políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Romero Jucá exonerado

Posted by Pax em 24/05/2016

Romero Jucá será exonerado hoje, depois da divulgação de gravações de diálogos que manteve com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, sugerindo mudança no governo federal para estancar a sangria causada pela Operação Lava Jato.

O governo Temer parece colapsar em 10 dias. Sem Jucá e Eduardo Cunha as aprovações de medidas econômicas no Congresso ficarão complicadas.

Para quem as teve, a hora é de recolher maiores expectativas desse governo provisório.

Jucá será exonerado nesta terça-feira para reassumir mandato no Senado

Ivan Richard* – Repórter da Agência Brasil

Apesar de o ministro do Planejamento, Romero Jucá, anunciar que vai se licenciar da pasta para aguardar uma manifestação da Procuradoria-geral da República (PGR) sobre a conversa que teve com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, sobre a Operação Lava Jato, Jucá será exonerado do cargo para reassumir o mandato no Senado e a portaria com a exoneração será publicada nesta terça-feira (24).

Irritado, Jucá disse que pretende voltar ao Senado para fazer “o enfrentamento” e evitar “babaquices” e manipulações da oposição, como o PT. “Sou o presidente do PMDB, sou um dos construtores desse novo governo e não quero, de forma nenhuma, deixar que qualquer manipulação mal intencionada possa comprometer o governo. Portanto, enquanto o Ministério Público não se manifestar, aguardo fora do ministério o posicionamento. Se ele se manifestar que não há crime, que é o que acho, caberá ao presidente Michel Temer me reconvidar ou não”, disse Jucá.

Jucá avaliou que seu afastamento do ministério não vai prejudicar a aprovação da nova meta fiscal de R$ 170,5 bilhões. “A meta é uma meta de governo, que foi feita por mim e pelo ministro [da Fazenda, Henrique] Meirelles. É técnica, um dado de responsabilidade, e vamos aprovar a meta”.

Gravação

Romero Jucá voltou a negar que tenha cometido crime no diálogo que teve o ex-presidente da Transpetro. “A sangria é de um modo geral, sobre a questão política, econômica social. O governo estava sangrando, o país estava sangrando. Portanto, essa questão é geral, eu tenho dito isso em diversas entrevistas. Não se atenham a uma frase, se atenham ao contexto do que eu tenho dito em entrevistas nas páginas amarelas da Veja, na Isto é, na Época, na Folha de S.Paulo, no Roda Vida. Tenho debatido isso o tempo todo, não mudo um milímetro do que eu tenho dito”, argumentou Jucá.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, em conversa com Machado, Jucá sugere um “pacto” para tentar barrar a Operação Lava Jato. De acordo com o jornal, Machado afirma estar preocupado por acreditar que ele seria alvo do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, devido a relação dele com a cúpula do PMDB. Machado já foi citado por delatores da Lava Jato.

Em resposta a Machado, Jucá diz que a solução tem que ser política. “Você tem que ver com seu advogado como é que a gente pode ajudar. Tem que ser política, advogado não encontra [inaudível]. Se é político, como é a política? Tem que resolver essa p… Tem que mudar o governo pra poder estancar essa sangria”, disse Jucá, segundo a reportagem.

Anúncios

76 Respostas to “Romero Jucá exonerado”

  1. Pax said

    Delcídio do Amaral acabou preso num ato comparável, planejando fuga de um eventual delator da Lava Jato.

    Romero Jucá vai pelo mesmo caminho?

  2. Pax said

    1 – com certeza tem um componente estratégico aqui, ontem uma operação, hoje outra. É a Lava Jato dizendo pro povo da roubalheira: “não vai acabar porque o governo mudou”.

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/05/1774451-policia-federal-deflagra-30-fase-da-operacao-lava-jato.shtml

    2 – o tal Sérgio Machado, pelo farto noticiário mais enrolado que bombril, foi malaco e saiu gravando com seus, digamos, amiguinhos. O primeiro a cair foi Jucá. Tem noticiário dizendo que há gravações com Sarney e Renan. Tá ficando quente a frigideira. Será que os agentes da PF chegam nesses? Seria muito bom.

  3. Pax said

    Corroborando com o comentário acima:

    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2016/05/24/renan-e-sarney-temem-gravacoes-de-machado/

  4. Pedro said

    Espero que este processo todo seja realmente um marco divisório na politica nacional.

    Esta cacalhada é da era analógica. Vão aprender na marra que estamos na era digital.

    Hoje tudo pode ser acessado.

    Sempre fica um rastro. Basta vontade de investigar.

    E outra, hoje todos são gravados o tempo todo.

  5. Pax said

    Caro Pedro,

    Tem uma análise boa a ser feita.

    O (P)MDB era a oposição quando a ARENA era a situação. A ARENA nadava de braçadas. Obras e mais obras, Transamazônica, estradas, Ponte Rio Niteroi, hidrelétricas etc. O modelo é antigo, até bem antes disso.

    Aí o PMDB virou governo. A turma da teta se mudou. Sarney é um bom exemplo. Se estabeleceram no novo. O PMDB que era a esquerda virou o pilar do modelão.

    Aí o PSDB virou governo. Eram dissidentes do PMDB, uma turma que dizia ser contra o modelo. Mas precisava governar e sem o PMDB não dava. Lá foi o modelão e tomou conta. Foi-se o PSDB.

    Aí o PT virou poder. Ensaiou não se aliar com o PMDB, veio o Mensalão. Aí se rendeu, adotou o PMDB e lá veio o modelão se instalar de novo.

    Aí o Temer virou poder, o PMDB puro…

    Sarney, Renan, Jucá….

  6. Pedro said

    Pois é, acho que a tecnologia é fundamental pra quebrar este moto-contínuo aí.

    …………..

  7. Pax said

    Claro que é, Pedro, quanto mais tivermos meios de fiscalizar, descobrir, comunicar, desvendar, melhor fica.

    A ladroagem é clara. Se deixar ela solta o desvio já é certo.

    Controlando diminui um pouco.

    Tecnologia é fundamental.

  8. Elias said

    Ingenuidade pensar que a PF tem algum mérito nesse negócio do Jucá, o Breve.

    A gravação estava na PGR desde o ano passado. Antes, muito antes, do impeachment, portanto. O STF tb sabia de tudo.

    E tudo por iniciativa exclusiva do Machado, que apenas botou as barbas de molho.

    O vazamento agora (e apenas agora), tem outro propósito. Outra engenharia…

    Falando em propósito: a propósito, o material sobre Sarney e Renan, por sinal, muito mais pesado que o do Jucá, está na mesa do Teori… Que, agora, não tem mais desculpa pra enrolar por 6 meses, como fez em favor do Temer, contra o Eduardo Cunha (e, principalmente, contra a Dilma, né?), permitindo que o títere (Temer), se livrasse do titereiro (Cunha).

    …Por essas & outras, a fisionomia do golpe vai ficando a cada dia mais nítida…

    E o esquema do Aécio? O esquema do Aécio é barra pesada! Pouca gente tem peito de falar abertamente, porque a turma dele não deixa por menos. Mete fogo, mesmo! A coisa só vai ficar clara se o governo americano resolver botar a boca no trombone…

    Enquanto isso, ou até que isso ocorra, no Brasil, DEA vai continuar significando “Despesa do Exercício Anterior”, tipo de crime que a lei permite, desde que não seja cometido por petistas. Nessa longa estrada, é pau, é pedra, é pó… E haja pó!

    E grana. Muita grana! Mas dinheiro limpo! Bem lavado…

    Ou, como diz o Gilmar (que, pra início de conversa, já nasceu ganhando nome de grande goleiro), pegando todas: “Nada consta. Arquive-se.”

  9. Pax said

    Pelo noticiário,, Elias, a gravação foi de março ou abril desse ano.

    O esquema Aécio, as gravações de Renan, Sarney etc… não sei.

    Continuo muito curioso.

    DEA, governo americano etc. Aí já vai longe demais para o que sei ou mesmo suponho.

  10. Mona, a das antigas said

    Meninos, permitam-me reproduzir o post abaixo. Hilário. Pode ser encontrado em: http://www.marcusviniciusmotta.com/2016/05/e-se-o-juca-fosse-petista.html

    ” E se o Jucá fosse petista?
    Se Romero Jucá fosse petista e Dilma ainda fosse a “presidenta”, com a divulgação dos grampos indecentes hoje você não veria uma demissão em 12 horas, mas algo mais ou menos assim:

    – Jucá negaria peremptoriamente que que é a voz dele no grampo.

    – o instituto Lula e o PT sairiam em defesa do ministro perseguido por querer que pobre ande de avião.

    – A CUT, o MST e a UNE ameaçariam parar o país botando fogo em pneus, ao fundo das reportagens você ouviria o coro “Jucá, guerreiro do povo brasileiro”.

    – Os blogs sujos pagos pelo PT com dinheiro mais sujo ainda denunciariam um complô jurídico-midiático-coxinha-estadunidense para desestabilizar o país e impedir o pobre de ir para a faculdade.

    – Dilma declararia que confia no seu ministro porque balões de encher são cheios de ar, logo cavalos não nadam.

    – A Globo teria acesso a uma perícia confirmando que a voz era mesmo do Jucá.

    – O instituto Lula não emitiria nota, o PT emitiria nova nota convocando a militância para protestar na frente da Globo, da Veja e da creche dos filhos do Aécio.

    – Jucá diria que a voz é mesmo dele, mas que suas falas foram tiradas de contexto e quando disse que “precisaram parar o filho da puta do Moro e melar a lava-jato” ele na verdade dizia que precisavam comprar mais marshmallow para a festa do seu filho.

    – Os blogs sujos perguntariam onde estavam os arapongas criminosos da PF que grampearam o perseguido Jucá e não prenderam o dono do helicoca, os tucanos da privataria e nem impediram o David Luiz de ser zagueiro da seleção.

    – Dilma diria que não pode dizer se uma canoa é feita com 5 ou 6 paus, porque na verdade é o dono da canoa que decide isso e seu ministro é inocente.

    – A Veja teria acesso a documentos que provam que Jucá traficava diamantes dentro de crânios de fetos de mico-leão e que conspirava para explodir a cadeia da PF em Curitiba e levar todos os companheiros para um retiro em Varadero.

    – O instituto Lula lançaria nota dizendo que o ex-presidente nunca esteve pessoalmente com Jucá e que, se esteve, não lembra. O PT reafirmaria pela milésima vez que Jucá é vítima de perseguição política e que o pobre vai comer carne sim, ainda que a elite não queira.

    – Os blogs sujos e a militância imbecilizada na internet lançariam um tuitaço com a hashtag #DáCáJucáOMeu, Zé de Abreu faria um cuspaço virtual em defesa do amigo e iniciaria uma vaquinha para custear sua defesa, mas ele mesmo não depositaria um centavo.

    – Dilma avisaria que vai dizer uma coisa e que a coisa que ela tem pra dizer é que a coisa vai ficar muito séria, doa a quem doer, senão resolverem essa coisa do Jucá.

    – A Época encontraria um cemitério clandestino de esqueletos de propinas e esquemas fraudulentos no porão do sítio do Jucá.

    – O instituto Lula afirmaria que Lula não sabe de nada e não conhece Jucá. O PT abriria uma comissão de investigação e avisaria: se ele for mesmo culpado, ficará uma semana sem sobremesa.

    – Os blogs sujos fariam montagens toscas com fotos do juiz Moro, do Aécio e diriam que isso é tudo um esquema do FHC junto com o Serra e a Chevron para roubar o pré-sal numa mala e fazer a felicidade da casa grande mantendo a senzala no analfabetismo.

    – a militância do PT iria às ruas, picharia muros, incendiaria pneus, mas ninguém falaria do Jucá, porque todos pensariam que essa manifestação ainda era pela jornada de 5 horas semanais e salário mínimo de 10 mil.

    – Dilma seria vista pedalando no entorno do Alvorada com duas emas correndo atrás dela com cara de irritadas. Ao avistar os repórteres ela gritaria “olha aí o cachorro atrás”.

    – Um novo escândalo seria denunciado e o país esqueceria do Jucá, que continuaria homiziado no ministério.

    Mas como não estamos mais na era da mediocridade e o Jucá não é petista, ele não deu essa sorte.

    Agora pode seguir aí latindo que é golpe.”

  11. Chesterton said

    Aécio então deve ser um genio do mal…..

  12. Chesterton said

    10, hilarious!

  13. Pedro said

    Segundo Claudio Humberto, o tal Machado estava apavorado com a PF.

    “PÂNICO FEZ MACHADO BUSCAR ACORDO DE DELAÇÃO
    O ex-senador Sérgio Machado entrou em pânico e passou a tentar acordo de delação após os mandados de busca e apreensão em sua casa, em Fortaleza, no dia 15 de dezembro. A busca não repercutiu porque aquela fase da Lava Jato, a Operação Catilinárias, tinha alvo mais ilustre: ninguém menos que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, cuja residência oficial foi vasculhada pela Polícia Federal.”

  14. Pedro said

    Googlias, gostaria da sua opinião.

    Esta havendo uma polêmica grande aqui no estado.

    O MPC alega que, o governo do estado não está gastando os 25% em educação, e pediu intervenção federal no estado.

    O governo diz que está.

    A dúvida é a seguinte: O pagamento de professores aposentados pode ser considerado investimento em educação?

  15. Pedro said

    Aqui, o caso:

    http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2016/05/mpc-alega-que-sc-nao-aplica-25-da-arrecadacao-na-educacao-ha-15-anos.html

  16. Mona, a das antigas said

    KKKK, hilário é o que a turma petistóide anda dizendo… que Dilma caiu porque não aceitou o pacto engendrado pelo Jucá, para “delimitar” a lava jato. De morrer de rir.

  17. Chesterton said

  18. Chesterton said

    O golpe de Lula contra Dilma Rousseff

    Brasil 25.05.16 06:19
    Lula é o verdadeiro golpista.

    Tanto que foi conversar com Renan Calheiros sobre a melhor maneira de derrubar Dilma Rousseff:

    MACHADO – E ele está disposto a assumir o governo?

    RENAN – Eu defendi. [Ele] me perguntou, me chamou num canto. Eu acho que essa hipótese, eu disse a ele, tem que ser guardada, não pode falar nisso. Porque se houver um quadro de radicalização institucional, e ela [Dilma] resolva ficar para guerra…

    MACHADO – Ela não tem força, Renan.

    RENAN – Mas aí, nesse caso, ela tem que se ancorar nele. antagonista

  19. Chesterton said

    Ainda em sua primeira versão, a mesma que causou (justificado) escândalo em agosto do ano passado, o Orçamento federal previa deficit de R$ 30 bilhões, rapidamente transformado em superavit de R$ 24 bilhões, embora, é claro, apenas no papel. Tanto que a administração anterior já reconhecia que o número seria negativo e bem pior do que as primeiras estimativas, na casa de R$ 100 bilhões.

    Ainda assim, quem segue a questão fiscal de perto já havia manifestado sua descrença, apostando num buraco ainda maior, e valores na casa de R$ 150 bilhões não chegavam a escandalizar ninguém, uma triste ilustração de como nos adaptamos facilmente à miséria. Nesse sentido, o anúncio de um deficit de R$ 170 bilhões, equivalente a 2,7% do PIB, foi recebido por uma sociedade anestesiada.

    Não há dúvida de que o valor é horroroso e retrato do grau de deterioração das contas do governo nos últimos anos. Contudo, não chega a ser o pior desenvolvimento nessa frente: o que me deixa ainda mais horrorizado é o grau de incerteza que existe em torno dos números fiscais.

    Não bastassem as repetidas revisões de metas (fenômeno constante nos últimos anos), há ainda a possibilidade de perdas de montante desconhecido associadas a eventos tão distintos como a necessidade de capitalização da Petrobras, ou a incapacidade da Eletrobras em publicar seu balanço auditado segundo regras internacionais, ou ainda o montante de créditos de má qualidade nos bancos federais e seus impactos sobre as finanças públicas.

    É lamentável, mas aprendemos como um governo mal-intencionado e/ou incompetente na gestão fiscal pode causar um estrago sem precedentes. O quadro institucional, expresso em diplomas como a Lei de Responsabilidade Fiscal ou a Lei de Diretrizes Orçamentárias, foi simplesmente despedaçado no processo. Recuamos ao menos 20 anos em termos de instituições fiscais. Idealmente essas deveriam ser reconstruídas, mas não temos sequer certeza de que seremos capazes de tal tarefa.

    Sob essa ótica, as medidas anunciadas nesta terça (24) são, em sua maioria, uma manifestação de intenções corretas, mas, para falar a verdade, não muito mais que isso.

    Dessas, a antecipação de pagamentos por parte do BNDES para o Tesouro Nacional é a que deve produzir o maior impacto, R$ 100 bilhões. Da mesma forma, porém, que a concessão dos empréstimos não é despesa, sua amortização não é receita. Embora muito inferior ao tamanho da dívida (R$ 4 trilhões, ou 67% do PIB em março), o efeito equivale a algo como 1,7% do PIB e pode reduzir a conta de juros em algo como R$ 7 bilhões/ano.

    Já a fixação de um teto para as despesas do governo federal de acordo com a inflação antecipa uma queda destas relativamente ao PIB. No entanto, sem medidas mais claras no que se refere às vinculações e à adequação da Previdência, não é claro como o teto será cumprido. O diabo mora nos detalhes e resta, portanto, saber como, na emenda constitucional sobre o tema, o governo pretende lidar com essa questão.

    Segundo Alexandre Pombini, “a inflação em si jamais fugiu ao controle nesses 17 anos do regime de metas”. O grau de alienação dessa afirmação revela por que a inflação atingiu mais de 6% ao ano entre 2011 e 2014, 10,7% em 2015 e 9,6% nos últimos 12 meses, comparada a uma meta de 4,5%. Já vai tarde…

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/alexandreschwartsman/2016/05/1774750-a-morada-do-diabo.shtml

  20. Chesterton said

    http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/direto-ao-ponto/o-video-prova-que-lula-dilma-e-juca-jogam-no-mesmo-time-que-massacrou-a-petrobras-e-tenta-liquidar-a-lava-jato/?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+augustonunes+%28Augusto+Nunes%29

  21. Chesterton said

    Estrategista de araque

    O chefão diz que quem iludiu milhões de eleitores conseguirá tapear seis senadores
    Por: Augusto Nunes 25/05/2016 às 1:52

    “Dilma depende de mudar a cabeça de seis senadores. Não é uma missão impossível. Quem convenceu 54 milhões de brasileiros a votar nela, não vai ter dificuldade, se houver dedicação, de convencer seis senadores”. (Lula, na entrevista a jornalistas estrangeiros, sem explicar como vai tirar da cadeia o marqueteiro João Santana para fazer o que fez com o eleitorado na campanha de 2010 e tapear meia dúzia de senadores que acreditam em qualquer vigarice)

  22. Chesterton said

    http://www.oantagonista.com/posts/a-foragida-de-dilma

    A mulher do pitoresco senador Telmário Mota, um dos mais ardorosos defensores de Dilma Rousseff durante o impeachment, entregou-se à PF.

    Ela estava foragida havia seis dias, depois de ser condenada a sete anos e oito meses de prisão por envolvimento no escândalo dos Gafanhotos, que desviou 70 milhões de reais em convênios da União com estado de Roraima.

  23. Pax said

    Esse tal Sérgio Machado somado ao Delcídio do Amaral estão colocando a república de joelhos.

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/05/1774719-em-conversa-gravada-renan-defende-mudar-lei-da-delacao-premiada.shtml

    … Machado respondeu que “não escapa ninguém de nenhum partido”. “Do Congresso, se sobrar cinco ou seis, é muito. Governador, nenhum.”…

    Pois é,

    Teori homologou.

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/05/1774874-teori-homologa-delacao-de-sergio-machado-que-gravou-juca-e-renan.shtml

    Ou seja, um esquemão que vinha desde FHC (e antes, claro), continuou e parece que foi industrializado nos governos PT.

    Sobra quase nada.

    Como o X9 diz, do Congresso cinco ou seis.

    Se tanto.

  24. Chesterton said

    O PT pode nunca mais eleger um presidente da República. Enquanto, porém, o Brasil não enfrentar – e diminuir- o tamanho do Estado, outros governos petistas virão. Aí está o associado Michel Temer -escolhido a dedo por Lula- para não me deixar mentir.

    Vejamos Romero Jucá. Não é do PT, por certo. Mas, falseada aqui, disfarçada ali, não terá a mesma mentalidade, a mesma compreensão companheira do que seja a máquina pública -e, sobretudo, para o que serve, para quem?

    O Estado à disposição, a serviço. Há milhares de dilmas -e dilmos (sacrifico o texto, mas não desafio a leitura feminista)- à espera de uma chance. É como a dengue. No Brasil, tende-se à água parada e ao estatismo.

    A dengue é vocação nacional. O estatismo é vocação nacional. O petismo idem, muito anterior ao nascimento do PT, a durar para muito além de sua derrocada.

    Não falo de política, mas de cultura. A administração pública é péssima, obesa, ineficiente e corrupta -não há novidade nesse retrato, fotografia da represa monumental em que um partido como o dos Trabalhadores deita fartamente seus ovinhos.

    Um governo pode ser maior ou menor entrave ao desenvolvimento do país, mas nunca será solução. A tendência brasileira, no entanto, é a de combater os problemas causados pelo Estado pedindo mais Estado; a febre por meio da qual, a cada crise, entregamos a quem nos afana mais poder para nos afanar. Isso é doença. É também o paraíso cultural do petismo, milhões de poças em que se incuba o Aedes rousseff.

    Complementar e coerente, bem brasileira também é a pedalada segundo a qual a esquerda, uma vez no poder, deixa de ser esquerda. O pendor petista nacional manifesta-se sobretudo aí, nessa facilidade malandra e irresistível.

    Funciona assim: o partido chega à Presidência da República, abre o caixão que é seu programa, seu projeto, bota-o para rodar, toma o Estado e o alarga, molda, aparelha, sistematiza, enriquece aos seus e a si, investe em permanecer até ser o próprio Estado.

    Expõe, portanto, seu caráter, que é o caráter próprio da esquerda no poder, e então, ato contínuo, irrompe a narrativa influente -que se pode chamar de PSOL, o PT de ontem, o possível PT de amanhã, a dengue de sempre- de que aquilo seria traição às bandeiras históricas do socialismo. Lava-se a égua linda e eternamente assim, enquanto se busca a pureza da ideologia.

    Tem-se aí o Brasil, a sina, a doença: picado eternamente em berço esplêndido. Um país estatista e petista. Logo, um país de gerentes e profetas. O encontro entre a menor dos primeiros e o maior dos segundos resultou na malária por meio da qual, propagandeando haver avançado 50 anos, o Brasil terá regredido 20.

    Na República dos mosquitos, às vezes tocada pelos morcegos, não se defende outro interesse que não o patrimonialista. Não se pode privatizar a Petrobras, mas tudo tem dono -a propriedade defendida. Ou haverá outra forma de ler a disputa grampeada para saber quem, entre golpistas e golpistas, melhor consegue obstruir a Justiça?

    Natural, pois, que a natimorta anexação do Ministério da Cultura ao da Educação tenha merecido tal relevo, tamanha grita. Nunca duvidei do recuo. É tudo muito simbólico, de rara clareza -procure saber: nada tem mais posse no Brasil do que a cultura.

    Este é um país de profetas, gerentes, artistas -e sacaneados. Pois golpe mesmo é que o trabalhador, reserva de poder progressista, estimulado ao consumo enlouquecido, e que anteontem parcelara em 70 vezes a TV de última geração (para não ver filme nacional), hoje não tenha dinheiro para carne de segunda.

    Este país é imensidão de água parada. E eles sempre voltam. Nunca se foram. Os mosquitos.

    CARLOS ANDREAZZA, 36, é editor-executivo da Editora Record

    http://m.folha.uol.com.br/opiniao/2016/05/1774710-a-republica-dos-mosquitos.shtml?mobile

  25. Chesterton said

    SÃO PAULO – Para os petistas, a gravação estrelada por Romero Jucá revela que o impeachment de Dilma Rousseff não passou de um golpe de Estado com o objetivo de pôr um fim à Operação Lava Jato. O propósito escuso se somou à fraude para derrubar um governo popular e salvar os verdadeiros bandidos da cadeia, segue o raciocínio.

    Obviamente, numa democracia, cada um é livre para compreender o mundo como preferir. Há quem acredite que a mulher foi criada a partir da costela de um macho e que a Lua é feita de queijo. Não se pode proibir ninguém de pensar assim nem de ensinar essas ideias a quem queira ouvi-las. Só o que se pode fazer é tentar mostrar que as narrativas mais fantasiosas não se ajustam bem ao que normalmente aceitamos como fatos.

    Minha interpretação do “affaire” Jucá é um pouco diferente. Não é preciso ser capaz de ler mentes para saber que políticos, em especial os mencionados em delações premiadas, não estão muito felizes com as investigações e, se pudessem, as sobrestariam. Isso vale para Jucá e boa parte do governo Temer, é claro, mas também para petistas, que em diversas ocasiões não apenas imprecaram contra a Lava Jato, mas trabalharam para atravancá-la. O que nunca fez sentido foi acreditar que a maioria dos parlamentares tirou Dilma pensando em promover a ética.

    Avançando um pouco mais, acho que a queda do ministro não só não contribui para sustentar a versão de que o impeachment foi golpe como esvazia um dos pontos-chave da narrativa petista, que é o de que o partido seria vítima de um sistema parcial, que centra seu fogo sobre membros da legenda, deixando políticos de outros grupos em paz. O fato de Jucá ter sido apeado seguindo um roteiro de gravações vazadas muito parecido com o que abateu petistas sugere que a Lava Jato não se pauta tanto por partidos, mas mira em quem está no poder. Os próximos capítulos deverão corroborar essa tese.

    helio@uol.com.br

  26. Chesterton said

    http://m.folha.uol.com.br/colunas/helioschwartsman/2016/05/1774706-lua-de-queijo.shtml?mobile

  27. Pax said

    André Vallias – das minhas relações virtuais (não o conheço pessoalmente)

    acho gozado a turma indignada
    com o desmando agora da casta
    que já mandava e desmandava
    no desgoverno da afastada
    — outrora não diziam nada

  28. Chesterton said

    PQP, 33 traficantes estupram a cliente e a culpa é de quem? Certamente da Igreja Católica…

  29. Chesterton said

    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2016/05/28/audios-provam-o-golpe-do-pt-contra-o-erario/

    Os historiadores fascinarão os brasileiros do futuro quando puderem se pronunciar sobre os dias atuais sem se preocupar em saber o que vai sobrar depois que a turma da Odebrecht começar a suar o dedo. O relato sobre o apocalipse do PT no poder encontrará a exatidão no exagero. Buscará paralelos na dramaturgia grega ao relatar como o petismo saiu da História para cair na vida.

    No início desta semana, o PT imaginou que poderia reescrever a história a partir da gravação de uma conversa em que Romero Jucá insinua para Sérgio Machado que a queda de Dilma e a ascensão de Temer poderia resultar num “pacto” para “estancar a sangria” da Lava Jato. Está confirmado o golpe, alardearam Dilma e os petistas.

    Passaram-se os dias. Sobrevieram as gravações dos diálogos que Machado travou com Renan Calheiros e José Sarney. Veio à luz a delação do ex-deputado Pedro Corrêa, do PP. Antes que pudesse comemorar uma mudança dos ventos, o PT viu-se enredado num redemoinho que o devolveu rapidamente à defensiva.

    Numa das conversas colecionadas por Machado, Sarney declarou que a própria Dilma pediu dinheiro à Odebrecht para nutrir a caixa registradora de sua campanha e remunerar o marqueteiro João Santana. Previu que madame será abatida numa confissão da turma da empreiteira, “metralhadora ponto 100”.

    Em sua delação, Corrêa iluminou o submundo em que Lula se meteu para comprar apoio congressual com dinheiro roubado da Petrobras. Estilhaçou a retórica do “eu não sabia” ao relatar reuniões em que o morubixaba do PT apartou brigas dos aliados por dinheiro ilegal e ordenou a nomeação de diretores larápios para a estatal petroleira.

    Quando puder relatar à posteridade tudo o que sucedeu, a História descreverá uma fantástica sequência de fatos extraordinários acontecidos com pessoas ordinárias —em todos os sentidos. E concluirá que houve, de fato, um golpe no Brasil. Um golpe do PT e da quadrilha que gravitou ao seu redor contra o erário.

  30. Chesterton said

    em resumo, o setor produtivo não consegue mais levaro setor improdutivo nas costas

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/samuelpessoa/2016/05/1775907-disciplinar-o-conflito-distributivo.shtml

  31. Chesterton said

    Não era o Pedro Doria que achava legal uma suruba….

  32. Olá!

    Hehehehehehehe. . .

    A derrocada do PT e, de certa maneira, também do petismo ocorrendo através daquilo que os petistas sempre disseram que seria a salvação do país e o caminho de entrada em direção ao mundo desenvolvido: O estatismo elevado à enésima potência.

    Liberdade de empreender é potoca, uma simples frase que resume bem a mentalidade que colocou o Brasil na rota da catástrofe econômica.

    Até!

    Marcelo

  33. Olá!

    Fiz aquele teste do Political Compass e deu isto daqui:

    Um reacionário! :-)

    Até!

    Marcelo

  34. Olá!

    A quem interessar, eis aqui um gráfico mostrando a correlação entre o Índice de Liberdade Econômica e o Índice de Desenvolvimento Humano Ajustado Pela Desigualdade. Os dados são para o período de 2011-2013:

    As setas representam as médias de cada uma das variáveis. A seta vertical é a média do Índice de Liberdade Econômica e a seta horizontal é a média do Índice de Desenvolvimento Humano Ajustado Pela Desigualdade.

    Eis um fenômeno curioso: Os países cujas economias são as mais livres também (e não por causa) são aqueles que menos têm os seus IDHs afetados pela desigualdade.

    Até!

    Marcelo

  35. Olá!

    Ah, sim!

    As cores no gráfico acima são relativas ao IDH Ajustado Pela Desigualdade. Quanto mais próxima do verde uma amostra está, melhor é o seu IDH Ajustado Pela Desigualdade.

    Até!

    Marcelo

  36. Pedro said

    Gzuis, a zoeira tá grande…..

    Comentário de outro blog:

    “Engraçado ver agora na Tv Senado, um deputado petista, falando que os funcionários do TCU rejeitaram o novo ministro Fabiano Silveira.
    E que, nas palavras dele, “Esses servidores não são petistas, e , sim, pessoas competentes, honestas, e concursados”…kkkkk
    Ou seja, realmente não são petistas.”

    O que é isso companheiro?

  37. Pedro said

    Bomba do dia:

    http://politica.estadao.com.br/blogs/coluna-do-estadao/filho-de-lula-recebeu-cerca-de-r-10-milhoes/

  38. Pedro said

    E a mãe de todas as bombas está pra explodir:

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2016/05/1776557-odebrecht-oficializa-negociacao-de-delacao-premiada-e-vai-detalhar-doacoes.shtml

  39. Pax said

    Caramba… que filhos sortudos.

    O do Lula, o do Temer…

    Só o que anda é o que trava os país: as operações da Polícia Federal.

    Creio que precisamos passar por essa catarse mesmo, o país está entregue a quadrilhas para todos os lados, o povo pagando um absurdo de impostos para ter um lixo de retorno.

    Mas que tá fogo, tá, sim.

    Travou geral.

    Temer derrete em menos de 20 dias.

    Que se lasque.

  40. Olá!

    Mais um para a série “Liberdade de Empreender é Potoca“:

    Relatório de competitividade classifica Brasil como “pior governo do mundo”

    Excerto:

    “O Brasil tem neste ano o pior governo do mundo, pior que o da Venezuela, que o da Mongólia ou da Ucrânia”, afirmou à Agência Efe o diretor do CMC, Arturo Bris, em referência à avaliação feita no relatório sobre a eficiência dos governos.

    Neste indicador, especificou Bris, “o Brasil está no último lugar entre todos os países. Já estava no 58º posto em 2014, no 60º em 2015 e agora está em 61º, que é o último”.

    “O Brasil está na lanterna em transparência, burocracia, corrupção, em barreiras à entrada de capitais, à criação de empresas, pelo número de dias para criar uma empresa. É um desastre institucional”, criticou o responsável pelo CMC.

    [. . .]

    Ainda segundo o relatório, a América Latina é uma região onde há carência das qualidades dos países que estão nas primeiras 20 posições: uma legislação favorável para os negócios e os investimentos, infraestruturas físicas e intangíveis (educação e sistemas de saúde) e instituições inclusivas.

    “Atualmente, nenhuma das economias latino-americanas está perto de possuir estas qualidades da maneira necessária para progredir no ranking”, comentou Bris.

    Não conseguiria dizer melhor.

    A esquerda latino-americana, com exceção feita à chilena (mas não por muito tempo, pois a Bachelet parece querer dar uma guinada bolivariana no Chile), chama de neoliberalismo as medidas e reformas que colocariam os países latino-americanos na direção de se tornarem mais competitivos.

    A Venezuela chavista é um caso clássico de desastre econômico e social produzido pelos valores dessa esquerda brucutu e atrasada: Um país detentor das maiores reservas de hidrocarbonetos/petróleo do mundo passa por uma crise energética. Não há eletricidade nem mesmo para os procedimentos mais básicos nos hospitais e faltam produtos dos mais singelos, como esparadrapo, até para um simples curativo.

    Aliás, nessa reportagem da CNN sobre o estado de calamidade dos hospitais públicos venezuelanos, observa-se uma situação que a esquerda ao redor do mundo sempre disse que iria combater enquanto estivesse dando as cartas no governo.

    A reportagem relata que os pacientes nos hospitais públicos da Venezuela têm que pagar na hora para serem atendidos pelos médicos, além de terem também que comprar o material (gaze) a ser utilizado dependendo do procedimento a ser feito, sem contar que precisam pagar algumas centenas de dólares para adquirir esse material. Alguns pacientes escondem o dinheiro dentro das roupas íntimas enquanto estão dentro do hospital, pois mesmo lá existe o risco de assaltos. Se o paciente não tem dinheiro, o médico deixa de atender.

    Repetindo: O paciente tem que pagar na hora para ser atendido em um hospital público.

    Agora, falta também açúcar na Venezuela. E isso acontece mesmo a Venezuela tendo um dos climas mais favoráveis do mundo ao cultivo da cana-de-açúcar. A razão disso? O governo. A reforma agrária bolivariana que o Chávez fez, tirando de quem produz e dando para quem não produz (ao estilo MST); controle de preços feitos pelo governo, o que coloca o preço final do açúcar abaixo dos seus custos de produção; a dificuldade de se importar insumos de alta tecnologia agrícola; e por aí vai.

    Crise energética em um dos países detentores de uma das maiores reservas de petróleo do mundo e falta de açúcar em um país com clima favorável ao cultivo da cana-de-açúcar são coisas que apenas essa esquerda brucutu e atrasada da América Latina poderia dar.

    No entanto, uma coisa é inegável: O socialismo finalmente foi atingido na Venezuela.

    Até!

    Marcelo

  41. Olá!

    Não consigo encontrar o link para uma reportagem sobre pacientes venezuelanos tendo de pagar o médico na hora para serem atendidos nos hospitais públicos de lá. Mas a reportagem da CNN no link do meu comentário anterior dá uma boa noção do colapso na saúde pública da Venezuela.

    Vou procurar e, caso encontre, coloco aqui.

    Até!

    Marcelo

  42. Chesterton said

    Você não precisa escolher motocicletas
    Por Mario Sabino
    Um dos malefícios causados pelo PT foi a ideologização de todos os aspectos da vida. Ideologização que transita entre a desonestidade intelectual e a mais absoluta insanidade.
    Veja-se o caso do estupro coletivo da adolescente carioca, ainda não totalmente esclarecido. Petistas culparam o governo Temer — ou a direita — pela “cultura do estupro” no Brasil. Seria um dos lados mais perversos da exploração capitalista. Como escrevi em O Antagonista, o argumento não passa de um estupro da razão.

    O jornalista Tales Alvarenga, que morreu em 2006, dois anos depois de deixar a direção da Veja, costumava fazer piada com os estereótipos inculcados pela esquerda. Ele dizia que alcançavam até mesmo as motocicletas. “Quem gosta de Harley-Davidson é de esquerda; quem prefere as motos de corrida é de direita”, brincava. Não duvido que haja gente que chegue a esse ponto.

    Na década de oitenta, um livrinho de Marilena Chauí antecipava o fenômeno. Intitulava-se “O que é Ideologia” e integrava a coleção “Primeiros Passos”, da editora Brasiliense. O opúsculo serviu para doutrinar milhares de estudantes secundaristas e universitários. A professora da USP, petista de primeiríssima hora, afirmava que tudo — absolutamente tudo — era ideologia, numa simplificação grosseira daquela outra banalização bem mais vasta chamada marxismo.

    Para os ideólogos da ideologia onipresente, onisciente e onipotente, os valores morais que erigiram a civilização ocidental são instrumentos de manipulação das “classes dominantes”. Uma forma de manter sob o seu jugo a massa trabalhadora. Transgredi-los em prol da causa socialista é, mais do que desculpável, necessário. Só devem ser esgrimidos para ferir quem discorda de você, como demonstra a interpretação maluca, mas com método, do episódio do estupro coletivo. O “moralismo udenista” tem lá utilidade.

    Na verdade, a ideologização extrema é o exato contrário da politização. Ela relativiza o certo e o errado, embaça as consciências, inviabiliza o debate e impossibilita os consensos. Está para a política como o fanatismo para a religião. Não existe o “PT light”, o PT sempre foi “xiita”, para ficar na imagem ipanemense de trinta anos atrás.

    O que nos salva é a vagabundice. Na Rússia de 1917, a ideologização produziu uma ditadura que terminaria quase setenta anos mais tarde. No Brasil do PT, gerou o maior assalto aos cofres públicos de que se tem notícia. Marilena Chauí não é Marx; Lula não é Lênin.

    Lembre-se, portanto: você não precisa escolher motocicletas.

  43. Chesterton said

    40, é lastimável.

  44. Pedro said

    Michelzinho ve Lulinha com 10 milhões e larga imóveis para dar consultoria copiada da internet

    O filho do ex-presidente Lula, Luís Cláudio Lula da Silva, conhecido como Lulinha, está sendo investigado na Operação Zelotes, por receber 10 milhões de forma suspeita. Lulinha levantou suspeitas por obter lucros tão altos com sua empresa que não tem funcionários e que prestou uma consultoria que teve seu conteúdo copiado da internet.

    Ao ver Lulinha com 10 milhões de reais, o filho de Temer, conhecido como Michelzinho, ficou com inveja e decidiu largar o ramo de imóveis, no qual já tem 2 milhões em seu nome, e também prestar consultorias copiando tudo da internet.

    Segundo a babá de Michelzinho, ele viu que essa nova área de atuação é mais lucrativa e também já sabe usar a internet. “Ele disse que vai usar o mesmo tablet que usa pra jogar Angry Birds e assistir a sessão Kids do Netflix”, disse a babá.

    Michelzinho tomou essa decisão após receber uma mensagem no WhatsApp de Lulinha com uma foto de um extrato de 10 milhões. O caçula de Michel Temer respondeu dizendo que, apesar de só ter sete anos, também sabe copiar e colar texto do Wikipédia.

    Do sensacionalista.

  45. Chesterton said

    Fiquem tranquilos, o Brasil não corre o risco de dar certo.

  46. Pax said

    Pior de tudo que o Chesterton, no comentário acima, parece ter razão. Com o aval de Michel Temer a notícia de hoje é:

    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/06/1777387-com-aval-de-temer-camara-aprova-pauta-bomba-de-r-58-bi-em-reajustes.shtml

    Ou seja, o Estado que já é um fardo, fica ainda mais pesado.

    O retorno é aquilo de sempre.

    Tem horas que dá vontade de ir embora.

    Esse Temer é a cara do dito popular: “Pior a emenda que o soneto….”.

    Um cara ser presidente do PMDB pode décadas, o partido que mais mamou e mama nas tetas da vaca sagrada nacional, bem – de onde menos se espera esse está conseguindo ser ainda pior.

  47. Chesterton said

    Não achei que viveria para ver o Pax reclamar do peso do estado…..então há uma esperança. Mas não tema Temer, Dilma é pelo menos 100 vezes pior e responsável pelas medidas de arrocho.

  48. Pax said

    Fato: esse acordo com o funcionalismo já vinha desenhado por Dilma.

    Fato: Temer é fraco, chefe de quadrilha (a não ser que consideremos o PMDB diferente disso)

    Fato: o Estado brasileiro é um fardo, funciona para si e não para os brasileiros, de uma forma geral

    Fato: continuo achando a social democracia um sonho

    Fato: cada vez mais acho que esse sonho é diferente da realidade que os brasileiros possam sonhar

    É isso, Chesterton…

  49. Chesterton said

    Sonho que vira pesadelo…..toda democracia vira tirania, sem instituições republicanas o povo se suicida.

  50. Chesterton said

    Ou talvez devêssemos importar uma familia real…

  51. Pax said

    Suécia, Canadá, Inglaterra, França (anda explosiva), Noruega, Dinamarca, etc não me parecem pesadelos, Chesterton.

    Temer — de novo —- sua equipe é uma maravilha mesmo

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/06/1777768-secretaria-de-temer-integrou-articulacao-criminosa-diz-pgr.shtml

  52. Chesterton said

    Pois é, Pax, Noruega tem rei, Suécia tem rei, Inglaterra tem rainha, a Dinamarca tem rainha…..e o Canadá, tem a rainha da Inglaterra. Só a França detonou a familia real com resultados duvidosos.

    Será você um monarquista?

  53. Chesterton said

    https://mises.org/sites/default/files/Leftism%20From%20de%20Sade%20and%20Marx%20to%20Hitler%20and%20Marcuse_5.pdf

    clique aí. leitura de mais de 400 paginas.

  54. Pax said

    Se a gente implantar a monarquia aqui no Brasil o rei será o maior ladrão de todos, Chesterton.

    Eita país esse que nós montamos. Tá dose.

  55. Chesterton said

    não de acordo com essa estatistica que você colocou aí em cima. Porque rei haveria de roubar se tudo já é dele?

  56. Pax said

    Porque é Brasil…

  57. Chesterton said

    hummmmm…tem sapo morto enterrado?

  58. Pax said

    É atávico.

  59. Chesterton said

    Você vai acabar um monarquista.

  60. Pax said

    Pra quem tiver saco, a metralhadora verbal do Ciro Gomes antes de ontem.

    Tem muita coisa que eu nem ouço, mas tem muita coisa que merece ser ouvida.

  61. Chesterton said

    Uma constatação….

    O que irrita os petistas é que os homens na sua imensa maioria não são solidários aos criminosos.
    O que irrita as feministas é que as mulheres na sua imensa maioria não são solidárias às vagabundas.

  62. Chesterton said

    O site Brasil 247 (Leonardo Attuch) e os blogueiros Luís Nassif e Paulo Henrique Amorim (Conversa Afiada) foram os campões de patrocínio do Banco do Brasil este ano.

    Os três contratos tinham duração até dezembro, mas foram rompidos este mês por ordem de Michel Temer. Os demais terminaram em maio e foram integralmente pagos.

  63. Chesterton said

    Sob comando de Aldemir Bendine, a Petrobras também bancou generosos patrocínios aos sites amigos do PT. Logo atrás do líder Brasil 247, o site Opera Mundi embolsou R$ 750 mil da estatal.

    O site Opera Mundi pertence ao jornalista-consultor Breno Altman, ex-assessor de José Dirceu conduzido coercitivamente pela Polícia Federal na fase “Carbono 14” da Lava Jato.

    Todos os contratos tinham validade até dezembro, mas foram cancelados pelo governo Temer.

  64. Chesterton said

    Sob comando de Miriam Belchior, a Caixa foi generosa com os blogueiros e sites amigos do PT.

    Brasil 247, Diário do Centro do Mundo, Revista Fórum, Carta Maior e Conversa Afiada foram beneficiados com contratos acima de meio milhão. Todos com duração até dezembro – cancelados por Michel Temer.

  65. Edmundo said

    Acabou a mamata!

  66. Olá!

    Eis uma notícia que deve interessar aos colegas:

    Governo Lula e Dilma deram rombo de R$ 1.5 trilhão Banco do Nordeste

    Excerto:

    Uma organização criminosa formada por servidores públicos e donos de empresas de “fachada” do ramo de energia eólica praticou a maior fraude já ocorrida no Ceará, causando prejuízos que podem chegar à cifra de R$ 1,5 trilhão nos cofres do Banco do Nordeste, em Fortaleza, nos últimos três anos. Apesar de investigações que são realizadas conjuntamente pelos Ministérios Públicos Estadual (MPE) e Federal (MPF), além da Polícia Federa (PF), os acusados de integrar a quadrilha permanecem impunes e com toda a dinheirama.

    Roubaram R$ 1.500.000.000.000,00!

    À esta altura do campeonato, toda essa dinheirama roubada já deve ter sido enviada para contas secretas em paraísos fiscais e virado patrimônio, coisas como iates, mansões, “empresas” e afins.

    A questão é: Quem vai pagar a conta disso tudo?

    Uma rápida pesquisa sobre a quantidade de impostos federais pagos por cada estado pode dar uma solução. Eis a tabela (os valores estão per capita e os dados são para o ano de 2012):

    Tabela da Quantidade de Impostos Federais Pagos Per Capita:

    Desconsiderem o Distrito Federal, pois aquilo lá é um antro de burocratas inúteis e bandidos políticos de todos os matizes ideológicos.

    A terceira coluna é a diferença entre os impostos federais pagos per capita e os impostos federais recebidos per capita. Valores negativos indicam que o estado mais paga impostos federais do que os recebe de volta e vice-versa.

    Pela tabela acima, dá para entender cristalinamente que serão os estados do eixo Sul-Sudeste que terão de pagar esse rombo trilionário no Banco do Nordeste.

    Anos atrás, aqui mesmo neste site, afirmei que toda essa dinheirama que os estados do eixo Sul-Sudeste dão aos demais acaba sendo roubada pelas oligarquias políticas locais, isso acontece sobretudo nos estados do Nordeste.

    Esses impostos federais produzidos no Sul-Sudeste não têm a menor possibilidade de virar educação de qualidade, hospitais públicos minimamente decentes e demais serviços. Basta ver que o Nordeste tem os piores índices de desenvolvimento social de todo o Brasil em termos de educação, saúde e afins. As oligarquias políticas locais não hesitam nem por um momento sequer na hora de roubar o dinheiro que os cidadãos do Sul e do Sudeste tanto suaram para produzir.

    E uma vez que essas oligarquias locais têm sob seu controle toda essa dinheirama, elas colocam em prática as piores coisas da política brasileira: Coronelismo; nepotismo; conchavos; apadrinhamentos; falcatruas; desvios do dinheiro público e afins. O atraso.

    Prova disso é esse rombo de R$ 1.500.000.000.000,00 que foi roubado por essas oligarquias.

    A cultura do estatismo resulta em coisas como essa.

    Até!

    Marcelo

  67. Olá!

    Correção.

    Onde está:

    A terceira coluna é a diferença entre os impostos federais pagos per capita e os impostos federais recebidos per capita. Valores negativos indicam que o estado mais paga impostos federais do que os recebe de volta e vice-versa.

    Leia-se:

    A terceira coluna é a diferença entre os impostos federais recebidos per capita e os impostos federais pagos per capita. Valores negativos indicam que o estado mais paga impostos federais do que os recebe de volta e vice-versa.

    Sorry!

    Até!

    Marcelo

  68. Olá!

    Pax, por gentileza, você poderia apagar o comentário #67 de minha autoria?

    Esqueci de fechar uma tag HTML nele e ficou daquele jeito. Sorry. :-)

    Desde já agradeço!

    Até!

    Marcelo

  69. Pax said

    ceará news é uma boa fonte?

    não custa perguntar

    nunca ouvi falar

  70. Olá!

    Serve esta fonte aqui, Pax? :-)

    Até!

    Marcelo

  71. Olá!

    Em 2014, aqui no site do Pax, escrevi um comentário exatamente sobre essa questão das falcatruas que as oligarquias políticas do Norte/Nordeste fazem com o dinheiro produzido no eixo Sul-Sudeste. O comentário em questão foi uma resposta a um outro comentário escrito pelo Elias .

    Não mudo uma palavra sequer.

    Eis o comentário:

    —————————————————————-

    Olá!
    O Elias escreveu:

    “No mais, São Paulo depende pra caramba dos programas sociais do governo federal, até porque o que há de miséria lá não é brincadeira… Em vários pontos do estado existe o problema da fome (que não existe em nenhum estado da Região Norte, p.ex.). Além do quê, o Estado é incapaz de resolver, por si mesmo, problemas elementares como abastecimento de água, distribuição de energia elétrica, segurança pública, etc. Sem a muleta do governo federal, São Paulo para.”

    A primeira pergunta a se fazer é: Qual é a principal fonte dos recursos que bancam os programas sociais do Governo Federal?
    Dei uma pesquisada nos sites da Receita Federal e do Porta da Transparência para obter uma informação curiosa: Quais são os estados brasileiros que mais pagam impostos e quais são os que mais recebem recursos provenientes dessa fonte?
    Os impostos em questão são apenas os federais.
    Os resultados são assustadores e é quase um milagre que um estado como São Paulo aceite ser tributariamente espoliado do jeito que está sendo.
    Ah, sim: Utilizei dados para o ano de 2012, pois esse é o período mais recente com todos os dados completos.
    Vamos aos Números!
    Eis a tabela neste link. Os valores da três primeiras colunas numéricas estão em bilhões de reais e os estados foram ordenados de maneira decrescente segundo a quantidade de impostos pagos, isto é, quem paga mais está no alto da tabela. Os sinais de “+” e “-” na terceira coluna indicam se o estado mais recebe do que paga impostos (+) ou o contrário (-).
    Algumas observações sobre esses dados:
    01. São Paulo é o estado responsável por quase metade da arrecadação tributária de todo o Brasil. Praticamente 40% dessa arrecadação vem de lá.
    02. Ironicamente, São Paulo recebe de volta do Governo Federal apenas 0.11 vezes o valor do que paga em impostos!
    03. Se o “malévolo” estado de São Paulo fosse apagado do mapa brasileiro, o Governo Federal teria de se virar com orçamente oriundo de tributos de apenas R$ 439.4 bilhões. Mas os demais estados da federação consomem nada menos do que R$ 298.5 bilhões. Subtraindo esses dois valores, Brasília ficaria com apenas R$ 140.9 bilhões. Haveria corte de programas sociais e de serviços básicos para todos os lados! Sem o dinheiro de São Paulo, os benefícios sociais estariam em sérios apuros ou simplesmente iriam para o saco mesmo.
    04. Dos 27 estados mais o Distrito Federal, apenas 10 deles apresentam uma performance tributária superavitária, isto é, mais pagam impostos do que recebem. São eles: São Paulo, Rio de Janeiro, DF (não deveria entra na lista), Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Minas Gerais, Amazonas e Goiás.
    05. Esses estados são responsáveis por 91.49% de toda a arrecadação tributária federal!
    06. No entanto, o mais assustador vem agora: Esses mesmos estados, que são responsáveis por mais de 90% da arrecadação tributária federal, recebem de volta de Brasília apenas 50.69% dos impostos federais distribuídos ao longo da nação.
    07.Em contrapartida, a maioria dos estados brasileiros (17) são tributariamente deficitários, isto é, mais recebem do que pagam impostos federais. São eles (em ordem decrescente): Acre, Amapá, Tocantins, Roraima, Piauí, Alagoas, Paraíba, Maranhão, Pará, Sergipe, Rio Grande do Norte, Rondônia, Ceará, Bahia, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Pernambuco. O Acre chega a receber mais de 10 vezes em impostos federais em relação ao que paga.
    09. Preparem-se, para o que vem agora! Esses 17 estados arrecadam apenas 8.52% dos impostos federais. . .
    10. . . . No entanto, recebem 49.3% dos impostos que Brasília sai distribuindo por aí.
    11. OK! Sabemos que os estados do Sul-Sudeste e o Amazonas são responsáveis por mais de 90% da arrecadação dos tributos federais. Agora, para onde vai esse dinheiro? Para os estados tributariamente deficitários! Mas quais? Em valores absolutos, os estados deficitários que mais recebem impostos federais são (em ordem decrescente): Bahia, Pernambuco, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Piauí, Alagoas, Rio Grande do Norte, Sergipe, Mato Grosso, Tocantins, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Acre, Amapá, Roraima.
    12. Tirando Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, todos os demais estão na Região Norte/Nordeste. Nada contra que os impostos federais sejam postos à disposição das pessoas dessas regiões, desde que esses recursos realmente se convertessem em benefícios sociais e serviços públicos para elas. O problema é que isso não ocorre e os impostos federais acabam caindo nas mãos das oligarquias locais, servindo de combustível para as piores práticas do uso do dinheiro público: Coronelismo; nepotismo; desvios; roubo; superfaturamento de obras; apadrinhamentos; conchavos; e corrupção das mais variadas.
    Basta observar os indicadores sociais dessas regiões em termos de IDH, educação, saúde, segurança pública e afins para concluir que toda essa dinheirama que o Governo Federal coloca nesses lugares não chega até a a população e não chega pelo fato de os recursos serem roubados pelo meio do caminho pelas oligarquias locais.
    Em termos de IDH, educação e saúde, essas regiões possuem os piores índices. As piores escolas públicas, infelizmente, se encontram por lá e, em termos de saúde pública, certas áreas ainda são afetadas por doenças de natureza que o mundo civilizado já erradicou há muito tempo e a maior parte do Norte (80%) não tem acesso à rede de esgoto. O curioso sobre esse dado da rede de esgoto do Norte é que tem “desenvolvimentista” de esquerda que se gaba dos “grandes projetos” faraônico-keynesianos que os militares fizeram por lá, a exemplo da hidroelétrica de Tucuruí e do Projeto Grande Carajás, e que, segundo essa galera, foi tudo feito dentro dos mais rigorosos métodos de accountability, mas deixam de lado coisas básicas que a população deveria ter acesso, como vaso sanitário e rede de esgoto.
    Na área de segurança pública, o Norte/Nordeste experimentou uma explosão das suas taxas de homicídio.
    Tudo isso mostra que os recursos provenientes dos impostos federais não estão chegando até as pessoas do Norte/Nordeste do Brasil. Esse dinheiro vem em grande parte dos estados do eixo Sul-Sudeste, sobretudo de São Paulo. Se tirassem São Paulo da jogada, a situação dos estados do Norte/Nordeste iria piorar consideravelmente. Nesse sentido, parece que o Governo Federal depende bem mais de São Paulo do que São Paulo depende do Governo Federal.
    Até!
    Marcelo

    —————————————————————-

    Até!

    Marcelo

  72. Pax said

    depois de tudo que li sobre a EBC que uso direto porque é direito de qualquer um (desde que cite a fonte), até essa ando cabreiro

    mas…

    serve, sim, Marcelo

  73. Pedro said

    Olha, 1,5 trilhão é muito dinheiro.

    O Banco do Nordeste tinha/tem este dinheiro todo?

  74. Olá!

    De nada, Pax.

    Pax, por gentileza, você poderia me dizer se há algum comentário meu esperando moderação/aprovação? É que postei um comentário com mais de 5 links e que, suspeito, por isso não foi postado imediatamente. Agradeço desde já. :-)

    Até!

    Marcelo

  75. Chesterton said

    http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2016/06/06/sindicalistas-ignoram-idade-minima-e-pedem-novo-imposto-para-previdencia/

    chest= paguemos a conta, nós os cornos…..

  76. Pax said

    Pronto, Marcelo.

    Novo post

    Boa pergunta, Pedro.

    Essa conta da Previdência é muito mal explicada. Ou se colocam os números para o povo saber ou é revoltante demais pagar novos impostos para o sumidouro geral.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: