políticAética

Notícias da Corrupção, Desvios, Anomalias, Eleições e Meio Ambiente

  • Sobre o blog

    Uma coletânea das notícias da corrupção, desvios, anomalias, eleições e meio ambiente que aparecem na mídia todos os dias a partir de agosto de 2008.
  • Categorias

  • Arquivos

  • Páginas

  • Meta

Garotinho e Cabral em Bangu

Posted by Pax em 18/11/2016

Os ex-governadores do Rio de Janeiro Anthony Garotinho e Sérgio Cabral estão presos em Bangu.

Segundo farto noticiário roubaram o Estado sem parar durante suas gestões.

O canal O Meio do Pedro Doria fez uma coleção de links interessante sobre essas prisões.

Anúncios

272 Respostas to “Garotinho e Cabral em Bangu”

  1. Chesterton said

    É tão bom cuidar dos pobres”
    O populismo se cevou nesses últimos anos no Brasil

    Por: David Coimbra
    19/11/2016 – 04h02min | Atualizada em 19/11/2016 – 04h02min

    Não senti prazer ao ver o vídeo de Garotinho esperneando e gritando ao ser levado para o presídio de Bangu. Nem ao saber que outro ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, teve a cabeça raspada ao entrar na mesma penitenciária.

    Não me comprazo com a desgraça.

    Mas há algo a festejar nesses dois fatos. É que o Brasil mudou.

    Todos nós sempre soubemos do que acontecia na política e todos nós sempre dissemos que nada jamais teria consequência.

    Agora tem consequência.

    Agora, poderosos criminosos estão indo para a cadeia.

    Digo poderosos criminosos porque é isso que eles são, e não o contrário. Eles não são criminosos poderosos. Não são como o Dadinho, da Cidade de Deus, que se transformou em Zé Pequeno. Não são contraventores que viraram chefes de gangue. Não. Foi o poder que os tornou criminosos e não o crime que os tornou poderosos.

    De certa forma, é bem pior. O criminoso de raiz não ilude ninguém.

    Ele atua à margem da lei, não por dentro dela.

    No Brasil, o poder e o crime sempre foram aliados, mas, nos últimos anos, esse consórcio se fortaleceu por conta de dois fatores. O primeiro foi a onda de prosperidade do país; o segundo, o populismo.

    O populismo é solerte, porque fornece a justificativa para o ilícito. E, não, a prosperidade não se deu por responsabilidade do populismo como querem fazer crer alguns. A prosperidade se deu porque o Brasil conseguiu controlar a inflação, o que proporcionou segurança à economia, e porque a contingência internacional era favorável. Assim, o populismo pôde se aproveitar da prosperidade a fim de se entranhar na sociedade, como soem fazer os regimes populistas.

    Sérgio Cabral é o populista clássico. Gozador, falastrão, cheio de confiança. Um carioca malandro. Até demais.

    Exatamente por ser malandro em demasia e por ter confiança em excesso que ele hoje divide uma cela de nove metros quadrados com outros cinco detentos, em Bangu.

    Garotinho, o esperneador, tem mais chances de sair de lá do que ele. Porque foi menos confiante do que ele.

    Circula “nas redes” um vídeo de Lula dando depoimento sobre Sérgio Cabral. Lula diz que Cabral é “pura emoção” e que não foram poucas as vezes em que o viu com lágrimas nos olhos só de falar no povo do Rio de Janeiro.

    Ali está, num vídeo de 30 segundos, o resumo do populismo brasileiro. Principalmente porque o discurso é feito pelo maior populista brasileiro de todos os tempos.

    Ninguém ganha dele.

    O populismo de Lula é mais viscoso até do que o de Getúlio Vargas, porque Getúlio era um latifundiário, um homem da elite, tinha baixa adesão entre os intelectuais.

    Já Lula é o personagem dos sonhos do intelectual: é um ex-operário que fala errado. O intelectual sente-se imediatamente fascinado por esse tipo tão diferente dele, que parece conhecedor dos mistérios da chamada “sabedoria popular” que ele, intelectual, jamais alcançará. Se Lula fosse índio, os intelectuais uivariam para a Lua ao avistá-lo.

    Em sua ode a Sérgio Cabral, Lula destaca, com precisão, as qualidades que o populista pretende ter. Lula começa o vídeo com uma frase extraordinária, uma sentença que tem de ser lembrada e relembrada pela posteridade, até que aprendamos alguma coisa:

    “É tão bom cuidar dos pobres”.

    Oh! O suposto herói se refocilando de prazer com seus supostos méritos. Lula ama “cuidar dos pobres”. É o Grande Pai Protetor, que estende sua mão generosa para a escumalha e a retira do lodo em que vive. Veja os pobres ali embaixo. Eles apontam o queixo para o céu e lançam olhares de admiração e agradecimento infinitos para o Pai Lula. Eles arquejam, com a língua de fora, e balançam os rabinhos de contentamento quando O Homem se curva para lhes afagar a cabeça. O Pai Lula, então, se emociona. Ele está ao lado de Sérgio Cabral. Ambos têm lágrimas nos olhos.

  2. Pedro said

    Gostei do texto do David Coimbra.

  3. Pedro said

    Não tem mais volta.
    Além dos que já foram presos, vai mais um monte………….minha opinião.

    E como dizem os espíritas…… assim seja.

  4. Pedro said

    Correm alguns boatos que o Googlias está mesmo na articulação da candidatura do Ciro Gomes.

    Por enquanto o desafio é saber em qual partido o Ciro está no momento.

    Outros boatos dizem que, ele está junto com o Patriarca, procurando o Belchior….

  5. Chesterton said

    http://www.bloomberg.com/news/articles/2016-11-20/trump-s-nato-spending-demand-would-break-denmark-s-welfare-state

    chest- os americanos sustentam o bem estar social escandinavo…

  6. Pedro Fernandes said

    Zé Luis Ricardo tem razão de estar revoltado, também estou. Passado um ano do comentário acima, e vários anos das denúncias contra o GRUPO SERVENG, não entendo porque até agora a SERVENG não entrou na lava-jato.

    Teve denuncia da SERVENG na Suiça mas no fim não deu em nada,

    Thadeu Penido SEMPRE é citado mas nunca entra.

    Sempre falam que a culpa é de funcionário, nunca dos donos da empresa (Thadeu, Rosa e Ana Maria Penido).

    Eles estão na linha de frente da corrupção do Brasil, estão em toda obra publica, ganham todas as concessões, pedágios, transposição do São Francisco, Petrobrás e tudo mais mas são BLINDADOS de todo lado porque são as pessoas mais ricas do mundo.

    A Odebrecht, Galvão, etc estão queimados até a 20ª geração, como que os Penido sempre conseguem se safar a$$im ?

    E agora até o MPF quer acabar com a lava jato.

    Quando a SERVENG vai entrar nas denúncias ?

    E agora estão querendo acabar com tudo, o congresso e parece que até o MPF quer o fim da lava-jato, os procuradores da república também estão com medo da Odebrecht,
    Só uma Bastilha aqui para melhorar

  7. Chesterton said

    http://faustomag.com/leandro-narloch-cansei-de-afirmacao-polemica-cansei-de-discutir-pessoas/

  8. Chesterton said

    Fidel morreu

  9. Chesterton said

    – Morreu Fidel.
    – Já vai tarde, ditador maldito.
    – Você está simplificando, essa não é uma opinião inteligente. Tem que considerar os pontos positivos, as complexidades da história e tudo mais. Nem tudo é certo ou errado, não seja tão bitolado.
    – É verdade, não dá pra condenar Fidel e Pinochet assim.
    – Pinochet? Como assim Pinochet? Tá maluco, cara? Aquele ditador desgraçado, maldito, fdp.

  10. Pedro said

    hahahaha
    Bem essa

  11. Pedro said

    http://www.sensacionalista.com.br/2016/11/26/grandes-marcas-esportivas-lamentam-a-morte-de-fidel/

  12. Chesterton said

    Então achavam que bastava….sentem> Michelle é na verdade Michael..

    0:12

  13. Chesterton said

    este

  14. Chesterton said

  15. Pedro said

    Tá phoda pra fechar as contas de fim de ano.
    O dinheiro sumiu….

    Viva Mantega, viva Lula, viva Dilma, viva Temer, desejo tudo de bom pra eles…..SQN

  16. Pedro said

    Buenas.
    Parece que o debate acabou.
    No fim das contas o Chester tinha razão em quase tudo.
    A esquerda fez uma lambança tão grande que sabe lá o que vai dar……….

  17. Chesterton said

    Achei que vocês tinham todos morrido….

  18. Pedro said

    Chester, meu objetivo é viver pra sempre.

    Por enquanto tá dando certo.

  19. Pedro said

    http://www.sensacionalista.com.br/2016/12/06/cabral-pede-para-passar-natal-com-a-mulher-e-e-atendido-pela-justica/

  20. Pedro said

    É Chester, já dizia o Pablo Escobar:

    “Não existe no mundo nenhuma pessoa que goste mais de dinheiro vivo que um homem de esquerda.”

  21. Guatambu said

    Dizem as más linguas que o Elias está aflito.

    Em 2016 morreu tanta gente importante que ele acha que é o próximo.

    Eu to impressionado com o fim-de-ano.

    Normalmente é um período devagar no meu tipo de negócio, mas esse ano parece que as coisas começaram a se agitar aos 45 do segundo tempo.

    Estou surfando essa marolinha.

  22. Chesterton said

    hahahahahahah

  23. Chesterton said

    Mas Pedro, estou curioso. Você disse que eu acertei quase tudo….onde foi que errei?

  24. Chesterton said

    que ano maravilhoso
    Dilma fora
    Cabral na cadeia (com a mulher)
    Hillary vai para a cadeia
    Lulla vai para a cadeia
    Obama vai ser desmascardo, é queniano
    A mulher do Obama é homem
    As filhas do casal Obama são emprestadas
    Fidel no inferno
    Só falta o colorado ser rebaixado….

  25. Pedro said

    O maior de todos os erros é torcer pro grêmio……

  26. Chesterton said

    É verdade..

    Mas temos tudo para dar certo..

    Rafael Rosset
    segunda-feira, 22 ago 2016

    No Brasil, os incentivos estão invertidos – mas vai dar tudo certo

    Suponha comigo que você tem 35 anos, R$ 500.000,00 no banco e um Q.I. acima da média. O que fazer?

    Você pode abrir uma empresa. É o que jovens com esse perfil e boas ideias costumam fazer em países mais civilizados, por exemplo. Na verdade, esse é o objetivo de vida mais cobiçado em lugares como EUA, Inglaterra e Austrália: abrir uma empresa, ganhar muito dinheiro e, no processo de ficar podre de rico, empregar dezenas ou centenas de pessoas e gerar bens e serviços que vão elevar a qualidade de vida de todos.

    Mas vamos supor que você viva no Brasil. A média de lucro (o retorno sobre o investimento do capitalista) vai de 3% a 5% (varejo), 6% (farmácias e drogarias), 10% (postos de gasolina) 11% a 13% (alimentação e serviços), só para citar alguns exemplos.

    Isso quando o empresário não opera no vermelho, pagando do próprio bolso pra manter o negócio e, com ele, os empregos de seus funcionários.

    Claro que não é só.

    Você vai gastar em média 2.600 horas por ano não fazendo o que você se propôs a fazer (produzindo bens ou prestando serviços), mas apenas para recolher os impostos, que vão incidir sobre o seu investimento antes que você tenha qualquer lucro.

    Em média, 40% do seu investimento vai para o governo; 24% vai para os trabalhadores; e, descontada a parte do banco (capital de giro, desconto de recebíveis etc.), a você será permitido ficar com apenas 7% do que gerou.

    Você será tratado como criminoso pela sociedade, será culpado por tudo o que der errado no país, e será constantemente fiscalizado e esporadicamente autuado por conta do descumprimento de alguma obrigação acessória que nem seus advogados tributário e trabalhista sabiam que existia, mas que lhe renderá uma multa de 150%, além de juros de 1% ao mês e correção monetária.

    E, claro, ocasionalmente seus funcionários o processarão, ainda que você tenha pagado todos os direitos e obrigações, e sabe-se lá o que vai decidir o juiz do trabalho, que está lá na presunção de que você é um contraventor e o seu funcionário é um anjo.

    Depois de 3 anos, há 80% de chance de você estar falido, e com sua casa, carro e o que quer que tenha sobrado de seu capital inicial ameaçado por execuções fiscais e trabalhistas.

    Não parece um prospecto muito bom.

    Mas, felizmente, você vive no Brasil, e tem opções. Você pode emprestar aqueles seus R$ 500.000,00 ao governo, por exemplo. Uma aplicação no Tesouro Direto indexada ao IPCA rendeu mais de 20% em 12 meses, e com liquidez diária. Descontados os impostos, ainda sobra uns 16% limpos. Bem melhor do que os 3% a 11% que você obtém empreendendo, e com risco praticamente zero: ao contrário do que se dá com o empreendedor, o governo irá lhe tratar como rei, porque o governo é incapaz de gastar menos do que arrecada, e sempre vai precisar de gente como você para financiar o déficit endêmico.

    Ao final de 3 anos, você terá somado cerca de R$ 364.000,00 ao seu capital de R$ 500.000,00 (ajudado pela mágica dos juros capitalizados).

    Bem melhor, não?

    Ou então você pode empregar esse seu cérebro privilegiado e estudar para um concurso público. Salários de R$ 30.000,00, que a iniciativa privada só paga a altos executivos que tenham resultados a apresentar e que estejam acostumados a viver sob intensa pressão, não são incomuns no funcionalismo, com o bônus de que você nunca será demitido, ainda que faça apenas o mínimo exigido, e, dependendo da carreira que escolher, será inclusive obrigatoriamente promovido.

    É essa a flora exótica na qual vivemos: tudo a todo o momento grita para que você não crie, não empreenda, não empregue. Se acumulou algum capital, seja rentista. Se tem uma boa educação, seja funcionário público.

    Vai dar certo sim, amigos.

    Rafael Rosset
    é advogado.

  27. Chesterton said

    morra de vergonha,Pax

    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2016/12/09/esta-cada-vez-mais-dificil-manter-tese-do-complo/

  28. Chesterton said

    Nem sueco resiste ao PT

    Brasil 09.12.16 17:26
    Se for comprovado que a Saab pagou propina para vender seus caças ao Brasil, o governo do PT terá realizado a façanha de implicar a Suécia num escândalo de corrupção.
    A Suécia é um dos cinco países menos corruptos do mundo, no ranking da Transparência Internacional.

    antagonista

  29. Chesterton said

    claro que o Pax nem quer saber….Elias deve estar escondido

    https://noticias.terra.com.br/educacao/rs-6-professores-sao-presos-por-fraudes-em-bolsas-de-estudo,fd150d6f219930c5d973af7afea54bbc6udp9hf6.html

    esta preso

    “A PF prendeu nesta sexta-feira Sergio Nicolaiewsky, ex-vice reitor da UFRGS e atual diretor-presidente da Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faurgs), o professor Ricardo Burg Ceccim, um dos coordenadores do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (PPGCol) da Escola de Enfermagem, o professor Alcindo Ferla, que também atua na Escola de Enfermagem da UFRGS, e a professora Simone Chaves, da Unisinos. Duas servidoras da UFRGS também estão presas.”

    https://www.facebook.com/ricardo.cado

    era coordenador do mais médicos da diuma figa, um ladrão barato

    Isto é PT, perda total.

  30. Chesterton said

  31. Chesterton said

    e o colorado caiu….tenho a impressão que vou ganmhar na Loto….que ano.

  32. Chesterton said

    ·
    Em uma ou no máximo duas gerações a previdência complementar estará para o INSS assim como os planos de saúde estão hoje para o SUS. E o governo, incapaz de cumprir com sua obrigação no que toca ao sistema “principal”, fará de tudo que estiver em seu alcance pra estragar o sistema “complementar”, assim como fez com os planos de saúde através da ANS, impondo percentuais máximos de reajuste, coberturas mínimas e outros “direitos” que descasam o serviço do seu preço, quebrando operadoras e seguradoras no atacado. O próprio Estado já aponta o caminho, com os fundos de previdência complementar dos servidores públicos.
    E quando juízes começarem a aposentar gente por liminar na previdência complementar, da mesma forma que hoje mandam, com uma canetada, que planos de saúde forneçam coberturas não previstas, o risco sistêmico vai ser tão grande que as seguradoras vão precisar cobrar taxas de administração cada vez mais altas pra se protegerem de contingências e evitarem a própria falência, ao mesmo tempo em que vão ter que diminuir os ganhos dos segurados, e aí vamos ter 3 classes de cidadão no país: (i) pobres, dependentes integralmente do sistema público, precisando trabalhar cada vez mais anos e se contentando com a mera subsistência durante a velhice; (ii) classe média remediada, que contratará um plano de previdência meia boca só pra fingir que vai ter uma aposentadoria melhor que o “pobre” da categoria anterior (mas na verdade não vai, assim como hoje quem tem um plano de saúde básico não está em situação muito melhor do que quem depende do SUS); e (iii) classe média alta pra cima, que vai comprometer 1/4 ou mais da renda familiar pra tentar manter o mesmo padrão de vida depois da aposentadoria, canalizando recursos para o financiamento da dívida cada vez maior do governo central através da compra de títulos, em vez de contribuir para o desenvolvimento do país via consumo e investimento. Os ricos, claro, vão continuar sem precisar se preocupar com o futuro.
    Historicamente já somos uma nação dividida entre quem vende sua força de trabalho de um lado e rentistas do outro. A CF/88, a guisa de proteger a força de trabalho, só aprofunda esse modelo, achatando e arrostando ainda mais a classe média empreendedora.
    Como sempre ocorre, quem promete o céu acaba invariavelmente entregando o inferno.
    da internet

  33. Guatambu said

    Gente, eu descobri porque os petelhos do blog sumiram!

    É que eles finalmente conseguiram o que sempre quiseram: trabalhar.

    Infelizmente, ao trabalhar, não há tempo suficiente para acessar blogs e ficar discutindo política. Especialmente quanto todos os seus “deuses” estão morrendo de corrupção, e suas fontes, como a Carta Capital estão envolvidos….

    Huá huá huá!!!

  34. Pedro said

    Confirmado, a Odebrecht era um governo paralelo mesmo.

  35. Patriarca da Paciência said

    “Desde 2012, a renda do brasileiro apresentava crescimento: 4% em 2012, 1,9% em 2013 e 2,7% em 2014. A crise se aprofundou ainda mais neste ano. “Os números que estamos vendo não são nada encorajadores”, disse Deborah Greenfield, vice-diretora da OIT, conforme a reportagem.

    O ano de 2015 foi tomado pelo desastre econômico em um cenário em que PMDB e PSDB se uniram na política do “quanto pior, melhor” para derrubar a presidente Dilma Rousseff. Já em 2016 foi quando Michel Temer e Henrique Meirelles assumiram a gestão da economia.

    A conta da queda brutal no salário do trabalhador brasileiro, portanto, deve ser cobrada dos arquitetos do golpe – Aécio Neves, Fernando Henrique Cardoso e Eduardo Cunha – bem como de seu beneficiário, que foi Michel Temer.” (247)

    E se preparem que vem muito mais.
    aposentadoria integral – há que começar aos 16 anos, não falhar um único mês, que se aposenta aos 65 anos.
    Se começar aos 27 anos, como a maioria dos universitários, aposentadoria integral só aos 77 anos.
    Quem empresa vai dar trabalho braçal a um homem com mais de 60 anos de idade ?

    De tudo isso ficou provado uma coisa. Uma charge apresentava o Obama dizendo: “Eu sempre achei que o povo brasileiro era subdesenvolvido, agora, tenho certeza, que é burro mesmo!”

    Pois então ?

    Acabou a polêmica mesmo !

    Eu sempre disse que dessa confusão não sobraria ninguém !

    Sempre disse que não acredito em político imaculado nem aqui, nem na China, nas Oropas, Steites ou sequer em outro planeta.

    Quem acredita em político imaculado são apenas os “Savonarolas” , Moro e seus paladinos da justiça.

    Como disse a Dilma: “Não vai ficar pedra sobre pedra”

    Eu me conscientizei que o povo brasileiro é burro e manipulável !

    Quem governa o Brasil é a Globo !

    Agora ela está derrubando também o Temer e a confusão vai ficar muito maior !

    Vou ficar na minha e aguardar os acontecimentos.

    Vou cuidar do meu quintal !

    Só lembrando ao Chesterton, eu sempre disse também que os presidentes republicanos são menos nefastos para a América Latina, Kennedy patrocinou as ditaduras militares e Obama os golpes parlamentares.

    Eu já estou admirando o “Trampo”.

    Em seu primeiro pronunciamento ele falou que “acabou a política intervencionista do governo norte-americano”.

    Disse que vai se preocupar apenas com os norte-americanos e o resto que se cuide.

    É isso aí.

    Eu só não entendi essa história dele ser admirador ardoroso do Putin !

  36. Chesterton said

    Será que o Elias está preso…

  37. Patriarca da Paciência said

  38. Patriarca da Paciência said

    O Brasil não está em um beco sem saída. Está é no limbo mesmo !

    André Richter – Repórter da Agência Brasil

    Entidades de classe que representam juízes de todo o país entraram hoje (15) com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para suspender a Emenda à Constituição do Teto de Gastos (originária da Proposta de Emenda à Constituição 55/2016), que limita os gastos públicos pelos próximos 20 anos, a partir de 2017. A emenda foi promulgada na manhã desta quinta-feira.

    A ação é assinada pela Associação dos Juízes Federais (Ajufe), Associação dos Magistrados do Brasil (AMB) e pela Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra). As entidades sustentam que a adoção de novo regime fiscal é ilegal por limitar e restringir a autonomia administrativa do Judiciário.

    É de se perguntar, por que então colocaram o Temer lá ?

  39. Chesterton said

    My gtod, saiu um do caixão….

    É de se perguntar, por que então colocaram o Temer lá ?

    chest- foi você que votou nele.

  40. Pedro said

    “Quem governa o Brasil é a Globo !”

    Claro, foi ela que colocou o PT lá

  41. Patriarca da Paciência said

    “Quem governa o Brasil é a Globo”.

    Mas claro não pode ser. Eu escrevi quem GOVERNA, não quem ELEGE.

    Eu votei no Temer para VICE, aliás, para VICE DECORATIVO, cargo que ele tem total competência para exercer !

  42. Patriarca da Paciência said

    Correção:

    Quem governa o Brasil é a Globo”.

    Mais claro não pode ser. Eu escrevi quem GOVERNA, não quem ELEGE.

  43. Chesterton said

    Eu votei no Temer para VICE, aliás, para VICE DECORATIVO!

    chest- o que seria da internet sem o Patriarca…..pois é, agora que vai ter o rabo decorado na cadeia é o Lulla.

  44. Chesterton said

  45. Patriarca da Paciência said

  46. Patriarca da Paciência said

    Você vive dizendo que é religioso, Chesterton, acho bom você ler a Bíblia de vez em quando:

  47. Patriarca da Paciência said

    “Aí vão quebrar as empreiteiras do país e vão vir empresas de fora. Essas empresas estrangeiras são menos corruptas? Eu tenho dúvidas se é uma questão moral das empresas. São empresas capitalistas que buscam lucro e vão usar de artifícios diversos para isso.
    O histórico que a gente tem é que as estrangeiras são tão corruptas quanto. A gente tem a SBN (empresa holandesa que aluga navios-plataforma) com a Petrobras, a gente tem o cartel das empresas de metrô e trem em São Paulo, com a Alston, francesa, e a Siemens, alemã.
    A diferença é que elas vão mandar lucros para fora, vão contratar engenheiros estrangeiros, trazer mais equipamentos, material, de fora. Eu vejo na verdade com muito receio e inquietação os desdobramentos da Lava Jato.”
    (Pedro Henrique Campos, historiador, em entrevista para a BBC-Brasil)

  48. Chesterton said

    as empreses de fora cobram menos dinheiro para fazer a mesma coisa, salvando o dinheiro do contribuinte.

  49. Patriarca da Paciência said

    Muitas das grandes empreiteiras se beneficiaram de relações especiais com o Estado desde seu surgimento entre as décadas de 30 e 50, mas o pagamento de propinas se consolidou durante a ditadura, afirma o historiador Pedro Henrique Campos, em entrevista à BBC Brasil.
    Campos diz que não se surpreendeu “nem um pouco” com os detalhes da relação escusa entre empreiteiras e governantes revelada nas delações da Operação Lava Jato: “Não só sabia que existia, mas acho que era abertamente conhecido”.
    Ele pesquisou a história dessas empresas, e em especial seus laços com a ditadura militar (1964-1985), em sua tese de doutorado pela UFF, que deu origem ao livro Estranhas Catedrais.
    Quando a Camargo Correa nasceu, por exemplo, em 1939, nota o pesquisador, um dos seus fundadores era cunhado de Adhemar de Barros, então governador-interventor de São Paulo que ficou historicamente atrelado ao bordão “rouba, mas faz”.

    http://www.bbc.com/portuguese/brasil-38337544

  50. Patriarca da Paciência said

  51. Patriarca da Paciência said

    Onde está o milagre do milagreiro ?

    “Eleito com o discurso de que seria um administrador pouco preocupado em abraçar compromissos políticos e ideológicos, Maurício Macri, 57, completa um ano na Presidência da Argentina com índices econômicos decepcionantes; comparando com o quadro de 2015, a Argentina piorou em vários índices sociais e econômicos; a inflação foi de 26,5% para 40% e o desemprego, de 7,1% para 8,5%; isso ajudou a fazer crescer a taxa de pobreza, acrescentando à população de pobres mais 1,4 milhão de argentinos. Além disso, o PIB encolheu e o país vem se endividando a cada dia”
    http://www.brasil247.com/pt/247/mundo/271132/Macri-completa-1-ano-de-governo-na-Argentina-com-%C3%ADndices-econ%C3%B4micos-ruins.htm

  52. Chesterton said

    olha o amigo do Elias

    http://www.atual7.com/noticias/politica/2016/12/projeto-de-lei-aumenta-salario-de-flavio-dino-carlos-brandao-e-secretarios-de-estado/

  53. Guatambu said

    E o projeto do Marcel Van Hatten lá no RS, que deu certo?

    Acabaram com um cabidão de empregos aparelhado pelo PT.

    Lindo demais!

    o ano 2016 foi mto melhor do que imaginávamos!

    Huá huá huá!!!

  54. Pedro said

    # 52

    Os políticos perderam a noção.
    É uma provocação atras da outra…..

  55. Pedro said

    Vcs estão loucos.

    2016 foi uma merda.
    Pelo menos pra quem tenta produzir.

    Aqui em SC alardearam que virão 1.500.000 turistas, só de argentinos.
    Fora o resto.

    Aí leio esta notícia:

    “As últimas informações da Argentina são as seguintes. A economia está em penúria, com retração no consumo em 7,5%; inflação anual de quase 40%. Quem chegar com mil pesos numa casa de câmbio comprava, pela cotação de ontem apenas R$ 213,00 e parcos US$ 63.”

    Acho que hermanos tão fu.. também.

  56. Chesterton said

    http://www.imprensaviva.com/2016/06/lula-tem-renda-declarada-de-apenas-r.html

  57. Chesterton said

    http://www.oantagonista.com/posts/o-maior-caso-de-suborno-da-historia

    chest- e o Lulla solto…..

  58. Patriarca da Paciência said

  59. Patriarca da Paciência said

    247 – Mesmo com o massacre da mídia e a perseguição judiciária, o ex-presidente Lula continua com os melhores índices em comparação com outros presidentes da República ou possíveis candidatos ao Palácio do Planalto em 2018. É o que aponta pesquisa realizada entre 10 e 14 de dezembro pelo instituto Vox Populi e divulgada nesta quarta-feira 21 pela CUT.

    Para 43% dos brasileiros, o petista é o melhor presidente do Brasil. O tucano Fernando Henrique Cardoso foi escolhido por 13% e ficou em segundo lugar. Para a pergunta “quem você admira/gosta muito?”, 33% dos entrevistados responderam Lula, enquanto 9% o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB-SP), e 8% o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

    Lula também lidera as intenções de voto no primeiro e no segundo turno, de acordo com o levantamento. Ele tem 31% das intenções de voto espontâneas (quando os nomes dos candidatos não são citados aos entrevistados), bem à frente de Aécio (5%), Marina (4%), FHC (3%) e Alckmin (2%).

    Na estimulada, quando as opções de candidatos são apresentadas, Lula ganha de todos os possíveis adversários, segundo a pesquisa. E nas simulações de segundo turno, Lula também lidera todos os cenários: tem 43% contra Aécio (20%); 45% contra Alckmin (20%) e 42% contra Marina, que tem 21% das intenções de votos.

    Para 56% dos brasileiros, Lula fez mais coisas certas do que erradas (35%). Vale citar que 96% responderam que ficaram sabendo que Lula foi indiciado na Lava Jato.

  60. Chesterton said

    http://www.oantagonista.com/posts/eua-vao-pedir-a-prisao-de-lula-e-dilma

    EUA VÃO PEDIR A PRISÃO DE LULA E DILMA

    Brasil 22.12.16 10:27
    Os procuradores dos Estados Unidos vão pedir a prisão do Brazilian Official 1 e do Brazilian Official 2.

    Lula e Dilma Rousseff estão acabados.

  61. Patriarca da Paciência said

    Ex- Ministro da Justiça e procurador da Justiça, Eugênio Aragão

    Minha cartinha aberta ao Dallagnol:

    Meu caro colega Deltan Dallagnol,

    “Denn nichts ist schwerer und nichts erfordert mehr Charakter, als sich in offenem Gegensatz zu seiner Zeit zu befinden und laut zu sagen: Nein.”

    (Porque nada é mais difícil e nada exige mais caráter que se encontrar em aberta oposição a seu tempo e dizer em alto e bom som: Não!)

    Kurt Tucholsky

    Acabo de ler por blogs de gente séria que você estaria a chamar atenção, no seu perfil de Facebook, de quem “veste a camisa do complexo de vira-lata”, de que seria “possível um Brasil diferente” e de que a hora seria agora. Achei oportuno escrever-lhe está carta pública, para que nossa sociedade saiba que, no ministério público, há quem não bata palmas para suas exibições de falta de modéstia.

    Vamos falar primeiro do complexo de vira-lata. Acredito que você e sua turma são talvez os que têm menos autoridade para falar disso, pois seus pronunciamentos têm sido a prova mais cabal de SEU complexo de vira-lata. Ainda me lembro daquela pitoresca comparação entre a colonização americana e a lusitana em nossas terras, atribuindo à última todos os males da baixa cultura de governação brasileira, enquanto o puritanismo lá no norte seria a razão de seu progresso. Talvez você devesse estudar um pouco mais de história, para depreciar menos este País. E olha que quem cresceu nas “Oropas” e lá foi educado desde menino fui eu, hein… talvez por isso não falo essa barbaridade, porque tenho consciência de que aquele pedaço de terra, assim como a de seu querido irmão do norte, foram os mais banhados por sangue humano ao longo da passagem de nossa espécie por este planeta. Não somos, os brasileiros, tão maus assim, na pior das hipóteses somos iguais, alguns somos descendentes dos algozes e a maioria somos descendentes das vítimas.

    Mas essa sua teorização de baixo calão não diz tudo sobre SEU complexo. Você à frente de sua turma vão entrar na história como quem contribuiu decisivamente para o atraso econômico e político que fatalmente se abaterão sobre nós. E sabem por que? Porque são ignorantes e não conseguem enxergar que o princípio fiat iustitia et pereat mundus nunca foi aceita por sociedade sadia qualquer neste mundão de Deus. Summum jus, summa iniuria, já diziam os romanos: querer impor sua concepção pessoal de justiça a ferro e fogo leva fatalmente à destruição, à comoção e à própria injustiça.

    E o que vocês conseguiram de útil neste País para acharem que podem inaugurar um “outro Brasil”, que seja, quiçá, melhor do que o vivíamos? Vocês conseguiram agradar ao irmão do norte que faturará bilhões de nossa combalida economia e conseguiram tirar do mercado global altamente competitivo da construção civil de grandes obras de infraestrutura as empresas nacionais. Tio Sam agradece. E vocês, Narcisos, se acham lindinhos por causa disso, né? Vangloriam-se de terem trazido de volta míseros dois bilhões em recursos supostamente desviados por práticas empresariais e políticas corruptas. E qual o estrago que provocaram para lograr essa casquinha? Por baixo, um prejuízo de 100 bilhões e mais de um milhão de empregos riscados do mapa. Afundaram nosso esforço de propiciar conteúdo tecnológico nacional na extração petrolífera, derreteram a recém reconstruída indústria naval brasileira. Claro, não são seus empregos que correm riscos. Nós ganhamos muito bem no ministério público, temos auxílio-alimentação de quase mil reais, auxilio-creche com valor perto disso, um ilegal auxílio-moradia tolerado pela morosidade do judiciário que vocês tanto criticam. Temos um fantástico plano de saúde e nossos filhos podem frequentar a liga das melhores escolas do País. Não precisamos de SUS, não precisamos de Pronatec, não precisamos de cota nas universidades, não precisamos de bolsa-família e não precisamos de Minha Casa Minha Vida. Vivemos numa redoma de bem estar. Por isso, talvez, à falta de consciência histórica, a ideologia de classe devora sua autocrítica. E você e sua turma não acham nada de mais milhões de famílias não conseguirem mais pagar suas contas no fim do mês, porque suas mães e seus pais ficaram desempregados e perderam a perspectiva de se reinserirem no mercado num futuro próximo. Mas você achou fantástico o acordo com os governos dos EEUU e da Suíça, que permitiu-lhes, na contramão da prática diplomática brasileira, se beneficiarem indiretamente com um asset sharing sobre produto de corrupção de funcionários brasileiros e estrangeiros. Fecharam esse acordo sem qualquer participação da União, que é quem, em última análise, paga a conta de seu pretenso heroísmo global e repassaram recursos nacionais sem autorização do Senado. Bonito, hein? Mas, claro, na visão umbilical corporativista de vocês, o ministério público pode tudo e não precisa se preocupar com esses detalhes burocráticos que só atrasam nosso salamaleque para o irmão do norte! E depois fala de complexo de vira-lata dos outros!

    O problema da soberba, colega, é que ela cega e torna o soberbo incapaz de empatia, mas, como neste mundo vale a lei do retorno, o soberbo também não recebe empatia, pois seu semblante fica opaco, incapaz de se conectar com o outro.

    A operação de entrega de ativos nacionais ao estrangeiro, além de beirar alta traição, esculhambou o Brasil como nação de respeito entre seus pares. Ficamos a anos-luz de distância da admiração que tínhamos mundo afora. E vocês o fizeram atropelando a constituição, que prevê que compete à Presidenta da República manter relações com estados estrangeiros e não ao musculoso ministério público. Daqui a pouco vocês vão querer até ter representação diplomática nas capitais do circuito Elizabeth Arden, não é?

    Ainda quanto a um Brasil diferente, devo-lhes lembrar que “diferente” nem sempre é melhor e que esse servicinho de vocês foi responsável por derrubar uma Presidenta constitucional honesta e colocar em seu lugar uma turba envolvida nas negociatas que vocês apregoam mídia afora. Esse é o Brasil diferente? De fato é: um Brasil que passou a desrespeitar as escolhas políticas de seus vizinhos e a cultivar uma diplomacia da nulidade, pois não goza de qualquer respeito no mundo. Vocês ajudaram a sujar o nome do País. Vocês ajudaram a deteriorar a qualidade da governação, a destruição das políticas inclusivas e o desenvolvimento sustentável pela expansão de nossa infraestrutura com tecnologia própria.

    E isso tudo em nome de um “combate” obsessivo à corrupção. Assunto do qual vocês parecem não entender bulhufas! Criaram, isto sim, uma cortina de fumaça sobre o verdadeiro problema deste Pais, que é a profunda desigualdade social e econômica. Não é a corrupção. Esta é mero corolário da desigualdade, que produz gente que nem vocês, cheios de “selfrightousness”, de pretensão de serem justos e infalíveis, donos da verdade e do bem estar. Gente que pode se dar ao luxo de atropelar as leis sem consequência nenhuma. Pelo contrário, ainda são aplaudidos como justiceiros.

    Com essa agenda menor da corrupção vocês ajudaram a dividir o País, entre os homens de bem e os safados, porque vocês não se limitam a julgar condutas como lhes compete, mas a julgar pessoas, quando estão longe de serem melhores do que elas. Vocês não têm capacidade de ver o quanto seu corporativismo é parte dessa corrupção, porque funciona sob a mesma gramática do patrimonialismo: vocês querem um naco do estado só para chamar de seu. Ninguém os controla de verdade e vocês acham que não devem satisfação a ninguém. E tudo isso lhes propicia um ganho material incrível, a capacidade de estarem no topo da cadeia alimentar do serviço público. Vamos falar de nós, os procuradores da república, antes de querer olhar para a cauda alheia.

    Por fim, só quero pontuar que a corrupção não se elimina. Ela é da natureza perversa de uma sociedade em que a competição se faz pelo fator custo-benefício, no sentindo mais xucro. A corrupção se controla. Controla-se para não tornar o estado e a economia disfuncionais. Mas esse controle não se faz com expiação de pecados. Não se faz com discursinho falso-moralista. Não se faz com o homilias em igrejas. Se faz com reforma administrativa e reforma política, para atacar a causa do fenômeno é não sua periferia aparente. Vocês estão fazendo populismo, ao disseminarem a ideia de que há o “nós o povo” de honestos brasileiros, dispostos a enfrentar o monstro da corrupção feito São Jorge que enfrentou o dragão. Você e eu sabemos que não existe isso e que não existe com sua artificial iniciativa popular das “10 medidas” solução viável para o problema. Esta passa pela revisão dos processos decisórios e de controle na cadeia de comando administrativa e pela reestruturação de nosso sistema político calcado em partidos que não merecem esse nome. Mas isso tudo talvez seja muito complicado para você e sua turma compreenderem.

    Só um conselho, colega: baixe a bola. Pare de perseguir o Lula e fazer teatro com PowerPoint. Faça seu trabalho em silêncio, investigue quem tiver que investigar sem alarde, respeite a presunção de inocência, cumpra seu papel de fiscal da lei e não mexa nesse vespeiro da demagogia, pois você vai acabar ferroado. Aos poucos, como sempre, as máscaras caem e, ao final, se saberá que são os que gostam do Brasil e os que apenas dele se servem para ficarem bonitos na fita! Esses, sim, costumam padecer do complexo de vira-lata!

    Um forte abraço de seu colega mais velho e com cabeça dura, que não se deixa levar por essa onda de “combate” à corrupção sem regras de engajamento e sem respeito aos costumes da guerra.

  62. Chesterton said

    Dilma, a honesta….

    http://www.oantagonista.com/posts/a-imprensa-esconde-lula-e-janete

  63. Chesterton said

    O maior caso de suborno da História é muito maior

    Brasil 22.12.16 06:07
    Os procuradores dos Estados Unidos classificaram os 3,3 bilhões de reais em propinas da Odebrecht e da Braskem como “o maior caso de suborno internacional da História”.
    Mas falta incluir nessa conta a propina paga por OAS, Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, Queiroz Galvão, Engevix e tantas outras.
    O maior caso de suborno da História é quatro vezes maior.

  64. Chesterton said

    Não vai ter golpe? Já teve!

    Lula e Dilma deram um golpe bilionário no país e, por muito pouco, não conseguiram consumar o que realmente queriam: o poder totalitário.

    Adeptos da tirania socialista de forma assumida, os petistas seguiram passo a passo as ideias de Gramsci e entenderam perfeitamente que a corrupção, quando utilizada em prol dos interesses revolucionários, é “justificável”. Foi por isso que de longe – repito, de longe – o PT foi mesmo o partido mais corrupto da história do país e até mesmo do mundo.

    A delação da Odebrecht jogou bastante coisa no ventilador, dentre elas o fato de que Lula, o chefão, sempre soube de tudo, assim como Dilma. Eles saquearam a Petrobrás, que tinha tudo para ser uma das maiores empresas de petróleo do mundo, com a única finalidade de adquirir mais poder.

    Verdade seja dita, ninguém sequer suspeitava que a podridão fosse tão profunda. Nem o povo, nem os investigadores da Lava-Jato e nem mesmo os opositores petistas de modo geral. E ainda nem acabou, tem muito mais por vir.

    Quando vai acabar? Aparentemente, nunca. Nunca vão parar de desenterrar podridão destes 13 anos em que o PT governou. O socialismo realmente faz estragos demasiados.

    https://jornalivre.com/2016/12/22/delacao-da-odebrecht-comprova-lula-e-dilma-deram-um-golpe-no-pais/

  65. Chesterton said

  66. Chesterton said

    A situação de Lula está complicada. No Brasil, é evidente que ele está com o filme queimado. É réu em cinco processos e poderá se tornar réu em pelo menos mais três. Além disso, está com popularidade baixíssima, ao contrário do que dizem os institutos de pesquisa – os mesmos institutos que “erraram” o resultado de todas as eleições nos últimos 2 anos.

    Se antes fugir do país seria fácil para ele, hoje já não é mais. O acordo firmado entre a Odebrecht e governos estrangeiros, como Suíça e Estados Unidos da América, fez com que essa coisa toda ficasse mais grave. A crise petista foi internacionalizada.

    Lula até pode fugir daqui para escapar da Justiça, mas só se for para países que o aceitem. Não serão muitos e não serão os países em que normalmente os corruptos gostam de se refugiar.

    https://jornalivre.com/2016/12/22/fugir-do-brasil-comecou-a-ficar-perigoso-para-lula-depois-da-delacao-da-odebrecht/

  67. Patriarca da Paciência said

    Do post 51

    “Por fim, só quero pontuar que a corrupção não se elimina. Ela é da natureza perversa de uma sociedade em que a competição se faz pelo fator custo-benefício, no sentindo mais xucro. A corrupção se controla. Controla-se para não tornar o estado e a economia disfuncionais. Mas esse controle não se faz com expiação de pecados. Não se faz com discursinho falso-moralista. Não se faz com o homilias em igrejas. Se faz com reforma administrativa e reforma política, para atacar a causa do fenômeno é não sua periferia aparente. Vocês estão fazendo populismo, ao disseminarem a ideia de que há o “nós o povo” de honestos brasileiros, dispostos a enfrentar o monstro da corrupção feito São Jorge que enfrentou o dragão. Você e eu sabemos que não existe isso e que não existe com sua artificial iniciativa popular das “10 medidas” solução viável para o problema. Esta passa pela revisão dos processos decisórios e de controle na cadeia de comando administrativa e pela reestruturação de nosso sistema político calcado em partidos que não merecem esse nome. Mas isso tudo talvez seja muito complicado para você e sua turma compreenderem.”

  68. Patriarca da Paciência said

    O post 67 refere-se ao post 61 e não 51

  69. Patriarca da Paciência said

    Brasil virou mesmo um “Paraguaisão”:

    Por Esmael Morais, em seu blog – O ex-presidente e atual senador Fernando Lugo lidera a disputa pela Presidência do Paraguai em 2018. O diabo é que o ex-bispo pode levar um novo golpe.

    Lugo foi destituído por um impeachment fajuto em junho de 2012 parecidíssimo como esse que derrubou Dilma Rousseff no Brasil.

    Por enquanto, os golpistas paraguaios apenas soltaram “boatos” de que o parlamentar Lugo não poderá concorrer. Lá como cá, “eles” têm medo das urnas…

    O atual presidente do Paraguai Horácio Cartes tem 8% de aprovação. Já o ex-presidente Fernando Lugo, da Frente Guasu, lidera as pesquisas com mais 70% da preferência do eleitorado.

    Sobre a tentativa de novo golpe de Estado, os advogados do senador pediram uma palavra oficial do TSJE (Tribunal Superior da Justiça Eleitoral).

    Após o pronunciamento dos juízes, Lugo deverá recorrer à Corte Suprema.

    Resumo da ópera: o script é o mesmo, só muda as personagens da trama.

  70. Pedro said

    Aviso a todos que o Pax foi vistoriar o sitio no Uruguai.
    Experimentou a plantação daí esqueceu o caminho de volta. ….

    ……

    Bom natal

  71. Patriarca da Paciência said

  72. Chesterton said

    http://www.somarparavencer.com.br/index.php/2016/11/13/a-filosofia-de-roger-scruton/

  73. Patriarca da Paciência said

  74. Patriarca da Paciência said

  75. familiabopp said

    Cosa nostra

    Líderes políticos que se diziam revolucionários começam a ser expostos como sócios da rede internacional de corrupção mantida pela Odebrecht

    Na terça-feira 17 de janeiro começa o julgamento do ex-presidente de El Salvador Mauricio Funes. Acusado de corrupção, ele foi intimado na véspera do Natal na Nicarágua, onde vive em autoexílio. O processo inclui sua ex-mulher, Vanda, e um de seus filhos, Diego.

    Funes chegou ao poder em 2009 pela Frente Farabundo Martí de Libertação Nacional, nascida da fusão de cinco organizações guerrilheiras que protagonizaram a guerra civil de El Salvador, no final do século passado.

    Vanda Pignato, ex-primeira-dama, é brasileira, antiga militante do PT. Ela garantiu o apoio do governo Lula ao marido desde a campanha eleitoral, paga pelo grupo Odebrecht, cujos contratos somaram US$ 50 milhões no mandato de Funes.

    Desde a semana passada, ele e outros 14 líderes políticos nas Américas e na África estão no centro das investigações em seus países sobre propinas pagas pela empreiteira brasileira.

    É o caso do ex-presidente do Panamá Ricardo Martinelli, que embolsou um dólar para cada três que a Odebrecht lucrou durante seu governo. Guardou US$ 59 milhões.

    Na vizinha República Dominicana quem está em apuros é o presidente Danilo Medina, reeleito em maio. No primeiro mandato, Medina fez contratos que proporcionaram à empreiteira lucros de US$ 163 milhões. Ela retribuiu com generosos US$ 92 milhões em subornos, o equivalente a 56% dos ganhos acumulados desde 2012. A taxa paga ao lado, na Guatemala, foi um pouco menor: 52%, isto é, US$ 18 milhões para US$ 34 milhões em contratos.

    Em Quito, no Equador, a polícia apreendeu na sexta-feira arquivos eletrônicos na sede local da Odebrecht. Rafael Correa, no poder há nove anos, demonstra temor com a revelação de que a Odebrecht pagou US$ 35 milhões em subornos, 28% dos seus lucros equatorianos. Em 2008, Correa expulsou a empreiteira, acusando-a de corrupção. Acertaram-se, sob as bençãos de Lula em 2010.

    Em Bogotá, Colômbia, investiga-se a rota da propina de US$ 11 milhões, pagos entre 2009 e 2014, no governo Álvaro Uribe. Rápido no gatilho, ele ontem se lembrou de uma reunião “suspeita” entre o atual presidente Juan Manuel dos Santos e diretores da Odebrecht no Panamá.

    No Peru a confusão é grande: acusam-se os ex-presidentes Alejandro Toledo (2001-2006), Alan García (2006-2011), Ollanta Humala e a ex-primeira dama Nadine (2011-2016). Eles apontam para o atual presidente Pedro Pablo Kuczynski, primeiro-ministro na época em que a Odebrecht começou a distribuir US$ 29 milhões — 20% dos lucros no país em 11 anos.

    Nada disso, porém, se compara aos lucros e ao propinoduto em Angola e Venezuela. As relações com os governos do angolano José Eduardo Santos e do venezuelano Hugo Chávez (sucedido por Nicolás Maduro) chegaram a proporcionar US$ 1 bilhão em lucros anuais. Sustentaram o caixa no exterior, estimado em US$ 500 milhões, voltado para pagamentos a políticos, principalmente brasileiros.

    Capturados pelos bolsos, líderes que se apresentavam como revolucionários nos anos 80 começam a ser expostos como sócios de uma rede internacional de corrupção, operada a partir do Brasil pela Odebrecht. Fizeram da coisa pública uma cosa nostra.

    José Casado é jornalista

    Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/opiniao/cosa-nostra-20696298#ixzz4U5XKWdkY
    © 1996 – 2016.

  76. Patriarca da Paciência said

  77. Guatambu said

    Triste nada.

    É ótimo!

    A pergunta é: Se Lula se candidatar, Patriarca, vc votaria nele?

  78. Patriarca da Paciência said

  79. Patriarca da Paciência said

  80. Patriarca da Paciência said

    Temer diz que mínimo abaixo da inflação é para estimular trabalhador a ser militar, juiz ou político

  81. Patriarca da Paciência said

  82. Guatambu said

    Escreva aqui sua Teori da conspiração.

  83. Pedro said

    Boa Guata…:~)

    ……..

    #81
    Gostei também.
    O humor explica muito.

    E como ele disse.
    Porque os EUA fizeram isso?
    Porque podiam.

    Agora imagina no mesmo contexto histórico, se outros pudessem fazer, o que teriam feito……

    China, Irã, Coreia do Norte, Cuba, etc,

  84. Pedro said

    To falando.
    Depois deste “acidente”, olha o humor aí.

    Do sensacionalista:

    Brasil, que nunca foi para amadores, passa a exigir MBA

  85. Chesterton said

    Para quem lembra do Pedro Doria: no Sem Censura só levou bicada, só falando M.

  86. Guatambu said

    Senhores,

    Sofri um infarto.

    Dentre as possíveis causas, meus médicos apontam a horrível gestão pública pela qual o nosso país está passando.

    Estarei offline até decidir com meus advogados se eu processo ou não os ex-presidentes do país.

    Grato.

  87. Chesterton said

    sério!!!

  88. Pedro said

    http://www.sensacionalista.com.br/2017/01/30/apos-prisao-de-eike-lula-faz-curso-superior-por-correspondencia/

  89. Pax said

    Novo presidente do Senado é mais um dos midas da política nacional, impressionante.

    http://oglobo.globo.com/brasil/patrimonio-de-eunicio-oliveira-cresceu-169-entre-2010-2014-20858898?utm_source=meio&utm_medium=email

    Mês de Janeiro de 2017: me recuperando de um tombaço de moto. Uma merda de um lagartão passou na frente, distraído pensando no que ia fazer na cidade, trisquei o freio da frente e frente da 700 cilindradas, em cima de prediscos da minha rua, saiu. Ninguém segura.

    4 pontos no joelho, ralado do ombro até o dedão do pé, lado direito.

    Nenhuma fratura, mas até agora tossir (fumante babaca) e espirrar mais parecem tortura do DOI-CODI dos anos 70.

    Hoje pego a moto na autorizada, lagartinho caro pra caralho.

    Num momento ruim pra cacete. Janeiro é de tirar o couro de todos, impostos pra todo lado.

    Ainda bem que temos um país que devolve esse dinheiro com excelentes escolas, hospitais, segurança etc, né não?

    E o Rei do Gado, digo, do Pó, digo, conforme um noticiário farto. Pego com as calças arriadas cagando nas suas bandas. A riqueza de detalhes impressiona.

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/02/1855094-aecio-definiu-coluio-em-licitacao-em-minas-afirma-delator-da-odebrecht.shtml

    Mas tucano é tucano, são todos teflon. Nada gruda neles. Será?

  90. Pedro said

    Infarto no Guata, tombo de moto do Pax, operação de troca de sexo do Patriarca (agora é matriarca?), a bruxa tá solta……..

  91. Pedro said

    Aécio já era, não se recupera mais.

  92. Guatambu said

    Amanhã saberei sobre minha cirurgia. Depois conto mais detalhes.

    —X—

    Sabem qual é a diferença entre a Dilma e a Dona Marisa?

    Só a dona Marisa foi DECLARADA com morte cerebral.

    —X—

    Resolvi não processar ninguém sobre meu infrato que ocorreu devido às gestões petelhas: isso é coisa de gente de esquerda…. e eu não consigo ser de esquerda.

    —X—

    Aécio… quem mesmo? Já ouvi falar de um cara desses… acho que ele concorreu a algum cargo político na época do Collor, não foi?

    —X—

    Mortadela.

    Esses dias teve uma manifestação sindical da CEF.

    Motivo anunciado: os trabalhadores estão lutando contra o compartilhamento do plano de saúde, porque antes era tudo pago pela CEF, e agora eles vão ter que botar dinheiro.

    Motivo real: o governo pegou o dinheiro dos trabalhadores e investiu errado. Esse dinheiro não retornou, e agora a FUNCEF tem que administrar um rombo que o governo deixou…. e o sindicato está lutando contra… o governo!

    Vai entender os sindicatos…

    Mas tudo bem também. Tá faltando dinheiro pra mortadela: tinha menos de 5 pessoas na manifestação.

  93. Patriarca da Paciência said

  94. Chesterton said

  95. Chesterton said

    Melhoras para os doentes, saude para todos,

  96. Chesterton said

    http://www.oantagonista.com/posts/lula-ataca-a-lava-jato-no-velorio-de-sua-mulher

  97. Chesterton said

    NÃO HÁ MOTIVOS PARA PRENDER LULA (Hélio Bicudo)

    “Prender Lula só porque lavou dinheiro ocultando duas propriedades?
    Só porque ganhou imóveis e reformas de empreiteiras às quais tinha favorecido?
    Só porque recebeu propina fingindo que fez palestras que nunca deu?
    Só porque fez o BNDES emprestar 8 bilhões para Odebrecht fazer obras sem concorrência em países bolivarianos?
    Só porque comandou uma organização criminosa que quebrou a Petrobrás?
    Só porque contratou sondas superfaturadas da Schahim para receber comissões e dinheiro sujo para a campanha?
    Só porque mandou acobertar o assassinato do prefeito Celso Daniel pagando com dinheiro da comissão das sondas?
    Só porque fez a Petrobras fornecer nafta à Braskem abaixo do valor de mercado por vários anos, causando prejuízo superior a 5 bilhões segundo o TCU?
    Só porque saqueou os palácios ao ir embora, levando não só presentes de Estado como até a prataria da casa?
    Só porque escolheu e elegeu uma presidente incompetente, despreparada, desequilibrada e burra, propositadamente, esperando com isso sucedê-la 4 anos depois?
    Só porque a elegeu tapeando o povo numa campanha criminosamente mentirosa, irrigada com dinheiro roubado da Petrobras?
    Só porque permitiu que sua quadrilha saqueasse os fundos de pensão de quase todas as Estatais, prejudicando as aposentadorias de centenas de milhares de petroleiros, carteiros, bancários?
    Só porque permitiu que a Bancoop lesasse milhares de bancários para favorecer a OAS e ganhar um triplex no Guarujá?
    Só porque deu aval político e dinheiro para que organizações criminosas como o MST invadissem e depredassem impunemente fazendas, centros de pesquisa e prédios públicos?
    Só porque sistematicamente comprou apoio político através do Mensalão e Petrolão?
    Só porque colocou um cupincha no Sesi Nacional, que transformou a instituição num cabide de empregos para os companheiros e parentes vagabundos?
    Só porque ajudou o enriquecimento ilícito de seus filhos em troca do favorecimento de empresas de telefonia e outras?
    Só porque vendeu medidas provisórias isentando montadoras de impostos em troca de comissões?
    Só porque inchou o governo e as estatais com centenas de milhares de funcionários supérfluos, quebrando o Estado e provocando déficit público RECORD?
    Só porque loteou mais de 30 mil cargos de confiança com seus apaniguados, dando o comando das estatais e autarquias para petistas incompetentes que mal sabem administrar suas vidas?
    Só porque elegeu outro poste como prefeito da maior cidade do país, também com dinheiro roubado das estatais?
    Só porque comprou milhões de votos com programas de esmola como o Bolsa Família?
    Só porque criou o Bolsa Pescador, e deixou 3 milhões de falsos pescadores se inscreverem para receber a sua esmola compradora de votos?
    Só porque criou o MONOPÓLIO DAS INDÚSTRIAS PETROQUÍMICAS no país?
    Só porque aumentou nossa carga tributária de 33 para 40% do PIB?
    Só porque aumentou nossa dívida pública para quase três trilhões de reais, tornando-a impagável?
    Só porque favoreceu o sistema financeiro com taxas exorbitantes de juros, transferindo renda dos pobres para os ricos?
    Só porque conseguiu fazer o Brasil torrar toda a bonança da maior onda de alta das comodities na década passada?
    Só porque loteou todas as agências reguladoras fazendo-as inúteis na proteção dos cidadãos?
    Só porque tentou aparelhar até o STF nomeando ministros comprometidos com a proteção à sua ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA?
    Só porque deixou a Bolívia expropriar a refinaria da Petrobras sem fazer nada?
    Só porque humilhou nossas Forças Armadas nomeando ministros da Defesa comunistas e incompetentes?
    Só porque favoreceu comercialmente ditaduras como as de Angola, Venezuela e outras?
    Só porque esfriou relações e esnobou as maiores economias do mundo, direcionando nossas relações exteriores para países inexpressivos comercialmente, apenas no afã de ganhar prestígio e votos na ONU?
    Só porque humilhou o Itamaraty orientando a política externa através de consiglieri mafiosos como Marco Aurélio Garcia?
    Só porque nos envergonhou deixando nossas embaixadas e consulados sem dinheiro para pagar aluguéis?
    Só porque comprou um aerolula da Airbus pelo triplo do que poderia ter comprado um Embraer e promovido nossa indústria aeronáutica?
    Só porque descuidou dos programas de saúde pública através de ministros incompententes e desvio de verbas, permitindo a volta de doenças como a dengue e o zika?
    Só porque aparelhou todas as universidades federais com reitores de esquerda, obtusos e incompetentes?
    Só porque fez o Brasil ser motivo de chacota no mundo inteiro?
    Só porque nos tirou o orgulho de sermos brasileiros?
    Só por estes motivos?”

    ORA. NÃO É JUSTO .

  98. Patriarca da Paciência said

  99. Patriarca da Paciência said

  100. Patriarca da Paciência said

  101. Patriarca da Paciência said

  102. Pedro said

    Patriarca agora só consulta a mais confiável de todas as fontes, o feicibuqui………putz.

  103. Pedro said

    É ir pra não chorar……..

    ……..

    Dilma reclama de inflação: “ação da Petrobras saiu de R$ 4 no meu governo pra R$ 16 agora”

    A ex-presidente Dilma Rousseff reclamou do que chama de deterioração da economia brasileira. Ontem, quando a bolsa atingiu o maior valor desde 2012, Dilma disse que isso prova que a inflação está fora de controle.

    Dilma Roussef, que agora é motorista de Uber, disse que o brasileiro sente saudade de seu governo e do dólar a 4. Ela deu dicas para o brasileiro:

    “Petrobras triplicou de preço, saindo de 4 para 16. A coisa vai ficar pior ainda. Digo e repito: estoquem vento”

  104. Patriarca da Paciência said

  105. Patriarca da Paciência said

    http://www.sensacionalista.com.br/2017/02/15/brasileiros-sao-feitos-de-palhaco-e-tiririca-processa-por-apropriacao-cultural/

  106. Chesterton said

  107. Patriarca da Paciência said

  108. Olá!

    Então quer dizer que o nacional-desenvolvimentismo dos petistas e toscos afins nada desenvolveu e ainda jogou a economia do país dentro do buraco?

    Hehehehehe. . . E ainda havia uns e outros por aqui que viviam elogiando a política econômica dessa curriola de bandidos que é o PT e suas ramificações.

    O Brasil deveria produzir apenas aquilo que estivesse dentro da sua capacidade econômica e importar o resto. Para tanto, seria necessário eliminar essa maluquice que é o imposto de importação de 100% cobrado em cima de vários produtos, sobretudo os que possuem um alto teor de conteúdo tecnológico. Isso ajudaria bastante a desmantelar uma parte da cultura de privilégios bancados com dinheiro do povo e as dezenas de bilhões que são produzidas em forma de déficits.

    Até!

    Marcelo

  109. Guatambu said

    Pessoal,

    A cirurgia foi um sucesso: 1 mamária e 1 safena. Aos poucos, vou recuperando a mobilidade e vou voltando à ativa.

    Vcs andam acompanhando o canal Mamãe Falei? É muito bom! Recomendo! Pra chorar de rir com a esquerda. Parecé que todos os esquerdistas sofrem do mesmo mal. Acho que deve ser porque eles vêm do mesmo Patriarca. Hua hua hua!!!

    Outra coisa, falando em esquerda, não se vê mais o Elias né? Eu acho que trombei com ele ali no acampamento do MTST na Av . Paulista. Mas ele tava lá pedindo cargo pro Lula virar presidente do Banco Mundial. Hua hua hua!!!! Ele deve estar confundindo o Banco do Brasil (que fica ali naquela esquina, para quem não sabe) com o BM!

    E o PT, PSOL e PCdoB tentando atrair militantes? A que ru mais gostei foi a propaganda do PCdoB: “lutamos há 60 anos por um país melhor”. Que bosta hein?! Faz 60 anos que o PCdoB não contribuiu absolutamente nada para a melhoria do país! Se vc quer entrar num partido que nunca consegue nada, entre para o PCdoB! E seja um frustrado que culpa o capitalismo e a direita do seu próprio fracasso! Hua hua hua!!!

    Um grande abraço a todos!

  110. Pedro said

    Melhoras Guata.

    Mas, fazer recauchutagem no coração, enquanto o Chester tem vários pra vender, sei não…. :-)

  111. Pedro said

    Placar da delação: Lula R$ 23 milhões, Aécio R$ 9 milhões. Vice de novo…(sensacionalista).

  112. Olá!

    Muito bem lembrado, Guatambu. Cadê o Elias? Seria legal saber o que ele pensa do desastre econômico produzido por medidas que ele vivia defendendo aqui no site do Pax.

    No mais, melhoras para você, Guatambu. :-)

    Até!

    Marcelo

  113. Olá!

    Eis mais um triunfo do socialismo bolivariano.

    Isso é extremamente triste e era uma situação 100% evitável. O problema é que, na esquerda latino-americana, a ideologia e o fanatismo sempre falam mais alto do que a razão.

    No mais, uma coisa é inegável: Os bolivarianos da Venezuela conseguiram, de fato, atingir o socialismo. Obtiveram o mesmíssimo resultado que todos os socialistas vêm conseguindo desde quando um dos primeiros socialistas,
    o Robert Owens, fez a proeza de transformar em uma Etiópia uma próspera colônia fundada por imigrantes alemães nos Estados Unidos.

    Mas da próxima vez vai dar “certo”.

    Até!

    Marcelo

  114. Patriarca da Paciência said

    99,9% da esquerda brasileira não tem o mínimo interesse em republica bolivariana. Essa teoria, em verdade, existe apenas na cabeça dos fundamentalistas da direita. A Venezuela, em verdade, era um grande importador de produtos manufaturados brasileiros. Coisa que o vampiro deu um jeito de acabar.

    Eis aqui algo que realmente interessa a esquerda brasileira e que, felizmente, o governo do PT, antes do golpe, tornou irreversível.

  115. Patriarca da Paciência said

  116. Guatambu said

    Gente….

    Eu to impressionado, quanto mais a esquerda apanha, mais minha saúde melhora!

    To começando a acreditar que não é só uma correlação, mas também uma causalidade!

    huá huá huá!!!!

  117. Guatambu said

    E aí?! O que vcs acharam do depoimento do Lula?

    Eu achei muito interessante! Pra quem anuncia que sabe a solução econômica para o Brasil, não saber o próprio salário é muito interessante!

    Não sei se vcs repararam, mas o Lula diz que foi no governo dele que mexeram no processo decisório dá Petrobras, porque antes era considerado uma “caixa preta”. E ele disse que a partir do governo dele o Conselho passou a ter consciência das decisões tomadas. Ele tem que ter certeza disso! Afinal, a Dilma era conselheira na época dá gaatança irresponsável dá Petrobras, em especial, Pasadena, que a Dilma alega não saber de nada. Espero que a justiça americana esteja bem atenta a esse fato! Porque a justiça brasileira aparentemente não está!

  118. Chesterton said

    As pessoas realmente acham que o orçamento é dividido em caixinhas. Tem a caixinha da Previdência, e ela é superavitária, em vários bilhões (ninguém sabe exatamente quanto, mas que ela é, ela é). Tem a caixinha do SUS, e precisamos criar mais um imposto só pra ela, aí todos os problemas estarão resolvidos. Tem a caixinha da Educação, nela vamos colocar os royalties do pré-sal, e logo os prêmios Nobel começarão a chover no nosso quintal. Tem também a caixinha da infraestrutura: ela é bem menor do que deveria ser, e ainda tem um problemão: metade do fundo dela está faltando, o que faz com que boa parte do que a gente coloca nela escape pelo ladrão.
    Todas essas caixinhas vão bem: a única caixinha deficitária, pra essas pessoas, é a dos BANQUEIROS. Ah, esses banqueiros malvados, que emprestam dinheiro pro governo fazer o bem sem olhar quem (e é tanto bem que o governo faz, que todo ano falta dinheiro pra fechar as contas), e depois querem o dinheiro de volta. Eles são tão gananciosos que nós precisamos tirar o que transborda da caixinha da Previdência pra encher a caixinha dos banqueiros.
    Muita gente boa, desses que aprenderam a fazer contas na faculdade de Engenharia ou Matemática e não no curso de Ciência Política, desconfia que o gigantismo da caixinha dos banqueiros tem alguma coisa a ver justamente com o tamanho das caixinhas da Previdência, do SUS e da Educação, e certamente muita coisa a ver com o buraco no fundo da caixinha da infraestrutura. Desconfiam também que todas essas caixinhas menores estão contidas dentro de um caixão maior chamado TESOURO, onde todo ano se enterra quase metade do trabalho de todos os brasileiros, de tal modo que pouco importa o que se põe ou o que se tira de cada caixinha menor, o volume total do caixão se manterá o mesmo. Isso também significa que não dá avaliar cada caixinha individualmente: o que interessa é se o caixão como um todo está em ordem ou não.
    Eu já acho que a gente deveria parar de discutir as caixinhas e começar a discutir o caixão, até porque um povo que ocupa a maior parte do tempo construindo caixão acabará um dia sendo enterrado. Mas é só a minha opinião. (RR)

  119. Pedro said

    Boa

  120. Chesterton said

    Frédéric Bastiat, um inteligente deputado francês que viveu na época da Revolução de 1848, escreveu: “O Estado tem duas mãos: uma para receber e outra para dar, ou, melhor dizendo, a mão rude e a mão delicada. A ação da segunda subordina-se necessariamente à da primeira”.

    O pensamento de Bastiat poderia ser a síntese perfeita do que vemos em relação à previdência social: um seguro público, coletivo e, principalmente, compulsório, administrado pelo governo. Portanto, como uma mão rude, seu pagamento é uma imposição estatal, não uma “contribuição”, como se costuma dizer.

    Assim, o governo impõe um “contrato” sobre os cidadãos.

    Mas isso não é o mais grave.

    O esquema moderno de previdência social é concebido como um sistema de fluxo financeiro. Um recurso da parte “ativa” da população vai para a parte “inativa”. E dois problemas se destacam nesse cenário.

    A proporção entre as duas partes está crescendo desequilibradamente: os encargos sobre a população ativa estão cada vez mais altos. E como resultado, estamos vendo ampliar o número de necessitados ao mesmo tempo que está sendo reduzida a fatia dessa população ativa.
    Ao contrário do que muitos ainda pensam, o dinheiro entregue ao governo não é investido em um fundo no qual ele fica rendendo juros. Ele é repassado diretamente a uma pessoa que está aposentada. Não é um sistema de capitalização, mas de repartição: o trabalhador de hoje paga a aposentadoria de um aposentado para que, no futuro, quando esse trabalhador se aposentar, outro trabalhador que estiver entrando no mercado de trabalho pague sua aposentadoria. Ou seja, um exemplo máximo de incompetência, já que não há investimento nenhum.
    E, como se não bastasse, há um terceiro fator. Esse sim talvez seja o pior de todos. A irresponsabilidade da geração que “cuidou” de previdência social até aqui e vendeu a ilusão de uma pseudo-poupança.

    A geração de Sarney, Itamar (Collor), Fernando Henrique, Lula e seus respectivos ministros, com atitudes inconsequentes, desviaram um volume incomensurável de recursos da Previdência para os mais sinistros propósitos, cujo dinheiro jamais voltou aos cofres previdenciários.

    Podemos buscar muitos motivos para explicar tal insensatez. Mas, de certa forma, a resposta principal não é assim tão obscura. Eles simplesmente não enfrentaram o problema previdenciário porque qualquer atuação nesse setor causa desgaste político. Então, levianamente, os governos anteriores optaram pela omissão em contar a verdade aos cidadãos, levando a população apenas àquilo que lhes interessava.

    Por isso, não adianta insistir no fato de que os gastos com os aposentados aumentaram porque as pessoas passaram a viver mais. Escuto isso desde a minha adolescência, há 25 anos. O que temos que fazer é voltar 25 anos e investigar melhor por que ninguém fez os ajustes adequadamente, os ajustes graduais.

    Se isso não for feito, nenhuma reforma previdenciária vai funcionar. O governo precisa explicar, claramente, como a Previdência chegou nesse estado. Não adianta fazer fórmulas matemáticas, e até mesmo miraculosas, para dizer que daqui pra frente vai dar certo e vamos consertar as coisas para os próximos 50 anos. Porque isso não vai acontecer.

    Daqui a 10 anos a Previdência vai estar quebrada do mesmo jeito, porque ainda haverá má administração, roubos, desvios. Por isso, antes de tentar ganhar a opinião pública para que faça qualquer sacrifício e aceite a tal reforma, é preciso explicar porque a Previdência quebrou.

    Com todas as letras.

    Todavia, além das razões que comentei acima, e daquelas que o governo poderá explicar, é necessário trazer outra, que existe – e que se houver boicote à Lava Jato continuará a existir: o problema da corrupção. Mal que, conforme estamos vendo, envolveu toda a geração anterior que esteve na cúpula do poder.

    Veja apenas um exemplo.

    A JBS, da Friboi, com R$ 1,8 bilhão, é a segunda maior empresa devedora da Previdência. Apesar disso, parece não estar sendo devidamente “incomodada”.

    Um dos motivos, provavelmente, é porque a JBS também é uma das maiores financiadoras de campanhas eleitorais do país. Participante de esquemas fraudulentos sofisticados, ao ser alvo da Lava Jato, a empresa revelou pagamento de propinas a autoridades públicas para obtenção de recursos do FGTS. Os recursos desse fundo são bancados pelos trabalhadores e devem ser investidos em projetos de infraestrutura. O FGTS é uma fonte barata de financiamento e muito cobiçada pelas empresas. E o grupo JBS recebeu recursos do FGTS.

    Sim, Frédéric Bastiat tinha razão: o Estado tem duas mãos. Pelo menos.

    *Elisa Robson é jornalista

    https://republicadecuritibaonline.com/2017/03/16/a-geracao-que-destruiu-a-previdencia-e-a-sua-imensa-responsabilidade/

  121. Chesterton said

    http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2532

  122. Patriarca da Paciência said

  123. Patriarca da Paciência said

  124. Patriarca da Paciência said

  125. Chesterton said

    Idelber Avelar
    1 h ·
    Assisti ontem à reportagem do Jornal Nacional sobre a Operação Carne Fraca, da PF. A matéria tem 12 minutos. 3 são dedicados à operação e à descrição das denúncias, que incluem, como todo mundo já sabe, o pagamento de propinas a funcionários federais, por parte da JBS e da BRF, para a liberação de carne podre, adulterada com ácido ascórbico, cabeça e bochecha de porco, papelão e o caralho a quatro. Os restantes 9 minutos são dedicados às explicações do governo e à defesa dos frigoríficos envolvidos nas denúncias.
    A divisão é grosseiramente desproporcional, mas a matéria está, no fundamental, correta. Ela apresenta o essencial da informação, inclusive o fato de que o esquema abastecia propinas para o PP e para o PMDB. Você poderia especular que a desproporção no tempo esteja relacionada ao papel central que têm JBS e BRF como anunciantes na Globo. É uma especulação legítima.
    Se a matéria fosse do Guardian ou da BBC, ela estaria melhor? Com certeza. Mas, no Brasil, isso é o que tem pra hoje. É o que temos para nos informar sobre o básico: Globo, Folha, Estadão, congêneres. Porque o resto …. Ah, o resto!
    Confesso que eu, que nunca leio a imprensa necrogovernista / lulista / petista, senti a curiosidade de lê-la desta vez, porque seria a perfeita oportunidade para fazer um mínimo de jornalismo sem abrir mão de suas posições ideológicas básicas. Afinal de contas, o escândalo aconteceu no governo Temer (não começou no governo Temer, obviamente, mas isso eles poderiam omitir sem prejuízo da informação relevante), as propinas abasteciam os “golpistas” PMDB e PP e a operação da PF é de óbvio interesse da cidadania. Porra, é carne podre!
    E eis que os veículos da imprensa necrogovernista / lulista / petista publicam as seguintes manchetes sobre o fato (não, não vou dar link, quem quiser, que ache no Google):
    “Como fica a legião de boçais que espalhou a história de que a Friboi era do Lulinha?”
    “O escândalo envolvendo a Friboi repete hoje o mesmo esquema que os EUA orquestraram contra o café brasileiro no passado”.
    “Depois de quebrar pré-sal, esquema PF e MP pode quebrar frigoríficos nacionais”.
    “Eles querem é a carne do Lula”.
    “Operação da PF arruína imagem do Brasil e põe em risco R$ 15 bilhões”.
    .
    .
    E por aí vai. Basicamente, a imprensa necrogovernista / lulista / petista está dizendo à população que o que “arruína” a imagem do Brasil não são os seus conglomerados de proteína animal comprarem o Estado para venderem carne podre e adulterada; que o que importa não é a população estar comendo papelão e ácido, mas sim o fato de que alguém algum dia circulou um hoax dizendo que Lulinha era dono da Friboi; que há uma conspiração da PF com o MP e os EUA para destruir esse grande orgulho nacional, a indústria da carne — indústria da carne podre que rega propinas para políticos, essa parte eles se esquecem de acrescentar.
    Não há testemunho melhor da falência dessa guerrilha de contra-informação na qual a esquerda apostou nos últimos anos: revela-se que a população está comendo carne podre, mas os caras estão preocupados com a queda do lucro e o dano à imagem da “indústria nacional”.
    Nojo define.

    chest- o amigo do Pax, despetizou…

  126. Guatambu said

    Chest,

    Na realidade o Idelber capitalizou! Ele percebeu que vende mais sendo mais honesto intelectualmente, só isso. Já que a fonte de receita vinda do governo acabou…. Agora ele tem que navegar nas águas difíceis do mercado! Que bom!!

    O mais legal disso é que muitos dos esquerdistas que eram enrustidos, mas aqui e acolá compartilhavam algumas dessas matérias de “contra-informação”, deixaram de fazer, porque quem é enrustido, é enrustido porque odeia passar vergonha.

    Outros esquerdistas, não enrustidos, como o Pax, por exemplo, simplesmente se veem forçados a abandonar o barco pelo fato de que o barco está inabitável com o que restou dá ideologia e dá cartilha pregada.

    Os mais estridentes ou estão sofrendo com a falta de verba, ou estão morrendo de medo de alguma ação judicial.

    Não sobrou muita coisa Chest! Hua hua hua!!!

  127. Patriarca da Paciência said

    E aí, Chesterton, você ainda diz que a Friboi é do Lulinha ?

  128. Patriarca da Paciência said

    E ai, Chesterton, tudo que é privado é bom ?

    Já foram destruídas as industrias naval, aquelas ligadas ao petróleo, as empreiteiras e… agora… estão destruindo o agro-negócio. E o Brasil marchando celeremente para ser novamente um grande exportador de açúcar, soja e banana !

  129. Patriarca da Paciência said

    E aí, Chesterton, voce continua sustentando que “o PT é a origem de todo o mal” ?: E que apenas o PT, comandado pelo Lula, é um partido corrupto ?

    Você vem escrevendo essas “sabedorrências” faz muitos anos e, faz muitos anos também, que venho escrevendo que não acredito em politicos imaculados nem aqui, nem na China, nem nos Steites, nem nas Oropas e, sequer, em outro planeta !

  130. Patriarca da Paciência said

    Florestan Fernandes Júnior, em seu Facebook

    Três concorrentes brasileiros incomodavam os EUA: Petróleo, Empreiteiras e industria de Embutidos (salsichas, presuntos, linguiças etc).

    Nos últimos anos várias empresas desses setores se transformaram em multinacionais e operavam fortemente na América Latina, Africa, Asia e até nos Estados Unidos.

    Desde 2015 essas empresas brasileiras estão sendo varridas do mercado internacional através de investigações por fraudes e corrupção.

    De gigantes voltaram a ser anãs.

    Agora entendo o sentido da frase de Obama quando disse que o Lula era o cara. Era o cara que comandava o país a ser alvejado. Éramos penetras na festa dos ricos.

    Operávamos com a mesma desenvoltura para ganhar licitações como fazem as grandes do mundo: Siemens, Alstom, Bombardier, etc.

    Todas investigadas recentemente, mas preservadas e trabalhando normalmente, inclusive aqui no nosso país em obras como a do metrô.

    Uma pergunta me intriga: será que todo esse estrago na economia brasileira foi orquestrado lá fora?

  131. Guatambu said

    E ai?!

    Preparados para ganhar dinheiro com mais uma oportunidade de especulação que só a esquerda eh capaz de proporcionar?

    Vamos aguardar! Jaja vai ser hora de comprar ações dá BRF e dá JBS!

  132. Chesterton said

    parece que acharam 4 toneladas de cocaina no barco de Obama

  133. Pedro said

    Sirene de polícia causa dez infartos em seminário do PT sobre a Lava Jato.

    O Partido dos Trabalhadores realiza nesta sexta-feira um seminário chamado “O que a Lava Jato tem feito pelo Brasil” com presença de lideranças, deputados, senadores e do ex-presidente Lula. O objetivo é criticar o efeito negativo na economia, mas o evento ficou marcado por um tumulto que levou muitas pessoas ao hospital.

    Um filiado ao partido trouxe o filho que, para se distrair, jogava o game Grand Theft Auto em seu videogame portátil. Uma confusão tomou conta do ambiente quando, numa perseguição policial no jogo, o barulho de sirenes de polícia tomou conta do ar.

    Pelo menos dez petistas foram levados para o hospital com princípio de infarto. Cinco foram pisoteados quando quase todos tentaram fugir ao mesmo tempo.

    Antes, a entrega de comida japonesa por um delivery quase causou o mesmo efeito. Quando alguém falou “o japonês chegou”, alguns petistas ameaçaram se jogar pela janela.

    O evento tinha tudo para dar certo: no lugar de pulseirinhas VIP, o evento conta com um camarote em que só entra quem tiver tornozeleira eletrônica.

    Só entrava no evento quem tinha nome na lista. Do Janot.

    Muitos palestrantes reclamaram que ninguém prestava atenção na mesa e passavam o tempo todo trocando informações sobre advogados.

    sensacionalista

  134. Chesterton said

    http://www.ilisp.org/noticias/mesmo-tendo-maiores-reservas-petroliferas-mundo-venezuela-fica-sem-gasolina/

  135. Patriarca da Paciência said

    Assim como aconteceu na Petrobras após a Lava Jato, frigoríficos brasileiros serão processados nos Estados Unidos após a Operação Carne Fraca, que já causou prejuízos gigantescos ao Brasil; ao menos três escritórios de Nova York — Rosen Law, Faruqi & Faruqi,e Pomerantz — ofereceram seus serviços(247)

    Comenta isto aí, Chesterton. Você não aplaudia os processos dos norte-americanos contra a Petrobrás ?

    E aí, o que você acha do agro-negócio ter sido jogado na lama ?

  136. Chesterton said

    Patriarca, presta atenção. Policia federal e fiscais da vigilancia são colegas. São funcionarios publicos federais. Um delegado da PF se referiu a situação como se os donos frigorificos fossem capitalistas nojentos que só pensam em lucro. Transformaram um processo contra 30 fiscais corruptos em um ataque a industria exportadora do agrfonegocio, por ideologia e corporativismo.

    Conheci – de longe – um fiscal que 20 anos atrás tinha 3 amantes empregadas na avipal sob ameaça de fechar a unidade de produção.

    O que você vè é o poder corrupto do estado em cima de empresas privadas. E ainda dizem, que o poder econômico é mais forte que o poder político….

    Agora é sua vez, comente a ditadura venezuelana.

  137. Patriarca da Paciência said

    Bom, Chesterton, talvez a Venezuela não seja mesmo uma democracia, assim como não são democracias o Haiti capitalista, o Paraguai Capitalista, a Argentina Capitalista etc.etc.etc. O impressionante é que o IDH da Venezuela continua a ser melhor que o IDH brasileiro !

    Faz uns três dias que vi na televisão a entrevista de uma pessoa, parece que um fiscal da Receita Federal, dizendo que o grande “exportador” de cigarros (com todos tipo de sujeiras, inclusive fezes), contrabandeados para o Brasil é… simplesmente… o presidente da República Paraguaia !

    E, com toda a sinceridade, você acha mesmo que essa situação totalmente esdrúxula que vivemos no Brasil seja uma democracia ?

    O Brasil simplesmente se tornou um lugar onde alguns juízes fazem as suas próprias leis.

    Agora responde todos os outros questionamentos que te fiz.

  138. Patriarca da Paciência said

    Matéria sobre o contrabando de cigarros cujo maior beneficiado é o presidente do Paraguai :

    http://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/especiais/imperio-das-cinzas/o-patrao-do-tabaco-20c56zz6kbdqqr7boh6hdv9la

  139. Patriarca da Paciência said

    Do link acima:

    “Maior expoente da vertiginosa indústria do cigarro destinado ao contrabando, Horacio Manuel Cartes Jara tomou posse na presidência do Paraguai em 15 de agosto de 2013. Era um modesto distribuidor de cigarros até abrir a Tabacalera del Este (Tabesa). O contrabando se revelou um bom negócio e as fábricas paraguaias saltaram de três, em 1993, para as atuais 32. Cartes impulsionou o setor e cresceu junto. Fez fortuna, ganhou a presidência. Mas ele não é só o presidente do Paraguai. É também o maior beneficiado pelo contrabando de cigarro.”

    Como se vê, havia um bom motivo para depor o Lugo !

  140. Chesterton said

    Mas você não entendeu, as empresas foram sabotadas, as ações são consequencia das sabotagens, os funcionarios publicos federais são traidores que provocam esse prejuizo internacional medonho, tal qual o PT deu prejuizo.

    comentário de conhecido meu> “Os cubanos foram os grandes gafanhotos na Venezuela. Sugaram todas as suas riquezas, enviaram seus soldados, enviaram seus médicos, instalaram no povo suas idéias e, por fim, destruíram o país. Estes últimos fatos são todos consequentes a influência de Fidel Castro sobre Hugo Chaves e herdada por Maduro. O Socialismo mata.”

  141. Chesterton said

    Feliz dia do:
    – Não existe déficit na previdência
    – Impeachment é golpe
    – Não vai ter Copa / Olimpíadas / Temer
    – Lula é o homi maiz onestú do Basil
    – Dilma não sabia de nada
    – Socialismo deu certo em todos os lugares onde foi implantado
    – PSDB é de direita
    – Neoliberalismo existe
    – Corrupção se resolve com mais leis
    – Vale foi vendida a preço de banana
    – Direto trabalhista protege os trabalhadores
    – Karl Marx não foi refutado e mais-valia existe
    – Basta o governo imprimir mais dinheiro que a crise será resolvida
    – Petróleo é nosso
    – Venezuela não é uma ditadura
    – Cuba tem a melhor saúde do mundo
    – Cultura é mais importante que economia
    – Aborto não é assassinato
    – Imposto não é roubo
    – Melhor curso de economia no Brasil é o da Unicamp
    – PT tirou 35 milhões de pessoas da pobreza
    – Quem quer menos estado é fascista
    – Público, gratuito e de qualidade
    – Feminismo luta por igualdade
    – Sindicato que defende os trabalhadores
    – Hitler era de direita
    – Não existe doutrinação nas escolas
    – A Crise de 1929 / 2008 foi criada pelo capitalismo

  142. Patriarca da Paciência said

    Este vídeo não é bem para você, Chesterton, visto que és um classe média de direita, mas é uma prova de que o povo já está acordando e se dando conta do tamanho da bobagem que fizeram:

  143. Chesterton said

    http://www.implicante.org/colunas/rafaelrosset/existe-mesmo-uma-terceira-via/

    Patriarca…Ana Roxo…o que ve a ser Ana Roxo….

  144. Patriarca da Paciência said

  145. Chesterton said

    Patriarca, você vive numa realidade paralela….

  146. Chesterton said

    Í de C
    7 h ·
    O PT encomendou uma das suas pesquisas mais importantes dos últimos anos: foi às periferias para descobrir porque perdeu São Paulo e porque o pobre repeliu a Dilma.

    São raros os dias que a esquerda decide descer da sua torre de marfim ideológica e enfrentar a realidade do asfalto. E o que descobriu, de acordo com o seu parecer, foi:

    “O resultado desse trabalho ilustra o quão descolado da realidade está o discurso petista voltado para os mais pobres. Mais do que isso, permite perceber que esses eleitores, diferentemente do que apregoam os ideólogos petistas, consideram o Estado, e não a “burguesia”, como seu inimigo, valorizam a meritocracia e entendem que a crise ética da sociedade não é resultado de vícios estruturais, e sim de mau comportamento individual, que deve ser resolvido, antes de mais nada, pela família” – FONTE: Estadão.

    O que é dito pelos pensadores conservadores há 150 anos: o brasil é, essencialmente, conservador. Repele o progressismo e essas modas de agora, que só servem para filho de classe-média alta brincar de revolucionário.

    Esse relato é, por si só, a comprovação de que a estratégia das tesouras é real e foi aplicada por aqui por décadas, com todos os partidos se recusando a defender as bandeiras que o povo mais gostaria de abraçar.

  147. Patriarca da Paciência said

    Não, Chesterton, você é que vive numa realidade paralela. Essas babaquices de “Estado mínimo”, “não pagar impostos” (quem não paga imposto paga tributos a bandidos) “proteger óvulos e espermatozóides e desprezar aqueles que já nasceram”, “achar que uma pessoa criada desnutrida, doentia e sem cultura deve competir em igualdade com pessoas criadas com boa alimentação, saudáveis e com boa educação”, “essa fixação abestalhada com a Venezuela” Afinal o IDH da Venezuela é melhor que o IDH brasileiro)., Dizer que o Hitler era de esquerda e tantos outros surrealismos, isso sim, são tudo coisas de mentes que vivem em realidade paralela.

    Eu estou em companhia de Victor Hugo, Dostoievski, Einstein, e quase todos os grandes intelectuais da humanidade.

    Já o teu grande guru é aquele sádico do Friedman, o qual achava muito justo pessoas, inclusive crianças, trabalharem até 16 horas por dia, sem direito a férias, 13º, aposentadoria etc.etc.etc., com direito apenas ao Domingo para irem confessar seus “pecados”.

    Tenho provas e convicção de que vives em realidade paralela !

  148. Patriarca da Paciência said

  149. Guatambu said

    Viva a terceirização!!!

    Agora foco no fim do imposto sindical!

    Huá huá huá!!!

    Chola mais petezada!

  150. Chesterton said

    Patriarca, você tem noção da sua falta de miolos, não tem?

  151. Chesterton said

    Pensamento politicamente correto é a religião dos órfãos de Moscou
    04/04/2017 02h08
    Compartilhar705
    Mais opções
    As crianças estão sensíveis. Todos sabemos disso. As semanas passam e as notícias repetem-se: algures, numa universidade qualquer, um pequeno grupo de selvagens impediu um debate, uma palestra, uma mera conversa porque o tema é “sensível” e pode incomodar os estudantes.

    As nossas universidades não são universidades –centros de aprendizagem, ou seja, de alguma violência intelectual para abrir cabeças usualmente fechadas. São estufas de sensibilidade e ressentimento. Como explicar isso?

    Jonathan Haidt, professor da Universidade de Nova York, concedeu uma entrevista ao “The Wall Street Journal” que deveria ser distribuída por aí. Confrontado com o “iliberalismo dos campus”, o professor Haidt defende os estudantes. A maioria é pacífica, diz ele. A maioria quer aprender. A maioria não tem problemas com ideias heterodoxas.

    O problema, acrescenta, é a minoria: uma minoria intolerante e agressiva que –atenção, atenção– se comporta como as antigas seitas religiosas.

    Para esses crentes, as universidades devem ser “espaços sagrados” onde as “vítimas”, ou as supostas “vítimas” (negros, gays, mulheres etc.), são deuses reverenciais. Quando alguém ameaça alterar a ordem divina, chovem críticas, ameaças, vidros quebrados. E coquetéis Molotov. Como se chegou até aqui?

    Jonathan Haidt tem razão quando fala do gradual desaparecimento de vozes conservadoras na academia, um eufemismo para designar a falta de pluralismo no ensino das humanidades. E tem muitíssima razão quando afirma que a esquerda radical é onipresente, defendendo um conceito de “igualdade” que é uma paródia do conceito original.

    “Igualdade”, hoje, não significa “igualdade de oportunidades” mas “igualdade de resultados”. Se esses resultados não aparecem, a culpa é de um “racismo sistêmico” (ou, melhor ainda, de um “preconceito inconsciente”) que deve ser combatido por palavras, atos –e silêncios.

    “Preconceito inconsciente”: qual a diferença entre essa aberração e as possessões demoníacas que eram curadas pela força das chamas? Não responda. A pergunta é retórica.

    Uma pergunta, porém, que não é retórica é tentar saber como foi que a esquerda radical se tornou tão “religiosa”, no sentido bastardo da palavra.

    Jonathan Haidt não responde. Com a devida vênia, respondo eu: porque os extremismos políticos sempre foram religiosos. O escritor francês Raymond Aron, em livro que a Três Estrelas já publicou (“O Ópio dos Intelectuais”), dedicou ao tema algumas linhas sublimes.

    Defendia Aron que os fenômenos totalitários do século 20, em especial o comunismo e o nazismo, eram “religiões seculares”. Elas nasceram com o declínio e a destruição da fé tradicional, procurando mimetizar alguns dos seus traços fundamentais.

    Ambas são ideologias que prometem um “reino de salvação” –seja o reino do proletariado ou o reino da raça ariana. E ambas congregam os “fiéis” para espectáculos públicos de adoração carismática.

    Todos sabemos como as “religiões seculares” terminaram: não com a salvação terrena, mas com cadáveres terrenos. O nazismo consumiu-se nas chamas de 1945. O comunismo sobreviveu a 1945 e só foi esmagado pelo Muro em 1989. Cuba ou a Coreia do Norte são apenas piadas de mau gosto.

    Só que os homens, “animais religiosos” por definição, não aguentam o vazio espiritual que vem com a queda das utopias. E não é por acaso que o chamado “pensamento politicamente correto”, na sua versão atual, se tenha espalhado pela “intelligentsia” acadêmica ou midiática nos últimos 25 anos.

    Os órfãos de Moscou não sobrevivem sem uma fé. E uma fé não sobrevive sem santos e pecadores. Os santos são as minorias várias que ocupam hoje o lugar do antigo proletariado. Os pecadores são todos aqueles que sofrem de “preconceito inconsciente”, uma nova versão da “falsa consciência” que Marx e Lênin deixaram aos seus herdeiros.

    Muitas universidades, sobretudo no mundo anglo-saxônico (as restantes são apenas cópias do produto original), tornaram-se o último bastião dos derrotados. Incapazes de implantar “cá fora” os seus projetos de dominação social e econômica, resta aos intelectuais viciados no ópio das ideologias manipular o que se passa “lá dentro”: jovens com cabeças simplórias que são apenas marionetes de uma história que os transcende.

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/joaopereiracoutinho/2017/04/1872366-pensamento-politicamente-correto-e-a-religiao-dos-orfaos-de-moscou.shtml

  152. Chesterton said

    Parece que ela não parava de fazer isto

    http://sensoincomum.org/2017/04/04/dilma-marcelo-odebrecht-obrando/?utm_content=buffer42098&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_campaign=buffer

  153. Patriarca da Paciência said

    “A autodestruição da atividade industrial tem uma sequência assustadora nos últimos anos. O necessário combate à corrupção, em vez de punir só os corruptos, está dinamitando empresas nacionais. A indústria naval, a de petróleo, a da construção e agora os frigoríficos são setores importantes diretamente atingidos. Em todos eles, o Brasil alcançou um nível altamente competitivo no cenário global”, disse Steinbruch. (texto 247)

  154. Patriarca da Paciência said

    A paranóia do Chesterton não tem limites. TODOS, TODOS mesmo os partidos estão atolados em corrupção, mas o ideia fixa do Chesterton só enxerga a Dilma e o Lula.

    Deve sonhar com Lula e Dilma, enxergá-los debaixo da cama, ver o rosto de Lula e Dilma em todas as pessoas que encontra etc.etc.etc. !

    Eita paranóia feroz !

  155. Patriarca da Paciência said

    Enquanto a Grécia recorria a um pacote de socorro oferecido pela União Europeia e pelo FMI (Fundo Monetário Internacional) para escapar de um colapso financeiro absoluto, Portugal, que também vivia uma situação bem difícil, decidiu ir por um caminho bastante diferente.
    Se de um lado os gregos passaram a seguir à risca a cartilha da austeridade econômica – e, aos olhos do FMI, ainda não estão fazendo o suficiente para reparar a economia e minimizar a dívida – o governo português do primeiro-ministro António Costa, do Partido Socialista, no poder desde novembro de 2015, conseguiu reduzir o deficit fiscal ao mesmo tempo em que aumentou os salários e aposentadorias.
    Segundo reportagem desta semana da revista britânica The Economist, Portugal conseguiu reduzir seu deficit orçamentário à metade em 2016, chegando a 2,1% do Produto Interno Bruto (PIB). Trata-se do melhor resultado registrado desde a transição para a democracia, em 1974.
    Brasil tem maior diversidade de árvores do planeta, diz estudo inédito
    Sob o comando de Costa, o país também atingiu pela primeira vez a meta estabelecida para as nações da chamada zona do euro e conseguiu reestabelecer salários, aposentadorias e horas trabalhadas aos níveis anteriores à crise econômica de 2008. Além disso, a economia portuguesa cresce há três anos seguidos.
    Protesto em PortugalDireito de imagemAFP
    Image caption
    Portugueses já foram às ruas protestar contra política de austeridade
    A administração de Costa parece comprovar o que muitos economistas heterodoxos defendiam como resposta à crise global: mais que austeridade aguda, os países europeus precisam de medidas que elevem a demanda interna para impulsionar o crescimento.
    Por que a América Latina é a única região do mundo onde o islã não cresce
    Ou seja, se o governo gastar mais, é possível reativar a economia, aumentar as receitas e, eventualmente, reduzir o deficit orçamentário.
    Austeridade
    Portugal chegou a ensaiar um forte pacote de austeridade entre 2011 e 2014.
    Naquela época, Alison Roberts, repórter da BBC em Portugal, contava que o país chegou a receber ajuda de 78 bilhões euros da UE e do FMI para pagar a dívida. Em 2014, o crescimento do PIB era negativo e o desemprego chegava a 15%.
    “Os economistas duvidam se a dívida de Portugal é sustentável”, escreveu à época.
    Mercado improvisado LisboaDireito de imagemAFP
    Image caption
    A crise financeira incentivou a informalidade em Portugal
    Costa chegou ao poder em 2015, encabeçando uma coalizão de esquerda e com a promessa de acabar com a austeridade a qualquer custo.
    Em menos de dois anos, o cenário passou a ser otimista. O Banco Central português estima, para 2019, redução da taxa de desemprego para 7%, enquanto as exportações devem crescer em 6%.
    Com problemas
    Isso não significa, contudo, que a economia portuguesa esteja livre de problemas. Como indica a revista The Economist, a Comissão Europeia segue alertando para a fragilidade dos bancos do país.
    O governo, por sua vez, critica o FMI e a UE por não terem oferecido ajuda suficiente a Portugal durante os piores anos da crise. Apesar de o deficit fiscal estar em queda, a dívida pública está aumentando e pode chegar a 131% do PIB, conforme relatado pela publicação britânica.
    Por isso, afirma a revista The Economist, muitos ainda vão olhar com desconfiança para os resultados econômicos de Portugal até que Costa consiga repetir o sucesso registrado no ano passado.
    (BBC/Brasil)

  156. Chesterton said

    Patriarca, como teu QI é alguma coisa entre 85 e 90, você foi traído.

    A “Quarta Classe”.
    Uma das maiores bobagens disseminadas pelo Brasil e pelo mundo é a noção de que somos divididos em somente 2 classes.
    O mundo na realidade é dividido em N classes, algo que você intuitivamente já sabia, mas para simplificar vou reduzi-las para somente 7 Classes, a seguir.
    A Sétima Classe. São todos aqueles com Q.I. até 80. Vide o gráfico. São aqueles que só têm a sua força de trabalho para vender.
    Em termos de força intelectual ficam devendo.
    Mas mesmo assim conseguem cuidar de máquinas, fazer trabalho repetitivo, obedecer ordens e serem produtivos para a sociedade.
    A Sexta Classe. Aqueles com Q.I. Até 90.
    A Quinta Classe. Aqueles com Q.I. Até 100.
    Essas duas Classes provavelmente são até tão inteligentes quanto a média, mas por não terem tempo ou condições para estudar, ou “refletir sobre o mundo” tiram notas mais baixas no teste de QI.
    Estes também se viram, basta um pouco de supervisão, contato e aconselhamento da Terceira e Segunda Classes.
    A Quarta Classe são aqueles com Q.I. entre 100 e 110.
    São mais espertos do que necessariamente inteligentes.
    É a classe má, perversa, enganadora, mentirosa.
    As 6 outras Classes são essencialmente do bem, com as exceções de sempre.
    A Terceira Classe são aqueles com Q.I. entre 110 e 120, são os bacharéis de Faculdades, são os que serão o segundo escalão das empresas, do governo, e das ONGs.
    São os que fazem acontecer, que trabalham para coordenar, planejar, motivar, essenciais para todas as sociedades.
    A Segunda Classe são aqueles com Q.I. entre 120 e 130, os mestres e doutores.
    Serão os Diretores, os Presidentes, os Sócios e os Líderes da Sociedade.
    São aqueles que sabem analisar problemas complexos e tomar decisões complicadas e nos liderar fora das crises que ocorrem de tempos em tempos.
    E finalmente temos a Primeira Classe.
    São aqueles com Q.I. acima de 130, os gênios, os cientistas, os Nerds, os Prêmios Nobel, os inventores, os inovadores, como aqueles engenheiros têxteis da era industrial.
    A Primeira Classe se vira sozinha, mas deixa um enorme legado em termos de quebra de paradigmas, teorias, sistemas, etc.
    São meio excêntricos de fato, muitas vezes incompreendidos e solitários.
    Agora vem a tese central que explica o que aconteceu no mundo.
    Numa sociedade eficiente, os conhecimentos adquiridos pelas classes superiores precisam ser lentamente transmitidos às classes inferiores, em cascata da Primeira até a Sétima. Vide o gráfico.
    Embora cada classe prefira escrever para a sua própria classe, povos que entendem essa dinâmica criam mecanismos para cada classe difundir conhecimento para a classe mais à sua esquerda.
    Por isso temos livros científicos, livros de autoajuda, artigos em jornais, congressos, faculdades, cada classe instruindo a classe logo abaixo.
    O mundo seguia basicamente esse modelo com sucesso por mais de 2000 anos.
    O que variava era a rapidez de transmissão, no Brasil super mais lento.
    Hoje essa disseminação de conhecimento classe abaixo, deveria ser muito mais rápida graças à internet, mas não é.
    Ela foi interrompida pela Quarta Classe.
    A Quarta Classe tomou o poder
    impedindo a disseminação de conhecimento da Primeira Classe fosse efetivamente transmitido para as classes mais necessitadas.
    Continuam ensinando Karl Marx em vez de Elon Musk.
    E assim perpetuam a pobreza, mas não a deles, impedindo o progresso dos mais necessitados.
    É a Quarta Classe que é dominada por intelectuais medíocres e frustados, jornalistas medíocres e incompetentes, economistas medíocres e fakes, artistas de terceira.
    Medíocre significa média, lembrem-se disso.
    Substituíram conhecimento por narrativas, interpretações Derridianas, mentiras fabricadas e o Fake News.
    Por isso a Quarta Classe precisa tanto controlar a imprensa, as faculdades, os artistas, as novelas, etc.
    E eles até vendem o peixe que Marielena Chauí ou Leandro Karnal são da Primeira Classe.
    Como a Quarta Classe tem um Q.I de 105 em média, e portanto superior a 55% da população, enganando as 3 classes que mais precisam de conhecimento, eles ganham todas as eleições e controla o governo eternamente.
    E aí surgem os nossos problemas.
    A Quarta Classe é suficientemente inteligente para enganar o povo, mas não o suficiente para governar um país, vide Dilma ou Eduardo Suplicy..
    A Quarta Classe não quer que metade da população aprenda com a metade mais inteligente do Brasil, e sim com eles.
    O objetivo da Quarta Classe é manter a metade da população na ignorância, por isso o ensino Estatizado será sempre de péssima qualidade.
    A Quarta Classe prefere ensinar Português a Ciências.
    Eles preferem ser eleitos para a Academia de Letras do que a Academia de Ciências, vide FHC.
    A Quarta Classe prefere ensinar Economia a Administração.
    Preferem ensinar História da Idade Média a Contabilidade.
    Preferem Estudos do Gênero a Finanças Pessoais, Filosofia ao Ensino Profissional.
    É a Quarta Classe que dissemina o ódio, “a luta de classes” para impedir que os mais necessitados leiam sobre o progresso de quem a faz.
    Boa parte da minha vida como escritor, colunista na Veja, foi transmitir conhecimentos das primeiras classes, para as classes mais necessitadas.
    Contornando assim essa censura ferrenha da Quarta Classe.
    Eu até sou conhecido por escrever coisas complexas de forma simples, mas isso foi sempre de propósito dado o meu objetivo.
    Se você faz parte das 3 primeiras ou das 3 últimas Classes, vocês têm um inimigo comum.
    Essa Quarta Classe que domina a imprensa, as universidades, o Ministérios da Educação, tudo com o objetivo de manter a população mais ignorante do que eles.
    Precisamos fazer uma nova Revolução, a luta contra essa barreira de ignorância imposta pela Quarta Classe.
    “Inteligentes do mundo uni-vos. Vocês só terão as mentiras da Quarta Classe a perder.”

    Stephen Kanitz

  157. Chesterton said

  158. Patriarca da Paciência said

    Chesterton, pra seu governo, eu não dou o mínimo crédito para essa bobagem de QI. Aliás, todo mundo sabe que QI significa “quem indica” na “meritocracia de troca de favores ” que sempre tem vigorado no Brasil.

    Desde criança sempre fui considerado inteligente por todos os professores e familiares. Nunca fiquei vaidoso por isso. Por isso “o que vem de baixo não me atinge”.

    Quando fiz vestibular, apesar de não ter feito nenhum preparo especial, fui classificado em segundo lugar.

    Agora, você, é um simples tapado mesmo. Deve ser até um eleitor do Bolsonaro !

    Declaradamente é um discípulo do Olavão.

    Para você relembrar a fonte em que você tem bebido:

  159. Patriarca da Paciência said

    Muita gente já falou que “Economia não é ciência”, ou seja, Ciência Econômica é apenas estatísticas, opiniões e palpites. O que existe mesmo é a “Economia Real”, aquela que acontece todos os dias através da agricultura, comércio e serviços e é totalmente imprevisível, visto que está sujeita às mais diversas variantes, tais como clima, ciência, ideologias, regimes políticos e tudo o mais.
    Aí vem uma “equipe econômica”, claro que brasileira, que sabe exatamente o que vai acontecer com a Economia Real Brasileira daqui a quarenta anos !
    E todas as previsões da famigerada “equipe econômica” são catastróficas caso não for feita a também famigerada “reforma da previdência”.
    Volto a repetir – a atual equipe econômica do governo brasileiro está mais para uma equipe de profetas do Apocalipse !

  160. Patriarca da Paciência said

    post 157.

    Chesterton, cabeça dura, desde quando eu disse que “socialismo é Stalin” ? Só louco diz uma coisa dessa !

    Socialismo para mim é Suécia, Noruega, Dinamarca etc.etc.etc.

    Agora bota aí um vídeo do que os belgas fizeram na Dinamarca, os ingleses na Índia, África e Américas, os espanhóis nas Américas e na África, os portugueses na África e no Brasil etc.etc.etc. Você acha que a escravidão brasileira era melhor que o Stalinismo ?
    Sabia que a escravidão era totalmente “legal”, ensinada nas Faculdades de Direito ?

    Eu sempre disse que a História da Humanidade é uma tragédia.

    A própria Bíblia traz o relato de inúmeras tragédias, crimes, corrupções etc.etc.etc.,

    E parece que nesse “Vale de Lágrimas” que é o planeta Terra os seres humanos gostam mesmo é de tragédias.

    Qualquer tentativa de melhorar um pouco a humanidade é condenada como subversiva. É uma das tragédias relatadas pela Bíblia na História de Jesus Cristo !

  161. Patriarca da Paciência said

    Correção:

    Do que os belgas fizeram na África .

  162. Chesterton said

    http://www.oantagonista.com/posts/marcelo-odebrecht-detalha-os-pagamentos-a-lula

  163. Patriarca da Paciência said

    A testemunha era para o processo do Palocci e virou testemunha contra o Lula ?

    Vazou novamente ? O Moro vai prender os responsáveis pelo Antagonista ?

    Que país é este ?

  164. Patriarca da Paciência said

    247

    “Segundo Bulhões, Moro chegou a interromper a audiência para verificar sobre os vazamentos. “Houve notícia de que alguém teria quebrado o sigilo do interrogatório e o magistrado Moro ficou de investigar”, relatou. O advogado destacou ainda que “tudo o que ocorreu no âmbito dessa audiência está sob sigilo”.

    Em entrevista à BBC, em Washington, nos Estados Unidos, Moro afirmou ser impossível coibir vazamentos e que investigar vazamentos de delações dos executivos da Odebrecht é como “uma caça a fantasmas”. Segundo o juiz, investigar jornalistas e veículos que publicaram conteúdos vazados “seria contrário a proteção de fontes, à liberdade de imprensa”. “E isso nós não faríamos”, disse.”

    Desta vez o tal “vazamento” está claramente identificado. Vamos ver o que acontece.

  165. Chesterton said

    http://www.diariodobrasil.org/o-trio-parada-dura-vai-cantar-na-cadeia-de-curitiba/

  166. Patriarca da Paciência said

  167. Pedro said

    A que ponto chega a canalhice.

  168. Guatambu said

    Vcs viram?

    O PT de São Paulo teve que demitir funcionários…

    … parece que a mortadela tá curta! hehehehe

    Tomara que o Partido dos Trabalhadores não receba nenhuma ação trabalhista, não é mesmo?

    Huá huá huá!!!

  169. Chesterton said

    Putz, pegaram o Cristo para cristo…..

  170. Chesterton said

  171. Patriarca da Paciência said

    Rides Palhaços

    Começou o Fim do Mundo

    Plantão Brasil:

    Ministro relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin determinou a abertura de inquérito contra nove ministros, atingindo em cheio o governo Michel Temer; em suas 83 decisões há ainda os nomes de 29 senadores e
    247 – O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, determinou abertura de 83 inquérito contra 108 pessoas no âmbito da investigação do esquema de propina na Petrobras. A lista foi divulgada no blog do jornalista Fausto Macedo, do jornal O Estado de S. Paulo.

    Nela, há nove ministros do governo Temer, 29 senadores e 42 deputados federais, incluindo os presidentes das duas casas, Eunício Oliveira (PMDB-CE) e Rodrigo Maia (DEM-RJ), três governadores, um ministro do TCU e 24 outros alvos que não têm foro privilegiado, mas estão relacionados aos fatos envolvendo os políticos e autoridades da lsita de Fachin.

    Os senadores Aécio Neves (MG), presidente do PSDB, e Romero Jucá (RR), presidente do PMDB, são os políticos com o maior número de inquéritos a serem abertos: cinco cada. Os pedidos de abertura de inquérito têm como base as delações de 78 executivos da Odebrecht.

    O governo Temer é atingido em cheio. São alvos dos pedidos de investigação os ministros Eliseu Padilha (PMDB), da Casa Civil, Moreira Franco (PMDB), da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Kassab (PSD), da Ciência e Tecnologia, Helder Barbalho (PMDB), da Integração Nacional, Aloysio Nunes (PSDB), das Relações Exteriores, Blairo Maggi (PP), da Agricultura, Bruno Araújo (PSDB), das Cidades, Roberto Freire (PPS), da Cultura, e Marcos Pereira (PRB), da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Padilha e Kassab responderão em duas investigações, cada.

    Confira a lista:

    Senador da República Romero Jucá Filho (PMDB-RR)

    Senador Aécio Neves da Cunha (PSDB-MG)

    Mais em Capa
    Vagner Freitas: recuos na Previdência não evitarão greve geral
    Delator revela ao TSE como Temer pediu dinheiro
    FHC prega tolerância e diálogo em vídeo pós-golpe
    Para juiz do Trabalho, Silvio Santos expôs Sheherazade a situação vexatória
    “No dia 28 vamos parar o país”, avisa Guimarães
    Senador da República Renan Calheiros (PMDB-AL)

    Ministro da Casa Civil Eliseu Lemos Padilha (PMDB-RS)

    Ministro da Ciência e Tecnologia Gilberto Kassab (PSD)

    Senador da República Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE)

    Deputado Federal Paulinho da Força (SD-SP)

    Deputado Federal Marco Maia (PT-RS)

    Deputado Federal Carlos Zarattini (PT-SP)

    Deputado Federal Rodrigo Maia (DEM-RM), presidente da Câmara

    Deputado federal João Carlos Bacelar (PR-BA)

    Deputado federal Milton Monti (PR-SP)

    Governador do Estado de Alagoas Renan Filho (PMDB)

    Ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República Wellington Moreira Franco (PMDB)

    Ministro da Cultura Roberto Freire (PPS)

    Ministro das Cidades Bruno Cavalcanti de Araújo (PSDB-PE)

    Ministro das Relações Exteriores Aloysio Nunes Ferreira (PSDB)

    Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços Marcos Antônio Pereira (PRB)

    Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Blairo Borges Maggi (PP)

    Ministro de Estado da Integração Nacional, Helder Barbalho (PMDB)

    Senador da República Paulo Rocha (PT-PA)

    Senador Humberto Sérgio Costa Lima (PT-PE)

    Senador da República Edison Lobão (PMDB-PA)

    Senador da República Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)

    Senador da República Jorge Viana (PT-AC)

    Senadora da República Lidice da Mata (PSB-BA)

    Senador da República José Agripino Maia (DEM-RN)

    Senadora da República Marta Suplicy (PMDB-SP)

    Senador da República Ciro Nogueira (PP-PI)

    Senador da República Dalírio José Beber (PSDB-SC)

    Senador da República Ivo Cassol

    Senador Lindbergh Farias (PT-RJ)

    Senadora da República Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM)

    Senadora da República Kátia Regina de Abreu (PMDB-TO)

    Senador da República Fernando Afonso Collor de Mello (PTC-AL)

    Senador da República José Serra (PSDB-SP)

    Senador da República Eduardo Braga (PMDB-AM)

    Senador Omar Aziz (PSD-AM)

    Senador da República Valdir Raupp

    Senador Eunício Oliveira (PMDB-CE)

    Senador da República Eduardo Amorim (PSDB-SE)

    Senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE)

    Senador da República Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN)

    Senador da República Ricardo Ferraço (PSDB-ES)

    Deputado Federal José Carlos Aleluia (DEM-BA)

    Deputado Federal Daniel Almeida (PCdoB-BA)

    Deputado Federal Mário Negromonte Jr. (PP-BA)

    Deputado Federal Nelson Pellegrino (PT-BA)

    Deputado Federal Jutahy Júnior (PSDB-BA)

    Deputada Federal Maria do Rosário (PT-RS)

    Deputado Federal Felipe Maia (DEM-RN)

    Deputado Federal Ônix Lorenzoni (DEM-RS)

    Deputado Federal Jarbas de Andrade Vasconcelos (PMDB-PE)

    Deputado Federal Vicente “Vicentinho” Paulo da Silva (PT-SP)

    Deputado Federal Arthur Oliveira Maia (PPS-BA)

    Deputada Federal Yeda Crusius (PSDB-RS)

    Deputado Federal Paulo Henrique Lustosa (PP-CE)

    Deputado Federal José Reinaldo (PSB-MA), por fatos de quando era governador do Maranhão

    Deputado Federal João Paulo Papa (PSDB-SP)

    Deputado Federal Vander Loubet (PT-MS)

    Deputado Federal Rodrigo Garcia (DEM-SP)

    Deputado Federal Cacá Leão (PP-BA)

    Deputado Federal Celso Russomano (PRB-SP)

    Deputado Federal Dimas Fabiano Toledo (PP-MG)

    Deputado Federal Pedro Paulo (PMDB-RJ)

    Deputado federal Lúcio Vieira Lima (PDMB-BA)

    Deputado Federal Paes Landim (PTB-PI)

    Deputado Federal Daniel Vilela (PMDB-GO)

    Deputado Federal Alfredo Nascimento (PR-AM)

    Deputado Federal Zeca Dirceu (PT-SP)

    Deputado Federal Betinho Gomes (PSDB-PE)

    Deputado Federal Zeca do PT (PT-MS)

    Deputado Federal Vicente Cândido (PT-SP)

    Deputado Federal Júlio Lopes (PP-RJ)

    Deputado Federal Fábio Faria (PSD-RN)

    Deputado Federal Heráclito Fortes (PSB-PI)

    Deputado Federal Beto Mansur (PRB-SP)

    Deputado Federal Antônio Brito (PSD-BA)

    Deputado Federal Décio Lima (PT-SC)

    Deputado Federal Arlindo Chinaglia (PT-SP)

    Ministro do Tribunal de Contas da União Vital do Rêgo Filho

    Governador do Estado do Rio Grande do Norte Robinson Faria (PSD)

    Governador do Estado do Acre Tião Viana (PT)

    Prefeita Municipal de Mossoró/RN Rosalba Ciarlini (PP), ex-governadora do Estado

    Valdemar da Costa Neto (PR)

    Luís Alberto Maguito Vilela, ex-Senador da República e Prefeito Municipal de Aparecida de Goiânia entre os anos de 2012 e 2014

    Edvaldo Pereira de Brito, então candidato ao cargo de senador pela Bahia nas eleições 2010

    Oswaldo Borges da Costa, ex-presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais/Codemig

    Senador Antônio Anastasia (PSDB-MG)

    Cândido Vaccarezza (ex-deputado federal PT)

    Guido Mantega (ex-ministro)

    César Maia (DEM), vereador e ex-prefeito do Rio de Janeiro e ex-deputado federal

    Paulo Bernardo da Silva, então ministro de Estado

    Eduardo Paes (PMDB), ex-prefeito do Rio de Janeiro

    José Dirceu

    Deputada Estadual em Santa Catarina Ana Paula Lima (PT-SC)

    Márcio Toledo, arrecadador das campanhas da senadora Suplicy

    Napoleão Bernardes, Prefeito Municipal de Blumenau/SC

    João Carlos Gonçalves Ribeiro, que então era secretário de Planejamento do Estado de Rondônia

    advogado Ulisses César Martins de Sousa, à época Procurador-Geral do Estado do Maranhão

    Rodrigo de Holanda Menezes Jucá, então candidato a vice-governador de Roraima, filho de Romer Jucá

    Paulo Vasconcelos, marqueteiro de Aécio

    Eron Bezerra, marido da senadra Grazziotin

    Moisés Pinto Gomes, marido da senadora Kátia Abreu, em nome de quem teria recebido os recursos – a38

    Humberto Kasper

    Marco Arildo Prates da Cunha

    Vado da Famárcia, ex-prefeito do Cabo de Santo Agostinho

    José Feliciano

  172. Chesterton said

  173. Chesterton said

    Rolou propina a Lula e Pimentel na construcao, pela Odebretch, do porto Mariel de Cuba. Por isso, houve o financiamento bilionario do BNDS. Lula representa a maior farsa ja nascida em terras brasileiras. Somente os tolos, ignorantes e vigaristas batem palma ao bandidao chefe de quadrilha. Defender Lula representa ser portador de doenca mental grave.

    Alexndre Andrade

  174. Chesterton said

    http://www.imprensaviva.com/2017/04/monica-moura-cuspiu-o-chiclete-e.html

  175. Chesterton said

    https://www.google.com.br/webhp?sourceid=chrome-instant&rlz=1C1FDUM_enBR473BR473&ion=1&espv=2&ie=UTF-8#q=maior+ladrao+do+mundo

    digitem ” o maior ladrão do mundo” no Google…

  176. Chesterton said

    “A preocupação dos constituintes não foi facilitar a criação de novos empregos, e sim garantir mais direitos para os já empregados. Legislou-se para pouco mais da metade dos trabalhadores, porque o resto está na economia informal, à margem da lei e das garantias. Nossa Constituição, sob aparência benfeitora, é uma conspiração dos já empregados contra os desempregados e os jovens”. Roberto Campos

    chest- quem tem QI de 95 ou menos não vai compreender isto nunca.

  177. Chesterton said

  178. Patriarca da Paciência said

  179. Patriarca da Paciência said

    Chesterton, doente mental, escuta aí um homem que realmente sabe o que está falando, muito diferente daquele outro doente mental, o Olavão:

  180. Patriarca da Paciência said

  181. Chesterton said

    Sob os escombros das delações da Odebrecht, o personagem regente de nossas transformações políticas por quase 40 anos submerge ferido de morte. Luiz Inácio Lula da Silva nunca mais será o mesmo. Talvez, um Silva. Ou um Luiz Inácio. Nunca mais um Lula. Aquele Lula, nunca mais. Acabou. É como o Edson sem o Pelé. Para o petista, as delações dos executivos da Odebrecht foram acachapantes. Restaram claro que a autoproclamada “alma mais honesta”, a quem um dia milhares de brasileiros confiaram a missão de mudar radicalmente a maneira de fazer política no País, se beneficiou pessoalmente dos ilícitos – e estendeu as benesses aos seus familiares. Sem sequer corar a face, o petista abandonou ao léu sua principal bandeira, a da ética – se é que um dia foi verdade.

    Os fatos –, e eles são teimosos, deles não há como escapar, – nos conduzem à crença na impostura lulopetista como uma espécie de dogma de ação. Senão vejamos: segundo Marcelo Odebrecht, Lula chegou a registrar um saldo de R$ 40 milhões de reais em sua conta-propina, administrada pelo ex-ministro Antonio Palocci. Desse total, Lula sacou, no mínimo, 30 milhões de reais. Em dinheiro vivo, conforme antecipou ISTOÉ com exclusividade em reportagem de capa de novembro de 2016. Gravíssimo. Como explicar tanto dinheiro na conta ante o povo sofrido do Nordeste? “Nós contra eles”? “Nós” quem, cara pálida? Também teve mesada em espécie para o irmão, o Frei Chico, pixuleco para o sobrinho, Taiguara Rodrigues, e pedido de apoio aos negócios do filho caçula, Luís Cláudio, em troca de azeitar a relação da Odebrecht com o governo de sua pupila, Dilma Rousseff. Sem falar no pagamento de despesas estritamente pessoais, como a reforma do sítio de Atibaia, no interior de São Paulo, a aquisição de imóveis para uso particular e do dinheiro para a instalação do Instituto batizado com o seu nome. Nem mesmo as palestras ministradas pelo petista sobrevivem incólume ao escrutínio da Justiça. Tido como homem de Lula na Odebrecht, Alexandrino Alencar contou aos procuradores que as palestras de US$ 200 mil – padrão Bill Clinton – a Lula foram uma maneira de compensar a ajuda do petista à Odebrecht durante seus dois mandatos. E que ajuda!

    Atuando com se fosse um embaixador da Odebrecht, o petista chegou a impedir que a Petrobras adquirisse ativos da Ipiranga para garantir que o grupo permanecesse com a hegemonia do setor, em detrimento dos interesses da estatal. “Compreendo que nossa presteza e o nosso volume de pagamentos feitos a pretexto de contribuição para a campanha contribuíram nas decisões que tanto o ex-presidente Lula quanto integrantes do PT tomaram durante sua gestão, coincidentes com nossos interesses”, sapecou o patriarca da família, Emílio Odebrecht. A promiscuidade era tanta que Emílio pediu a Lula que segurasse sua turma: “Eles têm a goela muito grande”, afirmou.

    Os negócios pessoais do ex-presidente se confundiam tanto com as decisões de governo que nem o próprio petista conseguia distingui-los mais. Hoje, há quase um consenso entre procuradores e agentes federais de que quase todo dinheiro amealhado pelo petista, nos últimos 13 anos, foi produto de crime. Para a imagem do ex-presidente, a constatação é nitroglicerina pura.

    http://istoe.com.br/o-fim-da-alma-mais-desonesta/

  182. Chesterton said

    http://www.oantagonista.com/posts/lula-mandou-bndes-liberar-dinheiro-para-cuba

    é caso de forca….

  183. Chesterton said

    http://www.imprensaviva.com/2017/04/lula-comeca-perder-titulos-homenagens-e.html

  184. Patriarca da Paciência said

    (Antonio Candido)

    O senhor é socialista?

    Ah, claro, inteiramente. Aliás, eu acho que o socialismo é uma doutrina totalmente triunfante no mundo. E não é paradoxo. O que é o socialismo? É o irmão-gêmeo do capitalismo, nasceram juntos, na revolução industrial. É indescritível o que era a indústria no começo. Os operários ingleses dormiam debaixo da máquina e eram acordados de madrugada com o chicote do contramestre. Isso era a indústria. Aí começou a aparecer o socialismo. Chamo de socialismo todas as tendências que dizem que o homem tem que caminhar para a igualdade e ele é o criador de riquezas e não pode ser explorado. Comunismo, socialismo democrático, anarquismo, solidarismo, cristianismo social, cooperativismo… tudo isso. Esse pessoal começou a lutar, para o operário não ser mais chicoteado, depois para não trabalhar mais que doze horas, depois para não trabalhar mais que dez, oito; para a mulher grávida não ter que trabalhar, para os trabalhadores terem férias, para ter escola para as crianças. Coisas que hoje são banais. Conversando com um antigo aluno meu, que é um rapaz rico, industrial, ele disse: “o senhor não pode negar que o capitalismo tem uma face humana”. O capitalismo não tem face humana nenhuma. O capitalismo é baseado na mais-valia e no exército de reserva, como Marx definiu. É preciso ter sempre miseráveis para tirar o excesso que o capital precisar. E a mais-valia não tem limite. Marx diz na “Ideologia Alemã”: as necessidades humanas são cumulativas e irreversíveis. Quando você anda descalço, você anda descalço. Quando você descobre a sandália, não quer mais andar descalço. Quando descobre o sapato, não quer mais a sandália. Quando descobre a meia, quer sapato com meia e por aí não tem mais fim. E o capitalismo está baseado nisso. O que se pensa que é face humana do capitalismo é o que o socialismo arrancou dele com suor, lágrimas e sangue. Hoje é normal o operário trabalhar oito horas, ter férias… tudo é conquista do socialismo. O socialismo só não deu certo na Rússia.

    Por quê?

    Virou capitalismo. A revolução russa serviu para formar o capitalismo. O socialismo deu certo onde não foi ao poder. O socialismo hoje está infiltrado em todo lugar.

    O socialismo como luta dos trabalhadores?

    O socialismo como caminho para a igualdade. Não é a luta, é por causa da luta. O grau de igualdade de hoje foi obtido pelas lutas do socialismo. Portanto ele é uma doutrina triunfante. Os países que passaram pela etapa das revoluções burguesas têm o nível de vida do trabalhador que o socialismo lutou para ter, o que quer. Não vou dizer que países como França e Alemanha são socialistas, mas têm um nível de vida melhor para o trabalhador.”

    https://www.brasildefato.com.br/node/6819/index.html

  185. Patriarca da Paciência said

    O ódio do Chesterton pelo Lula realmente não tem limites – é uma doença grave !

  186. Chesterton said

    View story at Medium.com

  187. Chesterton said

  188. Patriarca da Paciência said

    Senta aí que lá vem textão-moralizador-contra-a-corrupção-que-assola-o-país-massacrando-as-gentes-de-bem!

    Para mim não restam mais dúvidas: Lula é o brasileiro mais corrupto e ladrão da história da humanidade.

    E não, não é preciso julgamento algum – afinal de contas esse papo de julgamento e de justiça só servem para esfriar os fatos e desviar o foco para longe de suas improbidades.

    Porque as provas falam por si e, para não me chamarem de parcial, vamos aos FATOS:

    – um dos filhos de Lula, que antes de seu pai chegar ao poder não era absolutamente ninguém na vida, comprou a Friboi e a Universidade de Piracicaba, usando a última como residência pessoal; vocês tem ideia de quantos anos um trabalhador honesto levaria para adquirir bens nesses valores???

    – Lula não roubou só para os filhos, mas também tornou toda sua família bilionária; basta checar o padrão altíssimo de vida de todos seus irmãos – em especial Jaime Lula da Silva que, para rir da cara de todos os brasileiros de bem e pagadores de impostos, insiste em deixar inacabada a pintura de sua nababesca casa de dois quartos na periferia de luxo da cidade de São Bernardo do Campo; isso para não mencionar Genival Lula da Silva, o Vavá, que leva uma vida suntuosa com sua aposentadoria de três salários mínimos como ex-metalúrgico na mesma periferia da mesma São Bernardo;

    – no melhor estilo de outros ditadores comunistas como ele, Lula amealhou um patrimônio totalmente incompatível com a renda de até mesmo um ex-membro do executivo federal: o ladravaz petista possui um faustoso apartamento em São Bernardo (sempre São Bernardo, pobre ABC!), um aparamentado sítio em Atibaia e um deslumbrante triplex no Guarujá, a Mônaco brasileira! Qual bilionário no mundo pode se gabar de possuir três – isso mesmo, eu disse TRÊS – imóveis dessa estirpe, em cidades diferentes???

    – ainda sobre o sítio em Atibaia: Lula insiste em dizer que o sítio não é seu, subestimando a capacidade cognitiva dos patriotas, como se não estivesse claro que o sítio não se encontra em seu nome somente por uma mera questão de sonegação de impostos! Quantas e quantas vezes Lula não foi visto desfrutando das imponentes instalações do sítio, inclusive sendo por vezes grampeado ao telefone pedindo esfihas para o final de semana? Insisto: quantos brasileiros tem condições financeiras de pedir esfihas – sim eu disse ESFIHAS – para comer em um final de semana? Isso sem mencionar os pedalinhos e o iate de dois pés que o gatuno vermelho colocou na propriedade para deleite pessoal! E de pensar que só tivemos acesso a esses grampos e demais informações graças ao grande herói Sergio Moro, homem de gabarito e de indubitável imparcialidade, que nos faz ainda acreditar que o Brasil pode sim dar certo…

    – ainda sobre o triplex do Guarujá: Lula, com o único intuito de despistar a justiça, adotou interessante estratégia em relação a esse imóvel; nunca foi até lá! E como se não bastasse tamanha hipocrisia, tampouco registrou o enorme apartamento em seu nome (ahh, novamente o truque manjado de não colocar as propriedades em seu nome), como se assim conseguisse enganar a sociedade brasileira!

    – Lula, corintiano que é, bancou com dinheiro de Fidel Castro o estádio do Timão em São Paulo, tudo em troca do porto de Mariel (e mesmo que não haja ainda nenhuma prova desse crime, a convicção nacional me parece mais que suficiente para torná-lo verdade absoluta);

    – deixei o melhor para o final: ainda que muitos dos crimes desse bandido petralha não estejam totalmente desvendados e escancarados, nos últimos dias soube-se através de delação premiada que Lula recebeu treze milhões de reais EM DINHEIRO de empreiteiros! Considerando-se que em termos volumétricos essa quantia em espécie equivaleria a um container grande, ficam implícitos aqui dois crimes adicionais, já que Lula seguramente comprou de forma ilegal uma empilhadeira para levar de madrugada todo esse montante até seu covil no ABC e um colchão de cinco andares para esconder essa fortuna! Pior: em clara demonstração de sua aptidão na arte de esconder seus delitos, Lula optou por não gastar um centavo dessa grana: não viajou, não comprou bens, não ostentou, como se assim enganasse o probo juiz de Curitiba! Mal sabe o meliante que sua prisão é questão de tempo!

    Postos todos estes fatos inquestionáveis, sugiro que esse salteador marxista seja enjaulado imediatamente para assim resolvermos ao menos noventa por cento dos problemas de nosso país e com isso possibilitar a volta do crescimento da economia e da felicidade no rosto de cada brasileiro!
    Por que tamanha demora para enquadrar um tipo cleptomaníaco que roubou até um dedo da própria mão???

    Ninguém aguenta mais tanta bandalheira!

    É preciso dar um fim nisso – e rápido!

    Pelo bem de nossos filhos, pelo bem do Brazil, ops, Brasil!

    Nossa bandeira nunca será vermelha!

    http://caviaresquerda.blogspot.com.br/2017/04/lula-e-o-brasileiro-mais-corrupto-e.html?spref=fb

  189. Patriarca da Paciência said

  190. Patriarca da Paciência said

    Olha aí, Chesterton, o post 189 ilustra o artigo do post 188. Aplacada a tua sede de sangue do Lula ? Será que TODOS, ou pelo menos 90%, dos problemas brasileiros serão resolvidos agora com a prisão do Lula ?

    Ou será que queres mesmo é ser enrabado pelo Lulão ?

    Como se diz no Nordeste, “nunca se sabe para onde doido vai”.

  191. Patriarca da Paciência said

  192. Chesterton said

    um recado do Amigo do Pax para todos os petistas menos o Patriarca

    Idelber Avelar
    1 h ·
    Uma série de intelectuais, economistas, ativistas independentes, professores universitários etc que passaram anos defendendo o governo Rousseff e/ ou atacando os seus críticos, dizendo que fazíamos “o jogo da direita” ou que estávamos “criminalizando a política”, estão AGORA acordando para o fato de que o petismo foi mesmo partícipe de uma operação de saqueio privado do Estado.

    Entre os que estamos dizendo essa obviedade há anos, instalou-se uma discussão: como receber essas pessoas que AGORA estão percebendo o óbvio, depois de passar um bom tempo criticando-nos por apontar aquilo que agora elas descobrem?

    Existe a ala “ajoelha no milho aí, otário”, mais ressentida, e existe a ala “bem-vindos à luz, irmãos”, mais magnânima.

    De minha parte: uma caixa de Guinness e dois ingressos para a final da Libertadores no Mineirão e está tudo esquecido.

  193. Chesterton said

    Cora Ronai reagiu a isso.
    Seguir

    Raphael Tsavkko Garcia
    1 h ·
    Tem uma galera que, aos poucos, tem acordado. Ou pulado do barco, como o asqueroso PHA. Ou ainda viu que o cheque no fim do mês parou de chegar…
    Tem gente caindo na real só agora que não dá mais pra defender a honestidade nem do Lula nem da Dilma nem de ninguém mais…
    Um amigo perguntou: “Pergunta sincera: como lidar com essas pessoas que só caíram na real AGORA depois de anos servindo de linha-auxiliar e nos chamando de “fascistas”, de “fazer o jogo da direita”, de “apoiar o golpe”, etc? Não sei lidar com isso. Fico com vontade de esfregar as notícias dos últimos anos na cara de cada um desses, pedir que ajoelhem no milho e peçam perdão, mas não acho isso muito saudável”.
    Mas e aí, esses massas de manobra que passaram anos nos acusando de fascistas por protestar, vão fingir que nada aconteceu? Passamos uma década apontando os problemas, desde 2013 tivemos clara ruptura, e nos xingavam, acusavam… E agora? Acordaram, né?
    “Nossa protestaram por 20 centavos?” Não, seus bostas, protestamos por um país melhor enquanto vocês tavam abraçados com a Odebrecht.
    Não tem como não esfregar na cara. Vão lá gritar GOLPE, vão. Dizer que somos “esquerda que a direita gosta”. Que tal ser a esquerda que a Odebrecht gosta? Bando de massa de manobra, incapazes de largar mão desse câncer que é o PT, Cujo líder máximo trabalhava pra empreiteira contra os interesses dos trabalhadores desde que ganhou fama.
    Mas faço un reparo, sempre tratei Lula como Deus e Dilma como sua profeta, como uma espécie de Jesus. No fim Lula estava mais pra Moisés, deus é a Odebrecht.
    Mas vão lá com “Lula 2018” e elejam, de novo, Emilio e Marcelo Odebrecht. Boa sorte. Quem são os fascistas agora?
    E tem a galerinha que tá calada, se fingindo de morta. Apareçam, queridos, defendam agora a turma se vocês. Bateu medinho, a água bateu na bunda? Não sabem como olhar pra cara de quem vocês criminalizavam ou é só falta de vergonha mesmo? Não esperem a poeira baixar não, ou defendam seu messias com o fanatismo neoPTcostal de sempre ou assumam a merda que fizeram, tenham uma vez na vida decência.
    Eu sei, espero demais.

  194. Patriarca da Paciência said

    Resposta. Existe um jogo de empurra para ver de quem é a culpa, e isso fica muito à mercê dos conflitos políticos atuais. O problema transcende as principais siglas partidárias, PSDB e PT. A prática de pagamento de propina na Petrobras vai além disso. Pode ser que tenha surgido no governo do FHC e do Lula um esquema para financiamento de campanha. Este tipo específico de procedimento talvez tenha sido criado nestes governos, com o envolvimento de diretores da estatal e repasse para partidos. Mas isso é apenas um indicativo de quão incrustadas na Petrobras estão estas construtoras. Muitas dessas empresas prestam serviço para a estatal desde 1953, e existem registros de que essas práticas ilegais já existiam nesta época.

    P. A corrupção é a exceção ou a regra no mercado das construtoras?

    R. A impressão que tenho, e temos indícios disso, é de que a prática de cartel é institucionalizada no mercado de obras públicas. As vezes existem conflitos, mas o que impera é o acordo, os empresários não querem uma luta fratricida, porque isso reduziria as taxas de lucro deles, então eles tentam dividir os serviços. E isso remonta há muito tempo, desde a década de 50, quando o mercado de obras publicas no Brasil começa a se firmar.

    P. Qual era a situação das grandes construtoras antes ditadura?

    R. Na segunda metade da década de 50, com a construção de Brasília no Governo de Juscelino Kubitschek e a as obras de infraestrutura rodoviária, as empresas começaram a prosperar. Antes de JK elas tinham apenas alcance local e regional: eram empreiteiras mineiras, paulistas e cariocas que realizavam obras em seus respectivos Estados. Naquele período elas não tinham sequer o domínio sobre técnicas para obras hidrelétricas, por exemplo.

    P. Como era a relação das empreiteiras com os militares?

    http://brasil.elpais.com/brasil/2015/03/18/politica/1426706268_112230.html?id_externo_rsoc=FB_BR_CM

    Neste Link está a entrevista toda. (Jornal El País)

  195. Chesterton said

  196. Chesterton said

    Eu sou muito transparente. Eu gosto do Lula.. Eu gosto. Gosto. Confio nele. Valorizo ele… Posso afirmar… Se quiser desligar, desligue… ”

    Estas frases foram ditas por Emilio Odebrecht, pai de Marcelo Odebrecht, no depoimento gravado (foto) aos Procuradores da Lava Jato. O Procurador não quis saber de fofoca e optou por prosseguir no depoimento oficial.

    Lula, a maior farsa da história mundial, foi fabricado em boa parte por este empresário podre.

    Até a célebre Carta ao Povo Brasileiro de 2002, em que o então candidato Lula tranquilizava os mercados, teve participação pessoal de Emílio.

    A Odebrecht engordou Lula.

    Emílio e a Odebrecht bancaram as campanhas petistas de Lula desde os anos 80. Já no governo, tornaram-se o governo de fato. Drenaram os cofres públicos em bilhões com financiamentos de pai para filho do BNDES concedidos por Lula. O pilantra ganhou uma conta corrente de R$ 40 milhões com o nome de “Amigo”, da qual fazia saques mensais de R$ 1 milhão via um emissário de Palocci.

    O PT e Lula capturaram o Estado Brasileiro. A Odebrecht sequestrou o governo e engordou em bilhões com o nosso suado dinheiro. Emílio, que ensinou o filho a ser desonesto, também foi o cafetão de uma farsa nacional e internacional. Um país de 200 milhões de habitantes virou a zona dessa turma toda.

    A sordidez passou de todos os limites no Brasil…(DC)

    chest= a origem dde todo mal foi cevado por um empresario fdp com o apoio do sindicalismo no Brasil.

  197. Chesterton said

    MARILIZ PEREIRA JORGE
    Brasil, um país de cornos

    Ser corno é uma das piores coisas da vida. Levamos muito tempo negando o que todo mundo já sabe, que a gente é corno. O chifrudo é quase sempre um iludido, ludibriado, crente. É traído em suas convicções, em suas paixões, em sua lealdade. Tenho pena do cornudo. Já fui uma. Quem nunca? Quem nunca ficou cego pela fantasia do amor, inebriado pelas promessas de felicidade, um tanto emburrecido em prol de relação fracassada?

    Ahhh, os cornos. Coitados deles, coitados de nós.

    Vimos nos últimos dias que o Brasil é um país de cornos. O pior tipo de chifrudo, aquele que é usado, enganado, passado para trás, descobre a traição, vê as provas, uma, duas, três vezes e continua em negação. Diz ele que todo mundo é cornudo, que a vida é assim, que ele foi chifrado menos vezes do que os outros, que foi corneado para tirar os pobres da miséria, que aceita todos os defeitos morais do seu ídolo para não deixar o Brasil virar a Venezuela, que antes corno do que socialista, que prefere ser corno porque pelo menos agora os pobres podem andar de avião.

    Com vocês o corno de político. Mas desses não dá para ter pena. Corno de político merece toda traição.

    Brasília acabou. A política brasileira atual acabou. Cerca de 1/3 do nosso Congresso aparece na lista do “fim do mundo”. Ministros, governadores, prefeitos. Todos lá na delação de uma única empresa. Tem gente se gabando que esse ou aquele político não são citados. Ora, não são citados porque eram inexpressivos. Não são citados nesse escândalo. É ingenuidade acreditar que todas as estatais federais e estaduais não estejam sujas também. Mas tem gente que acredita. Como eu disse, bando de cornos.

    Emílio Odebrecht diz que o Brasil funciona assim há 30 anos. Ou seja, ele diz que é prática na gestão de todos os presidentes do Brasil democrático. Podemos considerar que a corrupção é também democrática, passou de um presidente para outro. Contemplou governadores, prefeitos, políticos do legislativo de todas as esferas.

    Não sobra um.

    O que todos os brasileiros deveriam fazer? Deixar essa gente, os políticos, abandonada, sem respaldo, sem apoio, com medo de sair nas ruas. Engolir o orgulho, enxugar as lágrimas de decepção, assumir o chifre, abraçar os “inimigos”, encher a ruas de gente e pedir a cabeça do presidente e do Congresso inteiro.

    O que as pessoas fazem desde anteontem? Saem em defesa de políticos. Continuam se matando nas redes sociais. Discutem quem é mais ou menos corrupto. Tem corno #lula2018, corno #bolsomito2018, corno #dilmãe, corno #voltaFHC. Acredite, tem corno na página de Paulo Maluf defendendo sua honra. Só não vi, por enquanto, corno do Picolé de Chuchu, porque a pessoa é muito sem carisma mesmo.

    Fala-se na articulação de um pacto entre Temer, Lula e FHC pela “sobrevivência” dessa classe política podre atingida pela Lava Jato, incluindo os três. Enquanto isso, nós, o bando de chifrudos, continua como numa torcida histérica ajudando a salvar um monte de bandido e a acabar de afundar o que restou do Brasil.

    Atrás de um corno manso há sempre um político feliz. E rico. Estamos de parabéns.

  198. Chesterton said

    até este fdp abandona Lula…acabou dim dim

    http://www.revoltabrasil.com.br/politica/11824-paulo-henrique-amorim-abandona-o-barco-e-grava-video-criticando-lula-assista.html

  199. Chesterton said

    https://jornalivre.com/2017/04/16/delator-conta-que-ele-e-advogado-de-lula-combinaram-fraudar-notas-fiscais-para-ocultar-sitio-de-atibaia/

  200. Pedro said

    # 188

    Que texto imbecil……putz e ainda perdi tempo pra ler.

    Como diz o 197……… são um bando de cornos mesmo.

  201. Chesterton said

    Blog do Noblat – O Globo
    2 h ·
    Frase do dia
    “É simplesmente doloroso ver que o Partido dos Trabalhadores no Brasil –que implantou medidas significativas– simplesmente não pôde manter as mãos fora da caixa registradora. Juntaram-se à elite extremamente corrupta, que está roubando o tempo todo, tomou parte [no esquema] e desacreditou-se.”
    (Noam Chomsky, linguista, filósofo e ativista político, o último grande ícone do marxismo)

  202. Patriarca da Paciência said

  203. Chesterton said

  204. Chesterton said

  205. Chesterton said

    O linguista norte-americano Noam Chomsky em conferência na USP em 1996
    18/04/2017 12h13

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/clovisrossi/2017/04/1876499-errei-no-rotulo-mas-nao-no-essencial-sobre-chomsky.shtml

    Um punhado de leitores contestou, com razão, o rótulo de marxista que empreguei para o linguista Noam Chomsky na coluna postada na segunda-feira (17).

    De fato, errei. Alguns leitores preferem defini-lo como anarquista, outros como socialista libertário. Na Wikipedia, fala-se até em “anarcocomunismo”.

    Errei no rótulo, mas não errei na essência da coluna : Chomsky é –o que ninguém nega– um dos maiores, talvez o maior, ícone da esquerda. E, ao criticar os governos de esquerda, inclusive o do PT, torna-se um raro intelectual a dizer que o rei está nu, até mesmo do ponto de vista ético.

    Claro que há intelectuais de esquerda que já haviam feito críticas ao PT antes, mais profundas e agressivas até do que de Chomsky.

    Penso, por exemplo, em Chico de Oliveira, mas não só.

    O ponto principal, no entanto, é que os intelectuais que se acham de esquerda e são vinculados ao PT continuam em silêncio.

    Até Luiz Inácio Lula da Silva aceitou implicitamente que as delações do pessoal da Odebrecht revelam fatos. Disse o seguinte em entrevista a uma rádio de Salvador, no dia 13 passado:

    “Quando aparecem [nas delações] outros partidos que criminalizaram o PT, primeiro você tem um alívio. A máscara está caindo”.

    Quer dizer, quando a delação pega os outros, a máscara caiu, mas, quando pega o PT, é criminalização. Puro cinismo.

    Até porque um dos grandes cardeais do partido, Jacques Wagner, já admitiu publicamente que o PT “se lambuzou”.

    E, no entanto, os intelectuais ligados ao PT ficam em um silêncio nada inocente.

    É sempre bom repetir que ficam em silêncio também –ou até aplaudem– sobre o que seu ídolo Chomsky chamou de “situação realmente desastrosa” da Venezuela.

    Até quando?

  206. Chesterton said

    Denis Rosenfield, no Zero Hora, descreveu o caráter mafioso da ORCRIM lulopetista:
    “Para além do conteúdo das falas dos delatores, em particular as do patriarca Emilio Odebrecht e de seu filho Marcelo, chama particular atenção os seus modos respectivos de expressão, a naturalidade com a qual falam de seus crimes.
    Para eles, tratava-se de uma prática que tinha se tornado normal, vindo a fazer parte de sua atividade empresarial, se é que esta expressão tinha algum significado para eles. Empresários, no sentido estrito, não o eram por eliminarem a concorrência, superfaturarem os preços, não inovarem e viverem de relações mafiosas com ‘seus’ políticos, em particular o chefe de todos eles, Lula. O relato da intimidade entre eles é espantoso. O suposto ‘pai dos pobres’ revelou-se, na verdade, o ‘pai dos ricos.
    O grande empresário tinha se tornado ‘vermelho’, enquanto o ‘vermelho’ vendia os seus serviços ou os comprava conforme os benefícios deles e de seus respectivos comparsas. A máfia siciliana deve ter tido inveja deles (…).
    Imaginem se os ganhos da corrupção, dos superfaturamentos, dos oligopólios dessas empreiteiras e dos políticos fossem destinados, como de direito, para toda a população.
    O país seria, seguramente, outro. Já o é, em certo sentido, por ter começado a limpeza.”

  207. Douglas said

    Prezado, meu nome é Douglas Guzzo e sou advogado do escritório Opice Blum, gostaria de contatá-lo à respeito de uma publicação realizada no blog. Por favor, me disponibilize seu contato ou entre em contato comigo através do e-mail: douglas@opiceblum.com.br; telefone: (11)2189-0061. Obrigado.

  208. Pedro said

    Este blog tá praticamente deserto.

    Não entra um único novo comentarista, aí aparece um advogado…..

    Parece até piada……deve ser coisa do Googlias.

  209. Patriarca da Paciência said

    Nenhum país , até hoje, tinha feito o que o Brasil está fazendo, ou seja, lavar todas as suas roupas sujas em público e transmitir, ao vivo e a cores, pela televisão, em tempo real, para todas as pessoas.
    É um fato inédito em todo o mundo, como disse um dos investigados já preso, Eike Baptista.
    O que vai resultar de tudo isso ? Muito difícil prever. A Itália, onde aconteceu algo semelhante, mas em muito menor proporção, não parece ter mudado muito. O governo seguinte foi chefiado por Berlusconi , um político tão ruim ou pior do que os seus antecessores. Nós já temos o Temer e, o próximo, pode ser uma aventureiro qualquer !
    É possível existirem políticos imaculados ? Pessoas imaculadas seriam bons políticos ? Será que o papa Francisco, um dos poucos homens sem manchas da nossa época, seria um bom político ?
    Lembro-me que a pouco tempo atrás os brasileiros se vangloriavam de serem esperto. “Fica esperto, meu filho”, era a regra geral.
    Agora virou o país dos santarrões. Gente da mais baixa qualidade, de repente, se apresentam como verdadeiros imaculados !
    “Mundo, mundo, vasto mundo, se eu me chamasse Raimundo, seria uma rima, não uma solução” já o disse Carlos Drummond de Andrade .
    Lembra muito também:
    Leonidas Andreiv
    … Apresentou-se no Inferno para pregar o bem. Por que o fazia ? Não se sabe. Talvez tenha perdido a razão, de alegria, talvez movido pelo orgulho e pela vaidade quisesse exibir-se perante os demais diabos, ou talvez tivesse a imperiosa necessidade de visitar o lugar do seu nascimento. O caso foi que, abandonou a casa do sacerdote, encaminhou-se ao Inferno, sem a mínima hesitação. Qual foi o resultado da visita ?

    Apenas abriu a boca para pregar um sermão, os demais diabos plantaram-se diante dele, e começaram também a pronunciar sermões acerca da necessidade do bem, até com mais energia e eloquência do que ele. Todos eram especialistas na arte de mentir. Num instante toda a verdade se transformou numa mentira, e as mais santas palavras, gritadas por aqueles lábios impuros e desavergonhados transformaram-se em abomináveis opróbrios.

    Todos o Inferno se encheu de predicadores e de santos. E Satanás, alegre com esta nova diversão, se pôs diante de todos e, morrendo de rir, entoava cânticos religiosos com voz fanhosa. Umas bruxas, velhas e repelentes, representavam comédias cujos assuntos eram a Verdade, o Bem e a Virtude.

    Nunca, até então, nem nos dias de maiores festivais, teve o Inferno um aspecto tão infernal.

  210. Patriarca da Paciência said

    Pax, Pax, se ainda estás entre nós, dá-nos um sinal !

  211. Patriarca da Paciência said

  212. Chesterton said

    http://www.gazetadopovo.com.br/rodrigo-constantino/artigos/sempre-que-o-socialismo-aceito-democraticamente-no-comeco-sera-imposto-no-final-como-tirania/

  213. Patriarca da Paciência said

    Doze pessoas foram mortas em protestos na Venezuela !

    Numa cidadezinha, ao norte de Mato Grosso, Brasil, homens encapuzados assassinam 10 pessoas, inclusive mulheres e crianças.

    Mas o crime da Venezuela é maior, segundo alguns babacas.

    Inclusive maior que os outros assassinatos de várias dezenas de pessoas pelo Brasil afora !

    Simplesmente porque o governo da Venezuela é de esquerda !

  214. Patriarca da Paciência said

  215. Chesterton said

    http://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/5631/petistas-roubam-petistas-em-eleicoes-internas-e-brigas-acabam-em-mortes-veja-o-video

  216. Chesterton said

    Enio Mainardi
    49 min · São Paulo ·
    LEONARDO BOFF petista roxo, amigo de Lula, militante por anos, excomungado pelo Vaticano por sua Teologia da Libertação; enfim fala do Lula que a sua lucidez custou a convencer-se:
    “Lula, por outro lado, mais do que os crimes a que responde, feriu de golpe a esquerda no Brasil.
    Ajudou a segregá-la, a estigmatizar suas bandeiras sociais e contribuiu diretamente para o crescimento do que há de pior na direita brasileira. Se embebedou com o poder.
    Arvorou-se da defesa dos pobres como álibi para deixar tudo correr solto e deixou-se cegar. Martelou o discurso de ricos contra pobres, mas tinha seu bilionário de estimação. Nada contra essa amizade. Mas com que moral vai falar com seus eleitores. Saiam todos, por favor. Vocês são maus exemplos a seguir. Despertam ojeriza. Dediquem o que resta de suas vidas a entregar tudo, a detalhar tudo, a terminar de contar o que falta para que o Brasil se estabeleça como uma sociedade mais sadia, menos tóxica. Nenhum país merece que a riqueza seja comandada por quem não tem um mínimo de solidariedade com o país e vive da mesquinharia que alimenta a miséria.”
    O QUE EU ACHO?
    Esse detestável Boff quase que acertou seu comentário. Disse que o lula tinha um amigo bilionário. Mas o prório lula é bilionário, ladrão ele mesmo, tocado pela sua natureza psicopata. O Boff teve muitos anos para dizer metade do que disse agora. A coincidência dele pular fora do pt, neste momento, diz, melhor do que a oposição, do apodrecimento final do partido.

  217. Chesterton said

    Sócrates encontra professor da USP

    “Sócrates, enviado para 2017 em umc vórtice temporal, cai em São Paulo, no meio de um manifesto e encontra um militante esquerdista:

    – Olá excelente rapaz! Do que se trata toda essa gente reunida?!
    – Olha velhote desinformado, estamos lutando contra a elite por justiça!
    – Sim, eu realmente sou um desinformado, eu sou quem não sabe, mas estou muito feliz de encontrar você, que realmente sabe! Peço que me ensine, é possível?
    – Sim claro, sou da USP, tem muita coisa que você precisa aprender!
    – É um grande dia excelente rapaz! Finalmente encontrei alguém sábio que me ensinará! … Primeiro gostaria de saber o que é a elite, depois o que é justiça e por último qual a aplicação de justiça estão lutando, pode ser nessa ordem?
    – Sim, isso é fácil!
    – Perfeito! O que é a elite!?
    – A elite são os ricos, que tem muito dinheiro, muitos bens.
    – Então o critério para discernir a elite, é a quantidade de dinheiro, de bens que possui, certo?
    – Sim, é esse mesmo!
    – E a partir de que ponto um homem é considerado rico, participante da elite?
    – A classificação disso é através classes sociais, que são A, B, C, D, E e F! A classe A é quem tem mais, e vai diminuindo para quem tem menos, até a classe F, que é praticamente miserável e não tem nada, é por eles que lutamos!
    – Certo, como eu posso identificar quem é a elite nesses termos?
    – São as classes A, B e C, mas é só ver quem ganha mais de 2.300 por mês, que já é elite!
    – Entendi, e os outros todos não são elite, certo?
    – Sim, o critério é esse.
    – Quem ganha mais de 2.300 por mês é a elite, e a elite é malvada, certo?
    – Certo!
    – E quem ganha menos de 2.300 por mês não é da elite, e não é malvado, correto também?
    – Sim, é exatamente isso! O senhor está aprendendo muito bem, qual seu nome?!
    – Meu nome é Sócrates excelente rapaz!
    – Certo, Sócrates! Está aprendendo muito bem.
    – Você, é formado em uma universidade, não é isso?
    – Sim! Sou inclusive professor! Da USP como eu disse!
    – Que dia maravilhoso para mim excelente rapaz! Encontrei finalmente um sábio! Quanto ganha um professor da USP?!
    – Eu ganho 10 mil…
    – Então você é da elite e é malvado?!
    – Não… é que… olha… eu luto pelo povo e… eu quero só o bem deles!
    – Mas você disse que o critério era esse…
    – Eu sei, parece estranho, mas são nossos representantes que vão acabar com essas diferenças sociais!
    – Estou me esforçando para compreender, quem são seus representantes?!
    – São os políticos!
    – Quanto ganha um político hoje, rapaz?
    – Depende, deputado ganha cerca de 39 mil por mês, um senador uns 33 mil…
    – Então eles são da elite também!
    – São sim… mas são eles que vão fazer o bem para o povo!
    – Mas você me disse que a elite só faz o mal, e que o critério era quem ganhasse mais de 2.300 por mês, seria mal, tanto você quanto seus representantes são da elite, devo supor que são maus, segundo suas próprias palavras… ou será de outra forma?!
    – Estou desconfiando que você é um infiltrado velho! Como pode duvidar do que estou dizendo!
    – Eu estou tentando aprender, você disse que me ensinaria, mas afinal, você é um homem mau e seus representantes também são maus, ou este critério estará errado?
    – Eu não sou mau! Lula é santo! Que espécie de perguntas são essas?!
    – Chama-se lógica, rapaz, eu só estou examinando seu próprio critério… se o critério estiver certo, você e seus representantes são maus, se forem bons então o critério está errado… não será dessa forma?
    – Está bem, talvez o critério esteja errado, pois eu sou um homem bom, e meus representantes também são bons, afinal estou lutando pela justiça, pelo bem, por algo bom!
    – Muito bem rapaz! E qual a luta de vocês?
    – Lutamos contra os maus… quer dizer, a elite…
    – Nos critérios que você me colocou?!
    – Sim!
    – Oras, estão lutando contra si mesmos?!
    – Não! Bem, talvez o critério esteja errado mesmo… não sei mais!
    – Mas me diga, o que justiça?
    – Justiça é que todos ganhem o mesmo salário! Para não haver desigualdade, sabe?
    – Mesmo os que não trabalham?
    – Não, só os que trabalham claro…
    – Então já não são todos? Concorda?
    – Bem, quis dizer todos que trabalham… os que não trabalham ganham bolsas, essas bolsas é para que não fiquem sem nada…
    – Essas bolsas, são como um salário?
    – Sim! Recebem uma vez por mês!
    – E de onde sai o dinheiro dessas bolsas, rapaz?
    – Impostos! As pessoas trabalham e pagam impostos, o estado redistribui a renda, e paga as bolsas.
    – Então quem paga as bolsas é quem trabalha, e é justo que quem não trabalha receba salário por não trabalhar, e quem está trabalhando pague salário a quem não trabalha?
    – Sócrates, você está me deixando confuso…
    – Apenas me responda, a justiça consiste em pagar salário para quem não trabalha, é isso?!
    – Não… é redistribuir a renda…
    – Mas no final da sua redistribuição, isso é o que acontece, ou não?
    – Sim é… mas… tudo parece estranho mas quando fizermos o comunismo, tudo vai ser diferente, tudo vai ser justo e ninguém vai ser miserável, não vai dar pra você entender agora… a elite é poderosa e controla tudo!
    – Rapaz, até agora tudo que você me disse foi contraditório, não?
    – Sim, foi! É que você precisa esperar o comunismo acontecer, aí sim tudo vai fazer sentido!
    – Oras rapaz, então esse tal comunismo, deve ser maravilhoso, onde aconteceu?!
    – Cuba, Coreia do Norte, Russia, Alemanha oriental…
    – Então esses lugares devem ser o paraíso! Conte-me como são!?
    – Olha, as coisas não vão tão bem, alguns lugares já abandonaram o comunismo, mas os outros permanecem em luta!
    – Rapaz, que surpresa! Por que afinal abandonaram algo tão maravilhoso?!
    – Não deu certo, mas continuamos tentando! É culpa do capitalismo!
    – E os outros lugares?
    – Cuba e Coreia do Norte continuam comunistas!
    – Que maravilha! E como são estes lugares?! Estão bem? Todos são prósperos? Não existem mais classes?
    – Pra falar a verdade, não estão bem não, Cuba e Coreia do Norte estão passando fome, mas isso é por culpa do capitalismo!
    – Oras, mas um modelo tão bom, pelo qual vocês lutam, não faria apenas bem?
    – É que os dirigentes não fizeram o comunismo como pensávamos, eles deturparam, fizeram outra coisa…
    – Mas você me disse a pouco que eles eram bons…
    – Eu disse mas… bem, nunca se sabe!
    – Será que talvez vocês não estejam errados?
    – Talvez, Sócrates…
    – E por que esses países tem dirigentes?
    – Eles tem poder militar, e muito capital…
    – Oras, você me disse que não haveriam classes sociais…
    – No comunismo existe apenas a classes política e proletariado!
    – Então existem ainda classes, correto?!
    – Não tenho como discordar agora…
    – Meu rapaz, não me parece que você esteja lutando por algo bom, pois seus exemplos foram todos maus, e não me parecem confiáveis seus representantes como bons, pois sempre terminam por trair o povo, e mesmo seus critérios não me parecem bons, pois não se sustentam agora, nem nos exemplos que me forneceu.
    – O senhor está me deixando sem resposta. Eu preciso estudar mais…
    – Eu agradeço pela conversa, mas vou continuar procurando alguém realmente sábio, que possa me ensinar de sua sabedoria.

    Um grupo de garotos se aproxima e cumprimenta o professor.

    – Quem é este homem professor!?
    – Um velho chamado Sócrates, que eu estava ensinando, mas agora estou um pouco confuso…
    – Por que está confuso professor?!
    – Ele discordou de algumas ideias minhas, e eu não consegui sustentá-las…

    Grupo de garotos grita:

    – ATENÇÃO TODO MUNDO! ESSE É UM VELHO FASCISTA! RACISTA! MISÓGINO! SEXISTA! HOMOFÓBICO!

    Após levar cuspidas e apanhar, Sócrates sai ferido e desaparece no vórtice temporal.

    O professor da USP, prossegue em sua luta, mas cada vez que vê um velho calvo de barba comprida, começa a tremer de medo.”

    Texto de Ricardo Roveran

  218. Patriarca da Paciência said

    Militante de esquerda é quem ganha menos de R$ 2.300,00 por mês ? Realmente profundamente ridículo !

    Quá, quá, quá quá, quá, quá, …

  219. Chesterton said

    EM JUNHO DE 2016, Leonardo Boff escreveu sobre Lula, Dilma e o PT. Boff chamou de “bullying político” os ataques aos ícones da esquerda brasileira.

    “É notório o bullyng politico (sic) e social (acossamento) sofrido persistentemente pelo PT, pelo Lula e pela ex-presidenta (sic) Dilma Rousseff. Uma coisa é reconhecer que houve corrupção e erros politicos (sic) por parte de setores do PT e outra coisa é tributar quase exclusivamente tais fatos e mais a crise atual, ao PT a Lula e à ex-presidenta (sic).” — quantos erros, né?

    Boff chega a recorrer a teoria do “bode expiatório” de René Girard para explicar a recusa da sociedade civil em aceitar Lula, Dilma e PT.

    “No nosso caso, o bode expiatório escolhido foi e continua sendo, o PT e pessoalmente a ex-presidente Dilma Rousseff, incluindo o ex-presidente Lula. Ele cumpre uma dupla função: uma de aplacar e outra de ocultar. Toda a raiva e o ódio acumulado são lançados sobre o bode expiatório. Ele carrega todas as maldades e é feito responsável por todos os desmandos ocorridos e pela crise econômico-financeira.”

    Em artigo recente, Boff diz:

    “Lula, por outro lado, mais do que os crimes a que responde, feriu de golpe a esquerda no Brasil. Ajudou a segregá-la, a estigmatizar suas bandeiras sociais e contribuiu diretamente para o crescimento do que há de pior na direita brasileira. Se embebedou com o poder. Arvorou-se da defesa dos pobres como álibi para deixar tudo correr solto e deixou-se cegar. Martelou o discurso de ricos contra pobres, mas tinha seu bilionário de estimação. Nada contra essa amizade. Mas com que moral vai falar com seus eleitores? Saiam todos, por favor. Vocês são maus exemplos a seguir. Despertam ojeriza. Dediquem o que resta de suas vidas a entregar tudo, a detalhar tudo, a terminar de contar o que falta para que o Brasil se estabeleça como uma sociedade mais sadia, menos tóxica.”

    Parece que Boff está padecendo do próprio veneno ao morder a própria língua.

  220. Patriarca da Paciência said

    Veja aí, Chesterton, a história verdadeira. Não fique espalhando notícias falsas:

    Publicado por Leonardo Boff em seu blog.

    Correm pelas redes sociais críticas que teria feito a Lula. Elas são falsas. Pessoalmente não fiz nenhuma crítica.

    O que fiz foi publicar no meu blog um artigo de Carla Jiménez no jornal espanhol El Pais que leva como o título:”Uma elite amoral e mesquinha se revela nas delações da Odebrecht”.

    Considerei o artigo bem informado sobre a corrupção que tomou conta das empreiteiras. Estas corromperam e beneficiaram a quase todos os grandes partidos com caixa 2 ou com propinas.

    Um olhar de fora é sempre instrutivo, pois quando alguém escreve algo semelhante, aqui dentro do país, frequentemente é desqualificado como partidista, oportunista e mesmo falso.

    No referido artigo Carla Jiménez, no final, faz críticas ao Lula o que considero, dentro da democracia, legítimo, embora não concorde.

    Fiz um introdução bastante longa ao artigo e depois o transcrevi.

    Pessoas mal intencionadas tomaram aquele tópico critico a Lula e o atribuiram a mim como se eu tivesse escrito tal coisa. E assim foi distribuido nas redes sociais. Repito: tal crítica não é minha, mas da jornalista do El Pais. Repudio a má fé de quem tirou do texto aquele tópico e falsamente afirma que a crítica foi feita por mim.

    Corrupção se realiza não apenas nos negócios, mas corrupção existe também nas mentes de pessoas interessadas em desfazer a imagem do outro atribuindo-lhe coisas que não disse e não fez.

    Fica aqui o meu esclarecimento em função da verdade e como denúncia de uma atribuição feita malevolamente.

    O artigo:

    O Brasil saltou de uma transmissão política em preto e branco para alta definição de uma semana para outra com a lista de Fachin. Tudo se conhecia mais ou menos por meio de vazamentos em um ou outro veículo de comunicação. Mas ouvir a voz dos corruptores e vê-los em vídeo relatando seus crimes por horas a fio é mais doloroso. É como se a própria mãe estivesse contando que na verdade você é filha do irmão do seu pai, ou de um ladrão de bancos, ou de um estuprador. O impacto é violento, ainda que você desconfie que a verdade da sua vida era outra.

    Depreende-se das horas de gravação da delação da Odebrecht uma elite hipócrita, amoral e mesquinha que enxerga o Brasil como uma S.A. para seu usufruto, e não como a sociedade que deveria ser. Tudo ainda precisará de provas concretas, mas o mundo revelado por Emílio e Marcelo Odebrecht tem corrupção a la Casas Bahia ou a la galeria Lafayette, dependendo do freguês. Um ministro da Fazenda, Guido Mantega, que determinava os destinos do dinheiro público depois de supostamente negociar milhões de doação com uma fornecedora do Governo, anotando valores a pagar ao partido num papelzinho, segundo Marcelo Odebrecht. Um irmão do ex-presidente Lula que teria recebido mesada de 6.000 reais por ser simplesmente irmão do ex-presidente, segundo outro. Um governador, Aécio Neves, que teria cobrado 3% de empreiteiras numa obra bilionária em Minas Gerais, e teria levado milhões para defender a participação da Odebrecht no setor elétrico.

    Tem até o ex-relator do impeachment no Senado, Antonio Anastasia – que discursava indignado sobre o crime das pedaladas fiscais de Dilma Rousseff no ano passado – e que agora terá de provar que não é criminoso, apesar da acusação de que teria recebido caixa 2 de baciada da Odebrecht. O presidente da República, Michel Temer, que diz não ter negociado propina, mas que recebeu em seu escritório um representante da empresa ao lado de dois dos nomes do seu partido que negociaram esses recursos ilícitos – um deles, Eduardo Cunha, comparado ao traficante Marcola, pelo também acusado Renan Calheiros –, segundo o denunciante. Hipócritas. Hipócritas. Hipócritas.

    Doação de seis milhões de reais aqui, 50 milhões acolá, 2,5 milhões ali. De onde vem tanto dinheiro? Só a Odebrecht pagou 10,6 bilhões entre 2006 e 2014, segundo ela. É pornográfico imaginar quanto ela ganhou em troca nesses projetos de obras públicas, e quanto outros defensores da moral e dos bons costumes de Brasília ganhavam em nome de supostas campanhas políticas. E estamos falando de apenas um setor específico. Imagine um pente fino nos planos de saúde, a indústria de carne, as agências de publicidade, o setor automotivo. Sem ilusões de que quem não está na lista de Fachin é inocente. Ou podemos confiar na sensibilidade social do ministro da Saúde, o deputado Ricardo de Barros, que não deixa de lembrar em todas as suas entrevistas a quais interesses serve na hora de falar sobre o assunto que hoje administra?

    Elite criminosa

    O que é a pedalada fiscal hoje, se não cosquinhas perto da monstruosidade que o topo da pirâmide política e econômica promove no Brasil. Que fatiaram o país e o dividiram entre os partidos políticos, tal qual o boi nos cartazes do açougue, segundo as investigações. Cada pedaço pertence a um partido, a uma facção da legenda, e, confirmando-se as acusações da Lava Jato, seu trabalho parlamentar fica reduzido ao de um despachante, ou corretores de influência, cobrando uma fração do sucesso dos negócios com o Governo, pelo que consta até aqui. As diretorias da Petrobras era do PT, PP e PMDB. A Câmara, da turma do Temer e do Eduardo Cunha. O Senado, de Eunício Oliveira e Renan Calheiros, segundo delação de Delcídio do Amaral. As hidrelétricas de Furnas, do PSDB de Aécio, segundo Marcelo Odebrecht. O metrô de São Paulo, do PSDB paulista, segundo as investigações. E assim por diante. Está tudo ali, para quem quiser ver. Definitivamente, a propinocracia brasileira tem muitos reis.

    Políticos que mentem descaradamente sem mexer um músculo do rosto. Vaidosos, gravaram vídeos no início da Lava Jato usando frases como “ninguém aguenta mais a corrupção do PT”, com lama até a cintura. Garantiram suas aposentadorias com dinheiro desviado e agora acreditam ter legitimidade para decidir o destino da velhice de todos os brasileiros que fizeram o verdadeiro papel de palhaços neste teatro.

    Uma elite corruptora com representantes como Marcelo Odebrecht… Um executivo preparado para assumir os negócios da família que quis provar ser melhor que o pai da maneira mais irresponsável, comprando fatias de mercado. Análise freudiana à parte, deu aos executivos do grupo a prerrogativa de corromper seus políticos do entorno para conseguir obras públicas. E como prêmio, pagava bônus anuais milionários. “Vira uma bola de neve”, afirma Fernando Reis, ex-presidente da Odebrecht Ambiental, explicando por que deu propinas de 6 milhões de reais ao pastor Everaldo. “Tudo distorcido”, confessa Reis agora. E por que não questionou? Por que não se demitiu? Por que não denunciou?

    Em determinado trecho da sua delação, Marcelo fala sobre um diálogo com Graça Foster, ex-presidente da Petrobras. “Sempre fui aberto com Graça… fui franco quando me perguntou… ”, diz ele. Na conversa, admitia que pagara por fora para o PMDB e para o PT por uma obra da petroleira. “Se não tivesse o PT no meio, eu não falaria”, querendo mostrar coerência e, quiçá, lealdade aos nomes que estavam ocultos. Mas o que é ser aberto, senhor Marcelo? Qual é o critério de correção, de lealdade, de franqueza que passa na cabeça de um homem que estruturou um setor que distribuiu bilhões em propinas ao longo de oito anos [ou será mais tempo]? É esse o modus operandi dos empresários bilionários deste país?

    Que elite mais desgraçada. Jogam o Brasil na bacia das almas para 2018, entre um lunático como Jair Bolsonaro e um novato na política executiva, João Doria Jr., que insiste no discurso que o grande problema da corrupção brasileira é só o PT. Por favor, pare de repetir isso, prefeito. Seu padrinho e amigo há 38 anos, o governador tucano Geraldo Alckmin, é um dos políticos campeões em caixa 2, segundo a Odebrecht, usando o irmão da primeira dama de São Paulo como receptor. E sendo seu partido o terceiro mais celebrado pela Odebrecht, com 152 milhões de reais em recursos ilícitos, ao que consta das delações, segundo levantamento do jornal O Estado de S. Paulo. Ao PT coube a maior fração, 408,7 milhões, porque estava com a máquina pública federal. Vários governadores tucanos parecem ficar à vontade com quinhões obscuros nas gestões estaduais.

    Lula, por outro lado, mais do que os crimes a que responde, feriu de golpe a esquerda no Brasil. Ajudou a segregá-la, a estigmatizar suas bandeiras sociais e contribuiu diretamente para o crescimento do que há de pior na direita brasileira. Se embebedou com o poder. Arvorou-se da defesa dos pobres como álibi para deixar tudo correr solto e deixou-se cegar. Martelou o discurso de ricos contra pobres, mas tinha seu bilionário de estimação. Nada contra essa amizade. Mas com que moral vai falar com seus eleitores?

    Saiam todos, por favor. Vocês são maus exemplos a seguir. Despertam ojeriza. Dediquem o que resta de suas vidas a entregar tudo, a detalhar tudo, a terminar de contar o que falta para que o Brasil se estabeleça como uma sociedade mais sadia, menos tóxica. Nenhum país merece que a riqueza seja comandada por quem não tem um mínimo de solidariedade com o país e vive da mesquinharia que alimenta a miséria. Acordão? Só se for para admitir crimes. Ambicionem entrar para a história como os que ajudaram a mudar o rumo, sem violentar a esperança alheia. Uma mensagem que cabe ao Judiciário, inclusive, que como disse o ministro Luís Roberto Barroso ao citar o direito penal, “deixou erguer um país de ricos delinquentes, que vivem de fraudes às licitações, lavagem de dinheiro entre outros crimes”. Vistam a carapuça. Deixem a Justiça atuar e paguem pelos seus crimes. É o melhor que vocês podem fazer para justificar a própria existência.

    O DCM vai cobrir o depoimento de Lula a Moro em Curitiba — e contamos com você

  221. Pedro said

    Boff é corno manso assumido………….

  222. Guatambu said

    E aí?

    Gostaram da aprovação da reforma trabalhista?

    Eu gostei! hehehehehehe

    Especialmente do ponto em que torna a contribuição sindical facultativa. É lindo!

    Dá pra entender porque os sindicalistas estão esperneando tanto! hehehehheh

  223. Pedro said

    É vero
    Esta contribuição obrigatória era uma aberração.
    Tem um monte de pelego sindical mamando a 30 anos.

  224. Guatambu said

    Balanço quadrimestral do Blog:

    1. Chesterton se mudou para Bahamas, junto com sua fortuna e aparece de vez em quando para bater no Patriarca
    2. Elias morreu de vergonha porque nenhuma previsão que fez ele acertou
    3. Pax morreu de desgosto
    4. HRP teve que procurar emprego, não dá tempo de participar mais
    5. Zbigniew está com dor de barriga desde a queda da Dilma, desidratado, chorando no banheiro
    6. Marcelo já estava vindo com humor, deve estar rindo em casa a essa hora
    7. Pedro e eu passamos aqui na esperança que haja algum comentário para comentar… e nada….

  225. Pedro said

    Boa
    kkkkkkkkk

    E ainda apareceu um advogado ameaçando o Pax.

  226. Chesterton said

    Olha aqui o Elias

    https://jornalivre.com/2017/04/28/militantes-da-cut-sao-presos-em-sorocaba-por-vandalismo/

  227. Patriarca da Paciência said

  228. Chesterton said

    http://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/5724/apos-sindicalista-pedir-sua-prisao-lula-nao-aparece-em-evento-da-cut-veja-o-video

    chest- a CUT pedindo a prisão do molusco? Aí tem truta….

  229. Pedro said

    Pois é………acho que o cheque não chegou.

  230. Patriarca da Paciência said

    Pesquisa da USP comprova que MBL é o maior divulgador de notícias falsas do Brasil. O Chesterton deve pertencer ao MBL.

  231. Chesterton said

    http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/04/1879719-prostituicao-de-venezuelanas-avanca-com-imigracao-em-massa-no-norte.shtml

    chesterton- resultado do socialismo , criado pelo Foro de Sao Paulo, o chavismo força as mulheres virarem prostitutas. Tal qual Cuba.

  232. Chesterton said

    chest- som na caixa Patriarca

  233. Chesterton said

    “Dirceu foi solto para que a língua de Palocci continue presa.”

    Idelber, aquele amigo do Pax que fotografa as próprias partes.

  234. Patriarca da Paciência said

    Uma voz não identificada dizendo que deve ser “cortada a cabeça de todos, Aécio, Lula etc”. Como que isso pode ser considerada uma posição oficial da CUT ? Só mesmo na cabeça do Chesterton, espalhador de notícias falsas, tal como a MBL.

  235. Chesterton said

    Acho que colocaram pimenta no fiofó do Lulla….

  236. Patriarca da Paciência said

  237. Patriarca da Paciência said

    Olha aí, Chesterton, escuta só o que o Reinaldo Azevedo anda dizendo:

  238. Patriarca da Paciência said

  239. Chesterton said

    para tudo, Patriarca esta defendendo Lulla com videos do Reinaldáo? Achei que ja tinha visto de tudo…..

  240. Patriarca da Paciência said

    Você entendeu, como sempre, errado Chesterton.

    Você fica dizendo que todos “abandonaram” o Lula enquanto ele continua imbatível conforme todas as pesquisas eleitorais. Agora,

    até o Reinaldo Azevedo já abandonou o golpe !

  241. Chesterton said

  242. Pedro said

    Patriarca foi visto em Curitiba, gritando……GILMAR, GUERREIRO, DO POVO BRASILEIRO.

    Gilmar Mendes novo herói petista.

    A gente vê coisa.

  243. Patriarca da Paciência said

    Pedro,

    vocês de direita é que são iguais a biruta de aeroporto – para onde o vento toca se viram.

    Enquanto Gilmar decidia e se manifestava contra o PT era um grande herói. Agora, que o Gilmar defendeu apenas os seus, estão pedindo até o exoneração do “home”.

    Nada tenho a haver com o Gilmar e suas defesas do Eike Batista !

    Aliás agora não só o Gilmar como também o Janot estão sob suspeição. Gilmar tem a mulher e Janot a filha nos noticiários. Pelo jeito não vai sobrar ninguém mesmo !

  244. Chesterton said

    Tudo culpa da mulher….que calhorda.

  245. Chesterton said

    SUDERJ informa: sai “foi culpa do FHC”, entra “foi culpa da Marisa”

  246. Patriarca da Paciência said

  247. Chesterton said

  248. Chesterton said

  249. Chesterton said

  250. Patriarca da Paciência said

    “Nordestino, nove dedos, bêbado, analfabeto, ladrão, infiel, criador de filhos bandidos, assassino de Celso Daniel… Faltava o viúvo safado que se aproveita da falecida. Não falta mais”, escreve Kiko Nogueira, do Diário do Centro do Mundo; para ele, “essa exploração”, feita ontem na capa dos principais jornais do País e hoje na revista Veja, “dá bem a medida do quanto o depoimento de Lula a Moro foi frustrante para quem esperava que o juiz esmagasse o ex-presidente” (247)

  251. Patriarca da Paciência said

  252. Patriarca da Paciência said

    MORO: Senhor ex-presidente, preciso lhe advertir que talvez sejam feitas perguntas difíceis para você.
    LULA: Não existe pergunta difícil pra quem fala a verdade.

    *

    MORO: Esse documento em que a perícia da PF constatou ter sido feita uma rasura, o senhor sabe quem o rasurou?
    LULA: A Polícia Federal não descobriu quem foi? Não? Então, quando descobrir, o senhor me fala, eu também quero saber.

    *

    MORO: O senhor não sabia dos desvios da Petrobras?
    LULA: Ninguém sabia dos desvios da Petrobras. Nem eu, nem a imprensa, nem o senhor, nem o Ministério Público e nem a PF. Só ficamos sabendo quando grampearam o Youssef.
    MORO: Mas eu não tinha que saber. Não tenho nada com isso.
    LULA: Tem sim. Foi o senhor quem soltou o Youssef. O senhor deve saber mais que eu [referindo-se ao escândalo do Banestado].

    *

    LULA: O Dallagnol não tá aqui. Eu queria o Dallagnol aqui pra me explicar aquele PowerPoint.

    *

    MORO: Saíram denúncias na Folha de S. Paulo e no jornal O Globo de que…
    LULA: Doutor, não me julgue por notícias, mas por provas.

    *

    LULA: Esse julgamento é feito pela e para a imprensa.
    MORO: O julgamento será feito sobre as provas. A questão da imprensa está relacionada a liberdade de imprensa e não tem ligação com o julgamento.
    LULA: Talvez o senhor tenha entrado nessa sem perceber, mas seu julgamento está sim ligado a imprensa e os vazamentos. Entrou nessa quando grampeou a conversa da presidente e vazou, conversas na minha casa e vazou, quando mandou um batalhão me buscar em casa, sem me convidar antes, e a imprensa sabia. Tem coisas nesse processo que a imprensa fica sabendo primeiro que os meus advogados. Como pode isso? E, prepare-se, porque estes que me atacam, se perceberem que não há mesmo provas contra mim e que eu não serei preso, irão atacar o senhor com muito mais força.

    *

    MORO: Senhor ex-presidente, você não sabia que Renato Duque roubava a Petrobras?
    LULA: Doutor, o filho quando tira nota vermelha, ele não chega em casa e fala: “Pai, tirei nota vermelha”.
    MORO: Os meus filhos falam.
    LULA: Doutor Moro, o Renato Duque não é seu filho.

    *

    LULA: Doutor Moro, o senhor já deve ter ido com sua esposa numa loja de sapatos e ela fez o vendedor baixar 30 ou 40 caixas de sapatos, experimentou vários e no final, vocês foram embora e não compraram nenhum. Sua esposa é dona de algum sapato, só porque olhou e provou os sapatos? Cadê uma única prova de que eu sou dono de algum tríplex? Apresente provas doutor Moro?

    *

    MORO: O senhor solicitou à OAS que fosse instalado um elevador no tríplex?
    LULA: O senhor está vendo essa escada caracol nessa foto? Essa escada tem dezesseis degraus e é do apartamento em que eu moro há 18 anos em São Bernardo. Dezoito anos a Dona Marisa, que tinha problema nas cartilagens do joelho passou subindo e descendo essa escada. O senhor acha que eu iria pedir um elevador no apartamento que eu não comprei, ao invés de pedir um elevador no apartamento em que eu moro, para que a Dona Marisa não precisasse mais subir essa escada?

    *

    LULA: O vazamento das conversas da minha mulher e dela com meus filhos foi o senhor quem autorizou.

    *

    MORO: Tem um documento aqui que fala do tríplex…
    LULA: Tá assinado por quem?
    MORO: Hmm… A assinatura tá em branco…
    LULA: Então, o senhor pode guardar por gentileza!

  253. Patriarca da Paciência said

    http://clickpolitica.com.br/brasil/lava-jato-entrou-em-parafuso-cut-divulga-video-que-desmoraliza-edicoes-tendenciosas-do-jornal-nacional-e-da-globo-assista/

  254. Chesterton said

    Alguem sabe se o Pax está vivo?

  255. Chesterton said

    https://www.areuniao.com/single-post/2017/05/13/Triplex-e-s%C3%ADtio-s%C3%A3o-coisas-pequenas-perto-do-que-Lula-fez-com-o-povo-venezuelano

  256. Pedro said

    É isso mesmo, o triplex e o sítio são miudezas perto do resto.

  257. Pedro said

    O Pax tá na Uruguai, cuidando de sua nova plantação orgânica.

    Foi testar a qualidade da produção e esqueceu a senha.

    Agora deixa o blog se transformar num minifúndio improdutivo…..

  258. Chesterton said

    Pax sumiu não só daqui, será que morreu?

  259. Pedro said

    A ultima vez que apareceu ele falou sobre um acidente de moto…..

  260. Chesterton said

    Falo isto ha 15 anos

    http://www.imprensaviva.com/2016/09/lula-e-dilma-serao-lembrados-como-os.html

  261. Patriarca da Paciência said

    Chesterton, nem mais o teu neto, de cinco anos, acredita mais nas bobagens que divulgas e escreves !

  262. Chesterton said

    Lembro do Pax ter falado na morte do irmão que morava no Rio de Janeiro.

  263. Patriarca da Paciência said

    Olha aí, Chesterton, pegaram um dos teu ídolos !

    O jornalista Claudio Humberto, titular de uma das colunas políticas mais lidas no país, foi acusado de extorsão, por Ricardo Saud, diretor de relações institucionais da JBS-Friboi.

    Saud alega que ele próprio foi o alvo do jornalista, que em notas na sua coluna chamava-o de ‘o homem da mala de Joesley’.

    Para cessar os ataques, fez um acerto de R$ 18 mil reais mensais, um verdadeiro ‘mensalão’ da JBS para Claudio Humberto.

    Em seu depoimento na delação premiada, Saud demonstra uma notável mágoa pelo achaque sofrido e alega aos procuradores que a JBS está ‘tentando passar o Brasil a Limpo’.

    Uma notável cara de pau desse inescrupuloso delator.

    Comprou o jornalista para que este não dissesse a verdade e agora vem com uma infundada ‘mágoa’ e com discurso de ‘passar o Brasil a limpo’.

    Que pilantra esse ‘homem da mala do Joesley’.

    (Jornal da Cidade)

  264. Patriarca da Paciência said

    Poucas coisas me surpreendem, mas com esta fiquei pasmo !

    Em conversa interceptada pela Polícia Federal, o jornalista Reinaldo Azevedo dialoga com Andrea Neves, irmã do senador afastado Aécio Neves, e classifica uma reportagem da revista Veja, onde trabalha, como “nojenta”; no mesmo diálogo, ele também critica o procurador-geral da República, Rodrigo Janot; assim que a conversa foi divulgada, Reinaldo pediu demissão de Veja e disse que o grampo violou um dos pilares da democracia, que é o sigilo entre jornalistas e suas fontes: “Há uma agressão a uma das garantias que tem a profissão. A menos que um crime esteja sendo cometido, o sigilo da conversa de um jornalista com sua fonte é um dos pilares do jornalismo”, escreveu, em resposta ao portal BuzzFeed (247)

    Até tu, Oh Brutus ?

    Acho que o apocalipse está próximo mesmo !

  265. Pedro said

    Nesse episódio o Reinaldo Azevedo está com a razão.

  266. Patriarca da Paciência said

    Uma vez o Pax escreveu que pagava uma certa quantia para manter o blog. Se o blog continua no ar é porque a conta está sendo paga. Seria débito em conta corrente ?

    Pax, Pax, onde estás tu ?

  267. Patriarca da Paciência said

    Olha aí, Chesterton, para você nunca mais dizer que Hitler era de esquerda:

  268. Pedro said

    Pois é, acho que em breve o blog sai do ar.

  269. Chesterton said

    Sera que Pax morreu?

  270. Chesterton said

    Paxd vivinho e radcializando. Não aparece aqui porque?

  271. Pedro said

    OK
    O Pax tá vivo, mas o blog morreu.
    ….

    Addio

  272. Chesterton said

    Pax sofria muita pressão de seus amigos extra blog. Como toda corrupção envolvia o PT, já viu né?

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: