fiz objetivamente.

    É uma maneira bastante honesta de argumentar…

  115. Pedro said

    Pra amenizar o clima de sexta:

    Depois de José Mojica revelar em livro que o ex-presidente Lula sabia do mensalão, o uruguaio e o brasileiro já prepara os próximos passos da parceria. O livro faz parte da estratégia de marketing para o lançamento da dupla sertaneja Dedo Duro e Sem Dedo.

    Lula reagiu revoltado e fez outra revelação surpreendente: “Todo mundo sabe que ele fuma maconha”, teria dito o brasileiro. Mojica devolveu dizendo que Lula provavelmente estaria bêbado.

    O ex-presidente brasileiro ficou magoado com o colega. “Mais do que ninguém eu já aprendi muito não meter o dedo onde não deve”.

    :-)

  116. Pedro said

    Assim caminha a humanidade:

    http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/2015/05/1626248-nova-bateria-promete-criar-casas-autonomas.shtml

  117. Elias said

    “Guido Mantega, presidindo o Conselho de Administração da empresa, proibiu a presidente da empresa de divulgar números oficiais já sabidos, que iriam afetar o valuation da empresa, o rating e, muito provavelmente, as ações.” (Guatambu)

    Ihhh!

    1 – O presidente do Conselho de Administração não tem poderes pra proibir o presidente da empresa. O presidente do Conselho de Administração não tem nem como impor sua vontade ao próprio CA. Em qualquer lugar do mundo, nunca foi novidade presidente de CA ser voto vencido… Ou mijar pra trás, como fez o Mantega.

    2 – A discussão entre os dois grupos se deu em termos de escolher entre as duas linhas de conduta, qual a que produziria menor impacto negativo junto aos acionistas (e, por extensão, à evolução das ações da empresa na Bolsa).

    3 – Para os diretores da empresa, uma demora ainda maior em divulgar o balanço afetava negativamente a captação de recursos (porque implicava o pagamento de juros mais altos). A Graça Foster, adicionalmente, estava preocupada com as consequências sobre ela própria, caso prolongasse a retenção de informações ao mercado (pra ela, passaria a ser uma questão penal, punível com cadeia).

    4 – Já o Mantega era contrário à divulgação do valor da desvalorização patrimonial e da roubalheira, porque não há segurança de que esse valor esteja corretamente apurado.

    O fato de se ter inicialmente agitado R$ 80 bi, e, depois, reduzido a apuração para R$ 50 bi, deveria funcionar como indicador de quem estava com a razão…

    Mas só pra isso só pra quem tem cérebro, e costuma usá-lo pra pensar, né?

    Patriarca, cantei ou não cantei a pedra antes?

  118. Elias said

    Patriarca,
    Falar nisso, a Petrobras avisou que vai divulgar o balanço do 1º Tri/2015 na próxima 6ª feira, dia 15, logo após o fechamento do mercado (à noite, portanto).

    Lucro?

  119. Guatambu said

    Elias,

    1. Como a Petrobras é uma empresa estatal (o que significa que mais de 50% das ações são do governo), o conselheiro do governo (que tem voto correspondente a este capital) tem, naturalmente, mais poder que os demais. A menos que existam mecanismos de vetos e outras maneiras de distribuir o poder do CA da Petrobras do qual não saibamos, mas em tese, ele poderia sim, ter aprovado, ou, no caso proibido, sozinho.

    Em empresas com capital diluído, o presidente do CA, ou qualquer outro membro, não toma decisão sozinho. Além disso, sempre há a opção de se abster, ou mesmo fazer constar em ata que estava contra a decisão do restante do CA.

    2. Vejamos os princípios básicos da boa governança corporativa: Transparência (é o primeiro princípio, e justamente esse que o Guido Mantega resolveu descumprir deliberadamente); Equidade (que é o tratamento justo para todos os acionistas. Tomando tal atitude, Guido Mantega defendia o Estado, em detrimento dos acionistas minoritários, que, por meio dos seus conselheiros, queriam a divulgação da informação); Prestação de Contas (que é o dever de prestar contas, outro princípio que o Guido Mantega resolveu deliberadamente ignorar); Responsabilidade Corporativa (que é a sustentabilidade da empresa no longo-prazo. Tudo o que se viu foi uma preocupação com a manutenção das ações da Petrobras subindo no curto-prazo. Por que? O próprio Guido Mantega disse: perda de grau de investimento, em uma situação de eleição… colocando o interesse particular do Estado acima do interesse dos demais acionistas). Infelizmente os princípios da boa governança corporativa, quando ignorados diretamente, como fez o Mantega, não servem para colocá-lo na cadeia ainda. É necessário provar que ele foi irresponsável, na função de administrador da empresa.

    3. As preocupações da Graça Foster eram legítimas. Se ela fosse uma administradora honesta, teria colocado o seu cargo à disposição naquela mesma hora.

    4. Ainda que o valor não pudesse ser estimado, era necessário que a empresa, por meio do princípio da Transparência, se comunicasse com o mercado as atitudes que faria para defender o patrimônio dos acionistas no longo-prazo. Alguns exemplos:
    – Anunciasse oficialmente a roubalheira
    – Anunciasse as atitudes que tomaria
    – Anunciasse o provisionamento

    5. O Mantega tomou uma atitude muito semelhante à atitude dos administradores dos esquemas Ponzi que o Elias adora citar como um problema seríssimo do mercado de capitais. Que é justamente com a falta com a transparência e a preocupação com o curto-prazo e o favorecimento de especulação, em detrimento do longo-prazo.

    A questão não é de cérebro, mas de honestidade.

    Mas reiteradamente vemos de onde vem a falta de honestidade.

    Tanto ao argumentar quanto ao administrar.

    E esse deve ser, decerto, um dos resultados de um paper escrito para “fomentar a industria no Brasil”. Será que nesse paper é citada a falta de transparência como arma para melhorar a posição das empresas no mercado acionário?

  120. Guatambu said

    Petrobras.

    Bem lembrado o anúncio do balanço.

    Estou de olho.

    Mas não dá pra saber se a Petrobras anunciará lucro ainda, e nem as expectativas do mercado.

    A última vez que eu olhei a Petr4 estva caindo mais de 2%, o que pode significar 2 que os analistas estão céticos em relação ao balanço.

    Se essa for a tendência, espero sair o balanço, e depois compro.

    Se a tendência se inverter, compro e depois do balanço, vendo.

  121. Patriarca da Paciência said

    “Falar nisso, a Petrobras avisou que vai divulgar o balanço do 1º Tri/2015 na próxima 6ª feira, dia 15, logo após o fechamento do mercado (à noite, portanto)”

    Elias,

    Todo o “prejuízo” que tinha para contabilizar já foi realizado. Os preços dos combustíveis foram reajustados. A importação de derivados ficou mais barata. Todos os ventos sopram a favor. Seria uma grande surpresa um balanço com prejuízo.

  122. Pax said

    capacidade irrestrita à mentira

    http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2015/05/alckmin-diz-que-sp-esta-no-melhor-momento-e-nega-rodizio-5×2.html

  123. Guatambu said

    Pax,

    Eu falei que a melhor estratégia era a troca de poder de mãos… mas ninguém acreditou. Nem os PSDBistas nem os PTistas.

    Aliás, falando nisso, dizem que vai ter na Fecomercio, as 10 da manhã, uma reunião para apresentação das ideias do Partido Novo.

    Talvez eu vá para ver como é.

  124. Pedro said

    Mui amigo:

    http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2015/05/em-livro-mujica-relata-confissao-de-lula-sobre-mensalao-4756387.html

    Próximo livro do Mujica, vai revelar que Lula sabia da roubalheira na Petrobras. :-)

    Prejuízo vai durar 4 anos. A Petro financiou a eleição da Dilma.

  125. Patriarca da Paciência said

    “Conforme o ex-presidente uruguaio, Lula teria dito: “Neste mundo tive que lidar com muitas coisas imorais, chantagens. Essa era a única forma de governar o Brasil”.

    Procurado pelo O Globo para comentar o conteúdo do livro no final da tarde de quinta-feira, o Instituto Lula informou que não teria “como encaminhar um comentário a essa hora”.

    Então um médico que trata de um aidético é também aidético ?

    Um advogado que defende um criminoso é também um criminoso ?

    Um juiz que “lida” com processos criminais é também um criminoso ?

    Ora, francamente !

    Como dizia aquele filósofo grego, Protágoras, através de jogo de palavras prova-se até que o dono de um cachorro, pode ser um verdade, filho do seu cachorro !

  126. Patriarca da Paciência said

    Correção: Como dizia aquele filósofo grego, Protágoras, através de jogo de palavras prova-se até que o dono de um cachorro, pode ser em verdade, filho do seu cachorro !

  127. Pedro said

    Nananinanão.

    Patriarca não adianta pincelar uma frase pra distorcer o contexto da reportagem.

    Mujica botou o carimbo do Domínio do Fato, na testa do Lula.

  128. Guatambu said

    Renda.

    Aposta no Alagoas ganha a mega-sena e distribui mais renda que 13 anos do PT.

    huá huá huá

  129. Patriarca da Paciência said

    Pedro,

    o Paulo Francis já carimbou o domínio do fato na testa do Fernando Henrique Cardoso vinte anos atrás !

  130. Pedro said

    E?

  131. Patriarca da Paciência said

  132. Patriarca da Paciência said

  133. Patriarca da Paciência said

  134. Patriarca da Paciência said

  135. Patriarca da Paciência said

    Cunha sifu !

    http://oglobo.globo.com/brasil/diretor-exonerado-da-camara-diz-que-cunha-foi-verdadeiro-autor-de-requerimentos-16100788

    Diretor exonerado confirma, Cunha é mesmo o autor dos requerimentos para pressionar sobre pagamentos de propinas !

  136. Patriarca da Paciência said

    http://oglobo.globo.com/brasil/chiquinho-scarpa-faz-panelaco-com-latinha-de-caviar-16096957

  137. DAISE 2.0 said

    BANCO DILMA: ATM 24/7

  138. DAISE 2.0 said

    O PT (LULA) FOI PANELADO EM REDE NACIONAL

  139. Patriarca da Paciência said

    https://jovensdesquerda.wordpress.com/2015/05/06/a-mulher-que-fez-os-ricos-pegarem-em-panelas/

  140. Patriarca da Paciência said

    “Dilma está sendo conhecida internacionalmente como a mulher que está despertando a Ira dos ricos. Depois de 510 anos de Brasil, um país feito e planejado para os ricos, algo de muito intrínseco está ocorrendo. O fato dos negros e pobres terem acesso a universidades, supermercados e avião. O fato da mulher ter autonomia para gerir os recursos dos programas federais e que o Brasil não é mais o quintal do FMI e dos EUA tem feito muitos ricos pegarem em panelas.

    Uma coisa que nunca mudou, foi a forma da crítica, sempre a desculpa de corrupção foi o bode expiatório da elite brasileira para atacar governos com traços populares. Como diz o ditado, cada um acha o defeito nos outros, aquilo que é mais alarmante em sí mesmo. A corrupção sempre foi patrimônio da elite que se aproveita do Estado para enriquecer, assim foi em todos os governos antes do Presidente Lula.

    No entanto, o que realmente está despertando a ira dos ricos é que agora, quando voltarem a governar o Brasil, já não encontrarão uma terra sem lei. O que os Ricos vão encontrar é a Lei da Transparência, a corrupção como crime hediondo, um ministério público e uma polícia Federal e com autonomia para investigar e punir. Vai dar trabalho destruir essa máquina caçadora de corruptos montadas pelos governos do PT, Partido dos Trabalhadores.”
    (link 139)

  141. Patriarca da Paciência said

  142. Elias said

    “1. Como a Petrobras é uma empresa estatal (o que significa que mais de 50% das ações são do governo), o conselheiro do governo (que tem voto correspondente a este capital) tem, naturalmente, mais poder que os demais. A menos que existam mecanismos de vetos e outras maneiras de distribuir o poder do CA da Petrobras do qual não saibamos, mas em tese, ele poderia sim, ter aprovado, ou, no caso proibido, sozinho.” (Guatambu)

    ERRADO!!!

    Já pra sala de aula, estudar tudo de novo!!!

    Estás confundindo barafunda com furabunda.

    Especificamente, estás confundindo CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO com ASSEMBLEIA DE ACIONISTAS.

    Na Assembleia, sim, o voto é proporcional à quantidade de ações.

    No Conselho de Administração (que é onde realmente se decide tudo…), cada cabeça é um voto. O voto do representante dos acionistas minoritários vale tanto quanto o voto do presidente ou de qualquer outro membro do conselho.

    Tu vives comprando ações de empresa de capital aberto e não sabes disso??????

    Ihhh, Guatambu…!!!

    *********
    No caso de que estamos tratando, o Mantega tinha mesmo que mijar pra trás. Se ele insistisse na posição, mesmo que conseguisse a maioria dos votos, ia se ferrar. A Foster poderia deixar vasar a informação, e o representante dos acionistas minoritários poderia fazer o registro junto à CVM (aliás, ele declarou abertamente que faria isso). De qualquer modo, o Mantega perderia.

    Mas o fato do prejuízo contábil ter baixado de R$ 80 bi pra R$ 50 bi é revelador, e indica que a posição do Mantega — embora antipática e, na prática, inviável — era a correta.

    Ou seja, o correto seria apurar esse negócio direito, antes de meter no balanço. A empresa apresentaria lucro, que permaneceria retido. À medida que o rombo fosse — corretamente — apurado, aí sim, seria cada valor apurado apropriado contabilmente.

    Mas isso se tornou inviável, na prática, por duas razões:

    1 – Os credores exigiram um ponto final na questão, com a publicação do balanço. Se a Petrobras não fizesse isso, eles iriam requerer judicialmente antecipação do vencimento do passivo de longo prazo da empresa (já me referi ao valor, em comentário acima). Caso fosse antecipado para 2015, o vencimento de dívidas que, na realidade só vão vencer daqui a 2, 4, 6 anos, a Petrobras estaria em péssimos lençóis.

    2 – O pessoal que especula na bolsa também estava maluco pra que o imbróglio fosse encerrado, porque ele é ruim pros negócios. O valor de mercado da empresa estava muito abaixo do valor patrimonial, e essa é a situação que todo especulador pede a Deus todos os dias (porque isso significa chuvinha de dinheiro logo à frente, né?). Com a divulgação do balanço, o preço de mercado começou a subir e o pessoal do cassino agradece penhorado.

  143. Elias said

    “Elias, Vc está falando de taxa SELIC, e eu estou falando de taxa de juros real.” (Guatambu)

    Bobagem!

    O governo fixa a TAXA BÁSICA DE JUROS e não a “taxa de juros real” (o que quer que isso signifique).

    A taxa básica de juros influi na taxa de juros do mercado, mas não a determina. O que determina a taxa de juros do mercado é a oferta e a demanda de dinheiro.

    E a oferta e a demanda de dinheiro não recebe influência apenas da taxa básica de juros, mas também de outros aspectos da política monetária, com destaque para a taxa de depósito compulsório na autoridade monetária, sobre depósitos à vista (que aumenta ou diminui a quantidade de dinheiro em poder dos bancos), a taxa de redesconto (que influi sobre o capital de giro das empresas), etc.

    Isso pra falar apenas de algumas ações governamentais.

    Na realidade, há uma enorme e híper complexa rede de fatores, que os governos manipulam simultaneamente, conforme a conjuntura.

    O aumento da taxa básica de juros, p.ex., aumenta a despesa pública com o serviço da dívida fundada interna. Pra evitar isso, o governo pode “segurar” um pouco a taxa básica de juros. Por outro lado, pra evitar que isso repercuta sobre a demanda agregada e gere inflação, o governo pode aumentar a taxa de depósito compulsório sobre depósitos à vista (o que inibe o crédito e a criação de moeda sem produto). Se as empresas estiverem operando com um nível muito baixo de estoque, o governo baixa a taxa de redesconto.

    E aí estão várias medidas que atuam em sentidos opostos. Algumas delas são inflacionárias, outras são anti-inflacionárias. O resultado final pretendido pelo governo só pode ser identificado se dimensionado o efeito real de cada uma delas. A “soma algébrica” desses efeitos é que revela o resultado final.

    Enfim, é um porrilhão de coisas que os caras mexem ao mesmo tempo. Não dá pra fazer uma análise realmente consistente em dois ou três parágrafos de comentário.

    Ihh, Guatambu!!!

    Desde o início de seu primeiro mandato, a Dilma operou com uma taxa básica de juros ASCENDENTE. Ela recebeu o governo com uma taxa de pouco mais de 7% a.a., e, de lá pra cá, só fez aumentar. Qualquer um pode constatar isso facilmente usando o Google…

    Na prática, ela jogou os juros pra cima, o tempo todo.

    O propósito é óbvio: se o aparelho produtivo não dispõe de capacidade ociosa, é loucura operar com juros baixos. Com juros baixos, haverá uma expansão do crédito. Uma pressão de demanda, que empurrará os preços para o alto. Inflação.

    Só que houve aquele episódio do Euro, né?

    Aí, entre o “querer” e o “poder”, apareceu um “mas” atravessado…

    Entonces…

  144. Elias said

    “Elias, Negativo. Pergunte aos empresários o que eles preferem: se taxas de juros mais altas ou inflação mais alta.” (Guatambu)

    Modestamente, eu seu empresário. E passei quase toda a minha vida profissional, desde os 21 anos, lidando com empresários.

    Eu não estava me referindo a juros altos ou juros baixos.

    Eu estava me referindo a TAXA DE JURO MENOR QUE A TAXA MÉDIA DE LUCRO DO SETOR PRODUTIVO.

    Não confunde Nabucodonosor com nabo no cu do senhor!

    No frigir dos ovos, não importa se a taxa de juro é alta ou baixa. O que importa é que ela seja MENOR que a taxa de lucro.

    Isso é o que pensa qualquer empresário dos setores produtivos, de qualquer parte do mundo, em qualquer época.

    Por motivos mais que óbvios!

    É tão difícil entender algo tão simples?

    Pra quem vive chamando os outros de “burro”, “incompetente” & afins, tu estás mal pra caramba!

    Para um pouco, rapaz, e tenta pensar.

    Não dói nada!

  145. DAISE 2.0 said

  146. DAISE 2.0 said

    Eles sabiam de tudo (mesmo) – GUILHERME FIUZA
    O GLOBO – 09/05

    Segundo o companheiro Mujica, Lula lhe confidenciou que o mensalão era ‘a única forma de governar o Brasil’

    O ex-presidente bonzinho do Uruguai, José Mujica, contou que o ex-presidente bonzinho do Brasil, Lula da Silva, se sentiu culpado pelo mensalão. Está registrado e agora publicado em livro: segundo o companheiro Mujica, Lula lhe confidenciou que o mensalão era “a única forma de governar o Brasil”. Que ninguém tome isso ao pé da letra. Não é que o mensalão seja a única forma possível de governar. Tem também o petrolão e seus derivados. Ou seja: a única forma de governar o Brasil é roubar os brasileiros, enriquecer o partido e comprar a vida eterna no poder.

    Esse golpe está sendo dado há 12 anos, e há dez o Brasil brinca de se perguntar se Lula sabia. Eis a resposta entregue de bandeja pelo amigo de fé, irmão camarada Mujica: Lula sabia que a única forma de ficar no poder com um grupo político feito de pessoas medíocres, despreparadas, hipócritas e desesperadas por cargos e verbas era se fingir de coitado, chorar e parasitar o Estado brasileiro com todas as suas forças.

    O império do oprimido ofereceu ao país incontáveis chances de perceber a sua única forma de governar. Escândalos obscenos foram montados dentro do Palácio do Planalto, envolvendo os principais personagens do Estado-Maior petista. Hoje o Brasil é governado por uma marionete desse sistema único de governo (SUG), uma presidente solidária ao seu tesoureiro preso, acusado de injetar em sua campanha eleitoral dinheiro roubado da Petrobras. Uma presidente que exalta como heróis os mensaleiros julgados e condenados. E que presidiu o conselho de administração da maior estatal brasileira enquanto ela era depenada por prepostos do seu partido.

    Foi necessária a confissão de um companheiro uruguaio para desvelar o óbvio: eles sabiam de tudo. Tudo mesmo.

    Essa forma única de governar o Brasil só tem uns probleminhas: a economia acaba de registrar sua maior retração em 20 anos, na contramão dos emergentes e do mundo; a inflação avacalhou a meta e taca fogo na antessala da recessão; o desemprego voltou às manchetes, apesar das tentativas criminosas de esconder seus índices durante a eleição; a perda do grau de investimento do país está por uma unha de Levy, após anos de contabilidade criativa, pedaladas fiscais e outras orgias progressistas para esconder a gastança —a única forma de governar.

    Com inabalável firmeza de propósitos, o PT chegou lá: tornou-se o cupim do Estado brasileiro. Hoje é difícil encontrar um cômodo da administração pública que não esteja tomado pelo exército voraz, que substitui gestão por ingestão. O Brasil quer esperar mais quatro anos para ver o que sobra da mobília.

    Mujica disse que Lula não é corrupto como Collor. Tem razão. O Esquema PC era um careca de bigode que batia na porta de empresários em nome do chefe para tomar-lhes umas gorjetas. O mensalão e o petrolão foram dutos construídos entre as maiores estatais do país e o partido governante. Realmente, não tem comparação.

    Os cupins vão devorando o que podem — inclusive informação comprometedora. As gravações da negociata de Pasadena, presidida por Dilma Rousseff, sumiram. Normal. Dilma, ela mesma, também sumiu. Veio o Dia do Trabalho, e a grande líder do Partido dos Trabalhadores não apareceu na TV — logo ela, que convocava cadeia obrigatória de rádio e TV até em Dia das Mães. Pouco depois, veio o programa eleitoral do PT e, novamente, a filiada mais poderosa do partido não foi vista na tela.

    Quem apareceu foi Lula, o amigo culpado de Mujica, vociferando contra os inimigos dos trabalhadores, as elites, enfim, toda essa gente que não compreende a única forma de governar o Brasil. E os brasileiros bateram panela em todo o território nacional — o que algum teórico progressista ainda há de explicar como uma saudação efusiva ao filho do Brasil adotado pela Odebrecht.

    O ministro da Secretaria de Comunicação disse que é um erro vincular Lula e Dilma ao PT. Já o PT tenta parecer desvinculado do governo Dilma. Pelo menos isso: eles sabiam de tudo, mas não têm nada a ver uns com os outros.

    Em meio aos panelaços, foi possível ouvir o balanço da Petrobras contabilizando 6,2 bilhões de reais de corrupção. Ou seja: as informações da Operação Lava-Jato, que apontam o PT e a própria presidente da República como beneficiários do petrolão, foram oficializadas no balanço auditado da maior empresa brasileira. Pena Lula não ter conversado sobre isso com Mujica. Os brasileiros vão ter que perceber sozinhos: esta só continuará sendo a única forma de governar o Brasil se o Brasil não cumprir o seu dever de enxotar um governo irremediavelmente delinquente.

  147. Pax said

    canalhice sem limites

    http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2015/05/quem-saiu-mais-machucado-fui-eu-diz-richa-sobre-confronto-do-dia-29.html

  148. Patriarca da Paciência said

  149. Patriarca da Paciência said

  150. Pax said

    para aprovação da redução de direitos trabalhistas – seguro desemprego como um dos exemplos, seguro saúde etc…

    houve, segundo o noticiário, distribuição farta de cargos tetas nas Agências Reguladoras

    — em outras palavras, o povo, que usa os serviços, seja de energia, telefonia, água, transportes terrestres, aviação civil e tudo mais, que se lasque.

    e o vice presidente, o tal do “maiormente” à frente dos agrado aos apaniguados

    já que Dilma nem isso faz mais.

    tá pior que triste.

  151. Patriarca da Paciência said

    por Tarso Cabral Violin, no Blog do Tarso

    “Em evento na Universidade Federal do Paraná, realizado no dia 8 de maio pela Faculdade de Direito da UFPR, o maior jurista do Direito Administrativo de todos os tempos, Celso Antônio Bandeira de Mello, disse que cabe o Impeachment do governador Beto Richa (PSDB) pelo Massacre do Centro Cívico em Curitiba no dia 29 de abril de 2015. Na carta final do evento, elaborada por juristas, concluiu-se que o governador é responsável pelo massacre contra os professores, estudantes, servidores e cidadão naquele triste episódio da história de Curitiba, do Paraná e do Brasil.

    Já que algumas expressões dos arts. 54, XI e 89 da Constituição do Estado do Paraná foram consideradas inconstitucionais pelo Supremo Tribunal Federal (ver a decisão recente na ADIn 4.791), basicamente o Impeachment de Richa deve seguir, naquilo em que for compatível com a realidade estadual, o que determina a Constituição de 1988, em face ao princípio da simetria, e da Lei 1.079/50 (crimes de responsabilidade).

    O art. 85 da Constituição da República e o art. 88 da Constituição do Estado do Paraná e art. 4º da Lei 1.079/50 definem os crimes de responsabilidade como “os atos do Governador que atentarem contra a Constituição Federal, a Constituição do Estado” e listam alguns crimes. No caso do governo Beto Richa, no Massacre de Curitiba foram desrespeitados “o exercício dos direitos políticos, individuais e sociais” e “a probidade na administração”.

    Não se aplica, por decisão do STF, a exigência do art. 89 da Constituição do Paraná, que prevê a necessidade de admissão da acusão contra o Governador por 2/3 dos deputados estaduais, e que o julgamento por crime de responsabilidade seria da própria Assembleia.”
    (…)

  152. Patriarca da Paciência said

    http://br29.com.br/fugiu-da-escola-mas-a-revista-veja-contratou-azevedo-elege-mujica-como-presidente-do-paraguai/

    Agora o energúmeno tem mais um título,

    reinaldo rolabosta jumento !

  153. Patriarca da Paciência said

    Pax,

    eu concordo que a Dilma e o Mantega erraram por apostar alto. Seguiram as orientações que os empresários há muito reclamavam, ou seja, desoneração da folha de pagamento, redução da carga tributária, redução do preço da energia elétrica etc.etc.etc., todas medidas declaradamente anti-recessivas. Apostaram que poderiam combater a crise com tais medidas, mas aí veio a queda do preço de petróleo e o ataque feroz, irracional e predatório contra a Petrobras. Não teve jeito. Veio recessão e inflação. Então não tem jeito, tem que ser aplicado os remédios amargos da economia clássica.

    Então é isso aí, mas com o aecim bebê chorão napoleão de hospício seria bem pior. A parte mais importante dos programas do governo foram todos preservados, o que não aconteceria com um programa do PSDB.

    Provavelmente o bolsa família seria transformado em “programa piloto” apenas para alguns, tipo o famigerado programa do “bolsa empresário” que o aecim implantou em Minas.

    Acredito que todos os grandes programas do governo PT seriam abandonados ou, quando muito, transformados em “amostras”.

    A Dilma tomou uma atitude honesta e corajosa. Nada pior que uma economia descontrolada.

    No mais, se o nosso padrão de vida cair 1%, estaríamos tão miseráveis assim ?

    Então, todo o apoio à nossa grande presidenta !

  154. Patriarca da Paciência said

  155. Patriarca da Paciência said

  156. Patriarca da Paciência said

  157. DAISE 2.0 said

    O Fedornento adora chupar os mirtilos do lula..

    Enquanto isso….

    . PRONUNCIAMENTO DO DIA DAS MÃES

    Companheiros e Companheiras

    Hoje é proibido me chamar de filha da puta!
    Por favor,sim?

  158. Guatambu said

    Até o Meireles

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/henriquemeirelles/2015/05/1626967-vitoria-da-coerencia.shtml

    Artigo falando do crescimento do Reino Unido acima da média de países europeus.

    É óbvio que o corte de gastos públicos e o cuidado para não aumentar os impostos não é recessivo.

    Só aquela esquerdinha gosta de vender crescimento com aumento de gastos do governo. Na verdade eles vendem crescimento com aumento da camaradagem do governo… e dá merda.

    A Grécia é um exemplo disso.

  159. Guatambu said

    Elias,

    1. Eu não chamei ninguém de burro… se vc encontrar, em algum momento eu usando essa palavra aqui, pode me dizer imediatamente, porque eu faço questão de retirar o que disse.

    2. Sobre a Petrobras: havia um claro conflito entre as vontades dos minoritários (que tem apenas 1 cadeira no conselho), e os majoritários (que tem 7 cadeiras + o presidente do conselho, e que no caso era o Mantega).

    O Mantega passou por cima da vontade dos minoritários, que prezavam pela transparência, e quando eu me refiro à transparência, significa que deveria estar escrito no balanço, no mínimo, que as fraudes estavam em investigação, e um alerta sobre o possível prejuizo. Não era necessário, àquela altura do campeonato, falar sobre o tamanho do rombo porque a administração não tinha investigado o suficiente para saber.

    Os resultados seriam os mesmos: as ações iriam cair. Haveria uma diminuição da confiança dos investidores na Petrobras. Mas a empresa teria emitido os relatórios oficiais e teria minimizado problemas que depois apareceram com a SEC, que, se não me engano, permanecem até hoje. Parece que a SEC ainda está avaliando a possibilidade de tirar a empresa da bolsa, ou cobrar uma multa milionária por não cumprir com os protocolos.

    Mas sabemos que a agenda do Mantega era outra. É que, se não me engano, era época de eleições… e haveria impacto político se essa informação fosse divulgada.

    Mas a esquerda é assim: ela gosta de defender as minorias, menos quando a esquerda é maioria. Como aconteceu na Petrobras. Nesse caso, os minoritários que se danem, o que importa é o dono maior da empresa, que no caso é o Estado…

    3. Taxas de juros reais = Selic – inflação. Qualquer pessoa que vá fazer um investimento olha taxas de juros e inflação, porque é assim que se compara taxas de juros entre países.

    Agora essa história de “taxa média de lucro” do setor produtivo eu nunca ouvi falar. Vc conhece algum site que fornece esse número pra gente dar uma olhada?

    Afinal, se o mercado não pode acompanhar esse número e/ou esse número não tem confiabilidade para ser considerado, esse número não serve pra nada, certo?

    Esse número serve para tentar enrolar os outros em uma argumentação… isso sim.

  160. Guatambu said

    Elias,

    E volto a dizer: o problema da esquerda, e que eu faço questão de ficar martelando em cima, é que a esquerda normalmente diz uma coisa e faz outra.

    A esquerda busca defender as empresas nacionais? As empresas internacionais estão lucrando mais aqui.

    A esquerda quer diminuir o lucro dos bancos? Os bancos estão enchendo o rabo de dinheiro.

    A esquerda quer defender as minorias? Então por que o Mantega vota contra os minoritários na Petrobras?

    A esquerda quer reduzir a concentração de renda? Então por que a concentração de renda no mundo aumentou principalmente em países de orientação à esquerda?

    É uma pena…

  161. Patriarca da Paciência said

    “O que mais Lula falou com o Mujica?
    que o Lulinha vai comprar a Globo (45%, 856 Votos)
    que o FHC é um blefe (18%, 336 Votos)
    que o Gilmar não conhece do Daniel Dantas (15%, 281 Votos)
    que a filha do Cerra fornece o chuchu do picolé do Alckmin (9%, 167 Votos)
    que o fardão do Ataulpho mofou (6%, 111 Votos)
    que o Cerra vive de picolé (5%, 103 Votos)
    que o Otavím não lê a Folha (2%, 63 Votos)”
    (Enquete do PHA)

  162. Pedro said

    # 153

    Manual da baboseira

    ………………………..

    # 161

    Tão previsíveis.

    Começou o disse que não disse aquilo que disse…..

    ……………………………..

    Vai ter que pedalar muito Patriarca.

  163. Pedro said

    Próximo programa do PT na televisão exibirá compacto do 7 a 1

    PT quer fortalecer a imagem da presidenta Dilma junto ao povo brasileiro

    O PT (Partido dos Trabalhadores) ainda não digeriu o panelaço ocorrido na noite de terça-feira (5), quando foi ao ar sua propaganda em cadeia de televisão. A executiva e os marqueteiros da agremiação tinham como certo o sucesso da produção, estrelada pelo ex-presidente Lula, que deixou o cargo com recordes de aprovação. Após uma madrugada de avaliação e brainstorming, a direção do partido da presidenta Dilma decidiu que, na próxima vez que for à TV, exibirá um compacto com os melhores momentos da vitória da Alemanha por 7 a 1 sobre o Brasil na Copa do Mundo de 2014.

    “A estratégia é lembrar aos telespectadores os momentos incríveis que aconteceram na Copa, que só aconteceu no Brasil inteiramente por causa do presidente Lula e do PT”, afirma o diretor de Propaganda do partido, João Montana. Ele garantiu que, ao contrário do que aconteceu no programa anterior, Dilma Rousseff estará presente. “A participação dela na Copa é fundamental, vamos colocar no final, logo depois de relembrarmos os sete gols, a imagem dela entregando a taça ao capitão da Alemanha, o Lahm”, disse.

    De acordo com o cientista político Ernesto Noam, da Universidade de Pescaria Brava, a tática pode funcionar. “O panelaço é uma agressividade, uma externalização do ódio da classe média para com o PT, então mostrando o 7 a 1, as pessoas ficarão tristes, desanimadas e sem vontade de espancar suas caçarolas”, afirmou. Noam concorda que o partido deve retomar o uso da imagem da presidenta. “A cena dela entregando a taça para o Lahm é excelente, mostra uma líder vitoriosa e independente do partido”, argumentou.

    O compacto do 7 a 1 não se limitará aos gols. Um apresentador fará as vezes de comentarista, traçando paralelos entre a organização tática da Seleção Brasileira e a composição ministerial do governo Dilma. “Mostraremos às pessoas que aquilo foi um momento único, um time de craques e grandes nomes que, em um dia ruim, cometeu erros demais”, disse Montana. O marqueteiro ainda disse que os aliados do governo estarão no programa. “Vamos mostrar o Eduardo Cunha e muitos amigos do PMDB na torcida no Mineirão naquele dia”, garantiu, para depois completar que “pena que a Dilma não estava lá”

    http://www.laranjasnews.com/politica/proximo-programa-do-pt-na-televisao-exibira-compacto-do-7-a-1

  164. Patriarca da Paciência said

    http://br29.com.br/internauta-irritado-recebe-revista-veja-de-graca-e-rasga-nem-de-graca-eu-quero/

    Revista “óia” ? Nem de graça !

  165. Patriarca da Paciência said

    Caro Pax,

    você nomeou o Pedro como seu porta-voz ?

    Não acredito. Além do mais o cara sequer sabe interpretar textos – pensa que eu escrevi um manual no comentário 153 !

    Caramba !

    Será que ele está na estatística dos analfabetos funcionais ?

  166. Pax said

    caro Patriarca,

    não tenho competência nem para nomear porta-copos, quem dirá porta-voz

    mas o caro Pedro, assim como todos, é livre para teclar o que bem entender

    ou, então, esse blog insignificante não poderia se dizer democrático

    só peço que evitem:

    – notícias e opiniões de terceiros sem os devidos links
    – ofensas à minha saudosa mãe, que ontem fez falta, sim

    antes ainda pedia que evitassem ofensas pessoais entre os comentaristas, mas já desisti disso também

    mas, veja, me sinto completamente desobrigado de defender qualquer pessoa, partido ou opinião que se alie com Kátia Abreu, Gilberto Kassab, Aldo Rebelo e outros dessa categoria de – minha opinião – políticos de quinta categoria, defensores de minorias privilegiadas, quase sempre corrompidos, patrimonialistas e abandidados

    não bastasse esse ponto, ainda mais governo que gastou irresponsavelmente, pouco entregou e agora cobra que o povo pague as contas, afora a retirada de direitos trabalhistas, numa das maiores contradições ideológicas que já vi nessa triste política brasileira

    sem contar a roubalheira que participou, fartamente documentada e noticiada

    PT e PSDB seguiram os passos do PMDB do Sarney e PP do Maluf

    cada dia que passa com menores diferenças

    ou o Brasil se reinventa na política, com o fim desses partidos que viraram nulidades ideológicas e zero de significado programático, ou seguiremos nesse rumo de andar de lado, para trás e algumas poucas vezes com avanços, muito aquém do possível se tivéssemos políticos e partidos com alguma decência

  167. Pax said

    até setembro o PT deverá emagrecer um tanto, segundo Josias…

    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2015/05/11/efeito-marta-pt-tera-novas-desercoes-em-sp/

  168. Patriarca da Paciência said

    Caro Pax,

    mesmo que você se recuse a ver, há uma grande diferença entre o PT e o PSDB !

  169. Patriarca da Paciência said

    Outra grande diferença entre o PT e PSDB:

  170. DAISE 2.0 said

    O FARSANTE SÓ BEBE BLACK LABEL

    Na coluna social da Folha de S. Paulo, Lula aparece da seguinte forma:

    “Político, na frente de jornalista, só bebe vinho. Finalmente encontrei alguém para brindar com uísque”, dizia Lula, erguendo o copo de Black Label em direção ao senador Omar Aziz (PSD-AM). Na festa foram servidos também champanhe Barons de Rothschild Brut e vinho tinto Chateau Lafite Monteil.

    Políticos como Lula, na frente dos eleitores, aparecem fazendo discursos contra a “elite”. Nos bastidores, roubam e depredam o patrimônio dos brasileiros, enquanto bebem uísque Black Label.

  171. Elias said

    “A esquerda quer defender as minorias? Então por que o Mantega vota contra os minoritários na Petrobras?” (Guatambu)

    Putz!!!!

    Huá! Huá! Huá! Huá! Huá!…

  172. Elias said

    “3. Taxas de juros reais = Selic – inflação. Qualquer pessoa que vá fazer um investimento olha taxas de juros e inflação, porque é assim que se compara taxas de juros entre países.” (Guatambu)

    Huá! Huá! Huá! Huá! Huá!

    Selic atual = 13,25%
    Inflação atual (pela pior expectativa) = 8,75

    Logo, “Taxa de juros reais”, segundo o Guatambu: 13,25 – 8,75 = 4,50%

    Quem dera que sesse, mas, porém, todavia, contudo, entretanto, no entanto, num esse!

  173. DAISE 2.0 said

    ESPELHO, ESPELHO MEU…

  174. Pedro said

    # 165, kkkkkk é uma bichona.

    E vc, está na estatística como militonto ou militeta?

  175. Pedro said

    Nada está tão ruim que não possa piorar. :-(

    http://noblat.oglobo.globo.com/meus-textos/noticia/2015/05/esta-achando-tudo-ruim-pois-o-pior-ainda-esta-por-vir.html

    Salve-se quem puder.

  176. Elias said

    “Taxa real de juro” não tem absolutamente nada a ver com isso que disseste, Guata.

    “Taxa real de juro” é aquela praticada pelo mercado. É a taxa pela qual o dinheiro efetivamente chega às mãos do tomador.

    Não é objeto de fixação de governo. Numa economia capitalista, nenhum governo tem poder pra determinar a taxa real de juro.

    A ação governamental é de indução. INDUÇÃO, Guatambu! Nunca de fixação, ou determinação (“empurrar goela abaixo”, como tu disseste).

    Como o governo INDUZ a taxa real de juros? De várias maneiras, dentre as quais: (i) aumentando ou reduzindo a taxa básica de juros; (ii) aumentando ou diminuindo a taxa de depósitos compulsórios junto à autoridade monetária, sobre depósitos à vista no setor bancário; (iii) aumentando ou diminuindo a taxa de redesconto; (iii) aumentando ou diminuindo as linhas de crédito operadas diretamente pelo governo, por meio da rede bancária; (iv) um porrilhão de etc.

    Para o mercado, a taxa básica de juros é o piso. Abaixo dela ninguém opera.

    Daí pra frente, vai depender do comportamento do mercado, frente a outras medidas do governo.

    A rigor, qualquer medida do governo que retire ou coloque mais dinheiro em circulação pode influir no aumento ou na redução da taxa real de juro.

    Dinheiro é mercadoria, cujo preço é o juro. Quando há aumento de oferta, a tendência é o preço cair; quando há aumento de demanda, a tendência é o preço aumentar.

    Quando o governo aumenta a taxa de depósito compulsório na autoridade monetária (Banco Central), sobre depósitos à vista na rede bancária, ele retira dinheiro dos bancos (pra evitar a duplicação de moeda representada por qualquer depósito à vista na rede bancária). Com menos dinheiro em seu poder, os bancos são obrigados a cobrar juros mais altos. Se o governo reduz essa taxa, aumenta a oferta de dinheiro, do que, em tese, pode resultar a redução do juro.

    Quando o governo aumenta a taxa de redesconto, ele dificulta o desconto de títulos na rede bancária, o que provoca o aumento da taxa de juros sobre duplicatas descontadas. Se ele reduz a taxa de redesconto, o custo da duplicada descontada pode (mas não necessariamente) ser reduzido.

    Se o governo difere um imposto, ou aumenta o prazo para seu recolhimento, ele reforça o capital de giro das empresas, do que pode resultar menor demanda por descontos de títulos. Disso pode resultar uma redução da taxa média de juros sobre títulos descontados.

    E assim por diante.

    Daí a imensa dificuldade em se determinar, com um mínimo de precisão, o efeito FUTURO de tal ou qual medida governamental, no campo monetário, quando examinada isoladamente.

    Tem que levar em conta as demais medidas, e — mais, ainda! — levar em conta o peso de cada uma delas no resultado final (que é algo que varia terrivelmente, de um momento para outro).

    É que o efeito final dessa medida poderá ser substancialmente afetado pela ação de outras medidas.

    Um aumento na taxa básica de juros, p.ex., por ser compensado pela redução das taxas de redesconto e de depósito compulsório sobre depósitos à vista na rede bancária.

    Aí pode dar uma conta de soma zero, ou com resultado menos (ou mais) que proporcional à taxa de evolução da taxa básica de juros.

    Por que? Porque economia não é ciência exata. Uma mesma medida, em situações similares, aplicada em locais distintos, ou no mesmo local, em épocas diferentes, pode gerar resultados completamente diferentes.

    Aqui no Brasil, já vi a pressão sobre títulos descontados permanecer firme e forte, lá no alto, com o governo aumentando a taxa de depósito compulsório toda semana…

    Sabes por quê? É que as vendas à vista haviam entrado em parafuso, as empresas estavam com o capital de giro mais baixo que poleiro de pato, e, sem jeito a dar, estavam vendendo o almoço pra comprar o jantar…

    A vida real é mais complicada, Guatambu. Muito mais complicada…

  177. Elias said

    A comparação da taxa de juros entre economias diferentes é algo interessante, mas que, no frigir dos ovos, não explica muita coisa, se analisada isoladamente.

    A regra geral é que, nos países mais pobres, a taxa de juros é SEMPRE, mais alta que nos países mais ricos.

    Por que? Pela mesma e velha razão que já repisei um porradal de vezes: dinheiro é mercadoria, cujo preço é o juro.

    Aí entra em ação a velha lei da oferta e da procura.

    Onde a mercadoria dinheiro é mais abundante (ou seja, onde a oferta dessa mercadoria é MAIOR), o preço da dita cuja tende a ser mais baixo.

    Onde a mercadoria dinheiro é mais escassa (ou seja, onde a oferta dessa mercadoria é MENOR), o preço da dita cuja tende a ser mais alto.

    Há séculos, sempre foi um bom negócio tomar dinheiro emprestado nos países ricos, e aplica-lo no mercado financeiro dos países pobres.

    A diferença entre taxa de juros é, sempre foi e continuará sendo um mecanismo de drenagem de riqueza dos países pobres para os países ricos.

    Daí porque, quando um país rico baixa a taxa de juros, os países mais pobres estremecem (porque sabem que, ao fim e ao cabo, os países pobre é que terão de pagar a conta…).

    Daí também porque a maioria dos governos procura, sempre, praticar a mais baixa taxa de juros que lhe é possível.

    Só que, como já dito mais acima, entre o “querer” e o “poder” há sempre um “porém” atravancando…

    Uma taxa de juros mais baixa expande o crédito. A expansão do crédito aumenta a demanda.

    Se o aparelho produtivo não tem condições de absorver o aumento da demanda, o resultado é a inflação.

    Vale dizer: a expansão do crédito — e a expansão de demanda dele decorrente — só não tem efeito inflacionário se o aparelho produtivo estiver operando com capacidade ociosa. Não existindo capacidade ociosa, é loucura expandir o crédito.

    Por essa razão, dois países que, em tese, estão no mesmo grau de desenvolvimento, podem ter políticas de juro (aliás, políticas monetárias) completamente diferentes.

    Vai depender de a quantas anda o aparelho produtivo de cada um deles, frente à demanda efetiva de bens e serviços, também em cada um.

    Olhar a coisa só pelo viés da taxa de juros é coisa de alguém tecnicamente vesgo…

    Pensar que as cobras criadas no Banco Central do Brasil não sabem dessas coisas, é pura ingenuidade.

    A vida real é mais complicada…

  178. Elias said

    E, Guatambu,

    Nem pensar que, qualquer coisa que escrevi aqui, tem alguma coisa a ver com a mais pálida intenção de defender a política econômica da dupla Dilma/Levy.

    Pra mim, esses dois estão enterrando o país num imenso buraco.

    Não acho que passar fome faça bem à saúde.

    Também não acho que trabalhar menos, produzir menos, empregar menos, vender menos e lucrar menos, faça bem à saúde de qualquer país ou de qualquer povo.

  179. Elias said

    Pra encerrar, Guatambu:

    Uma pequena dica de como o BC do Brasil calcula a taxa básica de juros:

    Taxa Selic = {[(S/n Rj j = 1// S/n Ij j=1)252 – 1] X 100}% (o “252” é potência do conteúdo do parêntese)

    Na fórmula: (i) n: número de operações que compõem a base de cálculo; (ii) Rj: valor financeiro da recompra/revenda da j-ésima operação compromissada; e (iii) Ij: valor financeiro da compra/venda da j-ésima operação compromissada.

    Dá uma olhada na Circular nº 3.671 (18-10-2013), e vais entender que, no frigir dos ovos, a Taxa Selic é mais consequência do que causa de um porrilhão de coisas.

    Lamentavelmente, ao frigir os ovos, os meus estão inclusos…

  180. Elias said

    No comentário 176.

    Onde está escrito: “Aqui no Brasil, já vi a pressão sobre títulos descontados permanecer firme e forte, lá no alto, com o governo aumentando a taxa de depósito compulsório toda semana…”

    Leia-se: “Aqui no Brasil, já vi a pressão sobre títulos descontados permanecer firme e forte, lá no alto, com o governo aumentando a taxa de REDESCONTO E DE depósito compulsório toda semana…”.

  181. Guatambu said

    Elias,

    Mas vc está só comprovando tudo o que eu disse: a Dilma & cia está andando na contramão do que o seu partido prega.

    Não precisa nem entrar em detalhes técnicos para isso.

  182. Guatambu said

    E o Fachin?

    Pobre Fachin… toma uma série de decisões erradas na vida, e agora está fazendo videos para se defender.

    Pessoal, o homem está em campanha!!!!

    Vejam só: um provável ministro do STF está apelando para a opinião pública!

    Um ministro do STF que depende da opinião pública para ser escolhido, desde o princípio não merce ser escolhido.

  183. Patriarca da Paciência said

    “Em março deste ano, a produção no Pré-sal chegou 672 mil barris por dia (equivalente a 28% da produção nacional), bem acima dos 395 mil de 2014 e dos 42 mil de 2010. A produtividade também é maior do que se previa. Calculou-se inicialmente que os poços renderiam de 15 a 20 mil barris diários. Atualmente, a média está em 25 mil, chegando 40 mil em poços dos campos de Sapinhoá e Lula (na bacia de Santos).

    Os custos de produção eram outra fonte de dúvida, por conta do desafio tecnológico. No começo, estimou-se que o Pré-sal seria viável a US$ 45 por barril. Nesta semana, a diretora de Exploração e Produção da Petrobras, Solange Guedes, informou que os números de viabilidade econômica caminham para valores bem menores, em torno de US$ 9, graças à escala de produção maior e aos investimentos em tecnologia.

    “Nós podemos garantir que o pré-sal é viável com um custo de produção de nove dólares por barril. Se considerarmos que duas unidades de produção ainda não estão produzindo com sua capacidade total, o custo de produção será menor ainda. A eficiência operacional em torno de 92% contribuiu significativamente para atingirmos estes baixos custos”, afirmou.
    Segundo ela, o Pré-sal se desenvolveu com mais velocidade na bacia de Campos, no litoral norte do Rio de Janeiro, devido à infraestrutura já existente. A primeira produção comercial ocorreu em 2008. Já na bacia de Santos, os desafios foram bem maiores, uma vez que não havia infraestrutura instalada, os reservatórios estão a 2.500 metros de profundidades no mar, além de uma camada de sal de 2 mil metros de espessura. No final das contas, o petróleo encontra-se até 7 mil metros abaixo da superfície do mar.”

    http://www.brasil.gov.br/governo/2015/05/pre-sal-tem-producao-crescente-e-custos-em-queda

    Veja aí, Elias,

    o Pré-sal não é apenas viável como altamente lucrativo – o custo atual do barril está em U$ 9,00.

  184. Patriarca da Paciência said

    Paulo Nogueira

    “E então temos o seguinte: o cidadão de Itajaí foi obrigado a pagar 60 mil reais por uma palestra de uma hora de Joaquim Barbosa.

    Este é o Batman, o campeão da ética, “o garoto pobre que mudou o Brasil”, segundo a Veja, naquela que foi uma das mais idiotas chamadas de capa já produzidas por uma revista em toda a história em qualquer lugar do mundo.

    Mil reais por minuto. Este, ficamos sabendo, é o preço de Barbosa. Vazou de alguma forma, porque segundo o contrato o valor era sigiloso.

    Seria um assalto ao contribuinte de Itajaí de qualquer forma. Mesmo que a palestra fosse em praça pública, aberta a todos os interessados, há outras maneiras mais inteligentes de gastar 60 mil reais em 60 minutos, você há de convir.

    Mas este é Joaquim Barbosa, o paladino que não hesitou em queimar 90 mil reais de dinheiro público numa reforma dos banheiros do apartamento funcional que utilizou por tão pouco tempo.

    Repito: mas este é Joaquim Barbosa, o incorruptível que inventou uma empresa para sonegar impostos na compra de um apartamento em Miami.

    Quando você prega moralidade e na sombra faz coisas impublicáveis, isso quer dizer que você é um demagogo.

    Pois é exatamente este o título que deveria estar hoje no cartão de visitas de JB, ou nas propagandas de suas palestras: demagogo.”

  185. Patriarca da Paciência said

    “Até a REVISTA VEJA (PIG ) pendurou o RICHA na árvore… pelo que lele fez pela educação e os professores no Paraná …
    Veja joga tucano ao mar: “Beto Richa faz governo medíocre e respira por aparelhos”

    Do Escrevinhador
    “O homem que tinha tudo para ser uma espécie de menino prodígio da política no ninho do PSDB hoje faz um governo medíocre e que respira por aparelhos. É um tucano que levou a carreira política para a UTI”
    Esse é o texto de apresentação do quadro Salto Agulha, apresentado por Joice Hasselmann, da TV Veja, que tem como personagem o governador do Paraná Beto Richa.
    Veja aponta uma séria de erros do governo tucano, que levou o Paraná ao caos, e decreta a morte política do governador.
    Vale a pena ver o vídeo:lá no Escrevinhador”

  186. Patriarca da Paciência said

    Eis o link. A loura da “óia” simplesmeente detona, esculhamba, escracha o Beto Hitler:

    Entre outras coisas diz que Beto Richa tem 94,5% de rejeição em sua cidade natal !

    Deve ser um record mundial !

    http://www.revistaforum.com.br/rodrigovianna/geral/veja-joga-tucano-ao-mar-beto-richa-faz-governo-mediocre-e-respira-por-aparelhos/

  187. Patriarca da Paciência said

    Daniel Quoist

    (…)

    “Quanto ao Ronaldo Caiado e sua celebrada estultice e agora luminosa iniciativa de convocar Pepe Mujica a depor, temos algumas outras ideias igualmente geniais de pessoas que precisam ser imediatamente convocadas para depor:

    1. Convocar o contraventor Carlinhos Cachoeira para tirar a limpo essa história de que tenha lhe ajudado em campanhas eleitorais passadas

    2. Convocar Demóstenes Torres para apresentar diante do Senado e da imprensa em geral as provas que diz ter contra ele e sua indissociável honorabilidade

    3. Convocar Aécio Neves para explicar diversos assuntos nebulosos: o aeroporto de Claudio, o uso de aeronaves do governo de Minas Gerais em período em que já não era mais governador daquele Estado e mais seus planos para a realização de um terceiro turno que possa desalojar Dilma Rousseff do Palácio do Planalto

    4. Convocar Fernando Gouveia, responsável pelo blog O Implicante, especializado em falar mal do PT e da presidenta Dilma, para explicar e mostrar as notas fiscais atestando que ganhou R$ 70 mil por mês do governo de São Paulo, desde outubro do ano passado até hoje para fazer o trabalho sujo que os tucanos consideram ser prática exclusiva do Partido dos Trabalhadores

    5. Convocar o ex-diretor da área de informática da Câmara dos Deputados Luiz Antônio Souza da Eira para provar que os requerimentos que comprometem Eduardo Cunha na operação Lava Jato são de autoria do todo poderoso presidente da Câmara Federal

    6. Convocar o ex-senador Zezé Perrela para passar a limpo toda essa história que envolveu helicóptero de sua propriedade e carga de meia tonelada de cocaína em meados de 2014

    7. Convocar o primeiro vice-presidente do PSDB-RJ e ex-tesoureiro de José Serra e FHC Marcio Fortes para explicar porque mantinha contas sigilosas no HSBC da Suíça entre 2006 e 2007

    8. Convocar os deputados Alberto Fraga, Roberto Freire e Jandira Feghali para darem suas versões sobre cenas explicitas de machismo e violência contra a mulher durante recente sessão da Câmara dos Deputados que votou medidas do Ajuste Fiscal de Joaquim Levy

    9. Convocar o ex-presidente do Conselho Nacional de Justiça Gilson Dipp para explicar porque considera “imprestáveis” as delações premiadas do doleiro Alberto Yousseff no âmbito da operação do juiz Sérgio Moro

    10. Convocar o ativista dublé de filósofo-mirim Kim Kataguiri para explicar porque enviou ao Diário do Centro do Mundo uma selfie de seu derrière em resposta a perguntas sobre sua marcha sobre Brasília a acontecer em poucas semanas

    11. Convocar o comentarista Carlos Alberto Sardenberg a explicar porque considera que Lula andou fazendo lobby em favor de empresas brasileiras no exterior

    12. Convocar o blogueiro Rodrigo Grassi, também conhecido como Rodrigo Pilha, para explicar o que fez com o senador Aloysio Nunes para que este, há exatamente um ano (7/5/2014) o chamasse de ‘filho da puta’ nos corredores do Senado

    13. Convocar o ex-ministro Cid Gomes para dar os nomes dos cerca de 400 achacadores que segundo diz proliferam na Câmara dos Deputados

    14. Convocar a bancada do Democratas que recentemente traiu o partido votando pela aprovação do Ajuste Fiscal de Joaquim Levy

    15. Convocar o ex-presidente do PSB Roberto Amaral para analisar a decadência de seu ex-partido PSB que tomou o atalho da direita no espectro político nacional

    16. Convocar a cunhada do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, Marice Correa de Lima para explicar de uma vez por todas se era ela ou sua irmã que foi flagrada nas câmaras de vigilância do Banco Itaú, suspeita de integrar o esquema da operação Lava Jato do juiz Sérgio Moro

    17. Convocar o ex-funcionário da Petrobras Nestor Cerveró para explicar os reais motivos porque se encontra preso em carceragem no Paraná a mando do juiz Sérgio Moro e por mais de cinco meses

    18. Convocar o juiz Sérgio Moro a colocar em pratos limpos suas decisões no âmbito da operação Lava Jato que cerceiam a liberdade e o levam a investigar tão somente pessoas que sejam ligadas de forma direta ou indireta ao Partido dos Trabalhadores

    19. Convocar o empresário Ricardo Semler a explicar melhor sua teoria dando conta que a corrupção no Brasil é bem anterior ao ano de 2003

    E, então, o que acharam? Recomendam outras convocações?

    20. Convocar o ex-presidente Lula para explicar porque considera lixo as revistas semanais Veja e Época”

  188. DAISE 2.0 said

    ESQUIZOFRENIA PETISTA

    O que é Esquizofrenia?
    A esquizofrenia é um transtorno mental complexo que dificulta na distinção entre as experiências reais e imaginárias, interfere no pensamento lógico, nas respostas emocionais normais e comportamento esperado em situações sociais.

    Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, a esquizofrenia não é um distúrbio de múltiplas personalidades. É uma doença crônica, complexa e que exige tratamento por toda a vida.

    —————

    Fedorento…se interne no SUS antes que seja tarde !
    Antes tarde que mais tarde ainda. rsrsrs
    esquizofrenia petista + burrice mata!

    Veja o caso da Dilma!

  189. Pax said

    pode até fazer sentido, mas com esse governo…

    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2015/05/1627754-megaferrovia-que-liga-oceanos-entra-no-plano-de-dilma.shtml

    se for listar tudo que prometeu, gastou e não fez, a coisa chega a ficar vergonhosa

    e a conta, depois, cai nas costas do povo de um país que simplesmente travou — geral.

    mas o tal “mercado” parece gostar

    juros altos, carestia, bancos lucrando como nunca, desemprego

    o tal “mercado” gosta de umas coisas engraçadas

  190. Pax said

    Gaspari é sempre uma boa leitura

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/eliogaspari/2015/05/1627008-a-carta-do-eu-nao-sabia-saiu-do-baralho.shtml

  191. Patriarca da Paciência said

  192. Pedro said

    #189

    Pois é, realmente é uma velha e boa ideia.
    Só espero que não use a mesma tecnologia do trem bala….(invisível).

  193. Elias said

    OLHAÍ, Patriarca.

    Do noticiário da ADVFN:

    =============================
    “No final da tarde da última sexta-feira, após o fechamento do mercado, Petrobras (PETR4) enviou comunicado ao mercado informando que entrou como coautora do Ministério Público Federal nas ações de improbidade administrativa contra as empreiteiras e os executivos apontados como responsáveis por irregularidades no âmbito da Operação Lava Jato. A companhia pretende levantar R$ 1,278 bilhão em cinco ações contra as empresas Engevix, Mendes Júnior, Camargo Corrêa, OAS e Galvão Engenharia. Segundo a Petrobras, essas ações se somam a um conjunto de medidas que estão sendo adotadas para garantir o ressarcimento integral dos prejuízos sofridos, inclusive os relacionados à sua reputação.”
    ==============================

    Aí está uma das coisas que eu disse e repisei, ao longo de pelo menos uns 10 comentários.

    A Petrobras deveria pelo menos tentar se ressarcir do que lhe foi roubado.

    Apenas acho que ela deveria ter feito isso ANTES de fechar o balanço. Além disso:

    1 – o valor pretendido como ressarcimento não pode ser menor que R$ 6,2 bilhões, já que esse é o valor que a empresa alega ter perdido com a roubalheira;

    2 – o valor que ela obtiver como ressarcimento tem que ser totalmente repassado aos acionistas, já que estes bancaram o prejuízo de R$ 6,2 bilhões que a empresa reconheceu ter sido surrupiado pelas ratazanas.

    Esse repasse só poderia ser evitado se a Petrobras houvesse lançado o valor da roubalheira no Ativo Não Circulante, a títulos de “Perdas a Ressarcir” (o que seria possível se a empresa houvesse aberto as ações de regresso ANTES do fechamento do balanço de 2014). Neste caso, os R$ 6,2 bilhões não teriam sido reduzidos do lucro operacional que a empresa de fato produziu em 2014, ou seja, não teriam sido sacados — como de fato foram — dos bolsos dos acionistas. Se isso houvesse ocorrido, o repasse do ressarcimento aos acionistas não seria necessário.

  194. Elias said

    O que essa Lava Jato pode dar de processos calúnia, injúria e difamação, não tá no gibi…

  195. Elias said

    “É óbvio que o corte de gastos públicos e o cuidado para não aumentar os impostos não é recessivo.” (Guatambu)

    Lá vem o besteirol de sempre…

    Depende, rapaz… Depende.

    Depende do quê? Depende de que gasto público tu estás falando, e da participação do dito cujo na formação do PIB.

    PONTO 1: Gasto público em CUSTEIO é uma coisa. Gasto público em INVESTIMENTO é outra, completamente diferente. Gasto público em INVERSÃO FINANCEIRA, mais outra.

    Se tu és formado em administração, contábeis ou economia, e não te ensinaram isso na universidade, processa teu curso por vigarice.

    PONTO 2: Nos países em que o INVESTIMENTO PÚBLICO pesa muito na formação do PIB, trata-se de questão de rasa lógica concluir que, se há corte nesse investimento, é ÓBVIO (do tipo que o Nelson Rodrigues chamava de “ululante”) que isso afetará o comportamento do PIB.

    Advinha em qual hipótese se encontram Inglaterra, EUA, Japão…

    Depois, advinha em que hipótese se enquadram Brasil, China, Suécia…

    É óbvio que não dá pra somar banana com tucumã…

  196. Elias said

    O Estado mexicano está se desmantelando.

    Taí, Guatambu! Vai ver que seguiram teu conselho…

    Vai pra lá, vai…

  197. Elias said

    Outra da ADVFN:

    ==========================
    “A agência de classificação de risco Moody s rebaixou em um nível a nota de crédito dos bancos Bradesco (BBDC4) e Itaú Unibanco (ITUB4). A agência esclareceu que os cortes não representam uma mudança no nível do risco das duas instituições, revelando apenas uma mudança em sua metodologia de avaliação de bancos. Segundo a Moody s, a nova metodologia leva em conta novas percepções após a crise de 2008 e as consequentes mudanças no setor bancário e sua regulação.”
    ==========================

    Aí já entra o pessoal que não concorda com o Guatambu.

    Começou com os EUA. Mais regulação para o setor bancário. Chegar aqui, na casa da Noca, poderia ser só uma questão de tempo… Ou não!

    Afinal, aqui as coisas tardam, mas, em compensação, também falham…

  198. Elias said

    “2. Sobre a Petrobras: havia um claro conflito entre as vontades dos minoritários (que tem apenas 1 cadeira no conselho), e os majoritários (que tem 7 cadeiras + o presidente do conselho, e que no caso era o Mantega). (Guatambu)

    Ihhh!

    Se a proposta de lançar o prejuízo no balanço foi vencedora no CA, é porque ela NÃO FOI a proposta minoritária.

    E também estás errado quanto à composição do Conselho de Administração da Petrobras.

    O sócio majoritário tem 7 conselheiros, INCLUINDO o presidente do CA e o presidente da empresa. Além destes, há: 1 representante dos sócios preferencialistas, 1 representante dos sócios minoritários e 1 representante dos empregados.

    No caso em questão, o CA da Petrobras rachou. A Graça Foster, p.ex., eleita pelo sócio majoritário, estava apoiando a proposta vencedora, de incorporação do prejuízo contábil ao balanço.

    Na verdade, segundo a FSP (que teve acesso à gravação da reunião), a proposta de Mantega tinha 4 votos: o dele próprio, o do Luciano Coutinho (BNDES), o da Míriam Belchior (ex-Ministra do Planejamento), e o do Sérgio Quintela (professor da FGV).

    Na tua cabeça, ter 4 votos, num universo de 10, faz maioria?

    Mesmo?

    Ihhhh!

  199. Elias said

    “Mas vc está só comprovando tudo o que eu disse: a Dilma & cia está andando na contramão do que o seu partido prega.” (Guatambu)

    Não, Guata!

    Eu contestei — com argumentos que tu não refutaste — praticamente tudo o que tu disseste a respeito de taxa real de juro, composição do Conselho de Administração da Petrobras, os termos em que se deu a decisão de apropriar, no balanço de 2014, o prejuízo contábil decorrente da petrorroubalheira e da reavaliação de ativos, etc., etc., etc…

    Agora, não apoio, nunca apoiei e jamais apoiarei qualquer governo cuja política econômica esteja baseada na estratégia direitopata monetarista, que mergulhe o país na recessão, como está fazendo a dupla Dilma/Levy.

    Penso assim desde que vi o Brasil quase quebrar nas mãos da dupla Octávio Gouveia de Bulhões/Roberto Campos. Eu era um garoto, mas vi, com meus próprios olhos, um monte de empresas — principalmente pequenas — quebrando a cada semana. As famílias de dezenas de amigos meus foram atiradas à miséria, e por aí afora.

    Desde então, devoto um ódio imorredouro a todo e qualquer filho-de-puta-com-rato-de-esgoto que administre o país com base em fantasias monetaristas e com rabo preso aos parasitas do mercado de capitais.

    Repito: assim como passar fome não faz bem à saúde, trabalhar menos, produzir menos, empregar menos, vender menos e lucrar menos não faz bem a nenhum povo nem a nenhum país…

  200. Guatambu said

    Elias,

    1. Se tu preferes: custo de administação pública. Já dizia o outro: custo é igual unha, tem que ficar cortando o tempo inteiro. Por algum motivo, os Estados são extremamente incompetentes para cortar custos de administração pública. Para onde quer que se olhe, se observa o ímpeto de aumento de impostos para inflar a administração pública, e não os investimentos.

    2. Sabe a Dilma, que é uma esquerda que não é esquerda? O raciocínio sobre do galã de novela mexicano Peña Nieto é igual: um cara de direita que não é de direita: esse aí é do bolso dele.

    Resumindo, não é válido como ponto de comaração, o México.

    3. Ué… se eu entendi bem, o Guido Mantega conseguiu segurar a decisão de apresentar o balanço, certo? Como é que ele fez isso sendo minoria?

    4. A Dilma/Levy estão fazendo isso por que? Decerto não foi porque o Lula andou acertando na gestão anterior…

  201. Patriarca da Paciência said

    ” A companhia pretende levantar R$ 1,278 bilhão em cinco ações contra as empresas Engevix, Mendes Júnior, Camargo Corrêa, OAS e Galvão Engenharia. Segundo a Petrobras, essas ações se somam a um conjunto de medidas que estão sendo adotadas para garantir o ressarcimento integral dos prejuízos sofridos, inclusive os relacionados à sua reputação.” (Do noticiário da ADVFN citado pelo Elias)

    Elias,

    eu acredito que seja bem possível que a Petrobrás consiga levantar .R$ 1,278 bilhão. 6 bilhões e 200 milhões, acho muito difícil que consiga.

    Os tais 157 milhões do Moro tem valor apenas simbólico, visto que a Petrobrás tem 69 bilhões em caixa e o valor ressarcido não representa 0,25% deste saldo.

    É claro que a empresa deve evitar qualquer falcatrua e qualquer corrupto deve ser punido, mas o futuro da Petrobrás está nas suas grandes reservas, principalmente com o Pré-sal ao custo de U$ 9,00 o barril, o que torna a extração não só viável como altamente lucrativa e que tende a triplicar.

    Só com o Pré-sal, numa conta grosseira, 700 mil barris dia, a U$ 60,00 (preço de hoje) custo de U$ 9,00 .

    Renda Bruta Mensal: 1 bilhão e duzentos e sessenta milhões de dólares.

    Custo: aproximadamente 190 milhões de dólares.

    Sobra mais de um bilhão de dólares para despesas administrativas, despesas financeiras, impostos e taxas e provisões diversas.

    É quase impossível não dar lucro !

  202. Patriarca da Paciência said

    Nota à imprensa
    12/05/2015 16:35 | Diogo
    É inaceitável que uma grande democracia como o Brasil, com 200 milhões de habitantes, uma das maiores economias do mundo, seja transformada em refém de um criminoso notório e reincidente, de um réu que negocia depoimentos – e garante para si um percentual na recuperação do dinheiro que ajudou a roubar.

    É inacreditável que um bandido com oito condenações, que já enganou a Justiça num acordo anterior de delação premiada, tenha palco para atacar e caluniar, sem nenhuma prova, algumas das principais lideranças políticas do país, legitimadas democraticamente pelo voto popular. Que se dê crédito a criminosos para apontar quem é e quem não é honesto neste País.

    É uma pena que parte da imprensa brasileira venha tratando bandidos como heróis, quando tais pessoas se prestam a acusar, sem provas, os alvos escolhidos pela oposição; quando se prestam a difamar lideranças que a oposição não conseguiu derrotar nas urnas e teme enfrentar no futuro.

    O Brasil merece ser tratado com mais responsabilidade e seriedade.

    Assessoria de Imprensa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

    São Paulo, 12 de maio de 2005
    (Instituto Lula)

  203. DAISE 2.0 said

    Fedorento é previsível. Só fala e repete bobagens todo dia!

    (e ainda a Odebrecht aindfa não entrou na “dança”).

    Invariavelmente e todo dia se repete:..

    chupa os pequenos mirtilos de lula…rsrsrs

  204. Patriarca da Paciência said

    Mula Sem Cabeça Cu,

    O Rodrigo Constantino foi para Miami e disse que está adorando lá. Provavelmente ele gosta de ficar de quatro para gringos, igual a você. O Constantino já foi, vai para lá também, vai, Você não gosta do Brasil mesmo, Por que que você voltou ? Lá você será muito mais feliz !

  205. Patriarca da Paciência said

  206. Pax said

    novo post… bom dia a todos, em especial para quem produz, gera empregos e renda e sofre com esses governos de quinta categoria, de todos os âmbitos, de BSB ao município, sem esquecer que a pátria educadora corta verbas de educação e alguns governadores tucanos adoram surrar professores…

  207. Elias said

    ADVFN:
    ===========================
    “A aérea Gol (GOLL4) registrou prejuízo de R$ 672,7 milhões no primeiro trimestre de 2015, um crescimento de 599,7% em comparação com o prejuízo de R$ 96,1 milhões contabilizado no ano passado. No trimestre, a taxa de câmbio do dólar foi 41,8% maior na comparação anual. A variação cambial trouxe um impacto negativo no balanço de R$ 774,1 milhões (sem feito caixa imediato). Desconsiderando o impacto da desvalorização cambial, o resultado da companhia seria positivo em cerca de R$ 100 milhões no período. No relatório, a administração afirma que o cenário atual de alta volatilidade cambial e baixa atividade econômica intensifica o gerenciamento de custos e a busca por novas fontes de receita. Com o forte prejuízo e perspectiva negativa, a companhia afirma que avalia oportunidades para uma eventual capitalização. ”
    ===========================

    Se fosse a Petrobras, não seria variação cambial num país de “câmbio flutuante”. Seria má gestão, etc., etc.

  208. Elias said

    “3. Ué… se eu entendi bem, o Guido Mantega conseguiu segurar a decisão de apresentar o balanço, certo? Como é que ele fez isso sendo minoria?” (Guatambu)

    Entender bem?

    Definitivamente, isso não se aplica a ti, Guatambu.

    Tu NUNCA entendes bem…

    O Guido Mantega JAMAIS “conseguiu segurar a decisão de apresentar o balanço”, Guatambu.

    Aliás, o Mantega JAMAIS tentou segurar a decisão de apresentar o balanço.

    O que ele tentou fazer foi impedir a inclusão, no balanço de 2014, do prejuízo contábil estimado inicialmente em R$ 80 bilhões, por entender que nem a Petrobras nem ninguém tinha certeza de que esse valor havia sido apurado corretamente.

    E tanto ele tinha razão, que o prejuízo contábil afinal admitido pela empresa acabou sendo de R$ 50 bilhões, e não R$ 80 bilhões.

    Além do mais, essa polêmica aconteceu em um único dia, numa única sessão do Conselho de Administração, como pode ser facilmente percebido por qualquer pessoa que saiba ler.

    A polêmica não era se publicava ou não o balanço. A polêmica era se publicava o balanço com ou sem a apropriação contábil do prejuízo não financeiro.

    Quando acabou a reunião, a decisão havia sido tomada pela maioria dos membros do Conselho de Administração: publicar o balanço COM a apropriação contábil da estimativa do prejuízo não financeiro.

    Mantega não “segurou” a apresentação do balanço, portanto. Nem mesmo “segurou” a apropriação contábil do prejuízo não financeiro.

    O que o Mantega conseguiu segurar, foi a apropriação do “chute” de R$ 80 bilhões.

    E, o que os fatos demonstram à fartura — mas só pra quem sabe ler… — é que a Petrobras realmente não tinha segurança quanto aos R$ 80 bilhões. Tanto que ficou em R$ 50 bilhões.

    Uma diferença nada desprezível de R$ 30 bilhões. R$ 30 bilhões! Nada menos que 37,5% dos pretensos R$ 80 bi, e 60% dos R$ 50 bi por fim admitidos!

    É preciso não saber ler, ou estar empanturrado de simplificação barata de ideologia pra não perceber isso…

  209. Elias said

    Patriarca,

    I
    Se a Petrobras afirma que foram roubados da empresa R$ 6,2 bilhões, ela TEM que promover a ação de regresso de R$ 6,2 bilhões.

    Se isso vai ser difícil ou fácil, se ela vai conseguir ou não, é outra história.

    O que ela não pode, é deixar de promover a ação de regresso daquilo que ela afirma que foi roubado.

    O que pode acontecer é que os R$ 6,2 bilhões tenham sido “chutados”.

    “Chutados” por quem? Por quem está conduzindo a investigação da Lava Jato.

    Venhamos e convenhamos, Patriarca: só não percebe quem é cego, daquele pior tipo… Do que faz questão de não ver.

    A Petrobras simplesmente assumiu o valor que foi estimado pela investigação da Lava Jato. E essa investigação está sendo conduzida com propósitos políticos mais do que identificáveis, né?

    Foi daí que vieram os famigerados 3%. Essa taxa não saiu de uma apuração criteriosa realizada pela empresa. A Petrobras foi buscar esse número lá fora. Simplesmente partiu do princípio de que a operação Lava Jato está totalmente correta (quando não há a mínima evidência de que esteja…).

    Por que a oposição não chiou com o chutaço da Petrobras? Porque, se fizer isso, estará chutando no saco da operação Lava Jato, e boa parte das fichas políticas da oposição está casada nisso, né não Patriarca?

    É política, Patriarca! Política! Só isso…

    Foi com isso que a Petrobras jogou. Usou o jogo da oposição a favor da empresa, o que impediu a oposição de jogar…

    O “mercado”, que trabalha com expectativas (ou seja, especulação), e não com resultados concretos, agradece penhorado, até porque sabe que o valor de mercado da empresa está muito abaixo do valor patrimonial, e isso significa a oportunidade de ganhar muita grana (como de fato está ocorrendo). Basta colocar panos quentes nessa confusão toda. Foi o que a Petrobras fez. Botou panos quentes…

    II
    O que aconteceria se a Petrobras promovesse uma ação de regresso de R$ 6,2 bilhões?

    Antes de mais nada, seria necessário PROVAR que foram roubados R$ 6,2 bilhões da empresa, certo?

    E se não for possível provar isso tudo?

    Se não for possível provar, Patriarca, boa parte da investigação da Lava Jato estaria comprometida.

    Mais importante: o valor do prejuízo contábil apurado a maior teria que ser reposto ao Ativo Permanente e ao rédito da empresa. Ou seja, o confisco no bolso do acionista seria menor.

    Cá com meus botões, considero absolutamente impróprio e desonesto que, tendo declarado que foi roubada em R$ 6,2 bilhões, a empresa promova judicialmente o regresso de apenas pouco mais que R$ 1 bilhão.

  210. Patriarca da Paciência said

    Elias,

    acho que você está absolutamente certo. Mas considerando toda a situação política atual, o fato mais que concreto que a nossa mídia é um partido ideológico que ainda consegue manipular boa parte da população, também que é totalmente impossível e, mesmo nem é desejável, “calar a boco da povo”, considero que foi a melhor saída para a Petrobrás. Primeiro porque é permitido legalmente. Segundo porque reforçou o caixa da empresa, ao não pagar dividendos e imposto de renda. Terceiro porque o tal “mercado” não aceitaria outra solução.

    Eu acredito que a Petrobrás moverá processos para recuperar tudo que for efetivamente comprovado que houve fraude, o que não chega nem perto dos tais 6,2 bilhões. Ao fim de todos os processos, a tal “reserva” terá que ser revertida ao patrimônio líquido da empresa.

    E também acredito que muito em breve o valor das ações estará equiparado ao valor patrimonial da empresa, os lucros aparecerão e os acionistas começão a receber bons dividendos.

    Os abutres perderam mesmo !

  211. Patriarca da Paciência said

    Correção:

    E também acredito que muito em breve o valor das ações estará equiparado ao valor patrimonial da empresa, os lucros aparecerão e os acionistas começarão a receber bons dividendos.

    Os abutres perderam mesmo !

  212. Elias said

    Patriarca,
    É aí que discordamos!

    Abrir as pernas por causa da mídia não é, nunca foi e nunca será bom pra uma gestão petista.

    Não será por isso que a mídia vai tratar o PT de maneira mais honesta, minimamente imparcial. Nada disso! Vai continuar tudo a lesma lerda…

    Já o “mercado” aceitaria facilmente — e até alegremente — um prejuízo substancialmente menor, que houvesse sido apurado de modo criterioso.

    Tanto que o “mercado” engoliu, sem mastigar, a redução do prejuízo não financeiro de R$ 80 bilhões para R$ 50 bilhões, sem nenhuma explicação para isso. Num dia eram 80, no outro, 50, assim… Do nada!

    Qual é a do “mercado”?

    Ora, o “mercado” sabe que se trata de prejuízo meramente contábil, não financeiro, que não afeta verdadeiramente o desempenho efetivo da empresa em 2014 (tanto que a Petrobras fechou o ano com um EBITDA lá no alto…). O que esse treco poderia produzir, em termos de prejuízo para a empresa, já produziu, na época em que aconteceu.

    Além do mais, o “mercado” também sabe que o valor de mercado da empresa estava subavaliado (por apenas 41% do valor patrimonial). Sendo a empresa quem é, tava na cara que o valor de mercado só poderia subir, como de fato subiu.

    Passada a eleição presidencial, o “mercado” começou a descontar a expectativa negativa industriada apenas para fins eleitorais. O resultado foi a progressiva recuperação ao longo dos primeiros meses de 2015, antes mesmo da publicação do balanço. Após a publicação, houve, apenas, a reafirmação da tendência.

  213. Elias said

    Patriarca,

    Acho que tão cedo o valor de mercado da Petrobras não se equipara ao valor patrimonial. De nenhuma petroleira, aliás…

    Sabes o que eu li ontem à noite? “O fim do Brasil”.

    O cara passou longe…

    Interessante é que ele publicou vários e-mails de supostos “assessorados” dele, agradecendo pela dica genial que receberam, de vender ações da Petrobras no fim do ano passado. Em um dos e-mails, o sujeito diz que não seguiu o conselho do Felipe, perdeu dinheiro, se arrependeu e pede ao guru que seja “mais enfático” ao formular essas inferências geniais.

    E o bicho doido, feito pinto na m…, a cada e-mail que ele divulgou, acrescentou um texto se autoelogiando…

    Se esses caras realmente existem, se ferraram ao seguir o conselho do desastrado vidente financeiro!

    Mas o sujeitinho não perde a pose…

    Continua escrevendo como se houvesse acertado todas as previsões…

    Napoleão de hospício!

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: