políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Lula denunciado na Lava Jato

Posted by Pax em 14/09/2016

A força-tarefa do Ministério Público Federal responsável pela Operação Lava Jato ofereceu denúncia contra Lula, sua esposa Marisa e mais seis pessoas.

Lula comandava esquema de corrupção identificado na Lava Jato, diz procurador

Daniel Isaia – Correspondente da Agência Brasil

O procurador da República Deltan Dallagnol afirmou hoje (14) que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva era o “comandante máximo do esquema de corrupção identificado na [Operação] Lava Jato”. Dallagnol fez a declaração durante entrevista coletiva em que a força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) responsável pela operação, detalhou a denúncia que envolve Lula, a esposa dele, Marisa Letícia, e mais seis pessoas.

O ex-presidente foi denunciado à Justiça Federal por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, crimes cujas penas, somadas, podem chegar a 32 anos e seis meses de prisão.

Segundo os procuradores, Lula recebeu vantagens indevidas das empresas envolvidas no esquema de corrupção da Petrobras, como a compra de um apartamento triplex em Guarujá, no litoral paulista, a reforma e decoração do imóvel, além de contratos milionários para armazenamento de bens pessoais. Essas vantagens, somadas, totalizariam mais de R$ 3,7 milhões.

Dallagnol ressaltou que a corrupção identificada nas investigações é sistêmica e envolve diversos governos e partidos. De acordo com o procurador, existe uma “propinocracia” em curso no Brasil, no qual os poderes Executivo e Legislativo trocam favores, nomeações políticas e cargos, para obter “governabilidade corrompida, perpetuação criminosa no poder e enriquecimento ilícito”.

Para Dallagnhol, o sistema é bancado por cartéis de empresas que se aproveitam do esquema para garantir a assinatura de contratos milionários com o Poder Público.

Segundo a denúncia do MPF, existem 14 evidências de que Lula é o chefe do esquema de corrupção. O trabalho da força-tarefa remete a outros escândalos de corrupção, como o do mensalão, esquema de pagamento de propina a parlamentares em troca de apoio ao governo, no primeiro mandato de Lula na Presidência da República.

“Mesmo depois da saída de José Dirceu [ministro-chefe da Casa Civil na época, 2005] e com a troca de tesoureiros no Partido dos Trabalhadores, o esquema prosseguiu através do petrolão. Isso demonstra que havia um vértice em comum, e esse vértice é o Lula”, afirmou Dallagnol.

É a primeira vez que o ex-presidente é denunciado à Justiça Federal no âmbito da Lava Jato.

Três focos

De acordo com Dallagnol, a denúncia apresentada nesta quarta-feira segue três focos de investigação, todos envolvendo o ex-presidente Lula. O primeiro diz respeito a três contratos assinados entre a OAS e a Petrobras, referentes às refinarias Repar e Renest, entre 2006 e 2012. Segundo o procurador, a empreiteira venceu a licitação mediante cartelização, com o pagamento de propinas pagas a diversos beneficiários, inclusive Lula. Nessa etapa dos trabalhos, o MPF denuncia Lula por corrupção passiva e Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, e o ex-executivo da empreiteira Agenor Medeiros, por corrupção ativa.

A segunda parte da denúncia trata da aquisição, reforma e decoração do tríplex de Guarujá. O MPF apresentou evidências de que o apartamento foi adquirido por Lula e Marisa por intermédio da OAS, que também foi responsável pela reforma e decoração. Conforme a denúncia, o total em benefícios indevidos é superior a R$ 2,4 milhões. Além do ex-presidente e da esposa, deLéo Pinheiro e dos ex-executivos Paulo Gordilho e Fábio Yonamine foram denunciados nessa etapa por lavagem de dinheiro.

No último foco, os procuradores informam que a OAS manteve, durante cinco anos, bens pessoais de Lula em contratos de armazenagem. De acordo com os procuradores, a empreiteira fez pagamentos sucessivos, entre 2011 e 2016, em benefício de Lula, que chegam a R$ 1,3 milhão. Nessa etapa, além do ex-presidente são denunciados o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, e Léo Pinheiro também pelo crime de lavagem de dinheiro.

A denúncia segue agora para a 13ª Vara Federal de Curitiba, para apreciação do juiz Sérgio Moro. Caso seja acatada pelo juiz, Lula, Marisa e os outros denunciados se tornarão réus na operação.

Anúncios

71 Respostas to “Lula denunciado na Lava Jato”

  1. Pax said

    Confesso que achei a apresentação da denúncia bem fraquinha, do que vi no noticiário da TV.

    Vai dar pano pra manga, pra defesa do Lula e pro orfanato do poder que anda lamuriando a queda de Dilma. A choradeira e chiadeira vai ser farta e com vários pontos de razão.

    Lula plantou o que colhe, mesmo sendo a denúncia apresentada (do que vi, me repetindo) bem fraquinha.

    Se lascou.

    Preferiu ser lobista de empreiteira (opinião minha e de mais de algumas dezenas de milhões) que escrever História com agá maiúsculo.

    Que pague pelos seus erros.

    Triste fim. Melancólico. Patético.

  2. Chesterton said

    O mau carater dele era evidente 3 ou 4 décadas atrás.

  3. Pax said

    Boechat agora de manhã diz que a denúncia o lembra do caso de Al Capone que tinha muitos crimes que não puderam acusá-lo diretamente. Mas por sonegação ele foi preso.

    Disse que prova mesmo só a questão da armazenagem dos bens (OAS) e o triplex no Guarujá (OAS).

    Bem, a denúncia é fraca, mas esses dois pontos são os que têm alguma coisa de concreto.

    Minha opinião: faz sentido.

    Mas… o espetáculo foi tão desastrado (tb na minha opinião) que esses pontos podem não ser suficientes. Sei lá.

    Do outro lado, a turma é mesmo boba. Essa do MBL.

    Agora vende essa camiseta com qual nome? LULA bem no meio. Copiaram um dos slides da apresentação coletiva de ontem do MPF.

    Estamos num mato sem cachorro, numa situação em que as (ditas) esquerdas se desmantelaram e brigam entre si como nunca e a direita é feita de um bando de alucinados.

    A dialética que me entusiasma é a briga de forças entre o socialismo e o capitalismos. Creio que essa disputa chega onde sonho. Na social democracia. Temos vários modelos que funcionam e foram geridos exatamente assim.

    Do Canadá a Suécia, da Inglaterra a Finlândia, da Islândia a Dinamarca, da França a Nova Zelândia, sociedades evoluiram (de forma diferente, claro) na disputa dialética que falo.

    Já aqui temos o que temos..

    Algo como o MBL de um lado e o PT do outro.

    Caramba.

  4. Chesterton said

    Aqui temos o socialismo…

  5. Chesterton said

    Cora Ronai
    2 h · São Paulo ·
    Lula continua o mesmo. Não sabe de nada, não fez nada, não tem culpa de nada. Insiste no velho discurso divisivo do nós e eles, da elite que não quer ver pobre viajando de avião, dos lordes que não querem que as empregadas usem salto alto. Como se a única razão possível para alguém desprezar o PT fosse a maldade congênita dos ricos; como se o partido fosse uma associação de almas puras e bem intencionadas, um conglomerado de altruístas incompreendidos. Faz o inocente injustiçado, o metalúrgico que desafiou os poderosos e por isso, e apenas por isso, está encalacrado com a lei.
    O pior é que, tantos anos e falcatruas depois, ainda há quem caia nessa.

  6. Chesterton said

    A. Barbosa
    · Belo Horizonte, Minas Gerais ·
    O PT governou enquanto podia comprar pessoas:
    – pobres com bolsa familia
    – deputados com mensalao e petrolao
    – empresarios com o BNDS e obras publicas
    – artistas com a lei Rouanet
    – jornalistas com propaganda de estatais
    – classe C com credito barato e minha casa
    – funcionarios publicos com aumento de salarios
    – movimentos sociais com verbas publicas
    – estudantes com o ciencias sem fronteiras
    O pais quebrou, a verba acabou e o apoio sumiu.

  7. Chesterton said

    http://www.implicante.org/videos/em-video-lula-defende-a-tese-de-que-politicos-sao-mais-honestos-do-que-concursados/

    chest- chama a carrocinha. O viralatas está com raiva.

  8. Chesterton said

    O choro que não comove ninguém
    16/09/2016 – 04h42
    Lula chora ao se defender da denúncia do Ministério Publico (Foto: Divulgação)
    Lula chora ao se defender da denúncia do Ministério Publico (Foto: Divulgação)
    Ricardo Noblat

    É de supor-se que Lula dá de barato que foi de fato o comandante, o general, o maestro da organização criminosa que saqueou a Petrobras, que roubou e deixou roubar com a intenção de se perpetuar no poder. Do contrário, teria respondido de forma direta, objetiva e convincente às acusações que lhe fizeram os procuradores da Lava Jato.

    Mas não o fez. Nada respondeu. A jararaca de março último, indignada por ter sido conduzida coercitivamente para depor, deu lugar ao bebê chorão, ao “velho de 70 anos” que pediu para ser deixado em paz, ao perseguido que se compara com Tiradentes esquartejado em praça pública, ao ex-líder sindical ameaçado pelas elites cruéis.

    Por que não encarou de frente às acusações? Por que não as respondeu uma por uma? Por que preferiu socorrer-se da fraude de que os procuradores teriam dito carecer de provas contra ele e de só dispor de convicção? Eles disseram dispor de provas, sim. E da convicção, a partir delas, de que Lula incorreu em crimes.

    Lula não foi denunciado por ter chefiado uma organização criminosa. Foi denunciado apenas e por enquanto de ter recebido quase R$ 4 milhões do dinheiro desviado da Petrobras. Parte do dinheiro acabou empregada pela empreiteira OAS na reforma do tríplex do Guarujá, parte no armazenamento de sua mudança para São Paulo.

    De resto, em uma denúncia, o Ministério Público não precisa oferecer provas do que diz. Basta que ofereça indícios de materialidade da ocorrência de crime e um circunstanciado arrazoado capaz de convencer o juiz a aceitar a denúncia. Uma vez que ela seja aceita, aí, sim, juntam-se as provas e colhem-se outras.

    Na proposta de delação premiada do ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, ele afirma que Lula sabia que o dinheiro gasto na reforma do tríplex seria descontado da propina devida pela empreiteira ao PT. Assim como seria descontado da propina o dinheiro gasto na reforma do sítio de Atibaia, local de repouso da família Lula da Silva.

    Está para aparecer a prova definitiva de que Lula comprou o tríplex que ele jura jamais ter comprado, assim como provas cabais de que o sítio de Atibaia configura um caso clássico de ocultação de patrimônio. É improvável que Lula receba da Lava Jato um atestado de idoneidade, passaporte para sua eventual candidatura a presidente em 2018.

    Ele sabe disso. E por saber, agora se ocupa não em limpar as manchas que corroem sua biografia, mas em legar às gerações futuras a falsa imagem do líder dos pobres que teve sua carreira política interrompida pelo “golpe continuado” responsável pela deposição da ex-presidente Dilma e pelo fim da era do PT no poder.

    O estoque de truques de Lula esgotou-se, a julgar por seu desempenho patético, caricato no ato que encenou ontem. Embora tenha votado nele mais de uma vez, não sinto pena de Lula. Não consigo sentir. Ele deixou-se seduzir pelo exercício do poder, corrompeu-se e corrompeu. Está na iminência de pagar pelo que fez.

    TAGS:políticaPTpetrobrasLava-Jatolulalula!denúnciapetrolãomensalãoLava Jato

  9. Chesterton said

    View story at Medium.com

    chest- para quem quiser entender os tempos atuais…

  10. Olá!

    Hehehehehehehe. . .

    Aqui, no blog do Pax, havia uma pessoa que dizia que o Lula, depois de sair da presidência, iria ocupar o cargo de presidente do Banco Mundial ou de alguma outra grande instituição multilateral. Quem era mesmo essa pessoa? Vocês lembram?

    Mais fácil o Lula ser encarcerado (para o bem geral da nação).

    Hilário!

    Até!

    Marcelo

  11. Chesterton said

    http://m.oantagonista.com/posts/a-maior-delacao-de-todos-os-tempos

  12. Chesterton said

    http://www.implicante.org/blog/delcidio-diz-que-lula-se-reelegeu-atacando-privatizacoes-para-seguir-saqueando-a-petrobras/

    chest- e os babacas aplaudindo….

  13. Chesterton said

    NÃO HÁ MOTIVOS PARA PRENDER LULA (Hélio Bicudo)
    “Prender Lula só porque lavou dinheiro ocultando duas propriedades?
    Só porque ganhou imóveis e reformas de empreiteiras às quais tinha favorecido?
    Só porque recebeu propina fingindo que fez palestras que nunca deu?
    Só porque fez o BNDES emprestar 8 bilhões para Odebrecht fazer obras sem concorrência em países bolivarianos?
    Só porque comandou uma organização criminosa que quebrou a Petrobrás?
    Só porque contratou sondas superfaturadas da Schahim para receber comissões e dinheiro sujo para a campanha?
    Só porque mandou acobertar o assassinato do prefeito Celso Daniel pagando com dinheiro da comissão das sondas?
    Só porque fez a Petrobras fornecer nafta à Braskem abaixo do valor de mercado por vários anos, causando prejuízo superior a 5 bilhões segundo o TCU?
    Só porque saqueou os palácios ao ir embora, levando não só presentes de Estado como até a prataria da casa?
    Só porque escolheu e elegeu uma presidente incompetente, despreparada, desequilibrada e burra, propositadamente, esperando com isso sucedê-la 4 anos depois?
    Só porque a elegeu tapeando o povo numa campanha criminosamente mentirosa, irrigada com dinheiro roubado da Petrobras?
    Só porque permitiu que sua quadrilha saqueasse os fundos de pensão de quase todas as Estatais, prejudicando as aposentadorias de centenas de milhares de petroleiros, carteiros, bancários?
    Só porque permitiu que a Bancoop lesasse milhares de bancários para favorecer a OAS e ganhar um triplex no Guarujá?
    Só porque deu aval político e dinheiro para que organizações criminosas como o MST invadissem e depredassem impunemente fazendas, centros de pesquisa e prédios públicos?
    Só porque sistematicamente comprou apoio político através do Mensalão e Petrolão?
    Só porque colocou um cupincha no Sesi Nacional, que transformou a instituição num cabide de empregos para os companheiros e parentes vagabundos?
    Só porque ajudou o enriquecimento ilícito de seus filhos em troca do favorecimento de empresas de telefonia e outras?
    Só porque vendeu medidas provisórias isentando montadoras de impostos em troca de comissões?
    Só porque inchou o governo e as estatais com centenas de milhares de funcionários supérfluos, quebrando o Estado e provocando déficit público RECORD?
    Só porque loteou mais de 30 mil cargos de confiança com seus apaniguados, dando o comando das estatais e autarquias para petistas incompetentes que mal sabem administrar suas vidas?
    Só porque elegeu outro poste como prefeito da maior cidade do país, também com dinheiro roubado das estatais?
    Só porque comprou milhões de votos com programas de esmola como o Bolsa Família?
    Só porque criou o Bolsa Pescador, e deixou 3 milhões de falsos pescadores se inscreverem para receber a sua esmola compradora de votos?
    Só porque criou o MONOPÓLIO DAS INDÚSTRIAS PETROQUÍMICAS no país?
    Só porque aumentou nossa carga tributária de 33 para 40% do PIB?
    Só porque aumentou nossa dívida pública para quase três trilhões de reais, tornando-a impagável?
    Só porque favoreceu o sistema financeiro com taxas exorbitantes de juros, transferindo renda dos pobres para os ricos?
    Só porque conseguiu fazer o Brasil torrar toda a bonança da maior onda de alta das comodities na década passada?
    Só porque loteou todas as agências reguladoras fazendo-as inúteis na proteção dos cidadãos?
    Só porque tentou aparelhar até o STF nomeando ministros comprometidos com a proteção à sua ORCRIM?
    Só porque deixou a Bolívia expropriar a refinaria da Petrobras sem fazer nada?
    Só porque humilhou nossas Forças Armadas nomeando ministros da Defesa comunistas e incompetentes?
    Só porque favoreceu comercialmente ditaduras como as de Angola, Venezuela e outras?
    Só porque esfriou relações e esnobou as maiores economias do mundo, direcionando nossas relações exteriores para países inexpressivos comercialmente, apenas no afã de ganhar prestígio e votos na ONU?
    Só porque humilhou o Itamaraty orientando a política externa através de consiglieri mafiosos como Marco Aurélio Garcia?
    Só porque nos envergonhou deixando nossas embaixadas e consulados sem dinheiro para pagar aluguéis?
    Só porque comprou um aerolula da Airbus pelo triplo do que poderia ter comprado um Embraer e promovido nossa indústria aeronáutica?
    Só porque descuidou dos programas de saúde pública através de ministros incompententes e desvio de verbas, permitindo a volta de doenças como a dengue e o zika?
    Só porque aparelhou todas as universidades federais com reitores de esquerda, obtusos e incompetentes?
    Só porque fez o Brasil ser motivo de chacota no mundo inteiro?
    Só porque nos tirou o orgulho de sermos brasileiros?
    Só por estes motivos?”
    ORA. NÃO É JUSTO !

  14. Chesterton said

  15. Pax said

    Aqui o Bicudo fez um gol…

    “Só porque loteou todas as agências reguladoras fazendo-as inúteis na proteção dos cidadãos?”

    Pra mim esse é um problemão continental.

  16. Chesterton said

    http://www.canalgama.com.br/lula-mandou-matar-dois-sindicalistas-acusacao-e-coronel-malhaes-um-mes-antes-de-ser-assassinado/

  17. Chesterton said

    Wagner Mimimi Moura está choramingando porque empresarios não querem dar dinheiro para ele fazer um filme sobre Marguella…..será que este idiota fuma maconha aos fardos…

    “É necessário que todo guerrilheiro urbano tenha em mente que somente poderá sobreviver se está disposto a matar os policiais e todos aqueles dedicados à repressão, e se está verdadeiramente dedicado a expropriar a riqueza dos grandes capitalistas, dos latifundiários, e dos imperialistas” (Carlos Marighella).

  18. Chesterton said

    Roberto Rachewsky

    “Sobre a denúncia contra Lula
    Lula tinha um duplo compromisso com a sociedade brasileira.
    O primeiro ele já cumpriu, o de provar que qualquer indivíduo, não importando suas origens, pode se tornar o mais poderoso dirigente do país.
    O segundo, tão ou mais importante que o primeiro, é provar que até mesmo aquele que já foi o mais poderoso dirigente que o país já teve, pode acabar na cadeia quando comete um crime.
    Lula, um cidadão exemplar.”

  19. Chesterton said

    http://www.implicante.org/blog/lula-enganou-o-mundo-diz-the-wall-street-journal-o-maior-periodico-do-planeta/

    chest= o mundo menos um…eu!

  20. Chesterton said

    Ex-presidente Lula revela que está em uma bolha ao beatificar os políticos

    Dizem que lobo velho perde o pelo mas não perde a manha. Pois o Luiz Inácio Lula da Silva que se apresentou na quinta-feira (15) aos seus fiéis desmentiu o ditado.

    Claro que foi um espetáculo, como quase sempre ocorre quando oferecem a Lula um palco. Mas pelo menos uma parte do espetáculo foi deplorável e revela que o ex-presidente perdeu a manha.

    Não vou falar das acusações a ele e de sua resposta a elas. Sobre essa parte, remeto ao texto sempre brilhante de Marcelo Coelho.

    O trecho que revela absurda falta de sintonia de Lula com a realidade é aquele em que diz que “a profissão mais honesta é a do político. Porque todo ano, por mais ladrão que ele seja, ele tem de ir pra rua encarar o povo e pedir voto”.

    Primeiro, política não é profissão. É (ou deveria ser) serviço público, com perdão por soltar essa tremenda ingenuidade nos tempos que correm.

    Segundo, há uma contradição entre afirmar a honestidade de todo político e, em seguida, dizer “por mais ladrão que ele seja”. Ou é honesto ou é ladrão, não há meio termo possível.

    Terceiro, o fato de ter que ir para a rua e encarar o povo não é demonstração de honestidade.

    Há uma penca impressionante de políticos que encararam o povo para se eleger e, não obstante, estão presos ou processados por desonestidade, como sabe todo o mundo, menos Lula, aparentemente.

    O que é incrível é que o ex-presidente solte essas asneiras dias após a Câmara de Deputados ter cassado o mandato de Eduardo Cunha, uma espécie de príncipe nessa profissão tão honrada segundo Lula.

    Não foi esse mesmo Lula quem disse, não faz tanto tempo assim, que o Congresso Nacional era formado por “300 picaretas”? Todos eles haviam encarado o povo para se eleger.

    Não é à toa, pois, que Lula se autodefina como “metamorfose ambulante”. Depois de eleito, ele governou de braço dado com muitos dos que, antes, ele definira como “picaretas”.

    Para explicar sua tese sobre a santidade dos políticos, Lula atacou quem faz concurso público, esse cidadão que “se forma na universidade, faz o concurso e tá com o emprego garantido pro resto da vida”.

    Comparação absolutamente sem sentido, para não dizer coisa pior. Fazer concurso público e ser aprovado qualifica quem o faz, em vez de torná-lo desonesto, como pretende Lula. O pior de tudo é que as considerações do ex-presidente sobre os políticos aparecem no momento em que, no mundo inteiro, há um repúdio maciço a eles.

    É óbvio que toda generalização é injusta. Nem todo político é ladrão, coisa que escrevo faz anos e sempre provoca rechaço entre parte do leitorado. Mas a injustiça da generalização é culpa exclusiva dos próprios políticos, cujas ações ou omissões continuadas levaram a esse sentimento.

    Se todos os políticos fossem honestos, não teria havido, em 2013, um movimento de protesto cuja essência era o “fora, todos”. Tudo somado, tem-se que Lula parece ter se instalado em uma bolha em que seus problemas pessoais levam a raciocínios sem pé nem cabeça.

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/clovisrossi/2016/09/1814355-ex-presidente-lula-revela-que-esta-em-uma-bolha-ao-beatificar-os-politicos.shtml

  21. Chesterton said

    http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2016/04/fraudes-causam-suspensao-do-programa-de-reforma-agraria.html

    CHEST- CQD

  22. Chesterton said

    chest= Mais um que se fez de bobo….

  23. Chesterton said

    Vão querer Lei Roaunet?

    Brasil 18.09.16 17:34
    O site da Veja informa que, de tão pequeno, o ato anti-Temer da Paulista foi transformado em “ato cultural” por seus organizadores.
    O protesto é uma ideia do MST, MTST, CUT, Intersindical e afins e pelo visto tem mais organizadores do que participantes. Antagonista

  24. Chesterton said

    chest- tratados como leprosos….

  25. Chesterton said

    Mesmo um politico ladrão é mais digno que um funcionário público concursado….Mulla da Silva Sauro.

  26. Pedro said

    A que ponto chegou o Lula.

    O Chester batendo deste jeito, e não aparece ninguém pra comprar a briga.

  27. Chesterton said

    se eu não venho começa a dar mofo e aparecer teia de aranha neste blog….

  28. Chesterton said

  29. Pedro said

    “Taca-le”pau Chester……

  30. Mona, a das antigas said

    Acho que o pessoal tá meio ressabiado, talvez só esperando as notícias de Curitiba. Dá-lhe anticlímax!

  31. Chesterton said

    Agora a Marta Suplicio….” nunca fui de esquerda, não me identifico com o PT, aliás nem sei quem é o Lulla…..

    chest- eu “si” divirtu….

  32. Pax said

    Lula virou réu.

    Agora vai responder ao Moro. Pelo que ouvi e li o processo todo deve demorar por volta de 12 a 18 meses.

    Creio que vai a 2017.

    Se a “coisa” for bem planejada vai até meados de 2018, bem na campanha presidencial.

    Aí a turma ficará alvoroçada.

  33. Chesterton said

    Cadê todo mundo?

  34. Guatambu said

    Eu ando com preguiça de comentar.

    Falar do PT agora é igual bater em bêbado… Aliás, tarefa de responsabilidade do Moro, atualmente.

    O Haddad não sobe nem com viagra. O que me deixa satisfeito por aqui em SP tbm.

    Espero que o Novo e o Livres, partidos com os quais mais me identifico atualmente, consigam se desenvolver esse ano, pelo menos nas vereanças.

    Por enquanto isso é tudo.

  35. Mona, a das antigas said

    Tá um saco, mesmo. Vou no Nassif e só vejo o pessoal reclamando “foi Golpe!”; gritando “fora, Temer” ou “a lava jato foi engembrada só para destruir o PT e comprometer as chances de Lula em 2018” e por aí vai… Gostaria muito de ler alguém, talvez um alguém com a envergadura de um Elias (kd tu, criatura?), que pudesse falar um pouco acerca de quais as alternativas econômicas existiriam para resolver nossos problemas fiscais (ou pelo menos mitigar); alguém que falasse honestamente acerca de como combater o crescente déficit previdenciário nacional, que pode comprometer o futuro de muito jovem de hoje e futuro velhinho…; alguém que nos dissesse qual a alternativa ao teto dos gastos públicos; enfim, alguém com credibilidade, com estofo técnico, reconhecidamente de esquerda, que não brigasse com os números e nos fizesse crer que, com ela (a esquerda) e sem contrariar a lógica matemática (a qual não tem ideologia), outro mundo é possível…

  36. Pedro said

    De acordo

  37. Pedro said

    Pois é, não baixou mais o caboclo brigador no judeu filho de Ogum.
    Como é Googlias, vai deixar o Chester, achincalhar a esquerda, batendo no peito e cantando de galo?
    :-)

  38. Chesterton said

    Elias resolver deficit fiscal…..Mona, ele cria deficit fiscal e depois diz “Alguem peidei, não sei que fui”.

  39. Pedro said

    É rir pra não chorar…..

    Do Diário Catarinense:

    “Foro “privilegiado”

    O juiz federal Sérgio Moro deverá se manifestar como impedido para apreciar a denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal em desfavor do ex-presidente Lula e outros, já que, como se trata do “homem mais honesto depois de Jesus Cristo”, a competência legal para a análise da matéria é de exclusividade do Vaticano, tribunal que deverá, então, deflagrar o processo de canonização.”

  40. Chesterton said

    Ricardo Rangel
    3 h ·
    Volta e meia leio em algum lugar uma frase mais ou menos assim: “Eu não sou contra o lucro. Eu sou contra o lucro sem controle, exorbitante.” É dita de uma maneira orgulhosa, para mostrar que o autor é uma pessoa ponderada, razoável, que nada tem contra ou lucro ou a iniciativa privada.

    Meu caro, vamos elaborar:

    1. Quem determina o que é exorbitante e o que é razoável? Você? O governo?
    2. Quem é responsável por controlar o lucro? O governo?
    3. Se o lucro deve ser controlado, é de se esperar que o prejuízo também o seja. O governo deve escrever um cheque para reduzir o prejuízo de se ele for grande demais?
    4. Ao se decidir por um investimento, o empresário compara risco e retorno. Como convencê-lo a investir se o lucro (controlado) não for suficiente para dar o retorno necessário?
    5. No caso de você não ter reparado, Dilma quis controlar o lucro no setor elétrico e acabou por gerar o caos e um prejuízo de dezenas de bilhões de reais.

    Meu amigo, se você quer justiça social, pare de tentar impedir as pessoas de ficar ricas. Preocupe-se com o que fazer para tirá-las da pobreza.

  41. Pax said

    Operação Arquivo X em andamento. Mais uma fase da Lava Jato.

    Parece que vai ter pão com Mantega hoje no café da manhã.

  42. Chesterton said

    Estou achando que, por solidão, Lulla vai acabar indo espontaneamente para Curitiba…..

  43. Chesterton said

    Jovens assassinos: maçãs podres ou ‘vítimas’ de uma infância infeliz?
    22/09/2016 02h00

    Na avenida Nossa Senhora de Copacabana, no Rio, o fim de tarde de quarta-feira, dia 14, não foi nada insólito.

    Desde o começo da Olimpíada, na hora em que as pessoas saem da praia e se dirigem às paradas de ônibus, bandos de adolescentes praticam arrastões. Talvez os moleques não queiram tanto roubar (celular à parte, ninguém leva nada para a praia) quanto apavorar, suscitar gritos e correria.

    No dia 14, então, 92 jovens foram detidos –82 eram menores, 78 adolescentes e quatro crianças.

    Segundo a reportagem do UOL (http://migre.me/v11ot), os adultos foram presos, as crianças foram para um abrigo da prefeitura, e os adolescentes receberam “apoio dos profissionais da Secretaria de Desenvolvimento Social”. Paira no ar uma certa vontade de distribuir safanões –e não “assistência”.

    Graças ao artigo de Patrick R. Keefe na revista “The New Yorker” de 12 de setembro, li o livro-reportagem de Dan Slater: “Wolf Boys: Two American Teenagers and Mexico’s Most Dangerous Drug Cartel” (meninos-lobos: dois adolescentes americanos e o cartel mais perigoso do México). Slater reconstrói a história de dois adolescentes do Texas (fronteira com o México) que se tornaram sicários no narcotráfico mexicano, assassinando dezenas de pessoas com requintes de crueldade. Julgados como adultos (possível nos EUA a partir dos 13 anos), ele foram condenados à prisão perpétua sem redução de pena.

    Slater se pergunta se os dois jovens deveriam ser considerados como criminosos ou como “vítimas” (do cartel mexicano).

    Nessa direção, Keefe, no artigo da “New Yorker”, nota que, em geral, as crianças-soldados das guerras no continente africano nos parecem não ter culpa: eles foram arrancados das suas famílias pelos senhores da guerra. Em compensação, somos menos clementes com nossos adolescentes criminosos.

    Keefe propõe uma explicação: quanto mais as vítimas dos adolescentes se parecem conosco, tanto mais tendemos a considerar que os jovens criminosos são maçãs podres e, de uma maneira ou de outra, responsáveis por sua podridão.

    Ishmael Beah, ex-criança-soldado leonesa, autor de “Muito Longe de Casa” (Companhia de Bolso), esteve na Flip de 2007. Ao conhecê-lo, era impossível não apostar que, por horrorosa e sanguinária que seja a infância de alguém, sempre existe uma chance de redenção.

    Mas volto ao livro de Slater: lendo as conversas do autor com Cardona (o jovem texano que mais se deixou entrevistar), a sensação é outra. O adolescente não fugiu da fome nem foi arrancado de seu lar à força: enveredou-se pelo crime por causa da grana, das minas, dos carros e das roupas.

    Para salvar Cardona, vamos fazer o quê? Acusar o “imediatismo” materialista de nossa cultura? Problema: há milhões de adolescentes que gostam de minas, carros, grana e roupas e não se tornam assassinos.

    Alguém dirá que os outros adolescentes apostam no esforço e no trabalho, enquanto Cardona escolhe a facilidade. Mas fazer carreira no crime, como sicário, é mesmo uma “facilidade”?

    O advogado de Cardona pediu uma pena menos drástica com estas palavras: “Não sou Freud. Estou convencido de que Freud se divertiria à beça aqui. Não sei qual foi a motivação dele [de Cardona]. Não sabemos o que o leva a agir. Ninguém parece mesmo se importar com isso”.

    Os dois adolescentes do Texas desejavam coisas que muitos ou todos desejam. Só que fizeram isso sem freio moral, sem empatia, sem compaixão pelas suas vítimas e, ainda, se vangloriando de sua própria crueldade. Freud e um eventual colega sociólogo (marxista ou não) talvez encontrassem explicações (“desculpas”?) na suposta injustiça social ou na neurose familiar. Mas dificilmente eles conseguiriam eliminar a ideia de que os jovens texanos eram, simplesmente, ruins.

    Essa ideia lhe inspira horror? Será então que você acredita que todos seríamos naturalmente bons, à condição de não sermos estragados por alguns percalços violentos de nossa infância?

    Sabemos descrever bem o que é uma personalidade antissocial (desinteresse pelos outros, mentira persistente, impulsividade, agressividade, falta de remorso etc. –tudo isso, às vezes, junto com hiperatividade, drogas, depressão). Suspeitamos de componentes genéticas e causas ambientais e psíquicas (desamparo, desafeto familiar, violências sofridas).

    Mas duvido que a gente chegue um dia a explicar a história de um Cardona sem recorrer à hipótese da maçã podre.

    ccalligari@uol.com.br

    @ccalligaris

    chest- com o impeachment de Diuma (figa) e a prisão da elite petista até o contardo resolveu parar de gracinhas

  44. Mona, a das antigas said

    Gosto demais de ler o Calligaris e o Daudt; ambos se ocupam em devassar a psique humana, com abordagem um pouquinho diferente, função dos valores de cada um, creio. O Daudt tá mais para “a vida como ela é”, enquanto que o Calligaris tem um pouquinho do ranço esquerdista de “a vida como ela deveria ser” … bom ver que o Contardo tá crescendo.

  45. Guatambu said

    Turminha,

    Quantas milhões de vezes eu falei que o Guido, o Mantega derretida, ia entrar pelo cano obedecendo aquela senhora?

    Dito e feito.

    Só o Elias e os ilustres da Unicamp defendiam as barbeiragens desse economista de meia-tigela…

    Não tenho o menor orgulho de ter tido esse cara como professor.

    Aliás, muito bem feito. Quem mandou mexer com bandido?

  46. Guatambu said

    O pior é ter que aguentar os petelhos falando: “prender no hospital é covardia”.

    Qualquer semelhança com a frase: “na cara não, pra não estragar o velório” do Tropa de Elite é mera coincidência.

    Bandido pedindo arrego… é f!@#$!

    O cara erra TODAS as previsões de PIB e inflação nos 6 anos que atuou no governo, ferrou com 200 milhões de brasileiros e agora nego vem pedir arrego!

    Não tenho dó de bandido. Nem de quem se mistura com eles.

  47. Elias said

    Lula só não emplacou o BM por causa do câncer (agora, ele não emplacaria nem como agente de portaria da sucursal do BM no Haiti).

    O procurador enrolou, enrolou, enrolou… Mas não fez o básico em qualquer denúncia: apresentar o que ele considera ser provas do que denuncia.

    Claro que isso pode ser considerado mero detalhe, nas mãos de um juiz desonesto, porque vinculado a partido político, como o Sérgio Moro…

    … O mesmo que, até hoje, não notificou a mulher e a filha do Eduardo Cunha, porque, segundo alega, não sabe onde elas estão (Moro provavelmente tb não sabe o significado da palavra foragido… mas só qdo ela se aplica a gente do bando dele).

    Antes disso, ele segurou as denúncias contra o Cunha por 6 meses, só liberando depois do tranco do STF, que, por seu turno, só se mexeu depois que o governo suíço botou a boca no trombone…

    Agora, contra o Lula, o processo vai correr rapidinho…

  48. Guatambu said

    Elias,

    O Lula nunca emplacaria em banco nenhum. Em nenhum momento da história.

    Nenhuma área de risco e compliance aceitaria o Lula nos quadros…. a menos que fosse justamente na área de Risco e Compliance: já que ele pensa como bandido, seria muito bom usar essa sagacidade para encontrar bandidos.

    Pena que ele resolveu fazer o oposto… e acabou levando alguns bobos junto dele: o Genoino e o Mantega, por exemplo.

    São uns coitados. Caíram na conversa do Lula, do Dirceu, etc…

    Taí o resultado.

  49. Elias said

    Aliás o processo do Cunha vai pra primeira instância, agora que ele perdeu o mandato.

    Ou seja: vai começar tudo de novo, outra vez, novamente, no início do princípio do começo… Enquanto não pinta uma prescrição maneira, a la carte, como as denúncias que o Moro arranja…

    Nada não… Só pra lembrar:mesmo sem mandato, e por atos supostamente cometidos qdo não exerciam mandato, Dirceu e Genoíno foram julgados no STF…

  50. Chesterton said

    http://www.apyus.com/estudo-diz-que-a-lei-das-domesticas-as-prejudicou-findando-em-informalidade-e-renda-menor/?utm_content=bufferfbd07&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_campaign=buffer

    chest- nada como uma lei esquerdoide para ferrar o cidadão….

  51. Chesterton said

    Odeio você

    No século XXI, a esquerda brasileira ainda cultua a figura do caudilho latino-americano

    No Citibank Hall, em São Paulo, Caetano e Gil conduziram a plateia numa versão de “Odeio você” que se completava com “Temer”. Há motivos para a indignação contra um governo recheado das velhas figuras do PMDB, assentado no chamado “Centrão” e salpicado pela gosma de preconceito dos pregadores-negociantes. Contudo, os dois músicos e seu público não apenas rejeitavam o presidente adventício como também se solidarizavam com a dissolvida ordem lulo-dilmista. O evento, um entre tantos que envolvem intelectuais e artistas, evidencia a eficácia da narrativa do “golpe parlamentar”. É mais uma volta no parafuso que prende a esquerda brasileira a lideranças e ideias regressivas. O fracasso não ensinou nada — e apagou as páginas de lições prévias.

    Lula e Dilma, depois de tudo — é sério isso? Os heróis da esquerda são os compadres de Marcelo Odebrecht, os chefes dos gerentes-operadores da Petrobras, o óleo na engrenagem de um capitalismo de subsídios e sombrias negociatas. Na ordem lulo-dilmista, circulavam como aliados e associados os mesmos canalhas que rodeiam o atual governo. O que eles “odeiam” não é a presença perene dessa gente, mas a ausência de seus heróis sem nenhum caráter. O Temer que eles odeiam é a implicação necessária dos governos que eles amaram.

    No campo político da esquerda, nada se aprendeu sobre uma política econômica amparada nas rendas extraordinárias do ciclo internacional da “globalização chinesa”, que nunca gerou ganhos de produtividade e se concluiu numa depressão tão profunda quanto à do colapso cafeeiro. E nada se aprendeu sobre políticas sociais referenciadas em estímulos conjunturais ao consumo e transferências diretas de renda, que se esgotaram sem reformas de fundo. Enquanto ainda cantam as glórias petistas, eles escondem de si mesmos a permanência de uma educação pública em ruínas e as carências humilhantes dos serviços públicos de saúde. Eles gostam de cotas, não de direitos universais.

    O que sobra de uma esquerda cega à desolação das nossas metrópoles cindidas em guetos sociais e, portanto, estruturalmente violentas? Por que eles amam tanto o retrógrado Minha Casa Minha Vida, um programa que ergue habitações populares distantes dos centros das cidades, reiterando um padrão secular de segregação espacial? Copa, Jogos Olímpicos, Porto Maravilha: a roda da fortuna da especulação imobiliária.

    Numa mesa-redonda, Guilherme Boulos, o líder do MTST, inverteu a sequência temporal dos eventos para justificar a falência econômica da Venezuela chavista pelo colapso das cotações do petróleo. A caravana do “Odeio você” avança, de olhos vendados, rumo ao passado. Eles não reconhecem que, sob Hugo Chávez, somente se aprofundou a histórica dependência venezuelana das rendas petrolíferas, nem que a “revolução bolivariana” implodiu sob o peso de seus próprios erros, degenerando num regime autoritário, repressivo e impopular. No século XXI, a esquerda brasileira ainda cultua a figura do caudilho latino-americano.

    Podemos ter nosso próprio Che? Wagner Moura, cuja inteligência política é inversamente proporcional a seu talento dramático, clama por recursos públicos para um filme sobre Marighella. Ele quer cercar seu personagem com a auréola do romance, ajudando a convertê-lo em marco de memória. A luta armada, o “foco revolucionário”, ofereceu os pretextos ideais para a evolução da máquina repressiva, contribuindo involuntariamente com a sedimentação da ditadura militar. À luz da história, compreende-se o erro trágico dos militantes que se engajaram naquela aventura. Já a romantização da tragédia, tanto tempo depois, e na vigência das liberdades democráticas, deve ser classificada como o ato típico de um idiota.

    Na Europa, as correntes principais da esquerda aprenderam com a experiência totalitária soviética o valor fundamental da democracia. Na América Latina, o percurso de aprendizado foi interrompido pela Revolução Cubana, com seu infindável cortejo de mitos. Cuba é o nome da caverna escura que aprisiona a esquerda brasileira. Um quarto de século atrás, o PT chegou a qualificar o regime castrista como uma ditadura indefensável. Hoje, celebra tanto o defunto “modelo socialista” cubano (isto é, o estatismo stalinista) quanto as reformas econômicas deflagradas por Raúl Castro (isto é, um sistema de mercado sem a contrapartida de direitos políticos e sindicais). Nesse pátio de folguedos do anacronismo ideológico, encontra-se com sua dissidência agrupada no PSOL.

    “Odeio você, Cunha!”. A performance da esquerda apoia-se num álibi primário. Eles dizem, com razão, que Eduardo Cunha está no DNA do governo Temer. Porém, obliteram o fato de que, sem a engrenagem da corrupção partidária institucionalizada sob o lulo-dilmismo, Cunha seria apenas mais um corrupto de terceira classe. O ódio caetaneado, um produto político seletivo, opera simultaneamente nos registros da memória e do esquecimento. Cunha é Temer — mas é também Lula e Dilma.

    Nos idos de junho de 1968, interpretando “É proibido proibir”, Caetano desafiou uma plateia que urrava contra as guitarras elétricas dos Mutantes, pateticamente identificadas ao “imperalismo americano”. Hipnotizados pelo romance da esquerda latino-americana, os jovens odiavam tudo que não fosse Vandré. O Caetano de hoje representa a negação do Caetano original: no Citibank Hall, ele arrependeu-se de si mesmo, curvou-se às vaias do passado, escreveu o epílogo de uma biografia autorizada.

    Pablo Milanés desempenhou, ao longo de décadas, o triste papel de trovador oficioso de Fidel Castro. Caetano faz uma melancólica imitação tardia, candidatando-se a trovador de Lula e Dilma. Ninguém deveria odiá-lo por esse motivo. No fim, sua performance reflete os fracassos e as frustrações de uma esquerda enclausurada na gruta de seus mitos. O “velhote inimigo que morreu ontem” está entre nós, bem vivo.

    Demétrio Magnoli é sociólogo

    Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/opiniao/odeio-voce-20154707#ixzz4L0NCIPd9
    © 1996 – 2016. T

  52. Chesterton said

    O futuro delator

    Brasil 22.09.16 12:26
    Guido Mantega nem chegou à carceragem da PF e os dirigentes do PT já estão dizendo que ele vai delatar.

    chest- pra que vaselina? Tem Mantega….

  53. Chesterton said

    48…hilário!

  54. Chesterton said

    Prestem atenção, logo a melhor alternativa para Lulla, para ficar vivo, será a cadeia.

  55. Chesterton said

  56. Olá!

    Isso aqui é hilário:

    “Lula só não emplacou o BM por causa do câncer (agora, ele não emplacaria nem como agente de portaria da sucursal do BM no Haiti).”

    Hehehehehehehe. . .

    Desculpa esfarrapada, Elias. O Lula não passa de um bandido de dinheiro público (do povo) e deve ser encarcerado por causa disso.

    A verdade é que o Lula não tem o perfil do pessoal que já foi presidente do Banco Mundial, que são pessoas oriundas principalmente das áreas financeira e empresarial. A própria mentalidade econômica do Banco Mundial é quase que totalmente divergente daquilo que o Lula pensa sobre economia: Um Estado forte, interventor na economia, criador de estatais, anti-privatizações (vide campanha de 2006), patrimonialista e afins. Não é o perfil de alguém que já tenha ocupado a presidência desse órgão.

    Apenas lembrando que o Banco Mundial é a instituição que produz anualmente o Ease Of Doing Business Index, um índice muito criticado pelo petismo, pois mostra que o ideário econômico petista baseado em princípios bolivarianos apenas faz o país retroceder em termos institucionais, de combate à corrupção e afins.

    Eis um exemplo desse ideário econômico, excerto:

    Uma de suas ideias mais incomuns é que a inflação é causada pela luta de classes e que a burocracia estatal deveria ser substituída por comunas revolucionárias responsáveis por desde a assistência médica à produção de alimentos. Maduro seguiu essa recomendação ao ordenar que conselhos comunitários e soldados distribuíssem alimentos básicos diretamente para as famílias, segundo dois legisladores do partido do governo.

    Até hoje a esquerda ainda não conseguiu compreender que a inflação é um fenômeno majoritariamente monetário e causado pelo governo ao fazer expansão monetária.

    Nos anos 80, os economistas da UNICAMP, liderados pela tosca Maria da Conceição Tavares, que errou tudo o que previu, também tinham uma concepção bastante peculiar sobre as causas da inflação: Na cabeça maluca dessa gente, a inflação era causada pelo aumento de preços!

    Eis aí um excelente exemplo de inversão entre causa e consequência e o Plano Cruzado foi todo montado tendo como base esse princípio “econômico” furado. Em vez de conter a expansão da base monetária, decidiu congelar os preços, que explodiram quando o congelamento foi suspenso, o que mostra que o governo continuou imprimindo dinheiro durante o congelamento.

    E foi essa gente “desenvolvimentista” que levou o Brasil, mais uma vez, para dentro do buraco e da crise na qual o país se encontra atualmente, a pior da sua história.

    Há pessoas que afirmam que o liberalismo econômico nunca funcionou em lugar nenhum. É uma afirmação bastante curiosa, pois, aqui no Brasil, todas as grandes catástrofes econômicas vieram de economistas anti-liberais/estatistas: Plano Cruzado; Plano Bresser; a hiper-inflação do período 1980-1994 (e que só foi contida por um plano baseado em idéias ortodoxas, o Plano Real, muito odiado pelo pessoal da UNICAMP); a Reserva de Mercado na Informática; a criação de várias estatais, hoje uma delas é alvo principal da Lava Jato. Lembrando que alguns desses planos foram feitos exatamente para conter desastres produzidos por governos anteriores, que nada tinham de liberal.

    A crise atual foi completamente produzida pelo governo e por pessoas que não acreditam no sistema de livre-iniciativa.

    Até!

    Marcelo

  57. Guatambu said

    Pessoal,

    Vcs se lembram da frase: “vai quebrar a cara quem apostar na alta do dólar” (Guido Mantega)?

    Se o nosso queridos amiguinhos petelhos seguiram o conselho do Mantega, e a ideologia petelha e operaram vendidos, quem deveria estar querendo prender o Mantega são eles!

    huá huá huá!!

  58. Elias said

    Marcelo Augusto (nome de ator de novela mexicana),
    Durante os “anos petelhos”, o Banco Mundial aplicou no Brasil mais que o dobro do que aplicou em qualquer outra época. Se ele divergia tanto, assim, da orientação econômica, escondeu isso muito bem.

    Aliás, por essa época, o BM ultrapassou o BID em aplicações no Brasil, mesmo com toda a agressividade que caracteriza a política do BID neste país (o Brasil é o segundo maior mantenedor do BID, ficando atrás apenas dos EUA, país que casa dinheiro nesse banco, mas não pede dinheiro dele). Além do mais, o BID atua somente no continente americano, enquanto o BM atua em todo o mundo. Mesmo assim, o BM colocou o Brasil como mercado prioritário.

    Motivo? Simples. Durante o governo Lula, o Brasil zerou o endividamento externo, passou a ser credor e manteve em dia todos os seus compromissos.

  59. Chesterton said

    57, lembra daquela outra frase? ” Compre ações da Petrobras!”…

  60. Chesterton said

    Em campanha (2)Coligação PT, PCdoB e PTdoB lança candidatura em Curitiba
    Por: Augusto Nunes 23/09/2016 às 9:12
    “Os excessos como o de hoje nos favorecem do ponto de vista eleitoral, porque estimula nossa militância, que fica indignada e vai às ruas”. (Silvio Costa, deputado federal pelo PTdoB de Pernambuco, explicando que, com a prisão de Guido Mantega, a coligação do seu partido com o PT e o PCdoB intensificou a campanha para conquistar um cargo majoritário entre a população carcerária da República de Curitiba)

  61. Chesterton said

    http://porque.com.br/por-que-dinheiro-nao-e-tudo-em-educacao-entenda-a-magica-de-sobral-no-ceara/

  62. Chesterton said

    http://m.folha.uol.com.br/mundo/2016/09/1815854-crise-e-tao-grave-que-a-venezuela-esta-comprando-petroleo-dos-eua.shtml

    chest- dê o Saara para os bolivaro-petistas administrar e vai faltar areia.

  63. Chesterton said

    Band News:

    HOJE FOI DECRETADO O “HOLOCAUSTO ECONÔMICO BRASILEIRO” E PRATICAMENTE NINGUÉM FICOU SABENDO
    Decisão é uma derrota para a Petrobrás, que está sendo processada nos EUA

    Hoje é um dia emblemático para o Brasil, um dia triste e que vai passar em branco para a população, em uma manobra ardilosa do governo para não criar pânico. Acontece que a corte dos EUA autorizou a abertura de processos grupais contra a Petrobras, que arruinou fundos de pensões americanos devido à quebra da empresa pela corrupção e má administração. Os americanos estimam que a corrupção no Brasil gerou um rombo de US$ 28 bilhões o que em reais atinge perto R$ 130 bilhões, alegam também que os balanços foram mentirosos e fraudulentos. Além da corrupção, a má gestão condenou a Petrobrás a um atoleiro de dívidas que chegam a R$ 600 bilhões. Com os processos autorizados hoje e as dívidas, as indenizações e ressarcimentos podem chegar na casa astronômica dos R$ 1,5 trilhão. Isso vai trazer ainda mais recessão e crise para o Brasil e mais uma vez quem vai pagar será a população, porque para quitar o rombo da Petrobras, o governo terá que aumentar a arrecadação, penalizando ainda mais quem produz e extorquindo ainda mais dinheiro do trabalhador, gerando um empobrecimento para o País que vai repercutir em todos os ramos da economia e sua cadeia produtiva.

    Via: Estadão

    Mais 16 países irão processar a Petrobrás. Esta bomba, que o PT, está tentando esconder para não causar alarde. Esse é o legado que o governo da Dilma e o chefe da facção criminosa PT, Luiz Inácio Lula da Silva, nos deixou.

    chest- dá vontade de tomar medidas extremas contra petistas….

  64. Elias said

    A prisão do Mantega foi determinada em AGOSTO, mas cumprida apenas um mês depois. A desculpa pra tanta demora é que a PF estava mto ocupada com as Olimpiadas, e não dispunha de efetivos pra prender o Mantega, que, como se sabe, é elemento de alta periculosidade, e é preciso um batalhão de homens armados até os dentes para prendê-lo.

    Por lei, a prisão temporária é medida emergencial, e tem por objetivo impedir que o paciente (denunciado, réu, suspeito, etc), interfira na investigação, destruindo ou escondendo provas.

    Além da exploração político-eleitoral, qual o sentido prático de cumprir um mandado de prisão temporária um mês depois de sua decretação?

    E por que o Moro cuidou apenas de Mantega, se a citação do Eike Batista contém, no mesmo parágrafo, um monte de gente do PSDB, Aécio Neves incluso, como beneficiários das mesmíssimas doações eleitorais que deram causa à prisão do Mantega?

    O ex-juiz federal Luiz Flávio Gomes, hoje aposentado, e de longa data, um baluarte na luta contra a corrupção, já começou a denunciar o escancarado partidarismo do Moro.

    O PMDB e o PP lideram, com larga margem, a lista de denunciados/implicados na lava jato, mas os membros desses partidos têm sido zelosamente, e convenientemente, ignorados pelo Moro.

    Como mesmissimamente ignorado está, pelo mesmíssimo Moro, o Eduardo Cunha.

    Moro é o leão de chácara da família Cunha.

  65. Chesterton said

    Que chororô patético, Elias.

  66. Chesterton said

  67. Chesterton said

    http://www.implicante.org/blog/o-stf-que-demorou-32-dias-para-enviar-lula-a-sergio-moro-remeteu-o-caso-cunha-em-3-dias/

  68. Pax said

    Agora foi o Palocci. Quando vão pegar alguém do outro lado ainda não sei.

    Mas seria bom para a Lava Jato equilibrar um pouco o jogo.

    novo post

    bom dia

  69. Guatambu said

    Pax,

    É essa a diferença de entendimento que há entre as pessoas que vem da velha esquerda da nova esquerda.

    A velha esquerda acredita que o processo legal não precisa ser respeitado, ele precisa ser equilibrado. É igual a história da justiça social. Para pessoas assim, a justiça não deve ser feita com base na lei, deve ser feita com base na remuneração anual do sujeito: se o sujeito ganha pouco, então a justiça deve ser mais complacente, se o sujeito ganha muito, o sujeito deve ser destruído perante a lei, sempre que possível, em nome da justiça social.

    Que história é essa de equilíbrio Pax?! Isso chega a ser ridículo!

    Existe um processo legal que deve ser respeitado. Essa esparrela do Elias de dizer que o PSDB e o PMDB não estão sendo devidamente investigados é lorota das mais baixas quando feita por uma pessoa que se diz minimamente conhecedora do processo legal.

    O objetivo da investigação é alcançar o mandante das operações de corrupção no Brasil, ou seja, quem asssinou, quem comandou, quem era realmente o idealizador, o mentor, o condutor de toda essa farra da corrupção. Nesse sentido fica óbvio que o PSDB e o PMDB podem até ter obtido vantagens e participado de todo o processo, mas a organização do PT era claramente centralizada pelo próprio partido. Todos os indícios apontam para a cúpula do governo do PT e o próprio PT enquanto partido, daí a prioridade das investigações e prisões.

  70. Guatambu said

    Erratas: “… mas a organização do PT era claramente centralizada pelo próprio partido. Todos os indícios apontam para a cúpula do governo do PT e o próprio PT enquanto partido, daí a prioridade das investigações e prisões.”

    Leia-se: … mas a organização da corrupção no Brasil era centralizada pelo PT em nome da governabilidade. Todos os indícios apontam para o próprio PT enquanto partido, desde o mensalão. Daí a prioridade das investigações e prisões para este partido.”

  71. Chesterton said

    68., Pax, outro lado? Os empresarios já estão presos.

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: